Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro Carlos Bertazzi

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro Carlos Bertazzi"

Transcrição

1 Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro 2016 Carlos Bertazzi

2 O que é? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, por meio do exercício das práticas, políticas, estrutura, processos e sistemas e, como resultado, a reação que recai sobre esta percepção.

3 Para que serve? É uma ferramenta que tem por foco: analisar o ambiente interno da Organização, através do levantamento de suas necessidades; mapear aspectos críticos que configuram o momento motivacional dos colaboradores, sejam seus pontos fortes, deficiências, expectativas e aspirações; definir e implementar planos de ação para melhoria do clima e da gestão de desempenho e resultados, alinhados à missão, visão, valores e cultura organizacional. Não existe uma Pesquisa de Clima padrão. Cada empresa tem a sua realidade, linguagem e cultura Organizacional.

4 Expectativas A empresa, ao tomar a iniciativa de mapear o clima organizacional, demonstra: que ouvir o colaborador e a sua opinião é importante para ela; elevação do índice de motivação e a crença na empresa; que a crença que os colaboradores depositam nela, deve ser retribuída pela devolutiva dos resultados apurados e como a empresa pode se comprometer a realizar como plano de ação de melhoria neste momento.

5 Como a Diretoria e os Gestores devem entendê-la Principais contribuições e valores agregados: Alinhar a cultura organizacional com estratégias de negócios e planos de ação; Melhorar processos de trabalho,de comunicação da empresa e de seus colaboradores; Proporcionar treinamento,desenvolvimento e crescimento profissional dos colaboradores; Melhorar os indicadores e respectivos resultados das áreas e da empresa; Diminuir o turn over; Promover um ambiente seguro de trabalho; Promover o crescimento e otimização das ações gerenciais e Ao dar foco nos clientes interno e externo, aumentar o seu nível de satisfação, tornando a empresa como referência de mercado.

6 O preparo da Diretoria e Gestores projeto piloto O Gestor tem grande responsabilidade como agente de mudança organizacional. O projeto piloto tem por objetivo: Testar se as percepções dos colaboradores e da Empresa estão alinhadas sob a mesma ótica de entendimento; Verificar o nível de praticidade desde o seu desenho, preenchimento, resposta e visão para o processo de feedback e Tendo o alinhamento com o planejamento estratégico de negócios da empresa, verificar a viabilidade sustentável de implementar planos de ação.

7 Planejando e definindo o que deve ser mapeado, medido e acompanhado pelo RH. Mapeamento do Clima Idade Ambiente de Trabalho Imagem da Empresa Sexo Integração e Relacionamento Processo de Decisão Tempo de Empresa Remuneração e Benefícios Condições Físicas de Trabalho Tempo no cargo atual Gestão da Liderança Trabalho em Equipe Nível de Escolaridade Atual Comunicação Interna Foco no Resultado Estado Civil Número de Pessoas na Família Oportunidade de Desenvolvimento Profissional Satisfação do Cliente Nível de comprometimento recíproco Clima de Diversidade Renda Familiar Nível de Satisfação em Trabalhar na Empresa Motivos que levam a deixar a Empresa

8 Desenhando o Fluxo da Pesquisa de Clima Organizacional Briefing com a Diretoria para alinhar o que deseja Definição dos temas a serem abordados Definição das questões que abordarão os temas e sua interrelação Definição do formato de coleta de dados Definição dos papéis e responsabilidades pelo processo e treinamento dos Monitores Alinhamento do processo de comunicação: começo-meio-fim Elaboração de projeto piloto aplicação, correção e validação Comunicação oficial: População Alvo forma de acesso, preenchimento e prazo Monitoramento permanente do processo e fechamento da janela de tempo Tabulação e análise dos dados Elaboração de relatórios analíticos, gráficos e recomendações Apresentação dos resultados para a Diretoria Decisão sobre a viabilidade de Planos de Ação o que pode ser realizado FEEDBACK: Devolutiva aos colaboradores Implementação dos planos aprovados pela Diretoria Monitoramento do Clima Organizacional

9 Preparando a Comunicação da Pesquisa - Esclarecimentos Convidar a todos para participarem da Pesquisa de Clima por meio dos canais formais de comunicação da empresa, de forma padronizada; Esclarecer sobre a necessidade de ouvir os colaboradores, de forma clara, transparente e com total sigilo e ética; Deixar claro que os dados serão tabulados, analisados e que receberão o feedback dos resultados; Comprometer-se a divulgar os possíveis Planos de Ação; Agradecer o empenho e participação no preenchimento das questões; Colocar-se à disposição para elucidar quaisquer dúvidas não abrangidas.

10 O questionário Exemplo de tema e pergunta analisando o conceito A elaboração de uma questão, requer uma reflexão profunda sobre o tendenciamento de resposta. Exemplo 1 Tema: Salário Considero meu salário adequado em comparação ao salário dos demais colaboradores da empresa. Discordo Totalmente Discordo Parcialmente Concordo Parcialmente Concordo Totalmente Considero meu salário adequado em comparação ao salário pago para o meu cargo no mercado. Ruim Regular Bom Ótimo

11 O questionário Exemplo de tema e pergunta analisando o conceito A elaboração de uma questão requer uma reflexão profunda sobre o tendenciamento de resposta. Exemplo 2 Tema: Benefícios Avalie o grau de satisfação em relação ao benefício concedido Totalmente Insatisfeito Parcialmente Insatisfeito Parcialmente Satisfeito Totalmente Satisfeito Não Utilizo Assistência Médica Vale refeição Área de Descanso Ruim Regular Bom Ótimo

12 A tabulação e análise dos dados A tabulação deve contemplar Análises estratificadas por; Por Competência Análise individual Por Equipe Por Departamento Por Área de Negócio Global da Empresa Observar a correlação entre perguntas, cujas respostas podem indicar : Tendências Incoerências Reforço da evidência

13 Diretoria e Rh na decisão do que fazer com os resultados Os resultados apurados fornecem indicadores reais de como está o clima de sua empresa. A princípio, podem aparecer muitos indicadores, mostrando necessidades, demandas, carências, etc. Dentro da capacidade da empresa em promover mudanças e melhorias, estas devem estar vinculadas a metas e resultados, devidamente apoiada pela Diretoria, Acionistas e todos os Gestores. Dentro deste cenário, é fundamental decidir sobre prioridades e ter o olhar para que o mais importante é dar o que realmente é necessário e ter retorno sobre o Investimento.

14 A devolutiva para os colaboradores - Feedback O texto retirado de uma pesquisa realizada na internet elucida em detalhes a questão do Feedback não só no processo de comunicação, mas principalmente no âmbito da Pesquisa de Clima Organizacional. Acesse o link abaixo e faça uma leitura completa.

15 MELHORIAS F A S E S Planos de Ação Remuneração e Benefícios Foco No Resultado Aprovação dentro do PEN Treinar, Desenvolver e Capacitar Pessoas Customização de Recursos Planejamento Comunicação Oportunidade de Carreira Execução Monitoramento da relação custo/benefício Gestão da Liderança Ambiente e Condições de Trabalho Comunicação Avaliação/Indicadores Retorno sobre o Investimento Revisão

16 Obrigado!

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PARA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL O que é Clima mesmo? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, através da vivência de práticas, políticas, estrutura,

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

Gestão de Cultura e Clima Organizacional

Gestão de Cultura e Clima Organizacional Gestão de Cultura e Clima Organizacional Professor Douglas Pereira da Silva 1 Muitas pessoas confundem cultura e clima organizacional. Apesar de os dois conceitos influenciarem diretamente no desempenho

Leia mais

Gestão de Cultura e Clima Organizacional

Gestão de Cultura e Clima Organizacional Gestão de Cultura e Clima Organizacional Professor Douglas Pereira da Silva 1 Muitas pessoas confundem cultura e clima organizacional. Apesar de os dois conceitos influenciarem diretamente no desempenho

Leia mais

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015

PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015 PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL 2015 COOPERATIVA GERAL Quantidade de colaboradores: 1146 Quantidade de Respondentes: 835 Percentual de participação: 73% Dr. João Damasceno Porto Diretor Administrativo

Leia mais

2. MODELO EVOLUCIONÁRIO Incerteza Adaptação aos ambientes interno e externo

2. MODELO EVOLUCIONÁRIO Incerteza Adaptação aos ambientes interno e externo 3 PARADIGMAS DE GESTÃO 1. MODELO RACIONAL Passos no desenvolvimento da estratégia 1. Definição da missão - Definir utilidade - Definir objetivos estratégicos 2. Análise SWOT - Análise interna - Previsão

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC-GO. Projeto Integrador

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC-GO. Projeto Integrador FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC-GO Projeto Integrador Curso: Gestão de Tecnologia da Informação Módulo I Matutino Disciplina: Tópicos Especiais em Administração Prof.: Itair Pereria Alunos: Valdivino de

Leia mais

Obtendo sucesso através da Gestão de Clima

Obtendo sucesso através da Gestão de Clima Obtendo sucesso através da Gestão de Clima Mais de 70% das grandes empresas aplicam instrumentos ligados a Gestão de Clima Organizacional. As pequenas e médias empresas tem aumentado cada vez mais a participação

Leia mais

A importância do Planejamento Financeiro. 30 de outubro 2009

A importância do Planejamento Financeiro. 30 de outubro 2009 A importância do Planejamento Financeiro 30 de outubro 2009 Agenda 1. Visão Geral 2. Tendências 3. 10 requisitos fundamentais 4. Conclusão Agenda 1. Visão Geral 2. Tendências 3. 10 requisitos fundamentais

Leia mais

Clientes fidelizados e satisfeitos

Clientes fidelizados e satisfeitos GESTÃO DE PESSOAS NAS EMPRESAS CONTÁBEIS Uma abordagem prática O QUE TODO EMPRESÁRIO SONHA... Pessoas qualificadas, motivadas e produtivas Baixa rotatividade Clientes fidelizados e satisfeitos PLANEJAMENTO

Leia mais

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE SEU AMBIENTE DE TRABALHO ATRAVÉS DA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL WILLIAM

Leia mais

PROGRAMAS DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS

PROGRAMAS DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS PROGRAMAS DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS Demonstrar as etapas na implantação e desenvolvimento de planos de cargos e salários. Como utilizar as ferramentas de cargos e salários Apresentar

Leia mais

Soluções para Estruturação de Plano de Cargos

Soluções para Estruturação de Plano de Cargos Towers Watson Soluções para Estruturação de Plano de Cargos Global Grading System (GGS) e Mapas de Carreira A abordagem para estruturação de plano de cargos da Towers Watson ajuda as organizações a gerenciar

Leia mais

Clima Organizacional

Clima Organizacional slide 1 Clima Organizacional Maria Cristina Bohnenberger cristin@feevale.br Conceitos de Clima organizacional É a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional que é percebida ou experimentada pelos

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais

V Fórum RH na Indústria Automobilística

V Fórum RH na Indústria Automobilística V Fórum RH na Indústria Automobilística APRESENTAÇÃO Fundação Instituto de Administração Educação Executiva, Acadêmica e Profissional Pesquisa Acadêmica e Gerencial Coordenação Guia Você S.A. Melhores

Leia mais

Gestão de Pessoas para

Gestão de Pessoas para III SEMINÁRIO DE GESTÃO DE PESSOAS: O DESAFIO DE LIDERAR E MOTIVAR EQUIPES DE SUCESSO Gestão de Pessoas para Resultados Luciano Lima 30/05/2012 MOTIVAÇÃO = MOTIVO PARA... As pessoas podem ter motivos diferentes

Leia mais

Resultados Gerais. 2 Estudo Latino-Americano de Tecnologia de Recursos Humanos

Resultados Gerais. 2 Estudo Latino-Americano de Tecnologia de Recursos Humanos Resultados Gerais 2 Estudo Latino-Americano de Tecnologia de Recursos Humanos O uso da tecnologia de Recursos Humanos nunca foi tão alto na América Latina. Quase 40% das empresas da região contam com uma

Leia mais

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015 Agenda: 28/09/2015 8:30 as 9:00 h Recepção dos participantes 9:00 as 11:00 h Eixo: Capacitação e Desenvolvimento 11:00 as 11:30 h Análise de Indicadores

Leia mais

PALESTRA 2: Como elaborar um Plano Diretor de Gestão de Pessoas. PALESTRANTE: Prof. Weskley Rodrigues - IBGP. Palestrante:

PALESTRA 2: Como elaborar um Plano Diretor de Gestão de Pessoas. PALESTRANTE: Prof. Weskley Rodrigues - IBGP. Palestrante: PALESTRA 2: Como elaborar um Plano Diretor de Gestão de Pessoas PALESTRANTE: Prof. Weskley Rodrigues - IBGP Palestrante: 2 Governança Planejamento Monitoramento Indicadores Resultados Valor público Governança

Leia mais

Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96

Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96 Hospital Privado Capital Fechado com fins lucrativos Geral e de Médio Porte Selado Qualidade Programa CQH desde 2008 Média e alta complexidade 96 leitos 19 leitos de UTI 5 Salas Cirúrgicas 300 Cirurgias/mês

Leia mais

CLIMA ORGANIZACIONAL EM UMA EMPRESA DO RAMO DE ENGENHARIA E PROJETOS DA CIDADE DE JI-PARANÁ 1

CLIMA ORGANIZACIONAL EM UMA EMPRESA DO RAMO DE ENGENHARIA E PROJETOS DA CIDADE DE JI-PARANÁ 1 CLIMA ORGANIZACIONAL EM UMA EMPRESA DO RAMO DE ENGENHARIA E PROJETOS DA CIDADE DE JI-PARANÁ 1 Guilherme Janes da Silva 2 Jéssica Tayller Alexandre 3 Letícia Fialho da Silva 4 Fernanda Miranda Cavalcante

Leia mais

Gestão do Desempenho. Gestão Estratégica de RH. Reter e engajar. Capacitar. Atrair 26/10/2016. Gestão do Desempenho. Recrutamento & Seleção

Gestão do Desempenho. Gestão Estratégica de RH. Reter e engajar. Capacitar. Atrair 26/10/2016. Gestão do Desempenho. Recrutamento & Seleção Gestão do Desempenho Ref.: Livro-texto, Cap. 8 Gestão Estratégica de RH Atrair Capacitar Reter e engajar Gestão do Desempenho Recrutamento & Seleção Treinamento & Desenvolvimento Recompensa 2 1 Avaliação

Leia mais

F U N D A M E N T O S D A G E S T Ã O D E T A L E N T O S

F U N D A M E N T O S D A G E S T Ã O D E T A L E N T O S F U N D A M E N T O S D A G E S T Ã O D E T A L E N T O S A gestão de talentos é um componente fundamental para o RH. Com o foco cada vez maior em pessoas, todos os profissionais de RH precisam entender

Leia mais

O profissional certo No cargo certo. O profissional certo no cargo certo

O profissional certo No cargo certo. O profissional certo no cargo certo O profissional certo No cargo certo O profissional certo no cargo certo Quem Somos? A Expertisi é uma empresa de consultoria e assessoria em recursos humanos e capacitação de pessoas com foco em Resultados

Leia mais

PLANO DE CARGOS FOCO NA ESTRATÉGIA E NOS PROCESSOS

PLANO DE CARGOS FOCO NA ESTRATÉGIA E NOS PROCESSOS 1 PLANO DE CARGOS FOCO NA ESTRATÉGIA E NOS PROCESSOS Missão Visão Valores Políticas Competências Estratégicas Gestores Contribuidores Individuais Competências Técnicas/funcionais Estratégia (Princípios

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO / 2017 EIXO 4 - Políticas de Gestão

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO / 2017 EIXO 4 - Políticas de Gestão Até o 5º Ano-Fund.I Do 6º ao 9º -Fund.II 1º ao 3º-Ensino Médio Superior-Cursando Superior-Concluído Pós-Cursando Pós-Concluída Mestrando ou mais SOLTEIRO CASADO DIVORCIADO SEPARADO Não Informou O PERFIL

Leia mais

Profª Valéria Castro V

Profª Valéria Castro V Profª Valéria Castro Críticas Sistemas tradicionais de mensuração de desempenho devido ao foco em medidas financeiras de curto prazo. Dificultam a criação de valor econômico para o futuro. BSC propõe o

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO / 2018 EIXO 4 - Políticas de Gestão

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO / 2018 EIXO 4 - Políticas de Gestão Até o 5º Ano-Fund.I Do 6º ao 9º -Fund.II 1º ao 3º-Ensino Médio Superior-Cursando Superior-Concluído Pós-Cursando Pós-Concluída Mestrando ou mais SOLTEIRO CASADO DIVORCIADO SEPARADO UNIÃO ESTÁVEL MORA JUNTO

Leia mais

Analista de Negócio 3.0

Analista de Negócio 3.0 Balanced Scorecard Introdução Podemos comparar o Planejamento Estratégico como um bussola que orienta e direciona a empresa a chegar ao seu destino (objetivo de longo prazo). AN V 3.0 [60] Rildo F Santos

Leia mais

Balanced ScoreCard Professor Flávio Toledo

Balanced ScoreCard Professor Flávio Toledo Balanced ScoreCard Professor Flávio Toledo www.masterjuris.com.br Origem do BSC Os primeiros estudos que deram origem ao Balanced Scorecard remontam a 1990, quando o Instituto Nolan Norton, uma unidade

Leia mais

Rev.: 02 Elaborado por: GT Política de Comunicação da Previnorte Aprovado por: DEX/RD nº 052/17 de 26/06/2017 Página 1 de 7

Rev.: 02 Elaborado por: GT Política de Comunicação da Previnorte Aprovado por: DEX/RD nº 052/17 de 26/06/2017 Página 1 de 7 Aprovado por: DEX/RD nº 052/17 de 26/06/2017 Página 1 de 7 1. Objetivos Orientar, coordenar e desenvolver as ações de comunicação organizacional da Previnorte, alinhadas aos planos e políticas institucionais,

Leia mais

TSP. - Toyota Sales Profile - Ferramenta para identificar o Perfil de Vendas Toyota

TSP. - Toyota Sales Profile - Ferramenta para identificar o Perfil de Vendas Toyota TSP - Toyota Sales Profile - Ferramenta para identificar o Perfil de Vendas Toyota Background 1. Mapeamento do Perfil Vendedor e Gerente de Vendas (competências Técnicas e Comportamentais), 2. Criação

Leia mais

PALESTRANTE

PALESTRANTE PALESTRANTE Conexão Animal & Sucesso Pessoal Contrate o Palestrante que trará melhor RESULTADO para seu próximo evento! SOBRE O PALESTRANTE: Adriano Simões é médico veterinário e palestrante comportamental

Leia mais

Soluções de Nivelamento de Cargos

Soluções de Nivelamento de Cargos Towers Watson Soluções de Nivelamento de Cargos Global Grading System (GGS) e Mapa de Carreira A abordagem sistemática da Towers Watson para nivelamento de cargos ajuda as organizações a gerenciar as

Leia mais

8/26/2018. Clima organizacional. Clima organizacional GRH. Clima e cultura organizacional. Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros

8/26/2018. Clima organizacional. Clima organizacional GRH. Clima e cultura organizacional. Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros GRH Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros Clima organizacional Conjunto de propriedades mensuráveis do ambiente de trabalho percebido, direta ou indiretamente pelos indivíduos que vivem e trabalham neste ambiente:

Leia mais

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho O QUE É O MODELO O Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho é uma ferramenta de diagnóstico e auto-avaliação que propõe às indústrias brasileiras uma reflexão

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

OBJETIVO PÚBLICO-ALVO PROGRAMA

OBJETIVO PÚBLICO-ALVO PROGRAMA Curso de Auditoria Interna, Controle Interno e Gestão de Riscos carga-horária: 16 horas OBJETIVO Fornecer aos participantes o conhecimento básico e bases técnicas e práticas fundamentais para que possam

Leia mais

Centro Universitário do Maranhão - UNICEUMA REITORIA

Centro Universitário do Maranhão - UNICEUMA REITORIA Página: 1 de 32 1) Você gosta do que faz? Não sabe 0% Muito 80% Pouco 3% Razoável 17% Página: 2 de 32 2) Você considera que o seu potencial de realização profissional tem sido adequadamente aproveitado?

Leia mais

Informações de Impressão

Informações de Impressão Questão: 72053 As funções próprias da gestão de pessoas nas organizações de direito público e de direito privado são reguladas por instrumentos jurídicos diferenciados estatutos de servidores públicos

Leia mais

Estratégia de sustentabilidade

Estratégia de sustentabilidade Estratégia de sustentabilidade Fusão I Itaú + Unibanco Visão I Itaú Unibanco Perguntas norteadoras I 2010 - Itaú Unibanco 1 2 3 O que é Performance Sustentável e qual a relação entre Performance Sustentável

Leia mais

Responsabilidade da Direção

Responsabilidade da Direção 5 Responsabilidade da Direção A gestão da qualidade na realização do produto depende da liderança da alta direção para o estabelecimento de uma cultura da qualidade, provisão de recursos e análise crítica

Leia mais

Favor indicar o departamento no qual opera: 19% Relações externas, Comunicação Estratégia e inovação Gestão de Risco Meio Ambiente, saúde e segurança

Favor indicar o departamento no qual opera: 19% Relações externas, Comunicação Estratégia e inovação Gestão de Risco Meio Ambiente, saúde e segurança Favor indicar o departamento no qual opera: 19% 6% Relações externas, Comunicação Estratégia e inovação Gestão de Risco Meio Ambiente, saúde e segurança N=16 75% Outros Outros: Recursos Humanos Área Administrativa

Leia mais

SLA Aplicado ao Negócio

SLA Aplicado ao Negócio SLA Aplicado ao Negócio Melhores Práticas para Gestão de Serviços Rildo Santos @rildosan rildo.santos@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br http://etecnologia.ning.com SLA V 51 Rildo F Santos (@rildosan)

Leia mais

PPODE - ESTRATÉGICO. Slide 1 BALANCED SCORECARD CRESCIMENTO PRODUTIVIDADE MAIS RESULTADOS. Ms. RICARDO RESENDE DIAS

PPODE - ESTRATÉGICO. Slide 1 BALANCED SCORECARD CRESCIMENTO PRODUTIVIDADE MAIS RESULTADOS. Ms. RICARDO RESENDE DIAS Slide 1 BALANCED SCORECARD PRODUTIVIDADE CRESCIMENTO MAIS RESULTADOS Ms. RICARDO RESENDE DIAS BALANCED SCORECARD Slide 2 BSC CONCEITO FINALIDADE APLICAÇÃO PRÁTICA ESTRATÉGIA - BSC Slide 3 Ativos Tangíveis

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 T&D e Estratégia de RH Treinamento & Desenvolvimento 3 4 Coaching & Mentoring Desenvolvimento de Lideranças 1 T&D e Estratégia de RH Relembrando... Os processos

Leia mais

Políticas Organizacionais

Políticas Organizacionais Políticas Organizacionais Versão 1.4 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 11/10/2012 1.0 Revisão das políticas EPG 26/11/2012 1.1 Revisão do Item de customização EPG 24/10/2013 1.2 Revisão

Leia mais

SUSTENTABILIDADE DOS COACHING EXECUTIVO

SUSTENTABILIDADE DOS COACHING EXECUTIVO SUSTENTABILIDADE DOS RESULTADOS NOS PROCESSOS DE COACHING EXECUTIVO Introdução O levantamento foi realizado entre os dias 18/09/2015 e 02/11/2015. Responderam ao questionário 21 profissionais de Recursos

Leia mais

Integrando Gestão de Pessoas à Gestão de Negócios

Integrando Gestão de Pessoas à Gestão de Negócios Nossa história Integrando Gestão de Pessoas 31 anos de existência Atua em 07 Estados + Distrito Federal 3355 colaboradores diretos Matriz RAO e 15 filiais 140 unidades de negócios 1300 colaboradores indiretos

Leia mais

Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico

Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico Por uma pesquisa de clima mais rica: saindo do padronizado em direção ao estratégico Este artigo visa contribuir com os processos de gestão de clima organizacional das empresas. Procuramos apresentar melhorias

Leia mais

Administração e Gestão de Pessoas

Administração e Gestão de Pessoas Administração e Gestão de Pessoas Aula Clima Organizacional Prof.ª Marcia Aires www.marcia aires.com.br mrbaires@gmail.com Clima Organizacional Funcionário Feliz = Lucro maior Mais qualidade de vida no

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento Resolução sistemática de problemas; Experiências realizadas por outros. Circulação de conhecimento; Garvin (1993) Experimentação;

Leia mais

Métodos contemporâneos para avaliação de desempenho

Métodos contemporâneos para avaliação de desempenho Métodos contemporâneos para avaliação de desempenho Gestão do desempenho Prof. Marco A. Arbex Gestão x avaliação O termo gestão do desempenho surge nos últimos anos como conceito alternativo para as técnicas

Leia mais

Profa. Cláudia Palladino. Unidade IV SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA

Profa. Cláudia Palladino. Unidade IV SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA Profa. Cláudia Palladino Unidade IV SUPRIMENTO DE MÃO DE OBRA Seleção, admissão e avaliação Nesta unidade vamos estudar: Seleção por competências; Processo Admissional; Avaliação do processo de recrutamento

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas. Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti As competências nas Problematizações das unidades de aprendizagem UNID 2.1 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Como o treinamento atua no desenvolvimento

Leia mais

BSC. deve contar a história da estratégia, começando. relacionando-se depois à seqüência de ações que precisam ser tomadas em relação aos

BSC. deve contar a história da estratégia, começando. relacionando-se depois à seqüência de ações que precisam ser tomadas em relação aos BSC Para KAPLAN & NORTON (1997), o Scorecard deve contar a história da estratégia, começando pelos objetivos financeiros a longo prazo e relacionando-se depois à seqüência de ações que precisam ser tomadas

Leia mais

02/12/2014. Aula 10. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B.

02/12/2014. Aula 10. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B. Aula 10 Gestão do Desempenho Agenda 1 Seminário 2 Gestão do Desempenho 1 Seminário 4 Getting 360-Degree Feedback Right Maury A. Peiperl Harvard Business Review, 2001. Gestão do Desempenho 2 Gestão Estratégica

Leia mais

Gestão de Pessoas Natura

Gestão de Pessoas Natura Seminário Internacional Em Busca da Excelência 2004 Gestão de Pessoas Natura Flavio Pesiguelo Natura 24/03/2004 Natura Maior empresa brasileira de cosméticos Nascida em 1969 Países em que atua: Brasil,

Leia mais

Case Capacitação e Desenvolvimento Melhores Práticas Gestão de Pessoas 2012

Case Capacitação e Desenvolvimento Melhores Práticas Gestão de Pessoas 2012 Case Capacitação e Desenvolvimento Melhores Práticas Gestão de Pessoas 2012 A UNIMED NOVA IGUAÇU Abrangência Nova Iguaçu Belford Roxo Japeri Mesquita Nilópolis São João de Meriti Queimados Paracambi Posição

Leia mais

CLIMA ORGANIZACIONAL

CLIMA ORGANIZACIONAL 11 novembro 2016 CLIMA ORGANIZACIONAL DEFINIÇÃO (1) É a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional, que é percebida ou experimentada pelos membros da organização e influencia o seu comportamento

Leia mais

Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas

Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas Aleksandra Pereira dos Santos Doutora em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações UnB Coordenadora-Geral de RH Previc

Leia mais

1º ENCONTRO INTERMUNICIPAL DE ESCOLAS DE GOVERNO DA REGIÃO DE SOROCABA

1º ENCONTRO INTERMUNICIPAL DE ESCOLAS DE GOVERNO DA REGIÃO DE SOROCABA 1º ENCONTRO INTERMUNICIPAL DE ESCOLAS DE GOVERNO DA REGIÃO DE SOROCABA A Avaliação de Desempenho em municípios paulistas, com destaque para o município de Tarumã Maria do Carmo M. T. Cruz Gestão de Pessoas

Leia mais

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti As competências nas Problematizações das unidades d de aprendizagem UNID 2.1 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Como o treinamento atua no desenvolvimento

Leia mais

de tecnologia P A R A EM 2016

de tecnologia P A R A EM 2016 ^ TENDENCIAS de tecnologia P A R A + RH EM 2016 Panto O RH de hoje faz + - MAIS com menos A expansão das plataformas de avaliação nas últimas décadas transformou praticamente toda a gestão de RH das empresas.

Leia mais

P-02 Case Carrefour. Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem

P-02 Case Carrefour. Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem P-02 Case Carrefour Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem Assuntos de hoje 1. Quem é o Carrefour? 2. Por que este programa?

Leia mais

Relatório de Gestão na forma de Relato Integrado

Relatório de Gestão na forma de Relato Integrado PROPLAN Diretoria de Informações Institucionais Relatório de Gestão na forma de Relato Integrado Jaciane do Carmo Ribeiro VII Encontro sobre Relatório de Gestão 07/12/2018 PRESTAÇÃO DE CONTAS É a demonstração

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso no. 224 aprovado pela Portaria Cetec 168, de 7 5 2013, publicada no Diário Oficial de 9 5 2013 Poder

Leia mais

CASE OXITENO. Orçamento e BSC

CASE OXITENO. Orçamento e BSC CASE OXITENO Orçamento e BSC Índice Introdução 02 Histórico: O Processo de mudança na forma de gestão do Grupo 03 A implementação do Balanced Scorecard na Oxiteno 04 O Orçamento no novo modelo de Gestão

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Agosto de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Apresentação do Programa Introdução a Governança

Leia mais

PÚBLICO-ALVO PROGRAMA

PÚBLICO-ALVO PROGRAMA Treinamento presencial: Auditoria Interna, Controle Interno e Gestão de Riscos OBJETIVO Fornecer aos participantes o conhecimento básico e bases técnicas e práticas fundamentais para que possam aplicar

Leia mais

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Aula 3: Fundamentos do comportamento humano nas organizações 1 Cultura organizacional Molda as relações humanas dentro das organizações Normas, valores e as crenças são componentes

Leia mais

Os servidores lotados na Reitoria da UTFPR, receberam neste dia 05/11/2015, às 14h30min, no Auditório, através do Prof. Carlos Eduardo Cantarelli, a

Os servidores lotados na Reitoria da UTFPR, receberam neste dia 05/11/2015, às 14h30min, no Auditório, através do Prof. Carlos Eduardo Cantarelli, a Os servidores lotados na Reitoria da UTFPR, receberam neste dia 05/11/2015, às 14h30min, no Auditório, através do Prof. Carlos Eduardo Cantarelli, a devolutiva com os resultados da Pesquisa de Clima Organizacional

Leia mais

BSC. Aula de hoje. Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico.

BSC. Aula de hoje. Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico. Planejamento Estratégico 6 BSC Balanced Scorecard Lígia Fascioni Aula de hoje O que é Balanced Scorecard Mapa estratégico Definição de indicadores Planejamento Estratégico MISSÃO VALORES VISÃO ESTRATÉGIA

Leia mais

Caso Unimed Circuito das Águas. Dra. Maristela Nogueira Leônidas Diretora Administrativa

Caso Unimed Circuito das Águas. Dra. Maristela Nogueira Leônidas Diretora Administrativa Caso Unimed Circuito das Águas Dra. Maristela Nogueira Leônidas Diretora Administrativa Agosto/2014 Objetivo: Abordar as principais práticas de gestão que levaram a cooperativa a conquistar o prêmio do

Leia mais

Remuneração estratégica. Entenda as vantagens de investir em políticas de remuneração variável (PLR)

Remuneração estratégica. Entenda as vantagens de investir em políticas de remuneração variável (PLR) Remuneração estratégica Entenda as vantagens de investir em políticas de remuneração variável (PLR) ÍNDICE Divida o seu conteúdo em capítulos e enumere as páginas dessa maneira Introdução Os desafios atuais

Leia mais

Por que gerir desempenho?

Por que gerir desempenho? Por que gerir desempenho? Introdução Gerir o desempenho é um processo que tem como objetivo principal o acompanhamento da performance individual, verificando como as pessoas fizeram o trabalho, como fazem

Leia mais

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC MEDIÇÃO DE DESEMPENHO VIA BSC Quais indicadores podem ser utilizados para avaliar um sistema operacional? Alguns Exemplos de Indicadores Qualidade; Eficiência Operacional; Grau de Inovação; Superávit;

Leia mais

19/07/2016. Aula 9. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B.

19/07/2016. Aula 9. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B. Aula 9 Gestão do Desempenho Agenda 1 Seminário 2 Gestão do Desempenho 1 Seminário 4 Getting 360-Degree Feedback Right Maury A. Peiperl Harvard Business Review, 2001. Gestão do Desempenho 2 Gestão Estratégica

Leia mais

Sem fronteiras para o conhecimento. Pacote Formação Especialista em Lean Manufacturing

Sem fronteiras para o conhecimento. Pacote Formação Especialista em Lean Manufacturing 1 Sem fronteiras para o conhecimento Pacote Formação Especialista em Lean Manufacturing 2 Seja um Especialista Lean Manufacturing O pacote de Formação de Especialista em Lean Manufacturing une a filosofia

Leia mais

GUIA PRÁTICO: APRENDA COMO REALIZAR A GESTÃO DE EQUIPES DE VENDAS

GUIA PRÁTICO: APRENDA COMO REALIZAR A GESTÃO DE EQUIPES DE VENDAS GUIA PRÁTICO: APRENDA COMO REALIZAR A GESTÃO DE EQUIPES DE VENDAS INTRODUÇÃO...3 PLANEJE AS ATIVIDADES DA EQUIPE...5 SEPARE A EQUIPE POR CATEGORIAS...9 PADRONIZE O PROCESSO DE VENDAS...11 REALIZE TREINAMENTOS...15

Leia mais

A Grow RH. êxito, qualidade e agilidade, garantindo a

A Grow RH. êxito, qualidade e agilidade, garantindo a A Grow RH Oriunda de um dos maiores grupos de RH do Brasil, a Grow RH atua há 13 anos na área de consultoria em Recursos Humanos. Temos como clientes empresas e profissionais de diversos segmentos e portes,

Leia mais

02 a 05 de junho de 2009 Expo Center Norte - SP. Eventos Oficiais:

02 a 05 de junho de 2009 Expo Center Norte - SP. Eventos Oficiais: 02 a 05 de junho de 2009 Expo Center Norte - SP Eventos Oficiais: 1 A Saúde Rompendo Paradigmas para o Crescimento Sustentável Dificuldades da Prestação de Serviços de Saúde devido à falta de Profissionais

Leia mais

Sumário. 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz Objetivos Abrangência Diretrizes...2

Sumário. 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz Objetivos Abrangência Diretrizes...2 Rede D Or São Luiz Sumário 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz...2 1.1. Objetivos...2 1.2. Abrangência...2 1.3. Diretrizes...2 Diretriz Econômica...2 Diretriz Social...3 Diretriz Ambiental...4

Leia mais

Avaliação de Desempenho Organizacional

Avaliação de Desempenho Organizacional Avaliação de Desempenho Organizacional O que é avaliar? Avaliar significa julgar alguma atitude ou atividade de forma qualitativa, podendo-se transcrever essa percepção com o auxílio de informações quantitativas

Leia mais

Matéria sobre a Pesquisa: de- rh-para

Matéria sobre a Pesquisa:  de- rh-para Matéria sobre a Pesquisa: www.isk.com.br/perspectivas-de de- rh-para para-2017 EmpresasParticipantes Perfil das Empresas Participantes 2% 23% Origem de Capital 37% Nacional Segmento de Atuação Multinacional

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTAL PO 900/03

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTAL PO 900/03 MANUAL DE ASSUNTOS GERAIS PO 900/03 ASSUNTO: SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTAL APROVAÇÃO: Deliberação DIREX nº 92, de 23/11/2017. Deliberação CONSAD nº 32, de 27/11/2017. VIGÊNCIA: 27/11/2017 POLÍTICA DE

Leia mais

RETENÇÃO DE TALENTOS

RETENÇÃO DE TALENTOS 1 de 8 Histórico de Revisão / Versões Data Versão/Revisões Descrição Autor 1.00 Proposta inicial FDS,TOV,MID, MD, FC 1 Objetivo Atrair e reter talentos, desenvolver competências dos profissionais através

Leia mais

Proposta Coaching de Carreira & Vocacional. Rafael Mendes

Proposta Coaching de Carreira & Vocacional. Rafael Mendes Proposta Coaching de Carreira & Vocacional Rafael Mendes Coach Rafael Mendes Graduado em Gestão de Recursos Humanos MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching Formação Internacional em Coaching

Leia mais

PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA NO VITÓRIA APART HOSPITAL. Estudo de Caso

PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA NO VITÓRIA APART HOSPITAL. Estudo de Caso PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA NO VITÓRIA APART HOSPITAL Estudo de Caso Sobre o Vitória Apart Hospital Institucional Desde a sua fundação, em 2001, o Vitória Apart Hospital atua com o objetivo de

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE APOIO. Gestão de Pessoas. Pós-Graduação em Finanças, Investimentos e Banking

APRESENTAÇÃO DE APOIO. Gestão de Pessoas. Pós-Graduação em Finanças, Investimentos e Banking APRESENTAÇÃO DE APOIO Gestão de Pessoas Pós-Graduação em Finanças, Investimentos e Banking Gestão estratégica de (?) ESTRATÉGICO CONTROLE ANOS 2000 Evolução de RH ANOS 1950 ü Carreiras sem fronteiras ü

Leia mais

Pesquisa de Clima Organizacional

Pesquisa de Clima Organizacional Pesquisa de Clima Organizacional As pessoas representam alto investimento para as organizações. É evidente que o sucesso de um empreendimento não depende somente da competência dos gestores em reconhecer

Leia mais

Você sabe como está a sua estratégia? Então mensure!

Você sabe como está a sua estratégia? Então mensure! Você sabe como está a sua estratégia? Então mensure! A estratégia empresarial e a gestão eficaz de pessoas têm sido muito debatidas nos últimos anos. Um estudo da Bain mostrou que a estratégia é um dos

Leia mais

Política de Planejamento Estratégico Sistema de Gestão da Qualidade

Política de Planejamento Estratégico Sistema de Gestão da Qualidade Página 1 de 5 1. OBJETIVO Definir diretrizes e regras para elaboração e revisão do Planejamento Estratégico da empresa. 2. DA APLICAÇÃO Esta política aplica-se a todas as áreas da empresa. 3. DOS DOCUMENTOS

Leia mais

I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade

I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade Anna Paula Rezende Diretora Executiva de Talentos & Sustentabilidade 17 de Novembro de 2015 Quem somos Uma

Leia mais

Módulo 7 Funcionamento de uma organização focada em estratégia, integração do BSC da organização com o BSC corporativo, como tornar a estratégia em

Módulo 7 Funcionamento de uma organização focada em estratégia, integração do BSC da organização com o BSC corporativo, como tornar a estratégia em Módulo 7 Funcionamento de uma organização focada em estratégia, integração do BSC da organização com o BSC corporativo, como tornar a estratégia em um processo contínuo, análise das métricas, elaboração

Leia mais

Planejamento Estratégico Utilizando o BSC - Balanced Scorecard

Planejamento Estratégico Utilizando o BSC - Balanced Scorecard Objetivos do curso Funcionamento de uma organização focada em estratégia, integração do BSC da organização com o BSC corporativo, como tornar a estratégia em um processo contínuo, análise das métricas,

Leia mais

XXXV Encontro Nacional de Dirigentes de Pessoal e Recursos Humanos das Instituições Federais de Ensino (ENDP)

XXXV Encontro Nacional de Dirigentes de Pessoal e Recursos Humanos das Instituições Federais de Ensino (ENDP) XXXV Encontro Nacional de Dirigentes de Pessoal e Recursos Humanos das Instituições Federais de Ensino (ENDP) GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Prof. Roberto Ruas PPGA/UNINOVE Introdução: - Importância do evento

Leia mais

GROUP EXECUTIVE COACHING

GROUP EXECUTIVE COACHING GROUP EXECUTIVE COACHING A QUEM É DESTINADO? Executivos C - Level Diretores / Alta gerência High potential (desenvolver habilidades de liderança) Recém promovidos (processo de transição) Profissionais

Leia mais