Obtendo sucesso através da Gestão de Clima

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Obtendo sucesso através da Gestão de Clima"

Transcrição

1 Obtendo sucesso através da Gestão de Clima Mais de 70% das grandes empresas aplicam instrumentos ligados a Gestão de Clima Organizacional. As pequenas e médias empresas tem aumentado cada vez mais a participação desta ferramenta na gestão de suas organizações. Apesar disso, independentemente do porte das empresas, as organizações podem enfrentar dificuldades na implementação da ferramenta ou não extrair o máximo do que é possível oferecer com este instrumento. Este artigo pretende discutir os principais fatores críticos de sucesso em cada etapa da Gestão do Clima Organizacional. Breve introdução teórica sobre Clima Organizacional Independente do ambiente econômico favorável ou não, maximizar a contribuição de cada funcionário é vital para o sucesso da empresa. Engajar o ser humano por completo (razão e emoção) criando ambiente de alto desempenho tem impacto significativo na inovação, produtividade, satisfação dos clientes etc. Pesquisas e estudos de diversas faculdades como Harvard e USP e de mídia como Melhores Empresas para se trabalhar mostram que o ambiente de trabalho tem impacto significativo nos resultados da organização. Descobrir quais fatores mais impactam o engajamento para que a pessoa dê mais de si é fundamental para criação de valor das empresas. O extraordinário desempenho das empresas advém do desempenho de seus ativos físicos e do desempenho das pessoas. O desempenho das pessoas é obtido através do comprometimento, elaborado por líderes que realmente sabem como motivá-los, respaldado pelas prioridades, investimentos e processos necessários. A Gestão do Clima buscará medir os diversos fatores que impactam o engajamento e a efetividade da organização através da mensuração da percepção coletiva dos colaboradores. É lógico que esta percepção do colaborador é formada por longo período de tempo e o seu diagnóstico reflete a realidade presente na época da pesquisa. Outra característica desta percepção é que ela influência o comportamento e comprometimento das pessoas. Essa percepção é muito importante para a gestão do clima, já que querer ouvir as pessoas é o primeiro passo para construir um ambiente de alto desempenho. Fatores Críticos de Sucesso para a etapa de Pesquisa Para conduzir um projeto de gestão de clima é necessária muita atenção a diversos fatores, sendo eles: Confidencialidade; Mensurar o que é importante, alinhando a pesquisa com a estratégia; Patrocínio da Direção Executiva; Compromisso dos Gestores; Logística e Comunicação; Questionário adaptado à realidade, à linguagem e cultura; Análises e relatórios práticos; Plano de ação e acompanhamento. Obtendo sucesso através da Gestão de Clima hrexcellencegroup.com Pág 1

2 Iremos analisar cada um dos fatores listados acima em detalhe. CONFIDENCIALIDADE Primeiro item importante é a confidencialidade. É necessário contratar uma consultoria externa para conduzir o trabalho. As razões são diversas, tais como: condução do trabalho com isenção, know-how e experiência dos consultores entre outros motivos que serão mencionados dentre os fatores críticos de sucesso. A confidencialidade é bem maior quando conduzida por uma consultoria, já que os funcionários sabem que seus questionários não serão trabalhados individualmente ou aberto por pessoas não autorizadas. Além disso, os colaboradores se sentem mais a vontade para serem francos em suas respostas. A garantia da confidencialidade acontece durante todo o processo da pesquisa. Durante a coleta de dados, por exemplo, os questionários online ficam em servidores da consultoria e os questionários em papel, nas mãos dos aplicadores. Além disso, na hora do processamento dos questionários, as consultorias só liberam relatórios para grupos com diversas pessoas, não sendo possível identificar as respostas individuais. MENSURAR O QUE É IMPORTANTE, ALINHANDO A PESQUISA COM A ESTRATÉGIA O questionário é um dos principais itens a serem trabalhados na gestão de clima. Não recomendamos o uso de questionários padronizados, ou de revistas ou extraídos de sites. A recomendação é trabalho com o questionário que reflita a realidade e a estratégia da organização. Cada empresa precisa elaborar seu questionário de acordo com a sua estratégia. O questionário da Apple deve ser bem diferente do que o da Embraer, Promon ou da Vega Engenharia (empresa de lixo e resíduos) e também da TIVIT (empresa de call center e tecnologia). Para mensurar o que é importante, são necessárias a execução de algumas análises prévias como a condução de entrevistas com executivos e levantamento de materiais estratégicos como planejamento, BSC, plano de RH etc. Outras atividades podem ser feitas como a condução de grupos focais, grupos multidisciplinares ou até a observação in loco de um consultor. Assim, o conteúdo do questionário será baseado na estratégia e modelo de gestão, o histórico de pesquisas, a metodologia que a consultoria adotada e o benchmarks de mercado. PATROCÍNIO DA DIREÇÃO EXECUTIVA O patrocínio da direção da empresa é fundamental para que o projeto dê certo. A ferramenta de gestão de clima não é da área de Recursos Humanos. O instrumento deve ser considerado como parte integrante da gestão da empresa. Por isso, a diretoria deve aprovar e apoiar a iniciativa. Obtendo sucesso através da Gestão de Clima hrexcellencegroup.com Pág 2

3 Compromisso dos gestores Os gestores da organização devem estar comprometidos com a iniciativa de melhoria do ambiente de trabalho e da efetividade. Esse comprometimento refletirá durante o processo de coleta e posteriormente no plano de ação. Durante a coleta os gestores deverão estar conscientes da importância do trabalho, procurando estimular a participação de todos na pesquisa. Após a tabulação dos dados, os gestores receberão os seus relatórios e deverão tomar ciência dos seus resultados. Neste momento é importante o gestor refletir sobre os dados e não desconfiar dos mesmos. Em cima dos relatórios, é necessário traçar um plano de ação, envolvendo os principais colaboradores da equipe, para que seja possível melhorar o ambiente e a efetividade do trabalho. Logística e comunicação A logística e a comunicação são importantes fatores de aumento da adesão e, posteriormente, do compromisso com os resultados. A logística envolve a definição do meio de coleta, seja ele em papel ou via internet. Além disso, são tratados os casos de localidades remotas, distribuição e formato das senhas. Nesta etapa também são treinados os aplicadores que serão profissionais isentos para realizarem a coleta in loco dos questionários. Já a comunicação é parte fundamental durante todo o processo de gestão do clima. Podemos separar a comunicação em 3 etapas, sendo elas: pré pesquisa, durante a pesquisa e pós-pesquisa. A pré-pesquisa tem como objetivo levar conhecimento aos colaboradores a respeito da pesquisa. São trabalhados assuntos como: qual é a importância da pesquisa, como será o processo, a confidencialidade e as etapas. A comunicação deve ser envolvente para que as pessoas se sintam estimuladas a responder. Durante a pesquisa a comunicação visa aumentar ainda mais a adesão trazendo informações como o percentual de respondentes e a importância da sua resposta. Após a finalização da coleta dos dados, a empresa normalmente agradece as pessoas por suas respostas. Também são comunicado os principais resultados da pesquisa. A melhor prática nesta etapa é realizar a comunicação dos resultados junto com o plano de ação corporativo para que as pessoas possam sentir que suas respostas foram úteis. Questionário adaptado à realidade, à linguagem e cultura Conforme dito acima, o questionário é um instrumento muito particular de cada empresa. Após conduzir mais de 100 projetos nesta área, já trabalhamos com questionários com 26 perguntas e outros de quase 200. O número de perguntas é decidido em conjunto com a organização de acordo com o perfil dela. Normalmente os questionários nacionais giram entre 70 e 90 perguntas. Obtendo sucesso através da Gestão de Clima hrexcellencegroup.com Pág 3

4 Através de estudos internacionais, verifica-se que 90 é o número máximo recomendável, já que a partir deste número as pessoas perdem o foco, respondendo sem muita precisão ou paciência. Assim como o número de questões varia, o texto também ocorre isso. Por exemplo: para uma empresa que tenha a maioria do seu público graduadas, o questionário pode envolver perguntas mais difíceis ou com linguajar um pouco mais elaborado. Para empresas onde os funcionários não possuem alto grau de escolaridade, é necessário simplificar as perguntas para que as pessoas consigam entender e responder adequadamente. Estes parâmetros de quantidade de perguntas e linguagem devem ser testados e aprovados por um grupo multidisciplinar para que seja aplicado na empresa corretamente. Análises e relatórios práticos As análises são parte importante do processo de gestão de clima. As análises mais básicas são a elaboração de médias e índices de favorabilidade (% de pessoas favoráveis ao item). Entretanto, sabe-se que a pesquisa gera uma importante base de dados onde é possível extrair muito mais informações. Assim, um grande diferencial entre as consultorias e empresas são suas análises. As análises mais sofisticadas envolvem o uso de sistemas estatísticos como o SPSS ou Minitab para identificar correlações entre as questões, regressões que mostrem o impacto da percepção das pessoas no engajamento do colaborador. Há também análises qualitativas ou parcialmente quantitativa como: matrizes de priorização, engajamento sustentável, de alinhamento x comprometimento entre outras. Outras mais qualitativas tentam ver o quanto o ambiente está favorável a implementação de suas estratégias, auxiliando os executivos no processo de alinhamento estratégico da sua organização. Plano de ação e acompanhamento E por último o item tão importante quanto a própria pesquisa: o plano de ação e acompanhamento. Não adianta fazer a pesquisa e não conduzir plano de ação visando a melhoria dos resultados da organização. Uma pesquisa publicada mostrou que é melhor não conduzir a pesquisa do que realizála e não conseguir implementar ações. Nossa recomendação é utilizar o processo da escola da qualidade, identificando os problemas, analisando as causas e em cima disso elaborar os planos de ações. Os planos deverão ter somente 1 responsável e deverão ter uma data para sua implementação. O acompanhamento pela diretoria e pelo RH deverá ser periódico. Normalmente a periodicidade é em torno de 2 a 4 meses. Obtendo sucesso através da Gestão de Clima hrexcellencegroup.com Pág 4

5 Conclusão A partir do artigo, espera-se que as empresas tenham mais atenção aos fatores apontados como importantes ao processo. A ferramenta, quando bem aplicada, traz retornos positivos em termos financeiros, aumenta a satisfação dos clientes bem como motivação e a retenção dos seus colaboradores. A Gestão do Clima Organizacional tenderá a ser cada vez mais um instrumento de gestão da empresa não sendo de propriedade de RH, e sim da organização. Focando nos pontos apresentados, a organização terá uma implementação efetiva da ferramenta. Obtendo sucesso através da Gestão de Clima hrexcellencegroup.com Pág 5

Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico

Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico Este artigo visa contribuir com os processos de gestão de clima organizacional das empresas. Procuramos apresentar melhorias

Leia mais

Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro Carlos Bertazzi

Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro Carlos Bertazzi Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro 2016 Carlos Bertazzi www.rh4youconsultoria.wordpress.com O que é? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, por meio do

Leia mais

Pesquisa de Clima Organizacional

Pesquisa de Clima Organizacional Pesquisa de Clima Organizacional As pessoas representam alto investimento para as organizações. É evidente que o sucesso de um empreendimento não depende somente da competência dos gestores em reconhecer

Leia mais

A evolução das pesquisas com empregados

A evolução das pesquisas com empregados A evolução das pesquisas com empregados Como gerar mais valor através da escuta ativa da experiência do empregado Não faz muito tempo, a maioria das empresas contava, única e exclusivamente, com suas pesquisas

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PARA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL O que é Clima mesmo? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, através da vivência de práticas, políticas, estrutura,

Leia mais

Tendências na área de Recursos Humanos

Tendências na área de Recursos Humanos Tendências na área de Recursos Humanos Confira a 6ª edição do maior censo de Recursos Humanos, realizado pelo RH Portal em 2016. Veja o que os profissionais estão falando sobre a realidade do RH no mercado

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA

A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA A IMPORTÂNCIA DO CLIMA ORGANIZACIONAL PARA O SUCESSO DA EMPRESA O sucesso de uma empresa e um bom clima organizacional estão intimamente ligados. Quando os funcionários sentem felicidade nas tarefas e

Leia mais

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ANEXO I ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1. OBJETO DE CONTRATAÇÃO A presente especificação tem por objeto a contratação de empresa Especializada de Consultoria para Planejamento da Estrutura Funcional e Organizacional

Leia mais

COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA

COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA Com a retração do mercado de trabalho e o aumento

Leia mais

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho O QUE É O MODELO O Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho é uma ferramenta de diagnóstico e auto-avaliação que propõe às indústrias brasileiras uma reflexão

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Unidade 4: Implementação e controle do planejamento estratégico 1 SEÇÃO 4.1 A ESTRUTURA E A CULTURA ORGANIZACIONAL NA IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA 2 Estrutura organizacional Especifica

Leia mais

Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra Delegacia da Bahia CECEPE. Curso de Extensão de Cerimonial, Etiqueta, Protocolo e Eventos

Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra Delegacia da Bahia CECEPE. Curso de Extensão de Cerimonial, Etiqueta, Protocolo e Eventos CECEPE Curso de Extensão de Cerimonial, Etiqueta, Protocolo e Eventos Disciplina: Gestão do Conhecimento Professor: Dr.Sergio Loncan Módulo 4: Implantação da Gestão do Conhecimento 1.INTRODUÇÃO A Implantação

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais

Gestão baseada em. Competências. Maria Carolina Linhares Paula Galvão de Barba. Autoras do blog Mundo RH Kombo - Todos os direitos reservados

Gestão baseada em. Competências. Maria Carolina Linhares Paula Galvão de Barba. Autoras do blog Mundo RH Kombo - Todos os direitos reservados Gestão baseada em Competências Maria Carolina Linhares Paula Galvão de Barba Autoras do blog Mundo RH 2015 Kombo - Todos os direitos reservados O que é competência? Acredito que a grande maioria das pessoas

Leia mais

O PAPEL DA EDUCAÇÃO NA TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL

O PAPEL DA EDUCAÇÃO NA TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL O PAPEL DA EDUCAÇÃO NA TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL Brasil é 88º lugar (de 127) em ranking de educação pela Unesco. Esse ranking mede o desempenho das nações em relação a metas de qualidade. FOLHA 2011

Leia mais

Questionário de Pesquisa. Prezado Participante,

Questionário de Pesquisa. Prezado Participante, Questionário de Pesquisa Prezado Participante, Meu nome é Renata Moreira, sou aluna de doutorado do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco e consultora da SWQuality. Gostaria da sua

Leia mais

P.RCKT. 4 passos para engajar sua equipe e gerar resultados incríveis

P.RCKT. 4 passos para engajar sua equipe e gerar resultados incríveis P.RCKT 4 passos para engajar sua equipe e gerar resultados incríveis índice 1. Entendendo o problema 2. Diagnosticando o seu problema 3. Implementando ações estratégicas 4. Acompanhamento do progresso

Leia mais

People Analytics. 10Minutos People & Organisation. Destaque. Resultados da pesquisa sobre maturidade da pra tica de People Analytics

People Analytics. 10Minutos People & Organisation. Destaque. Resultados da pesquisa sobre maturidade da pra tica de People Analytics 10Minutos People & Organisation Resultados da pesquisa sobre maturidade da pra tica de People Analytics People Analytics Destaques Agosto de 2015 Destaque Embora os respondentes tenham indicado que as

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 T&D e Estratégia de RH Treinamento & Desenvolvimento 3 4 Coaching & Mentoring Desenvolvimento de Lideranças 1 T&D e Estratégia de RH Relembrando... Os processos

Leia mais

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido

Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido Liderança direta líder da área onde o programa de voluntariado está inserido 1. Quais as principais causas da falta de apoio ao programa? Quando o gestor diretor é da área responsável pelo programa ele

Leia mais

ALINHAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL

ALINHAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL ALINHAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL Alinhamento Estratégico é um conceito da Administração que se fundamenta no princípio de que um determinado número de pessoas funciona melhor quando funciona como

Leia mais

Gestão de pessoas e desempenho organizacional

Gestão de pessoas e desempenho organizacional Aula 12 Gestão de pessoas e desempenho organizacional Agenda 1 Seminário 2 Medindo a performance do RH 1 Seminário 5 Competing on talent analytics. Davenport, Harris & Shapiro. Harvard Business Review,

Leia mais

O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde

O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde Eliana Guglielmoni e Fernanda Borin Março 2017 2016 Korn Ferry. All rights reserved 1 Sobre nós A Korn Ferry Executive Search ajuda

Leia mais

6 Conclusões e Recomendações

6 Conclusões e Recomendações 93 6 Conclusões e Recomendações Este capítulo pretende relacionar as informações do referencial teórico com os resultados da pesquisa realizada com as duas pequenas empresas familiares no ramo do comércio.

Leia mais

PLANO DE AÇÃO

PLANO DE AÇÃO INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO 2016-207 São Luís 2016 1 INTRODUÇÃO O plano de ações da CPA define os rumos dos trabalhos que serão desenvolvidas pela

Leia mais

Sumário. 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz Objetivos Abrangência Diretrizes...2

Sumário. 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz Objetivos Abrangência Diretrizes...2 Rede D Or São Luiz Sumário 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz...2 1.1. Objetivos...2 1.2. Abrangência...2 1.3. Diretrizes...2 Diretriz Econômica...2 Diretriz Social...3 Diretriz Ambiental...4

Leia mais

Versão online:

Versão online: Versão online: www.profissionalenegocios.com.br Empresas Participantes Perfil das Empresas Participantes Perfil das Empresas Participantes Proporção RH x Total 1,8% Perfil das Empresas Participantes Proporção

Leia mais

CBVE Dezembro de 2015

CBVE Dezembro de 2015 Indicadores de Voluntariado Relatório de Resultados CBVE Dezembro de 2015 1 Introdução O Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável CIEDS, na qualidade de Secretaria Executiva

Leia mais

Workshop de Gestão de Recursos Humanos Objetivos Gerais Dotar os participantes de técnicas, métodos e instrumentos que vão fazer melhorar o planeamento, o acompanhamento e a Gestão dos Recursos Humanos.

Leia mais

ALGUNS CLIENTES. Clientes. Tu te tornas plenamente responsável por aquilo que cativas. Do Livro: O Pequeno Príncipe

ALGUNS CLIENTES. Clientes. Tu te tornas plenamente responsável por aquilo que cativas. Do Livro: O Pequeno Príncipe ALGUNS CLIENTES Clientes Tu te tornas plenamente responsável por aquilo que cativas. Do Livro: O Pequeno Príncipe Nosso maior objetivo é propor um trabalho de qualidade, com resultados imediatos utilizando

Leia mais

Pesquisa de Clima Alpargatas 2013

Pesquisa de Clima Alpargatas 2013 Pesquisa de Clima Alpargatas 2013 Natureza da gente não cabe em nenhuma certeza. O real não está na saída e nem na chegada, ele se dispõe para a gente é no meio da travessia. Riobaldo. Grande Sertão: Veredas.

Leia mais

VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS

VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS VIX LOGÍSTICA S/A COMITÊ DE GOVERNANÇA CORPORATIVA E GESTÃO DE PESSOAS 1. Objetivo O Comitê de Governança Corporativa e Gestão de Pessoas é um órgão acessório ao Conselho de Administração (CAD) da VIX

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Clima Organizacional Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Clima Organizacional Funcionário Feliz = Lucro maior Mais qualidade de vida no

Leia mais

Apresentação. Geek Educacional

Apresentação. Geek Educacional Apresentação Geek Educacional Geek Educacional 02 Geek Educacional 03 Geek Educacional A Geek Educacional é uma empresa especializada em pesquisas e desenvolvimento de soluções, que viabilizam um melhor

Leia mais

Implantação e Gestão de Política de RH

Implantação e Gestão de Política de RH Implantação e Gestão de Política de RH Ribeirão Preto 2012 Abordagens Pessoas / Gente Política de Recursos Humanos Resultados Esclarecimentos Sugestões Bibliográficas Base do Nosso Encontro O ÓBVIO: Pessoas

Leia mais

Diagnóstico e Gestão de TI; Modernização da Gestão de Pessoas; Desenvolvimento, Integração e Gerenciamento de Projetos de TI;

Diagnóstico e Gestão de TI; Modernização da Gestão de Pessoas; Desenvolvimento, Integração e Gerenciamento de Projetos de TI; Fundada em fevereiro de 2001, a ProBid é uma empresa formada por colaboradores com vasta experiência de mercado, especializada em Tecnologia da Informação, com foco estratégico no Setor Público e que utiliza

Leia mais

Clientes fidelizados e satisfeitos

Clientes fidelizados e satisfeitos GESTÃO DE PESSOAS NAS EMPRESAS CONTÁBEIS Uma abordagem prática O QUE TODO EMPRESÁRIO SONHA... Pessoas qualificadas, motivadas e produtivas Baixa rotatividade Clientes fidelizados e satisfeitos PLANEJAMENTO

Leia mais

COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS?

COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? 1 índice Introdução... 3 A importância da inovação para o RH... 5 Treinamentos: inovação com EAD... 11 O uso de novas tecnologias e metodologias...15 Conclusão... 20 2 Introdução

Leia mais

UNIVERSIDADE CEUMA PROCESSO SELETIVO MANUAL DO CANDIDATO

UNIVERSIDADE CEUMA PROCESSO SELETIVO MANUAL DO CANDIDATO UNIVERSIDADE CEUMA PROCESSO SELETIVO MANUAL DO CANDIDATO Este manual é para você que busca desenvolver seus potenciais. Venha ser um EMPRESÁRIO JÚNIOR MAS O QUE É UMA EMPRESA JÚNIOR? Uma empresa júnior

Leia mais

ADMINISTRAÇãO DE RECURSOS HUMANOS para farmácias

ADMINISTRAÇãO DE RECURSOS HUMANOS para farmácias ADMINISTRAÇãO DE RECURSOS HUMANOS para farmácias ADMINISTRAÇãO DE RECURSOS HUMANOS para farmácias SUMÁRIO 1. Introdução/ prefácio...9 2. O que faz o Gerente quando administra bem os Recursos Humanos da

Leia mais

3 MÉTODO. 3.1 Introdução

3 MÉTODO. 3.1 Introdução 53 3 MÉTODO 3.1 Introdução Neste capítulo será apresentado o método de pesquisa utilizado, esclarecendo o tipo de pesquisa realizado, método de coleta de dados, universo e amostra, tratamento dos dados

Leia mais

PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA?

PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA? Introdução PORQUE FAZER UMA PESQUISA DE CLIMA? Algumas pessoas que comandam organizações, ainda são muito resistentes a Pesquisas De Clima Organizacional; acreditam que é perda de tempo, e que esta pesquisa

Leia mais

Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul

Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul Marcelo De Nardi Porto Alegre, 04 de julho de 2011. CONTEXTUALIZAÇÃO Poder Judiciário no Contexto da Gestão Pública Nacional Processos

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

Pesquisa de Clima Organizacional

Pesquisa de Clima Organizacional Pesquisa de Clima Organizacional Não é necessário imprimir este documento. O objetivo é apenas para você tomar conhecimento do conteúdo de pesquisa, poder refletir e estimar o tempo de resposta antes de

Leia mais

INSTITUCIONAL CS Terceirização e Trabalho Temporário

INSTITUCIONAL CS Terceirização e Trabalho Temporário CS TERCEIRIZAÇÃO INSTITUCIONAL A CS Terceirização e Trabalho Temporário foi fundada em 2010 por profissionais que acompanham a evolução deste mercado há mais de 20 anos. Toda a experiência adquirida ao

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GOVERNANÇA, SISTEMAS E INOVAÇÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GOVERNANÇA, SISTEMAS E INOVAÇÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GOVERNANÇA, SISTEMAS E INOVAÇÃO MODELO DE GESTÃO Estratégia de Governança Digital 1. OBJETIVO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS

TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS TERMO DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DA INICIATIVA DIÁLOGO EMPRESAS E POVOS INDIGENAS (JULHO à DEZEMBRO DE 2017) I. Histórico e Contexto Em 2012, associações indígenas

Leia mais

Gestão efetiva de mercado em tempos de incerteza

Gestão efetiva de mercado em tempos de incerteza Gestão efetiva de mercado em tempos de incerteza Data e Local Turma 1: 07 e 08/10/2016 FDC, Campus RJ Turma 2: 2017 FDC, Campus SP Carga horária 16 horas Investimento R$ 3.500,00 Público-alvo Executivos

Leia mais

A Grow RH. êxito, qualidade e agilidade, garantindo a

A Grow RH. êxito, qualidade e agilidade, garantindo a A Grow RH Oriunda de um dos maiores grupos de RH do Brasil, a Grow RH atua há 13 anos na área de consultoria em Recursos Humanos. Temos como clientes empresas e profissionais de diversos segmentos e portes,

Leia mais

INTRODUÇÃO. Vamos lá? Então mãos à obra.

INTRODUÇÃO. Vamos lá? Então mãos à obra. INTRODUÇÃO Ter uma comunicação interna eficaz auxilia no desenvolvimento de uma cultura colaborativa e ajuda a alinhar os membros de uma organização às estratégias da empresa. Segundo estudo da Tower Watson,

Leia mais

HOME OFFICE MANAGEMENT CONTATO. Telefone: (11) A MELHOR FORMA DE TRABALHAR

HOME OFFICE MANAGEMENT CONTATO. Telefone: (11) A MELHOR FORMA DE TRABALHAR HOME OFFICE MANAGEMENT A MELHOR FORMA DE TRABALHAR www.homeoffice.com.br CONTATO Telefone: (11) 4321-2204 E-mail: contato@homeoffice.com.br /homeofficemanagement /homeofficemanagement /homeofficemanagement

Leia mais

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA Dado que as atividades de inovação podem estar tanto reunidas como espalhadas pelas mais diversas áreas da empresa, concentramos nossa atenção em quatro áreas: (1) Desenvolvimento, (2) Operações, (3) Administração,

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS PROFESSORES DA ACET

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS PROFESSORES DA ACET AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DOS PROFESSORES DA ACET Bruna C. Frighetto, Dionatan Falavigna, Jean C. Suzin, Joice C. Bernabé, Rogério A. Gomes. Resumo A Gestão da Qualidade de Vida no Trabalho (GQVT)

Leia mais

de tecnologia P A R A EM 2016

de tecnologia P A R A EM 2016 ^ TENDENCIAS de tecnologia P A R A + RH EM 2016 Panto O RH de hoje faz + - MAIS com menos A expansão das plataformas de avaliação nas últimas décadas transformou praticamente toda a gestão de RH das empresas.

Leia mais

Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica

Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica Refletir sobre o impacto da capacitação no aumento da produtividade. Identificar e discutir alternativas e soluções

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR Previsão de Ingresso: primeiro semestre de 2016 ESPM Unidade Sul Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Educação Executiva: (51) 3218-1380

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS SSD

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS SSD COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS SSD DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ SABER Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Gestão de Projetos. ENVIRONMENT & SUSTAINABILITY Marine Energy Business Assurance Transport & Infrastructures IFIs, Banks and Investors INNOVATION

Gestão de Projetos. ENVIRONMENT & SUSTAINABILITY Marine Energy Business Assurance Transport & Infrastructures IFIs, Banks and Investors INNOVATION Gestão de Projetos ENVIRONMENT & SUSTAINABILITY Marine Energy Business Assurance Transport & Infrastructures IFIs, Banks and Investors INNOVATION PERFIL DA EMPRESA RINA SERVICES S.p.A. é a empresa do RINA

Leia mais

Projeto de Fortalecimento de Capacidades para o DHL CNM/PNUD TERMO DE REFERÊNCIA (Nº )

Projeto de Fortalecimento de Capacidades para o DHL CNM/PNUD TERMO DE REFERÊNCIA (Nº ) Projeto de Fortalecimento de Capacidades para o DHL CNM/PNUD TERMO DE REFERÊNCIA (Nº 13.2010) REALIZAÇÃO DE OFICINAS TÉCNICAS PARA VALIDAÇÃO DA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADES DA SOCIEDADE CIVIL E ELABORAÇÃO

Leia mais

Primeiros Passos na Liderança Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Primeiros Passos na Liderança Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Estratégia de sustentabilidade

Estratégia de sustentabilidade Estratégia de sustentabilidade Fusão I Itaú + Unibanco Visão I Itaú Unibanco Perguntas norteadoras I 2010 - Itaú Unibanco 1 2 3 O que é Performance Sustentável e qual a relação entre Performance Sustentável

Leia mais

Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados.

Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados. Para o turista chegar e querer voltar, o empresário tem que querer melhorar. MEDE - Turismo: inovação e competitividade com foco em resultados. O MEDE é um plano de atendimento especializado do SEBRAE

Leia mais

Documento de Referência Programa Sebrae de Excelência

Documento de Referência Programa Sebrae de Excelência Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - Sebrae Documento de Referência Programa Sebrae de Excelência Brasília DF OBJETIVO Promover a cultura da excelência, a melhoria da gestão e o compartilhamento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA

TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO O objeto deste Termo de Referência é a contratação de serviços de consultoria especializada para a implantação de processos de modernização do atendimento presencial ao cidadão,

Leia mais

PESQUISA DA COMUNICAÇÃO INTERNA NO BRASIL

PESQUISA DA COMUNICAÇÃO INTERNA NO BRASIL PESQUISA DA COMUNICAÇÃO INTERNA NO BRASIL UMA ANÁLISE DA ÁREA EM 2017 Realização Panorama da Comunicação Interna no Brasil em 2017 SUMÁRIO SOBRE A PESQUISA TEMPO DE EXISTÊNCIA DA ÁREA PERFIL DAS EMPRESAS

Leia mais

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014

NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014 NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL 2014 WORKSHOPS CH DATA HORÁRIO INVESTIMENTO CONTEÚDO 1. Mudança nas relações com clientes em vendas. 2. Vendedor consultor: Gestor de negócio. 3. Planejamento em vendas.

Leia mais

adequadas ao contexto econômico-financeiro e institucional das empresas;

adequadas ao contexto econômico-financeiro e institucional das empresas; 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas do Sistema Eletrobrás, através da integração da logística de suprimento de bens e serviços, visando o fortalecimento de seu poder de compra

Leia mais

PALESTRANTE

PALESTRANTE PALESTRANTE Conexão Animal & Sucesso Pessoal Contrate o Palestrante que trará melhor RESULTADO para seu próximo evento! SOBRE O PALESTRANTE: Adriano Simões é médico veterinário e palestrante comportamental

Leia mais

SOMOS UM GRUPO DE AMIGAS E PARCEIRAS

SOMOS UM GRUPO DE AMIGAS E PARCEIRAS PROJETO CONEXÃO BOM DIA QUEM SOMOS? SOMOS UM GRUPO DE AMIGAS E PARCEIRAS Nossa escolha em trabalhar com Desenvolvimento HUMANO foi por acreditarmos na força dos vínculos, na capacidade das pessoas de criar

Leia mais

Business Partner em Recursos Humanos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Business Partner em Recursos Humanos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

NO QUE ACREDITAMOS. O esporte é uma forma de criar e contar histórias.

NO QUE ACREDITAMOS. O esporte é uma forma de criar e contar histórias. Quem Somos NO QUE ACREDITAMOS O esporte é uma forma de criar e contar histórias. Uma boa história é composta por personagens interessantes, situações envolventes e um relato que se espalha, multiplica.

Leia mais

Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital. A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato

Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital. A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital 1 2 3 4 A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato 1 Blueway Nossa organização Somos a Blueway, uma consultoria que atua na transformação organizacional

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: CST EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Missão A missão do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Universidade Estácio de Sá consiste em formar profissionais

Leia mais

Business Partner em RH: Planejamento Estratégico de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Business Partner em RH: Planejamento Estratégico de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Construindo um.. estratégico

Construindo um.. estratégico Construindo um RH. estratégico O RH nos dias de hoje O foco dos executivos está cada vez mais voltado para o capital humano e como ele pode impactar os resultados do negócio. 700 líderes de negócios de

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Individual - PDI Recursos Humanos

Plano de Desenvolvimento Individual - PDI Recursos Humanos Plano de Desenvolvimento Individual - PDI Recursos Humanos Joinville, Abril de 2014 0 Ciclo de Desempenho RECURSOS Definição de Objetivos/Metas Globais Fev/13 Desenvolvimento PDI Abr/14 Criação de Objetivos/

Leia mais

S E M A N A D O COACHING

S E M A N A D O COACHING Para que você possa aproveitar as oportunidades que o mercado de coaching oferece, você precisa conhecer as três leis para o sucesso A primeira lei: Se você quer diminuir seu esforço para vender, você

Leia mais

ESTRUTURA DE APRESENTAÇÃO BSC

ESTRUTURA DE APRESENTAÇÃO BSC BALANCED SCORECARD ESTRUTURA DE APRESENTAÇÃO BSC Contexto Histórico Origem do BSC Definição Como funciona? Perspectivas Por quê aplicar? Benefícios/ Contribuições Conclusão Referências BALANCED SCORECARD

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Unidade VI Planejamento Estratégico de TI. Luiz Leão

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Unidade VI Planejamento Estratégico de TI. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático 6.1 Governança de tecnologia da Informação 6.2 Planejamento e Controle da TI 6.3 O Papel Estratégico da TI para os Negócios 6.4

Leia mais

Proposta Coaching Executivo Líder Coach. Rafael Mendes

Proposta Coaching Executivo Líder Coach. Rafael Mendes Proposta Coaching Executivo Líder Coach Rafael Mendes Coach Rafael Mendes Graduado em Gestão de Recursos Humanos MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching Formação Internacional em Coaching pelo

Leia mais

CURSO BÁSICO [156 HORAS]

CURSO BÁSICO [156 HORAS] FGV/CLEAR ForMA O objetivo do ForMA, Curso Básico de Formação em Monitoramento e Avaliação, é proporcionar ao aluno um contato abrangente com todas as etapas inerentes a processos de avaliação de programas

Leia mais

A DMA Consultoria e Treinamento é uma empresa que preza pelo desenvolvimento humano e pessoal, focado em diversas áreas da organização e do indivíduo.

A DMA Consultoria e Treinamento é uma empresa que preza pelo desenvolvimento humano e pessoal, focado em diversas áreas da organização e do indivíduo. A DMA Consultoria e Treinamento é uma empresa que preza pelo desenvolvimento humano e pessoal, focado em diversas áreas da organização e do indivíduo. A DMA acredita que um profissional capacitado e potencializado

Leia mais

Boas Práticas de RH UnimedBH. Data: 3 de maio Local: OCEMG Júnia Marçal Rodrigues

Boas Práticas de RH UnimedBH. Data: 3 de maio Local: OCEMG Júnia Marçal Rodrigues Boas Práticas de RH UnimedBH Data: 3 de maio Local: OCEMG Júnia Marçal Rodrigues Unimed-BH em números 5.684 médicos cooperados Atuação 34 municípios na região metropolitana de BH 4.003 colaboradores diretos

Leia mais

P-02 Case Carrefour. Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem

P-02 Case Carrefour. Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem P-02 Case Carrefour Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem Assuntos de hoje 1. Quem é o Carrefour? 2. Por que este programa?

Leia mais

A Participação do PMO na Governança do Portfólio: Seleção e Gestão de Projetos Alinhados com a Estratégia do Negócio.

A Participação do PMO na Governança do Portfólio: Seleção e Gestão de Projetos Alinhados com a Estratégia do Negócio. A Participação do PMO na Governança do Portfólio: Seleção e Gestão de Projetos Alinhados com a Estratégia do Negócio Ronaldo Sachetto Agenda Tipos de PMO / Posicionamento na Estrutura Organizacional Participação

Leia mais

AULA 02 PLANEJAMENTO ESTATÍSTICO

AULA 02 PLANEJAMENTO ESTATÍSTICO AULA 02 PLANEJAMENTO ESTATÍSTICO DOCENTE : Cátia Cândida de Almeida DISCIPLINA: Estatística aplicada à Educação CURSO DE PEDAGOGIA UNESP MARÍLIA 2017 1 Índice 1) Introdução: Pesquisa científica 2) Planejamento

Leia mais

Treinamento de Green Belts em Lean Seis Sigma

Treinamento de Green Belts em Lean Seis Sigma Treinamento de Green Belts em Lean Seis Sigma 1 2 O Grupo Voitto Unidos pela visão de se tornar referência nacional na geração de diferencial competitivo pela educação coorporativa, o Grupo Voitto oferece

Leia mais

CLIENTE OCULTO: TÉCNICA DE PESQUISA E AVALIAÇÃO NO ATENDIMENTO.

CLIENTE OCULTO: TÉCNICA DE PESQUISA E AVALIAÇÃO NO ATENDIMENTO. CLIENTE OCULTO: TÉCNICA DE PESQUISA E AVALIAÇÃO NO ATENDIMENTO. Rosangela Aparecida Bueno 1 Rosangela Domaneschi Neves 2 RESUMO: O presente artigo relata a grande dificuldade que chefes ou supervisores

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 14/2016

RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 14/2016 RELATÓRIO DE AUDITORIA Nº 14/2016 Em consonância com o Plano Anual de Atividades de Auditoria Interna para o exercício de 2016 (PAINT 2016) e com as atividades definidas no Programa de Auditoria n o 25/2016,

Leia mais

E se sua Operação... Estruturasse e operacionalize melhor os processos? Fosse mais ágil e assertiva? Aumentasse a satisfação dos clientes?

E se sua Operação... Estruturasse e operacionalize melhor os processos? Fosse mais ágil e assertiva? Aumentasse a satisfação dos clientes? E se sua Operação... Fosse mais ágil e assertiva? Aumentasse a satisfação dos clientes? Tivesse a qualidade certificada? Estruturasse e operacionalize melhor os processos? Aumentasse a performance? Conheça

Leia mais

Av. Princesa Isabel, Fone (51) CEP Porto Alegre - RS - Brasil.

Av. Princesa Isabel, Fone (51) CEP Porto Alegre - RS - Brasil. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO - 2016/2018 Apresentação da Técnica de Planejamento Estratégico Adotada O Cremers estará em 2016 dando segmento na implantação de seu Planejamento Estratégico segundo a filosofia

Leia mais

Unidade: Planejamento de Marketing. Unidade I:

Unidade: Planejamento de Marketing. Unidade I: Unidade: Planejamento de Marketing Unidade I: 0 Unidade: Planejamento de Marketing Planejar é definir procedimentos de atuação com o objetivo de atingir determinada situação. No caso de um planejamento

Leia mais

TRATAMENTO E ACOMPANHAMENTO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES

TRATAMENTO E ACOMPANHAMENTO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES TRATAMENTO E ACOMPANHAMENTO DA PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS CLIENTES José Luis Costa (1) Administrador formado pela faculdade IPEP e Graduado em Tecnólogo em Gestão Pública, ingressou na Sanasa em 1994,

Leia mais

- DIVERSIDADE - A MUDANÇA EM CURSO NA AGENDA EMPRESARIAL

- DIVERSIDADE - A MUDANÇA EM CURSO NA AGENDA EMPRESARIAL CARTILHA DA DIVERSIDADE AMCHAM http://estatico.amcham.com.br/arquivos/2016 /diversidade-27-abr-2016.pdf - DIVERSIDADE - A MUDANÇA EM CURSO NA AGENDA EMPRESARIAL DEBORAH VIEITAS CEO American Chamber of

Leia mais

PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES?

PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES? PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES? Satisfação de Clientes Por que investir em satisfação de clientes? Satisfação de Clientes Satisfazer Clientes é... 1-8 Nota: 9-10 Processos Eficientes

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI do MEC

Planejamento Estratégico de TI do MEC Planejamento Estratégico de TI do MEC Merched Cheheb de Oliveira Diretor Diretoria de Tecnologia da Informação Secretaria Executiva Ministério da Educação MEC E mail: merched.oliveira@mec.gov.br Outubro

Leia mais