* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 09/09/ :19: FRR2410R

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 09/09/2010 14:19:54 001526.FRR2410R"

Transcrição

1 I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 1 I ORCAMENTO 0, , ,00 0, ORCAMENTO DA RECEITA 0, , , ,00 C RECEITA ORCADA INICIAL 0,00 0, , ,00 C REMANEJAMENTO DA RECEITA 0, , ,00 0,00 ORCADA ACRESCIMO DA RECEITA OR- 0,00 0, , ,00 C CADA RECURSOS DE OUTRAS FON- 0,00 0, , ,00 C REDUCOES DA RECEITA ORCA- 0, ,00 0, ,00 DA RECURSOS DE OUTRAS FON- 0, ,00 0, , ORCAMENTO DA DESPESA 0, , , , DESPESA FIXADA INICIAL 0, ,00 0, , DESPESA FIXADA ADICIONAL 0, ,00 0, , CREDITOS A- 0, ,00 0, ,00 BERTOS CANCELAMENTO DA DESPESA 0,00 0, , ,00 C FIXADA CANCELAMENTO DE CREDITOS 0,00 0, , ,00 C ORCAMENTARIOS E SUPLEMENTA- RES REMANEJAMENTO DA DESPESA 0, , ,00 0,00 FIXADA ACRESCIMOS DA DESPESA FI- 0, ,00 0, ,00 XADA ACRESCIMOS DE CREDITOS 0, ,00 0, ,00 ORCAMENTARIOS E SUPLEMENTA- RES REDUCOES DA DESPESA FIXA- 0,00 0, , ,00 C DA REDUCOES DE CREDITOS OR- 0,00 0, , ,00 C CAMENTARIOS E DESCENTRALIZACAO DE CREDI- 0, , , ,00 C TOS CREDITOS RECEBIDOS 0, ,00 0, , CREDITOS ORCAMENTARIOS E 0, ,00 0, , CREDITOS CONCEDIDOS 0,00 0, , ,00 C CREDITOS ORCAMENTARIOS E 0,00 0, , ,00 C PREVISAO ORCAMENTARIA DA 0, , , ,00 RECEITA RECEITAS CORREN 0, , , , RECEITA PATRIMONIAL 0, ,00 0, , RECEITA AGROPECUARIA 0, ,00 0, , RECEITA INDUSTRIAL 0, ,00 0, , RECEITA DE SERVICOS 0, , , , TRANSFERENCIAS CORREN 0, , , , OUTRAS RECEITAS CORREN- 0, ,00 0, , RECEITAS DE CAPITAL 0, , , , TRANSFERENCIAS DE CAPI- 0, , , ,00 TAL FIXACAO ORCAMENTARIA DA 0, , , ,00 C DESPESA CREDITOS ORCAMENTARIOS E 0, , , ,00 C FIXADOS DESPESAS CORREN 0, , , ,00 C PESSOAL E ENCARGOS SOCI- 0, , , ,00 C OUTRAS DESPESAS CORREN- 0, , , ,00 C DESPESAS DE CAPITAL 0, , , ,00 C INVESTIMENTOS 0, , , ,00 C PROGRAMACAO FINANCEIRA 0, , ,64 0,00

2 I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 2 I INSCRICAO DA DESPESA ,17 C , , ,53 C INSCRICAO DO ORCAMENTO 0, , , ,00 C RECURSOS DO OURO 0, , , ,00 C RECURSOS DE OUTRAS FON- 0, , , ,00 C INSCRICOES DE RESIDUOS ,17 C ,64 0, ,53 C PASSIVOS RECURSOS DO OURO ,25 C 0,00 0, ,25 C RECURSOS DE OUTRAS FON ,92 C ,64 0, ,28 C ORCAMENTO PROGRAMADO 0, , , , RECURSOS DO OURO 0, , , , COTAS DE DESPESA A LIBE- 0, , , ,00 RAR DESPESAS CORREN 0, , , , PESSOAL E ENCARGOS SOCI- 0, , , , OUTRAS DESPESAS CORREN- 0, , , , DESPESAS DE CAPITAL 0, , ,00 0, INVESTIMENTOS 0, , ,00 0, RECURSOS DE OUTRAS FON 0, , , , RESIDUOS PASSIVOS PROGRAMA ,17 0, , ,53 DOS RECURSOS DO OURO ,25 0,00 0, , COTAS DE DESPESA A LIBE ,25 0,00 0, ,25 RAR RESTOS A PAGAR ,25 0,00 0, , RECURSOS DE OUTRAS FON ,92 0, , , RESTOS A PAGAR ,92 0, , , CREDITOS INDISPONIVEIS 0, , , , RECURSOS DO OURO 0, , , , RECURSOS A PROGRAMAR 0, , , , CREDITOS ORCAMENTARIOS E 0, , , , RECURSOS DE OUTRAS FON 0, , , , RECURSOS A PROGRAMAR 0, , , , CREDITOS ORCAMENTARIOS E 0, , , , ATIVO FINANCEIRO , , , , DISPONIVEL , , , , * CAIXA , , , , BANCOS , , , , OUTRAS CONTAS , , , , * BANCO DO BRASIL S/A , , , , * CAIXA ECONOMICA FEDERAL , , , , * BANCO ITAU S. A , , ,70 0, REALIZAVEL , , , , CREDITOS A RECEBER , , , , CREDITOS INTRAGOVERNAMEN , , , ,77 TR * RECURSOS DO OURO A RE , , , ,77 CEBER PENDENTE 0, , , , VALORES PENDEN 0, , , , DESPESAS PENDEN 0, , , , PESSOAL E ENCARGOS SOCI- 0, , ,08 0, OUTRAS DESPESAS CORREN- 0, , , ,57 C INVESTIMENTOS 0, , , , RESIDUOS PASSIVOS 0, , , , PASSIVO FINANCEIRO ,05 C , , ,34 C CONTAS A PAGAR ,17 C , , ,59 C CONTAS A PROCESSAR ,95 C , , ,21 C DO EXERCICIO CORRENTE 0, , , ,77 C DO PRIMEIRO EXERCICIO ,13 C , , ,12 C

3 I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 3 I DO SEGUNDO EXERCICIO AN ,86 C 7.272,34 217, ,32 C TERIOR DO TERCEIRO EXERCICIO ,96 C ,96 0,00 11,00 C CONTAS PROCESSADAS ,22 C , , ,38 C DO EXERCICIO CORRENTE 0, , , ,40 C DO PRIMEIRO EXERCICIO ,15 C , , ,71 C DO SEGUNDO EXERCICIO AN- 986,36 C 1.022,20 804,40 768,56 C TERIOR DO TERCEIRO EXERCICIO 226,71 C 0,00 0,00 226,71 C DEPOSITOS DE DIVERSAS ORI ,88 C , , ,75 C GENS DEPOSITOS DE TERCEIROS ,88 C , , ,75 C CAUCOES 0, , , ,85 C * PARA EXECUCAO DE OBRAS 0, , , ,85 C CONSIGNACOES 1.972,80 C , , ,76 C * OUTRAS CONSIGNACOES 1.972,80 C , , ,76 C * ENTIDADES ESTADU CRE ,53 C 0,00 0, ,53 C DORAS * OUTROS DEPOSITOS 6.033,55 C 0, , ,61 C ATIVO PERMANENTE , , , , BENS MOVEIS , , , , INCORPORACAO DE BENS MOVEIS , , , , APARELHOS, EQUIPAMENTOS , ,70 0, ,20 E MAQUINAS PARA USO EM ES- CRITORIO APAR. EQUIP. E MAQ , ,00 0, ,00 P/USO EM ENG. OFICINA. E PROD. INDUSTRIAL APARELHOS, EQUIPAMENTOS , ,00 0, ,20 E MAQUINAS AGROPECUARIAS VEICULOS DE TRANSPOR , ,00 0, ,78 E SERVICOS MOBILIARIO EM GERAL , ,45 0, , ACERVO EM GERAL , ,85 464, , APARELHOS, EQUIP. E , ,99 0, ,99 MÁQUINAS P/COMUNICAÇÃO, CI- NE, FOTO E SOM MAQUINAS, UTENSILIOS E , , , ,83 EQUIPAMENTOS DIVERSOS APARELHOS EQUIP. MAQ ,00 493,00 0, ,00 P/SERVS. DE POLICIAM. E PRO- TECAO APARELHOS, EQUIPAMENTOS , ,60 0, ,50 E MAQUINAS P/COZINHA E LIM- PEZA AP. EQ. E MAQ. MED. HOS , , , ,97 P. ODONTO. LABORAT. E FISIO- TERAPICO APARELHOS E EQUIPAMENTOS , ,84 0, ,07 DE INFORMATICA E SOFTWARE BENS MOVEIS A CLASSIFI ,37 0,00 0, ,37 CAR BENS MOVEIS EM ALMOXARI ,95 0,00 0, ,95 FADO AQUISICOES ATRAVES DO 4.023,00 0,00 0, ,00 DEAM OUTROS BENS PERMANEN ,30 0,00 0, , BENS IMOVEIS , , , , INCORPORACAO DE BENS IMO , , , ,38 VEIS BENS IMOVEIS A CLASSIFI ,80 0,00 0, ,80 CAR * OBRAS EM ANDAMENTO , , , , VALORES , , , ,93

4 I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 4 I PARTICIPACOES SOCIETARIAS 550,09 0,00 0,00 550, VALORES INTEGRALIZADOS 550,09 0,00 0,00 550, EMPRESAS CONTROLADAS 550,09 0,00 0,00 550, * EMPRESAS NAO DEPENDEN 550,09 0,00 0,00 550, * ALMOXARIFADOS , , , , PASSIVO PERMANENTE ,83 C 0,00 0, ,83 C *OUTRAS DIVIDAS ,83 C 0,00 0, ,83 C VARIACOES PATRIMONI ,03 C , , ,18 C VARIACOES ATIVAS 0, , , ,42 C RECEITA ORCAMENTARIA 0, , , ,55 C RECEITAS CORREN 0, , , ,55 C RECEITA PATRIMONIAL 0, , , ,02 C RECEITA INDUSTRIAL 0, , , ,51 C RECEITA DE SERVICOS 0, , , ,30 C TRANSFERENCIAS CORREN 0, , , ,01 C OUTRAS RECEITAS CORREN- 0, , , ,71 C MUTACOES ORCAMENTARIAS A- 0, , , ,00 C TIVAS AQUISICAO DE BENS MOVEIS 0, , , ,51 C CONSTRUCAO E AQUISICAO DE 0,00 0, , ,54 C BENS IMOVEIS AQUISICAO DE TITULOS E 0, , , ,95 C VALORES ALMOXARIFADOS 0, , , ,95 C AQUISICAO DE MATERI 0,00 0, , ,54 C PARA ESTOQUE AQUISICAO DE MATERI 0, , , ,41 C PARA CONSUMO IMEDIATO VARIACOES EXTRA-ORCAMENTA- 0, , , ,86 C RIAS ATIVAS INSCRICAO DE OUTROS CRE- 0, , , ,34 C DITOS RECURSOS DO OURO A 0, , , ,34 C RECEBER INCORPORACAO DE BENS E 0, , , ,88 C VALORES BENS MOVEIS 0, , , ,47 C AQUISICAO 0, , , ,53 C DOACAO 0,00 0, , ,94 C BENS IMOVEIS 0, , , ,29 C AQUISICAO 0, , , ,29 C ALMOXARIFADOS 0, , , ,12 C AQUISICAO DE MATERIAL 0, , , ,11 C PARA CONSUMO IMEDIATO DOACAO 0, , , ,24 C ESTORNO DE SAIDA CONSUMO 0,00 0, , ,77 C IMEDIATO - RP CANCELAMENTO DE DIVIDAS 0,00 0, , ,64 C PASSIVAS DIVIDA FLUTUANTE 0,00 0, , ,64 C RESTOS A PAGAR 0,00 0, , ,64 C INTERFERENCIAS ATIVAS 0, , , ,01 C TRANSFERENCIAS ORCAMENTA- 0, , , ,81 C RIAS RECEBIDAS COTAS RECEBIDAS 0, , , ,08 C AUTARQUIAS E FUNDACOES 0, , , ,08 C REPASSES RECEBIDOS 0, , , ,73 C * RECURSOS DO OURO 0,00 0, , ,34 C * RECURSOS DE OUTRAS FON 0, , , ,39 C TRANSFERENCIAS FINANCEI- 0, , , ,20 C RAS ATIVAS * ADMINISTRACAO INDIRETA 0, , , ,20 C VARIACOES PASSIVAS 0, , , , DESPESA ORCAMENTARIA 0, , , , DESPESA P/CREDITOS ORCA- 0, , , ,99 MENTARIOS E

5 I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 5 I DESPESAS CORREN 0, , , , PESSOAL E ENCARGOS SOCI- 0, , , , OUTRAS DESPESAS CORREN- 0, , , , DESPESAS DE CAPITAL 0, , , , INVESTIMENTOS 0, , , , VARIACOES EXTRA-ORCAMENTA- 0, , , ,32 RIAS PASSIVAS CANCELAMENTO DE OUTROS 0, , , ,82 CREDITOS RECURSOS DO OURO A 0, , , ,82 RECEBER DESINCORPORACAO DE BENS E 0, , , ,50 VALORES BENS IMOVEIS 0, ,71 0, , ESTORNO DE INCORPORACAO 0, ,71 0, ,71 - RP ALMOXARIFADOS 0, , , , CONSUMO POR REQUISICAO 0, ,50 0, , CONSUMO IMEDIATO 0, , , , ESTORNO DE ENTRADA CO- 0, ,77 0, ,77 NSUMO IMEDIATO - RP INTERFERENCIAS PASSIVAS 0, , , , TRANSFERENCIAS ORCAMENTA- 0, ,88 0, ,88 RIAS CONCEDIDAS REPASSES CONCEDIDOS 0, ,88 0, , * RECURSOS DO OURO 0, ,00 0, , * RECURSOS DE OUTRAS FON 0, ,88 0, , TRANSFERENCIAS FINANCEI- 0, , , ,08 RAS PASSIVAS * ADMINISTRACAO INDIRETA 0, , , , SALDO PATRIMONIAL ,03 C 0,00 0, ,03 C SALDO DO EXERCICIO ANTERI ,03 C 0,00 0, ,03 C OR COMPENSADO 0, , ,32 0, ATIVO COMPENSADO , , , , VALORES EM PODER DE TER , , , ,86 CEIROS * FUNCIONARIOS RESPONSAVEIS , , , ,86 POR ADIANTAMENTOS DIREITOS E OBRIGACOES DI ,91 0, , ,47 VERSAS GARANTIAS DE VALORES ,91 0, , , OUTRAS GARANTIAS ,91 0, , , * RECEBIDAS ,91 0, , , COMPENSACOES DIVERSAS , , , , DISPONIBILIDADE POR FONTE , , , ,48 DE RECURSOS RECURSOS DO OURO ,87 C , , , RETORNO DO PROSAM 3.470,03 0, ,00 0, ORDINARIO NAO VINCULADO ,90 C , , , RECURSOS DE OUTRAS FON , , , , DIRETAMENTE ARRECADADOS , , , , OPERACAO DE CREDITO INTERNA 0,00 29,19 29,19 0, CONVENIOS COM ORGAOS DO FE , , , ,49 DER OUTROS CONVENIOS , , , , RECURSOS EXTRA-ORCAMENTARI , , , ,16 OS ADMINISTRACAO INDIRETA 8.006, , , , PASSIVO COMPENSADO ,91 C , , ,81 C CONTRAPARTIDA DE VALORES ,00 C , , ,86 C EM PODER DE TERCEIROS ADIANTAMENTOS A COMPROVAR ,00 C , , ,86 C CONTRAPARTIDA DE DIREITOS ,91 C ,44 0, ,47 C E OBRIGACOES DIVERSAS

6 I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 6 I VALORES EM GARANTIA ,91 C ,44 0, ,47 C CONTRAPARTIDA DE COMPENSA ,00 C , , ,48 C COES DIVERSAS CONTROLE DAS DISPONIBILIDA ,00 C , , ,48 C DES RECEITA ORCAMENTARIA 0, , , ,55 C RECURSOS DE OUTRAS FON 0, , , ,55 C TRANSFERENCIAS INTRAGOVER- 0, , , ,20 C NAMENT RECEBIDAS ADMINISTRACAO INDIRETA 0, , , ,20 C DESPESA ORCAMENTARIA 0, , , , RECURSOS DO OURO 0, , , , RECURSOS DE OUTRAS FON 0, , , , PAGAMENTO DE RESTOS A PAGAR 0, , , , RECURSOS DO OURO 0, , , , RECURSOS DE OUTRAS FON 0, , , , RECEITA EXTRA-ORCAMENTARIA 0, , , ,48 C ADMINISTRACAO INDIRETA 0, , , ,48 C DESPESA EXTRA-ORCAMENTARIA 0, , , , ADMINISTRACAO INDIRETA 0, , , , AJUS DAS DISPONIBILIDA- 0, , ,00 0,00 DES RECURSOS DO OURO 0, ,00 0, , RECURSOS DE OUTRAS FON 0,00 0, , ,00 C SALDOS DISPONIVEIS ,00 C 0,00 0, ,00 C RECURSOS DO OURO ,13 C 0,00 0, ,13 C RECURSOS DE OUTRAS FON ,52 C 0,00 0, ,52 C RECURSOS EXTRA-ORCAMENTARI ,35 C 0,00 0, ,35 C OS - ADMINISTRACAO INDIRETA REPASSES INTRAGOVERNAMEN- 0, , , ,09 C T RECEBIDOS RECURSOS DO OURO 0,00 0, , ,34 C RECURSOS DE OUTRAS FON 0, , , ,75 C REPASSES INTRAGOVERNAMEN- 0, , , ,24 T CONCEDIDOS RECURSOS DO OURO 0, ,00 0, , RECURSOS DE OUTRAS FON 0, , , , CONTAS OPERACION DO EXER- 0, , ,99 380,94 CICIO EXECUCAO DA DESPESA ORCA- 0, , ,97 0,00 MENTARIA DESPESA EMPENHADA POR FUN- 0, , , ,99 COES ADMINISTRACAO 0, , , , EDUCACAO 0, , , , ENCARGOS ESPECI 0, , , , DESPESA PAGA 0, , , ,82 C DESPESA PAGA P/CREDS. OR- 0, , , ,82 C CAMENTARIOS E DESPESAS CORREN 0, , , ,77 C PESSOAL E ENCARGOS SOCI- 0, , , ,54 C OUTRAS DESPESAS CORREN- 0, , , ,23 C DESPESAS DE CAPITAL 0, , , ,05 C INVESTIMENTOS 0, , , ,05 C * CREDORES POR DESPESA A PA- 0, , , ,17 C GAR EXECUCAO DA DESPESA EXTRA- 0, , ,31 0,00 ORCAMENTARIA INSCRICAO DE RESTOS A PA ,17 0,00 0, ,17 GAR DESPESAS CORREN ,40 0,00 0, , PESSOAL E ENCARGOS SOCI ,22 0,00 0, , OUTRAS DESPESAS CORREN ,18 0,00 0, ,18

7 I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 7 I DESPESAS DE CAPITAL ,77 0,00 0, , INVESTIMENTOS ,77 0,00 0, , PAGAMENTO DE RESTOS A PA- 0, , , ,11 C GAR DESPESAS CORREN 0, , , ,00 C PESSOAL E ENCARGOS SOCI- 0, , , ,22 C OUTRAS DESPESAS CORREN- 0, , , ,78 C DESPESAS DE CAPITAL 0, , , ,11 C INVESTIMENTOS 0, , , ,11 C CANCELAMENTO DE RESTOS A 0,00 0, , ,64 C PAGAR DESPESAS CORREN 0,00 0, , ,25 C PESSOAL E ENCARGOS SOCI- 0,00 0,00 36,00 36,00 C OUTRAS DESPESAS CORREN- 0,00 0, , ,25 C DESPESAS DE CAPITAL 0,00 0, , ,39 C INVESTIMENTOS 0,00 0, , ,39 C * CREDORES P/DESPESAS A PA ,17 C , , ,42 C GAR DE EXERC. ES SUSPENSO 0, , ,71 380, * TITULACAO A RECLASSIFI- 0, , ,71 380,94 CAR TOTAL DAS CONTAS 0, , ,72 0,00

* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 09/09/2010 14:16:58 001526.FRR2410R

* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 09/09/2010 14:16:58 001526.FRR2410R I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 1 I 1000.0000 ORCAMENTO 0,00 123.437.480,00 123.437.480,00 0,00 1100.0000 ORCAMENTO DA RECEITA 0,00 0,00 15.345.001,00 15.345.001,00 C 1110.0000 RECEITA

Leia mais

* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 09/09/2010 14:17:13 001526.FRR2410R

* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 09/09/2010 14:17:13 001526.FRR2410R I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 1 I 1000.0000 ORCAMENTO 0,00 144.582.324,00 144.582.324,00 0,00 1100.0000 ORCAMENTO DA RECEITA 0,00 0,00 23.230.001,00 23.230.001,00 C 1110.0000 RECEITA

Leia mais

* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 22/08/2014 09:19:51 301833.FRR2410R

* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 22/08/2014 09:19:51 301833.FRR2410R I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 1 I 1000.0000 ORCAMENTO 0,00 727.594.860,00 727.594.860,00 0,00 1100.0000 ORCAMENTO DA RECEITA 0,00 0,00 210.532.430,00 210.532.430,00 C 1110.0000

Leia mais

* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 21/11/2014 08:31:31 301833.FRR2410R

* VER DETALHAMENTO NO SIA215A 21/11/2014 08:31:31 301833.FRR2410R I B A L A N C E T E D E V E R I F I C A C A O I PAG. - 1 I 1000.0000 ORCAMENTO 0,00 757.367.420,00 757.367.420,00 0,00 1100.0000 ORCAMENTO DA RECEITA 0,00 0,00 210.532.430,00 210.532.430,00 C 1110.0000

Leia mais

00007 - GESTAO FUNDOS DATA : 29/04/2004 PAG.: 1 100000000 ATIVO 141.481,95D 8.122.522,15 3.416.656,26 4.847.347,84D 110000000 ATIVO CIRCULANTE 12.332,23D 606.213,96 583.587,71 34.958,48D 111000000 DISPONIVEL

Leia mais

RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES 379.374,45 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA

RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES 379.374,45 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA ANEXO 1 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA E DESPESA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS Agosto / 2011 Orçamento Fiscal, da Seguridade Social e de Investimentos. Adendo II à Portaria

Leia mais

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE Página: 1 1 ATIVO 46.859.822,91 D 2.440.686,53 1.920.092,25 47.380.417,19 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.193.603,71 D 1.009.425,93 1.174.607,47 1.028.422,17

Leia mais

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE Página: 1 1 ATIVO 26.090.191,21 D 22.746.803,35 1.977.171,65 46.859.822,91 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.269.670,73 D 1.320.716,82 1.396.783,84 1.193.603,71

Leia mais

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 107.637.042,14 622.052.832,26 225.991.734,15 503.698.140,25 D 110000000 - Ativo Circulante 33.694.900,62 103.677.150,11 99.175.407,00 38.196.643,73 D 111000000 - Disponivel 33.690.337,04

Leia mais

Balancete Analítico. Saldo Mês Inicial

Balancete Analítico. Saldo Mês Inicial 100000000 - Ativo 40.014.044,69 1.247.288.939,72 645.839.588,07 641.463.396,34 D 110000000 - Ativo Circulante 15.145.606,97 309.093.371,32 315.398.093,96 8.840.884,33 D 111000000 - Disponivel 15.141.043,39

Leia mais

115610000000 ALMOXARIFADO - CONSOLIDAÇÃO 115810000000 OUTROS ESTOQUES - CONSOLIDAÇÃO

115610000000 ALMOXARIFADO - CONSOLIDAÇÃO 115810000000 OUTROS ESTOQUES - CONSOLIDAÇÃO 100000000000 ATIVO 329.083,39 911.970,67 872.747,07 368.306,99 110000000000 ATIVO CIRCULANTE 3.073,50 898.201,87 872.747,07 28.528,30 111000000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 111100000000 CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DIVISÃO DE RECURSOS FINANCEIROS EXERCICIO 2012

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DIVISÃO DE RECURSOS FINANCEIROS EXERCICIO 2012 BALANCO-FINANCEIRO RECEITA RECEITA 12.255.327,67 INGRESSOS ORCAMENTARIOS 9.425.690,28 INTERFERENCIAS ATIVAS 9.425.690,28 TRANSFERENCIAS FINANCEIRAS RECEBIDAS 9.425.690,28 REPASSE RECEBIDO 9.425.690,28

Leia mais

Federação Catarinense de Municípios - FECAM

Federação Catarinense de Municípios - FECAM 1 ATIVO 15.226.985,09 D 1.453.709,77 1.210.049,27 15.470.645,59 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 844.616,35 D 309.755,66 312.121,63 842.250,38 D 1.1.1 DISPONIVEL 844.616,35 D 309.755,66 312.121,63 842.250,38 D 1.1.1.1

Leia mais

939.108,16 582.338,94 553.736,74 967.710,36 468.462,90 582.338,94 553.736,74 497.065,10 111000000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA

939.108,16 582.338,94 553.736,74 967.710,36 468.462,90 582.338,94 553.736,74 497.065,10 111000000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA s s 100000000000 ATIVO 939.108,16 582.338,94 553.736,74 967.710,36 110000000000 ATIVO CIRCULANTE 468.462,90 582.338,94 553.736,74 497.065,10 111000000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 111100000000 CAIXA

Leia mais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 28.393.390.678,55 RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 28.527.468.836,27 RECEITAS 13.532.898.028,40 ORÇAMENTÁRIA 13.532.898.028,40 DESPESA ORÇAMENTARIA 10.266.008.652,65

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DIVISÃO DE RECURSOS FINANCEIROS EXERCICIO 2013

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DIVISÃO DE RECURSOS FINANCEIROS EXERCICIO 2013 BALANCO-FINANCEIRO RECEITA RECEITA 171.497.549,97 INGRESSOS ORCAMENTARIOS 129.298.464,81 INTERFERENCIAS ATIVAS 129.298.464,81 TRANSFERENCIAS FINANCEIRAS RECEBIDAS 129.298.464,81 REPASSE RECEBIDO 129.298.464,81

Leia mais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 3.953.236.822,66 RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 3.320.180.698,63 RECEITAS 1.684.972.053,82 ORÇAMENTÁRIA 1.684.972.053,82 DESPESA ORÇAMENTARIA 3.044.151.183,85

Leia mais

SANTA CATARINA SAMAE DE SAO FRANCISCO DO SUL Balancete de Verificação - 2013

SANTA CATARINA SAMAE DE SAO FRANCISCO DO SUL Balancete de Verificação - 2013 Página: 1/11 1 ATIVO 39.747.824,30D 5.428.708,46 5.174.675,21 40.001.857,55D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 6.053.896,51D 970.444,48 1.850.402,07 5.173.938,92D 1.1.1 DISPONIVEL 2.956.995,26D 963.507,86 840.221,03

Leia mais

AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES DE CACOAL - AM Estado de Rondônia. Balancete do Sistema Orçamentário no Período de janeiro a janeiro Anexo TC-01

AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES DE CACOAL - AM Estado de Rondônia. Balancete do Sistema Orçamentário no Período de janeiro a janeiro Anexo TC-01 Balancete do Sistema Orçamentário no Período de janeiro a janeiro 1. 1.1. 1.1.1. 1.1.1.1. 1.1.1.1.1. 1.1.1.1.1.19. 1.1.1.1.1.19.02. 1.1.1.1.1.19.04. 1.1.3. 1.1.3.8. 1.1.3.8.1. 1.1.3.8.1.08. 1.1.3.8.1.09.

Leia mais

AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES DE CACOAL - AM Estado de Rondônia. Balancete do Sistema Orçamentário no Período de março a março Anexo TC-01

AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES DE CACOAL - AM Estado de Rondônia. Balancete do Sistema Orçamentário no Período de março a março Anexo TC-01 Balancete do Sistema Orçamentário no Período de março a março 1. 1.1. 1.1.1. 1.1.1.1. 1.1.1.1.1. 1.1.1.1.1.19. 1.1.1.1.1.19.02. 1.1.1.1.1.19.04. 1.1.3. 1.1.3.8. 1.1.3.8.1. 1.1.3.8.1.08. 1.1.3.8.1.09. 1.1.5.

Leia mais

ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL

ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ PÁGINA: 1 BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO - 2005 ANEXO 14 ATIVO ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL 450.323.096,72 CAIXA 47.294,31 BANCOS CONTA MOVIMENTO 210.194.091,20

Leia mais

B A L A N C O G E R A L A N E X O XII

B A L A N C O G E R A L A N E X O XII A N E X O XII CAMARA MUNICIPAL DE AIUABA ANEXO 12, da Lei No. 4.320/64 BALANCO ORCAMENTARIO R E C E I T A PREVISTA ARRECADADA DIFERENCA RECEITAS CORRENTES S O M A 0,00 0,00 0,00 D E F I C I T 807.564,91

Leia mais

Empresa Munic. de Transporte Urbano Presidente Figueiredo

Empresa Munic. de Transporte Urbano Presidente Figueiredo 03698709/000109 Exercício: 2015 BALANCETEISOLADO EMPRESA MUNICIPAL DE TRANSPORTE URBANO EMTU (UG:5) Página 1 de 5 100000000 05 ATIVO 343.632,70 139.134,52 114.972,75 367.794,47 110000000 05 ATIVO CIRCULANTE

Leia mais

1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.2.3.1.1.03.02 (40966) MÓVEIS MÁQUINAS E E UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIO 339.159,49D 25.

1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.2.3.1.1.03.02 (40966) MÓVEIS MÁQUINAS E E UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIO 339.159,49D 25. 1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.217.589,73D 1.245.340,55D Atual1/8 ATIVO CIRCULANTE 588.962,97D 151.410,23D 194.301,54 188.047,63 166.550,72 160.296,81 616.713,79D 1.1.1.1.1.50.99

Leia mais

Balancete Analítico Mensal

Balancete Analítico Mensal 100000000 - Ativo 13.357.436.418,61 1.515.908.091,77 662.742.498,81 14.210.602.011,57 D 110000000 - Ativo Circulante 1.592.277.592,82 279.431.658,15 240.420.625,49 1.631.288.625,48 D 111000000 - Disponivel

Leia mais

RECEITAS INTRAORCAMENTARIAS CORRENTES RECEITAS INTRAORCAMENTAR 5.026.100,00 2.852.813,25 2.173.286,75

RECEITAS INTRAORCAMENTARIAS CORRENTES RECEITAS INTRAORCAMENTAR 5.026.100,00 2.852.813,25 2.173.286,75 A N E X O XII PREFEITURA MUNICIPAL DE EUSEBIO ANEXO 12, da Lei No. 4.320/64 BALANCO ORCAMENTARIO R E C E I T A PREVISTA ARRECADADA DIFERENCA RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTARIA 21.842.000,00 24.668.177,16-2.826.177,16

Leia mais

Estado drio Grande do Sul Balancete de Verificacao Pag: 1 CONSORCIO - CISGA De 01.01.2015 a 30.04.2015

Estado drio Grande do Sul Balancete de Verificacao Pag: 1 CONSORCIO - CISGA De 01.01.2015 a 30.04.2015 Estado drio Grande do Sul Balancete de Verificacao Pag: 1 100000000000000 ATIVO 746.423,74 521.047,13 478.433,06 789.037,81 110000000000000 ATIVO CIRCULANTE 718.821,28 507.893,92 470.065,45 756.649,75

Leia mais

MUNICÍPIO DE SERRA DO NAVIO PODER LEGISLATIVO CÂMARA MUNICIPAL DE SERRA DO NAVIO

MUNICÍPIO DE SERRA DO NAVIO PODER LEGISLATIVO CÂMARA MUNICIPAL DE SERRA DO NAVIO Em cumprimento ao disposto na Legislação vigente, (Art.101 da Lei nº 4.320/64), os resultados gerais do exercício serão demonstrados no Balanço Orçamentário, Financeiro, Balanço Patrimonial, Demonstração

Leia mais

TÍTULOS PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA TÍTULOS FIXAÇÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA CRÉD. ORÇAM. SUPLEMENTARES DESPESAS CORRENTES . PESSOAL E ENC.

TÍTULOS PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA TÍTULOS FIXAÇÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA CRÉD. ORÇAM. SUPLEMENTARES DESPESAS CORRENTES . PESSOAL E ENC. 1 ANEXO III - PT/MPS Nº 95, DE 06 DE MARÇO DE 2007 DOU DE 07.03.07 MODELOS E INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS SÃO AS EXTRAÍDAS DOS LIVROS, REGISTROS E

Leia mais

VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64

VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64 VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64 Apresentação Este volume compõe o Balanço Geral do Estado do exercício financeiro 2010. Nele são apresentados os anexos exigidos na LEI 4.320/64. LUIZ MARCOS DE LIMA SUPERINTENDENTE

Leia mais

1 - DIRETA MOVIMENTO DO EXERCICIO ATUALIZACAO NEGATIVA DA DIVIDA FUNDADA CANCELAMENTO DE RESTOS A PAGAR

1 - DIRETA MOVIMENTO DO EXERCICIO ATUALIZACAO NEGATIVA DA DIVIDA FUNDADA CANCELAMENTO DE RESTOS A PAGAR FOLHA : 1 1 - DIRETA 5.926.047.343, 06 VARIACOES PASSIVAS 4.000.704.988,43 5.926.047.343,06 3.588.078.954,30 2.874.279.889,42 3.167.717.668,63 2.256.034.042,77 1.943.069.122,44 RECEITA DE CONTRIBUICOES

Leia mais

621.927,10 284.748,83 239.680,43 666.995,50 111115099000 F OUTRAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DE LIQUIDEZ IMEDIATA

621.927,10 284.748,83 239.680,43 666.995,50 111115099000 F OUTRAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DE LIQUIDEZ IMEDIATA Código BALANCETE ANALÍTICO CONTÁBIL SIMPLIFICADO BALANCETE - JANEIRO DE 2015 Saldo Inicial Débito Crédito Movimentação Débitos Créditos 111111901000 F BANCOS CONTA MOVIMENTO - DEMAIS CONTAS 621.927,10

Leia mais

MARCIO THUMS SILVANA B.FOSCHIERA ALEX MILANI PREFEITO MUNICIPAL CONTADORA SECRETARIO FINANCAS CPF:770.725.960-20 CPF:998.090.360/00 995.375.

MARCIO THUMS SILVANA B.FOSCHIERA ALEX MILANI PREFEITO MUNICIPAL CONTADORA SECRETARIO FINANCAS CPF:770.725.960-20 CPF:998.090.360/00 995.375. ****** 001 * 000 ***** MUNICIPIO DE NOVA BOA VISTA DATA EMISSAO 22/07/2015 ****** PAGINA 1 ****** A T I V O P A S S I V O ATIVO CIRCULANTE 10.621.908,99 8.978.191,75 PASSIVO CIRCULANTE -647.185,73-601.394,99

Leia mais

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional;

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional; Código: MAP-DIFIN-001 Versão: 00 Data de Emissão: XX/XX/XXXX Elaborado por: Gerência de Contabilidade Aprovado por: Diretoria de Finanças e Informações de Custos 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos

Leia mais

1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 192.402,43 204.602,53 C 1.2 RECEITA DE CONTRIBUIÇOES 181.650,41 190.868,02 C

1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 192.402,43 204.602,53 C 1.2 RECEITA DE CONTRIBUIÇOES 181.650,41 190.868,02 C Balancete para Verificação - Receita - maio / 2014 Pág. : 1 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 192.402,43 204.602,53 C 1.2 RECEITA DE CONTRIBUIÇOES 181.650,41 190.868,02 C 1.2.1 CONTRIBUIÇOES SOCIAS 181.650,41

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA MUN. DE UMUARAMA - FPMU Estado do Paraná

FUNDO DE PREVIDÊNCIA MUN. DE UMUARAMA - FPMU Estado do Paraná FUNDO DE PREVIDÊNCIA MUN. DE UMUARAMA - FPMU Estado do Paraná CNPJ:09.122.645/0001-71 Exercício: 2014 Balanço Financeiro do Regime Próprio de Previdência Social Art. 103 da Lei 4.320/1964 no Período de

Leia mais

5 Análise do Balanço Patrimonial

5 Análise do Balanço Patrimonial 5 Análise do Balanço Patrimonial Essa análise tem por finalidade confrontar os dados e valores que constituem o Balanço Patrimonial correspondente ao exercício de 2002, com os do mesmo período de 2001,

Leia mais

SANTA CATARINA INST. DE PREV. DOS SERV.PUB. DO MUNIC. DE JOACABA

SANTA CATARINA INST. DE PREV. DOS SERV.PUB. DO MUNIC. DE JOACABA Balanço Patrimonial - Anexo 14 Administração Indireta - Ativo Passivo Títulos Valor R$ Títulos Valor R$ ATIVO FINANCEIRO 6.481.282,92 DISPONIVEL 65.938,04 BANCO C/ MOVIMENTO 65.938,04 APLICACOES FINANCEIRAS

Leia mais

Balanço Geral Fundo de Manutenção da Iluminação Pública

Balanço Geral Fundo de Manutenção da Iluminação Pública Secretaria Municipal de Infra-Estrutura Contabilidade Geral do Município Balanço Geral Fundo de Manutenção da Iluminação Pública Exercício 2008 JÂNIO WASHINGTON BARBOSA DA CUNHA SECRETÁRIO DE INFRA-ESTRUTURA

Leia mais

Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Habitação

Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Habitação Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Habitação Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Habitação SECRETARIA MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO URBANO, MEIO

Leia mais

CONTABILIDADE PÚBLICA *

CONTABILIDADE PÚBLICA * NIVELAMENTO EM CONTABILIDADE CONCEITOS DE CONTABILIDADE GOVERNAMENTAL CONTABILIDADE PÚBLICA * Professor ALBANIR RAMOS 2006 Contabilide Contabilide Pública Governamental é uma especialização Contabilide

Leia mais

SANTA CATARINA 1.1.2.1.9.99.00.00.00.0847 (49280) F CAIXA ECONOMICA FEDERAL C/POUPANÇA 16.290,65D 81,45 0,00

SANTA CATARINA 1.1.2.1.9.99.00.00.00.0847 (49280) F CAIXA ECONOMICA FEDERAL C/POUPANÇA 16.290,65D 81,45 0,00 Saldo Atual Agosto 1/11 1 ATIVO CIRCULANTE 52.433.883,22D 8.025.234,70D 6.219.762,87 1.993.560,05 4.801.778,99 1.596.845,70 53.851.867,10D DISPONÍVEL EM MOEDA NACIONAL 4.671.088,56D 1.020.406,80 8.421.949,05D

Leia mais

Governo do Estado da Bahia Secretaria da Fazenda Plano de Contas 1 /44. Apresentação

Governo do Estado da Bahia Secretaria da Fazenda Plano de Contas 1 /44. Apresentação Governo do Estado da Bahia Secretaria da Fazenda Plano de Contas 1 /44 Apresentação Este Plano de Contas tem o propósito de atender, de maneira uniforme e sistematizada, ao registro contábil dos atos e

Leia mais

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 99.562,86D 118.646,81D 1/9 ATIVO CAIXA CONTA CIRCULANTE E ÚNICA EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL - CONSOLIDAÇÃO 97.962,86D 250.343,95 231.260,00

Leia mais

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina BALANÇO PATRIMONIAL Em 31/12/2014 - Encerramento 9.817.136,65 40.159.587,34. Prazo 104.

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina BALANÇO PATRIMONIAL Em 31/12/2014 - Encerramento 9.817.136,65 40.159.587,34. Prazo 104. ATIVO PASSIVO Ativo Circulante Caixa e Equivalentes de Caixa - Bancos Conta Movimento - Demais Contas Rede Bancária - Arrecadação Aplicações Financeiras de Liquidez Imediata - Intra OFSS Recursos Liberados

Leia mais

BALANÇO FINANCEIRO 2013

BALANÇO FINANCEIRO 2013 ANO. 2014 DO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DA FEIRA - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Conceição da Feira, Estado Da Bahia Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. BALANÇO FINANCEIRO 2013 Conceição

Leia mais

RECEITAS ORCAMENTARIAS PREVISAO INCIAL PREVISAO ATUALIZADA RECEITAS REALIZADAS SALDO (a) (b) c=(b-a)

RECEITAS ORCAMENTARIAS PREVISAO INCIAL PREVISAO ATUALIZADA RECEITAS REALIZADAS SALDO (a) (b) c=(b-a) FUNDACAO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI BALANÇO ORÇAMENTÁRIO Exercício 2015 RECEITAS ORCAMENTARIAS PREVISAO INCIAL PREVISAO ATUALIZADA RECEITAS REALIZADAS SALDO (a) (b) c=(b-a) RECEITAS CORRENTES 4.639.895,29

Leia mais

Este Plano de Contas será atualizado pela Gerência de Normas da Diretoria da Contabilidade Pública Genor/Dicop.

Este Plano de Contas será atualizado pela Gerência de Normas da Diretoria da Contabilidade Pública Genor/Dicop. Governo do Estado da Bahia Secretaria da Fazenda P l a n o d e C o n t a s 1 /3 Apresentação Este Plano de Contas tem o propósito de atender, de maneira uniforme e sistematizada, ao registro contábil dos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE/TO Nº 002, de 11 de julho de 2007.

INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE/TO Nº 002, de 11 de julho de 2007. INSTRUÇÃO NORMATIVA TCE/TO Nº 002, de 11 de julho de 2007. Dispõe sobre a obrigatoriedade de utilização do plano de contas único e vinculação de recursos e finalidade por parte da administração direta

Leia mais

CONTABILIDADE PÚBLICA JOSE CARLOS GARCIA DE MELLO

CONTABILIDADE PÚBLICA JOSE CARLOS GARCIA DE MELLO CONTABILIDADE PÚBLICA JOSE CARLOS GARCIA DE MELLO Existe conceito de Contabilidade como um todo. Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação e controle relativas aos atos e

Leia mais

BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013

BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO SECRETARIA DA FAZENDA BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013 Receita Despesa ORÇAMENTÁRIA (1) ORÇAMENTÁRIA (5) Receitas Orçamentárias Despesas

Leia mais

Balanço Geral Fundo Municipal de Previdência de Palmas

Balanço Geral Fundo Municipal de Previdência de Palmas Fundo Municipal de Previdência de Palmas Contabilidade Geral do Município Balanço Geral Fundo Municipal de Previdência de Palmas Exercício 2008 MARLY COUTINHO AGUIAR PRESIDENTE DO PREVIPALMAS MIGUEL ANGELO

Leia mais

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 129.967,90D 130.464,22D 1/8 1.1.1.1.1.01 ATIVO CIRCULANTE 54.320,75D 54.817,07D E EQUIVALENTES CAIXA MOEDA NACIONAL - CONSOLIDAÇÃO 51.666,68D 497.996,11

Leia mais

APAE - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE DIADEMA Demonstrações financeiras de 2013 comparativo 2012 BALANÇO PATRIMONIAL

APAE - ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE DIADEMA Demonstrações financeiras de 2013 comparativo 2012 BALANÇO PATRIMONIAL BALANÇO PATRIMONIAL A T I V O 2013 2012 ATIVO CIRCULANTE 500.580 566.437 DISPONIBILIDADES 477.026 544.078 Caixa e Bancos Recursos Livres - Assistência Social 6.774 23.649 Bancos Recursos Terceiros - Assistência

Leia mais

Federação Catarinense de Municípios - FECAM

Federação Catarinense de Municípios - FECAM 1 ATIVO 15.470.645,59 D 1.868.262,08 1.622.738,10 15.716.169,57 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 842.250,38 D 736.854,40 733.295,05 845.809,73 D 1.1.1 DISPONIVEL 842.250,38 D 736.854,40 733.295,05 845.809,73 D 1.1.1.1

Leia mais

Balancete De Verificacao Do Sistema Patrimonial Plano PCASP-MT Atributo: Todos Março / 2016

Balancete De Verificacao Do Sistema Patrimonial Plano PCASP-MT Atributo: Todos Março / 2016 Março / 2016 1 ATIVO 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL 1.1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL - CONSOLIDACAO

Leia mais

WORKSHOP II Curso Básico de Contabilidade Pública, conforme a Lei 4.320/64. Marcus Vinicius P. de Oliveira e Equipe técnica da Pi Contabilidade

WORKSHOP II Curso Básico de Contabilidade Pública, conforme a Lei 4.320/64. Marcus Vinicius P. de Oliveira e Equipe técnica da Pi Contabilidade WORKSHOP II Curso Básico de Contabilidade Pública, conforme a Lei 4.320/64. Marcus Vinicius P. de Oliveira e Equipe técnica da Pi Contabilidade 1 Objetivo do Workshop Apresentar os principais conceitos

Leia mais

Total 420.044.577,42 Total 420.044.577,42

Total 420.044.577,42 Total 420.044.577,42 Anexo 01 Demonstrativo da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas RECEITA DESPESA RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES RECEITA PATRIMONIAL 1.324.567,17 JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA 0,00 RECEITA

Leia mais

NOVAS DIRETRIZES PARA A CONTABILIDADE MUNICIPAL ISAAC DE OLIVEIRA SEABRA TCE-PE

NOVAS DIRETRIZES PARA A CONTABILIDADE MUNICIPAL ISAAC DE OLIVEIRA SEABRA TCE-PE NOVAS DIRETRIZES PARA A CONTABILIDADE MUNICIPAL ISAAC DE OLIVEIRA SEABRA TCE-PE CENÁRIO ANTERIOR Gestão Dívida Financeira Pública ORÇAMENTO PUBLICO Contabilidade Receita e Despesa Demonstrativos Contábeis:

Leia mais

Exercício de 2010. Data de Emissão: 14 de abril de 2010

Exercício de 2010. Data de Emissão: 14 de abril de 2010 Exercício de 2010 Data de Emissão: 14 de abril de 2010 1 - OBJETIVO A TABELA DE EVENTOS E O INSTRUMENTO UTILIZADO PELAS UNIDADES GESTORAS NO PREENCHIMENTO DAS TELAS E/OU DOCUMENTOS DE ENTRADA NO SIAFI

Leia mais

a) Notas explicativas às demonstrações contábeis 1 Constituição, objetivo social e contexto operacional

a) Notas explicativas às demonstrações contábeis 1 Constituição, objetivo social e contexto operacional a) Notas explicativas às demonstrações contábeis 1 Constituição, objetivo social e contexto operacional O Conselho Regional de Administração de São Paulo, vinculado ao Conselho Federal de Administração,

Leia mais

Balanço Patrimonial. Art. 105. O Balanço Patrimonial demonstrará: I o Ativo Financeiro

Balanço Patrimonial. Art. 105. O Balanço Patrimonial demonstrará: I o Ativo Financeiro Segundo o MCASP, o é a demonstração contábil que evidencia, qualitativa e quantitativamente, a situação patrimonial da entidade pública, por meio de contas representativas do patrimônio público, além das

Leia mais

SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014

SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 SIND.TRAB.EM.EMPR.PLAN.DES.URBANO-SINCOHAB C.N.P.J: 66.661.372/0001-77 BALANÇO PATRIMONIAL ENCERRADO EM 31/12/2014 CONTAS DO ATIVO DE 2014 DE 2013 Fls.: 051 DE 2012 CIRCULANTE DISPONÍVEL 6.204,56 6.866,64

Leia mais

Balancete de Verificação - 2012 Exercício Sistemas SANTA CATARINA SAMAE - SERV. AUT. MUN. AGUA E ESGOTO RIO NEGRINHO

Balancete de Verificação - 2012 Exercício Sistemas SANTA CATARINA SAMAE - SERV. AUT. MUN. AGUA E ESGOTO RIO NEGRINHO Máscara Sist. ContábilDescrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual1/13 1 ATIVO CIRCULANTE 38.326.707,75D 860.922,48D 24.209.285,96 2.662.880,50 7.642.844,41 2.021.166,24 54.893.149,30D DISPONÍVEL

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SETE LAGOAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SETE LAGOAS Pág. 1 / 16 100000000000000 ATIVO 150.539.364,04 15.989.595,99 162.604.403,49 3.924.556,54 110000000000000 ATIVO CIRCULANTE 6.732.921,65 12.694.844,43 16.199.741,44 3.228.024,64 111000000000000 DISPONIVEL

Leia mais

Balancete. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06. Créditos. Conta. Página:1/24

Balancete. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06. Créditos. Conta. Página:1/24 Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06 Balancete Período: 01/05/2015 a 31/05/2015 Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 660.339,65D 383.449,46 379.045,53 664.743,58D

Leia mais

BALANÇO ORÇAMENTÁRIO DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Créditos Orçamentários e Suplementares

<ESFERA DE GOVERNO> BALANÇO ORÇAMENTÁRIO DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL <PERÍODO DE REFERÊNCIA> Créditos Orçamentários e Suplementares $1(;2,,,6(*81'2$370361ž$78$/,=$'$3(/$370361žH370361ž 02'(/26(,16758d (6'(35((1&+,0(172'$6'(021675$d (6&217È%(,6 Os Regimes Próprios de Previdência Social deverão elaborar, anualmente, as seguintes Demonstrações

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS MARCONI FERREIRA PERILLO JUNIOR GOVERNADOR DO ESTADO ANA CARLA ABRÃO COSTA SECRETÁRIA DE ESTADO DA FAZENDA

ESTADO DE GOIÁS MARCONI FERREIRA PERILLO JUNIOR GOVERNADOR DO ESTADO ANA CARLA ABRÃO COSTA SECRETÁRIA DE ESTADO DA FAZENDA ESTADO DE GOIÁS MARCONI FERREIRA PERILLO JUNIOR GOVERNADOR DO ESTADO ANA CARLA ABRÃO COSTA SECRETÁRIA DE ESTADO DA FAZENDA ESTADO DE GOIAS SECRETARIA DA FAZENDA SUPERINTENDENTE DE CONTABILIDADE GERAL SUSEL

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS As orientações constantes deste manual devem ser observadas pelas Unidades Gestoras para encerramento do exercício,

Leia mais

Balancete Patrimonial - Sociedade Corretora. Data : 31/03/2012

Balancete Patrimonial - Sociedade Corretora. Data : 31/03/2012 Folha : 1 A T I V O Número da Conta Valor Total Valor Até 90 Dias Valor Após 90 Dias CIRCULANTE E REALIZAVEL A LONGO PRAZO 1.0.0.00.00-7 1.957.341,13 1.882.382,09 74.959,04 DISPONIBILIDADES 1.1.0.00.00-6

Leia mais

11 MODELO DE PLANO DE CONTAS

11 MODELO DE PLANO DE CONTAS 11 MODELO DE PLANO DE CONTAS Apresentamos a seguir uma sugestão de plano de contas, para as empresas de construção civil, utilizável também por aquelas que trabalham com obras por empreitada MODELO DE

Leia mais

XI Semana de d Adminis minis ação Orç Or amen amen ária , Financeira r e d e e d Contr Con a tr t a ações Públi Púb cas

XI Semana de d Adminis minis ação Orç Or amen amen ária , Financeira r e d e e d Contr Con a tr t a ações Públi Púb cas XI Semana de Administração Orçamentária, Financeira e de Contratações Públicas Oficina nº 63 Consultas às Demonstrações Contábeis no SIAFI ABOP Slide 1 XI Semana de Administração Orçamentária, Financeira

Leia mais

2.3 Balanços Públicos: interpretação e análises

2.3 Balanços Públicos: interpretação e análises 77 2.3 Balanços Públicos: interpretação e análises Nesta seção são discutidos os Balanços Públicos, sua interpretação e análises, sendo também observados e comentados aspectos relacionados à construção

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO ATIVO R$ CIRCULANTE 19.549.765,82 17.697.855,44 Disponibilidades 1.222.288,96 946.849,34 Mensalidades a receber 4.704.565,74 4.433.742,86 Endosso para terceiros 1.094.384,84

Leia mais

Balancete Analítico GOVERNO DE ESTADO DO AMAZONAS. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico GOVERNO DE ESTADO DO AMAZONAS. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 157.123.471,49 757.532.824,27 212.013.058,18 702.643.237,58 D 110000000 - Ativo Circulante 37.605.161,54 60.284.824,22 49.434.231,84 48.455.753,92 D 111000000 - Disponivel 37.237.502,93

Leia mais

5.4 Balanço Patrimonial

5.4 Balanço Patrimonial IV - Quociente Financeiro de Execução Os números demonstram, nos três períodos, superávit orçamentário e financeiro, considerando-se também para as despesas em regime de caixa. V - Saldos Financeiros Os

Leia mais

TCE-TCE Auditoria Governamental

TCE-TCE Auditoria Governamental TCE-TCE Auditoria Governamental Pessoal, vou comentar as questões da prova. 61. Considere as informações extraídas do Balanço Orçamentário, referentes ao exercício financeiro de 2014, de uma entidade pública:

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c

Leia mais

12.109,00 12.109,00 384.684,77 384.684,77 30.080,00 30.080,00 211110101000 F SALÁRIOS, REMUNERAÇÕES E BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO

12.109,00 12.109,00 384.684,77 384.684,77 30.080,00 30.080,00 211110101000 F SALÁRIOS, REMUNERAÇÕES E BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO Código MUNICIPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM BALANCETE ANALÍTICO CONTÁBIL SIMPLIFICADO BALANCETE - Saldo Inicial Movimentação s s 111110200999 F BANCOS CONTA MOVIMENTO 443.573,70 313.822,66 257.740,04 499.656,32

Leia mais

PCASP UNIÃO LANÇAMENTOS CONTÁBEIS

PCASP UNIÃO LANÇAMENTOS CONTÁBEIS PCASP UNIÃO LANÇAMENTOS CONTÁBEIS Data de Emissão: 28 de agosto de 2012 Coordenador Geral de Contabilidade e Custos da União Francisco Wayne Moreira Coordenadora de Contabilidade da União Bárbara Verônica

Leia mais

1.1 Relatório Equivalência Subelementos por Classe e Grupo de Patrimônio

1.1 Relatório Equivalência Subelementos por Classe e Grupo de Patrimônio INSTRUÇÃO DE SERVIÇO GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO Nº 011/2013/SATE/SEFAZ ASSUNTO PROCEDIMENTO PARA INCLUSÃO DO DOCUMENTO DE AQS AQUISIÇÃO DE BENS PATRIMONIAIS. ATUALIZADA 15/08/2014. 1.INFORMAÇÕES

Leia mais

Codigo Nivel Contabil TP Descricao UG Fonte Banco Agencia Conta Corrente

Codigo Nivel Contabil TP Descricao UG Fonte Banco Agencia Conta Corrente Estado do Parana Relacao Cadastral do Plano de Contas Folha: 1 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S ATIVO 2 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S ATIVO CIRCULANTE 3 1.1.1.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

Decreto Nº 9.826, de 26 outubro de 2012. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NATAL, no uso de suas atribuições constitucionais e legais,

Decreto Nº 9.826, de 26 outubro de 2012. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NATAL, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, Decreto Nº 9.826, de 26 outubro de 2012 Dispõe sobre procedimentos e prazos relativos ao encerramento do exercício de 2012 e dá outras providências. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NATAL, no uso de suas atribuições

Leia mais

Anexo 14 - BALANÇO PATRIMONIAL

Anexo 14 - BALANÇO PATRIMONIAL Página 1 de 3 CIRCULANTE 17.957.906,23 13.781.064,25 CIRCULANTE 2.918.670,71 3.459.718,41 Caixa e Equivalentes de Caixa 11.326.508,18 CRÉDITOS A CURTO PRAZO Clientes Crédito Tributário a Receber Dívida

Leia mais

2ª edição Ampliada e Revisada. Capítulo 10 Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos

2ª edição Ampliada e Revisada. Capítulo 10 Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos 2ª edição Ampliada e Revisada Capítulo Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos Tópicos do Estudo Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos (Doar). Uma primeira tentativa de estruturar

Leia mais

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Orçamentário da Despesa Exercício : 07/2015

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Orçamentário da Despesa Exercício : 07/2015 Pág. 1 Balancete Orçamentário da Despesa Correção Código Descrição da Despesa Orçado Orçamento Exp./Ext. Suplementação Anulação Rec.Autorizado Empenhado Cancelado Saldo Órgão : 06 02.195.968/0001-46 0000

Leia mais

ANEXO III 280.864,02 264.833,28 39.905,58 37.578,73 18.357,59 0,00 271.900,62 264.843,53 39.905,58 37.578,73 9.383,94 0,00

ANEXO III 280.864,02 264.833,28 39.905,58 37.578,73 18.357,59 0,00 271.900,62 264.843,53 39.905,58 37.578,73 9.383,94 0,00 100000000 ATIVO 110000000 ATIVO CIRCULANTE 111000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 111100000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL 111110000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL -

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RORAIMA

NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RORAIMA NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RORAIMA 1. CONTEXTO ORGANIZACIONAL O Tribunal de Contas é um órgão com autonomia orçamentária e financeira de auxílio ao

Leia mais

LIVRO: MANUAL DE CONTABILIDADE PÚBLICA UM ENFOQUE NA CONTABILIDADE MUNICIPAL. VALMOR SLOMS KI, 2ª ED. 2009, ED. ATLAS, SP.

LIVRO: MANUAL DE CONTABILIDADE PÚBLICA UM ENFOQUE NA CONTABILIDADE MUNICIPAL. VALMOR SLOMS KI, 2ª ED. 2009, ED. ATLAS, SP. Com base no Balanço Patrimonial encerrado em 31 de dezembro de 2010 e na Lei de Orçamento Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2011, efetue os registros contábeis e apure os Balanços Orçamentário,

Leia mais

Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº 4.

Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº 4. PREVIDENCIA SOCIAL DO MUN. DE CAMPINA GRANDE DO SUL ESTADO DO PARANÁ Demonstração da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Adendo II a Portaria SOF nº 08, de 04/02/1985 Anexo I, da Lei nº

Leia mais

RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES ,47 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA

RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES ,47 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA ANEXO 1 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA E DESPESA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS Outubro / 2011 Orçamento Fiscal, da Seguridade Social e de Investimentos. Adendo II à

Leia mais

1 42.207.934,40D 20.729.608,09 5.209.172,94 Saldo 57.728.369,55D Atual1/12

1 42.207.934,40D 20.729.608,09 5.209.172,94 Saldo 57.728.369,55D Atual1/12 1 42.207.934,40D 20.729.608,09 5.209.172,94 Saldo 57.728.369,55D Atual1/12 ATIVO DISPONÍVEL CIRCULANTE EM MOEDA NACIONAL 646.799,30D 2.545.854,83 1.835.236,91 1.357.417,22D BANCOS MOVIMENTO 1.1.1.1.2.99.02.00.00.0001

Leia mais

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO 11º Congresso Catarinense de Secretários de Finanças, Contadores Públicos e Controladores Internos Municipais ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO 1 Professor João Eudes Bezerra

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO - DCASP Novas Demonstrações Contábeis do Setor Público DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO SETOR PÚBLICO Englobam todos os fatos contábeis e atos que interessam

Leia mais

CURSO ON-LINE - PROFESSOR: DEUSVALDO CARVALHO RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE CONTABILIDADE PÚBLICA APO MPOG

CURSO ON-LINE - PROFESSOR: DEUSVALDO CARVALHO RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE CONTABILIDADE PÚBLICA APO MPOG RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE CONTABILIDADE PÚBLICA APO MPOG CONCURSO: APO/MPOG/2010 66. (ESAF APO/MPOG/2010) Assinale a opção verdadeira a respeito do objeto, regime e campo de aplicação da contabilidade

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 Consorcio Publico do Extremo Sul

Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 Consorcio Publico do Extremo Sul Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO 6.735,34 8.034,62 4.211,61 10.558,35 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE 6.735,34 8.034,62

Leia mais

Serviço Público Municipal Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ: 14.235.253/0001-59 PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015.

Serviço Público Municipal Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ: 14.235.253/0001-59 PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015. PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015. Estabelece os procedimentos e as normas a serem adotados pelos órgãos e entidades da administração pública estadual direta e indireta, para o encerramento anual

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS UNILA

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS UNILA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS UNILA Exercício Financeiro de 2013 CCF/PROPLAN MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS COORDENADORIA

Leia mais

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público Plano de Contas Aplicado ao Setor Público Fonte: Apresentação da Coordenação Geral de Contabilidade STN/CCONT do Tesouro Nacional Última Atualização: 14/09/2009 1 Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA GRANDE

PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRA GRANDE PERIODO DE: Janeiro A T I V O S P A S S I V O Exercicio Exercicio Exercicio Exercicio E s p e c i f i c a c a o Atual Anterior E s p e c i f i c a c a o Atual Anterior ATIVO CIRCULANTE 2.668.911,71 1954.150,39PASSIVO

Leia mais