Apresentamos-lhe umas ferramentas confortáveis e gratuitas para publicar e compartilhar informações.

Volume ilimitado

Carregue tanto quanto você quiser! O volume de arquivos carregados é ilimitado. Você pode publicar qualquer número de documentos em formatos eletrônicos PDF, Microsoft Word e PowerPoint.

HTML5, sem Flash

Todos os arquivos carregados no site serão automaticamente adaptados para leitura no iPad, iPhone, Android e outras plataformas.

Exibir na janela do navegador

Oportunidade para exibir os documentos sem baixar - direito na janela do browser. É realmente cômodo!

Quais as tarefas podem ser resolvidas usando o nosso site?

Ao utilizar o nosso site você pode encontrar facilmente livros para ajudar a se preparar para o exame, bem como os ensaios completos, trabalhos de curso e tutoriais sobre diversos temas. A Biblioteca deste Recursos de Formação tem milhares de manuais, artigos e livros em uma variedade de disciplinas acadêmicas.

Publicar catálogos com os produtos em nosso website, tornando-os disponíveis a um público mais vasto. Anuncie seu negócio, colocando folhetos, brochuras e materiais promocionais. Encontre ideias interessantes e soluções para negócio que compartilham nossos usuários do recurso.

Comprou uma lavadora, mas não têm manual? Tente procurá-lo no nosso recurso. Você tem o mais recente modelo? Ajude aos outros - enriqueça a base, adicionando manual que ainda não está disponível no site.

Faça sua pesquisa disponível não apenas para os colegas, mas também a um público mais vasto. Publique e discuta seus artigos. Mantenha-se atualizado com os últimos desenvolvimentos científicos através de nosso website. Encontre materiais de pesquisa sobre o tema que lhe interessa e compartilhe-los com os colegas.

Conte sobre suas obras para as pessoas, publicando elas no nosso website. A coleção de cenários para os feriados, poesia, coletâneas de contos e outras obras de autores menos conhecidos e independentes.

Documentos procurados

LIMA, Hanna Gabriela da Silveira PEREIRA, Izete Soares da Silva Dantas

LIMA, Hanna Gabriela da Silveira PEREIRA, Izete Soares da Silva Dantas ABORTO INDUZIDO: UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA HANNA GABRIELA DA SILVEIRA LIMA Bacharel em Enfermagem pelo Centro Universitário do Rio Grande do Norte-UNIRN. Email: hlima803@gmail.com IZETE SOARES DA SILVA

Leia mais

Ementário do Curso de Licenciatura em Física Disciplinas Optativas

Ementário do Curso de Licenciatura em Física Disciplinas Optativas Ementário do Curso de Licenciatura em Física Disciplinas s Física e Ensino de FísIca... 3 Introdução às Teorias da Relatividade Especial e Geral... 3 Introdução à Cosmologia... 3 Tratamento de Dados Experimentais...

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA MONOGRAFIA DE FINAL DE CURSO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA MONOGRAFIA DE FINAL DE CURSO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA MONOGRAFIA DE FINAL DE CURSO AVALIAÇÃO DE UMA EMPRESA DE CAPITAL ABERTO O CASO DA SOUZA CRUZ Derek Lundgren Bittar Nº de matrícula:

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISAS EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS FUCAPE LETICIA CAMPOS SOUZA

FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISAS EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS FUCAPE LETICIA CAMPOS SOUZA FUNDAÇÃO INSTITUTO CAPIXABA DE PESQUISAS EM CONTABILIDADE, ECONOMIA E FINANÇAS FUCAPE LETICIA CAMPOS SOUZA CONTEÚDO INFORMACIONAL DOS FATOS RELEVANTES: Uma análise do comportamento do valor da empresa

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Varginha MG 2014 SUMÁRIO 1 Contextualização da Mantenedora 5 2 Contextualização da Mantida 7 3 Contextualização do Curso 13 4 Projeto Pedagógico do

Leia mais

PASTA TÉCNICA PROCESSO CISA Nº 943/2013. Modalidade de Licitação: Tomada de Preços Nº 01/2013. Tipo de Licitação: Menor Preço por Item

PASTA TÉCNICA PROCESSO CISA Nº 943/2013. Modalidade de Licitação: Tomada de Preços Nº 01/2013. Tipo de Licitação: Menor Preço por Item Folha nº:... Proc. Nº: 943/2013 Rúbrica: Cássia PASTA TÉCNICA PROCESSO CISA Nº 943/2013 Modalidade de Licitação: Tomada de Preços Nº 01/2013 Tipo de Licitação: Menor Preço por Item PASTA TÉCNICA PROCESSO

Leia mais

29 a 31 de outubro de 2014 Local: Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos ABIMAQ

29 a 31 de outubro de 2014 Local: Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos ABIMAQ PROMOÇÃO E REALIZAÇÃO REDE METROLÓGICA DO ESTADO DE SÃO PAULO - REMESP REDE DE SANEAMENTO E ABASTECIMENTO DE ÁGUA - RESAG 29 a 31 de outubro de 2014 Local: Associação Brasileira da Indústria de Máquinas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN MAURÍCIO DE SOUZA RÊGO NETO RELATÓRIO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO ROBOEDUC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN MAURÍCIO DE SOUZA RÊGO NETO RELATÓRIO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO ROBOEDUC UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN MAURÍCIO DE SOUZA RÊGO NETO RELATÓRIO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO ROBOEDUC NATAL 2016 2 Sumário 1.0 LISA DE FIGURAS... 3 2.0 RESUMO... 3 3.0 DESCRIÇÃO

Leia mais

SUBSÍDIOS PARA A ANÁLISE DE UM SOFTWARE PARA GESTÃO DOCUMENTAL

SUBSÍDIOS PARA A ANÁLISE DE UM SOFTWARE PARA GESTÃO DOCUMENTAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL CENTRO DE CIENCIAS SOCIAIS E HUMANAS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA ESPECIALIZAÇÃO LATO-SENSU GESTÃO EM ARQUIVOS SUBSÍDIOS PARA A ANÁLISE

Leia mais

LUIS HENRIQUE PEREIRA DE SOUZA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EM EMPRESA PRIVADA

LUIS HENRIQUE PEREIRA DE SOUZA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EM EMPRESA PRIVADA LUIS HENRIQUE PEREIRA DE SOUZA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EM EMPRESA PRIVADA Assis 2015 LUIS HENRIQUE PEREIRA DE SOUZA ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA EM EMPRESA PRIVADA Projeto de pesquisa apresentado ao Curso

Leia mais

Aprendizagem e formação de sucessores na empresa familiar: um estudo de caso da Loja Menezes

Aprendizagem e formação de sucessores na empresa familiar: um estudo de caso da Loja Menezes Página118 Aprendizagem e formação de sucessores na empresa familiar: um estudo de caso da Loja Menezes Learning and development of successors in family business: a case study of the Menezes Company Resumo

Leia mais

32 advogados ligados ao PCC são presos em SP

32 advogados ligados ao PCC são presos em SP PACOTE DE BOLACHAS EX-TITÃS CHARLES GAVIN COMPILA RELANÇAMENTOS NO FORMATO VINIL PÁG. 18 SÃO PAULO Quarta-feira, 23 de novembro de 2016 Edição nº 2.418, ano 10 MÍN: 16 C MÁX: 26 C leitor.sp@metrojornal.com.br

Leia mais

VISUALIDADES REVISTA DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CULTURA VISUAL

VISUALIDADES REVISTA DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CULTURA VISUAL VISUALIDADES REVISTA DO PROGRAMA DE MESTRADO EM CULTURA VISUAL ISSN 1679-6748 VISUALIDADES. GOIÂNIA. v.8 n.2. Jul-Dez/2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Reitor Edward Madureira Brasil Pró-Reitora de Pesquisa

Leia mais

Substituiu a CRLS e pósteriormente foi substituída pela empresa JAMP.

Substituiu a CRLS e pósteriormente foi substituída pela empresa JAMP. a. PODER JUDICIÁRIO SEÇÃO JUDICIARIA DE SÃO PAULO 6ª VARA FEDERAI. CRIMINAL DE sao PAULO ESPECIA.LIZADA EM CRJMRS CONTRA O SISTEMA FINANCE'!RO NACfONAL E LA VAGEM DE VALORES ) ALEXANDRE ROMANO e o valor

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA SUBSEQUENTE AO NÍVEL MÉDIO MODALIDADE PRESENCIAL

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA SUBSEQUENTE AO NÍVEL MÉDIO MODALIDADE PRESENCIAL 1 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Mato Grosso Campus Primavera do Leste PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO

Leia mais

Patrícia de Souza Bressan

Patrícia de Souza Bressan Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade Federal de Viçosa Viçosa (MG) - CEP 36570-000 CNPJ: 07.245.367/0001-14 Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular Universidade Federal

Leia mais

JORGE LUIZ GONÇALVES DE ALMEIDA Presidente Nacional da Comissão Organizadora DIRETORIA: ACR CRUZEIRO DO SUL AC FAIXA ETÁRIA: ENTRE 14 A 17 ANOS

JORGE LUIZ GONÇALVES DE ALMEIDA Presidente Nacional da Comissão Organizadora DIRETORIA: ACR CRUZEIRO DO SUL AC FAIXA ETÁRIA: ENTRE 14 A 17 ANOS Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Administração Central Processo seletivo para o Programa Jovem Aprendiz dos Correios Homologação de Resultado Edital Nº 125/2014 A Empresa Brasileira de Correios

Leia mais

Processo nº. 0028/09 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº. 229/2009

Processo nº. 0028/09 EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº. 229/2009 O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional do Paraná, adiante designado simplesmente SENAI-PR, com sede na Avenida Cândido de Abreu, n 200, Centr o Cívico, Curitiba/PR, está promovendo

Leia mais

Sistema Gerenciador de Bibliotecas Relação dos livros cadastrados no 4 º trimestre de 2012

Sistema Gerenciador de Bibliotecas Relação dos livros cadastrados no 4 º trimestre de 2012 Autor Título Classificação Qtde. A agroindústria da carne bovina no nordeste A agroindústria da carne 8.:66.0 A8 bovina no nordeste A avicultura industrial no nordeste Oliveira, Alfredo Augusto 8.:66.(8/8)

Leia mais

ESTUDO DO PROCESSO DE FURAÇÃO EMPREGADO NO MÉTODO DO FURO CEGO PARA MEDIÇÃO DE TENSÃO RESIDUAL

ESTUDO DO PROCESSO DE FURAÇÃO EMPREGADO NO MÉTODO DO FURO CEGO PARA MEDIÇÃO DE TENSÃO RESIDUAL ESTUDO DO PROCESSO DE FURAÇÃO EMPREGADO NO MÉTODO DO FURO CEGO PARA MEDIÇÃO DE TENSÃO RESIDUAL Rodrigo Blödorn, rbl@labmetro.ufsc.br 1 2 Matias Roberto Viotti, mov@labmetro.ufsc.br 2 Armando Albertazzi

Leia mais

Modelagem Sistêmica e Simulação: I4 Modelagem computacional

Modelagem Sistêmica e Simulação: I4 Modelagem computacional Desenvolvimento de um software para automatizar processos de calibração Modelagem Sistêmica e Simulação: I4 Modelagem computacional Luan Marlon Hirano (UNIOESTE) lu_marlon@yahoo.com.br Eduardo Leseire

Leia mais

Estimados Alunos, Pais, Professores e Colaboradores,

Estimados Alunos, Pais, Professores e Colaboradores, 02 Índice Inhaltsverzeichnis 02 Palavras da Direção Vorwort der Schulleitung Momento do plantio da magnólia, fechando as comemorações do Centenário com representantes dos alunos, professores, coordenadores,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA - UFJF PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE LIVROS NOVOS EDITAL 001/2009 RESULTADO - ITENS CONTEMPLADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA - UFJF PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE LIVROS NOVOS EDITAL 001/2009 RESULTADO - ITENS CONTEMPLADOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA - UFJF PROGRAMA DE AQUISIÇÃO DE LIVROS NOVOS EDITAL 001/2009 RESULTADO - ITENS CONTEMPLADOS Curso Quantidade REQ TITULO SUBTITULO AUTOR EDICAO ISBN_ISSN EDITORA Administração

Leia mais

RESPONSABILIDADE DA EMPRESA NO APERFEIÇOAMENTO DOS EMPREGADOS NO LIABILITY COMPANY IMPROVEMENT OF EMPLOYEES

RESPONSABILIDADE DA EMPRESA NO APERFEIÇOAMENTO DOS EMPREGADOS NO LIABILITY COMPANY IMPROVEMENT OF EMPLOYEES RESPONSABILIDADE DA EMPRESA NO APERFEIÇOAMENTO DOS EMPREGADOS NO LIABILITY COMPANY IMPROVEMENT OF EMPLOYEES CARLOS AURÉLIO MOTA DE SOUZA Advogado. Professor e Orientador de Curso de Pós-graduação em Direito

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM MECÂNICA - SUBSEQUENTE

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM MECÂNICA - SUBSEQUENTE PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO EM MECÂNICA - SUBSEQUENTE Campus Blumenau BLUMENAU/SC Outubro/2015 1 FRANCISCO JOSÉ MONTÓRIO SOBRAL REITOR JOSETE MARA STAHELIN

Leia mais

CONTROLE DO CARREGAMENTO NO ENSAIO DE ESTRUTURAS MECÂNICAS

CONTROLE DO CARREGAMENTO NO ENSAIO DE ESTRUTURAS MECÂNICAS SBA: Controle de Automa~ão,Vol. 1, NC? 2, pp 116-.121 ' CONTROLE DO CARREGAMENTO NO ENSAIO DE ESTRUTURAS MECÂNICAS Armando Albertazzi Gonçalves Júnior, Engº. Mec., M.Sc Carlos Alberto Schneider, Engº.

Leia mais

( 2 ) Teórica ( 2 ) Prática

( 2 ) Teórica ( 2 ) Prática Unidade Universitária: Escola de Engenharia Curso: Engenharia Mecânica Disciplina: Ciências Térmicas I Professor: Sílvia Velázquez Carga horária: 04 Ementa: ( 2 ) Teórica ( 2 ) Prática Núcleo Temático:

Leia mais

TMEC Metrologia e Instrumentação. Prof. Alessandro Marques

TMEC Metrologia e Instrumentação. Prof. Alessandro Marques TMEC Metrologia e Instrumentação Prof. Alessandro Marques (amarques@ufpr.br) www.metrologia.ufpr.br FICHA 1 (permanente) TMEC Metrologia e Instrumentação EMENTA DA DISCIPLINA TMEC FICHA No 1 (permanente)

Leia mais

Proposta de Desenvolvimento de um Sistema para a Coleta Automatizada de Dados em Processos de Instrumentação em Segurança de Barragens

Proposta de Desenvolvimento de um Sistema para a Coleta Automatizada de Dados em Processos de Instrumentação em Segurança de Barragens Proposta de Desenvolvimento de um Sistema para a Coleta Automatizada de Dados em Processos de Instrumentação em Segurança de Barragens Willian Zalewski 1,2,3, Armando Albertazzi Gonçalvez Jr. 1,2, Huei

Leia mais

BOLSA DE ARTE DO RIO DE JANEIRO ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNEA SÃO PAULO 27 NOVEMBRO 2014

BOLSA DE ARTE DO RIO DE JANEIRO ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNEA SÃO PAULO 27 NOVEMBRO 2014 www.bolsadearte.com BOLSA DE ARTE DO RIO DE JANEIRO ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNEA SÃO PAULO 27 NOVEMBRO 2014 SÃO PAULO 27 NOVEMBRO 2014 Heinz Kühn LOTE 13 arte moderna E contemporânea LEILÃO 27 de NOVEMBRO

Leia mais

A habilidade social da marca: uma reflexão sobre interação marcaindivíduo

A habilidade social da marca: uma reflexão sobre interação marcaindivíduo A habilidade social da marca: uma reflexão sobre interação marcaindivíduo no ambiente digital Fernanda Carrera Universidade Federal Fluminense (UFF). Rio de Janeiro. RJ. Brasil. Contato com a autora: fernandacarrera@gmail.com

Leia mais

ALAIR GOMES FOTOGRAFIA, CRÍTICA DE ARTE E DISCURSO DA SEXUALIDADE ANDRÉ PITOL

ALAIR GOMES FOTOGRAFIA, CRÍTICA DE ARTE E DISCURSO DA SEXUALIDADE ANDRÉ PITOL ALAIR 1 2 3 ALAIR GOMES FOTOGRAFIA, CRÍTICA DE ARTE E DISCURSO DA SEXUALIDADE ANDRÉ PITOL 4 5 ANDRÉ LUÍS CASTILHO PITOL ALAIR GOMES: FOTOGRAFIA, CRÍTICA DE ARTE E DISCURSO DA SEXUALIDADE Trabalho apresentado

Leia mais

VOCÊ NÃO PODE PERDER! A FEIRA DE NEGÓCIOS E NETWORKING MAIS ESPERADA DE LONDRES SERÁ NESTE SÁBADO, 26 DE SETEMBRO GRÁTIS.

VOCÊ NÃO PODE PERDER! A FEIRA DE NEGÓCIOS E NETWORKING MAIS ESPERADA DE LONDRES SERÁ NESTE SÁBADO, 26 DE SETEMBRO GRÁTIS. LONDRES, 22 a 28 de Setembro de 2015 GRÁTIS Ano 15 / Número 690 www.braziliannews.uk.com Londres fala português no Brazilian News A FEIRA DE NEGÓCIOS E NETWORKING MAIS ESPERADA DE LONDRES SERÁ NESTE SÁBADO,

Leia mais

BRANDING E A ESTRATÉGIA DE CONSTRUÇÃO DE MARCA; O CASO DA REDE DE CAFETERIAS STARBUCKS

BRANDING E A ESTRATÉGIA DE CONSTRUÇÃO DE MARCA; O CASO DA REDE DE CAFETERIAS STARBUCKS BRANDING E A ESTRATÉGIA DE CONSTRUÇÃO DE MARCA; O CASO DA REDE DE CAFETERIAS STARBUCKS GABRIELA LIMA LOPES ROBERTA REGINA FADEL Rio de Janeiro 2006 2 Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ Centro

Leia mais

INFO ARSLVT assina Contratos Programa com o Município de Sintra para construção de 3 novas Unidades de Saúde na Região

INFO ARSLVT assina Contratos Programa com o Município de Sintra para construção de 3 novas Unidades de Saúde na Região INFO ARSLVT assina Contratos Programa com o Município de Sintra para construção de 3 novas Unidades de Saúde na Região A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) firmou com a Câmara

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE ENGENHARIAS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE ENGENHARIAS PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO Professor: Prof. Eduardo Walker Prof. Marcelo Lemos Rossi Disciplina: Metrologia e Ensaios Código: 0980012 Carga horária semanal: 4 ha Semestre letivo: 2013/01 Oferecida

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina MEC220 Metrologia

Programa Analítico de Disciplina MEC220 Metrologia Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina MEC0 Metrologia Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: Teóricas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO RURAL RAQUEL RAU

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO RURAL RAQUEL RAU UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO RURAL RAQUEL RAU MODOS DE COMER, MODOS DE VIVER: UM OLHAR SOBRE O PROGRAMA NACIONAL

Leia mais

ENSAIOS EXPERIMENTAIS PARA ANÁLISE DE REPETITIVIDADE E REPRODUTIBILIDADE (R&R) NO LABORATÓRIO DE METROLOGIA

ENSAIOS EXPERIMENTAIS PARA ANÁLISE DE REPETITIVIDADE E REPRODUTIBILIDADE (R&R) NO LABORATÓRIO DE METROLOGIA ENSAIOS EXPERIMENTAIS PARA ANÁLISE DE REPETITIVIDADE E REPRODUTIBILIDADE (R&R) NO LABORATÓRIO DE METROLOGIA Hérica Guedes de Toledo (FEPI) hericagtoledo@hotmail.com Paulo Henrique Paulista (FEPI) paulohpaulista@gmail.com

Leia mais

A CONSTRUÇÃO E A COMUNICAÇÃO DA MARCA DOCENTE

A CONSTRUÇÃO E A COMUNICAÇÃO DA MARCA DOCENTE UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE - UNESC CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM DIDÁTICA E METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR THIAGO MENEGHEL RODRIGUES A CONSTRUÇÃO E A COMUNICAÇÃO DA MARCA DOCENTE

Leia mais

Gabriela Pamplona Botelho

Gabriela Pamplona Botelho O Papel da Comunicação Integrada de Marketing na Construção de Valor para uma Marca Gabriela Pamplona Botelho Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Gestão de Empresas

Leia mais

«Um clássico é um livro que nunca acaba de

«Um clássico é um livro que nunca acaba de Índice... Prefácio.... 7 O Amigo Dedicado... 13 O Príncipe Feliz.... 37 O Menino-Estrela... 57 O Gigante Egoísta... 87 O Aniversário da Infanta.... 99 O Foguete Distinto.... 135 Prefácio «Um clássico é

Leia mais

O meu respiro suave sobre teu peito nu,

O meu respiro suave sobre teu peito nu, [ 1 ] [ 2 ] O MEU RESPIRO SUAVE SOBRE O TEU PEITO NU Redenção - Pará [ 3 ] Copyright - Alufa-Licuta Oxoronga Esta obra foi publicada sob uma licença Você pode: Copiar, compartilhar, distribuir, exibir

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ JESSICA ALESSIO VENCESLAU. Arte à mão armada: vanguarda e resistência em Carlos Zílio ( )

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ JESSICA ALESSIO VENCESLAU. Arte à mão armada: vanguarda e resistência em Carlos Zílio ( ) UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ JESSICA ALESSIO VENCESLAU Arte à mão armada: vanguarda e resistência em Carlos Zílio (1966-1970) CURITIBA 2016 Jessica Alessio Venceslau Arte à mão armada: vanguarda e resistência

Leia mais

Resenha. Paulo Renato Flores Durán *

Resenha. Paulo Renato Flores Durán * Resenha Resenha Paulo Renato Flores Durán * O encontro de Joaquim Nabuco com a política: as desventuras do liberalismo. 2ª ed. revista e ampliada. Nogueira, Marco Aurélio. Paz e Terra São Paulo: 2010,

Leia mais

ECONOMIA COLABORATIVA E BRANDING: A CONSTRUÇÃO DA MARCA CASA DA TRANSIÇÃO

ECONOMIA COLABORATIVA E BRANDING: A CONSTRUÇÃO DA MARCA CASA DA TRANSIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRISCILLA MAYER BARBOSA ECONOMIA COLABORATIVA E BRANDING: A CONSTRUÇÃO DA MARCA CASA DA TRANSIÇÃO CURITIBA 2017 PRISCILLA MAYER BARBOSA ECONOMIA COLABORATIVA E BRANDING:

Leia mais

Manual de uso da marca Spcine

Manual de uso da marca Spcine Manual de uso da marca Spcine Apresentação A identidade visual de uma instituição é um ativo de grande valor e deve ser administrado criteriosamente. Este manual foi elaborado com a função de orientar

Leia mais

PROJETO ESCOLA SOLIDÁRIA

PROJETO ESCOLA SOLIDÁRIA PROJETO ESCOLA SOLIDÁRIA Prezados alunos, Esta cartilha foi elaborada especialmente para apresentarmos a vocês alguns princípios da economia solidária. Para torná-la mais dinâmica, adotamos o formato

Leia mais

Manual de aplicação de marca

Manual de aplicação de marca Manual de aplicação de marca Índice Apresentação... 03 Conceitos e Atributos... 04 Cores Institucionais (quadricomia e RGB)... 05 Cores Institucionais (escala de cinza e positivo/negativo)... 06 Tipografia...

Leia mais

EMANOEL SANCHES MARTINS CONTROLE GENÉTICO DO NÚMERO DE FLORES E DO VINGAMENTO FLORAL EM FEIJÃO

EMANOEL SANCHES MARTINS CONTROLE GENÉTICO DO NÚMERO DE FLORES E DO VINGAMENTO FLORAL EM FEIJÃO EMANOEL SANCHES MARTINS CONTROLE GENÉTICO DO NÚMERO DE FLORES E DO VINGAMENTO FLORAL EM FEIJÃO LAVRAS - MG 2017 EMANOEL SANCHES MARTINS CONTROLE GENÉTICO DO NÚMERO DE FLORES E DO VINGAMENTO FLORAL EM FEIJÃO

Leia mais

Construção e comunicação de uma marca territorial: o caso do município de Viana do Castelo

Construção e comunicação de uma marca territorial: o caso do município de Viana do Castelo UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA Construção e comunicação de uma marca territorial: o caso do município de Viana do Castelo Gorete Marques Instituto Politécnico de Leiria LEIRIA, PORTUGAL gorete.marques@ipleiria.pt

Leia mais

Manual Aplicação Marca. Edição 2015

Manual Aplicação Marca. Edição 2015 Manual Aplicação Marca Edição 2015 Por que devo usar? Este manual foi baseado no Manual de Aplicação da Marca IF, Instituido pela Portaria Setec/MEC nº 31, de 15 de setembro de 2015, tem por objetivo orientar

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE UMA CULTURA ORGANIZACIONAL APOIADA NA MARCA CORPORATIVA: ESTUDO DE CLUSTER CATARINENSE. PETRELLI, Marco Aurelio. Dr.

A CONSTRUÇÃO DE UMA CULTURA ORGANIZACIONAL APOIADA NA MARCA CORPORATIVA: ESTUDO DE CLUSTER CATARINENSE. PETRELLI, Marco Aurelio. Dr. A CONSTRUÇÃO DE UMA CULTURA ORGANIZACIONAL APOIADA NA MARCA CORPORATIVA: ESTUDO DE CLUSTER CATARINENSE. PETRELLI, Marco Aurelio. Dr. (ER) SIGMO/UFSC - Significação da Marca, Informação e Comunicação Organizacional

Leia mais

FAMÍLIAS EM SERRALVES 2010

FAMÍLIAS EM SERRALVES 2010 FAMÍLIAS EM SERRALVES 2010 Ver, experimentar, criar, brincar, passear, descansar, descontrair, em percursos de exploração, em oficinas e exposições, em conversas e piqueniques, à descoberta da arte e dos

Leia mais

DIVERSIDADE E TAXONOMIA DE LEVEDURAS EM FLORES DE HELICONIA PSITTACORUM

DIVERSIDADE E TAXONOMIA DE LEVEDURAS EM FLORES DE HELICONIA PSITTACORUM Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Microbiologia DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DIVERSIDADE E TAXONOMIA DE LEVEDURAS EM FLORES DE HELICONIA PSITTACORUM Anne

Leia mais

Arbítrios do feminino: aspectos de uma política do cotidiano em Helena (1876), de Machado de Assis, no jornal O Globo. Priscila Salvaia 1

Arbítrios do feminino: aspectos de uma política do cotidiano em Helena (1876), de Machado de Assis, no jornal O Globo. Priscila Salvaia 1 Arbítrios do feminino: aspectos de uma política do cotidiano em Helena (1876), de Machado de Assis, no jornal O Globo. Priscila Salvaia 1 Nesta comunicação propomos uma releitura do folhetim Helena (1876),

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE IPAMERI Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE IPAMERI Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE IPAMERI Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal 1 REDUÇÃO DO ABORTAMENTO DE VAGENS E PRODUTIVIDADE DE PLANTAS DE SOJA TRATADAS COM BENZILADENINA

Leia mais

Sonia Silva Rua Domingos Ceroni 86

Sonia Silva Rua Domingos Ceroni 86 BOLETIM 56 outubro de 2005 REFERÊNCIA 1 - BIBLIOGRAFIA ESTUDOS SOBRE A VIOLÊNCIA SEXUAL CONTRA A MULHER, 1984-2003, de Débora Diniz e outras. Ed. Letraslivres, 2005. 320p. ISBN 85-98070-02-5 Conjunto de

Leia mais

A epistemologia da educação A epistemology of education

A epistemologia da educação A epistemology of education A epistemologia da educação A epistemology of education Lílian Anna Nachonicz* Aí pergunto a Deus Escute, amigo: Se foi p ra desfazer, por que é que fez? (MORAIS, V. Cotidiano n. 2, 1972) RESUMO O conhecimento

Leia mais

Arte e sociedade no Brasil : De 1957 a artistas/obras e reações. Profa. Consuelo Holanda 1

Arte e sociedade no Brasil : De 1957 a artistas/obras e reações. Profa. Consuelo Holanda 1 Arte e sociedade no Brasil : De 1957 a 1975- artistas/obras e reações Profa. Consuelo Holanda consueloholanda2010@hotmail.com 1 Em 1967, o painel de Cláudio Tozzi, exposto no 4º Salão Nacional de Arte

Leia mais

60 ART IS ON. Andreia Magalhães

60 ART IS ON. Andreia Magalhães 60 ART IS ON n.º 4 2016 O FILME NAS PRÁTICAS ARTÍSTICAS CONCEPTUAIS ENTRE A DESMATERIALIZAÇÃO DO OBJETO DE ARTE E A ESPECIFICIDADE DO MEDIUM FILM IN CONCEPTUAL ART BETWEEN THE DEMATERIALIZATION OF THE

Leia mais

Palavras-chave: arte e história; cultura e representação, patrimônio artístico.

Palavras-chave: arte e história; cultura e representação, patrimônio artístico. INDIGNAÇÃO E DENUNCIA NA PRODUÇÃO ARTÍSTICA BRASILEIRA (1964/1985) Profª Dra. Sandra C. A. Pelegrini (CEAPAC/UEM e PPH/UEM)) Resumo: Algumas produções artísticas brasileiras, no período que se sucedeu

Leia mais

O cinema de Exceção: a Metalinguagem no Super-8 Brasileiro 1. Luciana ALMEIDA 2 Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE

O cinema de Exceção: a Metalinguagem no Super-8 Brasileiro 1. Luciana ALMEIDA 2 Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE O cinema de Exceção: a Metalinguagem no Super-8 Brasileiro 1 Luciana ALMEIDA 2 Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE RESUMO O surto superoitista experimental brasileiro, sobretudo durante a ditadura

Leia mais

Fragmentos por um comprometimento político da obra de arte: Claudio Tozzi ( )

Fragmentos por um comprometimento político da obra de arte: Claudio Tozzi ( ) Fragmentos por um comprometimento político da obra de arte: Claudio Tozzi (1964-1968) Alexandre Pedro de Medeiros 1 Resumo: Claudio Tozzi é um artista visual paulistano que, no início de sua carreira,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA A NATUREZA ACIDENTARIA DA SINDROME DE DEPRESSÃO RESULTANTE DO ASSÉDIO MORAL: Fátima Regina Queiroz Faria

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA A NATUREZA ACIDENTARIA DA SINDROME DE DEPRESSÃO RESULTANTE DO ASSÉDIO MORAL: Fátima Regina Queiroz Faria UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA A NATUREZA ACIDENTARIA DA SINDROME DE DEPRESSÃO RESULTANTE DO ASSÉDIO MORAL: Fátima Regina Queiroz Faria Juiz de Fora 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA A NATUREZA

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - PROESPE MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL PROPOSTA DE SISTEMA DE GESTÃO EM SEGURANÇA NO TRABALHO PARA EMPRESAS DE CONSTRUÇÃO

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PESQUISA E EXTENSÃO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PESQUISA E EXTENSÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PESQUISA E EXTENSÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM ENFERMAGEM DO TRABALHO Darley Andrade Elisângela da Graça IMPACTO FINANCEIRO DECORRENTE DAS APOSENTADORIAS E MORTES POR ACIDENTES

Leia mais

RESPONSABILIDADES. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho, dos Códigos Penal e Civil.

RESPONSABILIDADES. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho, dos Códigos Penal e Civil. Quando se fala em responsabilidades somos remetidos às leis, códigos e normas às quais nos servem de orientação e nos obriga a cumpri-las. A principal delas é a Constituição Federal, além das Normas Regulamentadoras

Leia mais

Relatório Belo Horizonte 13 de junho de 2013

Relatório Belo Horizonte 13 de junho de 2013 Relatório Belo Horizonte 13 de junho de 2013 COMPOSIÇÃO DOS GRUPOS Grupo 1: Evaldo Moreira de Matos FETRANSCOOP/MG Enedina Braga - COOPSERV Lousanne Cavalcantti - NOSSACOOP Marcos Alves Leisson - COOPMETRO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DA SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO- SIT Nº 98 DE D.O.U.:

INSTRUÇÃO NORMATIVA DA SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO- SIT Nº 98 DE D.O.U.: INSTRUÇÃO NORMATIVA DA SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO- SIT Nº 98 DE 15.08.2012 D.O.U.:16.08.2012 Dispõe sobre procedimentos de fiscalização do cumprimento, por parte dos empregadores, das normas destinadas

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O TRABALHO ESCOLAR 3º ANO - Matutino. Belo Horizonte 01 de fevereiro de 2017.

ORIENTAÇÕES PARA O TRABALHO ESCOLAR 3º ANO - Matutino. Belo Horizonte 01 de fevereiro de 2017. ORIENTAÇÕES PARA O TRABALHO ESCOLAR 3º ANO - Matutino Senhores Pais, Saúde e Paz! Belo Horizonte 01 de fevereiro de 2017. Para que este ano de 2017 transcorra de forma organizada e tranquila solicitamos

Leia mais

Preparando você para o sucesso! ESTABILIDADES E GARANTIAS PROVISÓRIAS NO EMPREGO

Preparando você para o sucesso! ESTABILIDADES E GARANTIAS PROVISÓRIAS NO EMPREGO www.fagnersandes.com.br Preparando você para o sucesso! ESTABILIDADES E GARANTIAS PROVISÓRIAS NO EMPREGO Inicialmente, cabe registrar, que estabilidade é o direito do empregado de permanecer no emprego

Leia mais

Relatório de atividades 7ª Perna

Relatório de atividades 7ª Perna Relatório de atividades 7ª Perna 1 a 31 de Março de 2017 Resultados 2 Clipping Total 7ª Perna 89 matérias publicadas Clipping por Mídia Comparativo 2013 a 2016 3 Produção 4 Divulgação 16 releases produzidos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE COMUNITÁRIA ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA DO TRABALHO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE COMUNITÁRIA ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA DO TRABALHO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE COMUNITÁRIA ESPECIALIZAÇÃO EM MEDICINA DO TRABALHO WANER LUIZ WATERKEMPER ALANO ACIDENTES DE TRABALHO FATAIS NOTIFICADOS

Leia mais

DOCUMENTO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITO AUTORAL

DOCUMENTO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITO AUTORAL UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA ACIDENTE DO TRABALHO E A RESPONSABILIDADE CIVIL DO EMPREGADOR DOCUMENTO PROTEGIDO PELA LEI DE DIREITO AUTORAL Por: Emilia Pereira

Leia mais

GT 40 Violência, Polícia e Justiça no Brasil: Agenda de pesquisa e desafios teóricos-metodológicos

GT 40 Violência, Polícia e Justiça no Brasil: Agenda de pesquisa e desafios teóricos-metodológicos 1 GT 40 Violência, Polícia e Justiça no Brasil: Agenda de pesquisa e desafios teóricos-metodológicos (Des)Confiança: uma análise comparada da (des)articulação do Sistema de Justiça Criminal em Esmeraldas

Leia mais

SCIENCE, TECHNOLOGY AND INNOVATION AGENDA

SCIENCE, TECHNOLOGY AND INNOVATION AGENDA SCIENCE, TECHNOLOGY AND INNOVATION AGENDA 08/06/2011 TEMAS DE COOPERAÇÃO ENTRE UNIÃO EUROPEIA E BRASIL Este documento propõe temas de interesse mutuo e prioritário em Ciência, Tecnologia e Inovação para

Leia mais

DEBATE DE NORMAS E VALORES VIVENCIADO PELO SUJEITO NA ATIVIDADE DO TRABALHO. Norms and values lived by the subject in labor activities debate.

DEBATE DE NORMAS E VALORES VIVENCIADO PELO SUJEITO NA ATIVIDADE DO TRABALHO. Norms and values lived by the subject in labor activities debate. Agenda Social ELETRONIC JOURNAL VOLUME NÚMERO 9 1 ISSN 1981-9862 www.revistaagendasocial.com.br DEBATE DE NORMAS E VALORES VIVENCIADO PELO SUJEITO NA ATIVIDADE DO TRABALHO Norms and values lived by the

Leia mais

Contestação do Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário

Contestação do Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário Contestação do Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário 1 A Previdência Social tem a obrigação constitucional de dar cobertura ao acidente do trabalho: Cabe ao INSS toda a regulamentação do reconhecimento

Leia mais

A reforma agrária nos campos do sul de Portugal (1975): uma revolução na revolução

A reforma agrária nos campos do sul de Portugal (1975): uma revolução na revolução Seção Livre http://dx.doi.org/10.15448/1980-864x.2016.3.22985 A reforma agrária nos campos do sul de Portugal (1975): uma revolução na revolução Raquel Varela* Constantino Piçarra** Resumo: Realizado a

Leia mais

AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS

AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS AVALIAÇÃO EXTERNA DAS ESCOLAS Relatório Agrupamento de Escolas Abade de Baçal BRAGANÇA 2014 2015 Área Territorial de Inspeção do Norte CONSTITUIÇÃO DO AGRUPAMENTO Jardins de Infância e Escolas EPE 1.º

Leia mais

A última sessão de teatro

A última sessão de teatro A última sessão de teatro Luiz Marfuz 1 RESUMO: A peça apresenta um velho e reconhecido ator, que abandona o palco no meio de um espetáculo e que possui uma velha colega e amiga. Após sua decisão de deixar

Leia mais

Rosa Luxemburgo. e do radicalismo burguês, o único elemento 01. Prefácio PRIMEIRA PARTE

Rosa Luxemburgo. e do radicalismo burguês, o único elemento 01. Prefácio PRIMEIRA PARTE Rosa Luxemburgo Prefácio PRIMEIRA PARTE 1. O Método Oportunista 2. A Adaptação do Capitalismo 3 A Realização do Socialismo pelas Reformas Sociais 4. A Política Alfandegária e o Militarismo 5. Consequências

Leia mais

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Enzimas. Prof. Me. Cássio Resende de Morais

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Enzimas. Prof. Me. Cássio Resende de Morais FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Enzimas Prof. Me. Cássio Resende de Morais Enzimas Catalisadores biológicos: substâncias de origem biológica que aceleram

Leia mais

POKER TOURNAMENT DIRECTORS ASSOCIATION Regras 2015, Versão 1.1, 20 de agosto de 2015 Anexo com Procedimentos Recomendados e Exemplos

POKER TOURNAMENT DIRECTORS ASSOCIATION Regras 2015, Versão 1.1, 20 de agosto de 2015 Anexo com Procedimentos Recomendados e Exemplos POKER TOURNAMENT DIRECTORS ASSOCIATION Regras 2015, Versão 1.1, 20 de agosto de 2015 Anexo com Procedimentos Recomendados e Exemplos Partes em Itálico Vermelho: mudanças em relação a 2013 A TDA é uma associação

Leia mais

Entre reforma e revolução

Entre reforma e revolução 1 Entre reforma e revolução Ivo Tonet Introdução Tenho acompanhado, com muito interesse, inúmeras publicações, progressistas e até revolucionárias, em um sentido amplo, referentes à crise atual. Constato

Leia mais

OBTURADOR DE SEGURANÇA

OBTURADOR DE SEGURANÇA Manual Técnico D103687XPT2 Agosto 2017 Tipo OSE OBTURADOR DE SEGURANÇA ÍNDICE Generalidades... 1 Características... 1 Marcação... 2 Dimensões e Pesos... 3 Funcionamento... 4 Instalação... 4 Activação...

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM BIOSSENSOR POTENCIOMÉTRICO, À BASE DE SOJA, PARA A DETERMINAÇÃO DE URÉIA

DESENVOLVIMENTO DE UM BIOSSENSOR POTENCIOMÉTRICO, À BASE DE SOJA, PARA A DETERMINAÇÃO DE URÉIA Katharina Carla Santos de Oliveira DESENVOLVIMENTO DE UM BIOSSENSOR POTENCIOMÉTRICO, À BASE DE SOJA, PARA A DETERMINAÇÃO DE URÉIA Dissertação realizada sob a orientação do Prof. Dr.Jailson Vieira de Melo,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ EDUARDO SILVEIRA EDUCAÇÃO ESTÉTICA AMBIENTAL E TEATRO DO OPRIMIDO: FUNDAMENTOS E PRÁTICAS COMUNS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ EDUARDO SILVEIRA EDUCAÇÃO ESTÉTICA AMBIENTAL E TEATRO DO OPRIMIDO: FUNDAMENTOS E PRÁTICAS COMUNS UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ EDUARDO SILVEIRA EDUCAÇÃO ESTÉTICA AMBIENTAL E TEATRO DO OPRIMIDO: FUNDAMENTOS E PRÁTICAS COMUNS CURITIBA 2009 EDUARDO SILVEIRA EDUCAÇÃO ESTÉTICA AMBIENTAL E TEATRO DO OPRIMIDO:

Leia mais

CONTATO: Engº Bruno Rafael A. Silva Especialista em soluções enzimáticas; (11)

CONTATO: Engº Bruno Rafael A. Silva Especialista em soluções enzimáticas; (11) ENZIMAS IMPORTÂNCIA NO REPROCESSAMENTO DE INSTRUMENTAIS CIRÚRGICOS CONTATO: Engº Bruno Rafael A. Silva Especialista em soluções enzimáticas; (11) 9643-8217 1 bruno.silva@quimisa.com.br ENZIMAS IMPORTÂNCIA

Leia mais

Universidade de Brasília CET Centro de Excelência em Turismo. Pós-graduação Lato Sensu. Curso de Especialização em Gastronomia e Segurança Alimentar

Universidade de Brasília CET Centro de Excelência em Turismo. Pós-graduação Lato Sensu. Curso de Especialização em Gastronomia e Segurança Alimentar Universidade de Brasília CET Centro de Excelência em Turismo Pós-graduação Lato Sensu Curso de Especialização em Gastronomia e Segurança Alimentar Comer na Roça MARIA LUCILA LINS LAGO Brasília DF Agosto

Leia mais

COMPOSTOS ORGÂNICOS E INORGÂNICOS

COMPOSTOS ORGÂNICOS E INORGÂNICOS 2º EM Biologia Professor João COMPOSTOS ORGÂNICOS E INORGÂNICOS Os compostos da vida Os seres vivos são formados por diversos compostos químicos; Encontrados em maior quantidade: OXIGÊNIO (O), CARBONO

Leia mais

A deficiência no enzima Glicose-6-Fosfato Desidrogenase - Sensibilidade a fármacos

A deficiência no enzima Glicose-6-Fosfato Desidrogenase - Sensibilidade a fármacos UNIVERSIDADE DO ALGARVE Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Química e Farmácia A deficiência no enzima Glicose-6-Fosfato Desidrogenase - Sensibilidade a fármacos Daniela Filipa Ribeiro Brás

Leia mais

ENZIMAS TERMOESTÁVEIS

ENZIMAS TERMOESTÁVEIS CURSO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA NATUREZA LICENCIATURA EM BIOLOGIA ENZIMAS TERMOESTÁVEIS Avaliação de fatores químicos e físicos que afetam as proteínas ELIMARY PONTES FERREIRA CONSTANTINO DOS SANTOS CAMPOS

Leia mais

Enzimas. 1.Maiores velocidades de reacção

Enzimas. 1.Maiores velocidades de reacção Enzimas Enzimas Diferenças em relação aos catalisadores químicos: 1.Maiores velocidades de reacção P Com enzima reacção A P Sem enzima tempo 2. Condições de reacção mais suaves 3. Maior especificidade

Leia mais

Elisena Cristiani Battistella Maidana

Elisena Cristiani Battistella Maidana Elisena Cristiani Battistella Maidana INTERVENÇÃO DIDÁTICA PARA O ENSINO DE TERMOQUÍMICA: UMA PROPOSTA PARA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES DE QUÍMICA Passo Fundo 2016 SUMÁRIO 1 Introdução...

Leia mais

Enzimas Fermentos. Enzimologia: A ciência que estuda as enzimas

Enzimas Fermentos. Enzimologia: A ciência que estuda as enzimas Enzimas Fermentos As enzimas (ou fermentos), junto `as vitaminas e hormonas, constituem um grupo de substâncias cataliticamente activas nos organismos vivos Lazzaro Spallanzani (1783) Louis Pasteur (1857)

Leia mais

ENZIMAS. Prof. Dr. Vagne Oliveira. Medicina Veterinária

ENZIMAS. Prof. Dr. Vagne Oliveira. Medicina Veterinária ENZIMAS Disciplina: Bioquímica, Prof. Dr. Vagne Oliveira Medicina Veterinária I. VISÃO GERAL A enzima B Cada traço representa uma enzima Catalizadores biológicos: substâncias de origem biológicas que aceleram

Leia mais

Concurso Público PREFEITURA DE ARAPIRACA / CARGO: Biólogo / TIPO 1 1

Concurso Público PREFEITURA DE ARAPIRACA / CARGO: Biólogo / TIPO 1 1 1 TEXTO 1 Português Apesar de avanços, educação ainda trava desenvolvimento no Brasil (1) Os municípios do Brasil alcançaram, em média, um índice de desenvolvimento humano alto, graças a avanços em educação,

Leia mais

PROTEÍNAS Professores: Manoela e Marco Aurélio 2017

PROTEÍNAS Professores: Manoela e Marco Aurélio 2017 PROTEÍNAS Professores: Manoela e Marco Aurélio 2017 Bioquímica Celular Elementos químicos da matéria viva Principais substâncias presentes na matéria viva Proteínas - Nutriente construtor (função plástica)

Leia mais

A resposta correta é: um ir e vir de altos e baixos que requer alegria perene e coragem..

A resposta correta é: um ir e vir de altos e baixos que requer alegria perene e coragem.. Questão 1 Todo caminho da gente é resvaloso. Mas também, cair não prejudica demais A gente levanta, a gente sobe, a gente volta!... O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: Esquenta e esfria, aperta

Leia mais

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora:

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora: ERRO E-4 O erro ocorre quando o sensor de imersão da serpentina da evaporadora informa à placa principal da própria evaporadora que a serpentina está numa temperatura anormal (ou muito fria ou muito quente

Leia mais

A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA

A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA Doutrina Nacional A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PAULO MÁRCIO CRUZ *** RESUMO: O presente artigo aborda a Democracia Representativa e sua insuficiência para enfrentar sociedades

Leia mais

Resposta: Resposta: 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE. Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral

Resposta: Resposta: 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE. Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral Data: / / 1 [ 112885 ]. (Uncisal 2012) Observe o trecho da música Admirável Gado Novo, de Zé Ramalho,

Leia mais

ENEM 2014 - Prova resolvida Química

ENEM 2014 - Prova resolvida Química ENEM 014 - Prova resolvida Química 01. Para impedir a contaminação microbiana do suprimento de água, deve-se eliminar as emissões de efluentes e, quando necessário, tratá-lo com desinfetante. O ácido hipocloroso

Leia mais

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL 1) Há algum tempo atrás, os livros, as revistas, os jornais, as fotografias, o cinema e a televisão eram em preto e branco. Hoje as cores fazem

Leia mais

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico Resumir é apresentar de forma breve, concisa e seletiva um certo conteúdo. Isto significa reduzir a termos breves e precisos a parte essencial de um tema. Saber fazer um bom resumo é fundamental no percurso

Leia mais

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL Para arquivo eletrônico utilize o atalho CTRL+F e digite o modelo do veículo desejado. LINHA GM Monza e Monza Classic Kadett e Kadett

Leia mais

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS GEEKIE ENEM III 2ª SÉRIE CADERNO 1 PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES 1. Este CADERNO DE QUESTÕES contém

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante, E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Deitado eternamente em berço esplêndido,

Leia mais

Evento de Alinhamento de Conhecimentos e Habilidades para Aplicação do SAEB

Evento de Alinhamento de Conhecimentos e Habilidades para Aplicação do SAEB SEÇÃO 1 Evento de Alinhamento de Conhecimentos e Habilidades para Aplicação do SAEB SAEB: Compromisso com a promoção, melhoria da qualidade da Educação Básica e promoção da equidade Em uma escola pública...

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão 2 Eta, nóis / Brincando com Leminsk Menina, vou trabalhar em uma usina de cana pra alimentar os carros de uma família americana Menina, só vou poder te namorar no final de semana só vou poder te namorar

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Questão. Questão. C) I, II e III. Questão.

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Questão. Questão. C) I, II e III. Questão. LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Considere o texto Apelo, para responder às questões 1 a 6. 01 Apelo Amanhã faz um mês que a Senhora está longe de casa. Primeiros dias, para dizer a verdade, não

Leia mais

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição SEMANA 1 ESTRUTURA DA PETIÇÃO INICIAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO... (observar art. 319, I, do CPC e Código de Organização e Divisão Judiciária do seu Estado) (NOME COMPLETO DA PARTE AUTORA),

Leia mais

CPV seu Pé Direito no INSPER

CPV seu Pé Direito no INSPER CPV seu Pé Direito no INSPER INSPER Resolvida 14/junho/015 Prova A Análise Quantitativa e Lógica 01. Uma caia com a forma de paralelepípedo reto retângulo, sem tampa, pode ser produzida a partir de uma

Leia mais

Reserva da Biosfera da Amazônia Central

Reserva da Biosfera da Amazônia Central Reserva da Biosfera da Amazônia Central Estudo de caso da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã Seminário Internacional sobre Mineração e Sustentabilidade Socioambiental em Reservas da Biosfera

Leia mais

Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA

Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA 20.00.04.300 IMPACTO DE PESSOA CONTRA OBJETO PARADO 20.00.04.600 IMPACTO DE PESSOA CONTRA OBJETO

Leia mais

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Universidade Federal Fluminense Oficina de Trabalho Elaboração de Provas Escritas Questões Objetivas Profª Marcia Memére Rio de Janeiro, janeiro de 2013 QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Cada uma das

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 04 9 o ano do Ensino Fundamental Turma GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 1 o semestre de 2014 Data / / Escola Aluno Questão 01 Numa

Leia mais

As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota

As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota Questão UNESP 1ª Fase 01 dia 16/11 As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota Quando o coronel João Capistrano Honório

Leia mais

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão.

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. TIPOS DE BATISMO Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. A forma praticada no Novo Testamento era por imersão, conforme vemos: A palavra grega

Leia mais

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma?

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma? O que é um Pocket Show? Apesar de não ter limite de tempo, definimos Pocket Show como uma apresentação curta, em média 40 minutos, ou, em caso de bandas com muitos membros, uma apresentação com número

Leia mais

(C) às - à - à LÍNGUA PORTUGUESA. Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo.

(C) às - à - à LÍNGUA PORTUGUESA. Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo. Dl. Quando a economia política clássica 02. nasceu, no Reino Unido e na França, ao final 03. do século XVIII e início

Leia mais

10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula

10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasprofessores 10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula Apresentamos o especial do site Esoterikha.com e Redemotivacao.com.br

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA XVI OLÍMPIADA DE QUÍMICA DO RIO GRANDE DO NORTE

PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA XVI OLÍMPIADA DE QUÍMICA DO RIO GRANDE DO NORTE PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA XVI OLÍMPIADA DE QUÍMICA DO RIO GRANDE DO NORTE PROVA OBJETIVA E DISCURSIVA MODALIDADE B 3ª série PARTE OBJETIVA QUESTÃO 1 Uma prática bastante comum empregada em

Leia mais

O SPED E SEUS REFLEXOS NA PROFISSÃO CONTÁBIL

O SPED E SEUS REFLEXOS NA PROFISSÃO CONTÁBIL O SPED E SEUS REFLEXOS NA PROFISSÃO CONTÁBIL SASSO, Alexandra (TCC Ciências Contábeis) FECILCAM, allekassandra@hotmail.com ROSA, Ivana Carla da (TCC Ciências Contábeis) FECILCAM, ivanacrosa@hotmail.com

Leia mais

DIPHOTERINE Solução de Lavagem ANVISA No.80260810001

DIPHOTERINE Solução de Lavagem ANVISA No.80260810001 DIPHOTERINE Solução de Lavagem ANVISA No.80260810001 O Que É e para que Serve Diphoterine Solução de Lavagem (Diphoterine) é um produto fabricado na França pelo Laboratório Prevor, utilizado em primeiros

Leia mais

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A A) F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPE VESTIBULAR DE INVERNO JUNHO DE 2016 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A Pág. 1/38 V E S T

Leia mais

Exame simulado. EXIN Lean IT Foundation

Exame simulado. EXIN Lean IT Foundation Exame simulado EXIN Lean IT Foundation Edição julho 2015 Copyright 2015 EXIN All rights reserved. No part of this publication may be published, reproduced, copied or stored in a data processing system

Leia mais

PROVA OBJETIVA. manutenção dos modelos atuais. O item abaixo em que NÃO se localiza qualquer crítica é:

PROVA OBJETIVA. manutenção dos modelos atuais. O item abaixo em que NÃO se localiza qualquer crítica é: LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO MUDANÇA DE MODELO O Globo, 8/02/2004 CARTA DO LEITOR 1 O governo brasileiro está perdendo uma ótima oportunidade de promover uma melhor distribuição populacional através de seus

Leia mais

W19. JUVENTUDE Marcos Madaleno

W19. JUVENTUDE Marcos Madaleno W19. JUVENTUDE Marcos Madaleno Marcos Madaleno UMA JUVETUDE QUE ELEVA E INSPIRA Vocês foram ressuscitados com Cristo. Portanto, ponham o seu interesse nas coisas que são do céu, onde Cristo está sentado

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE IDÉIAS ESTATÍSTICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A CONSTRUÇÃO DE IDÉIAS ESTATÍSTICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL A CONSTRUÇÃO DE IDÉIAS ESTATÍSTICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Antonio Carlos de Souza Universidade Cruzeiro do Sul Celi Espasandin Lopes Universidade Cruzeiro do Sul Resumo Neste trabalho apresentamos uma atividade

Leia mais

Questão 2. Questão 3. Questão 1. Questão 4. alternativa A. alternativa D. alternativa D

Questão 2. Questão 3. Questão 1. Questão 4. alternativa A. alternativa D. alternativa D INSTRUÇÃO: Para responder às questões de números 01 a 05, leia a propaganda. Questão 2 No texto, fica pressuposto que o sentimento de saudades a) está presente quando há distância física. b) pode ser suprido

Leia mais

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo.

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. 1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. A B C Homens 42 36 26 Mulheres 28 24 32 Escolhendo-se uma aluna desse curso, a probabilidade de ela ser da turma A é:

Leia mais

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações**

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações** Cidade Legislação Base de Cálculo Alíquota Resumo Analândia Lei Municipal 1.472/2004 Cód. 17.04 Cód. 17.05 Cód. 17.04 Cód. 17.05 prestadas pela Sr. André - Fiscal ISS Última Atualização Fonte Endereço

Leia mais

Fascículo. Revisão PARCEIRO DE CONTEÚDO:

Fascículo. Revisão PARCEIRO DE CONTEÚDO: Fascículo Revisão PARCEIRO DE CONTEÚDO: 01. Observe o hidrômetro da fi gura e a leitura do mostrador, representada por 51709,5. ENTENDA SEU HIDRÔMETRO m = 1.000 litros Metros cúbicos de água consumidos

Leia mais

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

CIÊNCIAS MOLECULARES E CELULARES

CIÊNCIAS MOLECULARES E CELULARES CIÊNCIAS MOLECULARES E CELULARES UE 1 : ORIGEM E EVOLUÇÃO DAS CÉLULAS Conteúdo: Evolução química, evolução biológica, células procarióticas e eucarióticas. Profª Anézia Lima Chaves Ribeiro anezialcr@gmail.com.br

Leia mais

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO:

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: É a distancia, em projeção horizontal, entre o centro de massa de uma camada do pavimento e o(s) centro(s) de massa da(s) jazidas(s) que fornecerá(ão) materiais

Leia mais

VESTIBULAR 2010 PROVA OBJETIVA 1ª Fase

VESTIBULAR 2010 PROVA OBJETIVA 1ª Fase Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá VESTIBULAR 2010 PROVA OBJETIVA 1ª Fase Nome do Candidato: Nº de Inscrição Curso: 1. Este caderno de provas é composto de 60 questões de conhecimentos

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - Janeiro ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 SOCIOLOGIA QUESTÃO 52

Processo Seletivo/UFU - Janeiro ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 SOCIOLOGIA QUESTÃO 52 SOCIOLOGIA QUESTÃO 51 Na história do surgimento da Sociologia, a primeira corrente teórica consolidada foi o positivismo. Assinale a alternativa INCORRETA sobre essa corrente de pensamento. A) O positivismo

Leia mais

6 a SÉRIE 7 o ANO MATEMÁTICA CADERNO DO ALUNO. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2

6 a SÉRIE 7 o ANO MATEMÁTICA CADERNO DO ALUNO. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 6 a SÉRIE 7 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 MATEMÁTICA CADERNO DO ALUNO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO DE SÃO PAULO CADERNO

Leia mais

Idealismo - corrente sociológica de Max Weber, se distingui do Positivismo em razão de alguns aspectos:

Idealismo - corrente sociológica de Max Weber, se distingui do Positivismo em razão de alguns aspectos: A CONTRIBUIÇÃO DE MAX WEBER (1864 1920) Max Weber foi o grande sistematizador da sociologia na Alemanha por volta do século XIX, um pouco mais tarde do que a França, que foi impulsionada pelo positivismo.

Leia mais

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 ANALISES CLINICAS - CITOLOGIA - PATOLOGIA CLINICA ACIL -

Leia mais

MANUAL BÁSICO DE OPERAÇÕES COM PRODUTOS PERIGOSOS

MANUAL BÁSICO DE OPERAÇÕES COM PRODUTOS PERIGOSOS SECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO GRUPAMENTO DE OPERAÇÕES COM PRODUTOS PERIGOSOS GOPP MANUAL BÁSICO DE OPERAÇÕES COM PRODUTOS PERIGOSOS Autores:

Leia mais

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÕES DE 1 A 10 TEXTO: A ideia de se poder definir o gênero homo atribuindo-lhe a qualidade de sapiens, ou seja, de um ser racional e sábio, é sem dúvida uma

Leia mais

JOÃO E O PÉ DE TDAH: UM TRANSTORNO RELACIONADO AOS MENINOS?

JOÃO E O PÉ DE TDAH: UM TRANSTORNO RELACIONADO AOS MENINOS? 2 Associação Educacional Sul-Rio-Grandense FACULDADE PORTO-ALEGRENSE NÚCLEO INTEGRADO DE PÓS-GRADUAÇÃO PSICOPEDAGOGIA: ABORDAGEM INSTITUCIONAL E CLÍNICA JOÃO E O PÉ DE TDAH: UM TRANSTORNO RELACIONADO AOS

Leia mais

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras.

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Ao iniciar este capítulo, é preciso saber o que vem a ser juro. Você sabe o que

Leia mais

ATIVO IMOBILIZADO - Procedimentos Contábeis - Pequenas e Médias Empresas - Resolução CFC nº 1255/2009

ATIVO IMOBILIZADO - Procedimentos Contábeis - Pequenas e Médias Empresas - Resolução CFC nº 1255/2009 ATIVO IMOBILIZADO - Procedimentos Contábeis - Pequenas e Médias Empresas - Resolução CFC nº 1255/2009 Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 04/12/2012. Sumário: 1 - Introdução 2 - Conceitos

Leia mais

ELETROMAGNETISMO

ELETROMAGNETISMO 1. (FMJ 2016) Duas placas longas, planas e eletrizadas com sinais opostos e de mesmo módulo, dispostas paralelamente e distanciadas de 20 cm uma da outra, apresentam entre si diferença de potencial 200

Leia mais

CPV especializado na ESPM ESPM Resolvida Prova E 8/novembro/2015

CPV especializado na ESPM ESPM Resolvida Prova E 8/novembro/2015 CPV especializado na ESPM ESPM Resolvida Prova E 8/novembro/2015 REDAÇÃO TEMA 1 Uma das consequências involuntárias da revolução informática foi a fragilização das fronteiras entre o público e o privado,

Leia mais

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos TBCA-USP (Versões 3 e 4) no contexto internacional

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos TBCA-USP (Versões 3 e 4) no contexto internacional ARCHIVOS LATINOAMERICANOS DE NUTRICION Organo Oficial de la Sociedad Latinoamericana de Nutrición Vol. 56 Nº 4, 2006 Tabela Brasileira de Composição de Alimentos TBCA-USP (Versões 3 e 4) no contexto internacional

Leia mais

Movimentos sociais na pauta das Ciências Sociais 200 Características dos movimentos sociais 204 A questão da identidade 205

Movimentos sociais na pauta das Ciências Sociais 200 Características dos movimentos sociais 204 A questão da identidade 205 Capítulo 7 Cidadania, política e Estado 171 Cidadania é uma conquista 172 As origens dos conceitos de cidadão e cidadania 173 Políticas públicas: dilemas da cidadania 176 Condições da cidadania no Brasil

Leia mais

Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE

Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE Na unidade anterior falamos sobre importantes aspectos do PDDE tradicional, dentre os quais, a operacionalização

Leia mais

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA Leitura de Códigos de Falhas do motor. Apaga Códigos de Falhas do motor. Leitura

Leia mais

EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS

EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS Prova: Auxiliar de Patologia Clínica Nível Fundamental (FUNIVERSA 2009) 1- Acerca do modelo de atenção à saúde, atualmente preconizado e implantado pelo Sistema Único

Leia mais

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 SOCIOLOGIA

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 SOCIOLOGIA VESTIBULAR DE VERÃO 2011 SOCIOLOGIA QUESTÃO 1 Uma série de mudanças políticas e econômicas ocorreu na Europa, a partir do fim da Idade Média. O quadro A liberdade guiando o povo (1830), de Eugène Delacroix,

Leia mais

Filosofia Isaquel Silva. VI MVA Limoeiro, /11/2012. *Respostas Corretas N : Série: 2º/EM 1 e 2 Turma:

Filosofia Isaquel Silva. VI MVA Limoeiro, /11/2012. *Respostas Corretas N : Série: 2º/EM 1 e 2 Turma: Filosofia Isaquel Silva VI MVA Limoeiro, /11/2012 *Respostas Corretas N : Série: 2º/EM 1 e 2 Turma: 1. (VUNESP/UEA) Se estes assuntos, assim como a virtude e também a amizade e o prazer, foram suficientemente

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF APLICATIVO DE FORMULÁRIOS GUIA DE NAVEGAÇÃO PERFIL MUNICÍPIO Versão do Guia: 1.1 Brasília, DF Abril de 2011 2011 Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

EXAMES SUPLETIVOS DO ENSINO MÉDIO 1º SEMESTRE / 2011 FOLHA DE RESPOSTAS

EXAMES SUPLETIVOS DO ENSINO MÉDIO 1º SEMESTRE / 2011 FOLHA DE RESPOSTAS EXAMES SUPLETIVOS DO ENSINO MÉDIO º SEMESTRE / FOLHA DE RESPOSTAS Nº DE INSCRIÇÃO DO CANDIDATO NOME DO CANDIDATO DATA DE NASCIMENTO Nº DO DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO SRE MUNICÍPIO ESTABELECIMENTO DE ENSINO

Leia mais

CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO

CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO Bem-vindo a bordo de seu novo RENAULT Este Manual de Utilização e Manutenção coloca à sua disposição as informações que permitirão: conhecer bem o seu RENAULT, para utilizá-lo

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS 01. O SUS foi implantado com um conceito ampliado de saúde. Este conceito foi resultado de embate político que fez cair por terra a idéia de que

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa A. alternativa E

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa A. alternativa E Questão 1 Leia a charge. (www.newtonsilva.com) É correto afirmar que a charge visa a) apoiar a atitude dos alunos e propor a liberação geral da frequência às aulas. b) enaltecer a escola brasileira e homenagear

Leia mais

NEURODYN III Manual de Operação

NEURODYN III Manual de Operação NEURODYN III Manual de Operação Estimulação Elétrica Nervosa Trascutânea (TENS e FES) (Registro Anvisa nº 10360310012) 9 a edição (09/2009) 2 ATENÇÃO: ESTE MANUAL DE INSTRUÇÕES FAZ MENÇÃO AO EQUIPAMENTO

Leia mais

ORÇAMENTO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS E DESPESAS DE VENDAS. Jéssica Pacheco Kayro Felix

ORÇAMENTO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS E DESPESAS DE VENDAS. Jéssica Pacheco Kayro Felix ORÇAMENTO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS E DESPESAS DE VENDAS Jéssica Pacheco Kayro Felix Orçamento de Despesas Operacionais Orçamento das Despesas Administrativas Orçamento das Despesas Comerciais / Vendas

Leia mais

RESPOSTAS ESPERADAS E GABARITO

RESPOSTAS ESPERADAS E GABARITO 1 RESPOSTAS ESPERADAS E GABARITO PROVA DE SOCIOLOGIA 16/04/2015 TERCEIRAS SÉRIES DO ENSINO MÉDIO PRIMEIRO TRIMESTRE/2015 A fim de facilitar o entendimento da nota atribuída às questões dissertativas da

Leia mais

Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa PROJETO APLICATIVO:

Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa PROJETO APLICATIVO: Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa PROJETO APLICATIVO: Nova perspectiva na construção de modelo padrão de Termo de Referência para otimização dos processos de compras do LACEN-DF. Analda Lima

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Estequiometria RELAÇÃO: MOLS MOLS EXERCÍCIOS RESOLVIDOS (UFBA-BA) Hidreto de sódio reage com água, dando hidrogênio, segundo a reação: NaH + H 2 O NaOH + H 2 Para obter 10 mols de H 2, são necessários

Leia mais

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015.

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015. TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE 103203 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), COM 103204 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), SEM EXAME 2.525,0000

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL No dia 23 de fevereiro de 2016, Roberta, 20 anos, encontrava-se em um curso preparatório para concurso na cidade de Manaus/AM. Ao final da aula, resolveu ir comprar

Leia mais

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma:

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma: Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Espacial º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1º Bimestre/01 Aluno(a): Número: Turma: 1) Dado um paralelepípedo

Leia mais

DIREITO PENAL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL

DIREITO PENAL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO DIREITO PENAL PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL SEU CADERNO Além deste caderno de rascunho contendo o enunciado da peça prático-profissional e das quatro questões discursivas,

Leia mais

A CRIANÇA EM SITUAÇÃO DE PERIGO: INTOXICAÇÃO EXÓGENA

A CRIANÇA EM SITUAÇÃO DE PERIGO: INTOXICAÇÃO EXÓGENA A CRIANÇA EM SITUAÇÃO DE PERIGO: INTOXICAÇÃO EXÓGENA Carole Carvalho dos Santos* RESUMO A intoxicação exógena constitui um importante problema de saúde pública. As crianças representam um grupo que é muito

Leia mais

Macedo, Lino de. (2005). Ensaios pedagógicos: Como construir uma escola para todos? ArtMed. Porto Alegre.

Macedo, Lino de. (2005). Ensaios pedagógicos: Como construir uma escola para todos? ArtMed. Porto Alegre. Macedo, Lino de. (2005). Ensaios pedagógicos: Como construir uma escola para todos? ArtMed. Porto Alegre. ISBN 85-363-0366-2 Resenhado por Margarita Victoria Gómez Universidade Vale do Rio Verde Dezembro

Leia mais

Questão 2. Questão 3. Questão 1 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS. alternativa B. alternativa D

Questão 2. Questão 3. Questão 1 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS. alternativa B. alternativa D 1ª PARTE: QUESTÕES OBJETIVAS INSTRUÇÃO: o texto seguinte refere-se às questões de números 01 a 05. A Unidade Ortográfica Velhíssima questão a da unidade ortográfica do português usado no Brasil e em Portugal.

Leia mais

011. Prova Objetiva. nutrição

011. Prova Objetiva. nutrição Processo Seletivo Programa de Aprimoramento Profissional na Área da Saúde 2016 011. Prova Objetiva nutrição Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 50 questões objetivas. Confira seus

Leia mais

Trabalho de recuperação final Português 2º. Ano Prof. Eliezer

Trabalho de recuperação final Português 2º. Ano Prof. Eliezer Trabalho de recuperação final Português 2º. Ano Prof. Eliezer (PUC-RS) Leia o texto abaixo atentamente para responder às questões correspondentes. Estamos na sociedade da informação. Somos autênticos informívoros,

Leia mais

Gestão de pessoas. Marcia Eloisa Avona

Gestão de pessoas. Marcia Eloisa Avona Gestão de pessoas Marcia Eloisa Avona 2015 por Editora e Distribuidora Educacional S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida ou transmitida de qualquer modo

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Paulo foi empregado da microempresa Tudo Limpo Ltda. de 22/02/15 a 15/03/16. Trabalhava como auxiliar de serviços gerais, atuando na limpeza de parte da pista de

Leia mais

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio.

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Manual de Operação do Century BR2014 Slim O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Parabéns pela aquisição da mais moderna tecnologia em receptores analógicos de sinais de TV via satélite.

Leia mais

Palavras-chave: Patrimônio Cultural; Memória Afro-descendente; Caribe-Brasil.

Palavras-chave: Patrimônio Cultural; Memória Afro-descendente; Caribe-Brasil. OBRAS PRIMAS DO PATRIMÔNIO ORAL E IMATERIAL DA HUMANIDADE: O CARNAVAL DE BARRANQUILLA E O PALENQUE DE SAN BASÍLIO (COLÔMBIA) E O SAMBA DE RODA DO RECÔNCAVO BAIANO (BRASIL) Joseania Miranda Freitas 1 Maria

Leia mais

Deliberação CSDP nº 89, de 08 de agosto de 2008 (Consolidada)

Deliberação CSDP nº 89, de 08 de agosto de 2008 (Consolidada) Deliberação CSDP nº 89, de 08 de aosto de 2008.(Consolidada) Imprimir Enviar Fechar Deliberação CSDP nº 89, de 08 de agosto de 2008 (Consolidada) Regulamenta as hipóteses de denegação de atendimento pela

Leia mais

1ª Edição. Caderno de exercícios em. Mediação Judicial

1ª Edição. Caderno de exercícios em. Mediação Judicial 1ª Edição Caderno de exercícios em Mediação Judicial Ministério da Justiça Brasil, 2012 Ministério da justiça Ministro de Estado da Justiça José Eduardo Cardozo Secretário de Reforma do Judiciário Flavio

Leia mais

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc)

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc) LISTA DE FATORES DE EQUIVALÊNCIA E CORREÇÃO DE INSUMOS FARMACÊUTICOS ATIVOS REFERÊNCIAS CONSULTADAS: USP COMPÊNDIO MÉDICO Dicionário Brasileiro de Medicamentos ( DEF ) USP-DI MARTINDALE PDR Physician s

Leia mais

Resumindo, teríamos as seguintes companhias obrigadas à elaboração da DFC:

Resumindo, teríamos as seguintes companhias obrigadas à elaboração da DFC: Aula 4 Questões Comentadas e Resolvidas Demonstração dos Fluxos de Caixa (Método Direto e Indireto). Demonstração do Valor Adicionado. 1.(Analista de Gestão Corporativa-Contabilidade-Empresa de Pesquisa

Leia mais

Humanização no Cuidar: Uma Proposta de Desenvolvimento de Equipe i Paula Camargo

Humanização no Cuidar: Uma Proposta de Desenvolvimento de Equipe i Paula Camargo Humanização no Cuidar: Uma Proposta de Desenvolvimento de Equipe i Paula Camargo Psicóloga e Administradora de Empresas. Pós-graduada nos cursos de Psico-Oncologia pela Faculdade de Ciências Médicas de

Leia mais

F Í S I C A. Questões de 1 a 5

F Í S I C A. Questões de 1 a 5 F Í S I C A Questões de 1 a 5 Na solução da prova, use quando necessário: g = 10 m/s 2, k= 9x10 9 N m 2 /C 2, c=3,0x10 8 m/s QUESTÃO 1 Pedro é músico e estudante de Física. Certo dia, Pedro estava no alto

Leia mais

Existem três categorias básicas de processos empresariais:

Existem três categorias básicas de processos empresariais: PROCESSOS GERENCIAIS Conceito de Processos Todo trabalho importante realizado nas empresas faz parte de algum processo (Graham e LeBaron, 1994). Não existe um produto ou um serviço oferecido por uma empresa

Leia mais

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto O Ponto Secullum 4 comunica diretamente com os equipamentos de marcação de ponto informatizados de vários fabricantes. Desta forma,

Leia mais

Refração da luz. Pense e responda

Refração da luz. Pense e responda Capítulo 12 Refração da luz Neste capítulo 1. O que é refração da luz 2. Leis da refração da luz 3. Reflexão total 4. Dispersão da luz O grito, pintura de 1893, do artista plástico norueguês Edvard Munch

Leia mais

5 a SÉRIE 6 o ANO CIÊNCIAS CADERNO DO ALUNO. Ciências da Natureza. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2

5 a SÉRIE 6 o ANO CIÊNCIAS CADERNO DO ALUNO. Ciências da Natureza. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 5 a SÉRIE 6 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 CIÊNCIAS Ciências da Natureza CADERNO DO ALUNO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO DE

Leia mais

PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012.

PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL (DIRETORIA GERAL DO PESSOAL/1860) DEPARTAMENTO BARÃO DE SURUHY PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012. Aprova as Normas Técnicas

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE PERÍCIA DE INCÊNDIO

NOÇÕES BÁSICAS DE PERÍCIA DE INCÊNDIO SUBSECRETARIA DE ESTADO DA DEFESA CIVIL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIRETORIA GERAL DE SERVIÇOS TÉCNICOS CENTRO DE PESQUISAS, PERÍCIAS E TESTES NOÇÕES BÁSICAS DE PERÍCIA DE INCÊNDIO

Leia mais

8 Simulado Geral ENEM EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. Nome: Telefone: 15/10/13. www.colegiocursointellectus.com.br

8 Simulado Geral ENEM EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. Nome: Telefone: 15/10/13. www.colegiocursointellectus.com.br 8 Simulado Geral ENEM EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO Nome: Telefone: 2 Dia 15/10/13 2º Dia Questão 92 Questão 91 Pra onde vai o governo? As históricas mobilizações do mês de junho mudaram o cenário da

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Marina Ribeiro, brasileira, casada, desempregada, filha de Laura Santos, portadora da identidade 855, CPF 909, residente e domiciliada na Rua Coronel Saturnino, casa

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum FILOSOFIA QUESTÃO 01

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum FILOSOFIA QUESTÃO 01 FILOSOFIA QUESTÃO 01 Leia atentamente o seguinte verso do fragmento atribuído a Parmênides. Assim ou totalmente é necessário ser ou não. SIMPLÍCIO, Física, 114, 29, Os Pré-Socráticos. Coleção Os Pensadores.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com

Leia mais

Rádio. Teoria e prática LUIZ ARTUR FERRARETTO

Rádio. Teoria e prática LUIZ ARTUR FERRARETTO Rádio Teoria e prática LUIZ ARTUR FERRARETTO RÁDIO Teoria e prática Copyright 2014 by Luiz Artur Ferraretto Direitos desta edição reservados por Summus Editorial Editora executiva: Soraia Bini Cury Assistente

Leia mais

MEC-SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE

MEC-SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE MEC-SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE Câmpus: Bagé, Camaquã, Jaguarão, Lajeado, Passo fundo, Pelotas, Pelotas Visconde da Graça, Santana do Livramento, Sapiranga,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 04 9 o ano do Ensino Fundamental Turma GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 1 o semestre de 2014 Data / / Escola Aluno Questão 01 Numa

Leia mais

Exercícios Força de Atrico Força Elástica

Exercícios Força de Atrico Força Elástica Exercícios Força de Atrico Força Elástica 1-Evaristo avalia o peso de dois objetos utilizando um dinamômetro cuja mola tem constante elástica K = 35 N/m. Inicialmente, ele pendura um objeto A no dinamômetro

Leia mais

A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA

A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA Doutrina Nacional A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PAULO MÁRCIO CRUZ *** RESUMO: O presente artigo aborda a Democracia Representativa e sua insuficiência para enfrentar sociedades

Leia mais

Reserva da Biosfera da Amazônia Central

Reserva da Biosfera da Amazônia Central Reserva da Biosfera da Amazônia Central Estudo de caso da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã Seminário Internacional sobre Mineração e Sustentabilidade Socioambiental em Reservas da Biosfera

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante, E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Deitado eternamente em berço esplêndido,

Leia mais

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

Resposta: Resposta: 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE. Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral

Resposta: Resposta: 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE. Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral Data: / / 1 [ 112885 ]. (Uncisal 2012) Observe o trecho da música Admirável Gado Novo, de Zé Ramalho,

Leia mais

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL 1) Há algum tempo atrás, os livros, as revistas, os jornais, as fotografias, o cinema e a televisão eram em preto e branco. Hoje as cores fazem

Leia mais

Evento de Alinhamento de Conhecimentos e Habilidades para Aplicação do SAEB

Evento de Alinhamento de Conhecimentos e Habilidades para Aplicação do SAEB SEÇÃO 1 Evento de Alinhamento de Conhecimentos e Habilidades para Aplicação do SAEB SAEB: Compromisso com a promoção, melhoria da qualidade da Educação Básica e promoção da equidade Em uma escola pública...

Leia mais

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora:

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora: ERRO E-4 O erro ocorre quando o sensor de imersão da serpentina da evaporadora informa à placa principal da própria evaporadora que a serpentina está numa temperatura anormal (ou muito fria ou muito quente

Leia mais

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição SEMANA 1 ESTRUTURA DA PETIÇÃO INICIAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO... (observar art. 319, I, do CPC e Código de Organização e Divisão Judiciária do seu Estado) (NOME COMPLETO DA PARTE AUTORA),

Leia mais

PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS GEEKIE ENEM III 2ª SÉRIE CADERNO 1 PROVA DE CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUÇÕES 1. Este CADERNO DE QUESTÕES contém

Leia mais

EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS

EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS Prova: Auxiliar de Patologia Clínica Nível Fundamental (FUNIVERSA 2009) 1- Acerca do modelo de atenção à saúde, atualmente preconizado e implantado pelo Sistema Único

Leia mais

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL Para arquivo eletrônico utilize o atalho CTRL+F e digite o modelo do veículo desejado. LINHA GM Monza e Monza Classic Kadett e Kadett

Leia mais

10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula

10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasprofessores 10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula Apresentamos o especial do site Esoterikha.com e Redemotivacao.com.br

Leia mais

ENEM 2014 - Prova resolvida Química

ENEM 2014 - Prova resolvida Química ENEM 014 - Prova resolvida Química 01. Para impedir a contaminação microbiana do suprimento de água, deve-se eliminar as emissões de efluentes e, quando necessário, tratá-lo com desinfetante. O ácido hipocloroso

Leia mais

7 a SÉRIE 8 o ANO CIÊNCIAS CADERNO DO ALUNO. Ciências da Natureza. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2

7 a SÉRIE 8 o ANO CIÊNCIAS CADERNO DO ALUNO. Ciências da Natureza. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 7 a SÉRIE 8 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 CIÊNCIAS Ciências da Natureza CADERNO DO ALUNO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO DE

Leia mais

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico Resumir é apresentar de forma breve, concisa e seletiva um certo conteúdo. Isto significa reduzir a termos breves e precisos a parte essencial de um tema. Saber fazer um bom resumo é fundamental no percurso

Leia mais

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Questão. Questão. C) I, II e III. Questão.

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Questão. Questão. C) I, II e III. Questão. LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Considere o texto Apelo, para responder às questões 1 a 6. 01 Apelo Amanhã faz um mês que a Senhora está longe de casa. Primeiros dias, para dizer a verdade, não

Leia mais

Gestão de pessoas. Marcia Eloisa Avona

Gestão de pessoas. Marcia Eloisa Avona Gestão de pessoas Marcia Eloisa Avona 2015 por Editora e Distribuidora Educacional S.A. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida ou transmitida de qualquer modo

Leia mais

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A A) F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPE VESTIBULAR DE INVERNO JUNHO DE 2016 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A Pág. 1/38 V E S T

Leia mais

(C) às - à - à LÍNGUA PORTUGUESA. Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo.

(C) às - à - à LÍNGUA PORTUGUESA. Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo. Dl. Quando a economia política clássica 02. nasceu, no Reino Unido e na França, ao final 03. do século XVIII e início

Leia mais

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras.

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Ao iniciar este capítulo, é preciso saber o que vem a ser juro. Você sabe o que

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS 01. O SUS foi implantado com um conceito ampliado de saúde. Este conceito foi resultado de embate político que fez cair por terra a idéia de que

Leia mais

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Universidade Federal Fluminense Oficina de Trabalho Elaboração de Provas Escritas Questões Objetivas Profª Marcia Memére Rio de Janeiro, janeiro de 2013 QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Cada uma das

Leia mais

6 a SÉRIE 7 o ANO MATEMÁTICA CADERNO DO ALUNO. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2

6 a SÉRIE 7 o ANO MATEMÁTICA CADERNO DO ALUNO. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 6 a SÉRIE 7 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 MATEMÁTICA CADERNO DO ALUNO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO DE SÃO PAULO CADERNO

Leia mais

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - FUNÇÕES 2010/2

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - FUNÇÕES 2010/2 Número de pontos Dívida ($ bilhão) 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - FUNÇÕES 010/ 1. A dívida pública dos EUA (em bilhões de dólares) para alguns anos encontra-se no gráfico abaio. 400 300 00 100 000 1900 1800

Leia mais

Caderno de Atividades LÍNGUA PORTUGUESA

Caderno de Atividades LÍNGUA PORTUGUESA Caderno de Atividades ENSINO MÉDIO LÍNGUA PORTUGUESA 1 ạ série Dados Internacionais para Catalogação na Publicação (CIP) (Luciane M. M. Novinski /CRB 9/1253 /Curitiba, PR, Brasil) D541 Dias, Nathalia Saliba

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE Emissora: START ME UP CROWDFUNDING SISTEMAS PARA INVESTIMENTO COLABORATIVO LTDA. EPP, Pessoa jurídica de direito

Leia mais

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações**

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações** Cidade Legislação Base de Cálculo Alíquota Resumo Analândia Lei Municipal 1.472/2004 Cód. 17.04 Cód. 17.05 Cód. 17.04 Cód. 17.05 prestadas pela Sr. André - Fiscal ISS Última Atualização Fonte Endereço

Leia mais

O SPED E SEUS REFLEXOS NA PROFISSÃO CONTÁBIL

O SPED E SEUS REFLEXOS NA PROFISSÃO CONTÁBIL O SPED E SEUS REFLEXOS NA PROFISSÃO CONTÁBIL SASSO, Alexandra (TCC Ciências Contábeis) FECILCAM, allekassandra@hotmail.com ROSA, Ivana Carla da (TCC Ciências Contábeis) FECILCAM, ivanacrosa@hotmail.com

Leia mais

VESTIBULAR 2010 PROVA OBJETIVA 1ª Fase

VESTIBULAR 2010 PROVA OBJETIVA 1ª Fase Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá VESTIBULAR 2010 PROVA OBJETIVA 1ª Fase Nome do Candidato: Nº de Inscrição Curso: 1. Este caderno de provas é composto de 60 questões de conhecimentos

Leia mais

ORÇAMENTO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS E DESPESAS DE VENDAS. Jéssica Pacheco Kayro Felix

ORÇAMENTO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS E DESPESAS DE VENDAS. Jéssica Pacheco Kayro Felix ORÇAMENTO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS E DESPESAS DE VENDAS Jéssica Pacheco Kayro Felix Orçamento de Despesas Operacionais Orçamento das Despesas Administrativas Orçamento das Despesas Comerciais / Vendas

Leia mais

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma:

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma: Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Espacial º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1º Bimestre/01 Aluno(a): Número: Turma: 1) Dado um paralelepípedo

Leia mais

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO:

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: É a distancia, em projeção horizontal, entre o centro de massa de uma camada do pavimento e o(s) centro(s) de massa da(s) jazidas(s) que fornecerá(ão) materiais

Leia mais

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão.

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. TIPOS DE BATISMO Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. A forma praticada no Novo Testamento era por imersão, conforme vemos: A palavra grega

Leia mais

A SUPREMACIA DA FÉ SOBRE AS OBRAS A Justificação Pela Fé

A SUPREMACIA DA FÉ SOBRE AS OBRAS A Justificação Pela Fé E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32 Organizada em 07 de Junho de 1905 - Primeira Igreja Evangélica Em Solo Manhuaçuense Boletim Dominical - Nº 770 - Ano XIV - 10/11/2013 A SUPREMACIA

Leia mais

Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA

Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA Tabela 3 AGENTE CAUSADOR DA DOENÇA PROFISSIONAL OU DO TRABALHO / DESCRIÇÃO DA SITUAÇÃO GERADORA DA DOENÇA 20.00.04.300 IMPACTO DE PESSOA CONTRA OBJETO PARADO 20.00.04.600 IMPACTO DE PESSOA CONTRA OBJETO

Leia mais

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio.

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Manual de Operação do Century BR2014 Slim O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Parabéns pela aquisição da mais moderna tecnologia em receptores analógicos de sinais de TV via satélite.

Leia mais

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo.

1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. 1) A distribuição dos alunos nas 3 turmas de um curso é mostrada na tabela abaixo. A B C Homens 42 36 26 Mulheres 28 24 32 Escolhendo-se uma aluna desse curso, a probabilidade de ela ser da turma A é:

Leia mais

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA Leitura de Códigos de Falhas do motor. Apaga Códigos de Falhas do motor. Leitura

Leia mais

JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA

JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA Fonte:mozafricaview.com [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] Ariadine Rodrigues Barbosa

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL No dia 23 de fevereiro de 2016, Roberta, 20 anos, encontrava-se em um curso preparatório para concurso na cidade de Manaus/AM. Ao final da aula, resolveu ir comprar

Leia mais

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma?

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma? O que é um Pocket Show? Apesar de não ter limite de tempo, definimos Pocket Show como uma apresentação curta, em média 40 minutos, ou, em caso de bandas com muitos membros, uma apresentação com número

Leia mais

Transmissão das Ondas Eletromagnéticas. Prof. Luiz Claudio

Transmissão das Ondas Eletromagnéticas. Prof. Luiz Claudio Transmissão das Ondas Eletromagnéticas Prof. Luiz Claudio Transmissão/Recebimento das ondas As antenas são dispositivos destinados a transmitir ou receber ondas de rádio. Quando ligadas a um transmissor

Leia mais

PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012.

PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL (DIRETORIA GERAL DO PESSOAL/1860) DEPARTAMENTO BARÃO DE SURUHY PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012. Aprova as Normas Técnicas

Leia mais

ATIVO IMOBILIZADO - Procedimentos Contábeis - Pequenas e Médias Empresas - Resolução CFC nº 1255/2009

ATIVO IMOBILIZADO - Procedimentos Contábeis - Pequenas e Médias Empresas - Resolução CFC nº 1255/2009 ATIVO IMOBILIZADO - Procedimentos Contábeis - Pequenas e Médias Empresas - Resolução CFC nº 1255/2009 Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 04/12/2012. Sumário: 1 - Introdução 2 - Conceitos

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Eu não quero saber da sua vida Luli Radfaher

LÍNGUA PORTUGUESA. Eu não quero saber da sua vida Luli Radfaher LÍNGUA PORTUGUESA Eu não quero saber da sua vida Luli Radfaher R eclama-se de invasão de privacidade, mas quem tem vida privada hoje em dia? Quando foi a última vez que você comeu em um bom restaurante,

Leia mais

6 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

6 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF APLICATIVO DE FORMULÁRIOS GUIA DE NAVEGAÇÃO PERFIL MUNICÍPIO Versão do Guia: 1.1 Brasília, DF Abril de 2011 2011 Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

A resposta correta é: um ir e vir de altos e baixos que requer alegria perene e coragem..

A resposta correta é: um ir e vir de altos e baixos que requer alegria perene e coragem.. Questão 1 Todo caminho da gente é resvaloso. Mas também, cair não prejudica demais A gente levanta, a gente sobe, a gente volta!... O correr da vida embrulha tudo, a vida é assim: Esquenta e esfria, aperta

Leia mais

UNIVERSIDADE ZAMBEZE EDITAL EXAMES DE ADMISSÃO ANO LECTIVO 2017 ÉPOCA ÚNICA

UNIVERSIDADE ZAMBEZE EDITAL EXAMES DE ADMISSÃO ANO LECTIVO 2017 ÉPOCA ÚNICA UNIVERSIDADE ZAMBEZE EDITAL EXAMES DE ADMISSÃO ANO LECTIVO 2017 ÉPOCA ÚNICA 1. INTRODUÇÃO 1.1. A Lei n 27/2009, de 29 de Setembro (Lei do Ensino Superior), estabelece, na conjugação do Artigo 22 com o

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE IDÉIAS ESTATÍSTICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A CONSTRUÇÃO DE IDÉIAS ESTATÍSTICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL A CONSTRUÇÃO DE IDÉIAS ESTATÍSTICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Antonio Carlos de Souza Universidade Cruzeiro do Sul Celi Espasandin Lopes Universidade Cruzeiro do Sul Resumo Neste trabalho apresentamos uma atividade

Leia mais

BIOLÓGICAS. Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta. Resposta

BIOLÓGICAS. Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta. Resposta Questão 1 BIOLÓGICAS Em uma prova de biologia, um aluno deparou-se com duas figuras de células. Uma figura representava uma célula vegetal e outra representava uma célula animal. Identifique qual das figuras,

Leia mais

Treino Matemática Planificação de Sólidos e Trigonometria Básica

Treino Matemática Planificação de Sólidos e Trigonometria Básica 1.Observe o prisma hexagonal regular ilustrado a seguir: Dentre as alternativas a seguir, a que representa uma planificação para esse sólido é.ao fazer um molde de um copo, em cartolina, na forma de cilindro

Leia mais

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto O Ponto Secullum 4 comunica diretamente com os equipamentos de marcação de ponto informatizados de vários fabricantes. Desta forma,

Leia mais

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 ANALISES CLINICAS - CITOLOGIA - PATOLOGIA CLINICA ACIL -

Leia mais

Unidade V Prestando contas dos recursos do PDDE

Unidade V Prestando contas dos recursos do PDDE Unidade V Prestando contas dos recursos do PDDE Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE Será que é necessário ser profissional especializado ou recorrer a empresas para prestar contas ao FNDE

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão 2 Eta, nóis / Brincando com Leminsk Menina, vou trabalhar em uma usina de cana pra alimentar os carros de uma família americana Menina, só vou poder te namorar no final de semana só vou poder te namorar

Leia mais

Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE

Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE Unidade IV Ações complementares no âmbito do PDDE Na unidade anterior falamos sobre importantes aspectos do PDDE tradicional, dentre os quais, a operacionalização

Leia mais

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015.

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015. TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE 103203 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), COM 103204 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), SEM EXAME 2.525,0000

Leia mais

Sistema Nacional de Registro Mercantil (SINREM) Ex Vi Legis www.exvilegis.wordpress.com REGISTRO DE EMPRESA

Sistema Nacional de Registro Mercantil (SINREM) Ex Vi Legis www.exvilegis.wordpress.com REGISTRO DE EMPRESA REGISTRO DE EMPRESA Afirma o artigo 967 do Código Civil: É obrigatória a inscrição do empresário no Registro Público de Empresas Mercantis da respectiva sede, antes do início de sua atividade. O Registro

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Paulo foi empregado da microempresa Tudo Limpo Ltda. de 22/02/15 a 15/03/16. Trabalhava como auxiliar de serviços gerais, atuando na limpeza de parte da pista de

Leia mais

I I. (I I ) e transmitiu um. Lista de Exercícios (BIO-LEO)

I I. (I I ) e transmitiu um. Lista de Exercícios (BIO-LEO) Lista de Exercícios (BIO-LEO) 1. (Unisc 2016) Uma mulher com sangue tipo AB deu à luz uma criança com sangue tipo B. Dois homens reivindicam a paternidade. Um tem sangue tipo A e o outro tipo B. Considerando

Leia mais

DIPHOTERINE Solução de Lavagem ANVISA No.80260810001

DIPHOTERINE Solução de Lavagem ANVISA No.80260810001 DIPHOTERINE Solução de Lavagem ANVISA No.80260810001 O Que É e para que Serve Diphoterine Solução de Lavagem (Diphoterine) é um produto fabricado na França pelo Laboratório Prevor, utilizado em primeiros

Leia mais

As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota

As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota Questão UNESP 1ª Fase 01 dia 16/11 As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota Quando o coronel João Capistrano Honório

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Em junho de 2009, Soraia, adolescente de 13 anos, perde a visão do olho direito após explosão de aparelho de televisão, que atingiu superaquecimento após permanecer

Leia mais

QUADRO RESUMO DOS PRINCIPAIS IMPOSTOS ANGOLANOS. Imposto Base de incidência Taxa

QUADRO RESUMO DOS PRINCIPAIS IMPOSTOS ANGOLANOS. Imposto Base de incidência Taxa SISTEMA TRIBUTÁRIO QUADRO RESUMO DOS PRINCIPAIS IMPOSTOS ANGOLANOS Imposto Base de incidência Taxa Imposto sobre os rendimentos do trabalho Todos os rendimentos auferidos, se residentes pelos auferidos

Leia mais

CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO

CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO Bem-vindo a bordo de seu novo RENAULT Este Manual de Utilização e Manutenção coloca à sua disposição as informações que permitirão: conhecer bem o seu RENAULT, para utilizá-lo

Leia mais

Programação em Python: Utilizando Múltiplos Paradigmas

Programação em Python: Utilizando Múltiplos Paradigmas Programação em Python: Introdução à Programação Utilizando Múltiplos Paradigmas João Pavão Martins Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa ii Copyright

Leia mais

Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo.

Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA Instrução: As questões de 01 a 09 estão relacionadas ao texto abaixo. 01. Viagens, cofres mágicos com promessas 02. sonhadoras, não mais revelareis vossos 03. tesouros intactos! Hoje,

Leia mais

CNIS. Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

CNIS. Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CNIS Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 2009 O que é? É o extrato cronológico de todas as informações laborais e previdenciárias do trabalhador, que o qualifica como

Leia mais

DIREITO PENAL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL

DIREITO PENAL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL XXIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO DIREITO PENAL PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL SEU CADERNO Além deste caderno de rascunho contendo o enunciado da peça prático-profissional e das quatro questões discursivas,

Leia mais

SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES

SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES Para responder às questões abaixo leia a frase em inglês e marque a alternativa em que esteja a tradução correta da palavra em negrito. 1) My car is black. a) ( ) azul.

Leia mais

Texto 7: Políticas públicas: educação, habitação, saneamento, saúde, transporte, segurança, defesa, desenvolvimento sustentável;

Texto 7: Políticas públicas: educação, habitação, saneamento, saúde, transporte, segurança, defesa, desenvolvimento sustentável; Texto 7: Políticas públicas: educação, habitação, saneamento, saúde, transporte, segurança, defesa, desenvolvimento sustentável; 1- A cidade como mercadoria A vida nas cidades se transformou numa mercadoria.

Leia mais

Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa PROJETO APLICATIVO:

Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa PROJETO APLICATIVO: Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa PROJETO APLICATIVO: Nova perspectiva na construção de modelo padrão de Termo de Referência para otimização dos processos de compras do LACEN-DF. Analda Lima

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA XVI OLÍMPIADA DE QUÍMICA DO RIO GRANDE DO NORTE

PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA XVI OLÍMPIADA DE QUÍMICA DO RIO GRANDE DO NORTE PROGRAMA NACIONAL OLIMPÍADAS DE QUÍMICA XVI OLÍMPIADA DE QUÍMICA DO RIO GRANDE DO NORTE PROVA OBJETIVA E DISCURSIVA MODALIDADE B 3ª série PARTE OBJETIVA QUESTÃO 1 Uma prática bastante comum empregada em

Leia mais

MIDIA KIT 2016 JOVEM PAN

MIDIA KIT 2016 JOVEM PAN MIDIA KIT 2016 JOVEM PAN MISSÃO Desenvolvimento constante da multiplataforma Jovem Pan, em busca de soluções criativas e interativas com credibilidade para clientes e ouvintes. TERRITÓRIOS PRESTAÇÃO DE

Leia mais

Questões de Direito Constitucional do ENADE

Questões de Direito Constitucional do ENADE Questão 1 Questões de Direito Constitucional do ENADE ENADE 2006 Prof. Carlos Eduardo B. Nascimento A ação direta de inconstitucionalidade é instrumento de controle I concentrado e produz efeitos erga

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa A. alternativa E

Questão 1. Questão 3. Questão 2. alternativa A. alternativa E Questão 1 Leia a charge. (www.newtonsilva.com) É correto afirmar que a charge visa a) apoiar a atitude dos alunos e propor a liberação geral da frequência às aulas. b) enaltecer a escola brasileira e homenagear

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO Eu, abaixo assinado, Sr (a) portador (a) do RG e CPF, declaro para todos os fins de direito e sob as penas da Lei, que ALUGO ATUALMENTE o imóvel sito à Rua /Av: Nº: Bairro:

Leia mais

CIÊNCIAS MOLECULARES E CELULARES

CIÊNCIAS MOLECULARES E CELULARES CIÊNCIAS MOLECULARES E CELULARES UE 1 : ORIGEM E EVOLUÇÃO DAS CÉLULAS Conteúdo: Evolução química, evolução biológica, células procarióticas e eucarióticas. Profª Anézia Lima Chaves Ribeiro anezialcr@gmail.com.br

Leia mais

Reação de Substituição em Alcanos

Reação de Substituição em Alcanos Reação de Substituição em Alcanos 1.1. Definição 1.2. Fórmula Geral Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (FAAP-SP) Com relação aos alcanos, é correto

Leia mais

5 a SÉRIE 6 o ANO CIÊNCIAS CADERNO DO ALUNO. Ciências da Natureza. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2

5 a SÉRIE 6 o ANO CIÊNCIAS CADERNO DO ALUNO. Ciências da Natureza. ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 5 a SÉRIE 6 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS Volume 2 CIÊNCIAS Ciências da Natureza CADERNO DO ALUNO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO DE

Leia mais

ATIVIDADES. 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: 4 (Fuvest-SP) O esquema a seguir representa o ciclo de vida

ATIVIDADES. 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: 4 (Fuvest-SP) O esquema a seguir representa o ciclo de vida ATIVIDADES 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: ( c ) Vaso condutor ( a ) Gametófito ( d ) Sistema caulinar ( f ) Esporófito ( b ) Gimnosperma ( g ) Cone ( h ) Fanerógama ( i ) Criptógama

Leia mais

Trabalho de recuperação final Português 2º. Ano Prof. Eliezer

Trabalho de recuperação final Português 2º. Ano Prof. Eliezer Trabalho de recuperação final Português 2º. Ano Prof. Eliezer (PUC-RS) Leia o texto abaixo atentamente para responder às questões correspondentes. Estamos na sociedade da informação. Somos autênticos informívoros,

Leia mais

LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS

LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS 000. COMBUSTIVEIS - NCM 22071000 NOME ST ICMS TIPO TRIBUTAÇÃO CST ETANOL COMUM 60 18% MONOFÁSICO COMPRA 70 VENDA 04 000. COMBUSTIVEIS - NCM 27101159 GASOLINA ADITV 60 28%

Leia mais

Exercícios com Gabarito de Português Sintaxe - Regência

Exercícios com Gabarito de Português Sintaxe - Regência Exercícios com Gabarito de Português Sintaxe - Regência 1) (ITA-2002) Leia com atenção a seguinte frase de um letreiro publicitário: Esta é a escola que os pais confiam. A) Identifique a preposição exigida

Leia mais

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc)

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc) LISTA DE FATORES DE EQUIVALÊNCIA E CORREÇÃO DE INSUMOS FARMACÊUTICOS ATIVOS REFERÊNCIAS CONSULTADAS: USP COMPÊNDIO MÉDICO Dicionário Brasileiro de Medicamentos ( DEF ) USP-DI MARTINDALE PDR Physician s

Leia mais

Caixa de Nome Barra de Fórmulas. Célula Ativa Cabeçalho Coluna Cabeçalho Linha

Caixa de Nome Barra de Fórmulas. Célula Ativa Cabeçalho Coluna Cabeçalho Linha O software Microsoft Excel97 é uma planilha de cálculos bastante aprimorada no que diz respeito a elaborar documentos fáceis de entendimento e formatação altamente sofisticada. Inicialmente vamos aprender

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014-1 INSPER. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014-1 INSPER. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 0- INSPER POR PROFA MARIA ANTÔNIA C GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA Por um terminal de ônibus passam dez diferentes linhas A mais movimentada delas

Leia mais

Caderno de Contabilidade Agrária Dom Alberto

Caderno de Contabilidade Agrária Dom Alberto C iências ontábeis ADMINISTRAÇÃO Caderno de Contabilidade Agrária Dom Alberto Prof: Antônio Osório Gonçalves Página 2 / 190 C122 GONÇALVES, Antônio Osório Caderno de Contabilidade Agrária Dom Alberto /

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1

LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com base no texto 1. TEXTO 1 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 LÍNGUA PORTUGUESA INSTRUÇÃO: Responder às questões 21 a 26 com

Leia mais

CPV seu Pé Direito no INSPER

CPV seu Pé Direito no INSPER CPV seu Pé Direito no INSPER INSPER Resolvida 14/junho/015 Prova A Análise Quantitativa e Lógica 01. Uma caia com a forma de paralelepípedo reto retângulo, sem tampa, pode ser produzida a partir de uma

Leia mais

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÕES DE 1 A 10 TEXTO: A ideia de se poder definir o gênero homo atribuindo-lhe a qualidade de sapiens, ou seja, de um ser racional e sábio, é sem dúvida uma

Leia mais

Física. Resolução das atividades complementares. F9 Refração da luz

Física. Resolução das atividades complementares. F9 Refração da luz Resolução das atividades complementares 3 Física F9 Refração da luz p. 46 Quais são as leis da refração? a lei: os raios incidente e refratado são coplanares; a lei: para uma refração com incidência oblíqua

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - Janeiro ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 SOCIOLOGIA QUESTÃO 52

Processo Seletivo/UFU - Janeiro ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 SOCIOLOGIA QUESTÃO 52 SOCIOLOGIA QUESTÃO 51 Na história do surgimento da Sociologia, a primeira corrente teórica consolidada foi o positivismo. Assinale a alternativa INCORRETA sobre essa corrente de pensamento. A) O positivismo

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Conceito Está cada vez mais difícil manter em segurança as informações referentes a empresas ou pessoas. O descuido nessa área pode causar prejuízos significativos, e muitas vezes

Leia mais

artigo 204, do RICMS-SP, veda a emissão de nota fiscal que não corresponda a saída ou entrada de mercadoria.

artigo 204, do RICMS-SP, veda a emissão de nota fiscal que não corresponda a saída ou entrada de mercadoria. Resposta à Consulta nº 561/2001, de 10 de outubro de 2001: Transmissão de propriedade de bens e mercadorias - Integralização de capital em outra sociedade Versão parcial do patrimônio do estabelecimento

Leia mais

9 Dinâmicas de Grupo para o início das Aulas Atividades Lúdicas

9 Dinâmicas de Grupo para o início das Aulas Atividades Lúdicas Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasparaprimeirodiadeaula 9 Dinâmicas de Grupo para o início das Aulas Atividades Lúdicas Apresentamos o especial do site Esoterikha.com e Redemotivacao.com.br

Leia mais

10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula

10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasprofessores 10 Dinâmicas de Grupo para Professores Reuniões e Sala de Aula Apresentamos o especial do site Esoterikha.com e Redemotivacao.com.br

Leia mais

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição

PRÁTICA SIMULADA I - CCJ0045 Título SEMANA 1. Descrição SEMANA 1 ESTRUTURA DA PETIÇÃO INICIAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO... (observar art. 319, I, do CPC e Código de Organização e Divisão Judiciária do seu Estado) (NOME COMPLETO DA PARTE AUTORA),

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL

MANUAL DO PROFESSOR EMÍLIA AMARAL MAURO FERREIRA RICARDO LEITE SEVERINO ANTÔNIO HINO NACIONAL Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heroico o brado retumbante, E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Deitado eternamente em berço esplêndido,

Leia mais

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL

SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL NOME: DATA DE ENTREGA: / / SIMULADO DE ARTES FUNDAMENTAL 1) Há algum tempo atrás, os livros, as revistas, os jornais, as fotografias, o cinema e a televisão eram em preto e branco. Hoje as cores fazem

Leia mais

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL

TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DAS CORES DOS FIOS DA BOMBA DE COMBUSTÍVEL Para arquivo eletrônico utilize o atalho CTRL+F e digite o modelo do veículo desejado. LINHA GM Monza e Monza Classic Kadett e Kadett

Leia mais

PORTAL DO SERVIDOR - ÁREA PRIVADA PROCEDIMENTOS PARA GERAÇÃO DE SENHA

PORTAL DO SERVIDOR - ÁREA PRIVADA PROCEDIMENTOS PARA GERAÇÃO DE SENHA PREFEITURA DO MUNICIPIO DE SÃO PAULO PMSP SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SEMPLA COORDENADORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COGEP DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DERH DIVISÃO DE GESTÃO

Leia mais

MINHA VIDA DE MENINA Helena Morley

MINHA VIDA DE MENINA Helena Morley MINHA VIDA DE MENINA Helena Morley 5ª reimpressão - 1999 Copyright (c) 1979, 1998 by Sara Caldeira Brant e Ignez Caldeira Brant Renault Preparação: Rosemary Cataldi Machado Revisão: Beatriz Moreira e Ana

Leia mais

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães

6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicasdiadasmaes 6 Dinâmicas de Grupo para o Dia das Mães Apresentamos uma seleção com 6 dinâmicas de grupo para o Dia das Mães, são atividades que podem

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO

DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO DECLARAÇÃO DE ALUGUEL SEM CONTRATO Eu, abaixo assinado, Sr (a) portador (a) do RG e CPF, declaro para todos os fins de direito e sob as penas da Lei, que ALUGO ATUALMENTE o imóvel sito à Rua /Av: Nº: Bairro:

Leia mais

GUIA DO MOBILIZADOR SOCIAL DIGITALIZAÇÃO DA TV ABERTA NO BRASIL

GUIA DO MOBILIZADOR SOCIAL DIGITALIZAÇÃO DA TV ABERTA NO BRASIL GUIA DO MOBILIZADOR SOCIAL DIGITALIZAÇÃO DA TV ABERTA NO BRASIL Apresentação A TV digital está se consolidando no Brasil, o que nos faz chegar cada vez mais perto de países como Japão, Alemanha, França,

Leia mais

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora:

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora: ERRO E-4 O erro ocorre quando o sensor de imersão da serpentina da evaporadora informa à placa principal da própria evaporadora que a serpentina está numa temperatura anormal (ou muito fria ou muito quente

Leia mais

Projeto Quem sou eu? Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas

Projeto Quem sou eu? Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas Projeto Quem sou eu? Image URI: http://mrg.bz/q6vqo3 Tema: Identidade e Autonomia Público alvo: Educação Infantil Disciplina: Natureza e Sociedade Duração: Seis semanas Justificativa: Tendo em vista a

Leia mais

CNIS. Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

CNIS. Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL CNIS Cadastro Nacional de Informações Sociais EXTRATO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 2009 O que é? É o extrato cronológico de todas as informações laborais e previdenciárias do trabalhador, que o qualifica como

Leia mais

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico

Tipos de Resumo. Resumo Indicativo ou Descritivo. Resumo Informativo ou Analítico Resumir é apresentar de forma breve, concisa e seletiva um certo conteúdo. Isto significa reduzir a termos breves e precisos a parte essencial de um tema. Saber fazer um bom resumo é fundamental no percurso

Leia mais

Projeto - Profissões. Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos. Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia

Projeto - Profissões. Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos. Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia Projeto - Profissões Público alvo: Educação Infantil / Crianças de 3 a 4 anos Áreas: Natureza e Sociedade / Identidade e Autonomia Duração: 5 semanas Justificativa: Este projeto visa apresentar às crianças

Leia mais

5. (FEEVALE-RS) Marque a alternativa correta que apresenta classificação da cadeia carbônica da essência de abacaxi, cuja fórmula estrutural é:

5. (FEEVALE-RS) Marque a alternativa correta que apresenta classificação da cadeia carbônica da essência de abacaxi, cuja fórmula estrutural é: 2ª LISTA DE EXERCÍCIOS QUIMICA ORGÂNICA Profº. Sandro Lyra 1. (UECE) A "nicotina" pode ser representada pela fórmula abaixo. Quantos átomos de carbono E quantos hidrogênios existem em uma molécula desse

Leia mais

CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL

CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL COLÉGIO NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO Amado seja por toda parte o Sagrado Coração de Jesus CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL Ensinar não é construir conhecimento, mas criar as possibilidades para

Leia mais

CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO

CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO CLIO MANUAL DE PROPRIETÁRIO Bem-vindo a bordo de seu novo RENAULT Este Manual de Utilização e Manutenção coloca à sua disposição as informações que permitirão: conhecer bem o seu RENAULT, para utilizá-lo

Leia mais

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio.

Manual de Operação do Century BR2014 Slim. O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Manual de Operação do Century BR2014 Slim O Conteúdo deste manual pode ser alterado sem aviso prévio. Parabéns pela aquisição da mais moderna tecnologia em receptores analógicos de sinais de TV via satélite.

Leia mais

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão.

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. TIPOS DE BATISMO Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. A forma praticada no Novo Testamento era por imersão, conforme vemos: A palavra grega

Leia mais

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras.

Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Operações Financeiras: juros ativos, juros passivos, descontos financeiros obtidos e concedidos, Aplicações Financeiras. Ao iniciar este capítulo, é preciso saber o que vem a ser juro. Você sabe o que

Leia mais

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

8 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma:

MATEMÁTICA Geometria Espacial 2º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO. Aluno(a): Número: Turma: Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Geometria Espacial º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1º Bimestre/01 Aluno(a): Número: Turma: 1) Dado um paralelepípedo

Leia mais

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma?

O que é um Pocket Show? Somente banda pode fazer um Pocket Show? Posso fazer um Pocket Show com duas ou mais bandas? Qual é o cronograma? O que é um Pocket Show? Apesar de não ter limite de tempo, definimos Pocket Show como uma apresentação curta, em média 40 minutos, ou, em caso de bandas com muitos membros, uma apresentação com número

Leia mais

Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy

Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy Como reconhecer e identificar um judeu Por John Doe Goy Parte 1 Aspectos Físicos Uma vez, quando eu estava a andar pelo centro da cidade, de repente me deparei com um ser em um longo caftan com side-locks

Leia mais

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015.

TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE EXAMES LABORATORIAIS. Publicado na PORTARIA Nº. 110-S, DE 02 DE MARÇO DE 2015. TABELA DE PREÇOS REFERENCIAIS DE 103203 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), COM 103204 SERVICO, TITULO: EXAME, SUBTITULO: ANGIOGRAFIA CEREBRAL (4 VASOS), SEM EXAME 2.525,0000

Leia mais

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES

PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES PROJETO DIDÁTICO BOM DIA TODAS AS CORES OBJETIVOS DO TRABALHO A SER DESENVOLVIDO Vivenciar estratégias de leitura que ajudem as crianças a: Antecipar a leitura apoiando se no título e nas ilustrações;

Leia mais

A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA

A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA Doutrina Nacional A DEMOCRACIA REPRESENTATIVA E A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PAULO MÁRCIO CRUZ *** RESUMO: O presente artigo aborda a Democracia Representativa e sua insuficiência para enfrentar sociedades

Leia mais

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA

TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA TABELA DE APLICAÇÃO DE VEÍCULOS SUGERIDA SUPER SCAN SCANNER PORTÁTIL COM BUSCA AUTOMÁTICA DOS PROTOCOLOS DE INJEÇÃO ELETRÔNICA Leitura de Códigos de Falhas do motor. Apaga Códigos de Falhas do motor. Leitura

Leia mais

Planejamento Anual. Creche I. Educação Infantil. Prof. Maria Dilza

Planejamento Anual. Creche I. Educação Infantil. Prof. Maria Dilza Planejamento Anual Creche I Educação Infantil Prof. Maria Dilza Características Marcantes das Crianças 2 Características marcantes das crianças nessa idade O desenvolvimento de uma criança não ocorre de

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF

SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF SISTEMA DE GESTÃO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA SIGPBF APLICATIVO DE FORMULÁRIOS GUIA DE NAVEGAÇÃO PERFIL MUNICÍPIO Versão do Guia: 1.1 Brasília, DF Abril de 2011 2011 Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula SÍLABAS. Ensino Fundamental I / Anos Iniciais 3 ano. Língua Portuguesa. Gramática. 2 aulas (50 min cada ) Educação Presencial

TÍTULO: Plano de Aula SÍLABAS. Ensino Fundamental I / Anos Iniciais 3 ano. Língua Portuguesa. Gramática. 2 aulas (50 min cada ) Educação Presencial Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: SÍLABAS Nível de Ensino: Ano/Semestre de Estudo Componente Curricular: Tema: Duração da Aula: Ensino Fundamental I / Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa Gramática 2 aulas

Leia mais

EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS

EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS EXERCÍCIOS GABARITADOS & COMENTADOS Prova: Auxiliar de Patologia Clínica Nível Fundamental (FUNIVERSA 2009) 1- Acerca do modelo de atenção à saúde, atualmente preconizado e implantado pelo Sistema Único

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO. Matemática AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM EM PROCESSO Matemática 04 9 o ano do Ensino Fundamental Turma GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO 1 o semestre de 2014 Data / / Escola Aluno Questão 01 Numa

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

SUGESTÕES DE AULAS DE ENSINO RELIGIOSO 1º AO 5º ANO TEMA O SAGRADO

SUGESTÕES DE AULAS DE ENSINO RELIGIOSO 1º AO 5º ANO TEMA O SAGRADO SUGESTÕES DE AULAS DE ENSINO RELIGIOSO 1º AO 5º ANO TEMA O SAGRADO *SÍMBOLOS DAS QUATORZE MAIORES RELIGIÕES DO MUNDO ORGANIZADOR: Professor - Luiz Antonio Burim Padrão em Ensino Religioso NÚCLEO REGIONAL

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE INVESTIMENTO COLETIVO EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE Emissora: START ME UP CROWDFUNDING SISTEMAS PARA INVESTIMENTO COLABORATIVO LTDA. EPP, Pessoa jurídica de direito

Leia mais

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A

F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A A) F A C U L D A D E S P E Q U E N O P R Í N C I P E E D I T A L N. º 0 9 / 2 0 1 6 FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPE VESTIBULAR DE INVERNO JUNHO DE 2016 MEDICINA P R O V A O B J E T I V A Pág. 1/38 V E S T

Leia mais

Esquema de pinagem ECU-TEST REV 02 MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION 26/09/2013

Esquema de pinagem ECU-TEST REV 02 MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION 26/09/2013 01 MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION 26/09/2013 MONTADORAS: SISTEMAS FIAT: PINAGEM DA ECU: IAW 1G7...3-4 PINAGEM DA ECU: IAW 59FB IAW 49FB IAW 4AF COM BC...5-6 PINAGEM DA ECU: IAW 59FB IAW 49FB IAW

Leia mais

CÁLCULOS TELHADO. Prof. Eliseu Figueiredo Neto

CÁLCULOS TELHADO. Prof. Eliseu Figueiredo Neto CÁLCULOS TELHADO Prof. Eliseu Figueiredo Neto TELHADO 1) Conhecer o peso de cada telha; 2) Calcular quantas telhas vão. Telhado de meia água de 50 m2, quantas telhas de cerâmica eu usarei e qual o peso

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS AGENTE DE COMBATE ÀS ENDEMIAS 01. O SUS foi implantado com um conceito ampliado de saúde. Este conceito foi resultado de embate político que fez cair por terra a idéia de que

Leia mais

NOMENCLATURA DE CADEIAS RAMIFICADAS DOS HIDROCARBONETOS

NOMENCLATURA DE CADEIAS RAMIFICADAS DOS HIDROCARBONETOS NOMENCLATURA DE CADEIAS RAMIFICADAS DOS HIDROCARBONETOS Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (Vunesp-SP) Os nomes corretos dos compostos orgânicos: 02

Leia mais

1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir.

1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir. 1. (Ufsm 2012) Observe as projeções cartográficas: Numere corretamente as projeções com as afirmações a seguir. ( ) Na projeção cilíndrica, a representação é feita como se um cilindro envolvesse a Terra

Leia mais

HONDA CATÁLOGO DE APLICAÇÃO DE ROLAMENTOS PARA MOTOCICLETAS. Dimensões principais (mm) Modelo. DREAM 100 cc

HONDA CATÁLOGO DE APLICAÇÃO DE ROLAMENTOS PARA MOTOCICLETAS. Dimensões principais (mm) Modelo. DREAM 100 cc CATÁLOGO DE APLICAÇÃO DE ROLAMENTOS PARA MOTOCICLETAS HONDA DREAM 100 cc 6000 10 26 8 Placa de acionamento 1 6001 12 28 8 Árvore principal lado esq. 1 6201 12 32 8 Árvore secundária lado esq. 1 6203 17

Leia mais

ANATOMIA HUMANA I. Acidentes Ósseos. Prof. Me. Fabio Milioni. Características Anatômicas de Superfície dos Ossos

ANATOMIA HUMANA I. Acidentes Ósseos. Prof. Me. Fabio Milioni. Características Anatômicas de Superfície dos Ossos ANATOMIA HUMANA I Acidentes Ósseos Prof. Me. Fabio Milioni Características Anatômicas de Superfície dos Ossos As superfícies dos ossos possuem várias características estruturais adaptadas a funções específicas.

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Questão. Questão. C) I, II e III. Questão.

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS. Questão. Questão. C) I, II e III. Questão. LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA Considere o texto Apelo, para responder às questões 1 a 6. 01 Apelo Amanhã faz um mês que a Senhora está longe de casa. Primeiros dias, para dizer a verdade, não

Leia mais

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO:

DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: DISTÂNCIA MÉDIA DE TRANSPORTE - DMT CONCEITO: É a distancia, em projeção horizontal, entre o centro de massa de uma camada do pavimento e o(s) centro(s) de massa da(s) jazidas(s) que fornecerá(ão) materiais

Leia mais

Resposta: Resposta: 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE. Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral

Resposta: Resposta: 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE. Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS FILOSOFIA 3º BIMESTRE Nome: N o Turma: 2º Ano Prof.: Heleno Licurgo do Amaral Data: / / 1 [ 112885 ]. (Uncisal 2012) Observe o trecho da música Admirável Gado Novo, de Zé Ramalho,

Leia mais

Rua Jaceguai, 164 Prado BH-MG 31 2104 5899 www.sindeac.org.br sindeac@sindeac.org.br. convenção coletiva empregados em conservadoras 2014

Rua Jaceguai, 164 Prado BH-MG 31 2104 5899 www.sindeac.org.br sindeac@sindeac.org.br. convenção coletiva empregados em conservadoras 2014 SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EDIfícios e condomínios, em empresas de prestação de serviços em asseio, conservação, higienização, desinsetização, portaria, vigia e dos cabineiros de belo horizonte Rua Jaceguai,

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014-1 INSPER. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 2014-1 INSPER. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DO VESTIBULAR 0- INSPER POR PROFA MARIA ANTÔNIA C GOUVEIA ANÁLISE QUANTITATIVA E LÓGICA Por um terminal de ônibus passam dez diferentes linhas A mais movimentada delas

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER

PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER PERIODO: JULHO E AGOSTO JUSTIFICATIVA: A educação Ambiental não deve ser tratada como algo distante do cotidiano dos alunos,

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA SÉRIE: 7º ANO PROFESSORA:

Leia mais

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades.

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades. Relatório de Grupo Maternal B 2013 Neste relatório, desejamos compartilhar com vocês o início da história do nosso grupo, contando como foram os primeiros dias e as primeiras descobertas. A adaptação foi

Leia mais

HIPERPLASIA NODULAR LINFÓIDE: IDE: DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

HIPERPLASIA NODULAR LINFÓIDE: IDE: DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO HIPERPLASIA NODULAR LINFÓIDE: IDE: DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO Marcela Lie Kawasaki Disciplina de Gastroenterologia Departamento de Pediatria Escola Paulista de Medicina Universidade Federal de São Paulo

Leia mais

São considerados objetivos do ensino da Língua Inglesa na Educação Infantil e primeiros anos do Ensino Fundamental:

São considerados objetivos do ensino da Língua Inglesa na Educação Infantil e primeiros anos do Ensino Fundamental: Blumenau, 04 de fevereiro de 2014 Colégio Castelo Castelinho Disciplina: Língua Inglesa Professora: Samantha Bernardo PLANEJAMENTO ANUAL DE INGLÊS EDUCAÇÃO INFANTIL Justificativa Nos dias atuais, a aquisição

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO ENCANTADO / PREMIUM

MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO ENCANTADO / PREMIUM WWW.FIORELLO.COM.BR SAC@FIORELLO.COM.BR ENTRADA PRINCIPAL S/N - DISTRITO IND. II - BAIRRO CARAMURU TEL: (46) 3547-3547 CEP: 85880-000 - ITAIPULÂNDIA - PR MANUAL DE MONTAGEM E INSTRUÇÕES DE USO BERÇO SONHO

Leia mais

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991

REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A. POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 REDE DE ATENDIMENT0 DE IPATINGA / VITALLIS SAÚDE S/A POSTO DE ATENDIMENTO / AUTORIZAÇÃO Rua Nova Almeida, 46 Vila Ipanema Ipatinga 31 3821-9991 ANALISES CLINICAS - CITOLOGIA - PATOLOGIA CLINICA ACIL -

Leia mais

SUGESTÕES DE ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL

SUGESTÕES DE ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL SUGESTÕES DE ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL Coordenação de Vigilância Nutricional GVE/SUVISA/SES-GO 2015 0 SUGESTÕES DE ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL Marconi Perillo Governador

Leia mais

PROJETO RECICLAGEM. 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: 2. Duração: 01 /03 a 31/03

PROJETO RECICLAGEM. 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: 2. Duração: 01 /03 a 31/03 PROJETO RECICLAGEM 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Catálogo. Linha 25 Linha 30 Linha 42 Suprema. Visite nosso website: www.alsev.com.br

Catálogo. Linha 25 Linha 30 Linha 42 Suprema. Visite nosso website: www.alsev.com.br Catálogo 2 Linha 25 Linha 30 Linha 42 Suprema Janelas e Portas de Correr Linha 25 Z-115 0,634 Kg/m P-157 1,355 Kg/m P-254 1,323 Kg/m Janelas e Portas de Correr Linha 25 Desenvolvido por WLD E-186 1,043

Leia mais

GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE

GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE GABARITO EXERCÍCIO DE ARTE 01) A partir do século XVI, artistas estrangeiros, integrantes das diversas expedições artísticas e científicas que percorreram o território brasileiro, produziram imagens documentando,

Leia mais

ATIVIDADES. 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: 4 (Fuvest-SP) O esquema a seguir representa o ciclo de vida

ATIVIDADES. 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: 4 (Fuvest-SP) O esquema a seguir representa o ciclo de vida ATIVIDADES 1 Relacione cada conceito com sua respectiva definição: ( c ) Vaso condutor ( a ) Gametófito ( d ) Sistema caulinar ( f ) Esporófito ( b ) Gimnosperma ( g ) Cone ( h ) Fanerógama ( i ) Criptógama

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XXI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Paulo foi empregado da microempresa Tudo Limpo Ltda. de 22/02/15 a 15/03/16. Trabalhava como auxiliar de serviços gerais, atuando na limpeza de parte da pista de

Leia mais

Desafios contemporâneos. Lara Campos. Comunicação. 01 Laureate- International Universities

Desafios contemporâneos. Lara Campos. Comunicação. 01 Laureate- International Universities Desafios contemporâneos Lara Campos Comunicação 01 Laureate- International Universities Sumário CAPÍTULO 4 - Técnicas de comunicação oral para o meio acadêmico e profissional...05 Introdução...05 4.1

Leia mais

LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS

LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS LISTA DE PRODUTOS CST PIS/COFINS 000. COMBUSTIVEIS - NCM 22071000 NOME ST ICMS TIPO TRIBUTAÇÃO CST ETANOL COMUM 60 18% MONOFÁSICO COMPRA 70 VENDA 04 000. COMBUSTIVEIS - NCM 27101159 GASOLINA ADITV 60 28%

Leia mais

Aulas de Projeto de Vida Ensino Fundamental 6º ao 9º ano

Aulas de Projeto de Vida Ensino Fundamental 6º ao 9º ano PROJETO DE VIDA Aulas de Projeto de Vida Ensino Fundamental 6º ao 9º ano Material Estruturado para o Professor de Projeto de Vida Para o Ensino Fundamental 6º ao 9º ano I bimestre 2013 Caro Professor,

Leia mais

PRÁTICAS INTERDISCIPLINARES NA EJA: UMA EXPERIÊNCIA ENVOLVENDO A HISTÓRIA E A MATEMÁTICA

PRÁTICAS INTERDISCIPLINARES NA EJA: UMA EXPERIÊNCIA ENVOLVENDO A HISTÓRIA E A MATEMÁTICA PRÁTICAS INTERDISCIPLINARES NA EJA: UMA EXPERIÊNCIA ENVOLVENDO A HISTÓRIA E A MATEMÁTICA RESUMO Luciane Cechin Mario - luciane.mario@ifsc.edu.br Adriano Larentes da Silva adriano.silva@ifsc.edu.br Instituto

Leia mais

Apostila de ESTUDO ORIENTADO. Ensino Fundamental

Apostila de ESTUDO ORIENTADO. Ensino Fundamental Apostila de ESTUDO ORIENTADO Ensino Fundamental Material Estruturado para o Professor do Estudo Orientado das Escolas em Tempo Integral O Ensino Fundamental tem como objetivo geral para a sua estruturação

Leia mais

Guia do Usuário DVR H.264. DVR Stand Alone H.264. Manual do Usuário em Português

Guia do Usuário DVR H.264. DVR Stand Alone H.264. Manual do Usuário em Português DVR Stand Alone H.264 Manual do Usuário em Português Junho de 2009 1 ÍNDICE Data: 18/06/2009 - Versão 1.0.00 Cuidados Especiais... 4 Conteúdo da Embalagem... 4 Especificações Técnicas... 5 Capítulo 1 Aspecto

Leia mais

Macetes e defeitos Elias Bernabé Turchiello

Macetes e defeitos Elias Bernabé Turchiello Macetes e defeitos Elias Bernabé Turchiello Rádio toca fitas SANYO M2709F: som roco falhando= C701. Receptor de parabólica QUASAR QA 9800L: sem vídeo, áudio normal = T1(SMD) BC 547 e T2(SMD) BC 557. Telefone

Leia mais

Planejamento Anual. 2º Ano. Ensino Fundamental

Planejamento Anual. 2º Ano. Ensino Fundamental Planejamento Anual 2º Ano Ensino Fundamental Língua Portuguesa 2 Objetivos: 1. Estimular o gosto de contar histórias; 2. Favorecer a linguagem oral em todo conteúdo a ser estudado durante o ano escolar;

Leia mais

PLANOS DE AULA PARA TRABALHAR AS CAPACIDADES

PLANOS DE AULA PARA TRABALHAR AS CAPACIDADES PLANOS DE AULA PARA TRABALHAR AS CAPACIDADES 2012 Trabalhando com as capacidades O sucesso de um projeto pedagógico de alfabetização depende, crucialmente, do envolvimento dos profissionais comprometido

Leia mais

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009

QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Universidade Federal Fluminense Oficina de Trabalho Elaboração de Provas Escritas Questões Objetivas Profª Marcia Memére Rio de Janeiro, janeiro de 2013 QUESTÃO 11 ENADE Administração/2009 Cada uma das

Leia mais

Manual de instruções Banco Imobiliário e Banco Imobiliário Luxo Documento eletrônico criado e revisado em 01/04/2006

Manual de instruções Banco Imobiliário e Banco Imobiliário Luxo Documento eletrônico criado e revisado em 01/04/2006 Manual de instruções Banco Imobiliário e Banco Imobiliário Luxo Documento eletrônico criado e revisado em 01/04/2006 Um pouco de história: Em 1934, Charles B. Darrow da cidade de Germantown no estado da

Leia mais

SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES

SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES SIMULADO DE INGLÊS SESSENTA QUESTÕES Para responder às questões abaixo leia a frase em inglês e marque a alternativa em que esteja a tradução correta da palavra em negrito. 1) My car is black. a) ( ) azul.

Leia mais

Metodologia e Prática do Ensino de Ciências Naturais

Metodologia e Prática do Ensino de Ciências Naturais Regiane Dias Bertolini Metodologia e Prática do Ensino de Ciências Naturais Adaptada por Edmilson Brito Nazareno APRESENTAÇÃO É com satisfação que a Unisa Digital oferece a você, aluno(a), esta apostila

Leia mais

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA VESTIBULAR DE VERÃO 2011 LÍNGUA PORTUGUESA QUESTÕES DE 1 A 10 TEXTO: A ideia de se poder definir o gênero homo atribuindo-lhe a qualidade de sapiens, ou seja, de um ser racional e sábio, é sem dúvida uma

Leia mais

PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012.

PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012. MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL (DIRETORIA GERAL DO PESSOAL/1860) DEPARTAMENTO BARÃO DE SURUHY PORTARIA Nº 046 - DGP, DE 27 DE MARÇO DE 2012. Aprova as Normas Técnicas

Leia mais

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão

VESTIBULAR UEMS 2010 - PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Questão. Questão. 225 Km. A) 350 Km. B) 475 Km. C) 675 Km. D) Questão 2 Eta, nóis / Brincando com Leminsk Menina, vou trabalhar em uma usina de cana pra alimentar os carros de uma família americana Menina, só vou poder te namorar no final de semana só vou poder te namorar

Leia mais

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR

7 o ano TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA MANUAL DO PROFESSOR TECENDO LINGUAGENS LÍNGUA PORTUGUESA TANIA AMARAL OLIVEIRA Formada em Letras, Pedagogia e Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Mestra em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo

Leia mais

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto

Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto Ponto Secullum 4 - Comunicando com o Equipamento de marcação de Ponto O Ponto Secullum 4 comunica diretamente com os equipamentos de marcação de ponto informatizados de vários fabricantes. Desta forma,

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇOS LAVADORAS DE ROUPAS TOP LOAD ELETROMECÂNICAS LTE09/LTE12 SERVICE MANUAL ELETROMECHANIC TOP-LOADEWASHING MACHINES REVISÃO 4

MANUAL DE SERVIÇOS LAVADORAS DE ROUPAS TOP LOAD ELETROMECÂNICAS LTE09/LTE12 SERVICE MANUAL ELETROMECHANIC TOP-LOADEWASHING MACHINES REVISÃO 4 MANUAL DE SERVIÇOS SERVICE MANUAL LAVADORAS DE ROUPAS TOP LOAD ELETROMECÂNICAS LTE09/LTE12 ELETROMECHANIC TOP-LOADEWASHING MACHINES REVISÃO 4 REVISION 4 ÍNDICE 1. INFORMAÇÕES GERAIS...3 2.NOMENCLATURA...3

Leia mais

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações**

TABELA DE ALÍQUOTAS DE ISS - MUNICÍPIOS DE SÃO PAULO/SP **Recomenda-se a confirmação das informações** Cidade Legislação Base de Cálculo Alíquota Resumo Analândia Lei Municipal 1.472/2004 Cód. 17.04 Cód. 17.05 Cód. 17.04 Cód. 17.05 prestadas pela Sr. André - Fiscal ISS Última Atualização Fonte Endereço

Leia mais

3 a SÉRIE. ENSINO MÉDIO Caderno do Professor Volume 1. HISTÓRIA Ciências Humanas

3 a SÉRIE. ENSINO MÉDIO Caderno do Professor Volume 1. HISTÓRIA Ciências Humanas 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO Caderno do Professor Volume 1 HISTÓRIA Ciências Humanas governo do estado de são paulo secretaria da educação MATERIAL DE APOIO AO CURRÍCULO DO ESTADO DE SÃO PAULO CADERNO DO PROFESSOR

Leia mais

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc)

FATOR DE EQUIVALÊNCIA (FEq) ou CORREÇÃO (Fc) LISTA DE FATORES DE EQUIVALÊNCIA E CORREÇÃO DE INSUMOS FARMACÊUTICOS ATIVOS REFERÊNCIAS CONSULTADAS: USP COMPÊNDIO MÉDICO Dicionário Brasileiro de Medicamentos ( DEF ) USP-DI MARTINDALE PDR Physician s

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Estequiometria RELAÇÃO: MOLS MOLS EXERCÍCIOS RESOLVIDOS (UFBA-BA) Hidreto de sódio reage com água, dando hidrogênio, segundo a reação: NaH + H 2 O NaOH + H 2 Para obter 10 mols de H 2, são necessários

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO DA COMARCA DE. PEDIDO DE TUTELA DE EVIDÊNCIA (Art.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO DA COMARCA DE. PEDIDO DE TUTELA DE EVIDÊNCIA (Art. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO DA COMARCA DE PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA PEDIDO DE TUTELA DE EVIDÊNCIA (Art. 311, II, do NCPC) Nome e prenome da requerente, nacionalidade,

Leia mais

Planejamento Anual. Pré-Escola I. Educação Infantil. Prof.ª Rosilene

Planejamento Anual. Pré-Escola I. Educação Infantil. Prof.ª Rosilene Planejamento Anual Pré-Escola I Educação Infantil Prof.ª Rosilene A CRIANÇA DE 4 ANOS O desenvolvimento de uma criança não ocorre de forma linear. As mudanças ocorrem de forma gradual e estão relacionadas

Leia mais

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 SOCIOLOGIA

VESTIBULAR DE VERÃO 2011 SOCIOLOGIA VESTIBULAR DE VERÃO 2011 SOCIOLOGIA QUESTÃO 1 Uma série de mudanças políticas e econômicas ocorreu na Europa, a partir do fim da Idade Média. O quadro A liberdade guiando o povo (1830), de Eugène Delacroix,

Leia mais

TABELA DE PREÇOS DE EXAMES PARTICULARES

TABELA DE PREÇOS DE EXAMES PARTICULARES CARDIOLOGIA 20010010 ELETROCARDIOGRAMA - ECG R$ 165,00 20010028 TESTE ERGOMÉTRICO R$ 330,00 20010141 ECODOPPLERCARDIOGRAMA R$ 385,00 20010052 HOLTER 24 HORAS R$ 385,00 20020058 MAPA 24 HORAS R$ 385,00

Leia mais

JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA

JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA JOGOS E BRINCADEIRAS DA CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA EDUCAÇÃO FÍSICA Fonte:mozafricaview.com [Digite seu endereço] [Digite seu telefone] [Digite seu endereço de email] Ariadine Rodrigues Barbosa

Leia mais

TABELA DE ROSCAS. Diâmetro do Núcleo (mm) Ø da broca

TABELA DE ROSCAS. Diâmetro do Núcleo (mm) Ø da broca TABELA DE ROSCAS UNF - Rosca Unificada Fina UNC - Rosca Unificada Grossa MB (MF) - Rosca Métrica Fina Diâmetro do Núcleo (mm) Ø da broca Diâmetro do Núcleo (mm) Ø da broca Diâmetro do Núcleo (mm) Ø da

Leia mais

EXERCÍCIOS DE AVALIAÇÃO

EXERCÍCIOS DE AVALIAÇÃO EXERCÍCIOS DE AVALIAÇÃO Planejamento Tributário Setembro de 2011 QUESTÃO 1 - RESPONDA AS QUESTÕES APRESENTADAS A SEGUIR: I - Cite algumas situações em que a pessoa jurídica estará obrigada à tributação

Leia mais

ALIZIN: UMA REVOLUCIONÁRIA ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DA PIOMETRA EM CADELAS

ALIZIN: UMA REVOLUCIONÁRIA ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DA PIOMETRA EM CADELAS ALIZIN: UMA REVOLUCIONÁRIA ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DA PIOMETRA EM CADELAS Estudos Clínicos revelam a eficácia de Alizin na Terapia Medicamentosa de Piometra em Cadelas A piometra nas cadelas e nas

Leia mais

BIOLÓGICAS. Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta. Resposta

BIOLÓGICAS. Questão 1. Questão 3. Questão 2. Resposta. Resposta. Resposta Questão 1 BIOLÓGICAS Em uma prova de biologia, um aluno deparou-se com duas figuras de células. Uma figura representava uma célula vegetal e outra representava uma célula animal. Identifique qual das figuras,

Leia mais

AULA 02: Variações Patrimoniais: Variações Ativas e Passivas Orçamentárias e Extraorçamentárias.

AULA 02: Variações Patrimoniais: Variações Ativas e Passivas Orçamentárias e Extraorçamentárias. AULA 02: Variações Patrimoniais: Variações Ativas e Passivas Orçamentárias e Extraorçamentárias. SUMÁRIO PÁGINA 1. Apresentação 1 2. Variações Patrimoniais 2 2.1. Fatos modificativos e fatos permutativos

Leia mais

As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota

As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota Questão UNESP 1ª Fase 01 dia 16/11 As questões de números 01 a 05 tomam por base uma passagem de um romance de Autran Dourado (1926-2012). A gente Honório Cota Quando o coronel João Capistrano Honório

Leia mais

Sistema Nacional de Registro Mercantil (SINREM) Ex Vi Legis www.exvilegis.wordpress.com REGISTRO DE EMPRESA

Sistema Nacional de Registro Mercantil (SINREM) Ex Vi Legis www.exvilegis.wordpress.com REGISTRO DE EMPRESA REGISTRO DE EMPRESA Afirma o artigo 967 do Código Civil: É obrigatória a inscrição do empresário no Registro Público de Empresas Mercantis da respectiva sede, antes do início de sua atividade. O Registro

Leia mais

Rede social

Faça o seu material acessível ao maior número de pessoas, publicando-lo aqui. Descubra o que as pessoas pensam sobre o seu trabalho.

E-biblioteca

Carregue número ilimitado de documentos, agora e sempre completamente gratuito!

Pesquisa e partilha de conhecimentos

Encontre materiais úteis e compartilhe-los com amigos e colegas, enviando-lhes o link para o material.