Reunião Pública APIMEC-SP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reunião Pública APIMEC-SP"

Transcrição

1 Reunião Pública APIMEC-SP 15 de Dezembro de 2009

2 Agenda Quem somos Estratégia Segmentos de Mercado O nosso maior projeto Situação Econômico-Financeira Perspectivas Sustentabilidade Reunião Pública APIMEC-SP

3 Quem Somos 66,1% 33,9% Controlada pelo Grupo Camargo Correa: 70 anos de existência Líder em diversos mercados Presença nacional e internacional Disciplina de Capital Solidez Financeira 100% Sociedades de Propósito Específico Inicio da operação de Incorporação Imobiliária: 1997 IPO: 31/01/2007 Novo mercado Uma ação, um voto Direitos completos de tag-along Governança Corporativa Volume: R$ 522 milhões Recurso Líquido: R$ 454 milhões Reunião Pública APIMEC-SP

4 ESTRATÉGIA Objetivos Estratégicos Segmentos de Atuação Diversificação Geográfica Reunião Pública APIMEC-SP

5 Objetivos Estratégicos foco no cliente atendimento adequado e ágil qualidade na construção entrega no prazo trabalho por processos redução de custos trabalho em equipe criatividade e inovação responsabilidade por resultados incorporação sustentável integração recuperação de margem líquida preços adequados fazer mais com menos Reunião Pública APIMEC-SP

6 Foco no Cliente Fidelização de clientes Indicações de compras Maior eficiência de marketing Redução de despesas no pós venda Inputs para desenvolvimento de novos produtos Número de Clientes Ativos (CCDI + HM) ND (E) 2010(E) unidades entregues até novembro/ em VGV o valor é de R$839,5 milhões Reunião Pública APIMEC-SP

7 Processo de Trabalho Antes: Trabalho departamentalizado + 10 anos Aquisição de Terrenos Definição de Produto Aprovação Legal Lançamento Vendas Construção Entrega e Repasse Assistência Técnica Agora: Integração de áreas em um único Processo Aquisição de Terrenos Definição de Produto Aprovação Legal Lançamento Vendas Construção Entrega e Repasse Assistência Técnica Reunião Pública APIMEC-SP

8 Recuperação de Margens Trabalhar em todos as etapas do processo 1. Definição de Segmentos de Atuação 2. Aquisição de Terrenos de acordo com a nova estratégia 3. Adequação de Produtos x Custos 4. Modelo de Construção (Terceirizada x Própria) 5. Alternativas de Financiamento (Produção x Corporativo) Reunião Pública APIMEC-SP

9 Definição dos Segmentos de Atuação CCDI HM Tradicional AAA (Baixa Renda) (Residencial e Salas Comerciais) (Lajes Corporativas) 50% das Operações Minha Casa, Minha Vida SP, RJ, PR, MG e ES Nichos de Mercado SP e RJ Tecnologia e Sustentabilidade Reunião Pública APIMEC-SP

10 Aquisição de Terrenos Banco de Terrenos de R$9,2 bilhões em VGV 85% dos terrenos comprados em permuta Foco em regiões economicamente relevantes Atuação com escala para garantir eficiência Procura por parcerias locais Banco de Terrenos HM Engenharia: R$ 1,0 bilhão São José do Rio Preto Barretos Ribeirão Preto Franca Colina Campinas Hortolândia Sumaré S.Bárbara D oeste Jaguariúna Pedreira São Paulo Reunião Pública APIMEC-SP

11 SEGMENTOS DE MERCADO Atuação específica às características Reunião Pública APIMEC-SP

12 Baixa Renda HM Engenharia Operação: HM Engenharia Controle acionário adquirido pela CCDI em novembro de 2007 Mais de 33 anos de experiência no desenvolvimento e construção de unidades imobiliárias de baixa renda. Mais de unidades construídas Forte presença no interior do estado de São Paulo Land Bank: 30 terrenos -VGV potencial: R$1 Bilhão Construtora dentro de casa Foco em produtos habilitados ao programa do Governo: Minha Casa, Minha vida Reunião Pública APIMEC-SP

13 Baixa Renda Modelo de Negócio Aquisição de Terrenos Definição de Produto Lançamento Vendas Construção Entrega e Repasse Aprox. 80% em permuta Adequado ao programa Minha Casa, Minha Vida Meta: unidades até 2010 Equipe de vendas especializada Construtora Início: 6 meses Prazo de obra: 18 meses Financiamento: CEF, com recebimentos de acordo com percentual de vendas e andamento de obra Reunião Pública APIMEC-SP

14 Programa Minha Casa, MinhaVida Subsídio direto ao mutuário de até R$23 mil; Redução das taxas de juros do financiamento; Isenção/ redução de tributos, taxas cartoriais, seguros para PJ e PF; Refinanciamento de prestações em caso de perda de renda; Definição de prazos limite para aprovação de projetos nos agentes financeiros e órgãos federais, estaduais e municipais. Reunião Pública APIMEC-SP

15 Desenvolvimento de Mercado/Produto Mercados novos têm dois eixos principais: segmentação de renda... Antes do Minha Casa Minha Vida Depois do Minha Casa Minha Vida Segmento Economicamente Viáveis 10 SM Habitação de Interesse Social Nova fronteira do Mercado Segmento Economicamente Viáveis Habitação de Interesse Social 3 SM O MCMV permitiu às empresas buscarem as estratégias de Diversificação (aquelas que ainda não operavam no baixa renda ) e Desenvolvimento de Mercado (as que já estavam no segmento), sem investimentos relevantes Reunião Pública APIMEC-SP

16 Programa Minha Casa, MinhaVida Faixa Salarial (S. M.) Unidades hab. 400 mil 400 mil 200 mil Preço médio (R$) 50 mil 100 mil 130 mil* Objetivos da HM no MCMV: Foco no segmento de 2-6 SM R$ 86 bilhões R$ 29 bilhões/ano 5 mil unidades vendidas / em estoque 3 mil unidades em construção 20 mil unidades até 2010 Até hoje, a HM já lançou mais de unidades dentro do programa Prazo estimado do programa = 3 anos Reunião Pública APIMEC-SP

17 HM: Grupo das 13 Grandes Construtoras Benefícios de estar entre as maiores Análise jurídica única para todo o Brasil (Mesa Corporate); Análise jurídica dos terrenos fica nas Regionais da CEF Limite especial para cada empresa para eliminar etapa de Análise de Risco do Empreendimento (25 dias); Aprovação do projeto no Comitê da Matriz on-line (25 dias); Participação na reunião mensal de acompanhamento na CEF, com o VP Habitação da CEF e Mesa Corporate; Participação na reunião mensal acompanhamento com Governo Federal, com a Ministra Dilma Roussef e Diretoria da CEF; Acesso, enquanto correspondente Caixa, à ferramenta de Aprovação de Crédito para Pessoa Física da CEF, para aprovação de clientes com renda formal e informal em 24 horas (disponível em 4 meses); Participação na formulação de políticas habitacionais do Governo Federal; Participação no Grupo Especial para desenvolvimento de Grandes Empreendimentos (acima de unidades). Reunião Pública APIMEC-SP

18 HM: Grupo das 13 Grandes Construtoras Pelo Total de Unidades Protocoladas até Ago/09 e Previstas em 4T09 e 2010 Empresa Unidades Protocoladas na CEF Unidades Previstas para Contratação até 2010 Total 1 MRV BAIRRO NOVO (ODEBRECHT) CYRELA W TORRE RODOBENS TENDA / GAFISA EMCAAMP HM / CCDI PDG REALTY ROSSI DIRECIONAL TRISUL TECNISA Reunião Pública APIMEC-SP

19 Projetos Minha Casa, Minha Vida Localização : Campinas Nº de unidades: 519 VGV Total: R$ 42,2 milhões Metragem: 49 e 64 m² Localização: Cosmópolis Nº de unidades: 230 VGV Total: R$ 11,5 milhões Metragem: 40 m² Localização: Campinas Nº de unidades: 304 VGV Total: R$ 27,0 milhões Metragem: 49 e 77 m² Localização: Ribeirão Preto Nº de unidades: 304 VGV Total: R$ 29,0 milhões Metragem: 49 m² Localização : Sumaré Nº de unidades: 400 VGV Total: R$ 36,0 milhões Metragem: 49, 78 e 113 m² BREVE LANÇAMENTO em SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Reunião Pública APIMEC-SP

20 Mercados Tradicional Atuação nos segmentos Econômico e Tradicional Projetos focados em nichos de mercado Padronização de produtos Foco Geográfico: Praças já com atuação desenvolvida Ampla experiência, mais de 40 projetos já lançados; R$2,7 bilhões em total de VGV lançado R$2,1 bilhões já vendidos Reunião Pública APIMEC-SP

21 Tradicional Modelo de Negócio Aquisição de Terrenos Definição de Produto Lançamento Vendas Construção Entrega e Repasse Aproximadamente 80% em permuta Focados nos segmentos Econômico e Tradicional Projetos em terrenos já adquiridos Terceirizada Prazo de 12 meses de lançamento mais 24 meses de construção ANTES: Terceirizada AGORA: Célula de Construção Própria Financiamento à Produção Após 15% da obra e 30% das vendas Reunião Pública APIMEC-SP

22 Segmento Econômico Localização: Osasco Nº de unidades: 840 VGV Total: R$146,78 milhões Metragem: 54, 57, 65 e 74 m² Localização: Osasco Nº de unidades: VGV Total: R$ 230,0 milhões Metragem: 50, 57, 65 e 74 m² Localização: São Paulo Nº de unidades: 602 VGV Total: R$ 92,2 milhões Metragem: 48, 56 e 68 m² Localização: São Paulo Nº de unidades: 876 VGV Total: R$ 75,8 milhões Metragem: 50, 67 e 75 m² Localização: São Vicente Nº de unidades: 188 VGV Total: R$ 35,0 milhões Metragem: 62 e 86 m² Localização: São Vicente Nº de unidades: 150 VGV Total: R$ 22,0 milhões Metragem: 52 e 70 m² Reunião Pública APIMEC-SP

23 Segmento Tradicional Localização: Taboão da Serra Nº de unidades: 569 VGV Total: R$164,4 milhões Metragem: 95 e 126 m² Localização: São Paulo Nº de unidades: 80 VGV Total: R$33,0 milhões Metragem: 132 m² Localização: São Paulo Nº de unidades: 50 VGV Total: R$ 29,4 milhões Metragem: 195 m² Localização: Curitiba Nº de unidades: 162 VGV Total: R$ 127,6 milhões Metragem: 139 e 335 m² Localização: São Paulo Nº de unidades: 31 VGV Total: R$ 67,4 milhões Metragem: 320 e 496 m² Localização: Santos Nº de unidades: 44 VGV Total: R$ 30,0 milhões Metragem: 180 m² Reunião Pública APIMEC-SP

24 Um bairro reurbanizado pela CCDI Bairro com quase 50 terrenos, 19 já lançados. Bairro com soluções diferenciadas e áreas de convivência que valorizam nossos empreendimentos Calçadas verdes e piso drenante padronizadas em todo o bairro Ruas com alguns trechos com piso intertravado Pracinhas de vizinhanças nas esquinas dos empreendimentos, além de praças adotadas e restauradas Reunião Pública APIMEC-SP

25 Salas Comerciais Localização: São Paulo Salas Comerciais VGV Total: R$ 38,4 milhões Metragem: 50 a 102 m² Localização: São Paulo Salas Comerciais VGV Total: R$ 64,0 milhões Metragem: 35 a 191 m² Reunião Pública APIMEC-SP

26 AAA Lajes Corporativas Projetos diferenciados em produto, sustentabilidade e margens auferidas Existe demanda para os produtos Projetos em carteira para futuro desenvolvimento: Paulista Viol Ventura Fase II: Está em fase final de construção Em negociação para venda Projeto entregue: Ventura Fase I Reunião Pública APIMEC-SP

27 AAA Modelo de Negócio Aquisição de Terrenos Definição de Produto Lançamento e Construção Vendas Entrega e Financiamento Terrenos em localizações privilegiadas Aquisição através de permutas Projetos arrojados, tecnológicos e sustentáveis Início das obras logo após lançamento Prazo de obra: 30 meses Venda por torre e não por unidades 50% vendido no lançamento e 50% na entrega Financiamento através da venda parcial antes do início da construção / Possibilidade de alavancagem por projeto Reunião Pública APIMEC-SP

28 AAA Diversificação Geográfica Mercado de São Paulo Fonte: CB Richard Ellis Market View São Paulo Terceiro Trimestre de 2009 Reunião Pública APIMEC-SP

29 AAA Diversificação Geográfica Mercado do Rio de Janeiro Fonte: CB Richard Ellis Market View São Paulo Terceiro Trimestre de 2009 Reunião Pública APIMEC-SP

30 Ventura Corporate Towers FASE 1 Lançamento: Junho/2006 VGV Estimado: R$380MM (100%) Participação CCDI:44% Venda Dez/07: assinatura de opção por R$20MM Jan/08: efetivação da venda por R$422MM Avanço de Obra: Concluído FASE 2 Lançamento: Junho/07 VGV Estimado (época): R$400MM Participação CCDI: 50% VENDA SOB NEGOCIAÇÃO Reunião Pública APIMEC-SP

31 Paulista Terreno:12.500m² Potencial de Construção:~50.000m² Projeto: Mixed-Use: Shopping + Edifício Comercial AAA Parte CCDI: 50% VGV(100%): R$450MM Espaço para Shopping Center a metros de estação do Metrô (Linha Verde Paulista; estação Trianon-Masp) Reunião Pública APIMEC-SP

32 VIOL Localização: Vila Olímpia, São Paulo VGV: R$1,0 bilhão (parte CCDI) Terreno: ~40.000m² Potencial de Construção: ~ m² Projeto ainda em fase de design e ajustes finais Reunião Pública APIMEC-SP

33 O NOSSO MAIOR PROJETO Construir uma Cidade Reunião Pública APIMEC-SP

34 Caieiras m² de terreno localizado em Caieiras, Região Metropolitana de São Paulo 19 km do centro de São Paulo Acesso amplo, rápido e fácil (CPTM linha A e principais rodovias) Valor Geral de Vendas: de R$ 2,5 bilhões até R$3,0 bilhões Residencial e Comercial unidades Segmento Econômico (de R$70 mil a R$200 mil cada) Forma de aquisição R$ 28 milhões em dinheiro Restante em permuta financeira Estação da CPTM: Linha A Aproximadamente 45 minutos para Estação da Luz Caieiras São Paulo Reunião Pública APIMEC-SP

35 SITUAÇÃO ECONÔMICO- FINANCEIRA Estrutura Acionária e Mercado de Capitais Ajustes Contábeis Resultados Reunião Pública APIMEC-SP

36 Estrutura Acionária Estrutura Acionária Free Float 33,9% 28% de investidores internacionais Mais de investidores individuais Grupo Camargo Corrêa CCSA 66,1% 70 anos de história empregados no Brasil, América Latina, África e Europa Receita Bruta (2008) R$15,4 bi Marca reconhecida nacionalmente Reunião Pública APIMEC-SP

37 Mercado de Capitais 240% 190% 140% +133% de valorização no ano (30/11/09) VOLUME CCDI x VARIAÇÃO ACUMULADA % % % % 30/12/08 30/1/09 2/3/09 2/4/09 2/5/09 2/6/09 2/7/09 2/8/09 2/9/09 2/10/09 2/11/09 - Volume CCDI Variação CCDI Variação IBOV Variação IMOB Reunião Pública APIMEC-SP

38 Ajustes Contábeis em 2009 Alterações contábeis introduzidas pela Lei e a Instrução CVM 561: Ajuste a valor presente Baixa de despesas comerciais, de marketing e stand de vendas Principais aspectos para ajustes contábeis realizados no 3º trimestre de 2009 Descontinuação do Cassis Provisionamento para devolução de terrenos Decisões fundamentais para execução da nova estratégia Reunião Pública APIMEC-SP

39 Resultado Operacional Lançamentos (R$ milhões) Vendas 100% CCDI (R$ milhões) M M09 Banco de Terrenos (R$ bilhões) Estoque a valor de mercado (R$ milhões) M M09 Reunião Pública APIMEC-SP

40 Resultado Financeiro Receita Líquida (R$ milhões) Lucro Bruto (R$ milhões) M M09 Margem Bruta 35% Despesas SG&A (R$ milhões) 20% 26% 21% M M09 Reunião Pública APIMEC-SP

41 Resultado Financeiro Lucro Líquido (R$ milhões) 52 EBITDA (R$ milhões) (21) (44) M09 (30) (47) M09 Dívida Líquida (R$ milhões) 275 Patrimônio Líquido M M09 Reunião Pública APIMEC-SP

42 Resultado Futuro RECEITA A APROPRIAR (R$ MM) RESULTADO A APROPRIAR (R$ MM) 787,8 877,3 935,7 222,1 233,4 247,8 3T08* 2T09 3T09 3T08* 2T09 3T09 *3T08 não ajustado às normas contábeis da Lei Reunião Pública APIMEC-SP

43 Caixa e Endividamento MOVIMENTAÇÃO DE CAIXA (R$ MM) DÍVIDA BRUTA (R$ MM) 27,5 112,4 139,9 414,9 295,6 Caixa em jun/2009 Caixa Utilizado em 3T09 (líquido) Posição de Caixa em set/09 119,3 3T08 2T09 3T09 Reunião Pública APIMEC-SP

44 Debêntures Em 08/12/2009 o CAD aprovou a emissão de R$400 milhões em debêntures Serão emitidas 400 debêntures simples, não conversíveis em ações Preço Unitário das Debêntures: R$1 milhão Prazo de Vencimento: 3 anos Remuneração: CDI + 2,0% a.a. Destinação dos recursos: Refinanciamento de passivos financeiros e/ou pré-pagamento de dívidas da Companhia Capital de Giro Investimentos Reunião Pública APIMEC-SP

45 Demonstração de Resultados DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS 3T09 Sem Ajsutes Ajustes 3T09 Reportado 9M09 sem Ajustes Ajustes 9M09 Reportado RECEITA LÍQUIDA 130,8 (26,9) 103,9 379,0 (31,9) 347,0 CUSTOS (103,4) 5,1 (98,4) (276,8) 0,6 (276,1) Venda de Imóveis (103,3) 5,1 (98,2) (276,4) 0,6 (275,8) Prestação de Serviços (0,1) - (0,1) (0,4) - (0,4) LUCRO BRUTO 27,4 (21,9) 5,5 102,2 (31,3) 70,9 MARGEM BRUTA (%) 20,9% 81,2% 5,3% 27,0% 98,0% 20,4% (DESPESAS) RECEITAS OPERACIONAIS (24,1) (39,6) (63,7) (62,6) (39,6) (102,2) Com Vendas (5,5) (4,1) (9,6) (16,4) (4,1) (20,5) Gerais e Administrativas (18,5) (2,8) (21,3) (46,0) (2,8) (48,8) Outras Receitas (Despesas) Operacionais Líquidas (0,1) (32,8) (32,9) (0,2) (32,8) (32,9) (PREJUÍZO) LUCRO OPERACIONAL 3,3 (61,5) (58,2) 39,6 (70,9) (31,2) RESULTADO FINANCEIRO (7,5) 0,7 (6,8) (7,3) 0,7 (6,6) Receitas Financeiras 3,3 1,7 4,9 16,7 1,7 18,4 Despesas Financeiras (10,8) (1,0) (11,8) (24,1) (1,0) (25,1) RECEITA E (DESPESA) NÃO OPERACIONAL LÍQUIDA (4,2) (60,8) (65,0) 32,3 (70,2) (37,9) IR E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL 1,3 2,0 3,3 (8,3) 2,0 (6,3) LUCRO / PREJUÍZO DO PERÍODO (2,9) (58,9) (61,8) 24,0 (68,3) (44,2) MARGEM LÍQUIDA (%) -2,2% 218,6% -59,4% 6,3% 213,9% -12,7% Reunião Pública APIMEC-SP

46 Balanço Patrimonial BALANÇO PATRIMONIAL (R$ MM) 30/9/ /6/2009 BALANÇO PATRIMONIAL (R$ MM) 30/9/ /6/2009 TOTAL DO CIRCULANTE 898,2 785,3 DISPONIBILIDADES 139,9 112,4 CONTAS A RECEBER 285,3 235,8 IMÓVEIS A COMERCIALIZAR 447,4 413,0 OUTROS 25,6 24,1 TOTAL DO REALIZÁVEL A LP 802, ,4 CRÉDITOS DIVERSOS 229,1 232,7 CONTAS A RECEBER 229,1 232,7 PARTES RELACIONADAS 0,0 0,0 OUTROS 573,0 879,7 IMÓVEIS A COMERCIALIZAR 564,1 870,3 IR E CS 7,8 8,6 DESPESAS ANTECIPADAS 0 0,0 OUTROS 1,0 0,8 TOTAL DO PERMANENTE 131,3 126,1 INVESTIMENTOS 0 0,0 IMOBILIZADO 90,3 90,0 INTANGÍVEL 41,0 36,1 ATIVO 1.831, ,8 TOTAL DO CIRCULANTE 443,3 359,7 EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS 299,7 214,0 FORNECEDORES 97,9 115,0 IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES 4,2 3,9 DÍVIDAS COM PESSOAS LIGADAS 4,8 6,6 OUTROS 36,6 20,3 TOTAL DO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO 801, ,6 EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS 115,2 81,7 OUTROS 686,3 933,9 FORNECEDORES E CONTAS A PAGAR 651,8 893,3 IR E CS 16,2 21,3 PIS E COFINS DIFERIDOS 17,7 16,9 OUTRAS OBRIGAÇÕES 0,5 2,4 TOTAL DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO 586,7 648,5 CAPITAL SOCIAL REALIZADO 540,2 540,2 RESERVA DE CAPITAL 84,5 84,5 RESERVA DE LUCROS 6,3 6,3 LUCROS/PREJUÍZOS ACUMULADOS (44,2) 17,5 PASSIVO 1.831, ,8 Reunião Pública APIMEC-SP

47 Fluxo de Caixa MOVIMENTAÇÃO DE CAIXA (R$ MM) 3T09 2T09 3T08 3T09/2T09 3T09/3T08 9M09 9M08 9M09/9M08 FXCX ATIVIDADES OPERACIONAIS (79,0) (78,0) (81,7) 1,2% -3,3% (205,3) (65,4) 213,9% FXCX - INVESTIMENTOS (7,7) (2,5) (2,3) 215,5% 231,5% (14,9) (29,8) -50,1% FXCX - FINANCIAMENTOS 114,2 131,4 22,1-13,1% 417,6% 293,7 26,5 1008,6% AUMENTO (REDUÇÃO) EM CAIXA E EQUIV. 27,5 51,0 (61,9) -46,1% ,5 (68,7) --- SALDO DE CAIXA - INÍCIO DO PERÍODO 112,4 61,5 202,4 82,9% -44,5% 66,4 209,1-68,3% MOVIMENTAÇÃO DE CAIXA DO PERÍODO 27,5 51,0 (61,9) -46,1% ,5 (68,7) --- SALDO DE CAIXA - FIM DO PERÍODO 139,9 112,4 140,4 24,4% -0,4% 139,9 140,4-0,4% Reunião Pública APIMEC-SP

48 SUSTENTABILIDADE e PRÊMIOS Green Building LEED C&S Cartilhas: Clientes e Fornecedores Prêmios Reunião Pública APIMEC-SP

49 Green Building LEED C&S Projeto recebeu certificação na categoria GOLD: 1º no Rio de Janeiro e 2º na América Latina Principais resultados de melhoria na performance: 38,7% de economia no consumo de água potável, comparado ao padrão norte americano (previsão de economia baseada nos cálculos e parâmetros do LEED ); 100% de economia de água potável para irrigação; 71% de todo resíduo gerado na obra é desviado de aterros; 41% de todo material empregado é de origem reciclada; 57% de todo material adquirido é de origem local (fabricados/extraídos à distância de até 800 Km da obra); 66% de toda madeira incorporada é certificada pelo FSC (Forest Stewardship Council); 30% de redução da vazão e volume de água lançada na rede pública durante as chuvas. Reunião Pública APIMEC-SP

50 Cartilhas: Clientes e Fornecedores Cartilha Pequenos Gestos para Grandes Mudanças Temas, como influência global, comunidade do entorno, área comum e área particular Orientações práticas, casos de sucesso e uma relação de sites úteis. Fórmula inovadora para calcular os benefícios que determinadas atitudes proporcionam para as famílias e para o meio ambiente. Encartes específicos para o condomínio e para as empregadas domésticas. Cartilha Construindo um futuro melhor Manual que busca esclarecer os impactos da construção civil e promover princípios sustentáveis. Auxilia as empresas que se relacionam com a CCDI a melhorar suas atuações ambientais e sociais. Orientações sobre gestão de suprimentos e resíduos, dicas para o canteiro de obras, para o uso sustentável da madeira, informações sobre logística, diminuição de resíduos na construção e demolição, entre outros temas. Publicação entregue a todos os fornecedores no momento da contratação dos serviços (toda cadeia de construção). Reunião Pública APIMEC-SP

51 Prêmios Recebidos As empresas de maior prestígio no Brasil ( ) A Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário foi eleita empresa de maior prestígio no setor de Construção, Incorporação e Locação no Anuário Época NEGÓCIOS100. Pelo segundo ano consecutivo no ranking, a Companhia subiu da segunda para primeira posição de 2008 para As empresas mais admiradas no Brasil (2009) Pelo segundo ano consecutivo, a CCDI figura entre as três empresas mais admiradas no Brasil na categoria Construtoras e Incorporadoras, segundo pesquisa Carta Capital. A 12ª edição da pesquisa As Empresas Mais Admiradas no Brasil, organizada pela revista Carta Capital, realizada nos meses de julho e agosto, entrevistou executivos de 42 setores da Economia e seu resultado posicionou a CCDI no 3º lugar do ranking específico das empresas de Construção e Incorporação. Reunião Pública APIMEC-SP

52 Informações de Contato Francisco Sciarotta Neto Diretor Superintendente Henrique Ernesto Bianco Presidente da HM Engenharia e Construções Leonardo de Paiva Rocha Diretor Financeiro e Relações com Investidores Rua Funchal, 160 9º andar Vila Olimpia São Paulo SP Brasil CEP: Tel: (55 11) Fax: (55 11) Fernando Bergamin Gerente de Relações com Investidores Este relatório contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário. Estas são apenas projeções e, como tal, baseiam-se exclusivamente nas expectativas da administração da Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário em relação ao futuro do negócio e seu contínuo acesso a capital para financiar o plano de negócios da Companhia. Tais considerações futuras dependem, substancialmente, de mudanças nas condições de mercado, regras governamentais, pressões da concorrência, do desempenho do setor e da economia brasileira, entre outros fatores, além dos riscos apresentados nos documentos de divulgação arquivados pela Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário e estão, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio.. Reunião Pública APIMEC-SP

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Agenda Dinâmica do Setor Imobiliário Estrutura Societária Modelo de Negócio Diferenciado Diversificação Geográfica e de Mercado Histórico de Resultado Operacional Futuros Projetos

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho 2009 Apoio Corporativo Áreas de Atuação Companhias Abertas 65,5% Incorporação 5,8% Aço 28,4% Energia Geração & Distribuição 68 anos de operação; Liderança em diversos mercados;

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Av. Paulista -SP Eco s Natureza Clube- SP UP Residence Macaé (RJ) Porto Pinheiros- SP Terraço Empresarial Jd Sul - SP Set Cabral -Curitiba Connect Campos de Goytacazes(RJ) In

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Helbor Empreendimentos

Helbor Empreendimentos Helbor Empreendimentos Aviso Legal Esta apresentação pode conter certas afirmações que expressam expectativas, crenças e previsões da administração da Helbor sobre eventos ou resultados futuros. Tais afirmações

Leia mais

Resultados do 1T06 Teleconferência

Resultados do 1T06 Teleconferência Resultados do 1T06 Teleconferência 0 Considerações Iniciais AVISO - INFORMAÇÕES E PROJEÇÕES O material exibido é uma apresentação de informações gerais de antecedentes da Rossi Residencial S.A. na data

Leia mais

Resultados 2T13 e 1S13

Resultados 2T13 e 1S13 Resultados 2T13 e 1S13 Relações com Investidores RSID3: R$ 2,87 por ação OTC: RSRZY Total de ações: 428.473.420 Valor de mercado: R$ 1,3 bilhão Teleconferência 15 de Agosto de 2013 Em Português com Tradução

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Divulgação de Resultados de 2007

Divulgação de Resultados de 2007 Divulgação de Resultados de 2007 Lançamentos totais de R$ 773,5 milhões em 2007 Rio de Janeiro, 12 de março de 2008 A CR2 Empreendimentos Imobiliários S.A. (Bovespa: CRDE3), anuncia os resultados do quarto

Leia mais

PRINCIPAIS DESTAQUES 2T08 E 1S08

PRINCIPAIS DESTAQUES 2T08 E 1S08 Para divulgação imediata São Paulo, 6 de Agosto de 2008. A Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário S.A. (Bovespa: CCIM3 - NM), uma das líderes brasileiras no setor de incorporação residencial e comercial,

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS (R$ MILHÕES) 3T13 3T14 Var.% 9M13 9M14 Var.% RECEITA LÍQUIDA 315,8 342,8 8,5% 858,4 937,5 9,2% EBITDA AJUSTADO¹ 67,1 78,3 16,7% 157,5

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 3T15

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 3T15 PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS 3T15 No 3T15, lançamentos consolidados atingem R$606,8 milhões, com vendas brutas de R$682,0 milhões. As vendas líquidas encerraram o 3T15 em R$492,8 milhões, alcançando

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 4T09 Trisul (TRIS3 BZ) 16 de março de 2010

Transcrição da Teleconferência Resultados do 4T09 Trisul (TRIS3 BZ) 16 de março de 2010 Operadora: Bom dia, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados do 4T09 da Trisul. Hoje nós temos a presença do Sr. Jorge Cury Neto, Diretor Presidente, e Sr. Marco Antônio Mattar,

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 São Paulo, 25 de fevereiro de 2005 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia hoje seus

Leia mais

Vila Olímpia Corporate FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII

Vila Olímpia Corporate FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII Vila Olímpia Corporate FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII CÓDIGO BM&FBOVESPA: VLOL11 ISIN: BRVLOLCTF009 Relatório Trimestral Gerencial 3º Trimestre de 2012 Sumário Introdução... 3 Informações Gerais

Leia mais

Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1)

Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1) Release de Resultados - 3T11 9M11 Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1) São Paulo, 09 de novembro de 2011 - A Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações ( CBR ou Companhia ou

Leia mais

Divulgação de de Resultados

Divulgação de de Resultados Divulgação de de Resultados 4T06 4T05 e e Ano OHL BRASIL ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$99,4 MILHÕES. EBITDA AJUSTADO DE R$277,5 MILHÕES, MARGEM DE 64,5% Francisco Leonardo Moura da Costa Diretor Adm. Financeiro

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores Resultados 4T12 e 2012 Relações com Investidores Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e suposições de

Leia mais

Apresentação dos Resultados de 2T07. 15 de agosto de 2007

Apresentação dos Resultados de 2T07. 15 de agosto de 2007 Apresentação dos Resultados de 2T07 15 de agosto de 2007 1 Equipe da Cyrela Brazil Realty Diretor Presidente Elie Horn Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Luis Largman Diretor de Controle

Leia mais

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007 Apresentação Institucional Segundo Trimestre de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de

Leia mais

São Carlos Empreendimentos

São Carlos Empreendimentos São Carlos Empreendimentos SETOR IMOBILIÁRIO - IMÓVEIS COMERCIAIS PARA ALUGUEL Ticker BM&F Bovespa: SCAR3 1 / 28 Visão Geral Uma das principais empresas do Brasil que investem em imóveis comerciais para

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões.

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões. Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem

Leia mais

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9. Destaques

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9. Destaques Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9 Receita Líquida¹ no 1T16 atinge R$69,6 milhões, alta de 24,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010

Apresentação da Companhia. Setembro de 2010 Apresentação da Companhia Setembro de 2010 Comprovada capacidade de execução Visão geral da Inpar Empreendimentos por segmento (1) Modelo de negócios integrado (incorporação, construção e venda) Comercial

Leia mais

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 Aviso Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

PDG Realty Apresentação Corporativa

PDG Realty Apresentação Corporativa PDG Realty Apresentação Corporativa AGENDA QUEM SOMOS; VISÃO GERAL; DIVERSIFICAÇÃO GEOGRÁFICA; RESULTADOS; EXPOSIÇÃO AO SEGMENTO ECONÔMICO; PROGRAMA "MINHA CASA MINHA VIDA; CONTATOS. 2 AGENDA QUEM SOMOS;

Leia mais

Apresentação Corporativa. Dezembro/2010 > Relações com Investidores

Apresentação Corporativa. Dezembro/2010 > Relações com Investidores Apresentação Corporativa Dezembro/2010 > Relações com Investidores Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base

Leia mais

TRANSCRIÇÃO TELECONFERÊNCIA 4T10

TRANSCRIÇÃO TELECONFERÊNCIA 4T10 Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário referente aos resultados do quarto trimestre de 2010, divulgados ontem, dia 21 de março de 2011. Estão presentes

Leia mais

Reunião Pública APIMEC. Novembro/2013

Reunião Pública APIMEC. Novembro/2013 Reunião Pública APIMEC Novembro/2013 Composição Acionária 3T13* Conselho e Diretoria 22,6% Free Float 77,4% Itaú Unibanco Squadra ADRs Bovespa 19,6% 17,6% 8,7% 31,5% *Data base: 30/09/2013 2 Modelo de

Leia mais

Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007.

Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007. Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007. Margem Bruta atinge 38,8%, crescendo 2,5 p.p. em relação a 2006. São Paulo, 10 de março de 2008 A Even Construtora e Incorporadora S.A. EVEN

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO Belo Horizonte, 04 de abril de 2012 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e atuação

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia do Vale Paranapanema ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro

Leia mais

Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08)

Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08) Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08) Aprova a Orientação OCPC - 01 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, que trata de Entidades de Incorporação Imobiliária. A PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS. 3º Trimestre 2008

RESULTADOS BRASIL BROKERS. 3º Trimestre 2008 RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2008 2008 Brasil 2008 Brokers Brasil Brokers Todos os Direitos Todos os Reservados Direitos Reservados Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

EZTec: Vemos outro trimestre favorável à frente, com melhoria dos números T/T, ainda que não tão sólido relativamente ao ano anterior.

EZTec: Vemos outro trimestre favorável à frente, com melhoria dos números T/T, ainda que não tão sólido relativamente ao ano anterior. 24 DE JULHO DE 2014 Relatório Setorial Construtoras CONSTRUTORAS BRASILEIRAS PRÉVIA DOS RESULTADOS DO 2T14: RESULTADOS HETEROGÊNEOS Fabiola Gama Renan Manda Conclusão: Como esperávamos, o campeonato mundial

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008 Apresentação de Resultados 1T08 19 de Maio de 2008 Agenda A Companhia Resultados Operacionais Resultados Financeiros 2 Operação Virtual Canal Lojas A Companhia Globex S.A. Globex Utilidades S.A.: operadora

Leia mais

1 AÚSA 2009 APIMEC IT

1 AÚSA 2009 APIMEC IT APIMEC ITAÚSA 2009 1 APIMEC ITAÚSA 2009 2 05 APIMEC ITAÚSA 2009 3 APIMEC ITAÚSA 2009 4 07 08 APIMEC ITAÚSA 2009 5 09 10 APIMEC ITAÚSA 2009 6 11 12 APIMEC ITAÚSA 2009 7 13 14 APIMEC ITAÚSA 2009 8 16 APIMEC

Leia mais

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada.

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada. Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas

Leia mais

Transcrição Teleconferência Resultados 3T07 Trisul 14 de Novembro de 2007

Transcrição Teleconferência Resultados 3T07 Trisul 14 de Novembro de 2007 Boa tarde, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados referentes ao 3T07 da. Hoje nós temos a presença do Sr. Jorge Cury Neto, Diretor Presidente, Sr. Marco Antonio Cattini

Leia mais

Apresentação Institucional. Maio de 2007

Apresentação Institucional. Maio de 2007 Apresentação Institucional Maio de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

Reunião Pública. 17 de novembro de 2015. Relações com Investidores

Reunião Pública. 17 de novembro de 2015. Relações com Investidores Reunião Pública 17 de novembro de 2015 Relações com Investidores Índice Pag. 3 1.Desempenho 9M15 2.Endividamento 3.Investimentos 4.Compromisso Arteris 1. Desempenho 9M15 Operacional e Financeiro Destaques

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior Última Cotação em 30/09/2014 FBMC4 - R$ 20,60 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (30/09/2014): R$ 20.269,7 mil US$ 9.234,5 mil São Bernardo do Campo, 12 de

Leia mais

1T14. Apresentação de Resultados

1T14. Apresentação de Resultados Apresentação de Resultados INFORMAÇÃO IMPORTANTE Este documento conte m considerac o es futuras referentes a s perspectivas do nego cio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e a s perspectivas

Leia mais

Release de Resultados do 1T14

Release de Resultados do 1T14 São Paulo, 07 de maio de 2014 A Eucatex (BM&FBovespa: EUCA3 e EUCA4), uma das maiores produtoras de painéis de madeira do Brasil, que atua também nos segmentos de tintas e vernizes, pisos laminados, divisórias

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 2T08 Trisul (TRIS3 BZ) 15 de agosto de 2008

Transcrição da Teleconferência Resultados do 2T08 Trisul (TRIS3 BZ) 15 de agosto de 2008 Operadora: Bom dia, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência de resultados do 2T08 da Trisul. Hoje nós temos a presença do Sr. Jorge Cury Neto, Diretor-Presidente, Sr. Marco Antônio Mattar,

Leia mais

Kinea Renda Imobiliária FII. Relatório de Gestão

Kinea Renda Imobiliária FII. Relatório de Gestão Kinea Renda Imobiliária FII Relatório de Gestão Agosto de 2012 Palavra do Gestor Prezado investidor, Conforme informado preliminarmente no relatório de junho, no mês de julho concluímos a aquisição do

Leia mais

Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12

Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12 Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12 Sexta-feira, 8 de Março de 2013 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EST) Webcast: http://ri.lasa.com.br/webcast4t12 Tel: +55 (11) 4688-6361

Leia mais

2T14 & 1S14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS

2T14 & 1S14 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS & APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS INFORMAÇÃO IMPORTANTE Este documento conte m considerac o es futuras referentes a s perspectivas do nego cio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e a s perspectivas

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO OCPC 01 (R1) Entidades de Incorporação Imobiliária

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO OCPC 01 (R1) Entidades de Incorporação Imobiliária COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO OCPC 01 (R1) Entidades de Incorporação Imobiliária Índice Objetivo e alcance 1 Formação do custo do imóvel, objeto da incorporação imobiliária 2-9 Despesa

Leia mais

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio.

estão, portanto sujeitas a mudanças sem aviso prévio. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS 3º TRIMESTRE DE 200 Teleconferência Português 13 de Novembro de 200 11:00 (Horário de Brasília) 09:00 (East Time) Tel.: +55 11 2188-0188 Replay: +55 11 2188-0188 Código: MULTIPLAN

Leia mais

Teleconferência 16/05/2011

Teleconferência 16/05/2011 Teleconferência Resultados 1T11 16/05/2011 2 PALESTRANTES IAN MONTEIRO DE ANDRADE Diretor de Finanças e Relações com Investidores MAURÍCIO TAVARES BARBOSA Diretor de Incorporação (Diretor Presidente interino)

Leia mais

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias

Receita Líquida Consolidada de Mercadorias 2 Nota Importante Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Guararapes

Leia mais

Release de Resultados do 4T13

Release de Resultados do 4T13 São Paulo, 19 de fevereiro de 2014 A Eucatex (BM&FBovespa: EUCA3 e EUCA4), uma das maiores produtoras de painéis de madeira do Brasil, que atua também nos segmentos de tintas e vernizes, pisos laminados,

Leia mais

Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil

Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil Plano de 5 anos para conjuntos habitacionais de famílias de 1-3 e 4-6 salários mínimos Habitação de Alta Qualidade para População de Baixa Renda Famílias auferindo

Leia mais

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores

Resultados 3T10 e 9M10. 12/11/2010 > Relações com Investidores Resultados 3T10 e 9M10 12/11/2010 > Relações com Investidores 1 Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e

Leia mais

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008 4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados 13 de Fevereiro de 2008 Aviso Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01907-0 CALAIS PARTICIPAÇÕES S.A. 04.034.792/0001-76 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01907-0 CALAIS PARTICIPAÇÕES S.A. 04.034.792/0001-76 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10

Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10 Reunião APIMEC - RJ Resultados 2T10 EcoRodovias A EcoRodovias é uma das maiores empresas de infraestrutura logística integrada do Brasil, cujo foco é operar ativos de logísticas intermodal, concessões

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento DI Institucional Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20)

Leia mais

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010 Discussão dos Resultados 1T10 07 de Maio de 2010 0 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

4T12. Divulgação de Resultados

4T12. Divulgação de Resultados Divulgação de Resultados Belo Horizonte, 25 de março de 2013 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares

Leia mais

3T12 PRÉVIA OPERACIONAL COMUNICADO AO MERCADO DIRECIONAL ALCANÇA RECORDE DE R$ 543 MILHÕES DE LANÇAMENTOS E R$ 558 MILHÕES DE VENDAS NO 3T12.

3T12 PRÉVIA OPERACIONAL COMUNICADO AO MERCADO DIRECIONAL ALCANÇA RECORDE DE R$ 543 MILHÕES DE LANÇAMENTOS E R$ 558 MILHÕES DE VENDAS NO 3T12. Belo Horizonte, 02 de outubro de 2012 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares de grande porte e

Leia mais

Release de Resultados 3T13. 23 de outubro de 2013

Release de Resultados 3T13. 23 de outubro de 2013 Release de Resultados 3T13 23 de outubro de 2013 Ressalvas As informações e declarações sobre eventos futuros estão sujeitas a riscos e incertezas, as quais têm como base estimativas e suposições da Administração

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 Barueri, 29 de Julho de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do segundo trimestre

Leia mais

BTG Pactual XIII CEO Conference

BTG Pactual XIII CEO Conference BTG Pactual XIII CEO Conference Fevereiro 2012 Agenda Visão Geral Magazine Luiza Principais Eventos em 2011 Expectativas para 2012 2 Visão Geral Magazine Luiza Liderança de Mercado Uma das maiores redes

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO PRÉVIA OPERACIONAL Belo Horizonte, 06 de outubro de 2011 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de preendimentos populares

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

O mercado imobiliário no Rio de Janeiro

O mercado imobiliário no Rio de Janeiro O mercado imobiliário no Rio de Janeiro Índice 1- Potencial do Setor Imobiliário População Demanda Financiamento e taxa de juros 2- Mercado do Rio de Janeiro Evolução do Setor Grandes Investimentos Programa

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - PDG REALTY SA EMPREENDIMENTOS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - PDG REALTY SA EMPREENDIMENTOS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas

Índice. RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas CICLO APIMEC 2010 Índice RS no Brasil Nossa Empresa Governança Corporativa Nossos Números Análise Comparativa Sustentabilidade Projeções e Estimativas 3 RS no Brasil DADOS DEMOGRÁFICOS RS BRASIL População

Leia mais

Atendendo aos dispositivos legais, estatutários e à regulamentação do mercado de valores mobiliários, a administração da Brasil Brokers Participações S.A. vem submeter à apreciação de V.Sas. nossos comentários

Leia mais

Rossi Residencial S/A Reunião Apimec SP 23 de novembro de 2005. Praça Capital - Campinas

Rossi Residencial S/A Reunião Apimec SP 23 de novembro de 2005. Praça Capital - Campinas Rossi Residencial S/A Reunião Apimec SP 23 de novembro de 2005 Praça Capital - Campinas 1 Setor imobiliário Oportunidade de investimento Fator de Risco Crédito Renda Tendência Crescimento da oferta Crescimento

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO Resultados Financeiros e Operacionais 30 de junho de 2015 1 Disclaimer As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre

Leia mais

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 Porto Alegre, 30 de outubro de 2008 LOJAS RENNER S.A. (Bovespa: LREN3), segunda maior rede de lojas de departamentos de vestuário

Leia mais

Uba P A R Q U t E ã O Jardim Holanda está de portas abertas para a sua felicidade. UA005013_Folder Ubata_30x25cm.indd 2 30.08.

Uba P A R Q U t E ã O Jardim Holanda está de portas abertas para a sua felicidade. UA005013_Folder Ubata_30x25cm.indd 2 30.08. Ubatã P A R Q U E O Jardim Holanda está de portas abertas para a sua felicidade. Você acaba de encontrar o apê dos s seus sonhos. Ubatã P A R Q U E No melhor ponto do Jardim Holanda, na Alameda Paulo César

Leia mais

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015 POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15 17 de agosto de 2015 Seção I Destaques & Conjuntura Positivo Informática registra crescimento de 3,1% na receita líquida no varejo no 2T15 Mesmo em um trimestre de

Leia mais

Teleconferência Resultados 3T10

Teleconferência Resultados 3T10 Teleconferência Resultados 3T10 Sexta-feira, 5 de Novembro de 2010 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EDT) Tel: + 55 (11) 4688-6361 Código: LASA Replay: + 55 (11) 4688-6312 Código:

Leia mais

Apresentação de Resultados da Lopes 3T08. Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI

Apresentação de Resultados da Lopes 3T08. Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI Apresentação de Resultados da Lopes Apresentação Marcos Lopes CEO Francisco Lopes COO Marcello Leone CFO e DRI Aviso importante Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer

Leia mais

Apresentação Corporativa. Junho 2012

Apresentação Corporativa. Junho 2012 Apresentação Corporativa Junho 2012 Seção I Visão Geral do Negócio Positivo Informática: Uma História de Sucesso e Crescimento Tecnologia para as escolas no Brasil Forte posicionamento no Governo: preço,

Leia mais

Apresentação dos Resultados 3T06

Apresentação dos Resultados 3T06 Apresentação dos Resultados 3T06 Aviso Legal Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Apresentação Resultados 1T09

Apresentação Resultados 1T09 Apresentação Resultados 1T09 São Paulo, 18 de maio de 2009 Contatos: Flávio Rocha Presidente da Riachuelo e Diretor de RI Tulio Queiroz Controller e Gerente de RI ri@riachuelo.com.br Esta apresentação

Leia mais