LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08"

Transcrição

1 LOJAS RENNER DIVULGA R$ 511,4 MILHÕES DE RECEITA LÍQUIDA TOTAL NO 3T08 Porto Alegre, 30 de outubro de 2008 LOJAS RENNER S.A. (Bovespa: LREN3), segunda maior rede de lojas de departamentos de vestuário no Brasil, anuncia hoje seus resultados do terceiro trimestre de 2008 (3T08) e do período acumulado dos primeiros nove meses do ano (9M08). As informações financeiras e operacionais a seguir, exceto onde indicado em contrário, são consolidadas de acordo com a Legislação Societária Brasileira, e as comparações referem-se ao terceiro trimestre (3T07) e aos primeiros nove meses (9M07) de Dada a materialidade das receitas geradas com os serviços financeiros, conseqüente do crescimento desta operação e associado ao alinhamento das demonstrações financeiras às práticas internacionais de contabilidade, a partir de dezembro de 2007, a Companhia passou a incluir na Receita Operacional Bruta as receitas provenientes das operações de serviços financeiros. DESTAQUES DO PERÍODO A Receita Líquida total da Companhia apresentou crescimento de 15,2%, passando de R$ 444,0 milhões no 3T07 para R$ 511,4 milhões no 3T08. Nos 9M08, a Receita Líquida total foi de R$ 1.509,9 milhões, 17,7% superior aos R$ 1.282,4 milhões alcançados no mesmo período do ano anterior. Número de Lojas A Receita Líquida das Vendas de Mercadorias apresentou crescimento de 13,6%, passando de R$ 395,4 milhões no 3T07 para R$ 449,0 milhões no 3T08. As Vendas em Mesmas Lojas registraram crescimento de 5,0% no mesmo período. Nos 9M08, a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias foi de R$ Set.06 Set.07 Set ,7 milhões, com crescimento de 16,8% sobre o mesmo período de As Vendas em Mesmas Lojas atingiram 6,9% no período acumulado de 9M08. O Lucro Bruto das Vendas de Mercadorias foi de R$ 206,2 milhões no 3T08 e a Margem Bruta da Operação de Varejo ficou em 45,9%, em relação aos 46,1% atingidos no 3T07. Nos 9M08, o Lucro Bruto das Vendas de Mercadorias foi de R$ 632,1 milhões, apresentando crescimento de 0,8 ponto percentual na margem bruta da operação de varejo que passou de 46,3% no mesmo período de 2007, para 47,1%. O EBITDA 1 atingiu R$ 66,5 milhões no 3T08, com a Margem EBITDA sobre a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias de 14,8% no trimestre, ante 17,7% no 3T07 (13,0% se calculada sobre a Receita Líquida total da Companhia ante 15,8% no 3T07). Nos 9M08, o EBITDA alcançou R$ 209,1 milhões, 13,3% superior aos R$ 184,5 milhões dos 9M07. A Margem EBITDA 1 EBITDA = Lucro antes das Despesas Financeiras Líquidas, Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro, Depreciação, Amortização, Resultados Não Operacionais e Despesas Extraordinárias. O EBITDA não é uma medida utilizada nas práticas contábeis adotadas no Brasil, não representando o fluxo de caixa para os períodos apresentados e não deve ser considerado como uma alternativa ao lucro líquido na qualidade de indicador do desempenho operacional ou como uma alternativa ao fluxo de caixa na qualidade de indicador de liquidez. O EBITDA não tem um significado padronizado e a definição da Companhia de EBITDA pode não ser comparável ao EBITDA ajustado de outras companhias. Ainda que o EBITDA não forneça, de acordo com as práticas contábeis utilizadas no Brasil, uma medida do fluxo de caixa operacional, a Administração o utiliza para mensurar o desempenho operacional. Adicionalmente, a Companhia entende que determinados investidores e analistas financeiros utilizam o EBITDA como indicador do desempenho operacional de uma Companhia e/ou de seu fluxo de caixa. Divulgação de Resultados Página 1 de 15

2 nos 9M08 foi de 15,6% (13,8% se calculada sobre a Receita Líquida total da Companhia) versus 16,0% nos 9M07. Se excluídos os itens não-recorrentes do EBITDA, a variação no trimestre teria sido de 14,0%, atingindo R$ 69,1 milhões e a Margem EBITDA teria sido de 15,4% versus 15,3% no 3T08. Nos 9M08, o EBITDA teria sido de R$ 213,7 milhões com crescimento de 19,3% e a Margem EBITDA teria sido de 15,9% ante 15,6% nos 9M07. Os Investimentos em Ativos Fixos no 3T08 somaram R$ 36,7 milhões. Os principais investimentos foram realizados na abertura e preparação de novas lojas, além da remodelação de instalações e atualização de sistemas e equipamentos de tecnologia. Nos primeiros nove meses de 2008 os investimentos alcançaram R$ 85,2 milhões. No período entre julho e setembro foram inauguradas duas novas lojas, uma em São Paulo e outra no Paraná, o que totalizou 103 lojas em operação. O Cartão Renner foi responsável por 63,6% das vendas realizadas no 3T08. A Companhia totalizou 387,5 mil de cartões emitidos no trimestre, com o valor médio das vendas no cartão (ticket médio) apresentando crescimento de 7,0% no período, passando de R$ 100,78, registrados no 3T07, para R$ 107,84. Nos 9M08, o Cartão Renner representou 63,6% das vendas totais e o ticket médio foi de R$ 109,51, com crescimento de 6,7% sobre os 9M07. Em 27 de outubro a Lojas Renner divulgou Fato Relevante informando aos seus acionistas que, em virtude da relevante alteração no cenário econômico-financeiro brasileiro e mundial verificada nas últimas semanas, a subsidiária da Companhia, LR Investimentos Ltda., e os acionistas de Leader Participações S.A. celebraram amigavelmente Instrumento Particular de Distrato do Contrato Particular de Venda e Compra de Ações celebrado em 3 de setembro de 2008 e aditado em 29 de setembro de Conforme previsto no Distrato, o Contrato foi resolvido, de pleno direito, sem quaisquer ônus ou encargos de qualquer natureza para as partes contratantes. Por esta razão a Assembléia Geral Extraordinária, que estava prevista para 30 de outubro, foi cancelada. Divulgação de Resultados Página 2 de 15

3 DESEMPENHO OPERACIONAL 2 DE LOJAS Dados Operacionais 3T08 3T07 9M08 9M07 Receita Líquida Total da Companhia Receita Líquida das Vendas de Mercadorias Receita Líquida das Vendas de Mercadorias Crescimento nominal sobre o ano anterior Aumento das Vendas em Mesmas Lojas (2) Crescimento nominal sobre o ano anterior Número Total de Lojas Final de setembro Área de Vendas (em mil m 2 ) (3) Final de setembro Receita Líquida por m 2 (R$ por m 2 ) RL das Vendas de Merc. pela área média Número de Colaboradores Final de setembro 511,4 444, , ,4 449,0 395, , ,0 13,6% 23,3% 16,8% 23,8% 5,0% 9,3% 6,9% 9,3% ,6 190,0 217,6 190, O terceiro trimestre do ano se caracteriza pela troca de coleções, que ocorreu em agosto, dando seqüência ao Preview que havia entrado nas lojas ainda em julho, apresentando as tendências e os itens que refletem a moda da nova estação, a primaveraverão 2008/2009. O terceiro trimestre do ano também conta com o período das férias escolares de inverno e tem apenas uma data comemorativa, o Dia dos Pais, que ocorre em agosto, e que não tem a mesma força de outros eventos para a Renner, tais como o Dia das Mães e as festas de final de ano. O crescimento das Vendas em Mesmas Lojas foi de 5,0% no 3T08 e está atrelado, principalmente, a uma desaceleração das vendas em setembro. O cenário macroeconômico menos favorável contribuiu para a mencionada desaceleração, pois os picos de inflação do primeiro semestre do ano, notadamente reduziram a confiança dos consumidores no segundo semestre de Além disso, temperaturas mais elevadas que o normal em julho e mais baixas que o esperado em setembro, nas regiões Sul e Sudeste, também impactaram a performance de vendas. No período acumulado entre janeiro e setembro, as Vendas em Mesmas Lojas foram de 6,9%, devido as mesmas razões acima mencionadas e combinadas, ainda, com o efeito da performance atípica de maio de 2007, onde houve uma base de comparação mais elevada decorrente de promoções de itens de inverno e da chegada tardia de temperaturas mais frias. A contração nas vendas e as temperaturas em descompasso, refletiram-se também na Margem Bruta da Operação de Varejo, que foi de 45,9% no 3T08 ante 46,1% no 3T07. No acumulado do ano, a Margem Bruta da Operação de Varejo foi de 47,1% ante 46,3% decorrente de importantes ganhos dos primeiros dois trimestres do ano de No 3T08, a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias apresentou aumento de 13,6% e o valor médio das vendas no cartão (ticket médio) apresentou crescimento de 7,0% passando de R$ 100,78 para R$ 107,84. Nos 9M08, a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias cresceu 16,8% e o ticket médio foi de R$ 109,51, com crescimento de 6,7%. 2 As lojas são incluídas nas vendas de lojas comparáveis a partir do 13º mês de operação. As variações em vendas de lojas comparáveis entre os dois períodos são baseadas nas vendas líquidas das lojas que estavam em operação durante ambos os períodos que estão sendo comparados e, se uma loja estiver incluída no cálculo de vendas de lojas comparáveis por apenas uma parte de um dos dois períodos comparados, então essa loja será incluída no cálculo da parcela correspondente do outro período. Quando metros quadrados são acrescentados ou reduzidos a uma loja que é incluída nas vendas de lojas comparáveis, a loja permanece nas vendas de lojas comparáveis. Quando a operação de uma loja é descontinuada, as vendas dessa loja são excluídas do cálculo das vendas de lojas comparáveis para os períodos comparados. 3 A metragem quadrada total ao final de um período inclui somente os espaços para venda, excluindo áreas de retaguarda e escritórios. Divulgação de Resultados Página 3 de 15

4 A Lojas Renner atingiu a marca de 103 lojas em todo país, após a inauguração de duas novas unidades, uma na cidade de Taubaté, em São Paulo, no Taubaté Shopping Center, e outra no estado do Paraná, na cidade de São José dos Pinhais no Shopping São José. Neste quarto trimestre, no mês de outubro, já ocorreram mais duas inaugurações, uma em Aparecida de Goiânia GO e outra em Campinas SP. Hoje em Porto Velho RO, ocorre a terceira inauguração do quarto trimestre, somando no presente momento, um total de 106 unidades. Até o final do ano em curso, estão previstas ainda outras quatro inaugurações, que totalizarão 110 lojas em dezembro de Mais uma vez o desempenho da Lojas Renner, no período entre janeiro e setembro de 2008, foi superior ao crescimento nominal do varejo de vestuário e calçados, o qual apresentou aumento acumulado de 15,5% até agosto, conforme dados publicados pelo IBGE. Porém, a significativa mudança do cenário econômico, está impactando a confiança dos consumidores, o que poderá ter efeitos diferenciados no quarto trimestre do ano para o setor e para a Companhia. Por outro lado, as restrições de crédito e a valorização do dólar podem beneficiar as vendas de final de ano na Lojas Renner, já que itens de ticket médio elevado, e com maior dependência de prazos alongados, serão menos atrativos em um momento de incertezas em relação ao futuro. O ano de 2009 começa agora a se definir e, apesar do cenário menos favorável, a Renner continua com boas perspectivas, já que o país se encontra em um processo de reordenação de expectativas de consumo e de reduções de prazos oferecidos pelos varejistas de itens mais caros. Vale ainda mencionar que, além de muitos desafios, o período adverso traz, também, oportunidades à Lojas Renner, pois os grandes operadores normalmente ganham participação de mercado e têm fôlego maior para suportar períodos turbulentos, mantendo as opções de pagamento, sem antecipação de recebíveis e com a manutenção dos contratos de fornecimento de produtos. Mesmo diante de um cenário de juros crescentes e inflação mais elevada, o ambiente que se configura é favorável aos grandes operadores do segmento de varejo, já que muitos varejistas menores e empresas de pequeno porte poderão ter problemas de inadimplência, perdendo sua capacidade de manutenção das opções de crédito e, por conseqüência, com dificuldades para honrar seus pagamentos. RESULTADOS DA OPERAÇÃO DE VAREJO Receita Líquida A Receita Líquida das Vendas de Mercadorias apresentou um aumento de 13,6% no trimestre, em relação ao mesmo período de 2007, passando de R$ 395,4 milhões para R$ 449,0 milhões. As Vendas em Mesmas Lojas apresentaram crescimento de 5,0% em relação ao 3T07. Nos 9M08, o crescimento da Receita Líquida das Vendas de Mercadorias foi de 16,8%, passando de R$ 1.150,0 milhões para R$ 1.342,7 milhões. No mesmo período, as Vendas em Mesmas Lojas atingiram 6,9%. Os crescimentos diferenciados estão atrelados, principalmente, a uma desaceleração das vendas em setembro. Além disso, temperaturas mais elevadas que o normal em julho e mais baixas que o esperado em setembro, nas regiões Sul e Sudeste, também impactaram a performance de vendas do 3T08. No período acumulado entre janeiro e setembro, houve ainda o efeito da performance atípica de maio de 2007, onde houve uma base de comparação mais elevada. Divulgação de Resultados Página 4 de 15

5 Lucro Bruto O Lucro Bruto das Lucro Bruto das Vendas de Mercadorias 3T08 3T07 9M08 9M07 Vendas de Mercadorias foi de Receita Bruta das Vendas de Mercadorias 595,2 531, , ,8 R$ 206,2 milhões ante R$ 182,1 Deduções das Vendas de Mercadorias (146,2) (136,4) (446,6) (395,8) milhões no 3T07, com um crescimento Receita Líquida das Vendas de Mercadorias 449,0 395, , ,0 de 13,2% no Custo das Vendas (242,8) (213,3) (710,6) (617,9) período. A Margem Bruta da Lucro Bruto das Vendas de Mercadorias 206,2 182,1 632,1 532,1 Operação de Margem Bruta da Operação de Varejo 45,9% 46,1% 47,1% 46,3% Varejo ficou praticamente estável no 3T08, passando de 46,1% no 3T07 para 45,9%, devido à contração nas vendas e às temperaturas em descompasso. No período acumulado entre janeiro e setembro, a Margem Bruta da Operação de Varejo foi de 47,1% ante 46,3% no mesmo período do ano anterior, decorrente de importantes ganhos dos primeiros dois trimestres do ano de Despesas com Vendas, Gerais e Administrativas As Despesas com Vendas, registraram crescimento de 16,2%, passando de R$ 98,4 milhões no 3T07 para R$ 114,3 milhões no 3T08. Em relação à Receita Líquida das Vendas de Mercadorias, as Despesas com Vendas apresentaram elevação, passando de 24,9% para 25,5%. Nos 9M08, as Despesas com Vendas cresceram 20,8%, passando de R$ 286,6 milhões para R$ 346,3 milhões, representando 25,8% da Receita Líquida das Vendas de Mercadorias, versus 24,9% no mesmo período do ano anterior. Estas variações estão relacionadas, principalmente, a uma menor performance de vendas, assim como ao aumento de algumas despesas fixas. As Despesas Gerais e Administrativas apresentaram um aumento de 21,5%, totalizando R$ 48,5 milhões no 3T08, ante os R$ 39,9 milhões registrados no mesmo período de A participação sobre a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias passou de 10,1% para 10,8%. Nos 9M08, as despesas foram de R$ 131,5 milhões, ante R$ 110,6 milhões nos 9M07, com crescimento de 18,8% no período. Como percentual da Receita Líquida das Vendas de Mercadorias, as Despesas Gerais e Administrativas passaram a representar 9,8% nos 9M08 ante 9,6% nos 9M07. Estas alterações devem-se, principalmente, aos aumentos nos custos logísticos, devido aos maiores níveis de estoques, assim como aos esforços adicionais de captação e ativação de cartões por call center. RESULTADOS DE SERVIÇOS FINANCEIROS O Resultado de Serviços Financeiros foi de R$ 26,8 milhões no 3T08. O montante foi 50,4% maior que o mesmo período do ano anterior. Nos 9M08, o Resultado de Serviços Financeiros apresentou crescimento de 33,1%, atingindo R$ 61,3 milhões, representando 29,3% do EBITDA da Companhia. Estes aumentos devem-se, principalmente, ao melhor resultado das operações de Empréstimos Pessoais, com redução das despesas com provisões e perdas, além das receitas geradas com os seguros que passaram a ser ofertados no 4T07. A carteira de empréstimos pessoais totalizou R$ 83,9 milhões em setembro de 2008, incluindo os encargos (R$ 61,2 milhões ajustados a valor presente). Entre julho e setembro foram concedidos R$ 22,2 milhões em empréstimos, enquanto que nos 9M08 as concessões atingiram R$ 68,5 milhões. Divulgação de Resultados Página 5 de 15

6 A aceitação dos produtos de crédito, tanto no Saque Rápido quanto nos Empréstimos Pessoais (carnê pré-aprovado e garantia de Cheque) continua positiva, e as operações têm um ticket médio em torno de R$ 552,00 (principal), com prazo médio de nove meses e encargos de até 11,99% a.m. As Perdas em Créditos, Líquidas das Recuperações, das vendas efetuadas no Cartão Renner, representaram, no 3T08, 4,7% da Receita Líquida das Vendas de Mercadorias. Este aumento, em relação ao 3,9% do 3T07, refere-se a uma maior participação das vendas com encargos, que passou de 13,6% para 14,8% no 3T08. Nos 9M08, as Perdas em Crédito no Cartão Renner foram de 4,5%, em linha com os níveis registrados desde o 4T07. Em relação aos Empréstimos Pessoais, as provisões para perdas em créditos são constituídas com base na classificação de risco das operações, similar aos critérios de classificação das operações de crédito definidos pelo Banco Central do Brasil, seguindo a mesma política adotada pelas instituições financeiras. As provisões são feitas com base em uma classificação de risco estipulada pelo Banco Central, a qual considera, na faixa mais elevada de risco, todo o montante devido, inclusive os valores a vencer, e não apenas a parcela em atraso (Método de Arrasto, onde clientes com diferentes parcelas de diferentes contratos, distribuídos pela carteira, são "arrastados" para a sua pior situação de atraso, consolidados e provisionados). O percentual provisionado aumenta gradualmente, conforme o maior tempo de atraso, sendo que para períodos superiores a 180 dias, são consideradas provisões de 100% do valor em aberto. As Despesas com Provisões e Perdas dos Empréstimos Pessoais, Líquidas das Recuperações registradas no 3T08, foram de R$ 5,1 milhões, ante R$ 8,3 milhões no 3T07. Nos 9M08, as despesas com provisões e perdas foram de R$ 17,5 milhões ante R$ 21,4 milhões nos 9M07. Estas reduções nas despesas decorrem de uma melhor qualidade na concessão de crédito, tendo em vista os novos sistemas e ferramentas de gestão de risco, que foram implementados no segundo semestre de 2007, assim como da maior eficiência na recuperação e cobrança de créditos em atraso. Abertura do Resultado de Serviços Financeiros 3T08 3T07 9M08 9M07 Receitas 62,3 48,6 167,2 132,4 Recuperações de Créditos em Atraso (Atreladas a Venda de Mercadorias) 27,9 21,4 69,6 59,7 Adicionais das Vendas Financiadas em 0+8 Parcelas com Encargos 18,8 13,6 52,0 37,3 Empréstimos Pessoais e Outros Serviços Financeiros 15,6 13,6 45,6 35,4 Perdas em Créditos, Líquidas das Recuperações (26,4) (23,7) (78,5) (67,2) Vendas de Mercadorias (9,9) (9,1) (31,2) (29,9) Adicionais das Vendas Financiadas em 0+8 Parcelas com Encargos (11,4) (6,3) (29,8) (15,9) Empréstimos Pessoais (5,1) (8,3) (17,5) (21,4) Despesas Operacionais (Cartão Renner e Serviços Financeiros) (9,1) (7,1) (27,4) (19,1) Total 26,8 17,8 61,3 46,1 % Sobre o EBITDA 40,3% 25,4% 29,3% 25,0% Divulgação de Resultados Página 6 de 15

7 Resultado Serviços Financeiros Cartão Renner (Atrelado a Venda de Mercadorias) Serviços Financeiros (0+8, Empréstimos Pessoais e outros Serviços Financeiros) Despesas Operacionais (Cartão Renner e Serviços Financeiros) 3T08 3T07 9M08 9M07 18,0 12,3 38,4 29,8 17,9 12,6 50,3 35,4 (9,1) (7,1) (27,4) (19,1) Total 26,8 17,8 61,3 46,1 O Resultado de Serviços Financeiros é composto pelos seguintes itens: Receitas: Registra as receitas decorrentes da cobrança dos créditos atrasados, associados à operação de varejo (em até cinco parcelas e a parte referente à venda de mercadorias do 0+8), assim como as receitas geradas com a intermediação das vendas financiadas na condição de pagamento de 0+8 parcelas com encargos, de Empréstimos Pessoais, de Títulos de Capitalização e de Seguros, líquidas dos impostos e custo de financiamento (funding). Perdas em Créditos, Líquidas: contabiliza a provisão para perdas em créditos associadas à operação de varejo (em até cinco parcelas e a parte referente à venda de mercadorias do 0+8), assim como as perdas adicionais geradas na condição de pagamento de 0+8 parcelas com encargos. Em ambos os casos as perdas registradas estão deduzidas das recuperações de perdas baixadas em períodos anteriores. Neste item também são contabilizadas as perdas geradas na intermediação de Empréstimos Pessoais. Despesas Operacionais: contabiliza as despesas relacionadas à operacionalização dos serviços financeiros, incluindo todos os custos incorridos com este negócio, assim como todas as despesas de cobrança associadas aos Serviços Financeiros e ao Cartão Renner, tanto nas condições de 0+5 parcelas quanto em 0+8 parcelas com encargos. EBITDA Reconciliação do EBITDA 3T08 3T07 9M08 9M07 Lucro Líquido 31,5 35,8 105,2 93,1 (+) IR, CSLL e Participações Estatutárias 14,2 16,5 47,7 42,2 (+) Resultado Não Operacional 0,2 2,1 0,3 2,5 (+) Despesas (Rec.) Financeiras Líquidas 4,6 3,0 10,0 10,3 (+) Depreciações e Amortizações 16,0 12,6 45,9 36,4 EBITDA 66,5 70,0 209,1 184,5 Margem EBITDA (sobre a RL das Vendas de Mercadorias) 14,8% 17,7% 15,6% 16,0% (+) Itens não-recorrentes 2,6 (9,4) 4,6 (5,5) EBITDA Ajustado 69,1 60,6 213,7 179,0 Margem EBITDA Ajustada (sobre a RL das Vendas de Mercadorias) 15,4% 15,3% 15,9% 15,6% O EBITDA do 3T08 foi de R$ 66,5 milhões, com a Margem EBITDA sobre a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias atingindo 14,8% no trimestre, ante 17,7% no 3T07 (13,0% se calculado sobre a Receita Líquida total, ante 15,8% no ano anterior). Nos 9M08, o EBITDA foi de R$ 209,1 milhões, com a Margem EBITDA atingindo 15,6% sobre a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias (13,8% se calculada Divulgação de Resultados Página 7 de 15

8 sobre a Receita Líquida total da Companhia) ante 16,0% nos 9M07. Se excluídos os itens não-recorrentes do EBITDA de 2007, de R$ 9,4 milhões positivos referentes à reversão de contingências de natureza civil, e de 2008, associados ao processo de aquisição da Leader e às doações para o Instituto Lojas Renner, que totalizaram R$ 2,6 milhões no 3T08, o EBITDA teria crescido 14,0%, passando de R$ 60,6 milhões para R$ 69,1 milhões e a margem passaria de 15,3% para 15,4% no 3T08. Os mesmos efeitos teriam causado, no período acumulado entre janeiro e setembro, um crescimento de 19,3% no EBITDA, com a Margem evoluindo de 15,6% para 15,9% nos 9M07 e 9M08, respectivamente. RESULTADO FINANCEIRO No 3T08 o Resultado Financeiro foi de R$ 4,6 milhões negativos, ante R$ 3,0 milhões negativos no 3T07. Nos 9M08, o Resultado Financeiro foi de R$ 10,0 milhões negativos ante R$ 10,3 milhões negativos no mesmo período do ano anterior. Estes resultados refletem basicamente, o maior custo do financiamento dos clientes inadimplentes e as despesas financeiras atreladas a operações de empréstimos e financiamentos de investimentos os quais foram compensados com a extinção da CPMF em Resultado Financeiro 3T08 3T07 9M08 9M07 Receitas Financeiras 5,2 4,6 16,0 12,7 Despesas Financeiras (2,6) (4,1) (10,7) (13,6) CPMF 0,0 (2,7) (0,2) (8,6) Outras Despesas Financeiras (2,6) (1,4) (10,5) (5,0) Custo do Financiamento de Clientes Inadimplentes, Líquido (7,2) (3,5) (15,3) (9,4) Resultado Financeiro (4,6) (3,0) (10,0) (10,3) LUCRO LÍQUIDO Como resultado dos fatores apresentados acima, a Companhia encerrou o 3T08 com Lucro Líquido de R$ 31,5 milhões, com a Margem Líquida, calculada sobre a Receita Líquida das Vendas de Mercadorias de 7,0% (6,2% se calculado sobre a Receita Líquida total da Companhia). Nos 9M08, o Lucro Líquido foi de R$ 105,2 milhões com a Margem Líquida de 7,8%. DISPONIBILIDADES LÍQUIDAS Disponibilidades Líquidas Set.08 Jun.08 Set.07 Caixa, Equivalentes de Caixa e Aplicações Financeiras 157,9 210,3 261,8 Empréstimos e Financiamentos Totais (159,7) (165,4) (129,7) Disponibilidades Líquidas (1,8) 44,9 132,1 O Caixa, Equivalentes de Caixa e Aplicações Financeiras no final de setembro totalizaram R$ 157,9 milhões, uma redução de 24,9% em relação aos R$ 210,3 milhões de junho de Em comparação com setembro de 2007, o Caixa, Equivalentes de Caixa e Aplicações Financeiras apresentaram uma redução de 39,7%. Estas reduções devem-se, basicamente, à maior Divulgação de Resultados Página 8 de 15

9 representatividade das importações nas compras, as quais demandam pagamentos antecipados, à maior alocação em ativos fixos e ao pagamento de dividendos em montante superior ao ano anterior. Em 30 de setembro de 2008, os Empréstimos e Financiamentos Totais da Lojas Renner atingiram R$ 159,7 milhões. Este montante engloba, a captação de recursos de longo prazo, no valor de R$ 29,7 milhões, referente à primeira parcela de uma operação de financiamento com o Banco do Nordeste. INVESTIMENTOS (CAPEX) Sumário dos Investimentos 3T08 3T07 9M08 9M07 Novas Lojas 21,0 8,1 51,7 33,5 Remodelação de Instalações 9,7 1,5 17,3 5,6 Sistemas e Equipamentos de Tecnologia 3,5 3,4 6,1 6,9 Outros 2,5 3,8 10,1 6,5 Total 36,7 16,8 85,2 52,5 Os Investimentos da Lojas Renner em ativos fixos foram de R$ 36,7 milhões no 3T08. Desse montante, R$ 21,0 milhões foram alocados na abertura e preparação de novas lojas, R$ 9,7 milhões na remodelação de instalações e R$ 3,5 milhões na atualização de sistemas e equipamentos de tecnologia. Outros investimentos totalizaram R$ 2,5 milhões no 3T08. Nos 9M08, os investimentos totais foram de R$ 85,2 milhões, sendo R$ 51,7 milhões em novas lojas, R$ 17,3 milhões em remodelações e R$ 6,1 milhões em sistemas e equipamentos de tecnologia. Em continuidade à estratégia de expansão, duas novas lojas foram abertas ao longo do 3T08, totalizando 103 lojas em operação. Ainda este ano, estão planejadas outras sete novas unidades, o que fará com que a rede atinja 110 unidades em operação até dezembro de As despesas com Depreciações e Amortizações aumentaram 26,5%, passando de R$ 12,6 milhões no 3T07 para R$ 16,0 milhões no 3T08, devido aos maiores investimentos em ativos fixos, realizados pela Companhia, visando à expansão da rede de lojas. Nos 9M08, as Depreciações e Amortizações totalizaram R$ 45,9 milhões ante R$ 36,4 milhões nos 9M07, crescimento de 25,9%. Lojas Inauguradas nos 9M08 Cidade Localidade Inauguração 1- São Paulo - SP Bourbon Shopping Pompéia Março 2- Juiz de Fora - MG Independência Shopping Abril 3- Taboão da Serra - SP Shopping Center Taboão Abril 4- Maringá - PR Aspen Park Shopping Center Abril 5- São João do Meriti - RJ Shopping Grande Rio Maio 6- Curitiba - PR Palladium Shopping Center Maio 7- Taubaté - SP Taubaté Shopping Center Agosto 8- São José dos Pinhais - PR Shopping São José Setembro Divulgação de Resultados Página 9 de 15

10 Lojas a Serem Inauguradas no 4T08 Cidade Localidade Inauguração 9- Aparecida de Goiânia - GO Buriti Shopping Outubro 10- Campinas - SP Campinas Shopping Center Outubro 11- Porto Velho - RO Porto Velho Shopping Outubro 12- Duque de Caxias - RJ Caxias Shopping Novembro 13- Porto Alegre - RS Barra Shopping Sul Novembro 14- Anápolis - GO Brasil Park Shopping Novembro 15- Vila Velha - ES Shopping Praia da Costa Novembro CARTÃO RENNER O Cartão Renner foi responsável por 63,6% das vendas realizadas no 3T08, contra 67,8% no mesmo período do ano anterior. Nos 9M08, as vendas no Cartão Renner também totalizaram 63,6% contra 68,0% no 9M07. Estas menores participações devem-se, basicamente, ao significativo número de inaugurações ocorridas a partir de 2005, onde existe uma maior quantidade de novos clientes, que num primeiro momento, acabam optando por outras formas de pagamento, fazendo, assim, com que haja uma redução na participação das vendas com o Cartão Renner. O ticket médio das vendas efetuadas no Cartão passou para R$ 107,84 no 3T08, comparado aos R$ 100,78 do 3T07, com um incremento de 7,0%. Nos 9M08, o ticket médio apresentou crescimento de 6,7%, passando para R$ 109,51 versus R$ 102,68 nos 9M07. A condição de pagamento em 0+8 parcelas com encargos apresentou um aumento na sua participação sobre as vendas totais, passando a representar 14,8% no 3T08, ante 13,6% no 3T07. Já a condição de 0+5 parcelas representou 48,8% no 3T08, contra 54,2% no mesmo período do ano anterior. Nos 9M08, a opção com encargos representou 14,9% e sem encargos 48,7%. No 3T08, foram emitidos 387,5 mil novos cartões, o que fez a Companhia alcançar a marca de 13,1 milhões de unidades em setembro de Nos 9M08, foram emitidos 1,1 milhão de novos cartões. Divulgação de Resultados Página 10 de 15

11 PRÓXIMOS EVENTOS Teleconferências de Resultados do 3T08 Em Português Em Inglês Data: 31/10/2008, sexta-feira Data: 31/10/2008, sexta-feira Horário: 11h (Horário de Brasília) / 9h (US-ET) Horário: 14h (Horário de Brasília)/ 12h (US-ET) Telefone: (11) ou Telefone:+1(412) ou Senha: # Senha: Lojas Renner Replay: (11) Replay: +1(412) Código para Replay: 866 Código para Replay: # WEBCAST: WEBCAST: Em caso de dúvidas ligue para CONTATOS DA ÁREA DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES José Carlos Hruby Diretor Administrativo e de RI Tel. +55 (51) Paula Picinini Gerente de Relações com Investidores Tel. +55 (51) Diva Freire Analista de Relações com Investidores Tel. +55 (51) Kátia Ramires Analista de Relações com Investidores Tel. +55 (51) Conheça o novo website: Divulgação de Resultados Página 11 de 15

12 SOBRE LOJAS RENNER A Lojas Renner é a segunda maior rede de lojas de departamentos de vestuário no Brasil, atualmente conta com 103 lojas, sendo 96 instaladas em Shopping Centers e 7 em pontos centrais de cidades, nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste. A Companhia desenvolve e vende roupas, calçados e moda íntima de qualidade para mulheres, homens, adolescentes e crianças sob 11 marcas próprias, das quais 6 são representativas do conceito Lifestyle, em que cada uma reflete um estilo próprio de ser e de vestir. A Lojas Renner também vende acessórios e cosméticos por meio de duas marcas próprias e oferece mercadorias em determinadas categorias sob marcas de terceiros. O público-alvo da Companhia são mulheres entre 18 e 39 anos de idade que estão na faixa de consumo média e média-alta da população brasileira. A Lojas Renner oferece a seus clientes produtos de moda em vários estilos, com qualidade e preços competitivos, em ambientes práticos e agradáveis. O conceito Lifestyle torna a combinação de peças individuais de roupas mais conveniente para a clientela, formando um conjunto coordenado por estilo de vida, consistente em cada uma das marcas. A Lojas Renner busca manter sua linha de produtos continuamente renovada, sempre apresentando modelos novos para acompanhar e ajudar a formar as preferências de estilo do consumidor. A missão de cada um dos colaboradores não é meramente satisfazer, mas encantar os clientes, isto é, superar suas expectativas. A Lojas Renner oferece também serviços financeiros, tais como vendas financiadas em 0+8 parcelas com encargos, empréstimos pessoais e títulos de capitalização. A partir de outubro de 2007, a Companhia também passou a comercializar seguros através da rede de lojas. AVISO LEGAL As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas de crescimento da Lojas Renner S.A. são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da Diretoria sobre o futuro dos negócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, das condições de mercado, do desempenho da economia brasileira, do setor e dos mercados internacionais e, portanto, sujeitas a mudança sem aviso prévio. Divulgação de Resultados Página 12 de 15

13 DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADO Demonstrações do Resultado (em R$ '000) 3T08 3T07 Var % 9M08 9M07 Var % Receita Operacional Bruta ,3% ,7% Vendas de Mercadorias ,9% ,8% Produtos/Serviços Financeiros ,1% ,9% Deduções ( ) ( ) 7,5% ( ) ( ) 13,3% Impostos Sobre Vendas de Mercadorias ( ) ( ) 7,1% ( ) ( ) 12,9% Impostos Sobre Produtos/Serviços Financeiros (3.413) (2.688) 27,0% (9.829) (7.162) 37,2% Receita Operacional Líquida ,2% ,7% Custo das Vendas ( ) ( ) 13,9% ( ) ( ) 15,0% Custo das Vendas de Mercadorias ( ) ( ) 13,9% ( ) ( ) 15,0% Lucro Bruto ,3% ,3% (Despesas) Outras Receitas Operacionais ( ) ( ) 26,2% ( ) ( ) 22,7% Vendas ( ) (98.384) 16,2% ( ) ( ) 20,8% Administrativas e Gerais (48.463) (39.875) 21,5% ( ) ( ) 18,8% Remuneração dos Administradores (1.157) (959) 20,6% (3.317) (3.605) -8,0% Tributárias (3.382) (3.039) 11,3% (10.366) (8.854) 17,1% Perdas em Crédito, Líquidas (26.464) (23.773) 11,3% (78.502) (67.206) 16,8% Produtos/Serviços Financeiros (9.061) (7.056) 28,4% (27.436) (19.169) 43,1% Depreciações e Amortizações (15.975) (12.625) 26,5% (45.869) (36.428) 25,9% Outros Resultados Operacionais ,8% ,1% Resultado Financeiro (4.620) (2.982) 54,9% (9.959) (10.295) -3,3% Lucro Operacional ,6% ,2% Resultado Não Operacional (193) (2.085) -90,7% (258) (2.543) -89,9% Lucro antes do IR, CS e Participações Estatutárias ,6% ,1% Imposto de Renda e Contribuição Social (14.213) (16.454) -13,6% (47.717) (42.210) 13,0% Lucro Líquido do Período ,1% ,1% Lucro Líquido por Ação - R$ 0, , ,1% 0, , ,1% Quantidade de Ações ao Final do Período (em milhares) Divulgação de Resultados Página 13 de 15

14 BALANÇO PATRIMONIAL Balanço Patrimonial (em R$ '000) Ativo Set.08 Jun.08 Set.07 ATIVO TOTAL Ativo Circulante Caixa e Equivalentes de Caixa Aplicações Financeiras Contas a Receber de Clientes Estoques Impostos a Recuperar Outras Contas a Receber Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Despesas Antecipadas Ativo Não Circulante Realizável a Longo Prazo Depósitos Judiciais Impostos a Recuperar Outras Contas a Receber Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos Ativo Permanente Investimentos Imobilizado - líquido Intangível - líquido Passivo Set.08 Jun.08 Set.07 PASSIVO TOTAL Passivo Circulante Empréstimos e Financiamentos Fornecedores Impostos e Contribuições a Recolher Salários e Férias a Pagar Aluguéis a Pagar Obrigações Estatutárias Provisão para Riscos Cíveis e Trabalhistas Outras Obrigações Passivo Não Circulante Passivo Exigível a Longo Prazo Empréstimos e Financiamentos Impostos e Contribuições a Recolher Provisão para Riscos Tributários e Cíveis Outras Obrigações Patrimônio Líquido Capital Social Reservas de Capital Reservas de Lucros Lucros Acumulados Divulgação de Resultados Página 14 de 15

15 FLUXO DE CAIXA Fluxo de Caixa (em R$ '000) 3T08 3T07 9M08 9M07 Fluxos de Caixa das Atividades Operacionais Lucro Líquido do Período Ajustes para Conciliar o Resultado ao Caixa e Equivalentes de Caixa Gerados pelas Atividades Operacionais Depreciações e Amortizações Amortização de Ágio Resultado na Venda ou Baixa do Ativo Permanente Juros Provisionados, Líquido dos Pagos (24.082) (27.840) Rendimentos Provisionados, Líquidos dos Recebidos (1.686) Variações nos Ativos e Passivos (Aumento) redução em contas a receber de clientes (1.397) (Aumento) nos estoques (30.066) (31.567) (80.693) (35.991) (Aumento) redução em outros ativos circulantes (48) (3.361) (2.481) Redução no imposto de renda e contribuição social diferidos (Aumento) do ativo realizável a longo prazo (1.797) (666) (4.566) (2.892) Aumento (redução) em fornecedores (35.768) ( ) (20.050) Aumento (redução) em salários e férias a pagar (5.642) (4.593) (Redução) em impostos a pagar (14.181) (8.156) (69.092) (81.150) (Redução) em outras obrigações (24.600) (4.006) (31.084) (5.365) Aumento (redução) em aluguéis a pagar (221) 680 (2.098) (1.717) (Redução) em obrigações estatutárias (7) (1) (5.368) (4.326) Aumento (redução) em provisões para riscos tributários, cíveis e trabalhistas 782 (21.235) Resgate / aplicações financeiras de titulos para negociação (10.001) Caixa Líquido Gerado nas Atividades Operacionais Fluxos de Caixa das Atividades de Investimentos Aquisições de Imobilizado e Intangível (36.712) (16.797) (85.201) (52.549) Recebimentos por Vendas de Ativos Permanentes Caixa Líquido (Aplicado) nas Atividades de Investimentos (36.696) (16.795) (85.127) (52.356) Fluxos de Caixa das Atividades de Financiamentos Empréstimos Tomados Pagamentos de Empréstimos ( ) (36.789) ( ) ( ) Juros Sobre Capital Próprio e Dividendos Pagos - - ( ) (49.470) Caixa Líquido Gerado (Aplicado) nas Atividades de Financiamentos (46.022) (24.270) Aumento (redução) do caixa e equivalentes de caixa (5.144) (46.473) Caixa e Equivalentes de Caixa no Início do Período Caixa e Equivalentes de Caixa no Fim do Período Informações Adicionais à Demonstração de Fluxo de Caixa Caixa (Pago) Recebido Durante o Período: Juros e Outras Despesas Financeiras Líquidas (38.027) (3.422) (65.440) (24.088) Receitas Financeiras (Aplicações Financeiras e Outras) Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro (17.114) (17.666) (46.037) (80.349) Divulgação de Resultados Página 15 de 15

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 Resultados 1T15 www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float,

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

Dados da Empresa / Composição do Capital

Dados da Empresa / Composição do Capital Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO QUARTO TRIMESTRE DE 2013 (4T13 ) LOJAS RENNER S.A. LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013 . São Paulo, 13 de maio de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A.

Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. Reunião com Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais LOJAS RENNER S.A. São Paulo, 8 de dezembro de 2005 1 Aviso Legal Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação,

Leia mais

LOJAS RENNER DIVULGA MARGEM EBITDA DE 16,9% E CRESCIMENTO DE 56,7% DO LUCRO LÍQUIDO NO 4T07

LOJAS RENNER DIVULGA MARGEM EBITDA DE 16,9% E CRESCIMENTO DE 56,7% DO LUCRO LÍQUIDO NO 4T07 LOJAS RENNER DIVULGA MARGEM EBITDA DE 16,9% E CRESCIMENTO DE 56,7% DO LUCRO LÍQUIDO NO 4T07 Porto Alegre, 21 de fevereiro de 2008 LOJAS RENNER S.A. (Bovespa: LREN3), uma das três maiores redes de lojas

Leia mais

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004

Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$ 44,2 milhões no 4T04 Crescimento de 22% dos Prêmios Auferidos em 2004 São Paulo, 25 de fevereiro de 2005 - A Porto Seguro S.A. (Bovespa: PSSA3) anuncia hoje seus

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013(1T13)

RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013(1T13) LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação brasileira. Negociada

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008 Apresentação de Resultados 1T08 19 de Maio de 2008 Agenda A Companhia Resultados Operacionais Resultados Financeiros 2 Operação Virtual Canal Lojas A Companhia Globex S.A. Globex Utilidades S.A.: operadora

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11.

A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. A BM&FBOVESPA S.A. anuncia os resultados do primeiro trimestre de 2009. O lucro líquido atingiu R$ 227 milhões com lucro por ação de R$ 0,11. O Lucro Líquido do 1T09 (sem ajustes) apresentou queda de 1,4%

Leia mais

Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12

Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12 Teleconferência e Webcast de Resultados 4T12 Sexta-feira, 8 de Março de 2013 Horário: 14:00 (horário de Brasília) 12:00 (horário US EST) Webcast: http://ri.lasa.com.br/webcast4t12 Tel: +55 (11) 4688-6361

Leia mais

RECEITA LÍQUIDA ALCANÇA R$ 374,7 MILHÕES NO 1T15

RECEITA LÍQUIDA ALCANÇA R$ 374,7 MILHÕES NO 1T15 RECEITA LÍQUIDA ALCANÇA R$ 374,7 MILHÕES NO 1T15 São Paulo, 11 de maio de 2015 - A Abril Educação S.A. (BM&FBOVESPA: ABRE3) divulga seus resultados do 1º trimestre de 2015 (1T15). Os comentários aqui incluídos

Leia mais

INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO

INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Aos Srs. Acionistas Investco S.A. Anexo I - Comentários dos Diretores da Companhia Contas dos Administradores referentes ao exercício social encerrado em 31.12.2012.

Leia mais

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas Blumenau, 07 de maio de 2008 Cia. Hering (Bovespa: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design de vestuário do Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2008 (1T08). As informações operacionais

Leia mais

DELIBERAÇÃO CVM Nº 547, DE 13 DE AGOSTO DE 2008

DELIBERAÇÃO CVM Nº 547, DE 13 DE AGOSTO DE 2008 TEXTO INTEGRAL DA, COM AS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA DELIBERAÇÃO CVM Nº 624, DE 28 DE JANEIRO DE 2010 (DOCUMENTO DE REVISÃO CPC Nº 01) Aprova o Pronunciamento Técnico CPC 03 do Comitê de Pronunciamentos

Leia mais

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 RESULTADOS PRO FORMA NÃO AUDITADOS CONSOLIDADOS DA ABRIL EDUCAÇÃO As informações financeiras consolidadas pro forma não auditadas para 31 de dezembro de

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

Destaques do Resultado

Destaques do Resultado RESULTADOS DO 4T09 E 2009 RECEITA LÍQUIDA de R$1 bilhão; EBITDA de R$119 milhões; MARGEM EBITDA de 12%, aumento de 2 p.p.; LUCRO LÍQUIDO ajustado de R$78 milhões em 2009 Rio de Janeiro, 17 de Março de

Leia mais

Rodobens Locação de Imóveis Ltda.

Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Demonstrações contábeis referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes Approach Auditores Independentes Relatório dos

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T15

Divulgação de Resultados 3T15 São Paulo - SP, 4 de Novembro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

Divulgação de Resultados - 2T15

Divulgação de Resultados - 2T15 Belo Horizonte, 5 de agosto de 2015. A Arezzo&Co (BM&FBOVESPA: ARZZ3), líder no setor de calçados, bolsas e acessórios femininos no Brasil, divulga os resultados do 2º trimestre de 2015. As informações

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06 Eusébio CE, 09 de novembro de 2006 A M. Dias Branco S.A. (Bovespa: MDIA3), empresa líder nos mercados de biscoitos e de massas no Brasil, anuncia hoje seus resultados do terceiro

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

BR Towers SPE1 S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes

BR Towers SPE1 S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2012 e relatório dos auditores independentes Demonstração do resultado Exercício/período findo em 31 de dezembro Receita líquida (Nota 14) 13.913 Custo

Leia mais

Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes

Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração Demonstrações Contábeis acompanhadas do Relatório dos Auditores Independentes Em 31 de dezembro de 2012 Índice Página Relatório dos auditores

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 3T08

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 3T08 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS 3T08 TELECONFERÊNCIAS 03/11/2008 (Segunda-Feira) Português: 11h (Brasília) 08h (US-ET) 13h (Londres) Tel: +55(11) 2188-0188 Replay: +55(11)21880188 Código: kroton Inglês: 12h

Leia mais

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016.

BR INSURANCE CORRETORA DE SEGUROS S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1 TRIMESTRE DE 2016. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Marcelo Moojen Epperlein Diretor-Presidente e de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com

Leia mais

Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais

Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais Resultados 2T14 e 1S14 Lucro líquido atinge R$7,0 milhões, crescimento de 41,7% versus o 1T14, com consistente e importante melhora nas margens operacionais Belo Horizonte, 5 de agosto de 2014 - A Companhia

Leia mais

Destaques do 3º trimestre de 2015

Destaques do 3º trimestre de 2015 Destaques do 3º trimestre Principais Destaques Manutenção dos níveis de EBITDA consolidado e de margem EBITDA, apesar da sobreoferta de aço mundial e das adversidades econômicas no Brasil. Redução de 5,9%

Leia mais

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010

DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2010 1. Mercado de Capitais Cotações: (14/05/2010) ALPA3 R$ 6,10 ALPA4 R$ 5,95 Valore de Mercado: R$ 2,1 bilhões 2. Teleconferência Data: 18/05/2010 às 16h00

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12 São Paulo, 15 de agosto de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do segundo

Leia mais

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005 Divulgação Imediata Cot. da Ação PNB CLSC6) em 31/03/05: R$ 0,90/ação Valoriz. No 1T05: -16% Valor de Mercado R$ : 694 milhões US$

Leia mais

TRX Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A.

TRX Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A. Balanços patrimoniais em 31 de dezembro (Em Reais) (reclassificado) (reclassificado) Ativo Nota 2012 2011 Passivo Nota 2012 2011 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 4 61.664 207.743 Fornecedores

Leia mais

Release de Resultados do 4T13

Release de Resultados do 4T13 São Paulo, 19 de fevereiro de 2014 A Eucatex (BM&FBovespa: EUCA3 e EUCA4), uma das maiores produtoras de painéis de madeira do Brasil, que atua também nos segmentos de tintas e vernizes, pisos laminados,

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração

Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração Informações Trimestrais 4º trimestre e exercício de 2015 (4T15 e 2015) Relatório da Administração Prezados acionistas A administração da WLM Indústria e Comércio S.A. (WLM), em conformidade com as disposições

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2014

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2014 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 2014 LUPATECH S.A. CNPJ/MF nº 89.463.822/0001-12 NIRE 43300028534 Companhia Aberta de Capital Autorizado Novo Mercado Relatório da Administração Mensagem da Administração Senhores

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - VIX LOGÍSTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - VIX LOGÍSTICA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Relatório da Administração 2007 Mensagens da Presidência

Relatório da Administração 2007 Mensagens da Presidência Do Conselho de Administração Relatório da Administração 2007 Mensagens da Presidência O ano de 2007, em que a Lojas Renner celebrou seus quarenta anos de listagem em bolsa, mais uma vez, foi marcado por

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior

Receita Operacional Líquida alcança R$ 20,9 milhões, aumento de 9,7% ante o trimestre anterior Última Cotação em 30/09/2014 FBMC4 - R$ 20,60 por ação Total de Ações: 726.514 FBMC3: 265.160 FBMC4: 461.354 Valor de Mercado (30/09/2014): R$ 20.269,7 mil US$ 9.234,5 mil São Bernardo do Campo, 12 de

Leia mais

BRASIL INSURANCE ANUNCIA OS RESULTADOS DO 4 TRIMESTRE E ANO DE 2015.

BRASIL INSURANCE ANUNCIA OS RESULTADOS DO 4 TRIMESTRE E ANO DE 2015. RELEASE DE RESULTADOS Relações com Investidores Bruno Carobrez Diretor de Relações com Investidores (55 11) 3175-2900 ri@brinsurance.com.br Ana Carolina Pires Bastos Relações com Investidores (55 11) 3175-2920

Leia mais

Marisa Lojas S.A. e Controladas

Marisa Lojas S.A. e Controladas Marisa Lojas S.A. e Controladas Demonstrações Financeiras Individuais e Consolidadas Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2011 e Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações

Leia mais

Contato RI. Teleconferência de Resultados do 2T06

Contato RI. Teleconferência de Resultados do 2T06 29 de Agosto de 2006 - GP Investments, Ltd ( GP Investments ou Companhia ) [BOVESPA: GPIV11], um dos líderes no mercado de private equity no Brasil anuncia um lucro líquido de US$4,9 milhões e receitas

Leia mais

Ativo Nota 30/09/2014 31/12/2013 Passivo Nota 30/09/2014 31/12/2013

Ativo Nota 30/09/2014 31/12/2013 Passivo Nota 30/09/2014 31/12/2013 DUDALINA S/A BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE SETEMBRO DE 2014 (Valores expressos em milhares de reais) Ativo Nota 30/09/2014 31/12/2013 Passivo Nota 30/09/2014 31/12/2013 Circulante Circulante Caixa e equivalentes

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

3 T 10 RESULTADOS DO 3T10. Dados em 30/09/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 13,20. Valor de Mercado R$ 291,2 milhões

3 T 10 RESULTADOS DO 3T10. Dados em 30/09/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 13,20. Valor de Mercado R$ 291,2 milhões 3 T 10 Passo Fundo, 5 de novembro de 2010 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007

Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007 80 Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007 Parecer dos Auditores Independentes 81 Aos Acionistas da Inepar Telecomunicações S.A Curitiba - PR 1. Examinamos

Leia mais

Press Release 2T15 12/08/2015

Press Release 2T15 12/08/2015 Press Release 2T15 12/08/2015 Sumário 1. Destaques do período... 4 2. Sumário de resultados... 5 3. Receita bruta... 6 3.1 Produtos de bancassurance... 6 3.1.1 Vida... 7 3.1.2 Habitacional... 7 3.1.3 Prestamista...

Leia mais

http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_...

http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_... http://www.econeteditora.com.br/boletim_imposto_renda/ir-11/boletim-19/cont_demonstracoes_... Página 1 de 14 CONTABILIDADE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Considerações ROTEIRO 1. INTRODUÇÃO 1. INTRODUÇÃO 2. OBJETIVO

Leia mais

Demonstrações Financeiras Magazine Luiza S.A.

Demonstrações Financeiras Magazine Luiza S.A. Demonstrações Financeiras Magazine Luiza S.A. e 2013 com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras...

Leia mais

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 Aviso Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores Resultados do 2T08 Uberlândia MG, Agosto de 2008 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A, empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados

Leia mais

Electro Aço Altona S/A

Electro Aço Altona S/A Electro Aço Altona S/A Companhia Aberta de Capital Autorizado CNPJ n.º 82.643.537/0001-34 IE n.º 250.043.106 Rua Eng.º Paul Werner, 925 CEP 89030-900 Blumenau SC Data base: 30 de Junho de 2011 1 Destaques

Leia mais

FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO CIÊNCIAS CONTÁBEIS SIMULADO MULTIDISCIPLINAR - SiM 6 Período - 2º SEMESTRE 2009.

FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO CIÊNCIAS CONTÁBEIS SIMULADO MULTIDISCIPLINAR - SiM 6 Período - 2º SEMESTRE 2009. FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO CIÊNCIAS CONTÁBEIS SIMULADO MULTIDISCIPLINAR - SiM 6 Período - 2º SEMESTRE 2009 Aluno(a): Turma: Data: 14/12/2009 Avaliação Contabilidade Avançada II 1ª Questão

Leia mais

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 Barueri, 29 de Julho de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do segundo trimestre

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

DESTAQUES DO ANO. Receita Líquida de R$ 662,5 milhões, 15,9% acima de 2013. Geração de caixa operacional de R$ 95,5 milhões e CAPEX de R$ 12,5 milhões

DESTAQUES DO ANO. Receita Líquida de R$ 662,5 milhões, 15,9% acima de 2013. Geração de caixa operacional de R$ 95,5 milhões e CAPEX de R$ 12,5 milhões Blumenau SC, 11 de fevereiro de 2015 A Cremer S.A. (BM&FBovespa: CREM3), fornecedora de produtos para cuidados com a saúde nas áreas de primeiros socorros, cirurgia, tratamento e higiene, anuncia seus

Leia mais

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Yuny Incorporadora S.A. Demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2013 e 2012

Leia mais

Release de Resultados 3T15

Release de Resultados 3T15 Release de Resultados 3T15 Barueri, 4 de novembro de 2015 A Smiles S.A. (BM&FBOVESPA: SMLE3), um dos maiores programas de coalizão do Brasil com mais de 11 milhões de participantes inscritos, anuncia seus

Leia mais

Contabilidade Decifrada. Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo

Contabilidade Decifrada. Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo Contabilidade Decifrada Módulo III - Demonstrações Luiz Eduardo Demonstrações Contábeis - balanço patrimonial; - demonstração do resultado do exercício; e, - demonstração de lucros ou prejuízos acumulados.

Leia mais

Demonstrações financeiras intermediárias em 30 de junho de 2015

Demonstrações financeiras intermediárias em 30 de junho de 2015 Demonstrações financeiras intermediárias em KPDS 134230 Conteúdo Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras intermediárias 3 Balanços patrimoniais 5 Demonstrações dos resultados

Leia mais

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil)

CNPJ 47.902.648/0001-17. CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2015 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 1.829 Fornecedores 58.422 Contas a Receber 238.880

Leia mais

Apresentação Resultados 1T09

Apresentação Resultados 1T09 Apresentação Resultados 1T09 São Paulo, 18 de maio de 2009 Contatos: Flávio Rocha Presidente da Riachuelo e Diretor de RI Tulio Queiroz Controller e Gerente de RI ri@riachuelo.com.br Esta apresentação

Leia mais

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009

1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados. 14 de Maio de 2009 1º Trimestre de 2009 Teleconferência de Resultados 14 de Maio de 2009 Aviso Legal Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Release de Resultados do 1T14

Release de Resultados do 1T14 São Paulo, 07 de maio de 2014 A Eucatex (BM&FBovespa: EUCA3 e EUCA4), uma das maiores produtoras de painéis de madeira do Brasil, que atua também nos segmentos de tintas e vernizes, pisos laminados, divisórias

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011 3º Trimestre 2011 Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou

Leia mais

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 06. Operações de Arrendamento Mercantil

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 06. Operações de Arrendamento Mercantil COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS PRONUNCIAMENTO TÉCNICO CPC 06 Operações de Arrendamento Mercantil Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade IAS 17 (IASB) PRONUNCIAMENTO Índice Item OBJETIVO

Leia mais

DESTAQUES 4T11 e 2011

DESTAQUES 4T11 e 2011 LPS BRASIL ATINGE R$18,2 BILHÕES EM VENDAS E R$1,3 BILHÃO EM FINANCIAMENTOS PELA CREDIPRONTO! São Paulo, 20 de março de 2012 A LPS Brasil (Bovespa: LPSB3; Reuters: LPSB3.SA; Bloomberg: LPS3.BZ), empresa

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões

Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões 2T07 Estácio Registra Crescimento de 166% no Lucro Líquido Ajustado EBITDA ajustado aos impostos cresceu R$ 17,2 milhões Rio de Janeiro, de 2007 A Estácio Participações (BOVESPA: ESTC11), maior organização

Leia mais

AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14

AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14 AUMENTO DE 13,8% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$817 MILHÕES NO 3T14 Barueri, 28 de Outubro de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do terceiro trimestre

Leia mais

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados

Resultados do 2T09. Teleconferência de Resultados Resultados do 2T09 Teleconferência de Resultados Destaques do 2T09 2 Destaques do 2T09 em linha com a estratégia geral da Companhia Nossas conquistas do 2T09 são refletidas nos resultados da Companhia

Leia mais

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008

4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados. 13 de Fevereiro de 2008 4º Trimestre de 2007 e 2007 Teleconferência de Resultados 13 de Fevereiro de 2008 Aviso Informações e Projeções Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2015 está demonstrando ser muito desafiador, apresentando um cenário macroeconômico incerto, onde as expectativas do mercado preveem redução do PIB, aumento da inflação e da taxa

Leia mais

EXEMPLO COMPLETO DO CÁLCULO DO FLUXO DE CAIXA COM BASE EM DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS

EXEMPLO COMPLETO DO CÁLCULO DO FLUXO DE CAIXA COM BASE EM DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS EXEMPLO COMPLETO DO CÁLCULO DO FLUXO DE CAIXA COM BASE EM DEMONSTRATIVOS FINANCEIROS! O pagamento de juros conjunturais! O pagamento de juros estruturais! O recebimento de dividendos! A contratação de

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures

VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA EM MEIOS DE PAGAMENTO E IDENTIFICAÇÃO S.A. 1ª Emissão Pública de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2011 VALID SOLUÇÕES E SERVIÇOS DE SEGURANÇA

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS (R$ MILHÕES) 3T13 3T14 Var.% 9M13 9M14 Var.% RECEITA LÍQUIDA 315,8 342,8 8,5% 858,4 937,5 9,2% EBITDA AJUSTADO¹ 67,1 78,3 16,7% 157,5

Leia mais

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009.

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. 1 DRE PRO-FORMA Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de

Leia mais

Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD

Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD PRESS RELEASE Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD Segunda-feira, 3/5/2004 Divulgação dos Resultados do 1 º trimestre 2004 O Banco Bradesco apresentou Lucro Líquido de R$ 608,7 milhões no 1 º

Leia mais

Resumo da Demonstração de Resultados (em R$ milhões) Variação

Resumo da Demonstração de Resultados (em R$ milhões) Variação BM&FBOVESPA ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 Derivativos e outras receitas não ligadas a volumes direcionaram o crescimento na receita total Crescimento do lucro líquido ajustado 1 resultou,

Leia mais

Contabilidade Geral - Teoria e Exercícios Curso Regular Prof. Moraes Junior Aula 10 Demonstração do Fluxo de Caixa. Conteúdo

Contabilidade Geral - Teoria e Exercícios Curso Regular Prof. Moraes Junior Aula 10 Demonstração do Fluxo de Caixa. Conteúdo Aula 10 Demonstração do Fluxo de Caixa. Conteúdo 12. Demonstração do Fluxo de Caixa 2 12.1. Introdução 2 12.2. Conceitos Importantes 2 12.3. Atividades Operacionais 5 12.4. Atividades de Investimento 7

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2015 - SUL AMERICA S/A Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Relatório da Administração - IFRS

Relatório da Administração - IFRS Relatório da Administração - IFRS 1 - Conjuntura O desempenho geral da economia brasileira, no primeiro trimestre de 2008, como vem acontecendo desde 2007, mostrou-se favorável, com crescimento real nos

Leia mais

ALL ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T07

ALL ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T07 Página 1 de XX ALL ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1T07 Curitiba, 14 de maio de 2007 A América Latina Logística S.A. 1 ALL (Bovespa: ALLL11) 2, a maior empresa independente de serviços de logística da América

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES A Receita dos Serviços de Locação da Ouro Verde registrou novamente crescimento significativo, de 25,0% na comparação com o 1S13. A receita líquida total, incluindo

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 2º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 16 de agosto de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado de

Leia mais