CLIMA ORGANIZACIONAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CLIMA ORGANIZACIONAL"

Transcrição

1 11 novembro 2016

2 CLIMA ORGANIZACIONAL

3 DEFINIÇÃO (1) É a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional, que é percebida ou experimentada pelos membros da organização e influencia o seu comportamento (Litwin apud Luz, 2009)

4 DEFINIÇÃO (2) É o indicador do grau de satisfação dos membros de uma empresa, em relação a diferentes aspectos da cultura ou realidade aparente da organização, tais como políticas de RH, modelo de gestão, missão da empresa, processo de comunicação, valorização profissional e identificação com a empresa. (Coda apud Luz, 2009)

5 Ou seja... isso?

6 PERGUNTA... De acordo com uma pesquisa feita pelo International Stress Management no Brasil (Isma-BR), apenas 24% dos brasileiros se sentem realizados com sua vida profissional. A imensa maioria tem se arrastado todos os dias para o escritório. Entre as mulheres, a porcentagem de infelizes é ainda maior, dada a quantidade de afazeres extras além do expediente. As principais queixas são: a carga horária elevada, cobrança excessiva, competição exagerada e pouco reconhecimento. Fonte: Revista Isto É,

7 Mas, onde estão e quais as razões de um clima ruim?

8 As razões de um clima ruim... DESMOTIVAÇÃO DESMOTIVAÇÃO DESMOTIVAÇÃO (visível): alta rotatividade, alto absenteísmo, baixa produção, baixa qualidade, reclamação de clientes etc DESMOTIVAÇÃO (invisível): apoio gerencial da boca para fora, falta de recursos, falta de liderança, comportamentos negativos, falta de prioridade, falta de reconhecimento etc

9 VARIAÇÕES NO CLIMA ORGANIZACIONAL: ajustamentos e desajustamentos ORGULHO... ENTUSIASMO... OTIMISMO... RECEPTIVIDADE... NEUTRALIDADE... DISTANCIAMENTO... PESSISMISMO... REVOLTA... DESCRENÇA... NECESSIDADES SATISFEITAS NECESSIDADES INSATISFEITAS

10 COMO SABEMOS SE AS PESSOAS ESTÃO FELIZES NO TRABALHO?

11 Como diagnosticar? Contratando os serviços de uma empresa especializada (consultoria) Convite: Test Drive

12 Como diagnosticar? Utilizando instrumentos validados exemplo: Escala de Clima Organizacional ECO (Martins, Maria do Carmo Fernandes. Clima Organizacional. In: Siqueira, 2008). Desenvolvendo na própria empresa: metodologia 1. Formar uma equipe de trabalho 2. Definir as áreas de investigação 3. Elaborar o questionário 4. Aplicar o questionário 5. Processar as informações/relatório 6. Feedback aos participantes 7. Intervenção

13 POR QUE PESQUISAR O CLIMA ORGANIZACIONAL? OBJETIVO: - À partir da pesquisa junto aos funcionários, identificar os pontos positivos e negativos presentes na organização. VANTAGENS: - Identifica, sob a ótica dos funcionários, a opinião sobre os processos organizacionais (pontos positivos e os que necessitam de melhoria), por ordem de importância; - Otimiza recursos (físicos, financeiros e humanos) identificando as áreas que necessitam de intervenção planejada; - Verifica a eficiência e a eficácia da área de Recursos Humanos (auditoria em RH).

14 METODOLOGIA (desenvolvida na própria empresa):

15 Primeira etapa: Formar uma equipe de trabalho Definir as áreas de investigação (liderança, trabalho em equipe, comunicação interpessoal e organizacional, benefícios, salário, treinamento, relacionamento interpessoal etc) Elaborar o questionário Definir uma estratégia de aplicação

16 Segunda etapa: Aplicação dos questionários a todos os funcionários, exceto chefias...

17 Terceira etapa: Processamento dos dados e análise dos resultados

18 Quarta etapa: - Elaboração do relatório final da pesquisa, incluindo análise dos resultados e sugestões de intervenções possíveis (encaminhar à direção) - Feedback aos participantes

19 PREMISSAS SOBRE A P.C.O. 1. O QUESTIONÁRIO DEVE CONTEMPLAR UM MAIOR NÚMERO POSSÍVEL DE ÁREAS A SEREM INVESTIGADAS; 2. OS NÍVEIS HIERÁRQUICOS SUPERIORES DEVEM ESTAR TOTALMENTE COMPROMETIDOS COM A P.C.O.; 3. NÃO EXISTE P.C.O. PADRÃO DEPENDE DA REALIDADE DA EMPRESA; 4. CONDUÇÃO DO PROCESSO: Profissional/Empresa especializada ou mesmo uma equipe de trabalho da própria organização; 5. TODOS OS FUNCIONÁRIOS DEVERÃO SER COMUNICADOS ANTECIPADAMENTE SOBRE A PESQUISA (objetivos, forma de aplicação), incentivando TODOS a participar.

20 DICAS E REGRAS PARA OPERACIONALIZAR A P.C.O. 1. EVITE A METODOLOGIA DA AMOSTRAGEM (100% devem participar/serem convidados); 2. A ORGANIZAÇÃO DEVE ASSUMIR POR ESCRITO TRÊS COMPROMISSOS FUNDAMENTAIS: anonimato, confidencialidade e dados meramente estatísticos. 3. ORGANIZAR TURMAS COM O MAIOR NÚMERO POSSÍVEL DE RESPONDENTES; 4. CRIAR UM RITUAL DE APLICAÇÃO DA PESQUISA: todo cuidado é pouco (local adequado, horário de início e término, urna lacrada (sistema TI seguro), individualidade ao responder, etc)

21 O QUE FAZER COM TUDO ISTO? 1. O RELATÓRIO (DIAGNÓSTICO) DEVE SER PRIMEIRO REPASSADO À DIREÇÃO (neste momento estamos verificando O QUE ESTÁ ACONTECENDO); 2. A EQUIPE DE TRABALHO IRÁ, num segundo momento, TRABALHAR O DIAGNÓSTICO FAZENDO ANÁLISE DE POSSÍVEIS CAUSAS E PROPOR SOLUÇÕES (o que, como e quando fazer); 3. FEEDBACK Decididos os caminhos organizar um processo de Comunicação Organizacional para comunicar a TODOS os resultados da PCO; 4. E, por fim, se a empresa estiver realmente COMPROMETIDA COM O PROCESSO, resta IMPLEMENTAR AS INTERVENÇÕES.

22 ETAPAS: 1. Formar uma equipe de trabalho 2. Definir as áreas de investigação: Ambiente de trabalho (físico e psicológico) Benefícios sociais Salário Avaliação do desempenho Desenvolvimento profissional (treinamento, carreira) Relações interpessoais Comunicação interna Imparcialidade Liderança Imagem da empresa (cliente interno e externo) Recursos disponibilizados (materiais e informações) Qualidade de vida no trabalho Saúde e Segurança no trabalho

23 3. Elaborar o questionário: a) Apresentação e orientações de preenchimento b) Definir o nº de questões c) Lay out a critério da equipe d) Padrão de resposta: escala Likert com 6 pontos (escala numérica que demonstra sentimentos de favorabilidade e desfavorabilidade, conforme abaixo) Exemplo: <relações interpessoais> Aqui na empresa o gestor está sempre preocupado em promover o bom relacionamento entre os integrantes do grupo DISCORDO TOTALMENTE DISCORDO EM GRANDE PARTE TENDO A DISCORDAR TENDO A CONCORDAR CONCORDO EM GRANDE PARTE CONCORDO TOTALMENTE Respostas desfavoráveis Respostas favoráveis

24 EXEMPLO DE QUESTIONÁRIO (lay out) Fonte: Sistema Boog de Consultoria (SP)

25 OS IMPACTOS DO CLIMA (RESULTADOS) Fonte:

26 As ideias só são aceitas quando o chefe oferece a própria ideia. Nós não temos autoridade alguma. Está faltando trabalho em equipe e respeito com o próximo A organização não desenvolve no corpo funcional os valores e a missão. São frases afixadas nas paredes como mera informação Não sei se vou ver as mudanças na empresa, porque estou deixando-a logo, logo, por não me sentir motivada a trabalhar com um chefe como o meu, que nunca valorizou meu trabalho e vive fazendo panelinhas no setor, colocando os funcionários uns contra os outros, e o que é pior: fazendo fofocas e humilhando os mais fracos. Na verdade, ele não tem capacidade de ser chefe, ou não sabe valorizar sua função Não temos espaço e as instalações são precárias para atender a clientela Um ambiente equilibrado e que respeita as opiniões, sem intimidações por parte das chefias

27 OS IMPACTOS DO CLIMA (RESULTADOS)

28 Clima bom: vamos conhecer alguns números... e resultados ANO IQAT (*) ID (**) ,04 9, ,66 9, ,11 7, ,88 8, ,60 6, ,84 6, ,98 5, ,80 5, ,14 4, ,30 6, ,30 11,3 (2º trim) (*) Índice de Qualidade do Ambiente de Trabalho: comprometimento organizacional, confiança, desenvolvimento, justiça organizacional, participação, satisfação com a liderança e satisfação com o trabalho - Fonte: Revista Você S/A As melhores empresas para se trabalhar no Brasil 2016 (**) Índice de desemprego no Brasil Fonte: IBGE

29 O que faz uma empresa ser um excelente lugar para se trabalhar? (%) % 41.8% 38.3% 36.4% 26.8% 26.8% 28% 21% 16.4% 5.4% 4.1% 4% 2.6% 1.3% 1% Identidade Satisfação e Motivação Aprendizado e Desenvolvimento Liderança Nenhum

30 Melhores Empresas x Mercado Salário Médio 150 Melhores R$ 3.462,80 Mercado R$ 1.624,02 Escolaridade 5% 42% 53% 31,4% 42,6% 17% Ensino Fundamental Ensino Médio Ensino Superior Fonte: RAIS e CAGED

31 Índice de Rotatividade dos Empregados 47,8% 45,1% 48,4% 23,5% 19,7% 17,2% Melhores Mercado Fonte: RAIS e CAGED

32 Rentabilidade sobre o patrimônio líquido: 16% 11% Melhores e Maiores (Exame) 150 Melhores

33 REFERÊNCIAS BOOG, Gustavo G. e BOOG, Marcelo. Discursos e práticas de gestão de pessoas e equipes. Rio de Janeiro: Elsevier/Campus, Fundação Instituto de Administração da USP: Guia as melhores empresas para você trabalhar/revista Exame/Você S/A (2016) Great Place to Work Institute Brasil: - Guia as melhores empresas para se trabalhar no Brasil/Revista Época (2016) LUZ, Ricardo. Gestão do Clima Organizacional. Rio de Janeiro: Qualitymark, SIQUEIRA, Mirlene Maria Matias. Medidas do comportamento organizacional: ferramentas de diagnóstico e de gestão. Porto Alegre: Artmed, 2008 Sistema Boog de Consultoria:

34 Muito obrigado pela atenção!

P-58 T&D E O ALINHAMENTO DE DISCURSOS E PRÁTICAS GUSTAVO G. BOOG E MARCELO BOOG

P-58 T&D E O ALINHAMENTO DE DISCURSOS E PRÁTICAS GUSTAVO G. BOOG E MARCELO BOOG P-58 T&D E O ALINHAMENTO DE DISCURSOS E PRÁTICAS GUSTAVO G. BOOG E MARCELO BOOG www.boog.com.br Estejam prontos, vamos ficar em pé, já vamos começar Fonte: Primeast e Autodescoberta Divertida 2 Diga seu

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

Clima Organizacional

Clima Organizacional slide 1 Clima Organizacional Maria Cristina Bohnenberger cristin@feevale.br Conceitos de Clima organizacional É a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional que é percebida ou experimentada pelos

Leia mais

Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro Carlos Bertazzi

Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro Carlos Bertazzi Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro 2016 Carlos Bertazzi www.rh4youconsultoria.wordpress.com O que é? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, por meio do

Leia mais

COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA

COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA Com a retração do mercado de trabalho e o aumento

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Clima Organizacional Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Clima Organizacional Funcionário Feliz = Lucro maior Mais qualidade de vida no

Leia mais

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PARA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL O que é Clima mesmo? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, através da vivência de práticas, políticas, estrutura,

Leia mais

O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR

O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR O SEGREDO DAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR Bárbara Gianetti, Daniel Barbosa, Debora Dantes, Mariana Zanzini & Ruy Shiozawa 08.Mai.2013 Great Place to Work - Missão Construir uma sociedade melhor,

Leia mais

Melhores Empresas para Trabalhar Gerando Melhores Resultados de Negócio

Melhores Empresas para Trabalhar Gerando Melhores Resultados de Negócio Melhores Empresas para Trabalhar...... Gerando Melhores Resultados de Negócio Ruy Shiozawa CEO Great Place to Work 10.Abr.2014 Download da Apresentação www.gptw.com.br publicações e eventos palestras 2

Leia mais

Clientes fidelizados e satisfeitos

Clientes fidelizados e satisfeitos GESTÃO DE PESSOAS NAS EMPRESAS CONTÁBEIS Uma abordagem prática O QUE TODO EMPRESÁRIO SONHA... Pessoas qualificadas, motivadas e produtivas Baixa rotatividade Clientes fidelizados e satisfeitos PLANEJAMENTO

Leia mais

Gestão do Desempenho. Gestão Estratégica de RH. Reter e engajar. Capacitar. Atrair 26/10/2016. Gestão do Desempenho. Recrutamento & Seleção

Gestão do Desempenho. Gestão Estratégica de RH. Reter e engajar. Capacitar. Atrair 26/10/2016. Gestão do Desempenho. Recrutamento & Seleção Gestão do Desempenho Ref.: Livro-texto, Cap. 8 Gestão Estratégica de RH Atrair Capacitar Reter e engajar Gestão do Desempenho Recrutamento & Seleção Treinamento & Desenvolvimento Recompensa 2 1 Avaliação

Leia mais

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL WILLIAM

Leia mais

Obtendo sucesso através da Gestão de Clima

Obtendo sucesso através da Gestão de Clima Obtendo sucesso através da Gestão de Clima Mais de 70% das grandes empresas aplicam instrumentos ligados a Gestão de Clima Organizacional. As pequenas e médias empresas tem aumentado cada vez mais a participação

Leia mais

PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES?

PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES? PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES? Satisfação de Clientes Por que investir em satisfação de clientes? Satisfação de Clientes Satisfazer Clientes é... 1-8 Nota: 9-10 Processos Eficientes

Leia mais

RELATÓRIO PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2012

RELATÓRIO PESQUISA DE SATISFAÇÃO 2012 1 de 59 INICIAR RELATÓRIO PESQUISA DE SATISFAÇÃO RECURSOS HUMANOS & INSIGHT GESTÃO Resultado Final Anos Média Simples Todas as Perguntas Média Ponderada Usando as 3 Perguntas Finais 2010 58% 69% 72% 2011

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015 PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015 COOPERATIVA GERAL Quantidade de colaboradores: 1146 Quantidade de Respondentes: 835 Percentual de participação: 73% Dr. João Damasceno Porto Diretor Administrativo

Leia mais

Desenvolvimento Organizacional. Cultura e Clima Organizacional

Desenvolvimento Organizacional. Cultura e Clima Organizacional Cultura e Clima Organizacional Atualizado em 01/03/2016 OBJETIVO: Compreender as implicações das novas configurações e alternativas que permeiam o trabalho no mundo contemporâneo; Compreender e analisar

Leia mais

Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010

Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010 Resultados da Pesquisa de Clima Organizacional 2010 População e amostra da pesquisa 350 300 População Amostra 294 250 219 200 150 100 50 75 52 100 152 0 Técnicoadministrativos (69%) Docentes (46%) Geral

Leia mais

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Prof. Saravalli OBJETIVOS 08/03/2016

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Prof. Saravalli OBJETIVOS 08/03/2016 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Prof. Saravalli ademir_saravalli@yahoo.com.br O comportamento organizacional é um campo de estudos que investiga o impacto que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o

Leia mais

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho O QUE É O MODELO O Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho é uma ferramenta de diagnóstico e auto-avaliação que propõe às indústrias brasileiras uma reflexão

Leia mais

ENGAJANDO DA CABEÇA AO CORAÇÃO. ELTON MORAES APAS - Maio, 2016

ENGAJANDO DA CABEÇA AO CORAÇÃO. ELTON MORAES APAS - Maio, 2016 ENGAJANDO DA CABEÇA AO CORAÇÃO ELTON MORAES APAS - Maio, 2016 1. O QUE DIRECIONA ENGAJAMENTO? 2. PORQUE VALE A PENA INVESTIR? TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RH 2016 3. RAZÕES Fevereiro, PARA 2016 ACREDITAR O

Leia mais

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Administração de Recursos Humanos É o processo de desenvolver qualidades nos RHs para habilitá-los a serem mais produtivos e contribuir melhor para o alcance dos

Leia mais

Organização da Aula. Cultura e Clima Organizacionais. Aula 4. Contextualização

Organização da Aula. Cultura e Clima Organizacionais. Aula 4. Contextualização Cultura e Clima Organizacionais Aula 4 Profa. Me. Carla Patricia Souza Organização da Aula Clima organizacional Cultura e clima organizacional Indicadores de clima Clima e satisfação Contextualização A

Leia mais

19/07/2016. Aula 9. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B.

19/07/2016. Aula 9. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B. Aula 9 Gestão do Desempenho Agenda 1 Seminário 2 Gestão do Desempenho 1 Seminário 4 Getting 360-Degree Feedback Right Maury A. Peiperl Harvard Business Review, 2001. Gestão do Desempenho 2 Gestão Estratégica

Leia mais

A moderna Gestão de Pessoas

A moderna Gestão de Pessoas A moderna Gestão de Pessoas RH Aula 4 Professor Douglas Pereira da Silva 1 Aspectos fundamentais da moderna Gestão de Pessoas 1. As pessoas como seres humanos. Dotados de personalidade própria e profundamente

Leia mais

Anderson Barbosa / Eleni Gentil / Telefone: /3878

Anderson Barbosa / Eleni Gentil   / Telefone: /3878 P-34 Desenvolvimento da Liderança para a Cultura da Excelência ML - Sabesp Anderson Barbosa / Eleni Gentil E-mail: andersonab@sabesp.com.br / egentil@sabesp.com.br Telefone: 2681.3796 /3878 PERFIL ML Características

Leia mais

Liderança e Gestão de Equipes. Prof. Valter de Menezes Eugenio

Liderança e Gestão de Equipes. Prof. Valter de Menezes Eugenio Prof. Valter de Menezes Eugenio O mundo empresarial mudou muito nas ultimas décadas, particularmente nos últimos 20 anos. Estas mudanças influenciam no comportamento das pessoas no ambiente de trabalho.

Leia mais

02/12/2014. Aula 10. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B.

02/12/2014. Aula 10. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B. Aula 10 Gestão do Desempenho Agenda 1 Seminário 2 Gestão do Desempenho 1 Seminário 4 Getting 360-Degree Feedback Right Maury A. Peiperl Harvard Business Review, 2001. Gestão do Desempenho 2 Gestão Estratégica

Leia mais

Técnicas de pesquisa de clima organizacional. 1 Profª Carminha Lage

Técnicas de pesquisa de clima organizacional. 1 Profª Carminha Lage Técnicas de pesquisa de clima organizacional 1 Profª Carminha Lage Técnicas de pesquisa de clima organizacional Profª Carminha Lage 1 ª- Questionário - mais utilizado Permite aplicação maciça, mesmo para

Leia mais

Obrigado por aceitar ser entrevistado neste estudo coordenado por.

Obrigado por aceitar ser entrevistado neste estudo coordenado por. ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DA EQUIPE TÉCNICA COM OS SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL (SATIS-BR) Bandeira, M., Pitta, AMF e Mercier,C (000). Escalas Brasileiras de Avaliação da Satisfação (SATIS-BR) e da

Leia mais

Gestão do Clima Organizacional_Prof. Marco Arbex

Gestão do Clima Organizacional_Prof. Marco Arbex GESTÃO DO CLIMA ORGANIZACIONAL Prof. Marco A. Arbex Parte 1 Livro Gestão do Clima Organizacional (Ricardo Luz) Adaptado das aulas teletransmitidas da Profª Maria Cristina Costa (disponíveis no SIA) RELEVÂNCIA

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: CST EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Missão A missão do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Universidade Estácio de Sá consiste em formar profissionais

Leia mais

Resultados Gerais: "Inquérito de Avaliação da Satisfação dos Colaboradores"

Resultados Gerais: Inquérito de Avaliação da Satisfação dos Colaboradores Resultados Gerais: "Inquérito de Avaliação da Satisfação dos Colaboradores" número de ações que realizou até ao presente Valid nada pouco 22 7,4 8,0 8,0 44 14,8 16,1 24,1 126 42,4 46,0 70,1 65 21,9 23,7

Leia mais

A Entidade vista de todos os lados. Objetivo. Pesquisa. Avaliação 360º Fundação Ampla de Seguridade Social

A Entidade vista de todos os lados. Objetivo. Pesquisa. Avaliação 360º Fundação Ampla de Seguridade Social Pesquisa Avaliação 360º A Entidade vista de todos os lados No mês de dezembro de 2009 foi realizada pesquisa para avaliar o grau de satisfação e de desempenho da Fundação Ampla de Seguridade Social - Brasiletros

Leia mais

Clima organizacional dos colaboradores da indústria de Panificação do Grupo Cíntia

Clima organizacional dos colaboradores da indústria de Panificação do Grupo Cíntia Clima organizacional dos colaboradores da indústria de Panificação do Grupo Cíntia Michele Firmino Guimarães Vanessa Q. Rocha Centro Universitário do Norte (Uninorte) RESUMO Este trabalho vem mostrar o

Leia mais

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Psicologia Objeto de Estudo Psique = alma + logos = estudo Grécia berço da Psicologia Desejo

Leia mais

Comunicação e Relacionamento Interpessoal

Comunicação e Relacionamento Interpessoal Comunicação e Relacionamento Interpessoal Prof. José Junio Lopes Prof. Roberto César Ferreira Comunicação e Relacionamento Interpessoal A beleza de um trabalho em equipe se dá através de um elemento muito

Leia mais

CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia

CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO Pais/Encarregados de Educação CAF Estrutura Comum de Avaliação para a Qualidade Total das Administrações da União Europeia Agrupamento de Escolas de Arganil 2º/3º CEB e Secundário

Leia mais

Relatório de Satisfação e Clima

Relatório de Satisfação e Clima Relatório de Satisfação e Clima 2014 Divisão de Gestão de Recursos Humanos 2 Motivação é a arte de fazer as pessoas fazerem o que você quer que elas façam porque elas o querem fazer. (Dwight Eisenhower)

Leia mais

11/04/2017. Aula 9. Gestão de Recursos Humanos. Agenda. Seminário 7. Gestão de RH

11/04/2017. Aula 9. Gestão de Recursos Humanos. Agenda. Seminário 7. Gestão de RH Aula 9 Gestão de Recursos Humanos Agenda Seminário 7 Gestão de RH 2 1 Gestão de RH Gestão de Recursos Humanos O conjunto de políticas, práticas e programas que tem por objetivo atrair, selecionar, socializar,

Leia mais

OBJETIVOS DA AREA DE RECURSOS HUMANOS. RH É a parte fundamental das organizações atuais; Interesses das Organizações x Interesses dos Funcionários;

OBJETIVOS DA AREA DE RECURSOS HUMANOS. RH É a parte fundamental das organizações atuais; Interesses das Organizações x Interesses dos Funcionários; OBJETIVOS DA AREA DE RECURSOS HUMANOS RH É a parte fundamental das organizações atuais; Interesses das Organizações x Interesses dos Funcionários; Organizações atuais - DP trabalhando em paralelo com o

Leia mais

.:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento. Profª Daniela Cartoni

.:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento. Profª Daniela Cartoni .:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br T,D&D Antes: somente conceito de treinamento Hoje: ampliação para desenvolvimento e educação

Leia mais

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015 Agenda: 28/09/2015 8:30 as 9:00 h Recepção dos participantes 9:00 as 11:00 h Eixo: Capacitação e Desenvolvimento 11:00 as 11:30 h Análise de Indicadores

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA NORMANDO GOMES & IRMÃOS (NORMANDO RECAP)

QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA NORMANDO GOMES & IRMÃOS (NORMANDO RECAP) ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO: UM ESTUDO DE CASO NA NORMANDO GOMES & IRMÃOS (NORMANDO RECAP) Andrea

Leia mais

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PARA ESCOLAS

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PARA ESCOLAS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PARA ESCOLAS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS Ana Paula Lima Coaching, Consultoria e Palestras é uma empresa especializada em Gestão de Pessoas, que visa identificar o potencial humano e desenvolvê-lo

Leia mais

PRINCIPAIS RESULTADOS DA PESQUISA

PRINCIPAIS RESULTADOS DA PESQUISA PESQUISA DE CLIMA PRINCIPAIS RESULTADOS DA PESQUISA 2016 1 PARTICIPAÇÃO DOS COLABORADORES A pesquisa realizada em Novembro/Dezembro de 2016 obteve a seguinte participação dos colaboradores: 88% 90 122

Leia mais

O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde

O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde Eliana Guglielmoni e Fernanda Borin Março 2017 2016 Korn Ferry. All rights reserved 1 Sobre nós A Korn Ferry Executive Search ajuda

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO COPA 2014

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO COPA 2014 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO COPA 2014 Governo do Estado do Amazonas Equipe Técnica COORDENAÇÃO Marcelo Lima Filho Rodrigo Camelo de Oliveira Ronney César Peixoto ELABORAÇÃO Bernardo Monteiro de Paula Elaine

Leia mais

Gestão de pessoas e desempenho organizacional

Gestão de pessoas e desempenho organizacional Aula 12 Gestão de pessoas e desempenho organizacional Agenda 1 Seminário 2 Medindo a performance do RH 1 Seminário 5 Competing on talent analytics. Davenport, Harris & Shapiro. Harvard Business Review,

Leia mais

PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA?

PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA? Introdução PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA? Algumas pessoas que comandam organizações, ainda são muito resistentes a Pesquisas De Clima Organizacional; acreditam que é perda de tempo, e que esta pesquisa

Leia mais

Integrando Gestão de Pessoas à Gestão de Negócios

Integrando Gestão de Pessoas à Gestão de Negócios Nossa história Integrando Gestão de Pessoas 31 anos de existência Atua em 07 Estados + Distrito Federal 3355 colaboradores diretos Matriz RAO e 15 filiais 140 unidades de negócios 1300 colaboradores indiretos

Leia mais

Administração e Organização II

Administração e Organização II Administração e Organização II Agregar Pessoas Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br Agregar Pessoas Recrutamento / Seleção Imagem: http://blog.acelerato.com/gestao/recrutamento-e-selecao-otimizando-o-processo-nas-organizacoes/

Leia mais

Pesquisa de clima organizacional

Pesquisa de clima organizacional : Número de participantes: Nononononono Ltda 30.720 20-02-2005 15:02:33 geral da empresa: 3,83 3,99 3,79 3,99 4,05 3,90 3,83 3,79 3,89 Legenda (1) - Muito fraco ou discordo plenamente (2) - Fraco ou discordo

Leia mais

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@fatecourinhos.edu.br Introdução ARH (Administração de Recursos Humanos) é a função na organização que está relacionada

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz

Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz Empresa de consultoria, especializada em pessoas, com foco em soluções empresariais de alta complexidade e impacto, com a missão de promover a paz nas relações no trabalho. PROJETO DESENVOLVIMENTO DAS

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DA QUALIDADE. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a da Qualidade Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/5

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DA QUALIDADE. PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a da Qualidade Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/5 PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DA QUALIDADE PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a da Qualidade Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/5 ÁREA DE ACTIVIDADE - ENQUADRAMENTO NA ORGANIZAÇÃO/EMPRESA OBJECTIVO

Leia mais

GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA

GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DE ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA INÍCIO ESCRITÓRIO DEFINIÇÃO DOS SÓCIOS OBJETIVOS DA SOCIEDADE CRESCIMENTO E CONTRATAÇÃO ELABORAÇÃO DAS POLÍTICAS GESTÃO DEFINIÇÃO DE CARGOS E FUNÇÕES DIFERENCIAL

Leia mais

TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. Gestão da Qualidade Aula 09 Prof. Ms. Claudemir Claudino Alves

TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. Gestão da Qualidade Aula 09 Prof. Ms. Claudemir Claudino Alves TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Gestão da Qualidade Aula 09 Prof. Ms. Claudemir Claudino Alves Principios da Qualidade: I. Foco no Cliente; II. Liderança; III. Engajamento das pessoas; IV. Abordagem por

Leia mais

DEVOLUTIVA DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL Ações para 2011/2012

DEVOLUTIVA DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL Ações para 2011/2012 Sede Ecoville 2 CAMPUS CURITIBA Sede Central CAMPUS CURITIBA PRINCÍPIOS NORTEADORES Pesquisa sem finalidade classificatória. Objetiva levantar fortalezas e fragilidades da gestão. Os resultados devem ser

Leia mais

O PAPEL DO RH ESTRATÉGICO NAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR. Daniela Diniz

O PAPEL DO RH ESTRATÉGICO NAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR. Daniela Diniz O PAPEL DO RH ESTRATÉGICO NAS MELHORES EMPRESAS PARA TRABALHAR Daniela Diniz MISSÃO: CONSTRUIR UMA SOCIEDADE MELHOR,TRANSFORMANDO CADA ORGANIZAÇÃO EM UM GREAT PLACE TO WORK PRESENÇA GLOBAL EMPRESAS PARTICIPANTES

Leia mais

ESTUDO DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL EM UMA ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR DA CIDADE DE IJUI/RS 1

ESTUDO DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL EM UMA ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR DA CIDADE DE IJUI/RS 1 ESTUDO DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL EM UMA ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR DA CIDADE DE IJUI/RS 1 Luís Fernando Irgang Dos Santos 2, Claudio Rodrigo Machado Fraga 3. 1 Pesquisa realizada na disciplina

Leia mais

O cliente interno pode ser aquele ao qual prestamos serviços com produtos e mão de obra dentro da própria instituição.

O cliente interno pode ser aquele ao qual prestamos serviços com produtos e mão de obra dentro da própria instituição. 1 Eu sou um cliente interno... Clientes internos são todos aqueles que fazem parte do dia a dia do ambiente de trabalho, como o diretor da empresa, o gerente, a recepcionista entre outros. 2 Eu sou um

Leia mais

Versão online:

Versão online: Versão online: www.profissionalenegocios.com.br Empresas Participantes Perfil das Empresas Participantes Perfil das Empresas Participantes Proporção RH x Total 1,8% Perfil das Empresas Participantes Proporção

Leia mais

Relatório Global da Avaliação de Satisfação realizada em 2011

Relatório Global da Avaliação de Satisfação realizada em 2011 No período compreendido entre 05-12-2011 e 30-01-2012 foi realizada a Avaliação de Satisfação referente ao ano de 2011, tendo sido inquiridas todas as partes interessadas. No total foram enviados / entregues

Leia mais

Gestão Estratégica em Tempos de Crise

Gestão Estratégica em Tempos de Crise Gestão Estratégica em Tempos de Crise Há muito tempo atrás... Houve um grande período de desenvolvimento; Os recursos estavam amplamente disponíveis; O ambiente estava equilibrado, o que permitiu a diversificação

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA GESTÃO DA QUALIDADE: Benefícios e Aplicações Práticas

OS PRINCÍPIOS DA GESTÃO DA QUALIDADE: Benefícios e Aplicações Práticas OS PRINCÍPIOS DA GESTÃO DA QUALIDADE: Benefícios e Aplicações Práticas Rev. 00 de Março/2013 1/208 1/ 42 Rodrigo Sousa Atuação: Instrutor de treinamentos Consultor e Auditor em Sistemas de Gestão da Qualidade

Leia mais

Guia VOCÊ S/A As Melhores Empresas para Você Trabalhar

Guia VOCÊ S/A As Melhores Empresas para Você Trabalhar Guia VOCÊ S/A As Melhores Empresas para Você Trabalhar - 2013 Instruções para preenchimento: ESSE FORMULÁRIO NÃO DEVE SER EM HIPÓTESE ALGUMA ENTREGUE AO RH OU PARA QUALQUER FUNCIONÁRIO DA ÁREA DE RECURSOS

Leia mais

Talentos Administrativos

Talentos Administrativos Programa de Desenvolvimento dos Administrativos Talentos Administrativos Turma 2015/16 Talentos Administrativos 1 Objetivo Geral Desenvolver os Assistentes e Auxiliares Administrativos de forma a prepará-los

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso n.º 206 aprovado pela portaria Cetec nº 733 de 10/09/2015 Etec PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão de

Leia mais

Tendências na área de Recursos Humanos

Tendências na área de Recursos Humanos Tendências na área de Recursos Humanos Confira a 6ª edição do maior censo de Recursos Humanos, realizado pelo RH Portal em 2016. Veja o que os profissionais estão falando sobre a realidade do RH no mercado

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

COMO ATRAIR E RETER OS TALENTOS DA GERAÇÃO Y BRASILEIRA

COMO ATRAIR E RETER OS TALENTOS DA GERAÇÃO Y BRASILEIRA COMO ATRAIR E RETER OS TALENTOS DA Ana Maria Costa Miriam S. Korn Prof. Carlos Honorato COMO ATRAIR E RETER OS TALENTOS DA As empresas precisam conhecer, atrair e reter os novos talentos que serão os profissionais

Leia mais

Questões Nota % DE NOTAS 4 e 5

Questões Nota % DE NOTAS 4 e 5 O conhecimento adquirido no curso com relação às suas necessidades profissionais (as suas necessidades profissionais foram atendidas com o conhecimento adquirido? Pontue de 1 a 5) 1 - Um - Fraco - 12 (2.19%)

Leia mais

Análise da Pesquisa de Satisfação dos Clientes ano base 2014

Análise da Pesquisa de Satisfação dos Clientes ano base 2014 Análise da Pesquisa de Satisfação dos Clientes ano base 2014 Pesquisa de Satisfação dos Clientes - 2014 Pontos fortes do escritório apontados pelos clientes Pesquisa de Satisfação dos Clientes - 2014 Pontos

Leia mais

Human Opus ng eti mark

Human Opus ng eti mark Assessment Assessment Ferramenta Conhecer com maior eficiência e critério as pessoas, avaliar competências, buscar o autoconhecimento e o desenvolvimento. As melhores ferramentas de análise de perfil comportamental

Leia mais

Resultado da 1ª Medição de Temperatura

Resultado da 1ª Medição de Temperatura Resultado da 1ª Medição de Temperatura DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL Rio de Janeiro, 10 de novembro de 2016 Fatores do curso normal de trabalho Resultado da 1ª Medição de Temperatura Avaliamos vários

Leia mais

Planejamento estratégico. de pessoas

Planejamento estratégico. de pessoas Planejamento estratégico de pessoas PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL X PLANEJAMENTO DE RH O QUE É GESTÃO POR RESULTADOS? A cada nível hierárquico, o líder reúne-se com os líderes que lhe são imediatamente subordinados

Leia mais

Profa. Cláudia Palladino. Unidade IV SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA

Profa. Cláudia Palladino. Unidade IV SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA Profa. Cláudia Palladino Unidade IV SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA Seleção, admissão e avaliação Nesta unidade vamos estudar: Seleção por competências; Processo Admissional; Avaliação do processo de recrutamento

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA

A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA O sucesso de uma empresa e um bom clima organizacional estão intimamente ligados. Quando os funcionários sentem felicidade nas tarefas e

Leia mais

FORMAÇÃO DE LÍDERES. Hilton José Da Veiga Faria (47) Cristiane Leal da Silva

FORMAÇÃO DE LÍDERES. Hilton José Da Veiga Faria (47) Cristiane Leal da Silva FORMAÇÃO DE LÍDERES Case WEG Hilton José Da Veiga Faria hiltonfaria@weg.net (47) 3276-4985 Cristiane Leal da Silva cristianes@weg.net (47) 3276-4997 Objetivos Mostrar os resultados e a relevância de ter

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 2004 (TRT-RJ / ANALISTA JUDICIÁRIO-ÁREA ADMINISTRATIVA / CESPE /2008)

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 2004 (TRT-RJ / ANALISTA JUDICIÁRIO-ÁREA ADMINISTRATIVA / CESPE /2008) ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA 2004 51. Considerando convergências e divergências entre gestão pública e gestão privada, assinale a opção correta. a) A gestão privada sustenta-se na autonomia de vontade, ao passo

Leia mais

Motivação Página 1. Motivação

Motivação Página 1. Motivação Motivação Página 1 Objetivo: Entender o processo de motivação; descrever as teorias da motivação mais antigas e explicar como as teorias contemporâneas sobre motivação se completam mutuamente. Referências:

Leia mais

QUESTIONÁRIO AOS(ÀS) TRABALHADORES(AS) E DIRIGENTES INTERMÉDIOS DA DRAP ALGARVE. Apresentação de resultados - relatório CICLO DE GESTÃO 2014

QUESTIONÁRIO AOS(ÀS) TRABALHADORES(AS) E DIRIGENTES INTERMÉDIOS DA DRAP ALGARVE. Apresentação de resultados - relatório CICLO DE GESTÃO 2014 QUESTIONÁRIO AOS(ÀS) TRABALHADORES(AS) E DIRIGENTES INTERMÉDIOS DA DRAP ALGARVE Apresentação de resultados - relatório CICLO DE GESTÃO 2014 Março 2015 Conteúdo I. Nota Introdutória... 3 II. Metodologia

Leia mais

ONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR. 2014 Great Place To Work Institute, Inc. All rights reserved.

ONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR. 2014 Great Place To Work Institute, Inc. All rights reserved. ONSTRUINDO UM EXCELENTE LUGAR PARA TRABALHAR 2014 GREAT PLACE TO WORK MISSÃO: CONSTRUIR UMA SOCIEDADE MELHOR, AJUDANDO EMPRESAS A TRANSFORMAR SEU AMBIENTE DE TRABALHO 6.200 EMPRESAS PARTICIPANTES PRESENÇA

Leia mais

P-02 Case Carrefour. Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem

P-02 Case Carrefour. Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem P-02 Case Carrefour Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem Assuntos de hoje 1. Quem é o Carrefour? 2. Por que este programa?

Leia mais

Diagnóstico Organizacional

Diagnóstico Organizacional Este conteúdo faz parte da série: Diagnóstico Empresarial Ver 4 posts dessa série Diagnóstico Organizacional O diagnóstico organizacional ou empresarial é uma ferramenta de gestão que serve para analisar

Leia mais

ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS COM OS SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL SATIS-BR - FORMA ABREVIADA

ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS COM OS SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL SATIS-BR - FORMA ABREVIADA ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS COM OS SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL SATIS-BR - FORMA ABREVIADA Obrigado por aceitar ser entrevistado neste estudo coordenado por O objetivo principal deste questionário

Leia mais

Professora: Daniela Moscon UFBA

Professora: Daniela Moscon UFBA Professora: Daniela Moscon UFBA danielamoscon@yahoo.com.br Agenda Visão panorâmica da gestão de pessoas; Evolução das relações entre indivíduo e organização; O papel estratégico da gestão de pessoas; Modelos

Leia mais

Conteúdo I. Nota Introdutória... 3 II. Metodologia e procedimentos de aplicação... 3 III. Conteúdo do questionário... 4 IV. Valores apurados... 4 V. B

Conteúdo I. Nota Introdutória... 3 II. Metodologia e procedimentos de aplicação... 3 III. Conteúdo do questionário... 4 IV. Valores apurados... 4 V. B QUESTIONÁRIO AOS(ÀS) TRABALHADORES(AS) E DIRIGENTES INTERMÉDIOS DA DRAP ALGARVE RELATÓRIO CICLO DE GESTÃO 2013 Fev 2014 Conteúdo I. Nota Introdutória... 3 II. Metodologia e procedimentos de aplicação...

Leia mais

Pesquisa de Clima Alpargatas 2013

Pesquisa de Clima Alpargatas 2013 Pesquisa de Clima Alpargatas 2013 Natureza da gente não cabe em nenhuma certeza. O real não está na saída e nem na chegada, ele se dispõe para a gente é no meio da travessia. Riobaldo. Grande Sertão: Veredas.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente

Plano de Trabalho Docente Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC Plano de Trabalho Docente - 2017 Plano de Curso no. 206 aprovado pela Portaria Cetec 733, de 10-9-2015, publicada no Diário Oficial de 11-9-2015 Poder Executivo

Leia mais

Capitulo 10: Executando o Projeto

Capitulo 10: Executando o Projeto Capitulo 10: Executando o Projeto PMBOK GUIDE Project Management Body of Knowledge Iniciação 5.1 Grupo de Processos de Planejamento Desenvolver o Plano de Gerenciamento de Projeto (4.3) Planejamento de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE

PODER JUDICIÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE SEGURANÇA JURÍDICA PODER JUDICIÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EFETIVIDADE CELERIDADE IMPARCIALIDADE EQUIDADE PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL E INSTALAÇÕES FÍSICAS

Leia mais

DuPont, sua Cultura de Segurança e PSM

DuPont, sua Cultura de Segurança e PSM DuPont, sua Cultura de Segurança e PSM Eduardo Francisco Gerente Corporativo SSMA Líder PSM América Latina A Cultura DuPont em Segurança, Saúde e Meio Ambiente 1802 Início das operações fábrica de pólvora

Leia mais

Fundamentos Estratégicos

Fundamentos Estratégicos 1 Fundamentos Estratégicos MISSÃO Fornecer soluções e serviços em sistemas de suspensões, eixos e componentes para veículos comerciais com inovação, qualidade, segurança e sustentabilidade. VISÃO Ser reconhecida,

Leia mais

HOME OFFICE MANAGEMENT CONTATO. Telefone: (11) A MELHOR FORMA DE TRABALHAR

HOME OFFICE MANAGEMENT CONTATO. Telefone: (11) A MELHOR FORMA DE TRABALHAR HOME OFFICE MANAGEMENT A MELHOR FORMA DE TRABALHAR www.homeoffice.com.br CONTATO Telefone: (11) 4321-2204 E-mail: contato@homeoffice.com.br /homeofficemanagement /homeofficemanagement /homeofficemanagement

Leia mais

Planejamento de Carreira

Planejamento de Carreira Planejamento de Carreira Aulas 17 e 18 Plano de carreira Análise do ambiente Oportunidades Ameaças Objetivos Alvos concretos Estratégias Ações e prazos para atingir objetivos Follow-up Análise de potencial

Leia mais

INQUÉRITO À SATISFAÇÃO DOS COLABORADORES

INQUÉRITO À SATISFAÇÃO DOS COLABORADORES INQUÉRITO À SATISFAÇÃO DOS COLABORADORES 2013 AEP Julho 2013 Aldina Carvalho Índice 1. OBJETIVOS... 1 2. METODOLOGIA E FONTES DE INFORMAÇÃO... 1 3. RESULTADOS... 1 3.1. Análise dos Dados... 1 3.2. Análise

Leia mais