DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL"

Transcrição

1 DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As letrinhas mágicas 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): A máquina de pesadelos 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) Na série As letrinhas mágicas, as vogais vivem uma série de aventuras. O Sr. Borracha, vilão dessa história, tem uma ideia ao observar uma das letrinhas fazendo bolinhas de sabão: fabricar uma máquina de pesadelos. Os pesadelos grandes bolhas de sabão com ar maligno invadem o quarto e surge então a letra f, ajudando-as a soprar os pesadelos de volta ao Senhor Borracha. 4. PALAVRAS-CHAVE: Letras; alfabeto; vogais; consoantes; borracha; bolhinhas de sabão; música. 5. ASPECTOS RELEVANTES DO VÍDEO A série As letrinhas mágicas apresenta de forma lúdica aspectos do nosso sistema alfabético, como a grafia das letras e sua sonoridade. Para tanto, vale-se, como eixo de seus episódios, das aventuras geradas pela rivalidade entre as vogais e o Sr. Borracha, cujo objetivo é dar fim às letrinhas, apagando-as.

2 Neste episódio, as bolinhas de sabão são o fio condutor de todo o enredo, sendo elas que desencadeiam e que resolvem o conflito do Sr. Borracha com as vogais. Considerando sua relevância no episódio, a disponibilidade desse material nos mais variados contextos e o fascínio que as bolinhas de sabão costumam suscitar nas crianças, elas foram escolhidas também como enredo da atividade proposta a seguir. 6. TÍTULO DO PROJETO/ ATIVIDADE Muitas bolhinhas de sabão: imagem, som, gesto e materialidade. 7. EM QUAL FASE OU IDADE SERIA MELHOR APLICAR ESSE TRABALHO? A atividade foi planejada para crianças entre 3 e 4 anos. No entanto, a professora, a partir de seu conhecimento sobre o grupo de crianças, considerará a sua adequação, realizando as modificações que julgar necessárias. 8. PRINCIPAIS CONCEITOS QUE SERÃO TRABALHADOS Ampliação de repertórios culturais e de conhecimentos sensoriais. Expressividade: exploração das possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressarem-se nas brincadeiras e nas demais situações de interação (BRASIL, 1998, v.iii p. 27); Linguagem musical: brincar com a música, imitar, inventar e reproduzir criações musicais (id., p.55); participação em brincadeiras e jogos cantados e rítmicos (id.p.58).

3 9. O QUE O ALUNO PODERÁ APRENDER OU DESENVOLVER COM ESTA ATIVIDADE Objetiva-se que, ao se envolver na brincadeira musical proposta, as crianças possam desenvolver suas capacidades expressivas, pela experimentação dos gestos associados à música e pelas suas recriações a partir deles. Em tal processo, poderão desenvolver a atenção e, intuitivamente, noções básicas para sua musicalização, como o ritmo e a melodia. A atividade propõe a interação das crianças com um recurso fílmico e uma brincadeira musical, que possibilitam a ampliação de seus repertórios culturais; e o contato com as bolhinhas de sabão, que permitem ampliar seus conhecimentos sensoriais (seu cheiro, suas formas, suas cores...) 10. MATERIAL NECESSÁRIO PARA REALIZAÇÃO DA ATIVIDADE Suporte para assistir ao filme A máquina de pesadelos : televisão, dvd e cópia do episódio; ou computador com acesso à internet; ou outro, de acordo com o que a instituição dispõe). Suporte de áudio para ouvir a música Bolinha de Sabão (do grupo Palavra Cantada), ou conhecimento da música pela professora, que poderá cantá-la para as crianças. Material para fazer bolinhas de sabão (preferencialmente de tamanhos e formatos diversos ). 11. DURAÇÃO DA ATIVIDADE A atividade é dividida em três momentos, dos quais as estimativas de tempo encontram-se abaixo. Entretanto, a professora poderá sentir a necessidade de adequar tal tempo, de acordo com características do grupo,

4 como número de crianças e ritmo. Deverá estar atenta à forma como as crianças estão vivendo as proposições para adequar o tempo da forma mais proveitosa. 1º momento: brincando com bolinhas de sabão 20 minutos 2º momento: brincadeira musical e gestual com a música Bolinha de Sabão 15 minutos 3º momento: assistir ao episódio A máquina de pesadelos 10 minutos (considerar também o tempo necessário para deslocamento e/ou montagem da aparelhagem) 12. DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE Propõe-se que a atividade inicie ao ar livre, em que a proposição será brincar de estourar as bolinhas de sabão feitas pelos adultos ou pelos seus pares. Na sequência, o grupo deverá se dirigir à sala, onde a professora os convidará para uma brincadeira musical bastante calma, utilizando a canção Bolinha de Sabão, do grupo Palavra Cantada. As crianças poderão estar sentadas, preferencialmente em roda, para que possam ter contato visual tanto com seus colegas e com a professora. Inicialmente, sugere-se ensinar a melodia com a letra completa, qual seja: Olha lá uma bolinha de sabão E lá vem outra bolinha de sabão 1, 2, 3 são bolinhas de sabão. Eu adoro ver bolinhas de sabão.

5 Quando as crianças estiverem familiarizadas com a música, a professora poderá propor a inclusão de diferentes gestos sonoros, como por exemplo, estalos de língua, palmas, estalos de dedos, movimentos de abrir e fechar a mão, como que estourando bolinhas de sabão, cada vez que aparecer o símbolo : Olha lá uma bolinha de sa E lá vem outra bolinha de sa 1, 2, 3 são bolinhas Eu adoro ver bolinhas de sa bão Na sequência, a professora poderá incentivar as crianças a proporem gestos sonoros, que serão efetuados pelo grupo no momento adequado da música. Quando o grupo tiver explorado suficientemente a brincadeira, inicia-se então o 3º momento, em que as crianças assistirão ao episódio A máquina de pesadelos, que também envolve bolinhas de sabão. Considerando que a repetição é uma componente importante na faixa etária para qual a atividade foi desenvolvida, sugere-se que a professora retome, em outros momentos, tanto a brincadeira musical quanto as experimentações com bolinhas de sabão. Depois do filme, a professora poderá oportunizar um espaço de diálogo com as crianças para perceber como o compreenderam e o sentiram, principalmente em relação aos medos e aos pesadelos (caso a professora julgue adequado, poderá propor que cada dia uma das crianças, leve para

6 dormir com ela um bichinho de pelúcia (ou outro mascote), eleito o protetor do grupo). +Outra possibilidade para ampliar o projeto é a utilização do DVD e do Livro de Brincadeiras Musicais do grupo Palavra Cantada, no qual esse grupo brinca, explorando diversos sons da boca, o que pode ampliar o repertório de possibilidades gestuais das crianças. 13. AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE Propõe-se que a avaliação se constitua na observação e no registro do envolvimento das crianças nas atividades propostas, dos indícios fornecidos por elas, do que já conseguem fazer e do que pode ser proposto para que ampliem suas possibilidades a avaliação se constitui, dessa forma, mais como uma ferramenta para a professora (re)planejar suas ações e proposições, concebida então como processual. 14. DISCUSSÕES TEÓRICAS As brincadeiras musicais, também chamadas de brincadeiras cantadas ou brinquedos cantados, são entendidas como formas lúdicas de brincar com o corpo a partir da relação estabelecida entre movimento corporal e expressão vocal (LARA, PIMENTEL & RIBEIRO, 2005), sendo, portanto aquelas músicas, frases ou sílabas que envolvem, simultaneamente, o canto e o movimento. Grande parte do repertório de brincadeiras musicais integra a cultura popular, e tem sido transmitida de geração em geração,

7 preponderantemente de forma oral e assistemática, ou seja, pela própria ação de brincar, o que se desdobra muitas vezes na existência de diferenças nas letras, melodias e gestos. O centro da brincadeira, que é a integração entre música e gesto, porém, continua íntegro. Há também as criações contemporâneas, cuja autoria conhecemos como é o caso da música Bolinha de Sabão, de Paulo Tatit (grupo Palavra Cantada), que integra a atividade que propomos. De acordo com LARA, PIMENTEL & RIBEIRO (id.), se apropriando das categorias propostas por Roger Caillois, as brincadeiras musicais permitem potencializar o lúdico no contexto da Educação Infantil, ora na dimensão do ludus ora na dimensão da paidia. Ludus e paidia relacionamse às possíveis formas de vivenciar as brincadeiras. O primeiro termo aproxima-se mais das regras, da condução sistematizada da brincadeira, na qual a professora ocupa o papel de quem a ensina. Já o segundo termo relaciona-se mais com a improvisação, a recriação não direcionada. Por compreender que o brincar não é inato, a instituição de Educação Infantil tem como uma de suas funções ampliar o repertório de brincadeiras das crianças, ensinando possibilidades, como proposto nesta atividade. A partir da familiaridade com a brincadeira é que as crianças poderão improvisar e (re)criar. De acordo com o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, as brincadeiras musicais possibilitam o desenvolvimento da percepção rítmica, da consciência da modulação da voz e das capacidades expressivas, e portanto, são indicadas para fazer parte de sequências de atividades na Educação Infantil.(v.III p.31)

8 15. SUGESTÕES DE LEITURAS PERES, Sandra; TATIT, Paulo. O livro de brincadeiras musicais do Palavra Cantada- volumes I a V. São Paulo: Editora Melhoramentos, BIBLIOGRAFIA UTILIZADA BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação fundamental. Coordenação Geral de Educação Infantil. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil, volume III. Brasília, 1998 LARA, M.L.; PIMENTEL, G. G. A.; RIBEIRO, D. M. D. Brincadeiras cantadas: educação e ludicidade na cultura do corpo. In: EFDeportes Revista digital, ano 10 n. 81. Buenos Aires: fevereiro de Disponível no endereço PERES, Sandra; TATIT, Paulo. O livro de brincadeiras musicais do Palavra Cantada- volume III. São Paulo: Editora Melhoramentos, CONSULTOR Flora Bazzo Schmidt

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 TÍTULO DO PROGRAMA As letrinhas mágicas. 2 EPISÓDIO TRABALHADO Uma visita ao zoológico. 3 SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO As Vogais vão ao zoológico e têm contato com

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) Ideias Lunáticas. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio Ideias Lunáticas faz parte

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) Carros Usados 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio Carros Usados faz parte da

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): O Rapto da Letra U 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O Rapto da letra U faz

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) Brincadeira na Neve 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio Brincadeira na Neve faz

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO TRABALHADO A Prima do Coelho. 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Os brinquedos ouvem batidos na porta: é

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Infantil II Segmento I PLANO DE CURSO 2009 INFANTIL II Disciplina: ARTES Série: INFANTIL II Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS -

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): O mercadinho 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O mercadinho faz parte

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1) TÍTULO DO PROGRAMA As letrinhas mágicas. 2) EPISÓDIO TRABALHADO As letrinhas vão ao parque de diversões. 3) SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Nesse divertido episódio,

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA OBJETIVOS GERAIS Explorar e identificar elementos da música para se expressar e interagir com outros; Interpretar músicas

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): Aniversário do Dentinho 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio Aniversário do Dentinho

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) O Circo. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O circo faz parte da série

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho. 2 EPISÓDIO TRABALHADO Dentinho no dentista. 3 SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO A série Balinha e Dentinho aborda de forma lúdica

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 1ª ETAPA / 2013 MATERNAL III PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 2013 MATERNAL 3 ANOS Organize suas atividades de forma ordenada, dando a cada uma o seu tempo

Leia mais

Todas as atividades que seu(sua) filho(a) realiza na escola, em todas as áreas de conhecimento, estão relacionadas aos objetivos de aprendizagem.

Todas as atividades que seu(sua) filho(a) realiza na escola, em todas as áreas de conhecimento, estão relacionadas aos objetivos de aprendizagem. Brasília, 24 de fevereiro de 2014. Senhores Pais e/ou Responsáveis, Neste documento, listamos os conteúdos e objetivos referentes às aprendizagens pretendidas para os alunos do Maternal II, durante o 1º

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 1º VOLUME ARTES VISUAIS O FAZER ARTÍSTICO Criação de desenhos, pinturas e colagens, com base em seu próprio repertório. Exploração das possibilidades oferecidas por diferentes

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 3ª ETAPA / 2014 MATERNAL III Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Vocês estão recebendo a programação da 3ª Etapa de 2014. Este material serve

Leia mais

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social.

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social. EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Resumo Esse vídeo pretende oferecer instrumentos aos professores da educação infantil e do ensino fundamental para as tarefas da educação

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS De acordo com o PCN e o Referencial Curricular da Educação Infantil, a instituição deve criar um ambiente

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO

INFORMATIVO 2015 GRUPO INFORMATIVO 2015 GRUPO 5 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO INICIAL 1º, 2º E 3º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL VERSÃO PRELIMINAR

MATRIZ CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO INICIAL 1º, 2º E 3º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL VERSÃO PRELIMINAR SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃOBÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO) Ano Lectivo 201 / 2016 1 INTRODUÇÃO A prática do canto constitui a base da expressão e educação musical no 1º ciclo. É uma atividade de síntese na

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Orientações Curriculares Nacionais para a Educação Infantil

Orientações Curriculares Nacionais para a Educação Infantil Orientações Curriculares Nacionais para a Educação Infantil Secretaria de Educação Básica Ministério da Educação Processo de revisão DCNEI Encontros Nacionais Reuniões Seminários Audiências Parcerias Perspectivas

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): O piado da coruja 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O piado da Coruja

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): Brincando num dia frio. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio explora

Leia mais

A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS

A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS DA CRIANÇA Professor(a), no tema anterior, A criança de seis anos no ensino fundamental, falamos sobre quem são e como são essas crianças que ingressam

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As letrinhas mágicas. 2. EPISÓDIO TRABALHADO Aventura na Amazônia. 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Neste emocionante episódio, as vogais se aventuram

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As histórias do senhor urso. O carro. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) Episódio explora de maneira lúdica

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal Ano de escolaridade: 3.º e 4.º Ano Ano lectivo: 2011/2012 Professor/a da Disciplina:... Agrupamento/Escola:.

Leia mais

MÚSICA E CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1

MÚSICA E CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 MÚSICA E CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Autora: Juliete Soares de Albuquerque Graduanda do Curso de Pedagogia Unidade Acadêmica de Educação/CFP/UFCG Co-autora: Geruslandia Almeida

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) O aniversário do O 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O aniversário do O faz

Leia mais

Exposição e relato de experiências de Objetos Educacionais Construção de Instrumentos Musicais Artesanais. Rio Verde GO

Exposição e relato de experiências de Objetos Educacionais Construção de Instrumentos Musicais Artesanais. Rio Verde GO EMEFTI PROFESSOR WALDYR EMRICH PORTILHO GESTORA: GERLIANESANTANA GOUVEIA CABRAL COORD. ÁREA: ARISTÓTELES MESQUITA DE LIMA NETTO PROFESSORA SUPERVISORA: ELIZANGELA F. RODRIGUES Exposição e relato de experiências

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME. Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME. Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados Unidade 4 O mundo secreto das tocas e dos ninhos Unidade 5 Luz, sombra e ação! Unidade

Leia mais

Formação e identidade profissional do/a professor/a da Educação infantil:

Formação e identidade profissional do/a professor/a da Educação infantil: Currículo da Educação Infantil e as atuais Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil 1. Educação Infantil: desafios e dilemas atuais 1 EC n 59/09 (obrigatoriedade do ensino dos 4 aos 17

Leia mais

A DINÂMICA DOS ATELIÊS DO CAIC/UEPG CENTRO DE ATENÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (PERÍODO INTEGRAL): PROJETO EM AÇÃO/REFLEXÃO/AÇÃO

A DINÂMICA DOS ATELIÊS DO CAIC/UEPG CENTRO DE ATENÇÃO INTEGRAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (PERÍODO INTEGRAL): PROJETO EM AÇÃO/REFLEXÃO/AÇÃO 11. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA A DINÂMICA

Leia mais

Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento

Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento Educação Musical: Criação, Linguagem e Conhecimento INTRODUÇÃO Educadores musicais têm manifestado sua preocupação com a observância da Lei nº 11769, que é a lei de inclusão da música no currículo das

Leia mais

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA

PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Rede Salesiana de Escolas. Entusiasmo diante da vida. PROJETO MÚSICA NA ESCOLA Escola: Nossa Senhora Auxiliadora Níveis de Ensino: Fundamental II Coordenação Pedagógica: Maria das Graças L. N. Ferreira

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas. 2. EPISÓDIO TRABALHADO Uma viagem de balão. 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO O Senhor Borracha fica sabendo de uma competição

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA Connie, a vaquinha 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): A pedra da sorte 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio A pedra da sorte faz parte

Leia mais

Plano Anual. Interação e socialização da criança no meio social familiar e escolar. Ampliação progressiva do conhecimento do mundo.

Plano Anual. Interação e socialização da criança no meio social familiar e escolar. Ampliação progressiva do conhecimento do mundo. Centro Educacional Mundo do Saber Maternal II Ano Letivo: 2013 Tema: A fazenda do tio Chico Professora: Heloiza Regina Gervin Plano Anual Eu sou tio Chico, um menino muito esperto e que adora brincar e

Leia mais

REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL Maria dos Prazeres Nunes 1 INTRODUÇÃO No Brasil a expansão da educação ocorre de forma lenta, mas, crescente nas últimas décadas. Com base nas determinações

Leia mais

COLÉGIO MARISTA SANTA MARIA - EDUCAÇÃO INFANTIL- PROJETO ADAPTAÇÃO: VAI COMEÇAR A BRINCADEIRA

COLÉGIO MARISTA SANTA MARIA - EDUCAÇÃO INFANTIL- PROJETO ADAPTAÇÃO: VAI COMEÇAR A BRINCADEIRA COLÉGIO MARISTA SANTA MARIA - EDUCAÇÃO INFANTIL- PROJETO ADAPTAÇÃO: VAI COMEÇAR A BRINCADEIRA NIVEL 1 TURMAS: 1, 2, 3 E 4. PROFESSORAS: ALINE, DANIELE, JOCELAINE E ROSEMARI. Projeto adaptação: Vivências,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DAS CULTURAS INFANTIS DAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO PARANÁ

CARACTERÍSTICAS DAS CULTURAS INFANTIS DAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO PARANÁ 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 CARACTERÍSTICAS DAS CULTURAS INFANTIS DAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DO PARANÁ Luisa de Oliveira Demarchi Costa 1 ; Verônica Regina Müller 2 RESUMO: Este

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO 3

INFORMATIVO 2015 GRUPO 3 INFORMATIVO 2015 GRUPO 3 3 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) O Desfile a fantasia. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O desfile a

Leia mais

A MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A CONTRIBUIÇÃO DA MÚSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS ENTRE 0 E 5 ANOS

A MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A CONTRIBUIÇÃO DA MÚSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS ENTRE 0 E 5 ANOS A MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A CONTRIBUIÇÃO DA MÚSICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS ENTRE 0 E 5 ANOS Isabel Nercolini Ceron 1 Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC) isabelnceron@gmail.com

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO TRABALHADO "A peça". 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Em um dia de verão, os brinquedos aproveitam o sol

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 12 de março de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Senhores pais ou responsáveis Iniciamos esta semana os projetos pedagógicos do 1 Trimestre letivo. As turmas de Jardim

Leia mais

Palavras-chave: escrita musical, histórias infantis, conto sonoro. Seminário do 16 O. COLE vinculado: V Seminário Linguagens em Educação Infantil.

Palavras-chave: escrita musical, histórias infantis, conto sonoro. Seminário do 16 O. COLE vinculado: V Seminário Linguagens em Educação Infantil. O Conto Sonoro, uma forma de explorar a escrita musical. Renata de Oliveira Pavaneli Frederico, Escola de Educação Infantil Casa da Gente Campinas-SP. musicamed@directnet.com.br reoliveirafred@gmail.com

Leia mais

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM CURRÍCULO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM ORALIDADE Formar frases com seqüência e sentido. Relacionar palavras que iniciam com vogais. Associar primeira letra/som em palavras iniciadas por vogal. Falar

Leia mais

LUDICIDADE NA SALA DE AULA UNIDADE 4 ANO 1. Abril de 2013

LUDICIDADE NA SALA DE AULA UNIDADE 4 ANO 1. Abril de 2013 LUDICIDADE NA SALA DE AULA UNIDADE 4 ANO 1 Abril de 2013 Iniciando a conversa Nesta unidade refletiremos sobre a ludicidade na sala de aula, a partir do tema brincadeiras na alfabetização. Nesta unidade

Leia mais

PROJETO BRINCOS, CANTIGAS E OUTRAS BRINCADEIRAS CANTADAS

PROJETO BRINCOS, CANTIGAS E OUTRAS BRINCADEIRAS CANTADAS PROJETO BRINCOS, CANTIGAS E OUTRAS BRINCADEIRAS CANTADAS Rosângela Vitale Mazzanti Michele de Assis Negri RESUMO: Este trabalho apresenta o Projeto realizado na EMEB Dr. Edward Aleixo de Paula, bem como

Leia mais

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Unidades Conteúdos Competências Actividades Recursos/Materiais Unidade 1 Unidade 2 Primeira Abordagem lúdica de Sensibilização e exploração do

Leia mais

Curso: EnCANTAR Brincando

Curso: EnCANTAR Brincando Curso: EnCANTAR Brincando Um novo jeito de Ensinar, uma nova maneira de Aprender! Musicalização Infantil: Formação docente para Educação Ambiental Público alvo: Professores de Educação Infantil, Séries

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II Músicas infantis. Danças, músicas e personagens folclóricos. Conhecer textos e melodias folclóricos; Entoar músicas do folclore brasileiro; Dançar músicas folclóricas; Imitar

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 1ª ETAPA / 2013 1º ANO PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 2013 1º ANO A verdadeira unidade entre os homens é produzida, reforçada e protegida pela comunhão no

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA AS AVENTURAS DE BILL TAMPINHA E SUA MELHOR AMIGA CORKY

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA AS AVENTURAS DE BILL TAMPINHA E SUA MELHOR AMIGA CORKY DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA AS AVENTURAS DE BILL TAMPINHA E SUA MELHOR AMIGA CORKY 2. EPISÓDIO TRABALHADO A surpresa do robô 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO O episódio A surpresa

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As letrinhas mágicas. 2. EPISÓDIO TRABALHADO Uma tarde assustadora. 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Nesse emocionante episódio, enquanto as vogais

Leia mais

A paisagem sonora em práticas teatrais na escola: voz e escuta

A paisagem sonora em práticas teatrais na escola: voz e escuta A paisagem sonora em práticas teatrais na escola: voz e escuta Raquel Guerra Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Graduação Programa de Pós-Graduação em Teatro - UDESC. Professora Resumo: Neste artigo

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho. 2 EPISÓDIO TRABALHADO Um punhado de sementes mágicas. 3 SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO O episódio Um punhado de sementes mágicas

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO EANES LOBATO Critérios de Avaliação Educação Pré Escolar Departamento Educação Pré Escolar Ano letivo 2013/2014 A avaliação do processo permite reconhecer a pertinência e sentido

Leia mais

Pensar a Base Nacional Comum e o currículo da Educação Infantil. Zilma de Moraes Ramos de Oliveira

Pensar a Base Nacional Comum e o currículo da Educação Infantil. Zilma de Moraes Ramos de Oliveira Pensar a Base Nacional Comum e o currículo da Educação Infantil Zilma de Moraes Ramos de Oliveira Os currículos da educação infantil, do ensino fundamental e do ensino médio devem ter base nacional comum,

Leia mais

A ATIVIDADE DE MUSICALIZAÇÃO NO ESPAÇO DA EDUCAÇÃO INFANTIL: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA

A ATIVIDADE DE MUSICALIZAÇÃO NO ESPAÇO DA EDUCAÇÃO INFANTIL: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA A ATIVIDADE DE MUSICALIZAÇÃO NO ESPAÇO DA EDUCAÇÃO INFANTIL: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA Resumo VIEGAS, Elis Regina dos Santos 1 - UFGD Grupo de Trabalho - Didática: Teorias, Metodologias

Leia mais

1 o Período Educação Infantil

1 o Período Educação Infantil 1 o Período Educação Infantil Eixo temático: O tema Imaginação visa a estimular as distintas áreas de desenvolvimento integral das crianças, bem como favorecer o crescimento de suas habilidades e competências.

Leia mais

Promover a interação e a comunicação social que envolva os aspectos afetivos, sensoriais, estéticos e cognitivos.

Promover a interação e a comunicação social que envolva os aspectos afetivos, sensoriais, estéticos e cognitivos. Música Objetivo da Aula Promover a interação e a comunicação social que envolva os aspectos afetivos, sensoriais, estéticos e cognitivos. Desde que se começou a estudar a história da humanidade, tem-se

Leia mais

BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES

BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES 1.º PERÍODO PLANIFICAÇÃO DA ATIVIDADE DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES. Reconhecimento da importância das artes plásticas;. Desenvolvimento progressivo das possibilidades

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezados Pais e/ou Responsáveis, Estamos vivenciando o segundo bimestre letivo e o processo de aprendizagem representa pra nós, motivo de alegria e conquistas diárias. Confiram as habilidades

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes R E S O L U Ç Ã O N.º 090/2009 CI / CCH CERTIDÃO Certifico que a presente resolução foi afixada em local de costume, neste Centro, no dia 10/12/2009. João Carlos Zanin, Secretário Aprova o projeto pedagógico

Leia mais

PROJETO LUTEARTE Oficina de luteria artesanal com reciclagem

PROJETO LUTEARTE Oficina de luteria artesanal com reciclagem PROJETO LUTEARTE Oficina de luteria artesanal com reciclagem Conceição Rocha conceicaorocha@globo.com Marta Gondim Conservatório Pernambucano de Música, Pernambuco martagondim@terra.com.br Resumo: Esta

Leia mais

Projeto Girassol de Ideias Fábio Pereira da Silva Valéria Cristiani de Oliveira Vivian da Silva Francini

Projeto Girassol de Ideias Fábio Pereira da Silva Valéria Cristiani de Oliveira Vivian da Silva Francini Projeto Girassol de Ideias Fábio Pereira da Silva Valéria Cristiani de Oliveira Vivian da Silva Francini A favor da comunidade, que espera o bloco passar Ninguém fica na solidão Embarca com suas dores

Leia mais

Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental

Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental Gêneros discursivos no ciclo da alfabetização 1º ao 3º ano do ensino fundamental Não se aprende por exercícios, mas por práticas significativas. Essa afirmação fica quase óbvia se pensarmos em como uma

Leia mais

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL CUÍCULO UNFCDO P DUCÇÃO BÁC BÇÁO e NCL 1º BM - BÇÁO e NCL Á OND CHG CONÚDO / VDD MMÁC o estabelecimento de aproximações a algumas noções matemáticas presentes no cotidiano. equência numérica por meio da

Leia mais

ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE

ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE Unidade II ESTRUTURA E ORGANIZAÇÃO DA ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL Profa. Ana Lucia M. Gasbarro A formação pessoal e social da criança, áreas de conhecimento e desenvolvimento da criança Introdução A importância

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO DE EDUCAÇÃO INFANTIL DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE CHAPECÓ SC

A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO DE EDUCAÇÃO INFANTIL DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE CHAPECÓ SC A CONSTRUÇÃO DO CURRÍCULO DE EDUCAÇÃO INFANTIL DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE CHAPECÓ SC FIGUEIREDO, Anelice Maria Banhara - SME / Chapecó/SC anelicefigueiredo@gmail.com LORENZET, Simone Vergínia - SME

Leia mais

PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA

PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA ANO LETIVO 2015/ 2016 1 Índice Introdução... 3 Definindo Projeto Curricular de Jardim de Infância... 4 Projeto Curricular de Jardim de Infância MENINO DO MUNDO Intencionalidades...

Leia mais

C O N T E Ú D O S EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 2. Colégio Nossa Senhora da Soledade

C O N T E Ú D O S EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 2. Colégio Nossa Senhora da Soledade Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S CASA COMUM, NOSSA RESPONSABILIDADE Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca. Am 5, 24 EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO

Leia mais

PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS

PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS SÉRIE: Berçário A Berçário

Leia mais

BRINCADEIRAS CANTADAS: UMA METODOLOGIA PARA O ENSINO DA DURAÇÃO E RITMO MUSICAL

BRINCADEIRAS CANTADAS: UMA METODOLOGIA PARA O ENSINO DA DURAÇÃO E RITMO MUSICAL BRINCADEIRAS CANTADAS: UMA METODOLOGIA PARA O ENSINO DA DURAÇÃO E RITMO MUSICAL RABASSI, Liliam Keidinez Bachete da Conceição (UEM) CALSA, Geiva Carolina (Orientadora/UEM) 1. Introdução A preocupação com

Leia mais

CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular. Cursos de Formação Contínua de Professores

CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular. Cursos de Formação Contínua de Professores CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular Cursos de Formação Contínua de Professores Meloteca 02/07/2008 1º ANO DE ESCOLARIDADE VOZ Desenvolver os aspectos essenciais

Leia mais

Informativo de Música. Por Isa Uehara

Informativo de Música. Por Isa Uehara Informativo de Música Por Isa Uehara Bosque das Letras Abril 2011 Música nas aulas para as crianças do berçário não se traduz apenas em melodia, ritmo ou harmonia. Os sons do entorno, do ambiente que as

Leia mais

MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II

MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II Desenvolver reações físicas - rítmicas à música (palmas, marchas, etc); Representar, com movimentos corporais elementos e objetos do meio circundante; Deslocar com

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA 1º PERÍODO

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA 1º PERÍODO 1º PERÍODO Prezados pais, Encaminhamos a Programação da 3ª Etapa de 2015, material que serve de apoio para o acompanhamento das habilidades que serão desenvolvidas. Lembramos que este planejamento é flexível

Leia mais

Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam?

Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam? Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam? Profª. Ms. Cláudia Yazlle Profª. Ms. Gabriela Maffei 5 e 6 de junho Objetivos da aula de hoje As crianças de 4

Leia mais

Pré-Escola 4 e 5 anos

Pré-Escola 4 e 5 anos PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC DIÁRIO DE CLASSE Educação Infantil Pré-Escola 4 e 5 anos DIÁRIO DE CLASSE ESCOLA: CRE: ATO DE CRIAÇÃO DIÁRIO OFICIAL / /

Leia mais

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná Plano de Trabalho Docente 2014 Educação Infantil Estimulação

Leia mais

PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010

PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010 PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010 OBSERVAÇÃO NA ESCOLA Localização da Escola 29/03 16/04 Espaço Físico PPP e o Ensino de Ciências OBSERVAÇÃO NA SALA Relação Professor/Alunos

Leia mais

APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL DA CRIANÇA COM SÍNDROME DE DOWN NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONCEPÇÕES DE PAIS E PROFESSORES

APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL DA CRIANÇA COM SÍNDROME DE DOWN NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONCEPÇÕES DE PAIS E PROFESSORES APRENDIZAGEM DA LINGUAGEM ORAL DA CRIANÇA COM SÍNDROME DE DOWN NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONCEPÇÕES DE PAIS E PROFESSORES Resumo Gabriela Jeanine Fressato 1 - Universidade Positivo Mariana Gomes de Sá Amaral

Leia mais

Sumário Introdução 1o ano Ensino Fundamental de 9 anos 2o ano Ensino Fundamental de 9 anos 3o ano Ensino Fundamental de 9 anos

Sumário Introdução 1o ano Ensino Fundamental de 9 anos 2o ano Ensino Fundamental de 9 anos 3o ano Ensino Fundamental de 9 anos Sumário Introdução...03 1 o ano Ensino Fundamental de 9 anos Geral...06 Linguagens e Códigos Digitais... 13 Língua Inglesa... 14 Artes... 15 Educação Musical...16 Educação Física... 17 2 o ano Ensino Fundamental

Leia mais

CONHECIMENTOS E CAPACIDADES ENVOLVIDOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO 1

CONHECIMENTOS E CAPACIDADES ENVOLVIDOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO 1 . PREFEITURA MUNICIPAL DO SALVADOR Secretaria Municipal de Educação e Cultura SMEC Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP CONHECIMENTOS E CAPACIDADES ENVOLVIDOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO E

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO TRABALHADO "Aniversário com a turma". 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO No aniversário do Ursinho, os brinquedos

Leia mais

Projeto: Barulhinho Bom Música e Movimento na Educação Infantil I

Projeto: Barulhinho Bom Música e Movimento na Educação Infantil I 1 Projeto: Barulhinho Bom Música e Movimento na Educação Infantil I Professora: Catarine Green Martins ADI: Maria Aparecida S. Falabella e Silvia Regina Ivoti Coordenadora: Silvana Alves Larrubia Diretora:Mauricéia

Leia mais

Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil

Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil Novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil Zilma de Moraes Ramos de Oliveira zilmaoliveira@uol.com.br Apoio Parceria Coordenação Técnica Iniciativa OBJETIVOS Discutir as implicações

Leia mais

O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA. Profa. Me. Michele Costa

O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA. Profa. Me. Michele Costa O PLANEJAMENTO E A AVALIAÇÃO INICIAL/DIAGNÓTICA Profa. Me. Michele Costa CONVERSAREMOS SOBRE: CONCEITOS DE PLANEJAMENTO CURRÍCULO EIXOS DE TRABALHO www.zaroio.com.br As Cem Linguagens da Criança. A criança

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS NO ENSINO DE ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Resumo

A UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS NO ENSINO DE ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Resumo A UTILIZAÇÃO DE TECNOLOGIAS NO ENSINO DE ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Camila Lacerda Ortigosa Pedagogia/UFU mila.lacerda.g@gmail.com Eixo Temático: Educação Infantil Relato de Experiência Resumo

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio / Conteúdos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria da Educação Coordenadoria de Cooperação com os Municípios PROGRAMA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA PAIC

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria da Educação Coordenadoria de Cooperação com os Municípios PROGRAMA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA PAIC GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria da Educação Coordenadoria de Cooperação com os Municípios PROGRAMA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA PAIC Caro (a) professor (a), ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS PARA O 2º ANO Cientes

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA

DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III E IV EDUCAÇÃO FÍSICA OBJETIVOS GERAIS Favorecer o desenvolvimento corporal e mental harmônicos, a melhoria da

Leia mais