Apresentamos-lhe umas ferramentas confortáveis e gratuitas para publicar e compartilhar informações.

Volume ilimitado

Carregue tanto quanto você quiser! O volume de arquivos carregados é ilimitado. Você pode publicar qualquer número de documentos em formatos eletrônicos PDF, Microsoft Word e PowerPoint.

HTML5, sem Flash

Todos os arquivos carregados no site serão automaticamente adaptados para leitura no iPad, iPhone, Android e outras plataformas.

Exibir na janela do navegador

Oportunidade para exibir os documentos sem baixar - direito na janela do browser. É realmente cômodo!

Quais as tarefas podem ser resolvidas usando o nosso site?

Ao utilizar o nosso site você pode encontrar facilmente livros para ajudar a se preparar para o exame, bem como os ensaios completos, trabalhos de curso e tutoriais sobre diversos temas. A Biblioteca deste Recursos de Formação tem milhares de manuais, artigos e livros em uma variedade de disciplinas acadêmicas.

Publicar catálogos com os produtos em nosso website, tornando-os disponíveis a um público mais vasto. Anuncie seu negócio, colocando folhetos, brochuras e materiais promocionais. Encontre ideias interessantes e soluções para negócio que compartilham nossos usuários do recurso.

Comprou uma lavadora, mas não têm manual? Tente procurá-lo no nosso recurso. Você tem o mais recente modelo? Ajude aos outros - enriqueça a base, adicionando manual que ainda não está disponível no site.

Faça sua pesquisa disponível não apenas para os colegas, mas também a um público mais vasto. Publique e discuta seus artigos. Mantenha-se atualizado com os últimos desenvolvimentos científicos através de nosso website. Encontre materiais de pesquisa sobre o tema que lhe interessa e compartilhe-los com os colegas.

Conte sobre suas obras para as pessoas, publicando elas no nosso website. A coleção de cenários para os feriados, poesia, coletâneas de contos e outras obras de autores menos conhecidos e independentes.

Documentos procurados

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRNADE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRNADE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRNADE DO SUL FACULDADE DE AGRONOMIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA EFEITO DE SISTEMAS DE PASTEJO SOBRE O DESEMPENHO E O COMPORTAMENTO DE SUÍNOS EM CRESCIMENTO E TERMINAÇÃO,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PROGRAMA DE DOUTORADO INTEGRADO EM ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PROGRAMA DE DOUTORADO INTEGRADO EM ZOOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PROGRAMA DE DOUTORADO INTEGRADO EM ZOOTECNIA EXIGÊNCIA DE LISINA DIGESTÍVEL PARA SUÍNOS TERMINADOS

Leia mais

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO A CONTRIBUIÇÃO DA FARMÁCIA NA ADESÃO AO TRATAMENTO ANTIRRETROVIRAL: REVISÃO SISTEMÁTICA E META-ANÁLISE

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO A CONTRIBUIÇÃO DA FARMÁCIA NA ADESÃO AO TRATAMENTO ANTIRRETROVIRAL: REVISÃO SISTEMÁTICA E META-ANÁLISE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EPIDEMIOLOGIA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO A CONTRIBUIÇÃO DA FARMÁCIA NA ADESÃO AO TRATAMENTO ANTIRRETROVIRAL: REVISÃO

Leia mais

PRISCILA PEREIRA PAVAN VIDAL ASSOCIAÇÃO ENTRE A CARGA VIRAL PLASMÁTICA E A CARGA VIRAL SUBGENGIVAL NO BIOFILME EM PACIENTES INFECTADOS PELO HIV-1

PRISCILA PEREIRA PAVAN VIDAL ASSOCIAÇÃO ENTRE A CARGA VIRAL PLASMÁTICA E A CARGA VIRAL SUBGENGIVAL NO BIOFILME EM PACIENTES INFECTADOS PELO HIV-1 i UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE ODONTOLOGIA PRISCILA PEREIRA PAVAN VIDAL ASSOCIAÇÃO ENTRE A CARGA VIRAL PLASMÁTICA E A CARGA VIRAL SUBGENGIVAL NO BIOFILME

Leia mais

Análises Probabilísticas da Estabilidade de Taludes Considerando a Variabilidade Espacial do Solo

Análises Probabilísticas da Estabilidade de Taludes Considerando a Variabilidade Espacial do Solo 1 Emerson Alex Figueroa Flores Análises Probabilísticas da Estabilidade de Taludes Considerando a Variabilidade Espacial do Solo Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. comprimidos revestidos. PREZISTA darunavir

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO. comprimidos revestidos. PREZISTA darunavir IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO PREZISTA darunavir comprimidos revestidos APRESENTAÇÕES Comprimidos revestidos de 75 mg de darunavir em frasco com 480 comprimidos. Comprimidos revestidos de 150 mg de darunavir

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática 1 PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática ORIENTAÇÕES PARA ESCOLHA DE LIVROS DIDÁTICOS DE FÍSICA: Atividades Experimentais em foco

Leia mais

Políticas de Educação Profissional e Tecnológica para os Institutos Federais

Políticas de Educação Profissional e Tecnológica para os Institutos Federais Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Políticas de Educação Profissional e Tecnológica para os Institutos Federais Seminário de Educação Profissional e Tecnológica e

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PROGRAMA DE DOUTORADO INTEGRADO EM ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PROGRAMA DE DOUTORADO INTEGRADO EM ZOOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ PROGRAMA DE DOUTORADO INTEGRADO EM ZOOTECNIA RESÍDUO DO ABACAXI E DA MANGA NA RESTRIÇÃO ALIMENTAR

Leia mais

Palavras-chave: diálise; doenças cardiovasculares; falência renal crônica; uremia.

Palavras-chave: diálise; doenças cardiovasculares; falência renal crônica; uremia. Review Article Em busca de uma melhor compreensão da doença renal crônica: uma atualização em toxinas urêmicas Authors Fellype Carvalho Barreto 1 Andréa Emilia Marques Stinghen 2 Rodrigo Bueno de Oliveira

Leia mais

2 º 11 º 9 º 8 º 1 º 7 º. 3 º mercado de energias renováveis 10 º

2 º 11 º 9 º 8 º 1 º 7 º. 3 º mercado de energias renováveis 10 º 2 º 5 º 11 º 11 º 9 º 8 º 1 º produtor de biodiesel fabricante de aeronaves mercado de TI mercado de equipamentos médicos produtor industrial mercado de automóveis produtor e exportador de café, açúcar

Leia mais

CLIA 2010 IX Congreso Latinoamericano y dei Caribe de Ingeniería Agrícola. CONBEA2010 XXXIX Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola

CLIA 2010 IX Congreso Latinoamericano y dei Caribe de Ingeniería Agrícola. CONBEA2010 XXXIX Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola CLIA 2010 IX Congreso Latinoamericano y dei Caribe de Ingeniería Agrícola CONBEA2010 XXXIX Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola A Engenharia Agrícola e o desenvolvimento das propriedades familiares.

Leia mais

Projeto de Pesquisa. Estudo de Propriedades Magnéticas em Sistemas Metálicos Nanoestruturados

Projeto de Pesquisa. Estudo de Propriedades Magnéticas em Sistemas Metálicos Nanoestruturados Projeto de Pesquisa Estudo de Propriedades Magnéticas em Sistemas Metálicos Nanoestruturados Finalidade : pós-doutorado Candidato : Ricardo Noboru Igarashi Supervisora : Profa. Dra. Helena Maria Petrilli

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - UFRGS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA MESTRADO PROFISSIONAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - UFRGS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA MESTRADO PROFISSIONAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - UFRGS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA MESTRADO PROFISSIONAL Fluxos Financeiros Internacionais: Riscos e Administração das Políticas Monetária e Cambial

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ACREÚNA Rua Ernesto Rufino Figueiredo, Quadra 44 APM - Setor Canadá CEP: Acreúna - GO

CÂMARA MUNICIPAL DE ACREÚNA Rua Ernesto Rufino Figueiredo, Quadra 44 APM - Setor Canadá CEP: Acreúna - GO CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2016 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES A Câmara Municipal de Acreúna, Estado de Goiás, por intermédio do Presidente da Câmara Sr. Júlio César Naves de Melo Filho, no uso de suas atribuições

Leia mais

Revista de Administração de Empresas

Revista de Administração de Empresas Revista de Administração de Empresas All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License. Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=s0034-75901980000300005&lng=en&nrm=iso.

Leia mais

Participação Social no Processo de Alocação de Água, no Baixo Curso do Rio São Francisco

Participação Social no Processo de Alocação de Água, no Baixo Curso do Rio São Francisco Participação Social no Processo de Alocação de Água, no Baixo Curso do Rio São Francisco Equipe Técnica: Prof. Dr. Yvonilde Medeiros (Coordenadora - Doutora) Prof. Dra. Ilce Marília Pinto (Doutora - Engenheira

Leia mais

Documentos 155 A Lei da Inovação Tecnológica na Embrapa Clima Temperado

Documentos 155 A Lei da Inovação Tecnológica na Embrapa Clima Temperado ISSN 1806-9193 Julho, 2006 Documentos 155 A Lei da Inovação Tecnológica na Embrapa Clima Temperado Pelotas, RS 2006 Exemplares desta publicação podem ser adquiridos na: Embrapa Clima Temperado Endereço:

Leia mais

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE. Sérgio Lúcio Garcia Ramos

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE. Sérgio Lúcio Garcia Ramos FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ ESCOLA POLITÉCNICA DE SAÚDE JOAQUIM VENÂNCIO MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE Sérgio Lúcio Garcia Ramos TERRITÓRIO, HEGEMONIA E SAÚDE: limiares epistemológicos

Leia mais

IMPACTO DA VIOLÊNCIA E DO ESTADO POLICIAL E PENITENCIÁRIO SOBRE A VIDA DOS TRABALHADORES

IMPACTO DA VIOLÊNCIA E DO ESTADO POLICIAL E PENITENCIÁRIO SOBRE A VIDA DOS TRABALHADORES Vol. 4 nº 8 jul./dez. 2009 p. 289-306 IMPACTO DA VIOLÊNCIA E DO ESTADO POLICIAL E PENITENCIÁRIO SOBRE A VIDA DOS TRABALHADORES Gilmar Henrique da Conceição 1 És de parecer que uma cidade, ou acampamento,

Leia mais

T A B E L A 4 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Liquidos. Valor - R$ Valor - R$ até 1.400,00 72,54 4,11 68,43 27,96 100,

T A B E L A 4 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Liquidos. Valor - R$ Valor - R$ até 1.400,00 72,54 4,11 68,43 27,96 100, T A B E L A 4 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Liquidos Taxa Valor Final Código Brutos (B/C do (Fundo (Recompe-MG já Fiscalização Recompe-MG) Compensação) duzidos)

Leia mais

O papel do Project Finance na viabilização de Projetos de. Energia Elétrica

O papel do Project Finance na viabilização de Projetos de. Energia Elétrica O papel do Project Finance na viabilização de Projetos de Energia Elétrica Viviana Cardoso de Sá e Faria 1 Leonardo da Silva Bento 2 Adriano Pires Rodrigues 3 ÍNDICE: 1- Introdução:...2 2- O Project Finance

Leia mais

FARELO DE CANOLA: UMA ALTERNATIVA PROTÉICA PARA ALIMENTAÇÃO DE SUÍNOS E AVES

FARELO DE CANOLA: UMA ALTERNATIVA PROTÉICA PARA ALIMENTAÇÃO DE SUÍNOS E AVES FARELO DE CANOLA: UMA ALTERNATIVA PROTÉICA PARA ALIMENTAÇÃO DE SUÍNOS E AVES Suínos e Aves REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Presidente: Fernando Henrique Cardoso Ministro da Agricultura e do Abastecimento:

Leia mais

PAULO ROBERTO DE LIMA CARVALHO

PAULO ROBERTO DE LIMA CARVALHO DESEMPENHO DE SUÍNOS NAS FASES DE CRESCIMENTO E TERMINAÇÃO ALIMENTADOS COM DIETAS CONTENDO DIFERENTES NÍVEIS DE INCLUSÃO DO FARELO DA AMÊNDOA DA CASTANHA DE CAJU E FORMAS DE ARRAÇOAMENTO PAULO ROBERTO

Leia mais

TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO EM ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS

TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO EM ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO EM ORGANIZAÇÕES BRASILEIRAS ARTIGO TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO Edmir Parada Vasques Prado Doutor em Administração pela FEA-USP. Professor Dr. da Escola

Leia mais

TRANSFORMAÇÕES POLÍTICO-INSTITUCIONAIS DOS ESTADOS LATINO-AMERICANOS NA DÉCADA DE 1990: UM DEBATE SOBRE INSTITUIÇÕES INCENTIVADORAS DE POLÍTICAS

TRANSFORMAÇÕES POLÍTICO-INSTITUCIONAIS DOS ESTADOS LATINO-AMERICANOS NA DÉCADA DE 1990: UM DEBATE SOBRE INSTITUIÇÕES INCENTIVADORAS DE POLÍTICAS TRANSFORMAÇÕES POLÍTICO-INSTITUCIONAIS DOS ESTADOS LATINO-AMERICANOS NA DÉCADA DE 1990: UM DEBATE SOBRE INSTITUIÇÕES INCENTIVADORAS DE POLÍTICAS Gabriel Henrique Burnatelli de ANTONIO 1 Ivan ERVOLINO 2

Leia mais

O 10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 30 de agosto a 02 de setembro de 2016, Belo Horizonte. Área temática: Política e Economia

O 10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 30 de agosto a 02 de setembro de 2016, Belo Horizonte. Área temática: Política e Economia 1 O 10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política 30 de agosto a 02 de setembro de 2016, Belo Horizonte Área temática: Política e Economia Consensos e dissensos na formulação e implementação

Leia mais

Jorge Amon Filho * Paulo Cesar Alves Fernandes Denesmar Gomes Pimenta FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A.

Jorge Amon Filho * Paulo Cesar Alves Fernandes Denesmar Gomes Pimenta FURNAS CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GAT - 21 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO IV GRUPO DE ESTUDO DE ANÁLISE E TÉCNICAS DE SISTEMAS DE POTÊNCIA GAT ANÁLISE

Leia mais

Material de Apoio 2: Textos dos Estudos Empíricos Elaborados pela RedeSist. Coordenação Geral do Projeto Helena M.M. Lastres José E.

Material de Apoio 2: Textos dos Estudos Empíricos Elaborados pela RedeSist. Coordenação Geral do Projeto Helena M.M. Lastres José E. ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS: uma nova estratégia de ação para o SEBRAE Material de Apoio 2: Textos dos Estudos Empíricos Elaborados pela RedeSist Coordenação Geral do Projeto Helena M.M. Lastres José E.

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 1677-7050 Ano LIV 16 Brasília - DF, quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 Sumário PÁGINA Atos do Poder Executivo 1 Presidência da República 1 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 3 Ministério

Leia mais

DESVENDANDO O ÍNTIMO ESPAÇO DA MODA DE NOVA FRIBURGO E REGIÃO

DESVENDANDO O ÍNTIMO ESPAÇO DA MODA DE NOVA FRIBURGO E REGIÃO Departamento de Geografia DESVENDANDO O ÍNTIMO ESPAÇO DA MODA DE NOVA FRIBURGO E REGIÃO Aluno: Michell Douglas Alves da Costa Orientador: Regina Célia de Mattos Introdução As transformações na organização

Leia mais

O CONCEITO DE BIOPODER NO PENSAMENTO DE MICHEL FOUCAULT

O CONCEITO DE BIOPODER NO PENSAMENTO DE MICHEL FOUCAULT Subjetividades SUBJETIVIDADES e-issn: 2359-0777 Estudo Teórico O CONCEITO DE BIOPODER NO PENSAMENTO DE MICHEL FOUCAULT The Concept of Biopower in Michel Foucault s Thoughts El Concepto de Biopoder en el

Leia mais

História, memória e representações sociais: por uma abordagem crítica e interdisciplinar Lúcia Villas Bôas

História, memória e representações sociais: por uma abordagem crítica e interdisciplinar Lúcia Villas Bôas tema em destaque http://dx.doi.org/10.1590/198053143290 História, memória e representações sociais: por uma abordagem crítica e interdisciplinar Lúcia Villas Bôas 244 Cadernos de Pesquisa v.45 n.156 p.244-258

Leia mais

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE

UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE UNIVERSIDADE CÂNDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU PROJETO A VEZ DO MESTRE A QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR À DISTÂNCIA Por: Ismenia Moraes de Souza Leonardo Torres Orientador Professor Carlos Alberto

Leia mais

14º Diálogos da MEI. Inovação: o Papel da Cooperação Universidade-Empresa. Carlos Pacheco

14º Diálogos da MEI. Inovação: o Papel da Cooperação Universidade-Empresa. Carlos Pacheco 14º Diálogos da MEI Inovação: o Papel da Cooperação Universidade-Empresa Carlos Pacheco Inovação: O Papel da Cooperação Universidade-Empresa Inovação exige interação: destas, a relação universidade-empresa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE GEOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE GEOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS CURSO DE GEOLOGIA MARCELO DOURADO DA SILVA AVALIAÇÃO GEOLÓGICO-GEOTÉCNICA DE UMA PEDREIRA NO MUNICÍPIO DE SIMÕES FILHO, BAHIA Salvador 2013 i MARCELO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIA JEFFERSON MORAES AZEVEDO NÍVEIS DE LISINA DIGESTÍVEL EM DIETAS DE FÊMEAS SUINAS CRIADAS EM AMBIENTE

Leia mais

ARRANJOS PRODUTIVOS EM ESPAÇOS PERIFÉRICOS: ANÁLISE MULTIVARIADA PARA MINAS GERAIS

ARRANJOS PRODUTIVOS EM ESPAÇOS PERIFÉRICOS: ANÁLISE MULTIVARIADA PARA MINAS GERAIS ARRANJOS PRODUTIVOS EM ESPAÇOS PERIFÉRICOS: ANÁLISE MULTIVARIADA PARA MINAS GERAIS Lucas Linhares BDMG Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais Resumo O trabalho que ora se apresenta busca compreender

Leia mais

Política Industrial e Arranjos Produtivos Locais: uma análise das políticas estaduais de Santa Cataria e Minas Gerais. Pablo F.

Política Industrial e Arranjos Produtivos Locais: uma análise das políticas estaduais de Santa Cataria e Minas Gerais. Pablo F. Política Industrial e Arranjos Produtivos Locais: uma análise das políticas estaduais de Santa Cataria e Minas Gerais. Pablo F. Bittencourt Professor da UFSC, pablofelipe.bittencourt@gmail.com Márcia Siqueira

Leia mais

CONDIÇÕES PALEOREDOX NA PLATAFORMA CENTRAL DO PERU INFERIDAS ATRAVÉS DE FORAMINÍFEROS BENTÔNICOS PARA OS ÚLTIMOS 1000 ANOS

CONDIÇÕES PALEOREDOX NA PLATAFORMA CENTRAL DO PERU INFERIDAS ATRAVÉS DE FORAMINÍFEROS BENTÔNICOS PARA OS ÚLTIMOS 1000 ANOS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE GEOQUIMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOCIÊNCIAS-GEOQUÍMICA CARINE MACHADO DE ALMEIDA CONDIÇÕES PALEOREDOX NA PLATAFORMA CENTRAL DO PERU INFERIDAS ATRAVÉS

Leia mais

VIVO PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº / NIRE Companhia Aberta

VIVO PARTICIPAÇÕES S.A. CNPJ/MF nº / NIRE Companhia Aberta ESTATUTO SOCIAL APROVADO PELA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 10 DE MAIO DE 2011 REGIME JURÍDICO CAPITULO I - DAS CARACTERÍSTICAS DA COMPANHIA Artigo 1º. A Vivo Participações S.A. é uma sociedade

Leia mais

UNIOESTE - Universidade Estadual do Oeste do Paraná VESTIBULAR 2013

UNIOESTE - Universidade Estadual do Oeste do Paraná VESTIBULAR 2013 UNIOESTE - Universidade Estadual do Oeste do Paraná VESTIBULAR 2013 Grupo 1 Matemática, Português e Redação Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome / turno - cidade Língua Estrangeira:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRODUÇÃO DA CAROBINHA (Jacaranda decurrens Cham. ssp. symmetrifoliolata Farias & Proença) SOB CINCO POPULAÇÕES DE PLANTAS, SEM E COM CAMA-DE- FRANGO EM COBERTURA

Leia mais

O consumo de milho na produção de aves, suínos e leite

O consumo de milho na produção de aves, suínos e leite O consumo de milho na produção de aves, suínos e leite Aroldo Antonio de Oliveira Neto 1 Asdrúbal de Carvalho Jacobina 2 Ademir F. Girotto 3 Resumo: O milho é um dos mais importantes produtos no conjunto

Leia mais

RESISTÊNCIA À CORROSÃO INTERGRANULAR DUM AÇO

RESISTÊNCIA À CORROSÃO INTERGRANULAR DUM AÇO Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto RESISTÊNCIA À CORROSÃO INTERGRANULAR DUM AÇO INOXIDÁVEL AUSTENÍTICO CF8M Patrícia Inês Pinto Carvalho Dissertação realizada no âmbito do Mestrado Integrado

Leia mais

Descrição da Equipe Jampatino para o LARC/CBR 2017

Descrição da Equipe Jampatino para o LARC/CBR 2017 Descrição da Equipe Jampatino para o LARC/CBR 2017 Julio C. B. Torquato, Rilbert Lima e Cleumar Moreira Resumo - Este TDP apresenta as características do robô que será utilizado pela equipe JAMPATINO para

Leia mais

VIABILIDADE ECONÔMICA DA COMPOSTAGEM DE DEJETOS SUÍNOS

VIABILIDADE ECONÔMICA DA COMPOSTAGEM DE DEJETOS SUÍNOS VIABILIDADE ECONÔMICA DA COMPOSTAGEM DE DEJETOS SUÍNOS RESUMO Este estudo objetiva identificar a viabilidade econômica da compostagem de dejetos suínos na Região Oeste do Estado de Santa Catarina. O estudo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO BRASILEIRA THATIANNY JASMINE CASTRO MARTINS DE CARVALHO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO BRASILEIRA THATIANNY JASMINE CASTRO MARTINS DE CARVALHO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO BRASILEIRA THATIANNY JASMINE CASTRO MARTINS DE CARVALHO AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONCEPÇÕES

Leia mais

Análise da importância do faseamento construtivo no comportamento de contenções exíveis

Análise da importância do faseamento construtivo no comportamento de contenções exíveis Prazos para Actos e Procedimentos Académicos 14 de Julho a 17 de Agosto de 21: 21/11 Período de inscrição para os exames de Época Especial (através do CLIP). 31 de Julho de 21: Data limite de envio de

Leia mais

Atualizado em Unidade/Órgão responsável: Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e Computação

Atualizado em Unidade/Órgão responsável: Escola de Engenharia Elétrica, Mecânica e Computação Tipo da ação: PROJETO Atualizado em 2013 Goiânia, 9 de julho de 2013. Identificação: Título: Engenheiros Sem Fronteiras Título Secundário: Grupo Clown - Engenheiros Sem Fronteiras (Conexões de Saberes)

Leia mais

Corrosão e Protecção

Corrosão e Protecção Corrosão e Protecção Capítulo 3 Tipos de Corrosão Docente: João Salvador Fernandes Lab. de Tecnologia Electroquímica Pavilhão de Minas, 2º Andar Ext. 1964 Corrosão Uniforme também chamada corrosão generalizada

Leia mais

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE IMPREGNANTE INIBIDOR DE CORROSÃO APLICADO EM ESTRUTU- RAS DE CONCRETO ARMADO SOB A AÇÃO DE ÍONS CLORETO

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE IMPREGNANTE INIBIDOR DE CORROSÃO APLICADO EM ESTRUTU- RAS DE CONCRETO ARMADO SOB A AÇÃO DE ÍONS CLORETO Revista de Engenharia e Pesquisa Aplicada, Volume 2, Número 1, 2016 AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE IMPREGNANTE INIBIDOR DE CORROSÃO APLICADO EM ESTRUTU- RAS DE CONCRETO ARMADO SOB A AÇÃO DE ÍONS CLORETO SILVA,

Leia mais

Flávia Pereira Conti E-COMMERCE DE SEMIJOIAS: UMA APLICAÇÃO DE DESIGN DE EXPERIÊNCIA

Flávia Pereira Conti E-COMMERCE DE SEMIJOIAS: UMA APLICAÇÃO DE DESIGN DE EXPERIÊNCIA Flávia Pereira Conti E-COMMERCE DE SEMIJOIAS: UMA APLICAÇÃO DE DESIGN DE EXPERIÊNCIA Projeto de Conclusão de curso submetido ao curso de Design da Universidade Federal de Santa Catarina para a obtenção

Leia mais

Deixo o meu profundo agradecimento e reconhecimento a todas as pessoas e identidades cujo contributo foi essencial na realização desta dissertação.

Deixo o meu profundo agradecimento e reconhecimento a todas as pessoas e identidades cujo contributo foi essencial na realização desta dissertação. Agradecimentos Deixo o meu profundo agradecimento e reconhecimento a todas as pessoas e identidades cujo contributo foi essencial na realização desta dissertação. Em especial ao meu orientador Prof. Doutor

Leia mais

EPISTAXE: DA ETIOLOGIA AO MANEJO

EPISTAXE: DA ETIOLOGIA AO MANEJO EPISTAXE: DA ETIOLOGIA AO MANEJO Luíse Sgarabotto Pezzin Felipe Jaeger de Belli Nédio Steffen Gerson Schulz Maahs UNITERMOS EPISTAXE; SANGRAMENTO. KEYWORDS EPISTAXIS; HEMORRHAGE. SUMÁRIO A hemorragia nasal

Leia mais

Tecnopuc impulsiona parcerias

Tecnopuc impulsiona parcerias Publicação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Assessoria de Comunicação Social Ano XXVI Nº 114 Maio-Junho/2003 Tecnopuc impulsiona parcerias Nesta Edição 6 Capa Tecnopuc marca mudança

Leia mais

CRÔNICAS DE UMA BATALHA SIMBÓLICA: AS REPRESENTAÇÕES NEOLIBERAIS E SUAS CONCORRENTES NA IMPRENSA ARGENTINA (1989, 1991, 2001)

CRÔNICAS DE UMA BATALHA SIMBÓLICA: AS REPRESENTAÇÕES NEOLIBERAIS E SUAS CONCORRENTES NA IMPRENSA ARGENTINA (1989, 1991, 2001) UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E NATURAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM HISTÓRIA SOCIAL DAS RELAÇÕES POLÍTICAS RODRIGO CERQUEIRA CRÔNICAS DE UMA BATALHA SIMBÓLICA: AS

Leia mais

Figura 10. Talude do bairro São Sebastião com a presença de resíduos sólidos. Fonte: TEIXEIRA, F.G. (2006)

Figura 10. Talude do bairro São Sebastião com a presença de resíduos sólidos. Fonte: TEIXEIRA, F.G. (2006) É importante salientar que esta área representa um local de descarte de resíduos sólidos (lixo), dentre estes podem ser encontrados garrafas pet, fraldas descartáveis, latas, entre outros (Figura 10).

Leia mais

3 AVALIAÇÃO DO FENÔMENO DE LIQUEFAÇÃO

3 AVALIAÇÃO DO FENÔMENO DE LIQUEFAÇÃO 40 3 AVALIAÇÃO DO FENÔMENO DE LIQUEFAÇÃO Avaliar quantitativamente a possibilidade de iniciação da liquefação é, necessariamente, o primeiro passo para a maioria dos projetos envolvendo potencial de liquefação

Leia mais

As características fundamentais de um material estrutural de construção serão a sua resistência ás forças a que estará sujeito e a sua durabilidade.

As características fundamentais de um material estrutural de construção serão a sua resistência ás forças a que estará sujeito e a sua durabilidade. Durabilidade 1.1 - INTRODUÇÃO 1.1.1 - CONSIDERAÇÕES GERAIS As características fundamentais de um material estrutural de construção serão a sua resistência ás forças a que estará sujeito e a sua durabilidade.

Leia mais

ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA IN VITRO DO EXTRATO DICLOROMETÂNICO E METABÓLITOS DAS INFLORESCÊNCIAS DE Piper aduncum L. (Piperaceae)

ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA IN VITRO DO EXTRATO DICLOROMETÂNICO E METABÓLITOS DAS INFLORESCÊNCIAS DE Piper aduncum L. (Piperaceae) UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE FARMÁCIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS MESTRADO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS CLARISSA CAMPOS BARBOSA DE CASTRO ATIVIDADE ESQUISTOSSOMICIDA

Leia mais

4. MATERIAIS E MÉTODOS CAPÍTULO 4 MATERIAIS E MÉTODOS

4. MATERIAIS E MÉTODOS CAPÍTULO 4 MATERIAIS E MÉTODOS CAPÍTULO 4 MATERIAIS E MÉTODOS 41 4.1 MATERIAIS O software, dados geográficos, tabelas e ficheiros utilizados neste trabalho estão esquematizados nas figuras 4.1, 4.2, 4.3 e 4.4. ArcGIS 9.2 GeoWEPP ArcGIS

Leia mais

UTILIZAÇÃO DOS EXTRATOS DE MATE E ROMÃ COMO INIBIDOR DA CORROSÃO DO AÇO-CARBONO 1020

UTILIZAÇÃO DOS EXTRATOS DE MATE E ROMÃ COMO INIBIDOR DA CORROSÃO DO AÇO-CARBONO 1020 UTILIZAÇÃO DOS EXTRATOS DE MATE E ROMÃ COMO INIBIDOR DA CORROSÃO DO AÇO-CARBONO 1020 Claudio Gouvêa dos Santos 1 Luciana Boaventura Palhares 2 Cely de Fátima Santos 3 Carlos Martins Viana 3 Cintia Priscile

Leia mais

INSPECÇÃO E DIAGNÓSTICO DO MOLHE OESTE DO PORTO DE SINES

INSPECÇÃO E DIAGNÓSTICO DO MOLHE OESTE DO PORTO DE SINES INSPECÇÃO E DIAGNÓSTICO DO MOLHE OESTE DO PORTO DE SINES João Alfredo SANTOS Eng. º Civil, LNEC, Av. do Brasil, 1700-066, Lisboa, +351.21.8443451, jsantos@lnec.pt Luís Gabriel SILVA Eng. º Civil, LNEC,

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE UM SISTEMA FLEXÍVEL DE ESTABILIZAÇÃO DE TALUDES: ESTUDO DE CASO: SANTOS DUMMONT - MG

APRESENTAÇÃO DE UM SISTEMA FLEXÍVEL DE ESTABILIZAÇÃO DE TALUDES: ESTUDO DE CASO: SANTOS DUMMONT - MG http://dx.doi.org/10.15202/25254146.2016v1n4p39 APRESENTAÇÃO DE UM SISTEMA FLEXÍVEL DE ESTABILIZAÇÃO DE TALUDES: Paulo Fernando de Deus da Silva Braga Graduando em Engenharia Civil pela UNISUAM, Rio de

Leia mais

4 Desenvolvimento do programa

4 Desenvolvimento do programa 4 Desenvolvimento do programa O programa de susceptibilidade desenvolvido neste trabalho foi implantado em ambiente MATLAB. A seguir são apresentadas as formulações e teorias utilizadas na análise de susceptibilidade

Leia mais

Luana Olinda Tacuatiá. To cite this version: HAL Id: tel

Luana Olinda Tacuatiá. To cite this version: HAL Id: tel Les aspects de la variabilité génétique et cytogénétique, et de la biologie reproductive chez Sisyrinchium micranthum Cav. (Iridaceae) dans le sud du Brésil Luana Olinda Tacuatiá To cite this version:

Leia mais

ANÁLISE TRIDIMENSIONAL DE ESTABILIDADE DE TALUDE UTILIZANDO O MÉTODO DE EQUILÍBRIO LIMITE APERFEIÇOADO PEDRO ROGÉRIO RIBEIRO ADRIANO

ANÁLISE TRIDIMENSIONAL DE ESTABILIDADE DE TALUDE UTILIZANDO O MÉTODO DE EQUILÍBRIO LIMITE APERFEIÇOADO PEDRO ROGÉRIO RIBEIRO ADRIANO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS ESCOLA DE ENGENHARIA CIVIL PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOTECNIA E CONSTRUÇÃO CIVIL ANÁLISE TRIDIMENSIONAL DE ESTABILIDADE DE TALUDE UTILIZANDO O MÉTODO DE EQUILÍBRIO LIMITE

Leia mais

Tese de Doutorado. Título: ESTAUROSPORINAS DE Eudistoma vannamei: QUÍMICA E BIOATIVIDADE. Paula Christine Jimenez

Tese de Doutorado. Título: ESTAUROSPORINAS DE Eudistoma vannamei: QUÍMICA E BIOATIVIDADE. Paula Christine Jimenez UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA Tese de Doutorado Título: ESTAUROSPORINAS DE Eudistoma vannamei: QUÍMICA E BIOATIVIDADE Paula Christine Jimenez

Leia mais

ANÁLISE DA RESISTÊNCIA À CORROSÃO DO AÇO INOXIDÁVEL AUSTENÍTICO AISI 304L*

ANÁLISE DA RESISTÊNCIA À CORROSÃO DO AÇO INOXIDÁVEL AUSTENÍTICO AISI 304L* ANÁLISE DA RESISTÊNCIA À CORROSÃO DO AÇO INOXIDÁVEL AUSTENÍTICO AISI 304L* Leonilson Toffoli Pedrini 1 Rômulo Maziero 2 Leonardo Cabral Gontijo 3 João Alberto Fioresi Altoé 4 Resumo A corrosão ocorre devido

Leia mais

AVALIAÇÃO DO BACKGROUND E LIMIARES NOS SEDIMENTOS SUPERFICIAIS EM ÁREA DE PERFURAÇÃO EXPLORATÓRIA MARÍTIMA NA BACIA DE CAMPOS, RIO DE JANEIRO BRASIL.

AVALIAÇÃO DO BACKGROUND E LIMIARES NOS SEDIMENTOS SUPERFICIAIS EM ÁREA DE PERFURAÇÃO EXPLORATÓRIA MARÍTIMA NA BACIA DE CAMPOS, RIO DE JANEIRO BRASIL. AVALIAÇÃO DO BACKGROUND E LIMIARES NOS SEDIMENTOS SUPERFICIAIS EM ÁREA DE PERFURAÇÃO EXPLORATÓRIA MARÍTIMA NA BACIA DE CAMPOS, RIO DE JANEIRO BRASIL. Milene Fornari 1 & Iran Carlos Stalliviere Corrêa 2

Leia mais

Pedro F. de Carvalho & Sérgio L. C. Bonecker

Pedro F. de Carvalho & Sérgio L. C. Bonecker Iheringia Série Zoologia e-issn 1678-4766 www.scielo.br/isz Museu de Ciências Naturais Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul Variação da composição e abundância das espécies da Classe Appendicularia

Leia mais

MONITORAMENTO EM LONGO PRAZO DA CONTENÇÃO VEGETATIVA EM TALUDE RODOVIÁRIO DE SAPROLITO DE GNAISSE EM MINAS GERAIS (1)

MONITORAMENTO EM LONGO PRAZO DA CONTENÇÃO VEGETATIVA EM TALUDE RODOVIÁRIO DE SAPROLITO DE GNAISSE EM MINAS GERAIS (1) 260 Rosilene Einloft et al. MONITORAMENTO EM LONGO PRAZO DA CONTENÇÃO VEGETATIVA EM TALUDE RODOVIÁRIO DE SAPROLITO DE GNAISSE EM MINAS GERAIS (1) Rosilene Einloft (2), Hugo Alberto Ruiz (3), Liovando Marciano

Leia mais

15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental ESTABILIDADE DE TALUDE EM MACIÇO ROCHOSO, BAIRRO DUVAL DE BARROS, IBIRITÉ, MG.

15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental ESTABILIDADE DE TALUDE EM MACIÇO ROCHOSO, BAIRRO DUVAL DE BARROS, IBIRITÉ, MG. 15º Congresso Brasileiro de Geologia de Engenharia e Ambiental ESTABILIDADE DE TALUDE EM MACIÇO ROCHOSO, BAIRRO DUVAL DE BARROS, IBIRITÉ, MG. Larissa Flávia Montandon Silva 1 ; Ítalo Prata de Menezes 2.

Leia mais

PROJECTO GEOTÉCNICO PARA A ESTABILIZAÇÃO E CONTENÇÃO DE UM TALUDE NA EM530-1 EM BUCELAS

PROJECTO GEOTÉCNICO PARA A ESTABILIZAÇÃO E CONTENÇÃO DE UM TALUDE NA EM530-1 EM BUCELAS PROJECTO GEOTÉCNICO PARA A ESTABILIZAÇÃO E CONTENÇÃO DE UM TALUDE NA EM530-1 EM BUCELAS GEOTECHNICAL PROJET FOR STABILIZATION AND SUPPORT OF A SLOPE AT EM530-1 ROAD IN BUCELAS Rosa, Alexandra; Aqualogus,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Heitor Affonso de Paula Neto MECANISMOS MOLECULARES ENVOLVIDOS NA INIBIÇÃO DA MIGRAÇÃO DE NEUTRÓFILOS NA SEPSE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Heitor Affonso de Paula Neto MECANISMOS MOLECULARES ENVOLVIDOS NA INIBIÇÃO DA MIGRAÇÃO DE NEUTRÓFILOS NA SEPSE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Heitor Affonso de Paula Neto MECANISMOS MOLECULARES ENVOLVIDOS NA INIBIÇÃO DA MIGRAÇÃO DE NEUTRÓFILOS NA SEPSE Rio de Janeiro 2010 Livros Grátis http://www.livrosgratis.com.br

Leia mais

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE SÍNTER UTILIZANDO RESÍDUOS SIDERÚRGICOS COM FOCO NA RESISTÊNCIA MECÂNICA

SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE SÍNTER UTILIZANDO RESÍDUOS SIDERÚRGICOS COM FOCO NA RESISTÊNCIA MECÂNICA FUNDAÇÃO OSWALDO ARANHA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOLTA REDONDA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM MATERIAIS ADAILSON DA SILVA DUARTE SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO DE

Leia mais

USO DE CADEIAS DE MARKOV NA PREVISÃO DA DEGRADAÇÃO DE TALUDES USE OF MARKOV CHAIN IN SLOPE DEGRADATION PREDICTION

USO DE CADEIAS DE MARKOV NA PREVISÃO DA DEGRADAÇÃO DE TALUDES USE OF MARKOV CHAIN IN SLOPE DEGRADATION PREDICTION USO DE CADEIAS DE MARKOV NA PREVISÃO DA DEGRADAÇÃO DE TALUDES USE OF MARKOV CHAIN IN SLOPE DEGRADATION PREDICTION Tinoco, Joaquim; Universidade do Minho, Guimarães, Portugal, jabtinoco@civil.uminho.pt

Leia mais

Manual de História 6.ª classe

Manual de História 6.ª classe REFORMA EDUCATIVA Manual de História 6.ª classe Pedro Nsiangengo (coordenador) Rebeca Santana Rebeca Helena Bento Kianzowa Vita Gouveia ADVERTÊNCIA O Manual de História 6.ª Classe que agora se coloca

Leia mais

(1)P Para efeitos do projecto sismo-resistente, as estruturas dos edifícios são classificadas em regulares e não regulares.

(1)P Para efeitos do projecto sismo-resistente, as estruturas dos edifícios são classificadas em regulares e não regulares. 4.2.3 Critérios de regularidade estrutural 4.2.3.1 Generalidades (1)P Para efeitos do projecto sismo-resistente, as estruturas dos edifícios são classificadas em regulares e não regulares. NOTA: Nas estruturas

Leia mais

raclosa ~ expedic;ao cientifico 7 a 15 de junho

raclosa ~ expedic;ao cientifico 7 a 15 de junho raclsa 2004 expedic;a cientific 7 a 15 de junh.... GJ ~ a. ~ departament de bilgi. universidade ds a

Leia mais

Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Centro de Energia Nuclear na Agricultura

Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Centro de Energia Nuclear na Agricultura Universidade de São Paulo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Centro de Energia Nuclear na Agricultura Ivan Illich: uma aproximação com sua trajetória-obra (1926-1967) Edson Pereira de Souza

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL. Página da Prefeitura na i nternet:

DIÁRIO OFICIAL. Página da Prefeitura na i nternet: BOLSA-FAMÍLIA DIÁRIO OFICIAL PORTO ALEGRE Órgão de divulgação do Município Ano 8 Edição 2.202 Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2004 Página da Prefeitura na i nternet: www.portoalegre.rs.gov.br Cartões estão

Leia mais

ESPÍNDOLA, ROGÉRIO PINTO Sistema Inteligente Para Classificação De Dados [Rio de Janeiro] 2004 X, 113 p. 29,7 cm (COPPE/UFRJ, D.Sc.

ESPÍNDOLA, ROGÉRIO PINTO Sistema Inteligente Para Classificação De Dados [Rio de Janeiro] 2004 X, 113 p. 29,7 cm (COPPE/UFRJ, D.Sc. ESPÍNDOLA, ROGÉRIO PINTO Sistema Inteligente Para Classificação De Dados [Rio de Janeiro] 2004 X, 113 p. 29,7 cm (COPPE/UFRJ, D.Sc., Engenharia Civil, 2004) Tese - Universidade Federal do Rio de Janeiro,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Jacobina publica:

Prefeitura Municipal de Jacobina publica: Prefeitura Municipal de Jacobina 1 Quinta-feira 21 de Fevereiro de 23 Ano VIII Nº 497 Prefeitura Municipal de Jacobina publica: Lei Nº 1.117, de 20 de fevereiro de 23. Lei Nº 1.118, de 20 de fevereiro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA. Júlia da Silveira Ozorio

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA. Júlia da Silveira Ozorio 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA Júlia da Silveira Ozorio POLÍTICAS PÚBLICAS E A ESCOLA: UM OLHAR SOBRE UMA POLÍTICA DE GOVERNO EM UMA ESCOLA ESTADUAL

Leia mais

PODER EXECUTIVO. Gabinete do Prefeito. Leis SUMÁRIO

PODER EXECUTIVO. Gabinete do Prefeito. Leis SUMÁRIO Terça-feira, 21 de novembro de 2017 Ano II Edição nº 521 Página 1 de 12 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO 1 Gabinete do Prefeito 1 Leis 1 Decretos 2 Atos Administrativos 5 Editais de notificação 5 Secretaria Municipal

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL. Página da Prefeitura na i nternet:

DIÁRIO OFICIAL. Página da Prefeitura na i nternet: INCLUSÃO SOCIAL DIÁRIO OFICIAL PORTO ALEGRE Órgão de divulgação do Município Ano 8 Edição 2.201 Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2004 Página da Prefeitura na i nternet: www.portoalegre.rs.gov.br Programa

Leia mais

Alterações do Clima: Impactos na Saúde

Alterações do Clima: Impactos na Saúde 5 Alterações do Clima: Impactos na Saúde Ubiratan de Paula Santos 5.1 Introdução 5.2 Poluição: alterações climáticas e efeitos na saúde 5.3 O que se conhece sobre as alterações do clima 5.4 Os principais

Leia mais

Entregauleseseromanos Carnaval. Não importa se é magro, gordo ou assim-assim. Faça como eles, ria a bom rir, Veneno. Quem équeeu vou enganar?

Entregauleseseromanos Carnaval. Não importa se é magro, gordo ou assim-assim. Faça como eles, ria a bom rir, Veneno. Quem équeeu vou enganar? DR Veneno. Quem équeeu vou enganar? Máscaras para todos os gostos, feitios e ocasiões P. 02 Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008 Directora: Isabel Stilwell Edição854.Tarde.Ano7 Sugestões. Quem mevaiaturar?

Leia mais

Prefeitura Municipal de Tremedal publica:

Prefeitura Municipal de Tremedal publica: 1 Quinta-feira Ano IX Nº 961 Prefeitura Municipal de Tremedal publica: Lei Nº 001/2017 - Dispõe sobre o Conselho Municipal de Alimentação Escolar do Município e dá outras providências. Lei N 002/2017 -

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DA CONVENCIONALIDADE E ESPECIFICIDADE NA AQUISIÇÃO DE VERBOS: RELAÇÕES COM COMPLEXIDADE SINTÁTICA E CATEGORIZAÇÃO

DESENVOLVIMENTO DA CONVENCIONALIDADE E ESPECIFICIDADE NA AQUISIÇÃO DE VERBOS: RELAÇÕES COM COMPLEXIDADE SINTÁTICA E CATEGORIZAÇÃO DESENVOLVIMENTO DA CONVENCIONALIDADE E ESPECIFICIDADE NA AQUISIÇÃO DE VERBOS: RELAÇÕES COM COMPLEXIDADE SINTÁTICA E CATEGORIZAÇÃO Lauren Tonietto Tese de Doutorado Porto Alegre/RS, 2009 DESENVOLVIMENTO

Leia mais

GOIÂNIA, / / ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / ALUNO(a): Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 DISCIPLINA: CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS SÉRIE: 3 Ano ALUNO(a): DATA ENTREGA: 19/09/2017 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MEMORIAL DESCRITIVO ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Manaus AM Maio/2016 Página 1 de 59 Sumário REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DADOS DO PROJETO BÁSICO... 4 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPREENDIMENTO...

Leia mais

cadernos ortopedia N.º 26 // jan' 16 // Trimestral

cadernos ortopedia N.º 26 // jan' 16 // Trimestral cadernos ortopedia N.º 26 // jan' 16 // Trimestral ABORDAGEM AGUDA DO ENTORSE DO JOELHO CRIANÇA QUE CLAUDICA PEQUENOS TRUQUES NA SUA AVALIAÇÃO Reduza o Risco de Tromboembolismo 1 Proteja os seus doentes

Leia mais

UM MODELO DE ECOTURISMO COMPETITIVO COMO CONTRIBUIÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL O CASO DE PARAÚNA/GO

UM MODELO DE ECOTURISMO COMPETITIVO COMO CONTRIBUIÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL O CASO DE PARAÚNA/GO 1 Oyama Daroszewski Rodrigues UM MODELO DE ECOTURISMO COMPETITIVO COMO CONTRIBUIÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL O CASO DE PARAÚNA/GO Esta dissertação foi julgada e aprovada para a obtenção do título de

Leia mais

CUIDADOS COM ANFITRIÃ

CUIDADOS COM ANFITRIÃ CUIDADOS COM ANFITRIÃ Vantagens de realizar SCP de anfitriã Ganhos mais altos. Três a Cinco chances de novos agendamentos. Três a Cinco chances de iniciar. Três a Cinco chances de vender o produto. Economia

Leia mais

8 Atrativos + Drive de Porsche

8 Atrativos + Drive de Porsche 8 Atrativos + Drive de Porsche Sobre o Combo 3 Gramado Pass Combo 3 O Gramado Pass é um passaporte às melhores atrações turísticas de Gramado e Canela. Poderá utilizar durante 7 dias a partir do primeiro

Leia mais

Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas publica:

Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas publica: Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas 1 Sexta-feira Ano IV Nº 676 Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas publica: Lei Nº 1.638, de 01 de julho de 2016 Aviso de Licitação Deserta da Concorrência N

Leia mais

Eficiência no uso da água Alimentos & Bebidas

Eficiência no uso da água Alimentos & Bebidas Eficiência no uso da água Alimentos & Bebidas Água recurso não renovável e escasso Devemos fechar o ciclo da água com a tecnologia. A natureza não pode fazê-lo porque modificamos o ciclo natural. Ações

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais Natalino Neves da Silva 1 Introdução As questões que apresento neste artigo estão

Leia mais

Empreendedorismo. Temas 01,02 e 03

Empreendedorismo. Temas 01,02 e 03 Empreendedorismo Temas 01,02 e 03 Oficina Empreendedorismo Autoras Elaine Cristina Silva Capelli Lilian Cristina dos Santos Costa Capelli Coautora Emanuela de Oliveira 2013 Anhanguera Educacional Proibida

Leia mais

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL. Annual Report

RELATÓRIO ANUAL. Annual Report RELATÓRIO ANUAL 2014 Annual Report Patrocinadores Másters / Masters Sponsors COMISSÃO EUROPEIA Ajuda Humanitária e Proteção Civil RELATÓRIO ANUAL 2014 Annual Report CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO / BOARD OF

Leia mais

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

JULIANA DE CASTRO PEDRO EMBATES PELA MEMÓRIA: NARRATIVAS DE DESCOBERTA NOS ESCRITOS COLONIAIS DA AMAZÔNIA IBÉRICA

JULIANA DE CASTRO PEDRO EMBATES PELA MEMÓRIA: NARRATIVAS DE DESCOBERTA NOS ESCRITOS COLONIAIS DA AMAZÔNIA IBÉRICA JULIANA DE CASTRO PEDRO EMBATES PELA MEMÓRIA: NARRATIVAS DE DESCOBERTA NOS ESCRITOS COLONIAIS DA AMAZÔNIA IBÉRICA Dissertação apresentada como requisito parcial à obtenção do título de Mestre em História

Leia mais

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL 1) Há algum tempo atrás, os livros, as revistas, os jornais, as fotografias, o cinema e a televisão eram em preto e branco. Hoje as cores fazem

Leia mais

CAPÍTULO 1 CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 3. O conhecimento Histórico, 12. Os primeiros passos da humanidade, 31

CAPÍTULO 1 CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 3. O conhecimento Histórico, 12. Os primeiros passos da humanidade, 31 Operários, Tarsila de Amaral CAPÍTULO 1 O conhecimento Histórico, 12 CAPÍTULO 2 Os primeiros passos da humanidade, 31 Murais, Di Cavalcanti. CAPÍTULO 3 O povoamento da América e os primeiros habitantes

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

Exercícios Força de Atrico Força Elástica

Exercícios Força de Atrico Força Elástica Exercícios Força de Atrico Força Elástica 1-Evaristo avalia o peso de dois objetos utilizando um dinamômetro cuja mola tem constante elástica K = 35 N/m. Inicialmente, ele pendura um objeto A no dinamômetro

Leia mais

6 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

6 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014-2019 Aracaju Junho, 2014

Leia mais

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Universidade Federal Fluminense Oficina de Trabalho Elaboração de Provas Escritas Questões Objetivas Profª Marcia Memére Rio de Janeiro, janeiro de 2013 QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Cada uma das

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante, E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Deitado eternamente em berço esplêndido,

Leia mais

Banco de Questões. Um convite: se você tem soluções diferentes das apresentadas no BQ envie para famf@impa.br que nós as publicaremos em nosso site.

Banco de Questões. Um convite: se você tem soluções diferentes das apresentadas no BQ envie para famf@impa.br que nós as publicaremos em nosso site. Caros alunos e professores Desde a sua primeira edição em 005 o Banco de Questões (BQ) mostrou ser um material motivante para alunos e professores O seu objetivo é divulgar nas escolas públicas problemas

Leia mais

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma?

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma? O que é um Pocket Show? Apesar de não ter limite de tempo, definimos Pocket Show como uma apresentação curta, em média 40 minutos, ou, em caso de bandas com muitos membros, uma apresentação com número

Leia mais

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações**

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações** Cidade Legislação Base de Cálculo Alíquota Resumo Analândia Lei Municipal 1.472/2004 Cód. 17.04 Cód. 17.05 Cód. 17.04 Cód. 17.05 prestadas pela Sr. André - Fiscal ISS Última Atualização Fonte Endereço

Leia mais

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico Resumir é apresentar de forma breve, concisa e seletiva um certo conteúdo. Isto significa reduzir a termos breves e precisos a parte essencial de um tema. Saber fazer um bom resumo é fundamental no percurso

Leia mais

Caderno de Exercícios Resolvidos de Física

Caderno de Exercícios Resolvidos de Física Caderno de Exercícios Resolvidos de Física Nuno Sousa Universidade Aberta 2013 Âmbito deste documento O presente caderno de exercícios contém as atividades formativas e orientações de resposta das unidades

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Ricardo, cantor amador, contrata Luiz, motorista de uma grande empresa, para transportá-lo, no dia 2 de março de 2017, do Município Canto Distante, pequena cidade

Leia mais

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão.

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. TIPOS DE BATISMO Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. A forma praticada no Novo Testamento era por imersão, conforme vemos: A palavra grega

Leia mais

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora:

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora: ERRO E-4 O erro ocorre quando o sensor de imersão da serpentina da evaporadora informa à placa principal da própria evaporadora que a serpentina está numa temperatura anormal (ou muito fria ou muito quente

Leia mais

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL Para arquivo eletrônico utilize o atalho CTRL+F e digite o modelo do veículo desejado. LINHA GM Monza e Monza Classic Kadett e Kadett

Leia mais

Direito empresarial. Danylo Augusto Armelin

Direito empresarial. Danylo Augusto Armelin Direito empresarial Danylo Augusto Armelin 2015 por Editora e Distribuidora Educacional S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida ou transmitida de qualquer

Leia mais

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO:

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: É a distancia, em projeção horizontal, entre o centro de massa de uma camada do pavimento e o(s) centro(s) de massa da(s) jazidas(s) que fornecerá(ão) materiais

Leia mais

PROPRIEDADES COLIGATIVAS I

PROPRIEDADES COLIGATIVAS I PROPRIEDADES COLIGATIVAS I CONCEITO São propriedades que dependem unicamente do número de partículas dispersas na solução. Não dependem da natureza das partículas dispersas. Observe, a seguir, alguns dados

Leia mais

Geração e Aproveitamento de Energia Elétrica Capítulo 07 (pág. 115) Acendimento de uma lâmpada

Geração e Aproveitamento de Energia Elétrica Capítulo 07 (pág. 115) Acendimento de uma lâmpada Geração e Aproveitamento de Energia Elétrica Capítulo 07 (pág. 115) - Uma corrente elétrica não pode ser vista, mas seus efeitos podem ser percebidos; Acendimento de uma lâmpada Diferença de potencial

Leia mais

Tabela de Reembolso SulAmérica Saúde TRSS

Tabela de Reembolso SulAmérica Saúde TRSS Tabela de Reembolso SulAmérica Saúde TRSS Jan/14 1 Índice 1. Instruções Gerais... 4 1.1 Atendimento de Urgência e Emergência... 4 1.2 Normas Gerais... 4 1.3 Valoração dos Atos Cirúrgicos... 4 1.4 Auxiliares

Leia mais

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO PENAL CADERNO DE RASCUNHO

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO PENAL CADERNO DE RASCUNHO SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO PENAL CADERNO DE RASCUNHO Leia com atenção as instruções a seguir: Você está recebendo do fiscal de sala, além deste caderno de rascunho contendo o enunciado da

Leia mais

Física. Resolução das atividades complementares. F9 Refração da luz

Física. Resolução das atividades complementares. F9 Refração da luz Resolução das atividades complementares 3 Física F9 Refração da luz p. 46 Quais são as leis da refração? a lei: os raios incidente e refratado são coplanares; a lei: para uma refração com incidência oblíqua

Leia mais

Obras Obrigatórias da UNAERP- 2013- Prof.ª Sônia PROGRAMA DAS PROVAS

Obras Obrigatórias da UNAERP- 2013- Prof.ª Sônia PROGRAMA DAS PROVAS Obras Obrigatórias da UNAERP- 2013- Prof.ª Sônia PROGRAMA DAS PROVAS Português O candidato será avaliado pela competência em entender textos de naturezas diversas- inclusive o literário e em produzi-los

Leia mais

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras.

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Ao iniciar este capítulo, é preciso saber o que vem a ser juro. Você sabe o que

Leia mais

Vest UVV-ES 2017/1. Prova Objetiva Curso de Medicina Página 1

Vest UVV-ES 2017/1. Prova Objetiva Curso de Medicina Página 1 Prova Objetiva Curso de Medicina Página 1 Por favor, não deixe de preencher seus dados abaixo: Nome: Assinatura: Nº de Inscrição: Texto 1 LÍNGUA PORTUGUESA Disponível em: www.atxbahia.com.br. Acesso em

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO. Extra AG1/AG4 Executivo AG1/AG4 Executivo Plus AG1/AG4 Master AG1/AG4

MANUAL DE ORIENTAÇÃO. Extra AG1/AG4 Executivo AG1/AG4 Executivo Plus AG1/AG4 Master AG1/AG4 4 EMPRESAS DO GRUPO Maior e melhor empresa de planos de saúde do Brasil em número de associados. Acesse www.intermedica.com.br ou consulte o seu corretor. MANUAL DE ORIENTAÇÃO Rede Própria e Credenciada

Leia mais

O RIO NILO E O TRABALHO DOS CAMPONESES NO EGITO ANTIGO

O RIO NILO E O TRABALHO DOS CAMPONESES NO EGITO ANTIGO SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 1 O RIO NILO E O TRABALHO DOS CAMPONESES NO EGITO ANTIGO Páginas 3-5 1. a) Dádiva: palavra que significa presente ; assim, segundo o historiador Heródoto de Halicarnasso, o Egito

Leia mais

DISCIPLINA: GINÁSTICA ESCOLAR AUTORES: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO CARLOS MONTEIRO DE MIRANDA, PROFESSORA MESTRE FERNANDA SOARES NAKASHIMA.

DISCIPLINA: GINÁSTICA ESCOLAR AUTORES: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO CARLOS MONTEIRO DE MIRANDA, PROFESSORA MESTRE FERNANDA SOARES NAKASHIMA. DISCIPLINA: GINÁSTICA ESCOLAR AUTORES: PROFESSOR DOUTOR ANTONIO CARLOS MONTEIRO DE MIRANDA, PROFESSORA MESTRE FERNANDA SOARES NAKASHIMA. INÍCIO DO CURRÍCULO LATTES DOS PROFESSORES ANTONIO CARLOS MONTEIRO

Leia mais

GUIA MÉDICO AMERON PORTO VELHO

GUIA MÉDICO AMERON PORTO VELHO REDE PRÓPRIA AMERON HOSPITAL SAMARITANO Avenida: Calama, Nº. 2615 Bairro: Liberdade Fone: (069) 3211-7162 / 3211-7114 / 3211-7155 ESPECIALIDADES MÉDICAS: Angiologia, Cirurgia Vascular, Cardiologista, Cirurgião

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Fácil Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Médio www.quimica.net/emiliano emiliano@quimica.net Difícil Níveis de dificuldade das Questões 01. Em um frasco,

Leia mais

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA Leitura de Códigos de Falhas do motor. Apaga Códigos de Falhas do motor. Leitura

Leia mais

QUÍMICA. Lista de Exercícios Isomeria Geométrica e Óptica

QUÍMICA. Lista de Exercícios Isomeria Geométrica e Óptica QUÍMIA Prof. Rodrigo Rocha Lista de Exercícios Isomeria Geométrica e Óptica 1. A reação do tetracloroetano ( 2 2 l 4 ) com zinco metálico produz cloreto de zinco e duas substâncias orgânicas isoméricas,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO - SEC

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO - SEC GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO - SEC Universidade para Todos MÓDULO IV Salvador - BA 01 FICHA CATALOGRÁFICA Elaboração: Biblioteca Central da UNEB Bahia. Secretaria da Educação. Universidade

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO Eu, abaixo assinado, Sr (a) portador (a) do RG e CPF, declaro para todos os fins de direito e sob as penas da Lei, que ALUGO ATUALMENTE o imóvel sito à Rua /Av: Nº: Bairro:

Leia mais

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição SEMANA 1 ESTRUTURA DA PETIÇÃO INICIAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO... (observar art. 319, I, do CPC e Código de Organização e Divisão Judiciária do seu Estado) (NOME COMPLETO DA PARTE AUTORA),

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Estequiometria RELAÇÃO: MOLS MOLS EXERCÍCIOS RESOLVIDOS (UFBA-BA) Hidreto de sódio reage com água, dando hidrogênio, segundo a reação: NaH + H 2 O NaOH + H 2 Para obter 10 mols de H 2, são necessários

Leia mais

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015.

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015. TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE 103203 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), COM 103204 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), SEM EXAME 2.525,0000

Leia mais

ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO RESUMO

ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO RESUMO 1 ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO Adriana Fussiger Silveira 1 Aline Florisbal 2 Camila Pinzon 3 Dilson Borges 4 João Antonio Jardim Silveira 5 RESUMO O presente trabalho busca traçar um plano estratégico

Leia mais

APOSTILA PLANTAS MEDICINAIS. Prof. José Carlos Viana

APOSTILA PLANTAS MEDICINAIS. Prof. José Carlos Viana APOSTILA DE PLANTAS MEDICINAIS Prof. José Carlos Viana Esta Apostila foi elaborada pelo Professor José Carlos Viana e destina-se aos alunos dos Cursos Profissionais Técnicos em Farmácia e Nutrição do Colégio

Leia mais

REVISTA SOLUÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS

REVISTA SOLUÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS REVISTA SOLUÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS Atendimento: sodebras@sodebras.com.br Acesso: http://www.sodebras.com.br VOLUME 10 - N 111 - Março/ 2015 XXXII International Sodebras Congress Curitiba 05

Leia mais

INTRODUÇÃO Á FISICA...6 DIVISÃO DA FÍSICA...6 A FÍSICA DO ENEM...7

INTRODUÇÃO Á FISICA...6 DIVISÃO DA FÍSICA...6 A FÍSICA DO ENEM...7 SUMÁRIO INTRODUÇÃO Á FISICA...6 DIVISÃO DA FÍSICA...6 A FÍSICA DO ENEM...7 PARTE I CONCEITOS BASICOS SISTEMA INTERNACIONAL DE UNIDADES...8 GRANDEZAS PADRÃO DO S.I.:...9 NUMEROS DECIMAIS...9 DEFINIÇÃO DE

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Texto para responder às questões de 01 a 08: Os corpos descarnados das passarelas

LÍNGUA PORTUGUESA. Texto para responder às questões de 01 a 08: Os corpos descarnados das passarelas LÍNGUA PORTUGUESA Texto para responder às questões de 01 a 08: Os corpos descarnados das passarelas (1) Como explicar o estrondo sucesso dos desfiles de moda? Porque será que esses eventos outrora restritos

Leia mais

Dicionário de Dados de Exportação Versão 8.1. NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária

Dicionário de Dados de Exportação Versão 8.1. NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária Versão 8.1 NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Definições, Acrônimos e Abreviações...Erro! Indicador não definido. 1.2. Referências...Erro! Indicador

Leia mais

Física. Resolução das atividades complementares. F6 Leis de Newton

Física. Resolução das atividades complementares. F6 Leis de Newton Resolução das atividades complementares 3 Física F6 Leis de Newton p. 7 (UFI) O nome e o símbolo de força no Sistema Internacional de Unidades são, respectivamente: a) Newton, N b) newton, n c) Newton,

Leia mais

O VINHO NOVO É MELHOR.

O VINHO NOVO É MELHOR. O VINHO NOVO É MELHOR. Capítulo 1. Um Pobre Menino Rico Meu nome é Robert Thom, e sou um milagre vivo; embora não passe de uma pessoa muito vulgar que descobriu que a vida não precisa ser a chocha monotonia

Leia mais

Homem, cultura e sociedade

Homem, cultura e sociedade KLS Homem, cultura e sociedade Homem, cultura e sociedade Sonelise Auxiliadora Cizoto Carla Regina Mota Alonso Diéguez Rosângela de Oliveira Pinto 2016 por Editora e Distribuidora Educacional S.A. Todos

Leia mais

História Geral 04 História do Brasil 12 Literatura 22 Espanhol 32 Comp. Textual 37 Português 44 Geografia 51 Química 67 Física 81 Matemática 108

História Geral 04 História do Brasil 12 Literatura 22 Espanhol 32 Comp. Textual 37 Português 44 Geografia 51 Química 67 Física 81 Matemática 108 História Geral 04 História do Brasil Literatura Espanhol Comp. Textual 7 Português 44 Geografia 5 Química 67 Física 8 Matemática 08 Biologia - 54 ) UFPEL VERÃO 007 - ROMA) Os animais da Itália possuem

Leia mais

Função Social da Escola. Celina Alves Arêas Diretora do SINPRO MINAS CONTEE e CTB

Função Social da Escola. Celina Alves Arêas Diretora do SINPRO MINAS CONTEE e CTB Função Social da Escola Celina Alves Arêas Diretora do SINPRO MINAS CONTEE e CTB Esquema de Apresentação 1. Quem é a CONTEE 1.1. Princípios e Bandeiras 2. Função Social da Escola 2.1. Constituição Federal/1988

Leia mais

Exercícios sobre Aplicação de Leis de Newton em Blocos com Gabarito

Exercícios sobre Aplicação de Leis de Newton em Blocos com Gabarito Exercícios sobre Aplicação de Leis de Newton em Blocos com Gabarito 1) (Vunesp-2008) Um rebocador puxa duas barcaças pelas águas de um lago tranqüilo. A primeira delas tem massa de 30 toneladas e a segunda,

Leia mais

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 ANALISES CLINICAS - CITOLOGIA - PATOLOGIA CLINICA ACIL -

Leia mais

02 - (UEFS BA/2012) O esquema reproduz, de forma simplificada, a reprodução por metagênese caracteristico de determinados grupos de Cnidários.

02 - (UEFS BA/2012) O esquema reproduz, de forma simplificada, a reprodução por metagênese caracteristico de determinados grupos de Cnidários. Poríferos e Celenterados / Características e Organização Estrutural 01 - (Fac. Santa Marcelina SP/2013) As esponjas são animais pertencentes ao filo Porífera. Durante muitos séculos foram classificadas

Leia mais

TIRO NO PÉ FACULDADES MILTON CAMPOS PROCESSO SELETIVO 2014/2º

TIRO NO PÉ FACULDADES MILTON CAMPOS PROCESSO SELETIVO 2014/2º PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Instrução: Leia, com atenção, o texto a seguir, pois as questões de 1 a 20 se referem a ele. TIRO NO PÉ Por que rever a Lei da Anistia é um erro Alfredo

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em junho de 2009, Soraia, adolescente de 13 anos, perde a visão do olho direito após explosão de aparelho de televisão, que atingiu superaquecimento após permanecer

Leia mais

ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P1 B2 DATA DA PROVA: 5/5/2017. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P1 B2 DATA DA PROVA: 5/5/2017. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:3ª ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P1 B2 DATA DA PROVA: 5/5/2017 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios

Leia mais

TABELA DE CÓDIGOS DE PROCEDIMENTOS

TABELA DE CÓDIGOS DE PROCEDIMENTOS TABELA DE CÓDIGOS DE PROCEDIMENTOS Central de Atendimento: 41 3362.3111 solicite através do site: /solicite- RESSONÂNCIA MAGNÉTICA TUSS DESCRIÇÃO (Funsep) DESCRIÇÃO AMB 41101014 Crânio (encéfalo) 36010014

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92

INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92 INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92 AMB/92 01. A presente TABELA DE HONORÁRIOS MÉDICOS foi elaborada com base em critérios uniformes para todas as especialidades e tem como finalidades estabelecer ÍNDICES MÍNIMOS

Leia mais

QUÍMICA FUNÇÕES ORGÂNICAS OXIGENADAS. 1. (EFOA MG) As estruturas abaixo representam algumas substâncias usadas em protetores solares.

QUÍMICA FUNÇÕES ORGÂNICAS OXIGENADAS. 1. (EFOA MG) As estruturas abaixo representam algumas substâncias usadas em protetores solares. QUÍMIA Prof. Bruno Rocha FUNÇÕES RGÂNIAS XIGENADAS 1. (EFA MG) As estruturas abaixo representam algumas substâncias usadas em protetores solares. 2 H H H H 2 H 2 H(H 2 ) H H 2 H NH 2 H H A função que NÃ

Leia mais

Os Contos de Cantuária (The Canterbury Tales) Geoffrey Chaucer

Os Contos de Cantuária (The Canterbury Tales) Geoffrey Chaucer Os Contos de Cantuária (The Canterbury Tales) Geoffrey Chaucer APRESENTAÇÃO 1. A Época Geoffrey Chaucer começou a compor Os Contos de Cantuária no ano de 1386, ou seja, há precisamente seiscentos anos

Leia mais

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO 29/02/2016 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Procuradoria Geral da Fazenda Nacional CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO Nome:

Leia mais

Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015

Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015 Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015 Plano de Trabalho 2015 - Mediação Escolar e Comunitária 1 Hoje em dia é de vital importância desenvolvermos uma educação que vise à construção de uma

Leia mais

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 26 CONHECENDO O TERRITÓRIO JAPONÊS

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 26 CONHECENDO O TERRITÓRIO JAPONÊS GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 26 CONHECENDO O TERRITÓRIO JAPONÊS Como pode cair no enem (CFT) Observe o cartaz abaixo, escrito em japonês e português, divulgado no Japão. legais que protegem o trabalhador

Leia mais

Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005

Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005 Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005 01. Cinco pessoas, Flávio, Méricles, Armênio, Clodoaldo e Igor, utilizam um mesmo programa de computador, o qual facilita a comunicação online pela Internet,

Leia mais

PORTUGUÊS ANÁLISE SINTÁTICA. Para iniciarmos nosso estudo, faz-se necessário que diferenciemos Análise Sintática de Análise Morfológica.

PORTUGUÊS ANÁLISE SINTÁTICA. Para iniciarmos nosso estudo, faz-se necessário que diferenciemos Análise Sintática de Análise Morfológica. PORTUGUÊS Prof. Valladares ANÁLISE SINTÁTICA A Gramática normalmente nos é apresentada em três divisões que são: Fonologia; Morfologia; Sintaxe. Para iniciarmos nosso estudo, faz-se necessário que diferenciemos

Leia mais

GEOMETRIA PLANA - FUVEST. Triângulos

GEOMETRIA PLANA - FUVEST. Triângulos GEOMETRIA PLANA - FUVEST Triângulos... Teorema de Tales... 8 Semelhança de Triângulos... Pontos Notáveis... Triângulos Retângulos... 5 Triângulos 0. (Fuvest/96) Na figura, as retas r e s são paralelas,

Leia mais

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio.

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Manual de Operação do Century BR2014 Slim O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Parabéns pela aquisição da mais moderna tecnologia em receptores analógicos de sinais de TV via satélite.

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS E SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS BRADESCO DENTAL

TABELA DE HONORÁRIOS E SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS BRADESCO DENTAL 18 Consulta Odontológica Inicial - N 13,22 URGÊNCIA 208 Imobilização Dentária Temporária S5,S2 N 30,90 216 Controle de Hemorragia com ou sem Agente Hemostático S1,S2,S3,S4,S5,S6 N 19,31 224 Tratamento

Leia mais

Exercícios de Matemática Matemática Financeira e Porcentagem

Exercícios de Matemática Matemática Financeira e Porcentagem Exercícios de Matemática Matemática Financeira e Porcentagem 1) (VUNESP-2009) A freqüência cardíaca de uma pessoa, FC, é detectada pela palpação das artérias radial ou carótida. A palpação é realizada

Leia mais

Índice. 1.01 CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES CFOP (ENTRADAS E SAIDA)... Pág. 12. 1.02 CST (CODIGO DE SITUAÇÃO TRIBUTARIA)... Pág.

Índice. 1.01 CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES CFOP (ENTRADAS E SAIDA)... Pág. 12. 1.02 CST (CODIGO DE SITUAÇÃO TRIBUTARIA)... Pág. Índice 1. DEPARTAMENTO FISCAL ESTADUAL SP... Pág. 10 1.01 CÓDIGO FISCAL DE OPERAÇÕES E PRESTAÇÕES CFOP (ENTRADAS E SAIDA)... Pág. 12 1.02 CST (CODIGO DE SITUAÇÃO TRIBUTARIA)...... Pág. 55 1.03 APLICAÇÃO

Leia mais

IMMANUEL KANT ( ) Conceito criado por Kant para solucionar uma problemática criada pelo Racionalismo e Empirismo.

IMMANUEL KANT ( ) Conceito criado por Kant para solucionar uma problemática criada pelo Racionalismo e Empirismo. IMMANUEL KANT (1724 1808) FILOSOFIA PROF. DOUGLAS PHILIP CONCEITOS KANTIANOS: 1. CRITICISMO Conceito criado por Kant para solucionar uma problemática criada pelo Racionalismo e Empirismo. Kant tenta responder

Leia mais

Exercícios sobre Circuitos Elétricos Simples com Gabarito

Exercícios sobre Circuitos Elétricos Simples com Gabarito Exercícios sobre Circuitos Elétricos Simples com Gabarito 1) (Mack-1996) Um capacitor plano é ligado aos pontos A e B do circuito a seguir e o amperímetro ideal A acusa a passagem da corrente de 0,10A.

Leia mais

ENADE COMENTADO 2006 Direito

ENADE COMENTADO 2006 Direito ENADE COMENTADO 2006 Direito Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Chanceler: Dom Dadeus Grings Reitor: Joaquim Clotet Vice-Reitor: Evilázio Teixeira Conselho Editorial: Antônio Carlos

Leia mais

Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas.

Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas. Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas. Hierarquia oficial de nomes na Internet A hierarquia de nomes pode ser utilizada em qualquer ambiente, e as autoridades

Leia mais

III- TIPOS DE FORMULAÇÕES DE AGROTÓXICOS

III- TIPOS DE FORMULAÇÕES DE AGROTÓXICOS III- TIPOS DE FORMULAÇÕES DE AGROTÓXICOS Ingrediente ativo x inerte Ingrediente ativo (i.a.) Composto com atividade biológica Geralmente insolúvel em água Ingrediente inerte Outros componentes (cargas,

Leia mais

6 a SÉRIE 7 o ANO. ENSINO FUNDAMENTAL II Caderno do Aluno Volume 2. CIÊNCIAS Ciências da Natureza

6 a SÉRIE 7 o ANO. ENSINO FUNDAMENTAL II Caderno do Aluno Volume 2. CIÊNCIAS Ciências da Natureza 6 a SÉRIE 7 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Caderno do Aluno Volume 2 CIÊNCIAS Ciências da Natureza Governador Geraldo Alckmin Vice-Governador Guilherme Afif Domingos Secretaria da Educação do Estado de São

Leia mais

LIÇÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA

LIÇÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA 1 LIÇÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA Para desenvolver e consolidar as Competências/Habilidades e avançar na aprendizagem SEE/MG Maio/2014 2 Caro Professor, Cara Professora, É com grande prazer que apresentamos

Leia mais

Lisa Kleypas - Travis 04 - A garota de olhos côr de café (TM)

Lisa Kleypas - Travis 04 - A garota de olhos côr de café (TM) Lisa Kleypas - Travis 04 - A garota de olhos côr de café (TM) SINOPSE Avery Crosslin é uma designer de moda jovem talentosa comum futuro brilhante. Mas quando a empresa para a qual trabalha fecha, Avery

Leia mais

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES OBJETIVOS DO TRABALHO A SER DESENVOLVIDO Vivenciar estratégias de leitura que ajudem as crianças a: Antecipar a leitura apoiando se no título e nas ilustrações;

Leia mais

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES 1. (Unicamp 2013) A sabedoria de Sócrates, filósofo ateniense que viveu no século V a.c., encontra o seu ponto de partida

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF APLICATIVO DE FORMULÁRIOS GUIA DE NAVEGAÇÃO PERFIL MUNICÍPIO Versão do Guia: 1.1 Brasília, DF Abril de 2011 2011 Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

ANPAD CURSO LÓGICA 2

ANPAD CURSO LÓGICA 2 01. Considerando verdadeiras as proposições Se João cometeu um grave delito, então ele sonegou impostos. e João não sonegou impostos., pode-se concluir que: a) João sonegou impostos b) João cometeu um

Leia mais

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc)

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc) LISTA DE FATORES DE EQUIVALÊNCIA E CORREÇÃO DE INSUMOS FARMACÊUTICOS ATIVOS REFERÊNCIAS CONSULTADAS: USP COMPÊNDIO MÉDICO Dicionário Brasileiro de Medicamentos ( DEF ) USP-DI MARTINDALE PDR Physician s

Leia mais

Geometria Analítica e Vetorial

Geometria Analítica e Vetorial Daniel Miranda, Rafael Grisi, Sinuê Lodovici Geometria Analítica e Vetorial Geometria Analítica e Vetorial Universidade Federal do ABC Santo André Versão 9 17 de Setembro 2015 http://gradmat.ufabc.edu.br/disciplina/ga/

Leia mais

Exercícios sobre Impulso e Quantidade de Movimento com Gabarito

Exercícios sobre Impulso e Quantidade de Movimento com Gabarito Exercícios sobre Impulso e Quantidade de Movimento com Gabarito 1) (PUC-RS-003) A energia de um fóton é diretamente proporcional a sua freqüência, com a constante de Planck, h, sendo o fator de proporcionalidade.

Leia mais

UMA ABORDAGEM SOBRE CURRÍCULO E TEORIAS AFINS VISANDO À COMPREENSÃO E MUDANÇA

UMA ABORDAGEM SOBRE CURRÍCULO E TEORIAS AFINS VISANDO À COMPREENSÃO E MUDANÇA UMA ABORDAGEM SOBRE CURRÍCULO E TEORIAS AFINS VISANDO À COMPREENSÃO E MUDANÇA RESUMO Shirley Cristina Lacerda Malta 1 Para melhor compreensão do significado do currículo no processo educacional é necessário

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão 2 Eta, nóis / Brincando com Leminsk Menina, vou trabalhar em uma usina de cana pra alimentar os carros de uma família americana Menina, só vou poder te namorar no final de semana só vou poder te namorar

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS 01. O SUS foi implantado com um conceito ampliado de saúde. Este conceito foi resultado de embate político que fez cair por terra a idéia de que

Leia mais

Exercícios de Matemática Probabilidade

Exercícios de Matemática Probabilidade Exercícios de Matemática Probabilidade TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES. (Enem) Um apostador tem três opções para participar de certa modalidade de jogo, que consiste no sorteio aleatório de um número

Leia mais

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos.

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos. Impressionismo Questão 01 - Como os artistas realistas, que com a ciência haviam aprendido a utilizar determinados conhecimentos, os impressionistas se viram na necessidade de interpretar com maior vivacidade

Leia mais

Módulo 1. Módulo Resolva os problemas, deixando suas estratégias registradas

Módulo 1. Módulo Resolva os problemas, deixando suas estratégias registradas Lista de exercícios para a prova de Exame Final. Todos os exercícios indicados para estudo foram retirados da seção Em Casa. Os módulos estão indicados e a numeração dos exercícios foi mantida para uma

Leia mais

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO Atualizada até a Lei nº 13.160/2015.

LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO Atualizada até a Lei nº 13.160/2015. Jean dos Santos Diniz Manual de LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO Atualizada até a Lei nº 13.160/2015. 1 2 Sumário 1DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 10 1.BREVE HISTÓRICO...10 2.LIMITAÇÃO TERRITORIAL...10 3.DA RESPONSABILIDADE...12

Leia mais

MATEMÁTICA NÚMEROS INTEIROS E RACIONAIS: OPERAÇÕES (ADIÇÃO, SUBTRAÇÃO, MULTIPLICAÇÃO, DIVISÃO, POTENCIAÇÃO);

MATEMÁTICA NÚMEROS INTEIROS E RACIONAIS: OPERAÇÕES (ADIÇÃO, SUBTRAÇÃO, MULTIPLICAÇÃO, DIVISÃO, POTENCIAÇÃO); NÚMEROS INTEIROS E RACIONAIS: OPERAÇÕES (ADIÇÃO, SUBTRAÇÃO, MULTIPLICAÇÃO, DIVISÃO, POTENCIAÇÃO); Conjunto dos Números Inteiros Z Definimos o conjunto dos números inteiros como a reunião do conjunto dos

Leia mais

Exercícios com Gabarito de Física Campo Elétrico

Exercícios com Gabarito de Física Campo Elétrico Exercícios com Gabarito de Física Campo Elétrico 1) (AFA-001) Baseando-se na Lei de Coulomb e na definição de campo elétrico de uma carga puntiforme, podemos estimar, qualitativamente, que o campo elétrico

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais Natalino Neves da Silva 1 Introdução As questões que apresento neste artigo estão

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL. Annual Report

RELATÓRIO ANUAL. Annual Report RELATÓRIO ANUAL 2014 Annual Report Patrocinadores Másters / Masters Sponsors COMISSÃO EUROPEIA Ajuda Humanitária e Proteção Civil RELATÓRIO ANUAL 2014 Annual Report CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO / BOARD OF

Leia mais

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

6 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

6 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

Empreendedorismo. Temas 01,02 e 03

Empreendedorismo. Temas 01,02 e 03 Empreendedorismo Temas 01,02 e 03 Oficina Empreendedorismo Autoras Elaine Cristina Silva Capelli Lilian Cristina dos Santos Costa Capelli Coautora Emanuela de Oliveira 2013 Anhanguera Educacional Proibida

Leia mais

CAPÍTULO 1 CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 3. O conhecimento Histórico, 12. Os primeiros passos da humanidade, 31

CAPÍTULO 1 CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 3. O conhecimento Histórico, 12. Os primeiros passos da humanidade, 31 Operários, Tarsila de Amaral CAPÍTULO 1 O conhecimento Histórico, 12 CAPÍTULO 2 Os primeiros passos da humanidade, 31 Murais, Di Cavalcanti. CAPÍTULO 3 O povoamento da América e os primeiros habitantes

Leia mais

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico Resumir é apresentar de forma breve, concisa e seletiva um certo conteúdo. Isto significa reduzir a termos breves e precisos a parte essencial de um tema. Saber fazer um bom resumo é fundamental no percurso

Leia mais

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Universidade Federal Fluminense Oficina de Trabalho Elaboração de Provas Escritas Questões Objetivas Profª Marcia Memére Rio de Janeiro, janeiro de 2013 QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Cada uma das

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Ricardo, cantor amador, contrata Luiz, motorista de uma grande empresa, para transportá-lo, no dia 2 de março de 2017, do Município Canto Distante, pequena cidade

Leia mais

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL 1) Há algum tempo atrás, os livros, as revistas, os jornais, as fotografias, o cinema e a televisão eram em preto e branco. Hoje as cores fazem

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014-2019 Aracaju Junho, 2014

Leia mais

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão.

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. TIPOS DE BATISMO Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. A forma praticada no Novo Testamento era por imersão, conforme vemos: A palavra grega

Leia mais

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL Para arquivo eletrônico utilize o atalho CTRL+F e digite o modelo do veículo desejado. LINHA GM Monza e Monza Classic Kadett e Kadett

Leia mais

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma?

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma? O que é um Pocket Show? Apesar de não ter limite de tempo, definimos Pocket Show como uma apresentação curta, em média 40 minutos, ou, em caso de bandas com muitos membros, uma apresentação com número

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante, E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Deitado eternamente em berço esplêndido,

Leia mais

JULIANA DE CASTRO PEDRO EMBATES PELA MEMÓRIA: NARRATIVAS DE DESCOBERTA NOS ESCRITOS COLONIAIS DA AMAZÔNIA IBÉRICA

JULIANA DE CASTRO PEDRO EMBATES PELA MEMÓRIA: NARRATIVAS DE DESCOBERTA NOS ESCRITOS COLONIAIS DA AMAZÔNIA IBÉRICA JULIANA DE CASTRO PEDRO EMBATES PELA MEMÓRIA: NARRATIVAS DE DESCOBERTA NOS ESCRITOS COLONIAIS DA AMAZÔNIA IBÉRICA Dissertação apresentada como requisito parcial à obtenção do título de Mestre em História

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO - SEC

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO - SEC GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO - SEC Universidade para Todos MÓDULO IV Salvador - BA 01 FICHA CATALOGRÁFICA Elaboração: Biblioteca Central da UNEB Bahia. Secretaria da Educação. Universidade

Leia mais

Homem, cultura e sociedade

Homem, cultura e sociedade KLS Homem, cultura e sociedade Homem, cultura e sociedade Sonelise Auxiliadora Cizoto Carla Regina Mota Alonso Diéguez Rosângela de Oliveira Pinto 2016 por Editora e Distribuidora Educacional S.A. Todos

Leia mais

Dicionário de Dados de Exportação Versão 8.1. NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária

Dicionário de Dados de Exportação Versão 8.1. NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária Versão 8.1 NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 1.1. Definições, Acrônimos e Abreviações...Erro! Indicador não definido. 1.2. Referências...Erro! Indicador

Leia mais

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora:

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora: ERRO E-4 O erro ocorre quando o sensor de imersão da serpentina da evaporadora informa à placa principal da própria evaporadora que a serpentina está numa temperatura anormal (ou muito fria ou muito quente

Leia mais

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras.

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Ao iniciar este capítulo, é preciso saber o que vem a ser juro. Você sabe o que

Leia mais

UMA ABORDAGEM SOBRE CURRÍCULO E TEORIAS AFINS VISANDO À COMPREENSÃO E MUDANÇA

UMA ABORDAGEM SOBRE CURRÍCULO E TEORIAS AFINS VISANDO À COMPREENSÃO E MUDANÇA UMA ABORDAGEM SOBRE CURRÍCULO E TEORIAS AFINS VISANDO À COMPREENSÃO E MUDANÇA RESUMO Shirley Cristina Lacerda Malta 1 Para melhor compreensão do significado do currículo no processo educacional é necessário

Leia mais

Física. Resolução das atividades complementares. F9 Refração da luz

Física. Resolução das atividades complementares. F9 Refração da luz Resolução das atividades complementares 3 Física F9 Refração da luz p. 46 Quais são as leis da refração? a lei: os raios incidente e refratado são coplanares; a lei: para uma refração com incidência oblíqua

Leia mais

PORTUGUÊS ANÁLISE SINTÁTICA. Para iniciarmos nosso estudo, faz-se necessário que diferenciemos Análise Sintática de Análise Morfológica.

PORTUGUÊS ANÁLISE SINTÁTICA. Para iniciarmos nosso estudo, faz-se necessário que diferenciemos Análise Sintática de Análise Morfológica. PORTUGUÊS Prof. Valladares ANÁLISE SINTÁTICA A Gramática normalmente nos é apresentada em três divisões que são: Fonologia; Morfologia; Sintaxe. Para iniciarmos nosso estudo, faz-se necessário que diferenciemos

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Fácil Resolução da Prova de Química Vestibular Verão UERGS/2003 Prof. Emiliano Chemello Médio www.quimica.net/emiliano emiliano@quimica.net Difícil Níveis de dificuldade das Questões 01. Em um frasco,

Leia mais

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações**

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações** Cidade Legislação Base de Cálculo Alíquota Resumo Analândia Lei Municipal 1.472/2004 Cód. 17.04 Cód. 17.05 Cód. 17.04 Cód. 17.05 prestadas pela Sr. André - Fiscal ISS Última Atualização Fonte Endereço

Leia mais

Exercícios Força de Atrico Força Elástica

Exercícios Força de Atrico Força Elástica Exercícios Força de Atrico Força Elástica 1-Evaristo avalia o peso de dois objetos utilizando um dinamômetro cuja mola tem constante elástica K = 35 N/m. Inicialmente, ele pendura um objeto A no dinamômetro

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO I TEXTO II. Leia o texto abaixo, a fim de responder à questão 01

LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO I TEXTO II. Leia o texto abaixo, a fim de responder à questão 01 LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO I Leia o texto abaixo, a fim de responder à questão 01 Seja pela modorra causada pelo El Niño, seja por complacência com o rigor jornalístico, a verdade é que nossos jornais entregaram-se

Leia mais

PROPRIEDADES COLIGATIVAS I

PROPRIEDADES COLIGATIVAS I PROPRIEDADES COLIGATIVAS I CONCEITO São propriedades que dependem unicamente do número de partículas dispersas na solução. Não dependem da natureza das partículas dispersas. Observe, a seguir, alguns dados

Leia mais

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO:

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: É a distancia, em projeção horizontal, entre o centro de massa de uma camada do pavimento e o(s) centro(s) de massa da(s) jazidas(s) que fornecerá(ão) materiais

Leia mais

Direito empresarial. Danylo Augusto Armelin

Direito empresarial. Danylo Augusto Armelin Direito empresarial Danylo Augusto Armelin 2015 por Editora e Distribuidora Educacional S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida ou transmitida de qualquer

Leia mais

GUIA MÉDICO AMERON PORTO VELHO

GUIA MÉDICO AMERON PORTO VELHO REDE PRÓPRIA AMERON HOSPITAL SAMARITANO Avenida: Calama, Nº. 2615 Bairro: Liberdade Fone: (069) 3211-7162 / 3211-7114 / 3211-7155 ESPECIALIDADES MÉDICAS: Angiologia, Cirurgia Vascular, Cardiologista, Cirurgião

Leia mais

REVISTA SOLUÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS

REVISTA SOLUÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS REVISTA SOLUÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS Atendimento: sodebras@sodebras.com.br Acesso: http://www.sodebras.com.br VOLUME 10 - N 111 - Março/ 2015 XXXII International Sodebras Congress Curitiba 05

Leia mais

Obras Obrigatórias da UNAERP- 2013- Prof.ª Sônia PROGRAMA DAS PROVAS

Obras Obrigatórias da UNAERP- 2013- Prof.ª Sônia PROGRAMA DAS PROVAS Obras Obrigatórias da UNAERP- 2013- Prof.ª Sônia PROGRAMA DAS PROVAS Português O candidato será avaliado pela competência em entender textos de naturezas diversas- inclusive o literário e em produzi-los

Leia mais

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio.

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Manual de Operação do Century BR2014 Slim O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Parabéns pela aquisição da mais moderna tecnologia em receptores analógicos de sinais de TV via satélite.

Leia mais

Física. Resolução das atividades complementares. F6 Leis de Newton

Física. Resolução das atividades complementares. F6 Leis de Newton Resolução das atividades complementares 3 Física F6 Leis de Newton p. 7 (UFI) O nome e o símbolo de força no Sistema Internacional de Unidades são, respectivamente: a) Newton, N b) newton, n c) Newton,

Leia mais

Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy

Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy Parte 1 Aspectos Físicos Uma vez, quando eu estava a andar pelo centro da cidade, de repente me deparei com um ser em um longo caftan com side-locks

Leia mais

Banco de Questões. Um convite: se você tem soluções diferentes das apresentadas no BQ envie para famf@impa.br que nós as publicaremos em nosso site.

Banco de Questões. Um convite: se você tem soluções diferentes das apresentadas no BQ envie para famf@impa.br que nós as publicaremos em nosso site. Caros alunos e professores Desde a sua primeira edição em 005 o Banco de Questões (BQ) mostrou ser um material motivante para alunos e professores O seu objetivo é divulgar nas escolas públicas problemas

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Texto para responder às questões de 01 a 08: Os corpos descarnados das passarelas

LÍNGUA PORTUGUESA. Texto para responder às questões de 01 a 08: Os corpos descarnados das passarelas LÍNGUA PORTUGUESA Texto para responder às questões de 01 a 08: Os corpos descarnados das passarelas (1) Como explicar o estrondo sucesso dos desfiles de moda? Porque será que esses eventos outrora restritos

Leia mais

MARIA ANTONIA MALAJOVICH

MARIA ANTONIA MALAJOVICH MARIA ANTONIA MALAJOVICH BIOTECNOLOGIA Segunda Edição (2016) ISBN: 978-85-921077-0-3 MARIA ANTONIA MALAJOVICH BIOTECNOLOGIA 2ª EDIÇÃO Rio de Janeiro Maria Antonia Muñoz de Malajovich 2016 BIOTECNOLOGIA:

Leia mais

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 ANALISES CLINICAS - CITOLOGIA - PATOLOGIA CLINICA ACIL -

Leia mais

LIÇÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA

LIÇÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA 1 LIÇÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA Para desenvolver e consolidar as Competências/Habilidades e avançar na aprendizagem SEE/MG Maio/2014 2 Caro Professor, Cara Professora, É com grande prazer que apresentamos

Leia mais

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO PENAL CADERNO DE RASCUNHO

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO PENAL CADERNO DE RASCUNHO SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO PENAL CADERNO DE RASCUNHO Leia com atenção as instruções a seguir: Você está recebendo do fiscal de sala, além deste caderno de rascunho contendo o enunciado da

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS 01. O SUS foi implantado com um conceito ampliado de saúde. Este conceito foi resultado de embate político que fez cair por terra a idéia de que

Leia mais

Exercícios sobre Aplicação de Leis de Newton em Blocos com Gabarito

Exercícios sobre Aplicação de Leis de Newton em Blocos com Gabarito Exercícios sobre Aplicação de Leis de Newton em Blocos com Gabarito 1) (Vunesp-2008) Um rebocador puxa duas barcaças pelas águas de um lago tranqüilo. A primeira delas tem massa de 30 toneladas e a segunda,

Leia mais

Geração e Aproveitamento de Energia Elétrica Capítulo 07 (pág. 115) Acendimento de uma lâmpada

Geração e Aproveitamento de Energia Elétrica Capítulo 07 (pág. 115) Acendimento de uma lâmpada Geração e Aproveitamento de Energia Elétrica Capítulo 07 (pág. 115) - Uma corrente elétrica não pode ser vista, mas seus efeitos podem ser percebidos; Acendimento de uma lâmpada Diferença de potencial

Leia mais

Caderno de Exercícios Resolvidos de Física

Caderno de Exercícios Resolvidos de Física Caderno de Exercícios Resolvidos de Física Nuno Sousa Universidade Aberta 2013 Âmbito deste documento O presente caderno de exercícios contém as atividades formativas e orientações de resposta das unidades

Leia mais

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 26 CONHECENDO O TERRITÓRIO JAPONÊS

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 26 CONHECENDO O TERRITÓRIO JAPONÊS GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 26 CONHECENDO O TERRITÓRIO JAPONÊS Como pode cair no enem (CFT) Observe o cartaz abaixo, escrito em japonês e português, divulgado no Japão. legais que protegem o trabalhador

Leia mais

Exercícios de Matemática Matemática Financeira e Porcentagem

Exercícios de Matemática Matemática Financeira e Porcentagem Exercícios de Matemática Matemática Financeira e Porcentagem 1) (VUNESP-2009) A freqüência cardíaca de uma pessoa, FC, é detectada pela palpação das artérias radial ou carótida. A palpação é realizada

Leia mais

6 a SÉRIE 7 o ANO. ENSINO FUNDAMENTAL II Caderno do Aluno Volume 2. CIÊNCIAS Ciências da Natureza

6 a SÉRIE 7 o ANO. ENSINO FUNDAMENTAL II Caderno do Aluno Volume 2. CIÊNCIAS Ciências da Natureza 6 a SÉRIE 7 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Caderno do Aluno Volume 2 CIÊNCIAS Ciências da Natureza Governador Geraldo Alckmin Vice-Governador Guilherme Afif Domingos Secretaria da Educação do Estado de São

Leia mais

Anote aqui seu gabarito e destaque no pontilhado.

Anote aqui seu gabarito e destaque no pontilhado. PROVA A Anote aqui seu gabarito e destaque no pontilhado. 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48

Leia mais

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA Leitura de Códigos de Falhas do motor. Apaga Códigos de Falhas do motor. Leitura

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Estequiometria RELAÇÃO: MOLS MOLS EXERCÍCIOS RESOLVIDOS (UFBA-BA) Hidreto de sódio reage com água, dando hidrogênio, segundo a reação: NaH + H 2 O NaOH + H 2 Para obter 10 mols de H 2, são necessários

Leia mais

ENADE COMENTADO 2006 Direito

ENADE COMENTADO 2006 Direito ENADE COMENTADO 2006 Direito Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Chanceler: Dom Dadeus Grings Reitor: Joaquim Clotet Vice-Reitor: Evilázio Teixeira Conselho Editorial: Antônio Carlos

Leia mais

Apostilas para Concursos? Acesse: www.zipconcursos.com.br WWW.ZIPCONCURSOS.COM.BR

Apostilas para Concursos? Acesse: www.zipconcursos.com.br WWW.ZIPCONCURSOS.COM.BR Apostilas para Concursos? Acesse: www.zipconcursos.com.br PM - CE POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ Índice Soldado da Carreira de Praças da Polícia Militar EDITAL Nº 1/2011 PMCE, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011 ARTIGO

Leia mais

Os Contos de Cantuária (The Canterbury Tales) Geoffrey Chaucer

Os Contos de Cantuária (The Canterbury Tales) Geoffrey Chaucer Os Contos de Cantuária (The Canterbury Tales) Geoffrey Chaucer APRESENTAÇÃO 1. A Época Geoffrey Chaucer começou a compor Os Contos de Cantuária no ano de 1386, ou seja, há precisamente seiscentos anos

Leia mais

INTRODUÇÃO Á FISICA...6 DIVISÃO DA FÍSICA...6 A FÍSICA DO ENEM...7

INTRODUÇÃO Á FISICA...6 DIVISÃO DA FÍSICA...6 A FÍSICA DO ENEM...7 SUMÁRIO INTRODUÇÃO Á FISICA...6 DIVISÃO DA FÍSICA...6 A FÍSICA DO ENEM...7 PARTE I CONCEITOS BASICOS SISTEMA INTERNACIONAL DE UNIDADES...8 GRANDEZAS PADRÃO DO S.I.:...9 NUMEROS DECIMAIS...9 DEFINIÇÃO DE

Leia mais

História Geral 04 História do Brasil 12 Literatura 22 Espanhol 32 Comp. Textual 37 Português 44 Geografia 51 Química 67 Física 81 Matemática 108

História Geral 04 História do Brasil 12 Literatura 22 Espanhol 32 Comp. Textual 37 Português 44 Geografia 51 Química 67 Física 81 Matemática 108 História Geral 04 História do Brasil Literatura Espanhol Comp. Textual 7 Português 44 Geografia 5 Química 67 Física 8 Matemática 08 Biologia - 54 ) UFPEL VERÃO 007 - ROMA) Os animais da Itália possuem

Leia mais

APOSTILA PLANTAS MEDICINAIS. Prof. José Carlos Viana

APOSTILA PLANTAS MEDICINAIS. Prof. José Carlos Viana APOSTILA DE PLANTAS MEDICINAIS Prof. José Carlos Viana Esta Apostila foi elaborada pelo Professor José Carlos Viana e destina-se aos alunos dos Cursos Profissionais Técnicos em Farmácia e Nutrição do Colégio

Leia mais

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição SEMANA 1 ESTRUTURA DA PETIÇÃO INICIAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO... (observar art. 319, I, do CPC e Código de Organização e Divisão Judiciária do seu Estado) (NOME COMPLETO DA PARTE AUTORA),

Leia mais

Disciplina: Recursos e Tecnologia Prof.: Sidney Melo

Disciplina: Recursos e Tecnologia Prof.: Sidney Melo Disciplina: Recursos e Tecnologia Prof.: Sidney Melo 2 3 4 5 6 7 8 9 Fonte: http://www.garmin.com/br/ 10 11 12 Steve Jobs 13 14 Definição: Tecnologia é o conjunto de conhecimentos científicos e empíricos,

Leia mais

MANUAL DO ENCONTRO COM DEUS NA VISÃO DO MDA

MANUAL DO ENCONTRO COM DEUS NA VISÃO DO MDA MANUAL DO ENCONTRO COM DEUS NA VISÃO DO MDA ENCONTRO TREMENDO É LUGAR DE ESTAR FACE A FACE COM DEUS O PRÉ ENCONTRO A ESCADA DO SUCESSO NA VISÃO DO M.D.A. Enviar Ganhar 1. Projeto Natanael 3 2. Grupo de

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão 2 Eta, nóis / Brincando com Leminsk Menina, vou trabalhar em uma usina de cana pra alimentar os carros de uma família americana Menina, só vou poder te namorar no final de semana só vou poder te namorar

Leia mais

Projeto - Profissões. Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos. Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia

Projeto - Profissões. Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos. Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia Projeto - Profissões Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia Duração: 5 semanas Justificativa: Este projeto visa apresentar às crianças

Leia mais

Estudos Disciplinares Análise e Desenvolvimento de Sistemas referente ao 3 semestre

Estudos Disciplinares Análise e Desenvolvimento de Sistemas referente ao 3 semestre Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas Campus Sorocaba Curso: Análise e Desenvolvimento de Sistemas Disciplina: Estudos Disciplinares Coord. Prof(a): Michele da R. M. Mathias Prova DP Ano Letivo:

Leia mais

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015.

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015. TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE 103203 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), COM 103204 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), SEM EXAME 2.525,0000

Leia mais

Romantismo. Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS:

Romantismo. Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: Romantismo Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( C ) Foi a primeira e forte reação ao Neoclassicismo. 2. ( E ) O romantismo não valorizava a

Leia mais

MULTI-FILTRO. Mais de 150 aplicações em apenas 5 filtros.

MULTI-FILTRO. Mais de 150 aplicações em apenas 5 filtros. MULTI-FILTRO. Mais de 150 aplicações em apenas 5 filtros. Redução do investimento em estoque; Muito mais facilidade na aplicação; Qualidade 100% comprovada, aprovada e original; Filtro produzido conforme

Leia mais

ELETRICIDADE PARTE I. Capítulo 1- Carga elétrica...03 Exercícios de fixação...08 Sessão leitura...11 Pintou no ENEM...12

ELETRICIDADE PARTE I. Capítulo 1- Carga elétrica...03 Exercícios de fixação...08 Sessão leitura...11 Pintou no ENEM...12 Sumário ELETRICIDADE PARTE I Capítulo 1- Carga elétrica...03 Exercícios de fixação...08 Sessão leitura...11 Pintou no ENEM...12 Capítulo2- Força elétrica...14 Exercícios de fixação...14 Sessão leitura...17

Leia mais

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO 29/02/2016 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Procuradoria Geral da Fazenda Nacional CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO Nome:

Leia mais

Unidade I PLANO DE NEGÓCIOS. Prof. Marcelo Mello

Unidade I PLANO DE NEGÓCIOS. Prof. Marcelo Mello Unidade I PLANO DE NEGÓCIOS Prof. Marcelo Mello Introdução Boas ideias, às vezes, podem ser apenas boas ideias e não chegam ser bons negócios. Uma ideia, para virar um bom negócio, precisa passar por análises

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO Eu, abaixo assinado, Sr (a) portador (a) do RG e CPF, declaro para todos os fins de direito e sob as penas da Lei, que ALUGO ATUALMENTE o imóvel sito à Rua /Av: Nº: Bairro:

Leia mais

Tabela de Reembolso SulAmérica Saúde TRSS

Tabela de Reembolso SulAmérica Saúde TRSS Tabela de Reembolso SulAmérica Saúde TRSS Jan/14 1 Índice 1. Instruções Gerais... 4 1.1 Atendimento de Urgência e Emergência... 4 1.2 Normas Gerais... 4 1.3 Valoração dos Atos Cirúrgicos... 4 1.4 Auxiliares

Leia mais

O VINHO NOVO É MELHOR.

O VINHO NOVO É MELHOR. O VINHO NOVO É MELHOR. Capítulo 1. Um Pobre Menino Rico Meu nome é Robert Thom, e sou um milagre vivo; embora não passe de uma pessoa muito vulgar que descobriu que a vida não precisa ser a chocha monotonia

Leia mais

O bê-á-bá da intolerância e da discriminação

O bê-á-bá da intolerância e da discriminação 28 VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS O bê-á-bá da intolerância e da discriminação A escola, por excelência é o local dedicado à educação e à socialização da criança e do adolescente, transformou-se em cenário de agressão,

Leia mais

Última Atualização: NOV 14

Última Atualização: NOV 14 MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO 5ª INSPETORIA DE CONTABILIDADE E FINANÇAS DO EXÉRCITO (5ª ICFEx / 1982) Nota Informativa Especial Orientação aos Agentes da Administração (Separata ao Boletim Informativo

Leia mais

ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO RESUMO

ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO RESUMO 1 ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO Adriana Fussiger Silveira 1 Aline Florisbal 2 Camila Pinzon 3 Dilson Borges 4 João Antonio Jardim Silveira 5 RESUMO O presente trabalho busca traçar um plano estratégico

Leia mais

Matemática revisão férias segunda

Matemática revisão férias segunda 1. (G1 - cftrj 016) A seguir temos o gráfico de temperatura, em graus Celsius (eixo vertical), no Rio de Janeiro para os dias 1,, 3 e 4 de setembro de 015 (onde no eixo horizontal temos a marcação do início

Leia mais

Cartilha ETIQUETA NO TRABALHO

Cartilha ETIQUETA NO TRABALHO NEP -MA - NÚCLEO DA EXCELÊNCIA PÚBLICA NO MARANHÃO - O Núcleo do Programa GESPÚBLICA no Maranhão foi homologado pela Resolução 02, de 27 de março de 2006, do MPOG A ADESÃO - Podem aderir ao GESPÚBLICA

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em 30 de abril de 2017, Hamilton ajuizou reclamação trabalhista em face da sociedade empresária Loteria Alfa Ltda., distribuída para a 50ª Vara de João Pessoa, sob

Leia mais

QUESTÕES DE GEOMETRIA - OBMEP - 2005. OBMEP 2005 - Nível 1

QUESTÕES DE GEOMETRIA - OBMEP - 2005. OBMEP 2005 - Nível 1 QUESTÕES DE GEOMETRIA - OBMEP - 2005 OBMEP 2005 - Nível 1 1. (2005 - N1Q8-1 a fase) Daniela quer cercar o terreno representado pela figura. Nessa figura dois lados consecutivos são sempre perpendiculares

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92

INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92 INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92 AMB/92 01. A presente TABELA DE HONORÁRIOS MÉDICOS foi elaborada com base em critérios uniformes para todas as especialidades e tem como finalidades estabelecer ÍNDICES MÍNIMOS

Leia mais

O RIO NILO E O TRABALHO DOS CAMPONESES NO EGITO ANTIGO

O RIO NILO E O TRABALHO DOS CAMPONESES NO EGITO ANTIGO SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 1 O RIO NILO E O TRABALHO DOS CAMPONESES NO EGITO ANTIGO Páginas 3-5 1. a) Dádiva: palavra que significa presente ; assim, segundo o historiador Heródoto de Halicarnasso, o Egito

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE Emissora: START ME UP CROWDFUNDING SISTEMAS PARA INVESTIMENTO COLABORATIVO LTDA. EPP, Pessoa jurídica de direito

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO. Extra AG1/AG4 Executivo AG1/AG4 Executivo Plus AG1/AG4 Master AG1/AG4

MANUAL DE ORIENTAÇÃO. Extra AG1/AG4 Executivo AG1/AG4 Executivo Plus AG1/AG4 Master AG1/AG4 4 EMPRESAS DO GRUPO Maior e melhor empresa de planos de saúde do Brasil em número de associados. Acesse www.intermedica.com.br ou consulte o seu corretor. MANUAL DE ORIENTAÇÃO Rede Própria e Credenciada

Leia mais

ANPAD CURSO LÓGICA 2

ANPAD CURSO LÓGICA 2 01. Considerando verdadeiras as proposições Se João cometeu um grave delito, então ele sonegou impostos. e João não sonegou impostos., pode-se concluir que: a) João sonegou impostos b) João cometeu um

Leia mais

Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas.

Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas. Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas. Hierarquia oficial de nomes na Internet A hierarquia de nomes pode ser utilizada em qualquer ambiente, e as autoridades

Leia mais

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A A) F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPE VESTIBULAR DE INVERNO JUNHO DE 2016 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A Pág. 1/38 V E S T

Leia mais

O Açúcar. Leia este poema de Ferreira Gullar. Com que adoço meu café esta manhã em Ipanema.

O Açúcar. Leia este poema de Ferreira Gullar. Com que adoço meu café esta manhã em Ipanema. 8 Gramática -Revisão 8º ano DATA: /09/15: Unidade Centro Aluno (a) Professora: MARIA DO CARMO Leia este poema de Ferreira Gullar. O Açúcar O branco açúcar que adoçará meu café Nesta manhã de Ipanema Não

Leia mais

Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015

Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015 Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015 Plano de Trabalho 2015 - Mediação Escolar e Comunitária 1 Hoje em dia é de vital importância desenvolvermos uma educação que vise à construção de uma

Leia mais

OAB 2ª FASE CESPE NACIONAL Direito Tributário Enunciados Problemas Livro Vol. 2

OAB 2ª FASE CESPE NACIONAL Direito Tributário Enunciados Problemas Livro Vol. 2 PROBLEMA N.º 1 O Município de Guaxupé MG, por intermédio da Lei n.º 3.456, de 15 de julho de 2007, que foi publicada e que entrou em vigor nessa mesma data, instituiu a Taxa de Lixo, estabelecendo os seguintes

Leia mais

QUESTÕES COMENTADAS E RESOLVIDAS

QUESTÕES COMENTADAS E RESOLVIDAS LENIMAR NUNES DE ANDRADE INTRODUÇÃO À ÁLGEBRA: QUESTÕES COMENTADAS E RESOLVIDAS 1 a edição ISBN 978-85-917238-0-5 João Pessoa Edição do Autor 2014 Prefácio Este texto foi elaborado para a disciplina Introdução

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE AFRICANOS NO BRASIL

EXERCÍCIOS SOBRE AFRICANOS NO BRASIL TESTE DE ATENÇÃO EXERCÍCIOS SOBRE AFRICANOS NO BRASIL Perguntas 1. Por que o rei de Portugal proibiu a escravidão indígena no Brasil? 2. Como os africanos eram aprisionados? 3. Como era o trabalho de um

Leia mais

Física. Resolução das atividades complementares. F8 Trabalho e Energia

Física. Resolução das atividades complementares. F8 Trabalho e Energia Resolução das atividades complementares 4 Física F8 Trabalho e Energia p. O que requer mais trabalho: erguer um saco de 0 kg a uma distância vertical de m ou erguer um saco de kg a uma distância vertical

Leia mais

Manual de Instruções NE: 369438 MS 7945MU MS 7980MUS MINI HI-FI SYSTEM IMAGEM ILUSTRATIVA

Manual de Instruções NE: 369438 MS 7945MU MS 7980MUS MINI HI-FI SYSTEM IMAGEM ILUSTRATIVA Manual de Instruções IMAGEM ILUSTRATIVA NE: 369438 MINI HI-FI SYSTEM MS 7945MU MS 7980MUS MS7945MUS_369438.pmd 1 2 2A gora você dispõe de um aparelho da mais alta tecnologia e qualidade que um produto

Leia mais

MAXIMIANO, Antonio César Amaru. Teoria Geral da Administração. São Paulo: Atlas, 6ª.

MAXIMIANO, Antonio César Amaru. Teoria Geral da Administração. São Paulo: Atlas, 6ª. CURSOS DISCIPLINAS EMENTA Todos os Cursos Bibliografia Básica Bibliografia Complementar O Administrador e o Processo Administrativo: O Administrador como Profissional, Função Planejamento, MAXIMIANO, Antonio

Leia mais

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES 1. (Unicamp 2013) A sabedoria de Sócrates, filósofo ateniense que viveu no século V a.c., encontra o seu ponto de partida

Leia mais

W19. JUVENTUDE Marcos Madaleno

W19. JUVENTUDE Marcos Madaleno W19. JUVENTUDE Marcos Madaleno Marcos Madaleno UMA JUVETUDE QUE ELEVA E INSPIRA Vocês foram ressuscitados com Cristo. Portanto, ponham o seu interesse nas coisas que são do céu, onde Cristo está sentado

Leia mais

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição SEMANA 1 ESTRUTURA DA PETIÇÃO INICIAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO... (observar art. 319, I, do CPC e Código de Organização e Divisão Judiciária do seu Estado) (NOME COMPLETO DA PARTE AUTORA),

Leia mais

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL 1) Há algum tempo atrás, os livros, as revistas, os jornais, as fotografias, o cinema e a televisão eram em preto e branco. Hoje as cores fazem

Leia mais

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL Para arquivo eletrônico utilize o atalho CTRL+F e digite o modelo do veículo desejado. LINHA GM Monza e Monza Classic Kadett e Kadett

Leia mais

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante, E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Deitado eternamente em berço esplêndido,

Leia mais

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora:

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora: ERRO E-4 O erro ocorre quando o sensor de imersão da serpentina da evaporadora informa à placa principal da própria evaporadora que a serpentina está numa temperatura anormal (ou muito fria ou muito quente

Leia mais

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão.

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. TIPOS DE BATISMO Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. A forma praticada no Novo Testamento era por imersão, conforme vemos: A palavra grega

Leia mais

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico Resumir é apresentar de forma breve, concisa e seletiva um certo conteúdo. Isto significa reduzir a termos breves e precisos a parte essencial de um tema. Saber fazer um bom resumo é fundamental no percurso

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL. Annual Report

RELATÓRIO ANUAL. Annual Report RELATÓRIO ANUAL 2014 Annual Report Patrocinadores Másters / Masters Sponsors COMISSÃO EUROPEIA Ajuda Humanitária e Proteção Civil RELATÓRIO ANUAL 2014 Annual Report CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO / BOARD OF

Leia mais

10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula

10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasprofessores 10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula Apresentamos o especial do site Esoterikha.com e Redemotivacao.com.br

Leia mais

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy

Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy Parte 1 Aspectos Físicos Uma vez, quando eu estava a andar pelo centro da cidade, de repente me deparei com um ser em um longo caftan com side-locks

Leia mais

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma?

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma? O que é um Pocket Show? Apesar de não ter limite de tempo, definimos Pocket Show como uma apresentação curta, em média 40 minutos, ou, em caso de bandas com muitos membros, uma apresentação com número

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS 01. O SUS foi implantado com um conceito ampliado de saúde. Este conceito foi resultado de embate político que fez cair por terra a idéia de que

Leia mais

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras.

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Ao iniciar este capítulo, é preciso saber o que vem a ser juro. Você sabe o que

Leia mais

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA Leitura de Códigos de Falhas do motor. Apaga Códigos de Falhas do motor. Leitura

Leia mais

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio.

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Manual de Operação do Century BR2014 Slim O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Parabéns pela aquisição da mais moderna tecnologia em receptores analógicos de sinais de TV via satélite.

Leia mais

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015.

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015. TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE 103203 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), COM 103204 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), SEM EXAME 2.525,0000

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF APLICATIVO DE FORMULÁRIOS GUIA DE NAVEGAÇÃO PERFIL MUNICÍPIO Versão do Guia: 1.1 Brasília, DF Abril de 2011 2011 Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO:

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: É a distancia, em projeção horizontal, entre o centro de massa de uma camada do pavimento e o(s) centro(s) de massa da(s) jazidas(s) que fornecerá(ão) materiais

Leia mais

CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO

CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO Bem-vindo a bordo de seu novo RENAULT Este Manual de Utilização e Manutenção coloca à sua disposição as informações que permitirão: conhecer bem o seu RENAULT, para utilizá-lo

Leia mais

CNIS. Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

CNIS. Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CNIS Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 2009 O que é? É o extrato cronológico de todas as informações laborais e previdenciárias do trabalhador, que o qualifica como

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: um campo de direito à diversidade e de responsabilidade das políticas públicas educacionais Natalino Neves da Silva 1 Introdução As questões que apresento neste artigo estão

Leia mais

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 ANALISES CLINICAS - CITOLOGIA - PATOLOGIA CLINICA ACIL -

Leia mais

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma:

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma: Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Espacial º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1º Bimestre/01 Aluno(a): Número: Turma: 1) Dado um paralelepípedo

Leia mais

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A A) F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPE VESTIBULAR DE INVERNO JUNHO DE 2016 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A Pág. 1/38 V E S T

Leia mais

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações**

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações** Cidade Legislação Base de Cálculo Alíquota Resumo Analândia Lei Municipal 1.472/2004 Cód. 17.04 Cód. 17.05 Cód. 17.04 Cód. 17.05 prestadas pela Sr. André - Fiscal ISS Última Atualização Fonte Endereço

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

6 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

6 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Universidade Federal Fluminense Oficina de Trabalho Elaboração de Provas Escritas Questões Objetivas Profª Marcia Memére Rio de Janeiro, janeiro de 2013 QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Cada uma das

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE Emissora: START ME UP CROWDFUNDING SISTEMAS PARA INVESTIMENTO COLABORATIVO LTDA. EPP, Pessoa jurídica de direito

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO Eu, abaixo assinado, Sr (a) portador (a) do RG e CPF, declaro para todos os fins de direito e sob as penas da Lei, que ALUGO ATUALMENTE o imóvel sito à Rua /Av: Nº: Bairro:

Leia mais

Resposta: Resposta: 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE. Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral

Resposta: Resposta: 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE. Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral Data: / / 1 [ 112885 ]. (Uncisal 2012) Observe o trecho da música Admirável Gado Novo, de Zé Ramalho,

Leia mais

5. (FEEVALE-RS) Marque a alternativa correta que apresenta classificação da cadeia carbônica da essência de abacaxi, cuja fórmula estrutural é:

5. (FEEVALE-RS) Marque a alternativa correta que apresenta classificação da cadeia carbônica da essência de abacaxi, cuja fórmula estrutural é: 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS QUIMICA ORGÂNICA Profº. Sandro Lyra 1. (UECE) A "nicotina" pode ser representada pela fórmula abaixo. Quantos átomos de carbono E quantos hidrogênios existem em uma molécula desse

Leia mais

SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES

SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES Para responder às questões abaixo leia a frase em inglês e marque a alternativa em que esteja a tradução correta da palavra em negrito. 1) My car is black. a) ( ) azul.

Leia mais

A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA E A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA E A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA E A EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Professora do CEFET-SP e Mestre em Educação Este artigo parte de um panorama resumido da evolução tecnológica e sua incorporação gradativa na sociedade,

Leia mais

Apostila de ESTUDO ORIENTADO. Ensino Fundamental

Apostila de ESTUDO ORIENTADO. Ensino Fundamental Apostila de ESTUDO ORIENTADO Ensino Fundamental Material Estruturado para o Professor do Estudo Orientado das Escolas em Tempo Integral O Ensino Fundamental tem como objetivo geral para a sua estruturação

Leia mais

Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas.

Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas. Aula 3 e 4 - Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, impressão de páginas. Hierarquia oficial de nomes na Internet A hierarquia de nomes pode ser utilizada em qualquer ambiente, e as autoridades

Leia mais

1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir.

1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir. 1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir. ( ) Na projeção cilíndrica, a representação é feita como se um cilindro envolvesse a Terra

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Ricardo, cantor amador, contrata Luiz, motorista de uma grande empresa, para transportá-lo, no dia 2 de março de 2017, do Município Canto Distante, pequena cidade

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Paulo foi empregado da microempresa Tudo Limpo Ltda. de 22/02/15 a 15/03/16. Trabalhava como auxiliar de serviços gerais, atuando na limpeza de parte da pista de

Leia mais

A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA

A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA Doutrina Nacional A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PAULO MÁRCIO CRUZ *** RESUMO: O presente artigo aborda a Democracia Representativa e sua insuficiência para enfrentar sociedades

Leia mais

GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE

GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE 01) A partir do século XVI, artistas estrangeiros, integrantes das diversas expedições artísticas e científicas que percorreram o território brasileiro, produziram imagens documentando,

Leia mais

ATIVIDADES. 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: 4 (Fuvest-SP) O esquema a seguir representa o ciclo de vida

ATIVIDADES. 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: 4 (Fuvest-SP) O esquema a seguir representa o ciclo de vida ATIVIDADES 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: ( c ) Vaso condutor ( a ) Gametófito ( d ) Sistema caulinar ( f ) Esporófito ( b ) Gimnosperma ( g ) Cone ( h ) Fanerógama ( i ) Criptógama

Leia mais

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo.

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. 1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. A B C Homens 42 36 26 Mulheres 28 24 32 Escolhendo-se uma aluna desse curso, a probabilidade de ela ser da turma A é:

Leia mais

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES OBJETIVOS DO TRABALHO A SER DESENVOLVIDO Vivenciar estratégias de leitura que ajudem as crianças a: Antecipar a leitura apoiando se no título e nas ilustrações;

Leia mais

EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS

EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS Prova: Auxiliar de Patologia Clínica Nível Fundamental (FUNIVERSA 2009) 1- Acerca do modelo de atenção à saúde, atualmente preconizado e implantado pelo Sistema Único

Leia mais

Experiência do Usuário e Designde Interfaces no Contexto Universitário

Experiência do Usuário e Designde Interfaces no Contexto Universitário Experiência do Usuário e Designde Interfaces no Contexto Universitário User Experience and Interface Design in the University Context Santa-Rosa, José Guilherme; Doutor em Educação em Ciências e Saúde

Leia mais

Esquema de pinagem ECU-TEST REV 02 MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION 26/09/2013

Esquema de pinagem ECU-TEST REV 02 MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION 26/09/2013 01 MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION 26/09/2013 MONTADORAS: SISTEMAS FIAT: PINAGEM DA ECU: IAW 1G7...3-4 PINAGEM DA ECU: IAW 59FB IAW 49FB IAW 4AF COM BC...5-6 PINAGEM DA ECU: IAW 59FB IAW 49FB IAW

Leia mais

Romantismo. Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS:

Romantismo. Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: Romantismo Questão 01 Sobre a Arte no Romantismo, julgue os itens a seguir em (C) CERTOS ou (E) ERRADOS: 1. ( C ) Foi a primeira e forte reação ao Neoclassicismo. 2. ( E ) O romantismo não valorizava a

Leia mais

GUIA MÉDICO AMERON PORTO VELHO

GUIA MÉDICO AMERON PORTO VELHO REDE PRÓPRIA AMERON HOSPITAL SAMARITANO Avenida: Calama, Nº. 2615 Bairro: Liberdade Fone: (069) 3211-7162 / 3211-7114 / 3211-7155 ESPECIALIDADES MÉDICAS: Angiologia, Cirurgia Vascular, Cardiologista, Cirurgião

Leia mais

Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015

Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015 Plano de trabalho Mediação Escolar e Comunitária 2015 Plano de Trabalho 2015 - Mediação Escolar e Comunitária 1 Hoje em dia é de vital importância desenvolvermos uma educação que vise à construção de uma

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 04 9 o ano do Ensino Fundamental Turma GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 1 o semestre de 2014 Data / / Escola Aluno Questão 01 Numa

Leia mais

HONDA CATÁLOGO DE APLICAÇÃO DE ROLAMENTOS PARA MOTOCICLETAS. Dimensões principais (mm) Modelo. DREAM 100 cc

HONDA CATÁLOGO DE APLICAÇÃO DE ROLAMENTOS PARA MOTOCICLETAS. Dimensões principais (mm) Modelo. DREAM 100 cc CATÁLOGO DE APLICAÇÃO DE ROLAMENTOS PARA MOTOCICLETAS HONDA DREAM 100 cc 6000 10 26 8 Placa de acionamento 1 6001 12 28 8 Árvore principal lado esq. 1 6201 12 32 8 Árvore secundária lado esq. 1 6203 17

Leia mais

NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 4. Ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa;

NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 4. Ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa; NOÇÕES DE INFORMÁTICA: CONFORME ITEM 4 DO EDITAL 4. Ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa; NAVEGADORES OU WEB-BROWSER Também conhecidos

Leia mais

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto O Ponto Secullum 4 comunica diretamente com os equipamentos de marcação de ponto informatizados de vários fabricantes. Desta forma,

Leia mais

BIOLÓGICAS. Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta. Resposta

BIOLÓGICAS. Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta. Resposta Questão 1 BIOLÓGICAS Em uma prova de biologia, um aluno deparou-se com duas figuras de células. Uma figura representava uma célula vegetal e outra representava uma célula animal. Identifique qual das figuras,

Leia mais

Aulas de ESTUDO ORIENTADO. Ensino Médio

Aulas de ESTUDO ORIENTADO. Ensino Médio Aulas de ESTUDO ORIENTADO Ensino Médio Material Estruturado para o Professor do Estudo Orientado das Escolas em Tempo Integral O Ensino Médio tem como propósito situar o sujeito como produtor do conhecimento

Leia mais

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc)

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc) LISTA DE FATORES DE EQUIVALÊNCIA E CORREÇÃO DE INSUMOS FARMACÊUTICOS ATIVOS REFERÊNCIAS CONSULTADAS: USP COMPÊNDIO MÉDICO Dicionário Brasileiro de Medicamentos ( DEF ) USP-DI MARTINDALE PDR Physician s

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Estequiometria RELAÇÃO: MOLS MOLS EXERCÍCIOS RESOLVIDOS (UFBA-BA) Hidreto de sódio reage com água, dando hidrogênio, segundo a reação: NaH + H 2 O NaOH + H 2 Para obter 10 mols de H 2, são necessários

Leia mais

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos.

Impressionismo. a) Apenas o item IV está correto. b) Apenas os itens II, III e V são corretos. c) Apenas os itens II, III e V estão incorretos. Impressionismo Questão 01 - Como os artistas realistas, que com a ciência haviam aprendido a utilizar determinados conhecimentos, os impressionistas se viram na necessidade de interpretar com maior vivacidade

Leia mais

LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS

LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS 000. COMBUSTIVEIS - NCM 22071000 NOME ST ICMS TIPO TRIBUTAÇÃO CST ETANOL COMUM 60 18% MONOFÁSICO COMPRA 70 VENDA 04 000. COMBUSTIVEIS - NCM 27101159 GASOLINA ADITV 60 28%

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Questão. Questão. C) I, II e III. Questão.

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Questão. Questão. C) I, II e III. Questão. LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Considere o texto Apelo, para responder às questões 1 a 6. 01 Apelo Amanhã faz um mês que a Senhora está longe de casa. Primeiros dias, para dizer a verdade, não

Leia mais

Catálogo. Linha 25 Linha 30 Linha 42 Suprema. Visite nosso website: www.alsev.com.br

Catálogo. Linha 25 Linha 30 Linha 42 Suprema. Visite nosso website: www.alsev.com.br Catálogo 2 Linha 25 Linha 30 Linha 42 Suprema Janelas e Portas de Correr Linha 25 Z-115 0,634 Kg/m P-157 1,355 Kg/m P-254 1,323 Kg/m Janelas e Portas de Correr Linha 25 Desenvolvido por WLD E-186 1,043

Leia mais

Projeto - Profissões. Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos. Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia

Projeto - Profissões. Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos. Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia Projeto - Profissões Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia Duração: 5 semanas Justificativa: Este projeto visa apresentar às crianças

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014-1 INSPER. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014-1 INSPER. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 0- INSPER POR PROFA MARIA ANTÔNIA C GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA Por um terminal de ônibus passam dez diferentes linhas A mais movimentada delas

Leia mais

JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA

JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA Fonte:mozafricaview.com [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] Ariadine Rodrigues Barbosa

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Marina Ribeiro, brasileira, casada, desempregada, filha de Laura Santos, portadora da identidade 855, CPF 909, residente e domiciliada na Rua Coronel Saturnino, casa

Leia mais

HIPERPLASIA NODULAR LINFÓIDE: IDE: DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

HIPERPLASIA NODULAR LINFÓIDE: IDE: DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO HIPERPLASIA NODULAR LINFÓIDE: IDE: DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO Marcela Lie Kawasaki Disciplina de Gastroenterologia Departamento de Pediatria Escola Paulista de Medicina Universidade Federal de São Paulo

Leia mais

EXERCÍCIOS DE AVALIAÇÃO

EXERCÍCIOS DE AVALIAÇÃO EXERCÍCIOS DE AVALIAÇÃO Planejamento Tributário Setembro de 2011 QUESTÃO 1 - RESPONDA AS QUESTÕES APRESENTADAS A SEGUIR: I - Cite algumas situações em que a pessoa jurídica estará obrigada à tributação

Leia mais

MINHA VIDA DE MENINA Helena Morley

MINHA VIDA DE MENINA Helena Morley MINHA VIDA DE MENINA Helena Morley 5ª reimpressão - 1999 Copyright (c) 1979, 1998 by Sara Caldeira Brant e Ignez Caldeira Brant Renault Preparação: Rosemary Cataldi Machado Revisão: Beatriz Moreira e Ana

Leia mais

Sistema Nacional de Registro Mercantil (SINREM) Ex Vi Legis www.exvilegis.wordpress.com REGISTRO DE EMPRESA

Sistema Nacional de Registro Mercantil (SINREM) Ex Vi Legis www.exvilegis.wordpress.com REGISTRO DE EMPRESA REGISTRO DE EMPRESA Afirma o artigo 967 do Código Civil: É obrigatória a inscrição do empresário no Registro Público de Empresas Mercantis da respectiva sede, antes do início de sua atividade. O Registro

Leia mais

Direito empresarial. Danylo Augusto Armelin

Direito empresarial. Danylo Augusto Armelin Direito empresarial Danylo Augusto Armelin 2015 por Editora e Distribuidora Educacional S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida ou transmitida de qualquer

Leia mais

7 a SÉRIE 8 o ANO CIÊNCIAS CADERNO DO ALUNO. Ciências da Natureza. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2

7 a SÉRIE 8 o ANO CIÊNCIAS CADERNO DO ALUNO. Ciências da Natureza. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 7 a SÉRIE 8 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 CIÊNCIAS Ciências da Natureza CADERNO DO ALUNO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO DE

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92

INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92 INSTRUÇÕES GERAIS - AMB/92 AMB/92 01. A presente TABELA DE HONORÁRIOS MÉDICOS foi elaborada com base em critérios uniformes para todas as especialidades e tem como finalidades estabelecer ÍNDICES MÍNIMOS

Leia mais

NOMENCLATURA DE CADEIAS RAMIFICADAS DOS HIDROCARBONETOS

NOMENCLATURA DE CADEIAS RAMIFICADAS DOS HIDROCARBONETOS NOMENCLATURA DE CADEIAS RAMIFICADAS DOS HIDROCARBONETOS Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (Vunesp-SP) Os nomes corretos dos compostos orgânicos: 02

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA ÍNDICE A H-Buster líder em Áudio e Vídeo automotivo lança o alarme automotivo

Leia mais

CPV especializado na ESPM ESPM Resolvida Prova E 8/novembro/2015

CPV especializado na ESPM ESPM Resolvida Prova E 8/novembro/2015 CPV especializado na ESPM ESPM Resolvida Prova E 8/novembro/2015 REDAÇÃO TEMA 1 Uma das consequências involuntárias da revolução informática foi a fragilização das fronteiras entre o público e o privado,

Leia mais

Exercícios sobre Impulso e Quantidade de Movimento com Gabarito

Exercícios sobre Impulso e Quantidade de Movimento com Gabarito Exercícios sobre Impulso e Quantidade de Movimento com Gabarito 1) (PUC-RS-003) A energia de um fóton é diretamente proporcional a sua freqüência, com a constante de Planck, h, sendo o fator de proporcionalidade.

Leia mais

PROGRAMA DE BIOLOGIA. 7ª, 8ª e 9ª classes 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO

PROGRAMA DE BIOLOGIA. 7ª, 8ª e 9ª classes 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO PROGRAMA DE BIOLOGIA 7ª, 8ª e 9ª classes 1º CICLO DO ENSINO SECUNDÁRIO Ficha Técnica Título Programa de Biologia - 7ª, 8ª e 9ª classes Editora Editora Moderna, S.A. Pré-impressão, Impressão e Acabamento

Leia mais

O VINHO NOVO É MELHOR.

O VINHO NOVO É MELHOR. O VINHO NOVO É MELHOR. Capítulo 1. Um Pobre Menino Rico Meu nome é Robert Thom, e sou um milagre vivo; embora não passe de uma pessoa muito vulgar que descobriu que a vida não precisa ser a chocha monotonia

Leia mais

CB300R CB300R A CATÁLOGO DE PEÇAS PARTS CATALOGUE CATÁLOGO DE PIEZAS 00X1B-KVK-001

CB300R CB300R A CATÁLOGO DE PEÇAS PARTS CATALOGUE CATÁLOGO DE PIEZAS 00X1B-KVK-001 CB00R CB00R CTÁLOGO DE PEÇS PRTS CTLOGUE CTÁLOGO DE PIEZS Moto Honda da mazônia Ltda. 2009 00XB-KVK-00 ÍNDICE INDEX ÍNDICE INSTRUÇÕES INSTRUCTIONS INSTRUCCIONES GRUPO DO MOTOR ENGINE GROUP GRUPO DE MOTOR

Leia mais

TABELA DE PREÇOS DE EXAMES PARTICULARES

TABELA DE PREÇOS DE EXAMES PARTICULARES CARDIOLOGIA 20010010 ELETROCARDIOGRAMA - ECG R$ 165,00 20010028 TESTE ERGOMÉTRICO R$ 330,00 20010141 ECODOPPLERCARDIOGRAMA R$ 385,00 20010052 HOLTER 24 HORAS R$ 385,00 20020058 MAPA 24 HORAS R$ 385,00

Leia mais

Física. Resolução das atividades complementares. F9 Refração da luz

Física. Resolução das atividades complementares. F9 Refração da luz Resolução das atividades complementares 3 Física F9 Refração da luz p. 46 Quais são as leis da refração? a lei: os raios incidente e refratado são coplanares; a lei: para uma refração com incidência oblíqua

Leia mais

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES 1. (Unicamp 2013) A sabedoria de Sócrates, filósofo ateniense que viveu no século V a.c., encontra o seu ponto de partida

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO HOME THEATER PHT660N2

MANUAL DE INSTRUÇÃO HOME THEATER PHT660N2 MANUAL DE INSTRUÇÃO HOME THEATER PHT660N2 Parabéns pela escolha de microsystem da linha Philco. Para garantir o melhor desempenho do produto, é importante ler atentamente as recomendações a seguir. Devido

Leia mais

PORTAL DO SERVIDOR - ÁREA PRIVADA PROCEDIMENTOS PARA GERAÇÃO DE SENHA

PORTAL DO SERVIDOR - ÁREA PRIVADA PROCEDIMENTOS PARA GERAÇÃO DE SENHA PREFEITURA DO MUNICIPIO DE SÃO PAULO PMSP SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SEMPLA COORDENADORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COGEP DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DERH DIVISÃO DE GESTÃO

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão 2 Eta, nóis / Brincando com Leminsk Menina, vou trabalhar em uma usina de cana pra alimentar os carros de uma família americana Menina, só vou poder te namorar no final de semana só vou poder te namorar

Leia mais

RESPOSTAS ESPERADAS E GABARITO

RESPOSTAS ESPERADAS E GABARITO 1 RESPOSTAS ESPERADAS E GABARITO PROVA DE SOCIOLOGIA 16/04/2015 TERCEIRAS SÉRIES DO ENSINO MÉDIO PRIMEIRO TRIMESTRE/2015 A fim de facilitar o entendimento da nota atribuída às questões dissertativas da

Leia mais

Macedo, Lino de. (2005). Ensaios pedagógicos: Como construir uma escola para todos? ArtMed. Porto Alegre.

Macedo, Lino de. (2005). Ensaios pedagógicos: Como construir uma escola para todos? ArtMed. Porto Alegre. Macedo, Lino de. (2005). Ensaios pedagógicos: Como construir uma escola para todos? ArtMed. Porto Alegre. ISBN 85-363-0366-2 Resenhado por Margarita Victoria Gómez Universidade Vale do Rio Verde Dezembro

Leia mais

Aulas de Projeto de Vida Ensino Fundamental 6º ao 9º ano

Aulas de Projeto de Vida Ensino Fundamental 6º ao 9º ano PROJETO DE VIDA Aulas de Projeto de Vida Ensino Fundamental 6º ao 9º ano Material Estruturado para o Professor de Projeto de Vida Para o Ensino Fundamental 6º ao 9º ano I bimestre 2013 Caro Professor,

Leia mais

CAPÍTULO 1 CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 3. O conhecimento Histórico, 12. Os primeiros passos da humanidade, 31

CAPÍTULO 1 CAPÍTULO 2 CAPÍTULO 3. O conhecimento Histórico, 12. Os primeiros passos da humanidade, 31 Operários, Tarsila de Amaral CAPÍTULO 1 O conhecimento Histórico, 12 CAPÍTULO 2 Os primeiros passos da humanidade, 31 Murais, Di Cavalcanti. CAPÍTULO 3 O povoamento da América e os primeiros habitantes

Leia mais

ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO RESUMO

ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO RESUMO 1 ESTRATÉGIA DE MARKETING O BOTICÁRIO Adriana Fussiger Silveira 1 Aline Florisbal 2 Camila Pinzon 3 Dilson Borges 4 João Antonio Jardim Silveira 5 RESUMO O presente trabalho busca traçar um plano estratégico

Leia mais

PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012.

PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL (DIRETORIA GERAL DO PESSOAL/1860) DEPARTAMENTO BARÃO DE SURUHY PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012. Aprova as Normas Técnicas

Leia mais

NEURODYN III Manual de Operação

NEURODYN III Manual de Operação NEURODYN III Manual de Operação Estimulação Elétrica Nervosa Trascutânea (TENS e FES) (Registro Anvisa nº 10360310012) 9 a edição (09/2009) 2 ATENÇÃO: ESTE MANUAL DE INSTRUÇÕES FAZ MENÇÃO AO EQUIPAMENTO

Leia mais

5 a SÉRIE 6 o ANO LÍNGUA PORTUGUESA. Caderno do Professor Volume 1. Linguagens ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS

5 a SÉRIE 6 o ANO LÍNGUA PORTUGUESA. Caderno do Professor Volume 1. Linguagens ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS 5 a SÉRIE 6 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Caderno do Professor Volume 1 LÍNGUA PORTUGUESA Linguagens GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO

Leia mais

LOGÍSTICA. C)As opções I e IV estão corretas. D)Somente a opção II está correta.

LOGÍSTICA. C)As opções I e IV estão corretas. D)Somente a opção II está correta. LOGÍSTICA 1.Toda e qualquer empresa, salvo aquelas que vendem o seu produto diretamente para o cliente, necessitam de um ou mais canais de distribuição de seus produtos, canais estes que podem ser atacadistas

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO ENCANTADO / PREMIUM

MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO ENCANTADO / PREMIUM WWW.FIORELLO.COM.BR SAC@FIORELLO.COM.BR ENTRADA PRINCIPAL S/N - DISTRITO IND. II - BAIRRO CARAMURU TEL: (46) 3547-3547 CEP: 85880-000 - ITAIPULÂNDIA - PR MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO

Leia mais

MANUAL DO ENCONTRO COM DEUS NA VISÃO DO MDA

MANUAL DO ENCONTRO COM DEUS NA VISÃO DO MDA MANUAL DO ENCONTRO COM DEUS NA VISÃO DO MDA ENCONTRO TREMENDO É LUGAR DE ESTAR FACE A FACE COM DEUS O PRÉ ENCONTRO A ESCADA DO SUCESSO NA VISÃO DO M.D.A. Enviar Ganhar 1. Projeto Natanael 3 2. Grupo de

Leia mais

Rede social

Faça o seu material acessível ao maior número de pessoas, publicando-lo aqui. Descubra o que as pessoas pensam sobre o seu trabalho.

E-biblioteca

Carregue número ilimitado de documentos, agora e sempre completamente gratuito!

Pesquisa e partilha de conhecimentos

Encontre materiais úteis e compartilhe-los com amigos e colegas, enviando-lhes o link para o material.