CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme)"

Transcrição

1 CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme) Genética Humana, LCS 3º Ano,1º Semestre, ª Aula

2 Sumário Quantificação de DNA cromossomal e avaliação do grau de pureza por espectrofotometria Avaliação da integridade por electroforese em gel de agarose Amplificação por PCR da região genómica de interesse

3 Espectofotometria A concentração de RNA ou DNA pode ser medida directamente por espectofotometria na região do ultra-violeta. Os ácidos nucleicos absorvem a luz UV de uma forma eficiente permitindo a sua detecção a concentrações baixas: 2,5 ng/µl. As bases aminadas dos nucleótidos têm uma absorvância máxima a 260 nm e o coeficiente de extinsão molar é de 20, para uma distância de 1cm. Uma solução de DNA em dupla cadeia a uma concentração de 50µg/ml terá uma absorvância de 1 a 260nm. Uma solução de RNA em cadeia simples a uma concentração de 40µg/ml terá uma absorvância de 1 a 260nm.

4 Concentração Ác. Nucleicos Concentração de DNA (µg/ml): (Abs 260nm) x (factor de diluição) x (50 µg DNA/ml) / (1unidade Abs 260nm) Concentração de RNA (µg/ml): (Abs 260nm) x (factor de diluição) x (40 µg RNA/ml) / (1 unidade Abs 260nm)

5 Interferentes Fenol: tem um máximo de absorvância a 270 nm mas o seu espectro sobrepõem-se ao dos Ác. nucleicos. Contaminação com Fenol: leitura com erro por excesso. Extracção com clorofórmio. Remoção do clorofórmio: evaporação.

6 Proteínas Absorvem na zona do ultra-violeta, com um máximo a 280 nm, devido especialmente à presença de resíduos de aminoácidos aromáticos (triptofano, tirosina e fenilalanina). A absorvância de uma amostra de DNA a 280 dá uma estimativa da sua contaminação com proteínas. A razão das absorvâncias a 260nm / 280 nm é uma medida da pureza do DNA: deverá variar entre 1,65 e 1,85.

7 NanoDrop Espectofotómetro para micro volumes, 0.5 µl e cuvetes.

8 Electroforese Ác. Nucleicos Num tampão a ph alcalino, os ácidos nucleicos ficam com carga negativa (grupos fosfato e açucar) Em tampão TBE, ph=8,3, os ácidos nucleicos migram para o ânodo (vermelho +) DNA e RNA não interagem com o gel e a migração neste é inversamente proporcional ao logaritmo da sua massa molecular

9 Agar Polissacáridos extraídos de algas vermelhas dos géneros Gracilaria e Gelidium Usos múltiplos: Culinária Microbiologia Farmácia Biologia Molecular

10 Agar É uma mistura dois polissacáridos: a agarose e a agaropectina Agarose é um polimero linear de agarobiose: dissacárido de D-galactose e 3,6-anidro-L-galactopiranose Agaropectina semelhante à Agarose mas está altamente modificada com grupos acídicos como sulfato e piruvato.

11 Agarobiose D-galactose e 3,6-anidro-L-galactopiranose

12 Gel de Agarose Funde a 85ºC e gelifica a 32-40ºC.

13 Resolução Agarose

14 10 Volt /cm Poço de aplicação Amostras com Glicerol Ânodo (-) Cátodo (+) Tampões: TBE (tris borato ph 8,3) ou TAE (tris acetato, ph 8,0). A capacidade de tamponamento do TAE é menor, mas os ácidos nucleicos correm mais depressa, ficando as bandas mais bem definidas pois a difusão é menor.

15 Visualização Ác. Nucleicos Agente intercalante da dupla cadeia, o Brometo de etídio (já foi medicamento uso veterinário) Quando intercalado e irradiado com luz UV, vai fluorescer na zona do vermelho EtBr: mutagénico; cancerígeno Consegue detectar 1 ng de ác. nucleicos em geis de agarose

16 Espectro de excitação, a azul, e de emissão, a vermelho, do Brometo de etídio quando ligado ao DNA

17 Fotografia São usados marcadores de PM e concentrações conhecidas Usa-se uma máquina fotográfica, digital ou não, com um filtro vermelho Há software para tratamento da imagem, determinação do PM das bandas e concentração de DNA

18 Exemplo M M M M M Gel Agarose a 1% em TBE. Coloração com EtBr

19 Vida a 100ºC Até aos anos 60 pensava-se que a temperatura máxima suportada pelos os seres vivos era 55ºC Em 1960, com o estudo das fontes termais no Parque Nacional Yellowstone, USA, Thomas Brock e Hudson Freeze isolaram um microrganismo que vivia a 70ºC:Thermus aquaticus Pyrococcus furiosus 100ºC: ºC Brock TD and Freeze H (1969). "Thermus aquaticus, a Nonsporulating Extreme Thermophile". J. Bact. 98 (1):

20 Açores - Furnas

21 Polimerases Enzimas que catalizam a polimerização do DNA Necessitam de uma cadeia molde e de uma sequência iniciadora, o primer Adicionam nucleótidos trifosfatados à extremidade 3 hidroxilada Quando encontram um erro corrigem-no

22 PCR Tecnologia que permite amplificar uma sequência de DNA milhões de vezes Desenvolvida em 1983 por Kary Mullis, que trabalhava para a Cetus (Nobel da Química 1993) Permite amplificar fragmentos de DNA com 40 kb

23 T ambiente 95-98ºC T hibridação depende composição ATCG primer T extensão depende da polimerase Repetição

24 PCR Hoje é uma técnica com multiplos usos: Sequenciação de DNA (basta um primer) Eng. Genética Mutação pontual Detecção de patologias Aplicações forenses

25 Que polimerase?

26

27 Desenho de Primers É necessário conhecer a sequência de DNA a amplificar A temperatura de hibridação pode ser calculada somando 2ºC por cada A ou T e 4ºC por cada C ou G Certas Polimerases necessitam de cálculos um pouco mais elaborados

28 Links T hibridação

ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA

ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA Eletroforese Separação de moléculas carregadas em um campo elétrico. As moléculas em uma mistura são separadas umas das outras conforme o tamanho ou a carga Eletroforese

Leia mais

Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra

Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra Ana Luísa Carvalho Amplificação de um fragmento de DNA por PCR Numa reacção em cadeia catalizada pela DNA polimerase (Polymerase Chain Reaction - PCR),

Leia mais

Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR)

Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) 1 Universidade Federal Fluminense Instituto Biomédico Departamento de Microbiologia e Parasitologia Disciplina: Virologia Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) A técnica de reação

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica Eletroforese Introdução a Eletroforese Eletroforese migração de moléculas ionizadas,

Leia mais

Reação em Cadeia Da Polimerase

Reação em Cadeia Da Polimerase Reação em Cadeia Da Polimerase X Jornada Farmacêutica IV Amostra 2010 Sueli Massumi Nakatani LACEN-PR Um Pouco de História... Um Pouco de História... 1983 Kary Mullis for his invention of the polymerase

Leia mais

LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR

LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR Linha de reagentes fabricados dentro de restritos controles de qualidade. Testados para assegurar os melhores resultados nas técnicas de pesquisa em Biologia

Leia mais

Genética e Melhoramento de Plantas

Genética e Melhoramento de Plantas Genética e Melhoramento de Plantas Marcadores moleculares e sua utilização no melhoramento Por: Augusto Peixe Introdução ao uso de Marcadores moleculares Definição Marcador molecular é todo e qualquer

Leia mais

SEPARAÇÃO ELETROFORÉTICA DE DNA

SEPARAÇÃO ELETROFORÉTICA DE DNA A eletroforese em gel de agarose consiste no método mais usado para separar, identificar, analisar, caracterizar e purificar fragmentos de DNA. Uma molécula de DNA, quando exposta a um campo elétrico,

Leia mais

REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR)

REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) Área de Ciências da Saúde Curso de Medicina Módulo: Saúde do Adulto e Idoso II GENÉTICA HUMANA Professora: Dra. Juliana Schmidt REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) A molécula de DNA é um longo polímero

Leia mais

Extração de DNA e Amplificação por PCR

Extração de DNA e Amplificação por PCR Universidade Federal de São Carlos Departamento de Genética e Evolução Disciplina Práticas de Genética Extração de DNA e Amplificação por PCR Érique de Castro 405523, Victor Martyn 405612, Wilson Lau Júnior

Leia mais

WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III

WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III CAMPYLOBACTER spp. Multiplex PCR para detecção de C. jejuni e C. coli Grace Theophilo LRNCEB IOC/FIOCRUZ gtheo@ioc.fiocruz.br Diagnóstico molecular para Campylobacter spp.

Leia mais

LICENCIATURA EM MEDICINA

LICENCIATURA EM MEDICINA LICENCIATURA EM MEDICINA Disciplina de Biologia Molecular (2º Ano) Ano Lectivo de 2006/2007 3º AULA PRÁTICA 1 - Introdução à tecnologia de PCR 1.1. A reacção de PCR Príncipios e variantes da técnica 2.

Leia mais

Mestrado em Genética Molecular

Mestrado em Genética Molecular Mestrado em Genética Molecular Ano lectivo de 2000/2001, edição 2000-2002 Biologia Molecular Expressão génica (RT-PCR) Protocolo das sessões práticas Braga, 2000 Rui Pedro Soares de Oliveira Mestrado em

Leia mais

Técnicas de biologia molecular. da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala

Técnicas de biologia molecular. da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala Técnicas de biologia molecular da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala os mesmos genes, qual a diferença? Dogma central Localizando alvos Técnicas iniciais para evidenciar

Leia mais

Exercício 2 DNA e Eletroforese

Exercício 2 DNA e Eletroforese Exercício 2 DNA e Eletroforese Você já aprendeu sobre as enzimas de restrição e como elas clivam o DNA em fragmentos. Você também deve ter notado que, em alguns mapas de restrição, uma enzima pode produzir

Leia mais

Reagentes para Biologia Molecular

Reagentes para Biologia Molecular Reagentes para Biologia Molecular Para obtenção de resultados confiáveis, atividades realizadas na área da Biologia Molecular requerem reagentes de qualidade e pureza elevada. Ideais para diversas rotinas

Leia mais

LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA. Métodos rápidos de tipagem de microrganismos

LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA. Métodos rápidos de tipagem de microrganismos LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA Métodos rápidos de tipagem de microrganismos Tradicionalmente, o estudo de microrganismos, a nível genético, bioquímico/fisiológico ou apenas a nível de identificação, requer

Leia mais

A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar

A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar 7. ELETROFORESE DE ÁCIDOS NUCLÉICOS João José de Simoni Gouveia Luciana Correia de Almeida Regitano A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar moléculas carregadas (como

Leia mais

PCR. Transiluminador * Características

PCR. Transiluminador * Características PCR PCR A PCR - reação em cadeia da polimerase - é uma técnica de biologia molecular que permite a replicação in vitro do DNA de maneira eficiente, utilizando amostras que podem ser amplificadas milhões

Leia mais

PCR. Transiluminador * Cubas de Eletroforese * Características

PCR. Transiluminador * Cubas de Eletroforese * Características PCR PCR A PCR - reação em cadeia da polimerase - é uma técnica de biologia molecular que permite a replicação in vitro do DNA de maneira eficiente, utilizando amostras que podem ser amplificadas milhões

Leia mais

Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influência da UHE Santo Antônio.

Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influência da UHE Santo Antônio. PROJETO: Análise Genética das Populações de Myrciaria dubia (camu-camu) e Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influencia da UHE Santo Antônio. Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma)

Leia mais

Guia do Professor. (Documento baseado no guião original em inglês)

Guia do Professor. (Documento baseado no guião original em inglês) Guia do Professor (Documento baseado no guião original em inglês) Nota: Este documento é apenas um resumo do conteúdo do guia do professor. Alguns itens de grande importância não estão aqui referidos,

Leia mais

Técnicas moleculares

Técnicas moleculares Técnicas moleculares PCR Reação em Cadeia da Polimerase Inventada em 1983 por Kary Mullis é uma das técnicas mais comuns utilizadas em laboratórios de pesquisas médicas e biológicas Kary Mullis ganhou

Leia mais

Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome

Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome 1 Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome 1 - As enzimas de restrição ou endonucleases recebem uma designação que provem (1 valor) a)

Leia mais

Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias

Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias Patologia x Genética Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias Lucas Brandão Patologia Clínica Definição: Fornece informações ao médico, de modo a proporcionar-lhe os meios necessários para

Leia mais

PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA OBJETIVO: Proporcionar aos participantes uma maior compreensão dos avanços que a descoberta da estrutura da

Leia mais

CYCLER CHECK. Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores. pronto a usar, pré-aliquotado. REF 71044 (4 testes)

CYCLER CHECK. Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores. pronto a usar, pré-aliquotado. REF 71044 (4 testes) PT Instruções de utilização CYCLER CHECK Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores pronto a usar, pré-aliquotado REF 7104 (10 testes) REF 71044 (4 testes) Índice 1.

Leia mais

A ANÁLISE DE DNA POR ELETROFORESE

A ANÁLISE DE DNA POR ELETROFORESE A ANÁLISE DE DNA POR ELETROFORESE Co autores: Elisete Marcia Corrêa Patrícia Abrão Possik Eletroforese de DNA em gel A análise de DNA por eletroforese é uma das técnicas fundamentais nos laboratórios de

Leia mais

Biologia Celular e Molecular

Biologia Celular e Molecular DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Biologia Celular e Molecular Detecção de proteínas por western-blotting 2007-2008 Na electroforese em gel de poliacrilamida

Leia mais

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Bioquímica e Imunologia Professor: Miguel Alunos: Gustavo Bastos, Hugo Rezende, Monica Maertens,

Leia mais

Kit para calibração de PCR pht

Kit para calibração de PCR pht Kit para calibração de PCR pht Itens fornecidos: Tampões ( concentrado) Composição ( concentrado) I0 500 mm KCl; 100 mm Tris-HCl ph 8,4; 1% Triton X-100 IB 500 mm KCl; 100 mm Tris-HCl ph 8,4; 1% Triton

Leia mais

BIOTECNOLOGIA FARMACÊUTICA. Aplicação no Laboratório Clínico - PCR APLICAÇÃO DA BIOTECNOLOGIA NO LABORATÓRIO CLÍNICO

BIOTECNOLOGIA FARMACÊUTICA. Aplicação no Laboratório Clínico - PCR APLICAÇÃO DA BIOTECNOLOGIA NO LABORATÓRIO CLÍNICO BIOTECNOLOGIA FARMACÊUTICA APLICAÇÃO DA BIOTECNOLOGIA NO LABORATÓRIO CLÍNICO Conteúdos abordados -Relembrar alguns conceitos da Replicação do DNA in vivo Aplicação no Laboratório Clínico - PCR -Algumas

Leia mais

Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869

Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869 Biologia Molecular de Corinebactérias Produtoras de Aminoácidos: Análise do Genoma de Brevibacterium lactofermentum ATCC 13869 António Carlos Matias Correia Dissertação apresentada à Universidade de Aveiro

Leia mais

VERIFICAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO MÉTODO DE EXTRAÇÃO DE DNA DO FUNGO MYCOSPHAERELLA FIJIENSIS PARA DETECÇÃO ATRAVÉS DE PCR EM TEMPO REAL

VERIFICAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO MÉTODO DE EXTRAÇÃO DE DNA DO FUNGO MYCOSPHAERELLA FIJIENSIS PARA DETECÇÃO ATRAVÉS DE PCR EM TEMPO REAL VERIFICAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO MÉTODO DE EXTRAÇÃO DE DNA DO FUNGO MYCOSPHAERELLA FIJIENSIS PARA DETECÇÃO ATRAVÉS DE PCR EM TEMPO REAL Luciana Oliveira Barateli; Regina Melo Sartori Coelho; Abmael Monteiro

Leia mais

Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase

Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase (Polymerase Chain Reaction - PCR) Uma das dificuldades dos pesquisadores frente à análise baseada no DNA é a escassez deste. Na medicina forense pode-se ter

Leia mais

Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações

Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações BSc. Daniel Perez Vieira (Protozoologia-IMTSP/ Laboratório de Biologia Molecular-IPEN) Aula 1 - PCR: Princípios e tipos de Reação Breve Histórico Desenvolvida

Leia mais

FOSFATO DISSÓDICO DE DEXAMETASONA

FOSFATO DISSÓDICO DE DEXAMETASONA FSFAT DISSÓDIC DE DEXAMETASNA Dexamethasoni natrii phosphas H H H P Na Na F H C 22 H 28 FNa 2 8 P 516,41 02821 Fosfato dissódico de 9-fluoro-11β,17 diidroxi-16α-metil-3, 20- dioxopregna- 1,4 dieno-21-il

Leia mais

EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI.

EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI. EXTRAÇÃO DE DNA EM GENÓTIPOS DE ACEROLA NO DISTRITO DE IRRIGAÇÃO DO PIAUÍ-DITALPI. Antonia Cardoso Almeida ( ICV/ UFPI); Francilene Leonel Campos(orientadora, Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas/

Leia mais

Bioquímica. Purificação de proteínas

Bioquímica. Purificação de proteínas Bioquímica Purificação de proteínas Estratégia geral - Liberação da proteína do material biológico - Podem ser separados por fracionamento celular - Pode-se separar proteínas por características: Solubilidade

Leia mais

Técnicas de análise de DNA e RNA

Técnicas de análise de DNA e RNA Técnicas de análise de DNA e RNA Fundamento e aplicação das técnicas de análise de DNA Extracção, purificação, quantificação e detecção de ácidos nucleicos Electroforese convencional em gel de agarose

Leia mais

ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE

ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE Importância da Engenharia Genética Diversidade biológica X Diversidade gênica Etapas básicas da Clonagem Escolha e amplificação do

Leia mais

Southern blotting análise de DNA. Northern blotting análise de RNA. Western blotting análise de proteínas

Southern blotting análise de DNA. Northern blotting análise de RNA. Western blotting análise de proteínas Southern blotting análise de DNA Northern blotting análise de RNA Western blotting análise de proteínas Southern blotting Hibridação DNA-DNA em membrana Southern blot Digestão enzimática Eletroforese em

Leia mais

PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR

PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS DE PARNAÍBA Mestrado em Biotecnologia Semestre 2011.2 PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR DATA: AULA PRÁTICA 2: preparo de soluções em biologia molecular. I.

Leia mais

Prova Experimental Física, Química, Biologia

Prova Experimental Física, Química, Biologia Prova Experimental Física, Química, Biologia Complete os espaços: Nomes dos estudantes: Número do Grupo: País: BRAZIL Assinaturas: A proposta deste experimento é extrair DNA de trigo germinado e, posteriormente,

Leia mais

DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR

DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR 20 a 24 de outubro de 2008 DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR Renan Savieri Carniello 1 ; Rodrigo Franco da Silva 2 ; Adriana Fiorini 3 RESUMO:

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA. Disciplina: Genética Animal. Prof a.: Drd. Mariana de F. G. Diniz

MEDICINA VETERINÁRIA. Disciplina: Genética Animal. Prof a.: Drd. Mariana de F. G. Diniz MEDICINA VETERINÁRIA Disciplina: Genética Animal Prof a.: Drd. Mariana de F. G. Diniz Gene, é a unidade fundamental da hereditariedade. Cada gene é formado por uma sequência específica de ácidos nucléicos

Leia mais

PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs)

PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs) Universidade do Algarve Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente Curso de Licenciatura em Biologia Marinha e Pescas PCR technology for screening and quantification of genetically modified organisms (GMOs)

Leia mais

Fundamentos teórico-práticos e protocolos de extração e de amplificação de dna por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase

Fundamentos teórico-práticos e protocolos de extração e de amplificação de dna por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase Fundamentos teórico-práticos e protocolos de extração e de amplificação de dna por meio da técnica de reação em cadeia Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Pecuária Sudeste Ministério da

Leia mais

Biologia Molecular. Técnicas Moleculares. Lucas Brandão

Biologia Molecular. Técnicas Moleculares. Lucas Brandão Biologia Molecular Técnicas Moleculares Lucas Brandão CONCEITOS BÁSICOS Núcleo - Célula Humana DENTRO DO DNA SE ENCONTRAM OS GENE Definição de Genes Estrutura Gênica n=23, X ou Y 5 UTR 1 Pai Introns 2

Leia mais

DNA polimerases dependentes de "template"

DNA polimerases dependentes de template DNA polimerases dependentes de "template" - Adicionam deoxiribonucleótidos à extremidade 3' de cadeias duplas de DNA com um local de "priming" - A síntese ocorre exclusivamente na direcção 5'-3' da nova

Leia mais

Espectrofotometria Molecular UV-VIS

Espectrofotometria Molecular UV-VIS Controlo Controlo da Qualidade Qualidade e Segurança e Segurança Química Alimentar dos Alimentos II Espectrofotometria Molecular UV-VIS 1 Controlo Controlo da Qualidade Qualidade e Segurança e Segurança

Leia mais

Manual Técnico. quantificação de DNA humano em análises forenses. Para WWW.GENOMIC.COM.BR

Manual Técnico. quantificação de DNA humano em análises forenses. Para WWW.GENOMIC.COM.BR Kit Genomic de Quantificação de DNA Manual Técnico Para quantificação de DNA humano em análises forenses WWW.GENOMIC.COM.BR 1. Introdução Na maioria dos casos forenses, as amostras recebidas apresentam-se

Leia mais

Relatório. A arte em movimento: a célula. Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC

Relatório. A arte em movimento: a célula. Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC Relatório A arte em movimento: a célula Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC Introdução No dia 6 Agosto, iniciamos o nosso estágio no

Leia mais

Wipe Test. Controlo de contaminação. Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091.

Wipe Test. Controlo de contaminação. Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091. PT Instruções de utilização Wipe Test Controlo de contaminação Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091 40 reacções 1. Descrição do produto O uso da Polymerase

Leia mais

Sequenciamento de DNA

Sequenciamento de DNA Sequenciamento de DNA Figure 8-50a Molecular Biology of the Cell ( Garland Science 2008) Método de Sanger Reação de síntese de DNA por uma DNA polimerase A incorporação de um dideoxinucleotídeo interrompe

Leia mais

Biologia Molecular. Caderno de relatórios. Turma 3 Grupo 2 Alexandra Teixeira, Catarina Cunha, Mª Inês Silva. Licenciatura em Bioquímica 2013/2014

Biologia Molecular. Caderno de relatórios. Turma 3 Grupo 2 Alexandra Teixeira, Catarina Cunha, Mª Inês Silva. Licenciatura em Bioquímica 2013/2014 Biologia Molecular Caderno de relatórios Turma 3 Grupo 2 Alexandra Teixeira, Catarina Cunha, Mª Inês Silva Docentes: Dr. Cláudio Sunkel, Prof. Mariana Osswald 1 Extração de DNA genómico de Drosophila Melanogaster

Leia mais

PCR MARCADORES MOLECULARES. Prof. Dr. José Luis da C. Silva

PCR MARCADORES MOLECULARES. Prof. Dr. José Luis da C. Silva PCR MARCADORES MOLECULARES Prof. Dr. José Luis da C. Silva Histórico da PCR Kornberg (1960) Isolou e caracterizou a DNA polimerase. O isolamento desta enzima possibilitou o desenvolvimento da síntese in

Leia mais

Departamento de Biologia da Universidade do Minho

Departamento de Biologia da Universidade do Minho Departamento de Biologia da Universidade do Minho Mestrado em Genética Molecular Ano lectivo de 2004/2005, edição de 2004-2006 Estudo da regulação do gene STL1 codificando o sistema de simporte H + /glicerol

Leia mais

deficiências gênicas em amostras de DNA, de seres humanos e/ou animais, o qual além

deficiências gênicas em amostras de DNA, de seres humanos e/ou animais, o qual além "PROCESSO DE IDENTIFICAÇÃO E INVESTIGAÇÃO DE DEFICIENCIAS GÊNICAS COM UTILIZAÇÃO DE FLUORESCÊNCIA, OU PROCESSO PCR MULTIPLEX FLUORESCENTE". Trata o presente relatório da descrição detalhada acompanhada

Leia mais

PCR Real-time thermal cycler Standard thermal cycler

PCR Real-time thermal cycler Standard thermal cycler PCR Real-time thermal cycler Standard thermal cycler Tópicos (1) Estratégias gerais de estudo de sequências de DNA específicas em populações de DNA complexas Requisitos da reacção de polimerização em cadeia

Leia mais

ELETROFORESE DE ÁCIDOS NUCLÉICOS: UMA PRÁTICA PARA O ENSINO DE GENÉTICA

ELETROFORESE DE ÁCIDOS NUCLÉICOS: UMA PRÁTICA PARA O ENSINO DE GENÉTICA ISSN 1980-3540 03.01, 43-48 (2008) www.sbg.org.br ELETROFORESE DE ÁCIDOS NUCLÉICOS: UMA PRÁTICA PARA O ENSINO DE GENÉTICA Emanuel Ricardo Monteiro Martinez 1, Luiz Ricardo de Souza Paiva 1 Autor para correspondência:

Leia mais

PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2010/2011 MINILABS

PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2010/2011 MINILABS PROGRAMA DE 2010/2011 MINILABS 3º CICLO Biotecnologia do Iogurte [2 /aluno] Sessão em que os participantes observam microscopicamente as bactérias utilizadas no fabrico do iogurte e executam culturas selectivas

Leia mais

Exercício 4 Sequenciamento por finalizadores de cadeia Sequenciamento do DNA: os finalizadores

Exercício 4 Sequenciamento por finalizadores de cadeia Sequenciamento do DNA: os finalizadores Exercício 4 Sequenciamento por finalizadores de cadeia Sequenciamento do DNA: os finalizadores A determinação da seqüência de bases de um segmento de DNA é um passo crítico em muitas aplicações da Biotecnologia.

Leia mais

BioDrop DUO Nota de Aplicação para dsdna

BioDrop DUO Nota de Aplicação para dsdna BioDrop DUO Nota de Aplicação para dsdna Utilizando o espectrofotômetro BioDrop DUO para quantificar dsdna em amostras de microvolumes A quantificação de DNA em microvolumes é uma aplicação de rotina em

Leia mais

Licenciatura em Ciências da Saúde

Licenciatura em Ciências da Saúde Licenciatura em Ciências da Saúde Gené4ca Humana 3º Ano 1º Semestre 2013-2014 PRINCIPAIS METODOLOGIAS PARA PREPARAÇÃO E ANÁLISE DE ÁCIDOS NUCLEICOS 1. Extração de DNA 2. Eletroforese * 3. Amplificação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Departamento de Biologia Celular e Genética

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Departamento de Biologia Celular e Genética UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ Departamento de Biologia Celular e Genética Biologia Molecular Tópicos de estudo Prof a Dr a Maria Aparecida Fernandez 2003 1 Unidade I Estrutura dos Ácidos Nucléicos Estrutura

Leia mais

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR Engenharia Molecular Kit Autossômico GEM EM-22plex sem extração Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR 1. Introdução STRs (short tandem repeats) são sequências repetitivas de 3 a 7 pares de bases encontradas

Leia mais

Polymerase Chain Reaction

Polymerase Chain Reaction Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Ciências Básicas da Saúde Laboratório de Virologia Polymerase Chain Reaction Equipe de Virologia UFRGS & IPVDF www.ufrgs.br/labvir PCR Desenvolvida

Leia mais

Helena Campos (Engenharia Química)

Helena Campos (Engenharia Química) Tipos de água Laboratorial e suas aplicações Helena Campos (Engenharia Química) 28 de Setembro de 2010 Principais contaminantes da água Particulas Suspensas: Sílica (SiO 2 ) Resíduos das tubagens Matéria

Leia mais

C V C. Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02. Revisão 2. Julho 2014

C V C. Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02. Revisão 2. Julho 2014 DOT139v1 Instructions for Use Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02 Página 1 de 7 Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02 Revisão 2 Julho

Leia mais

Princípios moleculares dos processos fisiológicos

Princípios moleculares dos processos fisiológicos 2012-04-30 UNIVERSIDADE AGOSTINHO NETO FACULDADE DE CIÊNCIAS DEI-BIOLOGIA ---------------------------------------------- Aula 5: Princípios moleculares dos processos fisiológicos (Fisiologia Vegetal, Ano

Leia mais

Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações

Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações BSc. Daniel Perez Vieira (Protozoologia-IMTSP/ Laboratório de Biologia Molecular-IPEN) Aula 3 - Análise dos produtos: Qualitativa e Semi- Quantitativa

Leia mais

Relatórios de Biologia Molecular

Relatórios de Biologia Molecular Relatórios de Biologia Molecular 2013/2014 Professores: Dr. Claúdio Sunkel; Mariana Osswald Realizado por: Ana Isabel Sá; Ana Sofia Évora; Nuno Padrão 1 Extração de DNA genómico de Drosophila melanogaster

Leia mais

FISIOLOGIA ANIMAL II

FISIOLOGIA ANIMAL II DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE COIMBRA FISIOLOGIA ANIMAL II AULAS e 3 DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE GLICOSE E LÍPIDOS NO SANGUE POR COLORIMETRIA CAETANA CARVALHO,

Leia mais

Extração de DNA. Prof. Silmar Primieri

Extração de DNA. Prof. Silmar Primieri Extração de DNA Prof. Silmar Primieri Conceitos Prévios O que é DNA? Onde se localiza o DNA na célula? Do que são formadas as membranas celulares? Qual a estrutura do DNA? O que é DNA? Unidade básica informacional

Leia mais

O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)?

O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? 3 5 F R 3 5 Um processo para multiplicar selectivamente um determinado segmento de DNA Esse segmento pode

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA DE CURSO: DNA NA ESCOLA

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA DE CURSO: DNA NA ESCOLA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA DE CURSO: DNA NA ESCOLA Público alvo: Estudantes de 3º ano do ensino médio Local: Escolas de ensino médio e/ou cursos pré-vestibulares Carga horária: 12 horas Organização: HELIX

Leia mais

7.012 Conjunto de Problemas 3

7.012 Conjunto de Problemas 3 Nome Seção 7.012 Conjunto de Problemas 3 Data estelar 7.012.10.4.00 Diário Pessoal do Oficial Médico Responsável do USS Hackerprise Depois de voltar de uma missão em Europa, Noslen, um dos membros da tripulação,

Leia mais

PROGRAMA TEÓRICO. 2. O Dogma Central da Biologia Molecular

PROGRAMA TEÓRICO. 2. O Dogma Central da Biologia Molecular PROGRAMA TEÓRICO 1. As moléculas da Biologia Molecular: DNA, RNA e proteínas Aspectos particulares da composição e estrutura do DNA, RNA e proteínas. EG- Características bioquímicas dos ácidos nucleicos,

Leia mais

Bases Moleculares da Hereditariedade

Bases Moleculares da Hereditariedade UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS PROG. DE PÓS GRAD. EM GENET. E MELHORAMENTO NÚCLEO DE ESTUDOS EM GENET. E MELHORAMENTO Bases Moleculares da Hereditariedade Ministrante: João Paulo

Leia mais

Rev. 04 Out/2013. Amostras

Rev. 04 Out/2013. Amostras BANG07-02 BANG07-05 Philadelphia Oligomix Alert Kit Instruções de Uso USO PRETENDIDO O produto «PHILADELPHIA oligomix Alert kit» é um teste qualitativo de amplificação dos ácidos nucleicos para a pesquisa

Leia mais

O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja

O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja SOUZA, R.C. 1 ; SANTOS, M.A. 2 ; HUNGRIA, M. 3 1 Centro Universitário Filadélfia - Unifil, renata@ cnpso.embrapa.br; 2 Escola

Leia mais

Alexandre Havt. Estrutura dos Ácidos Nucléicos. DNA e RNA Replicação Transcrição Tradução Introdução à Biologia Molecular

Alexandre Havt. Estrutura dos Ácidos Nucléicos. DNA e RNA Replicação Transcrição Tradução Introdução à Biologia Molecular Estrutura dos Ácidos Nucléicos DN e RN Replicação Transcrição Tradução Introdução à Biologia Molecular lexandre Havt Moléculas com informações para a síntese de proteínas DN armazém ou biblioteca celular

Leia mais

Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes

Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Organização do Material Genético nos Procariontes e Eucariontes Procariontes Eucariontes Localização Organização Forma Disperso no citoplasma

Leia mais

7.012 Conjunto de Problemas 5

7.012 Conjunto de Problemas 5 Nome Seção 7.012 Conjunto de Problemas 5 Pergunta 1 Enquanto estudava um problema de infertilidade, você tentou isolar um gene hipotético de coelho que seria responsável pela prolífica reprodução desses

Leia mais

ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs

ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs ANÁLISE GENÔMICA, MAPEAMENTO E ANÁLISE DE QTLs João Meidanis Scylla Bioinformática e UNICAMP III Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas Gramado, RS Maio 2005 MINI-CURSO - AGENDA 1. Primeiro Dia

Leia mais

4 O anticoagulante mais utilizado na coleta de sangue para a extração de DNA é:

4 O anticoagulante mais utilizado na coleta de sangue para a extração de DNA é: CONCURSO PARA VAGA DE TÉCNICO DE LABORATÓRIO PROVA ESPECÍFICA 1ª FASE NOME: RG: DATA: 1 A extração de DNA é possível na seguinte condição: 2 - Um rastro fragmentado de DNA em gel de agarose indica: 3 A

Leia mais

ls_pinto@hotmail.com Sibele Borsuk sibele@ufpel.tche.br

ls_pinto@hotmail.com Sibele Borsuk sibele@ufpel.tche.br Universidade Tiradentes Mestrado em Biotecnologia Industrial Seqüenciamento de DNA ls_pinto@hotmail.com Sibele Borsuk sibele@ufpel.tche.br Sequenciamento de DNA em MegaBACE DNA Analysis Systems TGTGAACACACGTGTGGATTGG...

Leia mais

SEQÜENCIAMENTO ENCIAMENTO DE DNA: MÉTODOS E PRINCÍPIOS

SEQÜENCIAMENTO ENCIAMENTO DE DNA: MÉTODOS E PRINCÍPIOS SEQÜENCIAMENTO ENCIAMENTO DE DNA: MÉTODOS E PRINCÍPIOS PIOS Cristiane Kioko Shimabukuro Dias Pós-doutorado - FAPESP E-mail: crisdias@ibb.unesp.br Laboratório de Biologia e Genética de Peixes - Departamento

Leia mais

PUCRS CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética I AULA PRÁTICA APLICAÇÕES DAS TÉCNICAS DE PCR E ELETROFORESE DE DNA

PUCRS CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Genética I AULA PRÁTICA APLICAÇÕES DAS TÉCNICAS DE PCR E ELETROFORESE DE DNA Analise a seguinte situação hipotética (1): Uma equipe de pesquisadores está realizando um inventário da biodiversidade de uma área tropical ainda inexplorada, porém já sofrendo grande impacto de fragmentação

Leia mais

PCR tempo real. PCR quantitativo. 52º Congresso Nacional de Genética Foz do Iguaçu

PCR tempo real. PCR quantitativo. 52º Congresso Nacional de Genética Foz do Iguaçu PCR tempo real PCR quantitativo 52º Congresso Nacional de Genética Foz do Iguaçu Aspectos Básicos um dos métodos atuais de aferir o nível de expressão de genes mas não é o único: Northern blotting (quantificação

Leia mais

DNA E SÍNTESE PROTEICA

DNA E SÍNTESE PROTEICA Genética Animal DNA e síntese proteica 1 DNA E SÍNTESE PROTEICA Estrutura do DNA: -Molécula polimérica, cujos monômeros denominam-se nucleotídeos. -Constituição dos nucleotídeos: açúcar pentose (5 -desoxirribose)

Leia mais

Preparação do Material Biológico para Observação em TEM

Preparação do Material Biológico para Observação em TEM Preparação do Material Biológico para Observação em TEM 16º Workshop SEMAT/UM - Caracterização Avançada de Materiais Sandra Mariza Monteiro (smonteir@utad.pt) Preparação do Material Biológico para Observação

Leia mais

As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica

As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica Células e Membranas As membranas são os contornos das células, compostos por uma bicamada lipídica Organelas são compartimentos celulares limitados por membranas A membrana plasmática é por si só uma organela.

Leia mais

3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL

3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL 43 3 METODOLOGIA EXPERIMENTAL 3. 1 METODOLOGIAS DE ANÁLISES 3.1.1 Método de Quantificação de Surfactantes (MBAS) em Águas 3.1.2 Princípio e aplicabilidade Os surfactantes aniônicos SLS (Lauril Sulfato

Leia mais

Lista de Exercícios Espectrometria de Absorção Molecular ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO.

Lista de Exercícios Espectrometria de Absorção Molecular ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. 1 Um estudante dissolveu devidamente, 0,519 g de amostra e diluiu para 50,0 ml. Em seguida, tratou uma alíquota

Leia mais

(Actos não legislativos) REGULAMENTOS

(Actos não legislativos) REGULAMENTOS 3.3.2010 Jornal Oficial da União Europeia L 52/1 II (Actos não legislativos) REGULAMENTOS REGULAMENTO (UE) N. o 175/2010 DA COMISSÃO de 2 de Março de 2010 que dá execução à Directiva 2006/88/CE no que

Leia mais

Bioinformática Aula 01

Bioinformática Aula 01 Bioinformática Aula 01 Prof. Ricardo Martins Ramos * * Doutorando em Genética e Toxicologia Aplicada CEFET-PI/ULBRA-RS Linha de Pesquisa Bioinformática Estrutural E-mail: ricardo@cefetpi.br Visão Holística

Leia mais

Aula 2 Unidades fundamentais dos ácidos nucléicos

Aula 2 Unidades fundamentais dos ácidos nucléicos Biologia Molecular Básica Módulo I Básico Aula 2 Unidades fundamentais dos ácidos nucléicos Prezado professor, nesta aula você vai estudar os nucleotídeos que formam os blocos constituintes dos ácidos

Leia mais

Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia. Quarto Módulo

Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia. Quarto Módulo www.odnavaiaescola.org Todos os direitos reservados à DNA Goes to School, Inc. 2003 Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia Quarto Módulo Multiplicando o nosso DNA Kary Mullis A técnica

Leia mais