Cronogramas. Seminário. Leandro Toss Hoffmann Prof. Dr. Petrônio N. de Souza

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cronogramas. Seminário. Leandro Toss Hoffmann hoffmann@dss.inpe.br. Prof. Dr. Petrônio N. de Souza"

Transcrição

1 Seminário Cronogramas CSE-303: Engenharia de Plataformas Orbitais e Cargas Úteis Leandro Toss Hoffmann Prof. Dr. Petrônio N. de Souza São José dos Campos, 1º de setembro de 2009.

2 Agenda Introdução Gerenciamento de Cronogramas Ferramentas Automatizadas Gestão do Tempo

3 Projeto é.....um empreendimento temporário com o objetivo de criar um produto ou serviço único. (PMBOK)

4 Ciclo de vida de um projeto

5 Ciclo de vida de um projeto Pre-Formulation Formulation Enable & Define Project Evaluation Pre-Systems Acquisition Systems Acquisition Operations Decommissioning Approval Implementation Formulation Authorization Doc. (FAD) Program Commitment Agreement (PCA) Program/Project Plan Program/Project Schedule Management Plan Launch Pre-A Concept Studies A Concept & Technology Development B Preliminary Design & Technology Completion C Final Design & Fabrication D System Assembly, Integration & Test E Launch, Operations & Sustainment F Decommiss ioning

6 Gerenciamento de Projetos Gerenciamento é um processo interativo (e iterativo). Fase de Projeto Fase de Implementação anteriores subsequentes

7 Áreas de conhecimento

8 by Denise Rotondi Azevedo Gerenciamento do tempo de projeto

9 Cronogramas Cronogramas são uma parte integral do gerenciamento de projetos e do processos de tomada de decisão. Acompanhar progresso Prever trabalho futuro Cronograma Gerir recursos Analisar alternativas Identificar riscos Reportar status

10 GERENCIAMENTO DE CRONOGRAMAS Introdução Gerenciamento de Cronogramas Ferramentas Automatizadas Gestão do Tempo

11 Gerenciamento de cronogramas Integrated Master Schedule Gerenciamento desenvolver manter controlar arquivar IMS contém um framework baseado em uma rede lógica que provê o alicerce para coordenar e agendar todos os esforços do projeto.

12 NASA s Exploration Systems Architecture Study, 2005 Integrated Master Schedule

13 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas PMBOK Inicialização Definição das Atividades Seq. das Atividades Estimativa de recursos Estimativa de duração Desenv. do cronograma Execução Controle do cronograma Encerramento Ctrl. Planejamento

14 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas

15 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas

16 Desenvolvimentos Prévios Designação do Project P/S Definição do escopo WBS OBS Financiamento Documentação Controle de configuração Requisitos do cronograma

17 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas

18 Desenvolvimento do cronograma Definição das Atividades WBS Decl. de escopo Info. Hist. Restrições Premissas Atividades 1. Reunir Dados 2. Estudar possibilidades 3. Preparar Relatório de Definição do problema 4. Entrevistar usuário 5. Estudar sistema existente 6. Definir solicições dos usuários 7. Preparar relatório de análise do sistema 8. Entrada e saída 9. Processamento e base de dados 10. Avaliação 11. Preparar relatório de concepção do sistema 12. Desenvolvimento do software 13. Desenvolvimento do hardware 14. Desenvolvimento da rede 15. Prep. Relatório de desenv. do sistema 16. Teste do software 17. Teste da hardware 18. Teste da rede 19. Prearar relatório de testes 20. Treinamento 21. Conversão do sistema 22. Preparar relatório de implementação Todos itens do WBS deve estar representado por pelo menos uma atividade.

19 Desenvolvimento do cronograma Sequenciamento das Atividades Atividades Antecessores Imediatos 1. Reunir Dados - 2. Estudar possibilidades - 3. Preparar Relatório de Definição do problema 1, 2 4. Entrevistar usuário 3 5. Estudar sistema existente 3 6. Definir solicições dos usuários 4 7. Preparar relatório de análise do sistema 5,6 8. Entrada e saída 7 9. Processamento e base de dados Avaliação 8,9 11. Preparar relatório de concepção do sistema Desenvolvimento do software Desenvolvimento do hardware Desenvolvimento da rede Prep. Relatório de desenv. do sistema 12, 13, Teste do software Teste da hardware Teste da rede Prearar relatório de testes 16, 17, Treinamento Conversão do sistema Preparar relatório de implementação 20, 21 Relações entre atividades Finish-to-start A A B start-to-start start-to-finish B A B finish-to-finish A B

20 Desenvolvimento do cronograma Estimativa de Duração das Atividades Padrões estabelecidos Distribuição Beta Experiência Dados históricos Análise paramétrica Brainstorming Extrapolações Identificar restrições e riscos e estabelecer folgas.

21 Desenvolvimento do cronograma Planejamento dos Recursos Identificação, atribuição e alocação dos recursos para cada atividade.

22 Desenvolvimento do cronograma Tipos de cronogramas Gráficos de Gantt e Marcos Redes Cronogramas de Produção

23 Desenvolvimento do cronograma PERT (Program Evaluation and Review Technique) CPM (Critical Path Method) Caminho crítico é a sequência de atividades ligadas pela rede lógica que tem a duração mais longa de todas possíveis sequências.

24 Desenvolvimento do cronograma Nivelamento do uso de recursos

25 Desenvolvimento do cronograma Nivelamento do uso de recursos

26 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas

27 Atualizações do status e manutenção do cronograma Atualização do montante de trabalho executado. Manutenção do cronograma: Revisão de tarefas existentes Adição de novas tarefas Modificação da lógica

28 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas

29 Avaliação e Análise do cronograma Avaliação: determinar a validade e o realismo do cronograma em um dado momento. Análise: levantar dados sobre a magnitude, impacto e significância das variações atuais e previstas de cronogramas (baseline x atual). L i k e l i h o o d Simple Design and Processes Low Asset Value Complex Design and High Risk Processes High Asset Value and High Public Visibility Increasing Schedule penetration Consequence of Failure

30 Avaliação e Análise do cronograma Avaliando a credibilidade da lógica do cronograma. NEW Overall Rating Project Name: Project XYZ 1.4 R Contractor: ACME Engineering File Type: MS Project Current Schedule Status Current Start (earliest activity Early Start date) 1/1/2005 Current Finish (latest activity Early Finish date) 3/16/2008 Approximate Remaining Work Days 722 Is schedule externally linked to other schedules? N Status Date 6/15/2005 Task & Milestone Count (excl. Summary Tasks) Count % of Total Total Tasks & Milestones 192 Completed Tasks & Milestones 13 7% To Go Tasks & Milestones % Logic (excl. Summary & Started/Completed Tasks) Tasks & Milestones Without Predecessors 75 42% R Tasks & Milestones Without Successors 73 41% R Constraints (other than ASAP) and Deadlines % R Summaries with Logic Ties ** 1 1% G Tasks & Milestones Needing Updates 21 12% R Actuals after Status Date 2 1% Y Tasks marked as Milestones (have Duration > 0) 0 0% G Additional Schedule Information Tasks with No Finish Ties 20 11% Recurring Tasks 0 0% Tasks & Milestones with Estimated Durations 15 8% Schedule traceable to WBS (Y/N) Yes Realistic Critical Path(s) (Y/N) No Schedule Baselined (Y/N) No Resource Loaded (Y/N) No Tasks & Milestones with 10 days or less TF 1 1% Tasks with Total Float > 25% of Rem Dur % To Go Tasks & Milestones % Logic (excl. Summary & Started/Completed Tasks) Tasks & Milestones Without Predecessors 75 42% R Tasks & Milestones Without Successors 73 41% R Constraints (other than ASAP) and Deadlines % R Summaries with Logic Ties ** 1 1% G Tasks & Milestones Needing Updates 21 12% R Actuals after Status Date 2 1% Y Tasks marked as Milestones (have Duration > 0) 0 0% G

31 Avaliação e Análise do cronograma Análise do Caminho Crítico

32 Avaliação e Análise do cronograma Análise da tendência do desempenho do cronograma Attachment 2 Schedule Performance & Work-Off Actual Starts 2250 Schedule Activities Mar-01 Apr-01 May-01 Jun-01 Jul-01 Aug Status Date Historical Trend in Task Completion Rates Serves as an Indicator in Determining if Planned Rates are Credible Sep-01 Oct-01 Nov-01 Dec-01 Jan-02 Feb-02 Mar-02 Apr-02 May-02 Jun-02 Actual Finishes Planned Starts Planned Finishes Cum Starts Cum Finishes

33 Avaliação e Análise do cronograma Análise da tendência do desempenho do cronograma 70 "Early Finish" Date Schedule Performance as of May Quantity of Finishes Baseline Plan Actual Forecast Linear Projection 0 Oct '05 Nov '05 Dec '05 Jan '06 Feb '06 Mar '06 Apr '06 May '06 Jun '06 Jul '06 Aug '06 Sep '06 Cum Baseline Cum Actual Cum Forecast

34 Avaliação e Análise do cronograma Comparação e Análise do cronograma atual x baseline

35 Avaliação e Análise do cronograma Avaliação das Reservas do Cronograma 80 Schedule Reserve (d) A=65 C=63 B=53 F=49 D=64 G=44 E=56 Projected Depletion Rate H,I&J=43 K=35 Schedule Reserve Remaining J: No Change K: Delayed start of Acoustic Testing due to LM personnel constraints necessitating the serialization of activities previously parallel (-8 days). L: Acoustic Testing delayed due to DEWAR vacuum shell repair (-25 days). M: Acoustic Testing continues to be delayed due to preparations for the vacuum shell repair (-7 days) N: No Change O: No Change L=10 M,N,O= /05/02 05/03/02 05/31/02 06/28/02 07/26/02 08/23/02 09/20/02 10/18/02 11/15/02 12/13/02 01/10/03 02/07/03 03/07/03 04/04/03 Report Period

36 Avaliação e Análise do cronograma Validar a Correlação de Custo/Cronograma Max Availability Normal Availability Electronic Integration Ensures Consistency between Budget Plan & Schedule Plan

37 Avaliação e Análise do cronograma Validar a Correlação de Custo/Cronograma Dates Changed Based on Avail. Slack to Allow Leveling of Resources Max Availability Normal Availability Resource leveled

38 Avaliação e Análise do cronograma Validar a Correlação de Custo/Cronograma 160 Cost / Schedule Phasing Correlation at Summary Level 140 Resource peaks typically occur just prior to CDR Resource peaks are too late in the project $M PRR SRR/ CoDR Award Production Contract PDR CDR Start Vehicle 1 Integration 1 st FLT 2 nd FLT 40 Start GDE1 Testing Start GDE2 Testing FCE Cleared Start Fab Vehicle 1 Start Vehicle 1 Validation 20 0 FY 02 FY03 FY04 FY05 FY06 FY07 FY08 FTEs NOA 12 21,1 25,6 40,6 57,9 45,9 23,1

39 Avaliação e Análise do cronograma Análise do Cronograma por Valor Agregado Schedule Performance Index (SPI) = Earned / Planned Cost Performance Index (CPI) = Earned / Spent Top 5 Project Schedule Variances per EVM Analysis WBS Description SV CV VAC SPI CPI SV CV BAC EAC % SPENT COMMUNICATIONS fl « , , DATA DISPLAY «« AUX EQUIP fl fl fl , , SENSORS fl « , , PROJ MANAGEMENT ««

40 Avaliação e Análise do cronograma Análise do Cronograma por Valor Agregado SPI TF Scenario >1 >0 Ahead of schedule. <1 <0 Behind schedule. >1 <0 Critical tasks behind, total work ahead (priority issue) <1 >0 Critical tasks ahead, but total work behind (priority issue)

41 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas

42 Controle do Cronograma Necessidades de mudança Baseline V 1.1 Baseline V 1.0 Baseline V 2.0 Requisição (CCR) Ctrl. de versão Planos de contingência

43 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas

44 Relatórios do Cronograma Schedule Performance Reporting Schedule Performance Reporting Status Reporting Progress Reporting Forecasting Where the schedule now stands Actual data What has been accomplished Plan vs. actual Prediction of future status and progress Projections Identificar o nível de detalhe para cada item do WBS.

45 Grupos de processos do Gerenciamento de cronograma NASA Handbook Desenv. Prévios Desenvolvimento Atualizações do status & Manutenção Avaliação e Análise Controle Relatórios Arquivo de dados & Lições aprendidas

46 Arquivo de dados & Lições aprendidas Lições Aprendidas O projeto atingiu o objetivo? O trabalho foi realizado no tempo, custo e especificações previstas? Quais os pontos que podem ser melhorados em projetos futuros? Proj. A ARCH Proj. B Os stakeholders foram atendidos? Dados Estatísticos Contato com envolvidos em outros projetos. whish list. Narrativa Histórica relatório com visão geral Arquivo de Cronogramas baseline x as-built

47 FERRAMENTAS AUTOMATIZADAS Introdução Gerenciamento de Cronogramas Ferramentas Automatizadas Gestão do Tempo

48 Como lidar com a complexidade? Contruir Revisar Manter Reportar

49 Ferramentas de software para gerência de projetos Contruir Revisar Manter Reportar

50 Características desejáveis Facilidade no Uso Recursos do Sistema GUI Funções de ajuda Tutoriais Wizards Entrada de dados intuitiva SW de Ger. de Proj. Suporte a workgroup Integração por / web Suporte a multi-projetos Segurança Conectividade Interoperabilidade Funções de Gerenciamento de Proj. e Cronograma

51 Características desejáveis Facilidade no Uso Cronograma Vários métodos Diferentes níveis Acompanhamento Caminho crítico Tempo de folga Estimativa de tempo Relatórios Automáticos Customizados Gráficos SW de Ger. de Proj. Funções de Gerenciamento de Proj. e Cronograma Recursos do Sistema Recursos Levantamento Alocação Nivelamento Calendário Responsabilidades Análises Cronograma EVA Custo Recursos

52 Exemplo de software aplicativo Microsoft Project

53 Exemplo de software aplicativo Microsoft Project

54 Exemplo de software aplicativo Primavera

55 Exemplo de software aplicativo Primavera

56 Exemplo de software aplicativo Primavera

57 Qual software escolher? A B C D

58 Comparando as características e recursos dos aplicativos

59 Mühlbauer et al., Comparando as características e recursos dos aplicativos

60 Escolha da ferramenta Outros aspectos a se considerar: Cultura organizacional. Workflow de trabalho da empresa. Compatibilidade com a metodologia empregada. Não acreditar só no marketing.

61 GESTÃO DO TEMPO Introdução Gerenciamento de Cronogramas Ferramentas Automatizadas Gestão do Tempo

62 Tempo é um recurso escasso Estabeleça reservas de 10% no cronograma. Não deixe explícito. Controle essas reservas.

63 Tempo é um recurso escasso Não atrase a tomada de decisão. Estabeleça planos de contingência. Prazos expandidos são um convite ao cancelamento!

64 Tempo e custo estão diretamente relacionados

65 Fuja dos ladrões de tempo e das reuniões mal planejadas Estudo com 300 gerentes de projeto de 24 indústrias, em 15 áreas diferentes (anos 80). Trabalho incompleto. Má comunicação. Excesso com papelada. Objetivos vagos. Troca de prioridades. Muita gente para pequenas decisões. Excesso de trabalho. Troca de pessoal. Reuniões em excesso ou mal planejadas.

66 Fuja dos ladrões de tempo e das reuniões mal planejadas Reuniões são indispensáveis, mas devem ser bem planejadas. Entenda o propósito de uma reunião e os resultados esperados. Oriente a reunião aos objetivos. Minimize o número de pessoas. Crie e distribua uma agenda. Inicie e termine no horário. Sumarize os resultados e distribua minutas.

67 CONCLUSÕES

68 Intuitivamente todos fazemos cronogramas......contudo, na gerência de projetos faz se necessário o estudo de técnicas e disciplina para sua aplicação.

69 REFERÊNCIAS

70 Referências Cronogramas NASA. NASA Schedule Management Handbook, Defence Acquisition University. Scheduling Guide for Program Managers, Defense Systems Management College Press, Gerenciamento de Projetos Project Management Institute. Project Management Body of Knowledge, P. C. Dinsmore; A. Cavalieri. Como se Tornar um Profissional em Gerenciamento de Projetos, J. Gido; J. P. Clements. Successful Project Management, M. Possi. Gerenciamento de Projetos Guia do Profissional, Ecthos, ECSS-M-ST-60C. Space Project Management, NASA. NASA s Exploration Systems Architecture Study, NASA-TM , 2005.

71 Referências Software Aplicativo Open Project: Project Open: Wikipedia. Comparision of Project Management software, on-line: acesado em Ago Rudolf Mühlbauer; Thomas Klambauer; Walter Ruprechtsberger; Josef Schaitl. Comparison of Projectmanagement-Software, Johannes Kepler Universität Linz, Executive Brief. The Needle in the Haystack: Tips for Choosing the Right Project Management Tool, on-line: acessado em Ago Vadim Cissa. Online Project Management Tools, In: Businessmen, on-line: 1/, acessado em Ago-2009.

72 Seminário Cronogramas CSE-303: Engenharia de Plataformas Orbitais e Cargas Úteis Leandro Toss Hoffmann Prof. Dr. Petrônio N. de Souza São José dos Campos, 1º de setembro de 2009.

Gerenciamento do Tempo. PMBOK Guide 2000

Gerenciamento do Tempo. PMBOK Guide 2000 Gerenciamento do Tempo PMBOK Guide 2000 1 Objetivos desta Aula Apresentar os processos, ferramentas e técnicas utilizadas para a gerência do tempo de um projeto segundo o PMBOK 2 O que é Gerência de Tempo?

Leia mais

Gerenciamento do Tempo de Projetos. Parte 05. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE- 325. Docente: Petrônio Noronha de Souza

Gerenciamento do Tempo de Projetos. Parte 05. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE- 325. Docente: Petrônio Noronha de Souza Gerenciamento do Tempo de Projetos Parte 05 Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE- 325 Docente: Petrônio Noronha de Souza Curso: Engenharia e Tecnologia Espaciais Concentração: Engenharia e Gerenciamento

Leia mais

Monitoramento e Controle. Frases. Roteiro. 1. Processos de Controle 2. Relatório de Desempenho 3. Earned Value Management 4.

Monitoramento e Controle. Frases. Roteiro. 1. Processos de Controle 2. Relatório de Desempenho 3. Earned Value Management 4. Monitoramento e Controle Frases O que não é mensurável, não é gerenciável. Peter Druker Roteiro 1. Processos de Controle 2. Relatório de Desempenho 3. Earned Value Management 4. Referências 1 Processo

Leia mais

Fase 2: Planeamento. Pós Graduação em Gestão de Recursos Humanos e Benefícios Sociais

Fase 2: Planeamento. Pós Graduação em Gestão de Recursos Humanos e Benefícios Sociais Fase 2: Planeamento Neste ponto do ciclo da gestão do projecto estão identificadas as actividades do projecto A tarefa seguinte da equipa de planeamento é determinar a ordem em que essas actividades devem

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos MBA em EXCELÊNCIA EM GESTÃO DE PROJETOS E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS Planejamento e Gestão de Projetos Prof. Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Tempo 1 Introdução Gerenciamento de Tempo consiste

Leia mais

Introdução ao método EVA (Earned Value Analysis)

Introdução ao método EVA (Earned Value Analysis) Introdução ao método EVA (Earned Value Analysis) André Barcaui barcaui@bbbrothers.com.br Histórico 1 O conceito de EVA foi criado por engenheiros industriais há mais de 50 anos atrás para gerenciar custos

Leia mais

Unidade II. Outras ferramentas que também auxiliam o gerenciamento de projetos são: WBS, gráficos Gantt, PERT/CPM, ECD, entre outros.

Unidade II. Outras ferramentas que também auxiliam o gerenciamento de projetos são: WBS, gráficos Gantt, PERT/CPM, ECD, entre outros. GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Unidade II 2 FERRAMENTAS PARA GESTÃO DE PROJETOS A gestão de projeto como já visto no capítulo anterior é uma tarefa trabalhosa que requer muito controle. Assim, para ajudar

Leia mais

GESTAO DE PROJETOS. Núcleo de Engenharia e TI Prof. Esdras E-mail: esdraseler@terra.com.br

GESTAO DE PROJETOS. Núcleo de Engenharia e TI Prof. Esdras E-mail: esdraseler@terra.com.br Planejamento de Tempo e Escopo do Projeto Faculdade Pitágoras Faculdade Pitágoras Núcleo de Engenharia e TI Prof. Esdras E-mail: esdraseler@terra.com.br 1 Templates de Documentos http://www.projectmanagementdocs.com

Leia mais

Gerenciamento dos Custos

Gerenciamento dos Custos Gerenciamento dos Custos Baseado no PMBOK Guide 2000 Hermano Perrelli hermano@cin.ufpe.br Objetivos desta aula Apresentar os processos, ferramentas e técnicas utilizadas para gerenciar os custos de um

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

Project Communications Management. PMBOK Capítulo 10 hermano@cin.ufpe.br

Project Communications Management. PMBOK Capítulo 10 hermano@cin.ufpe.br Project Communications Management PMBOK Capítulo 10 hermano@cin.ufpe.br Quem não se comunica se intrubica Abelardo CHACRINHA Barbosa Gerência da Comunicação O gerente de projeto gasta de 75% a 90% de seu

Leia mais

Capítulo 6 Gerenciamento do Tempo do projeto

Capítulo 6 Gerenciamento do Tempo do projeto Capítulo 6 Gerenciamento do Tempo do projeto 1 Introdução Vamos pensar um pouco? 2 Introdução Porquê gerenciar o tempo? Como saber se chegaremos nos objetivos no prazo estimado? Planejar e Controlar 3

Leia mais

Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos

Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos Aula 1 Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com http://www.bolinhabolinha.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com

Leia mais

Gestão dos Prazos e Custos do Projeto

Gestão dos Prazos e Custos do Projeto Gestão dos Prazos e Custos do Projeto Prof. Sérgio Ricardo do Nascimento Aula 6 28 de novembro de 2013 1 Gestão dos Prazos e Custos do Projeto - Prof. Sérgio Ricardo do Nascimento Conteúdo Programático

Leia mais

EMENTA E8 E9. PIP Trabalho Final de Planejamento Integrado (Projetos e Sub-Projetos) MIP Medição do Projeto ESTUDO DE CASO

EMENTA E8 E9. PIP Trabalho Final de Planejamento Integrado (Projetos e Sub-Projetos) MIP Medição do Projeto ESTUDO DE CASO Anexo 1 - Escopo do Curso de Ferramenta de Apoio ao Gerenciamento de Projetos MSProject 2010 Abordagem PMBOK 4ª Edição E1 Elaborar Termo de Abertura do Projeto (TAP) e Registro das Especificações do Projeto

Leia mais

CSE-300-4 Métodos e Processos na Área Espacial

CSE-300-4 Métodos e Processos na Área Espacial CSE-300-4 Métodos e Processos na Área Espacial Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais 16-junho-2008 L.F.Perondi Definição Projeto A unique set of coordinated

Leia mais

I - Uma vez fechada a declaração de escopo, não é possível alterá-la. II - Uma parte interessada tem o poder de vetar a implantação do projeto.

I - Uma vez fechada a declaração de escopo, não é possível alterá-la. II - Uma parte interessada tem o poder de vetar a implantação do projeto. Bateria PMBoK Prof. Walter Cunha http://www.waltercunha.com/blog http://twitter.com/timasters http://br.groups.yahoo.com/group/timasters/ 1. (CESGRANRIO/Petrobras 2008) A Estrutura Analítica do Projeto

Leia mais

Redução no custo e prazo de desenvolvimento de novos produtos; Aumento no tempo de vida dos novos produtos; Aumento de vendas e receita; Aumento do

Redução no custo e prazo de desenvolvimento de novos produtos; Aumento no tempo de vida dos novos produtos; Aumento de vendas e receita; Aumento do Revisão 1 Redução no custo e prazo de desenvolvimento de novos produtos; Aumento no tempo de vida dos novos produtos; Aumento de vendas e receita; Aumento do número de clientes e de sua satisfação; Aumento

Leia mais

Gestão de Projetos. Introdução ao PMBOK. Hermano Perrelli de Moura hermano@cin.ufpe.br

Gestão de Projetos. Introdução ao PMBOK. Hermano Perrelli de Moura hermano@cin.ufpe.br Gestão de Projetos Introdução ao PMBOK Hermano Perrelli de Moura hermano@cin.ufpe.br Objetivos Apresentar o modelo de gerência de projetos definido pelo PMBOK. PMBOK 2 Ao final desta aula você será capaz

Leia mais

Método do Caminho Crítico PERT /CPM. Prof. Marcio Cardoso Machado

Método do Caminho Crítico PERT /CPM. Prof. Marcio Cardoso Machado Método do Caminho Crítico PERT /CPM Prof. Marcio Cardoso Machado - Conjunto de técnicas utilizado para o planejamento e o controle de empreendimentos ou projetos - Fatores: prazo, custo e qualidade - Aplicado

Leia mais

Visão Geral das Áreas de Conhecimento e dos Processos da Gerência de Projetos

Visão Geral das Áreas de Conhecimento e dos Processos da Gerência de Projetos Visão Geral das Áreas de Conhecimento e dos Processos da Gerência de Projetos GERÊNCIA DE INTEGRAÇÃO GERÊNCIA DO ESCOPO GERÊNCIA DO TEMPO GERÊNCIA DE CUSTO GERÊNCIA DA QUALIDADE Desenvolvimento do Plano

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Engenharia De Custos e Orçamentos / Turma 02 16/05/2013

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Engenharia De Custos e Orçamentos / Turma 02 16/05/2013 Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Engenharia De Custos e Orçamentos / Turma 02 16/05/2013 Análise de Valor Agregado com Foco em Custos na Construção Civil Gabriela Pizarro Crespo Engenheira

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Definição Gerenciamento de Projetos SWEBOK Aplicação de atividades de gerenciamento (planejamento, coordenação, medição, controle e relatório) para assegurar que o desenvolvimento de software é sistemático,

Leia mais

Objectivos de um projecto:

Objectivos de um projecto: MSProject2003 Eng. Jaime Martins Projecto: esforço concertado para atingir um objectivo realizado num determinado tempo dispondo de um determinado conjunto de recursos Objectivos de um projecto: realizar

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS Atualizado em 31/12/2015 GESTÃO DE PROJETOS PROJETO Para o PMBOK, projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Leia mais

Tópicos Especiais em Engenharia de Software

Tópicos Especiais em Engenharia de Software Tópicos Especiais em Engenharia de Software andre@faccamp.br Ian Sommerville 2000 - Software Engineering, 6th edition Slide 1 Tópicos Especiais em Engenharia de Software Gerenciamento de Projeto de Software

Leia mais

SOBRE O LIVRO... XVII. 1. Introdução à Gestão de Projetos... 1. 1.1 Definição de projeto... 1. 1.2 Ciclo de vida do projeto... 3

SOBRE O LIVRO... XVII. 1. Introdução à Gestão de Projetos... 1. 1.1 Definição de projeto... 1. 1.2 Ciclo de vida do projeto... 3 Índice SOBRE O LIVRO... XVII 1. Introdução à Gestão de Projetos... 1 1.1 Definição de projeto... 1 1.2 Ciclo de vida do projeto... 3 1.3 Gestão de projetos... 3 1.4 Ciclo de vida da gestão de projetos...

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos MBA em EXCELÊNCIA EM GESTÃO DE PROJETOS E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS Gerenciamento de Projetos Planejamento e Gestão de Projetos Prof. Msc. Maria C Lage Prof. Newman Serrano, PMP Gerenciamento de Custos

Leia mais

DuPont Engineering University South America

DuPont Engineering University South America Treinamentos em Gestão de Projetos DuPont Engineering University South America # "$ % & "" Abordagem DuPont na Gestão de Projetos Industriais O nível de desempenho organizacional atingido pela DuPont não

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Desenvolvendo o Plano de Gerenciamento do Projeto. Coletando Requisitos. Declarando

Leia mais

www.gerentedeprojeto.net.br Desenvolvendo o Cronograma Manual dos Indicadores Alexandre Paiva de Lacerda Costa, PMP, MCTS, ITIL

www.gerentedeprojeto.net.br Desenvolvendo o Cronograma Manual dos Indicadores Alexandre Paiva de Lacerda Costa, PMP, MCTS, ITIL www.gerentedeprojeto..net.br Desenvolvendo o Cronograma Manual dos Indicadores Alexandre Paiva de Lacerda Costa, PMP, MCTS, ITIL INDICADORES (STOPLIGHTS) O painel de indicadores de verificação do cronograma

Leia mais

Prof. Celia Corigliano. Unidade II GERENCIAMENTO DE PROJETOS

Prof. Celia Corigliano. Unidade II GERENCIAMENTO DE PROJETOS Prof. Celia Corigliano Unidade II GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

Título da apresentação Curso Gestão de Projetos I (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS

Título da apresentação Curso Gestão de Projetos I (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS Título da apresentação Curso Gestão de Projetos I (Verdana, cor branca) Curso de Desenvolvimento de Servidores - CDS Prof. Instrutor Elton Siqueira (a) (Arial Moura preto) CURSO DE GESTÃO DE PROJETOS I

Leia mais

Capítulo 4 Gerenciamento da Integração do Projeto. Introdução. Vamos pensar um pouco?

Capítulo 4 Gerenciamento da Integração do Projeto. Introdução. Vamos pensar um pouco? www.emmene Capítulo 4 Gerenciamento da Integração do Projeto 1 Introdução Vamos pensar um pouco? 2 P Introdução Qual é o principal papel de um gerente de projeto? Integrar todas as partes de um projeto

Leia mais

Estabelecer o tempo necessário para preparar e servir um café!

Estabelecer o tempo necessário para preparar e servir um café! Escola Politécnica da USP Departamento de Engenharia de Produção - Aula 6 Gestão de projetos / Diagrama de precedência Diagrama de redes Cronograma Agosto/9 Prof. Clovis Alvarenga Netto Aula 6 Gerenciamento

Leia mais

Gestão de Projetos MBE_UFRGS_2012

Gestão de Projetos MBE_UFRGS_2012 Gestão de Projetos MBE_UFRGS_2012 Istefani Carísio de Paula Programa 07/03 - Conceitos, definições e método de GP 14/03 Gestão de Portfólio 21/03- Gestão de Portfólio 28/03 Iniciação e Planejamento do

Leia mais

Monitoramento e Controle. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Monitoramento e Controle. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Monitoramento e Controle Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br O que é? O plano pode ser visto como lacunas (contendo tarefas), que estão previstas mas ainda não foram executadas É possível

Leia mais

PLANEJAMENTO - ESCOPO - TEMPO - CUSTO

PLANEJAMENTO - ESCOPO - TEMPO - CUSTO PLANEJAMENTO - ESCOPO - TEMPO - CUSTO PAULO SÉRGIO LORENA Julho/2011 1 Planejamento escopo, tempo e custo PROGRAMA DA DISCIPLINA Apresentação professor Programa da disciplina Avaliação Introdução Processos

Leia mais

Gerenciamento de custos. Marcelo Sakamori

Gerenciamento de custos. Marcelo Sakamori Gerenciamento de custos Marcelo Sakamori Quais são as maiores falhas que ocorrem em um projeto? Gerenciamento de custos Gerenciamento de custos Porque o gerenciamento de custos é importante? Gerenciamento

Leia mais

PERT/CPM. POP II UDESC Prof. Adelmo A. Martins

PERT/CPM. POP II UDESC Prof. Adelmo A. Martins PERT/CPM POP II UDESC Prof. Adelmo A. Martins PERT/CPM Conjunto de técnicas utilizado para o planejamento e o controle de empreendimentos ou projetos. Utilizado para gerenciar tempo e custos dos empreendimentos

Leia mais

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Planejamento e Gerenciamento

Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE. Planejamento e Gerenciamento Ciência da Computação ENGENHARIA DE SOFTWARE Planejamento e Gerenciamento Prof. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com Roteiro Introdução; Pessoas, Produto, Processo e Projeto; Gerência de

Leia mais

fagury.com.br. PMBoK 2004

fagury.com.br. PMBoK 2004 Este material é distribuído por Thiago Fagury através de uma licença Creative Commons 2.5. É permitido o uso e atribuição para fim nãocomercial. É vedada a criação de obras derivadas sem comunicação prévia

Leia mais

! Introdução. " Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do Processo Unificado

! Introdução.  Motivação para Processos de Software. ! Processo Unificado (USDP)  Definições  RUP x USDP  Características do Processo Unificado Agenda! Introdução " Motivação para Processos de Software! (USDP) " Definições " RUP x USDP " Características do! Descrição detalhada do! Processos Derivados! Templates simplificados! Conclusões 2 Processo

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 22 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 22-07/07/2006 1 Ementa Processos de desenvolvimento de software Estratégias e técnicas de teste de software Métricas para software

Leia mais

Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG. Definindo e Alcançando Objetivos

Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG. Definindo e Alcançando Objetivos Derivação de Métricas para Projetos de BI Mauricio Aguiar ti MÉTRICAS Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG www.metricas.com.br

Leia mais

Engenharia de Negócios. Gestão de Sistemas Complexos. Planejamento Time Box

Engenharia de Negócios. Gestão de Sistemas Complexos. Planejamento Time Box Engenharia de Negócios Gestão de Planejamento Time Box Objetivos Examinar o planejamento time box Planejamento de fases e marcos do projeto Iterações de um projeto Quantidade Duração Objetivos Planejamento

Leia mais

PMBoK 2000 x PMBoK 2004

PMBoK 2000 x PMBoK 2004 PMBoK 2000 x PMBoK 2004 23 de Novembro de 2004 André Barcaui, MSc, PMP 1 Introdução de 5 novos processos (total de 44); Introdução aos conceitos de subprojeto, portfólio e Gerência de Portfólio; Incrementada

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Motivação Por que estudar Gerenciamento de Projetos? As habilidades mais valorizadas pelas organizações são Liderança (89%) Comunicação (78%) Conhecimento em Gerenciamento de

Leia mais

FAQ EVA Análise de valor agregado EVA Análise de Valor Agregado FAQ

FAQ EVA Análise de valor agregado EVA Análise de Valor Agregado FAQ EVA Análise de Valor Agregado FAQ A Análise de Valor Agregado (EVA) é uma das mais importantes técnicas de controle dentro do Gerenciamento de Projetos, que oferece diagnósticos precisos e completos em

Leia mais

Gerenciamento do Escopo. PMBOK Guide 2000

Gerenciamento do Escopo. PMBOK Guide 2000 PMBOK Guide 2000 Objetivos Apresentar os processos, ferramentas e técnicas utilizadas para gerenciar o escopo de um projeto Hermano Perrelli CIn-UFPE 2 Ao final desta aula você será capaz de... Organizar

Leia mais

Demais Áreas de Conhecimento do PMBOK

Demais Áreas de Conhecimento do PMBOK Residência em Arquitetura de Software Demais Áreas de Conhecimento do PMBOK Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Gerência de Desenvolvimento 2008.2 Faculdade de Computação

Leia mais

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Engenharia Civil. Planejamento Operacional de Obras. Custos

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Engenharia Civil. Planejamento Operacional de Obras. Custos Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco Engenharia Civil Planejamento Operacional de Obras Custos 1 GERENCIAMENTO DE PROJETOS INTRODUÇÃO PROCESSOS DE GERENCIAMENTO DE ESCOPO PROCESSOS

Leia mais

- Project Management Institute. Disciplina de Engenharia de Software. PMP- Project Management Professional PMBOK

- Project Management Institute. Disciplina de Engenharia de Software. PMP- Project Management Professional PMBOK Disciplina de Engenharia de Software Material elaborado por Windson Viana de Carvalho e Rute Nogueira Pinto em 19/07/2004 Material alterado por Rossana Andrade em 22/04/2009 - Project Management Institute

Leia mais

Um Sistema 4-D para Acompanhamento e Controle de Projetos de Construção Naval

Um Sistema 4-D para Acompanhamento e Controle de Projetos de Construção Naval Um Sistema 4-D para Acompanhamento e Controle de Projetos de Construção Naval João F R Guimarães Escola Politécnica / UFRJ Floriano C M Pires Jr. COPPE, Escola Politécnica / UFRJ Luiz Felipe Assis Escola

Leia mais

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PARA ELABORAÇÃO DE PLANOS GERAIS DE PROJETOS DE SISTEMAS OU APLICATIVOS

INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PARA ELABORAÇÃO DE PLANOS GERAIS DE PROJETOS DE SISTEMAS OU APLICATIVOS INSTRUÇÃO DE SERVIÇO PARA ELABORAÇÃO DE PLANOS GERAIS DE PROJETOS DE SISTEMAS OU APLICATIVOS IS-CGMI-02/2005 Aprovada pela Portaria nº 1494 de 22/11/2005 Histórico de Versões Data Versão Descrição Autor

Leia mais

Gerenciamento de Custos do Projeto Orçamentação do Projeto

Gerenciamento de Custos do Projeto Orçamentação do Projeto Gerenciamento de Custos do Projeto Orçamentação do Projeto 7. Gerenciamento de custos do projeto O gerenciamento de de custos custos do do projeto inclui inclui os os processos envolvidos em em planejamento,

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Custos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Custos Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Custos Metodologia Aula Teórica Exemplos e Exercícios práticos Questões de concursos anteriores Metodologia e Bibliografia Bibliografia PMBOK, 2004. Project Management

Leia mais

Gerenciamento de Projeto

Gerenciamento de Projeto UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Gerenciamento de Projeto Engenharia de Software 2o. Semestre/ 2005

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Curricular Unit Plan ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. GESTÃO DE PROJECTOS INFORMÁTICOS Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. Descrição dos processos de gerenciamento das comunicações

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. Descrição dos processos de gerenciamento das comunicações PROJETO NOVAS FRONTEIRAS PLANO DE GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES COMMUNICATIONS MANAGEMENT PLAN Preparado por Tarcísio Viana Tavares Membro do time Versão 2 Aprovado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do

Leia mais

Aplicação de Processos Estocásticos para Estimar o Avanço Físico de Projetos 3º ENCONTRO ANUAL DA AACE

Aplicação de Processos Estocásticos para Estimar o Avanço Físico de Projetos 3º ENCONTRO ANUAL DA AACE Aplicação de Processos Estocásticos para Estimar o Avanço Físico de Projetos 3º ENCONTRO ANUAL DA AACE Bio de Rafael Monteiro Graduado em engenharia química e pós graduado em estatística, ambos pela UFMG.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO Departamento: Disciplina: Pré-Requisitos: - I D E N T I F I C A Ç Ã O Sistemas de Informação Gerência de Projetos (GEP) CH: 72 h/a Curso: Bacharelado em Sistemas de Informação Semestre: 2011/1 Fase: 8ª

Leia mais

Gerenciamento de custos do projeto

Gerenciamento de custos do projeto PMBOK Visão Geral O PMBOK (Project Management Body of Knowledge) é um guia do Conjunto de Conhecimentos em de Projetos, o qual inclui práticas comprovadas que são amplamente aplicadas na gestão de s, além

Leia mais

Gerenciamento de Projetos (parte 1)

Gerenciamento de Projetos (parte 1) Universidade Federal do Vale do São Francisco Campus de Juazeiro Colegiado de Engenharia de Produção Gerenciamento de Projetos (parte 1) Disciplina: Gestão de serviços Professor: Marcel de Gois Pinto Considere

Leia mais

Indicadores de desempenho essenciais para projetos

Indicadores de desempenho essenciais para projetos Indicadores de desempenho essenciais para projetos Sérgio Fernando, SCJA, PMP Gerente de Projetos Memora Processos Inovadores Ltda Distrito Federal, Brasil E-mail: sergio.muniz@memora.com.br RESUMO Como

Leia mais

Monitoramento e Controle. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Monitoramento e Controle. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Monitoramento e Controle Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br O que é? O plano pode ser visto como lacunas (contendo tarefas), que estão previstas mas ainda não foram executadas É possível

Leia mais

Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003

Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 29 3.1 GERENCIAMENTO DO ESCOPO O Gerenciamento do Escopo do Projeto engloba os processos necessários para assegurar que o projeto inclua todas

Leia mais

Gestão de Projetos. Luis M. Correia. Portfólio

Gestão de Projetos. Luis M. Correia. Portfólio Gestão de Projetos Luis M. Correia 1 Projetos em Engenharia A organização, estruturação e planeamento de tarefas são um fator de sucesso muito importante, sem os quais se pode correr o risco de execução

Leia mais

Entidade Organizadora Ricardo Mansur São Paulo, Junho de 2007

Entidade Organizadora Ricardo Mansur São Paulo, Junho de 2007 Entidade Organizadora Ricardo Mansur São Paulo, Junho de 2007 Uma abordagem integrada entre Six Sigma e PMBOK Ricardo Mansur O Ricardo Mansur é formado nas principais e mais importantes universidades brasileiras

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento do Tempo

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento do Tempo Gerenciamento de Projetos Gerenciamento do Tempo Metodologia Aula Teórica Exemplos e Exercícios práticos Questões de concursos anteriores Metodologia e Bibliografia Bibliografia PMBOK, 2004. Project Management

Leia mais

Análise de Valor Agregado Conceitos Basicos

Análise de Valor Agregado Conceitos Basicos Análise de Valor Agregado Conceitos Basicos Ricardo Viana Vargas, MSc, IPMA-B, PMP ricardo.vargas@macrosolutions.com.br Ricardo Viana Vargas, MSc, IPMA-B, PMP Ricardo Vargas é especialista em gerenciamento

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN DEPARTAMENTO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: GERÊNCIA DE

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO DE PROJETOS COORDENADOR ENG.º JOSÉ MIGUEL RODRIGUES GASPAR Índice Designação do Curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos...

Leia mais

Residência em Arquitetura de Software. Gerência de Tempo. Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira

Residência em Arquitetura de Software. Gerência de Tempo. Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira Residência em Arquitetura de Software Gerência de Tempo Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Gerência de Desenvolvimento 2008.2 Faculdade de Computação Instituto de Ciências

Leia mais

PMBOK Guide Construction Extension

PMBOK Guide Construction Extension PMBOK Guide Construction Extension Alonso Mazini Soler amsol@j2da.com.br Twitter: @alonsosoler Avenida Valdemar Ferreira, 463-05.501-000 São Paulo, SP Fone/Fax: (11) 3032-0662 1 ALONSO MAZINI SOLER é sócio

Leia mais

Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software

Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software Requisitos de Ferramentas de Gestão de Projetos de Desenvolvimento de Software Keyla Guimarães Macharet Brasil 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) CEP

Leia mais

PMO - Definição de Indicadores de Desempenho Wilson José Ramos, PMP NEO Consultoria e Serviços Consultor ramos.wilson@uol.com.br

PMO - Definição de Indicadores de Desempenho Wilson José Ramos, PMP NEO Consultoria e Serviços Consultor ramos.wilson@uol.com.br INTRODUÇÃO PMO - Definição de Indicadores de Desempenho Wilson José Ramos, PMP NEO Consultoria e Serviços Consultor ramos.wilson@uol.com.br O PMO Project Management Office destaca-se como solução integrada

Leia mais

A importância dos Dashboards. Thomas Jan Dedding - t.jan@samsung.com Fernanda Kussama Pellegrini - f.kussama@samsung.com

A importância dos Dashboards. Thomas Jan Dedding - t.jan@samsung.com Fernanda Kussama Pellegrini - f.kussama@samsung.com A importância dos Dashboards Thomas Jan Dedding - t.jan@samsung.com Fernanda Kussama Pellegrini - f.kussama@samsung.com Agenda Conceitos e importância dos dashboards Departamento de Soluções Locais do

Leia mais

Microsoft Project 2003 Básico

Microsoft Project 2003 Básico Curso: Logística Disciplina: Teoria da Administração Microsoft Project 2003 Básico Professor: RINALDO DI SCHIAVI 10/11/2009. Nov/2009 2 de 25 Índice Introdução...4 Características Básicas do MS Project...5

Leia mais

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Uma abordagem voltada para a qualidade de processos e produtos Prof. Paulo Ricardo B. Betencourt pbetencourt@urisan.tche.br Adaptação do Original de: José Ignácio Jaeger

Leia mais

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS

PDS - DATASUS. Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS PDS - DATASUS Processo de Desenvolvimento de Software do DATASUS Coordenação Geral de Arquitetura e Engenharia Tecnológica Coordenação de Padronização e Qualidade de Software Gerência de Padrões e Software

Leia mais

Novidades do Guia PMBOK 5a edição

Novidades do Guia PMBOK 5a edição Novidades do Guia PMBOK 5a edição Mauro Sotille, PMP O Guia PMBOK 5 a edição (A Guide to the Project Management Body of Knowledge (PMBOK Guide) Fifth Edition), em Inglês, vai ser lançado oficialmente pelo

Leia mais

Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática

Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática Evandro Polese Alves Ricardo de Almeida Falbo Departamento de Informática - UFES Av. Fernando Ferrari, s/n, Vitória - ES - Brasil

Leia mais

Introdução. AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos. Tema relevante em diversas áreas

Introdução. AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos. Tema relevante em diversas áreas Universidade do Sagrado Coração Introdução a Gestão de Projetos Paulo Cesar Chagas Rodrigues AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos Iniciação 30/set/2008 Engenharia de Produto 2 2 Introdução

Leia mais

4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge

4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge 58 4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge No Brasil, as metodologias mais difundidas são, além do QL, o método Zopp, o Marco Lógico do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Mapp da

Leia mais

Planejamento e Gerência de Projetos de Software. Prof.: Ivon Rodrigues Canedo. PUC Goiás

Planejamento e Gerência de Projetos de Software. Prof.: Ivon Rodrigues Canedo. PUC Goiás Planejamento e Gerência de Projetos de Software Prof.: Ivon Rodrigues Canedo PUC Goiás Projeto É um trabalho que visa a criação de um produto ou de serviço específico, temporário, não repetitivo e que

Leia mais

Operação do SEPG na Motorola Brasil

Operação do SEPG na Motorola Brasil Operação do SEPG na Motorola Brasil Jose Mário de Souza Lima Filho- Jose.Lima@motorola.com Ana Luísa Andrade Florencio - Ana.Florencio@motorola.com Márcia Cristina Carvalho Costa - Marcia.Costa@motorola.com

Leia mais

Gerenciamento de Projetos PMP-Prep Master Class Modulo 04 Prazo. Direitos autorais OBJETIVO DO MÓDULO

Gerenciamento de Projetos PMP-Prep Master Class Modulo 04 Prazo. Direitos autorais OBJETIVO DO MÓDULO Gerenciamento de Projetos PMP-Prep Master Class Modulo 04 Prazo Gerhard Tekes, PMP, OPM3-CC 2009 3PTA Tekes e Associados Serv. Gerenciais Ltda., cursos@3pta.com.br, (71) 3012.6611 Slide 1 Direitos autorais

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando o cronograma do projeto. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando o cronograma do projeto. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando o cronograma do projeto Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Definição das atividades. Sequenciamento das atividades. Estimativa de recursos

Leia mais

Aula Nº 06 Determinação do Orçamento

Aula Nº 06 Determinação do Orçamento Aula Nº 06 Determinação do Orçamento Objetivos da Aula: Os objetivos desta aula são, basicamente, apresentar os processos aplicados que possibilitem identificar os recursos necessários para se conduzir

Leia mais

Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custo

Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custo Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custo A Abordagem do PMI para as Áreas de Tríplice Restrição O PMI define nove áreas de conhecimento e vários processos divididos entre estas áreas. Embora nenhuma delas

Leia mais

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO 1 - Descrição do Plano de Gerenciamento detempo (PMBOK) O gerenciamento de tempo do projeto inclui os processos necessários para realizar o término do projeto no prazo.

Leia mais

12/4/2009. O objetivo dos processos de gerenciamento de tempo é a conclusão do projeto dentro do prazo estimado no plano de gerenciamento.

12/4/2009. O objetivo dos processos de gerenciamento de tempo é a conclusão do projeto dentro do prazo estimado no plano de gerenciamento. Gerenciamento de tempo do projeto FAE S. J. dos Pinhais Projeto e Desenvolvimento de Software Gerenciamento de Tempo O objetivo dos processos de gerenciamento de tempo é a conclusão do projeto dentro do

Leia mais

Gerência e Planejamento de Projeto. SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002

Gerência e Planejamento de Projeto. SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002 Gerência e Planejamento de Projeto SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002 Conteúdo: Parte 1: Gerenciamento & Qualidade Plano de Projeto

Leia mais

Gerenciamento de Integração do Projeto Será que você está precisando de uma ajuda?

Gerenciamento de Integração do Projeto Será que você está precisando de uma ajuda? Resumo Integrar é procurar tornar partes distintas em um todo e que não percam seu objetivo. Gerenciar um projeto requer uma forte atuação integradora, visto que são muitas e complexas as funções a serem

Leia mais

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Minimize os impactos de um projeto em crise com a expertise de quem realmente conhece o assunto. A Macrosolutions

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

Objectivos globais PROJECTO INTEGRADOR LEI 2010/11/12/13 NOÇÕES DE GESTÃO DE PROJECTOS. 1ª parte (IJ) 2ª parte (RL)

Objectivos globais PROJECTO INTEGRADOR LEI 2010/11/12/13 NOÇÕES DE GESTÃO DE PROJECTOS. 1ª parte (IJ) 2ª parte (RL) PROJECTO INTEGRADOR LEI 2010/11/12/13 NOÇÕES DE GESTÃO DE PROJECTOS Isabelina Jorge, PMP, isabelina.jorge@gmail.com Rui Leal, Mst EI, rui.leal@gmail.com Objectivos globais 1ª parte (IJ)! Abordagem standard

Leia mais

Fatores Críticos de Sucesso em GP

Fatores Críticos de Sucesso em GP Fatores Críticos de Sucesso em GP Paulo Ferrucio, PMP pferrucio@hotmail.com A necessidade das organizações de maior eficiência e velocidade para atender as necessidades do mercado faz com que os projetos

Leia mais