Balanço Geral Fundo de Manutenção da Iluminação Pública

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Balanço Geral Fundo de Manutenção da Iluminação Pública"

Transcrição

1 Secretaria Municipal de Infra-Estrutura Contabilidade Geral do Município Balanço Geral Fundo de Manutenção da Iluminação Pública Exercício 2008

2 JÂNIO WASHINGTON BARBOSA DA CUNHA SECRETÁRIO DE INFRA-ESTRUTURA MIGUEL ANGELO COSTA LACERDA DIRETOR DE CONTROLE INTERNO NELSON DA SILVA BRITO GERENTE DE CONTABILIDADE

3 EQUIPE TÉCNICA COLABORADORES ANTÔNIO JOSÉ DE NOVAES CHEFE DE DIVISÃO DE EVOLUÇÃO PATRIMONIAL INÁCIA DE JESUS PIMENTEL DE OLIVEIRA CHEFE DE DIVISÃO DE RESULTADOS FINANCEIROS CÉSAR NOBRE DA SILVA CHEFE DE DIVISÃO DE REGISTRO E CONTROLE GLAYCE DE SÁ TAVARES MARCIANO GERENTE DE EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DAVID FERREIRA DOS SANTOS CHEFE DE DIVISÃO DE DIVULGAÇÃO E INFORMAÇÕES FINANCEIRAS JUSSILEIDE ALVES LOPES CHEFE DE DIVISÃO DE CONTROLE DE CRÉDITO E RESULTADOS LUDMYLA SALES SOARES CHEFE DE DIVISÃO DE REGISTRO E EXECUÇÃO CONTÁBIL GRUPO ASSESSOR PÚBLICO NELSON DA SILVA BRITO GERENTE DE CONTABILIDADE PEDRO LOPES DA SILVA DIRETOR DE ADIMINISTRAÇÃO FINANCEIRA SUENY CECIM DA SILVA GERENTE DE DÍVIDA PÚBLICA

4 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO NOTA EXPLICATIVA ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS RELATÓRIOS CONSOLIDADOS LEI Nº 4.320/ Demonstrativo da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas Anexo Balanço Orçamentário Anexo Balanço Financeiro Anexo Balanço Patrimonial Anexo Comparativo dos Balanços Patrimoniais Anexo 14A Demonstrativo das Variações Patrimoniais Anexo Demonstrativo da Dívida Flutuante Anexo Demonstrativo do Ativo Realizável Anexo DEMONSTRATIVOS CONSOLIDADOS DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA Comparativo da Receita Orçada com a Arrecadada Anexo Demonstrativo da Despesa Orçamentária Autorizada com Realizada por Categoria Econômica e Elemento de Despesa Anexo Demonstrativo da Despesa por Funções, Subfunções, Programas, Projetos, Atividades, Fontes de Recursos e Categorias Econômicas Anexo 9A Demonstrativo de Acompanhamento da Execução Orçamentária Anexo 11 Fonte Resumido Demonstrativo da Execução Orçamentária por Programa e Ação Anexo Demonstrativo de Restos a Pagar por Programa de Trabalho Demonstrativo de Restos a Pagar por Unidade/Fonte Balancete Contábil DEMONSTRATIVO DOS VALORES FÍSICO/FINANCEIRO DO ALMOXARIFADO DEMONSTRATIVO DE BENS MÓVEIS ADQUIRIDOS...37

5 Página5 APRESENTAÇÃO A Contabilidade Geral do Município tem a honra de apresentar o Balanço Geral do Fundo de Manutenção da Iluminação Pública relativo ao exercício financeiro de 2008, que nos termos do artigo 40, inciso vii da Constituição Estadual e Instrução Normativa do TCE - TO nº 06 de 15 de Outubro de 2008, constitui a Prestação de Contas que o Ordenador de Despesa deve apresentar anualmente à Egrégia Corte de Contas. O Balanço Geral está elaborado em conformidade com as normas brasileiras de contabilidade e seguindo os critérios e princípios constantes na Lei Federal nº 4.320/64 e Lei Complementar Federal nº 101/2000 (LRF).

6 Página6 NOTA EXPLICATIVA ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS As demonstrações contábeis foram elaboradas de acordo com preceitos que rege a Lei Federal nº 4.320/64, Lei Complementar nº Lei de Responsabilidade Fiscal e Lei Orçamentária nº de 26 de dezembro de 2007, publicada no Diário Oficial do Estando nº de 28 de dezembro de 2007 e Decreto Municipal de Execução Orçamentária nº 01, de 02 de janeiro de As informações contidas nos demonstrativos contábeis foram extraídas do Sistema de Execução Orçamentária, Financeira e Patrimonial Assessor Público. Os Restos a Pagar Processados Inscritos no exercício financeiro de 2008, equivalem as liquidadas e não pagas, referente a despesa de pessoal, encargos sociais, consignações e diversos credores, enquanto que os Restos a Pagar não Processados inscritos, trata-se, de saldos de notas de empenhos não liquidados até o término do exercício de 2008, registrados nos termos do art. 36, e do parágrafo único do art. 103 da Lei nº 4.320/64, art. 42 da Lei Complementar nº 101/2000 Lei de Responsabilidade Fiscal. O saldo financeiro correspondente aos recursos ordinários para saldar os compromissos a pagar nos exercícios seguintes, referente a mesma origem de recursos estão na composição da Conta Única do Tesouro Municipal, centralizada e administrada pela Secretaria Municipal de Finanças. O déficit que poderá apresentar em determinadas Unidades Orçamentárias no Balanço Orçamentário Anexo 12, é correspondente ao saldo de Restos a Pagar e de Depósitos Consignados a Pagar da execução orçamentária do exercício financeiro de 2008 provenientes de recursos ordinários, transferidos através de Cotas Financeiras. Tendo em vista que a transação Cotas Financeiras Concedidas e Recebidas somente se consolida quando é efetivamente pago a ordem de pagamento. Nelson da Silva Brito Gerente de Contabilidade

7 Página7 2. RELATÓRIOS CONSOLIDADOS LEI Nº 4.320/64

8 Página8 Sistema de Contabilidade Municipal Unidade Gestora: Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Gestão: Administração Fundos Anexo 1 - Demostrativo da Receita e Despesa Segunda as Categorias Econômicas DEMONSTRATIVO DA RECEITA E DESPESA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS - ANEXO 1 Exercício: 2008 Período até: Dezembro Tipo: Empenhado Anexo - 1 LEI 4.320/64 R E C E I T A D E S P E S A TÍTULOS R$ R$ TÍTULOS R$ R$ RECEITAS CORRENTES ,88 DESPESAS CORRENTES ,72 RECEITAS TRIBUTÁRIAS PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES ,50 JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA INTERNA RECEITA PATRIMONIAL 3.346,38 OUTRAS DESPESAS CORRENTES ,72 RECEITA AGROPECUÁRIA RECEITA DE SERVIÇOS TRANSFERÊCIAS CORRENTES OUTRAS RECEITAS CORRENTES DEDUÇÃO PARA FORMAÇÃO DO FUNDEB RECEITAS CORRENTES - INTRA-ORÇAMENTARIAS DESPESAS CORRENTES INTRA-ORÇAMENTÁRIAS RECEITA CONTRIBUIÇÕES - INTRA-ORÇAMENTARIAS OBRIGAÇÕES PATRONAIS - INTRA-ORÇAMENTARIAS DESPESAS EXERCÍCIOS ANTERIORES - INTRA-ORÇAMENTARIAS TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS RECEBIDAS ,79 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS CONCEDIDAS COTAS RECEBIDAS ,79 COTAS CONCEDIDAS CONTRIBUIÇÕES PATRONAIS RECEBIDAS - RPPS CONTRIBUIÇÕES PATRONAIS CONCEDIDAS DÉFICIT ,05 SUPERÁVIT SOMA ,72 SOMA , SUPERÁVIT DO ORÇAMENTO CORRENTE DÉFICIT DO ORÇAMENTO CORRENTE ,05 RECEITAS DE CAPITAL DESPESA DE CAPITAL ,60 OPERAÇÕES DE CRÉDITO INVESTIMENTOS ,60 ALIENAÇÃO DE BENS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS AMORTIZAÇÃO DA DíVIDA INTERNA TRANSFERÊCIAS DE CAPITAL D É F I C I T ,65 S U P E R Á V I T SOMA ,65 SOMA , T O T A L ,37 T O T A L ,37 RECEITAS CORRENTES RECEITAS CORRENTES INTRA-ORÇAMENTÁRIAS TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS RECEBIDAS RECEITAS DE CAPITAL DÉFICIT T O T A L Assessor Público - 13/03/ :03:56 - Usuário: SUENY R E S U M O ,88 DESPESAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES INTRA-ORÇAMENTÁRIAS ,79 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS CONCEDIDAS DESPESAS DE CAPITAL ,65 SUPERÁVIT , , ,32 T O T A L ,32

9 Página9 Sistema de Contabilidade Municipal Unidade Gestora: Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Gestão: Administração Fundos Anexo 12 - Balanço Orçamentário TÍTULOS R E C E I T A PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA (a) (b) (c) = (b - a) BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - ANEXO 12 TÍTULOS D E S P E S A Exercício: 2008 Período até: Dezembro Tipo: Empenhado Anexo - 12 LEI 4.320/64 FIXADA EXECUÇÃO DIFERENÇA (d) (e) (f) = (e - d) CRÉDITOS ORÇAMENTÁRIOS, SUPLEMENTARES E ESPECIAIS , ,32 ( ,81) RECEITAS CORRENTES ,88 (22.010,12) CRÉDITOS ORÇAMENTÁRIOS, SUPLEMENTARES E ESPECIAIS , ,32 ( ,81) DESPESAS CORRENTES , ,72 ( ,81) RECEITAS TRIBUTÁRIAS PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES , ,50 JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA INTERNA RECEITA PATRIMONIAL 3.346, ,38 OUTRAS DESPESAS CORRENTES , ,72 ( ,81) RECEITA AGROPECUÁRIA RECEITA DE SERVIÇOS DESPESAS CORRENTES - INTRA-ORÇAMENTARIAS TRANSFERÊCIAS CORRENTES (200.00) OBRIGAÇÕES PATRONAIS - INTRA-ORÇAMENTARIAS OUTRAS RECEITAS CORRENTES DESPESAS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES - INTRA- DEDUÇÃO DA RECEITA CORRENTE DESPESA DE CAPITAL , ,60 (50.00) RECEITAS CORRENTES - INTRA-ORÇAMENTARIAS INVESTIMENTOS , ,60 (50.00) RECEITA CONTRIBUIÇÕES - INTRA-ORÇAMENTARIAS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA INTERNA RECEITAS DE CAPITAL (50.00) RESERVA DE CONTINGÊNCIA OPERAÇÕES DE CRÉDITO ALIENAÇÃO DE BENS AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS TRANSFERÊCIAS DE CAPITAL (50.00) OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS RECEBIDAS , , ,66 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS CONCEDIDAS COTAS RECEBIDAS , , ,66 COTAS CONCEDIDAS CONTRIBUIÇÕES PATRONAIS RECEBIDAS - RPPS CONTRIBUIÇÕES PATRONAIS CONCEDIDAS S O M A D É F I C I T , , ,54 S O M A , ,32 ( ,81) ,65 ( ,35) S U P E R Á V I T T O T A L SALDOS DE EXERCICIOS ANTERIORES - SUPERÁVIT FINANCEIRO , ,32 ( ,81) T O T A L , ,32 ( ,81) (300.00) Assessor Público - 25/03/ :53:25 - Usuário: SUENY

10 Página10 Sistema de Contabilidade Municipal Unidade Gestora: Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Gestão: Administração Fundos Anexo 13 - Balanço Financeiro BALANÇO FINANCEIRO - ANEXO 13 RECEITA DESPESA Exercício: 2008 Período até: Dezembro Tipo: Empenhado Anexo - 13 LEI 4.320/64 TÍTULOS R$ R$ R$ TÍTULOS R$ R$ R$ ORÇAMENTÁRIAS ,88 ORÇAMENTÁRIAS ,32 RECEITA CORRENTES ,88 DESPESAS CORRENTES ,72 RECEITA TRIBUTÁRIA PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS RECEITA DE CONTRIBUIÇÃO ,50 JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA RECEITA PATRIMONIAL 3.346,38 OUTRAS DESPESAS CORRENTES ,72 RECEITA AGROPECUÁRIA RECEITA DE SERVIÇOS DESPESAS CORRENTES - INTRA-ORÇAMENTARIAS TRANSFERÊNCIAS CORRENTES OBRIGAÇÕES PATRONAIS - INTRA-ORÇAMENTARIAS OUTRAS RECEITAS CORRENTES DESPESAS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES - INTRA-ORÇAMENTÁRIAS DEDUÇÃO DA REC. P/FORMAÇÃO FUNDEB DESPESAS DE CAPITAL ,60 RECEITAS CORRENTES - INTRA-ORÇAMENTARIAS INVESTIMENTOS ,60 RECEITA CONTRIBUIÇÕES - INTRA-ORÇAMENTARIAS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA RECEITA DE CAPITAL OPERAÇÕES DE CRÉDITO ALIENAÇÃO DE BENS AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL COTAS RECEBIDAS ,79 COTAS CONCEDIDAS COTAS RECEBIDAS ,79 COTAS CONCEDIDAS COTA FINANCEIRA ,79 COTA FINANCEIRA CONTRIBUIÇÕES PATRONAIS RECEBIDAS - RPPS CONTRIBUIÇÕES PATRONAIS CONCEDIDAS - RPPS EXTRA-ORÇAMENTÁRIA ,66 EXTRA-ORÇAMENTÁRIA ,05 INSCRIÇÃO DA DÍVIDA FLUTUANTE ,66 PAGAMENTO DA DÍVIDA FLUTUANTE ,05 CONSIGNAÇÕES ,88 CONSIGNAÇÕES ,10 FORNECEDORES E CREDORES A PAGAR ,32 FORNECEDORES E CREDORES A PAGAR ,32 PESSOAL A PAGAR PESSOAL A PAGAR PIS/PASEP A RECOLHER - EMPREGADOR PIS/PASEP A RECOLHER - EMPREGADOR RESTOS A PAGAR RESTOS A PAGAR ,17 DESPESA NÃO PROCESSADA DESPESA NÃO PROCESSADA PRECATÓRIOS A PAGAR PRECATÓRIOS A PAGAR OUTROS CREDORES OUTROS CREDORES ORDENS PAGTO.E/OU CH.EM TRÂNSITO ,46 ORDENS PAGTO.E/OU CH.EM TRÂNSITO ,46 CAUÇÃO CAUÇÃO DEPOSITOS JUDICIAIS DEPOSITOS JUDICIAIS RECEBIMENTO A CLASSIFICAR RECEBIMENTO A CLASSIFICAR RECEBIMENTO DE VALORES REALIZÁVEIS INSCRIÇÃO DE VALORES REALIZÁVEIS ANTEC. RECEITA DOS MUN. ANTEC. RECEITA DOS MUN. CREDITOS A RECEBER CREDITOS A RECEBER OUTROS DEVEDORES OUTROS DEVEDORES DIVERSOS RESPONSÁVEIS DIVERSOS RESPONSÁVEIS DEPOSITOS JUDICIAIS DEPOSITOS JUDICIAIS VALORES EM TRANSITO VALORES EM TRANSITO EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS SALDO DO PERÍODO ANTERIOR ,01 SALDO DO PERÍODO SEGUINTE ,97 DISPONÍVEL ,01 DISPONÍVEL ,97 BANCO CONTA MOVIMENTO - GESTÃO MUNICIPAL ,01 BANCO CONTA MOVIMENTO - GESTÃO MUNICIPAL ,97 BANCO CONTA MOVIMENTO - GESTÃO RPPS BANCO CONTA MOVIMENTO - GESTÃO RPPS APLICAÇÕES FINANCEIRAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DE CURTO PRAZO DE CURTO PRAZO CADERNETA DE POUPANÇA CADERNETA DE POUPANÇA FUNDO DE INVESTIMENTO - RPPS FUNDO DE INVESTIMENTO - RPPS AGENTES ARRECADADORES AGENTES ARRECADADORES AGENTES ARRECADADORES AGENTES ARRECADADORES T O T A L ,34 T O T A L ,34 Assessor Público - 25/03/ :52:22 - Usuário: SUENY

11 Página11 Sistema de Contabilidade Municipal Unidade Gestora: Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Gestão: Administração Fundos Anexo 14 - Balanço Patrimonial ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO Exercício: 2008 Período até: Dezembro Anexo - 14 LEI 4.320/64 TÍTULOS R$ R$ R$ TÍTULOS R$ R$ R$ ATIVO FINANCEIRO ,01 PASSIVO FINANCEIRO 6.846,65 DISPONÍVEL ,97 DÍVIDA FLUTUANTE 6.846,65 BANCO CONTA MOVIMENTO - GESTÃO MUNICIPAL ,97 CONSIGNAÇÕES 6.827,45 BANCO CONTA MOVIMENTO - GESTÃO RPPS FORNECEDORES E CREDORES PESSOAL A PAGAR APLICAÇÕES FINANCEIRAS ENCARGOS SOCIAIS A RECOLHER - EMPREGADOR DE CURTO E MÉDIO PRAZOS RESTOS A PAGAR CADERNETA DE POUPANÇA PRECATÓRIOS A PAGAR FUNDO DE INVESTIMENTO - RPPS OUTROS CREDORES 19,20 AGENTES ARRECADADORES ORDENS DE PAGAMENTO E/OU CHEQUES TRÂNSITO AGENTES ARRECADADORES DEPÓSITOS DE OUTRAS ORIGENS REALIZÁVEL 0,04 DEPÓSITOS E CAUÇÕES CREDITOS DIVERSOS CRÉDITOS DE AGENTES ARRECADADORES OUTROS DEVEDORES 0,04 RECEBIMENTO A CLASSIFICAR DIVERSOS RESPONSAVEIS VALORES EM TRÂNSITOS DEPOSITOS JUDICIAIS EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS ATIVO PERMANENTE (NÃO FINANCEIRO) ,03 BENS E VALORES EM CIRCULAÇÃO - ALMOXARIFADO ,48 ALMOXARIFADO ,48 REALIZÁVEL A LONGO PRAZO DEPÓSITOS E CAUÇÕES REALIZÁVEIS A LONGO PRAZO CRÉDITOS DO MUNICÍPIO DÍVIDA ATIVA BENS IMOBILIZADO ,55 BENS MÓVEIS ,55 BENS MÓVEIS - RPPS BENS IMÓVEIS PASSIVO PERMANENTE IMOBILIZADO EM ANDAMENTO DÍVIDA FUNDADA BENS DE NATUREZA INDUSTRIAL DÍVIDA INTERNA DÍVIDA EXTERNA PRECATORIOS DE EXERCICIOS ANTERIORES SOMA DO ATIVO REAL ,04 SALDO PATRIMONIAL SOMA DO PASSIVO REAL 6.846,65 PASSIVO REAL DESCOBERTO SALDO PATRIMONIAL ,39 ATIVO REAL LÍQUIDO ,39 TOTAL DO ATIVO PATRIMONIAL ,04 TOTAL DO PASSIVO PATRIMONIAL ,04 COMPENSAÇÕES ATIVAS COMPENSAÇÕES PASSIVAS BENS E/OU VALORES EM PODER DE TERCEIROS CONTRAP.DE BENS E/OU VALORES EM PODER TERCEIROS RESP. POR SUPR. DE FUNDOS - EXERC ANT. SUP.DE FUNDOS A COMPROVAR - EXERC. ANTERIOR RESP. POR SUPR. DE FUNDOS - EXERC. SUP.DE FUNDOS A COMPROVAR - EXERC. CONVÊNIOS CONCEDIDOS CONVÊNIOS CONCEDIDOS CONTROLE DE CONTRATOS CONTROLE DE CONTRATOS EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS CAUÇÃO VALORES EM GARANTIA BENS E/OU VALORES DE TERCEIROS CONTRAP.DE BENS E/OU VAL. DE TERCEIROS TÍTULOS RECEBIDOS EM CAUÇÃO TÍTULOS RECEBIDOS EM CAUÇÃO CONVÊNIOS C/TERCEIROS A COMPROVAR CONVÊNIOS C/ TERCEIROS A COMPROVAR Assessor Público - 27/03/ :01:17 - Usuário: SUENY T O T A L ,04 T O T A L ,04

12 Página12 Sistema de Contabilidade Municipal Unidade Gestora: Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Gestão: Administração Fundos Demonstrativo de Comparativo dos Balanços Patrimoniais ATIVO EM COMPARATIVO DOS BALANÇOS PATRIMONIAIS DIFERENÇA PASSIVO EM Exercício: 2008 Período até: Dezembro Anexo - 14A LEI 4.320/64 DIFERENÇA TÍTULOS (a) (b) (c) = (b - a) TÍTULOS (d) (e) (f) = (e - d) ATIVO FINANCEIRO , ,01 ( ,04) PASSIVO FINANCEIRO , ,65 (79.128,23) DISPONÍVEL , ,97 ( ,04) DÍVIDA FLUTUANTE , ,65 (79.128,23) BANCO CONTA MOVIMENTO - GESTÃO MUNICIPAL , ,97 ( ,04) CONSIGNAÇÕES 4.528, , ,78 BANCO CONTA MOVIMENTO - GESTÃO RPPS FORNECEDORES E CREDORES PESSOAL A PAGAR APLICAÇÕES FINANCEIRAS ENCARGOS SOCIAIS A RECOLHER - EMPREGADOR DE CURTO E MÉDIO PRAZOS RESTOS A PAGAR ,01 (81.427,01) CADERNETA DE POUPANÇA PRECATÓRIOS A PAGAR FUNDO DE INVESTIMENTO - RPPS OUTROS CREDORES 19,20 19,20 AGENTES ARRECADADORES ORDENS DE PAGAMENTO E/OU CHEQUES TRÂNSITO AGENTES ARRECADADORES DEPÓSITOS DE OUTRAS ORIGENS REALIZÁVEL 0,04 0,04 DEPÓSITOS E CAUÇÕES CREDITOS DIVERSOS CRÉDITOS DE AGENTES ARRECADADORES OUTROS DEVEDORES 0,04 0,04 RECEBIMENTO A CLASSIFICAR DIVERSOS RESPONSAVEIS VALORES EM TRÂNSITOS DEPOSITOS JUDICIAIS EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS ATIVO PERMANENTE (NÃO FINANCEIRO) , , ,78 BENS E VALORES EM CIRCULAÇÃO - ALMOXARIFADO , ,48 (12.678,82) ALMOXARIFADO , ,48 (12.678,82) REALIZÁVEL A LONGO PRAZO DEPÓSITOS E CAUÇÕES REALIZÁVEIS A LONGO PRAZO CRÉDITOS DO MUNICÍPIO DÍVIDA ATIVA BENS IMOBILIZADO , , ,60 BENS MÓVEIS , , ,60 BENS MÓVEIS - RPPS BENS IMÓVEIS PASSIVO PERMANENTE IMOBILIZADO EM ANDAMENTO DÍVIDA FUNDADA BENS DE NATUREZA INDUSTRIAL DÍVIDA INTERNA DÍVIDA EXTERNA PRECATORIOS DE EXERCICIOS ANTERIORES VALORES DO MUNICÍPIO PARTICIPAÇÃO NO CAPITAL DE EMPRESAS OUTRAS OBRIGAÇÕES SOMA DO ATIVO REAL , ,04 ( ,26) PRECATORIOS DO EXERCICIO SALDO PATRIMONIAL SOMA DO PASSIVO REAL , ,65 (79.128,23) PASSIVO REAL DESCOBERTO SALDO PATRIMONIAL , ,39 (72.523,03) ATIVO REAL LÍQUIDO , ,39 (72.523,03) TOTAL DO ATIVO PATRIMONIAL , ,04 ( ,26) TOTAL DO PASSIVO PATRIMONIAL , ,04 ( ,26) COMPENSAÇÕES ATIVAS COMPENSAÇÕES PASSIVAS BENS E/OU VALORES EM PODER DE TERCEIROS CONTRAP.DE BENS E/OU VALORES EM PODER TERCEIROS RESP. POR SUPR. DE FUNDOS - EXERC ANT. SUP.DE FUNDOS A COMPROVAR - EXERC. ANTERIOR RESP. POR SUPR. DE FUNDOS - EXERC. SUP.DE FUNDOS A COMPROVAR - EXERC. CONVÊNIOS CONCEDIDOS CONVÊNIOS CONCEDIDOS CONTROLE DE CONTRATOS CONTROLE DE CONTRATOS EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS CAUÇÃO VALORES EM GARANTIA BENS E/OU VALORES DE TERCEIROS CONTRAP.DE BENS E/OU VAL. DE TERCEIROS TÍTULOS RECEBIDOS EM CAUÇÃO TÍTULOS RECEBIDOS EM CAUÇÃO CONVÊNIOS C/TERCEIROS A COMPROVAR CONVÊNIOS C/ TERCEIROS A COMPROVAR TOTAL GERAL Assessor Público - 27/03/ :25:18 - Usuário: SUENY , ,04 ( ,26) TOTAL GERAL , ,04 ( ,26)

13 Página13 Sistema de Contabilidade Municipal Unidade Gestora: Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Gestão: Administração Fundos Anexo 15 - Demonstrativo das Variações Patrimoniais DEMONSTRATIVO DAS VARIAÇÕES PATRIMONIAIS - ANEXO 15 VARIAÇÕES ATIVAS VARIAÇÕES PASSIVAS Exercício: 2008 Período até: Dezembro Tipo: Empenhado Anexo - 15 LEI 4.320/64 TÍTULOS R$ R$ R$ TÍTULOS R$ R$ R$ RESULTADO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA RESULTADO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA RECEITA ORÇAMENTÁRIA ,88 DESPESA ORÇAMENTÁRIA ,32 RECEITA CORRENTES ,88 DESPESAS CORRENTES ,72 RECEITA TRIBUTÁRIA PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS RECEITA DE CONTRIBUIÇÃO ,50 J UROS E ENCARGOS DA DÍVIDA RECEITA PATRIMONIAL 3.346,38 OUTRAS DESPESAS CORRENTES ,72 RECEITA AGROPECUÁRIA RECEITA DE SERVIÇOS TRANSFERÊNCIAS CORRENTES OUTRAS RECEITAS CORRENTES DEDUÇÃO DA REC. P/FORMAÇÃO FUNDEF DESPESAS CORRENTES - INTRA-ORÇAMENTARIAS RECEITAS CORRENTES - INTRA-ORÇAMENTARIAS OBRIGAÇÕES PATRONAIS - INTRA-ORÇAMENTARIAS RECEITA CONTRIBUIÇÕES - INTRA-ORÇAMENTARIAS DESPESAS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES - INTRA-ORÇAMENTÁRIAS RECEITA DE CAPITAL DESPESAS DE CAPITAL ,60 ALIENAÇÃO DE BENS INVESTIMENTOS ,60 AMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS INVERSÕES FINANCEIRAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL INTERFERÊNCIAS ATIVAS INTERFERÊNCIAS PASSIVAS ,79 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS ,79 TRANSFERÊNCIAS FINANCEIRAS COTAS RECEBIDAS ,79 COTAS RECEBIDAS CONTRIBUIÇÕES PATRONAIS RECEBIDAS - RPPS CONTRIBUIÇÕES PATRONAIS CONCEDIDAS - RPPS CORRESP. DE VALORES DA DIVIDA CORRESP. DE VALORES DA DIVIDA MUTAÇÕES DAS DESPESAS ,41 MUTAÇÕES DAS RECEITAS AQUISIÇÕES E/OU CONSTRUÇÃO DE BENS ,41 ALIENAÇÃO DE BENS BENS MÓVEIS ,60 BENS MÓVEIS BENS IMÓVEIS BENS IMÓVEIS BENS DE ALMOXARIFADO ,81 TÍTULOS E VALORES INCORPORAÇÃO DE CRÉDITOS LIQUIDAÇÃO DE CRÉDITOS CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMOS EMPRÉSTIMOS CONCEDIDOS DEPÓSITOS REALIZÁVEIS VINCULADOS DÍVIDA ATIVA AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA FUNDADA CONTRATO DA DÍVIDA FUNDADA DÍVIDA INTERNA DÍVIDA INTERNA TOTAL ,08 TOTAL ,32 INDEPENDENTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA INDEPENDENTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA SUPERVENIÊNCIAS ATIVAS INSUBSISTÊNCIAS ATIVAS ,63 INCORPORAÇÕES DE ATIVOS DESINCORPORAÇÃO DE BENS INCORPORAÇÃO DE BENS IMÓVEIS BENS IMÓVEIS INCORPORAÇÃO DE BENS MÓVEIS BENS MÓVEIS CORRESP. VALORES PATRIM.BENS MÓVEIS E IMÓVEIS CORRESP. VALORES PATRIM.BENS MÓVEIS E IMÓVEIS INSCRIÇÃO DE CRÉDITOS BAIXA DE MATERIAIS DE ALMOXARIFADO ,63 DÍVIDA ATIVA MATERIAIS DE CONSUMO ,63 DIVERSOS RESPONSÁVEIS INCORPORAÇÃO E/OU ATUALIZAÇÃO DE VALORES BAIXA DE DIREITOS PARTICIPAÇÃO NO CAPITAL DE EMPRESAS DIVERSOS DEVEDORES OUTROS CREDITOS A RECEBER AJUSTES DE BENS, VALORES E CRÉDITOS CANCELAMENTO DA DÍVIDA ATIVA REAVALIZAÇÃO DE BENS VARIAÇÃO CAMBIAL NEGATIVA AJ USTES DE CRÉDITOS VARIAÇÃO CAMBIAL NEGATIVA INSUBSISTÊNCIA PASSIVAS SUPERVENIÊNCIAS PASSIVAS ,84 DESINCORPORAÇÃO DE PASSIVOS PRECATORIOS CANCELAMENTO DA DÍVIDA FLUTUANTE ,84 INCORPORAÇÃO DE OBRIGAÇÕES RESTOS A PAGAR ,84 OBRIGAÇÕES DE EXERC. ANTERIORES CONSIGNAÇÕES ORDENS DE PG E/OU CH. TRÂNSITO RESTO A PAGAR OUTROS CREDORES VARIAÇÃO MONETÁRIA E/OU CAMBIAL VARIAÇÃO MONETÁRIA E/OU CAMBIAL DÍVIDA INTERNA DÍVIDA INTERNA TOTAL ,84 TOTAL ,63 TOTAL DAS VARIAÇÕES ATIVAS ,92 TOTAL DAS VARIAÇÕES PASSIVAS ,95 TOTAL DAS VARIAÇÕES ATIVAS ,92 TOTAL DAS VARIAÇÕES PASSIVAS ,95 RESULTADO PATRIMONIAL VERIFICADO RESULTADO PATRIMONIAL VERIFICADO DÉFICIT ,03 SUPERÁVIT T O T A L G E R A L ,95 T O T A L G E R A L ,95 Assessor Público - 27/03/ :25:18 - Usuário: SUENY

14 Página14 Sistema de Contabilidade Municipal Unidade Gestora: Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Gestão: Administração Fundos Anexo 17 - Demostrativo de Dívida Flutuante E S P E C I F I C A Ç Ã O Exercício: 2008 Período de 01/01/2008 até 31/12/2008 D E M O N S T R A T I V O D A D Í V I D A F L U T U A N T E Anexo - 17 LEI 4.320/64 M O V I M E N T O D O P E R Í O D O SALDO EM 01/01/2008 SALDO EM 31/12/2008 F I N A N C E I R O V A R I A Ç Õ E S P A T R I M O N I A I S PAGAMENTO INSCRIÇÃO ENCAMPAÇÃO CANCELAMENTO CONSIGNAÇÕES CONSIGNAÇÕES 4.528, , , ,45 S O M A 4.528, , ,88 DESPESAS A PAGAR FORNECEDORES E CREDORES , ,32 PESSOAL A PAGAR S O M A , ,32 ENCARGOS SOCIAIS A RECOLHER - EMPREGADOR PIS\PASEP S O M A CAUÇÃO Exercicio de 2005 Exercicio de 2006 Exercicio de 2007 Exercicio de 2008 S O M A RESTOS A PAGAR RESTO A PAGAR PROCESSADO , , ,84 RESTO A PAGAR NAO PROCESSADO S O M A , ,17 PRECATÓRIOS A PAGAR PRECATÓRIOS A PAGAR S O M A OUTROS CREDORES Exercicio de 2002 Exercicio de 2003 Exercicio de 2004 Exercicio de 2005 Exercicio de 2006 Exercicio de ,20 19,20 Exercicio de 2008 S O M A 19,20 ORDENS DE PAGTO E/OU CHEQUE EM TRÂNSITO Exercicio de 2001 Exercicio de 2003 Exercicio de 2004 Exercicio de 2005 Exercicio de 2006 Exercicio de 2007 Exercicio de , ,46 S O M A , ,46 DEPOSITO JUDICIAL Exercicio de 2005 Exercicio de 2006 Exercicio de 2007 Exercicio de 2008 S O M A T O T A L , , ,66 Assessor Público - 27/03/ :02:44 - Usuário: SUENY , , ,45 19, ,65

15 Página15 Sistema de Contabilidade Municipal Unidade Gestora: Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Gestão: Administração Fundos Demonstrativo do Ativo Realizado Exercício: 2008 Período de 01/01/2008 até 31/12/2008 D E M O N S T R A T I V O D O A T I V O R E A L I Z Á V E L M O V I M E N T O D O P E R Í O D O Anexo 18 - LEI 4.320/64 E S P E C I F I C A Ç Ã O SALDO EM 01/01/2008 F I N A N C E I R O V A R I A Ç Õ E S P A T R I M O N I A I S SALDO EM 31/12/2008 RECEBIMENTO INSCRIÇÃO ENCAMPAÇÃO CANCELAMENTO CREDITOS DIVERSOS CREDITOS A RECEBER S O M A OUTROS DEVEDORES EXERCICIO DE 2001 EXERCICIO DE 2002 EXERCICIO DE 2003 EXERCICIO DE 2004 EXERCICIO DE 2005 EXERCICIO DE 2006 EXERCICIO DE ,04 0,04 EXERCICIO DE 2008 INSS-PATRONAL INSS-RETENÇÃO SERVIDOR INSS-SERV. TERCEIROS - PESSOA FÍSICA INSS-PARCELAMENTO PREFEITURA INSS-PARCELAMENTO - CAMARA MUNICIPAL S O M A 0,04 0,04 DIVERSOS RESPONSAVEIS DIVERSOS RESPONSAVEIS S O M A DEPOSITOS JUDICIAIS DEPOSITOS JUDICIAIS S O M A VALORES EM TRANSITO REALIZAVEL VALORES EM TRANSITO S O M A EMPRESTIMOS E FINANCIAMENTOS EMPRESTIMOS CONCEDIDOS S O M A T O T A L 0,04 Assessor Público - 27/03/ :02:44 - Usuário: SUENY 0,04

16 Página16 3. DEMONSTRATIVOS CONSOLIDADOS DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA

17 Página17 PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS Exercício: 2008 Sistema de Contabilidade Municipal Mes : Dezembro Comparativo da Receita Orçada com a Arrecadada Fonte de :0000 Até Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica ANEXO - 10 LEI 4.320/64 Receita Arrecadada Diferença TITULOS Receita Orçada Alterações Receita Atualizada No Mês Até o Mês Para Mais Para Menos RECEITAS CORRENTES , , , RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES , , , CONTRIBUIÇÕES ECONÔMICAS , , , Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública , , , RECEITA PATRIMONIAL 3.346, , RECEITAS DE VALORES MOBILIARIOS 3.346, , REMUNERAÇÃO DE DEPÓSITOS BANCÁRIOS 3.346, , REMUNERAÇÃO DE DEPÓSITOS DE RECURSOS VINCULADOS 3.346, , Receita de Rem. de Outros Dep. Bancários de Recursos Vincul , , TRANSFERÊNCIAS CORRENTES TRANSFERÊNCIAS DE INSTITUIÇÕES PRIVADAS Transferências de Instituições Privadas TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS DA UNIÃO E DE SUAS ENTIDADES Outras Transferências de Convênios da União RECEITAS DE CAPITAL TRANSFERÊNCIAS DE CAPITAL TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS TRANSFERÊNCIAS DE CONVÊNIOS DA UNIÃO E DE SUAS ENTIDADES Outras Transferências de Convênios da União TOTAL : , , ,12 Data/Hora: 26/03/ :38:52 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 1

18 Página18 Sistema de Contabilidade Municipal Demonstrativo da Despesa Orçamentária Autorizada com Realizada por Categoria Economica e Elemento de Despesa - Anexo Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Despesa Dotação Dotação Inicial Suplement Dotação Especial Reduções Autorizado Empenhad Empenhad Liquidado Liquidado A Liquidar A Liquidar Mês Até Mês Mês Até Mês Mês Até Mês Pago Mês Pago Até Mês Exercício: 2008 MÊS: Dezembro Da fonte: 0000 ate a fonte: 9999 Anexo - 02 LEI 4.320/64 Contingen Mês Contingen Disponível Até Mês DESPESAS CORRENTES OUTRAS DESPESAS CORRENTES Material de Consumo , , , , , , , , , Passagens e Despesas com Locomoção Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Física Outras Serviços de Terceiros - Pessoas Jurídica , , ,00-497, , ,19-497, , , , , Obrigações Tributárias e Contributiva 5.513, , , , , , , , Despesas de Exercícios Anteriores ,34 166, , , , ,46 Total da Despesa (2): , , , , , , , , , , , ,81 Total da DESPESAS CORRENTES : DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS , , , , , , , , , , , , Obras e Instalações Equipamento e Material Permanente , , , , , ,60 Total da Despesa (2): , , , , , , Total da DESPESAS DE CAPITAL : , , , , , , Total Geral: , , , , , , , , , , , ,81 Data/Hora: 25/03/ :29:08 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 1

19 Página19 Sistema de Contabilidade Municipal Demonstrativo da Despesa por Funções, SubFunções, Programas, Projetos, Atividades, Fontes de Recursos e Categorias Econômicas Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica 15 Urbanismo FUNCIONAL PROGRAMÁTICA PROJETOS A - PROGRAMA DE TRABALHO ATIVIDADES OPERAÇÕES ESPECIAIS B - FONTES DE RECURSOS ORDINÁRIOS VINCULADOS C - CATEGORIA ECONÔMICA CORRENTES CAPITAL Exercício: 2008 Mês: dezembro ANEXO 9A - LEI 4.320/ EXECUÇÃO E MANUTENÇÃO DE REDE DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA , , , , ,32 TOTAL A = B = C Total da Função: , , , , ,32 Total Geral: , , , , ,32 Data/Hora: 25/03/ :40:51 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 1

20 Página20 Sistema de Contabilidade Municipal Demonstrativo de Acompanhamento da Execução Orçamentaria - Anexo 11 Fonte Resumido Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Exercício: 2008 Mes : dezembro Da fonte: 0000 ate a fonte: 9999 Anexo 11 - Fonte LEI 4.320/64 Especificacao 0010 Recursos Ordinários Dotação Inicial 0550 Recursos do Fundo de Iluminação Pública 2060 Transferências de Iniciativa Privada 5015 Recursos de Convênios Adm Indireta Dotação Suplement Dotação Especial Reduções Autorizado Empenhad Mês Empenhad Liquidado Liquidado A Liquidar A Liquidar Até Mês Mês Até Mês Mês Até Mês Pago Mês Pago Até Mês Contingen Mês Contingen Até Mês Disponível , , , , , , , , , , , , , , ,19-497, , , , , , , , Total Geral: , , , , , , , , , , , ,81 Data/Hora: 25/03/ :53:02 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 1

21 Página21 Sistema de Contabilidade Municipal Demonstrativo da Execução Orçamentaria por Programa e Ação - Anexo 11 Exercício: 2008 Mes : Dezembro Da fonte: 0000 ate a fonte 9999 Anexo 11 - LEI 4.320/ Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Especificac 0124 ILUMINAÇÃO PÚBLICA Dotação Dotação Inicial Suplement Dotação Especial Funcional: EXECUÇÃO E MANUTENÇÃO DE REDE DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA Reduções Autorizado Empenhad Empenhad Liquidado Liquidado A Liquidar A Liquidar Mês Até Mês Mês Até Mês Mês Até Mês , , , , , , , :Material de Consumo , :Material de Consumo , , , :Material de Consumo , :Material de Consumo :Passagens e Despesas com :Outros Serviços de Terceiros :Outras Serviços de Terceiros - Pago Mês Pago Até Mês , , , , , ,46 Contingen Mês Contingen Até Mês Disponível , , , ,54-497, , ,73-497, , , :Outras Serviços de Terceiros , , , , , , , , , :Obrigações Tributárias e Contributiva ,34 166, , , , , :Despesas de Exercícios Anteriores :Obras e Instalações :Obras e Instalações , , , , , , :Equipamento e Material Permanente Total de Ação: , , , , , , , , , , , ,81 Total do Programa: , , , , , , , , , , , ,81 Total Geral: , , , , , , , , , , , ,81 Data/Hora: 25/03/ :05:22 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 1

22 Página22 Sistema de Contabilidade Municipal Demonstrativo de Restos a Pagar por Programa de Trabalho Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Não Processada Processada EXERCÍCIO: 2008 MÊS: dezembro Total... - Total Geral: Data/Hora: 27/03/ :53:27 - Usuário: SUENY - Grupo Assessor Público - Página: 1

23 Página23 Restos a Pagar por Unidade/Fonte RP Geral RESTOS A PAGAR 2007 A 2007 Apurado entre: 31/12/2008 e 31/12/2008 Unidade: 2100 a 6401 Fonte: 0000 a 9999 Resumido Valor Inscrito Saldo a Pagar Data Fornecedor Processado Não Processado Valor Liquidado Valor Pago Valor Cancelado Processado Não Processado Total Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica - FUNDO ESPECIAL Restos a Pagar de: 2007 Unidade: 6300 FUNDO DE MANUTENCAO DA ILUMINACAO PUBLICA Órgão: 03 PREFEITURA MUNICIPAL Fonte: Recursos Ordinários Total da Fonte: 1.105, ,83 Fonte: Recursos do Fundo de Iluminação Pública Total da Fonte: , ,34 Total da Unidade: , ,17 Total do Exercício: , ,17 SubTotal por Gestora: , ,17 Total Geral: , , , , ,84 Grupo Assessor Público Emissão: 19/08/ :38 Usuário: SUENY CECIM DA SILVA Página 22 de 22

24 Página24 Sistema de Contabilidade Municipal Balancete Contábil Exercício: 2008 Periodo Mês: 13 / Mov imento Normal e Inscrição de Restos a Pagar Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Conta Contabil: Descrição Saldo Inicial do Exercício Movimento Débito até o Período Movimento Crédito até o Período Saldo Atual ATIVO ,30 D , , ,30 D ATIVO CIRCULANTE ,35D , , ,49 D DISPONIVEL ,01 D , , ,97 D DISPONIVEL EM MOEDA NACIONAL ,01D , , ,97 D BANCOS CONTA MOVIMENTO ,01D , , ,97 D BANCO C/UNICA - TESOURO MUNICIPAL Banco Conta Unica - Tesouro Municipal , , , ,03 OUTROS BANCOS CONTA MOVIMENTO ,01D , , ,97 D BANCO DO BRASIL FPM CONTRATO BB CAIXA ECONÔMICA FEDERAL MOVIMENTO , , , , , , , , , ,26 BRADESCO S/A ,01D , , ,97 D COSIP ,01 D , , ,97 D CREDITOS EM CIRCULAÇÃO 0,04 D 0,04 D DEVEDORES - ENTIDADES E AGENTES 0,04D 0,04 D OUTROS DEVEDORES 0,04D 0,04 D DEVEDORES DIVERSOS - POR EXERCICIO 0,04D 0,04 D EXERCICIO DE ,04D 0,04 D BENS E VALORES EM CIRCULAÇÃO ,30 D , , ,48 D ESTOQUES ,30 D , , ,48 D ESTOQUE INTERNO - ALMOXARIFADO ,30D , , ,48 D Material de Consumo , ,01 Almoxarifado ,30 D , , ,48 D ATIVO PERMANENTE ,95D , ,55 D IMOBILIZADO ,95 D , ,55 D BENS MOVEIS E IMOVEIS ,95D , ,55 D BENS DA INSTITUIÇÃO ,95 D , ,55 D BENS MOVEIS ,95D , ,55 D Equipamento 5.179,15 D ,15 D Outros Materiais Permanentes ,80 D 7.415, ,40 D ATIVO COMPENSADO , , ,26 D EXECUÇÃO ORÇAMENTARIA DA RECEITA , , D ARRECADAÇÃO ORÇAMENTARIA - NATUREZA DA RECEITA , , D Receita a Realizar , ,88 C Receita Realizada , ,88 D EXECUÇÃO ORÇAMENTARIA DA DESPESA , , ,94 D DOTAÇÃO ORÇAMENTARIA , , ,13 D DOTAÇÃO INICIAL D Credito Inicial - Lei Orçamentaria D DOTAÇÃO SUPLEMENTAR , ,94 D Superavit Financeiro D Anulação Total ou Parcial de Dotação , ,94 D DOTAÇÃO CANCELADA , ,81 C Data/Hora: 27/03/ :19:07 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 1

25 Página25 Sistema de Contabilidade Municipal Balancete Contábil Exercício: 2008 Periodo Mês: 13 / Mov imento Normal e Inscrição de Restos a Pagar Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Conta Contabil: Descrição Saldo Inicial do Exercício Movimento Débito até o Período Movimento Crédito até o Período Saldo Atual ALTERAÇÃO DO QUADRO DE DETALHAMENTO DA DESPESA , ,81 C Anulação Total ou Parcial de Dotação , ,81 C EXECUÇÃO DA DESPESA , , ,32 D EMPENHO DA DESPESA , , ,32 D EMPENHO POR EMISSÃO , , ,32 D Emissão de Empenho , , ,60 D Reforço de Empenho , ,38 D Anulação de Empenho , ,66 C CONTROLE DE PAGAMENTOS , ,49 D PAGAMENTO DE DESPESAS , ,49 D Pagamentos por Empenhos , ,32 D Pagamento de Restos a Pagar , ,17 D EXECUÇÃO DE PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA , , ,32 D CREDORES POR EMPENHO , , ,32 D Valores Comprometidos , , ,32 D CONTROLE DE DISPENDIOS VALORES, DEPOSITOS E OBRIGAÇÕES OBRIGAÇÕES Despesas a Pagar , , , , , , , ,32 PASSIVO ,30 C , , ,33 C PASSIVO CIRCULANTE ,88C , , ,65 C DEPOSITOS 4.528,67 C , , ,45 C CONSIGNAÇÕES 4.528,67 C , , ,45 C CONSIGNACOES 4.528,67 C , , ,45 C CONSIGNAÇÕES 4.528,67 C , , ,45 C IRRF de Terceiros PF/PJ- CGC/CPF/IG 8.773, ,57 ISS PJ 1.366,17C 5.344, , ,17 C INSS s/ Serviços de Terceiros - CGC, CPF, IG 3.162,50 C 270, , ,28 C OBRIGAÇÕES EM CIRCULAÇÃO ,21 C , ,78 19,20 C OBRIGAÇÕES A PAGAR ,01 C , ,32 FORNECEDORES E CREDORES RECURSOS ESPECIAIS A LIBERAR ,01 C RESTOS A PAGAR - PROCESSADO ,01 C Restos a Pagar Processados - Do Exercício ,01 C , , , , ,01 CREDORES - ENTIDADES E AGENTES 19,20C 19,20 C OUTRAS OBRIGAÇÕES EM CIRCULAÇÃO 19,20 C 19,20 C OUTROS CREDORES 19,20C 19,20 C EXERCICIO DE ,20C 19,20 C VALORES EM TRANSITO EXIGIVEIS VALORES EM TRANSITO A PAGAR ORDENS DE PAGTOS E.OU CHEQUES EM TRANSITO , , , , , ,46 Exercício , ,46 PATRIMÔNIO LIQUIDO ,42 C ,42 C PATRIMÔNIO/CAPITAL ,42 C ,42 C SALDO PATRIMÔNIAL ,42 C ,42 C Data/Hora: 27/03/ :19:07 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 2

26 Página26 Sistema de Contabilidade Municipal Balancete Contábil Exercício: 2008 Periodo Mês: 13 / Mov imento Normal e Inscrição de Restos a Pagar Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Conta Contabil: Descrição Saldo Inicial do Exercício Movimento Débito até o Período Movimento Crédito até o Período Saldo Atual Ativo Real Liquido ,42 C ,42 C PASSIVO COMPENSADO , , ,26 C EXECUÇÃO ORÇAMENTARIA DA RECEITA C PREVISÃO ORÇAMENTARIA DA RECEITA C Previsão Inicial da Receita C PREVISÃO ORÇAMENTARIA POR FONTE DE RECURSO CONTROLE POR FONTE DE RECURSO Previsão Inicial por Fonte de Recurso C Outros Controles por Fonte de Recurso D EXECUÇÃO ORÇAMENTARIA DA DESPESA , , ,94 C DISPONIBILIDADE DE CREDITO , , ,13 C Credito Disponivel , , ,81 C CREDITO INDISPONIVEL , , D CONTENÇÃO DE CREDITO , , D Reserva de Dotação Orçamentaria p/ Empenhar , , D CREDITO UTILIZADO , , ,32 C Credito Empenhado Liquido , ,98 Credito Realizado Liquido , , ,32 C EXECUÇÃO DA DESPESA , , ,32 C DESPESA EMPENHADA COMPROMISSOS A LIQUIDAR , , , ,98 Empenhos a Liquidar - por Emissao , ,98 DESPESA REALIZADA , , ,32 C EMPENHOS LIQUIDADOS , , ,32 C Empenhos Liquidados - por Emissão , , ,32 C CONTROLE DE PAGAMENTOS , ,49 C PAGAMENTO DAS DESPESAS , ,49 C Pagamento das Despesas , ,32 C Pagamento de Restos a Pagar , ,17 C EXECUÇÃO DA PROGRAMAÇÃO FINANCEIRA , , ,32 C LIQUIDAÇÃO DE COMPROMISSOS , , ,32 C Valores a Liquidar , , ,32 C CONTROLE DE DISPENDIOS VALORES, DEPOSITOS E OBRIGAÇÕES OBRIGAÇÕES , , , , , ,32 Despesas a Pagar , ,32 DESPESA , , ,32 D DESPESAS CORRENTES , , ,72 D OUTRAS DESPESAS CORRENTES , , ,72 D APLICAÇÕES DIRETAS , , ,72 D MATERIAL DE CONSUMO , , ,01 D Genero Alimenticios , ,30 D Material para Festividades e Homenagens , , D Material de Limpeza e Produto de Higienizacao , ,63 D Material para Manutenção de Bens Imoveis , ,10 D Data/Hora: 27/03/ :19:08 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 3

27 Página27 Sistema de Contabilidade Municipal Balancete Contábil Exercício: 2008 Periodo Mês: 13 / Mov imento Normal e Inscrição de Restos a Pagar Fundo de Manutencao da Iluminacao Publica Conta Contabil: Descrição Saldo Inicial do Exercício Movimento Débito até o Período Movimento Crédito até o Período Saldo Atual Material Eletrico e Eletronico , ,23 D Material de Proteção e Segurança , ,29 D Material para Manutenção de Veiculos , ,01 D Materiais para instalações elétricas e hidráulicas D Material de Manutenção da Iluminação Pública , ,45 D Outros Materiais de Consumo , ,00 D PASSAGENS E DESPESAS COM LOCOMOÇÃO D Locação de Meios de Transportes D OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA FISICA D Locação de Bens Moveis e Intangíveis D OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURIDICA , ,19 D Locação de Maquinas e Equipamentos D Manutenção e Conservação de Maquinas e Equipamentos 4.906, ,00 D Manutenção e Conservação de Veiculos , ,46 D Serviços de Energia Eletrica , ,73 D Confecção de Uniformes, Bandeiras e Flamulas 4.668, ,00 D Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Juridica D OBRIGAÇÕES TRIBUTARIAS E CONTRIBUTIVAS 5.513, ,06 D Contribuicao Previdenciarias - Serviços de Terceiros 5.513, ,06 D DESPESAS DE EXERCICIOS ANTERIORES , ,46 D Despesas de Energia , ,46 D DESPESAS DE CAPITAL , ,60 D INVESTIMENTOS , ,60 D APLICAÇÕES DIRETAS , ,60 D EQUIPAMENTO E MATERIAL PERMANENTE , ,60 D Equipamentos e Material Permanente D Outros Materiais Permanentes 7.415, ,60 D RECEITAS , ,88 C RECEITAS CORRENTES , ,88 C RECEITAS DE CONTRIBUIÇÕES , ,50 C CONTRIBUIÇÕES ECONÔMICAS , ,50 C Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública , ,50 C RECEITA PATRIMONIAL 3.346, ,38 C RECEITAS DE VALORES MOBILIARIOS 3.346, ,38 C REMUNERAÇÃO DE DEPÓSITOS BANCÁRIOS 3.346, ,38 C REMUNERAÇÃO DE DEPÓSITOS DE RECURSOS VINCULADOS 3.346, ,38 C Receita de Rem. de Outros Dep. Bancários de Recursos Vincul , ,38 C VARIAÇÃO PASSIVA , ,51 D INDEPENDENTE DA EXECUÇÃO ORÇAMENTARIA , ,51 D INTERFERÊNCIAS PASSIVAS , ,88 D MOVIMENTO DE FUNDOS A CREDITO , ,88 D Cota Financeira , ,88 D DESCRÉSCIMOS PATRIMONIAIS , ,63 D DESINCORPORAÇÕES DE ATIVOS , ,63 D BAIXA DE BENS MOVEIS , ,63 D Data/Hora: 27/03/ :19:08 - Usuario:SUENY - Grupo Assessor Público - Página 4

Balanço Geral Fundo Municipal de Previdência de Palmas

Balanço Geral Fundo Municipal de Previdência de Palmas Fundo Municipal de Previdência de Palmas Contabilidade Geral do Município Balanço Geral Fundo Municipal de Previdência de Palmas Exercício 2008 MARLY COUTINHO AGUIAR PRESIDENTE DO PREVIPALMAS MIGUEL ANGELO

Leia mais

Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Habitação

Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Habitação Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Habitação Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Habitação SECRETARIA MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO URBANO, MEIO

Leia mais

Balancete Analítico. Saldo Mês Inicial

Balancete Analítico. Saldo Mês Inicial 100000000 - Ativo 40.014.044,69 1.247.288.939,72 645.839.588,07 641.463.396,34 D 110000000 - Ativo Circulante 15.145.606,97 309.093.371,32 315.398.093,96 8.840.884,33 D 111000000 - Disponivel 15.141.043,39

Leia mais

CREFITO/MT Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56

CREFITO/MT Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56 Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 9ª Região CNPJ: 00.577.473/0001-56 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 1.474.008,93D 717.680,43 804.036,65 1.387.652,71D 1.1 - ATIVO

Leia mais

12.109,00 12.109,00 384.684,77 384.684,77 30.080,00 30.080,00 211110101000 F SALÁRIOS, REMUNERAÇÕES E BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO

12.109,00 12.109,00 384.684,77 384.684,77 30.080,00 30.080,00 211110101000 F SALÁRIOS, REMUNERAÇÕES E BENEFÍCIOS DO EXERCÍCIO Código MUNICIPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM BALANCETE ANALÍTICO CONTÁBIL SIMPLIFICADO BALANCETE - Saldo Inicial Movimentação s s 111110200999 F BANCOS CONTA MOVIMENTO 443.573,70 313.822,66 257.740,04 499.656,32

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO E ELABORAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS As orientações constantes deste manual devem ser observadas pelas Unidades Gestoras para encerramento do exercício,

Leia mais

SANTA CATARINA 1.1.2.1.9.99.00.00.00.0847 (49280) F CAIXA ECONOMICA FEDERAL C/POUPANÇA 16.290,65D 81,45 0,00

SANTA CATARINA 1.1.2.1.9.99.00.00.00.0847 (49280) F CAIXA ECONOMICA FEDERAL C/POUPANÇA 16.290,65D 81,45 0,00 Saldo Atual Agosto 1/11 1 ATIVO CIRCULANTE 52.433.883,22D 8.025.234,70D 6.219.762,87 1.993.560,05 4.801.778,99 1.596.845,70 53.851.867,10D DISPONÍVEL EM MOEDA NACIONAL 4.671.088,56D 1.020.406,80 8.421.949,05D

Leia mais

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 107.637.042,14 622.052.832,26 225.991.734,15 503.698.140,25 D 110000000 - Ativo Circulante 33.694.900,62 103.677.150,11 99.175.407,00 38.196.643,73 D 111000000 - Disponivel 33.690.337,04

Leia mais

115610000000 ALMOXARIFADO - CONSOLIDAÇÃO 115810000000 OUTROS ESTOQUES - CONSOLIDAÇÃO

115610000000 ALMOXARIFADO - CONSOLIDAÇÃO 115810000000 OUTROS ESTOQUES - CONSOLIDAÇÃO 100000000000 ATIVO 329.083,39 911.970,67 872.747,07 368.306,99 110000000000 ATIVO CIRCULANTE 3.073,50 898.201,87 872.747,07 28.528,30 111000000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 111100000000 CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

621.927,10 284.748,83 239.680,43 666.995,50 111115099000 F OUTRAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DE LIQUIDEZ IMEDIATA

621.927,10 284.748,83 239.680,43 666.995,50 111115099000 F OUTRAS APLICAÇÕES FINANCEIRAS DE LIQUIDEZ IMEDIATA Código BALANCETE ANALÍTICO CONTÁBIL SIMPLIFICADO BALANCETE - JANEIRO DE 2015 Saldo Inicial Débito Crédito Movimentação Débitos Créditos 111111901000 F BANCOS CONTA MOVIMENTO - DEMAIS CONTAS 621.927,10

Leia mais

1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.2.3.1.1.03.02 (40966) MÓVEIS MÁQUINAS E E UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIO 339.159,49D 25.

1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.2.3.1.1.03.02 (40966) MÓVEIS MÁQUINAS E E UTENSÍLIOS DE ESCRITÓRIO 339.159,49D 25. 1 de Verificação - 2014 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1.217.589,73D 1.245.340,55D Atual1/8 ATIVO CIRCULANTE 588.962,97D 151.410,23D 194.301,54 188.047,63 166.550,72 160.296,81 616.713,79D 1.1.1.1.1.50.99

Leia mais

CORE/SE Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de Sergipe CNPJ: 13.044.524/0001-26

CORE/SE Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de Sergipe CNPJ: 13.044.524/0001-26 Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado de Sergipe CNPJ: 13.044.524/0001-26 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 614.264,79D 336.216,98 106.634,21 843.847,56D 1.1 - ATIVO

Leia mais

CRP/PA Conselho Regional de Psicologia 10ª Região - Pa/Ap - CRP10 CNPJ: 37.115.540/0001-20

CRP/PA Conselho Regional de Psicologia 10ª Região - Pa/Ap - CRP10 CNPJ: 37.115.540/0001-20 Conselho Regional de Psicologia 10ª Região - Pa/Ap - CRP10 CNPJ: 37.115.540/0001-20 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 723.347,50D 3.344.572,02 3.148.733,90 919.185,62D 1.1 - ATIVO CIRCULANTE

Leia mais

939.108,16 582.338,94 553.736,74 967.710,36 468.462,90 582.338,94 553.736,74 497.065,10 111000000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA

939.108,16 582.338,94 553.736,74 967.710,36 468.462,90 582.338,94 553.736,74 497.065,10 111000000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA s s 100000000000 ATIVO 939.108,16 582.338,94 553.736,74 967.710,36 110000000000 ATIVO CIRCULANTE 468.462,90 582.338,94 553.736,74 497.065,10 111000000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 111100000000 CAIXA

Leia mais

Responsável e Responsável pela Contabilidade

Responsável e Responsável pela Contabilidade Responsável e Responsável pela Contabilidade I.N. No. 03/97 MODELO 01 Código da Unidade Gestora (conforme o SIM): Nome da Unidade Gestora (conforme o SIM): Órgão: 01 CAMARA MUNICIPAL Unidade Orçamentária:

Leia mais

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Orçamentário da Despesa Exercício : 07/2015

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Orçamentário da Despesa Exercício : 07/2015 Pág. 1 Balancete Orçamentário da Despesa Correção Código Descrição da Despesa Orçado Orçamento Exp./Ext. Suplementação Anulação Rec.Autorizado Empenhado Cancelado Saldo Órgão : 06 02.195.968/0001-46 0000

Leia mais

RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES 379.374,45 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA

RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES 379.374,45 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA ANEXO 1 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA E DESPESA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS Agosto / 2011 Orçamento Fiscal, da Seguridade Social e de Investimentos. Adendo II à Portaria

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE URUCARA

CÂMARA MUNICIPAL DE URUCARA JulhoPágina 1 de 6 100000000 02 ATIVO - 726.700,48 176.211,09 176.376,09 726.535,48 110000000 02 ATIVO CIRCULANTE - 20.757,34 176.211,09 176.376,09 20.592,34 111000000 02 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA

Leia mais

AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES DE CACOAL - AM Estado de Rondônia. Balancete do Sistema Orçamentário no Período de março a março Anexo TC-01

AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES DE CACOAL - AM Estado de Rondônia. Balancete do Sistema Orçamentário no Período de março a março Anexo TC-01 Balancete do Sistema Orçamentário no Período de março a março 1. 1.1. 1.1.1. 1.1.1.1. 1.1.1.1.1. 1.1.1.1.1.19. 1.1.1.1.1.19.02. 1.1.1.1.1.19.04. 1.1.3. 1.1.3.8. 1.1.3.8.1. 1.1.3.8.1.08. 1.1.3.8.1.09. 1.1.5.

Leia mais

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE Página: 1 1 ATIVO 46.859.822,91 D 2.440.686,53 1.920.092,25 47.380.417,19 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.193.603,71 D 1.009.425,93 1.174.607,47 1.028.422,17

Leia mais

Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem

Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem Subsecretaria de Contabilidade Coordenação-Geral de Normas de Contabilidade Aplicada à Federação Semana Contábil e Fiscal de Estados e Municípios - Secofem Módulo 10 - Resultado Primário e Resultado Nominal

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO : PCP 06/00076210 UNIDADE : Município de BALNEÁRIO CAMBORIÚ RESPONSÁVEL : Sr. RUBENS SPERNAU - Prefeito

Leia mais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 28.393.390.678,55 RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 28.527.468.836,27 RECEITAS 13.532.898.028,40 ORÇAMENTÁRIA 13.532.898.028,40 DESPESA ORÇAMENTARIA 10.266.008.652,65

Leia mais

A Contabilidade Aplicada ao Setor Público: Dimensão Patrimonial e Ambiente da Convergência

A Contabilidade Aplicada ao Setor Público: Dimensão Patrimonial e Ambiente da Convergência A Contabilidade Aplicada ao Setor Público: Dimensão Patrimonial e Ambiente da Convergência 1 Professor João Eudes Bezerra Filho ATIVO FINANCEIRO 305.000,00 PASSIVO FINANCEIRO 115.000,00 ATIVO FINANCEIRO

Leia mais

TÍTULOS PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA TÍTULOS FIXAÇÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA CRÉD. ORÇAM. SUPLEMENTARES DESPESAS CORRENTES . PESSOAL E ENC.

TÍTULOS PREVISÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA TÍTULOS FIXAÇÃO EXECUÇÃO DIFERENÇA CRÉD. ORÇAM. SUPLEMENTARES DESPESAS CORRENTES . PESSOAL E ENC. 1 ANEXO III - PT/MPS Nº 95, DE 06 DE MARÇO DE 2007 DOU DE 07.03.07 MODELOS E INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS SÃO AS EXTRAÍDAS DOS LIVROS, REGISTROS E

Leia mais

Estado de Santa Catarina Tribunal de Contas de Santa Catarina EVENTOS c/c DÉBITO c/c CRÉDITO

Estado de Santa Catarina Tribunal de Contas de Santa Catarina EVENTOS c/c DÉBITO c/c CRÉDITO 001 Previsão orçamentária inicial da receita Estado de Santa Catarina 1 5.2.1.1.1.00.00 Previsão inicial da receita bruta 1 6.2.1.1.0.00.00 Receita a realizar 002 Previsão adicional da receita 1 5.2.1.2.1.XX.XX

Leia mais

Estado drio Grande do Sul Balancete de Verificacao Pag: 1 CONSORCIO - CISGA De 01.01.2015 a 30.04.2015

Estado drio Grande do Sul Balancete de Verificacao Pag: 1 CONSORCIO - CISGA De 01.01.2015 a 30.04.2015 Estado drio Grande do Sul Balancete de Verificacao Pag: 1 100000000000000 ATIVO 746.423,74 521.047,13 478.433,06 789.037,81 110000000000000 ATIVO CIRCULANTE 718.821,28 507.893,92 470.065,45 756.649,75

Leia mais

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 129.967,90D 130.464,22D 1/8 1.1.1.1.1.01 ATIVO CIRCULANTE 54.320,75D 54.817,07D E EQUIVALENTES CAIXA MOEDA NACIONAL - CONSOLIDAÇÃO 51.666,68D 497.996,11

Leia mais

BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 SALDO ATUALIZADA REALIZADAS DOTAÇÃO. (a) (b) (c )=(a-b) (d) ( e ) (f) (g) (h)=(d-e)

BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 SALDO ATUALIZADA REALIZADAS DOTAÇÃO. (a) (b) (c )=(a-b) (d) ( e ) (f) (g) (h)=(d-e) RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL BALANCETE ORÇAMENTÁRIO AGOSTO/2012 Diretoria da Área Orçamentária e Financeira SALDO PREVISÃO RECEITAS DOTAÇÃO DESPESAS DESPESAS DESPESAS SALDO ATUALIZADA REALIZADAS

Leia mais

VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64

VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64 VOLUME II ANEXOS DA LEI 4.320/64 Apresentação Este volume compõe o Balanço Geral do Estado do exercício financeiro 2010. Nele são apresentados os anexos exigidos na LEI 4.320/64. LUIZ MARCOS DE LIMA SUPERINTENDENTE

Leia mais

00007 - GESTAO FUNDOS DATA : 29/04/2004 PAG.: 1 100000000 ATIVO 141.481,95D 8.122.522,15 3.416.656,26 4.847.347,84D 110000000 ATIVO CIRCULANTE 12.332,23D 606.213,96 583.587,71 34.958,48D 111000000 DISPONIVEL

Leia mais

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição

1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 1 de Verificação - 2015 Subsist. C.Sup. Fin.Descrição 99.562,86D 118.646,81D 1/9 ATIVO CAIXA CONTA CIRCULANTE E ÚNICA EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL - CONSOLIDAÇÃO 97.962,86D 250.343,95 231.260,00

Leia mais

Balancete Analítico Mensal

Balancete Analítico Mensal 100000000 - Ativo 13.357.436.418,61 1.515.908.091,77 662.742.498,81 14.210.602.011,57 D 110000000 - Ativo Circulante 1.592.277.592,82 279.431.658,15 240.420.625,49 1.631.288.625,48 D 111000000 - Disponivel

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DIRETORIA DE CONTROLE DOS MUNICÍPIOS DMU PROCESSO PCP 08/00199278 UNIDADE Município de Joinville RESPONSÁVEL Sr. Marco Antonio Tebaldi - Prefeito Municipal

Leia mais

Codigo Nivel Contabil TP Descricao UG Fonte Banco Agencia Conta Corrente

Codigo Nivel Contabil TP Descricao UG Fonte Banco Agencia Conta Corrente Estado do Parana Relacao Cadastral do Plano de Contas Folha: 1 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S ATIVO 2 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S ATIVO CIRCULANTE 3 1.1.1.0.0.00.00.00.00.00.00.00 S CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

Balancete. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06. Créditos. Conta. Página:1/24

Balancete. Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06. Créditos. Conta. Página:1/24 Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Piauí CNPJ: 14.882.936/0001-06 Balancete Período: 01/05/2015 a 31/05/2015 Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 660.339,65D 383.449,46 379.045,53 664.743,58D

Leia mais

ANEXOS Resolução TCE Nº 1.604/07 (Administração Estadual)

ANEXOS Resolução TCE Nº 1.604/07 (Administração Estadual) ANEXO I DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DOS RECURSOS RECEBIDOS Código Receita Ingressos 00 RECURSOS DO TESOURO (PESSOAL) 00 RECURSOS DO TESOURO (CUSTEIO E INVESTIMENTOS) 10 RECURSOS

Leia mais

SANTA CATARINA SAMAE DE SAO FRANCISCO DO SUL Balancete de Verificação - 2013

SANTA CATARINA SAMAE DE SAO FRANCISCO DO SUL Balancete de Verificação - 2013 Página: 1/11 1 ATIVO 39.747.824,30D 5.428.708,46 5.174.675,21 40.001.857,55D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 6.053.896,51D 970.444,48 1.850.402,07 5.173.938,92D 1.1.1 DISPONIVEL 2.956.995,26D 963.507,86 840.221,03

Leia mais

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE

Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - SAMAE Página: 1 1 ATIVO 26.090.191,21 D 22.746.803,35 1.977.171,65 46.859.822,91 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.269.670,73 D 1.320.716,82 1.396.783,84 1.193.603,71

Leia mais

Nº Conta Contábil Nome da conta contábil Função Natureza

Nº Conta Contábil Nome da conta contábil Função Natureza ATIVO Nº Conta Contábil Nome da conta contábil Função Natureza 1.0.0.0.0.00.00.00 ATIVO 1.1.0.0.0.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE 1.1.1.0.0.00.00.00 1.1.1.1.0.00.00.00 1.1.1.1.1.00.00.00 1.1.1.1.1.01.00.00 CAIXA

Leia mais

ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL

ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ PÁGINA: 1 BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO - 2005 ANEXO 14 ATIVO ATIVO FINANCEIRO 855.661.519,48 DISPONÍVEL 450.323.096,72 CAIXA 47.294,31 BANCOS CONTA MOVIMENTO 210.194.091,20

Leia mais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais

Demonstrativo das Variações Patrimoniais RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 3.953.236.822,66 RESULTANTES DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 3.320.180.698,63 RECEITAS 1.684.972.053,82 ORÇAMENTÁRIA 1.684.972.053,82 DESPESA ORÇAMENTARIA 3.044.151.183,85

Leia mais

Prefeitura Municipal de São José da Lapa

Prefeitura Municipal de São José da Lapa Estado de Minas Gerais Demostração das Variações Patrimoniais - Anexo 15 - Lei 4.320/64 ENTIDADE: 000 - CONSOLIDADO lilian@sonner.com.br 30-03-2015 13:44:25 400000000 VARIAÇÃO PATRIMONIAL AUMENTATIVA 300000000

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DIVISÃO DE RECURSOS FINANCEIROS EXERCICIO 2013

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DIVISÃO DE RECURSOS FINANCEIROS EXERCICIO 2013 BALANCO-FINANCEIRO RECEITA RECEITA 171.497.549,97 INGRESSOS ORCAMENTARIOS 129.298.464,81 INTERFERENCIAS ATIVAS 129.298.464,81 TRANSFERENCIAS FINANCEIRAS RECEBIDAS 129.298.464,81 REPASSE RECEBIDO 129.298.464,81

Leia mais

Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público

Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Coordenação Geral de Normas de Contabilidade Aplicadas à Federação STN/CCONF Última Atualização: 28/02/2012 Novas Demonstrações Contábeis do Setor Público

Leia mais

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público Plano de Contas Aplicado ao Setor Público Fonte: Apresentação da Coordenação Geral de Contabilidade STN/CCONT do Tesouro Nacional Última Atualização: 14/09/2009 1 Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE PÚBLICA EXERCÍCIO DE 2014

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE PÚBLICA EXERCÍCIO DE 2014 NOTAS EXPLICATIVAS 1. DIVULGAÇÃO DE POLÍTICAS CONTÁBEIS Políticas contábeis são os princípios, bases, convenções, regras e procedimentos específicos aplicados pela entidade na elaboração e na apresentação

Leia mais

www.paperlessprinter.com

www.paperlessprinter.com Santa Catarina Balanço da Execução Orçamentária e Financeira - Administração Indireta - PLANO DE SAUDE ASSIST.SOCIAL DOS SERV. PUBL.-PLASS GESTÃO FINANCEIRA E ECONÔMICA BALANÇO FINANCEIRO Exercício 2008

Leia mais

ESTRUTURA DE LAYOUT DOS ARQUIVOS VERSÃO 3.0

ESTRUTURA DE LAYOUT DOS ARQUIVOS VERSÃO 3.0 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA GERAL DE INFORMÁTICA ESTRUTURA DE LAYOUT DOS ARQUIVOS VERSÃO 3.0 Atualizado em 28/01/2011 Colaboração Secretaria Geral de Controle Externo Secretaria

Leia mais

CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88

CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88 CAU - MT Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado do Mato Grosso CNPJ: 14.820.959/0001-88 Balanço Financeiro Período: 01/01/2012 a 31/12/2012 INGRESSOS DISPÊNDIOS ESPECIFICAÇÃO Exercício Anterior

Leia mais

1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 192.402,43 204.602,53 C 1.2 RECEITA DE CONTRIBUIÇOES 181.650,41 190.868,02 C

1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 192.402,43 204.602,53 C 1.2 RECEITA DE CONTRIBUIÇOES 181.650,41 190.868,02 C Balancete para Verificação - Receita - maio / 2014 Pág. : 1 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 192.402,43 204.602,53 C 1.2 RECEITA DE CONTRIBUIÇOES 181.650,41 190.868,02 C 1.2.1 CONTRIBUIÇOES SOCIAS 181.650,41

Leia mais

AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES DE CACOAL - AM Estado de Rondônia. Balancete do Sistema Orçamentário no Período de janeiro a janeiro Anexo TC-01

AUTARQUIA MUNICIPAL DE ESPORTES DE CACOAL - AM Estado de Rondônia. Balancete do Sistema Orçamentário no Período de janeiro a janeiro Anexo TC-01 Balancete do Sistema Orçamentário no Período de janeiro a janeiro 1. 1.1. 1.1.1. 1.1.1.1. 1.1.1.1.1. 1.1.1.1.1.19. 1.1.1.1.1.19.02. 1.1.1.1.1.19.04. 1.1.3. 1.1.3.8. 1.1.3.8.1. 1.1.3.8.1.08. 1.1.3.8.1.09.

Leia mais

Total 420.044.577,42 Total 420.044.577,42

Total 420.044.577,42 Total 420.044.577,42 Anexo 01 Demonstrativo da Receita e Despesa Segundo as Categorias Econômicas RECEITA DESPESA RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES RECEITA PATRIMONIAL 1.324.567,17 JUROS E ENCARGOS DA DÍVIDA 0,00 RECEITA

Leia mais

MARCIO THUMS SILVANA B.FOSCHIERA ALEX MILANI PREFEITO MUNICIPAL CONTADORA SECRETARIO FINANCAS CPF:770.725.960-20 CPF:998.090.360/00 995.375.

MARCIO THUMS SILVANA B.FOSCHIERA ALEX MILANI PREFEITO MUNICIPAL CONTADORA SECRETARIO FINANCAS CPF:770.725.960-20 CPF:998.090.360/00 995.375. ****** 001 * 000 ***** MUNICIPIO DE NOVA BOA VISTA DATA EMISSAO 22/07/2015 ****** PAGINA 1 ****** A T I V O P A S S I V O ATIVO CIRCULANTE 10.621.908,99 8.978.191,75 PASSIVO CIRCULANTE -647.185,73-601.394,99

Leia mais

1 42.207.934,40D 20.729.608,09 5.209.172,94 Saldo 57.728.369,55D Atual1/12

1 42.207.934,40D 20.729.608,09 5.209.172,94 Saldo 57.728.369,55D Atual1/12 1 42.207.934,40D 20.729.608,09 5.209.172,94 Saldo 57.728.369,55D Atual1/12 ATIVO DISPONÍVEL CIRCULANTE EM MOEDA NACIONAL 646.799,30D 2.545.854,83 1.835.236,91 1.357.417,22D BANCOS MOVIMENTO 1.1.1.1.2.99.02.00.00.0001

Leia mais

Balanço Patrimonial. Art. 105. O Balanço Patrimonial demonstrará: I o Ativo Financeiro

Balanço Patrimonial. Art. 105. O Balanço Patrimonial demonstrará: I o Ativo Financeiro Segundo o MCASP, o é a demonstração contábil que evidencia, qualitativa e quantitativamente, a situação patrimonial da entidade pública, por meio de contas representativas do patrimônio público, além das

Leia mais

Federação Catarinense de Municípios - FECAM

Federação Catarinense de Municípios - FECAM 1 ATIVO 15.226.985,09 D 1.453.709,77 1.210.049,27 15.470.645,59 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 844.616,35 D 309.755,66 312.121,63 842.250,38 D 1.1.1 DISPONIVEL 844.616,35 D 309.755,66 312.121,63 842.250,38 D 1.1.1.1

Leia mais

BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013

BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO SECRETARIA DA FAZENDA BALANÇO FINANCEIRO ANO 2013 Receita Despesa ORÇAMENTÁRIA (1) ORÇAMENTÁRIA (5) Receitas Orçamentárias Despesas

Leia mais

Balancete de Verificação - 2012 Exercício Sistemas SANTA CATARINA SAMAE - SERV. AUT. MUN. AGUA E ESGOTO RIO NEGRINHO

Balancete de Verificação - 2012 Exercício Sistemas SANTA CATARINA SAMAE - SERV. AUT. MUN. AGUA E ESGOTO RIO NEGRINHO Máscara Sist. ContábilDescrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual1/13 1 ATIVO CIRCULANTE 38.326.707,75D 860.922,48D 24.209.285,96 2.662.880,50 7.642.844,41 2.021.166,24 54.893.149,30D DISPONÍVEL

Leia mais

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina BALANÇO PATRIMONIAL Em 31/12/2014 - Encerramento 9.817.136,65 40.159.587,34. Prazo 104.

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina BALANÇO PATRIMONIAL Em 31/12/2014 - Encerramento 9.817.136,65 40.159.587,34. Prazo 104. ATIVO PASSIVO Ativo Circulante Caixa e Equivalentes de Caixa - Bancos Conta Movimento - Demais Contas Rede Bancária - Arrecadação Aplicações Financeiras de Liquidez Imediata - Intra OFSS Recursos Liberados

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DIVISÃO DE RECURSOS FINANCEIROS EXERCICIO 2012

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS DIRETORIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DIVISÃO DE RECURSOS FINANCEIROS EXERCICIO 2012 BALANCO-FINANCEIRO RECEITA RECEITA 12.255.327,67 INGRESSOS ORCAMENTARIOS 9.425.690,28 INTERFERENCIAS ATIVAS 9.425.690,28 TRANSFERENCIAS FINANCEIRAS RECEBIDAS 9.425.690,28 REPASSE RECEBIDO 9.425.690,28

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2015 (Em Reais)

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2015 (Em Reais) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2015 (Em Reais) 1. CONTEXTO OPERACIONAL O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, Autarquia Federal nos termos da

Leia mais

SANTA CATARINA INST. DE PREV. DOS SERV.PUB. DO MUNIC. DE JOACABA

SANTA CATARINA INST. DE PREV. DOS SERV.PUB. DO MUNIC. DE JOACABA Balanço Patrimonial - Anexo 14 Administração Indireta - Ativo Passivo Títulos Valor R$ Títulos Valor R$ ATIVO FINANCEIRO 6.481.282,92 DISPONIVEL 65.938,04 BANCO C/ MOVIMENTO 65.938,04 APLICACOES FINANCEIRAS

Leia mais

FUNDAÇÃO DAS ESCOLAS UNIDAS DO PLANALTO CATARINENSE LAGES - SC BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE. Valores expressos em Reais ATIVO

FUNDAÇÃO DAS ESCOLAS UNIDAS DO PLANALTO CATARINENSE LAGES - SC BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE. Valores expressos em Reais ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE ATIVO CIRCULANTE Notas 6.637.617 7.393.842 Disponibilidades 1.048.777 742.707 Créditos a receber de clientes 4.1 1.832.535 2.646.556 Créditos a receber - outros

Leia mais

EDITAL DE PUBLICAÇÃO

EDITAL DE PUBLICAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE ACARAÚ EDITAL DE PUBLICAÇÃO o prefeito Municipal de Acaraú, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica Municipal, e de conformidade com a determinação contida

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 Consorcio Publico do Extremo Sul

Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 Consorcio Publico do Extremo Sul Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 31 de Março de 2013 Folha: 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO 6.735,34 8.034,62 4.211,61 10.558,35 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE 6.735,34 8.034,62

Leia mais

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (lila + 111b) 26.013.142,93

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP (IV) = (lila + 111b) 26.013.142,93 PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL Maio/2013 a Abril/2014 - Consolidado RGF - Anexo I (LRF, art. 55, inciso I alinea

Leia mais

ANEXO III 280.864,02 264.833,28 39.905,58 37.578,73 18.357,59 0,00 271.900,62 264.843,53 39.905,58 37.578,73 9.383,94 0,00

ANEXO III 280.864,02 264.833,28 39.905,58 37.578,73 18.357,59 0,00 271.900,62 264.843,53 39.905,58 37.578,73 9.383,94 0,00 100000000 ATIVO 110000000 ATIVO CIRCULANTE 111000000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 111100000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL 111110000 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL -

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Com relação a conceitos, objetivos e finalidades da contabilidade, julgue os itens que se seguem. 51 Auxiliar um governo no processo de fiscalização tributária é uma das finalidades

Leia mais

TCE-TCE Auditoria Governamental

TCE-TCE Auditoria Governamental TCE-TCE Auditoria Governamental Pessoal, vou comentar as questões da prova. 61. Considere as informações extraídas do Balanço Orçamentário, referentes ao exercício financeiro de 2014, de uma entidade pública:

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA BALANCETE MÊS DE JANEIRO/2015. Página 1

ESTADO DE RONDÔNIA BALANCETE MÊS DE JANEIRO/2015. Página 1 CAMARA MUNICIPAL DE Página 1 1 ATIVO 69.111,18 60.711,80 75.399,38 1.1 ATIVO CIRCULANTE 60.711,80 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 60.711,80 1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL 60.711,80

Leia mais

41210.29.13 - Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial. Origem dos dados/descrição LINHA DA DCA

41210.29.13 - Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial. Origem dos dados/descrição LINHA DA DCA ANEXO II VARIAÇÕES PATRIMONIAIS AUMENTATIVAS QDCC_Sistn A planilha abaixo ilustra a aplicação da metodologia simplificada descrita no item 10 da Nota Técnica nº 4/2015/CCONF/SUCON/STN/MFDF ao Plano de

Leia mais

RECEITAS INTRAORCAMENTARIAS CORRENTES RECEITAS INTRAORCAMENTAR 5.026.100,00 2.852.813,25 2.173.286,75

RECEITAS INTRAORCAMENTARIAS CORRENTES RECEITAS INTRAORCAMENTAR 5.026.100,00 2.852.813,25 2.173.286,75 A N E X O XII PREFEITURA MUNICIPAL DE EUSEBIO ANEXO 12, da Lei No. 4.320/64 BALANCO ORCAMENTARIO R E C E I T A PREVISTA ARRECADADA DIFERENCA RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTARIA 21.842.000,00 24.668.177,16-2.826.177,16

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - SP Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Julho / 2015. Pág. : 1.

CONSELHO REGIONAL DE BIBLIOTECONOMIA - SP Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Julho / 2015. Pág. : 1. ATIVO Pág. : 1 1 ATIVO 6.962.923,94 955.075,63 999.851,97 6.918.147,60 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.575.224,25 286.194,78 341.306,07 2.520.112,96 D 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 998.084,67 206.815,23

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO (MÊS) : DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PRÓ-HOPE APOIO À CRIANÇA COM CÂNCER CNPJ 02.072.483/0001-65 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DEZEMBRO DE 2010 E 2009

ASSOCIAÇÃO PRÓ-HOPE APOIO À CRIANÇA COM CÂNCER CNPJ 02.072.483/0001-65 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DEZEMBRO DE 2010 E 2009 BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DEZEMBRO DE 2010 E 2009 ATIVO 31/12/2010 31/12/2009 PASSIVO 31/12/2010 31/12/2009 CIRCULANTE 2.067.853,08 1.156.034,03 CIRCULANTE 1.444.697,99 375.899,34 DISPONIBILIDADES 1.284.699,22

Leia mais

EXERCÍCIO. Elaboração dos Demonstrativos Contábeis

EXERCÍCIO. Elaboração dos Demonstrativos Contábeis EXERCÍCIO Elaboração dos Demonstrativos Contábeis Considerando a Lei Orçamentária Aprovada para a Prefeitura de Belo Jardim para o exercício de X1, e os fatos contábeis ocorridos, lance os valores nos

Leia mais

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público 1. Ativo 2. Passivo 1.1. Ativo Circulante 2.1. Passivo Circulante Bancos/Caixa (F) Obrigações em circulação pessoal a pagar (F) Créditos a receber (P) Dívida Ativa Provisões a curto prazo 13º salário (P)

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO AMAPA Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Abril / 2013. Pág. : 1.

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO AMAPA Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Abril / 2013. Pág. : 1. ATIVO Pág. : 1 1 ATIVO 1.267.635,99 199.024,16 243.515,58 1.223.144,57 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 407.941,54 177.708,38 222.564,32 363.085,60 D 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 119.056,37 76.325,59 56.861,51

Leia mais

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO

ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO 11º Congresso Catarinense de Secretários de Finanças, Contadores Públicos e Controladores Internos Municipais ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS APLICADAS AO SETOR PÚBLICO 1 Professor João Eudes Bezerra

Leia mais

Empenhado Até o Período. Saldo da Dotação 33909300000 - INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 0000009 1.000,00 28.403,01 28.403,01 28.403,01

Empenhado Até o Período. Saldo da Dotação 33909300000 - INDENIZAÇÕES E RESTITUIÇÕES 0000009 1.000,00 28.403,01 28.403,01 28.403,01 BALANCETE ANALÍTICO DA DESPESA ORÇAMENTÁRIA Descrição Ficha Orçado Autorização Atualizado Saldo da Dotação Liquidação a Liquidar Pago Liquidado a Pagar a Pagar 120 - SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE - SEMUS

Leia mais

Índice do diário. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE RIBEIRA DO AMPARO, em 16 de abril de 2014. TETIANA DE PAULA FONTES CEDRO BRITTO.

Índice do diário. GABINETE DA PREFEITA MUNICIPAL DE RIBEIRA DO AMPARO, em 16 de abril de 2014. TETIANA DE PAULA FONTES CEDRO BRITTO. Diário Oficial Ano: 2 Edição: 231 Páginas: 40 Atos Oficiais Decreto - Nº 0532/2014 Portaria - Nº 0054/2014 Contas Públicas Balanço Orçamentário - BALANÇO Índice do diário Atos Oficiais Decreto Nº 0532/2014

Leia mais

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: DELTA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA LTDA CNPJ: 03703992000101 Telefone: (51)32354200

Não Possui Prestadora de Serviços de Informática Nome: DELTA SOLUÇÕES EM INFORMÁTICA LTDA CNPJ: 03703992000101 Telefone: (51)32354200 Neste RVE estão incluídos: Sim Não Modelos da LRF do Legislativo 1. Informações da Entidade 1.1 Dados Cadastrais da Administração Atual CNPJ: 04526121000122 Período: 01/01/2015 a 31/12/2015-6º Bimestre

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA GLORIA Página 1 de 28 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE % ATÉ BIMESTRE

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro

Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro RELAÇÃO DE DOCUMENTOS INTEGRANTES DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA (CONTAS DE GOVERNO) EXERCÍCIO DE 2013 CONFORME OFÍCIO-CIRCULAR Nº 14/2014 PRS/GAP RESPONSABILIZAÇÃO CADASTROS do Prefeito

Leia mais

Sistema de contas. Capítulo 2 Sistema de contas

Sistema de contas. Capítulo 2 Sistema de contas Sistema de contas Capítulo 2 Sistema de contas SUMÁRIO: 1. Conceito 2. Teoria das contas 2.1. Teoria personalística (ou personalista) 2.2. Teoria materialística (ou materialista) 2.3. Teoria patrimonialista

Leia mais

Anexo 12 - Balanço Orçamentário

Anexo 12 - Balanço Orçamentário Anexo 12 - Balanço Orçamentário BALANÇO ORÇAMENTÁRIO EXERCÍCIO: PERÍODO: MÊS DATA DE EMISSÃO: PÁGINA: PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS SALDO RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS INICIAL ATUALIZADA REALIZADAS (a) (b) c = (a-b)

Leia mais

Balancete De Verificacao Do Sistema Patrimonial Plano PCASP-MT Atributo: Todos Março / 2016

Balancete De Verificacao Do Sistema Patrimonial Plano PCASP-MT Atributo: Todos Março / 2016 Março / 2016 1 ATIVO 1.1 ATIVO CIRCULANTE 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL 1.1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA NACIONAL - CONSOLIDACAO

Leia mais

5 Análise do Balanço Patrimonial

5 Análise do Balanço Patrimonial 5 Análise do Balanço Patrimonial Essa análise tem por finalidade confrontar os dados e valores que constituem o Balanço Patrimonial correspondente ao exercício de 2002, com os do mesmo período de 2001,

Leia mais

Serviço Público Municipal Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ: 14.235.253/0001-59 PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015.

Serviço Público Municipal Prefeitura Municipal de Ubatã Estado da Bahia CNPJ: 14.235.253/0001-59 PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015. PORTARIA Nº 301 DE 09 DE DEZEMBRO DE 2015. Estabelece os procedimentos e as normas a serem adotados pelos órgãos e entidades da administração pública estadual direta e indireta, para o encerramento anual

Leia mais

AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013

AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013 AUDITORIA INTERNA RELATÓRIO SOBRE AS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2013 Em cumprimento à Instrução Normativa nº 14, de 14.12.2011, especificamente do seu art. 10, e à Decisão Normativa nº 009/2013, ambas do Tribunal

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU

TRIBUNAL DE CONTAS DE SANTA CATARINA - DMU Alterações em relação ao arquivos publicados em 03/06/2014: Item alterado/incluído Motivo Regras de consolidação. b.8 Numeração errada. Regras de consistência, b Exclui-se as consignações do passivo financeiro

Leia mais

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL

ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL ESTRUTURA DO BALANÇO PATRIMONIAL Introdução Já sabemos que o Patrimônio é objeto da contabilidade, na qual representa o conjunto de bens, diretos e obrigações. Esta definição é muito importante estar claro

Leia mais

JADER RIEFFE JULIANELLI AFONSO Secretário de Estado de Fazenda CPF: 799.453.091-53

JADER RIEFFE JULIANELLI AFONSO Secretário de Estado de Fazenda CPF: 799.453.091-53 CONSOLIDADO DEMONSTRATIVO DA DESPESA COM PESSOAL RGF ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") R$ 1,00 DESPESAS EXECUTADAS (Últimos 12 Meses) DESPESA COM PESSOAL INSCRITAS EM LIQUIDADAS RESTOS A PAGAR

Leia mais

B A L A N C O G E R A L A N E X O XII

B A L A N C O G E R A L A N E X O XII A N E X O XII CAMARA MUNICIPAL DE AIUABA ANEXO 12, da Lei No. 4.320/64 BALANCO ORCAMENTARIO R E C E I T A PREVISTA ARRECADADA DIFERENCA RECEITAS CORRENTES S O M A 0,00 0,00 0,00 D E F I C I T 807.564,91

Leia mais

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011.

Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. Modelo de Projeto de Lei (Origem Poder Executivo) Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da lei orçamentária de 2011. CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o São estabelecidas, em cumprimento

Leia mais

Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS

Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS Contabilidade Pública & Plano de Contas RPPS Por Otoni Gonçalves Guimarães Natal- RN, 18 de junho de 2015 1 DESAFIO Equilíbrio Financeiro e Atuarial Pressuposto Básico Existência de recursos (ativos) suficientes

Leia mais

Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005

Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 2 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005 Prefeitura Municipal de Coimbra Balancete Financeiro (Consolidado) Página 1 Contabilidade Publica - Planejar Periodo: 01/09/2005 a 30/09/2005 31/12/2005 16:20:56 ORCAMENTARIAS 1 Receitas Correntes 437.605,02

Leia mais

Despesa Orçamentária: conceitos, classificação e etapas 1

Despesa Orçamentária: conceitos, classificação e etapas 1 Para mais informações, acesse o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Parte I Procedimentos Contábeis Orçamentários, 5ª edição. https://www.tesouro.fazenda.gov.br/documents/10180/137713/parte_i_-_pco.pdf

Leia mais

Empresa Munic. de Transporte Urbano Presidente Figueiredo

Empresa Munic. de Transporte Urbano Presidente Figueiredo 03698709/000109 Exercício: 2015 BALANCETEISOLADO EMPRESA MUNICIPAL DE TRANSPORTE URBANO EMTU (UG:5) Página 1 de 5 100000000 05 ATIVO 343.632,70 139.134,52 114.972,75 367.794,47 110000000 05 ATIVO CIRCULANTE

Leia mais