Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, CEP Toledo - Paraná

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná"

Transcrição

1 Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, CEP Toledo - Paraná Plano de Trabalho Docente 2014 Educação Infantil Estimulação Essencial (0 À 3 ANOS E 11 MESES) Formação Social e Pessoal Identidade e Autonomia Objetivo Geral: Desenvolver a independência nas situações de locomoção, higiene e alimentação, a imagem corporal e pessoal nas interações com adultos e crianças, vivenciando situações que envolvam: afeto, atenção e limites de forma harmoniosa. OBJETIVOS ESPECÍFICOS IMAGEM CORPORAL Desenvolver sua imagem corporal e pessoal nas interações sociais e em diferentes situações vivenciadas Expressar sensações e ritmos corporais por meio de gestos, posturas e linguagem. Executar habilidades físicas, motora perceptiva, expressando-se com gestos e ritmos diversificados Incentivar a coordenação óculo-manual no manuseio e exploração de objetos ACADEMICO FUNCIONAL Brincar com sua imagem frente ao espelho Conhecer sua imagem corporal Perceber as sensações que o meio produz em seu corpo Bater palmas como forma de expressar sentimentos Acenar, dar tchau na despedida Cumprimentar as pessoas, estimular o dar a mão, abraço Mandar beijos Fazer imitações corporais Executar movimentos com o corpo Coordenação óculo-manual no ACADEMICO FORMAL Imagem corporal Unidade corporal Sensações corporais Movimentos Gestos de saudação Imitação corporal Ritmo corporal Coordenação óculomanual ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS É lúdica e realizada por meio e/ou através da exploração e imitação,observação e representação Utilização e manuseio de diferentes objetos INSTRUMENTOS AVALIATIVOS Materiais e objetos de higiene Espelho Brinquedos diversos Figuras Fotos Cartazes Músicas Sala de aula Espaço físico escolar Brincadeiras cantadas Fantoche AVALIAÇAO Realiza-se através da observação do desempenho na execução das atividades verificando a participação, interesse e aprendizagem, por meio de exercícios e atividades propostas, realizadas pelos alunos, no qual se verifica a assimilação e compreensão dos mesmos, por meio de registros contínuos sobre o desenvolvimento da criança na interação e execução das atividades

2 IDENTIFICAÇÃO ( EU) Reconhecer seus dados pessoais e diversidade corporal Interagir com as pessoas nos diferentes ambientes Diferenciar os gêneros masculinos e femininos para diferenciar a qual gênero pertence Reconhecer algumas limitações, possibilidades e singularidades próprias e do outro, a fim de interagir socialmente estabelecendo vínculos positivos Reconhecer na oralidade o próprio nome e dos colegas em diferentes situações com intuito de identificá-los Reconhecer a função social de diferentes objetos usando-os de acordo com suas necessidades manuseio e exploração de objetos Expressar sim ou não ( movimento da cabeça ou oralmente) Repetir movimentos corporais Olhar ao ouvir seu nome Falar seu nome Reconhecer pelo nome pessoas de seu convívio Estabelecer e construir vínculos afetivos Favorecer o contato físico com diferentes pessoas Dar e pegar objetos em situações de interação Compreender ordens / regras simples( dar, pegar, guardar, olhar, ordens positivas e/ ou negativas...) Identificar e/ou apontar objetos Reconhecer seus pertences Nome, sobrenome, filiação Características físicas Socialização Regras básicas Objetos de uso pessoal. propostas e no relacionamento com os colegas, onde o professor faça intervenções que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento de todas elas. HABITOS DE HIGIENE Ter contato e fazer uso adequado dos diferentes materiais de uso pessoal necessários para executar ações simples relacionadas a higiene. Escovação Aparência pessoal Iniciar o controle de esfíncteres Higiene pessoal

3 Conhecimento do Mundo Movimento e expressividade Objetivo Geral: Conhecer o corpo através da exploração dos movimentos, expressando-se por gestos e ritmos diversificados, iniciando o controle corporal e coordenação dos movimentos, explorando as possibilidades de expressão OBJETIVOS ESPECÍFICOS MOVIMENTOS FUNDAMENTAIS Executar os movimentos propostos por meio de movimentos corporais propostos Associar e dominar os movimentos corporais Realizar movimentos, gestos e ações Executar movimentos que envolva postura e equilíbrio CORPO EM MOVIMENTO Realizar movimentos estáticos e dinâmicos a fim de favorecer gradativamente o conhecimento sobre seu próprio corpo, limites e ACADEMICO FUNCIONAL Engatinhar Sentar Levantar Rolar Arrastar-se Deitar em diferentes posições Lança/apanhar/receber Transportar objetos Subir/descer Transpor objetos Pular/saltar Passar (por cima, por baixo, por túneis, por labirintos, por rede, rampa Escorregar Movimentos de apreensão Posturas corporais que promovam o equilíbrio estático e dinâmico Identifique e localize ACADEMICO FORMAL Condutas motoras de base Equilíbrio (dinâmico e estático) Esquema corporal ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS Por meio de práticas funcionais e protegidas Exploração e observação com explanação verbal dos diferentes materiais INSTRUMENTOS AVALIATIVOS Encaixes Bolas Quebra cabeça ( simples) Espelho Materiais e objetos variados Jogos e brincadeiras lúdicas CDs e Dvds AVALIAÇAO Realiza-se através da observação do desempenho na execução das atividades verificando a participação, interesse e aprendizagem, por meio de exercícios e atividades propostas, realizadas pelos alunos, no qual se verifica a assimilação e compreensão dos mesmos, por meio de registros contínuos sobre o desenvolvimento da criança na interação e execução das atividades propostas e no relacionamento com os colegas, onde o professor faça intervenções que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento de todas elas.

4 potencialidades. Identificar e localizar as principais partes do corpo a fim de adquirir consciência deste enquanto realidade vivenciada. Explorar diferentes posturas corporais que promovam o equilíbrio estático e dinâmico, a fim de desenvolver atitudes de confiança nas próprias capacidades motoras ÓRGÃOS DOS SENTIDOS Perceber as sensações promovidas pelos órgãos dos sentidos, estabelecendo relações entre as informações sensoriais recebidas com o meio circulante e o próprio corpo a fim de estimular a memória visual, auditiva, olfativa, tátil e gustativa. em si as principais partes do corpo Sensações promovidas pelos órgãos dos sentidos a fim de estimular a memória visual, auditiva, olfativa, tátil e gustativa. Percepção dos órgãos dos sentidos -Olfato -Visão -Audição -Tátil -Gustação COORDENAÇÃO MOTORA Conhecer as dimensões do lado, outro lado, outro corpo, referente à lateralidade a fim de ter noção da existência de um lado dominante. Executar atividades especificas envolvendo a coordenação viso-motora: apreensão e encaixe Deslocar-se com destreza progressiva em diferentes espaços, desenvolvendo atitude de confiança nas próprias capacidades motoras Estimular movimentos livres de pés, mãos, pernas, braços... Estimular e realizar movimentos corporais nas diversas posições: Lateralidade Viso-manual Óculo-pedal Expressão facial

5 IMAGEM Apropriar da imagem global de seu corpo, conhecendo suas partes, desenvolvendo progressivamente uma consciência corporal deitada, sentada, em pé, de gatinhas... Realizar movimentos faciais significativos: soprar, fazer caretas frente ao espelho, sugar, piscar, arregalar os olhos... Estimular a definição de lateralidade Explorar e realizar movimentos de preensão, encaixe, lançamento... nas brincadeiras Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo Explore as possibilidades do próprio corpo para fazer o que deseja e o que lhe é solicitado Próprio corpo

6 Linguagem Oral e Escrita Objetivo Geral: Estimular o desenvolvimento da linguagem oral, estimulando as capacidades linguísticas básicas. Familiarizar-se com a escrita através de textos específicos do universo infantil. OBJETIVOS ESPECÍFICOS FORMAS DE LINGUAGEM Desenvolver a linguagem oral Reconhecer diversos elementos, suas funções e características Entender comandos, atributos, significados, descrições que estão sendo verbalizadas ACADEMICO FUNCIONAL Verbalize e repita sons,palavras e frases Faça descrições, denominações e verbalizações Reconheça significados e funções dos objetos Se expresse com gestos e ações Atenda ordens e responda questionamentos simples Participe de atividades diversas que estimule a vocalização ACADEMICO FORMAL Emissão oral Ampliação vocabulário Compreensão linguagem oral Significados e funções Gestos e ações Ordens questionamentos Conversações do da e ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS Mediação do professor em todos os momentos Exploração verbal e gráfica Atividades lúdicas Exploração e manuseio de diversos materiais INSTRUMENTOS AVALIATIVOS Gravuras, livros historiados e revistas Fantoches Miniaturas Alfabeto móvel Rótulos e sucatas Musicas, cantos e CDs Objetos sonoros Brincadeiras de faz de conta AVALIAÇAO Realiza-se através da observação do desempenho na execução das atividades verificando a participação, interesse e aprendizagem, por meio de exercícios e atividades propostas, realizadas pelos alunos. Desenvolver a atenção por meio de estímulos sonoros produzidos ou espontâneos Escute sons de variados elementos sonoros ( bandinha, chocalhos, Atenção auditiva Sons instrumentais e produzidos

7 Familiarizar-se com os símbolos convencionais Utilizar a oralidade e os gestos para expressar desejos, sentimentos, preferências, opiniões e fazer relatos Proporcionar atividades envolvendo histórias onde se faz presente descrições e representações de personagens, cenários, fatos e objetos instrumentos musicais, musicas, CDs, rádios, cantos... Chamar a atenção do aluno para os sons ambientais sempre que ocorrer Manipule materiais gráficos( livros, revistas, livros historiados, rótulos etc Observe e reconheça o registro de letras, nomes e palavras Imita sons e palavras Faça gestos significativos Ouça histórias observando gravuras, ações representativas, cenários e personagens reconhecendo-os Simule leitura por meio de brincadeiras de faz de conta Dramatizar fatos, ações, histórias contadas e situações vivenciadas Linguagem escrita Formas de registro Fonética da letra Linguagem verbal e não verbal Ampliação do vocabulário Linguagem gráfica (figuras) Leitura compartilhada

8 Natureza e Sociedade Objetivo Geral: Favorecer a exploração do ambiente de convívio, despertando o interesse para a construção do conhecimento sobre o mundo natural e social, percebendose como integrante e participante de um grupo social. OBJETIVOS ESPECÍFICOS GRUPO FAMILIAR Reconhecer seu grupo familiar ( dados pessoais, componentes familiares e grau de parentesco) Perceber-se como integrante de um núcleo familiar ESCOLA Explorar os diferentes ambientes do seu convívio, adaptando-se aos espaços da escola. Proporcionar momentos com brincadeiras diversificadas para que ocorra a interação entre as crianças ELEMENTOS DO MEIO AMBIENTE NATURAL Reconhecer os fenômenos comuns e suas variações ACADEMICO FUNCIONAL Componentes da sua família ( pai, mãe, irmãos..) Grau de parentesco entre os mesmos Escola ( diferentes espaços e funcionários) Conviva socialmente nos diferentes grupos Interação nos vários ambientes Participar de brincadeiras variadas e coletivas Levar o aluno a perceber os diferentes climas Elementos do reino ACADEMICO FORMAL Filiação Núcleo familiar Grau de parentesco Equipe escolar Estrutura física Comunidade Grupo de amigos/ brincadeiras Fenômenos da natureza -sol -sombra/vento -chuva/seca ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS Observação e manuseio de diferentes objetos e brinquedos Imitação, exploração e identificação. Mediação e exploração verbal INSTRUMENTOS AVALIATIVOS Brinquedos e objetos diversos Brincadeiras e passeios Miniaturas representativas Figuras AVALIAÇAO Realiza-se através da observação do desempenho na execução das atividades verificando a participação, interesse e aprendizagem, por meio de exercícios e atividades propostas, realizadas pelos alunos, no qual se verifica a assimilação e compreensão dos mesmos, por meio de registros contínuos sobre o desenvolvimento da criança na interação e execução das atividades propostas e no relacionamento com os colegas, onde o professor faça intervenções que promovam a aprendizagem e o desenvolvimento de todas elas.

9 Perceber e identificar as variações climáticas Distinguir e identificar elementos do reino animal e vegetal MEIOS DE TRANSPORTE Perceber os diferentes meios de transporte e como são utilizados MEIOS DE COMUNICAÇÃO Perceber os diferentes meios de comunicação e como são utilizados NECESSIDADES BÁSICAS Perceber a importância da alimentação, bem como adquirir hábitos saudáveis, a fim de promover o desenvolvimento do próprio corpo. Conhecer os diferentes tipos de vestuários para utilizá-los de modo adequado no seu cotidiano. animal e vegetal perceber as diferenças Diferentes meios de locomoção e suas utilidades Diferentes meios de comunicação e suas utilidades Alimentação saudável Dar início ao alimentar-se sozinho Inicio do uso dos talheres Posicionar a criança adequadamente no momento da alimentação Diferentes tipos de vestuário e sua utilidade Estimular a iniciativa no vestir, despir, calçar. Animais Vegetais Locomoção ( ônibus, carro, moto, avião, bicicleta) Meios de comunicação ( telefone, celular, livro, televisão, computador, revistas, bilhete) Alimentação Vestuário

10 Matemática Objetivo Geral: Promover vivencias para a exploração das noções matemáticas, estimulando processos cognitivos e operações mentais. OBJETIVOS ESPECÍFICOS NOÇÕES BÁSICAS Promover a classificação e a seriação dos conceitos básicos matemáticos ACADEMICO FUNCIONAL Classificar e seriar objetos segundo critérios estabelecidos como forma, cor, tamanho, modelo, semelhança ( iguais/ diferentes) ACADEMICO FORMAL Classificação Seriação ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS Observação de representações Exploração significativa Práticas mediadas pela professora Exploração verbal INSTRUMENTOS AVALIATIVOS Quebra cabeça Tampinhas, palitos e peças Números móveis Sucatas/ miniaturas Peças coloridas Figuras Jogos e brincadeiras AVALIAÇAO Através do desempenho nas atividades realizadas pelo aluno, verificando a participação, interesse e aprendizagem. NOÇÕES BÁSICAS DE CONJUNTO Agrupar objetos através de critérios pré estabelecidos Agrupar objetos ou brinquedos por características ou função Agrupamento NOÇÕES DE QUANTIDADE Reconhecer em grupos de objetos e em situações cotidianas os conceitos de muito, pouco, mais, menos atribuindo-lhes significado Identificar e agrupar quantidades através de critérios pré estabelecidos Representação de quantidades de objetos seguindo critérios estabelecidos como: muito, pouco, mais, menos Quantidade (mais/ menos/ mesma quantidade, muito/ pouco/ um/ nenhum/ alguns) NOÇÕES DE DIMENSÃO Explorar objetos de diferentes características e propriedades Estabelecer relações entre os conceitos: todo, parte, igual á algo/ diferente, tamanho/cor Manusear objetos iguais e de diferentes tamanhos e altura Agrupar objetos por característica Identificar pontos de referencia de objetos e Tamanho (grande/ pequeno, maior/menor, comprido/curto, alto/baixo, mesma altura, mesmo tamanho) Espessura (grosso/fino) Textura (áspero/liso)

11 e forma. NOÇÕES DE TEMPO Associar ações significativas na organização do tempo Relacionar a noção de tempo e seus ritmos biológicos, a fim de perceber a sequencia temporal em sua rotina diária NOÇÕES DE TEMPERATURA Perceber e reconhecer texturas e temperaturas diversas PERCEPÇÃO VISUAL Fazer discriminações visuais de objetos, cores NOÇÕES DE CAPACIDADE Perceber em diversas situações os conceitos de cheio/vazio NOÇOES DE POSIÇÃO Perceber os objetos em suas diferentes posições ESPAÇO/ PERCEPÇÃO ESPACIAL Explorar e perceber o espaço por meio do seu corpo e dos ou em si ( ex: estou perto, ao lado, dentro...) Compreenda a duração do tempo na rotina diária Relacione noções de tempo e seus ritmos biológicos Manuseio de texturas e temperaturas diversas Perceba as propriedades quentes e frias por meio de experimentações (alimentos sólidos/ líquidos) Manuseio de diferentes matérias e cores Encher e esvaziar recipientes com diversos materiais observando o que tem mais, o que tem menos, muito, pouco Visualize, identifique e reconheça elementos variados, com ou sem critérios Identifique pontos de referencia para situar-se e deslocar-se no espaço Altura (alto/baixo) Distancia (longe/perto) Tempo(manha/tarde/noite) Antes, agora, depois, cedo, tarde, lento, rápido, depressa, devagar. Percepção/ Sensibilização tátil Temperatura ( quente/frio) Atenção visual Discriminação visual Cheio/ vazio Dentro/ fora Embaixo/em cima Atrás/ na frente Limites Posição e localização espacial

12 sentidos interagindo com o meio ambiental Participa de jogos e brincadeiras utilizando seu corpo e ou objetos, que envolvam a noção de tempo e espaço (dentro/fora,andar/parar) Reconheça diferentes espaços em que convive

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85901-150 Toledo Paraná

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85901-150 Toledo Paraná Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85901-150 Toledo Paraná Plano de Trabalho Docente 2014 Educação Infantil Pré Escolar

Leia mais

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social.

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social. EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Todas as atividades que seu(sua) filho(a) realiza na escola, em todas as áreas de conhecimento, estão relacionadas aos objetivos de aprendizagem.

Todas as atividades que seu(sua) filho(a) realiza na escola, em todas as áreas de conhecimento, estão relacionadas aos objetivos de aprendizagem. Brasília, 24 de fevereiro de 2014. Senhores Pais e/ou Responsáveis, Neste documento, listamos os conteúdos e objetivos referentes às aprendizagens pretendidas para os alunos do Maternal II, durante o 1º

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Infantil II Segmento I PLANO DE CURSO 2009 INFANTIL II Disciplina: ARTES Série: INFANTIL II Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS -

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS De acordo com o PCN e o Referencial Curricular da Educação Infantil, a instituição deve criar um ambiente

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezados Pais e/ou Responsáveis, Estamos vivenciando o segundo bimestre letivo e o processo de aprendizagem representa pra nós, motivo de alegria e conquistas diárias. Confiram as habilidades

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO 3

INFORMATIVO 2015 GRUPO 3 INFORMATIVO 2015 GRUPO 3 3 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO

INFORMATIVO 2015 GRUPO INFORMATIVO 2015 GRUPO 5 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 1ª ETAPA / 2013 MATERNAL III PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 2013 MATERNAL 3 ANOS Organize suas atividades de forma ordenada, dando a cada uma o seu tempo

Leia mais

Plano de Trabalho Docente. Ensino Fundamental. 1º Ano

Plano de Trabalho Docente. Ensino Fundamental. 1º Ano Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85901-150 Toledo Paraná Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Fundamental 1º Ano Português

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE

PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE Disciplina Eixos temáticos (conteúdos) Habilidades prioritárias a serem desenvolvidas pelo educando. Matemática Natureza e Arte Ampliação do vocabulário; Coordenação motora; Linguagem

Leia mais

MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos

MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos Prefeitura Municipal do Salvador Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos COMPETÊNCIA CONTEÚDO

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 3ª ETAPA / 2014 MATERNAL III Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Vocês estão recebendo a programação da 3ª Etapa de 2014. Este material serve

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011 INFANTIL IV EDUCAÇÃO INFANTIL

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011 INFANTIL IV EDUCAÇÃO INFANTIL Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2011 INFANTIL IV EDUCAÇÃO INFANTIL Disciplina: NATUREZA e SOCIEDADE Ano: INFANTIL IV Educação Infantil Competências Habilidades a serem desenvolvidas Eixo/Conteúdos

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 1º VOLUME ARTES VISUAIS O FAZER ARTÍSTICO Criação de desenhos, pinturas e colagens, com base em seu próprio repertório. Exploração das possibilidades oferecidas por diferentes

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA. Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150.

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA. Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. PROJETO PRIMEIRAS SENSAÇÕES SÉRIE: Berçário A Berçário B PROFESSORAS:

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL GRUPO IV (4 ANOS) Desenvolvimento físico-motor: Pula em um pé só sem perder o equilíbrio. Consegue recortar com facilidade uma

PLANEJAMENTO ANUAL GRUPO IV (4 ANOS) Desenvolvimento físico-motor: Pula em um pé só sem perder o equilíbrio. Consegue recortar com facilidade uma PLANEJAMENTO ANUAL GRUPO IV (4 ANOS) Desenvolvimento físico-motor: Pula em um pé só sem perder o equilíbrio. Consegue recortar com facilidade uma figura utilizando tesoura. É possível que ainda não seja

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Critérios Gerais de Avaliação Educação Pré-Escolar 2014/15 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa em cada nível de educação e

Leia mais

GUIA CURRICULAR DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE REGENTE FEIJÓ SUMÁRIO Apresentação...3

GUIA CURRICULAR DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE REGENTE FEIJÓ SUMÁRIO Apresentação...3 1 GUIA CURRICULAR DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE REGENTE FEIJÓ SUMÁRIO Apresentação...3 Educação Infantil...5 - Introdução...5 - Processos pedagógicos para a Educação Infantil...5 - Cuidar e educar...6

Leia mais

Anexos I. Objetivos para a Educação Pré-Escolar

Anexos I. Objetivos para a Educação Pré-Escolar Anexos I Objetivos para a Educação Pré-Escolar Domínio da Matemática CONHECI MENTO DO MUNDO FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL 3 ANOS 1.º PERÍODO Independência/Autonomia Saber o seu nome Conhecer e utilizar o seu

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO EANES LOBATO Critérios de Avaliação Educação Pré Escolar Departamento Educação Pré Escolar Ano letivo 2013/2014 A avaliação do processo permite reconhecer a pertinência e sentido

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Educação Infantil I Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Educação Infantil I Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Educação Infantil I Segmento I Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA Ano: Infantil I Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS - ALUNOS EIXOS TEMÁTICOS/CONTEÚDOS

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2011 Educação Infantil III Área de conhecimento: Linguagem Série: Infantil III Educação Infantil Competências Habilidades a serem desenvolvidas Eixo/Conteúdos

Leia mais

CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Vale de Ovil Escola Básica e Secundária do Vale de Ovil Código 345702 CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação é qualitativa e contínua com o objectivo de reconhecer

Leia mais

PLANEJAMENTO DO TRIMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL III

PLANEJAMENTO DO TRIMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL III 1ª ETAPA COMPONENTE CURRICULAR - BRINCAR Objetos e Significados na brincadeira Participar das brincadeiras exploradas. Utilizar os brinquedos de maneira cuidadosa. Participar de jogos com ou sem a intervenção

Leia mais

ATIVIDADE PERMANENTE DE BERÇÁRIO

ATIVIDADE PERMANENTE DE BERÇÁRIO ATIVIDADE PERMANENTE DE BERÇÁRIO EIXO: MOVIMENTO PROFESSORA: Hanilene Prust P. Vernizzi DURAÇÃO: 1º semestre de 2013 NÍVEL: B III ORIENTADORA DE ESCOLA: CÁSSIA MARIA VIEIRA CONTEÚDO: Aperfeiçoamento dos

Leia mais

Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar

Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar ÁREA DA FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL SOCIALIZAÇÃO Desenvolver atitudes procedimentos e conceitos Interiorizar valores espirituais morais e críticos Desenvolver

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO TÉCNICA - PEDAGÓGICA PROINFÂNCIA 2009

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO TÉCNICA - PEDAGÓGICA PROINFÂNCIA 2009 EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PARA EDUCAÇÃO INFANTIL I - CONHECENDO A SI MESMO E APRENDENDO A SE RELACIONAR Com relação à aprendizagem sobre si mesmo e sobre as relações espera-se que as crianças aprendam:

Leia mais

CRECHE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2012/2013. Telef: 238490000 Fax: 238490003 Av. Cidade da Covilhã Apto. 52 6290-322 Gouveia - www.abpg.

CRECHE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2012/2013. Telef: 238490000 Fax: 238490003 Av. Cidade da Covilhã Apto. 52 6290-322 Gouveia - www.abpg. CRECHE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2012/2013 Unidade 1 Vamos à escola PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2012/2013 Unidade 2 Uma árvore de Natal muito familiar Mês: Outubro/Novembro/Dezembro Objetivos

Leia mais

ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE

ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE Unidade II ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL Profa. Ana Lucia M. Gasbarro A formação pessoal e social da criança, áreas de conhecimento e desenvolvimento da criança Introdução A importância

Leia mais

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM CURRÍCULO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM ORALIDADE Formar frases com seqüência e sentido. Relacionar palavras que iniciam com vogais. Associar primeira letra/som em palavras iniciadas por vogal. Falar

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 TURMA: Nível 3 PERÍODO: 23/02 a 22/05 DISCIPLINA/PROFESSOR/A OBJETIVO CONTEÚDOS Maria Helena Walber Criar desenhos, pinturas, modelagens, colagens a partir do próprio repertório;

Leia mais

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA BÁRBARA Departamento Pré-Escolar/1º Ciclo 151 956 Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar Área

Leia mais

AVALIAÇÃO SEMESTRAL DO ALUNO Maternal I

AVALIAÇÃO SEMESTRAL DO ALUNO Maternal I Departamento Pedagógico Seção de Educação Infantil AVALIAÇÃO SEMESTRAL DO ALUNO Maternal I...a mudança da avaliação é fundamental para que deixe de atrapalhar a prática pedagógica e ajude a qualificá-la.

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME. Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME. Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados Unidade 4 O mundo secreto das tocas e dos ninhos Unidade 5 Luz, sombra e ação! Unidade

Leia mais

Diário de Classe. Educação Infantil - creche 0 a 3 anos

Diário de Classe. Educação Infantil - creche 0 a 3 anos Diário de Classe Educação Infantil - creche 0 a 3 anos DIÁRIO DE CLASSE Instituição: CRE: Ato de Inscrição: / / Grupo: Ano litivo: Turno: ( ) matutino ( ) vespertino ( ) integral Turma: Professor (a):

Leia mais

PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS

PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS SÉRIE: Berçário A Berçário

Leia mais

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL CUÍCULO UNFCDO P DUCÇÃO BÁC BÇÁO e NCL 1º BM - BÇÁO e NCL Á OND CHG CONÚDO / VDD MMÁC o estabelecimento de aproximações a algumas noções matemáticas presentes no cotidiano. equência numérica por meio da

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL IZA RIZZOTTI CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS - 2 PERÍODO

CENTRO EDUCACIONAL IZA RIZZOTTI CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS - 2 PERÍODO CENTRO EDUCACIONAL IZA RIZZOTTI CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS - 2 PERÍODO Falar de educação é em primeiro lugar falar de ser humano. E falar de ser humano é pensar e sentir, deslocar-se de lugares e posições

Leia mais

Salas: 12 aos 24 Meses - Sala de 1 ano (1) Educador: Gilberto Carmo

Salas: 12 aos 24 Meses - Sala de 1 ano (1) Educador: Gilberto Carmo Salas: 12 aos 24 Meses - Sala de 1 ano (1) Educador: Gilberto Carmo SETEMBRO Adaptação A escola e o grupo Outono Observar o meio Explorar o meio envolvente Adaptar-se ao espaço e ao grupo Deslocar-se autonomamente

Leia mais

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300 CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO. 1. Dados de identificação PLANO

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal Ano de escolaridade: 3.º e 4.º Ano Ano lectivo: 2011/2012 Professor/a da Disciplina:... Agrupamento/Escola:.

Leia mais

MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II

MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II Desenvolver reações físicas - rítmicas à música (palmas, marchas, etc); Representar, com movimentos corporais elementos e objetos do meio circundante; Deslocar com

Leia mais

MÚSICA E CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1

MÚSICA E CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 MÚSICA E CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Autora: Juliete Soares de Albuquerque Graduanda do Curso de Pedagogia Unidade Acadêmica de Educação/CFP/UFCG Co-autora: Geruslandia Almeida

Leia mais

PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA

PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA ANO LETIVO 2015/ 2016 1 Índice Introdução... 3 Definindo Projeto Curricular de Jardim de Infância... 4 Projeto Curricular de Jardim de Infância MENINO DO MUNDO Intencionalidades...

Leia mais

VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil

VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil NOSSA MISSÃO: Por meio da educação formar cidadãos felizes, independentes, éticos e solidários VALORES: Respeito, honestidade, boa moral

Leia mais

1 o Período Educação Infantil

1 o Período Educação Infantil 1 o Período Educação Infantil Eixo temático: O tema Imaginação visa a estimular as distintas áreas de desenvolvimento integral das crianças, bem como favorecer o crescimento de suas habilidades e competências.

Leia mais

A Prática Pedagógica no Berçário. Maria Carmen Silveira Barbosa

A Prática Pedagógica no Berçário. Maria Carmen Silveira Barbosa A Prática Pedagógica no Berçário "As pequenas atividades quotidianas tornam-se hábitos sobre os quais a criança fundamenta a sua autonomia" Tonucci Maria Carmen Silveira Barbosa As creches durante muitos

Leia mais

Planificação Curricular Pré-escolar

Planificação Curricular Pré-escolar PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ciclo/ Área/ Disciplina: Pré-escolar Ano Letivo 2012/2013 Área de Formação pessoal e Social Esboço Curricular para a Educação de Infância (segundo as Orientações Curriculares

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 3ª ETAPA / 2014 MATERNAL II Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Vocês estão recebendo a programação da 3ª Etapa de 2014. Este material serve de

Leia mais

Plano Anual. Interação e socialização da criança no meio social familiar e escolar. Ampliação progressiva do conhecimento do mundo.

Plano Anual. Interação e socialização da criança no meio social familiar e escolar. Ampliação progressiva do conhecimento do mundo. Centro Educacional Mundo do Saber Maternal II Ano Letivo: 2013 Tema: A fazenda do tio Chico Professora: Heloiza Regina Gervin Plano Anual Eu sou tio Chico, um menino muito esperto e que adora brincar e

Leia mais

Pré-Escola 4 e 5 anos

Pré-Escola 4 e 5 anos PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC DIÁRIO DE CLASSE Educação Infantil Pré-Escola 4 e 5 anos DIÁRIO DE CLASSE ESCOLA: CRE: ATO DE CRIAÇÃO DIÁRIO OFICIAL / /

Leia mais

Maternal 3 anos Educação Infantil

Maternal 3 anos Educação Infantil Maternal 3 anos Educação Infantil Eixo temático: Tema: Joca e suas aventuras As crianças, nesta fase, caracterizam-se pelo movimento e pela ação. Agem ativamente em seu entorno, acompanhando seus movimentos

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos Campelo

Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos Campelo 01 Direção: Profª Renata Teixeira Junqueira Freire Vice Direção Administrativa: Márcio Lóes Alcalá Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos

Leia mais

CONTEÚDO ANUAL 2016 OBJETIVOS GERAIS:

CONTEÚDO ANUAL 2016 OBJETIVOS GERAIS: CONTEÚDO ANUAL 2016 SEGMENTO: Ensino Fundamental I SÉRIE: 1º ano OBJETIVOS GERAIS: Criar condições para o desenvolvimento integral das crianças, considerando as possibilidades de aprendizagem que apresentam,

Leia mais

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Resumo Esse vídeo pretende oferecer instrumentos aos professores da educação infantil e do ensino fundamental para as tarefas da educação

Leia mais

Exposição e relato de experiências de Objetos Educacionais Construção de Instrumentos Musicais Artesanais. Rio Verde GO

Exposição e relato de experiências de Objetos Educacionais Construção de Instrumentos Musicais Artesanais. Rio Verde GO EMEFTI PROFESSOR WALDYR EMRICH PORTILHO GESTORA: GERLIANESANTANA GOUVEIA CABRAL COORD. ÁREA: ARISTÓTELES MESQUITA DE LIMA NETTO PROFESSORA SUPERVISORA: ELIZANGELA F. RODRIGUES Exposição e relato de experiências

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Programação da 1ª Etapa Maternal 3 anos Educação Infantil

Programação da 1ª Etapa Maternal 3 anos Educação Infantil Programação da 1ª Etapa Maternal 3 anos Educação Infantil Prezados Pais: Nunca falamos tanto em autonomia, quando tratamos da educação dos mais novos. Está muito claro para nós que o processo de construção

Leia mais

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares 3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares UNIDADE 1 BICHO E GENTE, CADA UM TEM UM JEITO DIFERENTE! A proposta deste tema é estimular a criança a perceber as diferenças existentes

Leia mais

GUIA PARA OS PAIS. Ensino fundamental 1º ANO

GUIA PARA OS PAIS. Ensino fundamental 1º ANO GUIA PARA OS PAIS Ensino fundamental 2015 Apresentação O Colégio Itamarati foi fundado em 1988 e desenvolve um trabalho centrado na capacidade de aprendizagem do aluno, em sintonia com as formulações mais

Leia mais

Conteúdo Curricular Nível Iniciação

Conteúdo Curricular Nível Iniciação 1. Classe: Iniciação (4 horas) equivalente a Jardim de Infância 2. Objetivo geral Iniciar os alunos com maiores dificuldades de aprendizagem na escolaridade especial. Dar continuidade a escolaridade especial

Leia mais

1) 2) 3) CD 4 Faixas: 80 80.

1) 2) 3) CD 4 Faixas: 80 80. 1ª Aula a) Cumprimentar cada criança cantando seu nome e dando um beijinho com fantoche. Nas primeiras aulas use sempre um fantoche na hora do cumprimento para ganhar a aproximação do aluno. Depois pode

Leia mais

Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam?

Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam? Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam? Profª. Ms. Cláudia Yazlle Profª. Ms. Gabriela Maffei 5 e 6 de junho Objetivos da aula de hoje As crianças de 4

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades: OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL V - 2012 A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I SÉRIE: EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL

Leia mais

Desenvolvimento Eixo movimento - crianças de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos

Desenvolvimento Eixo movimento - crianças de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos Desenvolvimento Eixo movimento - de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos Papel laminado. Espelho de parede. e elementos do próprio Almofadas.

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS GERAIS Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, a melhoria da

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016 Critérios de Avaliação da Educação Pré-Escolar Página 1 Introdução O princípio consensualmente partilhado de que a avaliação é um elemento integrante e regulador

Leia mais

Colégio Sagrado Coração de Jesus. EDUCAÇÃO INFANTIL Reunião de pais

Colégio Sagrado Coração de Jesus. EDUCAÇÃO INFANTIL Reunião de pais Colégio Sagrado Coração de Jesus EDUCAÇÃO INFANTIL Reunião de pais 2015 Que neste novo ano cada canto seja abençoado. Que sejamos todos acolhedores e que nos sintamos acolhidos. Queremos renovar nossa

Leia mais

Atividade Motora Adaptada

Atividade Motora Adaptada Distúrbio de aprendizagem (DA) Atividade Motora Adaptada DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM Discrepância entre o potencial e o aproveitamento escolar, que não se deve a retardo mental, distúrbio emocional nem

Leia mais

Desenvolvimento cognitivo e motor na infância: necessidades de jogos e brincadeiras

Desenvolvimento cognitivo e motor na infância: necessidades de jogos e brincadeiras Desenvolvimento cognitivo e motor na infância: necessidades de jogos e brincadeiras XVIII Semana de Estudos Pedagógicos, FAFICA Prof. Marcelo Velloso Heeren Catanduva, 2012 Sistema Nervoso Neurônio Neurônio

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 III A JOGOS DIVERTIDOS Fizemos dois campeonatos com a Turma da Fazenda, o primeiro com o seguinte trajeto: as crianças precisavam pegar água em um ponto e levar até o outro,

Leia mais

PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL 1. Tema: Boa alimentação Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza e Sociedade (x) Matemática 2. Duração:

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S. Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL

Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S. Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezado(a) aluno(a): Novo ano, novas expectativas, novos desejos, novos anseios e um novo caminho

Leia mais

Planejamento Anual. 1º Ano. Ensino Fundamental

Planejamento Anual. 1º Ano. Ensino Fundamental Planejamento Anual 1º Ano Ensino Fundamental Língua Portuguesa 2 Objetivos: 1. Utilizar as mais diferentes linguagens para comunicar-se e expressar suas ideias; 2. Adquirir o hábito de ouvir, falar e organizar

Leia mais

O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA. Profa. Me. Michele Costa

O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA. Profa. Me. Michele Costa O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA Profa. Me. Michele Costa CONVERSAREMOS SOBRE: CONCEITOS DE PLANEJAMENTO CURRÍCULO EIXOS DE TRABALHO www.zaroio.com.br As Cem Linguagens da Criança. A criança

Leia mais

Planejamento Anual 2015. Educação Infantil Maternal II

Planejamento Anual 2015. Educação Infantil Maternal II Planejamento Anual 2015 Educação Infantil Maternal II Em nossa ação educativa, pretendemos colaborar para todos trabalharem pela harmonia nas relações entre os homens e os povos, fundada no amor ao outro,

Leia mais

AS RELAÇÕES DAS CRIANÇAS PORTADORAS DE NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS EM ATIVIDADES LÚDICAS: ABORDAGEM DA PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL

AS RELAÇÕES DAS CRIANÇAS PORTADORAS DE NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS EM ATIVIDADES LÚDICAS: ABORDAGEM DA PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL AS RELAÇÕES DAS CRIANÇAS PORTADORAS DE NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS EM ATIVIDADES LÚDICAS: ABORDAGEM DA PSICOMOTRICIDADE RELACIONAL Atos Prinz Falkenbach. UNIVATES-Centro Universitário. Lajeado, Brasil.

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA OBJETIVOS GERAIS Explorar e identificar elementos da música para se expressar e interagir com outros; Interpretar músicas

Leia mais

Sala: 3 meses aos 12 meses (Berçário 1 e 2) Educadora: Rita Gomes

Sala: 3 meses aos 12 meses (Berçário 1 e 2) Educadora: Rita Gomes Sala: 3 meses aos 12 meses (Berçário 1 e 2) Educadora: Rita Gomes SETEMBRO Adaptação A escola e o grupo Outono Observar o meio envolvente Adaptar-se ao espaço e ao grupo Explorar o meio envolvente Criar

Leia mais

A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS

A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS DA CRIANÇA Professor(a), no tema anterior, A criança de seis anos no ensino fundamental, falamos sobre quem são e como são essas crianças que ingressam

Leia mais

O TRABALHO COM BEBÊS

O TRABALHO COM BEBÊS O TRABALHO COM BEBÊS FREITAS, Clariane do Nascimento de UFSM, Projeto Uma interlocução entre pesquisadores, acadêmicos e o processo educacional vivido no Núcleo de Educação Infantil Ipê Amarelo clarianefreitas@bol.com.br

Leia mais

LIBRAS E A AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM PARA SURDOS

LIBRAS E A AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM PARA SURDOS LIBRAS E A AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM PARA SURDOS Sonia Maria Dechandt Brochado (orientadora- UENP) Mariana Matheus Pereira da Silva (G- UENP/ campus Jac.) Introdução A língua é o instrumento fundamental para

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL MOVIMENTO SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO 4

INFORMATIVO 2015 GRUPO 4 INFORMATIVO 2015 GRUPO 4 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

INTRODUÇÃO. A educação física é uma disciplina curricular que pedagogicamente bem orientada contribui para o desenvolvimento integral do homem.

INTRODUÇÃO. A educação física é uma disciplina curricular que pedagogicamente bem orientada contribui para o desenvolvimento integral do homem. INTRODUÇÃO O ensino da educação física no 1º nível de ensino joga um papel importante no desenvolvimento das diferentes qualidades físicas, assim como das diversas habilidades motoras dos educandos. Através

Leia mais

C O N T E Ú D O S EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 2. Colégio Nossa Senhora da Soledade

C O N T E Ú D O S EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 2. Colégio Nossa Senhora da Soledade Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S CASA COMUM, NOSSA RESPONSABILIDADE Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca. Am 5, 24 EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO

Leia mais

A DINÂMICA DOS ATELIÊS DO CAIC/UEPG CENTRO DE ATENÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (PERÍODO INTEGRAL): PROJETO EM AÇÃO/REFLEXÃO/AÇÃO

A DINÂMICA DOS ATELIÊS DO CAIC/UEPG CENTRO DE ATENÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (PERÍODO INTEGRAL): PROJETO EM AÇÃO/REFLEXÃO/AÇÃO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA A DINÂMICA

Leia mais

Programação da 1ª Etapa Maternal 3 Educação Infantil

Programação da 1ª Etapa Maternal 3 Educação Infantil Programação da 1ª Etapa Maternal 3 Educação Infantil Prezados Pais: Vocês estão recebendo a programação do trabalho pedagógico que será desenvolvido com os alunos do Maternal 3, na 1ª Etapa. As atividades

Leia mais

Creche Municipal Prof. Rafael Rueda PROJETO 1º BIMESTRE CONSTRUINDO A IDENTIDADE E AUTONOMIA

Creche Municipal Prof. Rafael Rueda PROJETO 1º BIMESTRE CONSTRUINDO A IDENTIDADE E AUTONOMIA Creche Municipal Prof. Rafael Rueda PROJETO 1º BIMESTRE CONSTRUINDO A IDENTIDADE E AUTONOMIA Diretora: Simone de Oliveira Sousa Coordenadora: Zilmari Barbalho Araujo Educadores: Ana Paula Pereira, Demilson

Leia mais

Planejamento Anual 2016. Maternal I

Planejamento Anual 2016. Maternal I Planejamento Anual 2016 Maternal I Em nossa ação educativa, pretendemos colaborar para todos trabalharem pela harmonia nas relações entre os homens e os povos, fundada no amor ao outro, seja quem for,

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE

PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE DISCIPLINA CONTEÚDO HABILIDADES/COMPETÊNCIAS PORTUGUÊS - Construção da identidade social e do grupo; Linguagem oral Linguagem oral Desenvolver a coordenação visomotora, a criatividade

Leia mais

Colégio Cor Jesu. Plano de Curso 2011. 1º ano Ensino Fundamental

Colégio Cor Jesu. Plano de Curso 2011. 1º ano Ensino Fundamental Colégio Cor Jesu Plano de Curso 2011 1º ano Ensino Fundamental Língua Portuguesa 1º ano Ensino Fundamental Competências Habilidades a serem desenvolvidas Eixo/Conteúdos Desenvolver a linguagem oral e corporal

Leia mais

MATERNAL II MAPA DE HABILIDADE MOVIMENTO DE CORPOREIDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2ª ETAPA 2015

MATERNAL II MAPA DE HABILIDADE MOVIMENTO DE CORPOREIDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2ª ETAPA 2015 MATERNAL II Identificar possibilidades de movimentos a partir de diferentes habilidades motoras (andar, correr, pular, saltar). Desenvolver reações físicas rítmicas à música (palmas, marchas, etc). Representar,

Leia mais

INALDO MENDES DE MATTOS JUNIOR. MÚSICA NA CRECHE: Possibilidades de musicalização para bebês.

INALDO MENDES DE MATTOS JUNIOR. MÚSICA NA CRECHE: Possibilidades de musicalização para bebês. UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS CURSO DE MÚSICA LICENCIATURA MUSICALIZAÇÃO I JOAO FORTUNATO SOARES DE QUADROS JUNIOR INALDO MENDES DE MATTOS JUNIOR MÚSICA NA CRECHE São Luís

Leia mais

http://obaudoeducador.blogs.sapo.pt/ https://www.facebook.com/profeducespecialfatimagomes CENCAL ALCOBAÇA UFCD 3245 FORMADORA FÁTIMA GOMES

http://obaudoeducador.blogs.sapo.pt/ https://www.facebook.com/profeducespecialfatimagomes CENCAL ALCOBAÇA UFCD 3245 FORMADORA FÁTIMA GOMES CENCAL ALCOBAÇA UFCD 3245 FORMADORA FÁTIMA GOMES OBJETIVOS DA UFCD Reconhecer a importância dos vários fatores que condicionam o desenvolvimento da criança; Identificar teorias do desenvolvimento infantil

Leia mais