Divulgação de Resultados de 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Divulgação de Resultados de 2007"

Transcrição

1 Divulgação de Resultados de 2007 Lançamentos totais de R$ 773,5 milhões em 2007 Rio de Janeiro, 12 de março de 2008 A CR2 Empreendimentos Imobiliários S.A. (Bovespa: CRDE3), anuncia os resultados do quarto trimestre e do ano de As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto onde indicado o contrário, são apresentadas em Reais (R$) e foram elaboradas de acordo com práticas contábeis adotadas no Brasil ( BR GAAP ), baseada na Lei das Sociedades por Ações e nas regulamentações da CVM. Comentários da Administração CRDE3: R$11,36/ação (12/03/08) Total de ações: Valor mercado: R$524,1 milhões Teleconferências 13 de Março de 2008 Português 9h00 (horário de Brasília) 8h00 (horário de NY) Tel: +55 (11) Replay: +55 (11) Código: CR2 Inglês 11h00 (horário de Brasília) 10h00 (horário de NY) Tel: +1 (973) Replay: +1 (706) Código: Relações com Investidores Rogério Furtado Diretor Financeiro e de RI Daniel Magno Gerente de RI Tel: +55 (21) Site de Relações com Investidores: O ano de 2007 mostrou o potencial de crescimento do setor imobiliário no Brasil. A volta do crédito imobiliário de longo prazo, incentivado pela consolidação da estabilidade macro econômica, pela queda dos juros, pelo aumento de renda e pelo melhor arcabouço jurídico com a alienação fiduciária, permitiu acesso das classes mais baixas de renda ao mercado. A CR2 Empreendimentos Imobiliários, antevendo a promissora perspectiva deste mercado, fortaleceu sua estrutura de capital com a oferta de ações (IPO) em abril de 2007 quando captou R$ 307 milhões. Com intuito de se antecipar à demanda crescente observada, montamos um Land Bank voltado para as classes mais baixas de renda, onde percebemos que a demanda cresce de forma acentuada com a redução de juros e alongamento de prazos. Para nos dar o suporte financeiro necessário, assinamos em julho um acordo com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 2,5 bilhões para garantir o financiamento aos adquirentes. Iniciamos ainda a nossa expansão geográfica para São Paulo com foco na região metropolitana com a aquisição de 2 terrenos, um em Guarulhos e outro em Santo André. Desenvolvemos junto ao Unibanco uma forma de financiamento individualizado ao adquirente que, além de garantir o repasse do cliente ao banco desde o início da venda, melhora sensivelmente o fluxo de caixa dos projetos. O nosso modelo de negócios na forma de incorporador puro, com a manutenção de uma estrutura de custos fixos baixa e parcerias com construtores e incorporadores, mostrou-se acertado num ambiente de crescimento acelerado como o observado em O aumento da competição por terrenos não impediu que montássemos um Land Bank sólido e diversificado. Os excelentes resultados obtidos em 2007 nos permitiram anunciar ao mercado um guidance de lançamentos próprios para 2008 de R$ 1,2 bilhão. Acreditamos que o mercado continuará pujante em 2008, e consideramos a CR2 bem posicionada financeiramente para alcançar seus objetivos como também para competir em igualdade de condições com as demais empresas do setor. 1

2 Indicadores Operacionais Destaques Financeiros e Operacionais 4T Var. 07/06 Dados Financeiros Consolidados Receita Bruta (R$'000) % Receita Operacional Líquida (R$'000) % Lucro Bruto (R$'000) % Margem Bruta 21,3% 21,4% 58,3% -36,9 p.p. EBITDA ajustado (R$'000) (1) (1.204) (6.771) Lucro Líquido ajustado (R$'000) (1) % Margem Líquida Ajustada (1) 36,4% 45,0% 172,5% -127,5 p.p Lucro Líquido ajustado por ação R$ (1) R$ 0,15 R$ 0,39 $0, % Receitas a Apropriar (R$'000) % Resultado a Apropriar (R$'000) % Margem dos Resultados a Apropriar 27,6% 44,9% -17,3 p.p. Dados Operacionais VGV dos Lançamentos (R$'000) (2) % VGV dos Lançamentos % CR2 (R$'000) (3) % Unidades lançadas % Área Privativa Total (m2) % Preço Médio (R$/m2) ,4% Vendas Contratadas (R$'000) % Vendas Contratadas % CR2 (R$'000) % Unidades vendidas % (1) Ajustado em 2007 excluindo-se as despesas não recorrentes do IPO. (2) VGV Total independe do percentual de participação da CR2 nos empreendimentos. (3) Calculado pela multiplicação do VGV total pelo percentual de participação da CR2 nos empreendimentos. 2

3 Destaques Operacionais e Financeiros de 2007 O VGV total lançado em 2007 somou R$ 773,5 milhões com crescimento de 1.289% em comparação ao ano de Já o VGV próprio de R$ 534,9 milhões cresceu 1.500%. Dentre os lançamentos feitos, merecem destaque o Verano Residence Park com VGV de R$ 302,5 milhões e o início do Parque das Águas com VGV de R$ 326,6 milhões. Vendas Contratadas de R$ 221,7 milhões sendo a parte da CR2 de R$ 141,6 milhões, um aumento de 1.014% e 1.085%, respectivamente, em relação a VGV potencial do land bank alcançou R$ 4,7 bilhões sendo a nossa parte R$ 3,5 bilhões. Receita operacional líquida expande 4.542% atingindo R$ 39,8 milhões. Lucro líquido ajustado totaliza R$ 17,9 milhões, 1.110% acima do lucro do ano passado. Receitas a Apropriar crescem 949% para R$ 199,3 milhões. O saldo de resultados a apropriar foi de R$ 55 milhões com margem bruta a apropriar de 27,6%. Início das operações na região metropolitana de São Paulo Guarulhos e Santo André. Eventos Recentes Compra de dois terrenos na Avenida Ayrton Senna (Barra da Tijuca/RJ) para incorporação comercial com VGV potencial total de R$ 350 milhões. Aumentamos o nosso landbank na região metropolitana de São Paulo com a aquisição de 2 novos projetos: Água Chata em Guarulhos com VGV de R$ 67 milhões e Juquiá em Santo André com R$ 25 milhões ambos voltados ao segmento de baixa renda. 3

4 Desempenho Operacional Lançamentos Em 2007, a CR2 lançou 6 empreendimentos: Verano Residence Park, Villaggio Del Mare, Splendore Valqueire, Parque das Águas, Barra Allegro e Barra Trade. Os lançamentos somaram um VGV total de R$ 773,5 milhões, sendo a parte da CR2 de R$ 534,9 milhões, um crescimento de 1.289% e 1.500%, respectivamente, em relação a Empreendimento Segmento Área Privativa Total (m 2 ) Unidades VGV Total (R$'000) (2) VGV CR2 (R$'000) (2) % CR2 Verano residencial % Villaggio Del Mare residencial % Splendore Valqueire residencial % Barra Allegro (1) residencial % Parque das Águas residencial % Barra Trade comercial % TOTAL (1) A participação da CR2 no Barra Allegro pode variar ao longo do tempo em função das integralizações de capital por parte dos minoritários e da própria CR2. Para efeitos de VGV lançado utilizamos o percentual de 70% que é a participação acordada com os parceiros minoritários desde a constituição da SPE. (2) Os números de VGV Total e VGV CR2 são brutos de permuta. A forma de pagamento foi permuta financeira no caso do Verano (20%) e permuta física no Villaggio Del Mare (12%), Barra Allegro (10%) e Barra Trade (28%). Os terrenos dos empreendimentos Splendore Valqueire e Parque das Águas foram pagos com caixa. VGV Lançado Total (R$ milhões) 463,5 773,5 58,9 121,5 55,7 129, T07 2T07 3T07 4T No 4T07, a CR2 lançou 4 empreendimentos: Parque das Águas, Barra Allegro, Verano e Barra Trade. O VGV total lançado foi de R$ 463,5 milhões, sendo a parte da CR2 de R$ 350,4 milhões. O Parque das Águas foi o maior lançamento da empresa desde a sua fundação em Localizado em São Gonçalo (RJ) com uma área de 160mil m 2 e 50 itens de lazer este lançamento foi um sucesso com mais de 4mil visitas ao stand e mais de 360 unidades vendidas em apenas duas semanas. 4

5 Com apartamentos de 1, 2 e 3 quartos com preços variando de R$85mil a R$140mil o Parque das Águas foi desenvolvido e pensado estrategicamente para atender uma região que receberá nos próximos anos investimentos vultosos por conta do futuro Complexo Petroquímico em Itaboraí (Comperj) e do Centro de Inteligência que o apoiará em São Gonçalo. Empreendimento Área Privativa Total (m 2 ) Unidades VGV Total (R$'000) VGV CR2 (R$'000) % CR2 Barra Allegro % Verano % Parque das Águas % Barra Trade % TOTAL A tabela a seguir fornece informações sobre os empreendimentos lançados em 2006 e Empreendimento Mês/ano lançamento Área Privativa Total (m 2 ) Andamento da Obra Vendas Acumuladas (%) Receita Bruta 2007 (R$'000) Segmento (1) Green Park 3000 mar ,8% 60,0% Média renda Green Park 4000 set ,8% 52,5% Média renda Verano mar ,4% 51,4% Média renda Villaggio Del Mare mai ,3% 83,3% Média renda Splendore Valqueire jul ,0% 90,0% Média Baixa renda Parque das Águas out ,2% 13,1% Média Baixa renda Barra Allegro nov ,4% 20,8% Média renda Barra Trade nov % 0% 0 Comercial TOTAL (1) Os segmentos são divididos pela faixa de preço por m 2 dos empreendimentos: Baixa renda com preço de venda até R$1.800 por m 2, Média-Baixa com preço de venda entre R$1.800 e R$2.500 por m 2, e Média renda com preço de venda entre R$2.500 e R$3.500 por m 2. O valor médio de venda das unidades dos empreendimentos acima tem a seguinte distribuição: Green Park 3000 e 4000 R$ 230 mil, Verano - R$ 340 mil, Villaggio Del Mare R$ 380 mil, Splendore Valqueire R$ 155 mil, Barra Allegro R$ 290 mil, Parque das Águas R$ 120 mil. Vendas Contratadas Em 2007, as vendas contratadas totalizaram R$ 221,7 milhões com crescimento de 1.014% em relação a Desse total, a parte da CR2 somou R$ 141,6 milhões Vendas Contratadas Receita Ano de lançamento Total (R$'000) CR2 (R$'000) Reconhecida Lançados em Lançados em TOTAL

6 Pode-se observar no gráfico abaixo que as vendas contratadas em cada trimestre vêm aumentando consistentemente e no 4T07 foram R$ 85,3 milhões. Vendas Contratadas Totais (R$ milhões) 85,3 50,8 221,7 43,6 19,9 42, T07 2T07 3T07 4T As vendas contratadas totais no 4T07 atingiram R$ 85,3 milhões, um crescimento de 68%, em relação ao 3T07. 4T07 Vendas Contratadas Receita Ano de lançamento Total (R$'000) CR2 (R$'000) Reconhecida TOTAL As Receitas a apropriar somaram R$ 199,3 milhões em 2007, 948% acima do ano anterior. A margem bruta a apropriar de 27,6% deve ser analisada atentando ao fato de sermos uma incorporadora pura, ou seja, os custos dos nossos projetos estão todos alocados no custo de incorporação e venda de imóveis. A tabela abaixo mostra as receitas, custos, resultados a apropriar e a margem esperada, desconsiderando receita financeira e impostos como PIS e Cofins que incidem normalmente sobre as vendas: Receitas e resultados a apropriar (R$ 000) Variação Receitas a apropriar % Custo das unidades vendidas a incorrer ( ) (10.461) Resultado a apropriar % Margem a apropriar 27,6% 44,9% -17,3 p.p. 6

7 Banco de Terrenos Landbank Atualmente, nosso landbank total em termos de VGV potencial soma R$ 4,7 bilhões, R$ 3,5 bilhões referentes à parte da CR2. Cerca de 83% do landbank foi adquirido através da modalidade de pagamento via permuta, reduzindo assim nossa exposição de caixa. Empreendimento Localização Segmento Data lançamento VGV Total (R$ milhões) % CR2 VGV CR2 (R$ milhões) Duque de Caxias Caxias (RJ) Baixa renda 1T % 3 Mirante Bonsucesso Guarulhos (SP) Baixa renda 1T % 24 Henrique Costa Jacarepaguá (RJ) Média-Baixa 1T % 20 Residencial Itamarati Santo André (SP) Média-baixa 2T % 36 Campo Grande I Cpo. Grande (RJ) Média-Baixa 2T % 41 Nova Iguaçu I Nova Iguaçu (RJ) Baixa renda 2T % 112 Estrada do Campinho Cpo. Grande (RJ) Baixa renda 2T % 49 Splendore Valqueire Valqueire (RJ) Média-Baixa 2T % 20 Água Chata Guarulhos (SP) Baixa renda 2T % 57 Warehouse ABEAR Barra (RJ) Comercial 3T % 161 Estrada do Madureira I Nova Iguaçu (RJ) Baixa renda 3T % 56 Juquiá Santo André (SP) Baixa renda 3T % 22 Lote B-3 Barra (RJ) Média renda 3T % 35 Pq. das Águas (fase final) Alcântara (RJ) Média-Baixa 4T % 134 Estrada do Madureira II Nova Iguaçu (RJ) Baixa renda 4T % 56 Barrartes Barra (RJ) Comercial 4T % 84 Cidade da Barra Barra (RJ) Comercial 4T % 300 Nova Iguaçu II, III e IV (1) Nova Iguaçu (RJ) Baixa renda após % T % 47 2T % 315 3T % 274 4T % 574 VGV Total % VGV Total após % Land Bank Total a lançar % (1) As datas de lançamento correspondem às datas de comercialização. As unidades serão comercializadas após o término da obra seguindo o modelo de baixa renda. (2) Os segmentos são divididos pela faixa de preço por m 2 dos empreendimentos: Baixa renda com preço de venda até R$1.800 por m 2, Média-Baixa com preço de venda entre R$1.800 e R$2.500 por m 2, e Média renda com preço de venda entre R$2.500 e R$3.500 por m 2. O valor médio de venda das unidades dos empreendimentos acima tem a seguinte distribuição: Green Park 3000 e 4000 R$ 230 mil, Verano - R$ 340 mil, Villaggio Del Mare R$ 380 mil, Splendore Valqueire R$ 155 mil, Barra Allegro R$ 290 mil, Parque das Águas R$ 120 mil. 7

8 Desempenho Financeiro Receitas Operacionais A receita operacional líquida apresentou crescimento de 4.542% no ano, passando de R$ 857 mil em 2006 para R$ 39,8 milhões em Despesas Administrativas As despesas administrativas incluem despesas com pessoal dedicado à administração do negócio, honorários da administração e outros. Em 2007, estas despesas somaram R$ 8,0 milhões e representaram 20% da receita operacional líquida, 1,0% dos lançamentos e 3,6% das vendas contratadas. Despesas com Vendas As despesas com vendas incluem corretagem, gestão imobiliária, montagem de stands de vendas, showrooms e apartamentos modelos, assim como as despesas com propaganda e marketing. Todas estas despesas são apropriadas ao balanço de acordo com a evolução financeira da obra (Método PoC Percentage of Completion Method) com exceção das despesas com corretagem de R$ 2,3 milhões que foram lançadas assim que ocorreram. Em 2007, as despesas com vendas totalizaram R$ 5,8 milhões representando 14,7% da receita líquida do período. Despesas (R$ 000) 2007 Gerais e Administrativas - "G&A" (R$'000) G&A / receita líquida 20,0% G&A / VGV lançado 1,0% G&A / Vendas Contratadas 3,6% EBITDA Comerciais (R$'000) Comerciais / receita líquida 14,7% Comerciais / VGV lançado 0,7% Comerciais / Vendas Contratadas 2,6% O EBITDA ajustado foi negativo em R$ 6,8 milhões no ano de É importante ressaltar que dois fatores contribuíram para este resultado. O primeiro, porque parte relevante dos empreendimentos lançados ainda estão em fase inicial de construção, portanto, com percentuais de evolução financeira ainda muito baixos. O segundo, se deve ao fato que as despesas gerais e administrativas ( G&A ) e de corretagem são lançadas assim que ocorrem. À medida que a receita apropriada for aumentando estas despesas operacionais serão diluídas. Resultado Financeiro O resultado financeiro em 2007 foi positivo em R$ 24,2 milhões, sendo o principal componente a receita com aplicações financeiras em títulos públicos. 8

9 As aplicações financeiras são avaliadas ao custo, acrescido dos rendimentos auferidos até a data do balanço, que não supera o valor de mercado. As cotas de Fundos de Investimento são valorizadas de acordo com o valor informado por seus respectivos administradores. Lucro Líquido e Lucro por Ação O lucro líquido ajustado em 2007, calculado pro forma, excluindo-se as despesas não recorrentes do IPO, foi de R$ 17,9 milhões com margem líquida de 45% representando um aumento de 1.110% em relação a O lucro líquido ajustado por ação, calculado com base nas ações em circulação na data de encerramento do período foi de R$ 0,39. Evolução do Lucro Líquido Ajustado R$ mil Balanço Patrimonial Disponibilidades e Aplicações Financeiras O saldo de disponibilidades e aplicações financeiras em 31 de dezembro de 2007 totalizava R$ 238,7 milhões. Contas a Receber As contas a receber de clientes por incorporação e venda de imóveis somaram R$ 34 milhões em 31 de dezembro de Contas a Receber (R$ 000) Clientes por incorporação e venda de imóveis Curto Prazo Longo Prazo Total Receitas a apropriar (1) Curto Prazo Longo Prazo TOTAL (1) A abertura do receitas a apropriar é baseada em estimativas da CR2 para os andamentos das obras. 9

10 Imóveis a comercializar O saldo da conta estoque de imóveis a comercializar totalizou R$ 109,7 milhões em 31 de dezembro de 2007, representando um aumento de 225% em relação a 31 dezembro de Sociedades Empreendimento Tipo Status da obra CR2 Empreend. SPE-19 Ltda Warehouse ABEAR Comercial Não iniciada CR2 Empreend. SPE-9 Ltda Parque das Águas Residencial Em andamento CR2 Empreend. Imobiliarios S.A Nova Iguaçu Residencial Não iniciada Green 3000 Empreend. Imob. S.A Green 3000 e 4000 Residencial Em andamento CR2 Campinho Empreend. Ltda Estrada Campinho Residencial Não iniciada CR2 Empreend. SPE-14 Ltda Barra Allegro Residencial Em andamento CR2 Empreend. SPE-12 Ltda Campo Grande I Residencial Não iniciada SPE Hungaroring Part. S.A. (1) Empreend. em SP Residencial Não iniciada CR2 Caxias Empreend. S.A Caxias Residencial Não iniciada CR2 Empreend. SPE-11 Ltda Henrique Costa Residencial Não iniciada CR2 Empreend. SPE-25 Ltda Terreno Residencial Não iniciada CSG Empreend. Imobiliários S.A Verano Residencial Em andamento CR2 Empreend. SPE-17 Ltda Verano Residencial Em andamento CR2 Pontal Empreend. Ltda Villaggio Del Mare Residencial Em andamento CR2 Empreend. SPE-13 Ltda. 290 Barra Trade Comercial Não iniciada CR2 Empreend. SPE-7 Ltda. 181 Splendore Valqueire Residencial Em andamento Cimol Empreend. Imobiliários Ltda. 3 Cidade da Barra Comercial Não iniciada TOTAL (1) Na SPE Hungaroring estão os dois empreendimentos em São Paulo, Mirante Bonsucesso em Guarulhos e Residencial Itamarati em Santo André. Gastos com vendas a apropriar O saldo de gastos com vendas a apropriar em 31 de dezembro de 2007 foi de R$ 19,6 milhões decorrentes de gastos com vendas como stands de vendas, apartamentos modelos e respectivas mobílias de unidades ainda não vendidas. 10

11 DEMONSTRAÇÃO FINANCEIRA CONSOLIDADA Demonstração de Resultados (R$ '000) 4T Receita Operacional Bruta Incorporação e Venda Imóveis (-) Impostos sobre vendas (830) (1.648) (59) (=) Receita Operacional Líquida (-) Custo de Incorporação e venda de imóveis (15.256) (31.256) (357) (=) Lucro Bruto (-) Despesas/Receitas Operacionais (14.382) Despesas de pessoal (2.558) (6.723) (810) Honorários diretoria e conselho (465) (1.249) - Demais despesas administrativas Despesas do IPO - (23.108) - Despesas com Vendas (2.150) (5.847) (65) Despesas Tributárias (329) (2.111) (295) Despesas Financeiras 47 (41) (27) Receitas Financeiras Depreciação e amortização - (151) - Outras (=) Resultado Operacional (5.855) Resultado Não Operacional (794) (794) - (=) Lucro antes do IR / Contribuição Social (6.649) IR e Contribuição Social correntes (657) IR diferidos (666) Participação Minoritárias (723) (166) (73) (=) Lucro Líquido (5.221) Itens não recorrentes (=) Lucro Líquido Ajustado Lucro Líquido por lote de mil ações $0,15 $0,39 $0,01 EBITDA Resultado Operacional (5.855) (-) Receitas Financeiras (7.486) (24.216) (1.099) (+) Despesas Financeiras (47) (+) Depreciação e amortização (=) EBITDA (1.204) (29.879) Itens não recorrentes (=) EBITDA ajustado (1.204) (6.771)

12 BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO ATIVO CIRCULANTE 31/12/ /12/2006 Disponibilidades Aplicações financeiras Cotas de Fundos de Investimento Letras Financeiras do Tesouro - LFT'S Letras do Tesouro Nacional - LTN'S Notas do Tesouro Nacional - NTN'S 7 - Debêntures Certificados de Depósitos Bancários Clientes por incorporação e venda de imóveis Mútuos a receber - Partes relacionadas Contas a receber de terceiros Imóveis a comercializar Opção de compra de terrenos Adiantamentos a construtora Outros adiantamentos Gastos com vendas a apropriar Créditos tributários de impostos e contribuições Impostos e contribuições a compensar Outros ativos NÃO CIRCULANTE Mútuos a receber - Partes relacionadas Clientes por incorporação e venda de imóveis Créditos tributários de impostos e contribuições Gastos com vendas a apropriar Impostos e contribuições a compensar Investimentos 2 - Imobilizado de uso Diferido TOTAL DO ATIVO

13 BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO 31/12/ /12/2006 CIRCULANTE Dividendos a pagar Provisões tributárias Imposto de renda e contribuição social diferidos Contas a pagar Adiantamentos de clientes Financiamento de imóveis Contas a pagar da atividade imobiliária NÃO CIRCULANTE Imposto de renda e contribuição social diferidos Financiamento de imóveis Adiantamentos para futuro aumento de capital PARTICIPAÇÃO DE MINORITÁRIOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital social Reservas de lucros Prejuízos acumulados (4.094) TOTAL DO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO

14 GLOSSÁRIO VGV ou Volume Geral de Vendas Valor obtido pela venda da totalidade das Unidades de um empreendimento imobiliário, não significando, portanto, receita, lucro líquido ou qualquer outra medida contábil aceita de acordo com o BR GAAP. Vendas Contratadas Representa cada contrato resultante de vendas de unidades durante certo período de tempo, incluindo unidades em lançamento. As vendas contratadas serão reconhecidas como receitas de acordo com andamento das obras (Método PoC Percentage of Completion Method). Apuração do Resultado de Incorporação e Venda de Imóveis A receita, bem como custos e despesas relativas à atividade de incorporação são apropriadas ao resultado ao longo do período de construção à medida da evolução financeira das obras (Método PoC Percentage of Completion Method), medindo-se o percentual de custos incorridos em relação aos custos orçados. Desta forma, parte substancial da receita de incorporação relativa a um período reflete a apropriação de vendas contratadas anteriormente. Receitas de Vendas a Apropriar As receitas a apropriar correspondem às vendas contratadas, cuja receita é apropriada em períodos futuros em função do andamento da obra. Resultados de Vendas de Imóveis a Apropriar Em função do crédito de reconhecimento de receitas e custos, que ocorre em função da evolução financeira de obra, reconhecemos a receita de incorporação de contratos assinados em períodos futuros. Desta forma, o saldo de Resultados de Vendas de Imóveis a Apropriar corresponde às vendas contratadas menos o custo orçado de construção destas mesmas unidades, a serem reconhecidos em períodos futuros. Gastos com Vendas a Apropriar - Representam gastos relacionados à montagem de stand de vendas, apartamentos modelos e respectivas mobílias para as unidades ainda não vendidas, diretamente relacionadas com cada empreendimento. Esses gastos são reconhecidos no resultado com base no método do custo incorrido em relação ao custo orçado total. Landbank Banco de Terrenos para futuros empreendimentos, adquiridos em dinheiro ou através de permutas física ou financeira. Permuta Física Sistema de compra de terreno pelo qual o dono do terreno recebe um determinado número de unidades. Permuta Financeira Sistema de compra de terreno pelo qual o dono do terreno recebe um determinado percentual da receita do empreendimento a ser construído. 14

3T07 Resultados. 19 de Novembro de 2007. Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI

3T07 Resultados. 19 de Novembro de 2007. Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI 3T07 Resultados 19 de Novembro de 2007 Rogério Furtado, Diretor Financeiro e RI Visão estratégica do setor Mercado imobiliário em forte expansão em função de oferta crescente de crédito, prazos mais longos

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

Resultados 2T13 e 1S13

Resultados 2T13 e 1S13 Resultados 2T13 e 1S13 Relações com Investidores RSID3: R$ 2,87 por ação OTC: RSRZY Total de ações: 428.473.420 Valor de mercado: R$ 1,3 bilhão Teleconferência 15 de Agosto de 2013 Em Português com Tradução

Leia mais

Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007.

Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007. Lucro Líquido Ajustado da EVEN atinge R$52,9 MM no ano de 2007. Margem Bruta atinge 38,8%, crescendo 2,5 p.p. em relação a 2006. São Paulo, 10 de março de 2008 A Even Construtora e Incorporadora S.A. EVEN

Leia mais

Resultados 2005 Resultados 2005

Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 1T06 Bovespa: RSID3 NYSE (ADR): RSR2Y Receita Líquida alcança R$ 85,2 milhões VGV totaliza R$ 94,3 milhões Vendas contratadas crescem 63% São Paulo, 11 de maio

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2011 - DIRECIONAL ENGENHARIA SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06 Eusébio CE, 09 de novembro de 2006 A M. Dias Branco S.A. (Bovespa: MDIA3), empresa líder nos mercados de biscoitos e de massas no Brasil, anuncia hoje seus resultados do terceiro

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 São Paulo, 25 de fevereiro de 2005 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia hoje seus

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Agenda Dinâmica do Setor Imobiliário Estrutura Societária Modelo de Negócio Diferenciado Diversificação Geográfica e de Mercado Histórico de Resultado Operacional Futuros Projetos

Leia mais

Direcional Engenharia S.A.

Direcional Engenharia S.A. 1 Direcional Engenharia S.A. Relatório da Administração Exercício encerrado em 31 / 12 / 2007 Para a Direcional Engenharia S.A., o ano de 2007 foi marcado por recordes e fortes mudanças: registramos marcas

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões.

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões. Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DESTAQUES 4T11 e 2011

DESTAQUES 4T11 e 2011 LPS BRASIL ATINGE R$18,2 BILHÕES EM VENDAS E R$1,3 BILHÃO EM FINANCIAMENTOS PELA CREDIPRONTO! São Paulo, 20 de março de 2012 A LPS Brasil (Bovespa: LPSB3; Reuters: LPSB3.SA; Bloomberg: LPS3.BZ), empresa

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS 3T14 I 9M14

RELEASE DE RESULTADOS 3T14 I 9M14 RELEASE DE RESULTADOS 3T14 I 9M14 Contate RI: Adolpho Lindenberg Filho Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Telefone: +55 (11) 3041-2700 ri@lindenberg.com.br www.grupoldi.com.br/relacao DIVULGAÇÃO

Leia mais

Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões

Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões 2T07 Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões Rio de Janeiro, de 2007 A Estácio Participações (BOVESPA: ESTC11), maior organização

Leia mais

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005 Divulgação Imediata Cot. da Ação PNB CLSC6) em 31/03/05: R$ 0,90/ação Valoriz. No 1T05: -16% Valor de Mercado R$ : 694 milhões US$

Leia mais

Contato RI. Teleconferência de Resultados do 2T06

Contato RI. Teleconferência de Resultados do 2T06 29 de Agosto de 2006 - GP Investments, Ltd ( GP Investments ou Companhia ) [BOVESPA: GPIV11], um dos líderes no mercado de private equity no Brasil anuncia um lucro líquido de US$4,9 milhões e receitas

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1)

Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1) Release de Resultados - 3T11 9M11 Cyrela gera caixa operacional de R$ 60 milhões (1) São Paulo, 09 de novembro de 2011 - A Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações ( CBR ou Companhia ou

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

Destaques do Resultado

Destaques do Resultado RESULTADOS DO 4T09 E 2009 RECEITA LÍQUIDA de R$1 bilhão; EBITDA de R$119 milhões; MARGEM EBITDA de 12%, aumento de 2 p.p.; LUCRO LÍQUIDO ajustado de R$78 milhões em 2009 Rio de Janeiro, 17 de Março de

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Teleconferência de Resultados. Data: 13 de março de 2008 Data: 13 de março de 2008

Teleconferência de Resultados. Data: 13 de março de 2008 Data: 13 de março de 2008 MRV ANUNCIA RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA ATINGE R$128,9 MILHÕES NO 4T07 E R$384,1 MILHÕES NO ANO, UM CRESCIMENTO DE 173,8 % SOBRE O ANO ANTERIOR MARGEM BRUTA

Leia mais

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08

LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 Porto Alegre, 30 de outubro de 2008 LOJAS RENNER S.A. (Bovespa: LREN3), segunda maior rede de lojas de departamentos de vestuário

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Press Release 2T15 12/08/2015

Press Release 2T15 12/08/2015 Press Release 2T15 12/08/2015 Sumário 1. Destaques do período... 4 2. Sumário de resultados... 5 3. Receita bruta... 6 3.1 Produtos de bancassurance... 6 3.1.1 Vida... 7 3.1.2 Habitacional... 7 3.1.3 Prestamista...

Leia mais

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11.

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. O Lucro Líquido do 1T09 (sem ajustes) apresentou queda de 1,4%

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01630-6 ROSSI RESIDENCIAL S/A 61.065.751/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido

Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido Cyrela tem o maior trimestre de Vendas da sua história com aumento de 150% em relação ao 3T06 e aumento de 188% no Lucro Líquido VGV lançado aumentou em 132% no 3T07 e a Companhia revisa Guidance para

Leia mais

4T12. Divulgação de Resultados

4T12. Divulgação de Resultados Divulgação de Resultados Belo Horizonte, 25 de março de 2013 - A Direcional Engenharia S.A., uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013 . São Paulo, 13 de maio de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas Blumenau, 07 de maio de 2008 Cia. Hering (Bovespa: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design de vestuário do Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2008 (1T08). As informações operacionais

Leia mais

Resultados do 1T06 Teleconferência

Resultados do 1T06 Teleconferência Resultados do 1T06 Teleconferência 0 Considerações Iniciais AVISO - INFORMAÇÕES E PROJEÇÕES O material exibido é uma apresentação de informações gerais de antecedentes da Rossi Residencial S.A. na data

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - CYRELA COMMERCIAL PROPERTIES SA EMP PART Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS 1T12

RELEASE DE RESULTADOS 1T12 RELEASE DE RESULTADOS 1T12 Contato RI Luciana Doria Wilson Diego Santos Rosas Stella Hae Young Hong Email: ri@gafisa.com.br Website de RI: www.gafisa.com.br/ri Teleconferência de Resultados do 1T12 9 de

Leia mais

PRINCIPAIS DESTAQUES 2T08 E 1S08

PRINCIPAIS DESTAQUES 2T08 E 1S08 Para divulgação imediata São Paulo, 6 de Agosto de 2008. A Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário S.A. (Bovespa: CCIM3 - NM), uma das líderes brasileiras no setor de incorporação residencial e comercial,

Leia mais

TRANSCRIÇÃO TELECONFERÊNCIA 4T10

TRANSCRIÇÃO TELECONFERÊNCIA 4T10 Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da Camargo Corrêa Desenvolvimento Imobiliário referente aos resultados do quarto trimestre de 2010, divulgados ontem, dia 21 de março de 2011. Estão presentes

Leia mais

Reunião Pública APIMEC. Novembro/2013

Reunião Pública APIMEC. Novembro/2013 Reunião Pública APIMEC Novembro/2013 Composição Acionária 3T13* Conselho e Diretoria 22,6% Free Float 77,4% Itaú Unibanco Squadra ADRs Bovespa 19,6% 17,6% 8,7% 31,5% *Data base: 30/09/2013 2 Modelo de

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 15 Rendimentos a distribuir 412 366 Aplicações financeiras de renda fixa 28 8

Leia mais

Rossi Residencial S/A Reunião Apimec SP 23 de novembro de 2005. Praça Capital - Campinas

Rossi Residencial S/A Reunião Apimec SP 23 de novembro de 2005. Praça Capital - Campinas Rossi Residencial S/A Reunião Apimec SP 23 de novembro de 2005 Praça Capital - Campinas 1 Setor imobiliário Oportunidade de investimento Fator de Risco Crédito Renda Tendência Crescimento da oferta Crescimento

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais

Rodobens Locação de Imóveis Ltda.

Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Demonstrações contábeis referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes Approach Auditores Independentes Relatório dos

Leia mais

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 RESULTADOS PRO FORMA NÃO AUDITADOS CONSOLIDADOS DA ABRIL EDUCAÇÃO As informações financeiras consolidadas pro forma não auditadas para 31 de dezembro de

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009

Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Brasil Brokers divulga seus resultados do 4º Trimestre de 2009 Rio de Janeiro, 10 de março de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (Bovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de intermediação

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS TERCEIRO TRIMESTRE DE 2007

RELEASE DE RESULTADOS TERCEIRO TRIMESTRE DE 2007 TERCEIRO TRIMESTRE DE 2007 (1) EBITDA Ajustado exclui as despesas de IPO de R$0,6 MM no 3T07 e R$29,5 MM no 9M07 (2) Lucro Líquido Ajustado exclui as despesas de IPO mencionadas acima e participação de

Leia mais

Release de Resultados do 1T14

Release de Resultados do 1T14 São Paulo, 07 de maio de 2014 A Eucatex (BM&FBovespa: EUCA3 e EUCA4), uma das maiores produtoras de painéis de madeira do Brasil, que atua também nos segmentos de tintas e vernizes, pisos laminados, divisórias

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T14

Apresentação de Resultados 3T14 Apresentação de Resultados 3T14 Destaques do Período Início da operação comercial dos parques do LER 2009 Maior complexo de energia eólica da América Latina: 14 parques, 184 aerogeradores, 294,4 MW de

Leia mais

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007

Apresentação Institucional. Segundo Trimestre de 2007 Apresentação Institucional Segundo Trimestre de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS (R$ MILHÕES) 3T13 3T14 Var.% 9M13 9M14 Var.% RECEITA LÍQUIDA 315,8 342,8 8,5% 858,4 937,5 9,2% EBITDA AJUSTADO¹ 67,1 78,3 16,7% 157,5

Leia mais

Release de Resultados 4T06

Release de Resultados 4T06 Release de Resultados 4T06 Em 2006, Lançamentos aumentaram 118% e Vendas Contratadas subiram 69% O EBITDA Ajustado subiu 66% e o Lucro Líquido Ajustado aumentou 35% em 2006 Rio de Janeiro, 14 de Março

Leia mais

Resultados do Terceiro Trimestre de 2009 Relatório de Resultados e Informações Financeiras Suplementares

Resultados do Terceiro Trimestre de 2009 Relatório de Resultados e Informações Financeiras Suplementares Resultados do Terceiro Trimestre de 2009 Relatório de Resultados e Informações Financeiras Suplementares Gafisa Anuncia os Resultados do Terceiro Trimestre de 2009 --- Vendas atingiram R$800 milhões, um

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 3T09 - Inpar 18 de novembro de 2009

Transcrição da Teleconferência Resultados do 3T09 - Inpar 18 de novembro de 2009 Transcrição da Teleconferência Resultados do 3T09 - Inpar 18 de novembro de 2009 Bom dia, e obrigada por aguardarem. Sejam bem-vindos à teleconferência da Inpar para discussão dos resultados referentes

Leia mais

R$ 686,7 milhões de dívida corporativa foram pagos no primeiro semestre, incluindo principal e juros, com utilização de recursos do caixa

R$ 686,7 milhões de dívida corporativa foram pagos no primeiro semestre, incluindo principal e juros, com utilização de recursos do caixa Resultados Rio de Janeiro, 14 de agosto de 2014 - Brookfield Incorporações SA ("Brookfield Incorporações" ou "Companhia") (BM&FBovespa: BISA3; EUA OTC: BRRSY), anunciou hoje seus resultados consolidados

Leia mais

VIDEOLAR S/A CNPJ Nº04.229.761/0001-70

VIDEOLAR S/A CNPJ Nº04.229.761/0001-70 VIDEOLAR S/A CNPJ Nº04.229.761/000170 Relatório da Administração Senhores Acionistas, Submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações financeiras do ano de 2003 bem como os aspectos relevantes que impactaram

Leia mais

Helbor Empreendimentos

Helbor Empreendimentos Helbor Empreendimentos Aviso Legal Esta apresentação pode conter certas afirmações que expressam expectativas, crenças e previsões da administração da Helbor sobre eventos ou resultados futuros. Tais afirmações

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

Divulgação de de Resultados

Divulgação de de Resultados Divulgação de de Resultados 4T06 4T05 e e Ano OHL BRASIL ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$99,4 MILHÕES. EBITDA AJUSTADO DE R$277,5 MILHÕES, MARGEM DE 64,5% Francisco Leonardo Moura da Costa Diretor Adm. Financeiro

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T14

Divulgação de Resultados 3T14 Estoque Concluído: 5% do estoque total, um dos menores patamares do setor Estoque MCMV: 22% do estoque total, queda de 11 p.p. frente ao 2T14 Repasse/Desligamento: R$179 MM, 37% acima do 2T14 Landbank:

Leia mais

Obrigações. Fornecedores 45.000. Salários a pagar 75.000. Impostos a recolher 20.000. Patrimônio Líquido. Capital Social 100.000. Reservas 30.

Obrigações. Fornecedores 45.000. Salários a pagar 75.000. Impostos a recolher 20.000. Patrimônio Líquido. Capital Social 100.000. Reservas 30. Você acessou como Administrador Usuário (Sair) Info Resultados Visualização prévia Modificar Visualização prévia de Contabilidade Geral Iniciar novamente 1 Considerando: I- A contabilidade estuda e controla

Leia mais

Release. Resultados. Destaques. RECEITA LÍQUIDA: R$ 876 milhões no 2T09, 30% maior que no 1T09, somando R$ 1.547 milhões no ano.

Release. Resultados. Destaques. RECEITA LÍQUIDA: R$ 876 milhões no 2T09, 30% maior que no 1T09, somando R$ 1.547 milhões no ano. Release Resultados Cyrela anuncia lucro líquido de R$ 157 milhões, 56% maior que no 1T09 e 67% maior que no Margem EBITDA atinge 23,9%, 4,7 p.p. superior à do CYRE3 (13/08/2009) Nº. de Ações: 368.533.411

Leia mais

Apresentação Institucional. Maio de 2007

Apresentação Institucional. Maio de 2007 Apresentação Institucional Maio de 2007 Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários

Leia mais

Abertura e Destaques 4T09 e 2009

Abertura e Destaques 4T09 e 2009 25 de Março de 2010 Abertura e Destaques 4T09 e 2009 Comentário de Abertura CEO Ricardo Valadares Gontijo Breve Histórico IPO Mercado em 2009: Programa Minha Casa, Minha Vida Estratégia Crescimento da

Leia mais

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008 4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados 13 de Fevereiro de 2008 Aviso Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 2T08 Trisul (TRIS3 BZ) 15 de agosto de 2008

Transcrição da Teleconferência Resultados do 2T08 Trisul (TRIS3 BZ) 15 de agosto de 2008 Operadora: Bom dia, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência de resultados do 2T08 da Trisul. Hoje nós temos a presença do Sr. Jorge Cury Neto, Diretor-Presidente, Sr. Marco Antônio Mattar,

Leia mais

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 Barueri, 29 de Julho de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do segundo trimestre

Leia mais

Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08)

Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08) Deliberação CVM nº 561 (DOU de 22/12/08) Aprova a Orientação OCPC - 01 do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, que trata de Entidades de Incorporação Imobiliária. A PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia do Vale Paranapanema ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T05

Divulgação de Resultados 3T05 Localiza Anuncia EBITDA de R$70,8 milhões no 3T05 Receita Líquida cresce 49,1% e EBITDA cresce 31,1% Belo Horizonte, 8 de novembro de 2005 - A Localiza Rent A Car S.A. (Bovespa: RENT3), a maior rede de

Leia mais

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010 Discussão dos Resultados 1T10 07 de Maio de 2010 0 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções

Leia mais

AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14

AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14 AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14 Barueri, 28 de Outubro de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do terceiro trimestre

Leia mais

DESTAQUES DO PERÍODO. A Companhia encerrou o 2T09 com um saldo de caixa de R$ 273,2 milhões e dívida líquida de R$ 182,0 milhões.

DESTAQUES DO PERÍODO. A Companhia encerrou o 2T09 com um saldo de caixa de R$ 273,2 milhões e dívida líquida de R$ 182,0 milhões. SANTOS BRASIL PARTICIPAÇÕES ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$ 12,9 MILHÕES NO 2T09. São Paulo, 29 de julho de 2009 A Santos Brasil Participações S.A. (Bovespa: STBP11), maior operadora portuária de contêineres

Leia mais

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Yuny Incorporadora S.A. Demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2013 e 2012

Leia mais

Contabilidade Decifrada. Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo

Contabilidade Decifrada. Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo Contabilidade Decifrada Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo Demonstrações Contábeis - balanço patrimonial; - demonstração do resultado do exercício; e, - demonstração de lucros ou prejuízos acumulados.

Leia mais

Resultados 1º Trimestre de 2008

Resultados 1º Trimestre de 2008 O BANCO CRUZEIRO DO SUL ANUNCIA SEUS DO 1T08 São Paulo, 12 de Maio de 2008 O Banco Cruzeiro do Sul (Bovespa - CZRS4), banco múltiplo privado operando principalmente no mercado de crédito pessoal com desconto

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Texto para as questões de 31 a 35 conta saldo despesa de salários 10 COFINS a recolher 20 despesas de manutenção e conservação 20 despesa de depreciação 20 PIS a recolher 30 despesas

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2010

RELEASE DE RESULTADOS PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2010 RELEASE DE RESULTADOS PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2010 DESTAQUES RESULTADOS Vendas Contratadas (%JHSF) - R$MM Contas a Receber de Imóveis 1 R$MM 102,7 853,1 1.099,7 31,0 1T09 1T09 Lucro Bruto a Apropriar R$MM

Leia mais

Correção da Prova. Questões: 1, 2, 3, 4, 5 Contabilidade Geral

Correção da Prova. Questões: 1, 2, 3, 4, 5 Contabilidade Geral Correção da Prova Questões: 1, 2, 3, 4, 5 Contabilidade Geral Questão 1 - Acerca das demonstrações contábeis, julgue os itens abaixo e, em seguida, assinale a opção CORRETA. I. O recebimento de caixa resultante

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO OCPC 01 (R1) Entidades de Incorporação Imobiliária

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO OCPC 01 (R1) Entidades de Incorporação Imobiliária COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS ORIENTAÇÃO OCPC 01 (R1) Entidades de Incorporação Imobiliária Índice Objetivo e alcance 1 Formação do custo do imóvel, objeto da incorporação imobiliária 2-9 Despesa

Leia mais

Transcrição Teleconferência Resultados 3T07 Trisul 14 de Novembro de 2007

Transcrição Teleconferência Resultados 3T07 Trisul 14 de Novembro de 2007 Boa tarde, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados referentes ao 3T07 da. Hoje nós temos a presença do Sr. Jorge Cury Neto, Diretor Presidente, Sr. Marco Antonio Cattini

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores independentes

Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores independentes Fundo de Investimento Imobiliário General Shopping Ativo e Renda FII (CNPJ nº 17.590.518/0001-25) (Administrado pela SOCOPA Sociedade Corretora Paulista S/A) (CNPJ nº 62.285.390/0001-40) Demonstrações

Leia mais

RELEASE DE RESULTADOS TERCEIRO TRIMESTRE DE 2010

RELEASE DE RESULTADOS TERCEIRO TRIMESTRE DE 2010 RELEASE DE RESULTADOS TERCEIRO TRIMESTRE DE 2010 DESTAQUES RESULTADOS Receita Bruta R$MM Lucro Bruto R$MM 356,8 455,7 113,7 151,7 131,7 183,9 43,9 61,5 3T09 Proforma 3T10 9M09 Proforma 9M10 3T09 Proforma

Leia mais

Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações e Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações e sociedades controladas

Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações e Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações e sociedades controladas Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações e Cyrela Brazil Realty S.A. Empreendimentos e Participações e sociedades controladas Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2005 e de 2004

Leia mais

Unidade II CONTABILIDADE. Prof. Jean Cavaleiro

Unidade II CONTABILIDADE. Prof. Jean Cavaleiro Unidade II CONTABILIDADE Prof. Jean Cavaleiro Objetivo Conhecer a estrutura do balanço patrimonial: ativo; passivo. Conhecer a estrutura do DRE. Conhecer a estrutura do DFC: direto; indireto. Balanço patrimonial

Leia mais

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores

Resultados 4T12 e 2012. Relações com Investidores Resultados 4T12 e 2012 Relações com Investidores Aviso Importante Nós fazemos declarações sobre eventos futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base e suposições de

Leia mais