ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2"

Transcrição

1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente 7 Demonstração do Fluxo de Caixa 8 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido DMPL - 01/01/2012 à 30/09/ DMPL - 01/01/2011 à 30/09/ Demonstração do Valor Adicionado 11 DFs Consolidadas Balanço Patrimonial Ativo 12 Balanço Patrimonial Passivo 13 Demonstração do Resultado 15 Demonstração do Resultado Abrangente 17 Demonstração do Fluxo de Caixa 18 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido DMPL - 01/01/2012 à 30/09/ DMPL - 01/01/2011 à 30/09/ Demonstração do Valor Adicionado 21 Comentário do Desempenho 22 Notas Explicativas 55 Outras Informações que a Companhia Entenda Relevantes 97 Pareceres e Declarações Relatório da Revisão Especial - Sem Ressalva 99

2 Dados da Empresa / Composição do Capital Número de Ações (Mil) Trimestre Atual 30/09/2012 Do Capital Integralizado Ordinárias Preferenciais 0 Total Em Tesouraria Ordinárias Preferenciais 0 Total PÁGINA: 1 de 100

3 Dados da Empresa / Proventos em Dinheiro Evento Aprovação Provento Início Pagamento Espécie de Ação Classe de Ação Provento por Ação (Reais / Ação) Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária 30/04/2012 Dividendo 15/06/2012 Ordinária 0,37628 PÁGINA: 2 de 100

4 DFs Individuais / Balanço Patrimonial Ativo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Ativo Total Ativo Circulante Caixa e Equivalentes de Caixa Caixa e Bancos Aplicações Financeiras de Curto Prazo Contas a Receber Clientes Clientes por Incorporação de Imóveis Clientes por Prestação de Serviços Estoques Imóveis em Construção Imóveis Concluídos Estoques de Terrenos Adiantamento de Fornecedores Estoques de Materiais Tributos a Recuperar Tributos Correntes a Recuperar Outros Ativos Circulantes Outros Outros Ativos Titulos e valores mobiliários Ativo Não Circulante Ativo Realizável a Longo Prazo Contas a Receber Clientes Estoques Imóveis a Comercializar Tributos Diferidos Créditos com Partes Relacionadas Créditos com Controladas Créditos com Outras Partes Relacionadas Outros Ativos Não Circulantes Investimentos Participações Societárias Participações em Controladas Imobilizado Imobilizado em Operação Imobilizado em Andamento Intangível Intangíveis Intangíveis Intangíveis em Desenvolvimento PÁGINA: 3 de 100

5 DFs Individuais / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Passivo Total Passivo Circulante Obrigações Sociais e Trabalhistas Obrigações Sociais Obrigações Trabalhistas Fornecedores Fornecedores Nacionais Obrigações Fiscais Obrigações Fiscais Federais Imposto de Renda e Contribuição Social a Pagar Outros Impostos Federais Obrigações Fiscais Municipais Empréstimos e Financiamentos Empréstimos e Financiamentos Em Moeda Nacional Debêntures Financiamento por Arrendamento Financeiro Outras Obrigações Outros Dividendo Mínimo Obrigatório a Pagar Contas a Pagar por Aquisição de Terrenos Adiantamentos de Clientes Outros Valores a Pagar Provisões Outras Provisões Provisão para Manutenção de Imóveis Passivo Não Circulante Empréstimos e Financiamentos Empréstimos e Financiamentos Em Moeda Nacional Debêntures Financiamento por Arrendamento Financeiro Outras Obrigações Outros Contas a Pagar por Aquisição de Terrenos Adiantamento de Clientes Outras Contas a pagar Tributos Diferidos Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Pis e Cofins Diferidos Provisões Provisões Fiscais Previdenciárias Trabalhistas e Cíveis Provisões Fiscais Provisões Previdenciárias e Trabalhistas Provisões Cíveis PÁGINA: 4 de 100

6 DFs Individuais / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Provisões Administrativas Outras Provisões Provisão para Manutenção de Imóveis Patrimônio Líquido Capital Social Realizado Reservas de Capital Reserva Especial de Ágio na Incorporação Opções Outorgadas Gastos com emissão de ações Reservas de Lucros Reserva Legal Reserva de Retenção de Lucros Ações em Tesouraria Lucros/Prejuízos Acumulados PÁGINA: 5 de 100

7 DFs Individuais / Demonstração do Resultado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta 3.01 Receita de Venda de Bens e/ou Serviços Receita Operacional Liquida Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos Custo dos ImóveisVendidos e dos Serv. Prestados Resultado Bruto Despesas/Receitas Operacionais Despesas com Vendas Despesas Gerais e Administrativas Outras Receitas Operacionais Outras Despesas Operacionais Resultado de Equivalência Patrimonial Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos Resultado Financeiro Receitas Financeiras Receitas Financeiras Receitas Financeiras Provenientes dos Clientes por Incorporação de Imóveis Despesas Financeiras Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Corrente Diferido Resultado Líquido das Operações Continuadas Lucro/Prejuízo do Período Lucro por Ação - (Reais / Ação) Lucro Básico por Ação ON 0, , , , Lucro Diluído por Ação Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ ON 0, , , ,13128 PÁGINA: 6 de 100

8 DFs Individuais / Demonstração do Resultado Abrangente (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Lucro Líquido do Período Resultado Abrangente do Período PÁGINA: 7 de 100

9 DFs Individuais / Demonstração do Fluxo de Caixa - Método Indireto (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Aumento (Redução) de Outros Passivos Juros Pagos durante o exercício IRPJ e CSSL pagos durante o exercício Provisões para riscos cíveis, trabalhistas e tributários - pagos Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Caixa Líquido Atividades Operacionais Caixa Gerado nas Operações Lucro do Período Depreciação e Amortização Opções Outorgadas Reconhecidas Resultado na Venda de Ativos Imobilizados Resultados Financeiros Resultados em Participações Societárias Provisão para Manutenção de Imóveis Provisões para riscos cíveis, trab e trib IRPJ e CSSL Diferidos PIS e COFINS Diferidos Variações nos Ativos e Passivos Aumento de Clientes por Incorporação de Imóveis Redução ( Aumento) de Imóveis e Comercializar Aumento de Outros Ativos Aumento de Fornecedores Aumento de Salários, Encargos Sociais e Beneficios Aumento (Redução) de Impostos, Taxas e Contribuições Aumento de Adiantamentos de Clientes Realização da Provisão para Manutenção de Imóveis Caixa Líquido Atividades de Investimento (Aumento) Redução em Titulos e Valores Mobiliários Adiantamento a Partes Relacionadas Recebimento de partes relacionadas (Adição) Redução em Investimentos Aquisiçao de Ativo Imobilizado Intangível Caixa Líquido Atividades de Financiamento Recebimentos líquidos pela emissão de ações Ações em Tesouraria Valores recebidos de empréstimos Amortização de empréstimos Recebimento por debêntures Dividendos Pagos Juros sobre Capital Próprio pagos Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes Saldo Final de Caixa e Equivalentes PÁGINA: 8 de 100

10 DFs Individuais / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2012 à 30/09/2012 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido 5.01 Saldos Iniciais Saldos Iniciais Ajustados Transações de Capital com os Sócios Aumentos de Capital Opções Outorgadas Reconhecidas Ações em Tesouraria Adquiridas Ações em Tesouraria Vendidas Integralização de Capital Resultado Abrangente Total Lucro Líquido do Período Saldos Finais PÁGINA: 9 de 100

11 DFs Individuais / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2011 à 30/09/2011 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido 5.01 Saldos Iniciais Saldos Iniciais Ajustados Transações de Capital com os Sócios Aumentos de Capital Opções Outorgadas Reconhecidas Ações em Tesouraria Adquiridas Integralização de Capital Resultado Abrangente Total Lucro Líquido do Período Saldos Finais PÁGINA: 10 de 100

12 DFs Individuais / Demonstração do Valor Adicionado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Receitas Vendas de Mercadorias, Produtos e Serviços Outras Receitas Receitas refs. à Construção de Ativos Próprios Insumos Adquiridos de Terceiros Custos Prods., Mercs. e Servs. Vendidos Valor Adicionado Bruto Retenções Depreciação, Amortização e Exaustão Valor Adicionado Líquido Produzido Vlr Adicionado Recebido em Transferência Resultado de Equivalência Patrimonial Receitas Financeiras Valor Adicionado Total a Distribuir Distribuição do Valor Adicionado Pessoal Remuneração Direta Benefícios F.G.T.S Impostos, Taxas e Contribuições Federais Estaduais Municipais Remuneração de Capitais de Terceiros Juros Aluguéis Outras Remuneração de Capitais Próprios Lucros Retidos / Prejuízo do Período PÁGINA: 11 de 100

13 DFs Consolidadas / Balanço Patrimonial Ativo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Ativo Total Ativo Circulante Caixa e Equivalentes de Caixa Caixa e Bancos Aplicações Financeiras de Curto Prazo Contas a Receber Clientes Cliente por Incorporação de Imóveis Clientes por Prestação de Serviços Clientes por Locação Estoques Imóveis em Construção Imóveis Concluídos Estoques de Terrenos Adiantamento a Fornecedores Estoques de Materiais Tributos a Recuperar Tributos Correntes a Recuperar Outros Ativos Circulantes Outros Outros Ativos Titulos e Valores Mobiliários Ativo Não Circulante Ativo Realizável a Longo Prazo Contas a Receber Clientes Estoques Imóveis a Comercializar Tributos Diferidos Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Créditos com Partes Relacionadas Créditos com Coligadas Créditos com Outras Partes Relacionadas Outros Ativos Não Circulantes Investimentos Propriedades para Investimento Imobilizado Imobilizado em Operação Imobilizado em Andamento Intangível Intangíveis Intangíveis Intangíveis em Desenvolvimento PÁGINA: 12 de 100

14 DFs Consolidadas / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Passivo Total Passivo Circulante Obrigações Sociais e Trabalhistas Obrigações Sociais Obrigações Trabalhistas Fornecedores Fornecedores Nacionais Obrigações Fiscais Obrigações Fiscais Federais Imposto de Renda e Contribuição Social a Pagar Outros Impostos Federais Obrigações Fiscais Municipais Empréstimos e Financiamentos Empréstimos e Financiamentos Em Moeda Nacional Debêntures Financiamento por Arrendamento Financeiro Outras Obrigações Outros Dividendo Mínimo Obrigatório a Pagar Contas a Pagar para Aquisição de Terrenos Adiantamentos de Clientes Outras valores a Pagar Provisões Outras Provisões Provisão para Manutenção de Imóveis Passivo Não Circulante Empréstimos e Financiamentos Empréstimos e Financiamentos Em Moeda Nacional Debêntures Financiamento por Arrendamento Financeiro Outras Obrigações Outros Contas a Pagar por Aquisição de Terrenos Adiantamentos de Clientes Outros Valores a Pagar Tributos Diferidos Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Pis e Cofins Diferidos Provisões Provisões Fiscais Previdenciárias Trabalhistas e Cíveis Provisões Fiscais Provisões Previdenciárias e Trabalhistas Provisões Cíveis PÁGINA: 13 de 100

15 DFs Consolidadas / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Provisões Administrativas Outras Provisões Provisão para Manutenção de Imóveis Patrimônio Líquido Consolidado Capital Social Realizado Reservas de Capital Reserva Especial de Ágio na Incorporação Opções Outorgadas Gastos Com emissão de ações Reservas de Lucros Reserva Legal Reserva de Retenção de Lucros Ações em Tesouraria Lucros/Prejuízos Acumulados Participação dos Acionistas Não Controladores PÁGINA: 14 de 100

16 DFs Consolidadas / Demonstração do Resultado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta 3.01 Receita de Venda de Bens e/ou Serviços Receita Operacional Líquida Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos Custo dos Imóveis Vendidos e dos Serviços Prestados Resultado Bruto Despesas/Receitas Operacionais Despesas com Vendas Despesas Gerais e Administrativas Outras Receitas Operacionais Outras Despesas Operacionais Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos Resultado Financeiro Receitas Financeiras Receitas Financeiras Receitas Financeiras Provenientes dos Clientes por Incorporação de Imóveis Despesas Financeiras Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Corrente Diferido Resultado Líquido das Operações Continuadas Lucro/Prejuízo Consolidado do Período Atribuído a Sócios da Empresa Controladora Atribuído a Sócios Não Controladores Lucro por Ação - (Reais / Ação) Lucro Básico por Ação ON 0, , , , Lucro Diluído por Ação Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/2011 PÁGINA: 15 de 100

17 DFs Consolidadas / Demonstração do Resultado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ ON 0, , , ,13128 PÁGINA: 16 de 100

18 DFs Consolidadas / Demonstração do Resultado Abrangente (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Lucro Líquido Consolidado do Período Resultado Abrangente Consolidado do Período Atribuído a Sócios da Empresa Controladora Atribuído a Sócios Não Controladores PÁGINA: 17 de 100

19 DFs Consolidadas / Demonstração do Fluxo de Caixa - Método Indireto (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Juros Pagos durante o Período IRPJ e CSSL pagos durante o Período Realização de Manutenção de Imóveis Provisões para riscos cíveis, trabalhistas e tributários - pagos Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Caixa Líquido Atividades Operacionais Caixa Gerado nas Operações Lucro Liquido do Período Depreciação e Amortização Opções Outorgadas Reconhecidas Resultado na Venda de Ativos Imobilizados Resultados Financeiros Provisão para Manutenção de Imóveis Provisões para riscos cíveis, trab e trib IRPJ e CSSL Diferidos Pis e Confins Diferidos Variações nos Ativos e Passivos Aumento de Clientes por Incorporação de Imóveis Redução (aumento) de Imóveis a Comercializar Aumento de Outros Ativos Aumento de Fornecedores Aumento de Salários, Encargos Sociais e Beneficios Aumento (redução) de Impostos, Taxas e Contribuições Aumento de Adiantamentos de Clientes Aumento (redução) de Outros Passivos Caixa Líquido Atividades de Investimento (Aumento) redução em Títulos e Valores Mobiliários Adiantamentos a Partes Relacionadas Recebimento de Partes Relacionadas Aquisição de Propriedades para investimento Aquisição de Ativo Imobilizado e Intangível Caixa Líquido Atividades de Financiamento Recebimentos Líquidos pela Emissão de Ações Ações em Tesouraria Valores recebidos de Empréstimos Amortização de Empréstimos, Financiamentos e Debêntures Recebimento de Debêntures Dividendos Pagos Juros sobre Capital Próprio pagos Aportes Líquidos de Acionistas não Controladores Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes Saldo Final de Caixa e Equivalentes PÁGINA: 18 de 100

20 DFs Consolidadas / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2012 à 30/09/2012 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta 5.01 Saldos Iniciais Saldos Iniciais Ajustados Transações de Capital com os Sócios Aumentos de Capital Opções Outorgadas Reconhecidas Ações em Tesouraria Adquiridas Ações em Tesouraria Vendidas Integralização de Capital Aportes liquidos de acionistas não controladores Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido Participação dos Não Controladores Patrimônio Líquido Consolidado Resultado Abrangente Total Lucro Líquido do Período Saldos Finais PÁGINA: 19 de 100

21 DFs Consolidadas / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2011 à 30/09/2011 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta 5.01 Saldos Iniciais Saldos Iniciais Ajustados Transações de Capital com os Sócios Aumentos de Capital Opções Outorgadas Reconhecidas Ações em Tesouraria Adquiridas Integralização de Capital Aportes liquidos de acionistas não controladores Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido Participação dos Não Controladores Patrimônio Líquido Consolidado Resultado Abrangente Total Lucro Líquido do Período Saldos Finais PÁGINA: 20 de 100

22 DFs Consolidadas / Demonstração do Valor Adicionado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Receitas Vendas de Mercadorias, Produtos e Serviços Outras Receitas Receitas refs. à Construção de Ativos Próprios Insumos Adquiridos de Terceiros Custos Prods., Mercs. e Servs. Vendidos Valor Adicionado Bruto Retenções Depreciação, Amortização e Exaustão Valor Adicionado Líquido Produzido Vlr Adicionado Recebido em Transferência Receitas Financeiras Valor Adicionado Total a Distribuir Distribuição do Valor Adicionado Pessoal Remuneração Direta Benefícios F.G.T.S Impostos, Taxas e Contribuições Federais Estaduais Municipais Remuneração de Capitais de Terceiros Juros Aluguéis Outras Remuneração de Capitais Próprios Lucros Retidos / Prejuízo do Período Part. Não Controladores nos Lucros Retidos PÁGINA: 21 de 100

23 Comentário do Desempenho MRV ANUNCIA RESULTADOS DO 3T12 OPERAÇÃO SUSTENTÁVEL: QUALIDADE OPERACIONAL E GERAÇÃO DE CAIXA Recorde histórico de produção e melhoria das margens operacionais Atualizações do MCMV aumentaram o poder de compra das famílias brasileiras Belo Horizonte, 8 de novembro de 2012 MRV Engenharia e Participações S.A. (BM&FBovespa: MRVE3 ADR OTCQX: MRVNY), anuncia hoje seus resultados do terceiro trimestre de 2012 (3T12). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais (R$ milhões), exceto onde indicado o contrário, e têm como base as informações contábeis consolidadas, preparadas de acordo com as Normas Internacionais de Relatório Financeiro (IFRS), que considera a Orientação OCPC 04 sobre a aplicação da Interpretação Técnica ICPC 02 aplicáveis a entidades de incorporação imobiliária no Brasil, como aprovadas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC), e com todos os pronunciamentos emitidos pelo CPC. TELECONFERÊNCIAS RESULTADO 3T12 Português Inglês 09 de Novembro de de Novembro de h00 (Brasília) / 08h00 (Nova York) 11h00 (Brasília) / 08h00 (Nova York) Telefone: +55 (11) Telefone: +1 (516) Código: MRV Código: MRV Destaques Destaques Recorde Histórico de Produção: unidades produzidas no 3T12; Banco de terrenos atinge R$21,1 bilhões; Melhoria gradativa e contínua das margens e rentabilidade frente ao 1S12; Consumo de caixa neutro no segmento residencial no 3T12, a despeito da greve bancária em setembro; Atualizações do MCMV em outubro/12 aumentaram o poder de compra das famílias brasileiras e enquadraram um maior volume de produtos MRV. Premiações, reconhecimentos e outros destaques A MRV ficou em primeiro lugar na categoria construções leves do ranking As 1000 melhores da Dinheiro ; A MRV foi eleita a mais inovadora na categoria construção e material de construção no estudo as 100+ Inovadoras. O estudo 100+ Inovadoras no uso de TI é o principal sobre inovação em TI realizado no país, sendo que os pilares avaliados foram estratégia, processos e case de sucesso real implantado nas empresas; Em 31 de agosto a MRV, em diversos canteiros de obras, aderiu ao Compromisso Nacional de Aperfeiçoamento das Condições de Trabalho na Indústria da Construção; Em 16 de outubro foram publicadas no Diário Oficial da União as atualizações do programa Minha Casa, Minha Vida aprovadas em 04 de outubro pelo Conselho Curador do FGTS onde os limites de preços das unidades foram elevados, a faixa 2 de renda ampliada, os juros reduzidos além de incremento do subsídio máximo. Em 18 de outubro de 2012 a Fitch Ratings publicou relatório reafirmando os ratings da MRV em AA-(bra) (AA menos (bra)) com Perspectiva do rating corporativo Estável 1 PÁGINA: 22 de 100

24 Comentário do Desempenho Mensagem da Administração Minha Casa, Minha Vida Em 16 de outubro foram publicadas, no Diário Oficial da União, as atualizações do programa Minha Casa, Minha Vida aprovadas em 04 de outubro pelo Conselho Curador do FGTS, onde os limites de preços das unidades foram elevados, a faixa 2 de renda ampliada, os juros reduzidos e o subsídio máximo foi elevado. Minha Casa, Minha Vida (atualização dos parâmetros) Com o aumento dos preços das unidades elegíveis ao programa habitacional, principalmente nas cidades menores onde estávamos operando ligeiramente acima do limite anterior do MCMV, uma grande parte dos nossos produtos passaram a ser novamente elegíveis ao programa. Do banco de terrenos atual, 97% são elegíveis ao MCMV enquanto que nos parâmetros anteriores seriam 79%. Conjugado com a maior elegibilidade dos produtos ao MCMV, as demais alterações dos parâmetros do programa aumentaram o poder de compra, permitindo um incremento importante na quantidade de famílias brasileiras em condições de realizar o sonho da casa própria. Para o exemplo abaixo, em cidades com até 250 mil habitantes, a ampliação do valor da unidade elegível ao programa de R$100 mil para R$115 mil fez com que as unidades vendidas por R$ 115 mil fossem elegíveis às condições de financiamento do FGTS, fazendo com que a renda familiar necessária para comprar a mesma unidade diminuísse em 22%, quando comparado com as condições anteriores do financiamento pelo SBPE (já considerada a menor taxa de juros possível, para aqueles que mantêm conta salário na CEF). Número de habitantes na cidade Valor imóvel MCMV R$ SBPE Entrada + FGTS próprio R$ R$ Subsídio R$ R$ 0 Valor financiado R$ R$ LTV 90,00% 90,00% Taxa de juros 6,0000% 7,5343%* Prazo (meses) ª parcela R$ 880 R$ Salário necessário R$ R$ Alteração salarial -22% -R$ 830 * Taxa de juros com Relacionamento e Conta Salário 2 PÁGINA: 23 de 100

25 Comentário do Desempenho Oferta e Demanda As recentes atualizações do MCMV, expostas acima, que melhoraram as condições de financiamento e aumentaram o poder de compra da população contribuirão para um crescimento da demanda no segmento econômico. Em contrapartida à demanda real por novas moradias e crescente poder de compra, percebemos um movimento na indústria da construção civil residencial de concentração geográfica nos grandes centros urbanos e de redução do volume de lançamentos elegíveis ao Minha Casa, Minha Vida. Depois de um período de forte crescimento, as empresas estão focadas na consolidação de suas operações em um nível mais adequado à sua estrutura de capital. Unidades Lançadas MCMV Faixa 3-10SM Observação: Os dados são estimados e baseados nas divulgações de resultados das empresas listadas MRV, Direcional, PDG, Gafisa, Cyrela, Rodobens, Rossi, Brookfield, CCDI, Even, EZ Tec, Tecnisa, Trisul e Viver 2012E: Lançamentos do 1S12 Anualizado Esta combinação de grande demanda e queda na oferta tem aumentado o desequilíbrio entre demanda e oferta de unidades residenciais no segmento econômico, principalmente nas cidades médias e pequenas. Com isso vemos um mercado potencial, com pouca competição e ambiente favorável para o desenvolvimento das nossas operações. 3 PÁGINA: 24 de 100

26 Comentário do Desempenho Principais Indicadores 1 Indicadores Financeiros (em R$ milhões) 3T12 2T12 3T11 Var. 3T12 x 2T12 Var. 3T12 x 3T11 9M12 9M11 Var. 9M12 x 9M11 Receita Operacional Líquida ,9% 8,4% ,9% Lucro Bruto ,4% 0,1% ,7% % Margem Bruta 29,1% 28,5% 31,6% 0,7 p.p. 2,5 p.p. 28,2% 31,9% 3,7 p.p. Lucro Líquido ,6% 27,8% ,2% % Margem Líquida 13,2% 13,3% 19,8% 0,2 p.p. 6,6 p.p. 12,7% 19,4% 6,6 p.p. EBITDA ,0% 21,1% ,4% % Margem EBITDA 20,8% 19,4% 28,5% 1,3 p.p. 7,8 p.p. 19,8% 26,6% 6,9 p.p. Retorno sobre Patrimônio Líquido (12 meses) 17,4% 19,7% 22,8% 2,3 p.p. 5,4 p.p. 17,4% 22,8% 5,4 p.p. Retorno sobre Patrimônio Líquido (anualizado) 16,1% 16,2% 25,2% 0,0 p.p. 9,1 p.p. 15,2% 23,5% 8,2 p.p. Lucro por Ação (R$) 0,316 0,304 0,433 3,9% 27,0% 0,862 1,142 24,6% Receita Bruta de Vendas a Apropriar ,8% 10,8% ,8% Custo de Unidades Vendidas a Apropriar (1.620) (1.661) (1.854) 2,5% 12,6% (1.620) (1.854) 12,6% Resultado a Apropriar ,3% 8,5% ,5% % Margem do Resultado a Apropriar 44,7% 44,9% 43,6% 0,2 p.p. 1,1 p.p. 44,7% 43,6% 1,1 p.p. Dívida líquida (caixa líquido) ,1% 58,2% ,2% Dívida líquida/pl 48,3% 48,8% 34,4% 0,5 p.p. 13,9 p.p. 48,3% 34,4% 13,9 p.p. Dívida líquida/ebitda anualizado 2,07 2,25 1,03 8,0% 100,5% 2,30 1,23 87,0% Banco de Terrenos 3T12 2T12 3T11 Var. 3T12 x 2T12 Var. 3T12 x 3T11 9M12 9M11 Var. 9M12 x 9M11 %MRV Landbank (em R$ bilhões) 21,1 20,3 16,2 3,7% 29,9% 21,1 16,2 29,9% Número de Unidades ,1% 9,2% ,2% Área Útil (m 2 mil) ,9% 10,6% ,6% Preço Médio por Unidade (em R$ mil) ,6% 18,9% ,9% Preço Médio por m 2 (em R$ mil) 2,6 2,6 2,2 0,2% 17,4% 2,6 2,2 17,4% 100% Número de Empreendimentos ,5% 5,2% ,2% Landbank (em R$ bilhões) 22,4 21,6 17,4 3,7% 28,8% 22,4 17,4 28,8% Número de Unidades ,1% 8,4% ,4% Unidades por projeto ,5% 14,3% ,3% Área Útil (m 2 mil) ,8% 9,7% ,7% Preço Médio por Unidade (em R$ mil) ,6% 18,8% ,8% Preço Médio por m 2 (em R$ mil) 2,6 2,6 2,2 0,1% 17,4% 2,6 2,2 17,4% Lançamentos 3T12 2T12 3T11 Var. 3T12 x 2T12 Var. 3T12 x 3T11 9M12 9M11 Var. 9M12 x 9M11 %MRV VGV (em R$ milhões) ,9% 27,0% ,7% Número de Unidades ,3% 32,2% ,5% Tamanho médio dos lançamentos (unidades) ,1% 89,2% ,7% Área Útil (m 2 mil) ,3% 30,4% ,1% Preço Médio por Unidade (em R$ mil) ,6% 7,6% ,0% Preço Médio por m 2 (em R$ mil) 2,4 2,7 2,3 9,3% 4,9% 2,5 2,5 1,8% 100% Número de Empreendimentos ,1% 64,2% ,1% VGV (em R$ milhões) ,4% 30,5% ,8% Número de Unidades ,5% 34,9% ,0% Área Útil (m 2 mil) ,8% 33,3% ,7% Preço Médio por Unidade (em R$ mil) ,4% 6,7% ,7% Preço Médio por m 2 (em R$ mil) 2,4 2,7 2,3 9,3% 4,2% 2,5 2,5 1,1% Vendas Contratadas 3T12 2T12 3T11 Var. 3T12 x 2T12 Var. 3T12 x 3T11 9M12 9M11 Var. 9M12 x 9M11 %MRV Vendas (em R$ milhões) ,9% 5,2% ,4% Número de Unidades ,4% 5,9% ,9% Área Útil (m 2 mil) ,8% 10,7% ,3% Preço Médio por Unidade (em R$ mil) ,5% 0,7% ,7% Preço Médio por m 2 (em R$ mil) 2,6 2,6 2,4 0,8% 6,1% 2,6 2,4 6,4% 100% Vendas (em R$ milhões) ,4% 4,1% ,1% Número de Unidades ,9% 4,6% ,3% Área Útil (m 2 mil) ,7% 10,1% ,5% Preço Médio por Unidade (em R$ mil) ,4% 0,5% ,3% Preço Médio por m 2 (em R$ mil) 2,5 2,5 2,4 0,3% 6,7% 2,5 2,3 7,0% 1 Exceto quando mencionado o contrário, todos os valores incluídos nesta divulgação de resultados consideram o lucro líquido e patrimônio líquido atribuído aos acionistas da controladora. 4 PÁGINA: 25 de 100

27 Comentário do Desempenho Desempenho Operacional Lançamentos (%MRV) Lançamentos (%MRV) (R$ milhões) Lançamentos por Fonte de Financiamento 3T12 - %MRV (em unidades) % % -1% T11 2T12 3T12 9M11 9M12 Durante o 3T12, a Companhia lançou unidades. A Companhia foca suas operações majoritariamente no Programa Habitacional do Governo, Minha Casa Minha Vida. Lançamentos no 3T12 por Distribuição Geográfica %MRV (R$) Interior 42% Reg. Metrop olitanas 17% Capitais 41% Lançamentos 3T12 por Estado %MRV (R$ milhões) Estado R$ milhões % São Paulo ,7% Paraíba ,6% Sergipe ,5% Paraná 59 5,6% Alagoas 38 3,5% Rio Grande do Norte 24 2,3% Minas Gerais 22 2,1% Pernambuco 22 2,1% Rio de Janeiro 5 0,5% Total ,0% 2 Novos parâmetros MCMV atualizações do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) aprovadas em 04/Out/12 pelo Conselho Curador do FGTS e divulgadas no DOU em 16/out/12 onde os limites de preços das unidades elegíveis ao programa foram ampliados e as taxas de juros reduzidas. 5 PÁGINA: 26 de 100

28 Comentário do Desempenho Vendas Contratadas (%MRV), líquidas de permutas Vendas Contratadas (%MRV) (R$ milhões) Vendas Contratadas por Fonte de Financiamento 3T12 - %MRV (em unidades) % % 9% FGTS 93% SBPE 7% 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 As vendas contratadas (%MRV) em 3T12 totalizaram R$ milhões (8.824 unidades). 93% das vendas do trimestre foram elegíveis ao programa MCMV. Vendas Contratadas no 3T12 por Distribuição Geográfica %MRV (R$) Interior 46% Capitais 20% Reg. Metropo litanas 34% Vendas por Período de Lançamento (%MRV) Período de Vendas Contratadas %MRV (em %) Lançamento T10 2T10 3T10 4T10 1T11 2T11 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 3T12 14% 2T12 14% 16% 1T12 3% 12% 10% 4T11 11% 23% 18% 16% 3T11 16% 25% 20% 12% 9% 2T11 9% 14% 8% 10% 8% 5% 1T11 17% 16% 12% 9% 8% 8% 6% 4T10 31% 38% 34% 24% 16% 15% 10% 6% 3T10 21% 23% 11% 13% 7% 6% 6% 5% 4% 2T10 26% 35% 15% 9% 8% 5% 6% 5% 3% 4% 1T10 11% 27% 8% 4% 3% 3% 2% 2% 1% 1% 0% % 60% 32% 19% 12% 11% 9% 9% 8% 4% 4% 4% % 44% 22% 12% 13% 11% 9% 8% 7% 6% 2% 3% 3% Antes de % 9% 7% 3% 4% 4% 3% 3% 3% 3% 1% 2% 1% Total 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% 100% Vendas sobre Oferta 3 Novos parâmetros MCMV atualizações do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) aprovadas em 04/Out/12 pelo Conselho Curador do FGTS e divulgadas no DOU em 16/out/12 onde os limites de preços das unidades elegíveis ao programa foram ampliados e as taxas de juros reduzidas. 6 PÁGINA: 27 de 100

29 39% 40% 34% 33% 37% 33% 32% ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1 Comentário do Desempenho 24% 26% 22% 15% 22% 21% 25% 25%29% 19% 19% 19% Vendas sobre oferta = Vendas / (Estoque Inicial + Lançamentos) Estoque a Valor de Mercado (%MRV) Em 30 de setembro de 2012, o estoque a valor de mercado totalizava R$ 4,63 bilhões (R$ 4,40 bilhões em 30 de junho de 2012). Deste total, 79% das unidades em estoque eram elegíveis ao programa MCMV. Vale ressaltar que foram realizadas atualizações de preços das unidades em estoque. Estoque a Valor de Mercado por Fonte de Recurso de Financiamento %MRV (unidades) (30/09/2012) Estoque a Valor de Mercado por Fase de Construção %MRV (unidades) (30/09/2012) 29% 3% SBPE 21% Não iniciada Em andamento FGTS 79% 68% Encerrada Ao final do 3T12 detínhamos aproximadamente 5 trimestres de vendas em estoque Duração do Estoque (trimestres) Duração do Estoque = Estoque final / Vendas 7 PÁGINA: 28 de 100

30 Comentário do Desempenho Banco de Terrenos (%MRV) Vale ressaltar que foram realizadas atualizações de preços dos projetos em nosso banco de terrenos. Banco de Terrenos 3T11 2T12 3T12 Banco de Terrenos inicial (em R$ milhões) Aquisições/Ajustes (R$ milhões) Lançamentos (R$ milhões) Banco de Terrenos final (em R$ milhões) Banco de Terrenos (unidades em milhares) Nº de unidades por empreendimento (média) Preço Médio (em R$ mil) (1.449) (1.067) (1.057) ,0 Banco de Terrenos %MRV (R$ bilhões) 20,3 21,1 18,3 17,0 13,6 10,6 dez/08 dez/09 dez/10 dez/11 mar/12 jun/12 set/12 73% dos terrenos adquiridos no 3T12 foram comprados através de permuta, modalidade que beneficia o ciclo financeiro e permite um volume maior de aquisições sem consumo de caixa. O banco de terrenos atende à estratégia de manter de 3 a 4 anos de vendas esperadas e novas aquisições basicamente visam a reposição dos terrenos lançados. 8 PÁGINA: 29 de 100

31 Comentário do Desempenho Produção recorde trimestral de unidades produzidas Unidades produzidas (unidades) 20% % 0,5% T11 2T12 3T12 9M11 9M12 Unidades concluídas (unidades) 9% % 5% T11 2T12 3T12 9M11 9M12 Atualmente, gerenciamos 325 canteiros de obras, com um número médio de 302 unidades por canteiro, um aumento de 2% quando comparado ao tamanho médio de nossos canteiros em 30 de junho de Nº de unidades por Canteiro de Obra dez/07 dez/08 dez/09 dez/10 dez/11 mar/12 jun/12 set/12 Banco de Terrenos Set/12 9 PÁGINA: 30 de 100

32 Comentário do Desempenho Crédito Imobiliário Apesar da greve bancária em setembro, o número de repasses de clientes no 3T12 foi de unidades, uma evolução de 19% quando comparados aos repasses de 3T11. Nos nove primeiros meses de 2012 o número de unidades repassadas cresceu 35% em relação ao mesmo período do ano passado. Repasses (em unidades) 35% % % T11 2T12 3T12 9M11 9M12 Unidades contratadas 9% % % T11 2T12 3T12 9M11 9M12 Consumo de caixa (Cash Burn) geração neutra de caixa no segmento residencial O consumo de caixa (cash burn) das operações da MRV no segmento residencial, no terceiro trimestre de 2012, foi de R$ 4,2 milhões. Pelo segundo trimestre consecutivo o segmento residencial obteve geração de caixa neutra, se não fossem os impactos da greve bancária de setembro este já seria um trimestre de geração de caixa positivo. 10 PÁGINA: 31 de 100

33 Comentário do Desempenho 212 Cash Burn Operacional MRV Residencial 4 (R$ milhões) 82 Cash Burn MRV Residencial 3 por unidade produzida (R$ mil) Média Média Média Média Trimestral Trimestral Trimestral Trimestral T12 2T12 3T ,2 0, Q12 2Q12 3Q12 A MRV considera a operação de CRI como dívida até o momento do efetivo desligamento dos clientes ou vencimento das obrigações. Cash Burn Operacional LOG (% MRV) (em R$ milhões) Média Média Média Média Trimestral Trimestral Trimestral Trimestral T12 2T12 3T12 A LOG é uma empresa de propriedades comerciais e industriais, cujo segmento é de capital intensivo e o cash burn não é uma métrica utilizada neste segmento. Apresentamos o consumo de caixa de nossa subsidiária LOG Commercial Properties apenas para fins de esclarecimento de cálculo do valor constante no balanço consolidado da Companhia. LOG Commercial Properties Indicadores Operacionais No terceiro trimestre de 2012 a LOG, bem como nos trimestres anteriores, entregou sólidos resultados na geração ativos com a expansão de seu portfólio em novas localidades, grande capacidade de aprovação de áreas e fortes investimentos na produção de ABL para locação. Em 30 de setembro de 2012 o Portfólio LOG apresentou um aumento de 15,6% em relação a 30 de junho de 2012, resultante da aquisição de novas áreas para o desenvolvimento de seus projetos. O Portfólio LOG expandiu sua presença 4 Cash Burn / Geração de Caixa operacional MRV Residencial medido pela variação da dívida líquida do segmento residencial, excluindo-se os aumentos de capital, recompra de ações mantidas em tesouraria e os dividendos pagos, quando houver. 11 PÁGINA: 32 de 100

34 Comentário do Desempenho geográfica no país, estando presente em 25 cidades e nove estados, confirmando sua estratégia de se tornar um player nacional de propriedades industriais. Evolução do Portfólio LOG (em m 2 ABL) - %LOG Distribuição Geográfica do Portfólio LOG em 30/set/12 (em m 2 ABL) - %LOG ,3% 7,1% 81,7% ,1% 8,0% 6,8% 6,4% 85,6% 85,2% ,5% 5,5% 87,0% MG 15% PR 11% RJ 12% SP 39% Outra 23% GO 6% CE 6% SE 3% ES 7% BA 1% dez/11 mar/12 jun/12 set/12 Galpões Shopping/Strip Mall Office O Portfolio LOG acima não contempla o Parque Industrial Betim PIB, o projeto de loteamento industrial em construção pela LOG. Este projeto está sendo construído em uma área de 6 milhões de m², sendo aproximadamente 2,8 milhões de m² de área comercializável. Este é o único projeto da LOG cujas unidades são intencionadas para venda, embora a LOG já inicie estudos visando à implantação de condomínios logísticos próprios objetivando aproveitar a localização privilegiada do empreendimento. Os potenciais projetos de condomínios logísticos da LOG não estão contemplados no Portfolio LOG acima. A expertise do time LOG na aprovação de áreas para a execução e entrega de seus projetos contribuiu nos expressivos resultados alcançados no 3T12 com a aprovação de 50 mil m² de ABL adicionais que resultaram ao fim do trimestre um total de 39,6% de ABL aprovados. ABL Aprovado em 30/set/12 (em m² ABL) - %LOG dez/11 mar/12 jun/12 set/12 12 PÁGINA: 33 de 100

35 Comentário do Desempenho Os investimentos na produção de áreas para locação aumentaram substancialmente no 3T12 quando comparados com a produção dos trimestres anteriores. Até 30 de setembro de 2012 a LOG havia produzido um total acumulado de m² de ABL, sendo a produção do trimestre equivalente a m² de ABL um volume 20,0% maior que o 2T12 e 78,8% superior ao 1T12. ABL Construído Acumulado (em m 2 ABL) - %LOG Distribuição Geográfica do ABL em Construção em 30/set/12 (em m² de ABL) - %LOG dez/11 9M12 set/12 GO 10% RJ 9% MG 11% CE 11% ES 4% BA 12% SP 26% PR 17% Em 30 de setembro de 2012 a LOG possuía 10 canteiros de obra em curso, obras que quando entregues adicionarão m² de ABL ao total de áreas entregues para locação. Adicionalmente, durante o 3T12 a LOG iniciou as obras do viário e infraestrutura no Parque Industrial de Betim PIB, cuja velocidade de execução tem sido extremamente satisfatória. A primeira fase do empreendimento contempla terraplanagem, a construção de 10 km de vias e sistemas de drenagem. Fotos das Obras LOG (em set/12) LOG Campos, em Campos dos Goytacazes-RJ LOG Fortaleza, em Fortaleza-CE LOG Juiz de Fora, em Juiz de Fora-MG PIB Betim, em Betim-MG Ao longo dos nove meses de 2012 a LOG concluiu galpões que totalizam m² de ABL, totalizando ao fim deste período m² de ABL entregues, um crescimento de 145,2% em relação a 31 de dezembro de PÁGINA: 34 de 100

36 Comentário do Desempenho Aproximadamente 58 mil m² de ABL foram entregues no final do trimestre, portanto o efeito da receita somente será verificado no 4T12. ABL Entregue em 30/set/12 (em m² ABL) - %LOG dez/10 dez/11 set/12 Desempenho Econômico-Financeiro MRV Receita Operacional Líquida Receita Líquida (em R$ milhões) 14% % 5% T11 2T12 3T12 9M11 9M12 (em R$ milhões) 3T12 2T12 3T11 Var. 3T12 x 2T12 Var. 3T12 x 3T11 9M12 9M11 Var. 9M12 x 9M11 Receita operacional líquida ,8% 7,5% ,0% Resultado financeiro alocado à receita líquida ,2% 18,5% ,8% Receita operacional líquida total ,9% 8,4% ,9% 14 PÁGINA: 35 de 100

37 Comentário do Desempenho Lucro Bruto 45,0% 25,0% 5,0% -15,0% -35,0% -55,0% Lucro Bruto (em R$ milhões) e Margem Bruta (%) 31,6% 28,5% 29,1% 31,9% 28,2% -0,1% 7% % ,0% 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 (100) A margem bruta do 3T12 está impactada em 3,3 p.p. pelos encargos financeiros alocados no CMV (custo dos imóveis vendidos). Excluindo-se os encargos financeiros, a margem bruta do 3T12 foi de 32,5% comparado com 31,6% no 2T12 e 35,1% no 3T11. No quadro abaixo demonstramos os encargos financeiros alocados no CMV: Custo Financeiro alocado ao CMV (em R$ milhões) 3T12 2T12 3T11 9M12 9M11 Custo Financeiro alocado ao CMV % da Receita Líquida 3,3% 3,1% 3,5% 3,3% 3,3% Despesas Comerciais As despesas comerciais da Companhia cresceram, em 2012, fundamentalmente pelo aumento do número de plantões de vendas, corretores próprios e investimentos em publicidade quando comparados ao ano passado. Despesas Comerciais (em R$ milhões) % Desp. Comerciais / Vendas Contratadas (%MRV) e % Desp. Comerciais / Receita Líquida 33% 209 7,6% 7,2% 7,5% 24% 3% 157 5,5% 5,7% 6,6% 6,5% 5,5% 5,5% 6,4% % Rec. Líquida % Vendas 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 Despesas Gerais e Administrativas (G&A) Despesas Gerais e Administrativas % Desp. G&A / Vendas Contratadas (%MRV) 15 PÁGINA: 36 de 100

38 Comentário do Desempenho (em R$ milhões) e % Desp. G&A / Receita Líquida 17% ,9% 6,1% 5,0% 4,8% 5,8% -2% -9% 5,0% 5,2% 4,5% 4,9% 5,0% % Rec. Líquida % Vendas 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 EBITDA* 45,0% 25,0% EBITDA (em R$ milhões) e Margem EBITDA (%) 28,5% 26,6% 19,4% 20,8% 19,8% ,0% -15,0% -35,0% -55,0% % 12% % ,0% 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 - *Vide definição no Glossário Segue abaixo a abertura do cálculo do EBITDA: em R$ milhões 3T12 2T12 3T11 Var. 3T12 x 2T12 Var. 3T12 x 3T11 9M12 9M11 Var.9M12 x 9M11 Lucro antes dos impostos ,5% (28,8%) (25,7%) Depreciações e Amortizações ,5% 34,9% ,1% Resultado Financeiro ,0% 171,0% 22 (14) (253,6%) Encargos financeiros incluídos no CMV ,2% 3,9% ,2% EBITDA ,0% (21,1%) (15,4%) Margem EBITDA 20,8% 19,4% 28,5% 1,3 p.p. (7,8 p.p.) 19,8% 26,6% (6,9 p.p.) Resultado Financeiro (em R$ milhões) 3T12 2T12 3T11 Var. 3T12 x 2T12 Var. 3T12 x 3T11 9M12 9M11 Var. 9M12 x 9M11 Despesas financeiras (36) (35) (43) 3,7% 17,1% (104) (103) 1,2% Receitas financeiras ,7% 29,6% ,6% Receitas financeiras provenientes de clientes ,4% 56,9% ,1% Total (11) (7) (4) 48,0% 171,0% (22) ,6% Abaixo estão demonstrados os resultados financeiros totais ajustados pelos encargos financeiros alocados ao custo dos imóveis vendidos: 16 PÁGINA: 37 de 100

39 Comentário do Desempenho (em R$ milhões) 3T12 2T12 3T11 Var. 3T12 x 2T12 Var. 3T12 x 3T11 9M12 9M11 Var. 9M12 x 9M11 Resultado financeiro (11) (7) (4) 48,0% 171,0% (22) 14 - Custo Financeiro alocado ao CMV (38) (34) (37) 12,2% 3,9% (108) (95) 14,2% Total ajustado (49) (41) (41) 18,5% 20,0% (130) (80) 61,8% Lucro Líquido 45,0% 25,0% Lucro Líquido (em R$ milhões) e Margem Líquida (%) 19,8% 13,3% 13,2% 19,4% 12,7% ,0% -15,0% -35,0% -55,0% % 4% % ,0% 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 (100) ROE 22,8% ROE Acumulado 12 meses 19,7% (2,3 p.p.) (5,4 p.p.) 17,4% 25,2% (0,0 p.p.) (9,1 p.p.) ROE Anualizado 23,5% (8,2 p.p.) 16,2% 16,1% 15,2% 3T11 2T12 3T12 3T11 2T12 3T12 9M11 9M12 Para o cálculo do ROE, utilizamos o lucro líquido atribuído aos acionistas da controladora, dividido pela média do patrimônio líquido atribuído aos acionistas da controladora no período. 17 PÁGINA: 38 de 100

40 Comentário do Desempenho Resultado a Apropriar (em R$ milhões) set/12 jun/12 dez/11 Var. Set-12 x Jun-12 Var. Set-12 x Dez-11 Receita Bruta de Vendas a apropriar ,8% 14,8% (-) Custo de Unidades Vendidas a apropriar (1.620) (1.661) (1.909) 2,5% 15,1% Resultado a apropriar ,3% 14,4% Margem do Resultado a apropriar % 44,7% 44,9% 44,5% 0,2 p.p. 0,2 p.p. Balanço Patrimonial Caixa e Equivalentes de Caixa e Aplicações Financeiras (Títulos e valores mobiliários) Em 30 de setembro de 2012, possuíamos um saldo de Caixa e Equivalentes de Caixa e Aplicações financeiras (Títulos e valores mobiliários) no montante de R$ milhões, um acréscimo de 6,7% em relação aos R$ milhões em 30 de junho de Mantemos uma posição sólida de caixa e uma baixa alavancagem, dando tranquilidade para nossas operações em períodos de incertezas da economia global e possíveis impactos na economia brasileira. Clientes por Incorporação de Imóveis (em R$ milhões) set/12 jun/12 dez/11 Var. Set-12 x Jun-12 Var. Set-12 x Dez meses ,4% 18,2% 13 a 24 meses ,6% 43,6% 25 a 36 meses ,1% 119,6% 37 a 48 meses ,9% 550,1% 49 meses em diante ,9% 489,5% Total ,0% 0,8% Clientes por incorporação de imóveis ,9% 9,6% Receita de vendas a apropriar ,8% 14,8% Total ,0% 0,8% Adiantamento de Clientes (em R$ milhões) set/12 jun/12 dez/11 Var. Set-12 x Jun-12 Var. Jun-12 x Dez meses ,7% 25,0% 13 a 24 meses ,9% 64,5% Após 24 meses ,6% 5,4% Total ,1% 26,8% Adiantamentos por recebimentos ,0% 51,8% Adiantamentos por permutas ,6% 18,4% Total ,1% 26,8% 18 PÁGINA: 39 de 100

41 Comentário do Desempenho Estoques (Imóveis a comercializar) (em R$ milhões) set/12 jun/12 dez/11 Endividamento Var. Set-12 x Jun-12 Var. Set-12 x Dez-11 Imóveis em construção ,1% 18,6% Imóveis concluídos ,3% 10,9% Estoque de terrenos ,9% 23,9% Adiantamento a fornecedores ,7% 41,3% Estoque de materiais ,1% 57,1% Total ,8% 20,0% Circulante ,5% 8,9% Não circulante ,3% 43,6% Em 30 de setembro de 2012, o endividamento total da Companhia era de R$ milhões e totalmente denominado em reais, substancialmente indexados à variação do certificado de depósito interbancário e taxa referencial. (em R$ milhões) Cronograma de Vencimento da Dívida Empréstimo - Financiamento* Debêntures Total 12 meses a 24 meses a 36 meses a 48 meses meses em diante Dívida Total Em 30 de setembro de 2012, o duration 5 da dívida da MRV era de 25 meses. Detalhamento da Dívida (em R$ milhões) Vencimento Encargos Saldo Devedor set/12 Capital de Giro Debêntures - 1ª emissão - 1ª série 15/06/2013 CDI + 1,5% a.a Debêntures - 1ª emissão - 2ª série 15/06/2013 IPCA + 10,8% a.a Debêntures - 3ª emissão 01/02/2014 CDI + 1,6% a.a Debêntures - 5ª emissão 01/07/2016 CDI + 1,5% a.a Debêntures - 6ª emissão 03/05/2017 CDI + 1,5% a.a Capital de Giro - CDI 07/02/12 a 24/05/17 CDI + 1,02% a 2,80% a.a CCB que lastrearam a operação de CRI 15/03/13 a 16/03/15 CDI + 1,15% a.a Financiamento à construção Debêntures - 4ª emissão 01/12/2015 TR + 8,25% a 10,25% a.a Financiamento à construção 06/07/10 a 07/05/16 TR + 8% a 11,5% a.a Outros Debêntures - MRV LOG - 1ª emissão 01/02/2014 CDI + 2,20 % a.a Debêntures - MRV LOG - 2ª emissão 18/06/2019 CDI + 1,90 % a.a Outros Maio/2014 a Abril/2020 CDI + Spread e Pré-fixada 4,5% Total jun/12 5 Duration vide glossário no anexo PÁGINA: 40 de 100

42 Comentário do Desempenho (R$ Milhões) Custo médio ponderado da Dívida Saldo Devedor Set/12 Saldo Devedor /Total (%) Custo Médio CDI % CDI + 1,5% TR % TR + 8,1% Outros (IPCA + 10,8%, Pré Fixada 4,5%, outros) 14 0% - Total % - Dívida Líquida (em R$ milhões) set/12 jun/12 dez/11 Var. Set-12 x Jun-12 Var. Set-12 x Dez-11 Dívida total ,2% 34,0% (-) Caixa e Equivalentes de Caixa e Aplicações Financeiras (1.617) (1.564) (1.127) 3,3% 43,4% Dívida Líquida ,1% 27,1% Patrimônio Líquido Total ,1% 11,1% Dívida Líquida / PL Total 48,3% 48,8% 42,2% 0,5 p.p. 6,1 p.p. EBITDA Anualizado ,0% 9,0% Dívida Líquida / EBITDA Anualizado 2,07 2,25 1,48 8,0% 51,8% (em R$ milhões) set/12 jun/12 dez/11 Var. Set-12 x Jun-12 Var. Set-12 x Dez-11 Dívida MRV residencial ,6% 32,9% (-) Caixa e Equivalentes de Caixa e Aplicações Financeiras MRV Residencial (1.600) (1.519) (1.043) 5,3% 53,4% Dívida Líquida MRV Residencial ,4% 18,9% Dívida LOG CP (% MRV) ,2% 60,4% (-) Caixa e Equivalentes de Caixa e Aplicações Financeiras LOG CP (% MRV) (17) (46) (84) 62,6% 79,7% Dívida Líquida LOG CP (% MRV) ,4% 682,5% Dívida Líquida Total ,1% 27,1% Risco Corporativo e Covenants Ratings braa- braa- 20 PÁGINA: 41 de 100

43 Comentário do Desempenho Covenant de Dívida 0,65 0,31 0,30-0,11 0,14 0,04 0,17-0,08 0,12-0,04-0,01-0,10 0,15 0,28 0,21 0,21 0,10 0,11 0,14 0,27 < 0,65 Covenant de Recebíveis 15,14 5,55 4,46 4,32 4,90 7,03 5,53 5,03 4,99 4,00 4,14 3,97 3,82 3,74 4,15 4,13 3,76 3,54 3,88 1,60 > 1,6 Ações MRVE3 (28/09/12) ações Valor de Mercado: R$ 5,9 mi US$ 2,9 mi (US$ 1 = R$ 2,03) Média de Negociação Diária (9M12): R$ 70,68 milhões Programa de Recompra de Ações Plano de Recompra Vigência 09/08/2013 Status Ativo Quantidade Máxima Quantidade adquirida até 30/ Ações em Tesouraria O Conselho de Administração aprovou em 9 de julho de 2012, um novo programa de recompra de ações da Companhia, com início em 10 de agosto de 2012 e término em 9 de agosto de A quantidade de ações aprovada é de até de ações ordinárias de emissão da Companhia, deduzida da quantidade de ações recomprada no programa de recompra vigente (aprovado em 10 de agosto de 2011) entre as datas de 9 de julho de 2012 e seu vencimento em 9 de agosto de Ou seja, na combinação dos dois programas, a quantidade total aprovada é de de ações com vigência até o dia 9 de agosto de PÁGINA: 42 de 100

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Versão : 2. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Versão : 2. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - VIX LOGÍSTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - VIX LOGÍSTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - PDG REALTY SA EMPREENDIMENTOS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - PDG REALTY SA EMPREENDIMENTOS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - NEOENERGIA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - NEOENERGIA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 ITR Informações Trimestrais 30/06/2012 NEOENERGIA S.A Versão : 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - ESTACIO PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - ESTACIO PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Dados da Empresa / Composição do Capital

Dados da Empresa / Composição do Capital Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - MARCOPOLO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - MARCOPOLO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BRADESPAR S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BRADESPAR S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - TOTVS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - TOTVS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - DOMMO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - DOMMO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Resultados 2T13 e 1S13

Resultados 2T13 e 1S13 Resultados 2T13 e 1S13 Relações com Investidores RSID3: R$ 2,87 por ação OTC: RSRZY Total de ações: 428.473.420 Valor de mercado: R$ 1,3 bilhão Teleconferência 15 de Agosto de 2013 Em Português com Tradução

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CEMIG TELECOMUNICAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CEMIG TELECOMUNICAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - VALE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - VALE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - MAHLE METAL LEVE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - MAHLE METAL LEVE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_...

http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_... http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_... Página 1 de 14 CONTABILIDADE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Considerações ROTEIRO 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 4 Balanço Patrimonial Passivo 6 Demonstração do Resultado 9 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Adiantamento para futuro Capital Prejuízos aumento Explicativa n o social acumulados Subtotal de capital Total SALDO EM 01 DE DEZEMBRO DE 2010 255.719.100

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - LOJAS AMERICANAS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - LOJAS AMERICANAS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Conta Descrição 30/06/2012 31/12/2011. 1 Ativo Total 13.041.716 13.025.168. 1.01 Ativo Circulante 955.080 893.603

Conta Descrição 30/06/2012 31/12/2011. 1 Ativo Total 13.041.716 13.025.168. 1.01 Ativo Circulante 955.080 893.603 Conta Descrição 0/06/0 //0 Ativo Total.0.76.05.68.0 Ativo Circulante 955.080 89.60.0.0 Caixa e Equivalentes de Caixa 5.8 7.9.0.0.0 Bens Numerários.0.0.0 Depósitos Bancários.69 6..0.0.0 Aplicações Financeiras.9.5.0.0

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - JHSF PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - JHSF PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - GENERAL SHOPPING BRASIL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - GENERAL SHOPPING BRASIL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - KARSTEN SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - KARSTEN SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente 7 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2014 - Inbrands S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2014 - Inbrands S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - HOTEIS OTHON SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - HOTEIS OTHON SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32

Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32 Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal 1 de 32 Plano de Contas Referencial da Secretaria da Receita Federal após a Lei 11638/07 Quando informado o registro: as instituições sujeitas

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2014 - CAMBUCI SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2014 - CAMBUCI SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02024-9 KLABIN SEGALL S/A 00.187.032/0001-48 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02024-9 KLABIN SEGALL S/A 00.187.032/0001-48 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - Sonae Sierra Brasil S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - Sonae Sierra Brasil S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia do Vale Paranapanema ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO

INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Aos Srs. Acionistas Investco S.A. Anexo I - Comentários dos Diretores da Companhia Contas dos Administradores referentes ao exercício social encerrado em 31.12.2012.

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - LINX S.A. Versão : 2. Declaração dos Diretores sobre o Relatório dos Auditores Independentes 71

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - LINX S.A. Versão : 2. Declaração dos Diretores sobre o Relatório dos Auditores Independentes 71 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões.

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões. Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - MANGELS INDUSTRIAL SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - MANGELS INDUSTRIAL SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - BR PROPERTIES S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - BR PROPERTIES S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - ÁPICE SECURITIZADORA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - ÁPICE SECURITIZADORA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 4. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 4. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - Desenvix Energias Renováveis S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - Desenvix Energias Renováveis S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

Rodobens Locação de Imóveis Ltda.

Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Demonstrações contábeis referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes Approach Auditores Independentes Relatório dos

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - TRANSMISSORA ALIANÇA DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - TRANSMISSORA ALIANÇA DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - MANGELS INDUSTRIAL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - MANGELS INDUSTRIAL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente 8 Demonstração

Leia mais

GTD PARTICIPAÇÕES S.A.

GTD PARTICIPAÇÕES S.A. GTD PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 E PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES GTD PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

Banrisul Armazéns Gerais S.A.

Banrisul Armazéns Gerais S.A. Balanços patrimoniais 1 de dezembro de 2012 e 2011 Nota Nota explicativa 1/12/12 1/12/11 explicativa 1/12/12 1/12/11 Ativo Passivo Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 17.891 18.884 Contas

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01047-2 SARAIVA S.A. LIVREIROS EDITORES 60.500.139/0001-26 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01047-2 SARAIVA S.A. LIVREIROS EDITORES 60.500.139/0001-26 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

As Demonstrações Contábeis para Pequenas e Médias Empresas (PMEs) NBC T 19.41 Resolução 1255/09 do CFC

As Demonstrações Contábeis para Pequenas e Médias Empresas (PMEs) NBC T 19.41 Resolução 1255/09 do CFC As Demonstrações Contábeis para Pequenas e Médias Empresas (PMEs) NBC T 19.41 Resolução 1255/09 do CFC Profa Marcia Ferreira Neves Tavares Prof. Severino Ramos da Silva O que vamos conversar... Por quê

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 2. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 2. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - CENTRAIS ELETRICAS DE SANTA CATARINA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - CENTRAIS ELETRICAS DE SANTA CATARINA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - AUTOPISTA FLUMINENSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - AUTOPISTA FLUMINENSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08)

Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08) Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08) Aprova a Orientação OCPC - 01 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, que trata de Entidades de Incorporação Imobiliária. A PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - EDP ENERGIAS DO BRASIL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - EDP ENERGIAS DO BRASIL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - ALPARGATAS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - ALPARGATAS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - AUTOPISTA FLUMINENSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - AUTOPISTA FLUMINENSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - SUZANO PAPEL E CELULOSE SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - SUZANO PAPEL E CELULOSE SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00617-3 FORJAS TAURUS S.A. 92.781.335/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00617-3 FORJAS TAURUS S.A. 92.781.335/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures BROFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 Brookfield Incorporações S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A.

Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A. Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A. Informações Trimestrais - ITR 31 de março de 2013 com Relatório de Revisão dos Auditores Independentes Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes MULTIPLAN

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 3 Demonstração do Resultado Abrangente 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO

DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO Olá, pessoal! Hoje trago uma aula sobre a Demonstração do Valor Adicionado DVA, que foi recentemente tornada obrigatória para as companhias abertas pela Lei 11.638/07, que incluiu o inciso V ao art. 176

Leia mais

METALÚRGICA DUQUE S/A CNPJ N 84.683.762/0001-20 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DE 2011

METALÚRGICA DUQUE S/A CNPJ N 84.683.762/0001-20 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DE 2011 METALÚRGICA DUQUE S/A CNPJ N 84.683.762/0001-20 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DE 2011 Senhores Acionistas, Submetemos à apreciação de V.Sas. as Demonstrações Financeiras da Metalúrgica Duque S/A, referentes

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01976-3 EDP - ENERGIAS DO BRASIL S.A. 03.983.431/0001-03 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01976-3 EDP - ENERGIAS DO BRASIL S.A. 03.983.431/0001-03 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

LOCALIZA RENT A CAR S.A.

LOCALIZA RENT A CAR S.A. Informações Trimestrais 30 de setembro de 2013 Localiza LOCALIZA RENT A CAR S.A. CNPJ/MF 16.670.085/0001-55 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - MULTIPLAN EMP. IMOBILIARIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - MULTIPLAN EMP. IMOBILIARIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007

Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007 80 Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007 Parecer dos Auditores Independentes 81 Aos Acionistas da Inepar Telecomunicações S.A Curitiba - PR 1. Examinamos

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - QUALICORP S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - QUALICORP S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/03/2014 - TEREOS INTERNACIONAL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/03/2014 - TEREOS INTERNACIONAL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - METALURGICA DUQUE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - METALURGICA DUQUE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BAHEMA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2. Balanço Patrimonial Passivo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BAHEMA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2. Balanço Patrimonial Passivo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - GTD PARTICIPACOES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - GTD PARTICIPACOES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - AUTOPISTA PLANALTO SUL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - AUTOPISTA PLANALTO SUL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

JOSÉ HERNANDEZ PEREZ JUNIOR

JOSÉ HERNANDEZ PEREZ JUNIOR JOSÉ HERNANDEZ PEREZ JUNIOR Mestre em Controladoria e Contabilidade Estratégica e Bacharel em Ciências Contábeis. Professor de cursos de MBA da Fundação Getulio Vargas - RJ. Professor das Faculdades Atibaia

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Yuny Incorporadora S.A. Demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2013 e 2012

Leia mais