ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2"

Transcrição

1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido DMPL - 01/01/2012 à 30/09/ DMPL - 01/01/2011 à 30/09/ Demonstração do Valor Adicionado 9 DFs Consolidadas Balanço Patrimonial Ativo 10 Balanço Patrimonial Passivo 11 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado Abrangente 14 Demonstração do Fluxo de Caixa 15 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido DMPL - 01/01/2012 à 30/09/ DMPL - 01/01/2011 à 30/09/ Demonstração do Valor Adicionado 18 Comentário do Desempenho Pareceres e Declarações Relatório da Revisão Especial - Sem Ressalva 95

2 Dados da Empresa / Composição do Capital Número de Ações (Mil) Trimestre Atual 30/09/2012 Do Capital Integralizado Ordinárias Preferenciais 0 Total Em Tesouraria Ordinárias Preferenciais 0 Total PÁGINA: 1 de 96

3 DFs Individuais / Balanço Patrimonial Ativo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Ativo Total Ativo Circulante Caixa e Equivalentes de Caixa Aplicações Financeiras Aplicações Financeiras Avaliadas a Valor Justo Títulos para Negociação Títulos Disponíveis para Venda Contas a Receber Outras Contas a Receber Dividendos a receber Tributos a Recuperar Tributos Correntes a Recuperar Impostos e contribuições a recuperar Outros Ativos Circulantes Outros Outros ativos Ativo Não Circulante Ativo Realizável a Longo Prazo Tributos Diferidos Prejuízo fiscal e base negativa Diferenças temporárias Outros Ativos Não Circulantes Outros ativos Investimentos Participações Societárias Participações em Controladas Intangível Intangíveis Outros ativos intangíveis 56 1 PÁGINA: 2 de 96

4 DFs Individuais / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Passivo Total Passivo Circulante Obrigações Fiscais Obrigações Fiscais Federais Impostos e contribuições a recolher Outras Obrigações Outros Dividendos e JCP a Pagar Outros passivos Passivo Não Circulante Tributos Diferidos Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Patrimônio Líquido Capital Social Realizado Reservas de Capital Ágio na Emissão de Ações Combinação de negócios - Itaú Auto e Residência Reservas de Lucros Dividendo Adicional Proposto Ações em Tesouraria Reservas Lucros/Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes PÁGINA: 3 de 96

5 DFs Individuais / Demonstração do Resultado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta 3.04 Despesas/Receitas Operacionais Despesas Gerais e Administrativas Despesas administrativas Despesas com tributos Resultado de Equivalência Patrimonial Resultado de Equivalência Patrimonial Ganhos na Alienação de Investimentos Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos Resultado Financeiro Receitas Financeiras Despesas Financeiras Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Corrente Diferido Resultado Líquido das Operações Continuadas Lucro/Prejuízo do Período Lucro por Ação - (Reais / Ação) Lucro Básico por Ação ON 0, , , , Lucro Diluído por Ação Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ ON 0, , , ,18719 PÁGINA: 4 de 96

6 DFs Individuais / Demonstração do Resultado Abrangente (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Lucro Líquido do Período Outros Resultados Abrangentes Ajustes de títulos e valores mobiliários em controladas Ajustes acumulados de conversão Efeitos tributários sobre itens dos lucros abrangentes Resultado Abrangente do Período PÁGINA: 5 de 96

7 DFs Individuais / Demonstração do Fluxo de Caixa - Método Indireto (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Caixa Líquido Atividades Operacionais Caixa Gerado nas Operações Lucro líquido do período Amortizações Resultado de equivalência patrimonial Variações nos Ativos e Passivos Ativos financeiros ao valor justo por meio do resultado Ativos financeiros disponíveis para venda Impostos e contribuições a recuperar Imposto de renda e contribuição social pagos Dividendos e Juros sobre Capital Próprio a receber Outros ativos Impostos e contribuições a recolher Imposto de renda e contribuição social diferidos Outros passivos Caixa Líquido Atividades de Investimento Ágio na aquisição de investimentos Dividendos e Juros sobre Capital Próprio recebidos Aquisição/alienação de investimentos Aquisição de intangível Caixa Líquido Atividades de Financiamento Ações em tesouraria Distribuição de dividendos e Juros sobre Capital Próprio Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes Saldo Final de Caixa e Equivalentes PÁGINA: 6 de 96

8 DFs Individuais / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2012 à 30/09/2012 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido 5.01 Saldos Iniciais Saldos Iniciais Ajustados Transações de Capital com os Sócios Aumentos de Capital Ações em Tesouraria Adquiridas Dividendos Cancelamento de ações em tesouraria Resultado Abrangente Total Lucro Líquido do Período Outros Resultados Abrangentes Ajustes de Instrumentos Financeiros Ajustes de Conversão do Período Saldos Finais PÁGINA: 7 de 96

9 DFs Individuais / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2011 à 30/09/2011 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido 5.01 Saldos Iniciais Saldos Iniciais Ajustados Transações de Capital com os Sócios Ações em Tesouraria Adquiridas Dividendos Resultado Abrangente Total Lucro Líquido do Período Outros Resultados Abrangentes Ajustes de Instrumentos Financeiros Ajustes de Conversão do Período Baixa de ágio - Integração (líquido de impostos) Saldos Finais PÁGINA: 8 de 96

10 DFs Individuais / Demonstração do Valor Adicionado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Insumos Adquiridos de Terceiros Materiais, Energia, Servs. de Terceiros e Outros Perda/Recuperação de Valores Ativos Outros Serviços de terceiros Valor Adicionado Bruto Retenções Depreciação, Amortização e Exaustão Valor Adicionado Líquido Produzido Vlr Adicionado Recebido em Transferência Resultado de Equivalência Patrimonial Receitas Financeiras Outros Valor Adicionado Total a Distribuir Distribuição do Valor Adicionado Pessoal Remuneração Direta Benefícios Impostos, Taxas e Contribuições Federais Remuneração de Capitais de Terceiros Juros Remuneração de Capitais Próprios Lucros Retidos / Prejuízo do Período PÁGINA: 9 de 96

11 DFs Consolidadas / Balanço Patrimonial Ativo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Ativo Total Ativo Circulante Caixa e Equivalentes de Caixa Aplicações Financeiras Aplicações Financeiras Avaliadas a Valor Justo Títulos para Negociação Títulos Disponíveis para Venda Contas a Receber Clientes Prêmios a receber de segurados Operações de crédito Títulos e créditos a receber Outras Contas a Receber Ativos de resseguro Tributos a Recuperar Tributos Correntes a Recuperar Impostos e contribuições a recuperar Outros Ativos Circulantes Outros Ativos não financeiros mantidos para venda Custos de aquisição diferidos Outros ativos Ativo Não Circulante Ativo Realizável a Longo Prazo Aplicações Financeiras Avaliadas a Valor Justo Títulos para Negociação Títulos Disponíveis para Venda Contas a Receber Clientes Tributos Diferidos Prejuízo fiscal e base negativa Diferenças temporárias Impostos e contribuições a recuperar Outros Ativos Não Circulantes Ativos de resseguro Custos de aquisição diferidos Outros ativos Investimentos Propriedades para Investimento Imobilizado Imobilizado em Operação Intangível Intangíveis Outros intangíveis PÁGINA: 10 de 96

12 DFs Consolidadas / Balanço Patrimonial Passivo (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 30/09/2012 Exercício Anterior 31/12/ Passivo Total Passivo Circulante Obrigações Fiscais Obrigações Fiscais Federais Impostos e contribuições a recolher Outras Obrigações Outros Dividendos e JCP a Pagar Passivos de contratos de seguros Débitos de operações de seguro e resseguro Passivos financeiros Outros passivos Passivo Não Circulante Outras Obrigações Outros Passivos de contratos de seguros Outros passivos Tributos Diferidos Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Provisões Provisões Fiscais Previdenciárias Trabalhistas e Cíveis Provisões Fiscais Provisões Previdenciárias e Trabalhistas Provisões Cíveis Patrimônio Líquido Consolidado Capital Social Realizado Reservas de Capital Ágio na Emissão de Ações Combinação de negócios - Itaú Auto e Residência Reservas de Lucros Dividendo Adicional Proposto Ações em Tesouraria Reservas Lucros/Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Participação dos Acionistas Não Controladores PÁGINA: 11 de 96

13 DFs Consolidadas / Demonstração do Resultado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Despesas/Receitas Operacionais Despesas Gerais e Administrativas Despesas administrativas Despesas com tributos Outras Receitas Operacionais Prêmios de seguros auferidos e contraprestações líquidas Prêmios de resseguros cedidos Contribuições de Planos de Previdência Receitas de operações de crédito Receitas de prestação de serviços Outras receitas operacionais Receitas com imóveis de renda Outras Despesas Operacionais Variação das provisões técnicas - seguros Variação das provisões técnicas - previdência Sinistros retidos - bruto Benefícios de planos de previdência complementar Recuperações de resseguradores Recuperações de salvados e ressarcimentos Amortização de custos de aquisição diferidos Custos de aquisição - outros Custos de serviços prestados Outras despesas operacionais Resultado Antes do Resultado Financeiro e dos Tributos Resultado Financeiro Receitas Financeiras Despesas Financeiras Resultado Antes dos Tributos sobre o Lucro PÁGINA: 12 de 96

14 DFs Consolidadas / Demonstração do Resultado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta 3.08 Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Corrente Diferido Resultado Líquido das Operações Continuadas Lucro/Prejuízo Consolidado do Período Atribuído a Sócios da Empresa Controladora Atribuído a Sócios Não Controladores Lucro por Ação - (Reais / Ação) Lucro Básico por Ação ON 0, , , , Lucro Diluído por Ação Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ ON 0, , , ,18719 PÁGINA: 13 de 96

15 DFs Consolidadas / Demonstração do Resultado Abrangente (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Trimestre Atual 01/07/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Igual Trimestre do Exercício Anterior 01/07/2011 à 30/09/2011 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Lucro Líquido Consolidado do Período Outros Resultados Abrangentes Ajustes de títulos e valores mobiliários Ajustes acumulados de conversão Efeitos tributários sobre itens dos lucros abrangentes Resultado Abrangente Consolidado do Período Atribuído a Sócios da Empresa Controladora Atribuído a Sócios Não Controladores PÁGINA: 14 de 96

16 DFs Consolidadas / Demonstração do Fluxo de Caixa - Método Indireto (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Caixa Líquido Atividades Operacionais Caixa Gerado nas Operações Lucro líquido do período Ajustes de exercícios anteriores Depreciações Amortizações Resultado na venda de imobilizado Variações nos Ativos e Passivos Ativos financeiros ao valor justo por meio do resultado Ativos financeiros disponíveis para venda Prêmios a receber de segurados Operações de crédito Títulos e créditos a receber Ativos de resseguro Imposto de renda e contribuição social diferidos Impostos e contribuições a recuperar Imposto de renda e contribuição social pagos Ativos não financeiros mantidos para venda Outros ativos Custos de aquisição diferidos Passivos de contratos de seguros Débitos de operações de seguros e resseguros Passivos financeiros Impostos e contribuições a recolher Provisões Outros passivos Outros Ajustes de instrumentos financeiros Participação dos acionistas não controladores Caixa Líquido Atividades de Investimento Alienação de imobilizado Aquisição de imobilizado Aplicação em intangível Caixa Líquido Atividades de Financiamento Ações em tesouraria Distribuição de dividendos e Juros sobre Capital Próprio Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes Saldo Final de Caixa e Equivalentes PÁGINA: 15 de 96

17 DFs Consolidadas / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2012 à 30/09/2012 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Cancelamento de ações em tesouraria Aumento de participações de não controladores Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido Participação dos Não Controladores Patrimônio Líquido Consolidado 5.01 Saldos Iniciais Saldos Iniciais Ajustados Transações de Capital com os Sócios Aumentos de Capital Ações em Tesouraria Adquiridas Dividendos Resultado Abrangente Total Lucro Líquido do Período Outros Resultados Abrangentes Ajustes de Instrumentos Financeiros Ajustes de Conversão do Período Saldos Finais PÁGINA: 16 de 96

18 DFs Consolidadas / Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido / DMPL - 01/01/2011 à 30/09/2011 (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta 5.01 Saldos Iniciais Saldos Iniciais Ajustados Transações de Capital com os Sócios Ações em Tesouraria Adquiridas Dividendos Aporte de capital Porto Seguro Telecomunicações 5.05 Resultado Abrangente Total Lucro Líquido do Período Outros Resultados Abrangentes Ajustes de Instrumentos Financeiros Ajustes de Conversão do Período Baixa de ágio - Integração (líquido de impostos) Capital Social Integralizado Reservas de Capital, Opções Outorgadas e Ações em Tesouraria Reservas de Lucro Lucros ou Prejuízos Acumulados Outros Resultados Abrangentes Patrimônio Líquido Participação dos Não Controladores Patrimônio Líquido Consolidado Saldos Finais PÁGINA: 17 de 96

19 DFs Consolidadas / Demonstração do Valor Adicionado (Reais Mil) Código da Conta Descrição da Conta Acumulado do Atual Exercício 01/01/2012 à 30/09/2012 Acumulado do Exercício Anterior 01/01/2011 à 30/09/ Receitas Outras Receitas Receitas com operações de seguros Receitas com operações de previdência complementar Prestação de serviços Outras Despesas com intermediação financeira Variação das provisões técnicas - seguros Variação das provisões técnicas - previdência Sinistros retidos Despesas com benefícios Provisão/Reversão de Créds. Liquidação Duvidosa Insumos Adquiridos de Terceiros Custos Prods., Mercs. e Servs. Vendidos Materiais, Energia, Servs. de Terceiros e Outros Outros Serviços de terceiros e comissões líquidas Variação dos custos de aquisição diferidos Perda/recuperação de valore ativos Valor Adicionado Bruto Retenções Depreciação, Amortização e Exaustão Valor Adicionado Líquido Produzido Vlr Adicionado Recebido em Transferência Receitas Financeiras Outros Valor Adicionado Total a Distribuir Distribuição do Valor Adicionado Pessoal Remuneração Direta Benefícios F.G.T.S Impostos, Taxas e Contribuições Federais Estaduais Municipais Remuneração de Capitais de Terceiros Juros Aluguéis Remuneração de Capitais Próprios Lucros Retidos / Prejuízo do Período Part. Não Controladores nos Lucros Retidos PÁGINA: 18 de 96

20 Comentário do Desempenho Release de Resultados do 3T12 e 9M12 Mensagem da Administração No 3 trimestre do ano, enfrentamos um cenário competitivo mais racional no segmento de automóvel, proporcionando melhores condições de precificação, o que contribuiu para a recomposição das margens. As receitas totais evoluiram 11%, em grande parte impulsionada pelo crescimento dos produtos auto (+14%). Destaque para a marca Azul que apresentou um aumento de prêmios de 43%. No negócio saúde alcançamos um crescimento de 11% impulsionado pelos reajustes de preços e no segmento odontólogico os prêmios aumentaram em 45% devido ao crescimento de itens segurados. O total de vidas seguradas (saúde + odontológico) alcançou a 545 mil vidas. O desempenho operacional foi melhor no comparativo com o 2T12 e também com o mesmo período do ano anterior (3T12 vs. 3T11). O índice combinado atingiu 98,2%, reflexo principalmente de uma menor sinistralidade e da melhoria de eficiência operacional (no trimestre o indíce DA reduziu 0,3 p.p. e 0,8 p.p. no ano).também, a frequência de roubo e furto de automóveis reduziu, interrompendo uma tendência de alta no ano. De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de SP, o número de carros roubados na cidade de São Paulo decresceu 5% (3T12 vs. 3T11). As receitas de outros negócios não seguros evoluíram 43% no trimestre e 40% no acumulado do ano, principalmente intensificados pelo crescimento das operações de crédito (cartão e financiamento). O retorno sobre capital nestes negócios atingiu 20,6% no acumulado do ano (+1 p.p. vs 9M11). Por sua vez, nossa estratégia de investimentos produziu um resultado financeiro de R$ 225 milhões (170% do CDI), produzindo rentabilidade nominal muito próxima a do ano anterior (3,25% no 3T12 x 3,32% no 3T11), mesmo com o CDI 38% mais baixo. Tanto as alocações estruturais quanto a gestão ativa (vs cenário econômico) produziram resultados superiores neste trimestre. Neste contexto, o lucro no acumulado do ano cresceu 8% e as receitas totais cresceram 12% (9M12x 9M11), mesmo em um cenário desafiador. Atingimos 12 milhões de itens segurados e o ROAE foi de 14,9%. Continuamos a investir na expansão da Empresa. Inauguramos 3 centros automotivos (CAPS), 3 centros de atendimento de sinistros (CARS), e mais 2 sucursais, reforçando nossa estrutura comercial. Prosseguiremos com nossa estratégia de crescimento com rentabilidade, privilegiando a expansão geográfica e buscando alavancar a nossa marca nos diversos segmentos e canais onde atuamos. Principais Destaques Crescimento das receitas totais de 11% no 3T12 e de 12% no 9M12, em comparação com o mesmo período do ano anterior Aumento de 12% nos prêmios auferidos de seguros no trimestre e de 11% no acumulado do ano (2012 x 2011) Lucro Líquido sem Business Combination no 3T12 de R$ 158 milhões (-1%) e R$ 448 milhões no 9M12 (+8%) ROAE de 15,5% no 3T12 e de 14,9% no 9M12 (sem Business Combination) Índice Combinado de Seguros foi de 98,2% (-0,4 p.p.) no 3T12 e de 99,8% (+0,8%) no 9M12 Índice de DA de Seguros alcançou 16,5% (-0,3 p.p.) no trimestre e 16,4% (-0,8 p.p.) no ano (2012x2011) O Resultado Financeiro atingiu R$ 225 milhões no 3T12, decréscimento de 12% (vs. 3T11) em função do CDI menor no período (-38%) - Rentabilidade (ex previdência) foi de 2,55% (133% do CDI) e rentabilidade total atingiu 3,25%(170% do CDI) no trimestre Teleconferência de Resultados do 3T12 (quinta-feira 14 de outubro ): Português: 11:00h (horário de Brasília) / 08:00 (horário de NY); Inglês : 12:00h (horário de Brasília) / 09:00h (horário de NY) 1 PÁGINA: 19 de 96

21 Comentário do Desempenho Principais Resultados Receitas Totais (R$ Bilhões) 11% 7,5 1,2 8,4 1,4 Demais Receitas 2,7 3,0 0,4 0,5 6,3 12% 7,0 Prêmios de Seguros 2,3 2,5 3T11 3T12 9M11 9M12 Distribuição Receita Total (%) Distribuição de Prêmios (%) 1,7 2,4 2,8 3,9 2,7 4,7 9,4 7,5 Outros Previdência Negócios Financeiros 4,3 4,1 3,0 2,5 7,8 7,7 8,4 7,8 9,8 9,8 Pessoas DPVAT Outros 82,2 82,7 Resultado Financeiro 66,7 68,1 Patrimonial Saúde Prêmios de Seguros Auto 3T11 3T12 3T11 3T12 Lucro Líquido (R$ Milhões) Rentabilidade Sobre o Patrimônio (ROAE) - % ,8 13,0 12,8 15,5 14,9 14,9 11,3 11, T11 3T12 Com Business Combination % % Sem Business Combination % % Var. % 9M1 1 9M1 2 Var. % 3T11 3T12 Var.p. p 9M11 9M12 Com Business Combination 13,0 12,8 (0,2) 11,3 11,9 0,6 Sem Business Combination 16,8 15,5 (1,3) 14,9 14,9 0,0 Var.p. p 2 PÁGINA: 20 de 96

22 Comentário do Desempenho Destaques Operacionais e Financeiros 3T12 vs. 3T11 e 9M12 vs. 9M11 Receitas (valores em R$ milhões) PRÊMIOS AUFERIDOS 3T12 3T11 Var.% 9M12 9M11 Var.% Porto Seguro Auto 915,0 860,2 6, , ,3 3,3 Azul Seguros Auto 373,5 261,0 43,1 926,3 750,7 23,4 Itaú Auto e Residência - Auto 431,9 384,7 12, , ,9 15,0 Total Auto 1.720, ,9 14, , ,9 9,8 Total Saúde (Saúde + Odonto) 247,5 221,1 11,9 726,6 622,8 16,7 Pessoas 105,3 97,6 7,9 287,7 261,8 9,9 Patrimoniais - Porto Seguro e Azul Seguros 107,0 99,0 8,1 295,0 264,8 11,4 Patrimoniais - Itaú Auto e Residência 89,5 91,6 (2,3) 263,9 245,0 7,7 Total Patrimonial 196,5 190,6 3,1 558,9 509,8 9,6 DPVAT 63,0 67,4 (6,5) 241,1 247,0 (2,4) Riscos Financeiros 76,2 66,3 14,9 219,1 182,7 19,9 Transportes 32,7 31,3 4,5 93,5 86,8 7,7 Porto Seguro Uruguay 28,0 20,8 34,6 74,5 56,3 32,3 Prêmios Seguros - VGBL 39,6 36,3 9,1 117,3 99,4 18,0 Outros Seguros 18,0 20,9 (13,9) 25,2 30,1 (16,3) Total de Prêmios Auferidos 2.527, ,2 11, , ,6 10,5 Total de Prêmios Ganhos 2.223, ,2 6, , ,2 7,2 Total de Receitas (PGBL + VGBL) Previdência 79,7 75,7 5,3 238,7 212,0 12,6 RECEITAS DE OUTROS NEGÓCIOS Receitas de Prestação de Serviço - Monitoramento 19,3 17,6 9,7 55,5 49,3 12,6 Receitas de Prestação de Serviço - Consórcio 43,3 41,3 4,8 129,1 115,7 11,6 Receitas de Operação de Crédito 91,9 54,1 69,9 239,9 149,7 60,3 Receitas de Prestação de Serviços - Serviços 11,5 8,8 30,7 32,8 20,6 59,2 Receitas de Prestação de serviços - Atendimento 18,8 11,1 69,4 56,0 28,2 98,6 Receitas de Prestação de serviços - Portopar 6,0 8,7 (31,0) 16,8 26,3 (36,1) Outras Receitas 22,7 7,9 187,3 41,9 18,9 121,7 Total Receita Outros Negócios 213,5 149,5 42,8 572,0 408,7 40,0 Resultado Financeiro de Seguros 193,6 229,1 (15,5) 614,1 588,9 4,3 Resultado Financeiro - Outros 31,6 25,7 23,0 103,6 56,2 84,3 Resultado Financeiro 225,2 254,8 (11,6) 717,7 645,1 11,3 Receita Total 3.006, ,9 11, , ,0 12,1 Índices (%) SINISTRALIDADE 3T12 3T11 Var. p.p. 9M12 9M11 Var.p.p. Porto Seguro Auto 53,5 54,8 (1,3) 56,3 54,1 2,2 Azul Seguros Auto 70,3 76,0 (5,7) 73,8 75,8 (2,0) Itaú Auto e Residência - Auto 64,0 62,4 1,6 67,3 67,4 (0,1) Total Auto 59,5 60,5 (1,0) 62,4 61,4 1,0 Saúde (Saúde + Odonto) 83,4 84,9 (1,5) 78,1 77,1 1,0 Pessoas 30,4 25,9-4,5 34,0 30,3-3,7 Patrimoniais - Porto Seguro e Azul Seguros 37,6 35,9 1,7 35,9 43,6 (7,7) Patrimoniais - Itaú Auto e Residência 28,9 28,3 0,6 31,4 28,3 3,1 Total Patrimonial 33,5 32,4 1,1 33,8 36,7 (2,9) Sinistralidade Total 57,8 58,7 (0,9) - 59,9 59,4-0,5 DESPESA DE COMERCIALIZAÇÃO Despesas com amortização de custos de aquisição diferidos Seguros 20,5 21,2 (0,7) 20,6 20,4 0,2 DESPESA ADMINISTRATIVAS Despesas Administrativas - Seguros 16,5 16,8 (0,3) 16,4 17,2 (0,8) Despesas Tributos - Seguros 2,5 2,6 (0,1) 2,5 2,6 (0,1) DESPESA ADMINISTRATIVAS E OPERACIONAIS Despesas Administrativas e Outras Receitas/Despesas Operacionais - Seguros 17,4 16,1 1,3 16,8 16,6 0,2 MARGEM E RENTABILIDADE 3T12 3T11 Var. p.p 9M12 9M11 Var. Índice Combinado - Seguros (incluindo Outras Receitas/Despesas Operacionais) var.p.p. 98,2 98,6 (0,4) 99,8 99,0 0,8 Índice Combinado Ampliado - Seguros var. p.p. 90,3 88,9 1,4 91,2 90,3 0,9 Patrimônio Líquido IFRS c/ Business Combination¹ (R$ milhões) var. % 4.968, ,0 5, , ,0 5,9 Patrimônio Líquido IFRS s/ Business Combination¹ (R$ milhões) var. % 4.155, ,8 7, , ,8 7,8 Lucro Líquido IFRS c/ Business Combination (R$ milhões) var.% 155,9 150,0 3,9 430,4 387,8 11,0 Lucro Líquido IFRS s/ Business Combination (R$ milhões) var.% 157,8 159,0 (0,8) 447,9 414,7 8,0 Rentabilidade do Patrimônio (ROAE%) IFRS c/ Business Combination (%) var.p.p. 12,8 13,0 (0,2) 11,9 11,3 0,6 Rentabilidade do Patrimônio (ROAE%) IFRS s/ Business Combination (%) var. p.p. 15,5 16,8 (1,3) 14,9 14,9 0,0 Lucro por Ação IFRS c/ Business Combination (R$) var.% 0,48 0,46 4,3 1,33 1,19 11,8 Lucro por Ação IFRS s/ Business Combination (R$) var.% 0,49 0,49 0,0 1,38 1,27 8,7 Quantidade de Ações - média ponderada (valores em milhares) var. % (1,0) (0,8) ¹ Excluindo os acionistas minoritários 3 PÁGINA: 21 de 96

23 Comentário do Desempenho Resultado Operacional - Seguros Índice Combinado de Seguros % (com outras receitas e despesas operacionais -DO) Tributos - Seguros 98,6 100,0 100,6 100,7 98,2 D.A + D.O* - Seguros Comissionamento - Seguros Sinistralidade 2,6 2,6 2,5 2,6 2,5 16,1 16,6 16,2 16,8 17,4 21,2 21,6 20,3 21,0 20,5 58,7 59,2 61,6 60,3 57,8 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 * Refere-se a Outras Receitas Operacionais e Outras Despesas Operacionais O Índice Combinado (3T12 x 3T11) foi 0,4 p.p. menor em função da redução nos índices de sinistralidade total, comissionamento e depesas administrativas. A sinistralidade total do trimestre descreceu 0,9 p.p. em função principalmente da redução da sinistralidade dos produtos de automóvel e saúde. Índice Combinado Ampliado de Seguros % 88,9% 91,4% 91,5% 91,9% 90,3% 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 O Índice Combinado Ampliado (incluindo o resultado financeiro de seguros) foi 1,4 p.p. maior (3T12 x 3T11), explicado pela menor receita financeira do período. 4 PÁGINA: 22 de 96

24 Comentário do Desempenho Seguros Seguro Auto Porto Seguro Auto 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 915,0 860,2 6, , ,3 3,3 Prêmio Ganho (R$ milhões) 826,7 821,0 0, , ,8 1,0 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 53,5 54,8 (1,3) 56,3 54,1 2,2 Veículos Segurados - Frota (mil) (1,8) ,8 Azul Seguro Auto 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 373,5 261,0 43,1 926,3 750,7 23,4 Prêmio Ganho (R$ milhões) 289,0 256,9 12,5 813,8 748,3 8,8 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 70,3 76,0 (5,7) 73,8 75,8 2,0 Veículos Segurados - Frota (mil) , ,4 Itaú Seguros Auto 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 431,9 384,7 12, , ,9 15,0 Prêmio Ganho 396,5 359,6 10, , ,6 9,0 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 64,0 62,4 1,6 67,3 67,4 (0,1) Veículos Segurados - Frota (mil) , ,0 Os prêmios auferidos da carteira de automóveis da Porto Seguro atingiram R$ 915 milhões no 3T12, um aumento de 6% em relação ao 3T11, impulsionado pelo reajuste de preços. A sinistralidade reduziu 1,3 p.p. basicamente em função dos ajustes de preços realizados e da menor frequência de furto e roubo no período. Prêmios (R$ milhões) 1.505, , , ,1 261,0 269,6 284,2 268,6 384,7 423,5 388,4 370, ,4 373,5 431,9 Os prêmios auferidos da Azul Seguros atingiram R$ 374 milhões no 3T12, crescimento de 43% em relação ao 3T11, devido em maior parte aos reajuste de preços e também ao aumento no número de veículos segurados (frota segurada cresceu 8% vs 3T11). A sinistralidade reduziu 5,7 p.p. atingindo 70,3%, basicamente pelo reflexo do reajuste de preços, dos ajustes nos critérios de seleção de riscos e de uma menor frequência de furto e roubo. A carteira de auto da Itaú Auto e Residência atingiu R$ 432 milhões no 3T12, 12% maior que o 3T11, fruto dos reajustes de preços e incremento no número de veículos segurados. A sinistralidade no trimestre aumentou 1,6 p.p. afetada em maior parte pelo acréscimo nos custos de assistência 24h e da mudança de configuração do produto ofertando mais beneficios. A empresa está revisando o modelo de atendimento das assistências 24h para melhorar a alocação de recursos em cada região, isso deverá melhorar a produtividade e reduzir custos. 860,2 849,4 762,2 821,6 915,0 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 Porto Itaú Azul Frota Segurada (milhares) T11 4T11 1T12 2T12 3T12 Porto Itaú Azul Sinistralidade Sinistralidade 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 TOTAL AUTO 60,5% 60,7% 64,7% 64,7% 59,5% Porto 54,8% 56,2% 58,8% 58,8% 53,5% Itaú 62,4% 59,8% 68,3% 68,3% 64,0% Azul 76,0% 76,2% 77,7% 77,7% 70,3% 5 PÁGINA: 23 de 96

25 Comentário do Desempenho Seguros Seguro Saúde Seguro Saúde Empresarial 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 238,6 215,1 10,9 701,4 607,3 15,5 Prêmios Ganhos (R$ milhões) 238,6 214,9 11,0 701,5 607,2 15,5 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 84,4 85,5 (1,1) 78,9 77,6 1,3 Vidas Seguradas -Total (mil) , ,7 Os prêmios do seguro saúde totalizaram R$ 239 milhões no 3T12, 11% acima que o 3T11, devido prinicpalmente dos reajustes de preços. A sinistralidade atingiu 84,4% no 3T12, uma redução de 1,1 p.p. em função do aumento de preços praticados e da redução no número de internações hospitalares. No segmento saúde, a empresa visualiza oportunidades de melhora na sinistralidade através da intensificação da utilização dos centros médicos (Portomed), da renegociação de contratos vigentes e de melhores negociações com a rede de prestadores de serviços. Prêmio (R$ milhões) e Vidas Seguradas (milhares) - Saúde Sinistralidade - Saúde 300,0 250,0 200, , ,8 228,5 234,3 238, ,5% 80,7% 73,4% 73,4% 84,4% 150, , , T11 4T11 1T12 2T12 3T12 0 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 Prêmio Auferido Seguro Odontológico Vidas Seguradas Seguro Odontológico 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 8,9 6,1 45,9 25,2 15,6 61,5 Prêmios Ganhos (R$ milhões) 8,9 6,0 48,3 25,2 15,5 62,6 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 56,5 61,0 (4,5) 53,9 57,8 (3,9) Vidas Seguradas -Total (mil) , ,7 Os prêmios no segmento odontológico totalizaram R$ 9 milhões no 3T12, 46% acima de 3T11, decorrente do aumento de 45% de vidas emitidas e do reajuste de preços dos contratos. A sinistralidade atingiu 56,5%, um decréscimo de 4,5 p.p devido à redução de frequência de utilização. A medida que a carteira de clientes vai se tornando mais madura a tendência é que a frequência de utilização do plano se estabilize em patamares inferiores ao início das operações. Prêmio ( R$ milhões) e Vidas Seguradas (milhares) - Odontológico Sinistralidade - Odontológico 10,0 9,0 8,0 7,0 6,0 5,0 4,0 3,0 2,0 1,0-8,5 8,9 7,5 7, , T11 4T11 1T12 2T12 3T12 Prêmio Auferido Vidas Seguradas ,0% 58,0% 54,9% 56,5% 50,0% 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 6 PÁGINA: 24 de 96

26 Comentário do Desempenho Seguros Seguro Patrimonial Empresarial Porto 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 62,8 59,8 5,0 169,3 161,2 5,0 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 43,7 40,4 3,3 38,4 47,0 (8,6) Condomínio Porto 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 5,2 3,9 33,3 13,1 10,5 24,8 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 26,7 0,4 26,3 40,6 40,1 0,5 Residência Porto 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 26,1 22,3 17,0 76,1 64,4 18,2 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 25,8 35,1 (9,3) 31,0 43,2 (12,2) Outros Porto 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 12,9 13,0 (0,8) 36,5 28,7 27,2 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 40,5 22,3 18,2 33,4 23,4 10,0 Total Patrimonial Porto 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 107,0 99,0 8,1 295,0 264,8 11,4 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 37,6 35,9 1,7 35,9 43,6 (7,7) Itaú Auto e Residência Residência 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 89,5 91,6 (2,3) 263,9 245,0 7,7 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 28,9 28,3 0,6 31,4 28,3 3,1 Total Patrimonial com Itaú Auto e Residência 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 196,5 190,6 3,1 558,9 509,8 9,6 Prêmios Ganhos (R$ milhões) 173,8 164,2 5,8 515,1 469,4 9,7 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 33,5 32,4 1,1 33,8 36,7 (2,9) O total de prêmios auferidos com seguro patrimonial foi de R$197 milhões no 3T12, 3% acima do 3T11, decorrente sobretudo do aumento nos prêmios do produto de Residência da marca Porto. No produto Residencial do Itaú os prêmios do 3T12 foram inferiores em relação ao 3T11 em 2%, decorrente da diferença de datas nas campanhas de vendas do canal bancário no comparativo do período. A sinistralidade total alcançou 33,5% no 3T12, 1,1 p.p. maior, devido principalmente ao aumento da sinistralidade do produto Empresarial da Porto, explicado por uma maior severidade nos sinistros. Apesar disso, no acumulado do ano, a meta de sinistralidade continua dentro das expectativas. Participação na Carteira Patrimonial (%) 7 PÁGINA: 25 de 96

27 Comentário do Desempenho Seguros e Previdência Seguro de Pessoas Pessoas 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Prêmios Auferidos (R$ milhões) 105,3 97,6 7,9 287,7 261,8 9,9 Prêmios Ganhos (R$ milhões) 94,6 80,7 17,2 269,2 234,2 14,9 Sinistralidade (%) - Var (p.p.) 30,4 25,9 4,5 34,0 30,3 3,7 Vidas Seguradas (mil) , ,7 Os prêmios auferidos totalizaram R$ 105 milhões de reais no 3T12, um aumento de 8%, em função do crescimento do número de vidas seguradas, compensado parcialmente pela redução do prêmio médio devido a mudança de mix da carteira com produtos de ticket médio menor (maior crescimento de seguros prestamistas e acidentes pessoais que aumentaram a participação na carteira em 4 p.p. e 2 p.p. respectivamente). Participação na Carteira Pessoas % O crescimento da sinistralidade em 4,5 p.p. no trimestre é explicado principalmente pelo aumento na quantidade de sinistros coletivos para pequenas e médias empresas e nos seguros individuais, particularmente em algumas atividades e profissões com maior risco. A empresa está restringindo a aceitação dessas atividades que apresentaram uma maior alta na sinistralidade e revisando os prêmios cobrados para mitigar o efeito do risco. Previdência Previdência e VGBL 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var.%/p.p Contribuições de Previdência (R$ milhões) 40,1 39,4 1,8 121,4 112,6 7,8 Prêmios VGBL (R$ milhões) 39,6 36,3 9,1 117,3 99,4 18,0 Total de Previdência (R$ milhões) 79,7 75,7 5,3 238,7 212,0 12,6 Reservas Matemáticas (R$ milhões) 2.079, ,8 22, , ,8 22,0 Total de Participantes Ativos (mil) , ,0 A arrecadação total de produtos de Previdência atingiu R$ 80 milhões no 3T12, aumento de 5% em relação ao 3T11, intensificada basicamente pelo crescimento do número de participantes. As reservas matemáticas atingiram R$2,1 bilhões no fim do trimestre, com expressivo crescimento de 22%. Evolução de Ativos sob Gestão (R$ bilhões) *Participantes Ativos (mil) e Receitas Totais (R$ milhões) 1,8 1,9 2,3 2,3 2,2 90,0 80,0 70,0 60,0 50,0 40,0 30, , ,2 78,7 80,3 79, , ,0 90 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 0,0 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 80 Prêmios e Contribuições Participantes Ativos 8 PÁGINA: 26 de 96

28 Comentário do Desempenho Despesas Administrativas e Receitas e Despesas Operacionais - Seguros Despesas Administrativas - Seguros Despesas Administrativas - Seguros Valores em R$ milhares 3T12 3T11 Var. % 9M12 9M11 Var. % Administrativas diversas , ,9 Publicidade * Rendas de Contribuições de Previdência + Prêmios de VGBL (19,6) (16,4) Participação nos lucros , ,4 Subtotal , ,4 Pontos de incentivo ¹ 0 0 0, (100,0) Total Despesas Adm. Seguros , ,4 Total Desp. Adm. Seguros - (Desc. Participação nos lucros) , ,4 ¹ Em agosto, foi encerrado o repasse dos pontos de incentivo do cartão Porto Visa As despesas administrativas de seguros totalizaram, no 3T12, R$ 402 milhões, um aumento de 5% sobre o montante de R$ 383 milhões no 3T11, contudo 26% menor que o crescimento dos prêmios ganhos no período. Índice de Despesas Administrativas Seguros O indíce de despesas administrativas de seguros atingiu 16,5% no 3T12, demostrando uma queda de 0,3 p.p. em relação ao 3T11. No acumulado do ano a redução do índice DA foi de 0,8 p.p. 16,8% 17,9% 16,4% 16,3% 16,5% A empresa tem adotado um modelo de gestão para contenção de custos e também os investimentos realizados para otimização de processos e sistemas já começaram a contribuir nos ganhos de eficiência operacional. Isso faz parte da nossa estratégia, que objetiva ganhos contínuos de produtividade nos próximos anos. 3T11 4T11 1T12 2T12 3T12 Outras Receitas e Despesas Operacionais - Seguros Outras Despesas /Receitas Operacionais Seguros Valores em R$ milhões 3T12 3T11 Var.%/p.p 9M12 9M11 Var. % Outras Receitas Operacionais - Seguros 85,3 125,8 (32,2) 305,9 352,7 (13,3) Outras Despesas Operacionais - Seguros (105,1) (110,4) (4,8) (333,1) (318,9) 4,5 Total de Outras Receitas (Despesas) Operacionais (19,8) 15,4 (228,6) (27,2) 33,8 (180,5) Índice (vs prêmio) Var p.p 0,9 (0,7) 1,6 0,4 (0,6) 1,0 Outras receitas operacionais - seguros totalizaram R$ 85 milhões no 3T12, decréscimo de 32% sobre o montante de R$ 126 milhões no 3T11, principalmente relacionado a redução das receitas com emissão de apólices devido a mudança da regulamentação em vigor, reduzindo o valor de cobrança de R$ 100,00 para R$ 60,00 (Circular Susep n 432, maio/12). Outras despesas operacionais - seguros atingiram R$ 105 milhões no 3T12, um decréscimo de 5% em relação ao 3T11, basicamente devido a redução na depreciação do DAF (dispositivo anti-furto). 9 PÁGINA: 27 de 96

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Crescimento das receitas totais no 2T12 e no 1S12 de 13%, em comparação com o mesmo período do ano anterior

Crescimento das receitas totais no 2T12 e no 1S12 de 13%, em comparação com o mesmo período do ano anterior Release de Resultados do 2T12 e 1S12 Mensagem da Administração No segundo trimestre de 2012 crescemos 13% nas receitas totais, principalmente impusionados pelo desempenho dos produtos Auto da marca Itaú

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - VIX LOGÍSTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - VIX LOGÍSTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Versão : 2. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Versão : 2. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Press Release Novembro/07

Press Release Novembro/07 Press Release Novembro/07 Lucro Líquido de R$395,4 milhões ou R$ 5,14 por ação, de Janeiro a Novembro de 2007. São Paulo, 02 de janeiro de 2008 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - TOTVS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - TOTVS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Dados da Empresa / Composição do Capital

Dados da Empresa / Composição do Capital Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - CEMEPE INVESTIMENTOS SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - MAHLE METAL LEVE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - MAHLE METAL LEVE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - NEOENERGIA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - NEOENERGIA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 ITR Informações Trimestrais 30/06/2012 NEOENERGIA S.A Versão : 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - ESTACIO PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - ESTACIO PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CEMIG TELECOMUNICAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CEMIG TELECOMUNICAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Release de Resultados do 1T10

Release de Resultados do 1T10 Release de Resultados do 1T10 Fale com R.I Relações com Investidores Tel: (11) 3366-5323 / 3366-5378 www.portoseguro.com.br, gri@portoseguro.com.br Porto Seguro S.A. Alameda Ribeiro da Silva, 275 1º andar

Leia mais

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 São Paulo, 25 de fevereiro de 2005 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia hoje seus

Leia mais

Release de Resultados do 2T13 e 1S13

Release de Resultados do 2T13 e 1S13 Release de Resultados do 2T13 e 1S13 Mensagem da Administração No segundo trimestre e primeiro semestre do ano alcançamos um satisfatório desempenho operacional que combinou crescimento de prêmios com

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - MARCOPOLO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - MARCOPOLO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER

Leia mais

Neste contexto alcançamos um ROAE de 15,2% e continuamos otimistas com o potencial de crescimento dos mercados onde atuamos.

Neste contexto alcançamos um ROAE de 15,2% e continuamos otimistas com o potencial de crescimento dos mercados onde atuamos. Release de Resultados do 1T12 Mensagem da Administração Obtivemos no primeiro trimestre de 2012 um crescimento satisfatório em nossas receitas totais (12%), com destaque para o aumento dos prêmios do produto

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - DOMMO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - DOMMO EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006.

Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. Lucro Líquido de R$179,4 milhões ou R$2,33 por ação no 4T06 e R$460,2 milhões ou R$5,99 por ação em 2006. São Paulo, 28 de fevereiro de 2007 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia seu resultado

Leia mais

Press Release 2T15 12/08/2015

Press Release 2T15 12/08/2015 Press Release 2T15 12/08/2015 Sumário 1. Destaques do período... 4 2. Sumário de resultados... 5 3. Receita bruta... 6 3.1 Produtos de bancassurance... 6 3.1.1 Vida... 7 3.1.2 Habitacional... 7 3.1.3 Prestamista...

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - REIT SECURITIZADORA DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BRADESPAR S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BRADESPAR S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h

Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011. 01/03/2011 às 09:30h Conferência Telefônica dos Resultados do 4T11 e 2011 01/03/2011 às 09:30h Agenda 4T11e 2011 Principais Realizações e Destaques em 2011 Receitas, Lucro Líquido e Retorno sobre Capital Desempenho dos principais

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 4 Balanço Patrimonial Passivo 6 Demonstração do Resultado 9 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Release de Resultados do 1T15

Release de Resultados do 1T15 No primeiro trimestre de 2015 o lucro líquido foi 50% superior ao resultado do mesmo período do ano anterior, fruto de um melhor desempenho operacional e financeiro. As receitas totais e os prêmios de

Leia mais

Release de Resultado Janeiro/08

Release de Resultado Janeiro/08 PORTO SEGURO anuncia lucro líquido de R$10,0 milhões ou R$0,13 por ação em janeiro de 2008 São Paulo, 17 de Março de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados de janeiro de 2008. As

Leia mais

Conferência Telefônica de Resultados do 1T08. 12 de maio de 2008

Conferência Telefônica de Resultados do 1T08. 12 de maio de 2008 Conferência Telefônica de Resultados do 12 de maio de 2008 Perspectivas para 2008 Aumento de de 38,7% 31,6% no no número de de empregos formais em em relação ao a primeiro dezembro trimestre de 2006; de

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - BRASIL INSURANCE PARTICIPAÇÕES E ADMINISTRAÇÃO S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2014 - Inbrands S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2014 - Inbrands S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - PDG REALTY SA EMPREENDIMENTOS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - PDG REALTY SA EMPREENDIMENTOS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO REFERENTES AOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Adiantamento para futuro Capital Prejuízos aumento Explicativa n o social acumulados Subtotal de capital Total SALDO EM 01 DE DEZEMBRO DE 2010 255.719.100

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - HOTEIS OTHON SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - HOTEIS OTHON SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - CENTRAIS ELETRICAS DE SANTA CATARINA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - CENTRAIS ELETRICAS DE SANTA CATARINA S.A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Apresentação Corporativa 2015

Apresentação Corporativa 2015 Apresentação Corporativa 2015 Agenda Visão Geral da Indústria de Seguros Evolução do Mercado Segurador Ambiente Competitivo Fatores Chave de Crescimento e Rentabilidade Quem Somos Nossos Negócios Estratégia

Leia mais

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48

PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$110,9 MILHÕES OU R$0,48 POR AÇÃO ATÉ MAIO DE 2008. São Paulo, 02 de julho de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os resultados dos 5M08. As informações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - ÁPICE SECURITIZADORA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - ÁPICE SECURITIZADORA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2014 - CAMBUCI SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2014 - CAMBUCI SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - LINX S.A. Versão : 2. Declaração dos Diretores sobre o Relatório dos Auditores Independentes 71

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - LINX S.A. Versão : 2. Declaração dos Diretores sobre o Relatório dos Auditores Independentes 71 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - LOJAS AMERICANAS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - LOJAS AMERICANAS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - KARSTEN SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - KARSTEN SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente 7 Demonstração

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 1T12

Reunião Pública dos Analistas 1T12 Reunião Pública dos Analistas Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados em 2011 Principais Realizações e

Leia mais

Banrisul Armazéns Gerais S.A.

Banrisul Armazéns Gerais S.A. Balanços patrimoniais 1 de dezembro de 2012 e 2011 Nota Nota explicativa 1/12/12 1/12/11 explicativa 1/12/12 1/12/11 Ativo Passivo Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 17.891 18.884 Contas

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00617-3 FORJAS TAURUS S.A. 92.781.335/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00617-3 FORJAS TAURUS S.A. 92.781.335/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - TRANSMISSORA ALIANÇA DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - TRANSMISSORA ALIANÇA DE ENERGIA ELÉTRICA S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - GENERAL SHOPPING BRASIL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - GENERAL SHOPPING BRASIL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - VALE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2010 - VALE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_...

http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_... http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_... Página 1 de 14 CONTABILIDADE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Considerações ROTEIRO 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO

Leia mais

PORTO SEGURO S.A. Companhia Aberta. CVM nº 01665-9. CNPJ/MF nº 02.149.205/0001-69 NIRE 35.3.0015166.6 PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO

PORTO SEGURO S.A. Companhia Aberta. CVM nº 01665-9. CNPJ/MF nº 02.149.205/0001-69 NIRE 35.3.0015166.6 PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO PORTO SEGURO S.A. Companhia Aberta CVM nº 01665-9 CNPJ/MF nº 02.149.205/0001-69 NIRE 35.3.0015166.6 PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA DE 29 DE MARÇO DE 2016 ÍNDICE EDITAL

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - EDP ENERGIAS DO BRASIL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - EDP ENERGIAS DO BRASIL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2015 - ELEKEIROZ S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2015 - ELEKEIROZ S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BAHEMA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2. Balanço Patrimonial Passivo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - BAHEMA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2. Balanço Patrimonial Passivo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - UNIDAS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - UNIDAS S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD

Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD PRESS RELEASE Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD Segunda-feira, 3/5/2004 Divulgação dos Resultados do 1 º trimestre 2004 O Banco Bradesco apresentou Lucro Líquido de R$ 608,7 milhões no 1 º

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/03/2014 - TEREOS INTERNACIONAL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/03/2014 - TEREOS INTERNACIONAL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - GTD PARTICIPACOES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - GTD PARTICIPACOES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - Desenvix Energias Renováveis S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - Desenvix Energias Renováveis S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - Sonae Sierra Brasil S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - Sonae Sierra Brasil S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - JHSF PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2011 - JHSF PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Release de Resultado 3T08

Release de Resultado 3T08 PORTO SEGURO ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$75,0 MILHÕES OU R$0,33 POR AÇÃO NO E R$211,6 MILHÕES OU R$0,92 POR AÇÃO NO 9M08. São Paulo, 7 de Novembro de 2008 Porto Seguro S.A. (BOVESPA: PSSA3), anuncia os

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2015 - COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO - COMGÁS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - SUZANO PAPEL E CELULOSE SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - SUZANO PAPEL E CELULOSE SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 3T11

Reunião Pública dos Analistas 3T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 3T11 Porto Seguro História e Posição A empresa se desenvolveu e atingiu posição de liderança em Auto e Residência, e conta com forte estrutura operacional e de distribuição

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia do Vale Paranapanema ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro

Leia mais

Reunião Pública dos Analistas 4T11

Reunião Pública dos Analistas 4T11 Grjrr Reunião Pública dos Analistas 4T11 Porto Seguro Agenda Visão da Indústria de Seguros Cenário Atual Perspectivas Visão Geral da Porto Seguro Estrutura Linhas de Negócio Estratégia e Cultura Resultados

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

BR Towers SPE1 S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes

BR Towers SPE1 S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes Demonstração do resultado Exercício/período findo em 31 de dezembro Receita líquida (Nota 14) 13.913 Custo

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - MANGELS INDUSTRIAL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2014 - MANGELS INDUSTRIAL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente 8 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - DURATEX S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - DURATEX S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2011 - LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas Blumenau, 07 de maio de 2008 Cia. Hering (Bovespa: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design de vestuário do Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2008 (1T08). As informações operacionais

Leia mais

Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais

Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais Resultados 2T14 e 1S14 Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais Belo Horizonte, 5 de agosto de 2014 - A Companhia

Leia mais

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior Última Cotação em 30/09/2014 FBMC4 - R$ 20,60 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (30/09/2014): R$ 20.269,7 mil US$ 9.234,5 mil São Bernardo do Campo, 12 de

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - METALURGICA DUQUE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - METALURGICA DUQUE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

RECEITA LÍQUIDA ALCANÇA R$ 374,7 MILHÕES NO 1T15

RECEITA LÍQUIDA ALCANÇA R$ 374,7 MILHÕES NO 1T15 RECEITA LÍQUIDA ALCANÇA R$ 374,7 MILHÕES NO 1T15 São Paulo, 11 de maio de 2015 - A Abril Educação S.A. (BM&FBOVESPA: ABRE3) divulga seus resultados do 1º trimestre de 2015 (1T15). Os comentários aqui incluídos

Leia mais

Palestra. Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) e Demonstração do Valor Adicionado (DVA) - Novas Normas Contábeis. Março 2012.

Palestra. Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC) e Demonstração do Valor Adicionado (DVA) - Novas Normas Contábeis. Março 2012. Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - BRASIL BROKERS PARTICIPAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

METALÚRGICA DUQUE S/A CNPJ N 84.683.762/0001-20 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DE 2011

METALÚRGICA DUQUE S/A CNPJ N 84.683.762/0001-20 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DE 2011 METALÚRGICA DUQUE S/A CNPJ N 84.683.762/0001-20 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO DE 2011 Senhores Acionistas, Submetemos à apreciação de V.Sas. as Demonstrações Financeiras da Metalúrgica Duque S/A, referentes

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - INEPAR TELECOMUNICAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2013 - INEPAR TELECOMUNICAÇÕES SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - AUTOPISTA PLANALTO SUL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - AUTOPISTA PLANALTO SUL SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais