Reunião Pública. 17 de novembro de Relações com Investidores

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reunião Pública. 17 de novembro de 2015. Relações com Investidores"

Transcrição

1

2 Reunião Pública 17 de novembro de 2015 Relações com Investidores

3 Índice Pag. 3 1.Desempenho 9M15 2.Endividamento 3.Investimentos 4.Compromisso Arteris

4 1. Desempenho 9M15 Operacional e Financeiro

5 Destaques Pg. 04 9M15 Economia Tráfego e Receita Custos EBITDA Investimentos Estrutura de Capital Deterioração Econômica: PIB 2015 = -3% / PIB ,5%; Inflação não converge para Meta Banco Central: +4,5% - IPCA 2015 = 9,9% / IPCA 2016 = 6,3%; SELIC atual de 14,25% / TJLP de 7,0%; Trafego pedagiado acumula queda de 6,8%: Crise Econômica e Lei dos Caminhoneiros em Abril/15; Apesar da crise, veículos leves cresceram 3,6%; Tarifas: Estaduais 4,7% (IGPM) & Federais 8,2% (IPCA + Reequilíbrios); Receita de Pedágio atingiu R$1,8Bn (+1,2%); Custos Caixa cresceram 8,6%. Desconsiderando resultados das Construtoras, teria crescido +6,6%; Mudança contábil em Depreciação e Amortização: Crescimento de 55,5%; EBITDA de R$1,0Bn (-1,3%); EBITDA Ajustado de R$1,1Bn (-1,5%); Investimentos acumulados de R$1,3Bn; Previsão de Investimentos até o final dos contratos: R$7,1Bn; Resultado Financeiro de R$ 349,5Mn negativo (+44%); Divida Líquida de R$5,3Bn (+32,6%); Captações de R$1,1Bn; Amortizações de R$796Mn; Emissão de R$750Mn em debêntures na Arteris em julho de 2015.

6 Desempenho Operacional e Financeiro Pg. 06 Tráfego Veíc. Equiv. Rodovias Estaduais Var. 9M14/9M15 Base comparáveis 1 Base comparáveis 2 Estaduais -4.2% -4.2% -4.2% Federais -5.3% -7.8% -2.5% Total -5.0% -6.8% -3.0% Queda de tráfego 1: Bases comparáveis 1, ao ajustar os efeitos não recorrentes do fechamento das praças P1 e P2 (entre janeiro e fevereiro de 2014) na Autopista Fluminense e abertura em junho de 2014 da Praça P5 na Autopista Litoral Sul; Veíc. Equiv. Rodovias Federais Queda de tráfego 2: Base comparáveis 2, ao ajustar a entrada desde abril de 2015 da Lei dos Caminhoneiros (para as concessões federais), a qual será compensada através de reequilíbrio contratual; Apesar do arrefecimento do volume de veículos pesados, houve um crescimento de 3,6% no volume de veículos leves no acumulado do ano;

7 Desempenho Operacional e Financeiro Pg. 06 Tarifas Tarifa Média (R$/Veículo Equivalente) Período de reajustes de tarifas. Nas concessionárias estaduais, em julho de 2015 foi autorizado o reajuste anual de acordo com a variação acumulada do IGP-M do período (+4,11%). Em julho de 2014 o reajuste médio foi de 5,04% (IGP-M foi de 6,37%); Concessões federais obtiveram reajustes acima da inflação (IPC-A) em função de aditivos. No 1T15 tarifa ficou 8,4% maior que 1T14. Reequilíbrio da Lei dos Caminhoneiros será no próximo reajuste contratual de tarifas: em dezembro e fevereiro em nossas rodovias federias.

8 Desempenho Operacional e Financeiro Pg. 07 Custos Operacionais e Plano de Eficiência Resultados (Em Milhões de Reais) Var. 2013/2014 9M14 9M15 Var. 9M14/9M15 Receita Líquida ( Excl. Receitas de Construção) ,7% ,8% Custos Caixa (690) (758) 9,9% (549) (596) 8,6% Resultado Construtoras (EBITDA) ,7% ,0% Custos Caixa ( Excl. Resultado Construtoras) (706) (769) 8,9% (563) (600) 6,6% EBITDA Ajustado Arteris ,2% ,5% Aumento do Escopo dos Serviços nas concessões federais: operação de novos radares, balanças e guinchos; Plano de Eficiência: Diversas iniciativas abrangendo todas as áreas da Companhia: Receita, Despesas Operacionais, TI, Mudanças Organizacionais ( centro de serviço administrativo), Construtoras, Custos de Energia e Comunicação: Novas Receitas Acessórias; Implantação do SAP; Centralização das operações administrativas nas concessionárias; Criação do comitê de Capex e Opex; Otimização da ouvidoria.

9 Desempenho Operacional e Financeiro Pg. 06 EBITDA Ajustado EBITDA Ajustado (Em Milhões de Reais)

10 Desempenho Operacional e Financeiro Pg. 06 Lucro Líquido Lucro Líquido (Em Milhões de Reais) A redução do Lucro Líquido no ano está relacionada a 3 principais fatores: 1. Desempenho econômico do país; 2. Aumento das despesas financeiras por aumento de juros e endividamento; 3. Mudança contábil das depreciações e amortizações.

11 2. Endividamento

12 Endividamento Pg. 06 Dívida Bruta Composição da Dívida Bruta R$ Milhões Perfil da Dívida - 30/09/2015

13 Endividamento Pg. 09 Cronograma e principais desembolsos Cronograma de Amortização da Dívida Bruta (Em Milhões de Reais) M BNDES Com a assinatura do novo contrato de Finem em 2015, a Autopista Planalto Sul contratou uma linha adicional de R$68,6 milhões. Desembolso de R$ 275,3 milhões de BNDES nos 9M15, restando um saldo a utilizar de R$ 325,4 milhões Debêntures Mercado de Capitais Emissão de R$ 100 milhões em debêntures de infraestrutura na Autopista Planalto Sul em abril de 2015 Emissão de R$ 750 milhões em debêntures na Arteris em julho de 2015

14 Endividamento Pg. 06 Grau de Alavancagem e Dívida Líquida Dívida Líquida e Grau de Alavancagem R$ Milhões Novo limite de 4,25x para Covenant Divida Líquida / EBITDA Ajustado - Onus Fixo UDM para a 2ª e 3ª emissões de debentures da Arteris holding;

15 Endividamento Pg. 06 Custo da dívida Custo Médio da Dívida (spot) Proporção do Resultado Financeiro sobre o EBITDA Ajustado (em %)

16 3. Investimentos

17 Investimentos Pg. 08 Investimentos por trimestre (R$ Milhões) Ritmo acelerado: Investimentos totais de R$ 1,3 bilhão no acumulado de 2015; Previsão de R$2 bilhões de investimentos para 2015, sendo o total remanescente até o final do período de concessão de R$ 7,1 bilhões.

18 Investimentos Pag. 18 Principais Obras Rodovias Federais Duplicação da Serra do Cafezal BR-116/SP (Autopista Régis Bittencourt) Emboque do Túnel 1 Construção de viaduto A obra consiste na duplicação da Rodovia Régis Bittencourt BR-116/SP entre os Municípios de Juquitiba e Miracatu com uma extensão de 30,5 km, entre o km 336,7 e km 367,2, com a construção de 40 viadutos e 4 túneis.

19 Investimentos Pag. 19 Principais Obras Rodovias Federais Avenida do Contorno BR 101/RJ (Autopista Fluminense) Construção de viaduto Obras concluídas Obra entre o acesso à Ponte Rio Niterói e o Trevo do Bairro Barreto (Niterói), trecho com 2,4 km. Devido ao tráfego intenso nesse segmento, se fez necessário aumentar a capacidade da via com a implantação de mais 2 faixas de rolamento por sentido, 2 viadutos com 397 metros e 52 metros respectivamente e 2 passarelas..

20 Investimentos Pag. 20 Principais Obras Rodovias Federais Duplicação da BR-101 Autopista Fluminense Trechos finalizados:: 44,2 Km foram concluídos e abertos ao tráfego. Pavimentação Trevo em desnível concluído A obra consiste na duplicação da Rodovia BR-101/RJ entre os Municípios de Rio Bonito e Campos do Goytacazes no Estado do Rio de Janeiro, com uma extensão de 176,6 km, na implantação de 20 trevos em desnível de acesso e retorno, 18 pontes e a correção de traçado na pista existente entre os km 83,4 e km 100,7.

21 Investimentos Pag. 21 Principais Obras Rodovias Federais Contorno de Campos Autopista Fluminense Obrigação contratual para desviar o tráfego de longa distância do perímetro urbano de Campos dos Goytacazes Contorno de Campos Como requerido pela ANTT foram estudadas opções de traçado pelo leste e oeste Foram levados em consideração: Projeto pelo lado oeste Características da Obra: Alternativa Impactos ambientais Prazos de execução Impactos sociais Conexão com hubs logísticos (Porto do Açu) Faixas simples ou duplas Tráfego de longa distância como prioridade Depois dos estudos, o projeto aprovado foi o do lado Oeste. Benefícios à comunidade local e ao tráfego regional Melhora no tráfego do perímetro urbano Rodovia com acessos controlados, não permitindo acesso local

22 Investimentos Pag. 22 Principais Obras Rodovias Federais Duplicação da BR-116/PR (Autopista Planalto Sul) Execução de aterros Techo concluído A obra consiste na duplicação da Rodovia BR-116/PR entre os Municípios de Curitiba e Mandirituba com uma extensão de 25,4 km, entre o km 117,3 e km 142,7 contemplando 5 trevos e 3 OAE s. Até setembro de ,3 km já foram concluídos e 16,1 km estão em andamento.

23 Investimentos Pag. 23 Principais Obras Rodovias Federais Contorno Betim BR381/MG (Autopista Fernão Dias) Obras concluídas Obras concluídas A principal obra foi a implantação do Contorno de Betim (MG), possibilitando a criação de uma alternativa para o tráfego rodoviário de longa distância que trafegava pelo município. A obra, de 8,1 quilômetros, foi concluída em 30 de setembro de 2013, incluindo a construção de um trevo em desnível.

24 Investimentos Pag. 24 Novos Investimentos (Aditivos) Acesso a Ribeirão Preto/ SP Autovias e Vianorte Acesso original Obra concluída Remodelação do dispositivo do acesso principal à cidade de Ribeirão Preto. Este empreendimento trouxe o aumento da segurança dos usuários da Rodovia Anhanguera, organizando o tráfego de veículos rodoviários e urbanos na região. Foram concluídos 8 viadutos, 20 alças de acesso e retorno e uma passarela de 440 metros.

25 Investimentos Pag. 25 Novos Investimentos (Aditivos) Duplicação da SP 318 (São Carlos Guatapará) - Autovias Características técnicas: Duplicação com 13,6 km de extensão 2 novos dispositivos 1 passarela de pedestres adequação de 2 dispositivos existentes Investimento: R$ 91 milhões Prazo: Junho/2017 Principais benefícios: Aumento da segurança para os usuários Organização do tráfego nos dispositivos de retorno e acesso Segurança no percurso de pedestres do bairro Varjão Works access: Obras iniciadas

26 - - - Túneis (6 unidades) Investimentos Pag. 26 Principais Obras Contorno de Florianópolis Autopista Litoral Sul Dividido em três trechos (Norte, Intermediário e Sul) o Contorno de Florianópolis é a mais relevante obra contratual da Autopista Litoral Sul, e prevê a construção de uma variante de aprox. 50 km em pista dupla como alternativa para o tráfego de veículos pesados que atravessam a região, aliviando o tráfego de veículos leves nas cidades lindeiras à BR 101. As obras foram iniciadas em Maio de 2014, após a emissão da Licença de Instalação pelo IBAMA para um trecho de 14 quilômetros; Obras iniciadas em maio de 2014 Trecho Intermediário Trecho Norte Trecho Sul

27 Investimentos Pg. 08 Programa de Investimentos em Logística - PIL Possíveis novos investimentos nas concessões existentes: R$ 15,3 bilhões em 11 concessões; R$ 5,2 bilhões em 4 concessões da Arteris. Planalto Sul BR-116/PR/SC Duplicação Litoral Sul Pistas adicionais e melhorias em Florianópolis Fluminense Duplicação Itaboraí, 3ª pista e junções Fernão Dias Faixas adicionais Stretch previamente duplicado

28 4. Compromisso Arteris

29 Compromisso Arteris Foco em investimentos nas atuais concessões; Atendimento de qualidade aos usuários das rodovias; Prioridade para a segurança viária; Visão de longo prazo para apoiar no desenvolvimento da infraestrutura brasileira; Responsabilidade socioambiental; Transparência no relacionamento com sociedade, governo e públicos de interesse.

30 Av. Pres. Juscelino Kubitschek, andar Itaim Bibi São Paulo SP Cep: Tel: Visite nosso website: ri.arteris.com.br Relações com Investidores

ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15

ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15 1 ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15 Operadora: Bom dia senhoras e senhores, e obrigada por aguardarem. Sejam bem-vindos à teleconferência da Arteris, para discussão dos resultados

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional 1T15 Relações com Investidores Aviso Legal Pag. 3 Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Divulgação de de Resultados

Divulgação de de Resultados Divulgação de de Resultados 4T06 4T05 e e Ano OHL BRASIL ANUNCIA LUCRO LÍQUIDO DE R$99,4 MILHÕES. EBITDA AJUSTADO DE R$277,5 MILHÕES, MARGEM DE 64,5% Francisco Leonardo Moura da Costa Diretor Adm. Financeiro

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Agosto 2012 Aviso Legal Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e as

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T15 14 de maio de 2015 Pág. 1 de 28 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE(1T15)

Divulgação de Resultados 1T15 14 de maio de 2015 Pág. 1 de 28 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE(1T15) 2015 Divulgação de Resultados 1T15 Pág. 1 de 28 DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS CONSOLIDADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE(1T15) Pág. 2 de 28 1T15: 174,4 MILHÕES DE VEIC. EQ. PEDAGIADOS (-0,7%), REC. DE PEDÁGIO DE R$

Leia mais

b) estrutura de capital e possibilidade de resgate de ações ou quotas: c) capacidade de pagamento em relação aos compromissos financeiros assumidos

b) estrutura de capital e possibilidade de resgate de ações ou quotas: c) capacidade de pagamento em relação aos compromissos financeiros assumidos Comentário dos administradores sobre a situação financeira da companhia, nos termos do item 10 do Formulário de Referência ("Comentários dos Diretores") 10. COMENTÁRIOS DOS DIRETORES 10.1. Comentários

Leia mais

Teleconferência BR - 101 19 DE JANEIRO DE 2012

Teleconferência BR - 101 19 DE JANEIRO DE 2012 Teleconferência BR - 101 19 DE JANEIRO DE 2012 RESUMO DA CONCESSÃO Em 18 de janeiro de 2012, o Consórcio Rodovia da Vitória foi declarado vencedor da Concorrência Pública da rodovia BR 101 Composição do

Leia mais

ANTT Panorama, desafios e projetos

ANTT Panorama, desafios e projetos ANTT Panorama, desafios e projetos Competências legais Em que atua a ANTT? Exploração da infraestrutura ferroviária Transporte ferroviário de cargas e passageiros Transporte rodoviário interestadual e

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T14 06 de novembro de 2014 Pág. 1 de 29. Divulgação dos Resultados Consolidados do Terceiro Trimestre (3T14)

Divulgação de Resultados 3T14 06 de novembro de 2014 Pág. 1 de 29. Divulgação dos Resultados Consolidados do Terceiro Trimestre (3T14) 2014 Divulgação de Resultados 3T14 Pág. 1 de 29 Divulgação dos Resultados Consolidados do Terceiro Trimestre (3T14) Pág. 2 de 29 3T14: 186,7 MILHÕES DE VEIC. EQ. PEDAGIADOS (+2,3%), REC. LÍQUIDA DE R$

Leia mais

Apresentação Institucional Maio 2014. Relações com Investidores

Apresentação Institucional Maio 2014. Relações com Investidores Apresentação Institucional Maio 2014 Relações com Investidores Aviso Legal Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2013 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 1º Trimestre

Leia mais

Estudos preliminares de CONCESSÕES / PPP. Operacionalização do Plano Diretor Rodoviário do Estado do Espírito Santo - DER/ES

Estudos preliminares de CONCESSÕES / PPP. Operacionalização do Plano Diretor Rodoviário do Estado do Espírito Santo - DER/ES Estudos preliminares de CONCESSÕES / PPP Operacionalização do Plano Diretor Rodoviário do Estado do Espírito Santo - DER/ES Objetivos $ Aumentar a competitividade da economia Escoar com eficiência a produção

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014

Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014 Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014 27 / FEV / 2015 Destaques 4T14 e 2014 Destaques Pg. 04 4T14 e 2014 Crescimento de 2,7% no tráfego pedagiado no trimestre e de 1,3% na comparação anual Crescimento

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015

RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 RESULTADOS 1T15 Teleconferência 8 de maio de 2015 Aviso Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Teleconferência 4T11. Palestrante

Teleconferência 4T11. Palestrante Teleconferência 4T11 Palestrante Bom dia a todos, em nome da OHL Brasil, gostaria de agradecer, mais uma vez, a presença de vocês em nossa teleconferência para discussão dos resultados do quarto trimestre

Leia mais

Conjuntura Dezembro. Boletim de

Conjuntura Dezembro. Boletim de Dezembro de 2014 PIB de serviços avança em 2014, mas crise industrial derruba taxa de crescimento econômico Mais um ano de crescimento fraco O crescimento do PIB brasileiro nos primeiros nove meses do

Leia mais

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões.

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões. Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem

Leia mais

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005 Divulgação Imediata Cot. da Ação PNB CLSC6) em 31/03/05: R$ 0,90/ação Valoriz. No 1T05: -16% Valor de Mercado R$ : 694 milhões US$

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2005

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2005 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2005 Srs. Acionistas Os resultados obtidos pela EcoRodovias consolidam definitivamente a nossa posição entre as principais companhias em gestão de concessão de rodovias. Nossa

Leia mais

Reunião Pública APIMEC-SP NOVEMBRO DE 2011

Reunião Pública APIMEC-SP NOVEMBRO DE 2011 Reunião Pública APIMEC-SP NOVEMBRO DE 2011 Maringá Armazéns Gerais Ltda. e Maringá Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo Ltda. Porto Seco Maringá -67.000 m² de área total -7.000 m² de armazéns -760m³

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 3.651/11, DE 7 DE ABRIL DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 3.651/11, DE 7 DE ABRIL DE 2011 Aprova a metodologia de recomposição do equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão de rodovias federais da 1ª Etapa, da 2ª Etapa Fase I e do Pólo Pelotas, em decorrência de novos investimentos

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - AUTOPISTA FLUMINENSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2014 - AUTOPISTA FLUMINENSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015

POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15. 17 de agosto de 2015 POSITIVO INFORMÁTICA RESULTADOS 2T15 17 de agosto de 2015 Seção I Destaques & Conjuntura Positivo Informática registra crescimento de 3,1% na receita líquida no varejo no 2T15 Mesmo em um trimestre de

Leia mais

Apresentação da Companhia. Janeiro 2011

Apresentação da Companhia. Janeiro 2011 Apresentação da Companhia 1 Janeiro 2011 Notice Esta apresentação poderá conter considerações referentes a perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e perspectivas

Leia mais

Concessões de Infraestrutura Logística no Brasil: a segunda fase do Programa de Investimento em Logística

Concessões de Infraestrutura Logística no Brasil: a segunda fase do Programa de Investimento em Logística ESTUDOS E PESQUISAS Nº 636 Concessões de Infraestrutura Logística no Brasil: a segunda fase do Programa de Investimento em Logística Maurício Muniz, Ian Guerriero e Renato Rosenberg * Fórum Nacional (Sessão

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia do Vale Paranapanema ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 62,4 milhões nos 9M11.

Lucro Líquido de R$ 62,4 milhões nos 9M11. Lucro Líquido de R$ 62,4 milhões nos 9M11. Itatiba, 11 de Novembro de 2011 A Concessionária Rota das Bandeiras S.A. ( Companhia ) divulga hoje seus resultados referentes ao terceiro trimestre de 2011 (3T11)

Leia mais

Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010

Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010 Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010 1) Conjuntura Econômica Em função dos impactos da crise econômica financeira mundial, inciada no setor imobiliário

Leia mais

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU

Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Plano Especial de Auditoria de Obras 2002 Relatório ainda não Apreciado pelo TCU Caracterização da obra Ano orçamento: 2002 UF: MG Nome do programa de trabalho: Adequação de Contornos Rodoviários no Corredor

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO

COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO COMPANHIA DE GÁS DE SÃO PAULO Resultados Financeiros e Operacionais 30 de junho de 2015 1 Disclaimer As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01977-1 OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL S.A. 02.919.555/0001-67 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01977-1 OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL S.A. 02.919.555/0001-67 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Grupo Paritário de Trabalho- GPT

Grupo Paritário de Trabalho- GPT Grupo Paritário de Trabalho- GPT Relatório de Melhorias nas Rodovias LOTE 7 BR 116 (Contorno Leste de Curitiba) BR 376/PR e BR 101/SC RECOMENDAÇO ES E SUGESTO ES DE MELHORIAS FI SICAS E OPERACIONAIS

Leia mais

Obrascon Huarte Lain Brasil S.A. e Controladas - Demonstrações Financeiras Referentes aos Exercícios Findos em 31 de Dezembro de 2009 e de 2008 e

Obrascon Huarte Lain Brasil S.A. e Controladas - Demonstrações Financeiras Referentes aos Exercícios Findos em 31 de Dezembro de 2009 e de 2008 e Obrascon Huarte Lain Brasil S.A. e Controladas - Demonstrações Financeiras Referentes aos Exercícios Findos em 31 de Dezembro de 2009 e de 2008 e Parecer dos Auditores Independentes Deloitte Touche Tohmatsu

Leia mais

PEDÁGIOS NO PARANÁ. O Pedágio é Necessário?

PEDÁGIOS NO PARANÁ. O Pedágio é Necessário? PEDÁGIOS NO PARANÁ O Pedágio é Necessário? PEDÁGIOS NO PARANÁ O Pedágio é Necessário? BR 163 Cascavel Barracão 2013 BR 277 Campo Largo 2015 PEDÁGIOS NO PARANÁ Qual é o Preço Justo da Tarifa? Qual a Quantidade

Leia mais

CONCESSÕES RODOVIÁRIAS FEDERAIS

CONCESSÕES RODOVIÁRIAS FEDERAIS ANTT AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES SUINF SUPERINTENDÊNCIA DE EXPLORAÇÃO DA INFRAESTRUTURA RODOVIÁRIA CONCESSÕES RODOVIÁRIAS FEDERAIS Agosto/2015 http://www.antt.gov.br/ MAPA DAS CONCESSÕES

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - AUTOPISTA FLUMINENSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - AUTOPISTA FLUMINENSE SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Apresentação. 15 de Fevereiro de 2008

Apresentação. 15 de Fevereiro de 2008 Apresentação 1 15 de Fevereiro de 2008 Aviso Eventuais declarações sobre eventos futuros que possam ser feitas durante essa apresentação, relativas às perspectivas de negócios da Companhia, projeções e

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T11

Teleconferência de Resultados 1T11 Teleconferência de Resultados 1T11 13 de Maio de 2011 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Apresentação Institucional 3T14. Relações com Investidores

Apresentação Institucional 3T14. Relações com Investidores Apresentação Institucional 3T14 Relações com Investidores Aviso Legal Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

ANEXO III PROPOSTA ECONÔMICO FINANCEIRA DA SABESP PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA - RMBS MUNICÍPIO DE SANTOS

ANEXO III PROPOSTA ECONÔMICO FINANCEIRA DA SABESP PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA - RMBS MUNICÍPIO DE SANTOS ANEXO III PROPOSTA ECONÔMICO FINANCEIRA DA SABESP PARA A REGIÃO METROPOLITANA DA BAIXADA SANTISTA - RMBS MUNICÍPIO DE SANTOS 1 Sumário 1. Equilíbrio econômico-financeiro metropolitano...3 2. Proposta econômico-financeira

Leia mais

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 3T 2014. MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 3T 2014. MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE Teleconferência de Resultados Desempenho do 3T 2014 MAHLE Metal Leve S.A. 13 de novembro de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 Destaques 3T 2014 Receita Líquida de Vendas de R$ 595,9 milhões no 3T14, redução

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 3º TRIMESTRE DE 2013

LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 3º TRIMESTRE DE 2013 Rio de Janeiro, 08 de novembro de 2013. LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S.A. 3º TRIMESTRE DE 2013 1. Desempenho Operacional Consumo de Energia Total (GWh) (Cativo + Livre) - Trimestre 1,7% 5.486 840 5.581

Leia mais

ANÁLISE FUNDAMENTALISTA COM FOCO PARA A RECOMENDAÇÃO DE COMPRA / VENDA DE AÇÕES

ANÁLISE FUNDAMENTALISTA COM FOCO PARA A RECOMENDAÇÃO DE COMPRA / VENDA DE AÇÕES ANÁLISE FUNDAMENTALISTA COM FOCO PARA A RECOMENDAÇÃO DE COMPRA / VENDA DE AÇÕES! A análise do desempenho histórico! Análise setorial! Análise de múltiplos! Elaboração de projeções de resultados! Determinação

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008 Apresentação de Resultados 1T08 19 de Maio de 2008 Agenda A Companhia Resultados Operacionais Resultados Financeiros 2 Operação Virtual Canal Lojas A Companhia Globex S.A. Globex Utilidades S.A.: operadora

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T05

Divulgação de Resultados 3T05 Localiza Anuncia EBITDA de R$70,8 milhões no 3T05 Receita Líquida cresce 49,1% e EBITDA cresce 31,1% Belo Horizonte, 8 de novembro de 2005 - A Localiza Rent A Car S.A. (Bovespa: RENT3), a maior rede de

Leia mais

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada.

Início das obras para a segunda expansão do Shopping Cidade Jardim, adicionando aproximadamente 7 mil m 2 de ABL - 90% negociada. Aviso Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas

Leia mais

PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM LOGÍSTICA 2015-2018

PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM LOGÍSTICA 2015-2018 PROGRAMA DE INVESTIMENTO EM LOGÍSTICA 2015-2018 Maurício Muniz Secretário do Programa de Aceleração do Crescimento SEPAC Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão NOVA ETAPA DE CONCESSÕES Investimentos

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02198-9 AUTOPISTA FERNAO DIAS S/A 09.326.342/0001-70. Rodovia BR 381 - KM 850 - Pista Norte

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02198-9 AUTOPISTA FERNAO DIAS S/A 09.326.342/0001-70. Rodovia BR 381 - KM 850 - Pista Norte ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS (R$ MILHÕES) 3T13 3T14 Var.% 9M13 9M14 Var.% RECEITA LÍQUIDA 315,8 342,8 8,5% 858,4 937,5 9,2% EBITDA AJUSTADO¹ 67,1 78,3 16,7% 157,5

Leia mais

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004 Apresentação Corporativa Maio - 2004 Apresentação Telemar - Agenda 1. Destaques 2003/2004 1 2. Estratégia de Crescimento 3 3. Revisão do Resultado Operacional 12 4. Resultados Financeiros 20 1 Destaques

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Rev. Data Resp. Téc/Proj. Resp. Téc/Concess. ANTT Verificado. - ANTT Aprovado - ANTT

Rev. Data Resp. Téc/Proj. Resp. Téc/Concess. ANTT Verificado. - ANTT Aprovado - ANTT Código RT-BR0000364-000-0.000-0-0P3-Y05-400 Rev. 00 Emissão: 14/04/2015 Folha 1 / 62 Resp. Técnico / Projetista: Resp. Técnico / Concessionária: Lote: Edital de Chamamento Público Nº 4/2014 Rodovia: BR-364

Leia mais

SITUAÇÃO ATUAL Impactos causados por gargalos e desbalanceamento da Matriz de Transportes Custo de Logística: Resultado: Agricultura e Mineração:

SITUAÇÃO ATUAL Impactos causados por gargalos e desbalanceamento da Matriz de Transportes Custo de Logística: Resultado: Agricultura e Mineração: Reunião do Conselho Superior de Infraestrutura FIESP O PROGRAMA DE CONCESSÕES São Paulo, 12 de Setembro de 2013 SITUAÇÃO ATUAL Impactos causados por gargalos e desbalanceamento da Matriz de Transportes

Leia mais

Ministério dos Transportes A INFRAESTRUTURA PARA GRANDES EVENTOS NO BRASIL: RIO + 20 COPA DO MUNDO EM 2014 JOGOS OLÍMPICOS EM 2016

Ministério dos Transportes A INFRAESTRUTURA PARA GRANDES EVENTOS NO BRASIL: RIO + 20 COPA DO MUNDO EM 2014 JOGOS OLÍMPICOS EM 2016 Ministério dos Transportes A INFRAESTRUTURA PARA GRANDES EVENTOS NO BRASIL: RIO + 20 COPA DO MUNDO EM 2014 JOGOS OLÍMPICOS EM 2016 Brasília/DF, 2 de dezembro de 2010 Ligações entre as cidades-sede Rodovias

Leia mais

AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008

AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008 AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008 Senhor acionista e demais interessados: Apresentamos o Relatório da Administração e as informações

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

Divulgação de Resultados do 1T11 Crescimento de tráfego de 21,1% no trimestre

Divulgação de Resultados do 1T11 Crescimento de tráfego de 21,1% no trimestre Divulgação de Resultados do 1T11 Crescimento de tráfego de 21,1% no trimestre BM&FBOVESPA: ECOR3 Relações com Investidores Roberto Koiti Nakagome Diretor de Relações com Investidores Raquel Turano de Souza

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02198-9 AUTOPISTA FERNAO DIAS S/A 09.326.342/0001-70. Rodovia BR 381 - KM 850 - Pista Norte

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02198-9 AUTOPISTA FERNAO DIAS S/A 09.326.342/0001-70. Rodovia BR 381 - KM 850 - Pista Norte ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Agenda Dinâmica do Setor Imobiliário Estrutura Societária Modelo de Negócio Diferenciado Diversificação Geográfica e de Mercado Histórico de Resultado Operacional Futuros Projetos

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

REUNIÃO PÚBLICA APIMEC-NE FORTALEZA/CE. Vida e desenvolvimento em equilíbrio

REUNIÃO PÚBLICA APIMEC-NE FORTALEZA/CE. Vida e desenvolvimento em equilíbrio REUNIÃO PÚBLICA APIMEC-NE FORTALEZA/CE Vida e desenvolvimento em equilíbrio 03/04/2012 Vida e desenvolvimento em equilíbrio A Companhia Oportunidades Concessões Rodoviárias Logística Desempenho Financeiro

Leia mais

RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: BR-116 SP/PR 402,6 KM SÃO PAULO SP RÉGIS BITTENCOURT SÃO PAULO - CURITIBA

RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: BR-116 SP/PR 402,6 KM SÃO PAULO SP RÉGIS BITTENCOURT SÃO PAULO - CURITIBA RELATÓRIO MENSAL CONCESSIONÁRIA: RODOVIA: TRECHO: EXTENSÃO: RÉGIS BITTENCOURT BR-116 SP/PR SÃO PAULO - CURITIBA 402,6 KM SÃO PAULO SP FEVEREIRO DE 2016 ÍNDICE ITEM DESCRIÇÃO PÁGINA 1. INTRODUÇÃO... 2 1.1

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO Conceitos Verificações 1 VISÃO GERAL... 162 1.1 O QUE SÃO AS REVISÕES E AS ADEQUAÇÕES CONTRATUAIS?... 162 1.2 O QUE É O REAJUSTE TARIFÁRIO? 162 1.3 O QUE É O PROGRAMA DE EXPLORAÇÃO DA RODOVIA (PER)?...

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014 Operadora: Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da TOTVS referente aos resultados do 2T14. Estão presentes os senhores Alexandre Mafra, Vice-Presidente Executivo e Financeiro e Vice-Presidente de

Leia mais

Parecer da Auditoria Independente

Parecer da Auditoria Independente Parecer da Auditoria Independente 113 Parecer da Auditoria Independente 114 Informação Padronizada Relatório Anual 2008 115 Informação Padronizada Relatório Anual 2008 116 117 000 01 118 119 Resultado

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ABERDEEN BRASIL EQUITY FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ABERDEEN BRASIL EQUITY FUNDO DE INVESTIMENTO AÇÕES LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O CNPJ/MF: Informações referentes a Dezembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o ABERDEEN BRASIL EQUITY FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

ESPECIAL. PAVISERVICE Com mais de 15 anos de mercado, empresa é referência em obras rodoviárias

ESPECIAL. PAVISERVICE Com mais de 15 anos de mercado, empresa é referência em obras rodoviárias ESPECIAL PAVISERVICE Com mais de 15 anos de mercado, empresa é referência em obras rodoviárias 22 Brasil Vias Edição 60 Maio/2012 Presente em vários Estados, a Paviservice está entre as cinco maiores empresas

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - OBRASCON HUARTE LAIN BRASIL S/A Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

A Companhia de Concessões Rodoviárias Concluiu a Aquisição da Renovias Concessionária S/A.

A Companhia de Concessões Rodoviárias Concluiu a Aquisição da Renovias Concessionária S/A. A Companhia de Concessões Rodoviárias Concluiu a Aquisição da Renovias Concessionária S/A. As informações financeiras e operacionais abaixo, exceto onde indicado em contrário, referem-se a prática contábil

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Janeiro de 2012. O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Janeiro de 2012. O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Janeiro de 2012 O maior portfólio de serviços logísticos do Brasil JSL: Histórico e Momento Atual Aquisição da Rodoviário Schio (2011) Abertura de Capital: Perpetuidade e Suporte

Leia mais

O DNIT e o Investimento em Infraestrutura de Transportes

O DNIT e o Investimento em Infraestrutura de Transportes O DNIT e o Investimento em Infraestrutura de Transportes Adailton Cardoso Dias Diretor de Pesquisa e Planejamento Brasília 06 de Outubro de 2015 Infraestrutura Federal Rodovias* % km Pavimentadas 53,8

Leia mais

SANTANDER LEASING S.A. ARRENDAMENTO MERCANTIL

SANTANDER LEASING S.A. ARRENDAMENTO MERCANTIL SANTANDER LEASING S.A. ARRENDAMENTO MERCANTIL 5ª Emissão Pública de Debêntures Não Conversíveis Ações em Série Única da Espécie Subordinada Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício 2010 1 RELATÓRIO

Leia mais

Anexo IV Metas Fiscais IV.1 Anexo de Metas Fiscais Anuais (Art. 4 o, 1 o, inciso II do 2 o da Lei Complementar n o 101, de 4 de maio de 2000)

Anexo IV Metas Fiscais IV.1 Anexo de Metas Fiscais Anuais (Art. 4 o, 1 o, inciso II do 2 o da Lei Complementar n o 101, de 4 de maio de 2000) Anexo IV Metas Fiscais IV.1 Anexo de Metas Fiscais Anuais (Art. 4 o, 1 o, inciso II do 2 o da Lei Complementar n o 101, de 4 de maio de 2000) Em cumprimento ao disposto na Lei Complementar n o 101, de

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores Resultados do 2T08 Uberlândia MG, Agosto de 2008 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A, empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados

Leia mais

Resultados do 4T09 e 2009

Resultados do 4T09 e 2009 18 /03/2010 Resultados do 4T09 e 2009 Eduardo Alcalay Presidente Destaques do Ano MAIOR RENTABILIDADE Crescimento de EBITDA num cenário econômico desafiador Ganho de rentabilidade: crescimento de 21% no

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 4 NÚMERO 25 MARÇO DE 2014 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS Em geral as estatísticas sobre a economia brasileira nesse início de ano não têm sido animadoras

Leia mais

Divulgação de Resultados do 1T11 Crescimento de tráfego de 21,1% no trimestre

Divulgação de Resultados do 1T11 Crescimento de tráfego de 21,1% no trimestre Divulgação de Resultados do 1T11 Crescimento de tráfego de 21,1% no trimestre BM&FBOVESPA: ECOR3 Relações com Investidores Roberto Koiti Nakagome Diretor de Relações com Investidores Raquel Turano de Souza

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO

INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO INVESTCO S.A. PROPOSTA DA ADMINISTRAÇÃO Aos Srs. Acionistas Investco S.A. Anexo I - Comentários dos Diretores da Companhia Contas dos Administradores referentes ao exercício social encerrado em 31.12.2012.

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - MAHLE METAL LEVE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2013 - MAHLE METAL LEVE S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Transcrição de Teleconferência Resultados do 3T12 EcoRodovias (ECOR3 BZ) 7 de novembro de 2012

Transcrição de Teleconferência Resultados do 3T12 EcoRodovias (ECOR3 BZ) 7 de novembro de 2012 Operadora: Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da EcoRodovias referente aos resultados do 3T12. Conosco hoje estão presentes os senhores Marcelino Seras, Diretor Presidente, Marcello Guidotti,

Leia mais

Estratégia Financeira. Arthur Piotto

Estratégia Financeira. Arthur Piotto Estratégia Financeira Arthur Piotto Estratégia Financeira Estrutura financeira adequada e balanço forte 1 2 3 4 5 6 7 Sucesso no aumento de capital. Alocação diversificada Maior flexibilidade financeira

Leia mais

ARTERIS S.A. CNPJ nº 02.919.555/0001-67 NIRE nº 35300322746 Companhia Aberta

ARTERIS S.A. CNPJ nº 02.919.555/0001-67 NIRE nº 35300322746 Companhia Aberta ARTERIS S.A. CNPJ nº 02.919.555/0001-67 NIRE nº 35300322746 Companhia Aberta ATA DA REUNIÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO REALIZADA EM 30 DE OUTUBRO DE 2014 1. Data, Hora e Local: Aos trinta dias do mês

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998

Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998 Contatos: Tele Nordeste Celular Mário Gomes 0xx81.216.2592 Fabíola Almeida 0xx81.216.2594 Octavio Muniz 0xx81.216.2593 Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998 Brasília, Brasil

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Resultados 2T13 e 1S13

Resultados 2T13 e 1S13 Resultados 2T13 e 1S13 Relações com Investidores RSID3: R$ 2,87 por ação OTC: RSRZY Total de ações: 428.473.420 Valor de mercado: R$ 1,3 bilhão Teleconferência 15 de Agosto de 2013 Em Português com Tradução

Leia mais

Formulário de Referência - 2014 - CONCESSIONÁRIA SO SISTEMA ANHANGUERA BANDEIRANTES S/A Versão : 3

Formulário de Referência - 2014 - CONCESSIONÁRIA SO SISTEMA ANHANGUERA BANDEIRANTES S/A Versão : 3 Índice 1. Responsáveis pelo formulário 1.1 - Declaração e Identificação dos responsáveis 1 2. Auditores independentes 2.1/2.2 - Identificação e remuneração dos Auditores 2 2.3 - Outras informações relevantes

Leia mais

INFORME AOS INVESTIDORES 2T14

INFORME AOS INVESTIDORES 2T14 INFORME AOS INVESTIDORES 2T14 São Paulo, 14 de agosto de 2014 A BRADESPAR [BM&FBOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)] anuncia os resultados referentes ao 2T14. Estrutura dos

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 3T06 Eusébio CE, 09 de novembro de 2006 A M. Dias Branco S.A. (Bovespa: MDIA3), empresa líder nos mercados de biscoitos e de massas no Brasil, anuncia hoje seus resultados do terceiro

Leia mais