PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO"

Transcrição

1 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA APRENDIZAGEM ORGANIZACIONAL E PROFISSIONALIZAÇÃO DO LEGISLATIVO Código: Carga horária total: 30 horas/aula PROFESSORES Antônio Teixeira de Barros, Dr. Giovana Dal Bianco Perlin, Dra. Grupo de Pesquisa e Extensão: Antonio Teixeira de Barros - Coordenador do GPE.2.12 Interatividade, visibilidade e transparência: estratégias da Câmara dos Deputados para o aperfeiçoamento da democracia. Giovana Dal Bianco Perlin Coordenadora do GPE Gênero, Legística e Parlamento: estudo crítico generificado das proposições normativas em trâmite na Câmara dos Deputados. Currículo resumido: Antônio Teixeira de Barros, Dr. Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília (1999) com pós-doutoramento em Comunicação pela Universidade Fernando Pessoa, Portugal (2009). É docente do Mestrado em Poder Legislativo do Cefor, Analista Legislativo da Câmara dos Deputados. Atuação em pesquisas interdisciplinares que fazem interface com as seguintes áreas: Sociologia Política, Comunicação Pública e Democracia, Cultura Ambiental e Educação Política. Currículo completo: Giovana Dal Bianco Perlin, Dra. Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília (2006), Mestra em Psicologia (UnB ), Psicóloga (UnB ) e Bacharel em Psicologia (UnB ). É docente do Mestrado em Poder Legislativo do Cefor, Analista Legislativo da Câmara dos Deputados e Diretora de Igualdade de Gênero do Sindilegis (Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União). Atualmente realiza o pós doutorado no Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura do Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília. Áreas de atuação, estudo e pesquisa: Poder Legislativo, Teoria Geral dos Sistemas, Ciência Política, Gênero, conhecimento interdisciplinar no ensino superior. Currículo completo:

2 EMENTA Políticas de capacitação do servidor do legislativo. Aprendizagem Organizacional no Legislativo. Escolas de governo e universidades corporativas na profissionalização dos servidores do Parlamento. Gestão de Pessoas no Poder Legislativo: estudos de caso. OBJETIVOS GERAL E ESPECÍFICOS OBJETIVO GERAL Ao final da disciplina, espera-se que o estudante seja capaz de compreender as especificidades inerentes à aprendizagem e à profissionalização do Poder Legislativo. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 1. Identificar os principais problemas inerentes à capacitação das carreiras típicas de Estado, com ênfase nas carreiras do Poder Legislativo; 2. Compreender o processo de aprendizado individual e organizacional; 3. Compreender o papel da cultura como contexto da aprendizagem e da profissionalização; 4. Conhecer e analisar estratégias e tecnologias alternativas para a aprendizagem na gestão de pessoas nas carreiras típicas de Estado, notadamente no Poder Legislativo. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO I. Carreiras típicas e o problema do conhecimento especializado; II. Servidor do legislativo: especificidade do negócio e das competências necessárias III. Aprendizado: do elemento ao sistema a. Como se dão o aprendizado individual e o aprendizado organizacional b. Neuropsicologia do aprendizado c. A organização que aprende IV. O papel da cultura e o capital simbólico no Poder Legislativo a. Transmissão cultural do capital simbólico, endoculturação organizacional, habitus profissional e modos sociais de mobilização de saberes b. Cultura no Poder Legislativo V. Estratégias e tecnologias alternativas de aprendizagem na gestão de pessoas nas carreiras típicas de Estado, notadamente no Poder Legislativo a. Escolas de governo (EG) e universidades corporativas (UC) na profissionalização dos servidores do Parlamento b. Letramento político, formação de identidades e culturas profissionais c. Aprendizado no trabalho, socialização e construção social de carreiras d. Mentoring e aprendizagem on-the-job

3 MÉTODO O curso é composto por 7 encontros com a duração de 4 horas e 1 com a duração de 2 horas, destinado à apresentação da disciplina. Os encontros de 4 horas serão divididos nas seguintes etapas: 1. Fechamento das discussões da aula anterior, com apresentação dos papers produzidos pelos estudantes; 2. Lançamento do problema norteador da discussão da aula; 3. Discussão dos artigos recomendados, e de outros trazidos pelos estudantes, referentes ao tema da aula; 4. Síntese e conclusões acerca dos principais pontos da aula; 5. Diretrizes para a aula seguinte e acertos pedagógicos. No transcorrer do curso, os alunos produzirão, individualmente, para cada objetivo da disciplina, um paper, na forma de ensaio, segundo as normas da ABNT, com no mínimo 2 e no máximo 5 páginas. Os papers serão entregues nas aulas seguintes ao conteúdo apresentado e serão discutidos em grupo, como parte do fechamento do conteúdo da aula anterior. AVALIAÇÃO A avaliação será composta pela somatória das notas de 6 papers relativos ao conteúdo da aula imediatamente anterior à sua entrega. Os primeiros 5 trabalhos valem 1,5 pontos cada. O último trabalho vale 2,5 pontos, totalizando, o conjunto, 10 pontos. Os papers deverão tratar dos objetivos específicos e geral da disciplina, conforme abaixo: Paper 1: Principais problemas inerentes à capacitação das carreiras típicas de Estado, com ênfase nas carreiras do Poder Legislativo. Paper 2: O processo de aprendizado individual e organizacional. Paper 3: O papel da cultura como contexto da aprendizagem e da profissionalização. Papers 4 e 5: Estratégias e tecnologias alternativas para a aprendizagem na gestão de pessoas nas carreiras típicas de Estado, notadamente no Poder Legislativo. Paper 6: Especificidades inerentes à aprendizagem e à profissionalização do Poder Legislativo (ou tema aderente).

4 BIBLIOGRAFIA BÁSICA BORGES-ANDRADE, J.E; ABBAD, G.S.; MOURÃO, L. Treinamento, desenvolvimento e educação em organizações e trabalho. Porto Alegre: Artmed, BOURDIEU, P. O capital social: notas provisórias. In: CATANI, A. & NOGUEIRA, M. A. (Orgs.) Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, COSSON, Rildo. Escolas do legislativo, escolas de democracia. Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, Disponível em: TARAPANOFF, K. (org.) Aprendizado organizacional: fundamentos e abordagens multidisciplinares. Vol. 1. Curitiba: Ibpex, BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR ANTONELLO, Claudia Simone. Aprendizagem na ação revisitada e sua relação com a noção de competência. Comport. Organ. Gest. [online]. 2006, vol.12, n.2, pp BELLIER, Sandra. A competência. In: Carré e Caspar (orgs.), Tratado das Ciências e das Técnicas da Formação. Lisboa, Instituto Piaget, 2003, pp BRASIL. Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado. A Nova política de recursos humanos. Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado: Brasília: MARE, (Cadernos MARE da reforma do estado; cap. 11). CARIA, Telmo H. Os saberes que fluem das profissões instituídas. Actas do Ciclo de Conferências: Experiências Fluídas Carreira e Precarização. Braga, Núcleo de Estudos em Sociologia do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho, COELHO JUNIOR, Francisco Antonio and MOURAO, Luciana. Suporte à aprendizagem informal no trabalho: uma proposta de articulação conceitual. RAM, Rev. Adm. Mackenzie [online]. 2011, vol.12, n.6, pp GAETANI, Fransisco. Capacitação de recursos humanos no serviço público: problemas e impasses. Brasília: ENAP, PAULA, Giovana Romero; BEBER, Bárbara Costa; BAGGIO, Sandra Boschi e PETRY, Tiago. Neuropsicologia da aprendizagem. Rev. psicopedag. [online]. 2006, vol.23, n.72, pp PEREIRA, Fernando. Saber Profissional. Coimbra, Almedina, 2005, pp

5 ROSSETTI, Adroaldo et al. A organização baseada no conhecimento: novas estruturas, estratégias e redes de relacionamento. Ci. Inf. [online]. 2008, vol.37, n.1, pp ROWLAND, Kimberly Nicole. E-Mentoring: An Innovative Twist to Traditional Mentoring. Journal of Technology Management & Innovation [online]. 2012, vol.7, n.1, pp SILVA, Carlos Roberto Ernesto da. Orientação Profissional, mentoring, coaching e counseling: Algumas singularidades e similaridades em práticas. Rev. bras. orientac. prof [online]. 2010, vol.11, n.2, pp TARAPANOFF, K. (org.) Aprendizado organizacional: contexto e propostas. Vol. 2. Curitiba: Ibpex, VIEIRA, Fábio Henrique Antunes and FRANCISCO, Antonio Carlos de. Etapas da implementação da educação corporativa e seus impactos em empresas brasileiras: um estudo multicaso. Prod. [online]. 2012, vol.22, n.2, pp Epub, Apr. 12, 2012.

6 CRONOGRAMA PREVISTO Aula Data Carga horária Conteúdo Leituras 1 2h Apresentação da disciplina h 3 4h 4 4h Carreiras típicas e o problema do conhecimento especializado; Servidor do legislativo: especificidade do negócio e das competências necessárias Aprendizado: do elemento ao sistema 1. Como se dão o aprendizado individual e o aprendizado organizacional 2. neuropsicologia do aprendizado 3.a organização que aprende O papel da cultura e o capital simbólico no Poder Legislativo 1. Transmissão cultural do capital simbólico, endoculturação organizacional, habitus profissional e modos sociais de mobilização de saberes 2. Cultura no Poder Legislativo BRASIL. Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado. A Nova política de recursos humanos / Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado: Brasília: MARE, p. (Cadernos MARE da reforma do estado; c. 11). GAETANI, Fransisco. Capacitação de recursos humanos no serviço público: problemas e impasses. Brasília: ENAP, PAULA, Giovana Romero; BEBER, Bárbara Costa; BAGGIO, Sandra Boschi e PETRY, Tiago. Neuropsicologia da aprendizagem. Rev. psicopedag. [online]. 2006, vol.23, n.72, pp ISSN ROSSETTI, Adroaldo et al. A organização baseada no conhecimento: novas estruturas, estratégias e redes de relacionamento. Ci. Inf. [online]. 2008, vol.37, n.1, pp CHOO, C.W. Aprendizado como inteligência organizacional. Em TARAPANOFF, K. (org.) Aprendizado organizacional: fundamentos e abordagens multidisciplinares. Vol. 1. Curitiba: Ibpex, pp BOURDIEU, P. O capital social: notas provisórias. In: CATANI, A. & NOGUEIRA, M. A. (Orgs.) Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, COSTA, S.P.M. Cultura Organizacional nas empresas e nas instituições. Em TARAPANOFF, K. (org.) Aprendizado organizacional: fundamentos e abordagens multidisciplinares. Vol. 1. Curitiba: Ibpex, pp

7 5 4h 6 4h Estratégias e tecnologias alternativas de aprendizagem na gestão de pessoas nas carreiras típicas de Estado, notadamente no Poder Legislativo 1. Escolas de governo (EG) e universidades corporativas (UC) na profissionalização dos servidores do Parlamento 2. Letramento político, formação de identidades e culturas profissionais 3. Aprendizado no trabalho, socialização e construção social de carreiras 4. Mentoring e aprendizagem on-the-job VIEIRA, Fábio Henrique Antunes and FRANCISCO, Antonio Carlos de. Etapas da implementação da educação corporativa e seus impactos em empresas brasileiras: um estudo multicaso. Prod. [online]. 2012, vol.22, n.2, pp Epub. Apr 12, TARAPANOFF, K. e ALVARES, L. Educação corporativa. Em TARAPANOFF, K. (org.) Aprendizado organizacional: contexto e propostas. Vol. 2. Curitiba: Ibpex, pp ANTONELLO, Claudia Simone. Aprendizagem na ação revisitada e sua relação com a noção de competência. Comport. Organ. Gest. [online]. 2006, vol.12, n.2, pp SILVA, Carlos Roberto Ernesto da. Orientação Profissional, mentoring, coaching e counseling: Algumas singularidades e similaridades em práticas. Rev. bras. orientac. prof [online]. 2010, vol.11, n.2, pp ROWLAND, Kimberly Nicole. E-Mentoring: An Innovative Twist to Traditional Mentoring. Journal of Technology Management & Innovation [online]. 2012, vol.7, n.1, pp ISSN h 8 4h Conclusões da disciplina Apresentação dos papers finais Fechamento da disciplina COELHO JUNIOR, Francisco Antonio and MOURAO, Luciana. Suporte à aprendizagem informal no trabalho: uma proposta de articulação conceitual. RAM, Rev. Adm. Mackenzie [online]. 2011, vol.12, n.6, pp ISSN O cronograma está sujeito a alterações.

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA Seminário de Trabalho de Conclusão

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso ADMINISTRAÇÃO Disciplina

Leia mais

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA Gestão de Pessoas no Legislativo Código:

Leia mais

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA Análise Qualitativa Aplicada a Estudos

Leia mais

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA Seminário de Trabalho de Conclusão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE PLANO DE ENSINO Curso: "Formação Continuada de Professores da UFCSPA Carga horária: 30 horas/aula Docentes responsáveis: Márcia Rosa da Costa e

Leia mais

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas:

3.2. Os projetos de pesquisa e de extensão deverão, necessariamente, referir-se ao Poder Legislativo e ser vinculados às seguintes linhas temáticas: CÂMARA DOS DEPUTADOS DIRETORIA-GERAL DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO FORMAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA E EXTENSÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14,

Leia mais

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA ESTRUTURA DO LEGISLATIVO Código: Carga

Leia mais

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA Instrumentos de Pesquisa em Ciências

Leia mais

X Encontro Nacional de Escolas de Governo

X Encontro Nacional de Escolas de Governo X Encontro Nacional de Escolas de Governo Painel Cursos de pós-graduação nas escolas de governo A experiência da Enap na oferta de cursos de pós-graduação lato sensu Carmen Izabel Gatto e Maria Stela Reis

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

FERNANDO DE OLIVEIRA VIEIRA

FERNANDO DE OLIVEIRA VIEIRA DISCIPLINA PROFESSOR Objetivos Ementa Estrutura do curso e metodologia Qualificações do Instrutor UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL

Leia mais

Mestrado em Educação Superior Menção Docência Universitária

Mestrado em Educação Superior Menção Docência Universitária Apresentação Mestrado em Educação Superior Menção Docência Universitária A Vice-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pósgraduação da Universidad Arturo Prat del Estado de Chile, ciente da importância dos estudos

Leia mais

Reflexões sobre a Política de Capacitação na Administração Pública Federal. Brasília Julho 2009

Reflexões sobre a Política de Capacitação na Administração Pública Federal. Brasília Julho 2009 Reflexões sobre a Política de Capacitação na Administração Pública Federal Brasília Julho 2009 Mudanças que ocorrem no comportamento do indivíduo, não resultantes unicamente da maturação, mas de sua interação

Leia mais

Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia

Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia Currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia 1. Componentes curriculares O currículo do Curso de Licenciatura em Filosofia engloba as seguintes dimensões. 1.1. Conteúdos de natureza teórica Estes conteúdos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA Ementário Relações Interpessoais e Ética Profissional Concepções sobre o Processo Inter-relacional no Trabalho; Competência Interpessoal; Qualidade de Vida no

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Carga Horária: 460h Período de Duração: 12 meses (01 ano) Objetivos:

Leia mais

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Câmpus de Bauru PLANO DE DISCIPLINA

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Câmpus de Bauru PLANO DE DISCIPLINA PLANO DE DISCIPLINA 1. UNIDADE: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação 2. PROGRAMA: Pós-graduação em Televisão Digital: Informação e Conhecimento 3. NÍVEL: Mestrado Profissional 4. ÁREA DE CONCENTRAÇÃO:

Leia mais

Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil

Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil ARTIGO Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil AUTORES Vera Lúcia Garcia Dra. em Distúrbios da Comunicação Humana

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação?

PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? PÓS-GRADUAÇÃO CAIRU O QUE VOCÊ PRECISA SABER: Por que fazer uma pós-graduação? O mercado do trabalho está cada vez mais exigente. Hoje em dia, um certificado de pós-graduação é imprescindível para garantia

Leia mais

REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO

REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO PEDAGOGO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL: ARTICULANDO OS SABERES DO DOCENTE E DO PEDAGOGO BACHETI, Luciane Serrate Pacheco, FERNANDES, Márcia Alessandra de Souza, SILVA, Maria Izabel

Leia mais

2- PÚBLICO ALVO. Página 1 de 8 CURSO PRÁTICO FORMAÇÃO DE CONSULTORES EMPRESARIAIS. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

2- PÚBLICO ALVO. Página 1 de 8 CURSO PRÁTICO FORMAÇÃO DE CONSULTORES EMPRESARIAIS. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi 1- Objetivo Geral Capacitar profissionais para o exercício da consultoria empresarial com qualidade, possibilitando assim um melhor atendimento as demandas das empresas paraenses por estes serviços. Disseminar

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

ESTÁGIO DOCENTE DICIONÁRIO

ESTÁGIO DOCENTE DICIONÁRIO ESTÁGIO DOCENTE Ato educativo supervisionado realizado no contexto do trabalho docente que objetiva a formação de educandos que estejam regularmente frequentando cursos e/ou programas de formação de professores

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO ANEXO I. PROJETO DE CURTA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do

Leia mais

OFICINAS DE REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR REFLEXÕES SOBRE O ENSINO MÉDIO INTEGRADO A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E A AÇÃO DOCENTE

OFICINAS DE REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR REFLEXÕES SOBRE O ENSINO MÉDIO INTEGRADO A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E A AÇÃO DOCENTE OFICINAS DE REESTRUTURAÇÃO CURRICULAR REFLEXÕES SOBRE O ENSINO MÉDIO INTEGRADO A EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E A AÇÃO DOCENTE NASCIMENTO, Elaine Cristina Universidade Tecnológica Federal do Paraná AMORIM, Mário

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA

PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA CÓDIGO: CARGA HORÁRIA: 80 DISCIPLINA: POLÍTICA, PLANEJAMENTO E GESTÃO ESCOLAR CRÉDITOS: 04 PRÉ - REQUISITO: DEPARTAMENTO: EDUCAÇÃO FÍSICA EMENTA: Estudo das

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL Código: ADM-113 Pré-requisito: - Período Letivo: 2013.2 Professor:

Leia mais

Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI. Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto

Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI. Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto 1 Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI Professor Doutor Marcos T. Masetto Objetivos Desenvolver competências

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Introdução à Pedagogia Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) A disciplina se constitui como

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO 2010 Programa: Pós-Graduação stricto sensu em Educação/PPGE Área de Concentração: Sociedade,

Leia mais

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO Não é possível exibir esta imagem no momento. CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

Leia mais

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PROJETO PEDAGÓGICO

CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA PROJETO PEDAGÓGICO Campo Limpo Paulista 2012 1 CURSO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA Marcos Legais Resolução CNE CES 1 2002 Resolução CNE

Leia mais

Plano de Ensino Docente

Plano de Ensino Docente Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO Organograma da Administração Pública Municipal de Curitiba Descentralização da Estrutura MAPA DAS REGIONAIS Instituto Municipal de Administração Pública Missão Desenvolver,

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

1- Apoiar a construção coletiva e a implementação do Plano Municipal de Educação. 2 - Educação Inclusiva

1- Apoiar a construção coletiva e a implementação do Plano Municipal de Educação. 2 - Educação Inclusiva Projeto do Plano Conferência Projeto realizado Conferência realizada Elaborar o Plano com ampla participação dos setores da sociedade Realizar a Conferência com a participação de todos os setores da sociedade

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO ESCOLAR (Ênfase em Coordenação Pedagógica) PROJETO PEDAGÓGICO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO ESCOLAR (Ênfase em Coordenação Pedagógica) PROJETO PEDAGÓGICO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO ESCOLAR (Ênfase em Coordenação Pedagógica) PROJETO PEDAGÓGICO Campo Limpo Paulista 2012 1 CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM GESTÃO ESCOLAR Marcos Legais Resolução

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Gerencial. Brasília, Maio de 2014

Programa de Desenvolvimento Gerencial. Brasília, Maio de 2014 Programa de Desenvolvimento Gerencial Brasília, Maio de 2014 A Embrapa Missão Viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação para a sustentabilidade da agricultura em benefício da sociedade

Leia mais

PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA

PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA PROFESSORES DO CURSO DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA: CONHECENDO A CONSTITUIÇÃO DE SEUS SABERES DOCENTES SILVA, Daniela C. F. Barbieri Programa de Pós-Graduação em Educação Núcleo: Formação de professores UNIMEP

Leia mais

Concepções e qualidade da Educação Superior a Distância : a experiência da Universidade Aberta do Brasil- UAB.

Concepções e qualidade da Educação Superior a Distância : a experiência da Universidade Aberta do Brasil- UAB. Concepções e qualidade da Educação Superior a Distância : a experiência da Universidade Aberta do Brasil- UAB. Profa. Dra. Nara Maria Pimentel Diretora de Ensino de Graduação da UnB Presidente do Fórum

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - 040 Curso: Psicologia Núcleo Temático:Psicologia e Saúde Coletiva Disciplina:Psicologia Escolar I Professor(es): Marcos Vinícius de Araújo

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INTERNO E EXTERNO PARA PEDAGOGIA. N 2015/05 18 de NOVEMBRO A 10 DE DEZEMBRO

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INTERNO E EXTERNO PARA PEDAGOGIA. N 2015/05 18 de NOVEMBRO A 10 DE DEZEMBRO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO INTERNO E EXTERNO PARA PEDAGOGIA N 2015/05 18 de NOVEMBRO A 10 DE DEZEMBRO Dispõe sobre o TESTE SELETIVO INTERNO E EXTERNO para PROFESSOR integrante da carreira docente das

Leia mais

A influência das Representações Sociais na Docência no Ensino Superior

A influência das Representações Sociais na Docência no Ensino Superior A influência das Representações Sociais na Docência no Ensino Superior Eixo temático 2: Formação de professores e cultura digital ZAIDAN, Lílian Araújo Ferreira 1 VIEIRA, Vânia Maria de Oliveira 2 No ensino

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança

Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e Liderança Apresentação CAMPUS IGUATEMI Inscrições em Breve Turma 02 --> *Alunos matriculados após o início das aulas poderão cursar as disciplinas já realizadas,

Leia mais

Inscrições Abertas. Dia e horário das aula: Sexta-Feira 18h30 às 22h30 Quinzenal Sábado 08h30 às 17h30 Quinzenal

Inscrições Abertas. Dia e horário das aula: Sexta-Feira 18h30 às 22h30 Quinzenal Sábado 08h30 às 17h30 Quinzenal MBA Recursos Humanos Inscrições Abertas Dia e horário das aula: Sexta-Feira 18h30 às 22h30 Quinzenal Sábado 08h30 às 17h30 Quinzenal Carga horária: 600 Horas Duração: 24 meses *As informações podem sofrer

Leia mais

Resolução SE 21, de 28-4-2014. Institui o Programa Novas Tecnologias Novas Possibilidades

Resolução SE 21, de 28-4-2014. Institui o Programa Novas Tecnologias Novas Possibilidades Resolução SE 21, de 28-4-2014 Institui o Programa Novas Tecnologias Novas Possibilidades A Secretária Adjunta, Respondendo pelo Expediente da Secretaria da Educação, tendo em vista o disposto no inciso

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA:2013 EMENTA OBJETIVOS

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA:2013 EMENTA OBJETIVOS EIXO TECNOLÓGICO:Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Física FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC GRUPOS DE TRABALHO EIXO 01 ENSINO RELIGIOSO, PASTORAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL GT: ENSINO RELIGIOSO NA ESCOLA CATÓLICA Ementa: A identidade do ensino religioso

Leia mais

Pós-graduação Psicologia

Pós-graduação Psicologia Pós-graduação Psicologia Pós-graduação - Lato Sensu Os cursos de Pós-graduação da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo têm como objetivos a formação de docentes, pesquisadores e profissionais

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase. Disciplina 0004117A - Didática da Matemática

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1503 - Licenciatura em Matemática. Ênfase. Disciplina 0004117A - Didática da Matemática Curso 1503 - Licenciatura em Matemática Ênfase Identificação Disciplina 0004117A - Didática da Matemática Docente(s) Marisa da Silva Dias Unidade Faculdade de Ciências Departamento Departamento de Educação

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO PLANO DE ENSINO. Modalidade de Ensino: Componente Curricular:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO PLANO DE ENSINO. Modalidade de Ensino: Componente Curricular: 1 IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Química Componente Curricular: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO PLANO DE ENSINO Estrutura e Funcionamento da Educação Básica Área:

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso ADMINISTRAÇÃO Disciplina

Leia mais

CARGO: PROFESSOR Síntese de Deveres: Exemplo de Atribuições: Condições de Trabalho: Requisitos para preenchimento do cargo: b.1) -

CARGO: PROFESSOR Síntese de Deveres: Exemplo de Atribuições: Condições de Trabalho: Requisitos para preenchimento do cargo: b.1) - CARGO: PROFESSOR Síntese de Deveres: Participar do processo de planejamento e elaboração da proposta pedagógica da escola; orientar a aprendizagem dos alunos; organizar as atividades inerentes ao processo

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO. MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias Coordenação Acadêmica: Maria Elizabeth Pupe Johann 1 OBJETIVOS: Objetivo Geral: - Promover o desenvolvimento

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

Gestão do Conhecimento

Gestão do Conhecimento e do Capital Intelectual Anhanguera Educacional Unidade FACNET Curso: MBA em Gestão de Pessoas Disciplina: Aula 01 08/02/2014 Professor: Rodrigo Porto Agenda 1º encontro 08/02/2014 Parte 1 Curso e Apresentações

Leia mais

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CÓDIGO: EDU111 DISCIPLINA: POLÍTICA E GESTÃO EDUCACIONAL CARGA HORÁRIA: 60h EMENTA: Estudo da natureza

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Paraná Programa de Pós-Graduação em Educação- Mestrado Linha de Pesquisa Teoria e Prática Pedagógica na Formação de Professores FORMAÇÃO CONTINUADA NOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Paradigmas de Organização Escolar: pressupostos teóricos e práticos. Administração/gestão escolar: teorias e tendências atuais no Brasil. A escola concebida e organizada a partir das Diretrizes

Leia mais

Aprendizagem da Matemática: um estudo sobre Representações Sociais no curso de Administração

Aprendizagem da Matemática: um estudo sobre Representações Sociais no curso de Administração Aprendizagem da Matemática: um estudo sobre Representações Sociais no curso de Administração Eixo temático 2: Formação de professores e cultura digital SALERNO, Daniela Prado 1 VIEIRA, Vania Maria de Oliveira

Leia mais

Curso de Especialização Docente em Educação Ambiental (Lato Sensu)

Curso de Especialização Docente em Educação Ambiental (Lato Sensu) Curso de Especialização Docente em Educação Ambiental (Lato Sensu) O Curso de Especialização Docente em Educação Ambiental (Lato Sensu) é fruto de uma Dissertação desenvolvida no Programa de Pós-Graduação

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR 2011/2012. Designação Didática da Informática IV

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR 2011/2012. Designação Didática da Informática IV FICHA DE UNIDADE CURRICULAR 2011/2012 Designação Didática da Informática IV Docente(s) (Indicar também qual o docente responsável pela U.C.) João Filipe Matos João Manuel Piedade Descrição geral (Horas

Leia mais

GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP

GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP PROGRAMA GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP 2014 PROGRAMA GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP INTRODUÇÃO A Pró-reitoria de graduação (PROGRAD), a Câmara Central de Graduação (CCG), o Núcleo de Educação à Distância

Leia mais

Palavras-chave: Currículo. Educação Infantil. Proposta Curricular. Políticas Curriculares.

Palavras-chave: Currículo. Educação Infantil. Proposta Curricular. Políticas Curriculares. REFORMULAÇÃO DA PROPOSTA CURRICULAR PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL NO MUNICÍPIO DE SANTA RITA/PB: o processo de formulação das políticas BARROS, Maria Cristitna de Oliveira Bezerra 1 AMORIM, Ana Luisa Nogueira

Leia mais

Planejamento de Atividades a Distância em Cursos Presenciais

Planejamento de Atividades a Distância em Cursos Presenciais Planejamento de Atividades a Distância em Cursos Presenciais Ricardo Carvalho Rodrigues Faculdade Sumaré Duração: 6 horas Planejamento de Atividades a Distância em Cursos Presenciais Ricardo Carvalho Rodrigues

Leia mais

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM Fevereiro DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM 2 ÍNDICE PLANO ESTRATÉGICO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO... 3 Apresentação... 3 Missão... 4 Visão de Futuro... 4 Valores... 4 PERSPECTIVAS...

Leia mais

ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 12

ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 12 ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS MÓDULO 12 Índice ANEXO 1: Projeto para Implantação de um Novo Curso de Mestrado em uma Instituição de Ensino Superior....3 1. Introdução...3 2. Justificativa do projeto...3

Leia mais

Estado da Arte: Diálogos entre a Educação Física e a Psicologia

Estado da Arte: Diálogos entre a Educação Física e a Psicologia Estado da Arte: Diálogos entre a Educação Física e a Psicologia Eixo temático 1: Fundamentos e práticas educacionais Telma Sara Q. Matos 1 Vilma L. Nista-Piccolo 2 Agências Financiadoras: Capes / Fapemig

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 3 º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 3 º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 3 º 1 - Ementa (sumário, resumo) Relações

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR

CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR CÂMARA DOS DEPUTADOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PÓS-GRADUAÇÃO EM POLÍTICA E REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR A INFLUÊNCIA DAS AUDIÊNCIAS PÚBLICAS NA FORMULÇÃO DA LEI nº 11.096/2005 PROUNI

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma

MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma MBA em Gestão de Pessoas com Ênfase em Estratégias 15ª Turma Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você

Leia mais

Autorizada reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte.

Autorizada reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte. 3 Presidente da República Fernando Henrique Cardoso Ministro de Estado da Educação Paulo Renato Souza Secretário Executivo Luciano Oliva Patrício Secretária de Educação Especial Marilene Ribeiro dos Santos

Leia mais

O trabalho pedagógico da Educação Física no Ensino Médio profissionalizante no IFG-Uruaçu

O trabalho pedagógico da Educação Física no Ensino Médio profissionalizante no IFG-Uruaçu GTT: Escola O trabalho pedagógico da Educação Física no Ensino Médio profissionalizante no IFG-Uruaçu Almir Zandoná Júnior 1 Fernando Henrique Silva Carneiro 2 Justificativa/Base teórica A entrada da Educação

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2º Semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 2º Semestre EMENTA Plano de Ensino EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO EM CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS

CURSO DE FORMAÇÃO EM CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS 1 CURSO DE FORMAÇÃO EM CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS INTRODUÇÃO Os Cuidados de Saúde Primários (CSP), em Portugal, atravessam um momento de grande crescimento científico e afirmação como pilar essencial

Leia mais

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso AUTO-AVALIAÇAO INSTITUCIONAL DO CURSO DE PEDAGOGIA FACED-UFAM / Professores Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso Objetivos do Curso 01 - Tenho conhecimento do Projeto Pedagógico do Curso.

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS TI TRABALHO INTERDISCIPLINAR

NORMAS E PROCEDIMENTOS TI TRABALHO INTERDISCIPLINAR NORMAS E PROCEDIMENTOS TI TRABALHO INTERDISCIPLINAR ARUJÁ SP 2º / 2012 APRESENTAÇÃO Mais um semestre se inicia e a Faculdade de Arujá FAR está propondo um novo modelo de Trabalho Interdisciplinar. A interdisciplinaridade

Leia mais

BREVE HISTÓRICO OBJETIVOS ESTRUTURA DO CURSO

BREVE HISTÓRICO OBJETIVOS ESTRUTURA DO CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU PROJETO PEDAGÓGICO PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL BREVE HISTÓRICO A Universidade Candido Mendes UCAM, criada e mantida pela Sociedade Brasileira de Instrução SBI, fundada

Leia mais

O MBA CONTROLLER foi lançado em 1994 e é o mais tradicional MBA do mercado brasileiro

O MBA CONTROLLER foi lançado em 1994 e é o mais tradicional MBA do mercado brasileiro MBA Controller Ao cursar o MBA CONTROLLER FIPECAFI/ANEFAC, o aluno convive com pessoas de diferentes perfis entre os mais diversos segmentos de mercado e com a experiência profissional exigida para que

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: História da Educação (Regime a Distância) Edição Instituto de Educação da Universidade de

Leia mais

Plano de Ensino Docente. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 701

Plano de Ensino Docente. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 701 Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU:( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado (x) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x ) Presencial

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE GESTORES DE RH

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE GESTORES DE RH PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE GESTORES DE RH PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DE GESTORES DE RH OBJETIVO Oferecer um curso diferenciado para o desenvolvimento de profissionais da área de Recursos Humanos e

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negocios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA N.º

TERMO DE REFERÊNCIA N.º MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE DIRETORIA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA COORDENAÇÃO GERAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

COORDENAÇÃO GERAL DE ENSINO. RS 377 Km 27 Passo Novo CEP 97.555-000 Alegrete/RS Fone/FAX: (55) 3421-9600 E-Mail: cge@al.iffarroupilha.edu.

COORDENAÇÃO GERAL DE ENSINO. RS 377 Km 27 Passo Novo CEP 97.555-000 Alegrete/RS Fone/FAX: (55) 3421-9600 E-Mail: cge@al.iffarroupilha.edu. Plano de Ensino Docente IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( x) Presencial

Leia mais

EDITAL/CHAMADA DE INSCRIÇÃO N 01/2013 Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação - Campus Campo Mourão - DIRPPG-CM 1º. Semestre 2013

EDITAL/CHAMADA DE INSCRIÇÃO N 01/2013 Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação - Campus Campo Mourão - DIRPPG-CM 1º. Semestre 2013 Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação-Campus Campo Mourão 1 EDITAL/CHAMADA DE INSCRIÇÃO N 01/2013 Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Leia mais

Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes

Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes Direito constitucional: repercussão geral e súmulas vinculantes IDP Veduca 40h Sobre o curso O curso visa o estudo do novo perfil da Jurisdição Constitucional no Brasil. Dois novos institutos foram inseridos

Leia mais

SÚMULA DA 121ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 19.11.2009 INÍCIO: 9:00 - ENCERRAMENTO: 11:00 CÂMARA DE GRADUAÇÃO

SÚMULA DA 121ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 19.11.2009 INÍCIO: 9:00 - ENCERRAMENTO: 11:00 CÂMARA DE GRADUAÇÃO SÚMULA DA 121ª REUNIÃO DA CÂMARA DE GRADUAÇÃO, REALIZADA EM 19.11.2009 INÍCIO: 9:00 - ENCERRAMENTO: 11:00 CÂMARA DE GRADUAÇÃO 01) Processo n o 44/2009 Unidade: Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( X ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

COACHING ESTRATÉGICO: A GESTÃO DOS LÍDERES EFICAZES

COACHING ESTRATÉGICO: A GESTÃO DOS LÍDERES EFICAZES COACHING ESTRATÉGICO: A GESTÃO DOS LÍDERES EFICAZES O aluno adquire conhecimentos básicos, habilidades e experiências fundamentais sobre a Metodologia de Coaching Estratégico e Liderança, tornando-o apto

Leia mais

FÓRUM DE PESQUISA CIES 2009. Olhares sociológicos sobre o emprego: relações laborais, empresas e profissões 18 de Dezembro de 2009

FÓRUM DE PESQUISA CIES 2009. Olhares sociológicos sobre o emprego: relações laborais, empresas e profissões 18 de Dezembro de 2009 FÓRUM DE PESQUISA CIES 2009 Olhares sociológicos sobre o emprego: relações laborais, empresas e profissões 18 de Dezembro de 2009 EMPRESAS E INOVAÇÃO Luísa Oliveira luisa.oliveira@iscte.pt Luísa Veloso

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA UNIVERSIDADE DO PORTO PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA LITERACIA FINANCEIRA DA U.PORTO Outubro de 2012 Enquadramento do programa na Estratégia Nacional de Formação Financeira Plano Nacional de Formação Financeira

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA)

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Engenharia de Software Orientada a Serviços (SOA) Apresentação O programa de Pós-graduação Lato Sensu em Engenharia de Software Orientada a Serviços

Leia mais

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR!

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! Eleições 2014 Faculdade de Odontologia UFRJ VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! PLANO DE TRABALHO EQUIPE - CHAPA 1: Diretor - Maria Cynésia Medeiros de Barros Substituto Eventual do Diretor - Ednilson

Leia mais