NOVIDADES PARA O TRATAMENTO ENDÓCRINO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO (DOENÇA INICIAL E AVANÇADA)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NOVIDADES PARA O TRATAMENTO ENDÓCRINO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO (DOENÇA INICIAL E AVANÇADA)"

Transcrição

1 NOVIDADES PARA O TRATAMENTO ENDÓCRINO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO (DOENÇA INICIAL E AVANÇADA) ANDERSON ARANTES SILVESTRINI Oncologista clínico - Diretor técnico Grupo Acreditar Brasilia OUTUBRO 2016

2 DECLARAÇÃO SOBRE POTENCIAIS CONFLITOS DE INTERESSE De acordo com a Resolução 1931/2009 do Conselho Federal de Medicina e com a RDC 96 / 2008 da ANVISA, declaro que: Oncologista clínico Diretor técnico Grupo Acreditar Brasilia e ONCOBRASILIA Sócio Grupo Acreditar Ex-presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica ( ) Patrocínio Congressos: Roche, Janssen, Zodiac, Amgen Apresentações: como palestrante convidado, participo dos eventos de: Astrazeneca, Abbott, GSK, Novartis, Sandoz, Amgen Consultoria: como membro de advisory boards, participo de reuniões com: ROCHE, JANSSEN Consultor da Justiça federal e Anvisa Não possuo ações de quaisquer destas companhias farmacêuticas. Os meus pré-requisitos para participar destas atividades são a autonomia do pensamento científico, a independência de opiniões e a liberdade de expressão, aspectos que esta empresa respeita.

3 PEROU, NATURE, VOL. 406, AGOSTO 2000

4 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL O RE é um regulador do crescimento, da proliferação e da diferenciação do epitélio mamário O RE tem papel importante no câncer de mama O câncer de mama RE+ tem maior probabilidade de resposta à terapia endócrina A avaliação precisa do RE é crítica para o tratamento do câncer de mama

5 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL Tumores invasivos de mama: 70-80% expressam RE Pós-menopausa, grau nuclear baixo a moderado RE/RP: principalmente importantes como fatores preditivos (terapia hormonal) Mulheres na pós-menopausa correspondem a aproximadamente 75% das pacientes com câncer de mama 1 1 Hankey BF, et al. J Natl Cancer Inst Monogr 1994:7-14

6 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL Tumores RE-positivos 1 ~63% de casos na pré-menopausa ~78% de casos na pós-menopausa Risco de recidiva anual Receptor de estrógeno positivo 2 a 4% ao ano Após 10 anos:2% ao ano Receptor de estrógeno negativo Risco cai drasticamente após 5 anos 1 Anderson WF, et al. Breast Cancer Res Treat 2002;76:27-36

7

8 NOVIDADES PARA O TRATAMENTO ENDÓCRINO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL

9 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL TAMOXIFENO ADJUVANTE POR 10ANOS ADJUVÂNCIA EXTENDIDA COM IA ANÁLOGO + EXEMESTANO NA PRE- MENOPAUSA

10 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL

11 - 5 anos de tamoxifeno adjuvante reduz mortalidade anual por cancer de mama em 31% - Taxa anual de mortalidade em TU receptor de estrogeno (+) são similares nos anos 0-4 e 5-14

12

13 N = 1172 (TAM 5 anos) N = 579 (placebo) N = 593 (TAM)

14 - 3.7% de recidiva precoce (3.1% letrozol/ 4.4% tamoxifeno) - Fatores preditivos: linfonodo positivo (P < 0.001), Apenas um receptor hormonal positivo (P < 0.001), Alto grau (P < 0.001), Hiperexpressão de HER-2 (P < 0.001), Tamanho do tumor >2cm (P = 0.001), Tratamento com tamoxifeno (P = 0.002), Invasão vascular (P = 0.02).

15 J Natl Cancer Inst;2013;105:

16 IHC4: marcadores IH RS: recurrence score ROR: risco de recorrência PAM 50 J Natl Cancer Inst;2013;105:

17 FLOW CHART DO ESTUDO Lancet 2013; 381:

18 Recurrence Breast cancer mortality DIF. ABSOLUTA = 3,7% DIF. ABSOLUTA = 2,8% Lancet 2013; 381:

19 Event rate ratios (95% CIs) in ER-positive disease, by time period from diagnosis *p<0,00001; p<0,01; p=0,0001; p=0, Lancet, 2011:378: Lancet 2013; 381:

20

21 attom: Long-term effects of continuing adjuvant tamoxifen to 10 years versus stopping at 5 years in 6,953 women with early breast cancer Gray Rg et al - JCO, 2013; 31 (18_suppl): 5 (Abstracts) Estudo: 6953 pctes RE+ foram randomizadas, após 5 anos de TMX adjuvante, para + 5 anos de TMX ou placebo. Resultado: - RR para recidiva = 0,87 (p=0,003) - anos 5-6= 0,99 (0,86-1,15) - anos 7-9= 0,84 (0,73-0,95) - anos 10= 0,75 (0,66-0,86) - RR óbito ca mama=0,89 (p=0,05) - anos 5-9= 1,03 (0,84-1,07) - anos 10= 0,77 (0,64-0,92) - Óbito por não-câncer RR = 0,94 (0,82-1,07) - Incidência ca endométrio RR = 2,20 (1,31-2,34 p<0,0001) Conclusões: TMX estendido reduz recidiva Ca de mama a partir do 7º ano e a mortalidade a partir do 10º ano.

22 Overall and subgroup findings of the attom trial: A randomized comparison of continuing adjuvant tamoxifen to 10 years or stopping after 5 years in women with ER-positive or ER-untested early breast cancer Rea DW et al Eur Cancer Congress, 2013:1860

23 Overall and subgroup findings of the attom trial: A randomized comparison of continuing adjuvant tamoxifen to 10 years or stopping after 5 years in women with ER-positive or ER-untested early breast cancer Rea DW et al Eur Cancer Congress, 2013:1860 CONCLUSÕES: HT estendida reduz risco de recidiva, mas não reduz mortalidade por câncer de mama

24 CONCLUSÕES Redução da recidiva Ca de mama em 15 anos: - Relativa = 25% - Absoluta = 3,7% Redução da mortalidade por Ca de mama em 15 anos: - Relativa = 29% - Absoluta = 2,8% Aumento de toxicidade: - Ca de endométrio: - Relativo = 74% + com TMX - Absoluto = 1,54% > com TMX - TEP: - Relativo = 87% + com TMX Mortalidade de 0,2% placebo e 0,4% TMX Mortalidade de 0,2% ambos os grupos

25 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL MA 17R-LBA 1 Extensão do tratamento para pacientes com inibidor da aromatase ( letrozol [ Femara ]) 2,5 mg ao dia por 5 anos após um período inicial de 10 anos de terapia com inibidor de aromatase e tamoxifeno Seguimento mediano de 6,3 anos Idade mediana das pacientes 65 anos

26 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL

27 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL

28 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL

29 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL FRATURAS ÓSSEAS MA 17 9% MA 17R 14% p=0,001 NOVOS CASOS DE OSTEOPOROSE MA 17 MA 17R 6% 11% p<0,001 Piora dos sintomas vasomotores nas pacientes randomizadas para Letrozol em 12 meses ( p = 0.02) e em 36 meses ( p = 0.03) e piora da função sexual em 12 meses ( p = 0.01) e em 36 meses ( p = 0.01).

30 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL DUPLO BLOQUEIO ADJUVANTE EM MULHERES PRE-MENOPAUSADAS

31 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL Definição de menopausa, segundo NCCN: Mulheres com 60 anos ou mais; Mulheres com menos de 60 anos, se: Ooforectomia bilateral prévia; Período > 12 meses sem menstruar, na ausência de tamoxifeno, quimio, ou supressão ovariana, e estradiol sérico em níveis de pós-menopausa; Amenorréica em tamoxifeno, e FSH e estradiol em níveis pós-menopausa.

32 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL Five-year relative survival of females diagnosed with breast cancer during by stage, SEER9. The numbers in parentheses designate the number of patients with breast cancer in the SEER9 registry for Data obtained on from SEER Program (www.seer.cancer.gov) SEER*Stat Database: Incidence SEER9. Breast Cancer Before Age 40 Years Semin Oncol. ;36(3):

33 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL EBCTCG Overview - OS versus controle Redução no risco de recorrência e mortalidade por câncer de mama Sem benefício com adição de OS a quimioterapia

34 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL Early Breast Cancer Overview Group LHRHa metanálise OS + TMX versus TMX (N=1013) Redução não significativa no risco de: Recorrência 14,5% Morte por ca mama 15,9% Mortalidade 13,7% Sem benefício com adição de OS a tamoxifeno

35 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL

36 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL Pagani O et al. N Engl J Med 2014

37 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL Pagani O et al. N Engl J Med 2014

38 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA INICIAL N Engl J Med 2015;372:

39 Efeitos colaterais selecionados OS + exemestano (n=2318) Graus 1-4 Graus 3-4 OS + tamoxifeno (n=2325) Graus 1-4 Graus 3-4 Depressão 50% 3.8% 50% 4.4% Musculo-esquelético 89% 11% 76% 5.2% 16% das pacientes do grupo OS + exemestano interromperam Osteoporose 39% 0.4% 25% 0.3% Fraturas 6.8% 1.3% 5.2% 0.8% tratamento Hipertensão 23% 6.5% 22% 7.3% 11% das pacientes recebendo OS + tamoxifeno interromperam Trombose/embolia 1% 0.8% 2.2% 1.9% Fogachos 92% 10% 93% 12% tratamento Ressecamento vaginal 52% 47% Libido diminuída 45% 41% Dispareunia 31% 26% Incontinência urinária 13% 0.3% 18% 0.3%

40 NOVIDADES PARA O TRATAMENTO ENDÓCRINO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

41 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

42 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

43 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

44 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

45 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

46 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

47 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA SLPm 10,2 X 20,2m (HR 0,488) P<0,0004 Grupo 1 5,7 x 26,1m (HR0,29) P<0,0001 Grupo 2 11,1 x 18,1m (HR0,50) P<0, % neutropenia GIII e IV

48 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

49 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

50 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA

51 MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO - DOENÇA AVANÇADA esquema TPP Estudo 020/021 Efect Bolero-2 Confirm Paloma-3 FAS 250 X ANA FAS 250 x EXE EXE +EVE x EXE FAS 500 x FAS 250 PAL + FAS 500 x FAS 500 5,5 x 4,1m (0,48) 3,7 x 3,7m (0,65) 6,9 x 2,8m (<0,001) 6,5 x 5,5m (0,006) 9,2 x 3,8 m (<0,001)

52 OBRIGADO!

Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir)

Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir) Tópicos atuais em câncer de mama Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir) Dr. André Sasse Oncologista Clínico sasse@cevon.com.br Centro de Evidências em Oncologia HC UNICAMP Centro de Evidências em

Leia mais

30/05/2016. Introdução. Declaração de Conflito de interesses

30/05/2016. Introdução. Declaração de Conflito de interesses Utilização de supressão ovariana deve ser considerada padrão em receptores hormonais positivos? Declaração de Conflito de interesses ResoluçãoCFM n o 1595/2000, 18/05/2000 RDC ANVISA n o 102, 30/11/2000

Leia mais

- Papel da Quimioterapia Neo e

- Papel da Quimioterapia Neo e Carcinoma Urotelial de Bexiga: Tratamento Sistêmico na Doença Músculo-Invasiva - Papel da Quimioterapia Neo e Adjuvante Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc Prof. Medicina Interna Univ. Católica de Brasília

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de tratamento adjuvante e neoadjuvante do câncer de mama Versão eletrônica atualizada em Fevereiro 2009 Tratamento sistêmico adjuvante A seleção de tratamento sistêmico

Leia mais

O estado da arte da radioterapia em pacientes idosas com tumores de mama iniciais

O estado da arte da radioterapia em pacientes idosas com tumores de mama iniciais XVII CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE RADIOTERAPIA Encontro de Residentes em Radioterapia da SBRT O estado da arte da radioterapia em pacientes idosas com tumores de mama iniciais Arthur Bom Queiroz

Leia mais

Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama

Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama Declaro não haver conflito de interesse Dra Maria Cecília Monteiro Dela Vega Médica Oncologista Clínica- CEBROM e Hospital Araujo Jorge

Leia mais

Paciente de Alto Risco

Paciente de Alto Risco Paciente de Alto Risco Novas Fronteiras do Bloqueio Estrogênico na Prevenção do Câncer de Mama Não há conflitos de interesse. Nunca recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade

Leia mais

Recomendações para pacientes com câncer de mama com mutação dos genes BRCA 1 ou 2

Recomendações para pacientes com câncer de mama com mutação dos genes BRCA 1 ou 2 Recomendações para pacientes com câncer de mama com mutação dos genes BRCA 1 ou 2 Rafael Kaliks Oncologia Hospital Albert Einstein Diretor Científico Instituto Oncoguia rkaliks@gmail.com Risco hereditário:

Leia mais

Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático. Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009

Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático. Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009 Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009 Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático O tratamento de pacientes com câncer de mama metastático

Leia mais

câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas?

câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas? Tratamento combinado em câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas? Dr. André Sasse Oncologista Clínico sasse@cevon.com.br Centro de Evidências em Oncologia HC UNICAMP Centro de Evidências

Leia mais

Qual a melhor combinação de quimioterapia quando associada à radioterapia para tumores localmente avançados (pulmão)?

Qual a melhor combinação de quimioterapia quando associada à radioterapia para tumores localmente avançados (pulmão)? Qual a melhor combinação de quimioterapia quando associada à radioterapia para tumores localmente avançados (pulmão)? Dr. Ormando Campos Jr. Oncologista Clínico Conflito de Interesses Quimioterapia + Radioterapia.

Leia mais

Terapia Endócrina Adjuvante: Tamoxifeno ou Inibidores de Aromatase?

Terapia Endócrina Adjuvante: Tamoxifeno ou Inibidores de Aromatase? Terapia Endócrina Adjuvante: Tamoxifeno ou Inibidores de Aromatase? Marcelo R. S. Cruz Oncologia Clínica Coordenador Serviço de Segunda Opinião em Oncologia COAEM Hospital São José, São Paulo Declaração

Leia mais

Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Câncer de mama Tratamento Adjuvante: Hormonioterapia. José Bines Instituto Nacional de Câncer

Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Câncer de mama Tratamento Adjuvante: Hormonioterapia. José Bines Instituto Nacional de Câncer Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Câncer de mama Tratamento Adjuvante: Hormonioterapia José Bines Instituto Nacional de Câncer Índice Podemos selecionar pacientes para não receber tratamento adjuvante?

Leia mais

Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal. José Bines Instituto Nacional de Câncer

Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal. José Bines Instituto Nacional de Câncer Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal José Bines Instituto Nacional de Câncer Declaração de conflito de interesses Sem conflito de interesses Opinião pessoal que pode não refletir necessariamente

Leia mais

Radioterapia baseada em evidência no tratamento adjuvante do Câncer de Endométrio: RT externa e/ou braquiterapia de fundo vaginal

Radioterapia baseada em evidência no tratamento adjuvante do Câncer de Endométrio: RT externa e/ou braquiterapia de fundo vaginal Radioterapia baseada em evidência no tratamento adjuvante do Câncer de Endométrio: RT externa e/ou braquiterapia de fundo vaginal Paulo Eduardo Novaes, MD, PhD Departamento de Radioterapia Hospital AC

Leia mais

13th StGallenInternationalBreast CancerConference2013 Aspectos Clínicos. Marcelo R. S. Cruz Oncologista Clínico

13th StGallenInternationalBreast CancerConference2013 Aspectos Clínicos. Marcelo R. S. Cruz Oncologista Clínico 13th StGallenInternationalBreast CancerConference2013 Aspectos Clínicos Marcelo R. S. Cruz Oncologista Clínico Declaraçãode Conflitosde Interesse Não tenho conflitos para esta apresentação 13th Consenso

Leia mais

CÂNCER DE PRÓSTATA CASTRAÇÃO RESISTENTE: OPÇÕES DISPONÍVEIS E MELHOR SEQUENCIAMENTO DANIEL DE CASTRO MONTEIRO ONCOLOGISTA CLÍNICO

CÂNCER DE PRÓSTATA CASTRAÇÃO RESISTENTE: OPÇÕES DISPONÍVEIS E MELHOR SEQUENCIAMENTO DANIEL DE CASTRO MONTEIRO ONCOLOGISTA CLÍNICO CÂNCER DE PRÓSTATA CASTRAÇÃO RESISTENTE: OPÇÕES DISPONÍVEIS E MELHOR SEQUENCIAMENTO DANIEL DE CASTRO MONTEIRO ONCOLOGISTA CLÍNICO Declaração sobre conflito de interesses De acordo com a Resolução 1595/2000

Leia mais

Reunião GETH. Abril.2014

Reunião GETH. Abril.2014 Reunião GETH Abril.2014 Caso 1 Dr Sérgio Mancini Nicolau Caso I: Sexo feminino, 40 anos, casada, administradora História da Doença Atual: 2013 - Paciente sem queixas específicas, conta que irmã teve diagnóstico

Leia mais

QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DE ENDOMÉTRIO. QUANDO HÁ EVIDÊNCIAS E QUANDO COMBINÁ-LA COM A RADIOTERAPIA

QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DE ENDOMÉTRIO. QUANDO HÁ EVIDÊNCIAS E QUANDO COMBINÁ-LA COM A RADIOTERAPIA QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DE ENDOMÉTRIO. QUANDO HÁ EVIDÊNCIAS E QUANDO COMBINÁ-LA COM A RADIOTERAPIA Dr. Markus Gifoni Oncologista Clínico Instituto do Câncer do Ceará Fortaleza 01/06/2013 Informações

Leia mais

30/05/2016. Resposta parcial após neoadjuvância: há espaço para quimioterapia adjuvante?

30/05/2016. Resposta parcial após neoadjuvância: há espaço para quimioterapia adjuvante? Resposta parcial após neoadjuvância: há espaço para quimioterapia adjuvante? Resposta parcial após neoadjuvância: há espaço para quimioterapia adjuvante? Estamos num momento de quebra de paradigmas? José

Leia mais

HORMONIOTERAPIA. Patrícia V. G. Figueira

HORMONIOTERAPIA. Patrícia V. G. Figueira HORMONIOTERAPIA Patrícia V. G. Figueira Nomenclaturas Terapia endócrina Hormonioterapia Terapia Hormonal Tratamento hormonal Hormônios Estrogênio e Progesterona: estimulam crescimento de alguns CA mama

Leia mais

Estratégias de Quimioprevenção do Câncer de Mama. José Roberto Filassi 27/11/2009

Estratégias de Quimioprevenção do Câncer de Mama. José Roberto Filassi 27/11/2009 Estratégias de Quimioprevenção do Câncer de Mama José Roberto Filassi 27/11/2009 RECEPTOR DE ESTRÓGENO: INTERAÇÃO COM O ESTRADIOL Hormonioterapia no Câncer de Mama Bloquear o Receptor de Estrogenio Bloquear

Leia mais

Câncer de Pulmão de Não Pequenas Células

Câncer de Pulmão de Não Pequenas Células Tratamento Sistêmico de Resgate no Câncer de Pulmão de Não Pequenas Células Dr. Marcelo Rocha S. Cruz Oncologia Clínica Hospital São José São Paulo Índice Terapia de Manutenção: Quimioterapia Terapia de

Leia mais

10. Congresso Unimed de AUDITORIA EM SAÚDE. Curso Pré-Congresso Oncologia e MBE Bevacizumab no câncer de pulmão NPC

10. Congresso Unimed de AUDITORIA EM SAÚDE. Curso Pré-Congresso Oncologia e MBE Bevacizumab no câncer de pulmão NPC 10. Congresso Unimed de AUDITORIA EM SAÚDE Curso Pré-Congresso Oncologia e MBE Bevacizumab no câncer de pulmão NPC Declaração de Conflitos de interesse Oncologista Clínico sócio de Serviço de Oncologia

Leia mais

Estado da arte: QT adjuvante para tumor Her-2 negativo

Estado da arte: QT adjuvante para tumor Her-2 negativo Estado da arte: QT adjuvante para tumor Her-2 negativo Ingrid A. Mayer, M.D., M.S.C.I. Professora Assistente Diretora, Pesquisa Clínica Programa de Câncer de Mama Vanderbilt-Ingram Cancer Center Nashville,

Leia mais

SEQUENCIAMENTO DA HORMONIOTERAPIA NA DOENÇA METASTÁTICA DO INÍCIO ATÉ A RESISTÊNCIA HORMONAL?

SEQUENCIAMENTO DA HORMONIOTERAPIA NA DOENÇA METASTÁTICA DO INÍCIO ATÉ A RESISTÊNCIA HORMONAL? SEQUENCIAMENTO DA HORMONIOTERAPIA NA DOENÇA METASTÁTICA DO INÍCIO ATÉ A RESISTÊNCIA HORMONAL? ELIAS ABDO CHEFE DO SERVIÇO ONCO-GINECOLOGIA CLÍNICA ICESP SÃO PAULO, 23 DE NOVEMBRO 2012 Conflito de Interesse

Leia mais

Joint SFBO-SBR-ALATRO Consensus Meeting Controversies on Radiotherapy Treatment. Breast Cancer

Joint SFBO-SBR-ALATRO Consensus Meeting Controversies on Radiotherapy Treatment. Breast Cancer Joint SFBO-SBR-ALATRO Consensus Meeting Controversies on Radiotherapy Treatment Breast Cancer Dra. Ana Carolina de Rezende ana.rezende@einstein.br Internal Mammary Nodal Chain Irradiation Dra. Ana Carolina

Leia mais

Terapia hormonal de baixa dose. Elvira Maria Mafaldo Soares UFRN/SOGORN

Terapia hormonal de baixa dose. Elvira Maria Mafaldo Soares UFRN/SOGORN Terapia hormonal de baixa dose Elvira Maria Mafaldo Soares UFRN/SOGORN Alterações endócrinas no Climatério pg/ml mui/ml mui/ml 150 FSH 80 60 100 50 0-8 -6-4 -2 0 2 4 6 8 anos Menopausa LH Estradiol 40

Leia mais

Hipofracionamento em câncer de mama:

Hipofracionamento em câncer de mama: Hipofracionamento em câncer de mama: resultados de um estudo piloto BORGES, Allisson B. B. ANGOTTI, Clarissa C. R. ALMEIDA, Cristiane M AGUILAR, P. B. STUART, Silvia R. CARVALHO, Heloisa A. Instituto de

Leia mais

QUIMIOTERAPIA DE SEGUNDA LINHA NO CÂNCER DE PRÓSTATA REFRATÁRIO À CASTRAÇÃO (CPRC): QUANDO INDICAR? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc

QUIMIOTERAPIA DE SEGUNDA LINHA NO CÂNCER DE PRÓSTATA REFRATÁRIO À CASTRAÇÃO (CPRC): QUANDO INDICAR? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc QUIMIOTERAPIA DE SEGUNDA LINHA NO CÂNCER DE PRÓSTATA REFRATÁRIO À CASTRAÇÃO (CPRC): QUANDO INDICAR? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc Onco-Vida Brasília Prof. Depto. Medicina Interna da PUC - Brasília

Leia mais

Tratamento de Resgate após. Eu prefiro HIFU ou Crioterapia GUSTAVO CARDOSO CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA

Tratamento de Resgate após. Eu prefiro HIFU ou Crioterapia GUSTAVO CARDOSO CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA Tratamento de Resgate após Falha da Radioterapia Eu prefiro HIFU ou Crioterapia i GUSTAVO CARDOSO GUIMARÃES CHEFE DO SERVIÇO DE UROLOGIA Câncer da Próstata Estados Unidos Siegel R, CA CANCER J CLIN 2014

Leia mais

CÂNCER DE COLO DE ÚTERO OPERADO RADIOTERAPIA COMPLEMENTAR: INDICAÇÕES E RESULTADOS

CÂNCER DE COLO DE ÚTERO OPERADO RADIOTERAPIA COMPLEMENTAR: INDICAÇÕES E RESULTADOS CÂNCER DE COLO DE ÚTERO OPERADO RADIOTERAPIA COMPLEMENTAR: INDICAÇÕES E RESULTADOS Hospital Erasto Gaertner Serviço de Radioterapia Sílvia Pecoits Câncer de Colo Uterino 500.000 casos novos no mundo com

Leia mais

Terapêutica de Reposição Hormonal e Risco Cardiovascular

Terapêutica de Reposição Hormonal e Risco Cardiovascular Uberlândia. Minas Gerais. De 2 a 4 de julho de 2009 Terapêutica de Reposição Hormonal e Risco Cardiovascular Elizabeth Caetano bcaetano@cardiol.br Belém - Pará Terapêutica de Reposição Hormonal e Risco

Leia mais

Qual o melhor tratamento para o Câncer de Próstata de risco baixo ou intermediário?

Qual o melhor tratamento para o Câncer de Próstata de risco baixo ou intermediário? Qual o melhor tratamento para o Câncer de Próstata de risco baixo ou intermediário? Radioterapia (externa/braquiterapia) Erlon Gil Radioterapia Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo Randomized

Leia mais

Superando a Resistência Hormonal em Câncer de Mama RH(+) - HER-2 (-)

Superando a Resistência Hormonal em Câncer de Mama RH(+) - HER-2 (-) Superando a Resistência Hormonal em Câncer de Mama RH(+) - HER-2 (-) João Nunes de Matos Neto MD, PhD Modelo de Carcinogênese Mamária Modelo dos passos da carcinogênese em câncer de mama. Adaptado de Beckmann

Leia mais

O Papel da Radioterapia no Contexto da Quimioterapia Neoadjuvante do Câncer de Mama. Osmar Barbosa Neto

O Papel da Radioterapia no Contexto da Quimioterapia Neoadjuvante do Câncer de Mama. Osmar Barbosa Neto O Papel da Radioterapia no Contexto da Quimioterapia Neoadjuvante do Câncer de Mama Osmar Barbosa Neto Objetivos do Tratamento Controle da Doença Locorregional + rradicação de Metástases Sistêmicas Oculta

Leia mais

Programa de Mastologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás 74690-000, Brasil. rosraquel@hotmail.com; ruffojr@terra.com.

Programa de Mastologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás 74690-000, Brasil. rosraquel@hotmail.com; ruffojr@terra.com. Análise Descritiva de Pacientes Submetidas a Endocrinoterapia Neoadjuvante para Tratamento do Câncer de Mama em Estádios Avançados na Cidade de Goiânia. Raquel Oliveira dos Santos 1, Ruffo de Freitas Junior

Leia mais

Protocolo de Preservação de Orgão em Câncer de Cabeça e Pescoço

Protocolo de Preservação de Orgão em Câncer de Cabeça e Pescoço Protocolo de Preservação de Orgão em Câncer de Cabeça e Pescoço Residência de Cirurgia de Cabeça e Pescoço Dr. Wendell Leite Tratamento utilizando radioterapia em fracionamentos não convencionais ou a

Leia mais

Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA

Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA NT 38/2013 Solicitante: Dra. Renata Abranches Perdigão do JESP da Fazenda Pública de Campo Belo Data: 22/02/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO

Leia mais

Terapia Hormonal Adjuvante no Câncer de Mama em Mulheres Pré-menopáusicas Adjuvant Hormonal Therapy in Premenopausal Breast Cancer

Terapia Hormonal Adjuvante no Câncer de Mama em Mulheres Pré-menopáusicas Adjuvant Hormonal Therapy in Premenopausal Breast Cancer REVISÃO / Review Terapia Hormonal Adjuvante no Câncer de Mama em Mulheres Pré-menopáusicas Adjuvant Hormonal Therapy in Premenopausal Breast Cancer Fernanda Costa do Nascimento * Resumo Este artigo se

Leia mais

Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA

Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA NT 209/2013 Solicitante: Dra. Renata Abranches Perdigão do JESP da Fazenda Pública de Campo Belo Data: 01/11/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO

Leia mais

CÂNCER DE PRÓSTATA AVANÇADO. Riscos e Toxicidades da Hormonioterapia. Dra. Elisa de O. Campana R3 Instituto Nacional de Câncer 22/06/2011

CÂNCER DE PRÓSTATA AVANÇADO. Riscos e Toxicidades da Hormonioterapia. Dra. Elisa de O. Campana R3 Instituto Nacional de Câncer 22/06/2011 CÂNCER DE PRÓSTATA AVANÇADO Riscos e Toxicidades da Hormonioterapia Dra. Elisa de O. Campana R3 Instituto Nacional de Câncer 22/06/2011 Introdução Agonista GnRH Antagonista GnRH Estrogênios Bloqueadores

Leia mais

Tratamento Adjuvante do Câncer de Mama em Estágios Iniciais

Tratamento Adjuvante do Câncer de Mama em Estágios Iniciais REVISÃO / Review Tratamento Adjuvante do Câncer de Mama em Estágios Iniciais Adjuvant Treatment of Early Breast Cancer Lissandra Dal Lago * Chantal Bernard-Marty ** Sérgio Jobim Azevedo *** Martine Piccart

Leia mais

O estado da arte da braquiterapia de mama. Camila Zerbini Residente 3º ano

O estado da arte da braquiterapia de mama. Camila Zerbini Residente 3º ano O estado da arte da braquiterapia de mama Camila Zerbini Residente 3º ano Histórico Tumores iniciais de mama Cirurgia conservadora Irradiação de toda a mama (ITM) Early Breast Cancer Trialists Collaborative

Leia mais

Hormonioterapia Adjuvante em Câncer de Mama

Hormonioterapia Adjuvante em Câncer de Mama ONCOLOGIA BASEADA EM PROVAS / Oncology evidence-based Hormonioterapia Adjuvante em Câncer de Mama Adjuvant Hormonal Treatment in Breast Cancer Pedro Emanuel Rubini Liedke * Resumo O tratamento hormonal

Leia mais

Quimioprofilaxia. Renata Cangussú

Quimioprofilaxia. Renata Cangussú Quimioprofilaxia Renata Cangussú Câncer de Mama Nas últimas décadas ocorreu um aumento expressivo da incidência e mortalidade do câncer de mama em todo mundo. Esse aumento pode ser atribuído a interação

Leia mais

TESTE DE AVALIAÇÃO. 02 novembro 2013 Duração: 30 minutos. Organização NOME: Escolha, por favor, a resposta que considera correta.

TESTE DE AVALIAÇÃO. 02 novembro 2013 Duração: 30 minutos. Organização NOME: Escolha, por favor, a resposta que considera correta. TESTE DE AVALIAÇÃO 02 novembro 2013 Duração: 30 minutos NOME: Escolha, por favor, a resposta que considera correta. 1. São indicação para a realização de RM todas as situações, excepto: ( 1 ) Mulher com

Leia mais

Hipofracionamento da mama, aplicar sempre? Ernane Bronzatt

Hipofracionamento da mama, aplicar sempre? Ernane Bronzatt Hipofracionamento da mama, aplicar sempre? Ernane Bronzatt Cenário Busca pela diminuição do tempo da Radioterapia adjuvante Aumento da conveniência do tratamento Sem comprometimento dos resultados clínicos

Leia mais

Tratamento clínico do hepatocarcinoma

Tratamento clínico do hepatocarcinoma I Simpósio Gastrointestinal Oncologia D Or Rio de Janeiro,, 17 de maio de 2014 Tratamento clínico do hepatocarcinoma Rui Weschenfelder Oncologia Clíinica Declaração de conflitos de interesse De acordo

Leia mais

Câncer de Mama. Up to Date no Tratamento Adjuvante com Quimioterapia

Câncer de Mama. Up to Date no Tratamento Adjuvante com Quimioterapia Câncer de Mama Up to Date no Tratamento Adjuvante com Quimioterapia João Nunes Oncologista Clínico Cettro - Centro de Câncer de Brasília HUB - UnB Membro Titular SBOC - SBM Doutorando em Biologia Molecular

Leia mais

Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos revestidos. Embalagem com 28 comprimidos de 2,5 mg.

Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos revestidos. Embalagem com 28 comprimidos de 2,5 mg. FEMARA letrozol Forma farmacêutica e apresentação Comprimidos revestidos. Embalagem com 28 comprimidos de 2,5 mg. USO ADULTO Composição Cada comprimido revestido contém 2,5 mg de letrozol. Excipientes:

Leia mais

FATORES PREDITIVOS PARA FALHA BIOQUÍMICA APÓS RADIOTERAPIA DE RESGATE EM CÂNCER DE PRÓSTATA, PÓS- PROSTATECTOMIA RADICAL

FATORES PREDITIVOS PARA FALHA BIOQUÍMICA APÓS RADIOTERAPIA DE RESGATE EM CÂNCER DE PRÓSTATA, PÓS- PROSTATECTOMIA RADICAL FATORES PREDITIVOS PARA FALHA BIOQUÍMICA APÓS RADIOTERAPIA DE RESGATE EM CÂNCER DE PRÓSTATA, PÓS- PROSTATECTOMIA RADICAL Marco Antonio Costa Campos de SANTANA 1,2 ; Carlos Bo ChurHONG 1,2 ; Mariana Vilela

Leia mais

TRH E CÂNCER DE MAMA FONTE:

TRH E CÂNCER DE MAMA FONTE: VALÉRIA COUTINHO FONTE: SINTOMAS (precoces) ACHADOS FÍSICOS (Intermediárias) DOENÇAS (Tardias) Fogacho Insônia Irritabilidade Distúrbio do humor Atrofia vaginal Incontinência urinária Atrofia da pele Osteoporose

Leia mais

Conclusões científicas

Conclusões científicas Anexo II Conclusões científicas e fundamentos para a alteração do Resumo das Características do Medicamento, da Rotulagem e do Folheto Informativo apresentados pela Agência Europeia de Medicamentos 7 Conclusões

Leia mais

É possível omitir Radioterapia adjuvante em mulheres idosas com Receptor Hormonal positivo?

É possível omitir Radioterapia adjuvante em mulheres idosas com Receptor Hormonal positivo? É possível omitir Radioterapia adjuvante em mulheres idosas com Receptor Hormonal positivo? Rosangela Correa Villar Radioterapia Beneficência Portuguesa- Hospital São Jose FMUSP villardias@uol.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

Agentes Biológicos e Terapia Alvo em Câncer de Mama Metastático. Antonio C. Buzaid

Agentes Biológicos e Terapia Alvo em Câncer de Mama Metastático. Antonio C. Buzaid Agentes Biológicos e Terapia Alvo em Câncer de Mama Metastático Antonio C. Buzaid Índice TDM4450g: Trastuzumab Emtansine (T-DM1) Versus Trastuzumab + Docetaxel em Pacientes com CMM Her-2 + sem Tratamento:

Leia mais

Prevenção do Cancro do Ovário

Prevenção do Cancro do Ovário Área de Ginecologia/ Obstetrícia Serviço de Ginecologia Director de Área: Dr. Ricardo Mira Journal Club 15 de Maio 2015 Prevenção do Cancro do Ovário Raquel Lopes 7 de Abril de 2015 Cancro do Ovário 5ª

Leia mais

COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua

COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua DECLARAÇÃO DE CONFLITOS DE INTERESSE Nenhum conflito de interesse COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Como fazer o acompanhamento

Leia mais

Terapia anti-her2 em pacientes com CA de mama

Terapia anti-her2 em pacientes com CA de mama Terapia anti-her2 em pacientes com CA de mama metastático HER2+ Ingrid A. Mayer, M.D., M.S.C.I. Professora Assistente Diretora, Pesquisa Clínica Programa de Câncer de Mama Vanderbilt-Ingram Cancer Center

Leia mais

Cálculo de Taxas e Ajuste por Idade

Cálculo de Taxas e Ajuste por Idade Cálculo de Taxas e Ajuste por Idade Introdução Este exercício enfoca o uso de taxas no estudo de características da doença em populações. Na primeira seção, as taxas de mortalidade ajustadas por idade

Leia mais

Projeto Amazona: Desfechos Clínicos de Pacientes Públicos e Privados

Projeto Amazona: Desfechos Clínicos de Pacientes Públicos e Privados Projeto Amazona: Desfechos Clínicos de Pacientes Públicos e Privados Pedro E. R. Liedke Grupo Brasileiro de Estudos do Câncer de Mama; Serviço de Oncologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre; Instituto

Leia mais

Radioterapia e SBRT para doença oligometastática. Rodrigo Hanriot Radio-oncologista Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Radioterapia e SBRT para doença oligometastática. Rodrigo Hanriot Radio-oncologista Hospital Alemão Oswaldo Cruz Radioterapia e SBRT para doença oligometastática Rodrigo Hanriot Radio-oncologista Hospital Alemão Oswaldo Cruz Ca Cancer J Clin 2016;66(1)7 30 Incidência de câncer por sexo Ca Cancer J Clin 2016;66(1)7

Leia mais

Wladimir Alfer Jr. Núcleo de Urologia -Centro de Oncologia do Hospital. Israelita Albert Einstein São Paulo

Wladimir Alfer Jr. Núcleo de Urologia -Centro de Oncologia do Hospital. Israelita Albert Einstein São Paulo Wladimir Alfer Jr Núcleo de Urologia -Centro de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein São Paulo PR Deve ser oferecida pacientes com > 10 anos de expectativa de vida Linfadenenão indicada em

Leia mais

TRATAMENTO PÓS OPERATÓRIO NO SEMINOMA E NÃO SEMINOMA DE ESTÁGIO I DE ALTO RISCO Daniel Fernandes Saragiotto

TRATAMENTO PÓS OPERATÓRIO NO SEMINOMA E NÃO SEMINOMA DE ESTÁGIO I DE ALTO RISCO Daniel Fernandes Saragiotto TRATAMENTO PÓS OPERATÓRIO NO SEMINOMA E NÃO SEMINOMA DE ESTÁGIO I DE ALTO RISCO Daniel Fernandes Saragiotto Médico Assistente do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) FMUSP Médico Titular

Leia mais

Teleterapia Indicações e Resultados na Doença Localizada. Câncer de Próstata. XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Radioterapia Rio de Janeiro

Teleterapia Indicações e Resultados na Doença Localizada. Câncer de Próstata. XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Radioterapia Rio de Janeiro Teleterapia Indicações e Resultados na Doença Localizada Câncer de Próstata Luiz Gustavo Guimarães de Oliveira Residente/R3 HOSPITAL ARAÚJO JORGE - GOIÂNIA - GO CÂNCER DE PRÓSTATA Radioterapia Cirurgia

Leia mais

Rastreamento do Câncer de Próstata Evidência Atual e Seleção de Pacientes. Há Papel para Marcadores Moleculares e/ou Genômicos?

Rastreamento do Câncer de Próstata Evidência Atual e Seleção de Pacientes. Há Papel para Marcadores Moleculares e/ou Genômicos? Rastreamento do Câncer de Próstata Evidência Atual e Seleção de Pacientes. Há Papel para Marcadores Moleculares e/ou Genômicos? Guilherme Godoy TiSBU SP Professor Assistente Divisão de Uro-Oncologia Scott

Leia mais

TERAPIAS UTILIZADAS EM PACIENTES DIAGNOSTICADAS COM CÂNCER DE MAMA EM UMA CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS

TERAPIAS UTILIZADAS EM PACIENTES DIAGNOSTICADAS COM CÂNCER DE MAMA EM UMA CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS TERAPIAS UTILIZADAS EM PACIENTES DIAGNOSTICADAS COM CÂNCER DE MAMA EM UMA CIDADE DO SUL DE MINAS GERAIS 1. Acadêmicas de Medicina da Universidade José do Rosário Vellano. 2. Docentes da Universidade José

Leia mais

Câncer de Endométrio Hereditário

Câncer de Endométrio Hereditário Disciplina de Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo Coordenador do Serviço de Cirurgia Oncológica I Disciplina Eletiva de Fundamentos da Cirurgia Oncológica Professor Afiliado Abner Jorge Jácome Barrozo

Leia mais

o estado da arte em 2015 Amália Martins Ana Fatela Ermelinda Pinguicha Tereza Paula

o estado da arte em 2015 Amália Martins Ana Fatela Ermelinda Pinguicha Tereza Paula o estado da arte em 2015 Amália Martins Ana Fatela Ermelinda Pinguicha Tereza Paula WHI, DOPS, KEEPS, ELITE DOPS 2012 E2 trifasico NETA E2 16 1006 45-58 (49,7) >3>24M (7) morte, EAM risco mortalidade,

Leia mais

Aspectos Demográficos

Aspectos Demográficos Climatério Fernando M. Reis Departamento de Ginecologia e Obstetrícia, Faculdade de Medicina Ambulatório de Endocrinologia Ginecológica, HC Setor de Reprodução Humana, HC 1 Aspectos Demográficos Fonte:

Leia mais

Investigação Clínica em Cirurgia

Investigação Clínica em Cirurgia Investigação Clínica em Cirurgia Aspectos éticos Consentimento informado Financiamento do projecto Planeamento de um trabalho clínico Projecto Protocolo Título Apresentação de um problema Planeamento do

Leia mais

OS NOVOS SUBTIPOS MOLECULARES DO CÂNCER DE MAMA. Resumo: TRIPLE NEGATIVE BREAST CANCER SUBTYPE: CLINICAL IMPLICATIONS. - Speaker: Sunil Lakhani

OS NOVOS SUBTIPOS MOLECULARES DO CÂNCER DE MAMA. Resumo: TRIPLE NEGATIVE BREAST CANCER SUBTYPE: CLINICAL IMPLICATIONS. - Speaker: Sunil Lakhani OS NOVOS SUBTIPOS MOLECULARES DO CÂNCER DE MAMA Palestrante: Dr. Sunil Lakhani Resumo por: Paola Candido Rodrigues O câncer de mama é uma doença heterogênea, com muitas variações morfológicas. Quando atendemos

Leia mais

RM padrão de 1,5T no câncer endometrial: moderada concordância entre radiologistas

RM padrão de 1,5T no câncer endometrial: moderada concordância entre radiologistas Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina Departamento de Diagnóstico por Imagem RM padrão de 1,5T no câncer endometrial: moderada concordância entre radiologistas Especializanda: Renata

Leia mais

Qual o real benefício da radioterapia com intensidade modulada de feixe (IMRT) para o tratamento dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço?

Qual o real benefício da radioterapia com intensidade modulada de feixe (IMRT) para o tratamento dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço? Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Qual o real benefício da radioterapia com intensidade modulada

Leia mais

Podemos considerar RT hipofracionada da mama para todas as pacientes como padrão? SIM. Erlon Gil 21/06/13

Podemos considerar RT hipofracionada da mama para todas as pacientes como padrão? SIM. Erlon Gil 21/06/13 Podemos considerar RT hipofracionada da mama para todas as pacientes como padrão? SIM Erlon Gil 21/06/13 RT adjuvante EBCTCG Lancet 2005;366: 2087-2106 Contextualização 20-30% das mulheres não recebem

Leia mais

Câncer de próstata avançado

Câncer de próstata avançado Câncer de próstata avançado Renato Panhoca Centro de Estudos Urológicos do HSPE - CEU Serviço de Urologia - HSPE Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo Centro de Estudos Urológicos do HSPE

Leia mais

anastrozol Bula para paciente Comprimido revestido 1 mg VERSÃO 02 da RDC 47- Essa versão altera a VERSÃO 01 Anastrozol_ Bula_Paciente

anastrozol Bula para paciente Comprimido revestido 1 mg VERSÃO 02 da RDC 47- Essa versão altera a VERSÃO 01 Anastrozol_ Bula_Paciente anastrozol Bula para paciente Comprimido revestido 1 mg anastrozol Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Comprimido Revestido FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Embalagem com 30 comprimidos revestidos

Leia mais

DISCIPLINA: SAÚDE DA MULHER

DISCIPLINA: SAÚDE DA MULHER Universidade Federal do Maranhão MESTRADO: SAÚDE DO ADULTO E DA CRIANÇA DISCIPLINA: SAÚDE DA MULHER MÓDULO: MECANISMO DA CARCINOGÊNESE DO HPV NAS LESÕES CERVICO-VAGINAIS 3ª Etapa - CITOLOGIA HORMONAL Prof.

Leia mais

ADENOMASTECTOMIA (mastectomia preservadora de pele e CAM) SEM RADIOTERAPIA adjuvante é de fato uma boa cirurgia oncológica?

ADENOMASTECTOMIA (mastectomia preservadora de pele e CAM) SEM RADIOTERAPIA adjuvante é de fato uma boa cirurgia oncológica? ADENOMASTECTOMIA (mastectomia preservadora de pele e CAM) SEM RADIOTERAPIA adjuvante é de fato uma boa cirurgia oncológica? Antonio Frasson São Paulo, 13 de julho de 2012. ESTUDOS RANDOMIZADOS Recidiva

Leia mais

DR.PRIMO PICCOLI CANCEROLOGIA CIRÚRGICA.

DR.PRIMO PICCOLI CANCEROLOGIA CIRÚRGICA. Genetic Risk Assessments in Individuals at High Risk for Inherited Breast Cancer in the Breast Oncology Care Setting DR.PRIMO PICCOLI CANCEROLOGIA CIRÚRGICA. CÂNCER DE MAMA HEREDITÁRIO CONHECER O RISCO

Leia mais

Braquiterapia Ginecológica

Braquiterapia Ginecológica Braquiterapia Ginecológica Indicações e recomendações clínicas American Brachytherapy Society (ABS) European Society for Radiotherapy & Oncology (GEC-ESTRO) Rejane Carolina Franco Hospital Erasto Gaertner-

Leia mais

Terapêutica hormonal de 2ª linha?

Terapêutica hormonal de 2ª linha? Terapêutica hormonal de 2ª linha? FRANCISCO BOTELHO H O S P I TA L D E B R A G A CURSO CARCINOMA DA PRÓSTATA RESISTENTE A CASTRAÇÃO 13 18 de DE Setembro MAIO DE de 2014 2013 Tópicos Introdução Terapêutica

Leia mais

Key Words: câncer de mama, quimioterapia neoadjuvante, quimioterapia, resposta patológica, carbopaltina.

Key Words: câncer de mama, quimioterapia neoadjuvante, quimioterapia, resposta patológica, carbopaltina. Alta taxa de resposta completa patológica (prc) em câncer de mama triplo negativo após quimioterapia neoadjuvante sequencial Augusto Ribeiro GABRIEL, MD* Ruffo de FREITAS JÚNIOR, MD, PhD* * Programa de

Leia mais

REVIEW ARTICLE - PERFIL IMUNOFENOTÍPICO, COM FATOR PROGNOSTICO NO CANCER DE MAMA

REVIEW ARTICLE - PERFIL IMUNOFENOTÍPICO, COM FATOR PROGNOSTICO NO CANCER DE MAMA REVIEW ARTICLE REVIEW ARTICLE - PERFIL IMUNOFENOTÍPICO, COM FATOR PROGNOSTICO NO CANCER DE MAMA Marcella de Oliveira Santiago ¹ e Virgílio R. Guedes² Maria Cristina da S. Pranchevicius 3 1. Graduando em

Leia mais

reposição de testosterona em pacientes com diagnóstico de CAP?

reposição de testosterona em pacientes com diagnóstico de CAP? Devemos recomendar a reposição de testosterona em pacientes com diagnóstico de CAP? EMINÊNCIAS x EVIDÊNCIAS Eliney Ferreira Faria Hospital de Câncer de Barretos Por que fazer TRT? DAEM / Hipogonadismo

Leia mais

Ácido hialurônico versus Estradiol

Ácido hialurônico versus Estradiol Atualização em Farmacoterapia 1 Ácido hialurônico versus Estradiol Estudo compara a utilização tópica destes dois agentes no tratamento dos sinais e sintomas da vaginite atrófica 1. A aplicação tópica

Leia mais

e osteoporose LINA B. CASSOL* BERNARDO GARICOCHEA**

e osteoporose LINA B. CASSOL* BERNARDO GARICOCHEA** ARTIGO DE REVISÃO Uso de inibidores da aromatase no tratamento do câncer de mama e osteoporose The use of aromatase inhibitors for breast cancer treatment and osteoporosis LINA B. CASSOL* BERNARDO GARICOCHEA**

Leia mais

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO AVALIAÇÃO DO SIGNIFICADO CLÍNICO DO SUBTIPO BASAL-LIKE DE CÂNCER DE MAMA IDENTIFICADO ATRAVÉS DE IMUNOHISTOQUÍMICA

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO AVALIAÇÃO DO SIGNIFICADO CLÍNICO DO SUBTIPO BASAL-LIKE DE CÂNCER DE MAMA IDENTIFICADO ATRAVÉS DE IMUNOHISTOQUÍMICA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA E CIÊNCIAS DA SAÚDE ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: CLÍNICA MÉDICA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO AVALIAÇÃO

Leia mais

Tumores Ginecológicos. Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein

Tumores Ginecológicos. Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein Tumores Ginecológicos Enfª Sabrina Rosa de Lima Departamento de Radioterapia Hospital Israelita Albert Einstein Tumores Ginecológicos Colo de útero Endométrio Ovário Sarcomas do corpo uterino Câncer de

Leia mais

Ensaio Clínico Randomizado: Prevenção de radiodermite em pacientes com câncer de mama utilizando o chá de camomila e extrato de brassica oleracea.

Ensaio Clínico Randomizado: Prevenção de radiodermite em pacientes com câncer de mama utilizando o chá de camomila e extrato de brassica oleracea. XVII Congresso da Sociedade Brasileira de Radioterapia Ensaio Clínico Randomizado: Prevenção de radiodermite em pacientes com câncer de mama utilizando o chá de camomila e extrato de brassica oleracea.

Leia mais

Câncer de Mama em Mulheres com mais de 70 anos

Câncer de Mama em Mulheres com mais de 70 anos Juvenal Mottola Junior Centro de Referência da Saúde da Mulher e Hospital Geral V. N. Cachoeirnha Secretaria de Estado da Saúde São Paulo Questões / Problemática? Qual a cirurgia ideal na mama e na axila?

Leia mais

O Que solicitar no estadiamento estádio por estádio. Maria de Fátima Dias Gaui CETHO

O Que solicitar no estadiamento estádio por estádio. Maria de Fátima Dias Gaui CETHO O Que solicitar no estadiamento estádio por estádio Maria de Fátima Dias Gaui CETHO Introdução Objetivo: Definir a extensão da doença: Estadiamento TNM (American Joint Committee on Cancer ). 1- Avaliação

Leia mais

APROVAÇÃO DAS DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS DO CARCINOMA DE MAMA Diário Oficial da União Nº 188, Seção 1 quinta-feira, 01 de Outubro de 2015.

APROVAÇÃO DAS DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS DO CARCINOMA DE MAMA Diário Oficial da União Nº 188, Seção 1 quinta-feira, 01 de Outubro de 2015. Circular 328/2015 São Paulo, 01 de Outubro de 2015. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) APROVAÇÃO DAS DIRETRIZES DIAGNÓSTICAS E TERAPÊUTICAS DO CARCINOMA DE MAMA Diário Oficial da União Nº 188, Seção 1 quinta-feira,

Leia mais

anastrozol Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Embalagem com 30 comprimidos revestidos contendo 1 mg de anastrozol.

anastrozol Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Embalagem com 30 comprimidos revestidos contendo 1 mg de anastrozol. anastrozol Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999 Revestido FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Embalagem com 30 comprimidos s contendo de anastrozol. USO ORAL USO ADULTO Composição: Cada comprimido

Leia mais

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol Informações para pacientes com câncer de mama. AstraZeneca do Brasil Ltda. Rod. Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 Cotia SP ACCESS net/sac 0800 14 55 78 www.astrazeneca.com.br AXL.02.M.314(1612991)

Leia mais

Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS

Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS Artigo Original TRATAMENTO DO CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO NO IDOSO ACIMA DE 80 ANOS HEAD AND NECK CANCER TREATMENT IN ELDERLY PATIENTS OVER 80 YEARS OLD 1,4,6 TERENCE PIRES DE FARIAS 5 GABRIEL MANFRO 1,2,3

Leia mais

Declaro não haver nenhum conflito de interesse.

Declaro não haver nenhum conflito de interesse. Declaro não haver nenhum conflito de interesse. Faculdade de Medicina do ABC Disciplina de Ginecologia Serviço do Prof. Dr. César Eduardo Fernandes Setor de Mastologia IVO CARELLI FILHO Maior dilema da

Leia mais

DHEA E REPRODUÇÃO ASSISTIDA DRA ISABEL CORREA

DHEA E REPRODUÇÃO ASSISTIDA DRA ISABEL CORREA DHEA E REPRODUÇÃO ASSISTIDA DRA ISABEL CORREA ANDROGÊNIOS E REPRODUÇÃO Em primatas Aumento do crescimento de folículos imaturos Aumento em 3-4 X expressão do IGF1 nas células da granulosa e teca Aumento

Leia mais

Radioterapia de SNC no Câncer de Pulmão: Update Robson Ferrigno

Radioterapia de SNC no Câncer de Pulmão: Update Robson Ferrigno Situações especiais Radioterapia de SNC no Câncer de Pulmão: Update 2014 Robson Ferrigno Esta apresentação não tem qualquer Esta apresentação não tem qualquer conflito de interesse Metástases Cerebrais

Leia mais