Resolução dos Exercícios Propostos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resolução dos Exercícios Propostos"

Transcrição

1 Mtemátic Ficeir: Aplicções à Aálise de Ivestimetos 4ª. Edição Resolução dos Exercícios Propostos Etre os méritos deste livro, que fzem dele um dos preferidos pelos estudtes e professores, está explicr os diferetes ssutos d mtemátic ficeir e d álise de ivestimetos por meio de um grde qutidde de exemplos e de exercícios presetdos o logo dos cpítulos. Nest qurt edição, dispoibilizmos os leitores s resoluções detlhds dos 366 exercícios propostos o livro. Espermos que este ovo recurso fcilite compreesão e o estudo dos diversos ssutos trtdos. Agrdeço às pessos que colborrm elborção deste mteril, especilmete Edurdo Estellit, do curso de Egehri de Produção d PUC-Rio, pel vlios colborção. O utor

2 CAPÍTULO 1 Exercícios Propostos Ateção: N resolução dos exercícios cosiderr, slvo meção em cotrário, o comercil de 360 dis. 1. Qul é tx ul de juros simples obtid em um plicção de $1.300 que produz, pós um o, um motte de $1.750? Ddos: P = $1.300, S = $1.750, i =? S = P (1 + i) $1.750 = $1.300 (1 + i) i = 34,61%... Qul é remuerção obtid em um cpitl de $.400 plicdo durte 17 meses à tx de juros simples de 60%..? Ddos: P = $.400, i = 60%.., = 17 meses, J =? 0,6 J = P i J = $ J= $ Clculr o redimeto de um cpitl de $ plicdo durte 8 dis à tx de juros simples de 6%.m.. Ddos: P = $80.000, i = 6%.m., = 8 dis, J =? 0,6 J = P i J = $ J= $19.413, Aplicdo $ durte 17 meses, resgtmos $ Qul é tx ul de juros simples obtid operção? Ddos: P = $80.000, S = $ , = 17 meses, i =? i S = P (1 + i ) $ = $ (1 + 17) i = 5,94% Em qutos meses um cpitl de $8.000, plicdo à tx de juros simples de 48%.., produz um motte de $38.080? Ddos: P = $8.000, S = $38.080, i = 48%.., =? 0,48 S = P (1 + i ) $ = $8.000 (1 + ) = 9 meses 1 6. Um cpitl plicdo trsformou-se em $ Cosiderdo-se um tx de juros simples de 4%. e um remuerção de $4.065,9, determir o przo d plicção. Ddos: S = $13.000, i = 4%.., J = $4.065,9, =? (meses) 0, 4 $ S i J = $4.065, 9 = i 0, $4.065, 9 = = 13 meses 1 + 0, Um cpitl de $ trsformou-se em $ pós 44 dis de plicção. Clculr tx de juros obtid operção. Ddos: P = $ , S = $ , = 44 dis, i =?

3 i S = P (1 + i ) $ = $ (1 + 44) i =,73%.m João tem um dívid de $ que vece em 16 meses. Pretede pgr $1.000 o fim de 158 dis e $ dis depois desse primeiro pgmeto. Quto deve pgr dt de vecimeto pr liquidr dívid? Cosidere juros simples de 50%.. e dt focl o vecimeto d dívid. Ddos: i = 50% $ $ $ dis 3 dis 0,50 0,50 Vlor o vecimeto = $ $ $ $.31, = 9. Um cpitl crescido de seus juros de 1 meses som $ O mesmo cpitl dimiuído de seus juros de ove meses é reduzido $ Clculr o cpitl e tx de juros simples obtid. Ddos: S 1 = $ , S = $88.400, 1 = 1 meses, = 9 meses, P =?, i =? Podemos motr equções pr icógits: P + P i 1 = $ P P i 9 = $ i =,083333%.m.(5%..) P = Um cpitl de $4.500 foi dividido em três prcels que form plicds pelo przo de um o. A primeir juros simples de 4%.t., segud juros simples de 6%.t. e terceir juros simples de 10%.t.. Cosiderdo-se que o redimeto d primeir prcel foi $160 e o redimeto ds três prcels totlizou $ 1.30, clculr o vlor de cd prcel. Ddos: P 1 + P + P 3 = $4.500, i 1 = 4%.t., i = 6%.t., i 3 = 10%.t., = 1 o = 4 trimestres, J 1 = $160, J 1 + J + J 3 = $1.30, P 1 =?, P =?, P 3 =? J = P i Logo, J1 = P1 i1 $160 = P1 0,04 4 P1 = $1.000 J = P i J3 = P3 i3 J1 + J+ J3 = (P1 i1 + P i + P3 i3) $1.30 = ( 40 + P 0,06 + P3 0,1) 4 P 0,06 + P3 0,1 = $90 Portto, P 0,06+ P3 0,1 = $ 90 P = $1.500, P 3= $.000 P + P 3 = $ Dois cpitis, um de $.400 e outro de $1.800, form plicdos um mesm tx de juros simples. Clculr tx, cosiderdo-se que o primeiro cpitl em 48 dis redeu $17,00 mis que o segudo em 30 dis. Ddos: J 1 J = $17, 1 = 48 dis, = 30 dis, P 1 = $.400, P = $1.800, i =? i i J1 - J = (P1 1 - P ) $17 = ( $ $ ) i = 0,833%.m

4 1. Um cpitl foi plicdo juros simples de 4%.. durte 50 dis. Clculr o cpitl, cosiderdo-se que, se difereç etre ele e os juros obtidos fosse plicd à mesm tx, rederi $988,75 em um trimestre. Ddos: i = 4%.., 1 = 50 dis, = 90 dis, P =? 0,4 juros obtidos o przo de 50 dis = P i 1 = P ,4 0,4 0,4 0,4 P- P = $988,75 P ( 1 50) 90 = $988,75 P= $ Certo cpitl foi plicdo juros simples de 30%.. durte 50 dis. Clculr o cpitl e o redimeto obtido, cosiderdo-se que, se difereç etre mbos, crescid de $10.000, fosse plicd à mesm tx, rederi $ o przo de um o. Ddos: i = 30%.., 1 = 50 dis, = 1 o, P =? J= P i 1 1 0,30 ( 1 ) P-J + $ i = $ P , $ , 30 1 = $ Logo, P= $ ,3 360 J 1= P i 1 J 1= $ J 1= $13.333, Um pesso plicou dois cpitis juros simples, o primeiro 33%.. e o segudo 45%.. Cosiderdo-se que o redimeto de mbs s plicções totlizou $5.500 o przo de um o, determir o vlor dos cpitis, sbedo-se que o primeiro é 37,5% meor que o segudo. Ddos: P 1 = (1 0,375) P, i 1 = 33%.., i = 45%.., = 1 o, S 1 + S = $5.500 Logo, J = P i + J J = P i + P i $5.500 = 0,65 0, ,45 1 P P = $ P 1 = $ Há 13 meses e dez dis um cpitl de $ foi plicdo à tx de juros simples de 6%.. Se hoje for plicd importâci de $8.000 juros simples de 1%.. e o primeiro cpitl cotiur plicdo à mesm tx, em que przo os mottes respectivos serão iguis? Ddos: 1 = 400 dis, P 1 = $ , P = $ 8.000, i 1 = 6%.., i = 1%..., =? N dt focl, S = P (1 + i ) 0,06 0,1 $ (+400) = $ =.667 dis = 7 os, 4 meses e 7 dis 16. Um empres obteve um empréstimo de $ juros simples de 10%... Algum tempo depois liquidou dívid, iclusive os juros, e tomou um ovo empréstimo de $ juros simples de 8%... Dezoito meses pós o primeiro empréstimo, liquidou todos os seus débitos, tedo pgo $ de juros totis os dois empréstimos. Determir os przos (em meses) dos dois empréstimos. Ddos: J 1 + J = $35.000, 1 + = 18 meses, P 1 = $00.000, P = $ , i 1 = 10%.., i = 8%.., 1 =?, =? 4

5 i1 i 0,1 0,08 J 1 + J = P1 1 + P $ = $ $ (18 1) = 3 meses,= 15 meses 17. Um pesso tomou um empréstimo juros simples de 9%... Quret e cico dis depois, pgou dívid e cotriu um ovo empréstimo dus vezes mior que o primeiro, pelo przo de dez meses juros simples de 6%... Sbedo-se que pgou o todo $ de juros pelos dois empréstimos, clculr o vlor do primeiro. Ddos: J 1 + J = $111.50, 1 = 45 dis, = 10 meses, P = P 1, i 1 = 9%..., i = 6%.., P 1 =? i1 i 0,09 0,06 J 1+ J = P1 1 + P $ = P P 1 = $ Um cpitl foi dividido em dus prcels e plicdo txs e przos diferetes. A primeir foi plicd juros simples de 10%.m. durte seis meses, e segud juros simples de %.m. durte 1 meses. Sbedo-se que primeir prcel foi $50 mior e redeu $60 mis que segud, determir os vlores de mbs s prcels. Ddos: J 1 - J = $60, 1 = 6 meses, = 1 meses, i 1 = 10%.m., i = %.m., P 1 = $50 + P, P 1 =?, P =? i1 i J1 - J = P1 1 - P $60 = ( $50+P) 6 0,1 - P 1 0,0 1 1 P 1= $133, 33, P = $83, Aplicdo juros simples pelo przo de um o, um cpitl trsformou-se em $ Esse motte foi replicdo por mis dois os um tx 0% mior que tx gh primeir plicção, obtedo-se um motte fil de $.360. Clculr o vlor do cpitl iicilmete plicdo e tx de juros o o à qul ele foi plicdo. Ddos: S 1 = $13.000, S = $.360, 1 = 1 o, = os, i = 1, i 1, P 1 =?, i 1 =? S S i i i i = 1 (1 + ) $.360 = $ (1 + ) = 36%.. 1 = = 30%.. 1, Por outro ldo, S 1 = P 1 (1 + i1 1) $ = P 1 (1 + 0,3 1) P 1= $ i 0. Um pesso plicou um cpitl em um cot remuerd que rede juros simples de 30%... Depois de três os, resgtou metde dos juros obtidos e replicou outr metde por um o à tx simples de 3%.., obtedo um redimeto de $0,16 ess últim plicção. Clculr o vlor do cpitl plicdo iicilmete. Ddos: P = 0,5. J 1, J = $0,16,- 1 = 3 os, = 1 o, i 1 = 30%.., i = 3%.., P =? Juros ghos o térmio dos 3 os: P 0,30 3 vlor replicdo o térmio do terceiro o: redimeto do cpitl replicdo o térmio de 1 o: P= $140 0,50 P 0,30 3 $0,16 = 0,50 P 0,30 3 0, Dois cpitis form plicdos juros simples. O primeiro à tx de 0%.., e o segudo 40%... Clculr os cpitis, cosiderdo-se que, somdos, eles perfzem $500 e que os dois, em um o, rederm juros totis de $130. Ddos: P 1 + P = $500, i 1 = 0%.., i = 40%.., = 1 o, J 1 + J = $130, P 1 =?, P =?, 5

6 J 1+ J = P1 i 1 + P i $130 = P1 0, + ($500 - P 1) 0,4 1 P 1 = $350 P = $150. Um cpitl de $50.000, plicdo juros simples, redeu $1.875 em um determido przo. Se o przo fosse 36 dis mior, o redimeto umetri em $50. Clculr tx de juros simples o o e o przo d operção em dis. Ddos: P = $50.000, J 1 = $1.875, J - J 1 = $50, - = 36 dis, i =?, =?, i J - J 1 = P i ( - ) $50 = $ i = 5% i J 1 = P i $1.875 = $ = 70 dis = 9 meses Um pesso levtou um empréstimo de $3.000 juros simples de 18%.. pr ser liquiddo depois de 70 dis. Cosiderdo-se que pesso mortizou $1.000 o 75 o di, quto deverá pgr dt de vecimeto de modo liquidr dívid? (dt focl: 70 o di). 70 dis $ $ dis 0,18 0,18 Vlor de resgte: = $ $ $.307, = 4. Um empres tem dus dívids pgr. A primeir de $.500, cotrtd juros simples de,5%.m., com vecimeto em 45 dis; e segud, de $3.500, juros simples de 3%.m., com vecimeto em 90 dis. Clculr quti ecessári pr liquidção de mbs s dívids em 180 dis, cosiderdo-se que o 30 o di do seu przo primeir dívid foi mortizd com $1.500, e o 60 o di do seu przo segud foi mortizd com $3.000 (efetur os cálculos dt focldo 180 o di). 150 dis $1.500 $ dis 10 dis $3.000 $ dis 0,05 0,05 Vlor do resgte = $ $ ,03 0, $ $ = $1.548,

7 5. Um pesso tem dus dívids pgr: primeir de $1.000, com vecimeto em 45 dis, e segud, de $3.500, com vecimeto em 10 dis. A pesso pretede liquidr s dívids por meio de dois pgmetos iguis com vecimetos em 90 e 180 dis, respectivmete. Clculr o importe de cd pgmeto, cosiderdo-se que mbs s dívids form cotrtds juros simples de %.m. (dt focl: 180 o di) 90 dis $ X $ X 135 dis 60 dis 0,0 0,0 0,0 X = $ $ X X =$.96,1 6. Determir:. O tempo ecessário pr que sej triplicdo um cpitl plicdo juros simples de 5%.m.. S = P (1 + i ) 3P = P (1 + 0,05 ) = 40 meses b. O tempo ecessário pr que sej quituplicdo um cpitl plicdo juros simples de 15%.t.. S = P (1 + i ) 5P = P (1 + 0,15 ) = 6,67 trimestres = 80 meses c. O tempo em que um cpitl de $1.000 rede $541,68 qudo plicdo juros simples de 1,5%... J = P i 0,15 $541,68 = $1.000 = 130 dis 360 d. O tempo ecessário pr que um cpitl de $7.000 trsforme-se em um motte de $7.933,34 qudo plicdo juros simples de 4%... S = P (1 + i ) 0,4 $7.933,34 = $7.000 (1 + ) = 00 dis Determir:. A tx de juros simples ul que produz um redimeto de $60 em 36 dis prtir de um cpitl de $.000. J = P i i $60 = $ i = 30% b. A tx de juros simples mesl que produz um redimeto de $6.000 em 30 meses prtir de um cpitl de $ J = P i $6.000 = $8.000 i 30 i =,5%.m. c. A tx de juros simples ul embutid compr de um bem cujo vlor à vist é de $3.000, sedo que o pgmeto cosiste de um etrd de $1.000 mis um prcel de $.00 pr 60 dis. 7

8 vlor à vist = vlor d etrd + vlor presete d prcel $.00 $3.000 = $ i = 60%.. 1+ i 8. Clculr:. O vlor do cpitl que, plicdo juros simples de 4%.., rede $300 em 16 dis. J = P i 0,4 $300 = P 16 P = $3.571, b. O vlor do cpitl que, plicdo juros simples de 6%.., rede $800 em 7 trimestres. J = P i 0,6 $800 = P 7 P = $1.758,4 4 c. O redimeto de um plicção de $ por 446 dis juros simples de 4%... 0,4 J = P i = $ = $.973, Clculr:. O redimeto de um cpitl de $.000 plicdo juros simples de,5%.m. desde o di 1 de mrço té o di 5 de juho do mesmo o. 0,05 J = P i = $.000 (156-71) = $141,66 30 b. O vlor do cpitl que redeu $3.000 o período compreedido etre 4 de bril e 31 de mio do mesmo o juros simples de %.m.. J = P i 0,0 $3.000 = P (151-94) P = $78.947,37 30 c. O vlor de resgte de um cpitl de $5.000 plicdo juros simples de %.m. pelo período compreedido etre 6 de bril e 6 de juho do mesmo o. 0,0 S = P (1 + i ) = $5.000 ( 1 + (177-96)) = $ d. O vlor do cpitl que se trsformou em um motte de $0.000 o período compreedido etre 30 de juho e 31 de dezembro do correte o, juros simples de %.m.. S = P (1 + i ) 0,0 $0.000 = P 1 + ( ) P = $17.814,73 30 e. A tx de juros simples mesl gh por um plicção de $4.000 que redeu $.800 o período compreedido etre 3 de mio e 18 de gosto do mesmo o. J = P i i $.800 = $4.000 (30-143) i = 4,03%.m No di 6 de mio foi cotrtdo um empréstimo de $7.000 juros simples de 4%.. pr ser totlmete liquiddo em 90 dis. No di 16 de juho form mortizdos $3.000, e o di 11 de julho, $.500. Determir dt de vecimeto d dívid e o vlor d quti que deverá ser pg quel dt pr liquidr dívid (cosiderr o civil e dt focl o 90 o di). 8

9 Ddos: i = 4%.. Determição d dt de resgte d plicção usdo Tábu pr Cotgem de Dis do o civil: úmero de dis d dt posterior (?) = + úmero de dis d dt terior (6 de mio) = 146 przo: 90 Logo, = 90 =36, que tábu pr cotgem de dis etre dus dts (cpítulo 1 do livro) correspode o di 4 de gosto. 90 dis 6/ 05 16/ 06 11/ 07 4/ 08 $ $ $ dis 44 dis 0,4 0,4 0,4 Vlor de resgte = $ $ $ = $1.708, Determir o redimeto de um cpitl de $.000 plicdo do di 3 de mrço té o di 8 de juho do correte o. A tx de juros simples iicilmete cotrtd foi 3%.m., ms posteriormete teve qued pr,8%.m. o di 16 de bril e pr,6%.m. o di 16 de juho. Ddos: P = $.000, i 1 = 3%.m., i =,8%.m., i 3 =,6%.m., J =? = 03/03 té 16/04 = = 44 dis = 16/04 té 16/06 = = 61 dis 3 = 16/06 té 8/06 = = 1 dis 0,03 0,08 0,06 1 = $, J = P (i1 1 + i + i3 3) = $ Um dívid de $.000 cotríd o di 8 de juho pr ser liquidd o di 8 de julho foi cotrtd origilmete juros simples de %.m.. Clculr o redimeto d plicção, sbedo-se q ue tx de juros subiu pr,5%.m. o di 1 de juho, pr 3%.m. o di 4 de juho e pr 3,5%.m. o di 3 de julho (cosiderr o o civil). Ddos: P = $.000, i 1 = %.m., i =,5%.m., i 3 = 3%.m., i 4 = 3,5%.m., J =? = 08/06 té 1/06 = = 4 dis = 1/06 té 4/06 = = 1 dis 3 = 4/06 té 03/07 = = 9 dis 4 = 03/07 té 08/07 = = 5 dis 0,0 0,05 0,03 0, J = P (i1 1+ i + i3 3 + i4 4) = $ = $ Um plicção ficeir foi iicid o di de juho com $.000. Posteriormete form efetudos dois depósitos diciois de $500 e de $300 os dis 8 e 16 e um sque de $00 o di 6 de juho. Cosiderdo-se que iicilmete foi cotrtd um tx de juros simples de 8%.., que depois bixou pr 6%.. o di 16 de juho, clculr o sldo dispoível o di 1 o de julho. 9

10 14 dis 0/06 08/06 16/06 $.000 $500 + $300 8 dis 0,8 0,8 Vlor em 16/06 = $ $ $300 = $ dis 16/06 6/06 01/07 $.85 - $00 5 dis 0,6 0,6 Sldo dispoível em 01/07 = $ $ = $.654, Hoje um pesso tem dus dívids: primeir, de $8.000, vece em 36 dis, e segud, de $1.000, vece em 58 dis. A pesso propõe-se quitá-ls por meio de dois pgmetos iguis detro de 45 e 90 dis, respectivmete. A juros simples de 4%.., clculr o vlor de cd pgmeto (dt focl: 90 o di). 45 dis $ X $ X 54 dis 3 dis 0,4 0,4 0,4 X = $ $ X X = $10.10,0 35. Resolver o exercício terior tomdo como dt focl o 45 o di dis $ X $ X 9 dis - 13 dis 1 1 0,4 0,4 0,4 X = $ $ X X = $10.119,8 CAPÍTULO 10

11 Exercícios Propostos Ateção: N resolução dos exercícios cosiderr, slvo meção em cotrário, o comercil de 360 dis. 1. Clculr o motte de um plicção de $3.500 pels seguite txs de juros e przos: ) 4%.m., 6 meses Ddos: P = $3.500, = 4%.m., = 6 meses 6 S = P(1+i) = $ ,04 = $ 4.48,6 b) 8%.t., 18 meses Ddos: P = $3.500, i = 8%.t., = 18 meses = 6 trimestres 6 S = P(1+i) = $ ,08 = $ 5.554,06 c)1%.., 18 meses Ddos: P = $3.500, i =1%.., = 18 meses = 1,5 o 1,5 S = P(1+i) = $ ,1 = $ 4.148,54. Em que przo um cpitl de $ cumul um motte de $ à tx de 15%.m.? Ddos: P = $18.000, S = $83.743, i = 15%.m., =? Podemos plicr expressão do motte pr, seguir, destcr o ftor ficeiro implícito: S = P 1+ i $ = $ ,15 4,6539 = 1,15 log 4,6539 plicdo logritmos : log 4,6539 = log1,15 = = 11 meses log1,15 3. Um ivestimeto resultou em um motte de $ o przo de três meses. Se tx de juros efetiv gh for 10%.m., clculr o vlor do ivestimeto. Ddos: S = $43.000, = 3 meses, i = 10%.m., P =? S= P 1+ i 3 $ = P 1+ 0,1 P = $ 3.306,54 4. Um empres pretede comprr um equipmeto de $ dqui qutro os com o motte de um plicção ficeir. Clculr o vlor d plicção ecessári se s txs de juros efetivs ghs forem s seguites: ) 13%.t. (o trimestre) Ddos: S = $ , i = 13%.t., = 4 os = 16 trimestres, P =? S = P(1+i) 16 $ = P 1+ 0,13 P = $ ,6 b) 18%.. (o o) Ddos: S = $ , i = 18%.., = 4 os, P =? S = P(1+i) = 4 $ = P 1+ 0,18 P = $ ,89 c) 14%.s. (o semestre) Ddos: S = $ , i = 14%.s., = 4 os = 8 semestres, P =? 11

12 S = P(1+i) 6 $ = P 1+ 0,14 P = $ ,91 d) 1%.m. (o mês) Ddos: S = $ , i = 1%.m., = 4 os = 48 meses, P =? S = P(1+i) $ = P 1+ 0,1 P = $ 434, Um cpitl de $51.879,31 plicdo por seis meses resultou em $ Qul tx de juros efetiv gh? Ddos: S = $10.000, P = $51.879,31, = 6 meses, i =? S S= P 1+ i i = 1 P 1/6 $ i = 1 = 15%.m. $51.879,31 6. Um pesso deve pgr três prestções mesis iguis e cosecutivs de $3.500 cd, sedo primeir pr 30 dis. Se resolvesse quitr dívid por meio de um pgmeto úico dqui três meses, qul seri o vlor desse pgmeto, cosiderdo-se um tx de juros efetiv de 5%.m.? 1ª form de pgmeto: ª form de pgmeto: 3 prestções de $ pgmeto úico pr 3 meses =1,, 3 meses O vlor do pgmeto úico deverá ser igul à som ds prestções mesis cpitlizd té o terceiro o: P = $ ,05 + $ ,05 + $3.500 = $11.033,75 7. Em um determid compr, há dus forms de pgmeto: ) pgmeto à vist de $1.400; e b) dois cheques pré-dtdos de $763,61 cd, pr 30 e 60 dis, respectivmete. Clculr tx de juros efetiv cobrd. Se o cliete obtiver 5%.m. em sus plicções ficeirs, qul será melhor opção de compr: à vist ou przo? 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: P = $1.400 prestções de $736,61 = 1, meses Por equivlêci de cpitis, o vlor à vist deve ser igul à som dos vlores presetes ds prestções: $736,61 $736,61 $1.400 = + i = 6%.m. (1+i) 1+i Logo, podemos cocluir que o melhor seri pgr à vist, pois os juros efetivos d compr são superiores o gho obtido trvés d plicção ficeir do cpitl segud opção. 8. N compr de um bem cujo vlor à vist é $140, deve-se pgr um etrd mis dus prestções de $80 o fim dos próximos dois meses. Cosiderdo-se um tx de juros efetiv de 0%.m., qul o vlor d etrd? 1ª form de pgmeto: ª form de pgmeto (à vist): Etrd + prestções de $80 P= $140 N = 0, 1, meses Por equivlêci de cpitis, o vlor à vist deve ser igul à som dos vlores presetes dos pgmetos: 1

13 $80 $80 $140 = E + + E = $17,78 1 ( 1,) ( 1,) 9. Um cs está sedo vedid por $61.34,40 à vist. Cosiderdo-se que o comprdor se propõe pgr $ dqui qutro meses, clculr tx de juros efetiv o mês embutid propost. 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: P = $61.34,40 um pgmeto de $ dqui 4 meses Por equivlêci de cpitis, o vlor à vist deve ser igul o vlor presete do pgmeto úico: $ $ $61.34,40 = i = 1 i = 5%.m. 4 $61.34,40 ( 1+i) 10. Qul o tempo ecessário pr que sej triplicd um populção que cresce à tx compost de 3%..? Ddos: S = 3P, i = 3%.., =? S = P 1+ i 3P = P 1+ i 3 = (1,03) log 3 plicdo logritmos: log 3 = log 1,03 = = 37,17 os log 1, A retbilidde efetiv de um ivestimeto é de 10%... Se os juros ghos form de $7.473 sobre um cpitl ivestido de $83.000, por quto tempo o cpitl ficou plicdo? Ddos: S = $ ($ $7.473), P = $83.000, i = 10%.., =? S = P 1 ( + i) $ = $ (1,10) log 1,331 plicdo logritmos: log 1,331 = log 1,10 = = 3 os log 1,1 1. Ns veds crédito, um loj umet em 40% o vlor sobre o preço à vist. Desse vlor mjordo, 0% é exigido como etrd e o resto será quitdo em dus prestções mesis de $1.058 cd, sedo primeir pr dqui um mês. Cosiderdo-se que o vlor à vist é de $.000, determir tx de juros efetiv cobrd o ficimeto. 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: P = $.000 Etrd = 1,4 0, $.000 = $560 mis prestções de $ /4 Por equivlêci de cpitis, o vlor à vist deve ser igul à som dos vlores presetes de todos s qutis pgs segud form de pgmeto: $1.058 $1.058 $.000 = $ i = 30%.m. 1 1+i 1+i 13. Um produto cujo preço à vist é $450 será pgo em dus prestções mesis cosecutivs de $80 e $300, primeir pr 30 dis. Cosiderdo-se que tx de juros embutid primeir prestção é 10%.m., determir tx embutid segud. 13

14 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: P = $ 450 1ª. prestção = $80, ª. prestção = $300 i 1 = 10%.m. Por equivlêci de cpitis, o vlor à vist deve ser igul à som dos vlores presetes de todos s qutis pgs segud form de pgmeto: $80 $300 $300 $450 = + 1+i 1 = i = 3,89%.m. 1,10 1+i $195, Um prtmeto pode ser comprdo à vist por $ ou pgdo-se 0% de etrd mis dus prestções de $ cd, primeir pr 3 meses e segud pr 7 meses. Clculr tx de juros efetiv cobrd o ficimeto. Se tx de juros vigete o mercdo pr plicções ficeirs for %.m., qul será melhor opção de compr? 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: P = $ Etrd = 0, $ = $ mis prestções de $ pr 3 e 7 meses Por equivlêci de cpitis, o vlor à vist deve ser igul à som dos vlores presetes de todos s qutis pgs segud form de pgmeto: $ $ $ = $ i = 5,98%.m. (1+i) 3 1+i 7 Logo, podemos cocluir que o melhor seri pgr à vist, pois os juros efetivos d compr são superiores o gho obtido trvés d plicção ficeir do cpitl segud opção. 15. Cert loj tem como polític de veds crédito exigir 0% do vlor à vist como etrd e o restte ser liquiddo em três prestções mesis iguis, primeir pr 30 dis. Cosiderdo-se que tx de juros efetiv cobrd será 15%.m., determir porcetgem do vlor à vist ser pgo como prestção cd mês. 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: vlor à vist = P Etrd = 0, P; mis 3 prestções de vlor: R = p P Por equivlêci de cpitis: p P p P p P 0,8 P P = 0, P p P = p = 35,05% 1 3 (1+i) ( 1+i) ( 1+i) (1,15) (1,15) (1,15) 16. Um loj permite pgmeto em três prestções iguis. Cosiderdo-se que cd prestção é igul um terço do vlor à vist, sedo primeir pg o to d compr (tecipd), clculr tx de juros cobrd. 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: vlor à vist = P vlor ds prestções: R = P / 3 Por equivlêci de cpitis: P P P P = i = 0%.m. 3 (1+i) 1 1+i 17. O vlor à vist de um bem é de $ A przo, pg-se um etrd mis três prcels mesis de $.000 cd, sedo primeir em um mês. Clculr o vlor d etrd, cosiderdo-se que tx de juros plicd é 7%.m.. 14

15 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: vlor à vist = $6.000 Etrd (E) + 3 prestções de $.000 cd Por equivlêci de cpitis: $.000 $6.000 = E + + $ $.000 E = $751,37 3 (1,07) 1 (1,07) 1, Por um equipmeto de $ pg-se um etrd de 0% mis dois pgmetos mesis cosecutivos. Cosiderdo-se que o vlor do primeiro pgmeto é $ e tx de juros efetiv plicd é de 10%.m., clculr o vlor do segudo pgmeto. 1ª form de pgmeto (à vist): ª form de pgmeto: vlor à vist = $ E= $7.000; R 1 = $ , R =? Por equivlêci de cpitis: $ R $ = $ R 1 = $ (1,10) (1,10) 19. Um pesso pretede, dqui seis meses, comprr um utomóvel o vlor de $ Clculr plicção ecessári ser efetud hoje em um ivestimeto que rede juros efetivos de 13%.m., de modo que o veículo poss ser comprdo com os juros ghos plicção. Ddos: J = $5.000, i = 13%.m., = 6 meses, P =? os juros obtidos o térmio dos seis meses deverão ser iguis o vlor do veículo: 6 ( ) (( + ) ) juros = S - P = P 1 i 1 $5.000 = P (1,13) 1 P = $3.106,39 0. Um cpitl de $ redeu $1.000 em um determido przo. Se o przo fosse dois meses mior, o redimeto umetri em $.060,40. Clculr tx de juros efetiv o mês gh pel plicção e o przo em meses. Ddos: P = $50.000, S 1 = $ ($ $1.000), S = $53.060,40 ($ $.060,40), = +, =?, i =? $ = $ (1+i) S= P( 1+ i) $53.060, 40 = $ (1+i) (1+i) $53.060, 40 (1+i) = i = %.m $ plicdo logritmos: log 1,0 = log 1,0 = 1 mês 1. Dois cpitis form plicdos durte dois os, o primeiro juros efetivos de %.m. e o segudo 1,5%.m.. O primeiro cpitl é $ mior que o segudo, e seu redimeto excedeu em $6.700 o redimeto do segudo cpitl. Clculr o vlor de cd um dos cpitis. Ddos: i 1 = %.m.; i = 1,5%.m, P 1 P = $10.000, J 1 J = $6.700, = 4 meses, P 1 =?, P =? J- J = S- S - P- P $6.700 = P1 1,0 P 1,015 $ P 1 = P + $ P =$3.440,5 P 1=$13.440,5. Dois cpitis, o primeiro de $.400 e o segudo de $1.800, form plicdos por 40 e 3 dis, respectivmete. Cosiderdo-se que tx efetiv gh pelo primeiro cpitl foi 5%.m. e sbedo-se que esse cpitl redeu $100 mis do que o segudo, determir tx mesl gh pelo segudo cpitl. Ddos: 1 = 40 dis, = 3 dis, P 1 = $.400, P = $1.800, J 1 J = $100, i 1 = 5%.m., i =? 15

16 1 1 ( 1 ) ( ) J- J = S- S - P- P $100 = $.400 1,05 $ i $ $1.861,3 3 i = 1 i = 3,19%.m. $ Um cpitl foi plicdo por seis meses juros efetivos de 15%... Determir o vlor do cpitl cosiderdo-se que se o motte, o térmio do przo, dimiuído d metde dos juros ghos, fosse replicdo à mesm tx efetiv, rederi em 3 meses juros de $18,4. (( + ) ) redimeto = P 1 i 1 Motte o térmio dos 6 meses: P(1,15) Redimeto em 3 meses do vlor replicdo: 0,5 0,5 ( ) 0,5 Vlor replicdo o térmio dos 6 meses: P(1,15) 0,5P 1,15 1 ( ) 0,5 3/1 0,5 P(1,15) 0, 5P 1,15 1 1,15 1 = $18, 4 P = $ Certo cpitl, pós qutro meses, trsformou-se em $850,85. Esse cpitl, dimiuído dos juros ghos esse przo, reduziu-se $549,15. Clculr o cpitl e tx de juros efetiv o mês gh plicção. Motte o térmio de 4 meses: $850,85 Juros ghos o térmio de 4 meses: $850,85 - P Cpitl meos os juros ghos em 4 meses: P- $850,85 - P = $549,15 P = $700 S =P 1 ( + i) $850,85=$ i 4 i 5%.m. 5. Um cpitl foi plicdo juros efetivos de 30%... Depois de três os, resgtou-se metde dos juros ghos e, logo depois, o resto do motte foi replicdo à tx efetiv de 3%.., obtedo-se um redimeto de $10,30 o przo de um o. Clculr o vlor do cpitl iicilmete plicdo. (( + ) ) 3 ( ) 3 3 Vlor replicdo o térmio dos 3 os: P(1,30) 0,5P (1,30) 1 3 juros ghos = P 1 i 1 Motte o térmio de 3 os: P(1,30) Redimeto em 1 os do vlor replicdo: P(1,30) 1 3 0, 5P (1,30) 1 1,3 1 = $10, 3, 4 P = $00 6. Um cpitl foi plicdo por 50 dis juros efetivos de 3%.m.. Se difereç etre o cpitl iicil e os juros ghos fosse plicd à mesm tx, rederi em 3 meses juros de $44,0. Determir o vlor do cpitl. Ddos: 1 = 50 dis, = 3 meses, P = P 1 J 1, J = $44,0, i = 3%.m., P 1 =? Por outro ldo, ( ) 3 J = P 1+ i 1 $44, 0 = P 1, 03 1 P = $474,73 16

17 1 { } 0 30 { } P = P - J = P 1+i $474,73 = P 1,03 P 1= $ Um cpitl foi plicdo durte dez meses à tx efetiv de %.m.. Ao térmio desse przo, seu motte foi replicdo durte 11 messes 3%.m.. A que tx mesl úic deveri ser plicdo o cpitl durte todo esse tempo de modo que resultsse o mesmo motte? Ddos: = 1 +, 1, = 10 meses, = 11 meses, i 1 = %.m., i = 3%.m., i =? Por equivlêci de cpitis: P(1+i ) (1+i ) = P(1+i) ,0 1,03 = (1+i) i =,53%.m. 8. Um cpitl plicdo à tx de 4%.m. redeu pós um o $480,83 de juros. Do motte obtido, form retirdos $600 e o sldo restte replicdo à mesm tx, resultdo em um ovo motte de $1.6,15 depois de um certo przo. Determir o vlor do cpitl iicil e o przo d replicção. Ddos: 1 = 1 meses, P = S 1 $600, J 1 = $480,83, S = $1.6,15, i = 4%.m., P 1 =?, =? 1 S 1 = P 1 + J 1 = P1 1+i P + $480,83 = P 1,04 P = $800 Por outro ldo, ( 1 ) = ( ) S = P 1+ i S = S $ i 1 $1.6,15 $800 1,04 $600 1,04 plicdo logritmos: log 1,8 log 1,04 15 meses = = 9. Dois cpitis, o primeiro igul o dobro do segudo, form plicdos pelo mesmo przo e à mesm tx efetiv de 4%.m.. Sbedo-se que o primeiro cpitl ghou $400 de juros e que som do primeiro cpitl mis os juros ghos pelo segudo totliz $1.03,91, clculr os cpitis e o przo d plicção. Ddos: P 1 = P, J 1 = $400, P 1 + J = $1.03,91, i = 4%.m., P 1 =?, P =?, =? juros ghos pelo primeiro cpitl: ( ) J = P 1+ i 1 $00 P $400 = P 1,04 1 1,04 = + 1 Por outro ldo, primeiro cpitl mis juros do segudo: P 1 + P 1, 04 1 = $1.03, 91 substituido o vlor de 1,04 equção terior e P P : 1 = $00 P + P 1 1 $1.03, 91 P + = = $416,46 P P 1 = $83,91 17

18 $00 1, 04 = + 1 P $00 ( 1, 04) = + 1 = 1, 48 $416,46 plicdo logritmos: log 1,48 = log 1,04 = 10 meses 30. Dois cpitis, o primeiro de $1.000 e o segudo de $7,7, form plicdos juros efetivos de 0%... O primeiro cpitl, metde do tempo do segudo, obteve um redimeto de $100 mis. Clculr os przos ds dus plicções. Ddos: P 1 = $1.000, P = $7,7, J 1 J = $100, i = 0%.., 1 = /, 1 =?, =? J1 - J = S1 - S - ( P1 - P) 1 1 $100 = $ , 0 $7,7 1, 0 $77,73 1 1, 0 1, 0 1 = 1 o = os = 31. Um cpitl foi plicdo por dois os juros efetivos 0%... Ao térmio desse przo, um terço dos juros ghos foi replicdo à tx efetiv de 5%.., obtedo-se um remuerção semestrl de $34,6. Clculr o vlor do cpitl iicilmete plicdo. ( ) Juros ghos o térmio de os: P (1,0) 1 1 o vlor replicdo é igul um terço dos juros ghos: P ((1,0) 1) 3 redimeto do vlor replicdo o térmio de 1 semestre: 1 0,5 P ( (1,0) 1 ) ( (1,5) 1 ) = $34,6 P = $ Um cpitl foi plicdo durte 50 dis juros efetivos de 3%.m.. Se difereç etre o cpitl e os juros ghos, crescid de $10.000, fosse plicd à mesm tx, rederi $1.34,8 o o. Clculr o cpitl. Ddos: 1 = 50 dis, = 1 o, J = $1.34,8, P = P 1 J 1 + $10.000, i = 3%.m., P 1 =? Por outro ldo, (( ) ) (( 1 ) ) J = P 1+ i 1 $1.34,8 = P 1, 03 1 P = $ { } 0 30 { } P - $ = P - J = P 1+i $ = P 1,03 P 1= $ Um pesso tomou dois empréstimos. O primeiro por 3 meses juros efetivos de 5%.m., e o segudo por 10 meses 4%.m.. Sbedo-se que os juros pgos pelos dois empréstimos totlizrm $11.181,14 e que o primeiro empréstimo é igul à metde do segudo, clculr o vlor totl dos empréstimos. Ddos: i 1 = 5%.m., 1 = 3 meses, i = 4%.m, = 10 meses, x P 1 = P, J 1 + J = $11.181,14, P 1 =?, P =? J+ J = S+ S - P+ P $11.181,14 = P1 1,05 1, P 1=$ P =$0.000 Vlor totl dos empréstimos = $ $0.000 = $

19 34. Dois cpitis, o primeiro igul o triplo do segudo, form plicdos, respectivmete, txs efetivs de 5%.m. e 10%.m.. Determir o przo em que os mottes dos dois cpitis se igulm. Ddos: i 1 = 5%.m., i = 10%.m, P 1 = 3 P, S 1 = S, =? S = S 1 ( ) = ( ) P1 1,05 P 1,10 3 P 1, 05 P 1,10 1, = = plicdo logritmos: log 3 = log 1,0476 = 3,6159 meses = 3 meses e 18 dis 35. Um empres tem dus dívids. A primeir, de $10.000, cotrtd juros efetivos de 3%.m., vece em 48 dis, e segud, de $15.000, juros efetivos de 4%.m., vece em 63 dis. A empres pretede liquidr s dívids com o diheiro proveiete do descoto ficeiro de um promissóri com vlor omil de $7.033 que vece em 90 dis. Clculr tx mesl efetiv plicd pelo bco o descoto do título. Ddos: i 1 = 3%.m., 1 = 48 dis, i = 4%.m, = 63 dis, D 1 = $10.000, D = $15.000, P = $7.033, = 90 dis, i =? Por equivlêci de cpitis: $7.033 $ $ = + i = 5%.m (1+i) (1,03) 1, Em quto tempo o redimeto gerdo por um cpitl igul-se o o próprio cpitl, plicdo-se um tx efetiv de 5%.m.? Ddos: J = P; i = 5%.m.; =? J = P 1+ i 1 P =P 1,05 1 1,05 = plicdo logritmos: log = log 1,05 = 14,067 meses 47 dis 37. Quto tempo é ecessário pr que relção etre um cpitl de $8.000, plicdo juros efetivos de 4%.m., e seu motte sej igul 4/10? Ddos: P = $8.000, S = (10/4) x P, i = 4%.m., =? P 4 = P1 10 ( + i) $ = ( 1, 04) =,5 $8.000 (1,04) 10 plicdo logritmos: log,5 = log 1,04 = 3,364 meses = 3 meses e 11 dis 38. Três dívids, primeir de $.000 com vecimeto em 30 dis, segud de $1.000 com vecimeto em 60 dis e terceir de $3.000 com vecimeto em 90 dis serão liquidds por meio de um pgmeto úico de $ Se tx de juros efetiv plicd for de 3%.m., determir dqui quto tempo deve ser efetudo esse pgmeto. Ddos: i = 3%.m., 1 = 30 dis, = 60 dis, 3 = 90 dis, D 1 = $.000, D = $1.000, D 3 = $3.000, P = $6.000, =? (dt focl = vlor presete) Por equivlêci de cpitis: 19

20 $6.000 $.000 $1.000 $3.000 = + + = (1,03) (1,03) 1,03 1,03 (1,03) 6,7581 plicdo logritmos: log 6,7581 = log 1,03 = 65 dis 39. Quto tempo é ecessário pr que o motte de um cpitl de $5.000 plicdo juros efetivos de 6%.m. se igule o motte de outro cpitl de $8.000 plicdo à tx efetiv de 4%.m.? Ddos: i 1 = 6%.m., i = 4%.m, P 1 = $5.000, P = $8.000, =? S= P( 1+ i) ( ) $ , 06 = $ , 04 1, 0193 = 1, 6 plicdo logritmos: log 1,6 = log 1,0193 = 4,67444 meses = 740 dis 40. Clculr o redimeto de um cpitl de $7.000 plicdo à tx efetiv de 1%.m. o período compreedido etre 3 de bril e 6 de juho do mesmo o (cosidere o o civil). Ddos: i= 1%.m., P = $7.000, J =? = 03/04 té 06/06 = = 64 dis J = P 1+ i 1 = $ , 01 1 = $150, Qul tx de juros ul efetiv que permite duplicção de um cpitl o przo de 4 meses? Ddos: S = x P, = 4 meses, i =? S= P 1+ i 4 1 P = P 1+ i i = 1,9%.. 4. Um cpitl de $0.000 foi plicdo por 90 dis à tx efetiv diári de 0,1%.d.. Determir o redimeto gho etre o 46 o e o 87 o di. Ddos: i= 0,1%.d., P = $0.000, 1 = 46 dis, = 87 dis, J- J1 =? (( + ) ) 1 (( + ) ( + ) + ) J = P 1 i 1 J- J 1 = P 1 i 1 1 i J - J 1 = $ ,001 1,001 J - J 1 = $875, Dus dívids, um de $0.000 e outr de $30.000, com vecimeto em e 4 meses, respectivmete, serão liquidds por meio de um úico pgmeto ser efetudo em 3 meses. Cosiderdo-se juros efetivos de 5%.m., clculr o vlor desse pgmeto. Ddos: i= 5%.m., 1 = meses, = 4 meses, D 1 = $0.000, D = $30.000, = 3 meses, P =? (dt focl = vlor presete) Por equivlêci de cpitis: P $0.000 $ = + P = $49.571,43 (1,05) 3 (1,05) 1, Um pesso ecessit dispor de $0.000 dqui 8 meses. Pr tto, pretede efetur dus plicções em um fudo que rede juros efetivos de 3%.m.. A primeir plicção, de $10.000, foi efetud hoje, e segud o será dqui um mês. De quto deverá ser est segud plicção de modo que pesso poss dispor d quti ecessitd o térmio do oitvo mês? Ddos: i = 3%.m., 1 = 8 meses, = 7 meses, P 1 = $10.000, D = $0.000, = 8 meses, P =? 0

21 (dt focl = 1 mês) Por equivlêci de cpitis: D (1+i) -1 = P (1+i) + P 1 1 $0.000 = 7 (1,03) 1 $ (1,03) + P P = $5.961, Um empréstimo de $5.000, cotrtdo à tx efetiv de 5%.m., será liquiddo por meio de 5 pgmetos mesis cosecutivos, sedo o primeiro dqui 30 dis. Cosiderdo-se que o vlor de cd um dos 4 primeiros pgmetos é $1.000, determir o vlor do último pgmeto. Ddos: i = 5%.m., i = i meses, D = $5.000, P 1-4 = $1.000, P 5 =? (dt focl = vlor presete) Por equivlêci de cpitis: $1.000 $1.000 $1.000 $1.000 P5 $5.000 = (1,05) 1,05 (1,05) 1,05 1,05 P 5 = $1.855, Determir o cpitl que, plicdo durte 3 meses à tx efetiv compost de 4%.m., produz um motte que excede em $500 o motte que seri obtido se o mesmo cpitl fosse plicdo pelo mesmo przo juros simples de 4%.m. Ddos: i= 4%.m, = 3 meses, S 1 = S +$500, P =? S1= P( 1+ i) e S = P( 1+ i) 3 ( ) + P 1,04 = P ,04 $500 P = $10.796, Um cpitl plicdo um determid tx de juros efetiv mesl redeu, o przo de dois os, um vlor igul um qurto do próprio cpitl. Determir tx de juros à qul foi plicdo. Ddos: = os, Cpitl = P, Redimeto = 0,5P, i =? [ + i) 1] = 0,5 P i = 0, = 0,9341%.m P (1 48. Um pesso depositou $1.000 em um fudo que pg juros efetivos de 5%.m., com o objetivo de dispor de $1.10,50 detro de 60 dis. Pssdos 4 dis pós plicção, tx efetiv bixou pr 4%.m.. Quto tempo diciol, lém dos 60 dis iicilmete previstos, pesso terá de esperr pr obter o cpitl requerido? Ddos: i 1 = 5%.m., i = 4%.m., 1 = 4 dis, P 1 = $10.000, S = $1.10,50, P = S 1, =? Por outro ldo, S= P 1+ i S = $ , 05 S = P = $10.398,04 ( ) S = $1.10, 50 = $1.039,80 1, 04 1, 04 = 5, 795 ( ) plicdo logritmos: log 5,795 = - 4 log 1,04 = 69 dis Dis diciois: = 9 dis mis 49. Um cpitl de $4.000 foi plicdo dividido em dus prcels. A primeir à tx efetiv de 6%.t., e segud %.m.. Cosiderdo-se que pós 8 meses os mottes de mbs s prcels se igulm, determir o vlor de cd prcel. Ddos: i 1 = 6%.t., i = %.m, P 1 = $4.000 P, S 1 = S, = 8 meses, P 1 =?, P =? 1

22 S= P 1+ i $4.000 P 1, 06 = P 1, 0 P = $1.996,69 P = $.003, Um cpitl plicdo em um fudo duplicou seu vlor etre 11 de julho e de dezembro do mesmo o. A que tx efetiv mesl foi plicdo? (cosidere o o civil) Ddos: S = P, i =? = 11/07 té /1 = = 164 dis S= P 1+ i P= P 1+ i i = 13,5%.m. 51. Um ficimeto de $5.000 foi cotrtdo um tx efetiv trimestrl de 1%.t.. Cosiderdo-se que ele foi liquiddo pós 60 dis, clculr o totl de juros pgos pelo ficimeto. Ddos: i = 1%.t., = meses, P = $5.000, J =? 3 J = P 1+ i 1 = $ ,1 1 = $39,40 5. Determir o vlor dos juros pgos por um empréstimo de $.000 cotrtdo juros efetivos de 5%.m. pelo przo de 5 dis. Ddos: i = 5%.m., = 5 dis, P = $.000, J =? 5 30 J = P 1+ i 1 = $.000 1,05 1 = $8, Um empréstimo de $5.000 foi tomdo juros efetivos em 14 de bril e liquiddo por $5.850 em 8 de mio do mesmo o. Determir tx efetiv mesl cotrtd. (cosidere o o civil) Ddos: S = $5.850, P = $5.000, i =? = 14/04 té 8/05 = = 44 dis S= P 1+ i $5.850 = $ i i = 11, 988%.m. CAPÍTULO 3 Exercícios Propostos Ateção: N resolução dos exercícios cosiderr, slvo meção em cotrário, o comercil de 360 dis. 1. Dd tx efetiv de 48%.., determir tx equivlete o mês, o trimestre e o semestre. Ddos: i = 48%.. (1 + i ) = (1 + i ) = (1+ i ) = (1+i ) = (1+i ) s t m d 1/1 i m =(1 + i ) - 1 = 3,3%.m. 1/4 i t =(1 + i ) - 1 = 10,30%.t. 1/ i s =(1 + i ) - 1 = 1,66%.s.

23 . Clculr s txs de juros efetivs mesl, trimestrl e semestrl equivletes à tx omil de 60%.. cpitlizd meslmete. Ddos: j = 60%.., k = 1, m = 1 k m 1 j 0,60 (1 + i ) = 1+ (1 + i ) = 1+ = 1,796 k 1 (1 + i ) = (1 + i ) = (1+ i ) = (1+i ) = (1+i ) s t m d 1/1 i m =(1 + i ) - 1 = 5,00%.m. 1/4 i t =(1 + i ) - 1 = 15,76%.t. 1/ i s =(1 + i ) - 1 = 34,01%.s. 3. Determir tx efetiv ul equivlete um tx omil de 60%.. s seguites hipóteses de cpitlizção dos juros d tx omil: diári, mesl, trimestrl e semestrl. Ddos: j = 60%.., m = 1 j (1 + i ) = 1+ k k m 360 0,60 Diári (k=360) i = = 8,1% ,60 Mesl (k=1) i = = 79,59% ,60 Trimestrl (k=4) i = = 74,90%.. 4 0,60 Semestrl (k= ) i = = 69,00%.. 4. Clculr tx omil ul equivlete à tx efetiv de 40%.. s seguites hipóteses de cpitlizção dos juros d tx omil: mesl, trimestrl e semestrl. Ddos:i = 40%.., m = 1 k m j 1k m (1 + i ) = 1+ j = (1 + i ) 1 k k 11 Mesl (k=1) j = (1,40) 1 1 = 34,1%.. 14 Trimestrl (k=4) j = (1,40) 1 4 = 35,10% Semestrl (k=) j = (1,40) 1 = 36,64% 5. A que tx omil ul, cpitlizd meslmete, um plicção de $ result em um motte de $3.000 em 7 meses? Ddos: P = $13.000, S = $3.000, m = 7/1, k = 1, j =? %.. k m 1 k m j S S = P 1+ j = 1 k k P $3.000 j = $ ( 71) 1 1= 101,90%.. 6. Se um plicção de $ à tx omil de 180%.., cpitlizd meslmete, resultou em um motte de $36.04,48, por qutos meses o cpitl ficou plicdo? Ddos: P = $18.000, S = $36.04,48, j = 180%.., k =1, m =? os 3

24 j S = P 1+ k k m 1 m 1,80 1 m $36.04, 48 = $ ( 1,15) =, plicdo logritmos: log,011=1 m log 1,15 m= 5 meses 7. Determir: ) tx efetiv pr dois meses equivlete à tx omil de 10%.. cpitlizd meslmete. Ddos: j = 10%.., k = 1, m = /1 os, i =? j (1 + i ) = 1+ k k m (1 + i ) = (1 + i ) = (1+ i ) = (1+i ) = (1+i ) s t m d 1 ( 1) 1,0 i = 1+ 1 = 1% 1 b) tx efetiv pr 18 meses equivlete à tx omil de 10%.. cpitlizd semestrlmete. Ddos: j = 10%.., k =, m =18/1 os, i =? ( 18 1) 1,0 i = 1+ 1 = 309,60% c) tx omil ul cpitlizd meslmete equivlete à tx efetiv de 10% em 60 dis. Ddos: i b = 10%.b., k = 1, m = 1 o, j =? %.. k m 6 j 6 b b k m (1 + i ) = (1 + i ) = 1+ j = (1 + i ) 1 k k j = (1,10) = 58,57%.. d) tx omil ul cpitlizd trimestrlmete equivlete à tx efetiv de 15%.s.. Ddos: i s = 15%.s., k = 4, m = 1 o, j =? %.. k m j s s k m (1 + i ) = (1 + i ) = 1+ j = (1 + i ) 1 k k j = (1,15) = 8,95%.. e) tx efetiv pr 41 dis equivlete à tx omil de 4%.. cpitlizd dirimete. Ddos: j = 4%.., k = 360, m = 41/360 os, i =? 360 ( ) 0,4 i = 1+ 1 =,77 % 360 f) tx efetiv pr 41 dis equivlete à tx omil de 4%.s., cpitlizd dirimete. Ddos: j = 4%.s., k = 180, m = 41/180 os, i =? 180 ( ) 0,4 i = 1+ 1 = 5,6 % 180 4

25 8. Um cpitl foi plicdo à tx omil de 90%.., cpitlizd meslmete. Clculr tx efetiv equivlete pr os seguites przos: 180 dis, 3 meses, 5 trimestres e 7 semestres. Ddos: j = 90%.., k = 1, m = dis 3 meses 5 trimestres 7 semestres k m 1 j 0,90 (1 + i ) = 1+ (1 + i ) = 1+ =,38 k 1 (1 + i ) = (1 + i ) = (1+ i ) = (1+i ) = (1+i ) s t m d 1/ i 180 dis =(1 + i ) - 1 = 54,33% 1/4 i 3 meses =(1 + i ) - 1 = 4,3% 5/4 i 5 trimestres =(1 + i ) - 1 = 195,89% 7/ i 7 semestres =(1 + i ) - 1 = 1.985,4% 9. Um plicção de $ redeu juros efetivos de $4.00 em qutro meses. Qul seri o redimeto em 11 meses? Ddos: P = $18.000, S 1 = $.00, 1 = 4 meses, = 11 meses, S =? Por outro ldo, S = P 1+i 4 ( m) ( m) $.00 = $ i 1+i = 1, S = $ i m = $3.043,78 J = S - P = $14.043, Quto devemos plicr em um CDB que pg um tx omil de 84%.. cpitlizd meslmete de modo obter um motte de $ pós qutro meses? Ddos: S = $76.000, j = 84%.., m = 4/1 os, k = 1, P =? j S = P 1+ k k m 1 ( 4 1) 1,84 $ = P 1+ P = $57.980, Clculr o motte pr um cpitl de $.000 plicdo coforme s hipóteses seguir: Przo Tx omil Cpitlizção ) 3 meses 48%.s. mesl b) os 18%.. mesl c) 17 dis 35%.m. diári k m j S = P 1+ k ) Ddos: P = $.000, j = 48%.s., m = 3/6 semestres, k = 6, S =? 0,48 S = $ = $.519,

26 b) Ddos: P = $.000, j = 18%.., m = os, k = 1, S =? 1 0,18 S = $ = $.859,01 1 c) Ddos: P = $.000, j = 35%.m., m = 17/30 meses, k = 30, S =? 0,35 S = $ = $.435, A juros omiis de 48%.., cpitlizdos meslmete, determir em qutos meses um cpitl de $ rede juros de $3.685,69. Ddos: P = $10.000, S = $13.685,69, j = 48%.., k = 1, m =? os j S = P 1+ k k m 1 m 0,48 1 m $13.685, 69 = $ ( 1,04) = 1, plicdo logritmos: log 1,368 = 1 m log 1,04 m= 8 meses 13. Pr os przos seguir, clculr s txs efetivs equivletes à tx efetiv de 48%..: ) 8 meses 8/1 i 8 meses =(1,48) - 1 = 9,87% b) 11 meses c) 18 dis d) 3 meses e) 40 dis f) 7 meses e 1 dis 11/1 i 11 meses =(1,48) - 1 = 43,4% 18/360 i 18 dis =(1,48) - 1 = 1,98% 3/1 i 3 meses =(1,48) - 1 = 10,30% 40/360 i 40 dis =(1,48) - 1 = 57,99% /360 i 7 meses e 1 dis =(1,48) - 1 = 7,35% 14. Qul é melhor ltertiv: ivestir à tx omil de 40%.., cpitlizd meslmete, ou à de 64%.., cpitlizd bimestrlmete? Ddos: j 1 = 40%.., k 1 = 1, j = 64%.., k = 6, m = 1 o, i 1 =? %.., i =? %.. j i (1 + i i) = 1+ k i ki m 1,40 (1 + i 1) = 1+ i 1= 791,61% 1 6,64 (1 + i ) = 1+ i = 791,61% 6 6

27 As ltertivs são equivletes! 15. Qul deve ser freqüêci d cpitlizção dos juros de um tx omil de 565,98%.., de modo que sej equivlete à tx omil de 480%.., cpitlizd bimestrlmete? Ddos: j 1 = 565,98%.., j = 480%.., k = 6, m = 1 o, k 1 =? k1 m k m 1 j j 1+ = 1+ k k 1 k1 6 5,6598 4,80 1+ = 1+ = 34, 01 k1 6 5,6598 plicdo logritmos: log 34,01 = 3, 566 = k1 log 1+ k1 Ors, sbemos que k1 é um divisor de 1, etão testdo vlores obtemos k 1 = 4 Logo, cpitlizção é trimestrl! 16. Em quto tempo dobr um cpitl plicdo à tx omil de 7,05%.., cpitlizd meslmete? Ddos: S = x P, j = 7,05%.., k = 1, m =? os j S = P 1+ k k m 1 m,705 1 m = 1+ ( 1,189) = 1 plicdo logritmos: log =1 m log 1,189 m= 4 meses 17. Em 14 meses, um plicção de $1.000 redeu juros brutos de $.300. Cosiderdo-se cobrç de um imposto de % sobre os redimetos, clculr tx efetiv mesl obtid pel plicção. Ddos: P = $1.000, J = $.300, Imposto = %, i m =? ) Redimeto efetivo em 14 meses: redimeto efetivo = juros brutos - imposto [ ] = $ ,0 $.300 = $.54 b) Tx de redimeto efetivo mesl: 1 14 $.54 im = 1+ 1 = 1, 371%.m. $ Clculr o redimeto de $ plicdos por sete meses à tx efetiv de 45%... Ddos: P = $ , i = 45%.., m = 7 meses, J =? 71 J = P (1+i) 1 = $ ,45 1 = $4.308, Um cpitl de $4.000 plicdo à tx omil de 10%.., cpitlizd meslmete, redeu $ Determir o przo d operção. Ddos: P = $4.000, S = $9.040, j = 10%.., k = 1, m =? 7

28 j S = P 1+ k k m 1 m 1,0 $9.040 = $ ,1 = 1,1 1 1 m ' plicdo logritmos: log 1,1=1 m log 1,1 m= meses 0. Em sete meses, um ivestimeto de $ teve um redimeto bruto de $ Cosiderdose um imposto de 3% sobre o redimeto e um comissão de 1,5% sobre o vlor plicdo, clculr tx de juros efetiv mesl gh plicção. Ddos: P = $15.000, J = $4.000, Imposto = 3%, Comissão = 1,5%, i m =? ) Redimeto efetivo em 14 meses: redimeto efetivo = juros brutos - imposto - comissão b) Tx de redimeto efetivo mesl: [ ] [ ] = $ ,03 $ ,015 $ = $ $3.655 im = 1+ 1 = 3,164%.m. $ Um ivestimeto rede juros omiis de 6%.., cpitlizdos meslmete. Clculr tx efetiv ul. Ddos: j = 6%.., k = 1, m = 1 o, i =? j (1 + i ) = 1+ k k m 1 0,06 i = 1+ 1 = 6,1678% 1. Em operções de crédito, o Bco A cobr um tx efetiv de 30%.., e o Bco B cobr juros omiis de 7%.., cpitlizdos meslmete. Qul é melhor tx pr o cliete? Ddos: i = 30%.., j = 7%.., k = 1, m = 1 o Tx efetiv ul: Bco A i =30%.. k m 1 j 0,7 Bco B i = = =30,60%.. k 1 O ofert A é melhor pr o cliete. Represet meor tx efetiv 3. Um plicção juros omiis de 4%.., cpitlizdos semestrlmete, resultou em um motte de $ Se tx fosse de 48%.., cpitlizd trimestrlmete, o motte seri de $15.735,19. Clculr o cpitl e o przo d plicção em os. Ddos: S 1 = $10.000, S = $15.735,19, j 1 = 4%.., j 1 = 48%.., k 1 =, k = 4. P =?, m =? os Por outro ldo, j S = P 1+ k k m 0,4 $ $ = P 1+ P = [ 1, 544] m m 8

29 j S = P 1+ k k m 4 0,48 m $15.735,19 = P 1+ [ 1, 544] = 1, plicdo logritmos: log 1,5735 = m log 1,544 m= os P= $6.355,18 4. Em que przo um cpitl de $75.000, plicdo à tx omil de %.., cpitlizd semestrlmete, result em um motte de $ ? Ddos: P = $75.000, S = $155.71, j = %.., k =, m =? j S = P 1+ k k m 0, $ = $ ,076 = 1,11 m m m ' plicdo logritmos: log,076= m log 1,11 m= 4 meses 5. Dois cpitis form plicdos. O primeiro de $8.000, à tx omil de 0%.., cpitlizd trimestrlmete, e o segudo de $33.800,80, à tx omil de 10%.., cpitlizd semestrlmete. Em qutos os os dois cpitis produzirão o mesmo redimeto? Ddos: P 1 = $8.000, P = $33.800,80, j 1 = 0%.., j 1 = 10%.., k 1 = 4, k =, J 1 = J, m =? os k m j redimeto: J = P 1+ 1 k 4m m 0,0 0,10 $ = $33.800, m 1,05 = 3, 51 plicdo logritmos: log 3,51 = m log 1,105 m = 1 os 6. Um cpitl de $1.600 foi plicdo por três os à tx omil de %... Clculr o motte, cosiderdo-se que, o primeiro o, os juros são cpitlizdos semestrlmete; o segudo, trimestrlmete, e o terceiro, bimestrlmete. Ddos: P = $1.600, j = %.., k 1 =, k = 4, k 3 = 6, m 1 = 1 o, m = 1 o, m 3 = 1 o, S =? j S = P 1+ k k m 4 0, 0, 0, S = $ S = $3.870, Um cpitl de $1.500 plicdo à tx omil de 4%.., cpitlizd semestrlmete, redeu juros de $1.17,78. Clculr o przo d plicção. Ddos: P = $1.500, j = 4%.., k =, S = $4.67,78, m =? os 9

30 j S = P 1+ k k m m 0,4 $4.67, 78 = $ ,9738 = 1,1 m plicdo logritmos: log 1,9738 = m log 1,1 m= 3 os 8. Três qurtos de um cpitl form plicdos à tx omil de 0%.., cpitlizd semestrlmete, e o restte 1%.s., cpitlizd trimestrlmete. Cosiderdo-se o przo de plicção de qutro os e sbedo-se que o redimeto ( juros obtidos) d primeir prcel foi $4.76,04 mior que o redimeto d segud, clculr o cpitl. Ddos: P 1 = (3/4) x P, P = (1/4) x P, J 1 J = $4.76,04, j 1 = 0%.., k 1 =, j = 1%.s., k =, m,=,4 os = 8 semestres, P =? k m j S = P 1+ J - J = S - S - P - P k , 1 0,1 1 $4.76,04 = P P= $ Um cpitl plicdo à tx omil de 4%.., cpitlizd semestrlmete, redeu $9.738,3. Se tx fosse de 48%.., cpitlizd trimestrlmete, o redimeto seri de $8.959,76. Determir o przo d plicção em os e clculr o vlor do cpitl. Ddos: J 1 = $9. 738,3, J = $8.959,76, j 1 = 4%.., k 1 =, j = 48%.., k = 4, P =?, m =? ' Por outro ldo, k m j J = P k m 0,4 m $9.738,3 $9.738,3 = P ( 1,1 ) = + 1 P k m j J = P k 4 m 0,48 $8.959,76 = P $9.738,3 $8.959,76 = P P $9.738,3 $8.959,76 = $9.738,3 + P= $ P m $9.738,3 $9.738,3 1,1 = + 1 = + 1 P $ m 1,1 = 1, 9738 plicdo logritmos: log 1,9738 = m log 1,1 m= 3 os 30. Um cpitl plicdo durte qutro os à tx omil de 1%.., cpitlizd meslmete, redeu de juros $1.5 mis do que teri redido se cpitlizção fosse semestrl. Clculr o vlor do cpitl. Ddos: J 1 J = $1.5, j = 1%.., k 1 = 1, k =, m = 4 os, P =? 30

31 k m j S = P 1+ k J - J = S - S - P - P ,1 0,1 $1.5 = P P= $ , Dividir importâci de $ em três prtes, de modo que, plicds à tx omil de 0%.., cpitlizd semestrlmete, produzm, respectivmete, mottes iguis em dois, três e cico os, cosiderdo-se que difereç etre o primeiro e o segudo cpitl é de $05.67,30. Ddos: P 1 P = $05.67,30, P 1 + P + P 3 = $ , j = 0%.., k =, m 1 = os, m = 3 os, m 3 = 5 os, P 1 =?, P =?, P 3 =? k m1 k m j j P1 1 + = P 1+ k k 3 0, 0, P , = P 1+ P = $ ,61 P 1= $ ,9 P 3= $ ,47 3. Dois cpitis form plicdos pelo przo de dois os. O primeiro à tx omil de 0%.., cpitlizd semestrlmete, e o segudo, à de 18%.., cpitlizd trimestrlmete. Cosiderdose que os juros obtidos pelo primeiro cpitl excederm em $6.741,00 os juros obtidos pelo segudo e que o primeiro é $ mior que o segudo, clculr os dois cpitis. Ddos: P 1 P = $10.000, J 1 J = $6.741, j 1 = 0%.., k 1 =, j = 18%.., k = 4, m = os, P 1 =?, P =? J- 1 J = S- 1 S - P- 1 P 4 0,0 0,18 $6.741 = P + $ P 1 + $ P = $50.000,73 P 1= $60.000, Um cpitl foi plicdo durte cico os à tx omil de 5.5%.., cpitlizd semestrlmete, e seguir seu motte foi colocdo juros efetivos de 4%.. durte dez os. A que tx efetiv ul úic o cpitl poderi ser plicdo durte todo esse tempo de modo que resultsse o mesmo motte? Ddos: j 1 = 5,5%.., k 1 =, i = 4%.., m 1 = 5 os, = 10 os, = 15 os, i =? 5 k m j S = P 1+ = P 1+i k 0, ( 1+0,04) = ( 1+i) ( 1+i) = 1,9416 i = 4,56% Um pesso precis de $ por dois os. Oferecem-lhe o diheiro s seguites codições: ) juros omiis de 5%.., cpitlizdos trimestrlmete; b) à tx omil de 5,375%.., cpitlizd semestrlmete; e c) juros simples de 5,5%.. Qul é melhor ofert? Ddos: j 1 = 5%., k 1 = 4, j = 5,375%., k =, i 3 = 5,5%.., = os 31

Elementos de Análise Financeira Fluxos de Caixa Séries Uniformes de Pagamento

Elementos de Análise Financeira Fluxos de Caixa Séries Uniformes de Pagamento Elemetos de Aálise Ficeir Fluxos de Cix Séries Uiformes de Pgmeto Fote: Cpítulo 4 - Zetgrf (999) Mtemátic Ficeir Objetiv 2ª. Ed. Editorção Editor Rio de Jeiro - RJ Séries de Pgmetos - Defiição Defiição:

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA - TURMAS DO

PROVA DE MATEMÁTICA - TURMAS DO PROVA DE MATEMÁTICA - TURMAS DO o ANO DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO ANCHIETA-BA - MARÇO DE 0. ELABORAÇÃO: PROFESSORES ADRIANO CARIBÉ E WALTER PORTO. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Questão 0. (UDESC SC)

Leia mais

Exercícios Propostos

Exercícios Propostos Exercícios Propostos Ateção: Na resolução dos exercícios cosiderar, salvo eção e cotrário, ao coercial de 360 dias. 1. Calcular o otate de ua aplicação de $3.500 pelas seguite taxas de juros e prazos:

Leia mais

Lista de Exercícios 01 Algoritmos Sequência Simples

Lista de Exercícios 01 Algoritmos Sequência Simples Uiversidde Federl do Prá UFPR Setor de Ciêcis Exts / Deprtmeto de Iformátic DIf Discipli: Algoritmos e Estrutur de Ddos I CI055 Professor: Dvid Meotti (meottid@gmil.com) List de Exercícios 0 Algoritmos

Leia mais

CÁLCULO E INSTRUMENTOS FINANCEIROS I (2º ANO)

CÁLCULO E INSTRUMENTOS FINANCEIROS I (2º ANO) GESTÃO DE EMPRESAS CÁLCULO E INSTRUMENTOS FINANCEIROS I (2º ANO) Exercícios Amortizção de Empréstimos EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Exercício 1 Um empréstimo vi ser reembolsdo trvés de reembolsos nuis, constntes

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 13/03/10

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 13/03/10 RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: /0/0 PROFESSOR: CARIBÉ Num cert comuidde, 0% ds pessos estvm desempregds. Foi feit um cmph, que durou 6 meses, pr tetr iserir ests pessos

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA VICE-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO E CORPO DISCENTE COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MATEMÁTICA FINANCEIRA Rio de Jeiro / 007 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO UNIDADE I PROGRESSÕES

Leia mais

FUNÇÃO EXPONENCIAL. a 1 para todo a não nulo. a. a. a a. a 1. Chamamos de Função Exponencial a função definida por: f( x) 3 x. f( x) 1 1. 1 f 2.

FUNÇÃO EXPONENCIAL. a 1 para todo a não nulo. a. a. a a. a 1. Chamamos de Função Exponencial a função definida por: f( x) 3 x. f( x) 1 1. 1 f 2. 49 FUNÇÃO EXPONENCIAL Professor Lur. Potêcis e sus proprieddes Cosidere os úmeros ( 0, ), mr, N e, y, br Defiição: vezes por......, ( ), ou sej, potêci é igul o úmero multiplicdo Proprieddes 0 pr todo

Leia mais

Matemática Financeira Introdução a Matemática Financeira e Comercial e suas aplicações.

Matemática Financeira Introdução a Matemática Financeira e Comercial e suas aplicações. Mtemátic Ficeir Itrodução Mtemátic Ficeir e Comercil e sus plicções. Rikey Pulo Pires Felix, Licecido em Mtemátic pel Uiversidde Estdul de Goiás, Pós Grdudo em Gestão Empresril pel Fculdde Motes Belos

Leia mais

Unidade 2 Progressão Geométrica

Unidade 2 Progressão Geométrica Uidde Progressão Geométric Seuêci e defiição de PG Fórmul do termo gerl Fução expoecil e PG Juros compostos e PG Iterpolção geométric Som dos termos de um PG Seuêci e defiição de PG Imgie ue você tem dus

Leia mais

PROF. GILMAR AUGUSTO PROF. GILMAR AUGUSTO

PROF. GILMAR AUGUSTO PROF. GILMAR AUGUSTO MÚLTIPLOS E DIVISORES - (Of. Justiç Bttis e Adrdi). Ds firmtivs: - O úmero zero é o úico úmero pr que é primo; - O úmero ão é primo em composto; - Os úmeros que têm mis de dois divisores são chmdos úmeros

Leia mais

a taxa de juros i está expressa na forma unitária; o período de tempo n e a taxa de juros i devem estar na mesma unidade de tempo.

a taxa de juros i está expressa na forma unitária; o período de tempo n e a taxa de juros i devem estar na mesma unidade de tempo. UFSC CFM DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MTM 5151 MATEMÁTICA FINACEIRA I PROF. FERNANDO GUERRA. UNIDADE 3 JUROS COMPOSTOS Capitalização composta. É aquela em que a taxa de juros icide sempre sobre o capital

Leia mais

Cap 5 Equivalência de Métodos

Cap 5 Equivalência de Métodos Cp Equivlêci de Métodos. INTRODUÇÃO Qudo desejmos lisr ltertivs, o primeiro poto cuidr é que els sejm compráveis. ssim, ão fz setido lisr os vlores tuis ( ) de um ssitur de dois os de um revist com um

Leia mais

Sequências Numéricas Progressão Aritmética. Prof.: Joni Fusinato

Sequências Numéricas Progressão Aritmética. Prof.: Joni Fusinato Sequêcis Numérics Progressão Aritmétic Prof.: Joi Fusito joi.fusito@ifsc.edu.br jfusito@gmil.com Sequêci de Fibocci Leordo Fibocci (1170 150) foi um mtemático itlio. Ficou cohecido pel descobert d sequêci

Leia mais

JUROS SIMPLES. 1. Calcule os juros simples referentes a um capital de mil reais, aplicado em 4 anos, a uma taxa de 17% a.a.

JUROS SIMPLES. 1. Calcule os juros simples referentes a um capital de mil reais, aplicado em 4 anos, a uma taxa de 17% a.a. JUROS SIMPLES 1. Calcule os juros simples referetes a um capital de mil reais, aplicado em 4 aos, a uma taxa de 17% a.a. 2. Calcule o capital ecessário para que, em 17 meses, a uma taxa de juros simples

Leia mais

Amortização ótima por antecipação de pagamento de dívidas contraídas em empréstimos a juros compostos

Amortização ótima por antecipação de pagamento de dívidas contraídas em empréstimos a juros compostos XXVI ENEGEP - Fortlez, CE, Brsil, 9 de Outubro de 2006 Amortizção ótim por tecipção de pgmeto de dívids cotríds em empréstimos uros compostos Lucio Ndler Lis (UFPE) luciolis@ufpe.br Gertrudes Coelho Ndler

Leia mais

Matemática C Extensivo V. 6

Matemática C Extensivo V. 6 Mtemátic C Etesivo V 6 Eercícios ) D ) D ) C O vlor uitário do isumo é represetdo por y Portto pelo produto ds mtrizes A e B temos o seguite sistem: 5 5 9 y 5 5y 5y 9 5y 5 Portto: y 4 y 4 As médis uis

Leia mais

Quando o polinômio divisor é da forma x + a, devemos substituir no polinômio P(x), x por a, visto que: x + a = x ( a).

Quando o polinômio divisor é da forma x + a, devemos substituir no polinômio P(x), x por a, visto que: x + a = x ( a). POLINÔMIOS II. TEOREMA DE D ALEMBERT O resto d divisão de um poliômio P(x) por x é igul P(). m m Sej, com efeito, P x x x..., um poliômio de x, ordedo segudo s potecis m m decrescetes de x. Desigemos o

Leia mais

Capitulo 2 Resolução de Exercícios

Capitulo 2 Resolução de Exercícios FORMULÁRIO Regime de Juros Simples S C J S 1 C i J Ci S C (1 i) S 1 C i Juro exato C i 365 S C 1 i C i 360 Juro Comercial 2.7 Exercícios Propostos 1 1) Qual o motate de uma aplicação de R$ 100.000,00 aplicados

Leia mais

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO 6.1 Recursos de curto przo 6.2 Administrção de disponibiliddes 6.3 Administrção de estoques 6.4 Administrção de conts 6.1 Recursos de Curto Przo Administrção Finnceir e

Leia mais

a a 3,88965 $140 7 9% 7 $187 7 9% a 5, 03295

a a 3,88965 $140 7 9% 7 $187 7 9% a 5, 03295 Anuiddes equivlentes: $480 + $113 + $149 5 9% 5 VPL A (1, 09) $56, 37 A 5 9% 3,88965 5 9% 5 9% AE = = = = $14, 49 = 3,88965 AE B $140 $620 + $120 + 7 9% 7 VPL B (1, 09) $60, 54 = = = 5, 03295 7 9% 7 9%

Leia mais

o quociente C representa a quantidade de A por unidade de B. Exemplo Se um objecto custar 2, então 10 objectos custam 20. Neste caso temos 20 :10 2.

o quociente C representa a quantidade de A por unidade de B. Exemplo Se um objecto custar 2, então 10 objectos custam 20. Neste caso temos 20 :10 2. Mtemátic I - Gestão ESTG/IPB Resolução. (i).0 : r 0.000.0 00.0 00 0 0.0 00 0 00.000 00 000.008 90 0.000.000 00 000 008 90.00 00 00 00 9 Dividedo = Divisor x Quociete + Resto.0 = x.008 + 0.000. Num divisão

Leia mais

Universidade Federal de Ouro Preto UFOP. Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB. Departamento de Computação DECOM

Universidade Federal de Ouro Preto UFOP. Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB. Departamento de Computação DECOM Progrmção de Computdores I BCC 701 01- List de Exercícios 01 Sequêci Simples e Prte A Exercício 01 Um P. A., Progressão Aritmétic, fic determid pel su rzão (r) e pelo seu primeiro termo ( 1 ). Escrev um

Leia mais

Matemática 1 Professor Paulo Cesar Pfaltzgraff Ferreira. Sumário

Matemática 1 Professor Paulo Cesar Pfaltzgraff Ferreira. Sumário Mtemátic Professor Pulo Cesr Pfltgrff Ferreir i Sumário Uidde Revisão de Tópicos Fudmetis do Esio Médio... 0. Apresetção... 0. Simologi Mtemátic mis usul... 0. Cojutos Numéricos... 0. Operções com Números

Leia mais

Vascaínos 300 3 100% MATEMÁTICA FINANCEIRA PROFESSORES: EDU/VICENTE 1,32. Escola SESC de Ensino Médio. Definição: Porcentagem ou razão percentual é

Vascaínos 300 3 100% MATEMÁTICA FINANCEIRA PROFESSORES: EDU/VICENTE 1,32. Escola SESC de Ensino Médio. Definição: Porcentagem ou razão percentual é MATEMÁTICA FINANCEIRA PROFESSORES: EDU/VICENTE Defiição: Porcetgem ou rzão percetul é um rzão e eomior. A porcetgem é represet pelo símbolo % (por ceto. Ftor e Acumulção e Cpitl(Ftor e umeto Ex.: Num escol

Leia mais

FUNÇÕES EXPONENCIAIS E LOGARÍTMICAS - ITA. Equações Exponenciais

FUNÇÕES EXPONENCIAIS E LOGARÍTMICAS - ITA. Equações Exponenciais FUNÇÕES EXPONENCIAIS E LOGARÍTMICAS - ITA Equções Epoeciis... Fução Epoecil..4 Logritmos: Proprieddes 6 Fução Logrítmic. Equções Logrítmics...5 Iequções Epoeciis e Logrítmics.8 Equções Epoeciis 0. (ITA/74)

Leia mais

INTRODUÇÃO À AVALIAÇÃO ECONÓMICA DE INVESTIMENTOS

INTRODUÇÃO À AVALIAÇÃO ECONÓMICA DE INVESTIMENTOS UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO DEEC / Secção de Eergi Eergis Reováveis e Produção Descetrlizd INTRODUÇÃO À AVALIAÇÃO ECONÓMICA DE INVESTIMENTOS Rui M.G. Cstro (Com bse um texto

Leia mais

Juros Simples e Compostos

Juros Simples e Compostos Juros Simples e Compostos 1. (G1 - epcar (Cpcar) 2013) Gabriel aplicou R$ 6500,00 a juros simples em dois bacos. No baco A, ele aplicou uma parte a 3% ao mês durate 5 6 de um ao; o baco B, aplicou o restate

Leia mais

Capitulo 3 Resolução de Exercícios

Capitulo 3 Resolução de Exercícios S C J J C i FORMULÁRIO Regime de Juros Compostos S C i C S i S i C S LN C LN i 3.7 Exercícios Propostos ) Qual o motate de uma aplicação de R$ 00.000,00 aplicados por um prazo de meses, a uma taxa de 5%

Leia mais

Apostila de Introdução Aos Métodos Numéricos

Apostila de Introdução Aos Métodos Numéricos Apostil de Itrodução Aos Métodos Numéricos PARTE II o Semestre - Prof. Slete Souz de Oliveir Buffoi Ídice SISTEMAS LINEARES... INTRODUÇÃO... MÉTODOS DIRETOS: ELIMINAÇÃO DE GAUSS... Sistem lier com... Eemplo:...

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRE. DISCIPLINA Matemática ALUNO(A) GABARITO

AVALIAÇÃO TRIMESTRE. DISCIPLINA Matemática ALUNO(A) GABARITO COORDENAÇÃO ENSINO MÉDIO AVALIAÇÃO - 0 TRIMESTRE NOTA UNIDADE(S): CAMBOINHAS PROFESSOR Equie DISCIPLINA Mtemátic SÉRIE/TURMA O /A E B DATA /0/00 NITERÓI SÃO GONÇALO X X ALUNO(A) GABARITO N IMPORTANTE:.

Leia mais

1º semestre de Engenharia Civil/Mecânica Cálculo 1 Profa Olga (1º sem de 2015) Função Exponencial

1º semestre de Engenharia Civil/Mecânica Cálculo 1 Profa Olga (1º sem de 2015) Função Exponencial º semestre de Engenhri Civil/Mecânic Cálculo Prof Olg (º sem de 05) Função Eponencil Definição: É tod função f: R R d form =, com R >0 e. Eemplos: = ; = ( ) ; = 3 ; = e Gráfico: ) Construir o gráfico d

Leia mais

Geometria Analítica e Álgebra Linear

Geometria Analítica e Álgebra Linear Geometri Alític e Álgebr Lier 8. Sistems Lieres Muitos problems ds ciêcis turis e sociis, como tmbém ds egehris e ds ciêcis físics, trtm de equções que relciom dois cojutos de vriáveis. Um equção do tipo,

Leia mais

MÓDULO IV. EP.02) Determine o valor de: a) 5 3 = b) 3 4 = c) ( 4) 2 = d) 4 2 = EP.03) Determine o valor de: a) 2 3 = b) 5 2 = c) ( 3) 4 = d) 3 4 =

MÓDULO IV. EP.02) Determine o valor de: a) 5 3 = b) 3 4 = c) ( 4) 2 = d) 4 2 = EP.03) Determine o valor de: a) 2 3 = b) 5 2 = c) ( 3) 4 = d) 3 4 = MÓDULO IV. Defiição POTENCIACÃO Qudo um úmero é multiplicdo por ele mesmo, dizemos que ele está elevdo o qudrdo, e escrevemos:. Se um úmero é multiplicdo por ele mesmo váris vezes, temos um potêci:.. (

Leia mais

Cap. 3 A Variável Tempo

Cap. 3 A Variável Tempo Egehr Ecoômc Cp. 3 rável Tempo 3. EQUILÊNCI, O LOR DO DINHEIRO NO TEMPO Imgemos um stução qul eu já sb hoje que detro de um o tere de efetur um pgmeto o vlor de.00 res. Se dspuser de dhero hoje, será que

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M13 Progressões Geométricas

Matemática. Resolução das atividades complementares. M13 Progressões Geométricas Resolução ds tividdes complementres Mtemátic M Progressões Geométrics p. 7 Qul é o o termo d PG (...)? q q? ( ) Qul é rzão d PG (...)? q ( )? ( ) 8 q 8 q 8 8 Três números reis formm um PG de som e produto

Leia mais

Portanto, os juros podem induzir o adiamento do consumo, permitindo a formação de uma poupança.

Portanto, os juros podem induzir o adiamento do consumo, permitindo a formação de uma poupança. Matemática Fiaceira Deixar de cosumir hoje, visado comprar o futuro pode ser uma boa decisão, pois podemos, durate um período de tempo, ecoomizar uma certa quatia de diheiro para gahar os juros. Esses

Leia mais

MATEMÁTICA BÁSICA PROF ª. PAULA FRANCIS BENEVIDES

MATEMÁTICA BÁSICA PROF ª. PAULA FRANCIS BENEVIDES MATEMÁTICA BÁSICA PROF ª. PAULA FRANCIS BENEVIDES FRAÇÕES: Adição e Subtrção ) ) ) ) ) 6) Multiplicção 7 Divisão 7 7) ) = Número Misto 9) 0) Coversão de Número Decimis em Frção ) 0, = ), = ) 0, = TESTES:

Leia mais

Analise de Investimentos e Custos Prof. Adilson C. Bassan email: adilsonbassan@adilsonbassan.com

Analise de Investimentos e Custos Prof. Adilson C. Bassan email: adilsonbassan@adilsonbassan.com Aalise de Ivestimetos e Custos Prof. Adilso C. Bassa email: adilsobassa@adilsobassa.com JUROS SIMPLES 1 Juro e Cosumo Existe juro porque os recursos são escassos. As pessoas têm preferêcia temporal: preferem

Leia mais

Resolução Numérica de Sistemas Lineares Parte II

Resolução Numérica de Sistemas Lineares Parte II Cálculo Numérico Resolução Numéric de Sistems Lieres Prte II Prof Jorge Cvlcti jorgecvlcti@uivsfedubr MATERIAL ADAPTADO DOS SLIDES DA DISCIPLINA CÁLCULO NUMÉRICO DA UFCG - wwwdscufcgedubr/~cum/ Sistems

Leia mais

Geometria Analítica e Álgebra Linear

Geometria Analítica e Álgebra Linear NOTS E U Geometri lític e Álger ier Sistems de Equções ieres Professor: ui Ferdo Nues, r Geometri lític e Álger ier ii Ídice Sistems de Equções ieres efiições Geris Iterpretção Geométric de Sistems de

Leia mais

Mat.Semana. PC Sampaio Alex Amaral Rafael Jesus. (Fernanda Aranzate)

Mat.Semana. PC Sampaio Alex Amaral Rafael Jesus. (Fernanda Aranzate) 11 PC Smpio Alex Amrl Rfel Jesus Mt.Semn (Fernnd Arnzte) Este conteúdo pertence o Descomplic. Está vedd cópi ou reprodução não utorizd previmente e por escrito. Todos os direitos reservdos. CRONOGRAMA

Leia mais

Gabarito - Matemática Grupo G

Gabarito - Matemática Grupo G 1 QUESTÃO: (1,0 ponto) Avlidor Revisor Um resturnte cobr, no lmoço, té s 16 h, o preço fixo de R$ 1,00 por pesso. Após s 16h, esse vlor ci pr R$ 1,00. Em determindo di, 0 pessos lmoçrm no resturnte, sendo

Leia mais

SIMULADO DE VERIFICAÇÃO 8º ANOS A E B 11/05

SIMULADO DE VERIFICAÇÃO 8º ANOS A E B 11/05 Educção ftil - Esio Fudmetl - Esio Médio Nome º SMULADO DE VERFCAÇÃO º ANOS A E B /0 NSTRUÇÕES A prov cost de 0 questões. Em cd teste, há ltertivs, sedo corret pes um. Não mrque dus ou mis ltertivs questão,

Leia mais

1- SOLUÇÃO DE SISTEMAS LINEARES E INVERSÃO DE MATRIZES

1- SOLUÇÃO DE SISTEMAS LINEARES E INVERSÃO DE MATRIZES - SOLUÇÃO DE SISTEMAS LINEARES E INVERSÃO DE MATRIZES.- Métodos etos pr solução de sistems lieres Métodos pr solução de sistems de equções lieres são divididos priciplmete em dois grupos: ) Métodos Etos:

Leia mais

Os juros compostos são conhecidos, popularmente, como juros sobre juros.

Os juros compostos são conhecidos, popularmente, como juros sobre juros. Módulo 4 JUROS COMPOSTOS Os juros compostos são cohecidos, popularmete, como juros sobre juros. 1. Itrodução Etedemos por juros compostos quado o fial de cada período de capitalização, os redimetos são

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA VALOR DO DINHEIRO NO TEMPO Notas de aulas Gereciameto do Empreedimeto de Egeharia Egeharia Ecoômica e Aálise de Empreedimetos Prof. Márcio Belluomii Moraes, MsC CONCEITOS BÁSICOS

Leia mais

Matrizes e Sistemas de equações lineares. D.I.C. Mendes 1

Matrizes e Sistemas de equações lineares. D.I.C. Mendes 1 Mtrizes e Sistems de equções lieres D.I.C. Medes s mtrizes são um ferrmet básic formulção de problems de mtemátic e de outrs áres. Podem ser usds: resolução de sistems de equções lieres; resolução de sistems

Leia mais

Matemática Financeira Aplicada

Matemática Financeira Aplicada Séries Periódicas Uiformes Séries Uiformes Postecipadas 0 1 2 3 4 Séries Uiformes Atecipadas 0 1 2 3 4-1 Séries Uiformes Diferidas (atecipada/postecipada) carêcia 0 c c+1 c+2 c+3 Valor Presete das Séries

Leia mais

Este capítulo tem por objetivo apresentar métodos para resolver numericamente uma integral.

Este capítulo tem por objetivo apresentar métodos para resolver numericamente uma integral. Nots de ul de Métodos Numéricos. c Deprtmeto de Computção/ICEB/UFOP. Itegrção Numéric Mrcoe Jmilso Freits Souz, Deprtmeto de Computção, Istituto de Ciêcis Exts e Biológics, Uiversidde Federl de Ouro Preto,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA HIDRÁULICA APLICADA AD 0195 Prof.: Raimundo Nonato Távora Costa CONDUTOS LIVRES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA HIDRÁULICA APLICADA AD 0195 Prof.: Raimundo Nonato Távora Costa CONDUTOS LIVRES UNVERSDADE FEDERAL DO CEARÁ DEPARTAMENTO DE ENGENHARA AGRÍCOLA HDRÁULCA APLCADA AD 019 Prof.: Rimudo Noto Távor Cost CONDUTOS LVRES 01. Fudmetos: Os codutos livres e os codutos forçdos, embor tem potos

Leia mais

81,9(56,'$'( )('(5$/ '2 5,2 '( -$1(,52 &21&8562 '( 6(/(d 2 0$7(0É7,&$

81,9(56,'$'( )('(5$/ '2 5,2 '( -$1(,52 &21&8562 '( 6(/(d 2 0$7(0É7,&$ 81,9(56,'$'( )('(5$/ ' 5, '( -$1(,5 &1&856 '( 6(/(d 0$7(0É7,&$ -867,),48( 7'$6 $6 68$6 5(667$6 De um retângulo de 18 cm de lrgur e 48 cm de comprimento form retirdos dois qudrdos de ldos iguis 7 cm, como

Leia mais

APOSTILA MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS

APOSTILA MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA AVALIAÇÃO DE PROJETOS Miistério do Plaejameto, Orçameto e GestãoSecretaria de Plaejameto e Ivestimetos Estratégicos AJUSTE COMPLEMENTAR ENTRE O BRASIL E CEPAL/ILPES POLÍTICAS PARA GESTÃO DE INVESTIMENTOS PÚBLICOS CURSO DE AVALIAÇÃO

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UNICAMP VESTIBULAR 2009 1 a e 2 a Fase RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UNICAMP VESTIBULAR 2009 1 a e 2 a Fase RESOLUÇÃO: Professora Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UNICAMP VESTIBULAR 9 e Fse Professor Mri Atôi Gouvei. FASE _ 9 9. N décd de 96,com redução do úmero de bleis de grde porte,como blei zul, s bleis mike tártic pssrm ser o lvo preferêci

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: PARA QUEM CURSA A 1 a SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM Disciplina: MaTeMÁTiCa

Nome: N.º: endereço: data: Telefone:   PARA QUEM CURSA A 1 a SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM Disciplina: MaTeMÁTiCa Nome: N.º: endereço: dt: Telefone: E-mil: Colégio PARA QUEM CURSA A SÉRIE DO ENSINO MÉDIO EM 05 Disciplin: MTeMÁTiC Prov: desfio not: QUESTÃO 6 O Dr. Mni Aco not os números trvés de um código especil.

Leia mais

Análise de Projectos ESAPL / IPVC. Critérios de Valorização e Selecção de Investimentos. Métodos Estáticos

Análise de Projectos ESAPL / IPVC. Critérios de Valorização e Selecção de Investimentos. Métodos Estáticos Aálise de Projectos ESAPL / IPVC Critérios de Valorização e Selecção de Ivestimetos. Métodos Estáticos Como escolher ivestimetos? Desde sempre que o homem teve ecessidade de ecotrar métodos racioais para

Leia mais

b) Expressando cada termo em função de sua posição SEQUÊNCIAS c) Por propriedades dos termos Igualdade Lei de Formação a) Por fórmula de recorrência

b) Expressando cada termo em função de sua posição SEQUÊNCIAS c) Por propriedades dos termos Igualdade Lei de Formação a) Por fórmula de recorrência SEQUÊNCIAS Seqüêci ou sucessão é todo cojuto ordedo de úmeros que escrevemos etre prêteses e seprdos um um por vírguls ou poto e vírgul. Exemplos: (, 8, 6,,, 8,, 5) (,, 5, 7,,, 7, 9...) (4, 7, 0,, 6, 9...)

Leia mais

Progressões 16 2, 32 2 e por aí vai. outubro. julho a10. janeiro a7

Progressões 16 2, 32 2 e por aí vai. outubro. julho a10. janeiro a7 Progressões Itrodução Ao lçrmos um moed, teremos dois resultdos possíveis: cr ou coro. e lçrmos dus moeds diferetes, pssmos ter qutro resultdos diferetes: (cr, cr), (cr, coro), (coro, cr) e (coro, coro).

Leia mais

Equivalência de capitais a juros compostos

Equivalência de capitais a juros compostos Comercial e Fiaceira Equivalêcia de capitais a juros compostos Dois capitais são equivaletes se comparados em uma mesma data, descotados ou capitalizados por uma mesma taxa de juros produzem um mesmo valor

Leia mais

Capitulo 6 Resolução de Exercícios

Capitulo 6 Resolução de Exercícios FORMULÁRIO Cojutos Equivaletes o Regime de Juros Simples./Vecimeto Comum. Descoto Racioal ou Por Detro C1 C2 Cm C1 C2 C...... 1 i 1 i 1 i 1 i 1 i 1 i 1 2 m 1 2 m C Ck 1 i 1 i k1 Descoto Por Fora ou Comercial

Leia mais

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO:

Prova 3 Matemática. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prov QUESTÕES OBJETIIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: IINSTRUÇÕES PARA A REALIIZAÇÃO DA PROVA 1 Cofir os cmpos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, coforme o que cost etiquet fixd

Leia mais

3. Admitindo SOLUÇÃO: dy para x 1 é: dx. dy 3t. t na expressão da derivada, resulta: Questão (10 pontos): Seja f uma função derivável e seja g x f x

3. Admitindo SOLUÇÃO: dy para x 1 é: dx. dy 3t. t na expressão da derivada, resulta: Questão (10 pontos): Seja f uma função derivável e seja g x f x UIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ CALCULO e PROVA DE TRASFERÊCIA ITERA, EXTERA E PARA PORTADOR DE DIPLOMA DE CURSO SUPERIOR 9/6/ CADIDATO: CURSO PRETEDIDO: OBSERVAÇÕES: Prov sem cosult. A prov pode ser feit

Leia mais

Sumário. Cálculo do juros compostos. Juros compostos conceitos. Cálculo do juros compostos. Exemplos. Engenharia Econômica e Finanças

Sumário. Cálculo do juros compostos. Juros compostos conceitos. Cálculo do juros compostos. Exemplos. Engenharia Econômica e Finanças Suáro Udde 3 ptlzção opost Professor: Fábo de Olver Alves ottos: fboolves@yhoo.de fbo@ptgors.co.br oceto de cptlzção copost Fóruls de cálculo oprtvo Juros Sples x Juros opostos Equvlêc de pts Equvlêc de

Leia mais

Escola de Engenharia de Lorena - USP Cinética Química Capítulo 01 Introdução a Cinética

Escola de Engenharia de Lorena - USP Cinética Química Capítulo 01 Introdução a Cinética 1.1 - ITODUÇÃO O termo ciétic está relciodo movimeto qudo se pes ele prtir de seu coceito físico. tretto, s reções químics, ão há movimeto, ms sim mudçs de composição do meio reciol, o logo d reção. Termodiâmic

Leia mais

Sumário. Cálculo dos juros compostos. Juros compostos conceitos. Exemplos. Cálculo dos juros compostos. Engenharia Econômica e Finanças

Sumário. Cálculo dos juros compostos. Juros compostos conceitos. Exemplos. Cálculo dos juros compostos. Engenharia Econômica e Finanças Suáro Udde 3 ptlzção opost Professor: Fábo de Olver Alves ottos: fboolves@yhoo.de fbo@ptgors.co.br oceto de cptlzção copost Fóruls de cálculo oprtvo Juros Sples x Juros opostos Equvlêc de pts Equvlêc de

Leia mais

SISTEMA DE EQUAÇÕES LINEARES

SISTEMA DE EQUAÇÕES LINEARES SISTEM DE EQUÇÕES LINERES Defiição Ddos os úmeros reis b com equção b ode são vriáveis ou icógits é deomid equção lier s vriáveis Os úmeros reis são deomidos coeficietes ds vriáveis respectivmete e b é

Leia mais

A seguir, uma demonstração do livro. Para adquirir a versão completa em papel, acesse: www.pagina10.com.br

A seguir, uma demonstração do livro. Para adquirir a versão completa em papel, acesse: www.pagina10.com.br A seguir, uma demostração do livro. Para adquirir a versão completa em papel, acesse: www.pagia10.com.br Matemática comercial & fiaceira - 2 4 Juros Compostos Iiciamos o capítulo discorredo sobre como

Leia mais

ESTABILIDADE. Pólos Zeros Estabilidade

ESTABILIDADE. Pólos Zeros Estabilidade ESTABILIDADE Pólo Zero Etbilidde Itrodução Um crcterític importte pr um item de cotrole é que ele ej etável. Se um etrd fiit é plicd o item de cotrole, etão íd deverá er fiit e ão ifiit, ito é, umetr em

Leia mais

MATEMÁTICA BÁSICA. a c ad bc. b d bd EXERCÍCIOS DE AULA. 01) Calcule o valor de x em: FRAÇÕES

MATEMÁTICA BÁSICA. a c ad bc. b d bd EXERCÍCIOS DE AULA. 01) Calcule o valor de x em: FRAÇÕES MATEMÁTICA BÁSICA FRAÇÕES EXERCÍCIOS DE AULA ) Clcule o vlor de x em: A som e sutrção de frções são efetuds prtir d oteção do míimo múltiplo comum dos deomidores. É difícil respoder de imedito o resultdo

Leia mais

Aulas 1 a 3. Aulas 4 e 5. Revisão Primeiro Semestre 2012 prof. Lessa. 4. (UNIFESP) Se 0 < a < b, racionalizando o denominador, tem-se que

Aulas 1 a 3. Aulas 4 e 5. Revisão Primeiro Semestre 2012 prof. Lessa. 4. (UNIFESP) Se 0 < a < b, racionalizando o denominador, tem-se que Revisão Primeiro Semestre 01 prof. Less Auls 1 1. (ESPM) A metde de vlem, respectivmente: A) 0,6 1 e e 1. Se 1 e 9 e 9 8 e 1, e o triplo de x =, então o vlor de x é: A) 6. (FUVEST) Rcionlizr o denomindor

Leia mais

M = C (1 + i) n. Comparando o cálculo composto (exponencial) com o cálculo simples (linear), vemos no cálculo simples:

M = C (1 + i) n. Comparando o cálculo composto (exponencial) com o cálculo simples (linear), vemos no cálculo simples: PEDRO ORBERTO JUROS COMPOSTOS Da capitalização simples, sabemos que o redimeto se dá de forma liear ou proporcioal. A base de cálculo é sempre o capital iicial. o regime composto de capitalização, dizemos

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na GV

CPV O cursinho que mais aprova na GV O cursinho que mis prov n GV FGV Administrção 04/junho/006 MATEMÁTICA 0. Pulo comprou um utomóvel fle que pode ser bstecido com álcool ou com gsolin. O mnul d montdor inform que o consumo médio do veículo

Leia mais

Módulo 4 Matemática Financeira

Módulo 4 Matemática Financeira Módulo 4 Matemática Fiaceira I Coceitos Iiciais 1 Juros Juro é a remueração ou aluguel por um capital aplicado ou emprestado, o valor é obtido pela difereça etre dois pagametos, um em cada tempo, de modo

Leia mais

Conceito 31/10/2015. Módulo VI Séries ou Fluxos de Caixas Uniformes. SÉRIES OU FLUXOS DE CAIXAS UNIFORMES Fluxo de Caixa

Conceito 31/10/2015. Módulo VI Séries ou Fluxos de Caixas Uniformes. SÉRIES OU FLUXOS DE CAIXAS UNIFORMES Fluxo de Caixa Módulo VI Séries ou Fluxos de Caixas Uiformes Daillo Touriho S. da Silva, M.Sc. SÉRIES OU FLUXOS DE CAIXAS UNIFORMES Fluxo de Caixa Coceito A resolução de problemas de matemática fiaceira tora-se muito

Leia mais

LISTA P1T3. Professores: David. Matemática. 2ª Série. n 1. = n!

LISTA P1T3. Professores: David. Matemática. 2ª Série. n 1. = n! Mtemátic Professores: Dvid 2ª Série LISTA P1T3 FORMULÁRIO C, p! = p!( p)!! = p p!( p)!! α! β! δ! Tp+ 1 =.. b p P P α, β, δ = A, p PROBABILIDADES =!! = ( p)! p p 1. (PUC-SP 2010) Um luo prestou vestibulr

Leia mais

QUESTÃO 01. QUESTÃO 02.

QUESTÃO 01. QUESTÃO 02. PROVA DE MATEMÁTICA DO O ANO _ EM DO COLÉGIO ANCHIETA BA. ANO 6 UNIDADE III PRIMEIRA AVALIAÇÃO. ELABORAÇÃO: PROFESSOR OCTAMAR MARQUES. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. QUESTÃO. Quntos inteiros são soluções

Leia mais

Uma roda gigante tem 10m de raio e possui 12 assentos, igualmente espaçados, e gira no sentido horário.

Uma roda gigante tem 10m de raio e possui 12 assentos, igualmente espaçados, e gira no sentido horário. Questão PROVA FINAL DE MATEMÁTICA - TURMAS DO O ANO DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO ANCHIETA-BA - OUTUBRO DE. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Um rod

Leia mais

Curso MIX. Matemática Financeira. Juros compostos com testes resolvidos. 1.1 Conceito. 1.2 Período de Capitalização

Curso MIX. Matemática Financeira. Juros compostos com testes resolvidos. 1.1 Conceito. 1.2 Período de Capitalização Curso MI Matemática Fiaceira Professor: Pacífico Referêcia: 07//00 Juros compostos com testes resolvidos. Coceito Como vimos, o regime de capitalização composta o juro de cada período é calculado tomado

Leia mais

EXERCÍCIOS: d) 1.1 = e) = f) = g) 45.45= Potenciação de um número é o produto de fatores iguais a esse número; h)

EXERCÍCIOS: d) 1.1 = e) = f) = g) 45.45= Potenciação de um número é o produto de fatores iguais a esse número; h) d). = e).. = f).. = Potecição de um úmero é o produto de ftores iguis esse úmero; ) =. = 9 ) =.. = (OBS.: os úmeros:. são ditos ftores, ou ses) g).= h) 8.8.8= i) 89.89.89 = EXERCÍCIOS: 0. Sedo =, respod:

Leia mais

PROGRESSÃO GEOMÉTRICA

PROGRESSÃO GEOMÉTRICA Professor Muricio Lutz PROGREÃO GEOMÉTRICA DEFINIÇÃO Progressão geométric (P.G.) é um seüêci de úmeros ão ulos em ue cd termo posterior, prtir do segudo, é igul o terior multiplicdo por um úmero fixo,

Leia mais

MÓDULO II POTENCIAÇÃO RADICIAÇÃO

MÓDULO II POTENCIAÇÃO RADICIAÇÃO MÓDULO II POTENCIAÇÃO E RADICIAÇÃO MÓDULO II POTENCIAÇÃO E RADICIAÇÃO O ódulo II é oposto por eeríios evolvedo poteição e rdiição Estos dividido-o e dus prtes pr elhor opreesão ª PARTE: POTENCIAÇÃO DEFINIÇÃO

Leia mais

JUROS COMPOSTOS. Questão 01 A aplicação de R$ 5.000, 00 à taxa de juros compostos de 20% a.m irá gerar após 4 meses, um montante de: letra b

JUROS COMPOSTOS. Questão 01 A aplicação de R$ 5.000, 00 à taxa de juros compostos de 20% a.m irá gerar após 4 meses, um montante de: letra b JUROS COMPOSTOS Chamamos de regime de juros compostos àquele ode os juros de cada período são calculados sobre o motate do período aterior, ou seja, os juros produzidos ao fim de cada período passam a

Leia mais

Vamos supor um quadrado com este, divididos em 9 quadradinhos iguais.

Vamos supor um quadrado com este, divididos em 9 quadradinhos iguais. Rdicição O que é, fil, riz qudrd de um úmero? Vmos supor um qudrdo com este, divididos em 9 qudrdihos iguis. Pegdo cd qudrdiho como uidde de áre, podemos dizer que áre do qudrdo é 9 qudrdihos, ou sej,

Leia mais

SISTEMAS LINEARES. Sendo x e y, respectivamente, o número de pontos que cada jogador marcou, temos uma equação com duas incógnitas:

SISTEMAS LINEARES. Sendo x e y, respectivamente, o número de pontos que cada jogador marcou, temos uma equação com duas incógnitas: SISTEMAS LINEARES Do grego system ( Sy sigific juto e st, permecer, sistem, em mtemátic,é o cojuto de equções que devem ser resolvids juts,ou sej, os resultdos devem stisfzêlos simultemete. Já há muito

Leia mais

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 19/03/11

RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA 3 o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 19/03/11 RESOLUÇÃO DA AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA o ANO DO ENSINO MÉDIO DATA: 9// PROFESSORES: CARIBE E MANUEL O slário bruto mensl de um vendedor é constituído de um prte fi igul R$., mis um comissão de % sobre o

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério d Educção Universidde Federl do Rio Grnde Universidde Abert do Brsil Administrção Bchreldo Mtemátic pr Ciêncis Sociis Aplicds I Rodrigo Brbos Sores . Mtrizes:.. Introdução:

Leia mais

Matemática Financeira I 3º semestre 2013 Professor Dorival Bonora Júnior Lista de teoria e exercícios

Matemática Financeira I 3º semestre 2013 Professor Dorival Bonora Júnior Lista de teoria e exercícios www/campossalles.br Cursos de: dmiistração, Ciêcias Cotábeis, Ecoomia, Comércio Exterior, e Sistemas de Iformação - telefoe (11) 3649-70-00 Matemática Fiaceira I 3º semestre 013 Professor Dorival Boora

Leia mais

Capítulo zero Glossário

Capítulo zero Glossário Cpítulo zero Glossário Esse cpítulo é formdo por tems idispesáveis à mtemátic que, certmete, você deve Ter estuddo de um ou outr form durte su vid escolr. Sempre que tiver dúvids o logo do restte do teto

Leia mais

ENGENHARIA ECONÔMICA AVANÇADA

ENGENHARIA ECONÔMICA AVANÇADA ENGENHARIA ECONÔMICA AVANÇADA INTRODUÇÃO MATERIAL DE APOIO ÁLVARO GEHLEN DE LEÃO gehleao@pucrs.br 1 1 Itrodução à Egeharia Ecoômica A egeharia, iserida detro do cotexto de escassez de recursos, pode aplicar

Leia mais

07 AVALIAÇÃO DO EFEITO DO TRATAMENTO DE

07 AVALIAÇÃO DO EFEITO DO TRATAMENTO DE 07 AVALIAÇÃO DO EFEITO DO TRATAMENTO DE SEMENTES NA QUALIDADE FISIOLOGICA DA SEMENTE E A EFICIENCIA NO CONTROLE DE PRAGAS INICIAIS NA CULTURA DA SOJA Objetivo Este trblho tem como objetivo vlir o efeito

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA MATEMÁTICA FINANCEIRA Prof. Gilmar Boratto Material de apoio para o curso de Admiistração. ÍNDICE CONCEITOS BÁSICOS...- 2-1- CONCEITO DE FLUXO DE CAIXA...- 2-2-A MATEMÁTICA FINANCEIRA E SEUS OBJETIVOS...-

Leia mais

Capítulo III. Circuitos Resistivos

Capítulo III. Circuitos Resistivos Cpítulo III Ciruitos esistivos. Itrodução Neste pítulo serão estudds s leis de Kirhhoff, utilizdo-se de iruitos resistivos que são mis filmete lisdos. O estudo desss leis é plido em seguid s deduções de

Leia mais

CPV 82% de aprovação na ESPM em 2011

CPV 82% de aprovação na ESPM em 2011 CPV 8% de provção n ESPM em 0 Prov Resolvid ESPM Prov E 0/julho/0 MATEMÁTICA. Considerndo-se que x = 97, y = 907 e z =. xy, o vlor d expressão x + y z é: ) 679 b) 58 c) 7 d) 98 e) 77. Se três empds mis

Leia mais

Prof. Eugênio Carlos Stieler

Prof. Eugênio Carlos Stieler http://wwwuematbr/eugeio SISTEMAS DE AMORTIZAÇÃO A ecessidade de recursos obriga aqueles que querem fazer ivestimetos a tomar empréstimos e assumir dívidas que são pagas com juros que variam de acordo

Leia mais

As funções exponencial e logarítmica

As funções exponencial e logarítmica As fuções epoecil e logrítmic. Potêcis em Sej um úmero rel positivo, isto é, * +. Pr todo, potêci, de bse e epoete é defiid como o produto de ftores iguis o úmero rel :...... vezes Pr, estbelece-se 0,

Leia mais

Progressões Geométricas. Progressões. Aritméticas. A razão é... somada multiplicada. Condição para 3 termos Termo geral. b) 20 c) 40 3.

Progressões Geométricas. Progressões. Aritméticas. A razão é... somada multiplicada. Condição para 3 termos Termo geral. b) 20 c) 40 3. Aritmétics Geométrics A rzão é... somd multiplicd Codição pr termos Termo gerl om dos termos p r p p p q q q q 0) (UNIFEP) e os primeiros qutro termos de um progressão ritmétic são, b, 5, d, o quociete

Leia mais

0.2 Exercícios Objetivo. (c) (V)[ ](F)[ ] A segunda derivada de f é (4) x 0 2

0.2 Exercícios Objetivo. (c) (V)[ ](F)[ ] A segunda derivada de f é (4) x 0 2 A segud derivd de f é f() = { < 0 0 0 (4) Cálculo I List úmero 07 Logritmo e epoecil trcisio.prcio@gmil.com T. Prcio-Pereir Dep. de Computção lu@: Uiv. Estdul Vle do Acrú 3 de outubro de 00 pági d discipli

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra Serviços de Acção Socil d Universidde de Coimbr Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e n educção

Leia mais

Método de Exaustão dos Antigos: O Princípio de Eudoxo-Arquimedes

Método de Exaustão dos Antigos: O Princípio de Eudoxo-Arquimedes Método de Exustão dos Atigos: O Pricípio de Eudoxo-Arquimedes Joquim Atóio P. Pito Aluo do Mestrdo em Esio d Mtemátic Número mecográfico: 03037007 Deprtmeto de Mtemátic Pur d Fculdde de Ciêcis d Uiversidde

Leia mais

CDI-II. Resumo das Aulas Teóricas (Semana 12) y x 2 + y, 2. x x 2 + y 2), F 1 y = F 2

CDI-II. Resumo das Aulas Teóricas (Semana 12) y x 2 + y, 2. x x 2 + y 2), F 1 y = F 2 Instituto Superior Técnico eprtmento de Mtemátic Secção de Álgebr e Análise Prof. Gbriel Pires CI-II Resumo ds Auls Teórics (Semn 12) 1 Teorem de Green no Plno O cmpo vectoril F : R 2 \ {(, )} R 2 definido

Leia mais