Apresentação Institucional

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação Institucional"

Transcrição

1 Apresentação Institucional

2 Agenda Dinâmica do Setor Imobiliário Estrutura Societária Modelo de Negócio Diferenciado Diversificação Geográfica e de Mercado Histórico de Resultado Operacional Futuros Projetos Histórico de Resultado Financeiro Anexos 2

3 Dinâmica Setorial Demanda Latente(*) Número de Unidades Investimento ( ) Investimento (por ano) Redução do Déficit Habitacional 1,63 MM R$43,2 Bilhões R$10,8 Bilhões Mudança de residência 5,25 MM R$417,5 Bilhões R$104,4 Bilhões Total 6,88 MM R$460,62 Bilhões R$115,2 Bilhões * Fonte FGV Evolução dos financiamentos totais (SBPE + FGTS) R$ MM** % FGTS SBPE S07 1S08 ** Fonte: ABECIP e CBIC 3

4 Estrutura Societária Grupo Camargo Corrêa: 65,5% 100% 14,3% 65,5% 34,5% 44,1% 17,9% 1,1% 5,8% 4,5% 100% 81% Sociedades de Propósito Específico 39,3% 100% 68 anos de operação Liderança em diversos mercados Presença nacional e internacional Governança Corporativa Solidez Financeira Cultura orientada para resultado Disciplina de capital 4

5 Modelo de Negócio Diferenciado Modelo Específico por Segmento Disciplina de Capital Linha de Financiamento 5

6 Modelo Específico por segmento Baixa Renda Outros Residencial Comercial PRODUTO PRODUTO Residencial e Lotes Residencial, Comercial e Lotes Prédios - Estado da Arte CONSTRUÇÃO CONSTRUÇÃO Estrutura Própria de Construção Construção terceirizada (PMG) Construção Própria / Consórcio VENDAS VENDAS Estrutura Própria de vendas Corretores terceirizados Terceirização Especializada COMPRA DE COMPRA DE TERRENOS TERRENOS Principalmente em dinheiro Permuta, principalmente financeira Permuta FINANCIAMENTO FINANCIAMENTO Financiamento a Construção e a Clientes a partir do Lançamento Financiamento a construção desde o lançamento. Financiamento de cliente pós-chave Não disponível CICLO DE CICLO DE NEGÓCIO NEGÓCIO 18 a 24 meses 36 meses 30 meses RETORNO RETORNO Margem Bruta: 25% to 30% TIR (Caso Básico): 50% Margem Bruta: 25% to 30% TIR (Caso Básico): 30% Margem Bruta: 35% to 40% TIR (Caso Básico): 30% Caso Básico vendas de 50% na planta, permuta física e sem alavancagem 6

7 Disciplina de Capital Aquisição de Terrenos em Permuta Menor compromisso de caixa Menor custo de carregamento Mitigação dos Riscos Financiamento de Construção Financiamento em preço e condições atrativas Risco diversificado (garantias reais) Relação com os maiores Bancos Brasileiros Repasse de Recebíveis Sem risco de crédito do consumidor Securitização a valor de face 100% recebido após a entrega das chaves Alavancagem Financeira 8%-9% Exposição máxima de capital por projeto (sobre VGV total) IPO (líq.) : R$454MM Baixa Exposição: Lançamentos Previstos >R$5Bilhões Sem necessidade de capital (material) no curto prazo 7

8 Linha de Financiamento Protocolo de Intenções CEF / CCDI: R$2,2 bilhões serão destinados ao financiamento de unidades, a serem desenvolvidas pela HM Engenharia, com valores de até R$ por unidade. R$2,0 bilhões serão destinados ao financiamento de unidades residenciais desenvolvidas pela CCDI, com preço máximo de R$ cada. 8

9 Diversificação Geográfica e de Mercado Banco de Terrenos Baixa Renda: HM 9

10 Banco de Terrenos Junho/2008 Escritório regional a partir de 2008 Banco de Terrenos (0,6%) VGV Total: R$10,2 bilhões PE Escritório regional Banco de terrenos (1,2%) Escritório a partir de 2008 Banco de terrenos (2,3%) PR SP MG RJ ES Escritório regional Edifício Comercial AAA Banco de terrenos (2,0%) Litoral Escritório regional Banco de terrenos (1,6%) Sede Administrativa Lançamentos a partir de 2003 Banco de terrenos (92,3%) Interior 11% 7% Região Metropolitana 32% 43% São Paulo 10

11 Diversificação do Banco de Terrenos VGV Total: R$10,2 bilhões Diversificação por Segmento (%) Diversificação por Faixa de Renda (%) 2% 2% 11% 11% 39% 87% 35% 14% Residencial Comercial Lotes 11 Baixa Renda e Econômico Médio e Médio-Alto Alto e Altíssimo Lotes Comercial (Triple A e Conjuntos)

12 Atuação em Baixa Renda: HM Estratégia Iniciar operações no segmento de baixa renda com escala, por meio da aquisição da HM Razão da escolha da HM Vasta e comprovada atuação Banco de Terrenos Consolidado Forte parceria com a CEF e outras instituições financeiras MAIS DE UNIDADES CONSTRUÍDAS Unidades lançadas em 2006* Araçatuba São José do Rio Preto Votuporanga Catanduva Bauru Marilia Botucatu Assis São Carlos Campinas Sorocaba Jundiaí Piracicaba Barretos Ribeirão Preto Franca Catanduva São Paulo Após sua aquisição pela CCDI, a HM já lançou R$197,7 milhões em VGV (100% dos projetos) TENDA MRV HM ENGENHARIA * Fonte: Prospectos das Empresas 12

13 Histórico de Resultado Operacional Lançamentos Vendas Lajes Corporativas 13

14 Lançamentos (R$ MM) Evolução dos Lançamentos (R$ Milhões) * Até Junho/2008 ~ Guidance 2008 por Faixa de Renda ~ % 25% E* 2009E Escritórios AAA 15% Médio 35% Baixa Renda e Econômico Médio-alto, Alto e Luxo Lançamentos por Região Guidance 2008 por Segmentos São Paulo SP Região Metropolitana Litoral (SP) % 10% 25% Interior (SP) Rio de Janeiro % 67% % 10% 41% 10% 14% 19% 20% % 23% 21% 40% 25% Comercial São Paulo (Capital) São Paulo (RMSP, Lit. e Int.) Outros Estados S08 14

15 Vendas Vendas Contratadas (R$MM) Vendas por Segmento 1S08 (%) 676,7 185,7 31% Baixa Renda e Econômico 32% Médio Médio-Alto, Alta e Luxo Comercial 383,8 21% 16% Vendas por Localização 1S08 (%) 176,8 171,2 491,0 43% 12% 11% 34% SP (RMSP) São Paulo Litoral (SP) Interior (SP) Rio de Janeiro S08 25% Ventura Corporate Towers Fase 1 15

16 Velocidade de Vendas A Venda sobre Oferta (VSO) é o índice que mede o volume de vendas sobre o volume financeiro de unidades à venda. Indicador 2T08 2T07 1S08 1S07 A Vendas Contratadas (R$) * B Estoque Total Inicial (R$) * * * C Lançamentos no Período (R$) * * A/(B+C) Velocidade de Vendas (VSO) 26,04% 19,33% 39,07% 31,29% * Desconsidera Ventura Corporate Towers Fase 1 e/ou Fase 2 A Velocidade de Vendas (VV) é a razão entre o que foi vendido em um determinado período e o que foi lançado no mesmo período. Indicador 2T08 2T07 1S08 1S07 A Vendas Contratadas (R$) * B Lançamentos no Período (R$) * * A/B Velocidade de Vendas (VV) 185,19% 31,11% 125,09% 52,82% * Desconsidera Ventura Corporate Towers Fase 1 e/ou Fase 2 16

17 Velocidade de Vendas A Velocidade de Vendas Média (SoS)é uma aproximação utilizada pelo Mercado para verificar qual o volume médio de vendas por mês, dada uma série histórica, e a velocidade de giro do estoque, dada esta mesma velocidade média. Indicador 2T08 2T07 A VGV Lançado (últimos 18 meses) * B Meses de lançamento (para venda) 7,7 5,8 Vendas unidades (ano anterior) Vendas unidades (semestre corrente) C Vendas por mês (R$) (C*12)/A Velocidade de Vendas Média (SoS) 79,13% 63,43% A/C Giro de Estoque 15,16 18,92 * Desconsidera Ventura Corporate Towers Fase 1 e/ou Fase 2 17

18 Vendas Varejo Preço Médio das Unidades Lançadas (R$ MM) Preço Médio das Unidades Vendidas (R$ MM) 498,2 598,0 278,8-68% 350,0-69% 158,9 187, S S08 18

19 Lajes Corporativas Ventura Corporate Towers Fase 1 Lançamento: junho, 2006 Localização: Centro do Rio de Janeiro Área Útil Construída: m² Venda: Venda da Opção de Venda para investidores em 21 de dezembro de 2007 por R$ 20,0 milhões. Exercício da opção em 21 de Janeiro de 2007, após due dilligence, pagos R$422,1 milhões Ventura Corporate Towers Fase 2 Lançamento: Junho/2007 Área Útil: m² VGV: R$480,0 milhões Parte CCDI: 50% Construção: Iniciada Venda: Em negociação 19

20 Futuros Projetos Projeto Caieiras Projeto Paulista Projeto Viol 20

21 Projeto Caieiras m² de terreno localizado em Caieiras. Região Metropolitana de São Paulo 19 km do centro de São Paulo Acesso amplo, fácil e rápido (CPTM linha A - e principais rodovias) Valor Geral de Venda: De R$ 2,5 bilhões até R$ 3,0 bilhões Residencial e comercial unidades Segmento econômico (unidades entre R$ 70 e R$ 200 mil cada) Forma de aquisição R$ 28 milhões em dinheiro Saldo em permuta financeira 21

22 Projeto Caieiras 22

23 Projeto Caieiras Caieiras tem a menor densidade demográfica da região metropolitana de São Paulo; num raio de 30 km: Cidades São Paulo - Centro Santo André e São Caetano do Sul Guarulhos Taboão da Serra São Bernardo do Campo Alphaville Ferraz de Vasconcelos Caieiras Densidade Populacional hab/km² hab/km² hab/km² hab/km² hab/km² hab/km² hab/km² 780 hah/km² 23

24 Projeto Preliminar 24

25 Paulista Localização: Avenida Paulista São Paulo Terreno: m² Potencial de Construção: ~ m² Projeto: Shopping + Edifício Comercial AAA Parte CCDI: 50% VGV: R$450 milhões 25

26 VIOL Localização: Vila Olímpia, São Paulo VGV: R$1,0 bilhão (parte CCDI) Terreno: ~ m² Potencial de Construção: ~ m² Projeto ainda sob design e ajustes finais 26

27 VIOL 27

28 Histórico de Resultado Financeiro Performance Financeira Parceiros 28

29 Performance Financeira Receita Líquida (R$MM) 297,1% 339,8 Lucro Bruto (R$MM) 184,6% 533,3% 129,5 10,5 30,0 20,4 2T07 2T08 1S07 1S08 Margem Bruta (%) 152,1% +14,2 p.p. 104,0 85,6 25,5% +3,3 p.p. 28,8% 23,9% 38,1% 41,3 2T07 2T08 1S07 1S T07 2T08 1S07 1S08

30 Reconciliação de Margem A CCDI contabiliza o custo do terreno adquirido em permuta como COGS. Para o mesmo projeto, a margem bruta reconhecida varia em 600 bps. CCDI Projeto Típico Concorrentes Receita Líquida $100 Custos de Construção e outros $50 Custos do terreno $15 Lucro Bruto $35 Receita Líquida $85 Custos de Construção e outros $50 Lucro Bruto $35 Margem Bruta 35% Margem Bruta 41% 30

31 Performance Financeira Lucro Líquido (R$MM) 76,3 EBITDA Ajustado (R$MM) 72,7 197,9% 2,7 8,2 5,4-10,1 2T07 2T08 1S07 1S08-2,9-0,8 2T07* 2T08 1S07* 1S08 Margem Líquida (%) Margem EBITDA ajustado (%) +1,1 p.p. 22,5% +22,3 p.p. 6,7% 7,8% +34,3 p.p. +12,2 p.p. 5,2% 21,4% -11,8% -7,0% -0,9% 2T07 2T08 1S07 1S08 2T07* 2T08 1S07* 1S08 31 *Ajustado às despesas do IPO

32 Performance Financeira Receita de Venda de Imóveis a Apropriar (R$ milhões) 164,5% Resultado de Venda de Imóveis a Apropriar (R$ milhões) 195,1% 570,1 726,6 27,5% 164,2 26,0% 206,9 274,7 70,1 2T07 1T08 2T08 2T07 1T08 2T08 Margem sobre Venda de Imóveis a Apropriar (%) +3,0 p.p. 25,5% 28,8% -0,3 p.p. 28,5% 2T07 1T T08

33 Performance Financeira Endividamento (R$ Milhões) 2T08 1T08 2T07 (+) Empréstimos e Financiamentos - Curto Prazo (91,8) (71,0) (12,4) (+) Empréstimos e Financiamentos - Longo Prazo (2,6) (0,7) (28,5) (=) Dívida Bruta (94,3) (71,7) (40,9) (+) Disponíveis e Títulos e Valores Mobiliários 202,4 264,5 355,9 (=) Caixa Líquido 108,1 192,8 315,0 Alavancagem (%) 30/06/ /12/2008 (E) Dívida Bruta (94,3) (141,0) Patrimônio Líquido 695,1 695,1 % Alavancagem 13,6% 20,3% 33

34 Performance Acionária: Evolução do Preço da Ação x Volume Base Acionária 30,0 12,0 24,9% 27,6% Volume (R$ Milhões) 20,0 10,0 9,0 Preço da Ação (R$) 47,5% Locais Internacionais Pessoas Físicas - 28/09/07 29/11/07 31/01/08 01/04/08 30/05/08 28/07/08 6,0 34

35 Balanço Patrimonial ATIVO 30/06/ /06/2007 PASSIVO 30/06/ /06/2007 Circulante Circulante Caixa, Bancos e títulos Financiamento para Construção Imóveis a Comercializar Fornecedores e Contas a Pagar Outros Créditos Outros Total do Ativo Circulante Total do Passivo Circulante Não Circulante Não Circulante Realizável a Longo Prazo Financiamento para Construção Imóveis a Comercializar Fornecedores e Contas a Pagar Outros Créditos Outros Investimentos Total do Passivo não Circulante Imobilizado Intangível Participação de Minoritários Total do Ativo não Circulante Patrimônio Líquido TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO

36 Demonstração de Resultados DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS CONSOLIDADO 2T08 2T07 RECEITA BRUTA DE VENDAS E/OU SERVIÇOS DEDUÇÃO DA RECEITA BRUTA (3.932) (1.637) RECEITA LÍQUIDA DE VENDAS E/OU SERVIÇOS CUSTO DE BENS E/OU SERVIÇOS PRESTADOS (74.027) (30.714) LUCRO BRUTO (DESPESAS) RECEITAS OPERACIONAIS (26.785) (14.564) Com Vendas (4.529) (2.418) Gerais e Administrativas (22.256) (12.146) Despesas Gerais e Administrativas (19.322) (11.141) Outras Despesas Operacionais - IPO - (957) Outras receitas operacionais - - Outras Despesas Operacionais (2.934) (48) (PREJUÍZO) LUCRO OPERACIONAL ANTES DO RES. FINANC (4.026) RESULTADO FINANCEIRO Receitas Financeiras Despesas Financeiras (4.381) (1.899) RECEITA E (DESPESA) NÃO OPERACIONAL LÍQUIDA 53 3 RESULTADO ANTES TRIBUTAÇÃO / PARTICIPAÇÕES IR E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL (106) (3.156) PARTICIPAÇÕES MINORITÁRIAS 50 - LUCRO / PREJUÍZO DO PERÍODO ,7%

37 Fluxo de Caixa DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA (R$ Mil) 30/06/ /06/2007 LUCRO LÍQUIDO NO PERÍODO (10.103) Despesas e receitas que não afetam as disponibilidades (87) Variações nos ativos e passivos operacionais (75.435) ( ) CAIXA (UTILIZADO NAS) GERADO PELAS ATIVIDADES OPERACIONAIS ( ) CAIXA (UTILIZADO NAS) GERADO PELAS ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS (47.182) (2.886) CAIXA GERADO PELAS ATIVIDADES DE FINANCIAMENTOS Aumento em caixa e equivalentes (6.742) Caixa e equivalentes no início do exercício CAIXA E EQUIVALENTES NO FIM DO PERÍODO

38 Contato Apresentador Informação de Contato Paulo Mazzali Paulo Mazzali Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Fernando Bergamin Gerente de Relações com Investidores Rua Funchal, 160 9º andar Vila Olímpia São Paulo SP Brasil CEP: Tel: (55 11) Fax: (55 11) Este relatório contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário. Estas são apenas projeções e, como tal, baseiam-se exclusivamente nas expectativas da administração da Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário em relação ao futuro do negócio e seu contínuo acesso a capital para financiar o plano de negócios da Companhia. Tais considerações futuras dependem, substancialmente, de mudanças nas condições de mercado, regras governamentais, pressões da concorrência, do desempenho do setor e da economia brasileira, entre outros fatores, além dos riscos apresentados nos documentos de divulgação arquivados pela Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário e estão, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio.. 38

39 Anexos Fluxos dos Projetos Residenciais Segmentos de Atuação 39

40 Fluxos Projetos Residenciais Reconhecimento de Receita - Baixa Renda Fluxo de Caixa Projeto Baixa Renda 100% Velocidade de Vendas Curva de Custos % % Reconhecimento de Receita - Outros Fluxo de Caixa Outros 100% Velocidade de Vendas Curva de Custos 0% %

41 Projetos HM Engenharia 41

42 Segmento Econômico Primeira projeto de parceria entre CCDI e HM. Em 45 dias, 70% vendido 876 unidades lançadas em Janeiro e Março. Julho/2008: 90% vendido 42

43 Prêmio Top Imobiliário - Innova Top Imobiliário: Prêmio Performance em Vendas, na edição O projeto foi inteiramente vendido em 50 dias (868 unidades). Localização: Osasco, Grande São Paulo Lançamento: Dezembro/2007 (1ª e 2ª fases), Fev/08 (3ª fase) e Mar/08 (4ª fase) VGV total: R$230,0 milhões Participação CCDI: 50% Terreno: m² Área útil: m² Unidades: Apartamentos: 50 m², 55 m² e 65 m² 43

44 Segmentos Alto e Altíssimo EMPREENDIMENTOS ENTREGUES 44

45 Segmentos Alto e Altíssimo 45

46 Segmentos Alto e Altíssimo 70% vendido no lançamento; 85% vendido atualmente 40% vendido em 30 dias após o lançamento 46

47 Comercial Pequenos Escritórios Projeto na Avenida Faria Lima, 70% vendido em um trimestre 95% vendido em 1 mês 47

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho 2009 Apoio Corporativo Áreas de Atuação Companhias Abertas 65,5% Incorporação 5,8% Aço 28,4% Energia Geração & Distribuição 68 anos de operação; Liderança em diversos mercados;

Leia mais

Reunião Pública APIMEC-SP

Reunião Pública APIMEC-SP Reunião Pública APIMEC-SP 15 de Dezembro de 2009 Agenda Quem somos Estratégia Segmentos de Mercado O nosso maior projeto Situação Econômico-Financeira Perspectivas Sustentabilidade Reunião Pública APIMEC-SP

Leia mais

PRINCIPAIS DESTAQUES 2T08 E 1S08

PRINCIPAIS DESTAQUES 2T08 E 1S08 Para divulgação imediata São Paulo, 6 de Agosto de 2008. A Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário S.A. (Bovespa: CCIM3 - NM), uma das líderes brasileiras no setor de incorporação residencial e comercial,

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Julho/2008 Agenda Dinâmica do Setor Imobiliário Estrutura Societária e Marca Modelo de Negócio Diferenciado Diversificação Geográfica e de Mercado Histórico de Resultado Operacional

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Av. Paulista -SP Eco s Natureza Clube- SP UP Residence Macaé (RJ) Porto Pinheiros- SP Terraço Empresarial Jd Sul - SP Set Cabral -Curitiba Connect Campos de Goytacazes(RJ) In

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Resultados do 1T06 Teleconferência

Resultados do 1T06 Teleconferência Resultados do 1T06 Teleconferência 0 Considerações Iniciais AVISO - INFORMAÇÕES E PROJEÇÕES O material exibido é uma apresentação de informações gerais de antecedentes da Rossi Residencial S.A. na data

Leia mais

Teleconferência 16/05/2011

Teleconferência 16/05/2011 Teleconferência Resultados 1T11 16/05/2011 2 PALESTRANTES IAN MONTEIRO DE ANDRADE Diretor de Finanças e Relações com Investidores MAURÍCIO TAVARES BARBOSA Diretor de Incorporação (Diretor Presidente interino)

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores Resultados 3T10 e 9M10 12/11/2010 > Relações com Investidores 1 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e

Leia mais

Apresentação Institucional. Maio de 2007

Apresentação Institucional. Maio de 2007 Apresentação Institucional Maio de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários

Leia mais

Apresentação Resultados 1T09

Apresentação Resultados 1T09 Apresentação Resultados 1T09 São Paulo, 18 de maio de 2009 Contatos: Flávio Rocha Presidente da Riachuelo e Diretor de RI Tulio Queiroz Controller e Gerente de RI ri@riachuelo.com.br Esta apresentação

Leia mais

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007 Apresentação Institucional Segundo Trimestre de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 3T15

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 3T15 PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 3T15 No 3T15, lançamentos consolidados atingem R$606,8 milhões, com vendas brutas de R$682,0 milhões. As vendas líquidas encerraram o 3T15 em R$492,8 milhões, alcançando

Leia mais

Apresentação dos Resultados de 2T07. 15 de agosto de 2007

Apresentação dos Resultados de 2T07. 15 de agosto de 2007 Apresentação dos Resultados de 2T07 15 de agosto de 2007 1 Equipe da Cyrela Brazil Realty Diretor Presidente Elie Horn Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Luis Largman Diretor de Controle

Leia mais

Divulgação de Resultados de 2007

Divulgação de Resultados de 2007 Divulgação de Resultados de 2007 Lançamentos totais de R$ 773,5 milhões em 2007 Rio de Janeiro, 12 de março de 2008 A CR2 Empreendimentos Imobiliários S.A. (Bovespa: CRDE3), anuncia os resultados do quarto

Leia mais

VENDAS CONTRATADAS SOMAM R$192,9 MILHÕES

VENDAS CONTRATADAS SOMAM R$192,9 MILHÕES PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA: São Paulo, 15 de abril de 2010: A CAMARGO CORRÊA DESENVOLVIMENTO IMOBILIÁRIO ( CCDI ou Companhia ; Bovespa: CCIM3) anuncia seus resultados operacionais referentes ao primeiro

Leia mais

2T14 & 1S14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS

2T14 & 1S14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS & APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS INFORMAÇÃO IMPORTANTE Este documento conte m considerac o es futuras referentes a s perspectivas do nego cio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e a s perspectivas

Leia mais

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008 4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados 13 de Fevereiro de 2008 Aviso Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada.

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada. Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011 3º Trimestre 2011 Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou

Leia mais

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9. Destaques

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9. Destaques Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9 Receita Líquida¹ no 1T16 atinge R$69,6 milhões, alta de 24,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior

Leia mais

Prévia Operacional 1º Trimestre de 2015

Prévia Operacional 1º Trimestre de 2015 PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 1T15 No 1T15, lançamentos consolidados atingem R$313,6 milhões, com vendas brutas de R$604,5 milhões. Encerrando o 1T15 com vendas líquidas de R$423,3 milhões. PARA DIVULGAÇÃO

Leia mais

BTG Pactual XIII CEO Conference

BTG Pactual XIII CEO Conference BTG Pactual XIII CEO Conference Fevereiro 2012 Agenda Visão Geral Magazine Luiza Principais Eventos em 2011 Expectativas para 2012 2 Visão Geral Magazine Luiza Liderança de Mercado Uma das maiores redes

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO Belo Horizonte, 04 de abril de 2012 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e atuação

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO

ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO ESTUDO DE VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRO MERCADO IMOBILIÁRIO O estudo de viabilidade econômica para o setor de empreendimento imobiliário representa uma consultoria completa. Com ele será possível obter

Leia mais

Resultados do 4T09 e 2009

Resultados do 4T09 e 2009 18 /03/2010 Resultados do 4T09 e 2009 Eduardo Alcalay Presidente Destaques do Ano MAIOR RENTABILIDADE Crescimento de EBITDA num cenário econômico desafiador Ganho de rentabilidade: crescimento de 21% no

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS (R$ MILHÕES) 3T13 3T14 Var.% 9M13 9M14 Var.% RECEITA LÍQUIDA 315,8 342,8 8,5% 858,4 937,5 9,2% EBITDA AJUSTADO¹ 67,1 78,3 16,7% 157,5

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008 Apresentação de Resultados 1T08 19 de Maio de 2008 Agenda A Companhia Resultados Operacionais Resultados Financeiros 2 Operação Virtual Canal Lojas A Companhia Globex S.A. Globex Utilidades S.A.: operadora

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

Resultados 2T13 e 1S13

Resultados 2T13 e 1S13 Resultados 2T13 e 1S13 Relações com Investidores RSID3: R$ 2,87 por ação OTC: RSRZY Total de ações: 428.473.420 Valor de mercado: R$ 1,3 bilhão Teleconferência 15 de Agosto de 2013 Em Português com Tradução

Leia mais

Resultados do 4T05 e do ano de 2005

Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Teleconferência 24/03/2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 São Paulo, 25 de fevereiro de 2005 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia hoje seus

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO PRÉVIA OPERACIONAL Belo Horizonte, 06 de outubro de 2011 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de preendimentos populares

Leia mais

Resultados 2T08 15 DE AGOSTO DE 2008

Resultados 2T08 15 DE AGOSTO DE 2008 Apresentação Resultados 2T08 15 DE AGOSTO DE 2008 Participantes Jorge Cury - Diretor Presidente Marco Mattar - Diretor Vice Presidente Financeiro e Diretor Técnico Rebeca Ouro-Preto - Diretora de Relações

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 4T13

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 4T13 Lançamentos consolidados atingem R$ 1,6 bilhão no trimestre, uma expansão de 9% ante o 4T12 Vendas Líquidas alcançam R$ 1,3 bilhão, reportando uma evolução de 45% em comparação ao ano anterior PARA DIVULGAÇÃO

Leia mais

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias 2 Nota Importante Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Guararapes

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1)

Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1) Release de Resultados - 3T11 9M11 Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1) São Paulo, 09 de novembro de 2011 - A Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações ( CBR ou Companhia ou

Leia mais

1T14. Apresentação de Resultados

1T14. Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados INFORMAÇÃO IMPORTANTE Este documento conte m considerac o es futuras referentes a s perspectivas do nego cio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e a s perspectivas

Leia mais

Resultados 2T10. Villa Flora Segmento Econômico

Resultados 2T10. Villa Flora Segmento Econômico Resultados 2T10 Villa Flora Segmento Econômico 1 Resultados 2T10 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base

Leia mais

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015 POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15 17 de agosto de 2015 Seção I Destaques & Conjuntura Positivo Informática registra crescimento de 3,1% na receita líquida no varejo no 2T15 Mesmo em um trimestre de

Leia mais

Gafisa Adquire AlphaVille Urbanismo Conferência Telefônica São Paulo, 03 de Outubro de 2006

Gafisa Adquire AlphaVille Urbanismo Conferência Telefônica São Paulo, 03 de Outubro de 2006 Gafisa Adquire AlphaVille Urbanismo Conferência Telefônica São Paulo, 03 de Outubro de 2006 Projetos AlphaVille AlphaVille Graciosa - PR AlphaVille Fortaleza - CE Vila dos Ingleses - MG AlphaVille Campinas

Leia mais

Apresentação Corporativa. Dezembro/2010 > Relações com Investidores

Apresentação Corporativa. Dezembro/2010 > Relações com Investidores Apresentação Corporativa Dezembro/2010 > Relações com Investidores Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio.

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 3º TRIMESTRE DE 200 Teleconferência Português 13 de Novembro de 200 11:00 (Horário de Brasília) 09:00 (East Time) Tel.: +55 11 2188-0188 Replay: +55 11 2188-0188 Código: MULTIPLAN

Leia mais

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 Aviso Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Helbor Empreendimentos

Helbor Empreendimentos Helbor Empreendimentos Aviso Legal Esta apresentação pode conter certas afirmações que expressam expectativas, crenças e previsões da administração da Helbor sobre eventos ou resultados futuros. Tais afirmações

Leia mais

Apresent n a t çã ç o o d a M ul u t l i t p i la l n Março 2009

Apresent n a t çã ç o o d a M ul u t l i t p i la l n Março 2009 Apresentação da Multiplan Março 2009 Quem Somos Shopping Centers de Qualidade Aluguel Mesmas Lojas 3T08 (R$/m² ) Liderança no Setor (R$ milhões) 3T08 +48% 244 +5% 232 111 BRMalls Multiplan Iguatemi 89

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010 Discussão dos Resultados 1T10 07 de Maio de 2010 0 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 29 de outubro de 2015

Teleconferência de Resultados 3T15. 29 de outubro de 2015 Teleconferência de Resultados 3T15 Exoneração de Responsabilidade As eventuais declarações que possam ser feitas durante essa teleconferência relativas à perspectiva dos negócios, às projeções e metas

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007.

Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007. Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007. Margem Bruta atinge 38,8%, crescendo 2,5 p.p. em relação a 2006. São Paulo, 10 de março de 2008 A Even Construtora e Incorporadora S.A. EVEN

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T05

Apresentação de Resultados 3T05 Apresentação de Resultados 3T05 Destaques Crescimento do Lucro Líquido foi de 316% no Terceiro Trimestre Crescimento da Receita no 3T05 A receita bruta foi maior em 71% (3T05x3T04) e 63% (9M05x9M04) Base

Leia mais

ATIVO Notas 2009 2008

ATIVO Notas 2009 2008 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO Notas 2009 2008 CIRCULANTE Caixa e bancos 20.723 188.196 Contas a receber 4 903.098 806.697 Outras contas a receber 5 121.908 115.578 Estoques 11.805 7.673

Leia mais

CONFERÊNCIA BTG PACTUAL SÃO PAULO FEVEREIRO, 2015

CONFERÊNCIA BTG PACTUAL SÃO PAULO FEVEREIRO, 2015 CONFERÊNCIA BTG PACTUAL SÃO PAULO FEVEREIRO, 2015 RESULTADO OPERACIONAL LANÇAMENTOS CYRELA R$ 2.260 milhões no 4T14 vs. R$ 2.695 milhões no 4T13. R$ 5.848 milhões em 2014 vs. R$ 6.646 milhões em 2013.

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO Resultados Financeiros e Operacionais 30 de junho de 2015 1 Disclaimer As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre

Leia mais

3T07 Resultados. 19 de Novembro de 2007. Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI

3T07 Resultados. 19 de Novembro de 2007. Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI 3T07 Resultados 19 de Novembro de 2007 Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI Visão estratégica do setor Mercado imobiliário em forte expansão em função de oferta crescente de crédito, prazos mais longos

Leia mais

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões.

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões. Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem

Leia mais

Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido

Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido VGV lançado aumentou em 132% no 3T07 e a Companhia revisa Guidance para

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12

Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12 Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12 Sexta-feira, 8 de Março de 2013 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EST) Webcast: http://ri.lasa.com.br/webcast4t12 Tel: +55 (11) 4688-6361

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores independentes

Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores independentes Fundo de Investimento Imobiliário General Shopping Ativo e Renda FII (CNPJ nº 17.590.518/0001-25) (Administrado pela SOCOPA Sociedade Corretora Paulista S/A) (CNPJ nº 62.285.390/0001-40) Demonstrações

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia do Vale Paranapanema ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 1 DESTAQUES DO 2T09 2 Base de Clientes TV a Cabo: 3,5 milhões Base de Clientes Net Vírtua: 2,6 milhões Base de Clientes em Voz: 2,3 milhões ARPU: oportunidade

Leia mais

Divulgação de de Resultados

Divulgação de de Resultados Divulgação de de Resultados 4T06 4T05 e e Ano OHL BRASIL ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$99,4 MILHÕES. EBITDA AJUSTADO DE R$277,5 MILHÕES, MARGEM DE 64,5% Francisco Leonardo Moura da Costa Diretor Adm. Financeiro

Leia mais

Resultados 2005 Resultados 2005

Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 1T06 Bovespa: RSID3 NYSE (ADR): RSR2Y Receita Líquida alcança R$ 85,2 milhões VGV totaliza R$ 94,3 milhões Vendas contratadas crescem 63% São Paulo, 11 de maio

Leia mais

Teleconferência BR - 101 19 DE JANEIRO DE 2012

Teleconferência BR - 101 19 DE JANEIRO DE 2012 Teleconferência BR - 101 19 DE JANEIRO DE 2012 RESUMO DA CONCESSÃO Em 18 de janeiro de 2012, o Consórcio Rodovia da Vitória foi declarado vencedor da Concorrência Pública da rodovia BR 101 Composição do

Leia mais

Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10

Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10 Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10 EcoRodovias A EcoRodovias é uma das maiores empresas de infraestrutura logística integrada do Brasil, cujo foco é operar ativos de logísticas intermodal, concessões

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

Webcast 1T14 Maio 2014

Webcast 1T14 Maio 2014 Webcast 1T14 Maio 2014 Apresentação da Administração Apresentadores Currículos Marcelo Ernesto Zarzur Diretor Presidente e Diretor Técnico Silvio Ernesto Zarzur Diretor Vice-Presidente e de Incorporação

Leia mais

4T12. Divulgação de Resultados

4T12. Divulgação de Resultados Divulgação de Resultados Belo Horizonte, 25 de março de 2013 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares

Leia mais

Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10

Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10 Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10 EcoRodovias A EcoRodovias é uma das maiores empresas de infraestrutura logística integrada do Brasil, cujo foco é operar ativos de logísticas intermodal, concessões

Leia mais

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores Resultados do 2T08 Uberlândia MG, Agosto de 2008 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A, empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados

Leia mais

3T12 PRÉVIA OPERACIONAL COMUNICADO AO MERCADO DIRECIONAL ALCANÇA RECORDE DE R$ 543 MILHÕES DE LANÇAMENTOS E R$ 558 MILHÕES DE VENDAS NO 3T12.

3T12 PRÉVIA OPERACIONAL COMUNICADO AO MERCADO DIRECIONAL ALCANÇA RECORDE DE R$ 543 MILHÕES DE LANÇAMENTOS E R$ 558 MILHÕES DE VENDAS NO 3T12. Belo Horizonte, 02 de outubro de 2012 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e

Leia mais

EZTec: Vemos outro trimestre favorável à frente, com melhoria dos números T/T, ainda que não tão sólido relativamente ao ano anterior.

EZTec: Vemos outro trimestre favorável à frente, com melhoria dos números T/T, ainda que não tão sólido relativamente ao ano anterior. 24 DE JULHO DE 2014 Relatório Setorial Construtoras CONSTRUTORAS BRASILEIRAS PRÉVIA DOS RESULTADOS DO 2T14: RESULTADOS HETEROGÊNEOS Fabiola Gama Renan Manda Conclusão: Como esperávamos, o campeonato mundial

Leia mais

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores Resultados 4T12 e 2012 Relações com Investidores Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e suposições de

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012

RESULTADOS 2T12. 24 de julho de 2012 RESULTADOS 2T12 Grupo Pão de Açúcar 24 de julho de 2012 RESULTADO GPA CONSOLIDADO 2T12 Inclui empreendimentos imobiliários Exclui empreendimentos imobiliários Vendas Brutas Cresc. mesmas lojas vs 2T11

Leia mais

CARTA DE GESTÃO Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário

CARTA DE GESTÃO Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário Prezado(a) investidor(a), É com satisfação que apresentamos o relatório do administrador do referente ao período de Janeiro e Junho de 2013. 1. Constituição, Objetivos e Início das Operações O foi constituído

Leia mais

Webcast 4T14 Março 2015

Webcast 4T14 Março 2015 Webcast 4T14 Março 2015 Apresentação da Administração Apresentadores Currículos Marcelo Ernesto Zarzur Diretor Presidente e Diretor Técnico Silvio Ernesto Zarzur Diretor Vice-Presidente e de Incorporação

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Webcast 2T14 Agosto 2014

Webcast 2T14 Agosto 2014 Webcast 2T14 Agosto 2014 Apresentação da Administração Apresentadores Currículos Marcelo Ernesto Zarzur Diretor Presidente e Diretor Técnico Silvio Ernesto Zarzur Diretor Vice-Presidente e de Incorporação

Leia mais

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria de Programas Habitacionais da Nossa Caixa/Nosso Banco;

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 2T08 Trisul (TRIS3 BZ) 15 de agosto de 2008

Transcrição da Teleconferência Resultados do 2T08 Trisul (TRIS3 BZ) 15 de agosto de 2008 Operadora: Bom dia, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência de resultados do 2T08 da Trisul. Hoje nós temos a presença do Sr. Jorge Cury Neto, Diretor-Presidente, Sr. Marco Antônio Mattar,

Leia mais

DESTAQUES 4T11 e 2011

DESTAQUES 4T11 e 2011 LPS BRASIL ATINGE R$18,2 BILHÕES EM VENDAS E R$1,3 BILHÃO EM FINANCIAMENTOS PELA CREDIPRONTO! São Paulo, 20 de março de 2012 A LPS Brasil (Bovespa: LPSB3; Reuters: LPSB3.SA; Bloomberg: LPS3.BZ), empresa

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T12

Divulgação de Resultados 1T12 Divulgação de Resultados 1T12 17 de maio de 2012 Palestrantes Bruno Padilha Presidente do Conselho de Administração Tuca Ramos - Presidente Luis Eduardo Fischman Diretor Financeiro e de RI José Ricardo

Leia mais

Webcast 2T12 Agosto 2012

Webcast 2T12 Agosto 2012 Webcast 2T12 Agosto 2012 Apresentação da Administração Apresentadores Sílvio Ernesto Zarzur Diretor Presidente Flávio Ernesto Zarzur Diretor Vice-Presidente A. Emílio C. Fugazza Diretor Financeiro e de

Leia mais