LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA. Métodos rápidos de tipagem de microrganismos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA. Métodos rápidos de tipagem de microrganismos"

Transcrição

1 LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA Métodos rápidos de tipagem de microrganismos Tradicionalmente, o estudo de microrganismos, a nível genético, bioquímico/fisiológico ou apenas a nível de identificação, requer o seu isolamento em culturas puras. Os procedimentos experimentais necessários para se isolar, purificar e identificar os microrganismos presentes numa determinada amostra são laboriosos e dispendiosos. Além disso, muitas vezes nem todos os organismos daquela amostra são isolados, uma vez que não se utilizaram as condições experimentais necessárias ao seu desenvolvimento (ex. composição química do meio de cultura, da atmosfera da cultura, temperatura, etc). As técnicas de Biologia Molecular têm vindo a ser utilizadas não só para conhecer a composição e funcionamento das células, mas também para estudar os microrganismos sem ter que os cultivar, como por exemplo o FISH (Fluorescent in situ Hybridization), que permite identificar organismos específicos numa amostra ambiental, recorrendo a sondas que irão hibridar especificamente com um gene alvo presente apenas no organismo que se quer identificar. Algumas técnicas de Biologia Molecular permitem também averiguar se dois organismos cultiváveis (ou mais) são iguais ou não. Estas últimas técnicas, ditas de tipagem, permitem estudar simultaneamente um grande número de organismos, pois permitem agrupá-los e compará-los com outros já estudados e caracterizados. Estas técnicas têm vindo a ser utilizadas, por exemplo, na comparação de isolados clínicos de uma unidade de saúde ao longo do tempo, ou em isolados clínicos de diferentes unidades de saúde. Uma vez que cada grupo de alunos escolheu um microrganismo entre 4 possíveis (2.a a 2.d), pretende-se que através de um método rápido de tipagem, no final do período laboratorial cada aluno saiba o que escolheu, por comparação dos perfis de restrição com amostras de referência, e quais são os colegas que estudaram o mesmo organismo. Cândida Manuel e Olga Nunes 1

2 PARTE EXPERIMENTAL Extracção de DNA total - Com uma ansa estéril, retire 2/3 colónias de uma cultura em meio sólido. Ressuspenda a biomassa em 50 µl de água ultra pura estéril, num tubo Eppendorf estéril, devidamente identificado; - Coloque a suspensão (no tubo Eppendorf) num banho de água a 95 C, durante 10 minutos; - Transfira rapidamente o tubo Eppendorf para gelo. Deixe arrefecer durante 5 minutos; - Centrifugue a rpm durante 2 minutos; - Transfira o sobrenadante (DNA total) para um tubo Eppendorf estéril, devidamente identificado; - Guarde a amostra (no tubo Eppendorf) a -20 C. Electroforese em agarose para análise do DNA total - Prepare o gel de agarose misturando agarose com solução tampão TAE (40 mm Tris, 20 mm ácido acético, e 1 mm EDTA (ph 8.0), 1x), com concentração final de 0,7% (p/v). A mistura deve ser aquecida até fundir. Adicione a agarose ao gel caster, e deixe polimerizar durante cerca de 30 minutos. - Depois de polimerizado, coloque o gel na tina de electroforese contendo tampão TAE (1x). - Retire o pente, e com a ajuda de uma pipeta automática com ponta estéril adicione 6 µl de marcador de peso molecular no primeiro poço. - Prepare as amostras misturando 2 µl de loading buffer (azul de bromofenol/glicerol) com 8 µl de amostra de DNA total. - Aplique as amostras no gel adicionando os 8 µl de amostra + 2 µl loading buffer no poço seguinte (anote a posição do poço). - Corra a electroforese a 90 V, durante cerca de 35 a 50 min. Cândida Manuel e Olga Nunes 2

3 - Revele as bandas transferindo o gel para uma solução de brometo de etídio (ATENÇÃO CANCERÍGENO) durante cerca de 15 min. - Visualize das bandas de DNA colocando o gel num transiluminador (UV- ATENÇÃO CANCERÍGENO). Fotografe o gel para registo. Random Amplification of Polymorphic DNA (RAPD) O RAPD é uma técnica de tipagem baseada na amplificação de fragmentos não específicos de DNA, utilizando um primer, pequeno e de sequencia arbitrária, como iniciador da amplificação do DNA genómico por PCR (Polymerase Chain Reaction). O tamanho dos fragmentos amplificados por PCR dependem do primer e do DNA genómico, e são posteriormente separados por electroforese em agarose. Neste estudo usar-se-ão 2 primers (M13 e OPA3) para tipar os microrganismos em estudo pela turma. Sequência dos primers: M13: 5 GAG GGT GGC GGT TCT 3 OPA3: 5 AGT CAG CCA C 3 Amplificação por PCR : Deve preparar-se um mistura de reacção (mix) que será depois distribuída por tubos Eppendorf de 200 µl estéreis e aos quais se adiciona a amostra de DNA para amplificar. Em cada Eppendorf de 200 µl adiciona-se 24,5 µl de mix + 0,5 µl da amostra (DNA total). Para identificar o organismo em estudo será necessário comparar os seus perfis de restrição (perfil de bandas de DNA obtido a partir da amplificação com cada um dos primers) com os de organismos de referência (4a a 4d), fornecidos pelas docentes. Deve sempre fazer-se um Branco (24,5 µl de mix + 0,5 µl da água ultra-pura estéril) para confirmar que a amplificação do DNA decorre como pretendido, ou seja, não deve haver amplificação de DNA nesta reacção. Cândida Manuel e Olga Nunes 3

4 MIX para 1 reacção Água ultra pura 14 µl Tampão de reacção com KCl (10 x) 2,5 µl MgCl 2 25 mm 1,5 µl dntps 1 mm 5 µl Taq polimerase 1U/µL 0,75 µl Primer 33 pmol/µl 0,75 µl Volume total = 24,5 µl Como se utilizam dois primers diferentes (M13 e OPA) para amplificar o DNA da amostra, devem-se preparar dois controlos (brancos). Depois das reacções terem sido preparadas, devem colocar-se no termociclador para amplificar o DNA com o seguinte programa de temperaturas: - Desnaturação inicial (94 C, 5 min.) - 45 ciclos de: Desnaturação (94 C, 1min.) Annealing (34 C, 1 min.) Extensão (72 C, 2 min.) - Extensão final (72 C, 10 min.) O produto de PCR (devidamente identificado) deve ser guardado a -20 C. Separação dos fragmentos amplificados (obtenção do perfil de RAPD): Os fragmentos de DNA amplificados são separados em gel de agarose a 1,5% (p/v), usando 90 V durante 1,5 a 2 h. Em cada poço do gel, serão injectadas previamente 10 µl de amostra + 5 µl loading buffer na seguinte ordem: 1º Branco; 2º produtos PCR das amostras de referência dos microrganismos em estudo; 3º produtos PCR das amostras dos alunos; 4º marcador de peso molecular. Cândida Manuel e Olga Nunes 4

5 O gel cora-se, visualiza-se e fotografa-se como descrito acima. A discussão dos resultados deve incluir a justificação dos seguintes pontos: a) caracterização do perfil de restrição obtido para cada primer; b) qual o melhor primer para tipar o microrganismo em estudo; c) a identificação do organismo em estudo; d) quantos e quais grupos de alunos estudaram o mesmo microrganismo. Cândida Manuel e Olga Nunes 5

Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra

Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra Ana Luísa Carvalho Amplificação de um fragmento de DNA por PCR Numa reacção em cadeia catalizada pela DNA polimerase (Polymerase Chain Reaction - PCR),

Leia mais

Extração de DNA e Amplificação por PCR

Extração de DNA e Amplificação por PCR Universidade Federal de São Carlos Departamento de Genética e Evolução Disciplina Práticas de Genética Extração de DNA e Amplificação por PCR Érique de Castro 405523, Victor Martyn 405612, Wilson Lau Júnior

Leia mais

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Bioquímica e Imunologia Professor: Miguel Alunos: Gustavo Bastos, Hugo Rezende, Monica Maertens,

Leia mais

deficiências gênicas em amostras de DNA, de seres humanos e/ou animais, o qual além

deficiências gênicas em amostras de DNA, de seres humanos e/ou animais, o qual além "PROCESSO DE IDENTIFICAÇÃO E INVESTIGAÇÃO DE DEFICIENCIAS GÊNICAS COM UTILIZAÇÃO DE FLUORESCÊNCIA, OU PROCESSO PCR MULTIPLEX FLUORESCENTE". Trata o presente relatório da descrição detalhada acompanhada

Leia mais

Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR)

Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) 1 Universidade Federal Fluminense Instituto Biomédico Departamento de Microbiologia e Parasitologia Disciplina: Virologia Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) A técnica de reação

Leia mais

PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA OBJETIVO: Proporcionar aos participantes uma maior compreensão dos avanços que a descoberta da estrutura da

Leia mais

Universidade Estadual do Norte do Paraná UENP

Universidade Estadual do Norte do Paraná UENP 1 Universidade Estadual do Norte do Paraná UENP Formulário V do Edital Nº 004/2013 - PIBIC/UENP RELATÓRIO DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA RELATÓRIO PARCIAL ( ) RELATÓRIO FINAL ( x ) 1. IDENTIFICAÇÃO:

Leia mais

Mestrado em Genética Molecular

Mestrado em Genética Molecular Mestrado em Genética Molecular Ano lectivo de 2000/2001, edição 2000-2002 Biologia Molecular Expressão génica (RT-PCR) Protocolo das sessões práticas Braga, 2000 Rui Pedro Soares de Oliveira Mestrado em

Leia mais

Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influência da UHE Santo Antônio.

Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influência da UHE Santo Antônio. PROJETO: Análise Genética das Populações de Myrciaria dubia (camu-camu) e Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influencia da UHE Santo Antônio. Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma)

Leia mais

1. Amplificação por PCR de um fragmento do ADN contendo o local de interesse para esses indivíduos

1. Amplificação por PCR de um fragmento do ADN contendo o local de interesse para esses indivíduos Atividades Laboratoriais Caso prático A substituição de uma guanina por uma adenina (G>A) afeta a posição 18 do gene GNPTAB (18G>A). No sentido de caracterizar um grupo de indivíduos para esta substituição

Leia mais

Reagentes para Biologia Molecular

Reagentes para Biologia Molecular Reagentes para Biologia Molecular Para obtenção de resultados confiáveis, atividades realizadas na área da Biologia Molecular requerem reagentes de qualidade e pureza elevada. Ideais para diversas rotinas

Leia mais

ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA

ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA Eletroforese Separação de moléculas carregadas em um campo elétrico. As moléculas em uma mistura são separadas umas das outras conforme o tamanho ou a carga Eletroforese

Leia mais

Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase

Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase (Polymerase Chain Reaction - PCR) Uma das dificuldades dos pesquisadores frente à análise baseada no DNA é a escassez deste. Na medicina forense pode-se ter

Leia mais

WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III

WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III CAMPYLOBACTER spp. Multiplex PCR para detecção de C. jejuni e C. coli Grace Theophilo LRNCEB IOC/FIOCRUZ gtheo@ioc.fiocruz.br Diagnóstico molecular para Campylobacter spp.

Leia mais

Reação em Cadeia Da Polimerase

Reação em Cadeia Da Polimerase Reação em Cadeia Da Polimerase X Jornada Farmacêutica IV Amostra 2010 Sueli Massumi Nakatani LACEN-PR Um Pouco de História... Um Pouco de História... 1983 Kary Mullis for his invention of the polymerase

Leia mais

CYCLER CHECK. Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores. pronto a usar, pré-aliquotado. REF 71044 (4 testes)

CYCLER CHECK. Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores. pronto a usar, pré-aliquotado. REF 71044 (4 testes) PT Instruções de utilização CYCLER CHECK Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores pronto a usar, pré-aliquotado REF 7104 (10 testes) REF 71044 (4 testes) Índice 1.

Leia mais

Virologia em Laboratório Fase Pré- Analítica

Virologia em Laboratório Fase Pré- Analítica Virologia em Laboratório Fase Pré- Analítica Leonor Rebelo Lab Virologia i do IPOFGL EPE Novembro 2012 1º Curso de Virologia Molecular em Oncologia 1 ,, TÑÜxÇwxÜ t ØÇ vt vé át wx Öâx t ÅxÇàx ÇâÇvt áx vtçát?

Leia mais

Departamento de Biologia da Universidade do Minho

Departamento de Biologia da Universidade do Minho Departamento de Biologia da Universidade do Minho Mestrado em Genética Molecular Ano lectivo de 2004/2005, edição de 2004-2006 Estudo da regulação do gene STL1 codificando o sistema de simporte H + /glicerol

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme)

CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme) CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme) Genética Humana, LCS 3º Ano,1º Semestre, 2012-2013 2ª Aula Sumário Quantificação de DNA cromossomal e avaliação do grau de pureza por espectrofotometria

Leia mais

Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome

Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome 1 Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome 1 - As enzimas de restrição ou endonucleases recebem uma designação que provem (1 valor) a)

Leia mais

Endereço: Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro UENF. Av. Alberto Lamego 2000, CEP: 28013-620 carlosdiego_oliveira@yahoo.com.

Endereço: Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro UENF. Av. Alberto Lamego 2000, CEP: 28013-620 carlosdiego_oliveira@yahoo.com. Avaliação da Variabilidade Genética Via Marcadores ISSR Entre e Dentro de Populações de Milho Submetidas a Diferentes Ciclos de Seleção Recorrente Recíproca Carlos Diego de Oliveira Azevedo 1, Ana Paula

Leia mais

Ensaio ThromboType 1 (HPA 1)

Ensaio ThromboType 1 (HPA 1) INSTRUÇÕES DE USO Ensaio ThromboType 1 (HPA 1) REF THROMBOTYPE1 IVD ThromboType1 Reagentes E-Gel 48 INDICE UTILIZAÇÃO... 2 SUMÁRIO E EXPLICAÇÃO... 2 PRINCÍPIO... 2 REAGENTES... 2 PRECAUÇÕES... 2 ATENÇÃO...

Leia mais

DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR

DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR 20 a 24 de outubro de 2008 DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR Renan Savieri Carniello 1 ; Rodrigo Franco da Silva 2 ; Adriana Fiorini 3 RESUMO:

Leia mais

Genética e Melhoramento de Plantas

Genética e Melhoramento de Plantas Genética e Melhoramento de Plantas Marcadores moleculares e sua utilização no melhoramento Por: Augusto Peixe Introdução ao uso de Marcadores moleculares Definição Marcador molecular é todo e qualquer

Leia mais

SEPARAÇÃO ELETROFORÉTICA DE DNA

SEPARAÇÃO ELETROFORÉTICA DE DNA A eletroforese em gel de agarose consiste no método mais usado para separar, identificar, analisar, caracterizar e purificar fragmentos de DNA. Uma molécula de DNA, quando exposta a um campo elétrico,

Leia mais

LICENCIATURA EM MEDICINA

LICENCIATURA EM MEDICINA LICENCIATURA EM MEDICINA Disciplina de Biologia Molecular (2º Ano) Ano Lectivo de 2006/2007 3º AULA PRÁTICA 1 - Introdução à tecnologia de PCR 1.1. A reacção de PCR Príncipios e variantes da técnica 2.

Leia mais

Wipe Test. Controlo de contaminação. Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091.

Wipe Test. Controlo de contaminação. Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091. PT Instruções de utilização Wipe Test Controlo de contaminação Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091 40 reacções 1. Descrição do produto O uso da Polymerase

Leia mais

Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias

Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias Patologia x Genética Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias Lucas Brandão Patologia Clínica Definição: Fornece informações ao médico, de modo a proporcionar-lhe os meios necessários para

Leia mais

Exercício colaborativo GHEP-ISFG SPInDel Identificação taxonómica de amostras forenses. Instruções específicas

Exercício colaborativo GHEP-ISFG SPInDel Identificação taxonómica de amostras forenses. Instruções específicas Exercício colaborativo GHEP-ISFG SPInDel Identificação taxonómica de amostras forenses Instruções específicas Genotipagem de amostras A metodologia descrita corresponde à versão que foi optimizada no nosso

Leia mais

PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs)

PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs) Universidade do Algarve Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente Curso de Licenciatura em Biologia Marinha e Pescas PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs)

Leia mais

Kit para calibração de PCR pht

Kit para calibração de PCR pht Kit para calibração de PCR pht Itens fornecidos: Tampões ( concentrado) Composição ( concentrado) I0 500 mm KCl; 100 mm Tris-HCl ph 8,4; 1% Triton X-100 IB 500 mm KCl; 100 mm Tris-HCl ph 8,4; 1% Triton

Leia mais

AL 0.1 10º ano Separar e purificar DESSALINIZAÇAO DE ÁGUA SALGADA

AL 0.1 10º ano Separar e purificar DESSALINIZAÇAO DE ÁGUA SALGADA Projeto Ciência Viva INTRODUÇÃO À QUÍMICA VERDE, COMO SUPORTE DA SUSTENTABILIDADE, NO ENSINO SECUNDÁRIO AL 0.1 10º ano Separar e purificar DESSALINIZAÇAO DE ÁGUA SALGADA 1. REAGENTES Reagentes - Solução

Leia mais

Guia do Professor. (Documento baseado no guião original em inglês)

Guia do Professor. (Documento baseado no guião original em inglês) Guia do Professor (Documento baseado no guião original em inglês) Nota: Este documento é apenas um resumo do conteúdo do guia do professor. Alguns itens de grande importância não estão aqui referidos,

Leia mais

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR Engenharia Molecular Kit Autossômico GEM EM-22plex sem extração Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR 1. Introdução STRs (short tandem repeats) são sequências repetitivas de 3 a 7 pares de bases encontradas

Leia mais

ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE

ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE Importância da Engenharia Genética Diversidade biológica X Diversidade gênica Etapas básicas da Clonagem Escolha e amplificação do

Leia mais

PCR MARCADORES MOLECULARES. Prof. Dr. José Luis da C. Silva

PCR MARCADORES MOLECULARES. Prof. Dr. José Luis da C. Silva PCR MARCADORES MOLECULARES Prof. Dr. José Luis da C. Silva Histórico da PCR Kornberg (1960) Isolou e caracterizou a DNA polimerase. O isolamento desta enzima possibilitou o desenvolvimento da síntese in

Leia mais

Relatório. A arte em movimento: a célula. Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC

Relatório. A arte em movimento: a célula. Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC Relatório A arte em movimento: a célula Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC Introdução No dia 6 Agosto, iniciamos o nosso estágio no

Leia mais

Técnicas de biologia molecular. da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala

Técnicas de biologia molecular. da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala Técnicas de biologia molecular da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala os mesmos genes, qual a diferença? Dogma central Localizando alvos Técnicas iniciais para evidenciar

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES LABORATORIAS

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES LABORATORIAS NOME DA ATIVIDADE LABORATORIAL: 1.2. UM CICLO DE COBRE Será possível reciclar uma substância usando processos químicos com rendimento 100%? OBJETIVOS: Entender a possibilidade de reciclar um metal por

Leia mais

PCR tempo real. PCR quantitativo. 52º Congresso Nacional de Genética Foz do Iguaçu

PCR tempo real. PCR quantitativo. 52º Congresso Nacional de Genética Foz do Iguaçu PCR tempo real PCR quantitativo 52º Congresso Nacional de Genética Foz do Iguaçu Aspectos Básicos um dos métodos atuais de aferir o nível de expressão de genes mas não é o único: Northern blotting (quantificação

Leia mais

REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR)

REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) Área de Ciências da Saúde Curso de Medicina Módulo: Saúde do Adulto e Idoso II GENÉTICA HUMANA Professora: Dra. Juliana Schmidt REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) A molécula de DNA é um longo polímero

Leia mais

Curso: Marcadores Moleculares aplicados a organismos de interesse epidemiológico

Curso: Marcadores Moleculares aplicados a organismos de interesse epidemiológico Curso: Marcadores Moleculares aplicados a organismos de interesse epidemiológico SUCEN Superintendência de Controle de Endemias São Paulo 17 a 22 de agosto de 2009 Aula : PCR EM TEMPO REAL José Eduardo

Leia mais

Lâmina adesiva vedante 3 Plástico e cola

Lâmina adesiva vedante 3 Plástico e cola RTS120 MTB Q PCR Alert Kit Instruções de Uso USO PRETENDIDO O Kit MTB Q-PCR Alert Kit é um ensaio qualitativo de amplificação de ácidos nucleicos para a detecção de DNA de Mycobacterium tuberculosis (MTB)

Leia mais

Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações

Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações BSc. Daniel Perez Vieira (Protozoologia-IMTSP/ Laboratório de Biologia Molecular-IPEN) Aula 3 - Análise dos produtos: Qualitativa e Semi- Quantitativa

Leia mais

Exercício 2 DNA e Eletroforese

Exercício 2 DNA e Eletroforese Exercício 2 DNA e Eletroforese Você já aprendeu sobre as enzimas de restrição e como elas clivam o DNA em fragmentos. Você também deve ter notado que, em alguns mapas de restrição, uma enzima pode produzir

Leia mais

SÍNTESES NUCLEARES. O DNA éo suporte da informação genética. Parte 1 Replicação

SÍNTESES NUCLEARES. O DNA éo suporte da informação genética. Parte 1 Replicação SÍNTESES NUCLEARES O DNA éo suporte da informação genética Parte 1 Replicação Estrutura do DNA Replicação do DNA Nucleótidos A informação genética das células é armazenada sob a forma de 2 moléculas similares:

Leia mais

Técnicas moleculares

Técnicas moleculares Técnicas moleculares PCR Reação em Cadeia da Polimerase Inventada em 1983 por Kary Mullis é uma das técnicas mais comuns utilizadas em laboratórios de pesquisas médicas e biológicas Kary Mullis ganhou

Leia mais

O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)?

O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? 3 5 F R 3 5 Um processo para multiplicar selectivamente um determinado segmento de DNA Esse segmento pode

Leia mais

Amostras: - DNA extraído por metodologia definida pelo usuário, seguindo as normas e padrões de amostras exigidos na descrição abaixo.

Amostras: - DNA extraído por metodologia definida pelo usuário, seguindo as normas e padrões de amostras exigidos na descrição abaixo. RTS097 Chlamydophila pn. Q - PCR Alert Kit Instruções de Uso USO PRETENDIDO O produto CHLAMYDOPHILA pn. Q-PCR Alert AmpliPROBE é parte de um ensaio quantitativo de amplificação de ácidos nucleicos para

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa Amazônia Oriental Belém, PA 2015 DIVERGÊNCIA GENÉTICA ENTRE MATRIZES DE

Leia mais

O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja

O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja SOUZA, R.C. 1 ; SANTOS, M.A. 2 ; HUNGRIA, M. 3 1 Centro Universitário Filadélfia - Unifil, renata@ cnpso.embrapa.br; 2 Escola

Leia mais

COMPARAÇÃO DE MÉTODOS FENOTÍPICOS E GENOTÍPICOS PARA IDENTIFICAÇÃO DE Candida albicans E Candida dubliniensis

COMPARAÇÃO DE MÉTODOS FENOTÍPICOS E GENOTÍPICOS PARA IDENTIFICAÇÃO DE Candida albicans E Candida dubliniensis COMPARAÇÃO DE MÉTODOS FENOTÍPICOS E GENOTÍPICOS PARA IDENTIFICAÇÃO DE Candida albicans E Candida dubliniensis Laura Wiebusch¹; Luana Mireli Carbonera Rodrigues²; Danielly Beraldo dos Santos Silva³; Adriana

Leia mais

Biologia Celular e Molecular

Biologia Celular e Molecular DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Biologia Celular e Molecular Detecção de proteínas por western-blotting 2007-2008 Na electroforese em gel de poliacrilamida

Leia mais

PCR in situ PCR Hotstart

PCR in situ PCR Hotstart Bruno Matos e Júlia Cougo PCR in situ PCR Hotstart Disciplina de Biologia Molecular Profª. Fabiana Seixas Graduação em Biotecnologia - UFPel PCR in situ - É a técnica de PCR usada diretamente numa lâmina

Leia mais

Prova Experimental Física, Química, Biologia

Prova Experimental Física, Química, Biologia Prova Experimental Física, Química, Biologia Complete os espaços: Nomes dos estudantes: Número do Grupo: País: BRAZIL Assinaturas: A proposta deste experimento é extrair DNA de trigo germinado e, posteriormente,

Leia mais

Material e Métodos Resultados e Discussão

Material e Métodos Resultados e Discussão Área: Melhoramento Genético Vegetal TRANSFERIBILIDADE DE PRIMERS MICROSSATÉLITES DE Phaseolus vulgaris PARA Vigna unguiculata Matheus Felipe Nogueira da Silva 1, Leidiane Bezerra Albuquerque 2, Rafaela

Leia mais

Southern blotting análise de DNA. Northern blotting análise de RNA. Western blotting análise de proteínas

Southern blotting análise de DNA. Northern blotting análise de RNA. Western blotting análise de proteínas Southern blotting análise de DNA Northern blotting análise de RNA Western blotting análise de proteínas Southern blotting Hibridação DNA-DNA em membrana Southern blot Digestão enzimática Eletroforese em

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica Eletroforese Introdução a Eletroforese Eletroforese migração de moléculas ionizadas,

Leia mais

A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar

A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar 7. ELETROFORESE DE ÁCIDOS NUCLÉICOS João José de Simoni Gouveia Luciana Correia de Almeida Regitano A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar moléculas carregadas (como

Leia mais

(Actos não legislativos) REGULAMENTOS

(Actos não legislativos) REGULAMENTOS 3.3.2010 Jornal Oficial da União Europeia L 52/1 II (Actos não legislativos) REGULAMENTOS REGULAMENTO (UE) N. o 175/2010 DA COMISSÃO de 2 de Março de 2010 que dá execução à Directiva 2006/88/CE no que

Leia mais

ANO LECTIVO 2011-12 LABORATÓRIOS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO NOVAS OPORTUNIDADES

ANO LECTIVO 2011-12 LABORATÓRIOS PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO NOVAS OPORTUNIDADES ANO LECTIVO 2011-12 PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO 2º CICLO 3º CICLO SECUNDÁRIO NOVAS OPORTUNIDADES 1 PRÉ-ESCOLAR E 1º CICLO Chefs no Laboratorium Muitos dos alimentos que fazem as delícias dos mais pequenos resultam

Leia mais

Lílian Maria Lapa Montenegro Departamento de Imunologia Laboratório rio de Imunoepidemiologia

Lílian Maria Lapa Montenegro Departamento de Imunologia Laboratório rio de Imunoepidemiologia XVIII Congresso Mundial de Epidemiologia e VII Congresso Brasileiro de Epidemiologia Avaliação do desempenho da técnica de nested- PCR em amostras de sangue coletadas de pacientes pediátricos com suspeita

Leia mais

GRUPO SANGUÍNEO e FATOR RH, RH e GRUPO. Mnemônico: GSF

GRUPO SANGUÍNEO e FATOR RH, RH e GRUPO. Mnemônico: GSF POP n.º: B93 Página 1 de 7 1. Sinonímia: GRUPO SANGUÍNEO e FATOR RH, RH e GRUPO. Mnemônico: GSF 2. Aplicabilidade: Bioquímicos do setor de bioquímica do LAC-HNSC. 3. Aplicação clínica: Determinação do

Leia mais

LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR

LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR Linha de reagentes fabricados dentro de restritos controles de qualidade. Testados para assegurar os melhores resultados nas técnicas de pesquisa em Biologia

Leia mais

Plasma colhido em EDTA. Sangue total colhido em EDTA. As suspensões de leucócitos e as suspensões de linfomonócitos destinadas à extração

Plasma colhido em EDTA. Sangue total colhido em EDTA. As suspensões de leucócitos e as suspensões de linfomonócitos destinadas à extração RTS038 HHV8 Q PCR Alert Kit Rev. 04 Out/2013 Instruções de Uso USO PRETENDIDO O produto HHV8 Q-PCR Alert é um kit para teste quantitativo de amplificação dos ácidos nucleicos para a identificação e a dosagem

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE NUTRIÇÃO RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE NUTRIÇÃO RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE - RS PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO CURSO DE NUTRIÇÃO RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS Projeto REUNI Novos Cursos Para que a implantação e

Leia mais

TESTES DE EXTRAÇÃO DE DNA DE Anticarsia gemmatalis e Spodoptera frugiperda USANDO O PROTOCOLO MINIPREP (MODIFICADO DE RAEDER; BRODA, 1985)

TESTES DE EXTRAÇÃO DE DNA DE Anticarsia gemmatalis e Spodoptera frugiperda USANDO O PROTOCOLO MINIPREP (MODIFICADO DE RAEDER; BRODA, 1985) TESTES DE EXTRAÇÃO DE DNA DE Anticarsia gemmatalis e Spodoptera frugiperda USANDO O PROTOCOLO MINIPREP (MODIFICADO DE RAEDER; BRODA, 1985) Francielle Fiorentin, Alice Jacobus de Moraes, Viviane M. Celant,

Leia mais

Introdução a Biologia Molecular

Introdução a Biologia Molecular Mestrado em Microbiologia e Parasitologia Disciplina: Fundamentos de Biologia Molecular Introdução a Biologia Molecular Profa. Rita de Cássia Nasser Cubel Garcia Biologia Molecular consiste principalmente

Leia mais

Recebido em: 12/04/2014 Aprovado em: 27/05/2014 Publicado em: 01/07/2014

Recebido em: 12/04/2014 Aprovado em: 27/05/2014 Publicado em: 01/07/2014 ESTABELECIMENTO E OTIMIZAÇÃO DE PROTOCOLO PARA EXTRAÇÃO E AMPLIFICAÇÃO DE DNA EM TECIDO FOLIAR DE Curcuma longa. (L) 6 Kátia Fabiane Medeiros Schmitt 1,6, Bruna Mezzalira da Silva 2,6, Ana Aparecida Bandini

Leia mais

PCR. Transiluminador * Cubas de Eletroforese * Características

PCR. Transiluminador * Cubas de Eletroforese * Características PCR PCR A PCR - reação em cadeia da polimerase - é uma técnica de biologia molecular que permite a replicação in vitro do DNA de maneira eficiente, utilizando amostras que podem ser amplificadas milhões

Leia mais

Extração de DNA. Prof. Silmar Primieri

Extração de DNA. Prof. Silmar Primieri Extração de DNA Prof. Silmar Primieri Conceitos Prévios O que é DNA? Onde se localiza o DNA na célula? Do que são formadas as membranas celulares? Qual a estrutura do DNA? O que é DNA? Unidade básica informacional

Leia mais

Biotecnologia: principais me todos moleculares

Biotecnologia: principais me todos moleculares Biotecnologia: principais me todos moleculares Raphael Bessa Parmigiani, PhD Centro de Oncologia Molecular Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa Curso de Introdução à Biologia Molecular Goiânia,

Leia mais

ESTUDO DA MATÉRIA. QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida -

ESTUDO DA MATÉRIA. QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida - ESTUDO DA MATÉRIA QUÍMICA - Prof. Marcelo Uchida - Matéria Material ou matéria é tudo aquilo que tem massa e ocupa lugar no espaço. Água Ar Madeira Ouro Corpo Porção limitada da matéria Barra de Ouro Tronco

Leia mais

TÉCNICAS DE ESTUDO EM PATOLOGIA

TÉCNICAS DE ESTUDO EM PATOLOGIA TÉCNICAS DE ESTUDO EM PATOLOGIA Augusto Schneider Carlos Castilho de Barros Faculdade de Nutrição Universidade Federal de Pelotas TÉCNICAS Citologia Histologia Imunohistoquímica Citometria Biologia molecular

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 MARCADORES SSR PARA A CARACTERIZAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE CULTIVARES DE MILHETO (Pennisetum glaucum (L.) R. Br.) ADRIANO ALVES DA SILVA 1, ÉDILA VILELA RESENDE VON PINHO 2 ; BRUNA LINE CARVALHO 3, VIVIAN

Leia mais

C V C. Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02. Revisão 2. Julho 2014

C V C. Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02. Revisão 2. Julho 2014 DOT139v1 Instructions for Use Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02 Página 1 de 7 Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02 Revisão 2 Julho

Leia mais

marcada com o fluoróforo VIC é ativada quando hibridizada com o produto da reação de

marcada com o fluoróforo VIC é ativada quando hibridizada com o produto da reação de RTS032 HSV2 Q PCR Alert Kit Rev. 04 Out/2013 Instruções de Uso USO PRETENDIDO O kit HSV2 Q-PCR Alert kit - Tempo Real - pronto para uso - é um teste quantitativo de amplificação dos ácidos nucleicos para

Leia mais

Exame de Laboratórios de Bioquímica e Biofísica Licenciatura em Bioquímica 1ª Época 27 de Junho de 2006 Por favor responda às questões da 1ª parte e 2ª partes em folhas separadas 1ª Parte 1. Suponha que

Leia mais

Genes e Genomas Protocolos das aulas práticas

Genes e Genomas Protocolos das aulas práticas Genes e Genomas Protocolos das aulas práticas Licenciatura em Biologia Aplicada, 3º ano Ano lectivo de 2012/2013 Docente coordenador: Rui Oliveira Precauções em laboratório de biologia molecular Segurança

Leia mais

ANTI-A ANTI-B ANTI-AB

ANTI-A ANTI-B ANTI-AB ANTI-A ANTI-B ANTI-AB Monoclonal Murino IgM PROTHEMO Produtos Hemoterápicos Ltda. Reagentes para classificação do sistema sangüíneo ABO PARA TESTES EM LÂMINA OU TUBO Somente para Uso Diagnóstico IN VITRO

Leia mais

EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI.

EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI. EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI. Antonia Cardoso Almeida ( ICV/ UFPI); Francilene Leonel Campos(orientadora, Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas/

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DE ENSAIO DE PCR EM TEMPO REAL EM FORMATO MULTIPLEX APLICADO AO DIAGNÓSTICO DE INFECÇÕES POR HTLV-1 E HTLV-2

PADRONIZAÇÃO DE ENSAIO DE PCR EM TEMPO REAL EM FORMATO MULTIPLEX APLICADO AO DIAGNÓSTICO DE INFECÇÕES POR HTLV-1 E HTLV-2 PADRONIZAÇÃO DE ENSAIO DE PCR EM TEMPO REAL EM FORMATO MULTIPLEX APLICADO AO DIAGNÓSTICO DE INFECÇÕES POR HTLV-1 E HTLV-2 Gonçalves MG 1, Fukasawa LO 1, Alencar WK 2, Caterino-de-Araujo A 1 1 Instituto

Leia mais

USO DE MARCADORES MOLECULARES RAPD E MICROSSATÉLITES VISANDO A CONFIRMAÇÃO DA FECUNDAÇÃO CRUZADA ENTRE Theobroma cacao E Theobroma grandiflorum

USO DE MARCADORES MOLECULARES RAPD E MICROSSATÉLITES VISANDO A CONFIRMAÇÃO DA FECUNDAÇÃO CRUZADA ENTRE Theobroma cacao E Theobroma grandiflorum Agrotrópica 15 (1) : 41-46. 2003. Centro de Pesquisas do Cacau, Ilhéus, Bahia, Brasil USO DE MARCADORES MOLECULARES RAPD E MICROSSATÉLITES VISANDO A CONFIRMAÇÃO DA FECUNDAÇÃO CRUZADA ENTRE Theobroma cacao

Leia mais

6 a Experiência: Calorimetria

6 a Experiência: Calorimetria 6 a Experiência: Calorimetria Objetivo Determinar os calores específicos dos materiais (latão, alumínio) e comparar com os valores teóricos já conhecidos. Introdução Para compreender essa experiência é

Leia mais

III AS OLIMPÍADAS DE BIOTECNOLOGIA

III AS OLIMPÍADAS DE BIOTECNOLOGIA III AS OLIMPÍADAS DE BIOTECNOLOGIA Duração da prova: 30 minutos 2008 Final O teste tem a duração total de 30 minutos. Poderá sair da sala ao fim de 15 minutos se já tiver terminado. Nas folhas de respostas

Leia mais

Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869

Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869 Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869 António Carlos Matias Correia Dissertação apresentada à Universidade de Aveiro

Leia mais

Propriedades Coligativas

Propriedades Coligativas 1. Introdução Propriedades Coligativas Algumas propriedades do solvente mudam quando um soluto é dissolvido nele para formar uma solução. O ponto de congelamento da água salgada, por exemplo, é menor que

Leia mais

Manual Técnico. quantificação de DNA humano em análises forenses. Para WWW.GENOMIC.COM.BR

Manual Técnico. quantificação de DNA humano em análises forenses. Para WWW.GENOMIC.COM.BR Kit Genomic de Quantificação de DNA Manual Técnico Para quantificação de DNA humano em análises forenses WWW.GENOMIC.COM.BR 1. Introdução Na maioria dos casos forenses, as amostras recebidas apresentam-se

Leia mais

EXTD02 EXTRAcell - Kit Extração DNA de amostras celulares

EXTD02 EXTRAcell - Kit Extração DNA de amostras celulares EXTD02 EXTRAcell - Kit Extração DNA de amostras celulares USO PRETENDIDO Instruções de Uso O produto é um sistema de extração de DNA viral e celular de amostras eucarióticas e procarióticas

Leia mais

PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR

PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS DE PARNAÍBA Mestrado em Biotecnologia Semestre 2011.2 PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR DATA: AULA PRÁTICA 2: preparo de soluções em biologia molecular. I.

Leia mais

PCR. Transiluminador * Características

PCR. Transiluminador * Características PCR PCR A PCR - reação em cadeia da polimerase - é uma técnica de biologia molecular que permite a replicação in vitro do DNA de maneira eficiente, utilizando amostras que podem ser amplificadas milhões

Leia mais

Biologia Molecular. Técnicas Moleculares. Lucas Brandão

Biologia Molecular. Técnicas Moleculares. Lucas Brandão Biologia Molecular Técnicas Moleculares Lucas Brandão CONCEITOS BÁSICOS Núcleo - Célula Humana DENTRO DO DNA SE ENCONTRAM OS GENE Definição de Genes Estrutura Gênica n=23, X ou Y 5 UTR 1 Pai Introns 2

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO Determinação de Amido e Carboidratos Totais em Produtos de Origem Animal por Espectrofotometria UV/Vis

INSTRUÇÃO DE TRABALHO Determinação de Amido e Carboidratos Totais em Produtos de Origem Animal por Espectrofotometria UV/Vis Página: 1 de 5 Nome Função Assinatura Data Elaboração: Camila Cheker Brandão RQ Substituta Análise crítica: Rosana Aparecida de Freitas RQ Aprovação: Zelita de Oliveira Lopes Brasil RT 1. Objetivo Descrever

Leia mais

Clonagem Molecular. Esta tecnologia permite estudar os genes e os seus produtos, obter organismos transgênicos e realizar terapia gênica.

Clonagem Molecular. Esta tecnologia permite estudar os genes e os seus produtos, obter organismos transgênicos e realizar terapia gênica. Clonagem Molecular A clonagem molecular é o processo de construção de moléculas de DNA recombinante e da sua propagação em hospedeiros apropriados que possibilitam a selecção do DNA recombinante. Esta

Leia mais

Relatórios de Biologia Molecular

Relatórios de Biologia Molecular Relatórios de Biologia Molecular 2013/2014 Professores: Dr. Claúdio Sunkel; Mariana Osswald Realizado por: Ana Isabel Sá; Ana Sofia Évora; Nuno Padrão 1 Extração de DNA genómico de Drosophila melanogaster

Leia mais

ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs

ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs João Meidanis Scylla Bioinformática e UNICAMP III Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas Gramado, RS Maio 2005 MINI-CURSO - AGENDA 1. Primeiro Dia

Leia mais

O uso de Marcadores Moleculares na Caracterização Citoplasmática em Cebola Como Auxílio no Melhoramento de Cultivares Híbridas.

O uso de Marcadores Moleculares na Caracterização Citoplasmática em Cebola Como Auxílio no Melhoramento de Cultivares Híbridas. O uso de Marcadores Moleculares na Caracterização Citoplasmática em Cebola Como Auxílio no Melhoramento de Cultivares Híbridas. Daniela L. Leite 1 ; Denilson Anthonisen 1 1 Embrapa Clima Temperado, BR

Leia mais

Polymerase Chain Reaction

Polymerase Chain Reaction Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Ciências Básicas da Saúde Laboratório de Virologia Polymerase Chain Reaction Equipe de Virologia UFRGS & IPVDF www.ufrgs.br/labvir PCR Desenvolvida

Leia mais

MESTRADO EM MICROBIOLOGIA MOLECULAR. Artur Alves, Isabel Henriques, Ana Santos, Marta Tacão & António Correia. Tipagem Genética de Microrganismos

MESTRADO EM MICROBIOLOGIA MOLECULAR. Artur Alves, Isabel Henriques, Ana Santos, Marta Tacão & António Correia. Tipagem Genética de Microrganismos MESTRADO EM MICROBIOLOGIA MOLECULAR Artur Alves, Isabel Henriques, Ana Santos, Marta Tacão & António Correia Tipagem Genética de Microrganismos AVEIRO - 2003 A. ALVES, I. HENRIQUES, A. SANTOS, M. TACÃO

Leia mais