Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama"

Transcrição

1 Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama Declaro não haver conflito de interesse Dra Maria Cecília Monteiro Dela Vega Médica Oncologista Clínica- CEBROM e Hospital Araujo Jorge Membro Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica Definição de tratamento adjuvante Diagnóstico de câncer de mama Qualquer tratamento administrado após o tratamento considerado definitivo Quimioterapia Cirurgia Peso corporal?? Radioterapia Hormonioterapia Pode ser: Quimioterapia Hormonioterapia Radioterapia Imunoterapia Terapias alvo moleculares 1

2 Avaliação da adjuvância no câncer de mama Hormonioterapia Tamanho do tumor Comprometimento linfonodal Características moleculares Tempo de evolução Comorbidades Primeiro relato dessa terapia publicado na Lancet em 1896 Grande impacto na sobrevida global Lancet Aug 27; 378(9793): Estrogênio Sintetizados a partir do colesterol e precursores andrógenos ( testosterona e androstenediona) Estrona, Estradiol e Estriol Conversão feita através da aromatase Tecidos com maiores concentrações de aromatase: granulosa do ovário, tecido adiposo, pele, cérebro N EnglJ Med, Vol. 344, No. 4 January 25, 200 2

3 Produção Estrogênio Pré menopausa: Maior produção de estrogênio é ovariana estimulado pelo FSH Pós menopausa: o estradiol é produzido primariamente nos tecidos periféricos incluindo tecido gorduroso, fígado e supra renal N Engl J Med, Vol. 344, No. 4 January 25, 200 Estrogênio Inúmeras ações fisiológicas!!! Metabolismo mineral, ósseo Metabolismo lipídico Caracteres sexuais Alterações de pele e cabelo Humor SERMs (Selective Estrogen -Receptor Modulators) Tamoxifeno é a droga mais conhecida Modulador seletivo do receptor de estrógeno Mecanismo ocorre pela competição com o receptor de estradiol 3

4 I Inibidores Aromatase Inibem a enzima de conversão Uso somente para pacientes em pós menopausa Anastrozol Letrozol Exemestano Análogos LHRH( peptídeo hipotalâmico)- Castração química Mais utilizado gosserrelina- Zoladex J Clin Oncol 2011; 29:

5 Pacientes obesas com anastrozol: maior risco de morte que mulheres obesas com tamoxifeno J Clin Oncol 2011; 29: J Clin Oncol 2011; 29: J Clin Oncol 2012; 30:

6 Quimioterapia A partir da doença metastática estudos de adjuvância com comprovação de aumento de SG Diversas formulas usadas para cálculo de quimioterápicos Cálculo da dose geralmente usa superfície corporal Cálculo da superficie não esclarece obesidade Exemplo: 1-90 kg e 160 cm SC: 2,0 IMC : 35, 1 Kg/m kg e 180 cm SC: 2,0 IMC : 24,6 Kg/m2 N Engl J Med Oct 22;317(17): Portugal RD. Obesity and dose individualization in cancer chemotherapy: The role of body surface area body mass index. Med Hypotheses. 2005;65(4): Revista Brasileira de Cancerologia 2007; 53(3): Ganho ponderal durante o tratamento Quimioterápico Decréscimo da atividade física Alterações emocionais/afetivas/psicologicas Aumento ingestão alimentar Efeito corticosteróides Mudanças fisiológicas dos obesos Volume sanguíneo Débito cardíaco Tecido adiposo e distribuição de drogas lipossolúveis Filtração glomerular Concentrações de proteínas plasmáticas carreadoras de drogas Metabolismo hepático- esteatose e fibrose Obesity as an adverse prognostic factor for patients receiving adjuvant chemotherapy for breast cancer. Am Coll Physicians. 1993;119: Cheymol G. Effects of obesity on pharmacokinetics implications for drug therapy. ClinPharmacokinet. 2000;39(3):

7 Metabolismo nos obesos Paramêtros- Tolerância e toxicidade Sarcopenia- excesso de peso advindo do tecido adiposo e menor incremento muscular Drogas lipofílicas distribuídas extensivamente no excesso de massa corporal adiposa Drogas hidrofílicas eliminadas mais rapidamentes Parâmetros que influenciam Comorbidades Tratamentos prévios Sensibilidade intrínseca Parametros avaliáveis Sintomas Toxicidade medular-anemia, neutropenia, plaquetopenia A disposição de ciclofosfamida é alterada em pacientes com aumento do peso. Pró droga Metabolização hepática- alteração P 450 altera a conversão? Obesity as an adverse prognostic factor for patients receiving adjuvant chemotherapy for breast cancer. Am Coll Physicians. 1993;119: Effect of body weight on the pharmacokinetics of cyclophosphamide in breast cancer patients. Cancer Chemother Pharmacol 1987;

8 Espera-se maior toxicidade em obesos?? Não há evidencia de maiores toxicidades Rodvold KARushing DAThacker SB Doxorubicin clearance in the obese. J Clin Oncol 1988; Baker SD, Grochow LB, Donehower RC. Should anticancer drug doses be adjusted in the obese patient? J Natl Cancer Inst. 1995;87(5): Mulheres com sobrepeso e obesas recebem doses menores de quimioterapia 1-Are medical oncologists biased in their treatment of the large woman with breast cancer? Breast Cancer Res Treat 2001; Undertreatment of Obese Women Receiving Breast Cancer Chemotherapy ArchIntern Med. 2005;165(11):

9 Cenário Ideal Conhecer características farmacológicas de distribuição e metabolização de maneira individualizada para cada quimioterapico incluindo parâmetros de difusão entre massa magra e tecido adiposo Perfil individual de cada paciente: adaptar de acordo com peso, altura, idade, massa magra, função renal, função hepática. 1-Are medical oncologists biased in their treatment of the large woman with breast cancer? Breast Cancer Res Treat 2001; Relationship between toxicity and obesity in women receiving adjuvant chemotherapy for breast cancer: results from cancer andleukemia group B study J ClinOncol 1996; Cenário Real Conclusões Finais Obesidade influencia desfecho no tratamento adjuvante câncer de mama Letrozol superior a anastrozol em pacientes obesas Obesidade altera metabolismo quimioterapia Não há evidência para reduções arbitrárias Ajuste correto ainda é um desafio para o oncologista Necessário estimular avaliação nutricional desde o inicio do diagnostico de câncer de mama!!! 9

10 Obrigada!!! 10

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de tratamento adjuvante e neoadjuvante do câncer de mama Versão eletrônica atualizada em Fevereiro 2009 Tratamento sistêmico adjuvante A seleção de tratamento sistêmico

Leia mais

Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático. Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009

Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático. Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009 Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009 Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático O tratamento de pacientes com câncer de mama metastático

Leia mais

Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Câncer de mama Tratamento Adjuvante: Hormonioterapia. José Bines Instituto Nacional de Câncer

Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Câncer de mama Tratamento Adjuvante: Hormonioterapia. José Bines Instituto Nacional de Câncer Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Câncer de mama Tratamento Adjuvante: Hormonioterapia José Bines Instituto Nacional de Câncer Índice Podemos selecionar pacientes para não receber tratamento adjuvante?

Leia mais

Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal. José Bines Instituto Nacional de Câncer

Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal. José Bines Instituto Nacional de Câncer Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal José Bines Instituto Nacional de Câncer Declaração de conflito de interesses Sem conflito de interesses Opinião pessoal que pode não refletir necessariamente

Leia mais

Atuação da Acupuntura na dor articular decorrente do uso do inibidor de aromatase como parte do tratamento do câncer de mama

Atuação da Acupuntura na dor articular decorrente do uso do inibidor de aromatase como parte do tratamento do câncer de mama Atuação da Acupuntura na dor articular decorrente do uso do inibidor de aromatase como parte do tratamento do câncer de mama O câncer de mama - 2º tipo de câncer mais freqüente no mundo e o mais comum

Leia mais

vulva 0,9% ovário 5,1%

vulva 0,9% ovário 5,1% endométrio 12,3% ovário 5,1% vulva 0,9% colo uterino 13,3% câncer de mama 68,4% Maior incidência nas mulheres acima de 60 anos ( 75% ) Em 90% das mulheres o primeiro sintoma é o sangramento vaginal pós-menopausa

Leia mais

RADIOTERAPIA HIPOFRACIONADA EM MAMA: INDICAÇÕES E RESULTADOS

RADIOTERAPIA HIPOFRACIONADA EM MAMA: INDICAÇÕES E RESULTADOS III ENCONTRO DE RESIDENTES DA SBRT 2012 RADIOTERAPIA HIPOFRACIONADA EM MAMA: INDICAÇÕES E RESULTADOS VINICIUS T. MOSCHINI DA SILVA Residente de Radioterapia HSPE/IAMSPE -SP Introdução O câncer de mama:

Leia mais

Quimioprofilaxia. Renata Cangussú

Quimioprofilaxia. Renata Cangussú Quimioprofilaxia Renata Cangussú Câncer de Mama Nas últimas décadas ocorreu um aumento expressivo da incidência e mortalidade do câncer de mama em todo mundo. Esse aumento pode ser atribuído a interação

Leia mais

Terapia Hormonal Adjuvante no Câncer de Mama em Mulheres Pré-menopáusicas Adjuvant Hormonal Therapy in Premenopausal Breast Cancer

Terapia Hormonal Adjuvante no Câncer de Mama em Mulheres Pré-menopáusicas Adjuvant Hormonal Therapy in Premenopausal Breast Cancer REVISÃO / Review Terapia Hormonal Adjuvante no Câncer de Mama em Mulheres Pré-menopáusicas Adjuvant Hormonal Therapy in Premenopausal Breast Cancer Fernanda Costa do Nascimento * Resumo Este artigo se

Leia mais

Programa de Mastologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás 74690-000, Brasil. rosraquel@hotmail.com; ruffojr@terra.com.

Programa de Mastologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás 74690-000, Brasil. rosraquel@hotmail.com; ruffojr@terra.com. Análise Descritiva de Pacientes Submetidas a Endocrinoterapia Neoadjuvante para Tratamento do Câncer de Mama em Estádios Avançados na Cidade de Goiânia. Raquel Oliveira dos Santos 1, Ruffo de Freitas Junior

Leia mais

Key Words: câncer de mama, quimioterapia neoadjuvante, quimioterapia, resposta patológica, carbopaltina.

Key Words: câncer de mama, quimioterapia neoadjuvante, quimioterapia, resposta patológica, carbopaltina. Alta taxa de resposta completa patológica (prc) em câncer de mama triplo negativo após quimioterapia neoadjuvante sequencial Augusto Ribeiro GABRIEL, MD* Ruffo de FREITAS JÚNIOR, MD, PhD* * Programa de

Leia mais

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol Informações para pacientes com câncer de mama. AstraZeneca do Brasil Ltda. Rod. Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 Cotia SP ACCESS net/sac 0800 14 55 78 www.astrazeneca.com.br AXL.02.M.314(1612991)

Leia mais

ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg acetato de gosserrelina

ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg acetato de gosserrelina ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg acetato de gosserrelina I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ZOLADEX acetato de gosserrelina Atenção: seringa com sistema de proteção da agulha APRESENTAÇÃO Depot de 3,6

Leia mais

ZOLADEX (acetato de gosserrelina) AstraZeneca do Brasil Ltda. Depot. 3,6 mg e 10,8 mg

ZOLADEX (acetato de gosserrelina) AstraZeneca do Brasil Ltda. Depot. 3,6 mg e 10,8 mg ZOLADEX (acetato de gosserrelina) AstraZeneca do Brasil Ltda. Depot 3,6 mg e 10,8 mg ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg acetato de gosserrelina I) IDENTIFICAÇÃO DO ZOLADEX acetato de gosserrelina Atenção:

Leia mais

ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg (acetato de gosserrelina)

ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg (acetato de gosserrelina) ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg (acetato de gosserrelina) I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ZOLADEX acetato de gosserrelina APRESENTAÇÃO Atenção: seringa com sistema de proteção da agulha Depot de 3,6

Leia mais

Lapatinibe para câncer de mama

Lapatinibe para câncer de mama Data: 05/11/2013 NTRR 212/2013 Solicitante: Desembargador Geraldo Augusto de Almeida Mandado de Segurança: nº1.0000.13.083981-4/000 Impetrado: Secretário de Estado da Saúde de Minas Gerais. Medicamento

Leia mais

TEMA: Tratamento com Sunitinibe (Sutent ) do Carcinoma de Células Renais metastático (do tipo carcinoma de células claras).

TEMA: Tratamento com Sunitinibe (Sutent ) do Carcinoma de Células Renais metastático (do tipo carcinoma de células claras). Nota Técnica 37/2012 Data: 04/12/2012 Solicitante: Dra. Vanessa Verdolim Hudson Andrade Desembargadora 1ª Câmara Cível - TJMG Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo: 1.0035.12.013771-2/001

Leia mais

Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir)

Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir) Tópicos atuais em câncer de mama Tratamento adjuvante sistêmico (como decidir) Dr. André Sasse Oncologista Clínico sasse@cevon.com.br Centro de Evidências em Oncologia HC UNICAMP Centro de Evidências em

Leia mais

É possível omitir Radioterapia adjuvante em mulheres idosas com Receptor Hormonal positivo?

É possível omitir Radioterapia adjuvante em mulheres idosas com Receptor Hormonal positivo? É possível omitir Radioterapia adjuvante em mulheres idosas com Receptor Hormonal positivo? Rosangela Correa Villar Radioterapia Beneficência Portuguesa- Hospital São Jose FMUSP villardias@uol.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

Paciente de Alto Risco

Paciente de Alto Risco Paciente de Alto Risco Novas Fronteiras do Bloqueio Estrogênico na Prevenção do Câncer de Mama Não há conflitos de interesse. Nunca recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade

Leia mais

Hormonioterapia Adjuvante em Câncer de Mama

Hormonioterapia Adjuvante em Câncer de Mama ONCOLOGIA BASEADA EM PROVAS / Oncology evidence-based Hormonioterapia Adjuvante em Câncer de Mama Adjuvant Hormonal Treatment in Breast Cancer Pedro Emanuel Rubini Liedke * Resumo O tratamento hormonal

Leia mais

Toxicidade tardia da terapia adjuvante: o que não posso esquecer. Maria de Fátima Dias Gaui CETHO

Toxicidade tardia da terapia adjuvante: o que não posso esquecer. Maria de Fátima Dias Gaui CETHO Toxicidade tardia da terapia adjuvante: o que não posso esquecer Maria de Fátima Dias Gaui CETHO Introdução Cerca de 11.7 milhões de sobreviventes de câncer nos EUA em 2007. Destes 2.6 milhões ou 22% são

Leia mais

INFLUÊNCIA DOS HÁBITOS H VIDA NO CÂNCER DE MAMA. Prof. Dr. Henrique Brenelli CAISM - UNICAMP

INFLUÊNCIA DOS HÁBITOS H VIDA NO CÂNCER DE MAMA. Prof. Dr. Henrique Brenelli CAISM - UNICAMP INFLUÊNCIA DOS HÁBITOS H DE VIDA NO CÂNCER DE MAMA Prof. Dr. Henrique Brenelli CAISM - UNICAMP Transtornos depressivos e câncer de mama Incidência população geral: 8% pacientes com ca de mama: 30% Qualidade

Leia mais

Sistema Endócrino II - Hormônios

Sistema Endócrino II - Hormônios Ciências Morfofuncionais III Sistema Endócrino II - Hormônios Natureza, química e funções Professores: Felipe, Jean-Pierre e Olivia Endocrinologia Estudo das secreções internas do organismo Hormônios São

Leia mais

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal Nota Técnica 90/2013 Data: 18/05/2014 Solicitante: Dr. Daniel da Silva Ulhoa Juíz de Direito Comarca de Timóteo Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo: 0009774-08.2014.8.13.0667

Leia mais

Impacto da obesidade no prognóstico do câncer de mama

Impacto da obesidade no prognóstico do câncer de mama 25 Artigo de Revisão Impacto da obesidade no prognóstico do câncer de mama Impact of obesity on prognosis of breast cancer Alexander Mol Papa 1 ; Cristina Barbosa Leite Pirfo 1 ; André Márcio Murad 1 ;

Leia mais

FADIGA EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA EM RADIOTERAPIA CONVENCIONAL. E-mail: julyanaweb@hotmail.com. E-mail: dalete.mota@gmail.com

FADIGA EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA EM RADIOTERAPIA CONVENCIONAL. E-mail: julyanaweb@hotmail.com. E-mail: dalete.mota@gmail.com FADIGA EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA EM RADIOTERAPIA CONVENCIONAL Julyana Cândido Bahia 1, Dálete Delalibera Corrêa de Faria Mota 2 1 Acadêmica da Faculdade de Enfermagem/ Universidade Federal de Goiás

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL DE MULHERES COM CÂNCER DE MAMA ATENDIDAS NO HOSPITAL DA PROVIDÊNCIA DE APUCARANA - PR

PERFIL NUTRICIONAL DE MULHERES COM CÂNCER DE MAMA ATENDIDAS NO HOSPITAL DA PROVIDÊNCIA DE APUCARANA - PR PERFIL NUTRICIONAL DE MULHERES COM CÂNCER DE MAMA ATENDIDAS NO HOSPITAL DA PROVIDÊNCIA DE APUCARANA - PR BOLONEZI, K.C. Resumo: O câncer de mama continua sendo um problema de saúde publica a nível mundial,

Leia mais

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal Nota Técnica 49/2013 Data: 23/03/2014 Solicitante: Dr. José Hélio da Silva Juíz de Direito da 4a Vara Civel Comarca de Pouso Alegre em Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo:

Leia mais

Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA

Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA NT 209/2013 Solicitante: Dra. Renata Abranches Perdigão do JESP da Fazenda Pública de Campo Belo Data: 01/11/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO

Leia mais

Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV?

Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV? Controvérsias no Tratamento de Câncer de Cabeça e Pescoço Localmente Avançado Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc Oncologista Clínico Onco-Vida,

Leia mais

Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do. Câncer de Cabeça e Pescoço. Contexto da Medicina Baseada em Evidências

Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do. Câncer de Cabeça e Pescoço. Contexto da Medicina Baseada em Evidências CONGRESSO DE AUDITORIA - NATAL - 2015 Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do Câncer de Cabeça e Pescoço Contexto da Medicina Baseada em Evidências Tratamento do Câncer de Cabeça e

Leia mais

Assistência Nutricional à. Pacientes em. Radioterapia

Assistência Nutricional à. Pacientes em. Radioterapia Assistência Nutricional à Pacientes em Radioterapia Cristiane Almeida Hanasihiro Nutricionista do Departamento de Oncologia do Hospital Beneficência Portuguesa São Paulo. Estimativas Estimativas no Brasil

Leia mais

TEMA: Trastuzumabe (Herceptin ) para tratamento câncer de mama localmente avançado

TEMA: Trastuzumabe (Herceptin ) para tratamento câncer de mama localmente avançado NTRR 09/2013 Solicitante: Desembargador Alyrio Ramos Número do processo: 1.0134.12.010459-8/001 Impetrato: Secretaria de Caratinga Data: 02/02/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura TEMA: Trastuzumabe

Leia mais

Analisar a sobrevida em cinco anos de mulheres. que foram submetidas a tratamento cirúrgico, rgico, seguida de quimioterapia adjuvante.

Analisar a sobrevida em cinco anos de mulheres. que foram submetidas a tratamento cirúrgico, rgico, seguida de quimioterapia adjuvante. Estudo de sobrevida de mulheres com câncer de mama não metastático tico submetidas à quimioterapia adjuvante Maximiliano Ribeiro Guerra Jane Rocha Duarte Cintra Maria Teresa Bustamante Teixeira Vírgilio

Leia mais

Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) - Relatório n 116. Recomendação Final

Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC) - Relatório n 116. Recomendação Final HORMONIOTERAPIA PRÉVIA (NEOADJUVANTE, PRÉ-OPERATÓRIA) NO CÂNCER DE MAMA. Demandante: Secretaria de Atenção à Saúde SAS/MS 1. APRESENTAÇÃO Algumas propostas de incorporação tecnológica no SUS são avaliadas

Leia mais

Resumo. Everardo D Saad, 1 Sylvio Bromberg, 1 Artur Katz 1,2 e Sergio D Simon 1,2

Resumo. Everardo D Saad, 1 Sylvio Bromberg, 1 Artur Katz 1,2 e Sergio D Simon 1,2 REVISÃO DE LITERATURA TURA / LITERATURE REVIEW Inibidores da aromatase no câncer de mama: da doença metastática ao tratamento adjuvante Aromatase inhibitors in breast cancer: from metastatic disease to

Leia mais

Fisiologia do Sistema Endócrino-I

Fisiologia do Sistema Endócrino-I Curso Preparatório para Residência em Enfermagem-2012 Fisiologia do Sistema Endócrino-I Prof. Fernando Ramos Gonçalves -Msc Glândulas endócrinas: Funções: Secreções de substâncias (hormônios) que atuam

Leia mais

Citopatologia mamária. Histologia da mama feminina

Citopatologia mamária. Histologia da mama feminina Citopatologia mamária Puberdade: crescimento das mamas em função do desenvolvimento glandular e da deposição aumentada de tecido adiposo. Mulheres durante o ciclo menstrual: aumento do volume mamário em

Leia mais

Nutrição PADRÃO DE RESPOSTA

Nutrição PADRÃO DE RESPOSTA Nutrição PADRÃO DE RESPOSTA Em termos de atendimento à proposta, espera-se que o estudante estabeleça relação entre a qualidade do serviço de esgotamento sanitário e de tratamento da água para o agravamento

Leia mais

Como tratar o câncer de mama na paciente com mutação genética? Prof. Dr. Giuliano Duarte

Como tratar o câncer de mama na paciente com mutação genética? Prof. Dr. Giuliano Duarte Como tratar o câncer de mama na paciente com mutação genética? Prof. Dr. Giuliano Duarte Quem é a paciente com mutação BRCA1/2? Ansiedade Penetrância dos genes BRCA1 e BRCA 2 até os 70 anos Meta-análise

Leia mais

Reconstrução de mama: Qual o tempo ideal? Dr. Fabrício P. Brenelli

Reconstrução de mama: Qual o tempo ideal? Dr. Fabrício P. Brenelli Reconstrução de mama: Qual o tempo ideal? Dr. Fabrício P. Brenelli Qual o tempo ideal? A mama Símbolo de feminilidade Símbolo de maternidade Imagem corporal, auto-estima, sexualidade Impacto em toda a

Leia mais

Tema: Tratamento da Doença Leptomeníngea

Tema: Tratamento da Doença Leptomeníngea Módulo: Doença Metastática para Sistema Nervoso central Bloco: Manejo das Lesões Múltiplas Tema: Tratamento da Doença Leptomeníngea Aknar Calabrich Oncologia Clínica Em 1 ano... Pubmed 67 artigos (nenhum

Leia mais

Indicações de quimioterapia intra-peritoneal com catéter nas pacientes com câncer de ovário avançado. Aknar Calabrich

Indicações de quimioterapia intra-peritoneal com catéter nas pacientes com câncer de ovário avançado. Aknar Calabrich Indicações de quimioterapia intra-peritoneal com catéter nas pacientes com câncer de ovário avançado Aknar Calabrich A importância do peritôneo 70% das pacientes com câncer de ovário avançado tem metástase

Leia mais

É por isso que um exame clínico anual das mamas, através de um médico, é obrigatório.

É por isso que um exame clínico anual das mamas, através de um médico, é obrigatório. OUTUBRO ROSA 25 de outubro Mais detalhes sobre o câncer de mama no Brasil 1. Exames clínicos de mama são tão importantes quanto as mamografias. Mamografias a partir de 40 anos de idade são cruciais (Deve

Leia mais

Hipogonadismo. O que é Hipogonadismo? Causas 25/02/ 2015. Minhavida.com.br

Hipogonadismo. O que é Hipogonadismo? Causas 25/02/ 2015. Minhavida.com.br Hipogonadismo O que é Hipogonadismo? Hipogonadismo é uma doença na qual as gônadas (testículos nos homens e ovários nas mulheres) não produzem quantidades adequadas de hormônios sexuais, como a testosterona

Leia mais

Sistema neuro-hormonal

Sistema neuro-hormonal Sistema neuro-hormonal O que é o sistema neuro-hormonal? Qualquer alteração no exterior ou no interior do corpo corresponde a um Estímulo que provoca uma resposta do sistema neurohormonal. Como funciona

Leia mais

Avaliação do Estado Nutricional e Consumo Alimentar de Mulheres com Câncer de Mama

Avaliação do Estado Nutricional e Consumo Alimentar de Mulheres com Câncer de Mama ARTIGO / Article Avaliação do Estado Nutricional e Consumo Alimentar de Mulheres com Câncer de Mama Nutritional Status and Assessment of Food Intake in Women with Breast Cancer Ribeiro NB, Ramos T 2, Terração

Leia mais

Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA

Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA NT 38/2013 Solicitante: Dra. Renata Abranches Perdigão do JESP da Fazenda Pública de Campo Belo Data: 22/02/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO

Leia mais

CARCINOMA DUCTAL IN SITU GUILHERME NOVITA SERVIÇO O DE MASTOLOGIA DISCIPLINA DE GINECOLOGIA - HCFMUSP

CARCINOMA DUCTAL IN SITU GUILHERME NOVITA SERVIÇO O DE MASTOLOGIA DISCIPLINA DE GINECOLOGIA - HCFMUSP CARCINOMA DUCTAL IN SITU GUILHERME NOVITA SERVIÇO O DE MASTOLOGIA DISCIPLINA DE GINECOLOGIA - HCFMUSP DEFINIÇÃO Mokbel et Cutulli, Lancet Oncol,, 2006; 7: 756-65 65 TIPOS DE CDIS Gaps > 2 cm Baixo grau

Leia mais

SUNITINIBE PARA CARCINOMA RENAL DE CÉLULAS CLARAS

SUNITINIBE PARA CARCINOMA RENAL DE CÉLULAS CLARAS Nota Técnica NATS 59/2012 Número do processo: 1311922-91.2012.8.13.0000 Data: 08/12/2012 Medicamento Material Procedimento Cobertura X SUNITINIBE PARA CARCINOMA RENAL DE CÉLULAS CLARAS Sumário 1. RESUMO

Leia mais

CAPACIDADE PULMONAR E FORÇA MUSCULAR RESPIRATÓRIA EM OBESOS

CAPACIDADE PULMONAR E FORÇA MUSCULAR RESPIRATÓRIA EM OBESOS 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 CAPACIDADE PULMONAR E FORÇA MUSCULAR RESPIRATÓRIA EM OBESOS Diego de Faria Sato 1 ; Sonia Maria Marques Gomes Bertolini 2 RESUMO: A obesidade é considerada

Leia mais

NOVIDADES PARA O TRATAMENTO ENDÓCRINO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO (DOENÇA INICIAL E AVANÇADA)

NOVIDADES PARA O TRATAMENTO ENDÓCRINO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO (DOENÇA INICIAL E AVANÇADA) NOVIDADES PARA O TRATAMENTO ENDÓCRINO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA RECEPTOR HORMONAL POSITIVO (DOENÇA INICIAL E AVANÇADA) ANDERSON ARANTES SILVESTRINI Oncologista clínico - Diretor técnico Grupo Acreditar

Leia mais

SEQUENCIAMENTO DA HORMONIOTERAPIA NA DOENÇA METASTÁTICA DO INÍCIO ATÉ A RESISTÊNCIA HORMONAL?

SEQUENCIAMENTO DA HORMONIOTERAPIA NA DOENÇA METASTÁTICA DO INÍCIO ATÉ A RESISTÊNCIA HORMONAL? SEQUENCIAMENTO DA HORMONIOTERAPIA NA DOENÇA METASTÁTICA DO INÍCIO ATÉ A RESISTÊNCIA HORMONAL? ELIAS ABDO CHEFE DO SERVIÇO ONCO-GINECOLOGIA CLÍNICA ICESP SÃO PAULO, 23 DE NOVEMBRO 2012 Conflito de Interesse

Leia mais

CETILISTATE GAMMA COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO& EXPORTAÇÃO.

CETILISTATE GAMMA COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO& EXPORTAÇÃO. CETILISTATE Inibidor de absorção de gorduras Inibidor da enzima lipase gastrointestinal que inibe a absorção de gorduras nas fases de digestão e absorção, acarretando perda de peso. É um inibidor das lipases

Leia mais

Bicalutamida inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos.

Bicalutamida inibe o estímulo androgênico, resultando assim na regressão dos tumores prostáticos. BICALUTAMIDA Medicamento genérico Lei n 9.787, de 1999 Oral Comprimido revestido USO ADULTO Forma Farmacêutica e Apresentação da Bicalutamida Embalagem com 30 comprimidos contendo 50 mg de bicalutamida.

Leia mais

Ana Paula Barbosa, Mário Rui Mascarenhas, Manuel Bicho, Isabel do Carmo

Ana Paula Barbosa, Mário Rui Mascarenhas, Manuel Bicho, Isabel do Carmo OSTEOPOROSE IATROGÉNICA Ana Paula Barbosa, Mário Rui Mascarenhas, Manuel Bicho, Isabel do Carmo Serviço de Endocrinologia,Diabetes e Metabolismo. Hospital Universitário de Santa Maria, C.H.L.N., E.P.E.

Leia mais

Perfusao e Infusao Papel Atual Frente os Novos Tratamentos

Perfusao e Infusao Papel Atual Frente os Novos Tratamentos Perfusao e Infusao Papel Atual Frente os Novos Tratamentos Dr. André Molina Cirurgião Oncológico Mestre em Oncologia Núcleo de Câncer de Pele e Dermatologia Hospital A. C. Camargo - SP Conflitos de Interesse

Leia mais

TRATAMENTO PÓS OPERATÓRIO NO SEMINOMA E NÃO SEMINOMA DE ESTÁGIO I DE ALTO RISCO Daniel Fernandes Saragiotto

TRATAMENTO PÓS OPERATÓRIO NO SEMINOMA E NÃO SEMINOMA DE ESTÁGIO I DE ALTO RISCO Daniel Fernandes Saragiotto TRATAMENTO PÓS OPERATÓRIO NO SEMINOMA E NÃO SEMINOMA DE ESTÁGIO I DE ALTO RISCO Daniel Fernandes Saragiotto Médico Assistente do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP) FMUSP Médico Titular

Leia mais

Módulo: Câncer de Rim Localizado

Módulo: Câncer de Rim Localizado Módulo: Câncer de Rim Localizado Caso 1 CAL, 56 anos, masculino Paciente médico, obeso (IMC = 41; peso 120 kg) Antecedentes clínicos: nefrolitíase Antecedentes cirúrgicos: Laparotomia mediana por divertículo

Leia mais

Revisão da anatomia e definição dos volumes de tratamento: Câncer de estômago. Mariana Morsch Beier R2 Radioterapia - Hospital Santa Rita

Revisão da anatomia e definição dos volumes de tratamento: Câncer de estômago. Mariana Morsch Beier R2 Radioterapia - Hospital Santa Rita Revisão da anatomia e definição dos volumes de tratamento: Câncer de estômago. Mariana Morsch Beier R2 Radioterapia - Hospital Santa Rita EPIDEMIOLOGIA A estimativa do biênio 2012-2013 para o Brasil é

Leia mais

Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Avaliação genética e tratamentos preventivos

Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Avaliação genética e tratamentos preventivos Os Trabalhos/Abstracts mais Relevantes em Avaliação genética e tratamentos preventivos Simône Noronha Hospital São José São Paulo - Brasil Índice: Radioterapia no câncer de mama hereditário (Revisão) Perfil

Leia mais

COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua

COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua DECLARAÇÃO DE CONFLITOS DE INTERESSE Nenhum conflito de interesse COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Como fazer o acompanhamento

Leia mais

Curso: Integração Metabólica

Curso: Integração Metabólica Curso: Integração Metabólica Aula 7: Suprarrenal e tireoide Prof. Carlos Castilho de Barros Algumas pessoas podem apresentar distúrbios que provocam a obesidade. Estórias como Eu como pouco mas continuo

Leia mais

30/05/2016. Introdução. Declaração de Conflito de interesses

30/05/2016. Introdução. Declaração de Conflito de interesses Utilização de supressão ovariana deve ser considerada padrão em receptores hormonais positivos? Declaração de Conflito de interesses ResoluçãoCFM n o 1595/2000, 18/05/2000 RDC ANVISA n o 102, 30/11/2000

Leia mais

3) (UFABC/2009) Leia a tirinha:

3) (UFABC/2009) Leia a tirinha: Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Mário Neto Série: 2 Ano Disciplina: Biologia 11) (Fuvest-1998) Uma jovem que sempre foi saudável chegou a um hospital em estado

Leia mais

Estudo de custo-efetividade do anastrozol adjuvante no

Estudo de custo-efetividade do anastrozol adjuvante no Artigo Original Estudo de custo-efetividade do anastrozol adjuvante no câncer de mama em mulheres pós-menopausa Andre Deeke Sasse 1*, Emma Chen Sasse 2 Trabalho realizado no CEVON - Centro de Evidências

Leia mais

DETECÇÃO, DIAGNÓSTICO E ESTADIAMENTO DO CÂNCER DE MAMA

DETECÇÃO, DIAGNÓSTICO E ESTADIAMENTO DO CÂNCER DE MAMA RESSONÂNCIA NUCLEAR MAGNÉTICA DAS MAMAS DETECÇÃO, DIAGNÓSTICO E ESTADIAMENTO DO CÂNCER DE MAMA A crescente experiência com a Ressonância Nuclear Magnética (RNM) vem trazendo dúvidas pertinentes quanto

Leia mais

Incorporação, na tabela Unimed-BH de materiais e medicamentos: Gemcitabina (Gemzar ) para tratamento do câncer avançado de bexiga, mama e pâncreas.

Incorporação, na tabela Unimed-BH de materiais e medicamentos: Gemcitabina (Gemzar ) para tratamento do câncer avançado de bexiga, mama e pâncreas. Parecer do Grupo Técnico de Auditoria em Saúde 038/05 Tema: Gemcitabina I Data: 01/11/2005 II Grupo de Estudo: Dr. Lucas Barbosa da Silva Dra. Lélia Maria de Almeida Carvalho Dra. Silvana Márcia Bruschi

Leia mais

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS Prof a Dra. Nise H. Yamaguchi Prof a Dra Enf a Lucia Marta Giunta da Silva Profª. Dra. Enf a Maria Tereza C. Laganá A abordagem moderna do tratamento oncológico busca mobilizar

Leia mais

Resistência à Insulina e Câncer

Resistência à Insulina e Câncer Resistência à Insulina e Câncer Prof. Adaliene 1 Resistência à Insulina e Câncer Câncer Sobreviventes 11 milhões Resistência à insulina Obesidade 2 1 Obesidade/ Resistência à Insulina e Câncer OVERWEIGHT,

Leia mais

Terapia Endócrina Adjuvante: Tamoxifeno ou Inibidores de Aromatase?

Terapia Endócrina Adjuvante: Tamoxifeno ou Inibidores de Aromatase? Terapia Endócrina Adjuvante: Tamoxifeno ou Inibidores de Aromatase? Marcelo R. S. Cruz Oncologia Clínica Coordenador Serviço de Segunda Opinião em Oncologia COAEM Hospital São José, São Paulo Declaração

Leia mais

Atualização em Farmacoterapia. Ocitocina tópica

Atualização em Farmacoterapia. Ocitocina tópica Atualização em Farmacoterapia 1 Ocitocina tópica Benefício no tratamento da atrofia vaginal em mulheres pósmenopausa, restaurando epitélio vaginal, sem efeitos adversos e alterações hormonais sistêmicas

Leia mais

TRATAMENTO SISÊMICO NEOADJUVANTE SEGUIDO DE CITORREDUÇÃO DE INTERVALO. Eduardo Vieira da Motta

TRATAMENTO SISÊMICO NEOADJUVANTE SEGUIDO DE CITORREDUÇÃO DE INTERVALO. Eduardo Vieira da Motta TRATAMENTO SISÊMICO NEOADJUVANTE SEGUIDO DE CITORREDUÇÃO DE INTERVALO Eduardo Vieira da Motta Sobrevida global por doença residual Fatos Citorredução é efetiva porque há quimioterapia Maior volume tumoral,

Leia mais

Amenorréia. Profª. Keyla Ruzi

Amenorréia. Profª. Keyla Ruzi Amenorréia Profª. Keyla Ruzi Amenorréia Conceito: ausência de menstruação em uma época na qual ela deveria ocorrer. Exclui-se períodos de amenorréia fisiológica, como na gravidez e lactação, antes da menarca

Leia mais

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO OS TIPOS DE CANCER DE MAMA O câncer de mama ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma

Leia mais

ANÁLISE DO PROGNÓSTICO DE PACIENTES INFECTADOS COM HIV DE LONDRINA E REGIÃO DE ACORDO COM PERFIL NUTRICIONAL

ANÁLISE DO PROGNÓSTICO DE PACIENTES INFECTADOS COM HIV DE LONDRINA E REGIÃO DE ACORDO COM PERFIL NUTRICIONAL 1 ANÁLISE DO PROGNÓSTICO DE PACIENTES INFECTADOS COM HIV DE LONDRINA E REGIÃO DE ACORDO COM PERFIL NUTRICIONAL Ana Carolina Borghesi Marques Branco Mariah Martins da Silva Josiane Correia Juliana Ferreira

Leia mais

FASLODEX fulvestranto

FASLODEX fulvestranto FASLODEX fulvestranto I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO FASLODEX fulvestranto APRESENTAÇÕES Solução injetável 250 mg/5 ml (50 mg/ml) em embalagem com 1 seringa preenchida, contendo 5 ml da solução injetável,

Leia mais

A franchise de hormonioterapia da AstraZeneca. hormonioterapia. da AstraZeneca. A franchise de

A franchise de hormonioterapia da AstraZeneca. hormonioterapia. da AstraZeneca. A franchise de A franchise de hormonioterapia da AstraZeneca. A franchise de hormonioterapia da AstraZeneca 1621136 - Produzido em Setembro/2011 A FRANCHISE DE HORMONIOTERAPIA DA ASTRAZENECA. Nas últimas décadas, a AstraZeneca

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DE MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DE MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DE MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR DCI RALTITREXEDO Medicamento PVH PVH com IVA Titular de AIM TOMUDEX Embalagem contendo 1 frasco com pó para solução injectável

Leia mais

PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES ONCOLÓGICOS HOSPITALIZADOS

PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES ONCOLÓGICOS HOSPITALIZADOS PERFIL NUTRICIONAL DE PACIENTES ONCOLÓGICOS HOSPITALIZADOS Paola Santos Esteves Martins 1, Ana Carolina de Campos Leme. 2 ; Dr. a Margareth Lopes Galvão Saron 3 Universidade do Vale do Paraíba Faculdade

Leia mais

Antineoplásicos de uso oral

Antineoplásicos de uso oral Antineoplásicos de uso oral ABIRATERONA, ACETATO DE Metastático resistente à castraçăo em homens que receberam quimioterapia prévia ANASTROZOL Principais indicações por medicamento Adjuvante na pós-menopausa

Leia mais

Estratégias de Quimioprevenção do Câncer de Mama. José Roberto Filassi 27/11/2009

Estratégias de Quimioprevenção do Câncer de Mama. José Roberto Filassi 27/11/2009 Estratégias de Quimioprevenção do Câncer de Mama José Roberto Filassi 27/11/2009 RECEPTOR DE ESTRÓGENO: INTERAÇÃO COM O ESTRADIOL Hormonioterapia no Câncer de Mama Bloquear o Receptor de Estrogenio Bloquear

Leia mais

TEMA: SORAFENIBE NO TRATAMENTO DO CÂNCER HEPATOCELULAR EM PACIENTE COM PROGRESSÃO DO TUMOR APÓS USO DE SORAFENIBE

TEMA: SORAFENIBE NO TRATAMENTO DO CÂNCER HEPATOCELULAR EM PACIENTE COM PROGRESSÃO DO TUMOR APÓS USO DE SORAFENIBE NT 14/2013 Solicitante: Ilmo Dra JACQUELINE DE SOUZA TOLEDO E DUTRA Juíza de Direito do 2º JESP da Unidade Jurisdicional do Juizado Especial da Comarca de Pouso Alegre Data: 09/02/2013 Medicamento X Material

Leia mais

Declaro não haver nenhum conflito de interesse.

Declaro não haver nenhum conflito de interesse. Declaro não haver nenhum conflito de interesse. Faculdade de Medicina do ABC Disciplina de Ginecologia Serviço do Prof. Dr. César Eduardo Fernandes Setor de Mastologia IVO CARELLI FILHO Maior dilema da

Leia mais

Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa 1

Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa 1 Profa. Dra. Milena Araújo Tonon Corrêa 1 Hormônios 2 HORMÔNIOS DA HIPÓFISE E DO HIPOTÁLAMO Quanto a sua origem os hormônios da hipófise e hipotálamo podem ser classificados em : - Hormônios da hipófise

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA GERAL HORMÔNIOS MASCULINOS

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA GERAL HORMÔNIOS MASCULINOS UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - UNISC DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DISCIPLINA DE FISIOLOGIA GERAL HORMÔNIOS MASCULINOS Andiara Onizzolo Marques Isadora Schmachtenberg Manoela Zaccani Maristela Ullrich

Leia mais

Resumo. Everardo D Saad, 1 Sylvio Bromberg, 1 Artur Katz 1,2 e Sergio D Simon 1,2

Resumo. Everardo D Saad, 1 Sylvio Bromberg, 1 Artur Katz 1,2 e Sergio D Simon 1,2 REVISÃO DE LITERATURA TURA / LITERATURE REVIEW Inibidores da aromatase no câncer de mama: da doença metastática ao tratamento adjuvante Aromatase inhibitors in breast cancer: from metastatic disease to

Leia mais

Cânceres de Mama Triplo Negativos e Inflamatórios Breast Cancer Triple Negatives and Inflammatory

Cânceres de Mama Triplo Negativos e Inflamatórios Breast Cancer Triple Negatives and Inflammatory ARTIGO / Article Cânceres de Mama Triplo Negativos e Inflamatórios Breast Cancer Triple Negatives and Inflammatory Susana Ramalho * Otavio Martucci * Guilherme Redi * Alice Helena Rosante Garcia * Juvenal

Leia mais

e osteoporose LINA B. CASSOL* BERNARDO GARICOCHEA**

e osteoporose LINA B. CASSOL* BERNARDO GARICOCHEA** ARTIGO DE REVISÃO Uso de inibidores da aromatase no tratamento do câncer de mama e osteoporose The use of aromatase inhibitors for breast cancer treatment and osteoporosis LINA B. CASSOL* BERNARDO GARICOCHEA**

Leia mais

IMPACTO DO TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO NO ESTADO NUTRICIONAL E NO COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE PACIENTES COM NEOPLASIA MAMÁRIA

IMPACTO DO TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO NO ESTADO NUTRICIONAL E NO COMPORTAMENTO ALIMENTAR DE PACIENTES COM NEOPLASIA MAMÁRIA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA UniCEUB FACULDADE DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO E SAÚDE - FACES LAILA FERNANDA COSTA MOREIRA IMPACTO DO TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO NO ESTADO NUTRICIONAL E NO COMPORTAMENTO ALIMENTAR

Leia mais

QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE EM CÂNCER DE PULMÃO: ONDE ESTAMOS? Riad N. Younes

QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE EM CÂNCER DE PULMÃO: ONDE ESTAMOS? Riad N. Younes QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE EM CÂNCER DE PULMÃO: ONDE ESTAMOS? Riad N. Younes Introdução A cirurgia ainda é considerada o tratamento de escolha para a cura potencial de pacientes com câncer de pulmão não pequenas

Leia mais

HOSPITAL E MATERNIDADE THEREZINHA DE JESUS - HMTJ PROVA DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 MASTOLOGIA

HOSPITAL E MATERNIDADE THEREZINHA DE JESUS - HMTJ PROVA DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 MASTOLOGIA HOSPITAL E MATERNIDADE THEREZINHA DE JESUS - HMTJ PROVA DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 1) Você receberá do fiscal o seguinte material: MASTOLOGIA REGULAMENTO Leia atentamente as seguintes instruções:

Leia mais

Câncer de próstata. Câncer de próstata localmente avançado Resultados do tratamento com radioterapia e supressão hormonal.

Câncer de próstata. Câncer de próstata localmente avançado Resultados do tratamento com radioterapia e supressão hormonal. Câncer de próstata Câncer de próstata localmente avançado Resultados do tratamento com radioterapia e supressão hormonal Robson Ferrigno RT + HT Bloqueio hormonal isolado: sem intuito curativo Associado

Leia mais