Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Resultados 3T06 8 de novembro de 2006"

Transcrição

1 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas de acordo com práticas contábeis adotadas no Brasil, baseada na Lei das Sociedades por Ações, nas regulamentações da CVM e nos padrões de contabilidade emitidos pelo Instituto dos Auditores Independentes do Brasil ( GAAP Brasileiro ). DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS Resultados 3T06 Teleconferências: 15h Português Tel: 55 (11) Código: UOL 12h Inglês Tel: 1 (973) Código: Relações com Investidores Paulo Narcélio Amaral CFO e Diretor de Relações com Investidores Carlota Moniz Relações com Investidores O EBITDA, no período de julho a setembro de 2006, totalizou R$33,0 milhões, representando um crescimento de 17% sobre o mesmo período em A margem de EBITDA atingiu 29% no 3T06, apresentando um aumento de 4 p.p. sobre o 3T05. No entanto, o EBITDA do 3T05 incluía R$8,2 milhões referente à reversão de provisões e o EBITDA do 3T06 inclui R$5,0 milhões resultantes de reversão de provisões com fornecedores na Argentina. Excluindo os impactos dos resultados excepcionais em ambos os períodos, o EBITDA apresenta crescimento de 40% no 3T06 em relação ao 3T05. A receita de publicidade e outras (que inclui receita com publicidade de marca, links patrocinados, novos produtos, permuta e publicidade relacionada a tráfego) somou R$35,9 milhões no 3T06 e R$103,5 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um crescimento de 29% e 47%, respectivamente, quando comparada aos mesmos períodos em A receita de publicidade caixa (que inclui receita com publicidade de marca, links patrocinados e novos produtos e exclui permuta e publicidade relacionada a tráfego) somou R$18,5 milhões no 3T06 e R$47,4 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um crescimento de 49% e 53%, respectivamente, sobre os mesmos períodos em O número de assinantes pagantes de banda larga atingiu 753 mil em setembro de 2006, com aumento de 35% sobre setembro de Continuamos na liderança em page views e tempo de permanência online dentre os portais de conteúdo no Brasil, com mais de milhões de páginas vistas e um tempo médio de permanência online de 1h:14min:56seg em setembro de 2006, de acordo com as medições do IBOPE//NetRatings. Em julho lançamos a Loja de Jogos, com parceiros que trouxeram role-play games como Ragnarok e Priston Tale. Lançamos o novo Shopping UOL em setembro. O novo site permite buscar ofertas e também comparar preços. Utilizando um mecanismo de busca que varre toda a Internet, o novo Shopping UOL tem mais de 1,5 milhão de ofertas cadastradas e conta com uma equipe especializada que faz a cotação de preços em lojas do mundo físico, disponibilizando, também, ofertas de lojas que não vendem pela Internet. Consolidamos a 2ª colocação em busca, com mais de 3,4 milhões de visitantes únicos no mês de setembro de 2006, de acordo com as medições do IBOPE//NetRatings. - 1 / 10 -

2 Receita Bruta de Serviços A receita bruta de serviços foi de R$157,9 milhões no 3T06 e de R$462,5 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um crescimento de 10% e 13%, respectivamente, sobre os mesmos períodos em A receita de assinaturas foi de R$122,0 milhões no 3T06 e de R$359,0 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um crescimento de 5% e 6%, respectivamente, sobre os mesmos períodos em Tal crescimento é resultado do aumento da base de assinantes pagantes, que atingiu 1,54 milhão em setembro de 2006, representando um crescimento de 7% sobre a base de assinantes de setembro de Desse total, 753 mil eram assinantes de banda larga, representando um crescimento de 35% sobre a base de assinantes banda larga de setembro de A receita de publicidade e outras foi de R$35,9 milhões no 3T06 e de R$103,5 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um aumento de 29% e 47%, respectivamente, sobre os mesmos períodos em A receita de publicidade e outras já representa 22% do total da receita da Companhia nos primeiros nove meses de 2006, uma evolução de 5 p.p. quando comparado aos 17% que representava no mesmo período do ano passado. A receita de publicidade caixa (que inclui publicidade de marca, links patrocinados e novos produtos e exclui permuta e publicidade de tráfego) foi de R$18,5 milhões no 3T06 e de R$47,4 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um crescimento de 49% e 53%, respectivamente, sobre os mesmos períodos em Esse crescimento deveu-se principalmente ao aumento do número de clientes anunciantes de publicidade de marca, e de links patrocinados. Deduções da Receita Bruta As deduções da receita bruta foram de R$43,8 milhões no 3T06 e de R$111,2 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um aumento de 47% e 43%, respectivamente, sobre os mesmos períodos em No 3T06, as deduções representaram 28% da receita bruta de serviços, em comparação com os 21% verificados no 3T05. Receita Líquida de Serviços A receita líquida foi de R$114,1 milhões no 3T06 e de R$351,3 milhões nos primeiros nove meses de 2006, em linha com o 3T05 e com um crescimento de 6% sobre os primeiros nove meses de Custo dos Serviços Prestados O custo dos serviços prestados totalizou R$51,1 milhões no 3T06, em comparação a R$55,2 milhões no 3T05, representando uma queda de 7%, devido à redução do custo de acesso. Nos primeiros nove meses de 2006, o custo do serviço prestado totalizou R$158,4 milhões, representando um crescimento de 2% sobre os primeiros nove meses de 2005, devido principalmente ao aumento da base de assinantes banda larga. Lucro Bruto O lucro bruto atingiu R$63,0 milhões no 3T06 e R$192,9 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando um crescimento de 7% e 10%, respectivamente, sobre os mesmos períodos em A margem bruta (lucro bruto dividido pela receita líquida) foi de 55% no 3T06 e nos primeiros nove meses de 2006, representando um crescimento de 3 pontos percentuais sobre a margem bruta do 3T05 e de 2 pontos percentuais sobre a margem bruta dos primeiros nove meses de 2005, respectivamente. - 2 / 10 -

3 Despesas com Vendas As despesas com vendas totalizaram R$19,5 milhões no 3T06 e R$60,8 milhões nos primeiros nove meses de 2006, representando uma redução de 15% e 11% sobre o 3T05 e os primeiros nove meses de 2005, respectivamente, seguindo o plano de marketing do UOL para Despesas Gerais e Administrativas As despesas gerais e administrativas totalizaram R$15,5 milhões no 3T06 e R$44,3 milhões nos 9M06, representando uma redução de 2% e 15%, respectivamente, sobre os mesmos períodos em 2005, resultado da diminuição das despesas com serviços de terceiros. Depreciações e Amortizações As despesas com depreciações e amortizações aumentaram de R$5,1 milhões no 3T05 para R$8,4 milhões no 3T06 e de R$17,6 milhões nos 9M05 para R$23,9 milhões nos 9M06. A partir de janeiro de 2006 adotamos a depreciação acelerada dos bens de nosso parque tecnológico com base na expectativa de vida útil desses bens. Receitas (Despesas) Financeiras, Líquidas Resultado Financeiro As receitas financeiras líquidas aumentaram de R$1,6 milhão no 3T05 para R$6,1 milhões no 3T06 (+281%), como resultado da aplicação do caixa gerado na operação e dos recursos provenientes da oferta pública de ações realizada em dezembro de Nos primeiros nove meses de 2006, o resultado financeiro líquido totalizou R$18,8 milhões, representando uma redução de 16% sobre os 9M05. Os principais fatores que contribuíram para essa queda foram a apreciação do real frente ao dólar no 1T05 que gerou uma redução do passivo referente às debêntures conversíveis denominadas em dólar existentes à época e despesas não-recorrentes no 1T06 e no 3T06. Outros Resultados com Investimentos Nos 9M06 e 9M05, o resultado de participações em sociedades controladas foi de R$1,5 milhão e R$2,8 milhões, respectivamente, ambos provenientes de nossa operação na Argentina. Outras Receitas (Despesas) Operacionais As outras receitas operacionais totalizaram R$5,0 milhões no 3T06 e R$6,3 milhões nos primeiros nove meses de 2006 e resultaram, principalmente, de reversão de provisões para contingências e fornecedores na Argentina. No 3T05 e nos 9M05, as outras receitas operacionais totalizaram R$7,1 milhões e R$27,9 milhões, respectivamente, e incluíam a reversão de provisões para contingências. Resultado Não Operacional Nos primeiros nove meses de 2006 o resultado não operacional de R$0,7 milhão está relacionado principalmente ao recebimento de seguro na Argentina. Nos primeiros nove meses de 2005, o resultado não operacional de R$5,3 milhões refere-se principalmente a ganho de capital na Argentina. - 3 / 10 -

4 Imposto de Renda e Contribuição Social O imposto de renda e a contribuição social sobre o lucro são calculados como um percentual do lucro líquido antes dos impostos e atualmente são cobrados a alíquotas de 25% e 9%, respectivamente. A legislação permite que prejuízos fiscais sejam transportados para os exercícios seguintes para serem compensados com impostos futuros. O montante do imposto de renda e contribuição social devido no 3T06 foi de R$1,2 milhão, enquanto que o montante de créditos tributários utilizados foi de R$4,6 milhões. Nos primeiros nove meses de 2006, o montante do imposto de renda e contribuição social devido foi de R$2,2 milhões, enquanto que o montante de créditos tributários utilizados foi de R$23,9 milhões. EBITDA O EBITDA, no período de julho a setembro de 2006, totalizou R$33,0 milhões, representando um crescimento de 17% sobre o mesmo período em A margem de EBITDA atingiu 29% no 3T06, apresentando um aumento de 4p.p. sobre o 3T05. No entanto, o EBITDA do 3T05 incluía R$8,2 milhões referente à reversão de provisões e o EBITDA do 3T06 inclui R$5,0 milhões resultantes da reversão de provisão com fornecedores na Argentina. Excluindo os impactos dos resultados excepcionais em ambos os períodos, o EBITDA apresenta crescimento de 40% no 3T06 em relação ao 3T05. O EBITDA, nos primeiros nove meses de 2006, totalizou R$95,6 milhões, representando um crescimento de 11% sobre o mesmo período em A margem de EBITDA atingiu 27% nos 9M06, apresentando um aumento de 1p.p. sobre o acumulado de No entanto, o EBITDA dos 9M05 incluía R$30,7 milhões referentes à reversão de provisões e o EBITDA dos 9M06 inclui R$7,8 milhões resultantes, principalmente da reversão de provisão com fornecedores na Argentina. Excluindo os impactos dos resultados excepcionais em ambos os períodos, o EBITDA dos 9M06 apresenta crescimento de 57% sobre os 9M05. Os principais fatores que contribuíram para essa elevação foram o crescimento da receita de publicidade e outros, com o aumento do volume de clientes de publicidade de marca e de links patrocinados, e o controle de custos. A tabela abaixo demonstra o cálculo do EBITDA: (em milhões de Reais) Trimestres encerrados em 30 de setembro Período de nove meses encerrado em 30 de setembro x x05 Lucro (prejuízo) operacional... 24,7 30,7 24% 91,3 90,5-1% Resultado financeiro líquido... (1,6) (6,1) 281% (22,4) (18,8) -16% Depreciações e amortizações... 5,1 8,4 65% 17,6 23,9 36% EBITDA... 28,2 33,0 17% 86,5 95,6 11% Margem de EBITDA... 25% 29% +4p.p. 26% 27% +1p.p. 1 EBITDA é o lucro (prejuízo) operacional adicionado das receitas (despesas) financeiras líquidas, de depreciações e amortizações e da amortização de ágio conforme Ofício CVM 01/2005. O EBITDA não é uma medida utilizada nas práticas contábeis adotadas no Brasil ou nos princípios contábeis geralmente aceitos nos Estados Unidos da América (USGAAP), não representando o fluxo de caixa para os períodos apresentados e não deve ser considerado como sendo uma alternativa ao lucro líquido na qualidade de indicador do nosso desempenho operacional ou como uma alternativa ao fluxo de caixa na qualidade de indicador de liquidez. O EBITDA não tem um significado padronizado e nossa definição de EBITDA pode não ser comparável ao EBITDA ou EBITDA ajustado conforme definido por outras companhias. Ainda que o EBITDA não forneça, de acordo com as práticas contábeis utilizadas no Brasil e nos Estados Unidos da América, uma medida do fluxo de caixa operacional, nossa administração o utiliza para mensurar nosso desempenho operacional. Adicionalmente, entendemos que determinados investidores e analistas financeiros utilizam o EBITDA como indicador do desempenho operacional de uma companhia e/ou de seu fluxo de caixa. - 4 / 10 -

5 A tabela abaixo demonstra o cálculo do EBITDA excluindo as receitas não-recorrentes: (em milhões de Reais) Trimestres encerrados em 30 de setembro Período de nove meses encerrado em 30 de setembro x x05 Lucro (prejuízo) operacional... 24,7 30,7 24% 91,3 90,5-1% Resultado financeiro líquido... (1,6) (6,1) 281% (22,4) (18,8) -16% Depreciações e amortizações... 5,1 8,4 65% 17,6 23,9 36% EBITDA... 28,2 33,0 17% 86,5 95,6 11% Receitas não-recorrentes... (8,2) (5,0) -39% (30,7) (7,8) -75% EBITDA... 20,0 28,0 40% 55,8 87,8 57% Margem de EBITDA... 18% 25% +7p.p. 17% 25% +8p.p. Lucro Líquido e Lucro por Ação O lucro líquido foi de R$23,4 milhões no 3T06 e de R$200,3 milhões no 3T05. Nos primeiros nove meses de 2006, o lucro líquido foi de R$64,4 milhões e nos primeiros nove meses de 2005 foi de R$272,7 milhões. Essa redução deveu-se, principalmente, à constituição, em setembro de 2005, do crédito de imposto de renda e contribuição social enquanto que, a partir do 1T06, a Companhia passou a reconhecer despesas de imposto de renda e contribuição social. O lucro líquido por ação foi de R$0,19 no 3T06, comparado com um lucro líquido por ação de R$1,96 no 3T05. Liquidez e Recursos de Capital Atividades Operacionais No 3T05 o caixa gerado nas atividades operacionais foi de R$9,5 milhões. No 3T06, o caixa gerado nas atividades operacionais foi consumido, principalmente, por depósitos judiciais relativos ao COFINS no valor de R$16,3 milhões. Atividades de Investimento No 3T05 a atividade de investimento utilizou R$5,6 milhões, principalmente devido ao aumento do imobilizado. No 3T06 o caixa gerado na atividade de investimento foi de R$2,1 milhões, devido basicamente ao resgate de aplicações financeiras. Atividades de Financiamento O caixa líquido utilizado em atividades de financiamento foi de R$1,5 milhão no 3T05 e R$1,1 milhão no 3T06. No 3T05 o aumento do caixa foi utilizado na amortização de empréstimos e financiamentos bancários no valor de R$0,5 milhão e pagamento do parcelamento de ICMS e CPMF no montante de R$1,0 milhão. No 3T06 destaca-se o pagamento do parcelamento de ICMS e CPMF no montante de R$1,1 milhão. Em 30 de setembro de 2006, tínhamos apenas R$0,1 milhão em empréstimos e financiamentos de curto prazo na Argentina e não tínhamos empréstimos e financiamentos no Brasil. Na mesma data, as disponibilidades e aplicações financeiras consolidadas totalizaram R$375,3 milhões, excedendo em R$375,2 milhões o total de nossos compromissos. - 5 / 10 -

6 Balanço Conforme demonstrado na tabela a seguir, a Companhia não possuía empréstimos e financiamentos relevantes ao final do 3T06. (em milhões de Reais) 30/06/ /09/2006 Disponibilidades ,8 375,3 Dívida de curto prazo... 0,2 0,1 Dívida de longo prazo... 0,0 0,0 Caixa líquido ,6 375,2 A variação negativa no saldo de caixa deveu-se ao depósito judicial relativo ao COFINS, no valor de R$16,3 milhões, que já estavam provisionados. O saldo da conta adiantamento de clientes aumentou de R$32,4 milhões no 3T05 para R$41,3 milhões no 3T06 refletindo créditos de publicidade pagos antecipadamente e ainda não apropriados como receita. O patrimônio líquido passou de R$479,0 milhões em junho de 2006 para R$502,5 milhões em setembro de 2006, devido à geração de lucro líquido. - 6 / 10 -

7 ANEXO I DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO Universo Online S.A. Demonstração do resultado (em milhões de Reais) 3T05 3T06 3T06 x 3T05 9M05 9M06 9M06 x 9M05 Receita bruta de serviços ,7 157,9 10% 409,5 462,5 13% Assinaturas ,9 122,0 5% 339,1 359,0 6% Publicidade e outras... 27,8 35,9 29% 70,4 103,5 47% Deduções da receita bruta... (29,7) (43,8) 47% (77,9) (111,2) 43% Receita líquida de serviços ,0 114,1-331,6 351,3 6% Custo dos serviços prestados... (55,2) (51,1) -7% (155,9) (158,4) 2% Resultado bruto... 58,8 63,0 7% 175,7 192,9 10% Receitas (despesas) operacionais (34,1) (32,3) (84,4) (102,4) Com vendas... (23,0) (19,5) -15% (68,0) (60,8) -11% Gerais e administrativas... (15,8) (15,5) -2% (51,9) (44,3) -15% Depreciações e amortizações... (5,1) (8,4) 65% (17,6) (23,9) 36% Receitas (despesas) financeiras, líquidas... 1,6 6,1 281% 22,4 18,8-16% Participações em sociedades controladas: Outros resultados com investimentos... 1,1 - n.a. 2,8 1,5-46% Outras receitas (despesas) operacionais... 7,1 5,0-30% 27,9 6,3-77% Lucro operacional... 24,7 30,7 24% 91,3 90,5-1% Resultado não operacional... 0,1 (0,4) n.a. 5,3 0,7-87% Lucro antes do imposto de renda e contribuição social... 24,8 30,3 22% 96,6 91,2-6% Provisão para imposto de renda e contribuição social... - (1,2) n.a. - (2,2) n.a. Imposto de renda e contribuição social diferidos ,2 (4,6) n.a. 175,2 (23,9) n.a. Lucro antes da participação de acionistas minoritários ,0 24,5-88% 271,8 65,1-76% Participação de acionistas minoritários... 0,3 (1,1) n.a. 0,9 (0,7) n.a. Lucro líquido ,3 23,4-88% 272,7 64,4-76% - 7 / 10 -

8 ANEXO II BALANÇO PATRIMONIAL Universo Online S.A. Balanço Patrimonial Consolidado (em milhares de Reais) 30/06/ /09/2006 Ativo Circulante Caixa e bancos Aplicações financeiras Contas a receber de clientes Impostos a recuperar Impostos diferidos Adiantamentos a fornecedores Despesas pagas antecipadamente Outras contas a receber Realizável a longo prazo Depósitos judiciais Impostos a recuperar Impostos diferidos Sociedades controladas e partes relacionadas Outras contas a receber Permanente Investimentos em empresas controladas Imobilizado Diferido Total do Ativo Passivo e Patrimônio Líquido Circulante Fornecedores Empréstimos e financiamentos Salários e encargos sociais Impostos e contribuições Provisão para contingências Adiantamentos de clientes Outras contas a pagar Exigível a longo prazo Partes relacionadas Provisão para perda em coligadas e controladas Impostos e contribuições Provisão para contingências Outras provisões Acionistas minoritários Patrimônio Líquido Capital social Prejuízos acumulados... ( ) ( ) Total do Passivo e Patrimônio Líquido / 10 -

9 ANEXO III FLUXO DE CAIXA Universo Online S.A. Fluxo de Caixa (em milhares de Reais) 3T05 3T06 Fluxo de Caixa Proveniente das Atividades Operacionais Lucro líquido do trimestre Despesas que não afetam o caixa: Depreciação e amortização Baixa de bens do ativo imobilizado Imposto de renda e contribuição social diferidos ( ) Acréscimo (redução) de provisão para devedores duvidosos (1.234) Participação minoritária (314) Reversão de saldos a pagar - (5.267) Perda de capital na alienação de investimento Provisão imposto de renda e contribuição social Acréscimo (reversão) de provisão para contingências fiscais e outras (4.675) Outros resultados com investimentos (57) - Juros, receita de aplicações financeiras e variação cambial, líquida (7.325) (7.858) de ativos e passivos operacionais: Aplicação financeira ( trading securities ) (4.528) - Contas a receber de clientes (684) (689) Impostos a compensar (1.020) (330) Impostos diferidos Adiantamento a fornecedores (1.011) (859) Depósitos judiciais compulsórios (3.158) (18.874) Despesas antecipadas Outras contas a receber (916) (163) Contas a receber com partes relacionadas (216) (860) Outras contas a pagar 242 (3.859) Fornecedores (10.633) (4.093) Salários e encargos sociais (85) (1.767) Impostos e contribuições (305) Pagamento de juros (281) (1.224) Contas a pagar com partes relacionadas 731 (194) Adiantamento de clientes Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades operacionais (17) Caixa consumido nas atividades de investimentos Imobilizado (4.215) (10.337) Caixa gerado na venda de imobilizado Diferido 17 (2.717) Decréscimo de caixa restrito (1.673) - Acréscimo de aplicações financeiras ( short term investments ) - (16.000) Resgate de aplicações financeiras Acréscimo (diminuição) de caixa originado nas atividades de investimentos (5.629) Caixa consumido nas atividades de financiamento Empréstimos e financiamentos bancários (93) - Pagamentos de financiamentos bancários (principal) (495) - Pagamento parcelamento ICMS (principal) (760) (908) Pagamento PAES/Parcelamento (CPMF) (198) (198) Diminuição de caixa originado nas atividades de financiamento (1.546) (1.106) Aumento de caixa, bancos e aplicações financeiras de liquidez imediata Saldo inicial Saldo final Movimentação líquida de caixa e bancos Nota 1: Durante o período de nove meses findo em 30 de setembro de 2005 a Sociedade mantinha aplicações financeiras com características de trading securities (fluxos de caixa oriundos de vencimento, compra e venda de títulos disponíveis para negociação, classificados como atividades das operações). Nota 2: Os parcelamentos de impostos foram classificados em atividades de financiamento por se tratar de contratos específicos de longo prazo. - 9 / 10 -

10 ANEXO IV DADOS OPERACIONAIS Período de 30 dias findo em 30 de setembro de % 06x05 Páginas vistas (1) (em milhões) % Páginas vistas (2) (em milhões) % Visitantes únicos (2) (em 000) % Visitantes únicos em busca (2) (em 000) % Alcance (2) (% de todos usuários brasileiros) 63% 65% 2p.p. Tempo Online (2) (horas:min:seg) 1:22:42 1:14:56-9% Fonte: (1) Medição de páginas vistas conforme servidores do UOL. Inclui mercado domiciliar, escritórios, governo e escolas. (2) Ibope//NetRatings (audiência de portal, painel domiciliar, brand, excluindo aplicativos de Internet) / 10 -

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 Porto Alegre, 30 de outubro de 2008 LOJAS RENNER S.A. (Bovespa: LREN3), segunda maior rede de lojas de departamentos de vestuário

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11.

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. O Lucro Líquido do 1T09 (sem ajustes) apresentou queda de 1,4%

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2014

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2014 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2014 LUPATECH S.A. CNPJ/MF nº 89.463.822/0001-12 NIRE 43300028534 Companhia Aberta de Capital Autorizado Novo Mercado Relatório da Administração Mensagem da Administração Senhores

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Texto para as questões de 31 a 35 conta saldo despesa de salários 10 COFINS a recolher 20 despesas de manutenção e conservação 20 despesa de depreciação 20 PIS a recolher 30 despesas

Leia mais

FUNDAÇÃO DAS ESCOLAS UNIDAS DO PLANALTO CATARINENSE LAGES - SC BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE. Valores expressos em Reais ATIVO

FUNDAÇÃO DAS ESCOLAS UNIDAS DO PLANALTO CATARINENSE LAGES - SC BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE. Valores expressos em Reais ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO CIRCULANTE Notas 6.637.617 7.393.842 Disponibilidades 1.048.777 742.707 Créditos a receber de clientes 4.1 1.832.535 2.646.556 Créditos a receber - outros

Leia mais

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005 Divulgação Imediata Cot. da Ação PNB CLSC6) em 31/03/05: R$ 0,90/ação Valoriz. No 1T05: -16% Valor de Mercado R$ : 694 milhões US$

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia do Vale Paranapanema ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - VIX LOGÍSTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - VIX LOGÍSTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14

AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14 AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14 Barueri, 28 de Outubro de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do terceiro trimestre

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06 Eusébio CE, 09 de novembro de 2006 A M. Dias Branco S.A. (Bovespa: MDIA3), empresa líder nos mercados de biscoitos e de massas no Brasil, anuncia hoje seus resultados do terceiro

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Adiantamento para futuro Capital Prejuízos aumento Explicativa n o social acumulados Subtotal de capital Total SALDO EM 01 DE DEZEMBRO DE 2010 255.719.100

Leia mais

IESA ÓLEO & GÁS S.A. Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008

IESA ÓLEO & GÁS S.A. Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Conteúdo Balanços Patrimoniais

Leia mais

10. Balanço Patrimonial. 10.1 Plano de Contas

10. Balanço Patrimonial. 10.1 Plano de Contas 10. Balanço Patrimonial 10.1 Plano de Contas É um elemento sistematizado e metódico de todas as contas movimentadas por uma empresa. Cada empresa deverá ter seu próprio plano de contas de acordo com suas

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 São Paulo, 25 de fevereiro de 2005 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia hoje seus

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

GTD PARTICIPAÇÕES S.A.

GTD PARTICIPAÇÕES S.A. GTD PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 E PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES GTD PARTICIPAÇÕES S.A. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO

INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Aos Srs. Acionistas Investco S.A. Anexo I - Comentários dos Diretores da Companhia Contas dos Administradores referentes ao exercício social encerrado em 31.12.2012.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01047-2 SARAIVA S.A. LIVREIROS EDITORES 60.500.139/0001-26 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01047-2 SARAIVA S.A. LIVREIROS EDITORES 60.500.139/0001-26 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 RESULTADOS PRO FORMA NÃO AUDITADOS CONSOLIDADOS DA ABRIL EDUCAÇÃO As informações financeiras consolidadas pro forma não auditadas para 31 de dezembro de

Leia mais

Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração

Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração Prezados acionistas A administração da WLM Indústria e Comércio S.A. (WLM), em conformidade com as disposições

Leia mais

TRX Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A.

TRX Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A. Balanços patrimoniais em 31 de dezembro (Em Reais) (reclassificado) (reclassificado) Ativo Nota 2012 2011 Passivo Nota 2012 2011 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 61.664 207.743 Fornecedores

Leia mais

Obrigações. Fornecedores 45.000. Salários a pagar 75.000. Impostos a recolher 20.000. Patrimônio Líquido. Capital Social 100.000. Reservas 30.

Obrigações. Fornecedores 45.000. Salários a pagar 75.000. Impostos a recolher 20.000. Patrimônio Líquido. Capital Social 100.000. Reservas 30. Você acessou como Administrador Usuário (Sair) Info Resultados Visualização prévia Modificar Visualização prévia de Contabilidade Geral Iniciar novamente 1 Considerando: I- A contabilidade estuda e controla

Leia mais

Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007

Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007 80 Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007 Parecer dos Auditores Independentes 81 Aos Acionistas da Inepar Telecomunicações S.A Curitiba - PR 1. Examinamos

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 1. Mercado de Capitais Cotações: (14/05/2010) ALPA3 R$ 6,10 ALPA4 R$ 5,95 Valore de Mercado: R$ 2,1 bilhões 2. Teleconferência Data: 18/05/2010 às 16h00

Leia mais

Conta Descrição 30/06/2012 31/12/2011. 1 Ativo Total 13.041.716 13.025.168. 1.01 Ativo Circulante 955.080 893.603

Conta Descrição 30/06/2012 31/12/2011. 1 Ativo Total 13.041.716 13.025.168. 1.01 Ativo Circulante 955.080 893.603 Conta Descrição 0/06/0 //0 Ativo Total.0.76.05.68.0 Ativo Circulante 955.080 89.60.0.0 Caixa e Equivalentes de Caixa 5.8 7.9.0.0.0 Bens Numerários.0.0.0 Depósitos Bancários.69 6..0.0.0 Aplicações Financeiras.9.5.0.0

Leia mais

Destaques do Resultado

Destaques do Resultado RESULTADOS DO 4T09 E 2009 RECEITA LÍQUIDA de R$1 bilhão; EBITDA de R$119 milhões; MARGEM EBITDA de 12%, aumento de 2 p.p.; LUCRO LÍQUIDO ajustado de R$78 milhões em 2009 Rio de Janeiro, 17 de Março de

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões.

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões. Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T05

Divulgação de Resultados 3T05 Localiza Anuncia EBITDA de R$70,8 milhões no 3T05 Receita Líquida cresce 49,1% e EBITDA cresce 31,1% Belo Horizonte, 8 de novembro de 2005 - A Localiza Rent A Car S.A. (Bovespa: RENT3), a maior rede de

Leia mais

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 Barueri, 29 de Julho de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do segundo trimestre

Leia mais

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures

BROOKFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures BROFIELD INCORPORAÇÕES S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2013 Brookfield Incorporações S.A. 3ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012, de 2011 e de 2010

Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012, de 2011 e de 2010 ABCD Gonçalves & Tortola S.A. Demonstrações financeiras em Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações de resultados 7 Demonstrações

Leia mais

Demonstrações Financeiras 31 de Dezembro de 2013 e 2012

Demonstrações Financeiras 31 de Dezembro de 2013 e 2012 Demonstrações Financeiras com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras... 1 Demonstrações financeiras

Leia mais

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2011 VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

SIDERÚRGICA J. L. ALIPERTI S/A. INSTRUÇÃO CVM Nº 481 Anexo 9-1-II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO

SIDERÚRGICA J. L. ALIPERTI S/A. INSTRUÇÃO CVM Nº 481 Anexo 9-1-II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO SIDERÚRGICA J. L. ALIPERTI S/A INSTRUÇÃO CVM Nº 481 Anexo 9-1-II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO 1 Informar o lucro líquido do exercício - O montante do lucro líquido do exercício é de R$ 8.511.185,59 (oito

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. 04.295.166/0001-33

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. 04.295.166/0001-33 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/09/2004 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Eólica Faísa V Geração e Comercialização de Energia Elétrica S.A.

Eólica Faísa V Geração e Comercialização de Energia Elétrica S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2012 2011 Passivo e patrimônio líquido 2012 2011 (Não auditado) (Não auditado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 4) 415 7 Fornecedores

Leia mais

Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM

Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM Demonstrações Financeiras Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração - ABM Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes... 1 Demonstrações financeiras auditadas

Leia mais

Brazilian Securities Companhia de Securitização Informações Trimestrais Setembro de 2015

Brazilian Securities Companhia de Securitização Informações Trimestrais Setembro de 2015 Brazilian Securities Companhia de Securitização Informações Trimestrais Setembro de 2015 03 de novembro de 2015 Brazilian Securities Cia de Securitização Relatório da Administração 3T15 03 de novembro

Leia mais

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 3T 2014. MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 3T 2014. MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE Teleconferência de Resultados Desempenho do 3T 2014 MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 Destaques 3T 2014 Receita Líquida de Vendas de R$ 595,9 milhões no 3T14, redução

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 15 Rendimentos a distribuir 412 366 Aplicações financeiras de renda fixa 28 8

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

VIDEOLAR S/A CNPJ Nº04.229.761/0001-70

VIDEOLAR S/A CNPJ Nº04.229.761/0001-70 VIDEOLAR S/A CNPJ Nº04.229.761/000170 Relatório da Administração Senhores Acionistas, Submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações financeiras do ano de 2003 bem como os aspectos relevantes que impactaram

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

Relatório da Administração - IFRS

Relatório da Administração - IFRS Relatório da Administração - IFRS 1 - Conjuntura O desempenho geral da economia brasileira, no primeiro trimestre de 2008, como vem acontecendo desde 2007, mostrou-se favorável, com crescimento real nos

Leia mais

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13 Resultados Janeiro Março / 2011 ÍNDICE MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13 DIVIDENDOS E

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Notas ATIVO Explicativas CIRCULANTE 63.224 47.422 Disponibilidades 423 429 Relações Interfinanceiras / Aplicações R.F. 4 31.991 23.380 Relações Interdependências

Leia mais

DESTAQUES DO ANO. Receita Líquida de R$ 662,5 milhões, 15,9% acima de 2013. Geração de caixa operacional de R$ 95,5 milhões e CAPEX de R$ 12,5 milhões

DESTAQUES DO ANO. Receita Líquida de R$ 662,5 milhões, 15,9% acima de 2013. Geração de caixa operacional de R$ 95,5 milhões e CAPEX de R$ 12,5 milhões Blumenau SC, 11 de fevereiro de 2015 A Cremer S.A. (BM&FBovespa: CREM3), fornecedora de produtos para cuidados com a saúde nas áreas de primeiros socorros, cirurgia, tratamento e higiene, anuncia seus

Leia mais

Destaques do 3º trimestre de 2015

Destaques do 3º trimestre de 2015 Destaques do 3º trimestre Principais Destaques Manutenção dos níveis de EBITDA consolidado e de margem EBITDA, apesar da sobreoferta de aço mundial e das adversidades econômicas no Brasil. Redução de 5,9%

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - ESTACIO PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - ESTACIO PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

00009-4 PANATLANTICA SA 92.693.019/0001-89

00009-4 PANATLANTICA SA 92.693.019/0001-89 NOTA 01 - CONTEXTO OPERACIONAL A Companhia, com sede em Gravataí (RS) e unidade industrial em Glorinha (RS), tem por objeto a industrialização, comércio, importação, exportação e beneficiamento de aços

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER

Leia mais

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas Blumenau, 07 de maio de 2008 Cia. Hering (Bovespa: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design de vestuário do Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2008 (1T08). As informações operacionais

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013 . São Paulo, 13 de maio de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02101-6 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 08.807.432/0001-10 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02101-6 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 08.807.432/0001-10 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

BR Towers SPE1 S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes

BR Towers SPE1 S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes Demonstração do resultado Exercício/período findo em 31 de dezembro Receita líquida (Nota 14) 13.913 Custo

Leia mais

Evolução do PIB Brasileiro x PIB da Construção Civil (%)

Evolução do PIB Brasileiro x PIB da Construção Civil (%) o Margem Bruta atinge 42% no 3T07 e distribuição de proventos chega a R$ 40 milhões nos 9M07. 3T07 Cotação (31/10/07) ETER3 R$/ação 8,46 US$/ação 4,83 Base Acionária (31/10/07) Total 72.555.934 Free Float

Leia mais

IDEIASNET ANUNCIA RECEITA BRUTA RECORDE EM 2005

IDEIASNET ANUNCIA RECEITA BRUTA RECORDE EM 2005 IDEIASNET ANUNCIA RECEITA BRUTA RECORDE EM 2005 Rio de Janeiro, 04 de abril de 2006 A Ideiasnet S.A. (Bovespa: IDNT3), veículo para investimento de longo prazo em Tecnologia de Informação (TI) no Brasil,

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota. Explicativa

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota. Explicativa BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) ATIVO Nota Explicativa CIRCULANTE 39.755 68.651 Disponibilidades 522 542 Relações Interf./Aplicações R.F. 5 13.018 27.570 Relações Interdependências 6-1.733 Operações

Leia mais

DELIBERAÇÃO CVM Nº 547, DE 13 DE AGOSTO DE 2008

DELIBERAÇÃO CVM Nº 547, DE 13 DE AGOSTO DE 2008 TEXTO INTEGRAL DA, COM AS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA DELIBERAÇÃO CVM Nº 624, DE 28 DE JANEIRO DE 2010 (DOCUMENTO DE REVISÃO CPC Nº 01) Aprova o Pronunciamento Técnico CPC 03 do Comitê de Pronunciamentos

Leia mais

ATIVO Notas 2009 2008

ATIVO Notas 2009 2008 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO Notas 2009 2008 CIRCULANTE Caixa e bancos 20.723 188.196 Contas a receber 4 903.098 806.697 Outras contas a receber 5 121.908 115.578 Estoques 11.805 7.673

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS página 1 07. Onde é classificado o Subgrupo Estoques no plano de contas? 01. São acontecimentos que ocorrem na empresa e que não provocam alterações no Patrimônio: A) Atos Administrativos

Leia mais

Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes

Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Em 31 de dezembro de 2012 Índice Página Relatório dos auditores

Leia mais

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Yuny Incorporadora S.A. Demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2013 e 2012

Leia mais

Divulgação de Resultados de 2007

Divulgação de Resultados de 2007 Divulgação de Resultados de 2007 Lançamentos totais de R$ 773,5 milhões em 2007 Rio de Janeiro, 12 de março de 2008 A CR2 Empreendimentos Imobiliários S.A. (Bovespa: CRDE3), anuncia os resultados do quarto

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota

BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota BALANÇO PATRIMONIAL (Valores em R$ mil) Nota ATIVO Explicativa CIRCULANTE 19.098 15.444 Disponibilidades 98 90 Relações Interf. / Aplicações R.F. 5 13.053 9.797 Operações de Crédito 6 5.760 5.518 Outros

Leia mais

COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL

COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL P E N T Á G O N O D E B T R E S E A R C H COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL RELATÓRIO DO AGENTE FIDUCIÁRIO BRASIL SETOR: SIDERÚRGIA CÓDIGO CETIP: CSNA13-23 CÓDIGO CBLC: CSNA-D31-D32 REGISTRO NA CVM Nº: CVM/SRE/DEB-2003/022

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Com relação a conceitos, objetivos e finalidades da contabilidade, julgue os itens que se seguem. 51 Auxiliar um governo no processo de fiscalização tributária é uma das finalidades

Leia mais

Release de Resultados 3T15

Release de Resultados 3T15 Release de Resultados 3T15 Barueri, 4 de novembro de 2015 A Smiles S.A. (BM&FBOVESPA: SMLE3), um dos maiores programas de coalizão do Brasil com mais de 11 milhões de participantes inscritos, anuncia seus

Leia mais

COMO CONVERTER DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS BRASILEIRAS PARA A MOEDA AMERICANA (FAS 52)

COMO CONVERTER DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS BRASILEIRAS PARA A MOEDA AMERICANA (FAS 52) COMO CONVERTER DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS BRASILEIRAS PARA A MOEDA AMERICANA (FAS 52)! As principais diferenças entre as normas contábeis brasileiras e americanas (US GAAP)! As taxas de conversão a serem

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01764-7 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES S.A 02.558.124/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01764-7 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES S.A 02.558.124/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08)

Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08) Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08) Aprova a Orientação OCPC - 01 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, que trata de Entidades de Incorporação Imobiliária. A PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

Leia mais

Dados da Empresa / Composição do Capital

Dados da Empresa / Composição do Capital Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01732-9 TRACTEBEL ENERGIA S.A. 02.474.103/0001-19 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01732-9 TRACTEBEL ENERGIA S.A. 02.474.103/0001-19 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

Demonstrações Financeiras Brasmotor S.A. 31 de dezembro de 2010 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Brasmotor S.A. 31 de dezembro de 2010 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Brasmotor S.A. 31 de dezembro de 2010 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Senhores Acionistas, Submetemos à apreciação de V.Sas. as Demonstrações

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00839-7 MANGELS INDUSTRIAL S.A. 61.065.298/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00839-7 MANGELS INDUSTRIAL S.A. 61.065.298/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Lorenge S.A. Participações

Lorenge S.A. Participações Lorenge S.A. Participações Demonstrações Financeiras referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2012 e Relatório dos Auditores Independentes Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes Deloitte

Leia mais

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior Última Cotação em 30/09/2014 FBMC4 - R$ 20,60 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (30/09/2014): R$ 20.269,7 mil US$ 9.234,5 mil São Bernardo do Campo, 12 de

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00414-6 KARSTEN S.A. 82.640.558/0001-04 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00414-6 KARSTEN S.A. 82.640.558/0001-04 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

VITAL ENGENHARIA AMBIENTAL S.A.

VITAL ENGENHARIA AMBIENTAL S.A. VITAL ENGENHARIA AMBIENTAL S.A. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 VITAL ENGENHARIA AMBIENTAL S.A. Demonstrações Contábeis 31 de Dezembro de 2014 e 2013 Conteúdo Relatório dos Auditores

Leia mais