4º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "4º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012"

Transcrição

1 4º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2012

2 Sumário Currículo por Competências. 03 Competências Pessoais e Sociais. 04 Competências Metodológicas. 04 Competências das Disciplinas Língua Portuguesa. 06 Matemática. 08 Ciências Sociais. 10 Ciências Naturais. 12 Alemão. 13 Música. 14 Artes Visuais. 15 Educação Física. 16 Informática. 18 Inglês. 19 Postura de estudante. 20 Participação das famílias. 20 Equipe de Professores. 21 2

3 Currículo por Competências EAC Currículo por Competências da EAC PESSOAIS SOCIAIS MÉTODOS ÁREAS / DISCIPLINAS OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO PARA O SÉCULO XXI Para poder dar resposta ao conjunto das suas missões, a educação deve organizar-se em torno de quatro aprendizagens fundamentais que, ao longo de toda a vida, serão de algum modo para cada indivíduo, os pilares do conhecimento: aprender a conhecer, isto é adquirir os instrumentos da compreensão; aprender a fazer, para poder agir sobre o meio envolvente; aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas; finalmente aprender a ser, via essencial que integra as três precedentes. Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o século XXI 3

4 Competências Pessoais e Sociais Saber ouvir, falar, trabalhar em grupo, respeitar a opinião alheia e emitir sua própria opinião. Reconhecer-se como indivíduo pertencente a uma cultura. Manifestar desejos e sentimentos com segurança. Desenvolver o autocontrole. Tomar iniciativa para resolver pequenos problemas, pedindo ajuda se necessário. Reconhecer e valorizar seu próprio esforço. Reconhecer as necessidades dos hábitos de higiene. Entender a diversidade lingüística e cultural como direito dos povos e indivíduos através do convívio social. Utilizar regras elementares de boa convivência. Atender às solicitações da professora e dos colegas. Competências Metodológicas Placemat Saber ouvir e interpretar. Expressar idéias com clareza. Pensar e escrever sobre determinado assunto. Ler com autonomia e compreensão. Fazer inferências sobre o assunto lido e checar a pertinência das antecipações. Consultar o dicionário para compreender o sentido de palavras desconhecidas. Confrontar diferentes pontos de vista sobre o texto. Organizar a escrita, considerando a convenção ortográfica e as informações apresentadas. 4

5 Quadro Didático Visualizar os conteúdos trabalhados na disciplina. Incentivar e conscientizar o processo de aprendizagem dos alunos na classe. Aumentar do grau de memorização dos conteúdos. Motivar. Identificar e checar informações. Possibilitar consultas em murais para checar os conhecimentos. Estudando para as provas Organizar o tempo e o local de estudo em casa. Desenvolver o sentimento de organização e segurança. Preparar-se fisicamente para o estudo. 5

6 Competências da Disciplina Língua Portuguesa Intenções Pedagógicas Falar e ouvir Usar a língua falada em diferentes situações escolares sociais. Expressar idéias com clareza, demonstrando organização de pensamento. Compreender mensagens, perguntas e instruções orais. Saber ouvir e interpretar. Planejar a fala em situações formais. Ler e compreender Identificar as finalidades e a função social da leitura, em função do reconhecimento do suporte, do gênero e da contextualização do texto. Compreender as ideias principais de um texto lido pelo professor e por si mesmo. Estabelecer relações entre o texto lido e o contexto. Estabelecer relações entre textos. Reconhecer e classificar pelo formato, diversos suportes de leitura. Buscar pistas textuais, intertextuais e contextuais para ler nas entrelinhas (fazer inferências), ampliando a compreensão. Escrever produção de textos Conhecer, utilizar e valorizar os modos de produção e de circulação da escrita na sociedade. Desenvolver as capacidades necessárias para o uso da escrita no contexto escolar e social, valorizando os modos de produção e de circulação da escrita na sociedade. Escrever dispondo, ordenando e organizando o próprio texto, de acordo com as convenções da norma culta da língua. 6

7 O que o aluno aprende? Oralidade, leitura e escrita. Leitura e interpretação de textos narrativos (contos), textos jornalísticos, informativos e poéticos. Produção de textos narrativos (contos) e informativos. Apropriação ortográfica adequada à série. Apropriação gramatical adequada à série. Como o aluno aprende? O livro didático contempla as habilidades relacionadas à leitura, interpretação e produção de textos, além do uso de aspectos gramaticais e ortográficos relativos à série. Desenvolvimento da oralidade: Nas discussões abertas, ao compartilhar ideias com os colegas, professores e funcionários, em trabalhos coletivos. Desenvolvimento da leitura: Diariamente através da leitura de textos literários, científicos e escolares. Bibliotecas: utilizar a Biblioteca de Classe e a da escola com autonomia e liberdade de escolha, respeitando os prazos de devolução. Projetos Literários: um projeto por semestre a partir dos livros adquiridos pelas famílias. Os livros de Literatura serão lidos em casa e trabalhados coletivamente em sala. Desenvolvimento da escrita: Gênero textual - A partir da leitura dos livros selecionados para a série, os alunos serão incentivados a reescrever alguns contos e a produzir novos textos. A revisão textual será incentivada e desenvolvida pelos alunos a partir do uso de códigos de correção. Produções textuais - Durante todo o ano letivo, serão proporcionadas situações em que, os alunos criarão textos em grupo, em dupla e individualmente. Trabalho com a estrutura da língua A gramática e a ortografia da Língua Portuguesa serão trabalhadas de forma contextualizada. 7

8 Correções Correção coletiva: lela é diária, as respostas são registradas no quadro, estimulando os alunos a realizarem a autocorreção. Correção individual: questões ortográficas e Conceituais. Somente os cadernos, as fichas de trabalho (todas as disciplinas) e as produções de texto são corrigidas individualmente pela professora durante todo ao ano. Obs. É importante ressaltar que em função do melhor andamento do planejamento nem sempre os materiais enviados para casa estarão corrigidos. Competências da Disciplina Matemática Intenções Pedagógicas Números e operações Desenvolver o senso numérico: com o sistema de numeração decimal em suas diversas formas de expressão decimal, fracionária e percentual; com o significado das operações e seus fatos fundamentais; com as técnicas operatórias; com o cálculo mental. Grandeza e medidas Destacar a importância do caráter social das medidas, promovendo um trabalho que leve o aluno a refletir sobre o que é medir, comparando e estimulando para chegar ao estudo das diferentes grandezas e suas principais unidades de medida-padrão: comprimento, superfície, volume, massa, capacidade, tempo, ângulo e temperatura. Espaço e forma Desenvolver o senso espacial, a familiarização com as formas planas e espaciais e algumas propriedades geométricas por meio de atividades experimentais de manipulação e construção. Desenvolver a habilidade de localizar objetos no espaço através de coordenadas, assim como de representar planificadas ou em malhas as formas espaciais. 8

9 Tratamento de informação Levar o aluno a coletar e organizar dados e apresentá-los por meio de tabelas e gráficos. Interpretar informações e fazer previsões que o auxiliem a resolver problemas. O que o aluno aprende? Números e Operações Noções de estatística em situações-problema Milhar Dezena de milhar Centena de milhar Milhão Arredondamento Tabuada até 9 Adição, subtração, multiplicação e divisão Frações Grandeza e Medidas Uso no cotidiano do sistema monetário. Noção de tempo, tamanho, peso e medida. Espaço e forma Sólidos Geométricos. Classificação dos sólidos geométricos. Regiões planas e seus contornos. Tratamento de Informação Leitura, interpretação e organização de informações em gráficos e tabelas, nas situações cotidianas. 9

10 Como o aluno aprende? O livro didático adotado contempla os conteúdos. Jogos e manipulação de materiais concretos. Exercícios de fixação no caderno e em fichas. Jogos, exercícios e atividades práticas para a fixação da tabuada. Estudo e fixação da tabuada. Competências da Disciplina Ciências Sociais Intenções Pedagógicas Identidade, Alteridade e Grupos Sociais Trabalhar as noções de igualdade e diferença. Realizar debates como exercício de argumentação, escuta e respeito às diferentes opiniões. Aguçar o olhar além dos estereótipos. Realizar trabalhos em grupo. Construir conceito de cidadania (pertencimento). Tempo, Rupturas e Permanência Movimentar-se com segurança no tempo vivido e histórico. Identificar as rupturas e permanências nos processos históricos. Construir conceitos de ordem de sucessão ou ordenação. Construir conceitos de duração e simultaneidade. Elaborar quadros cronológicos e linhas de tempo. 10

11 Paisagem Espaço Perceber o lugar como espaço social vivido Perceber pelos sentidos o espaço vivido. Localizar pessoas e objetos de diferentes pontos de vista. Operar com as relações espaciais significativas todo-parte. Situar pontos em uma rede de coordenadas e expressar graficamente estas ações. Identificar limites e fronteiras (vizinhança). O que o aluno aprende? Estudo do Município do Rio de Janeiro Fundação da Cidade Períodos: Colônia, Império e República Estudo da sociedade, sua organização política, econômica, cultural e geográfica através do tempo e do espaço. Construção de vida em sociedade. Leitura da realidade social. Leitura de textos informativos, imagens, tabelas, gráficos e legendas. Como o aluno aprende? Através da leitura de livros, textos e imagens. Leitura de tabelas, gráficos e mapas. Manipulação de objetos. Exercícios complementares (fichas). Saídas Culturais. Observação de espaços naturais e sociais. Entrevistas. Pesquisas e registros. 11

12 Competências da Disciplina Ciências Naturais Intenções Pedagógicas Valorizar os modos saudáveis de alimentação e de cuidado com o corpo. Compreensão do corpo humano como um todo integrado e a saúde como bem estar físico, social e psíquico do indivíduo. Tomar consciência de cuidados a serem tomados pelo ser humano em sua exposição ao meio ambiente. Reconhecer que os seres vivos dependem uns dos outros. O que o aluno aprende? O Corpo Humano Ambiente Seres Vivos As relações entre os seres vivos Como o aluno aprende? O livro didático contempla os conteúdos acima. Através de ações cotidianas cuidar e preserva o Meio Ambiente. Ações investigativas - através da: observação, experimentação, argumentação, leitura e registros. Leitura e interpretação de textos informativos: jornais, revistas. Observação de fotografias. Visitas ao Laboratório, Biblioteca e Horta. Exercícios complementares de fixação. 12

13 Competências da Disciplina Alemão Intenções Pedagógicas O que o aluno aprende? Competência Lingüística Compreender o que é dito e reagir de acordo com as situações de sala de aula. Expressar vontade ou necessidade. Conhecer aspectos culturais da Alemanha (músicas, tradição e festas). Ler e ouvir, compreender textos curtos e formular frases com vocabulário conhecido. (Relacionar oralmente ou por escrito o que ouve ou lê às figuras ou cenas apresentadas). Recontar e/ ou dramatizar as histórias trabalhadas em sala de aula. Produzir textos com aproximadamente 120 palavras. Fazer uso espontâneo do idioma em situações do dia a dia. Competência Pessoal e Social Respeitar as regras de sala de aula. Respeitar os outros. Administrar o próprio material. Desenvolver a capacidade de trabalhar com autonomia individualmente ou em grupo. Refletir sobre o próprio processo de aprendizagem Como o aluno aprende? Através de CDs, imagens, dramatização de textos, músicas, filmes, jogos, deveres de casa e sites da internet, leituras, avaliações e exercícios escritos. 13

14 Deveres de casa: Diariamente, porém nem sempre escritos. Avaliação: Há 3 provas escritas por semestre, que correspondem a 40% do rendimento do aluno. Os outros (60%) privilegiam os seguintes critérios: Competência lingüística 30% (testes, apresentações orais, teatrinho, participação em sala de aula, interação e uso do idioma). Competência social e pessoal 30% (deveres de casa, trabalho em grupo, ou em dupla, disposição para ajudar, postura de estudante). OBS: Período de adaptação para alunos sem conhecimento prévio de Alemão poderá ser de 6 meses a 1 ano. Competências da Disciplina Música Intenções Pedagógicas Expressar-se criativamente através da linguagem musical utilizando-se da voz, de diferentes instrumentos e meios de produção sonora e em diversas formações (conjuntos grandes e pequenos). Realizar tarefas em grupo, como ensaios, criação de arranjos e composições, e participar de discussões e de debates com uma atitude construtiva, crítica e tolerante, a fim de participar ativamente no seu próprio aprendizado musical. O que o aluno aprende? A grafia musical: ler e escrever música, sua importância como registro da atividade e do pensamento musical da humanidade. Revê e aprofunda noções de história da música de concerto (formas, instrumentos e conjuntos), da música popular brasileira, alemã e internacional e da música tradicional de diferentes culturas. 14

15 Entra em contato direto com vocabulário de termos musicais em língua alemã. Entra em contato com as possibilidades e dificuldades da produção de uma apresentação musical. Como o aluno aprende? Através de trabalhos práticos, como: fazer música em conjunto; pesquisar, discutir, elaborar e apresentar diferentes aspectos do conteúdo. Cantando e tocando Flauta Doce e outros instrumentos, tanto os disponíveis na EAC, quanto àqueles que aprendam fora da Escola. Entrando em contato com inúmeras manifestações musicais, através de gravações, vídeos e apresentações, e discutindo e sistematizando o conhecimento a respeito delas. Avaliação Todas as avaliações são realizadas com critérios discutidos com os alunos. Trabalhos individuais e em grupo (a cada semestre um deles vale como teste). Provas (uma a cada semestre). Avaliação continuada. Competências da Disciplina Artes Visuais Intenções Pedagógicas O que o aluno aprende? Introdução ao desenho abstrato. Noções de perspectiva. Pesquisa e análise de imagens: apresentação de referências visuais de determinada cultura identificando sua identidade visual. Percepção do conjunto da obra. Desenvolvimento dos processos de criação: produção de arte a partir das culturas em questão. 15

16 Como o aluno aprende? Exibição de imagens de obras de arte e ícones arquitetônicos de determinada cultura. Construção de trabalho individual e/ou em grupo apropriando-se dos códigos estéticos que foram identificados e utilizando técnicas variadas. Desenvolvimento de um projeto tridimensional. Desenho de observação. Projeto: Diferentes planos Arte cinética Avaliação: Todas as avaliações são realizadas com critérios discutidos com os alunos. O processo é avaliado pelo professor, com a participação do aluno, através de autoavaliação. Os alunos fazem apreciações tanto do seu trabalho, quanto dos trabalhos dos colegas. Os alunos também dão notas para os trabalhos realizados, de acordo com os objetivos determinados para cada proposta. A postura é muito importante e as combinações feitas servem como um dos parâmetros para a avaliação. Durante os projetos mais longos, os alunos fazem anotações sobre a postura do grupo, a cada dia de trabalho. 16

17 Competências da Disciplina Educação Física Intenções Pedagógicas O que o aluno aprende? A socializar-se através de jogos e brincadeiras em duplas e em pequenos grupos. A executar os mais variados movimentos que estimulam e desenvolvem a lateralidade, o equilíbrio, a coordenação ampla e fina e viso-motor havendo um aumento no grau de dificuldade na execução dos movimentos. A conhecer seu corpo, desenvolvendo seu esquema e domínio corporal. A executar e compreender os grandes jogos e suas regras: queimado e suas variações, base, pique bandeira, frisbee, futebol raio, handgol, basquetinho e câmbio. Movimentos básicos dos esportes coletivos e individuais: Basquete, Vôlei, Futebol, Handebol, Atletismo, Ginástica Artística e Rítmica, e Jogos com Raquete. Como o aluno aprende? Através de jogos, brincadeiras variadas e circuitos. Através da relação com os objetos e com os diferentes espaços. Através de orientações dos professores. Festa Esportiva. Avaliação O aluno é avaliado na sua atuação esportiva, em sua participação nas aulas e nas suas atitudes (aceitação de regras). 17

18 Competências da Disciplina Informática Intenções Pedagógicas Trabalhar de forma autônoma. Seguir as instruções das tarefas no ritmo próprio. Realizar as atividades, aceitando as normas e regras previamente estabelecidas. Levar o aluno a observar que o erro é um caminho para o acerto. Transferir conhecimentos adquiridos nas atividades anteriores para a nova situação apresentada. Socializar o conhecimento adquirido. O que o aluno aprende? Editor de textos Funções básicas de formatação (fonte, parágrafo, alinhamento, layout da folha). Auto formas /WordArt. Inserir símbolos. Inserir uma imagem criada no Editor Gráfico Passar o corretor ortográfico no texto digitado Utilizar o recurso de sinônimos Impressão. Editor gráfico Criar arquivo - salvar e recuperar informações Recortar/colar Utilizar as ferramentas mais utilizadas no programa 18

19 Power Point Trajetórias Layout e design de slide Formatação de texto. Software para estudar a tabuada Como o aluno aprende? Utilizando os softwares na execução dos trabalhos/projetos. Competências da Disciplina Inglês Intenções Pedagógicas Familiarizar o aluno com a língua inglesa, apresentando estruturas gramaticais simples e promovendo o reconhecimento de vocabulário básico. Estimular a competência oral e auditiva. Desenvolver a noção do inglês como língua internacional. Como o aluno aprende? Através de músicas, vídeos curtos, jogos e pesquisas. Avaliações: Não há nota. 19

20 Postura de Estudante O que esperamos dos nossos alunos. Registrar as tarefas (deveres de casa, pesquisas e leituras), a serem feitas em casa diariamente no Diário de Bordo. Criar uma rotina de estudo. Apresentar os deveres e trabalhos pedidos pontualmente, com assiduidade e organização. Ter autonomia para manter o material organizado e trazê-lo de acordo com a necessidade das aulas. Manter uma atitude respeitosa com professores, colegas e demais funcionários. Saber usar adequadamente os espaços da escola e outros espaços públicos. Comprometer-se com a leitura semanal dos livros da Biblioteca de Classe. Realizar as correções, as revisões e as reescrituras com atenção. Realizar as avaliações bimestrais com autonomia. Participação das famílias Supervisionar diariamente os deveres de casa através do Diário de Bordo. Incentivar os estudos e as pesquisas. Criar e manter um ambiente acolhedor e tranquilo durante os momentos de estudo. Incentivar a leitura. Valorizar o idioma Alemão. 20

21 Equipe do Fundamental I Coordenação de Segmento: Vera d Orey Orientação Educacional: Renata Cechetti Coordenação Pedagógica: Simone Garcia Messias Coordenação de Alemão: Bárbara Barboza Professoras de Classe: Alessandra Marques Fernanda Mercadante Marta Monteiro Professoras de DaF: Barbara Barboza Tânia Simões Marilene Frantz Silvia Magalhães Professora de Arte: Deise Hoffmann e Kátia Sanches Professores de Educação Física: Ronald, Mônica e Ricardo Batista Professora de Informática: Miriam Lerner Professor de Música: Maria Gabriela Professor de Ed. Ambiental: Danilo Netto Professora de Inglês: Ana Patricia Garcia 21

22 Rua São Clemente Botafogo - CEP: Rio de Janeiro - RJ - Brasil Tel. 55 (21) Fax. 55 (21)

4º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos Pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2015

4º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos Pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2015 4º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos Pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2015 Sumário Currículo por Competências. 04 Competências Pessoais e Sociais. 05 Competências Metodológicas.

Leia mais

3º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012

3º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012 3º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2012 Sumário Currículo por Competências. 03 Competências Pessoais e Sociais. 04 Competências Metodológicas.

Leia mais

2º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012

2º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012 2º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2012 Sumário Currículo por Competências. 03 Competências Pessoais e Sociais. 04 Competências Metodológicas.

Leia mais

1º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012

1º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2012 1º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2012 Sumário Currículo por Competências. 03 Competências Pessoais e Sociais. 04 Competências Metodológicas.

Leia mais

1º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2015

1º ANO. PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas. Ensino Fundamental I Ano: 2015 1º ANO PROPOSTA PEDAGÓGICA DA SÉRIE Procedimentos pedagógicos das Áreas Ensino Fundamental I Ano: 2015 Sumário Currículo por Competências. 04 Competências Pessoais e Sociais. 05 Competências Metodológicas.

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas:

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas: EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil, enquanto segmento de ensino que propicia um maior contato formal da criança com o mundo que a cerca, deve favorecer a socialização da criança, permitir a interação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 1º CICLO - 1º ANO DE ESCOLARIDADE PORTUGUÊS PLANIFICAÇÃO MENSAL DE JANEIRO DOMÍNIOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) MATERIAIS/RECURSOS MODALIDADES

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Componente

Leia mais

Planejamento. Educação infantil Ciranda Nível 3. Unidade 1: Cirandando

Planejamento. Educação infantil Ciranda Nível 3. Unidade 1: Cirandando Linguagem oral e escrita Planejamento Educação infantil Ciranda Nível 3 Unidade 1: Cirandando Formas textuais Conhecer diferentes tipos de textos. Conhecer um texto instrucional e sua função social. Priorizar

Leia mais

1 o Período Educação Infantil

1 o Período Educação Infantil 1 o Período Educação Infantil Eixo temático: O tema Imaginação visa a estimular as distintas áreas de desenvolvimento integral das crianças, bem como favorecer o crescimento de suas habilidades e competências.

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2014 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens, códigos e suas tecnologias. Componente Curricular: Artes Série:

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange

4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange 4º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 9 ANOS 1ª etapa Professoras Regentes: Alessandra / Ana Paula / Solange LÍNGUA PORTUGUESA Leitura: Meu nome não é esse (Notícia); Pesquisa de opinião (entrevista); Aprofundamento

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

Conhecendo o Aluno Surdo e Surdocego

Conhecendo o Aluno Surdo e Surdocego I - [FICHA DE AVALIAÇÃO SOBRE O ALUNO SURDO E/OU COM DEFICIÊNCIA AUDITIVA] Usar letra de forma É importante considerarmos que o aluno surdo da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro possui características

Leia mais

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18).

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18). SUGESTÕES PARA O APROVEITAMENTO DO JORNAL ESCOLAR EM SALA DE AULA 1ª a 5ª série A cultura escrita diz respeito às ações, valores, procedimentos e instrumentos que constituem o mundo letrado. Esse processo

Leia mais

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES

AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES ESCOLA BÁSICA LUÍS DE STTAU MONTEIRO - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº1 DE LOURES AVALIAÇÃO NAS DISCIPLINAS CURRICULARES DOMÍNIOS / CRITÉRIOS 3º Ciclo DISCIPLINA COGNITIVO / OPERATIVO E INSTRUMENTAL CONHECIMENTOS

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Historia

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC: PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Componente

Leia mais

VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil

VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil VISÃO: ser referência na comunidade na área de educação Infantil NOSSA MISSÃO: Por meio da educação formar cidadãos felizes, independentes, éticos e solidários VALORES: Respeito, honestidade, boa moral

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO. Português

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO. Português ENSINO FUNDAMENTAL Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737 www.ciman.com.br MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 2º ANO ESCUTA/ LEITURA/ PRODUÇÃO DE TEXTO ORAL E ESCRITO Textos narrativos Contos de

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação DGEstE Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Centro Agrupamento de Escolas Figueira Mar Critérios de Avaliação 1º Ciclo Ano Letivo 14/ Terminologia a utilizar na classificação

Leia mais

MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 2º BIMESTRE 1º ANO

MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 2º BIMESTRE 1º ANO ENSINO FUNDAMENTAL Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737 www.ciman.com.br MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 2º BIMESTRE 1º ANO Formação Pessoal e Social Identidade e Autonomia Posturas de Estudante Conteúdos

Leia mais

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO

OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO Ano: 3º ANO Disciplina: História Professor Responsável: Wladson Quiozine OBJETIVOS 3º TRIMESTRE ENSINO MÉDIO 1. Retomar os aspectos essenciais do conteúdo programático da disciplina de História do Ensino

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 6º ANO "... A minha contribuição

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Componente Curricular: BIOLOGIA Série:

Leia mais

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA ESCOLA ESTADUAL ALMIRANTE TOYODA-2014 PROJETO IDENTIDADE MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA TURMA: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL (AZALÉIA E ACÁCIA) PROFESSORAS: GENISMEYRE E LUCILEILA Projeto Identidade Público

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias Componente Curricular: Inglês Série:

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 Agrupamento de Escolas Domingos Sequeira Área Disciplinar: Português Ano de Escolaridade: 3º Mês: outubro Domínios de referência Objetivos/Descritores Conteúdos Oralidade 1

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia

Leia mais

Área de Formação Pessoal e Social

Área de Formação Pessoal e Social Área de Formação Pessoal e Social Identidade/ Auto-estima Independência/ Autonomia Convivência democrática/ Cidadania Brincar com o outro (s); Ouvir os outros; Saber identificar-se a si e o outro; Esperar

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec: ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de

Leia mais

PLANO DE TRABALHO - 2014

PLANO DE TRABALHO - 2014 Disciplina: Língua Portuguesa Professora: Eloisa Pereira Alves da Silva Oralidade PLANO DE TRABALHO - 2014 Participar de situações que envolvam usos da linguagem oral no cotidiano escolar, respeitando

Leia mais

Orientações de Como Estudar Segmento II

Orientações de Como Estudar Segmento II Orientações de Como Estudar Segmento II Aprender é uma tarefa árdua que exige esforço e método e por isso organizamos algumas dicas para ajudá-lo(la) a aprender Como Estudar! Você verá que as orientações

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Técnico ETEC RODRIGUES DE ABREU - EXTENSÃO AGUDOS Código: 135.01 D Município: AGUDOS Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS Componente Curricular:

Leia mais

Objetivos de Aprofundamento:

Objetivos de Aprofundamento: OBJETIVOS 1 o TRIMESTRE 2013 6 os ANOS LÍNGUA PORTUGUESA Interpretar os diversos gêneros textuais (conto, poema, história em quadrinhos e anedota), identificando os mecanismos estruturais da narrativa.

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2011 Educação Infantil III Área de conhecimento: Linguagem Série: Infantil III Educação Infantil Competências Habilidades a serem desenvolvidas Eixo/Conteúdos

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação Ano letivo 2013/2014 Critérios de Avaliação 2013/2014 Introdução As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho

Leia mais

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO

EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PORTUGUESA DE LÍNGUA. Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) MARÇO EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA MARÇO 2013 Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1º

Leia mais

Maternal 3 anos Educação Infantil

Maternal 3 anos Educação Infantil Maternal 3 anos Educação Infantil Eixo temático: Tema: Joca e suas aventuras As crianças, nesta fase, caracterizam-se pelo movimento e pela ação. Agem ativamente em seu entorno, acompanhando seus movimentos

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. www.dombosco.sebsa.com.br/colegio

ENSINO FUNDAMENTAL. www.dombosco.sebsa.com.br/colegio ENSINO FUNDAMENTAL www.dombosco.sebsa.com.br/colegio Sala de aula 1º ao 5ª ano Os alunos do Colégio Dom Bosco desfrutam de uma ampla estrutura física, totalmente projetada para atender todas as necessidades

Leia mais

INFORMATIVO 2015 III UNIDADE 3 ano LÍNGUA PORTUGUESA

INFORMATIVO 2015 III UNIDADE 3 ano LÍNGUA PORTUGUESA INFORMATIVO 2015 III UNIDADE 3 ano Com o objetivo de promover avanços no desenvolvimento dos educandos, tendo em vista a aquisição de novos conhecimentos, habilidades e a formação de atitudes e valores

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO DE LINGUAGEM

EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO DE LINGUAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO DE LINGUAGEM COMUNICAÇÃO FASE I FASE II ORALIDADE Transmitir recados simples. Formar frases com seqüência. Argumentar para resolver conflitos. Verbalizar suas necessidades e

Leia mais

COLÉGIO SANTA MARCELINA INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE ENSINO FUNDAMENTAL I 5º ANO - 2016

COLÉGIO SANTA MARCELINA INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE ENSINO FUNDAMENTAL I 5º ANO - 2016 COLÉGIO SANTA MARCELINA INFORMATIVO DO 2º TRIMESTRE ENSINO FUNDAMENTAL I 5º ANO - 2016 LÍNGUA PORTUGUESA Reconhecer o gênero de um texto a partir de seu contexto; Analisar textos de diferentes gêneros;

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2015. Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2015. Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: CIÊNCIAS DA NATUREZA Componente Curricular: BIOLOGIA Série: 1ª Eixo Tecnológico:

Leia mais

Plano de Estudo 3ª Etapa

Plano de Estudo 3ª Etapa Plano de Estudo 3ª Etapa NÍVEL DE ENSINO: ENSINO FUNDAMENTAL I ANO: 4º Querido (a) aluno(a), SAÚDE E PAZ! Esse plano de estudo tem como finalidade ajudá-lo (a) a se organizar melhor em seu hábito de estudo

Leia mais

Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014. Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos

Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014. Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos Domínio das atitudes e valores Domínio Cognitivo Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014 Docente: Graça Silva Turma: 6.º A Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos Domínios de Avaliação Instrumentos

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO AA 285 ESTÁGIO SUPERVISIONADO I LÍNGUA PORTUGUESA NO 6º E 7º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Língua Portuguesa. Elaborar propostas de trabalho com diferentes gêneros textuais que contemplem também textos literários.

Leia mais

ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/15 COTAÇÃO ESTIMADA

ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/15 COTAÇÃO ESTIMADA ANEXO VIII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 001/15 COTAÇÃO ESTIMADA 1. DO OBJETO Constitui-se como objeto da Ata de Registro de Preço a aquisição de materiais didáticos e paradidáticos em tecnologia educacional para

Leia mais

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação PORTUGUÊS Domínios em Domínios/Competências Fatores de ponderação Instrumentos de Domínio Cognitivo Compreensão oral 20% Registos e grelhas de observação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio EtecPaulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos - SP Área do conhecimento: Linguagens, códigos e suas tecnologias Componente curricular: Inglês Série:

Leia mais

pesquisa histórias arte jogos

pesquisa histórias arte jogos O Colégio Trevo oferece quatro anos de ensino na Educação Infantil: Mini Maternal,Maternal, Jardim I e Jardim II. Cada sala de aula possui ambientes exclusivos, onde alunos desenvolvem suas habilidades

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III OBJETIVOS GERAIS Construção da autoimagem e desenvolvimento da autoestima; Reconhecimento e descoberta do próprio

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos

Leia mais

GRUPO DE RECRUTAMENTO 620 (ED. FÍSICA)

GRUPO DE RECRUTAMENTO 620 (ED. FÍSICA) GRUPO DE RECRUTAMENTO 620 (ED. FÍSICA) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO (10º, 11º e 12º anos) ENSINO SECUNDÁRIO ATITUDES E VALORES Assiduidade e Pontualidade 3% Fichas de registo de observação Responsabilidade e

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar de Informática. Professora: Fabiana Marcasso

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico. Qualificação: Auxiliar de Informática. Professora: Fabiana Marcasso Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos-SP Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática Qualificação:

Leia mais

Plano de Estudo e de Desenvolvimento do Currículo

Plano de Estudo e de Desenvolvimento do Currículo DGEste - Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO Código 152213 4.º ANO Ano Letivo 2014/2015 Aulas Previstas/Ano de Escolaridade Plano de Estudo e de Desenvolvimento

Leia mais

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II

Aprendendo a ESTUDAR. Ensino Fundamental II Aprendendo a ESTUDAR Ensino Fundamental II INTRODUÇÃO Onde quer que haja mulheres e homens, há sempre o que fazer, há sempre o que ensinar, há sempre o que aprender. Paulo Freire DICAS EM AULA Cuide da

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec:Paulino Botelho/ Professor E.E. Arlindo Bittencourt (extensão) Código: 092-2 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação

Leia mais

O Ensino de Matemática na Educação Infantil

O Ensino de Matemática na Educação Infantil Débora de Oliveira O Ensino de Matemática na Educação Infantil No Brasil, desde 1996, a Educação Infantil é considerada a primeira etapa da educação básica e tem como guia de reflexão de cunho educacional

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO 4

INFORMATIVO 2015 GRUPO 4 INFORMATIVO 2015 GRUPO 4 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE. MATEMÁTICA 7º ano

PLANEJAMENTO ANUAL DE. MATEMÁTICA 7º ano COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 7º ano PROFESSORAS: SANDRA MARA

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezados Pais e/ou Responsáveis, Estamos vivenciando o segundo bimestre letivo e o processo de aprendizagem representa pra nós, motivo de alegria e conquistas diárias. Confiram as habilidades

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio - 2015 Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Ciências humanas e suas tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIENCIAS DA NATUREZA, MATEMATICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular:

Leia mais

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série).

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série). INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A EJA 1- Você se matriculou em um CURSO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA). Esse curso tem a equivalência do Ensino Fundamental. As pessoas que estudam na EJA procuram um curso

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Historia

Leia mais

OBJETIVO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA APRENDIZAGEM

OBJETIVO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA APRENDIZAGEM A FORMAÇÃO TEÓRICO RICO- PRÁTICA DO PROFESSOR ALFABETIZADOR DIANTE DA NOVA NOVA CONCEPÇÃO DE ENSINO- APRENDIZAGEM PROFª.. MS. MARIA INÊS MIQUELETO CASADO 28/05/2009 OBJETIVO - Contribuir para a reflexão

Leia mais

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA BÁRBARA Departamento Pré-Escolar/1º Ciclo 151 956 Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar Área

Leia mais

ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE PLANO DA I UNIDADE

ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE PLANO DA I UNIDADE ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE GRUPO: 7 PERÍODO: / à / ÁREA DO CONHECIMENTO: Música CARGA HORÁRIA: COMPETÊNCIAS E HABILIDADES PLANO DA I UNIDADE - Conhecer e criar novas melodias. - Desenvolver

Leia mais

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300 CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO. 1. Dados de identificação PLANO

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: : Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Componente Curricular: Inglês Série: 3º

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

Apresentação do projeto:

Apresentação do projeto: Apresentação do projeto: Este projeto tem o intuito do conhecimento global do ser humano: conhecendo seu corpo, ampliando conceitos de higiene e saúde, descobrindo que o indivíduo está presente em todas

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo Linguagem Letras do alfabeto Nome próprio, nome da escola, histórias Nome das profissões, histórias, músicas Histórias, nome das plantas Histórias em quadrinho, brincadeiras, nome dos brinquedos Nome dos

Leia mais

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO

ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO I PORTUGUÊS: Compreensão e interpretação de texto. Ortografia: divisão silábica, pontuação, hífen, sinônimo, acentuação gráfica, crase. Morfologia: classes de

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Área de conhecimento: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular:

Leia mais

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL V

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL V CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL V OBJETIVOS GERAIS. Desenvolvimento da autoestima; Reconhecimento e descoberta do próprio corpo; Desenvolvimento

Leia mais

Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais

Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais Metodologia I nvestigativa Escolha de uma situação inicial: Adequado ao plano de trabalho geral; Caráter produtivo (questionamentos); Recursos (materiais/

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL 1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR REGISTO DE OBSERVAÇÃO / AVALIAÇÃO Nome Data de Nascimento / / Jardim de Infância de Educadora de Infância AVALIAÇÃO

Leia mais

Disponível em: http://www.portacurtas.com.br/filme.asp?cod=2844

Disponível em: http://www.portacurtas.com.br/filme.asp?cod=2844 Filme: Juro que vi: O Curupira Gênero: Animação Diretor: Humberto Avelar Ano: 2003 Duração: 11 min Cor: Colorido Bitola: 35mm País: Brasil Disponível em: http://www.portacurtas.com.br/filme.asp?cod=2844

Leia mais

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos.

3 a 5. 6 a 10. 11 a 14. Faixa Etária Prevista. Etapa de Ensino. Duração. Educação Infantil. anos. Ensino Fundamental: Anos Iniciais. 5 anos. Etapa de Ensino Faixa Etária Prevista Duração Educação Infantil 3 a 5 anos Ensino Fundamental: Anos Iniciais 6 a 10 anos 5 anos Ensino Fundamental: Anos Finais 11 a 14 anos 4 anos EDUCAÇÃO INFANTIL EDUCAÇÃO

Leia mais

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo Critérios de Avaliação 1º Ciclo 2015/2016 Critérios de Avaliação do 1º ciclo Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver pelos alunos de cada ciclo de ensino têm como referência os conteúdos

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Inglês Instrumental Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Módulo:

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS A língua é um sistema que se estrutura no uso e para o uso, escrito e falado, sempre contextualizado. (Autor desconhecido)

Leia mais

O lugar da oralidade na escola

O lugar da oralidade na escola O lugar da oralidade na escola Disciplina: Língua Portuguesa Fund. I Selecionador: Denise Guilherme Viotto Categoria: Professor O lugar da oralidade na escola Atividades com a linguagem oral parecem estar

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO. Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO. Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL Cruzeiro 3213-3838 Octogonal 3213-3737 www.ciman.com.br MAPA DE CONTEÚDOS E OBJETIVOS 1º BIMESTRE 4º ANO CPG Língua Portuguesa Leitura e interpretação de textos (características e função

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.934, DE 22 DE JANEIRO DE 2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.934, DE 22 DE JANEIRO DE 2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.934, DE 22 DE JANEIRO DE 2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL UNIDADADE LITORAL NORTE/OSÓRIO GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA CLAINES KREMER GENISELE OLIVEIRA EDUCAÇÃO AMBIENTAL: POR UMA PERSPECTIVA DE RELAÇÕES ENTRE

Leia mais

AVALIAÇÃO DO ENSINO SECUNDÁRIO Cursos Cientifico-Humanísticos

AVALIAÇÃO DO ENSINO SECUNDÁRIO Cursos Cientifico-Humanísticos AVALIAÇÃO DO ENSINO SECUNDÁRIO Cursos Cientifico-Humanísticos PORTUGUÊS 2 2 2 1 Oralidade Leitura Escrita Funcionamento da Língua LITERATURA PORTUGUESA 90% Domínio do Conhecimento 3 3 Leitura Escrita Oralidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 2º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO. Critérios de Avaliação. 2º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES MAGALHÃES 1º CICLO Critérios de Avaliação 2º Ano Atitudes e Valores Conhecimentos e Capacidades Disciplina: PORTUGUÊS Domínio Parâmetros de Avaliação Instrumentos de

Leia mais

Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente

Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente A Prova Docente: Breve Histórico Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente Instituída pela Portaria Normativa nº 3, de

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Rio Tinto AERT E. B. 2, 3 de Rio Tinto

Agrupamento de Escolas de Rio Tinto AERT E. B. 2, 3 de Rio Tinto Agrupamento de Escolas de Rio Tinto AERT E. B. 2, 3 de Rio Tinto CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 3º CICLO - 2015/2016 Os critérios de avaliação têm como documentos de referência o Programa de Inglês

Leia mais

Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa

Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa Ciclo de Aprendizagem I e II MARCOS

Leia mais

Conhecendo o Aluno com Deficiência Visual

Conhecendo o Aluno com Deficiência Visual I - [FICHA DE AVALIAÇÃO SOBRE O ALUNO COM DEFICIÊNCIA VISUAL] Usar letra de forma Nome completo do aluno _ Idade Data de Nascimento Sexo Feminino Masculino Nome completo da Escola _ CRE 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE

PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE DISCIPLINA CONTEÚDO HABILIDADES/COMPETÊNCIAS PORTUGUÊS - Construção da identidade social e do grupo; Linguagem oral Linguagem oral Desenvolver a coordenação visomotora, a criatividade

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais