ÍNDICE. Fermentos. Malte Agrária. Malte Weyermann

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE. Fermentos. Malte Agrária. Malte Weyermann"

Transcrição

1 1

2 2 3

3 ÍNDICE Malte Agrária Malte Base Malte Pilsen 08 Fermentos Baixa Fermentação Fermento Diamond 30 Malte Weyermann Malte Base Malte Viena Malte Munique tipo II Malte de Trigo Malte de Trigo Claro Malte de Trigo Defumado no Carvalho Malte Especial Malte Defumado Malte Melanoidina Malte de Centeio Malte Caramelo Carapils Carabelge Caraamber Caramunich Tipo II Special W Malte de Centeio Caramelo Malte Torrado Carafa Especial Tipo I Carafa Especial Tipo II Malte Crisp Malte Base Malte Maris Otter Ale Malte Torrado Malte Chocolate Malte Pale Ale Malte de Trigo Escuro Malte Acidificado Abbey Malt Malte de Centeio Torrado Carahell Carared Caramunich Tipo I Carawheat Caraaroma Carafa Especial Tipo III Malte Extra Pale Maris Otter Alta Fermentação Fermento Nottingham Fermento Windsor Fermento CBC 1 Fermento Belle Saison Nutriente para o fermento Servomyces Instruções para reidratação de levedura seca Lúpulos HVG Lúpulos de Amargor Lúpulo Hallertau Nugget Lúpulo Hallertau Herkules Lúpulo Hallertau Merkur Lúpulo Polaris Lúpulos Aromáticos Lúpulo Tettnag Tettnanger Lúpulo Hallertau Mittelfrüh Lúpulo Hallertau Perle Lúpulo Mandarina Bavaria Lúpulo Hallertau Opal Lúpulo Hallertau Blanc Lúpulos de outros fornecedores Lúpulo Cascade Lúpulo English Goldings Fermento Bry 97 Fermento Munich Fermento Abbaye Lúpulo Hallertau Magnum Lúpulo Hallertau Taurus Lúpulo Hallertau Northern Brewer Lúpulo Hallertau Tradition Lúpulo Spalter Select Lúpulo Hallertau Hersbrucker Lúpulo Hallertau Smaragd Lúpulo Huell Melon Lúpulo Saaz Malte Dingemans TM Malte Especial Biscuit 50 MD TM Malte Aroma 150 MD TM Malte Aroma 100 MD TM Extratos Weyermann Extrato de Cerveja Escura Sinamar Extrato de Malte Extrato de Malte Bavarian Pilsner Especificação para utilização dos extratos de malte Weyermann Extrato de Malte Bavarian Hefeweizen 4 5

4 6 7

5 MALTE AGRÁRIA MALTE WEYERMANN Malte Pilsen Agrária Malte Base Malte Viena Malte Base 3 a 4 EBC. Malte base de alta qualidade para produção de todos os tipos de cervejas. Até 100%. Utilizado para todos os tipos de cervejas claras e base para cervejas especiais. 5 Kg, 25 Kg, 50 Kg e big bag de Kg. 7 a 9 EBC. Para produção de cervejas claras, tipo Pilsen, tipo Märzen e especiais. Até 100%. Obtenção de cervejas douradas e incremento do corpo da cerveja. Resultado excepcional em cervejas tipo Pilsen. Leve adocicado do malte, notas suaves de mel e nozes (amêndoas e avelã). Malte Pale Ale Malte Base 5,5 a 7,5 EBC. Para produção de todos os tipos de cervejas: Ale, Porter, Lager, Stout, Belgas. Até 100%. Possui baixo teor de proteína e glucanos, o qual facilita a clarificação e rendimento. Possui notas de pão, frutas secas e mel. 8 9

6 MALTE WEYERMANN MALTE WEYERMANN Malte Munique tipo II Malte Base Malte de Trigo Escuro Malte de Trigo 20 a 25 EBC. Cervejas claras e escuras especiais, tipo Munique, pretas e Bock. Até 100%. Acentua o caráter típico da cerveja através do reforço do aroma. Obtenção de cor forte na cerveja. Resultado excepcional em cerveja tipo Pilsen. Possui notas suaves de caramelo, mel, pão e rico aroma de malte. 15 a 20 EBC. Malte produzido com trigo de alta qualidade desenvolvido para cervejas de trigo complexas e de alta fermentação. Até 100%. Fornece corpo e cremosidade para a cerveja. Possui notas de pão, biscoito, mel e caramelo. Malte de Trigo Claro Malte de Trigo Malte de Trigo Defumado no Carvalho Malte de Trigo 3 a 5 EBC. Cervejas de trigo, Hefe Weizen, Weizenbock, Dunkel, Bock, tipo Kölsch, Altbier, cervejas leves, com reduzido teor de álcool e cervejas sem álcool. Até 100%. Intensificação do aroma típico de alta fermentação e aroma de trigo. Notas de pão, nozes, biscoito e caramelo. 4 a 5 EBC. Cervejas Ales defumadas, cervejas de trigo, Hefe-Weizen, cervejas defumadas, Ales, cervejas especiais, cervejas de trigo defumada de alta fermentação e Porter. Até 100%. Malte defumado em madeira de carvalho envelhecida, fornece para a cerveja aroma suave de fumaça, doce do malte, notas de baunilha e mel

7 MALTE WEYERMANN MALTE WEYERMANN Malte Defumado Malte Especial Malte Melanoidina Malte Especial 4 a 8 EBC. Cervejas defumadas tipo Lager e Keller, Scottish Ales, escuras e cervejas de trigo com aroma defumado. Até 100%. Obtenção do típico sabor de defumado. Maltes com notas de baunilha e mel. 60 a 80 EBC. Cervejas vermelhas, Red Ales, Ales escuras, cervejas Âmber, Scottish, Irish Red Ale e Bock. Até 20%. Melhoria da estabilidade do paladar e corpo da cerveja. Proporciona cor avermelhada para a cerveja, sabor maltado com notas de mel e biscoito. Malte Acidificado Malte Especial Abbey Malt Malte Especial 3 a 7 EBC. Cervejas tipo Pilsen e cervejas claras. Até 5%. Cada 1% reduz o ph da mostura em 0,1. Redução do ph do mosto, resultando em um melhor processo de mosturação. Intensificação da fermentação e cores de cervejas mais claras. Melhora a estabilidade do paladar e arredondamento da cerveja. 40 a 50 EBC. Para cervejas estilo Belga, Dubbel, estilos Abbey Ale, cervejas fortes, belgas especiais, Bruin, Âmber, Fruit Beers e Tripel. Até 50%. Malte com alto grau de modificação (amido e proteína), alta friabilidade e baixo valor de beta-glucanos. Proporciona forte aroma de malte para a cerveja. Coloração do âmbar ao vermelho escuro/marrom. Promove estabilidade no aroma de malte, notas de mel, nozes e chocolate

8 MALTE WEYERMANN MALTE WEYERMANN Malte de Centeio Malte Especial Malte Carapils Malte Caramelo 4 a 10 EBC. Em cervejas de centeio Ale e Lagers, multigrãos e cervejas especiais. Até 60%. Proporciona para a cerveja aroma típico de centeio, doce do malte e notas de pão e mel. 2,5 a 6,5 EBC. Cerveja tipo Pilsen, Lagers, cervejas leves, com baixo teor de álcool e sem álcool. 5 a 10% (cervejas tipo Pilsen) e até 40% (cervejas leves e sem álcool). Melhoria na formação e estabilidade da espuma e corpo da cerveja. Possui sabor doce de malte e notas suaves de caramelo. Malte Carahell Malte Caramelo 20 a 30 EBC. Cervejas Lagers, Ales, leves, cervejas de trigo, cervejas com coloração avermelhada, Bock, com baixo ou nenhum teor de álcool. Até 30%. Incremento do corpo da cerveja, intensificação do aroma de malte, influência positiva na estabilidade da espuma da cerveja. Paladar mais completo e arredondado, sabor doce de malte com notas suaves de caramelo. Cerveja de cor mais saturada. Correção de cores muito claras, Lagers e tipo Pilsen. Otimiza o paladar das cervejas de trigo. Malte de Centeio Torrado Malte Especial 500 a 800 EBC. Cervejas Lagers de centeio, cervejas especiais, Lagers e multigrãos. Até 5%. Fornece para a cerveja aroma e sabor típico de torrado, notas de centeio e cor. Notas de chocolate escuro e pão

9 MALTE WEYERMANN MALTE WEYERMANN Malte Carabelge Malte Caramelo Malte Caraamber Malte Caramelo 30 a 35 EBC. Para cervejas estilo Belga, cervejas sem álcool, Witbier, Âmber, Blond Ale, Bruin, Dubbel, Tripel, Fruit Beers e Maibock. Até 30%. Contribui para o corpo da cerveja e arredondamento do sabor, auxilia na formação de espuma cremosa e consistente. Sabor de frutas secas, nozes e caramelo. 60 a 80 EBC. Cervejas escuras, tipo Âmber Lager, Brown Ale, Bock, Kellerbier, Irish Red e de cores vermelhas. Até 20%. Melhoria da estabilidade do paladar, do corpo e arredondamento da cor da cerveja. Otimização do trabalho de mosturação e cor avermelhada para a cerveja. Sabor de toffe, caramelo e pão. Malte Carared Malte Caramelo Malte Caramunich Tipo I Malte Caramelo 40 a 60 EBC. Cervejas de coloração castanha, tipo Bock, tipo Altbier, cervejas de trigo, Red Ales e Scottish Ales. Até 25%. Incremento do corpo da cerveja. Intensificação do aroma de malte, notas de caramelo, mel e biscoito. Incremento de cor mais escura e avermelhada. 80 a 100 EBC. Para cervejas claras de coloração intensa ou cervejas escuras. Dark Ale, Red Ale, Brown Ale e Bock. Até 10%. Incremento do corpo, intensificação do aroma de malte. Cores de cerveja mais escura e avermelhada. Notas de biscoito e sabor intenso de caramelo

10 MALTE WEYERMANN MALTE WEYERMANN Malte Caramunich Tipo II Malte Caramelo Malte Special W Malte Caramelo 110 a 130 EBC. Para cervejas claras de coloração intensa ou cervejas escuras. Dark Ale, Red Ale, Brown Ale e Bock. Até 10%. Incremento do corpo, intensificação do aroma de malte. Cores de cerveja mais escura e avermelhada. Notas de biscoito e sabor intenso de caramelo. 280 a 320 EBC. Cervejas escuras, Porter, Stout, Barley Wine, Doppelbock, e Belgas. Até 30%. Intensificação do sabor de malte, coloração marrom escuro no produto final, flavor de caramelo, casca de pão e uvas passas. Aroma suave de amêndoas. Malte Carawheat Malte Caramelo Malte Caraaroma Malte Caramelo 110 a 140 EBC. Ideal para cervejas especiais de alta fermentação, cervejas de trigo, cervejas de trigo escura, Witbier e Red Ale. Até 15%. Malte de trigo 100% caramelizado. Fornece para a cerveja cremosidade, corpo, cor e alguns aromas fenólicos do trigo e cervejas de alta fermentação. Sabor suave de caramelo, amêndoas, biscoito e aroma de pão. 350 a 450 EBC. Cervejas de coloração castanha e vermelha escura, como Bock, cervejas escuras, tipo Âmbar, Dark Ale, Stouts, Porter, Red Ale, Barley Wine, Irish Red e Lager. Até 30%. Incremento do corpo da cerveja, intensificação do aroma de malte e cor mais saturada. Notas de frutas secas, torradas e caramelo

11 MALTE WEYERMANN MALTE WEYERMANN Malte de Centeio Caramelo Malte Caramelo Malte Carafa Especial Tipo II Malte Torrado 150 a 200 EBC. Cervejas especiais, Lager de centeio, multigrãos, Ale e centeio de alta fermentação. Até 15%. Fornece para a cerveja aroma de biscuit, caramelo, aroma típico de centeio, intenso aroma de pão, café, chocolate escuro e frutas secas a 1200 EBC. Cervejas pretas (Schwarzbier), cervejas escuras, Bock, Stout, Altbier, cervejas Lagers escuras e Porter. Até 5%. Fornece para a cerveja cor marrom café, aroma suave de torrado, notas de café, cacau e chocolate escuro. Por meio de utilização de um processo especial de polimento das cascas, há uma redução significativa do amargor, o que resulta em cervejas escuras mais suaves. Malte Carafa Especial Tipo I Malte Torrado Malte Carafa Especial Tipo III Malte Torrado 800 a 1000 EBC. Ideal para todo tipo de cerveja escura, Dark Ale, Bock, Stout, Altbier, Porter, e cervejas fortes. Até 5%. Intensificação do aroma típico de cerveja escura, coloração de café marrom. Por meio da utilização de um processo especial de polimento das cascas, há uma redução significativa do amargor, o que resulta em cervejas escuras mais suaves. Notas de café, cacau, chocolate amargo a 1500 EBC. Ideal para todo tipo de cerveja escura, Dark Ale, Bock, Stout, Altbier, Porter, e cervejas fortes. Até 5%. Intensificação do aroma típico de cerveja escura, coloração de café marrom a preto. Por meio da utilização de um processo especial de polimento das cascas, há uma redução significativa do amargor, o que resulta em cervejas escuras mais suaves. Notas de café, cacau, chocolate amargo

12 MALTE CRISP MALTE DINGEMANS TM Malte Maris Otter Ale Malte Base Biscuit 50 MD TM Malte Especial 5,5 a 5,7 EBC. Malte produzido com a cevada Maris Otter de alta qualidade. Pode ser utilizado para todos os tipos de cervejas claras ou como base para cervejas especiais. Muito utilizado para cervejas Ale. Até 100%. Excelentes resultados em cervejas Ales. 50 a 70 EBC. Para todas as cervejas especiais, cervejas belgas de Abadia, Ales e cervejas Bock. Até 15%. Fornece sabor e aromas de pão e biscoito, bem como uma coloração vermelho-amarronzada. Malte Extra Pale Maris Otter Malte Base Malte Aroma 100 MD TM Malte Especial 3,0 a 4,0 EBC. Versão mais clara do malte produzido com a cevada Maris Otter. Indicado para cervejas Lager ou outras cervejas claras como Golden Ales. Até 100%. Desenvolvido para a produção de cervejas de coloração clara, auxilia cervejarias com demanda de um malte com maior eficiência e performance. 90 a 110 EBC. Cervejas Amber, Red Ales, Stouts, Bock e Lagers em geral. Até 20%. Este malte promove a estabilidade de sabor, complexidade e arredondamento da cor da cerveja. Pronuncia o sabor maltado. Malte Chocolate Malte Torrado Malte Aroma 150 MD TM Malte Especial 900 a 1100 EBC. Para cervejas escuras tipo Stouts e Porters. 1 a 5%. Fornece sabor seco e tostado à ricas cervejas escuras. 130 a 170 EBC. Cervejas Amber, Red Ales, Stouts, Bock e Lagers em geral. Até 20%. Este malte promove a estabilidade de sabor, complexidade e arredondamento da cor da cerveja. Pronuncia o sabor maltado

13 24 25

14 EXTRATOS WEYERMANN Extrato de Cerveja Escura Sinamar Cor: Dosagem: Extrato de Malte 8000 a 9000 EBC. Apropriado para a coloração de todos os tipos de cervejas. Dosagem simples e exata. Produto natural sem aditivos. Pode ser utilizado na brassagem, filtração ou na cerveja pronta. Possui boa solubilidade em mosto quente, frio e na cerveja. O amargor do Sinamar é removido por um processo especial, não ocasionando nenhuma turvação e possuindo alta estabilidade de ph. Não possui influência no processo de fermentação. Produzido de acordo com a Lei da Pureza Alemã. 14 g (11,9 ml) de Sinamar para aumentar 1 EBC de cor em 100 litros. Intensificação do aroma típico de cervejas escuras, cor de café marrom. Notas de café, cacau, chocolate escuro e intenso sabor de torrado. Bombona de 5,8 Kg. Extrato de Malte Bavarian Pilsener Cor: Dosagem: Extrato de Malte 15 a 18 EBC. Indicado para fabricação de cerveja tipo Pilsen encorpada, cervejas claras, cervejas tipo Bock e cervejas tipo Oktober. Pode ser utilizado para aumentar o extrato de mostos prontos. Não possui lúpulo, cor castanho escuro de alta viscosidade e um aroma fino-doce de malte. É fabricado a partir de malte tipo pilsen de alta qualidade e Carapils. Verificar tabela ao lado. Bombona de 4 Kg. Extrato de Malte Bavarian Hefeweizen Cor: Dosagem: 20 a 25 EBC. Adequado para produção de todos os tipos de cerveja de trigo, cervejas claras e cervejas tipo ale. Extrato de malte de trigo sem lúpulo de cor castanho escuro, alta viscosidade e aroma fino-doce de malte. É fabricado a partir de malte de trigo, malte pilsen e malte Carahell. Verificar tabela ao lado. Bombona de 4 kg. Especificação para utilização dos extratos de malte Weyermann O extrato de malte é produzido pela cervejaria da Weyermann. É produzido segundo o processo normal de cervejaria, o que resulta em um extrato de malte não lupulado, ideal para fabricação de cervejas de alta e baixa fermentação. A fabricação da cerveja deve ser realizada segundo as seguintes etapas: Mistura o extrato em água cervejeira quente. A proporcionalidade da mistura está indicada na tabela abaixo. No final deverá ocorrer a fervura do mosto (pelo menos 45 minutos) com adição de lúpulo. Deverá ser levado em consideração a taxa de evaporação de seu equipamento (tina de fervura). A medição do mosto primário deverá ser realizada mediante medições de densidade (sacarômetro). Após o resfriamento poderá ser iniciada a fermentação/maturação. Tabela de diluição (para uma exata medição do mosto primitivo deverá ser feito através de medição de densidade (sacarômetro). (válido para todos os extratos de malte da Weyermann ) Concentração do mosto Extrato/água Cervejeira Para 1 hl mosto 8,0% Plato 1: 8,5 10,5 Kg de extrato de malte 8,5% Plato 1: 7,9 11,2 Kg de extrato de malte 9,0% Plato 1: 7,4 11,8 Kg de extrato de malte 9,5% Plato 1: 7,0 12,5 Kg de extrato de malte 10,0% Plato 1: 6,6 13,2 Kg de extrato de malte 10,5% Plato 1: 6,2 13,8 Kg de extrato de malte 11,0% Plato 1: 5,9 14,5 Kg de extrato de malte 11,5% Plato 1: 5,6 15,1 Kg de extrato de malte 12,0% Plato 1: 5,3 15,8 Kg de extrato de malte 12,5% Plato 1: 5,1 16,4 Kg de extrato de malte 13,0% Plato 1: 4,8 17,1 Kg de extrato de malte 13,5% Plato 1: 4,6 17,8 Kg de extrato de malte 14,0% Plato 1: 4,4 18,4 Kg de extrato de malte 14,5% Plato 1: 4,2 19,1 Kg de extrato de malte 15,0% Plato 1: 4,1 19,7 Kg de extrato de malte 15,5% Plato 1: 3,9 20,4 Kg de extrato de malte 16,0% Plato 1: 3,8 21,1 Kg de extrato de malte 16,5% Plato 1: 3,6 21,7 Kg de extrato de malte 17,0% Plato 1: 3,5 22,4 Kg de extrato de malte Exemplo: para uma cerveja com 12,5% de mosto primário, mistura 1 parte de extrato com 5,1 partes de água cervejeira ou para 1 hl de cerveja com 13% de mosto primário são necessários 17,1 kg de extrato de malte

15 28 29

16 FERMENTOS Baixa Fermentação Fermento Diamond Dosagem: TºC reidratação: TºC fermentação: Diamond é uma levedura de baixa fermentação, originada na Alemanha e utilizada por um grande número de cervejarias comerciais, utilizada para todas as cervejas do tipo Lager. Possui aroma e sabor neutro. É utilizada em todo o mundo e produz excelentes cervejas. Produzido em plantas certificadas pela ISO g/hl 25 a 30 C 10 a 15 C FERMENTOS Alta Fermentação Fermento Windsor Dosagem: TºC reidratação: TºC fermentação: Levedura originada no Reino Unido e utilizada para todos os tipos de cervejas Ale. Apresenta paladar e aroma esterificados na cerveja, muito utilizada para Ale britânica frutada e encorpada. A levedura Windsor tem boa aceitação também em cervejas Stout, Weizen e Hefeweizen. Usada em centenas de cervejarias da Inglaterra, USA, Canadá, Japão, América do Sul e em todo o mundo. Windsor é produzido em plantas certificadas pela ISO g/hl 30 a 35ºC 15 a 22 C Alta Fermentação Fermento Nottingham Dosagem: TºC reidratação: TºC fermentação: Nottingham é uma cepa única selecionada de várias culturas comercias utilizada no Reino Unido. Possui aroma neutro e alta atenuação na fermentação. Pode ser utilizado para todos os tipos de cervejas Ale. Usado em muitas cervejarias da Inglaterra, USA, Canadá, Japão, América do Sul e em todo o mundo. Pode ser utilizado também para fermentação com temperaturas mais baixas, 12 C. Nottingham é produzido em plantas certificadas pela ISO g/hl 30 a 35 C 10 a 23 C Alta Fermentação Fermento Munich Dosagem: TºC reidratação: TºC fermentação: A levedura Munich foi desenvolvida para produção de cerveja de trigo alemã. Teve origem na Baviera e é usada por várias cervejarias comercias para produção deste tipo de cerveja. O aroma esterificado quanto ao paladar proporciona notas típicas de banana e cravo. Pode ser utilizada também para produção de cervejas belgas de trigo com aroma de banana e cravo. Munich é uma levedura de rápida fermentação e alta atenuação. Produzida em plantas certificadas pela ISO g/hl 30 a 35ºC 17 a 22ºC Alta Fermentação Fermento Bry 97 Dosagem: TºC reidratação: TºC fermentação: BRY-97 American West Coast é um fermento selecionado da coleção de culturas do Siebel Institute, é usado por várias cervejarias comerciais para produzir diferentes tipos de cerveja tipo Ale. Possui alta floculação e aroma levemente esterificado. 100 g/hl 30 a 35ºC > 17ºC Alta Fermentação Fermento CBC 1 Dosagem: TºC reidratação: TºC fermentação: TºC de refermentação: CBC-1 é uma levedura única, selecionada por sua habilidade de refermentação. Possui melhor desempenho quando a fermentação é conduzida com açúcares de priming como a dextrose. Cepa robusta, de início de fermentação rápida que pode ser utilizada para fermentar/refermentar cervejas de até 12% ABV. Fermentação: g/hl, refermentação 10 g/hl 30 a 35ºC 20ºC 15 a 25ºC 30 31

17 FERMENTOS Alta Fermentação Fermento Belle Saison Dosagem: TºC reidratação: TºC fermentação: Belle Saison é uma levedura Ale de origem belga, selecionada por sua habilidade de produzir excelentes cervejas do estilo Saison, proporciona à cerveja aroma frutado, picante e apimentado, devido à produção de ésteres e fenóis. 100 g/hl 30 a 35ºC > 17ºC FERMENTOS Instruções para reidratação de levedura seca Passo 1 Alta fermentação: pulverizar a levedura sobre a superfície em 10 vezes o seu peso com água potável, limpa e estéril (fervida), a C. Não mexer. Deixar repousar durante 15 minutos (espuma ou ausência de espuma não é uma indicação de vitalidade). Baixo Fermentação: pulverizar a levedura a superfície de 10 vezes o seu peso de mosto diluído (2-6 P/OG ), a C. Não mexer. Deixar repousar durante 15 minutos (espuma ou ausência de espuma não é uma indicação de vitalidade). LEVEDURA SECA 15 min Alta Fermentação Fermento Abbaye O Abbaye é uma levedura Ale. Originada na Bélgica e selecionada pela sua habilidade em produzir excelentes cervejas de estilo belga, incluindo cervejas de alta densidade como Dubbel, Tripel e Quadrupel. Produz aromas complexos que podem incluir pimenta, frutado, banana, cravo e alcoólico. Não produz odores indesejáveis se manuseado corretamente. Abbaye é produzido em plantas certificadas pela ISO Passo 2 EXEMPLO 30ºC 30ºC para 20ºC Alta fermentação: após 15 minutos, mexer uma vez e certificar-se de que toda a levedura está suspensa. Deixar repousar por mais 5 minutos. Baixa fermentação: após 15 minutos, mexer uma vez e certificar-se de que toda a levedura está suspensa. Deixar repousar por mais 15 a 45 minutos. Dosagem: TºC reidratação: TºC fermentação: 50 a 100 g/hl 30 a 35ºC > 17ºC Nutriente para o Fermento Servomyces Dosagem: Servomyces L50 é uma cepa enriquecida com minerais, sendo utilizada como nutriente biológico para levedura. Durante a produção do Servomyces, a propagação e processo de secagem foram especificamente desenvolvidas para acumular uma quantidade de minerais traço e elementos que são essenciais durante a fermentação alcoólica. Durante seu processo não são utilizados conservantes, corantes ou outras substâncias artificiais. 1g/hL de mosto para fermentação 2g/hL de mosto para propagação. Passo 3 Ale - 15 min Lager - 15 a 45 min 20ºC Ajuste a temperatura da solução à do mosto em degraus de 10 C, adicionando pequenas quantidades de mosto em intervalos de 5 minutos e mexendo lentamente (acondicionamento). Um volume de mosto equivalente a 10% do total pode ser adicionado a suspensão, mais mosto até ser atingida a temperatura adequada. Exemplo: Quantidade de levedura a ser reidratada: 500g Volume de água (mostro diluído) necessário: 5 litros Adições de mosto: não mais do que 500 ml cada vez. Passo 4 Depois do acondicionamento, inocular imediatamente. Não é necessário aerar o mosto, porém se realizado não haverá prejuízos para a levedura

18 34 35

19 LÚPULOS HVG Lúpulo de Amargor Lúpulo Hallertau Nugget Alfa-ácidos 9,0 a 13,0% Beta-ácidos 3,0 a 5,0% Cohumulon 24 a 30% Colupulon 47 a 57% Fornece propriedades picantes, médio aroma frutado, e levemente floral e herbáceo. Lúpulo pellets tipo 90. Produzido na região de Hallertau Alemanha. Óleos totais 0,9 a 1,3% Myrceno 27 a 42% Linalool 0,5 a 1,0% Beta-Caryopylleno 10,0 a 20% Humuleno 25 a 40% Farneseno < 1% totais 3,0 a 4,0% Xanthohumol 0,5 a 0,7% LÚPULOS HVG Lúpulo de Amargor Lúpulo Hallertau Herkules Lúpulo com característica picante, notas florais e frutadas. Alfa-acidos 12,0 a 17,0% Beta Acidos 4,0 a 5,5% Cohumulon 32 a 38% Colupulon 52 a 58% Óleos totais 1,6 a 2,4% Myrceno 30 a 50% Linalool 0,3 a 0,8% Beta-Caryopylleno 7 a 12% Humuleno 30 a 45% Farneseno < 1% totais 3,0 a 4,0% Xanthohumol ca. 0,7% Lúpulo de Amargor Lúpulo Hallertau Magnum Alfa-ácidos 11, a 16,0% Beta-ácidos 5,0 a 7,0% Cohumulon 21 a 29% Colupulon 38 a 48% Lúpulo de elevado amargor e aroma mediano. Fornece à cerveja propriedade picante, frutada, levemente floral e herbal. Lúpulo pellets tipo 90. Produzido na região de Hallertau Alemanha. Óleos totais 1,6 a 2,6% Myrceno 30 a 45% Linalool 0,2 a 0,7% Beta-Caryopylleno 8 a 13% Humuleno 30 a 45% Farneseno < 1% totais 2,0 a 3,0% Xanthohumol 0,4 a 0,5% Lúpulo de Amargor Lúpulo Hallertau Taurus Possui notas picantes e ótima estabilidade para cervejas Lagers. Alfa-acidos 12,0 a 17,0% Beta-acidos 4,0 a 6,0% Cohumulon 20 a 25% Colupulon 38 a 48% Óleos totais 0,9 a 1,4% Myrceno 30 a 50% Linalool 1,0 a 1,5% Beta-Caryopylleno 6 a 11% Humuleno 23 a 33% Farneseno < 1% totais 3,0 a 4,0% Xanthohumol 0,9 a 1,0% 36 37

20 LÚPULOS HVG LÚPULOS HVG Lúpulo de Amargor Lúpulo Hallertau Merkur Lúpulo de Amargor Lúpulo Polaris Lúpulo Floral com notas suaves de frutas e ligeiramente picante. Alfa-acidos 10,0 a 14,0% Beta-acidos 3,5 a 7,0% Cohumulon 17 a 22% Colupulon 37 a 45% Óleos totais 1,4 a 1,9% Myrceno 25 a 35% Linalool 0,6 a 1,1% Beta-Caryopylleno 9 a 15% Humuleno 35 a 50% Farneseno < 1% totais 4,0 a 5,0% Xanthohumol ca. 0,3% Alfa-acidos 18 a 24% Beta-acidos 5 a 6,5% Cohumulon 22 a 29% Lúpulo com característica picante, notas florais e refrescância de menta. Pellets tipo 90. Óleos totais 4,8% Myrceno 50% Linalool 0,2% Beta-Caryopylleno 8,7% Humuleno 21,6% Farneseno < 0,1% totais 2,6 a 2,7% Xanthohumol ca. 0,9 a 1,0% Lúpulo de Amargor Lúpulo Hallertau Northern Brewer Alfa-acidos 6,0 a 10,0% Beta-acidos 3,0 a 5,0% Cohumulon 27 a 32% Colupulon 48 a 53% Possui notas amadeiradas, menta e terrosas. Óleos totais 1,0 a 1,6% Myrceno 25 a 45% Linalool 0,3 a 0,8% Beta-Caryopylleno 10 a 20% Humuleno 35 a 50% Farneseno < 1% totais 3,0 a 4,0% Xanthohumol ca. 0,6% Lúpulo Aromático Lúpulo Tettnag Tettnanger Substancias de Amargor Alfa-ácidos 2,5 a 5,5% Beta-ácidos 3,0 a 5,0% Cohumulon 22 a 28% Colupulon 40 a 45% Lúpulo de aroma fino de alta qualidade e intenso aroma. Fornece à cerveja característica picante, herbal e frutada. Lúpulo pellets tipo 90. Produzido na região de Tettnag Alemanha. Óleos totais 0,5 a 0,9% Myrceno 20 a 35% Linalool 0,4 a 0,9% Beta-Caryopylleno 6 a 11% Humuleno 22 a 32% Farneseno 16 a 24% totais 5,0 a 6,0% Xanthohumol 0,3 a 0,4% 38 39

21 LÚPULOS HVG Lúpulo Aromático Lúpulo Hallertau Mittelfrüh Substancias de Amargor Alfa-ácidos 3 a 5,5% Beta-ácidos 3,0 a 5,0% Cohumulon 18 a 28% Colupulon 36 a 44% Lúpulo de aroma fino com nota floral e levemente picante. Pellets Tipo 90 produzido na região de Hallertau Alemanha. 5Kg. Óleos totais 0,7 a 1,3% Myrceno 20 a 28% Linalool 0,7 a 1,1% Beta-Caryopylleno 10 a 15% Humuleno 45 a 55% Farneseno 16 a 24% totais 4 a 5% Xanthohumol 0,3 a 0,4% LÚPULOS HVG Lúpulo Aromático Lúpulo Hallertau Perle Alfa-ácidos 4,0 a 9,0% Beta-ácidos 2,5 a 4,5% Cohumulon 29 a 35% Colupulon 48 a 60% Lúpulo aromático de alta qualidade com teores medianos e elevados de amargor. Fornece à cerveja características picantes e levemente frutado. Lúpulo pellets tipo 90. Produzido na região de Hallertau Alemanha. Óleos totais 0,5 a 1,5% Myrceno 20 a 35% Linalool 0,2 a 0,6% Beta-Caryopylleno 10 a 20% Humuleno 35 a 55% Farneseno < 1% totais 3,0 a 5,0% Xanthohumol 0,4 a 0,5% Lúpulo Aromático Lúpulo Hallertau Tradition Alfa-ácidos 4,0 a 7,0% Beta-ácidos 3,0 a 6,0% Cohumulon 24 a 30% Colupulon 41 a 49% Lúpulo aromático que fornece à cerveja características picantes e herbais. Lúpulo pellets tipo 90. Produzido na região de Hallertau Alemanha. Óleos totais 0,5 a 1,0% Myrceno 17 a 32% Linalool 0,7 a 12% Beta-Caryopylleno 10 a 15% Humuleno 35 a 50% Farneseno < 1% totais 4,0 a 5,0% Xanthohumol aprox. 0,4% Lúpulo Aromático Lúpulo Spalter Select Alfa-acidos 30, a 6,5% Beta-acidos 2,5 a 5,0% Cohumulon 21 a 27% Colupulon 37 a 46% Possui aroma fino com notas florais, levemente frutado e picante. Óleos totais 0,6 a 0,9% Myrceno 20 a 40% Linalool 1,0 a 1,5% Beta-Caryopylleno 4 a 10% Humuleno 10 a 22% Farneseno 15 a 22% totais 4,0 a 5,0% Xanthohumol 0,3 a 0,5% 40 41

22 LÚPULOS HVG Lúpulo Aromático Lúpulo Mandarina Bavaria Possui aroma agradavelmente frutado, com notas de tangerina e levemente adocicado. LÚPULOS HVG Lúpulo Aromático Lúpulo Hallertau Opal Possui notas cítricas e picantes. Alfa-acidos 7 a 9% Beta-acidos 4 a 7% Cohumulon 28 a 35% Óleos totais 2,1 ml/100 g cone Myrceno 71% Linalool 0,3% Beta-Caryopylleno 1,7% Humuleno 5,1% Farneseno 1,0% totais 2,3 a 2,7% Xanthohumol 0,5 a 0,7% Alfa-acidos 5,0 a 8,0% Beta-acidos 3,5 a 5,5% Cohumulon 13 a 17% Colupulon 33 a 48% Óleos totais 0,8 a 1,3% Myrceno 20 a 45% Linalool 1,0 a 1,5% Beta-Caryopylleno 8 a 15% Humuleno 30 a 50% Farneseno < 1% totais 3,0 a 5,0% Xanthohumol ca. 0,4% Lúpulo Aromático Lúpulo Hallertau Hersbrucker Alfa-acidos 1,5 a 4,0% Beta-acidos 2,5 a 6,0% Cohumulon 17 a 25% Colupulon 34 a 39% Cultivado para substituir o Mittelfrüh com características parecidas. Notas florais e levemente picante. Óleos totais 0,5 a 1,0% Myrceno 15 a 30% Linalool 0,5 a 1,0% Beta-Caryopylleno 8 a 13% Humuleno 20 a 30% Farneseno < 1% totais 5,0 a 6,0% Xanthohumol ca. 0,2% Lúpulo Aromático Lúpulo Hallertau Smaragd Alfa-acidos 4,0 a 6,0% Beta-acidos 3,5 a 5,5% Cohumulon 13 a 18% Colupulon 38 a 48% Lúpulo com notas frutadas e picantes, toque de limão e laranja. Óleos totais 0,4 a 0,8% Myrceno 20 a 40% Linalool 0,9 a 1,4% Beta-Caryopylleno 9 a 14% Humuleno 30 a 50% Farneseno < 1% totais 4,0 a 6,0% Xanthohumol ca. 0,2 a 0,3% 42 43

23 LÚPULOS HVG Lúpulo Aromático Lúpulo Hallertau Blanc Alfa-ácidos 9 a 11% Beta-ácidos 4 a 7% Cohumulon 19 a 25% Novo lúpulo aromático alemão. Cervejas apresentaram aromas de frutas verdes e manga, nuances de groselha e similaridade ao buquê de vinho branco. Lúpulo em pellets tipo 90. Óleos totais 1,5 a 1,8 ml/100g totais 3,1% Xanthohumol 0,2 a 0,5% OUTROS FORNECEDORES Lúpulo Cascade Alfa-ácidos 4,5 a 7% Beta-ácidos 4,5 a 7% Cohumulon 33 a 40% Lúpulo americano de aroma floral de média intensidade, cítrico e notas de toranja (grapefruit). Lúpulo em pellets tipo 90. Óleos totais 0,8 a 1,5ml/100g Myrceno 45 a 60% Humulona 10 a 16% Caryophylleno 3 a 6% Farneseno 4 a 8% totais Xanthohumol ca. Lúpulo Aromático Lúpulo Huell Melon Alfa-ácidos 7 a 8% Beta-ácidos 6 a 8% Cohumulon 25 a 28% Novo lúpulo aromático alemão. Cervejas apresentaram intrigantes aromas adocicados que lembram melão e suaves notas de damasco e florais. Lúpulo em pellets tipo 90. Óleos totais 0,8 a 2,1 ml/100g totais 3% Xanthohumol 0,4 a 0,7% Lúpulo Saaz Alfa-ácidos 2 a 5% Beta-ácidos 7 a 8% Cohumulone 23 a 26% Tradicional lúpulo Tcheco de aroma nobre, bastante leve e com agradáveis tons terrosos, herbais e florais. Lúpulo em pellets tipo 90. Muito utilizado em cervejas Pilsen. Óleos totais 0,4 a 1,0 ml/100g Myrceno aprox. 42% Humulona aprox. 19% Caryophylleno aprox. 6% Farneseno aprox. 15% Lúpulo English Goldings totais Xanthohumol ca. Tradicional lúpulo aromático inglês. Aromas picantes suaves e delicados com características florais adocicadas. Lúpulo em pellets tipo 90. Muito utilizado em cervejas Bitter. Alfa-ácidos 4 a 8% Beta-ácidos 2 a 3% Cohumulone 26 a 32% Óleos totais 0,4 a 1,0 ml/100g Myrceno 25 a 35% Humulona 35 a 45% Caryophylleno 13 a 16% Farneseno < 1% totais Xanthohumol ca

24 ANOTAÇÕES ANOTAÇÕES 46 47

25 48

ÍNDICE. Malte Agrária Malte Base Malte Pilsen. Malte Weyermann. Malte Crisp. Malte Dingemans TM. Extratos Weyermann

ÍNDICE. Malte Agrária Malte Base Malte Pilsen. Malte Weyermann. Malte Crisp. Malte Dingemans TM. Extratos Weyermann 3 4 ÍNDICE Malte Agrária Malte Base Malte Pilsen Malte Weyermann Malte Base Malte Viena Malte Munique tipo II Malte de Trigo Malte de Trigo Claro Malte de Trigo Defumado no Carvalho Malte Especial Malte

Leia mais

MICROBIOLOGISTAS RESPONSÁVEIS: www.levedurasdryeast.com.br

MICROBIOLOGISTAS RESPONSÁVEIS: www.levedurasdryeast.com.br A DrYeast proporciona ao Cervejeiro Artesanal a experiência de usar leveduras de alta qualidade e capacidade fermentativa, através de um sistema tecnológico avançado, robusto e eficiente para o transporte,

Leia mais

Lamas Brew Shop www.lamasbrewshop.com.br

Lamas Brew Shop www.lamasbrewshop.com.br Muntons é uma das Maltarias mais tradicionais do Mundo, produzindo além de maltes (em grãos, pó e líquido) diversos tipos de produtos alimentícios. A Muntons é baseada na Inglaterra e tornou-se famosa

Leia mais

IRMAOS FERRARO. Rio Grande do Sul

IRMAOS FERRARO. Rio Grande do Sul IRMAOS FERRARO Rio Grande do Sul D ORO HELLES - 600ml...R$ 21,26 Tem por característica principal o toque marcante do lúpulo da região de Hallertau, na Baviera Alemã. Por ser uma cerveja fabricada em baixa

Leia mais

Bexi sem distância para seus negócios

Bexi sem distância para seus negócios Bexi sem distância para seus negócios A BEXI é uma empresa no ramo de importação, exportação e distribuição de diversos segmentos de produtos e países. Atua no comércio exterior e nacional há 9 anos. A

Leia mais

ÍNDICE MALTE PILSEN Malte Agrária MALTES ESPECIAIS Maltes Weyermann Maltes Dingemans Maltes Crisp CEREAIS NÃO MALTADOS Cereais não Maltados Agrária EXTRATOS DE MALTE Extratos Weyermann FERMENTOS Fermentos

Leia mais

CARTA de CERVEJAS ESPECIAIS VAREJO

CARTA de CERVEJAS ESPECIAIS VAREJO CARTA de CERVEJAS ESPECIAIS VAREJO Hoje, o mercado brasileiro de cervejas especiais está aquecido e dispõem de um universo abrangente de estilos, cores, aromas e sabores para todos os tipos de bolsos.

Leia mais

PRODUTO ELABORADO E ENVASADO NA ESPANHA

PRODUTO ELABORADO E ENVASADO NA ESPANHA PRODUTO ELABORADO E ENVASADO NA ESPANHA PRODUCTO ELABORADO E ENVASADO EM: CERVEJA SAGRA ESPANHA (Castilha La- Mancha) PREMIUM - PILSEN Cerveja Artesana Sagra 100% Malte - Premium Pilsen CAPACIDADE: 330ml

Leia mais

Release. Boxer do Brasil. Cervejarias e Rótulos

Release. Boxer do Brasil. Cervejarias e Rótulos Release Boxer do Brasil Cervejarias e Rótulos GREENE KING Adquirida pela Greene King em 1999, a cervejaria Morland foi fundada em 1711. Em 1979, para os 50 anos da fabricante inglesa de carros MG Cars,

Leia mais

- Fruit Bier como Cherry Bier e Lemon Bier: Cervejas similares com as produzidas na Bélgica hoje em dia, mas com um toque alemão.

- Fruit Bier como Cherry Bier e Lemon Bier: Cervejas similares com as produzidas na Bélgica hoje em dia, mas com um toque alemão. O uso do açúcar: Histórico Reinheitsgebot! Não poderia começar um texto sobre o uso de açúcar em cerveja sem comentar algo sobre a tão falada lei de pureza alemã. A Lei do consumidor mais antiga do mundo

Leia mais

As receitas aqui listadas foram idealizadas para o equipamento que vendemos na loja.

As receitas aqui listadas foram idealizadas para o equipamento que vendemos na loja. Descrito por Rodrigo Eduardo Gunha Eng. Químico Responsável As receitas aqui listadas foram idealizadas para o equipamento que vendemos na loja. Para outros equipamentos cabe análise das quantidades de

Leia mais

Edição de Abril. Aproveitando uma viagem a Buenos Aires, tive a oportunidade de conhecer algumas cervejas locais artesanais de nossos amigos hermanos.

Edição de Abril. Aproveitando uma viagem a Buenos Aires, tive a oportunidade de conhecer algumas cervejas locais artesanais de nossos amigos hermanos. Abril/12 Caros amigos cervejeiros, como havíamos divulgado na revista anterior, a OnBeer participou pela 1a. vez do Festival da Cerveja de Blumenau. Foram 4 dias muito legais, todos eles girando em torno

Leia mais

Edição de Março. Caros amigos cervejeiros, esse mês comemoramos nosso 2o. mês do Clube com grande alegria em vista dos resultados alcançados.

Edição de Março. Caros amigos cervejeiros, esse mês comemoramos nosso 2o. mês do Clube com grande alegria em vista dos resultados alcançados. Edição de Março Caros amigos cervejeiros, esse mês comemoramos nosso 2o. mês do Clube com grande alegria em vista dos resultados alcançados. Selecionamos alguns rótulos que esperamos serem muito bem degustados

Leia mais

de Cerveja 0 processo de maltagem é concretizado em três passos - molha, germinação e secagem. Durante

de Cerveja 0 processo de maltagem é concretizado em três passos - molha, germinação e secagem. Durante fp PRODUÇÃO Produção de Cerveja ~ 0 Processo TEXTO JOÃO PAULO MENDES {sociedade central de cervejas e bebidas) ILUSTRAÇÃO FONTE: JORNAL PÚBLICO O rei Guilherme IV da Baviera definiu em 1516, na "Reinheitsgebot"

Leia mais

Lista de Produtos Casa do Malte

Lista de Produtos Casa do Malte Lista de Produtos Casa do Malte Atualizada em 28/05/15 *Os valores dos produtos estão sujeitos a alterações sem aviso prévio *Verificar disponibilidade dos produtos MALTES Produto Preço/kg CASTLE MALTING

Leia mais

Muitas têm sido usadas como: moeda em rituais religiosos como símbolos políticos como fonte de inspiração filosófica e artística

Muitas têm sido usadas como: moeda em rituais religiosos como símbolos políticos como fonte de inspiração filosófica e artística Chef André Leite Muitas têm sido usadas como: moeda em rituais religiosos como símbolos políticos como fonte de inspiração filosófica e artística 6 bebidas definem a história mundial: Cerveja Vinho Destilados

Leia mais

Processo de Fabrico da Cerveja

Processo de Fabrico da Cerveja Escola Superior Agrária de Coimbra Licenciatura em Engenharia Alimentar PGA Processamento Geral de Alimentos Processo de Fabrico da Cerveja Turma 2 2009/2010 Introdução Como nos foi proposto estudar o

Leia mais

30 B RE 1 WE RY CRAFT BEER CARDÁPIO DE CERVEJAS

30 B RE 1 WE RY CRAFT BEER CARDÁPIO DE CERVEJAS 301 B RE WE RY CRAFT BEER CARDÁPIO DE CERVEJAS Cervejas Clássicas AMERICAN IPA (INDIA PALE ALE) Descrição: Grande quantidade de lúpulo, o que confere um amargor mais elevado. Discreto aroma de caramelo

Leia mais

Cervejas e Seus Estilos

Cervejas e Seus Estilos Cervejas e Seus Estilos Matheus Anxieta Famílias de Cervejas Ale Lager Fermentação Espontânea Cervejas ALe Cervejas de Alta Fermentação Leveduras Saccharomyces cerevisiae Temperatura de fermentação: 14

Leia mais

LISTA DE PREÇOS. Setembro Maltes - Fermentos - Lúpulos - Equipamentos

LISTA DE PREÇOS. Setembro Maltes - Fermentos - Lúpulos - Equipamentos LISTA PREÇOS Setembro 2016 Maltes - Fermentos - Lúpulos - Equipamentos MALTES EBC Maltearia /kg Malte Pilsen: 3-4 Agraria R$ 4,90/kg Maltes Especiais: Acidificado Biscuit 50 Caraamber Caraaroma Carabelge

Leia mais

Design graphic A www.marierio.com

Design graphic A www.marierio.com Design graphic A www.marierio.com LEVEDURA E FABRICAÇÃO DE CERVEJA 4 CARACTERÍSTICAS DA LEVEDURA 8 DICAS DE USO 10 GLOSSÁRIO 12 Levedura de Cerveja para fabricação caseira O segmento de fermentação caseira

Leia mais

O malte do país famoso por suas cervejas

O malte do país famoso por suas cervejas O malte do país famoso por suas cervejas CONTEÚDO Introdução....... 2 Castle Malting tradições e inovações........3 Tecnologia revolucionária de torrefação.......4 Produção ecológica de malte.... 5 Maltes

Leia mais

O malte do país famoso por suas cervejas

O malte do país famoso por suas cervejas O malte do país famoso por suas cervejas CONTEÚDO Introdução....... 2 Castle Malting tradições e inovações........3 Tecnologia revolucionária de torrefação.......4 Produção ecológica de malte.... 5 Maltes

Leia mais

Decocção. Ricardo Rosa (Palestra na Biergarten da AcervA Carioca 16 de maio de 2009)

Decocção. Ricardo Rosa (Palestra na Biergarten da AcervA Carioca 16 de maio de 2009) Decocção Ricardo Rosa (Palestra na Biergarten da AcervA Carioca 16 de maio de 9) Introdução O que é decocção? Segundo o dicionário Merriam-Webster, decocção se refere ao processo de se extrair o sabor

Leia mais

REVISÃO A PRODUÇÃO DA CERVEJA NO BRASIL

REVISÃO A PRODUÇÃO DA CERVEJA NO BRASIL Vol. 1, No. 1, Outubro-Dezembro de 2011 REVISÃO A PRODUÇÃO DA CERVEJA NO BRASIL *Jéssica Francieli Mega 1, Etney Neves 2,3 e Cristiano José de Andrade 2,3 ¹ Acadêmica do Curso de Engenharia de Alimentos,

Leia mais

Conheça com a ajuda dos confrades do BREJAS os tipos mais conhecidos:

Conheça com a ajuda dos confrades do BREJAS os tipos mais conhecidos: O que é cerveja? Antes de começar a falar sobre cerveja, seria interessante definí-la para que não haja dúvidas sobre o que ela é o porquê: Cerveja é uma bebida alcoólica carbonatada, produzida através

Leia mais

DESCRITIVO COMO FAZER CERVEJA. Stout. (All. Grain)

DESCRITIVO COMO FAZER CERVEJA. Stout. (All. Grain) DESCRITIVO COMO FAZER CERVEJA Stout (Stout Cerveja preta) Kit de Malte em Grãos da Alquimia da Cerveja (All Grain) Este documento está descrito sobre um kit de Malte em Grãos da Alquimia da Cerveja para

Leia mais

As tendências e novidades do universo gourmet em sua loja.

As tendências e novidades do universo gourmet em sua loja. Soluções em abastecimento As tendências e novidades do universo gourmet em sua loja. Atenta às evoluções e às tendências do mercado de alimentos e bebidas importados, a Poli Import leva ao seu negócio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA AGROINDUSTRIAL E SOCIOECONOMIA RURAL Coisas que você gostaria de saber sobre a nossa bebida favorita mas estava

Leia mais

como a raiz de alcaçuz e levemente adocicado. * CONSULTAR GLOSSÁRIO NO FINAL DA CARTA

como a raiz de alcaçuz e levemente adocicado. * CONSULTAR GLOSSÁRIO NO FINAL DA CARTA cerveja beer bière Barbãr Ale/Strong Ale 3,80 A cerveja Barbãr tem um tom dourado. O aroma a hidromel revela imediatamente a sua origem. Após agitação, o sabor torna-se mais complexo com um toque de leite,

Leia mais

BAYRISCHEs REINHEITSGEBOT

BAYRISCHEs REINHEITSGEBOT Alemanha: A Terra da Cerveja! Terra de poetas e pensadores. E, naturalmente, de apaixonados por cerveja - isso se pode dizer sem exageros. Nove de cada dez alemães tomam cerveja. Alguns, todos os dias;

Leia mais

I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais

I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais I Encontro sobre produção, tecnologias e estudos de cervejas caseiras e industriais Palestra Legislação para o Mercado Cervejeiro Eng. e Mestre Cervejeiro Evandro L. Bertollo Piracicaba, 25/04/15 Legislação

Leia mais

ACASC - Associação das Microcervejarias Artesanais de SC www.acasc.com.br

ACASC - Associação das Microcervejarias Artesanais de SC www.acasc.com.br Blumenau, SC, 22 de maio de 2015. À COORDENAÇÃO GERAL DE TRIBUTAÇÃO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL (COSIT) Ref.: Regulamentação da Lei nº 13.097/2015 (Tributação das Bebidas Frias), especialmente no Conceito

Leia mais

Cerveja Red Stripe. Cerveja Bohemia Confraria 315ml. Cerveja Eisenbahn Kolsch (Kölsch) 355ml. Red Stripe é a clássica cerveja da Jamaica.

Cerveja Red Stripe. Cerveja Bohemia Confraria 315ml. Cerveja Eisenbahn Kolsch (Kölsch) 355ml. Red Stripe é a clássica cerveja da Jamaica. Cerveja Red Stripe Red Stripe é a clássica cerveja da Jamaica. Reflete o espírito, o ritmo e a batida da Jamaica. É uma cerveja leve e suave. Cerveja refrescante para os dias de verão. Graduação Alcoólica:

Leia mais

Portifólio de Cervejas Especiais

Portifólio de Cervejas Especiais Portifólio de Cervejas Especiais Bamberg Weizen Tradicional estilo da Bavária, na Alemanha, é uma cerveja de alta fermentação com 5,0% de teor alcoólico, refrescante, ideal para o verão brasileiro. A Bamberg

Leia mais

Sugestão de Receita American India Pale Ale

Sugestão de Receita American India Pale Ale Ingredientes 4kg de malte Pilsen 1kg de malte Munich 500g de malte Carared 200g de malte Caramunich 34 litros de água mineral 50g de lúpulo Chinook 55g de lúpulo Cascade 11,5g de levedura Fermentis US-05

Leia mais

Our BEST Malt A World Of Its Own

Our BEST Malt A World Of Its Own Our BEST Malt A World Of Its Own História BESTMALZ BESTMALZ é um tradicional grupo de maltaria alemão, comandado pela mesma família desde 1936. A empresa fornece produtos de malte de qualidade para cervejarias

Leia mais

O vinho mais apreciado do Brasil faz jus a uma roupa nova!

O vinho mais apreciado do Brasil faz jus a uma roupa nova! NOVA GARRAFA NOVO RÓTULO A QUALIDADE QUE VOCÊ JÁ CONHECE O vinho mais apreciado do Brasil faz jus a uma roupa nova! A LINHA DE VinhoS de Mesa MioranZa ACABA DE GANHAR UMA NOVA EMBALAGEM. MODERNA E ELEGANTE,

Leia mais

Como o lúpulo pode produzir aromas e sabores distintos em cervejas. 6 th Ibero-American VLB Symposium September 2015

Como o lúpulo pode produzir aromas e sabores distintos em cervejas. 6 th Ibero-American VLB Symposium September 2015 Como o lúpulo pode produzir aromas e sabores distintos em cervejas 6 th Ibero-American VLB Symposium September 2015 CERVEJAS ESPECIAS Crescimento das cervejas especiais Enquanto o volume de cerveja dos

Leia mais

Ingredientes: Água, malte, cereais não-maltados, carboidratos, lúpulo, antioxidante INS 316 e estabilizante INS 405.

Ingredientes: Água, malte, cereais não-maltados, carboidratos, lúpulo, antioxidante INS 316 e estabilizante INS 405. Produtos Cerveja Antarctica Cerveja Antarctica Cristal A cerveja Antarctica Cristal é a primeira cerveja brasileira com embalagem transparente, que foi especialmente desenvolvida para você legar para a

Leia mais

Cerveja de Trigo. Heffeweiss) (Heffeweiss

Cerveja de Trigo. Heffeweiss) (Heffeweiss DESCRITIVO COMO FAZER CERVEJA Cerveja de Trigo (Heffeweiss Heffeweiss) Kit de Malte em Grãos da Alquimia da Cerveja (All Grain) Este documento está descrito sobre um kit de Extrato de Malte e Grãos da

Leia mais

CONTROLE DE QUALIDADE CERVEJAS

CONTROLE DE QUALIDADE CERVEJAS CONTROLE DE QUALIDADE CERVEJAS PRINCIPAIS ANÁLISES FÍSICO-QUÍMICAS DA CERVEJA MATÉRIAS-PRIMAS ÁGUA MALTE CEREAIS (ARROZ E MILHO) LÚPULO EXTRATO DE ALTA MALTOSE AÇÚCAR ADITIVOS Água - Sabor - Odor - Cor

Leia mais

Fabricação de Bebidas Cerveja

Fabricação de Bebidas Cerveja Fabricação de Bebidas Cerveja Processos Químicos Industriais II 01/12/2011 1 Bebidas Fermentadas & Destiladas A fabricação de bebidas fermentadas evoluiu de uma concepção artesanal para um processo contendo

Leia mais

Cerveja não é tudo igual

Cerveja não é tudo igual Cerveja não é tudo igual E a gente sabe muito bem disso Desde pelo menos 4000 a.c., a humanidade produz e bebe cervejas e, em todo esse tempo, usou e abusou de sabores, métodos de preparo e ingredientes

Leia mais

catalogo2.indd 1 10/03/2013 22:04:37

catalogo2.indd 1 10/03/2013 22:04:37 catalogo2.indd 1 10/03/2013 22:04:37 1 Vinho Tinto Seco Fino Cabernet Sauvignon Uva originária da França, produz um vinho tinto seco de cor vermelho-rubi, com reflexos violáceos, boa intensidade e lágrimas

Leia mais

Ambev traz maior variedade de cervejas para agradar diferentes paladares na Oktoberfest Blumenau

Ambev traz maior variedade de cervejas para agradar diferentes paladares na Oktoberfest Blumenau Ambev traz maior variedade de cervejas para agradar diferentes paladares na Oktoberfest Blumenau Enviado por Rede Comunicação de Resultado 16-Set-2014 PQN - O Portal da Comunicação Rede Comunicação de

Leia mais

Exemplos de Súmulas Muito Bem Feitas

Exemplos de Súmulas Muito Bem Feitas Exemplos de Súmulas Muito Bem Feitas Em resposta a muitos pedidos, nós estamos fornecendo alguns exemplos do que consideramos súmulas muito bem feitas, que foram preenchidas durante exames reais do BJCP.

Leia mais

AGRÁRIA MALTE Alexander Weckl

AGRÁRIA MALTE Alexander Weckl AGRÁRIA MALTE 2016 Alexander Weckl MALTE INTRODUÇÃO À MALTEAÇÃO O que é Malte? Malte é um grão que foi macerado, germinado e secado de acordo com determinados procedimentos. O Grão malteado difere do grão

Leia mais

O malte do país famoso por suas cervejas

O malte do país famoso por suas cervejas O malte do país famoso por suas cervejas CONTEÚDO Introdução....... 2 Castle Malting tradições e inovações........3 Tecnologia revolucionária de torrefação.......4 Produção ecológica de malte.... 5 Maltes

Leia mais

LISTA DE PREÇOS. Jan/2017. Maltes - Fermentos - Lúpulos - Equipamentos

LISTA DE PREÇOS. Jan/2017. Maltes - Fermentos - Lúpulos - Equipamentos LISTA PREÇOS Jan/2017 Maltes - Fermentos - Lúpulos - Equipamentos MALTES Maltes Pilsen: Pilsen Nacional Pilsen Alemão EBC 3-4 2,5-4,5 Maltearia Agraria /kg R$ 4,90/kg R$ 8,50/kg Maltes Especiais: Acidificado

Leia mais

COMO PARTICIPAR. 1.1 Todas as cervejarias brasileiras, legal e juridicamente constituídas, poderão participar do Concurso.

COMO PARTICIPAR. 1.1 Todas as cervejarias brasileiras, legal e juridicamente constituídas, poderão participar do Concurso. COMO PARTICIPAR 1. SOBRE QUEM PODE PARTICIPAR 1.1 Todas as cervejarias brasileiras, legal e juridicamente constituídas, poderão participar do Concurso. 1.2 Todos os rótulos concorrentes, em cada uma das

Leia mais

MQEMCE os Restaurantes Jequitibá estão em pleno crescimento

MQEMCE os Restaurantes Jequitibá estão em pleno crescimento 16,90 Mais encorpada e com maior presença de malte, esta categoria de cerveja foi criada em mosteiros no período da idade média. Toda esta tradição é encontrada em Petra Bock, uma cerveja que segue a receita

Leia mais

Apresentação. Paulistânia Escura Cerveja do estilo Dunkel, produzida com um blend de quatro maltes importados e lúpulos exclusivos.

Apresentação. Paulistânia Escura Cerveja do estilo Dunkel, produzida com um blend de quatro maltes importados e lúpulos exclusivos. 1 Apresentação Em meados de 2010, com planos de revolucionar o mercado distribuidor no Espírito Santo, surgiu a Distribuidora Aliança, uma empresa nacional, especializada na distribuição e comercialização

Leia mais

BRIGADERIA VEGANA APRESENTAÇÃO

BRIGADERIA VEGANA APRESENTAÇÃO BRIGADERIA VEGANA APRESENTAÇÃO UM SONHO Nascido de um Sonho de promover, para o público vegano, o doce mais brasileiro do mundo: o Brigadeiro Gourmet! Com ingredientes nobres e selecionados, proporcionamos

Leia mais

Resultado do I Concurso Brasileiro de Cervejas. I Concurso Brasileiro de Cervejas

Resultado do I Concurso Brasileiro de Cervejas. I Concurso Brasileiro de Cervejas 0 Resultado do I Concurso Brasileiro de Cervejas I Concurso Brasileiro de Cervejas 1 Estilo MEDALHAS Cervejas Cervejarias American-Style Amber Lager Ouro Double Vienna Morada Cia Etílica American-Style

Leia mais

ERÓTICA #172. a literatura que nos leva a estados de suspensão e êxtase

ERÓTICA #172. a literatura que nos leva a estados de suspensão e êxtase www.revistacontinente.com.br ano XV abr/15 R$ 10,00 #172 elis Regina biógrafo toca em temas-tabu, como a Relação da artista com as drogas tecnologia músicos que criam os próprios instrumentos ERÓTICA a

Leia mais

T12.com.br CERVEJAS DO MUNDO BRASILEIRAS ALEMÃS BELGAS TCHECAS HOLANDESAS E OUTRAS

T12.com.br CERVEJAS DO MUNDO BRASILEIRAS ALEMÃS BELGAS TCHECAS HOLANDESAS E OUTRAS T.com.br 0-08C.pdf o.com.br // 8:5 IS 0 IA EC NO de P A. ES E jan AS L D 6/ RT INA a 0 E OF E F 0 D e d. ez /d CERVEJAS DO MUNDO BRASILEIRAS ALEMÃS BELGAS TCHECAS HOLANDESAS E OUTRAS 0-0c.pdf // 8:8 BRASIL

Leia mais

BBoxer do Brasil. Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais

BBoxer do Brasil. Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais Boxer do Brasil Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais Nossas Marcas "ALE" A cerveja ingle sa Ale é uma palavra arcaica que se refere a uma bebida alcoólica fermentada obtida a partir da cevada

Leia mais

FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA PROFª ERIKA LIZ

FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA PROFª ERIKA LIZ FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA PROFª ERIKA LIZ Fermentação Alcoólica Etanol Aplicado como combustível verde, em industrias de alimentos, perfumes, cosméticos e como insumo da industria química; Combustível potencialmente

Leia mais

BBoxer do Brasil. Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais

BBoxer do Brasil. Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais BBoxer do Brasil Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais B Old Speckled Hen Adquirida pela Greene King em 1999, a cervejaria Morland foi fundada em 1711. Em 1979, para comemorar os 50 anos da

Leia mais

FORMATO APERITIVOS ITALIAN GOURMET

FORMATO APERITIVOS ITALIAN GOURMET FORMATO APERITIVOS ITALIAN GOURMET TORTONEGRAN FORMATOR$ 17 - bolo de foccacia recheado com calabresa e alecrim. Gratinado com mozzarella e azeitonas a parte -CALZONINHOS 6 pequenos calzones em formato

Leia mais

A BOXER DO BRASIL é a importadora de cervejas inglesas, francesas e irlandesas.

A BOXER DO BRASIL é a importadora de cervejas inglesas, francesas e irlandesas. Boxer do Brasil A BOXER DO BRASIL é a importadora de cervejas inglesas, francesas e irlandesas. Presente há seis anos no mercado, proporcionamos com exclusividade aos brasileiros, a oportunidade de apreciar

Leia mais

Considerando a necessidade de estabelecer a identidade e a qualidade dos produtos de cervejaria destinados ao consumo humano;

Considerando a necessidade de estabelecer a identidade e a qualidade dos produtos de cervejaria destinados ao consumo humano; MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SECRETARIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 54, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2001 O SECRETÁRIO DE DEFESA AGROPECUÁRIA, SUBSTITUTO DO MINISTÉRIO DA

Leia mais

A história da Eisenbahn

A história da Eisenbahn A história da Eisenbahn A idéia de uma cervejaria artesanal surgiu de uma família apaixonada por cervejas especiais. Descontentes com a pequena variedade de cervejas disponíveis no Brasil, decidiram fundar

Leia mais

DIÁRIO DO CHOCOLATE: Receitas

DIÁRIO DO CHOCOLATE: Receitas Chocolate &... As notas a seguir são relativas a com chocolate puro e não com sobremesas de chocolate. A busca pelo encontro perfeito com uma sobremesa de chocolate irá requerer a análise de todos os contidos,

Leia mais

Weyermann Maltes Especiais

Weyermann Maltes Especiais AGRÁRIA WORKSHOP WEYERMANN Weyermann Maltes Especiais 1 AGRÁRIA WORKSHOP APRESENTAÇÃO WEYERMANN Apresentação da Empresa Maltes especiais para cervejas com caréter Malte Weyermann - Aroma Wheel Sinamar

Leia mais

CERVEJA ARTESANAL AMERICANA E COMIDA: COMPANHEIRAS PERFEITAS

CERVEJA ARTESANAL AMERICANA E COMIDA: COMPANHEIRAS PERFEITAS CERVEJA ARTESANAL AMERICANA E COMIDA: COMPANHEIRAS PERFEITAS CENÁRIO QUENTE DA CERVEJA ARTESANAL NOS EUA Páginas 4-5 Durante os anos 60 e 70, Os princípios da combinação de cerveja e muitos jovens americanos

Leia mais

8º Concurso Nacional das ACervAs

8º Concurso Nacional das ACervAs 8º Concurso Nacional das ACervAs Regulamento AcervA - PR Curitiba PR 1 8º Concurso Nacional das ACervAs ÍNDICE 1. OBJETIVOS DO CONCURSO... 2 2. QUEM PODE PARTICIPAR... 2 3. TIPOS DE GARRAFAS ACEITAS...

Leia mais

GUIA DE ESTILOS DE CERVEJAS BJCP 2015

GUIA DE ESTILOS DE CERVEJAS BJCP 2015 GUIA DE ESTILOS DE CERVEJAS BJCP 2015 Tradução Livre Mauro Manzali Bonaccorsi Abril 2016 i ÍNDICE DE CONTEÚDOS INTRODUÇÃO AO GUIA 2015... iv Estilos e Categorias... iv Nomeação de Estilos e Categorias...

Leia mais

BBoxer do Brasil. Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais

BBoxer do Brasil. Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais BBoxer do Brasil Importadora e Distribuidora de Cervejas Especiais B Old Speckled Hen Adquirida pela Greene King em 1999, a cervejaria Morland foi fundada em 1711. Em 1979, para comemorar os 50 anos da

Leia mais

Heinz Weyermann GmbH Brennerstrasse 17-19 96052 Bamberg - Alemanha

Heinz Weyermann GmbH Brennerstrasse 17-19 96052 Bamberg - Alemanha 02 / 2009 BR P MALTE WEYERMANN Fábrica de malte cervejeiro, torrado e caramelizado Bamberg fundada 1879 Malte torrado para cervejarias SINAMAR Bamberg fundada 1903 SINAMAR Heinz Weyermann GmbH Brennerstrasse

Leia mais

Regulamento. Concurso Técnico de Cerveja Caseira Sinnatrah Cervejaria-Escola. Estilos: Imperial Stout e Eisbock

Regulamento. Concurso Técnico de Cerveja Caseira Sinnatrah Cervejaria-Escola. Estilos: Imperial Stout e Eisbock Regulamento Concurso Técnico de Cerveja Caseira Sinnatrah Cervejaria-Escola Estilos: Imperial Stout e Eisbock 1. OBJETIVOS DO CONCURSO 1.1. Promover espaço e condições para o continuo aperfeiçoamento técnico

Leia mais

Descritivo Como Fazer Cerveja em Casa

Descritivo Como Fazer Cerveja em Casa O prazer de fazer cerveja em casa Descritivo Como Fazer Cerveja em Casa Kit de preparo para Cerveja Caseira da Alquimia da Cerveja Extrato de Malte & Grãos de Malte (Partial Malt) Alquimia da Cerveja A

Leia mais

Objetivo: Proporcionar ao pessoal não cervejeiro conhecimentos básicos sobre a elaboração da cerveja.

Objetivo: Proporcionar ao pessoal não cervejeiro conhecimentos básicos sobre a elaboração da cerveja. Objetivo: Proporcionar ao pessoal não cervejeiro conhecimentos básicos sobre a elaboração da cerveja. 1 Programa: História da Cerveja Matérias-primas Fabricação de mosto Fermentação/Maturação Filtração

Leia mais

Ô Fiô, tá bão? Conheça nossa carta de cervejas e vinhos e escolha a mais deliciosa opção que acompanhará sua diversão aqui.

Ô Fiô, tá bão? Conheça nossa carta de cervejas e vinhos e escolha a mais deliciosa opção que acompanhará sua diversão aqui. Ô Fiô, tá bão? Conheça nossa carta de cervejas e vinhos e escolha a mais deliciosa opção que acompanhará sua diversão aqui. Aproveite para degustar cervejas e vinhos de estilos diferentes dos que você

Leia mais

www.vinhosmaximum.com.br www.vinhosmaximum.com.br contato@vinhosmaximum.com.br

www.vinhosmaximum.com.br www.vinhosmaximum.com.br contato@vinhosmaximum.com.br Rodovia RS 444, Km 18.3, s/n - Caixa Postal 824 Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves, RS CEP 95700-000 54 3459.1258 3459.1208 contato@vinhosmaximum.com.br www.vinhosmaximum.com.br www.vinhosmaximum.com.br

Leia mais

Panil. Cervejas artesanais. Torrechiara

Panil. Cervejas artesanais. Torrechiara Panil Cervejas artesanais Torrechiara A cerveja: desde o nascimento à filosofia Panil A tradição da familia Losi no campo da produção artesanal de bebidas começou no anos 30 com a produção de vinhos típicos

Leia mais

Como fazer cerveja COMO FAZER 25 LITROS DE CERVEJA ALE (ALTA FERMENTAÇÃO) Malte Château Pilsen. Lúpulo Spalt Select 5,4% Ácido Alfa

Como fazer cerveja COMO FAZER 25 LITROS DE CERVEJA ALE (ALTA FERMENTAÇÃO) Malte Château Pilsen. Lúpulo Spalt Select 5,4% Ácido Alfa Início Como fazer Kit Cervejeiro 30L Kit Cervejeiro até 60L Matérias-Primas Você está em: Página inicial > Como fazer Versão para impressão Envie por e-mail Solicite informações Fale conosco Como fazer

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA 1939-1947. 1960s 1965-1970. Os negócios da maltaria crescem e a produção aumenta para suprir o crescimento local e a demanda externa.

NOSSA HISTÓRIA 1939-1947. 1960s 1965-1970. Os negócios da maltaria crescem e a produção aumenta para suprir o crescimento local e a demanda externa. C O N H E Ç A T H E S WA E N J O S H A E C K, M E S T R E C E R V E J E I R O E M A LT E I R O, É P R O VAV E L M E N T E U M D O S M A I S R E S P E I T A D O S E E X P E R I E N T E S M E S T R E S M

Leia mais

Guia American Blonde Ale. by Cervisiam

Guia American Blonde Ale. by Cervisiam Guia American Blonde Ale by Cervisiam Índice História Estilos Receita Kit Básico Bibliografia História Blonde Ale É dificil traçar a origem precisa do termo Blonde Ale, mas sabemos que ela surgiu da grande

Leia mais

1/3 xícara de Pecorino Romano, ou parmesão ralado na hora

1/3 xícara de Pecorino Romano, ou parmesão ralado na hora Receita da Vez: Fuzile ao Ragu de Cordeiro Um toque de glamour: Alecrim Vinho para Massa: Cabernet Sauvignon Música: Concheta - Língua de trapo". Sobremesa: Quindão Vinho para Sobremesa: Moscatel de Setubal

Leia mais

Nem tudo que borbulha é ESPUMANTE.

Nem tudo que borbulha é ESPUMANTE. Nem tudo que borbulha é ESPUMANTE. Saiba qual a diferença entre o espumante e produtos substitutos. O que é um vinho espumante? O vinho espumante é resultante da fermentação da uva sã, fresca e madura,

Leia mais

A Água Cervejeira - Dragon Bier institute

A Água Cervejeira - Dragon Bier institute A Água Cervejeira - Dragon Bier institute Ação Ions Hidrogênio e Hidroxila, estão sempre presentes, e o valor ph é decorrente da relação entre esses ions. Predominância de H+, resultado ácido, baixo ph

Leia mais

Cursos Acerva Carioca 2013: BeerSmith 2. Página 1

Cursos Acerva Carioca 2013: BeerSmith 2. Página 1 Cursos Acerva Carioca 2013: BeerSmith 2 Página 1 Agenda 1. Por que usar um software? 2. O que o Beer Smith faz? 3. Configurações iniciais no Beer Smith 4. Adicionando ingredientes 5. Design de receitas

Leia mais

Alimentos e Bebidas Vinhos e Espumantes

Alimentos e Bebidas Vinhos e Espumantes Comemorativo 80 Anos Este vinho foi especialmente elaborado para comemorar os 80 anos do patriarca Laurindo Brandelli, e os 20 anos da Vinícola Don Laurindo. O cuidado com a terra, o cultivo da videira,

Leia mais

Treinamento Conservas de frutas 382

Treinamento Conservas de frutas 382 Para que haja boa conservação dos alimentos é importante que os produtos conservados mantenham suas qualidades nutritivas, seu aroma, sabor e que se eliminem as causas das alterações. As várias maneiras

Leia mais

Aromas/Flavorizantes

Aromas/Flavorizantes Material Técnico Aromas/Flavorizantes Identificação Fórmula Molecular: Não aplicável DCB / DCI: Não aplicável INCI: Não aplicável Peso molecular: Não aplicável CAS: Não aplicável Denominação botânica:

Leia mais

Pag. 1. 2 Cabeças Rio de Colônia 500ml. 2 Cabeças Funk Ipa 500ml. Amazon Beer Witbier Taperebá 355ml. Amazon Beer. Amazon Beer

Pag. 1. 2 Cabeças Rio de Colônia 500ml. 2 Cabeças Funk Ipa 500ml. Amazon Beer Witbier Taperebá 355ml. Amazon Beer. Amazon Beer Carta de Cervejas 2 Cabeças Funk Ipa 500ml Caçula da cervejaria 2 Cabeças. Filha mais nova e mais c arioc a da família. Leve e refresc ante como o povo brasileiro gosta, amarga e aromática como o povo

Leia mais

Introdução. Então vamos lá...

Introdução. Então vamos lá... 1 2 Introdução De acordo com a legislação brasileira, Cerveja é a bebida obtida pela fermentação alcoólica do mosto cervejeiro oriundo do malte de cevada e água potável, por ação da levedura, com adição

Leia mais

Resultado do I Concurso Brasileiro de Cervejas

Resultado do I Concurso Brasileiro de Cervejas Resultado do I Concurso Brasileiro de Cervejas ESTILO MEDALHAS CERVEJAS CERVEJARIAS American-Style Amber Lager Ouro Double Vienna Morada Cia Etílica - Curitiba - PR American-Style Amber Lager Bronze Capitão

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL DE PRODUTOS DE CERVEJARIA

REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL DE PRODUTOS DE CERVEJARIA MERCOSUL/GMC/RES. N 14/01 REGULAMENTO TÉCNICO MERCOSUL DE PRODUTOS DE CERVEJARIA TENDO EM VISTA : O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, as Resoluções Nº 91/93, Nº 152/96 e Nº 38/98 do Grupo

Leia mais

(286) Paulaner Hefe-Weissbier Naturtrüb (500ml) R$ 18,90. (286) Paulaner Hefe-Weissbier Dunkel (500ml) R$ 18,90

(286) Paulaner Hefe-Weissbier Naturtrüb (500ml) R$ 18,90. (286) Paulaner Hefe-Weissbier Dunkel (500ml) R$ 18,90 A Maior Cervejaria da Baviera Desde o ano de 1634 Origem: Alemanha (286) Paulaner Hefe-Weissbier Naturtrüb (500ml) R$ 18,90 A cerveja de trigo feita a partir da fórmula original dos monges, sendo o produto

Leia mais

TECNOLOGIA DA FABRICAÇÃO DE CERVEJA

TECNOLOGIA DA FABRICAÇÃO DE CERVEJA TECNOLOGIA DA FABRICAÇÃO DE CERVEJA Gabriela Prestes 1 ; Adriana Rute Cordeiro 2 1,2 Universidade Tecnológica Federal do Paraná UTFPR Ponta Grossa Brasil gabriela_prestes05@hotmail.com Resumo A cerveja

Leia mais

Bolo de Chocolate na Caneca Sem Glúten

Bolo de Chocolate na Caneca Sem Glúten Bolo de Chocolate na Caneca Sem Glúten Ingredientes Porcentagem () Quantidade Chocolate Meio Amargo 100 110g Ovos 100 110g Manteiga 40 60g Farinha de Arroz 37.5 35g Açúcar 30 30g Amido de Milho 25 25g

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas P1 Qual é a definição jurídica de saquê no Japão? Qualquer uma das seguintes bebidas alcoólicas com teor alcoólico inferior a 22%: a. O produto filtrado da fermentação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA DE SALVADOR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA ENG430 ENGENHARIA DO PRODUTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA DE SALVADOR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA ENG430 ENGENHARIA DO PRODUTO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA DE SALVADOR DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA ENG430 ENGENHARIA DO PRODUTO IVO SARAIVA CASTRO THIAGO POMBAL VITOR FERREIRA DE JESUS APLICAÇÃO DO MÉTODO

Leia mais

Portal Espresso - seu café com mais conteúdo

Portal Espresso - seu café com mais conteúdo Página 1 de 5 Para quem gosta de degustar Cervejas para todos os gostos: com diferentes teores alcoólicos, mais encorpadas, com sabores inusitados de frutas e outras essências. O responsável pela criação

Leia mais

VINHOS TINTOS FRANÇA BRASIL PORTUGAL ÁFRICA DO SUL CÔTESDURHÔNE CHÂTEAU ROMEFORT BOUCHES DU RHÔNE MIOLO RESERVA TEMPRANILLO

VINHOS TINTOS FRANÇA BRASIL PORTUGAL ÁFRICA DO SUL CÔTESDURHÔNE CHÂTEAU ROMEFORT BOUCHES DU RHÔNE MIOLO RESERVA TEMPRANILLO CARTA DE VINHOS VINHOS TINTOS FRANÇA CÔTESDURHÔNE Abel Pinchard Rhône De cor vermelha rubi brilhante, jovem e de corpo médio. Aroma de frutas vermelhas, como ameixas e amoras. São ótimos para acompanhar

Leia mais

Com a missão de explorar este tesouro

Com a missão de explorar este tesouro DOURO PORTUGAL Quem somos A Quinta do Javali é uma pequena propriedade de cerca de 20 ha dos quais dez são destinados a plantação de vinha. Localiza se junto à margem esquerda do rio Douro na freguesia

Leia mais