Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra"

Transcrição

1 Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra Ana Luísa Carvalho Amplificação de um fragmento de DNA por PCR Numa reacção em cadeia catalizada pela DNA polimerase (Polymerase Chain Reaction - PCR), é possível amplificar especificamente um fragmento de DNA, tirando partido das características da DNA polimerase. Na reacção é necessário ter uma pequena quantidade do DNA que se pretende amplificar, e dois oligonucleótidos sintéticos de DNA, em cadeia simples, complementares às extremidades do fragmento de DNA a amplificar. Estes dois oligonucleótidos, os primers, devem ser adicionados à reacção em grande quantidade. São também necessários nucleótidos livres, para sintetizar novas cadeias de DNA. A reacção de PCR consiste numa sucessão de vários ciclos (normalmente entre 25 e 30 ciclos), em que cada ciclo consiste de três etapas, que correspondem a incubação da reacção a três temperaturas diferentes (Figura 1). Na primeira etapa, aquece-se a reacção a 95ºC, para provocar desnaturação das cadeias de DNA. Na segunda etapa, faz-se descer a temperatura até 50ºC-60ºC, para que os primers emparelhem com o DNA a que são complementares. Na terceira etapa, sobe-se a temperatura a 72ºC, temperatura óptima de funcionamento da DNA polimerase que se utiliza na reacção de PCR. Utiliza-se frequentemente a Taq polimerase, uma DNA polimerase extraída de Thermus aquaticus, um microorganismo termófilo, e que resiste sem desnaturar às altas temperaturas utilizadas durante a primeira etapa de cada ciclo da reacção de PCR (94ºC). A Taq polimerase polimeriza novas cadeias de DNA a partir dos primers de DNA, tendo como molde as cadeias de DNA previamente desnaturadas, às quais os primers se ligaram especificamente. Este ciclo de três etapas é repetido várias vezes. Em cada ciclo, o DNA sintetizado no ciclo anterior serve de molde à síntese de novas moléculas de DNA, de tal modo que a quantidade do fragmento de DNA pretendido aumenta exponencialmente. 1

2 A. Reacção de PCR (100 µl): Componentes Volume Concentração final DNA molde 1 µl ~10 ng/100 µl Tampão Taq polimerase (10 ) 10 µl 1 dntps 5 mm 4 µl 200 µm 20 _ M 2 µl 400 nm 20 _ M 2 µl 400 nm Taq polimerase (5U/_ l) 0.5 µl 2.5U/100 µl H 2 O até 100 µl Colocar reacções no aparelho de PCR (Termociclador) e programar o aparelho de modo a fazer os seguintes ciclos térmicos: 3 min 94ºC 30 ciclos: 30 seg 94ºC 30 seg 55ºC 1 min 72ºC 10 min 72ºC 4ºC NOTA: Usar material e soluções esterilizados e usar luvas para trabalhar com DNA. 2

3 Figura 1 Fragmento a amplificar DNA molde Adicionar excesso dos primers P1 e P2, dntps e Taq polimerase Aquecer a 95ºC para desnaturar DNA Arrefecer a 60ºC para que os primers emparelhem com o DNA molde 1º Ciclo Extensão dos primers pela Taq polimerase (72ºC) Aquecer a 95ºC para desnaturar DNA Arrefecer a 60ºC para que os primers emparelhem com o DNA mole Extensaão dos primers pela Taq polimerase (72ºC) 2º Ciclo Total de 30 ciclos 3

4 B. ELECTROFORESE EM GEL DE AGAROSE DO FRAGMENTO DE DNA AMPLIFICADO POR PCR 1. Preparação do gel de agarose 1% em TAE (50 ml): Pesar agarose Adicionar TAE (1 ) Aquecer no micro-ondas para derreter a agarose Deixar arrefecer Adicionar 2 _ l de brometo de etídeo 10 mg/ml Verter na tina de electroforese e deixar solidificar 2. Preparação das amostras: adicionar Loading Buffer, na diluição de 1:10, às amostras a correr no gel 3. Electroforese: Aplicar as amostras no gel, a par com um padrão contendo fragmentos de DNA de tamanhos conhecidos. Correr a electroforese a 100V. 4. Visualizar o DNA colocando o gel no transiluminador, e fazendo incidir radiação UV. O DNA adquire cor laranja. 50 TAE (500 ml) 121 g Tris 28.5 ml ácido acético glacial 50 ml 0.5 M EDTA, ph 8 H 2 O até 500 ml 4

5 10 Loading Buffer 10 g Ficoll ml 0.5 M EDTA 30 ml H 2 O 5 ml 10% SDS g Azul de Bromofenol g Xileno de Cianol Brometo de etídeo (10 mg/ml) 250 mg de brometo de etídeo em 25 ml ml de H 2 O; proteger da luz. 5

Mestrado em Genética Molecular

Mestrado em Genética Molecular Mestrado em Genética Molecular Ano lectivo de 2000/2001, edição 2000-2002 Biologia Molecular Expressão génica (RT-PCR) Protocolo das sessões práticas Braga, 2000 Rui Pedro Soares de Oliveira Mestrado em

Leia mais

LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA. Métodos rápidos de tipagem de microrganismos

LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA. Métodos rápidos de tipagem de microrganismos LABORATÓRIO DE BIOENGENHARIA Métodos rápidos de tipagem de microrganismos Tradicionalmente, o estudo de microrganismos, a nível genético, bioquímico/fisiológico ou apenas a nível de identificação, requer

Leia mais

Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR)

Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) 1 Universidade Federal Fluminense Instituto Biomédico Departamento de Microbiologia e Parasitologia Disciplina: Virologia Apostila de aula prática REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) A técnica de reação

Leia mais

Extração de DNA e Amplificação por PCR

Extração de DNA e Amplificação por PCR Universidade Federal de São Carlos Departamento de Genética e Evolução Disciplina Práticas de Genética Extração de DNA e Amplificação por PCR Érique de Castro 405523, Victor Martyn 405612, Wilson Lau Júnior

Leia mais

LICENCIATURA EM MEDICINA

LICENCIATURA EM MEDICINA LICENCIATURA EM MEDICINA Disciplina de Biologia Molecular (2º Ano) Ano Lectivo de 2006/2007 3º AULA PRÁTICA 1 - Introdução à tecnologia de PCR 1.1. A reacção de PCR Príncipios e variantes da técnica 2.

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme)

CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme) CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR DA DREPANOCITOSE (Anemia Falciforme) Genética Humana, LCS 3º Ano,1º Semestre, 2012-2013 2ª Aula Sumário Quantificação de DNA cromossomal e avaliação do grau de pureza por espectrofotometria

Leia mais

Reação em Cadeia Da Polimerase

Reação em Cadeia Da Polimerase Reação em Cadeia Da Polimerase X Jornada Farmacêutica IV Amostra 2010 Sueli Massumi Nakatani LACEN-PR Um Pouco de História... Um Pouco de História... 1983 Kary Mullis for his invention of the polymerase

Leia mais

CYCLER CHECK. Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores. pronto a usar, pré-aliquotado. REF 71044 (4 testes)

CYCLER CHECK. Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores. pronto a usar, pré-aliquotado. REF 71044 (4 testes) PT Instruções de utilização CYCLER CHECK Kit de teste para a validação da uniformidade da temperatura em termocicladores pronto a usar, pré-aliquotado REF 7104 (10 testes) REF 71044 (4 testes) Índice 1.

Leia mais

PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA PLANO DE MINICURSO TÍTULO DO MINICURSO: 60 ANOS DO DNA E OS AVANÇOS DA PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA OBJETIVO: Proporcionar aos participantes uma maior compreensão dos avanços que a descoberta da estrutura da

Leia mais

Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influência da UHE Santo Antônio.

Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influência da UHE Santo Antônio. PROJETO: Análise Genética das Populações de Myrciaria dubia (camu-camu) e Ceiba pentandra (samaúma) ocorrentes na área de Influencia da UHE Santo Antônio. Análise Genética de Ceiba pentandra (samaúma)

Leia mais

ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA

ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA ELETROFORESE APLICADA À ANÁLISE DE DNA Eletroforese Separação de moléculas carregadas em um campo elétrico. As moléculas em uma mistura são separadas umas das outras conforme o tamanho ou a carga Eletroforese

Leia mais

Wipe Test. Controlo de contaminação. Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091.

Wipe Test. Controlo de contaminação. Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091. PT Instruções de utilização Wipe Test Controlo de contaminação Kit de teste para a deteção de contaminação numa base genética molecular REF 7091 40 reacções 1. Descrição do produto O uso da Polymerase

Leia mais

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA

RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Bioquímica e Imunologia Professor: Miguel Alunos: Gustavo Bastos, Hugo Rezende, Monica Maertens,

Leia mais

Departamento de Biologia da Universidade do Minho

Departamento de Biologia da Universidade do Minho Departamento de Biologia da Universidade do Minho Mestrado em Genética Molecular Ano lectivo de 2004/2005, edição de 2004-2006 Estudo da regulação do gene STL1 codificando o sistema de simporte H + /glicerol

Leia mais

Genética e Melhoramento de Plantas

Genética e Melhoramento de Plantas Genética e Melhoramento de Plantas Marcadores moleculares e sua utilização no melhoramento Por: Augusto Peixe Introdução ao uso de Marcadores moleculares Definição Marcador molecular é todo e qualquer

Leia mais

PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR

PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CAMPUS DE PARNAÍBA Mestrado em Biotecnologia Semestre 2011.2 PREPARO DE SOLUÇÕES EM BIOLOGIA MOLECULAR DATA: AULA PRÁTICA 2: preparo de soluções em biologia molecular. I.

Leia mais

WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III

WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III WHO GLOBAL SALM-SURV NÍVEL III CAMPYLOBACTER spp. Multiplex PCR para detecção de C. jejuni e C. coli Grace Theophilo LRNCEB IOC/FIOCRUZ gtheo@ioc.fiocruz.br Diagnóstico molecular para Campylobacter spp.

Leia mais

A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar

A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar 7. ELETROFORESE DE ÁCIDOS NUCLÉICOS João José de Simoni Gouveia Luciana Correia de Almeida Regitano A eletroforese é uma técnica utilizada para separar, identificar e purificar moléculas carregadas (como

Leia mais

Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase

Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase Exercício 3 PCR Reação em Cadeia da Polimerase (Polymerase Chain Reaction - PCR) Uma das dificuldades dos pesquisadores frente à análise baseada no DNA é a escassez deste. Na medicina forense pode-se ter

Leia mais

LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR

LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR LINHA DE REAGENTES PARA BIOLOGIA MOLECULAR Linha de reagentes fabricados dentro de restritos controles de qualidade. Testados para assegurar os melhores resultados nas técnicas de pesquisa em Biologia

Leia mais

Reagentes para Biologia Molecular

Reagentes para Biologia Molecular Reagentes para Biologia Molecular Para obtenção de resultados confiáveis, atividades realizadas na área da Biologia Molecular requerem reagentes de qualidade e pureza elevada. Ideais para diversas rotinas

Leia mais

O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)?

O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? O que é a Reacção em Cadeia da Polimerase (PCR)? 3 5 F R 3 5 Um processo para multiplicar selectivamente um determinado segmento de DNA Esse segmento pode

Leia mais

Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome

Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome 1 Avaliação Curso de Formação Pós-Graduada da Biologia Molecular à Biologia Sintética 15 de Julho de 2011 Nome 1 - As enzimas de restrição ou endonucleases recebem uma designação que provem (1 valor) a)

Leia mais

Biologia Celular e Molecular

Biologia Celular e Molecular DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Biologia Celular e Molecular Detecção de proteínas por western-blotting 2007-2008 Na electroforese em gel de poliacrilamida

Leia mais

A ANÁLISE DE DNA POR ELETROFORESE

A ANÁLISE DE DNA POR ELETROFORESE A ANÁLISE DE DNA POR ELETROFORESE Co autores: Elisete Marcia Corrêa Patrícia Abrão Possik Eletroforese de DNA em gel A análise de DNA por eletroforese é uma das técnicas fundamentais nos laboratórios de

Leia mais

Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias

Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias Patologia x Genética Técnicas Moleculares Aplicadas ao Estudo de Patologias Lucas Brandão Patologia Clínica Definição: Fornece informações ao médico, de modo a proporcionar-lhe os meios necessários para

Leia mais

Guia do Professor. (Documento baseado no guião original em inglês)

Guia do Professor. (Documento baseado no guião original em inglês) Guia do Professor (Documento baseado no guião original em inglês) Nota: Este documento é apenas um resumo do conteúdo do guia do professor. Alguns itens de grande importância não estão aqui referidos,

Leia mais

Kit para calibração de PCR pht

Kit para calibração de PCR pht Kit para calibração de PCR pht Itens fornecidos: Tampões ( concentrado) Composição ( concentrado) I0 500 mm KCl; 100 mm Tris-HCl ph 8,4; 1% Triton X-100 IB 500 mm KCl; 100 mm Tris-HCl ph 8,4; 1% Triton

Leia mais

(Actos não legislativos) REGULAMENTOS

(Actos não legislativos) REGULAMENTOS 3.3.2010 Jornal Oficial da União Europeia L 52/1 II (Actos não legislativos) REGULAMENTOS REGULAMENTO (UE) N. o 175/2010 DA COMISSÃO de 2 de Março de 2010 que dá execução à Directiva 2006/88/CE no que

Leia mais

deficiências gênicas em amostras de DNA, de seres humanos e/ou animais, o qual além

deficiências gênicas em amostras de DNA, de seres humanos e/ou animais, o qual além "PROCESSO DE IDENTIFICAÇÃO E INVESTIGAÇÃO DE DEFICIENCIAS GÊNICAS COM UTILIZAÇÃO DE FLUORESCÊNCIA, OU PROCESSO PCR MULTIPLEX FLUORESCENTE". Trata o presente relatório da descrição detalhada acompanhada

Leia mais

Polymerase Chain Reaction

Polymerase Chain Reaction Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Ciências Básicas da Saúde Laboratório de Virologia Polymerase Chain Reaction Equipe de Virologia UFRGS & IPVDF www.ufrgs.br/labvir PCR Desenvolvida

Leia mais

REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR)

REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) Área de Ciências da Saúde Curso de Medicina Módulo: Saúde do Adulto e Idoso II GENÉTICA HUMANA Professora: Dra. Juliana Schmidt REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) A molécula de DNA é um longo polímero

Leia mais

Genes e Genomas Protocolos das aulas práticas

Genes e Genomas Protocolos das aulas práticas Genes e Genomas Protocolos das aulas práticas Licenciatura em Biologia Aplicada, 3º ano Ano lectivo de 2012/2013 Docente coordenador: Rui Oliveira Precauções em laboratório de biologia molecular Segurança

Leia mais

Bordetella pertussis Qual PCR Box 1.0

Bordetella pertussis Qual PCR Box 1.0 Código do Produto: 5610 Bordetella pertussis Qual PCR Box 1.0 Dispositivo para utilização in vitro Manual de Instruções genebox - R&D Diagnostic Tests, biocant, centro de inovação em biotecnologia núcleo

Leia mais

C V C. Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02. Revisão 2. Julho 2014

C V C. Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02. Revisão 2. Julho 2014 DOT139v1 Instructions for Use Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02 Página 1 de 7 Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA No Template Control Kit BF-40-02 Revisão 2 Julho

Leia mais

PCR. Transiluminador * Características

PCR. Transiluminador * Características PCR PCR A PCR - reação em cadeia da polimerase - é uma técnica de biologia molecular que permite a replicação in vitro do DNA de maneira eficiente, utilizando amostras que podem ser amplificadas milhões

Leia mais

[Escrever texto] GHJMKMTFRFRF CIÊNCIA À EXPERIÊNCIA 2010/2011. Trabalhos Experimentais

[Escrever texto] GHJMKMTFRFRF CIÊNCIA À EXPERIÊNCIA 2010/2011. Trabalhos Experimentais CIÊNCIA À EXPERIÊNCIA 2010/2011 [Escrever texto] GHJMKMTFRFRF Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior Ano Lectivo 2010/2011 As actividades seguintes destinam-se aos alunos do 10º e 11º anos na disciplina

Leia mais

M an e j o da mi cropi pe ta (http://www.fhcrc.org/education/hutchlab/lessons/use.htm)

M an e j o da mi cropi pe ta (http://www.fhcrc.org/education/hutchlab/lessons/use.htm) M an e j o da mi cropi pe ta (http://www.fhcrc.org/education/hutchlab/lessons/use.htm) 1 Seleccione a micropipeta correcta para o volume a pipetar 2 Ajuste para o volume desejado 3 Ajuste uma ponta à micropipeta

Leia mais

1. Amplificação por PCR de um fragmento do ADN contendo o local de interesse para esses indivíduos

1. Amplificação por PCR de um fragmento do ADN contendo o local de interesse para esses indivíduos Atividades Laboratoriais Caso prático A substituição de uma guanina por uma adenina (G>A) afeta a posição 18 do gene GNPTAB (18G>A). No sentido de caracterizar um grupo de indivíduos para esta substituição

Leia mais

SEPARAÇÃO ELETROFORÉTICA DE DNA

SEPARAÇÃO ELETROFORÉTICA DE DNA A eletroforese em gel de agarose consiste no método mais usado para separar, identificar, analisar, caracterizar e purificar fragmentos de DNA. Uma molécula de DNA, quando exposta a um campo elétrico,

Leia mais

Paternidade Suínos 1.0 Typing Kit

Paternidade Suínos 1.0 Typing Kit Referências 1. Lee, C.L. (1980). Genetic control of two pre-albumins in pigs. Genetics. 48: 1059-1063. 2. Tagliaro CH,Franco MH, Schneider MP, Brito BG, Barbosa AS. (1999). BIOCHEMICAL POLYMORPHISMS AND

Leia mais

Legionella sp Qual PCR Box 1.0

Legionella sp Qual PCR Box 1.0 Código do Produto: 5910 Legionella sp Qual PCR Box 1.0 Dispositivo para utilização in vitro Manual de Instruções genebox - R&D Diagnostic Tests, biocant, centro de inovação em biotecnologia núcleo 4, lote

Leia mais

DNA polimerases dependentes de "template"

DNA polimerases dependentes de template DNA polimerases dependentes de "template" - Adicionam deoxiribonucleótidos à extremidade 3' de cadeias duplas de DNA com um local de "priming" - A síntese ocorre exclusivamente na direcção 5'-3' da nova

Leia mais

Relatório. A arte em movimento: a célula. Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC

Relatório. A arte em movimento: a célula. Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC Relatório A arte em movimento: a célula Estágio Instituto de Histologia e Embriologia, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e IBMC Introdução No dia 6 Agosto, iniciamos o nosso estágio no

Leia mais

Alexandre Havt. Estrutura dos Ácidos Nucléicos. DNA e RNA Replicação Transcrição Tradução Introdução à Biologia Molecular

Alexandre Havt. Estrutura dos Ácidos Nucléicos. DNA e RNA Replicação Transcrição Tradução Introdução à Biologia Molecular Estrutura dos Ácidos Nucléicos DN e RN Replicação Transcrição Tradução Introdução à Biologia Molecular lexandre Havt Moléculas com informações para a síntese de proteínas DN armazém ou biblioteca celular

Leia mais

Código do Produto: 0107. Dispositivo para utilização in vitro. instituto pedro nunes, quinta da nora 3030-199 coimbra Portugal

Código do Produto: 0107. Dispositivo para utilização in vitro. instituto pedro nunes, quinta da nora 3030-199 coimbra Portugal Código do Produto: 0107 FACTOR V G1691A (leiden) Box 1.0 Typing Kit Dispositivo para utilização in vitro Manual de Instruções instituto pedro nunes, quinta da nora 3030-199 coimbra Portugal tel/fax + 351

Leia mais

Técnicas de biologia molecular. da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala

Técnicas de biologia molecular. da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala Técnicas de biologia molecular da análise de genes e produtos gênicos únicos a abordagens em larga escala os mesmos genes, qual a diferença? Dogma central Localizando alvos Técnicas iniciais para evidenciar

Leia mais

PCR. Transiluminador * Cubas de Eletroforese * Características

PCR. Transiluminador * Cubas de Eletroforese * Características PCR PCR A PCR - reação em cadeia da polimerase - é uma técnica de biologia molecular que permite a replicação in vitro do DNA de maneira eficiente, utilizando amostras que podem ser amplificadas milhões

Leia mais

Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações

Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações Técnicas de PCR: Aplicações e Padronização de Reações BSc. Daniel Perez Vieira (Protozoologia-IMTSP/ Laboratório de Biologia Molecular-IPEN) Aula 1 - PCR: Princípios e tipos de Reação Breve Histórico Desenvolvida

Leia mais

O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja

O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja O papel das nodulinas na fixação biológica do nitrogênio na cultura de soja SOUZA, R.C. 1 ; SANTOS, M.A. 2 ; HUNGRIA, M. 3 1 Centro Universitário Filadélfia - Unifil, renata@ cnpso.embrapa.br; 2 Escola

Leia mais

PCR MARCADORES MOLECULARES. Prof. Dr. José Luis da C. Silva

PCR MARCADORES MOLECULARES. Prof. Dr. José Luis da C. Silva PCR MARCADORES MOLECULARES Prof. Dr. José Luis da C. Silva Histórico da PCR Kornberg (1960) Isolou e caracterizou a DNA polimerase. O isolamento desta enzima possibilitou o desenvolvimento da síntese in

Leia mais

Reacção em cadeia da polimerase (PCR -Polymerase chain reaction)

Reacção em cadeia da polimerase (PCR -Polymerase chain reaction) Reacção em cadeia da polimerase (PCR -Polymerase chain reaction) - Realiza a replicação selectiva e rápida de uma sequência específica de nucleotídeos a partir de uma mistura complexa de DNAs amplificação

Leia mais

Técnicas moleculares

Técnicas moleculares Técnicas moleculares PCR Reação em Cadeia da Polimerase Inventada em 1983 por Kary Mullis é uma das técnicas mais comuns utilizadas em laboratórios de pesquisas médicas e biológicas Kary Mullis ganhou

Leia mais

DETECÇÃO DE Cryptosporidium spp. AO LONGO DA BACIA DE MANANCIAL DO RIBEIRÃO CAFEZAL, LONDRINA/PR.

DETECÇÃO DE Cryptosporidium spp. AO LONGO DA BACIA DE MANANCIAL DO RIBEIRÃO CAFEZAL, LONDRINA/PR. DETECÇÃO DE Cryptosporidium spp. AO LONGO DA BACIA DE MANANCIAL DO RIBEIRÃO CAFEZAL, LONDRINA/PR. R. M. Kawata*, L. F. Maia** e K. V. M. C. Prates*** *Graduanda em Engenharia Ambiental / UTFPR, Londrina/PR,

Leia mais

F O L H E T O I N F O R M A T I V O D O P R O D U T O

F O L H E T O I N F O R M A T I V O D O P R O D U T O Immucor Transplant Diagnostics, Inc. 550 West Avenue, Stamford, CT 06902 Tel.: (203) 328-9500 ou (888) 329-0255, Fax: (203) 328-9599 WWW.IMMUCOR.COM Documentação e Traduções referentes ao Produto estão

Leia mais

Ficha Informativa nº11 Fundamentos de Engª.Genética

Ficha Informativa nº11 Fundamentos de Engª.Genética FICHA INFORMATIVA Nº11 FUNDAMENTOS DE ENGª.GENÉTICA Ficha Informativa nº11 Fundamentos de Engª.Genética Durante 25 anos, desde 1950 a 1957, a molécula de DNA foi considerada intocável. A partir da década

Leia mais

Biologia Molecular. Técnicas Moleculares. Lucas Brandão

Biologia Molecular. Técnicas Moleculares. Lucas Brandão Biologia Molecular Técnicas Moleculares Lucas Brandão CONCEITOS BÁSICOS Núcleo - Célula Humana DENTRO DO DNA SE ENCONTRAM OS GENE Definição de Genes Estrutura Gênica n=23, X ou Y 5 UTR 1 Pai Introns 2

Leia mais

ESTUDOS DE DIVERSIDADE GENÉTICA EM CAMARÕES UTILIZANDO MARCADORES MOLECULARES

ESTUDOS DE DIVERSIDADE GENÉTICA EM CAMARÕES UTILIZANDO MARCADORES MOLECULARES ESTUDOS DE DIVERSIDADE GENÉTICA EM CAMARÕES UTILIZANDO MARCADORES MOLECULARES Volume II: Marcadores Microssatélites Manual Prático Patrícia Domingues de Freitas São Carlos, São Paulo, agosto de 2005 1

Leia mais

F O L H E T O I N F O R M A T I V O D O P R O D U T O

F O L H E T O I N F O R M A T I V O D O P R O D U T O Immucor Transplant Diagnostics, Inc. 550 West Avenue, Stamford, CT 06902 EUA Tel: +1 (203) 328-9500 ou (888) 329-0255, Fax: +1 (203) 328-9599 WWW.IMMUCOR.COM Documentação e Traduções referentes ao Produto

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa Amazônia Oriental Belém, PA 2015 DIVERGÊNCIA GENÉTICA ENTRE MATRIZES DE

Leia mais

DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR

DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR 20 a 24 de outubro de 2008 DESCONTAMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE BROMETO DE ETÍDIO GERADOS EM PROCEDIMENTOS DE BIOLOGIA MOLECULAR Renan Savieri Carniello 1 ; Rodrigo Franco da Silva 2 ; Adriana Fiorini 3 RESUMO:

Leia mais

SÍNTESES NUCLEARES. O DNA éo suporte da informação genética. Parte 1 Replicação

SÍNTESES NUCLEARES. O DNA éo suporte da informação genética. Parte 1 Replicação SÍNTESES NUCLEARES O DNA éo suporte da informação genética Parte 1 Replicação Estrutura do DNA Replicação do DNA Nucleótidos A informação genética das células é armazenada sob a forma de 2 moléculas similares:

Leia mais

Salmonella enteritidis. Qual PCR Box 1.0. Dispositivo para utilização in vitro. Manual de Instruções. Código do Produto: 1910

Salmonella enteritidis. Qual PCR Box 1.0. Dispositivo para utilização in vitro. Manual de Instruções. Código do Produto: 1910 Código do Produto: 1910 Salmonella enteritidis Qual PCR Box 1.0 Dispositivo para utilização in vitro Manual de Instruções genebox - R&D Diagnostic Tests, biocant, centro de inovação em biotecnologia núcleo

Leia mais

IV CURSO DE VERÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E GENÔMICA

IV CURSO DE VERÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E GENÔMICA Reação em Cadeia de Polimerase IV CURSO DE VERÃO EM BIOLOGIA MOLECULAR E GENÔMICA MsC. Ingrid Thaís Beltrame Botelho doutoranda ingridthaisbb@hotmail.com O que é PCR? Amplificação de um segmento específico

Leia mais

III. Material e métodos

III. Material e métodos III. Material e métodos Caraterização molecular e funcional de variantes alfa de hemoglobina identificadas no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra 43 Material e métodos O estudo das hemoglobinopatias

Leia mais

Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida

Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida Ficha de trabalho de Biologia - 12º Ano Fermentação e actividade enzimática Nome: N º: Turma: Data: 1. A figura 1 representa um tipo de fermentação. Figura

Leia mais

MESTRADO EM MICROBIOLOGIA MOLECULAR. Artur Alves, Isabel Henriques, Ana Santos, Marta Tacão & António Correia. Tipagem Genética de Microrganismos

MESTRADO EM MICROBIOLOGIA MOLECULAR. Artur Alves, Isabel Henriques, Ana Santos, Marta Tacão & António Correia. Tipagem Genética de Microrganismos MESTRADO EM MICROBIOLOGIA MOLECULAR Artur Alves, Isabel Henriques, Ana Santos, Marta Tacão & António Correia Tipagem Genética de Microrganismos AVEIRO - 2003 A. ALVES, I. HENRIQUES, A. SANTOS, M. TACÃO

Leia mais

Noções Básicas de Seqüenciamento Genético. Maria do Carmo Debur LACEN/PR

Noções Básicas de Seqüenciamento Genético. Maria do Carmo Debur LACEN/PR Noções Básicas de Seqüenciamento Genético Maria do Carmo Debur LACEN/PR Determinar a seqüência de nucleo3deos do DNA Métodos Clássicos 1976 Allan Maxam e Walter Gilbert (EUA) Método da Degradação Química

Leia mais

Géis de Entrada e Separação

Géis de Entrada e Separação (1) Géis de Entrada e Separação ESCOLHA DO GEL Depende do tamanho da proteína que se quer detectar: Tamanho da Proteína Gel 4 40 kda 20% 12 45 kda 15% 10 70 kda 12% 15 100 kda 10% 25 200 kda 8% PREPARO

Leia mais

DETECÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DOS POLIOMAVÍRUS JC E BK PELA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) SEMI-NESTED

DETECÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DOS POLIOMAVÍRUS JC E BK PELA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) SEMI-NESTED DETECÇÃO E DIFERENCIAÇÃO DOS POLIOMAVÍRUS JC E BK PELA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR) SEMI-NESTED Alâna Costa de Oliveira 1, Marisa Chesky 2 Farmacêutica do Laboratório de Diagnóstico de Doenças

Leia mais

O uso de Marcadores Moleculares na Caracterização Citoplasmática em Cebola Como Auxílio no Melhoramento de Cultivares Híbridas.

O uso de Marcadores Moleculares na Caracterização Citoplasmática em Cebola Como Auxílio no Melhoramento de Cultivares Híbridas. O uso de Marcadores Moleculares na Caracterização Citoplasmática em Cebola Como Auxílio no Melhoramento de Cultivares Híbridas. Daniela L. Leite 1 ; Denilson Anthonisen 1 1 Embrapa Clima Temperado, BR

Leia mais

Mycobacterium tuberculosis Qual qpcr Box 1.0

Mycobacterium tuberculosis Qual qpcr Box 1.0 Código do Produto: 0608 Mycobacterium tuberculosis Qual qpcr Box 1.0 Dispositivo para utilização in vitro Manual de Instruções Versão1.1; Maio de 2010. 1 Apresentação Mycobacterium tuberculosis, bacilo

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 MARCADORES SSR PARA A CARACTERIZAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE CULTIVARES DE MILHETO (Pennisetum glaucum (L.) R. Br.) ADRIANO ALVES DA SILVA 1, ÉDILA VILELA RESENDE VON PINHO 2 ; BRUNA LINE CARVALHO 3, VIVIAN

Leia mais

LABORATÓRIOS DE ENGENHARIA GENÉTICA

LABORATÓRIOS DE ENGENHARIA GENÉTICA PROGRAMA E PROTOCOLOS PRÁTICOS DA DISCIPLINA DE LABORATÓRIOS DE ENGENHARIA GENÉTICA José António Henriques de Conde Belo Faculdade de Engenharia de Recursos Naturais Faro, Fevereiro de 2007 Laboratórios

Leia mais

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR

Engenharia Molecular. Kit Autossômico GEM. EM-22plex sem extração. Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR Engenharia Molecular Kit Autossômico GEM EM-22plex sem extração Manual Técnico WWW.GENOMIC.COM.BR 1. Introdução STRs (short tandem repeats) são sequências repetitivas de 3 a 7 pares de bases encontradas

Leia mais

Manual Técnico. quantificação de DNA humano em análises forenses. Para WWW.GENOMIC.COM.BR

Manual Técnico. quantificação de DNA humano em análises forenses. Para WWW.GENOMIC.COM.BR Kit Genomic de Quantificação de DNA Manual Técnico Para quantificação de DNA humano em análises forenses WWW.GENOMIC.COM.BR 1. Introdução Na maioria dos casos forenses, as amostras recebidas apresentam-se

Leia mais

Problemas de Engenharia Genética

Problemas de Engenharia Genética Engenharia Genética Secção de Genética e Dinâmica de Populações Departamento de Biologia Vegetal Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Problemas de Engenharia Genética 2. Técnicas de análise

Leia mais

ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE

ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE ISOLAMENTO E MANIPULAÇÃO DE UM GENE Importância da Engenharia Genética Diversidade biológica X Diversidade gênica Etapas básicas da Clonagem Escolha e amplificação do

Leia mais

Introdução a Biologia Molecular

Introdução a Biologia Molecular Mestrado em Microbiologia e Parasitologia Disciplina: Fundamentos de Biologia Molecular Introdução a Biologia Molecular Profa. Rita de Cássia Nasser Cubel Garcia Biologia Molecular consiste principalmente

Leia mais

C V C. Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA Typing Kits. CE Revisão 5, janeiro de 2014. 1. Finalidade de uso

C V C. Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA Typing Kits. CE Revisão 5, janeiro de 2014. 1. Finalidade de uso DOT116v8: Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA Typing Kits CE Revisão 5 Página 1 de 12 1. Finalidade de uso Instruções de utilização de Biofortuna SSPGo TM HLA Typing Kits CE Revisão 5,

Leia mais

Neospora caninum Qual PCR Box 1.0

Neospora caninum Qual PCR Box 1.0 Código do Produto: 1510 Neospora caninum Qual PCR Box 1.0 Dispositivo para utilização in vitro Manual de Instruções genebox - R&D Diagnostic Tests, biocant, centro de inovação em biotecnologia núcleo 4,

Leia mais

Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904

Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: PESQUISA DE LISTERIA MONOCYTOGENES EM AMOSTRAS DE PESCADO RESFRIADO DESTINADO AO CONSUMO HUMANO,

Leia mais

Instruções de utilização. Família Dynal SSP AllSet + e CombiSet +

Instruções de utilização. Família Dynal SSP AllSet + e CombiSet + Instruções de utilização Família Dynal SSP AllSet + e CombiSet + 0088 CONTEÚDO Página INDICAÇÕES DE UTILIZAÇÃO..... 3 RESUMO E EXPLICAÇÃO......... 3 PRINCÍPIOS DO PROCEDIMENTO....... 3 REAGENTES........

Leia mais

II AS OLIMPÍADAS DE BIOTECNOLOGIA

II AS OLIMPÍADAS DE BIOTECNOLOGIA II AS OLIMPÍADAS DE BIOTECNOLOGIA Duração da prova: 120 minutos 2007 1ª ELIMINATÓRIA Na folha de respostas preencha o cabeçalho com os seus dados e os da escola que representa. O teste tem a duração de

Leia mais

DETECÇÃO DA PHAKOPSORA PACHYRHIZI POR REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) DEPOIS DO TRATAMENTO DOS GRÃOS DE SOJA POR FEIXES DE ELÉTRONS

DETECÇÃO DA PHAKOPSORA PACHYRHIZI POR REAÇÃO EM CADEIA PELA POLIMERASE (PCR) DEPOIS DO TRATAMENTO DOS GRÃOS DE SOJA POR FEIXES DE ELÉTRONS 2005 International Nuclear Atlantic Conference - INAC 2005 Santos, SP, Brazil, August 28 to September 2, 2005 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENERGIA NUCLEAR - ABEN ISBN: 85-99141-01-5 DETECÇÃO DA PHAKOPSORA

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA ANÁLISE DE DNA MITOCONDRIAL PARA CARACTERIZAR A BIODIVERSIDADE DE LEVEDURAS ISOLADAS DA FERMENTAÇÃO DA CACHAÇA.

UTILIZAÇÃO DA ANÁLISE DE DNA MITOCONDRIAL PARA CARACTERIZAR A BIODIVERSIDADE DE LEVEDURAS ISOLADAS DA FERMENTAÇÃO DA CACHAÇA. UTILIZAÇÃO DA ANÁLISE DE DNA MITOCONDRIAL PARA CARACTERIZAR A BIODIVERSIDADE DE LEVEDURAS ISOLADAS DA FERMENTAÇÃO DA CACHAÇA. Lucas Carvalho Santiago¹; Waldesse Piragé de Oliveira Júnior². ¹Aluno do Curso

Leia mais

Documentos ISSN 0101-6245 Dezembro, 2006

Documentos ISSN 0101-6245 Dezembro, 2006 Documentos ISSN 0101-6245 Dezembro, 2006 116 TÉCNIICAS EM BIIOLOGIIA MOLECULAR ISSN 0101-6245 Dezembro, 2006 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional de Pesquisa de Suínos e Aves Ministério

Leia mais

Ensaio ThromboType 1 (HPA 1)

Ensaio ThromboType 1 (HPA 1) INSTRUÇÕES DE USO Ensaio ThromboType 1 (HPA 1) REF THROMBOTYPE1 IVD ThromboType1 Reagentes E-Gel 48 INDICE UTILIZAÇÃO... 2 SUMÁRIO E EXPLICAÇÃO... 2 PRINCÍPIO... 2 REAGENTES... 2 PRECAUÇÕES... 2 ATENÇÃO...

Leia mais

Artigo. Resumo. Abstract. Introdução

Artigo. Resumo. Abstract. Introdução Artigo Levantamento de custo da reação em cadeia pela polimerase (PCR) em amostras de carne Cost assessment of the polymerase chain reaction (PCR) in meat samples Resumo A amplificação do DNA pela reação

Leia mais

BIOTECNOLOGIA ENGENHARIA GENÉTICA. Manual de apoio às Práticas Laboratoriais 2014-2015. Carlos Sinogas

BIOTECNOLOGIA ENGENHARIA GENÉTICA. Manual de apoio às Práticas Laboratoriais 2014-2015. Carlos Sinogas BIOTECNOLOGIA ENGENHARIA GENÉTICA Manual de apoio às Práticas Laboratoriais 2014-2015 Carlos Sinogas www.ensino.uevora.pt/biotec www.ensino.uevora.pt/engen ÍNDICE PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA... 3 Vestuário

Leia mais

Rev. 04 Out/2013. Amostras

Rev. 04 Out/2013. Amostras BANG07-02 BANG07-05 Philadelphia Oligomix Alert Kit Instruções de Uso USO PRETENDIDO O produto «PHILADELPHIA oligomix Alert kit» é um teste qualitativo de amplificação dos ácidos nucleicos para a pesquisa

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO E IDENTIFICAÇÃO SOUSA, P. F. DE C. et Phakopsora al. pachyrhizi, AGENTE CAUSAL DA FERRUGEM DA SOJA NO ESTADO DE MINAS GERAIS 1

DISTRIBUIÇÃO E IDENTIFICAÇÃO SOUSA, P. F. DE C. et Phakopsora al. pachyrhizi, AGENTE CAUSAL DA FERRUGEM DA SOJA NO ESTADO DE MINAS GERAIS 1 672 DISTRIBUIÇÃO E IDENTIFICAÇÃO SOUSA, P. F. DE C. et Phakopsora al. pachyrhizi, AGENTE CAUSAL DA FERRUGEM DA SOJA NO ESTADO DE MINAS GERAIS 1 Identification and distribution of Phakopsora pachyrhizi

Leia mais

FISIOLOGIA ANIMAL II

FISIOLOGIA ANIMAL II DEPARTAMENTO DE ZOOLOGIA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DE COIMBRA FISIOLOGIA ANIMAL II AULAS e 3 DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO DE GLICOSE E LÍPIDOS NO SANGUE POR COLORIMETRIA CAETANA CARVALHO,

Leia mais

Endereço: Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro UENF. Av. Alberto Lamego 2000, CEP: 28013-620 carlosdiego_oliveira@yahoo.com.

Endereço: Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro UENF. Av. Alberto Lamego 2000, CEP: 28013-620 carlosdiego_oliveira@yahoo.com. Avaliação da Variabilidade Genética Via Marcadores ISSR Entre e Dentro de Populações de Milho Submetidas a Diferentes Ciclos de Seleção Recorrente Recíproca Carlos Diego de Oliveira Azevedo 1, Ana Paula

Leia mais

PCR in situ PCR Hotstart

PCR in situ PCR Hotstart Bruno Matos e Júlia Cougo PCR in situ PCR Hotstart Disciplina de Biologia Molecular Profª. Fabiana Seixas Graduação em Biotecnologia - UFPel PCR in situ - É a técnica de PCR usada diretamente numa lâmina

Leia mais

Fundamentos teórico-práticos e protocolos de extração e de amplificação de dna por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase

Fundamentos teórico-práticos e protocolos de extração e de amplificação de dna por meio da técnica de reação em cadeia da polimerase Fundamentos teórico-práticos e protocolos de extração e de amplificação de dna por meio da técnica de reação em cadeia Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Pecuária Sudeste Ministério da

Leia mais

Blue tongue virus Qual PCR Box 1.0

Blue tongue virus Qual PCR Box 1.0 Código do Produto: 1310 Blue tongue virus Qual PCR Box 1.0 Dispositivo para utilização in vitro Manual de Instruções genebox - R&D Diagnostic Tests, biocant, centro de inovação em biotecnologia núcleo

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica. Pontifícia Universidade Católica de Goiás Departamento de Biologia Prof. Hugo Henrique Pádua M.Sc. Fundamentos de Biofísica Eletroforese Introdução a Eletroforese Eletroforese migração de moléculas ionizadas,

Leia mais

Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia. Quarto Módulo

Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia. Quarto Módulo www.odnavaiaescola.org Todos os direitos reservados à DNA Goes to School, Inc. 2003 Manual da Oficina Prática de Genética, Genoma e Biotecnologia Quarto Módulo Multiplicando o nosso DNA Kary Mullis A técnica

Leia mais

Biologia Molecular I. Protocolos das aulas experimentais. Rui Oliveira Departamento de Biologia Universidade do Minho Braga

Biologia Molecular I. Protocolos das aulas experimentais. Rui Oliveira Departamento de Biologia Universidade do Minho Braga Biologia Molecular I Protocolos das aulas experimentais Rui Oliveira Departamento de Biologia Universidade do Minho Braga Extracção de DNA genómico de Saccharomyces cerevisiae O procedimento básico de

Leia mais