Apresentação da Companhia. Grand Lider Olympus Belo Horizonte - MG

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação da Companhia. Grand Lider Olympus Belo Horizonte - MG"

Transcrição

1 Apresentação da Companhia Grand Lider Olympus Belo Horizonte - MG

2 Agenda Visão Geral do Setor Imobiliário no Brasil Visão Geral da Empresa Visão para o futuro: Plano revisado da Cyrela Dados operacionais Cyrela e Living Living Segmentos econômico e super econômico Dados Financeiros Anexos

3 NovAmérica Michigan São Paulo - SP Lançado em novembro 2009 Visão Geral do Setor Imobiliário no Brasil

4 Setor Imobiliário tem Fortes Fundamentos O setor imobiliário está preparado para se beneficiar do ambiente favorável Elevada demanda por imóveis residenciais Baixa oferta de unidades 1. População e famílias Em milhões Ano Famílias População Pessoas por família 3. Déficit habitacional crescente (1) Expandindo o mercado habitacional (milhões de imóveis habitacionais) 5,4 6,7 5, ,3 189,1 3,1 2017E 75,6 211,2 2,8 2030E 95,5 233,6 2, (2) 2. Evolução da renda mensal Em milhões de famílias E Até R$ ,7 29,1 De R$ a R$ ,2 60,4 Mais de R$ ,4 5,9 Total 60,3 95,5 Taxa de crescimento (%, aa) a.a.) -0,4% 3,9% 7,1% 2,0% 4. Número de mudanças de domicílio por pessoa Baixo número de mudanças quando comparado a outros países Brasil 1,8x México G-7 4,0x 9-10x A Cyrela está posicionada para se beneficiar do ambiente positivo do mercado imobiliário brasileiro (1) Considera excesso de demanda sobre a oferta. (2) 2008: considera nova metodologia. Fonte: IBGE, Banco Central do Brasil, Ministério das Cidades, Fundaçāo Pinheiro, FactSet, Bloomberg, Fundação Getulio Vargas e Wall Street Research. 4

5 O Futuro é Agora: Impacto para a Cyrela Déficit Habitacional (2008) Renda Mensal 10 Salários Mínimos Déficit Habitacional 0,1 mi 10% Renda Mensal > R$ ,7 mi famílias Demanda Incremental (vs. 2005): +35,7 mi famílias Renda Mensal 5 10 Salários Mínimos 0,3 milhões 39% De R$1.200 à R$ ,4 mi famiílias 67% > R$ ,4 mi famílias 3-5 Salários 0,7 milhões Mínimos < 3 Salários Mínimos 4,5 milhões 5,6 milhões 51% TR+14% 10 anos < R$ ,3 mi famílias ~30 million families 33% TR+5% (1) 30 anos < R$ ,4 mi famílias Menor ticket da Cyrela s por unidade R$ Renda familiar mensal mínima para comprar um imóvel R$ R$ Mercado potencial da Cyrela aumentou de 10% para 67% da população brasileira nos últimos anos (1) Dentro do programa Minha,Casa Minha Vida. Fonte: IBGE 5

6 Poupança e Sistema Hipotecário Brasileiro Uses Usos Fontes 65% Hipotecas Individuais e Empréstimos para Construção 30% Depósitos Compulsórios 53% Hipotecas de Propriedades até R$ % Depósitos da Poupança Empréstimos para Construção Empréstimos até R$ Custo de TR + 6,17% a.a. 12% Propriedades com preço superior a R$ Média mensal Ou média dos últimos 12 meses (o mais baixo) 215,8 Poupança (R$ bilhões) 19 % 256,6 5% Uso Livre jan/09 jan/10 Fonte: Santander 6

7 Análise de Financiamentos (SBPE) Cenário em jan/2010 Crédito imobiliário disponível em 2013 Fontes (R$ bilhões) Usos (R$ bilhões) R$ 169 bi R$ 169 bi LCIs, LHs Recursos destinados Diversos (1) Empréstimos Concedidos Hipotecas Concedidas R$ 230 bi Com crescimento anual de 40% nos financiamentos e 10% da poupança, os recursos disponíveis para financiamentos se esgotarão em 4 anos (1) FCVS, inadimplência e multiplicadores. Fonte: Santander Cenário Crescimento Financiamentos Crescimento Poupança Crédito disponível (R$ bi ) Ano 1 60% 20% % 10% % 17% % 0%

8 Cyrela: Pronta para o crescimento Perspectiva do Crescimento Real da Massa Salarial Crédito Imobiliário (R$ bilhões) Crescimento PIB a.a. -3% 0% 3% 5% 7% % 3,4% 34% 3,4% 34% 3,4% 34% 3,4% 34% 3,4% ,4% 3,4% 3,4% 3,4% 3,4% ,5% 1,3% 2,1% 2,6% 2,8% ,7% 0,3% 2,2% 3,5% 4,2% ,2% 0,1% 2,3% 3,8% 4,5% Fonte:MCMConsultores Consultores 51,0 40,6 17,0 10,5 25,2 16,3 6,9 10,4 30,0 34,0 7,0 5,2 4,6 4,8 5,0 6,9 5,5 18,3 3,3 2,7 3 2,8 3,9 1,9 1,9 1,8 2,2 3,0 4,9 9, SBPE FGTS Fonte: CEF e Abecip 68,0 18,0 50,0 2010E População brasileira (milhões de habitantes) Expansão da Classe C Janeiro- 04 Março-10 Var. População total 181,6 193,2 Classe A 6,1 9,3 +3,2mm Classe B 7,4 10,9 +3,5mm Classe C 70,9 98,2 +27,3mm Classe D 33,7 39,7 +6,0mm Classe E 63,6 35,0-28,6mm Classe B 4,1% Classe A 3,4% Classe C 39,1% Classe D 18,6% Classe B 5,6% Classe E 35,0% Classe A 4,8% Classe E 18,1% Classe C 50,8% Classe D 20,5% janeiro 2004 março 2010 Fonte: MCM Consultores Fonte: IBGE 8

9 População do Brasil - Expectativa Em milhões de habitantes t 1,9% a.a. 171,3 9,3 191,5 12,8 0,6% a.a. -0,02% a.a. 216,4 219,1 207,1 215,3 19,1 28,9 38,4 48,9 118,6 4,8 68,5 111,0 128,8 146,4 150,8 148,0 138,1 45,3 51,0 49,9 41,6 36,8 32,6 28, Fonte: IBGE 0-14 years old years old 65 years old or more População (milhões de habitantes) Austrália Canadá Nova Zelândia 4,3 5,2 Brasil 191,5 216,4 Fonte: IBGE, ONU 9

10 Ventura Clube de Morar Porto Alegre- RS Lançado em novembro 2009 Visão Geral da Empresa

11 Expansão Geográfica Presença em 66 cidades em 16 estados do Brasil, Buenos Aires, na Argentina e Montevidéu no Uruguai Living tem presença em 12 estados e 47 cidades RR AP RR AP RR AP AM PA MA CE RN AM PA MA CE RN AM PA MA CE RN AC RO TO PI BA P B PE AL SE AC RO TO PI BA P B PE AL SE AC RO TO PI BA PB PE AL SE MT MT MT GO DF GO DF GO DF MS M G ES MS M G ES MS MG ES SP R J SP R J SP RJ PR PR PR SC SC SC RS RS RS Buenos Aires + + % do PIB do Brasil 47,9% 80,5% 90,5% (1) (1) Considera os dados de 2007, os mais recentes. Fonte: Empresa e IBGE. 1111

12 Sólido Crescimento: Perspectiva e Histórico 50 anos de historia Histórico até 2009 Previsto Unidades entregues diferentes e independentes d plataformas de construção em 66 cidades e Área privativa em milhares de m 2. Histórico Previsto Área construída total Cerca de colaboradores E Mais de 100 mil clientes Histórico excepcional com posicionamento único para aproveitar oportunidades de crescimento 12

13 Cyrela Brazil Realty Lançamentos R$ 1,2 bi R$ 2,9 bi R$ 5,4 bi R$ 5,5 bi R$ 5,7 bi Vendas contratadas R$ 1,0 bi R$ 1,9 bi R$ 4,4 bi R$ 5,1 bi R$ 5,2 bi Banco de terrenos 3,0 mi m 2 4,9 mi m 2 8,8 mi m 2 11,2 mi m 2 12,6 mi m 2 Unidades Lançadas Living ,7 mil 11,1 mil 16,1 mil Margem bruta 48,5% 42,2% 41,2% 38,0% 34,5% Margem EBITDA* 27,1% 22,3% 22,9% 16,5% 22,3% Baixa Margem Renda líquida* 23,2% ,7% ,7% ,8% 17,8% Número de pares listados em Bolsa Valor de mercado Cyrela Brazil Realty ** R$ 2,4 bi R$ 4,5 bi R$ 8,6 bi R$ 3,3 bi R$ 10,4 bi Valor de mercado do setor R$ 6,0 bi R$ 10,0 bi R$ 48,1 bi R$ 13,4 bi R$ 51,6 bi Número de cidades Funcionários Corretores e equipe * Ajustado para despesas com IPO e para Lei /2007 de 2008 em diante. ** Em 31 de dezembro de cada ano 1313

14 Cyrela no mercado de capitais Composição Acionária (31/05/2010) Outros 51,7% Black Rock Inc. 5,6% Carmignac Gestion 7,8% Performance das ações Grupo Controlador 34,9% - set-05 nov-05 jan-06 mar-06 mai-06 jul-06 set-06 nov-06 jan-07 mar-07 mai-07 jul-07 set-07 nov-07 jan-08 mar-08 mai-08 jul-08 set-08 nov-08 jan-09 mar-09 mai-09 jul-09 set-09 nov-09 jan-10 mar-10 mai-10 Ibovespa Cyrela Free Float: 64,8% Dividendos Pagos Data de pagamento Proventos Ordinária CYRE3 Dividend yield (R$/ação) 11/5/2010(-) Dividendos Pagos 0,4703 2,24% 24% 11/5/2009(-) Dividendos Pagos 0,1854 0,87% 16/5/2008(-) Dividendos Pagos 0,0410 0,19% 25/9/2007(-) Dividendos pagos 0,1687 0,80% 10/5/2007(-) Dividendos pagos 0,0852 0,40% Crescimento de 154% no último ano Obs: Dados ajustado por proventos inclusive dividendos 14

15 CEO Salvador Shopping Salvador - BA Lançado em setembro de 2009 Visão para o futuro: Plano revisado da Cyrela

16 Guidance Projeção de lançamentos e Vendas de 2010 a 2012 Guidance Lançamentos (R$ bilhões) Vendas (R$ bilhões) 6,9 a 7,7 8,3 a 9,1 10,5 a 11,5 6,2 a 6,9 7,6 a 8,4 9,7 a 10,7 % Cyrela 73% a 77% > 75% > 75% Participação Living % Living 2010 de 35% a 40% 2011 de 40% a 45% 2012 de 45% a 50% Margens sobre receita líquida de 2010 a 2012 Margem bruta 33% a 37% Margem EBITDA 20% a 24% Margem líquida 14% a 16% 1616

17 Análise do Banco de Terrenos Aquisição de Terrenos Alongamento do banco de terrenos da Cyrela (R$ milhões) Alongamento do banco de terrenos da Living (100% participação) 1 (R$ milhões) E 2011E 2012E Pós 2012 Alongamento do banco de terrenos de média a alta renda (100% participação) 1 (R$ milhões) E 2011E 2012E Pós 2012 Banco de terrenos existente Compras incrementais E 2011E 2012E Pós 2012 (1) VGV Potencial, 100% 1717

18 Plano de Investimento da Cyrela Usos (R$ milhões) Fontes (R$ milhões) Capital Custo do Custo do Total de giro banco de terrenos banco de terrenos (Living) (Média e alta renda) Venda da Oferta de Oferta Outras Total participação debêntures Follow-on Fontes na Agra 1818

19 Mais São Cristovão Rio de Janeiro - RJ Launçado em novembro 2009 Dados Operacionais Cyrela e Living

20 Lançamentos e Vendas Cyrela e Living Distribuição ib i dos lançamentos e vendas por trimestres t até o 2T10 Lançamentos no 1S10 atingiram 24% do ponto médio do guidance de 2010 e vendas atingiram 40% Lançamentos Vendas 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 100% 82% 60% 55% 24% 21% 48% 15% 9% 8% 5% 18% 1T 2T 3T 4T 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 16% 10% 9% 23% 65% 40% 26% 25% 88% 57% 49% 100% 1T 2T 3T 4T

21 Prévia de resultados operacionais Cyrela e Living Lançamentos Vendas (R$ milhões) (R$ milhões) 644,3 154,44 489, ,5 333,4 794, ,2 292,2 906, ,8 448, ,7 839,8 213,8 626, , ,6 431,7 369, ,2 971, ,7 628, ,2 2T09 2T10 1S09 1S10 2T09 2T10 1S09 1S10 Cyrela Parceiros Cyrela Parceiros As vendas de estoques corresponderam a 56,1% das vendas totais do 2T10 Os lançamentos do 2T10 foram 60,0% vendidos no trimestre e 64,5% dos lançamentos do 1S10 já foram vendidos 21

22 Prévia de resultados operacionais Living Lançamentos Vendas (R$ milhões) (R$ milhões) 720,2 845,9 220,6 237,9 233,4 53,3 180,0 396,5 366,2 133,3 98,3 263,2 267,9 499,6 245,5 65,3 180,2 434,4 133,3 367,6 108,2 301,11 259,4 608,0 2T09 2T10 1S09 1S10 2T09 2T10 1S09 1S10 Living Parceiros Living Parceiros Living representa 41,8% dos lançamento e 32,5% das vendas do 1S10 No 1S10, das ou 57,0% das unidades lançadas se enquadram no programa Minha Casa, Minha Vida 22

23 Lançamentos e Vendas Cyrela e Living 15 empreendimentos lançados no 1T10 Participação LIVING: 54,3% do VGV lançado no primeiro trimestre Recorde de vendas de estoques 73,3 % do total vendido no 1T10 Lançamentos (R$ milhões) Vendas (R$ milhões) CAGR = 47,1% CAGR = 50,4% , , , , , ,0 596, ,8 755,0 416,1 481, , , , , , T09 1T T09 1T10 Cyrela Parceiros Cyrela Parceiros 23 23

24 Velocidade de Vendas Cyrela e Living Cyrela + Living 1T09 39% 31% 9% 5%1% 85% 2T09 49% 30% 6% 3% 88% 3T09 52% 20% 8% 81% 4T09 59% 13% 72% 1T10 48% Em 3 meses Em 6 meses Em 9 meses Em 12 meses Em 15 meses Cyrela Living 1T09 40% 26% 11% 6% 1% 84% 1T09 35% 50% 2% 86% 2T09 53% 26% 5%3% 88% 2T09 41% 37% 7% 2% 87% 3T09 49% 19% 8% 77% 3T09 61% 24% 8% 92% 4T09 49% 11% 60% 4T09 74% 16% 90% 1T10 44% 1T10 51% Em 3 meses Em 6 meses Em 9 meses Em 12 meses Em 15 meses Em 3 meses Em 6 meses Em 9 meses Em 12 meses Em 15 meses 2424

25 Estoque a Valor de Mercado Estoque ao final março: R$ 3,2 bi (100%) e R$ 2,4 bi (%CBR) 6 meses de vendas* Vendas contratadas relativas a vendas e estoques Vendas sobre oferta 66,8% 60,7% 61,5% 62,4% 73,3% 37,6% 52,4% 37,8% 36,5% 65,1% 1.940,9 728, , ,5 702, ,0 638,4 349,4 414,1 839,8 566,1 481,9 524,0 296,5 296,4 269,6 185,5 315, ,9 616, , ,5 828, , ,8 781,5 284,2 21,9% 32,1% 37,6% 25,4% 1T08 2T08 3T08 4T08 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 Vendas de Lançamentos Vendas de Estoques % Vendas de Estoque 2T09 3T09 4T09 1T10 12M * Em meses de venda com base na média mensal do ponto médio do guidance 2525

26 Estoque de Terrenos R$ 39,1 bilhões de VGV potencial (R$ 32,5 bilhões %CBR) São Paulo 30% R$ 5,2 bilhões adquiridos após o Follow-On Sul+Arg+ Uru 8% 73% do valor de aquisição pago com permuta Norte 202 projetos com 150 mil unidades 26% até R$130k 74% até R$ 500k 4% Nordeste 19% Sudeste Outros 2% RJ 37% Até R$ 100 mil De R$ 100 a 130 mil De R$ 130 a 200 mil De R$ 200 a 350 mil De R$ 350 a 500 mil De R$ 500 a 600 mil De R$ 600 a mil Acima de R$ mil Total 2626

27 Liber Bosque Pirituba São Paulo - SP Launçado em janeiro de 2010 Living Segmentos Econômico e Super Econômico

28 Lançamentos Living A Living representou 54,3% dos lançamentos e 38,6% das vendas do 1T10 9 projetos lançados no 1T10 com 2,4 mil unidades, sendo 918 dentro do programa MCMV Lançamentos (R$ milhões) Vendas (R$ milhões) 1.806,6 CAGR = 177,2% CAGR = 240,3% 1.499, , ,4 883, , ,4 323,7 84,8 602,1 132,8 57,99 87,99 236, T09 1T10 Living Parceiros 641, ,3 919,7 411,5 122,1 442,6 43,8 306,9 79, T09 1T10 Living Parceiros 28

29 Terrenos Living Landbank Living R$ 7,5 bilhões (100%) e R$ 6,3 bilhões (% Living) 4 terrenos adquiridos no 1T10 VGV de R$ 682,3 milhões 69% dos estoques pagos em permuta Preço médio da unidade d R$ 120,6 mil Estoque de terrenos por preços de unidade São Paulo 49% Nordeste 9% Até De R$ 100 De R$ 130 Total R$ 100 mil a 130 mil a 200 mil Sul 18% Sudeste Outros 6% RJ 18% 64% das unidades elegíveis ao MCMV 29

30 Baixa Renda: Renovada Oportunidade de Crescimento Programa Minha Casa, Minha Vida: crescimento potencial da demanda no Brasil Baixas taxas de financiamento do crédito imobiliário + incentivos = elevado nível de acessibilidade Aluguel mensal vs. Pagamento das prestações já se equivalem Antes do Programa Poder de Compra Impacto do Programa Minha Casa, Minha Vida Após o Programa SM 4SM 5SM 6SM 7SM 8SM 9SM 10SM Pagamento mensal máximo (R$) Taxa de juros Efetiva (a.a.) 5,12% 5,12% 5,12% 6,12% 8,47% 8,47% 8,47% 8,47% Programa Minha Casa, Minha Vida permitiu que milhões de famílias comprem a casa própria Fonte: IBGE e Cyrela 30

31 Segmento Econômico : Perspectiva do Setor 3 SM 3 SM 4 SM 4 SM 5 SM 5 SM 6 SM 6 SM 7 SM 7 SM 8 SM 8 SM 9 SM 9 SM 10 SM 10 SM Salário mínimo (R$) Prestação máxima - 30% (R$) Taxa efetiva (a.a.) 5,12% 5,12% 5,12% 5,12% 8,47% 5,12% 8,47% 6,17% 8,47% 8,47% 8,47% 8,47% 8,47% 8,47% 8,47% 8,47% Termo (meses) Empréstimo de valor (%) 90% 90% 100% 90% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% Financiamento máximo (R$) Incentivo máximo (R$) Poder de compra (R$) Antes do programa Durante do programa Obs: (1) Finaciamento: Caixa financia 100% das unidades em 240 meses, 90% em 300 meses e 80% em 360 meses. (2) O incentivo máximo do MCMV é de R$ para cinco regiões metropolitanas (São Paulo, Campinas, Santos, Rio de Janeiro and Brasília) e R$ para outras regiões. Fonte: IBGE (Instituto brasileiro de geografia e estatística) e Cyrela 31

32 Financiamento: impacto dos Juros e do Prazo Modelo de financiamento Valor unitário: R$ Percentual financiado: 80% Financiamento: R$ Comprometimento de renda: 30% Exemplo Aluguel : R$ 800 por mês Retorno anual: 8% Equivalente à prestação do financiamento com taxa de juros real de 8% e prazo de 20 anos (%) Taxa de juros real Prestação mensal (R$) Prazo do financiamento (anos) % % % % % % % % % % % Salários mínimos necessários (mensais) Taxa de ju uros real (%) Prazo do financiamento (anos) % % % % % % % % % % %

33 Conceito de Construção Econômica Pesquisa de mercado Arquitetura Conceito Lean Construction Produto Administração industrial Processo de produção Parceiros + Centro de P&D Tecnologia Administração integrada dos processos Conceito Living Projetos simples, de fácil execução e focados na administração do processo Ganhos de sinergia da integração entre desenvolvimento do produto, tecnologia e processo de produção Melhor relacionamento entre designers, manufaturas e construção Este novo conceito permite à Living ser competitiva nos segmentos de base da pirâmide 3333

34 Fluxo Empreendimento na CEF Jurídica Pré-Análise (Avaliação) Engenharia Comitê Regional Contratação PJ Risco Contratação PF Avaliação Contratação PJ Contratação PJ e PF Contratadas t PJ Submetidas Aprovadas p/ venda Em contratação Total Repassadas Contratadas PF = * *1.700 unidades foram repassadas de abril a junho de 2010 Prazo Caixa: 15 dias Prazo CAIXA: 60 dias Prazo CAIXA: 90 dias Contratos Assinados Caixa Living % Living 0-3 Sal. Mínimos ,1% 1% 3-10 Sal. Mínimos ,5% Total ,0% 3 a 10 S.M.: 6,5% de market share nas aprovações (PJ+PF) Obs.: Contratos assinados na CEF até 30/06/10 Números Living atualizados até 30/06/10 34

35 Stillo Natal - RN Launçado em setembro de 2009 Dados Financeiros

36 Destaques Financeiros (R$ milhões) Receita Líquida - (milhões) 4.087, , , , ,4 689,0 671, T09 1T10 EBITDA - (milhões) 911,3 461,0 390,5 248,5 223,7 157,8 151,2 22,9% 22,3% 22,9% 16,2% 22,3% 22,5% 19,8% T09 1T10 690,0% 640,0% 590,0% 540,0% 490,0% 440,0% 390,0% 340,0% 290,0% 240,0% 190,0% 140,0% 90,0% 40,0% -10,0% 0% Receita em Backlog - (milhões) 34,8% 34,4% 34,3% 4.937, , , T10 Receita Líquida a Apropriar Margem Bruta a Apropriar Lucro Líquido - (milhões) , , ,7 242, , , , ,6% 21,7% 24,7% 9,8% 17,8% 15,0% 15,4% T09 1T10 36

37 Destaques Financeiros Despesas sobre as Vendas Contratadas Despesas sobre Receita Líquida 10,3% 9,0% ,3% 5,9% 6,1% 4,1% 5,6% 4,3% 4,0% 2,7% 8,8% 7,8% 7,0% 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 Despesas Comerciais Despesas Gerais e Adm 6,8% 60% 6,0% 5,8% 7,1% 7,6% 5,0% 5,1% 8,3% 6,6% 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 Despesas Comerciais Despesas Gerais e Adm 37

38 Contas a Receber Cronograma de Recebíveis (R$ milhões) Recebíveis x Custo a Incorrer ,3 (R$ milhões) , , , ,7 Construídas: IGP-M + 12%a.a. Em Construção: INCC ,0 362, Até , , Unidades construídas Unidades em construção Custo de Construção a Incorrer - vendidas 2010 Cronograma do Custo a Incorrer (ref. unidades vendidas -R$ milhões) 1.695, ,8 Demais anos 593,0 38

39 Liquidez Dívidas (R$ milhões) Saldo em 31/03/2010 Vencimento Custo SFH 1.379, a 2014 TR + ~10,4% a.a. Debêntures 1ª emissão 500,0 2012, 2013, 2014 CDI + 0,48% a.a. Debêntures 2ª emissão 61,9 2018* CDI + 0,65% a.a. Debêntures 3 ª emissão 350, CDI + 0,81% a.a. Bradesco (stand-by) e outros 204,3 Nov/2010, Nov/2011, Nov/2012, Nov/2013 CDI + 0,81% a.a. Empréstimos US$ 30 milhões 53,4 Jun/2012 Libor + 4,3% a.a. Total da Dívida com SFH 2.549,3 Total da Dívida sem SFH 1.169,6 Caixa e Disponibilidades (1.286,1) Dívida Líquida com SFH 1.263,2 Dívida Líquida sem SFH (116,5) Dívida Líquida com SFH EBITDA LTM CAIXA Líquido sem SFH EBITDA LTM = 1,3 vezes = 0,1 vez * Repactuação de taxas em jan/11 39

40 Vendas a reconhecer R$ milhões T10 Vendas a apropriar no inicio do período 1.597, , , ,0 Vendas liquidas registradas no período 4.515, , , , Receitas apropriadas no período (2.030,3) (2.930,8) (4.192,3) (1.158,6) Impostos (3,65%) (149,0) (187,0) (190,7) (191,0) Vendas Líquidas a apropriar no final do período 3.933, , , ,2 Custo de unidades vendidas a apropriar (2.604,7) (3.217,2) (3.300,8) (3.309,6) Despesas Comerciais (26,3) (37,6) (14,7) (16,3) Lucro bruto a apropriar 1.327, , , ,6 33,8% Percentagem do lucro bruto 34,8% 34,4% 34,3% 40

41 Pleno Residencial Belém - PA Lançado em março 2010 Anexos

42 História da Cyrela 2009 Cyrela Follow-on on II 3 a emissão de debêntures no valor de R$ 350 milhões Incorporação da Goldsztein Participações pela Cyrela Segunda emissão pública de debêntures no montante de R$ 499,5 milhões A Cyrela realizou a primeira emissão de debêntures no montante de R$ 500,0 milhões Cisão da Cyrela Commercial Properties (CCP) Cyrela Follow-on I IncorporaçãoI ã da Brazil ilrealty pela Cyrela Vancouver e a criação da Cyrela Brazil Realty Empreendimentos e Participações S.A (CBR) Primeira Oferta Pública de Ações (IPO) Reunião das subsidiárias do Grupo Cyrela na Cyrela Vancouver Início da parceria firmada com a RJZ Engenharia, no Rio de Janeiro Brazil Realty faz oferta pública de ações (IPO) Constituição da Brazil Realty, uma joint Venture com a empresa Argentina IRSA Criação da Cyrela Construtora e da Seller (equipe própria de vendas) 1962 Constituição da Cyrela em São Paulo, SP 42

43 Cyrela Brazil Realty Incorporação e Construção Joint Ventures e Parcerias Vendas Serviços 43

44 Jogos Olímpicos de 2016 Banco de terrenos estrategicamente posicionado no Rio de Janeiro Barra da Tijuca - RJ Cidade Jardim Centro Metropolitano A dinâmica dos Jogos Olímpicos beneficiará os empreendimentos da Cyrela devido às suas localizações R$ 14 bilhões de VGV no Rio de Janeiro, dos quais, quase 90% situados na Barra da Tijuca Futuras Instalações Olimpíadas 2016 Gleba F Península A Barra da Tijuca foi escolhida como a localização para o Novo Centro de Treinamento Olímpico e para a Nova Vila Olímpica. Essas instalações e as melhorias para a região permanecerão após os Jogos Olímpicos Até 2016, mais de R$ 100 bilhões de investimentos são esperados para o projeto A construção civil do setor é esperada para dar conta de aproximadamente 10% dos investimentos O governo local anunciou R$ 11,4 bilhões em investimentos em infra-estrutura de transportes para facilitar o acesso à região Cyrela é a incorporadora melhor posicionada para os jogos Olímpicos de 2016 Fonte: Projeto Oficial dos Jogos Olímpicos do Rio

45 Típico Projeto da Cyrela Lançamento Construção Entrega Término dos pagamentos 6M - 18M Pré lançamento Construção 0M 6M 12M 18M 24M 30M 36M Até 100M Pré-vendas % Custos do orçamento - - 0% 20% 40% 65% 100% 100% Receitas Recebimento (acumuladas) Hipóteses para esse exemplo: Vendas potenciais: R$ 100 milhões Terrenos pago em permuta (contabilizado à receita e custo): R$ 20 milhões Não inclui as receitas financeiras derivadas do financiamento ao cliente 45

46 Típico Projeto da Living Ciclo operacional mais curto: 24 meses Lançamento Construção Entrega Financiamento (Repasse) 0-6 meses Pré-Lançamento Construção 0M 6M 12M 18M 24M Até 28M Vendas contratadas (acumulado) % Custo de construção % 55% 100% 100% Receita (acumulado) Recebimentos (acumulado) 100 Hipóteses para esse exemplo: Vendas potenciais: R$ 100 milhões Permuta: 100% (R$10 mi), 80% do preço da unidade financiado por bancos comerciais O cliente foi totalmente financiado pelos bancos após a entrega das chaves 46

47 Típico Projeto da Living no MCMV 0 6 meses Pré-lançamento Lançamento Construção Financiamento Entrega Construção 0M 4M 8M 12M 16M Até 20M Produto Engenharia Ambiente Corporativo da Living Projetos simples, padronizados e de fácil execução, focados no Uso do conceito Lean Construction (construção enxuta) Serviço ao cliente desde a aquisição até a entrega, através de segmento de baixa renda. Linha de montagem um único canal de comunicação: a Padronização de: Redução de desperdícios e custos Central de Serviço ao Cliente Aquisição de terras Força de vendas treinada Melhora nos métodos de Desenvolvimento Imobiliário internamente construção de casas populares Vendas Disponibilidade de financiamento Aumento da produtividade e da através da Caixa Econômica Construção qualidade durante a execução do Federal Relacionamento com o trabalho consumidor Satisfação do consumidor elevada Preços de R$ a R$ Preço definido pelo produto (não Unidades de 45m² a 75m² por m²) 15% de expectativa de redução de custos Fonte: Companhia 47

48 Contate RI Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 1.455, 3º andar São Paulo - SP Brasil CEP Relações com Investidores Fone: (55 11) Este comunicado contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Cyrela Brazil Realty. Estas são apenas projeções e, como tal, baseiam-se exclusivamente nas expectativas ti daadministração i da Cyrela Brazil Realty emrelação ao futuro do negócio e seu contínuo acesso a capitais para financiar o plano de negócios da Companhia. Tais considerações futuras dependem, substancialmente, de mudanças nas condições de mercado, regras governamentais, pressões da concorrência, do desempenho do setor e da economia brasileira, entre outros fatores, além dos riscos apresentados nos documentos de divulgação arquivados pela Cyrela Brazil Realty e estão, portanto, sujeitas a mudança sem aviso prévio. 48

Complexo Thera São Paulo - SP Lançado em Dezembro/10. Apresentação da Companhia Abril 2011

Complexo Thera São Paulo - SP Lançado em Dezembro/10. Apresentação da Companhia Abril 2011 Complexo Thera São Paulo - SP Lançado em Dezembro/10 Apresentação da Companhia Abril 2011 Agenda Visão Geral do Setor Imobiliário no Brasil Visão Geral da Empresa Dados operacionais Cyrela e Living Living

Leia mais

Apresentação dos Resultados de 2T07. 15 de agosto de 2007

Apresentação dos Resultados de 2T07. 15 de agosto de 2007 Apresentação dos Resultados de 2T07 15 de agosto de 2007 1 Equipe da Cyrela Brazil Realty Diretor Presidente Elie Horn Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Luis Largman Diretor de Controle

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1)

Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1) Release de Resultados - 3T11 9M11 Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1) São Paulo, 09 de novembro de 2011 - A Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações ( CBR ou Companhia ou

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Agenda Dinâmica do Setor Imobiliário Estrutura Societária Modelo de Negócio Diferenciado Diversificação Geográfica e de Mercado Histórico de Resultado Operacional Futuros Projetos

Leia mais

Apresentação da Companhia Março 2010

Apresentação da Companhia Março 2010 Ile St Louis Acqua Verde Barra Prime Office São Luis - MA Curitiba - PR Rio de Janeiro - RJ Agosto 2009 Dezembro 2008 Novembro 2008 Apresentação da Companhia Março 2010 Urban Concept Offices Porto Alegre

Leia mais

Resultados 2T13 e 1S13

Resultados 2T13 e 1S13 Resultados 2T13 e 1S13 Relações com Investidores RSID3: R$ 2,87 por ação OTC: RSRZY Total de ações: 428.473.420 Valor de mercado: R$ 1,3 bilhão Teleconferência 15 de Agosto de 2013 Em Português com Tradução

Leia mais

Helbor Empreendimentos

Helbor Empreendimentos Helbor Empreendimentos Aviso Legal Esta apresentação pode conter certas afirmações que expressam expectativas, crenças e previsões da administração da Helbor sobre eventos ou resultados futuros. Tais afirmações

Leia mais

Abertura e Destaques 4T09 e 2009

Abertura e Destaques 4T09 e 2009 25 de Março de 2010 Abertura e Destaques 4T09 e 2009 Comentário de Abertura CEO Ricardo Valadares Gontijo Breve Histórico IPO Mercado em 2009: Programa Minha Casa, Minha Vida Estratégia Crescimento da

Leia mais

Reunião APIMEC com Analistas e Investidores

Reunião APIMEC com Analistas e Investidores Vivae Residencial Clube (Living) Rio de Janeiro - RJ Julho 2008 Reunião APIMEC com Analistas e Investidores Dezembro de 2008 Agenda 1. Visão Geral Luis Largman Financeiro e RI 2. Vendas Gilson Hochman

Leia mais

CONFERÊNCIA BTG PACTUAL SÃO PAULO FEVEREIRO, 2015

CONFERÊNCIA BTG PACTUAL SÃO PAULO FEVEREIRO, 2015 CONFERÊNCIA BTG PACTUAL SÃO PAULO FEVEREIRO, 2015 RESULTADO OPERACIONAL LANÇAMENTOS CYRELA R$ 2.260 milhões no 4T14 vs. R$ 2.695 milhões no 4T13. R$ 5.848 milhões em 2014 vs. R$ 6.646 milhões em 2013.

Leia mais

Blanc São Paulo - SP Lançado em março/11 RESULTADOS 1T11

Blanc São Paulo - SP Lançado em março/11 RESULTADOS 1T11 Blanc São Paulo - SP Lançado em março/11 RESULTADOS 1T11 13 de maio de 2011 Le Champ São Paulo - SP Lançado em março/11 Resultados do 1T11 Introdução Elie Horn Resultado Operacional Cyrela Ubirajara Freitas

Leia mais

4T12. Divulgação de Resultados

4T12. Divulgação de Resultados Divulgação de Resultados Belo Horizonte, 25 de março de 2013 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Ile St Louis São Luis MA Lançado em agosto de 2009. Apresentação da Companhia Dezembro de 2009

Ile St Louis São Luis MA Lançado em agosto de 2009. Apresentação da Companhia Dezembro de 2009 Ile St Louis São Luis MA Lançado em agosto de 2009 Apresentação da Companhia p ç p Dezembro de 2009 Auge São Paulo SP Lançado em setembro de 2009 Agenda Visão Geral da Empresa Visão Geral do Setor Imobiliário

Leia mais

Resultados do 1T09. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008

Resultados do 1T09. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008 Resultados do 1T09 Teleconferência de Resultados Lançamentos de 2008 Felice (Nova Lima-MG) Beach Park Wellness Resort (Aquiraz-CE) ViVer Zona Sul (Porto Alegre-RS) Viver São J. Pinhais (São J. Pinhais-PR)

Leia mais

Apresentação para Investidores 1S10

Apresentação para Investidores 1S10 Apresentação para Investidores 1S10 1 Agenda 1. Visão Geral e Desempenho Consolidado 2. Livraria Saraiva 3. Editora Saraiva 2 Governança Corporativa Nível 2 de Governança Corporativa da Bovespa Primeira

Leia mais

Apresentação Corporativa. Dezembro/2010 > Relações com Investidores

Apresentação Corporativa. Dezembro/2010 > Relações com Investidores Apresentação Corporativa Dezembro/2010 > Relações com Investidores Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base

Leia mais

Apresentação dos resultados do 4T09 & 2009. Março/2010

Apresentação dos resultados do 4T09 & 2009. Março/2010 Apresentação dos resultados do & Março/2010 Destaques & DESTAQUES OPERACIONAIS DO E VENDAS CONTRATADAS LÍQUIDAS ATINGIRAM R$753 MILHÕES NO E R$2,67 BILHÕES EM, REPRESENTANDO UM CRESCIMENTO DE 47% EM RELAÇÃO

Leia mais

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria de Programas Habitacionais da Nossa Caixa/Nosso Banco;

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

2T14 & 1S14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS

2T14 & 1S14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS & APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS INFORMAÇÃO IMPORTANTE Este documento conte m considerac o es futuras referentes a s perspectivas do nego cio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e a s perspectivas

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO Belo Horizonte, 04 de abril de 2012 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e atuação

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A.

Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. São Paulo, 8 de dezembro de 2005 1 Aviso Legal Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação,

Leia mais

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010 Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL Outubro de 2010 Aviso Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas

Leia mais

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada.

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada. Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas

Leia mais

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008 4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados 13 de Fevereiro de 2008 Aviso Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

Release. Resultados. Destaques. RECEITA LÍQUIDA: R$ 876 milhões no 2T09, 30% maior que no 1T09, somando R$ 1.547 milhões no ano.

Release. Resultados. Destaques. RECEITA LÍQUIDA: R$ 876 milhões no 2T09, 30% maior que no 1T09, somando R$ 1.547 milhões no ano. Release Resultados Cyrela anuncia lucro líquido de R$ 157 milhões, 56% maior que no 1T09 e 67% maior que no Margem EBITDA atinge 23,9%, 4,7 p.p. superior à do CYRE3 (13/08/2009) Nº. de Ações: 368.533.411

Leia mais

Apresentação dos resultados do 2T09 & 1S09. Agosto/2009

Apresentação dos resultados do 2T09 & 1S09. Agosto/2009 Apresentação dos resultados do 2T09 & 1S09 Agosto/2009 Destaques 2T09 & 1S09 DESTAQUES OPERACIONAIS 2T09 VENDAS CONTRATADAS LÍQUIDAS PRO RATA PDG REALTY DE R$710 MILHÕES, REPRESENTANDO UM CRESCIMENTO DE

Leia mais

Wave Rio de Janeiro - RJ Lançado emsetembro/2011. Apresentação Institucional Novembro 2011

Wave Rio de Janeiro - RJ Lançado emsetembro/2011. Apresentação Institucional Novembro 2011 Wave Rio de Janeiro - RJ Lançado emsetembro/2011 Apresentação Institucional Novembro 2011 Agenda Cyrela em resumo Setor Imobiliário Brasileiro Atividades recentes da Cyrela Indicadores Operacional e Financeiro

Leia mais

Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido

Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido VGV lançado aumentou em 132% no 3T07 e a Companhia revisa Guidance para

Leia mais

1T14. Apresentação de Resultados

1T14. Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados INFORMAÇÃO IMPORTANTE Este documento conte m considerac o es futuras referentes a s perspectivas do nego cio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e a s perspectivas

Leia mais

Apresentação Institucional. Novembro 2015

Apresentação Institucional. Novembro 2015 Apresentação Institucional Novembro 2015 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 3ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

3T12 PRÉVIA OPERACIONAL COMUNICADO AO MERCADO DIRECIONAL ALCANÇA RECORDE DE R$ 543 MILHÕES DE LANÇAMENTOS E R$ 558 MILHÕES DE VENDAS NO 3T12.

3T12 PRÉVIA OPERACIONAL COMUNICADO AO MERCADO DIRECIONAL ALCANÇA RECORDE DE R$ 543 MILHÕES DE LANÇAMENTOS E R$ 558 MILHÕES DE VENDAS NO 3T12. Belo Horizonte, 02 de outubro de 2012 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e

Leia mais

Resultados do 1T06 Teleconferência

Resultados do 1T06 Teleconferência Resultados do 1T06 Teleconferência 0 Considerações Iniciais AVISO - INFORMAÇÕES E PROJEÇÕES O material exibido é uma apresentação de informações gerais de antecedentes da Rossi Residencial S.A. na data

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T14

Divulgação de Resultados 3T14 Estoque Concluído: 5% do estoque total, um dos menores patamares do setor Estoque MCMV: 22% do estoque total, queda de 11 p.p. frente ao 2T14 Repasse/Desligamento: R$179 MM, 37% acima do 2T14 Landbank:

Leia mais

Análise dos Demonstrativos Contábeis I 1

Análise dos Demonstrativos Contábeis I 1 Análise dos Demonstrativos Contábeis I 1 Análise dos Demonstrativos Contábeis I 2 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 DADOS SOBRE A EMPRESA... 3 Histórico... 3 Perfil Corporativo... 4 ANÁLISE DOS DEMONSTRATIVOS CONTÁBEIS

Leia mais

Apresentação de Resultados do 2º trimestre de 2011. Agosto, 2011

Apresentação de Resultados do 2º trimestre de 2011. Agosto, 2011 Apresentação de Resultados do 2º trimestre de 2011 Agosto, 2011 2 Destaques Operacionais DESTAQUES OPERACIONAIS DO 2T11 & 1S11 2T11 LANÇAMENTOS PRO RATA PDG ALCANÇARAM R$2,05 BILHÕES NO 2T11, REPRESENTANDO

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009 1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados 14 de Maio de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

BTG Pactual XIII CEO Conference

BTG Pactual XIII CEO Conference BTG Pactual XIII CEO Conference Fevereiro 2012 Agenda Visão Geral Magazine Luiza Principais Eventos em 2011 Expectativas para 2012 2 Visão Geral Magazine Luiza Liderança de Mercado Uma das maiores redes

Leia mais

PDG Realty Apresentação Corporativa

PDG Realty Apresentação Corporativa PDG Realty Apresentação Corporativa AGENDA QUEM SOMOS; VISÃO GERAL; DIVERSIFICAÇÃO GEOGRÁFICA; RESULTADOS; EXPOSIÇÃO AO SEGMENTO ECONÔMICO; PROGRAMA "MINHA CASA MINHA VIDA; CONTATOS. 2 AGENDA QUEM SOMOS;

Leia mais

Resultados do Terceiro Trimestre de 2009 Relatório de Resultados e Informações Financeiras Suplementares

Resultados do Terceiro Trimestre de 2009 Relatório de Resultados e Informações Financeiras Suplementares Resultados do Terceiro Trimestre de 2009 Relatório de Resultados e Informações Financeiras Suplementares Gafisa Anuncia os Resultados do Terceiro Trimestre de 2009 --- Vendas atingiram R$800 milhões, um

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Av. Paulista -SP Eco s Natureza Clube- SP UP Residence Macaé (RJ) Porto Pinheiros- SP Terraço Empresarial Jd Sul - SP Set Cabral -Curitiba Connect Campos de Goytacazes(RJ) In

Leia mais

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores Resultados 3T10 e 9M10 12/11/2010 > Relações com Investidores 1 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO

ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO O estudo de viabilidade econômica para o setor de empreendimento imobiliário representa uma consultoria completa. Com ele será possível obter

Leia mais

Apresentação Unidas. Maio 2014

Apresentação Unidas. Maio 2014 Apresentação Unidas Maio 2014 Seção 1 Visão Geral da Unidas Visão Geral da Unidas 2ª maior empresa brasileira de aluguel de carros em frota total, com cobertura nacional em soluções para terceirização

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS. 3º Trimestre 2008

RESULTADOS BRASIL BROKERS. 3º Trimestre 2008 RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2008 2008 Brasil 2008 Brokers Brasil Brokers Todos os Direitos Todos os Reservados Direitos Reservados Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido

Leia mais

Apresentação Institucional. Maio de 2007

Apresentação Institucional. Maio de 2007 Apresentação Institucional Maio de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008 Apresentação de Resultados 1T08 19 de Maio de 2008 Agenda A Companhia Resultados Operacionais Resultados Financeiros 2 Operação Virtual Canal Lojas A Companhia Globex S.A. Globex Utilidades S.A.: operadora

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO PRÉVIA OPERACIONAL Belo Horizonte, 06 de outubro de 2011 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de preendimentos populares

Leia mais

Direcional Engenharia S.A.

Direcional Engenharia S.A. 1 Direcional Engenharia S.A. Relatório da Administração Exercício encerrado em 31 / 12 / 2007 Para a Direcional Engenharia S.A., o ano de 2007 foi marcado por recordes e fortes mudanças: registramos marcas

Leia mais

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010 Discussão dos Resultados 1T10 07 de Maio de 2010 0 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções

Leia mais

RICARDO BERZOINI Ministro de Estado do Trabalho e Emprego Presidente do Conselho Curador do FGTS

RICARDO BERZOINI Ministro de Estado do Trabalho e Emprego Presidente do Conselho Curador do FGTS CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO N 460, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2004 Estabelece diretrizes para a aplicação dos recursos e a elaboração das propostas orçamentárias do FGTS,

Leia mais

Reunião Pública APIMEC-SP

Reunião Pública APIMEC-SP Reunião Pública APIMEC-SP 15 de Dezembro de 2009 Agenda Quem somos Estratégia Segmentos de Mercado O nosso maior projeto Situação Econômico-Financeira Perspectivas Sustentabilidade Reunião Pública APIMEC-SP

Leia mais

Release de Resultados - 4T11 2011

Release de Resultados - 4T11 2011 Release de Resultados - 4T11 2011 Cyrela gera caixa operacional de R$ 130 milhões (1) no 4T11 São Paulo, 26 de março de 2012 - A Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações ( CBR ou Companhia

Leia mais

Gafisa Adquire AlphaVille Urbanismo Conferência Telefônica São Paulo, 03 de Outubro de 2006

Gafisa Adquire AlphaVille Urbanismo Conferência Telefônica São Paulo, 03 de Outubro de 2006 Gafisa Adquire AlphaVille Urbanismo Conferência Telefônica São Paulo, 03 de Outubro de 2006 Projetos AlphaVille AlphaVille Graciosa - PR AlphaVille Fortaleza - CE Vila dos Ingleses - MG AlphaVille Campinas

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Apresentação de Resultados do 3º trimestre de 2011. Novembro, 2011

Apresentação de Resultados do 3º trimestre de 2011. Novembro, 2011 Apresentação de Resultados do 3º trimestre de 2011 Novembro, 2011 2 Destaques & Eventos Recentes PDG é eleita melhor empresa da América Latina no Institutional Investor Awards 2011; Extensão do contrato

Leia mais

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO GARANTIA - TOTAL R$ 2010 % 2011 % %11/10. Prêmios Líquidos Emitidos R$ 260.843.284 100,0% R$ 313.271.

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO GARANTIA - TOTAL R$ 2010 % 2011 % %11/10. Prêmios Líquidos Emitidos R$ 260.843.284 100,0% R$ 313.271. MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS GARANTIA JAN A MAIO 2011 Esse foi um dos conjuntos que sofreram alterações em classificação de produtos. Pelo relatório da SUSEP passamos a ter somente dois ramos: Garantia

Leia mais

TELECONFERÊNCIA 4T08

TELECONFERÊNCIA 4T08 TELECONFERÊNCIA 4T08 5 de agosto de 2008 1 08/07 09/07 10/07 11/07 12/07 01/08 02/08 03/08 Cenário Preço de Commodities 04/08 05/08 06/08 07/08 08/08 Preço das Commodities 220.0 200.0 180.0 160.0 140.0

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012

Apresentação de Resultados 2T12. 10 de agosto de 2012 Apresentação de Resultados 2T12 10 de agosto de 2012 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

Divulgação de Resultados de 2007

Divulgação de Resultados de 2007 Divulgação de Resultados de 2007 Lançamentos totais de R$ 773,5 milhões em 2007 Rio de Janeiro, 12 de março de 2008 A CR2 Empreendimentos Imobiliários S.A. (Bovespa: CRDE3), anuncia os resultados do quarto

Leia mais

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 Aviso Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões.

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões. Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem

Leia mais

Resultados do 4T09 e 2009

Resultados do 4T09 e 2009 18 /03/2010 Resultados do 4T09 e 2009 Eduardo Alcalay Presidente Destaques do Ano MAIOR RENTABILIDADE Crescimento de EBITDA num cenário econômico desafiador Ganho de rentabilidade: crescimento de 21% no

Leia mais

CEO Conference Março 2009

CEO Conference Março 2009 CEO Conference Março 2009 Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações materiais

Leia mais

Encontro Nacional ABC e FNSHDU Diretoria de Crédito Imobiliário

Encontro Nacional ABC e FNSHDU Diretoria de Crédito Imobiliário Encontro Nacional ABC e FNSHDU Diretoria de Crédito Imobiliário As perspectivas do mercado Relevância do CI no desenvolvimento do país Mercado - RS bilhões * PIB - R$ bilhões (***) Crédito Imobiliário

Leia mais

Apresentação Resultados 1T09

Apresentação Resultados 1T09 Apresentação Resultados 1T09 São Paulo, 18 de maio de 2009 Contatos: Flávio Rocha Presidente da Riachuelo e Diretor de RI Tulio Queiroz Controller e Gerente de RI ri@riachuelo.com.br Esta apresentação

Leia mais

Reunião APIMEC com Analistas e Investidores. Novembro de 2007

Reunião APIMEC com Analistas e Investidores. Novembro de 2007 Reunião APIMEC com Analistas e Investidores Novembro de 2007 Agenda 1. Visão Geral Luis Largman Dir. Financeiro e RI 2. Incorporação em SP Ubirajara Freitas Dir. Incorporação SP 3. Living Antônio Guedes

Leia mais

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio.

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 3º TRIMESTRE DE 200 Teleconferência Português 13 de Novembro de 200 11:00 (Horário de Brasília) 09:00 (East Time) Tel.: +55 11 2188-0188 Replay: +55 11 2188-0188 Código: MULTIPLAN

Leia mais

SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012

SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012 SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012 1 SEGURO RISCOS RURAIS Esse estudo tomou por base dados oficiais gerados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, IBGE e pela SUSEP (Superintendência

Leia mais

Prévia Operacional 3T14

Prévia Operacional 3T14 Estoque Concluído: 5 do estoque total, um dos menores patamares do setor Estoque MCMV: 22 do estoque total, queda de 11 p.p frente ao 2T14 Repasse/Desligamento: R$179 MM, 37 acima do 2T14 São Paulo, 15

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011 3º Trimestre 2011 Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou

Leia mais

Evolução do PIB Brasileiro x PIB da Construção Civil (%)

Evolução do PIB Brasileiro x PIB da Construção Civil (%) o Margem Bruta atinge 42% no 3T07 e distribuição de proventos chega a R$ 40 milhões nos 9M07. 3T07 Cotação (31/10/07) ETER3 R$/ação 8,46 US$/ação 4,83 Base Acionária (31/10/07) Total 72.555.934 Free Float

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10

Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10 Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10 EcoRodovias A EcoRodovias é uma das maiores empresas de infraestrutura logística integrada do Brasil, cujo foco é operar ativos de logísticas intermodal, concessões

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007 Apresentação Institucional Segundo Trimestre de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de

Leia mais

Evento CBIC. Brasília, 27 de Setembro de 2012

Evento CBIC. Brasília, 27 de Setembro de 2012 Evento CBIC Brasília, 27 de Setembro de 2012 Grandes Números: Perspectivas, BB e Mercado Grandes números e perspectivas BB 16% do PIB 33% 4,7% do PIB R$ 1,3 Tri 13% 11% 157% Crescimento anual de R$ 85

Leia mais

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006 7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa 21 e 22 de agosto de 2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

APRESENTAÇÃO PARA INVESTIDORES 1T08

APRESENTAÇÃO PARA INVESTIDORES 1T08 APRESENTAÇÃO PARA INVESTIDORES 1T08 Agenda Visão Geral e Desempenho Consolidado Editora Saraiva Livraria Saraiva 2 Governança Corporativa Nível 2 de Governança Corporativa da Bovespa Primeira empresa no

Leia mais

A construção civil no cenário nacional

A construção civil no cenário nacional A construção civil no cenário nacional Índice 1- Potencial do Setor da Construção Civil População Demanda Financiamento e taxa de juros Crescimento econômico 2- Setor de Construção Civil na bolsa de valores

Leia mais

Construção Civil, Habitação e Programa Minha Casa Minha Vida

Construção Civil, Habitação e Programa Minha Casa Minha Vida Construção Civil, Habitação e Programa Minha Casa Minha Vida Ministro Paulo Bernardo Brasília - DF, outubro de 2009 Sumário 1. Situação recente do setor da construção civil 2. Medidas já adotadas pelo

Leia mais

Resultados do 4T05 e do ano de 2005

Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Teleconferência 24/03/2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Informações de Mercado. 15 de maio de 2013

Informações de Mercado. 15 de maio de 2013 Informações de Mercado 15 de maio de 2013 Informações de Mercado Relevância do CI no desenvolvimento do país (*) Projeções Banco do Brasil (**) Projeção da ABECIP até 2015 e estimativa Dimob até 2016 (***)

Leia mais

10 Anos de Transmissão das Reuniões APIMEC pela Internet

10 Anos de Transmissão das Reuniões APIMEC pela Internet Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia. As palavras "antecipa",

Leia mais

Reunião de Instalação do Conselho Consultivo do Ramo Habitacional

Reunião de Instalação do Conselho Consultivo do Ramo Habitacional Organização das Cooperativas Brasileiras Reunião de Instalação do Conselho Consultivo do Ramo Habitacional Brasilia, 26 de Agosto de 2009 Premissas: - Implementação do Plano Nacional de Habitação; - Aumento

Leia mais

3T07 Resultados. 19 de Novembro de 2007. Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI

3T07 Resultados. 19 de Novembro de 2007. Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI 3T07 Resultados 19 de Novembro de 2007 Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI Visão estratégica do setor Mercado imobiliário em forte expansão em função de oferta crescente de crédito, prazos mais longos

Leia mais

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores Resultados 4T12 e 2012 Relações com Investidores Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e suposições de

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 4T13

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 4T13 Lançamentos consolidados atingem R$ 1,6 bilhão no trimestre, uma expansão de 9% ante o 4T12 Vendas Líquidas alcançam R$ 1,3 bilhão, reportando uma evolução de 45% em comparação ao ano anterior PARA DIVULGAÇÃO

Leia mais

CARTA DE GESTÃO Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário

CARTA DE GESTÃO Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário Prezado(a) investidor(a), É com satisfação que apresentamos o relatório do administrador do referente ao período de Janeiro e Junho de 2013. 1. Constituição, Objetivos e Início das Operações O foi constituído

Leia mais

O mercado imobiliário no Rio de Janeiro

O mercado imobiliário no Rio de Janeiro O mercado imobiliário no Rio de Janeiro Índice 1- Potencial do Setor Imobiliário População Demanda Financiamento e taxa de juros 2- Mercado do Rio de Janeiro Evolução do Setor Grandes Investimentos Programa

Leia mais

PDG Realty aumenta para 70% sua participação na Goldfarb

PDG Realty aumenta para 70% sua participação na Goldfarb PDG Realty aumenta para 70% sua participação na Goldfarb Relações com Investidores: Michel Wurman Diretor de Relações com Investidores João Mallet Gerente de Relações com Investidores Telefone: (21) 3504

Leia mais

LOPES Adquire a ROYAL, Maior Imobiliária do Distrito Federal*

LOPES Adquire a ROYAL, Maior Imobiliária do Distrito Federal* LOPES Adquire a ROYAL, Maior Imobiliária do Distrito Federal* * Em volume de vendas ri@lopes.com.br www.lopes.com.br/ri Aviso Importante Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de

Leia mais