CURSO TROPA DE ELITE BATALHA FINAL AGENTE PENITENCIÁRIO/MG RACIOCÍNIO LÓGICO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO TROPA DE ELITE BATALHA FINAL AGENTE PENITENCIÁRIO/MG RACIOCÍNIO LÓGICO"

Transcrição

1 CURSO TROPA DE ELITE BATALHA FINAL AGENTE PENITENCIÁRIO/MG RACIOCÍNIO LÓGICO 2ª Parte: - Problemas com Conjuntos - Problemas com Frações - Problemas com Porcentagens - Sequências Lógicas 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

2 CONJUNTOS 1. TEORIA DOS CONJUNTOS 1) Relações de Pertinência Relacionam elemento com conjunto. E a indicação de que o elemento pertence ou não pertence a um conjunto é feita pelos símbolos: Î (pertence) e Ï (não pertence). Exemplo 1: a) 2 Î {0, 1, 2} b) 4 Ï {0, 1, 2} 2) Relações de Inclusão Relacionam um conjunto com outro conjunto. Temos a seguinte simbologia de inclusão: Ì (está contido), Ë (não está contido), É (contém) e É (não contém). Exemplo 2: a) {2, 5} Ì {0, 1, 2, 5} b) {2, 7} Ë {0, 1, 2, 5} c) {0, 1, 2, 5} É {2, 5} d) {0, 1, 2, 5} É {2, 7} 3) Subconjunto Diz-se que A é subconjunto de B se todo elemento de A é também elemento de B. Exemplo 3: a) {2} é subconjunto de {1, 2, 3} b) {1, 3} é subconjunto de {1, 3, 5} 4) Conjunto das Partes de um Conjunto O conjunto das partes de um conjunto A, simbolizado por P(A), é o conjunto cujos elementos são todos partes (subconjuntos) de A. O número de partes (subconjuntos) de um conjunto A é dado por 2 n, em que n é o número de elementos de A. Exemplo 4: Dado o conjunto A={1, 2, 3}, encontrar o conjunto das partes de A. Solução: Como A tem 3 elementos, P(A) terá 8 elementos (=2 3 ). O conjunto P(A) é { {1}, {2}, {3}, {1, 2}, {1, 3}, {2, 3}, {1, 2, 3}, Æ }. Onde o símbolo Æ representa o conjunto vazio. Este é sempre subconjunto de qualquer conjunto. 5) Operações com Conjuntos Considerando os conjuntos A, B e o conjunto-universo U, daremos a definição de cada operação com conjuntos: a) União (È) A união entre dois conjuntos, AÈB, é o conjunto formado pela reunião dos elementos de A e de B. Simbolicamente: AÈB = {x xîa ou xîb}. Exemplo 5: {1, 2, 3} È {2, 5, 8} = {1, 2, 3, 5, 8} (Resposta!) 2

3 A representação gráfica da união entre dois conjuntos é dada pelo seguinte desenho: A B U b) Interseção (Ç) A intersecção entre dois conjuntos, AÇB, é o conjunto formado pelos elementos que são comuns aos dois conjuntos. Simbolicamente: AÇB = {x xîa e xîb}. Exemplo 6: {1, 2, 3} Ç {2, 5, 8} = {2} (Resposta!) Representação gráfica da intersecção entre dois conjuntos: c) Diferença ( ) A diferença entre dois conjuntos, B A, é o conjunto formado pelos elementos de B que não pertencem a A. Simbolicamente: B A = {x xîb e xïa}. Exemplo 7: {1, 2, 3} {2, 5, 8} = {1, 3} (Resposta!) A representação gráfica da diferença entre dois conjuntos (B-A) é dada pelo seguinte desenho: d) Complementar (') O complementar do conjunto A, simbolizado por A', é o conjunto formado pelos elementos do conjunto universo (U) que não pertencem a A. Simbolicamente: A'={xÎU xïa}. A representação gráfica do complementar do conjunto A é dada pelo seguinte desenho: A U 3

4 f) Fórmula da União Existe uma fórmula que relaciona o número de elementos da união, da intersecção e dos conjuntos individuais. A fórmula é dada por: à n(aèb) = n(a) + n(b) n(açb) Se forem três conjuntos a fórmula será: à n(aèbèc)=n(a)+n(b)+n(c) n(açb) n(açc) n(bçc)+n(açbçc) Exemplo 8: Calcule o número de elementos da união dos conjuntos A e B a partir dos seguintes dados: n(a)=10, n(b)=7, n(açb)=5. Solução: Substituiremos os dados na fórmula da união. Teremos: à n(aèb) = n(a)+n(b) n(açb) = à n(aèb) = 12 (Resposta!) Esta não é a única maneira de se chegar à resposta. Fazendo o desenho dos círculos e escrevendo nestes os dados fornecidos, facilmente chegaremos à mesma resposta! Exemplo 9: Considere o diagrama abaixo onde o retângulo representa o conjuntouniverso U e os círculos representam os conjuntos A e B. A B U Com base no desenho, determine: a) O conjunto A Resp.: A = {1, 2, 3, 4, 5} e n(a)=5 b) O conjunto B Resp.: B = {4, 5, 6, 7, 8,9} e n(b)=6 c) O número de subconjuntos de A Resp.: 2 n = 2 5 = 32 subconjuntos d) O número de subconjuntos de B Resp.: 2 n = 2 6 = 64 subconjuntos e) A união de A e B Resp.: A È B = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9} 4

5 f) A intersecção entre A e B Resp.: A Ç B = {4, 5} g) A diferença A B Resp.: A-B = {1, 2, 3} h) A diferença B A Resp.: B - A = {6, 7, 8, 9} i) O complementar de A Resp.: A' = U - A = {6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13} j) O complementar de B Resp.: B' = U - B = {1, 2, 3, 10, 11, 12, 13} Exemplo 10: (TTN 1998 ESAF) Considere dois conjuntos, A e B, tais que A = {4, 8, x, 9, 6} e B = {1, 3, x, 10, y, 6}. Sabendo que a intersecção dos conjuntos A e B é dada pelo conjunto {2, 9, 6}, o valor da expressão y-(3x + 3) é igual a a) -28 b) -19 c) 32 d) 6 e) 0 Sol.: O conjunto resultante da intersecção de A e B é igual a: AÇB={2, 9, 6}. Agora, devemos descobrir os valores de x e de y presentes nos conjuntos A e B. Observe que o número 2 é o primeiro elemento da intersecção entre A e B. Como o número 2 faz parte da intersecção, então ele tem que estar presente nos conjuntos A e B. Mas veja que o elemento 2 não está presente no conjunto A, então devemos fazer x igual a 2. Acabamos, então, de descobrir que x é 2! O número 9 é o segundo elemento da intersecção entre A e B. Como ele faz parte da intersecção, então ele tem que estar presente nos conjuntos A e B. No conjunto A temos o elemento 9, mas no conjunto B não aparece o elemento 9, então devemos fazer y igual a 9. Acabamos de descobrir o valor de y! Encontramos que: x=2 e y=9. O enunciado solicita o valor da expressão y (3x+3), substituindo x e y por 2 e 9, respectivamente, obteremos: à 9 (3.2+3) = 9 (9) = 0 (resposta!) Exemplo 11: (ANEEL 2006 ESAF) X e Y são dois conjuntos não vazios. O conjunto X possui 64 subconjuntos. O conjunto Y, por sua vez, possui 256 subconjuntos. Sabe-se, também, que o conjunto Z = X Y possui 2 elementos. Desse modo, conclui-se que o número de elementos do conjunto P = Y - X é igual a: a) 4 d) vazio b) 6 e) 1 c) 8 5

6 Sol.: O número de subconjuntos de um dado conjunto é calculado por 2 n, onde n é o número de elementos do conjunto. Como o conjunto X tem 64 subconjuntos, então o número de elementos de X pode ser obtido a partir da igualdade: 2 n =64. Resolvendo, vem: à 2 n =64 à 2 n =2 6 à n=6 Portanto, o conjunto X tem 6 elementos. O conjunto Y tem 256 subconjuntos, então o número de elementos de Y pode ser obtido a partir da igualdade: 2 n =256. Resolvendo, vem: à 2 n =256 à 2 n =2 8 à n=8 Portanto, o conjunto Y tem 8 elementos. Agora, dos conjuntos X e Y sabemos que: à n(x)=6; à n(y)=8; à n(xçy)=2. Vamos lançar esses dados no desenho dos círculos X e Y. X Y A quantidade 4, dentro do círculo X, foi obtida da diferença entre 6 e 2. E ela significa que há 4 elementos apenas em X. E a quantidade 6, dentro do círculo Y, foi obtida da diferença entre 8 e 2. E ela significa que há 6 elementos apenas em Y. A questão pede o número de elementos do conjunto diferença Y-X. A região dos círculos correspondente a diferença Y-X é a região do círculo Y que está fora da intersecção. E nesta região há 6 elementos. Resposta: Alternativa B! Exemplo 12: (FCC) Em uma turma de 32 alunos, o número de alunos que praticam futebol é o triplo da quantidade de alunos que só praticam natação. Metade dos alunos dessa turma não pratica nenhum desses dois esportes. A porcentagem dos alunos da turma que praticam somente natação é: a) 10,0% b) 12,5% c) 17,0% d) 22,5% e) 25,0% Sol.: Temos os seguintes dados: à a turma tem 32 alunos; à o número de alunos que praticam futebol é o triplo da quantidade de alunos que só praticam natação; à metade dos alunos dessa turma não pratica nenhum desses dois esportes. Definiremos os seguintes conjuntos: F = conjunto dos alunos que praticam Futebol. N = conjunto dos alunos que praticam Natação. 6

7 O conjunto universo é formado pela turma de 32 alunos. Turma de 32 alunos F N 3x x 16 Como metade dos alunos dessa turma não praticam nenhum desses esportes, então existem 16 (= 32/2) alunos fora dos círculos. Designamos por x o número de alunos que praticam apenas natação. Logo, o número de alunos que praticam futebol é igual a 3x. Se somarmos a quantidade de pessoas que praticam futebol (círculo azul) com a quantidade de pessoas que não praticam futebol (fora do círculo azul), o resultado deve ser igual ao total de alunos da turma: 32 alunos. Temos que: à Pessoas que praticam futebol = 3x à Pessoas que não praticam futebol = x + 16 Somando as quantidades acima tem que dar 32, então: à 3x + (x + 16) = 32 Resolvendo, vem: à 4x = 16 à x = 4 (logo, 4 praticam apenas natação!) A porcentagem dos alunos da turma que praticam apenas natação é igual a razão entre o número de alunos que praticam apenas natação e o número total de alunos. Assim, teremos: à 4/32 = 1/8 = 0,125 = 12,5% (Resposta: Alternativa B) 7

8 PORCENTAGEM 1. RAZÃO CENTESIMAL é a razão cujo denominador é igual a ,8 Exemplos:,,, Existe ainda outra forma de representar essas razões centesimais: 5 = 5% (cinco por cento) = 50% (cinquenta por cento) = 135% (cento e trinta e cinco por cento) ,8 = 33,8% (trinta e três vírgula oito por cento) 100 Tais razões estão expressas em taxas percentuais. Toda percentagem está associada a um número decimal. Exemplos: 48% = 0,48 ; 0,7% = 0,007 ; 7% = 0,07 ; 70% = 0,7 ; 700% = 7 Observação: A porcentagem, quando escrita na forma de 15%, por exemplo, é chamada de forma percentual, enquanto que seu equivalente 0,15 é dito forma unitária ou decimal. 2. TRANSFORMAÇÃO EM TAXAS PERCENTUAIS Multiplicando-se a taxa (fracionária, decimal...) por 100 e acrescentando-se o símbolo %, obtém-se a taxa percentual. Exemplos: 3 3 a) = 100 % = 3 25 % = 75% b) = 100 % = 66,67% c) = 100 % = 5 25 % = 125% 4 4 d) 0,374 = 0,374 x 100 % = 37,4% e) 2,50 = 2,50 x 100 % = 250% f) 3 = 3 x 100 % = 300% 8

9 3. PORCENTAGEM SOBRE QUANTIDADES Para calcular uma porcentagem de uma quantidade qualquer, basta multiplicála pela taxa percentual. Exemplos: a) Quanto é 15% de 300? 15 Solução: 15 % 300= 300= 15 3= b) Quanto é 20% de 650? 20 Solução: 20 % 650= 650= 2 65= c) Quanto é 12% de 148? Solução: 12 % 148= 148= = 17, AUMENTO E REDUÇÃO PERCENTUAL Se um número N sofre um aumento percentual x%, seu novo valor passará a ser: N + x%.n = (1 + x%).n Da mesma forma, se o número N sofre um decréscimo percentual x%, passará a valer: N x%.n = (1 x%).n Exemplo: Um produto que custava R$ 80,00 sofreu um aumento de 15%. Quanto passou a custar? Solução: novo preço = (1 + 15%) x 80 = (1 + 0,15) x 80 = 1,15 x 80 = 92,00. Exemplo: Um artigo custa R$ 250,00. Com uma redução de 35% no seu valor, quanto passará a custar? Solução: novo preço = (1 35%) x 250 = (1 0,35) x 250 = 0,65 x 250 = 162, TAXAS PERCENTUAIS SUCESSIVAS A fim de estabelecer uma única fórmula para aumentos e descontos sucessivos, podemos definir que aumentos percentuais são taxas percentuais positivas e que reduções (descontos) percentuais são taxas negativas. Desse modo, teremos a fórmula: i 1+ i ) (1+ i ) (1+ i ) K (1+ i ) 1 = ( n - Exemplo: O salário de um jogador de futebol teve três aumentos percentuais num ano: o primeiro de 10%, o segundo de 5% e o terceiro de 20%. Qual foi o aumento percentual de salário obtido pelo jogador nesse ano? Solução: i= ( 1+ 10%) (1+ 5%) (1+ 20%) -1 i= ( 1+ 0,1) (1+ 0,05) (1+ 0,2) -1 i= 1,1 1,05 1,2-1 i=1,386-1 à i= 0,386= 38,6% 9

10 Exemplo: O preço de certa mercadoria era de R$ 500,00. Mas nos três primeiros meses do ano, sofreu as seguintes variações mensais: aumento de 30%, em seguida uma redução de 10% e logo depois uma redução de 1%. Qual é o novo preço da mercadoria? Solução: A taxa percentual sofrida nesses três meses será de: i= ( 1+ 30%) (1-10%) (1-1%) -1 i= ( 1+ 0,3) (1-0,1) (1-0,01) -1 i= 1,3 0,9 0,99-1 i=1, i= 0,1583 = +15,83% Novo preço da mercadoria = ,83% x 500 = ,15 = 579,15 Exemplo: Num certo mês a inflação foi de 10% e no mês seguinte foi de 20%. Qual é a inflação acumulada nesses dois meses? Solução: INF = ( 1+ 10%) (1+ 20%) -1. INF = ( 1+ 0,1) (1+ 0,2) -1 INF = 1,1 1,2-1 INF = 1,32-1= 0,32 = 32% 6. LUCRO E PREJUÍZO O lucro é definido como a diferença entre o valor de venda e o valor de custo (ou compra) e simbolizamos por: L(R$) = V C Quando o valor de venda (V) for maior que o valor de custo (C), o L será positivo, indicando que houve um lucro. Caso contrário, o valor de venda menor que o de custo, teremos um L negativo, indicando que houve prejuízo. A taxa percentual do lucro pode ter como referência o preço de custo ou o preço de venda. As duas fórmulas são apresentadas a seguir: è Taxa percentual do Lucro sobre o Preço de Custo: V -C L= C è Taxa percentual do Lucro sobre o Preço de Venda: V -C L= V Exemplo: Um computador que foi comprado nos EUA pelo equivalente de R$ 1.400,00, será vendido no Brasil com um lucro de 15% sobre o preço de compra. Qual foi o valor de venda do computador no Brasil? Solução: Temos os seguintes dados: C = 1400 e L = 15% A fórmula do Lucro sobre o preço de compra é dado por: V -C L= C 10

11 Vamos substituir os dados na fórmula: % = V 1400 Resolvendo vem: V = 0, V = V =1610,00 (Resposta!) Exemplo: Uma empresa fabrica certo produto a um custo de R$ 250,00. Contudo, o produto não foi bem aceito no mercado e, então, a empresa resolveu vendê-lo pelo preço de R$ 180,00. Qual foi a taxa de prejuízo sobre o preço de venda? Solução: Temos os seguintes dados: C = 250 e V = 180 O prejuízo equivale a um lucro negativo. Daí, usaremos a fórmula do Lucro sobre o preço de venda que é dado por: V -C L= V Vamos substituir os dados na fórmula: L = 180 Resolvendo vem: L = = Vamos multiplicar por 100 para encontrar o valor percentual: L = 100 % = % = Portanto, o prejuízo foi de aproximadamente 38,89%. 7. EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Exemplo: Numa escola de 800 alunos, temos que 60% são meninas. Qual é a quantidade de meninos? Solução: Como a quantidade de meninas representa 60% do total, a quantidade de meninos representará 40% do total. Daí, teremos: Número de meninos = 40% de 800 = 0,4 x 800 = 4 x 80 = 320 (Resposta!) Exemplo: Numa urna, 35% das bolas são pretas e as outras 455 são brancas. Quantas bolas há na urna? Solução: A porcentagem de bolas brancas na urna é igual a 65% (=100% 35%) do total. Considerando que o total de bolas da urna é X, podemos montar a seguinte equação: 65 % X =

12 Resolvendo vem: X = = = = 7 100= 700 0, Portanto, há 700 bolas na urna. Exemplo: Certo produto passou de R$ 24,00 para R$ 30,00. Qual foi a taxa percentual de aumento? Solução: Aumento em reais = = 6,00 A variação percentual pode ser calculada dividindo-se o aumento em dinheiro pelo valor inicial do produto: 6 = 0,25= 25% (Resposta!) 24 Exemplo: O salário de Amarildo é 30% maior que o de Bruno e o salário deste é 20% menor que o de Carlos. A soma dos salários dos três é igual a R$ 5680,00. Qual é o salário de cada um deles? Solução: Vamos designar as seguintes letras: A = salário de Amarildo B = salário de Bruno C = salário de Carlos Do enunciado, temos que: à A = B + 30%.B = 1,3.B à B = C 20%.C = 0,8.C Devemos trabalhar apenas com uma letra, para tanto vamos colocar A em função de C. Teremos: à A = 1,3.B = 1,3.(0,8C) = 1,04.C A expressão da soma dos salários é: à A + B + C = 5680 Vamos substituir as letras A e B em função de C: à 1,04C + 0,8C + C = 5680 à 2,84C = 5680 à C = 5680/2,84 à C = 2000 Daí: à A = 1,04.C = 1, = 2080 à B = 0,8.C = 0, = 1600 Portanto, o salário de Amarildo é R$ 2080,00, o de Bruno é R$ 1600,00 e o de Carlos é de R$ 2000,00. 12

13 Exemplo: (AFC/CGU 2003/2004 ESAF) Durante uma viagem para visitar familiares com diferentes hábitos alimentares, Alice apresentou sucessivas mudanças em seu peso. Primeiro, ao visitar uma tia vegetariana, Alice perdeu 20% de seu peso. A seguir, passou alguns dias na casa de um tio, dono de uma pizzaria, o que fez Alice ganhar 20% de peso. Após, ela visitou uma sobrinha que estava fazendo um rígido regime de emagrecimento. Acompanhando a sobrinha em seu regime, Alice também emagreceu, perdendo 25% de peso. Finalmente, visitou um sobrinho, dono de uma renomada confeitaria, visita que acarretou, para Alice, um ganho de peso de 25%. O peso final de Alice, após essas visitas a esses quatro familiares, com relação ao peso imediatamente anterior ao início dessa seqüência de visitas, ficou: a) exatamente igual d) 10% menor b) 5% maior e) 10% maior c) 5% menor Solução: A seqüência de variações no peso de Alice é a seguinte: 1) perde 20%: multiplique o peso inicial por 0,80 (=100%-80%). 2) ganha 20% : multiplique o resultado anterior por 1,20 (=100%+20%). 3) perde 25%: multiplique o resultado anterior por 0,75 (=100%-25%). 4) ganha 25%: multiplique o resultado anterior por 1,25 (=100%+25%). Considerando o peso inicial de Alice em 100 kg, bem distribuídos, o peso final de Alice será igual a: Peso final de Alice = 100 x 0,80 x 1,20 x 0,75 x 1,25 Resolvendo, vem: Peso final de Alice = 90kg Conclui-se que Alice perdeu 10kg (=100-90). A perda percentual é obtida dividindo-se a perda de 10 kg pelo peso inicial de Alice: perda percentual = 10/100 = 10% Portanto, o peso de Alice ficou 10% menor! Resposta: alternativa D. Exemplo: (Fiscal de Jaboatão 2006 FCC) Sobre os 26 turistas que se encontram em um catamarã, sabe-se que: - 75% dos brasileiros sabem nadar; - 20% dos estrangeiros não sabem nadar; - apenas 8 estrangeiros sabem nadar. Nessas condições, do total de turistas a bordo, somente (A) 10 brasileiros sabem nadar. (D) 18 são brasileiros. (B) 6 brasileiros não sabem nadar. (E) 6 não sabem nadar. (C) 12 são estrangeiros. 13

14 Solução: Como 20% dos estrangeiros não sabem nadar, então 80% deles sabem nadar. E a questão também informou que 8 estrangeiros sabem nadar. Logo, 80% do total de estrangeiros correspondem a 8 estrangeiros. Logo, o total de estrangeiros é igual a 10. São ao todo 26 pessoas, desses, 10 são estrangeiros; logo, há 16 brasileiros (=26-10). É dito que 75% (=3/4) dos brasileiros sabem nadar. Assim, 12 (=3/4x16) brasileiros sabem nadar, e o restante (4) dos brasileiros não sabem nadar. Os resultados encontrados foram: Nº de brasileiros = 16 (12 sabem nadar e 4 não). Nº de estrangeiros = 10 (8 sabem nadar e 2 não). Resposta: Alternativa E. 14

15 Exercícios Conjuntos 01. (Técnico BACEN 2005 FCC) Para um grupo de funcionários, uma empresa oferece cursos para somente dois idiomas estrangeiros: inglês e espanhol. Há 105 funcionários que pretendem estudar inglês, 118 que preferem espanhol e 37 que pretendem estudar simultaneamente os dois idiomas. Se 1/7 do total de funcionários desse grupo não pretende estudar qualquer idioma estrangeiro, então o número de elementos do grupo é (A) 245 (B) 238 (C) 231 (D) 224 (E) (Especialista em Políticas Públicas SP 2009 FCC) Em uma cidade em que existem apenas as marcas de sabonete X, Y e Z tem-se que 10% da população usa somente a marca X, 15% usa somente Y e 10% usa somente Z. Sabe-se também que 30% da população usa as marcas X e Y, 25% usa as marcas X e Z e 20% usa as marcas Y e Z. Se qualquer habitante desta cidade usa pelo menos uma marca de sabonete, então a porcentagem da população que usa as três marcas é (A) 25% (B) 20% (C) 15% (D) 10% (E) 5% Problemas com Frações 03. (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) Num município, a sexta parte da população é constituída por moradores rurais, e um terço destes moradores é da terceira idade. Se existem moradores rurais da terceira idade neste município, então o município possui: a) habitantes c) habitantes b) habitantes d) habitantes 04. (Agente Comunitário de Saúde de Campinas 2011 IBFC) João e José são integrantes de uma escola de samba. João cuida das fantasias e José cuida das alas das baianas. João perguntou a José quantas fantasias de baiana seriam necessárias para compor sua ala, e José respondeu da seguinte forma: A terça parte do número de baianas mais cinquenta é igual à metade do número de baianas menos dez, ou seja, o número de fantasias necessárias para a ala das baianas é de a) 360 b) 300 c) 240 d)

16 05. (Agente Administrativo de Mata de Santa Genebra 2011 IBFC) As frutas de um mercado são vendidas por quilo e a sexta parte delas estão maduras. Dentre as que estão maduras, 1/3 são frutas cítricas; além disso, 40 kg das frutas não cítricas estão maduras. O peso total de frutas, nesse mercado, é de: a) 240 kg b) 320 kg c) 360 kg d) 480 kg 06. (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) Cintia se programou para ler um livro, lendo três páginas por dia, mas o livro estava tão interessante que acabou lendo cinco páginas por dia e terminou de lê-lo dezesseis dias antes do previsto. O número de páginas deste livro era de: a) 75 páginas c) 100 páginas b) 90 páginas d) 120 páginas 07. (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) Maria utiliza 7 prendedores de roupa para colocar 6 calças no varal. Nesta situação, na semana em que tiver 13 calças para pendurar no mesmo varal, precisará de: a) 12 prendedores de roupa b) 13 prendedores de roupa c) 14 prendedores de roupa d) 26 prendedores de roupa 08. (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) Se dois números inteiros são pares e consecutivos e têm a soma de seus inversos igual a 7/24, então o produto destes dois números vale: a) 48 b) 80 c) 120 d) (Especialista em Políticas Públicas SP 2009 FCC) Na Assembléia Legislativa de um estado, 1/6 dos deputados são filiados ao partido A, 1/8 ao partido B, 1/9 ao partido C e 1/12 ao partido D, sendo os restantes filiados ao partido E. A partir desses dados, é correto concluir que a quantidade de deputados desse estado filiados ao partido E é, no mínimo, igual a (A) 55 (B) 37 (C) 33 (D) 25 (E) (Agente Administrativo de Mata de Santa Genebra 2011 IBFC) A diferença entre 12, e 5, é equivalente à fração: a) 7,6616 c) 7585/999 b) 758/90 d) 1517/198 16

17 Problemas com Porcentagens 11. (Agente Administrativo de Mata de Santa Genebra 2011 IBFC) Um barzinho em São Paulo registrou, no penúltimo final de semana, o consumo de bebidas e colocou na tabela abaixo: No último final de semana, a bebida de maior consumo da tabela acima teve o seu consumo triplicado e as outras bebidas não tiveram alteração na quantidade de consumo. Podemos dizer que a porcentagem do consumo da bebida mais consumida foi de aproximadamente: a) 29% b) 46,5% c) 50,5% d) 55% 12. (Oficial Administrativo PGE/SP 2011 IBFC) Foram entrevistadas 480 pessoas para se saber a preferência entre 4 canais de TVs abertas, sendo que cada entrevistado assinalou somente uma opção. O resultado está indicado na tabela abaixo. De acordo com o resultado indicado acima, podemos afirmar que: a) A preferência pelos canais B e D equivale a 70% exatamente. b) A preferência pelos canais B e D é maior do que 2/3 dos entrevistados. c) Mais de 1/3 dos entrevistados não prefere os 3 canais mais votados. d) A diferença entre o número de entrevistados que preferem o canal D e os que preferem o canal B é maior que 20%. e) Menos de 1/8 das pessoas entrevistadas prefere o canal A. 13. (Agente Administrativo de Mata de Santa Genebra 2011 IBFC) Para o preparo de um suco de abacaxi, é utilizado um suco concentrado de abacaxi, em que para cada litro de suco concentrado devem ser adicionados 3 litros de água. Se no suco concentrado existem apenas 20% de polpa de abacaxi, então a porcentagem, no volume final, de polpa de abacaxi no sulco de abacaxi é de: a) 2% b) 5% c) 20% d) 60% 14. (Agente Comunitário de Saúde de Campinas 2011 IBFC) Uma casa térrea tem 70% de sua área construída, 10% reservada para a piscina e o lazer; e o restante dessa área destinada à de garagem e às laterais da casa equivale a 24m 2. Nestas condições, podemos dizer que a área construída equivale a: a) 192m 2. c) 96m 2. b) 168m 2. d) 84m 2. 17

18 15. (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) Num hospital, a expectativa do número de pacientes em tratamento de distúrbios emocionais, para o próximo ano, é de um aumento de 200% em relação ao ano passado. O número de pacientes deste hospital, no ano passado, era de 50. O número de pacientes com esta expectativa, para o próximo ano, será de: a) 100 b) 125 c) 150 d) (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) O transtorno de déficit de atenção (TDAH), segundo pesquisas, aparece em maior número no sexo masculino. A razão é de 4:1 em populações epidemiológicas e em que apenas 5% têm prejuízo cerebral. O número de pacientes do sexo feminino com prejuízo cerebral, num grupo de 800 pacientes, é de: a) 8 b) 10 c) 16 d) (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) Num viveiro convivem dois tipos de pássaros (A e B): 80% são pássaros do tipo A e 20% são pássaros do tipo B. Uma doença matou alguns pássaros do tipo A, mas não matou nenhum do tipo B. Depois deste incidente, verificou-se que 60% dos pássaros vivos eram do tipo A. O percentual de pássaros do tipo A que morreram foi de: a)18% b) 20% c) 37,5% d) 62,5% 18. (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) O aumento percentual do salário mínimo de 1996, que era de R$ 112,00, para o salário mínimo de 2010, no valor de R$ 510,00, foi de: a) 355,4% b) 365,4% c) 455,4% d) 465,4% 19. (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial 2008 IBFC) Uma mercadoria X, que custava R$ 14,50, teve um reajuste e passou a custar R$17,40. Se outra mercadoria Y teve o mesmo percentual de reajuste e passou a custar R$ 24,00, então o valor de Y, antes do reajuste era de: a) R$ 20,00 c) R$ 19,80 b) R$ 19,20 d) R$ 20, (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) O valor venal de um veículo de passeio é de R$ ,00 e a alíquota do I.P.V.A. é de 4% sobre esse valor. Se o pagamento for antecipado, o contribuinte tem um desconto de 3,5% sobre o valor da alíquota, ou seja, pagará de I.P.V.A. o valor de: a) R$ 736,00 c) R$ 710,24 b) R$ 761,76 d) R$ 706,84 18

19 21. (Agente de ação cultural de Campinas 2012 IBFC) Ana comprou um produto e pagou R$ 45,00, já incluso um desconto de 10%. O valor de dois produtos, sem desconto, idênticos ao que Ana comprou, é de: a) R$ 99,00 b) R$ 100,00 c) R$ 110,00 d) R$ 98, (Oficial Administrativo PGE/SP 2011 IBFC) Lívia comprou um produto para revender e pagou R$ 136,00 obtendo 20% de desconto no preço à vista do produto. O lucro de Lívia ao vender o produto com 25% de acréscimo em relação ao preço à vista foi de: a) R$ 45,00 b) R$ 34,00 c) R$ 42,50 d) R$ 83,00 e) R$ 76, (Banco do Brasil 2011 FCC) Em dezembro de 2007, um investidor comprou um lote de ações de uma empresa por R$ 8 000,00. Sabe-se que: em 2008 as ações dessa empresa sofreram uma valorização de 20%; em 2009, sofreram uma desvalorização de 20%, em relação ao seu valor no ano anterior; em 2010, se valorizaram em 20%, em relação ao seu valor em De acordo com essas informações, é verdade que, nesses três anos, o rendimento percentual do investimento foi de: (A) 20%. (B) 18,4%. (C) 18%. (D) 15,2%. (E) 15%. 24. (Banco do Brasil 2011 FCC) Certo mês, um comerciante promoveu uma liquidação em que todos os artigos de sua loja tiveram os preços rebaixados em 20%. Se, ao encerrar a liquidação o comerciante pretende voltar a vender os artigos pelos preços anteriores aos dela, então os preços oferecidos na liquidação devem ser aumentados em (A) 18,5%. (B) 20%. (C) 22,5%. (D) 25%. (E) 27,5%. 25. (TC/SP 2010 FCC) Duas lojas X e Y vendem um mesmo tipo de cartucho de tinta para impressoras pelo mesmo preço unitário. Certo mês, essas duas lojas fizeram as seguintes promoções para a venda de tal tipo de cartucho: Loja X: Compre 4 cartuchos e leve 5. Loja Y: Compre 4 cartuchos e pague 3. De acordo com essas promoções, é verdade que 19

20 (A) era mais vantajoso comprar na loja X. (B) quem optou por comprar na loja X, obteve 25% de desconto. (C) quem optou por comprar na loja Y obteve 27% de desconto. (D) o desconto oferecido pela loja Y excedia o dado pela loja X em 5%. (E) os descontos oferecidos pelas duas lojas eram iguais. 26. (SEFAZ/SP APOFP 2009 ESAF) Considere que numa cidade 40% da população adulta é fumante, 40% dos adultos fumantes são mulheres e 60% dos adultos não-fumantes são mulheres. Qual a porcentagem das mulheres adultas que são fumantes? a) 60% b) 40% c) 7/13 d) 4/13 e) 9/13 Sequências Lógicas 27. (Agente de ação cultural de Campinas 2012 IBFC) Carlos somou os 7 primeiros termos da sequencia 2, 3, 6, 11,..., porém esqueceu-se de somar o quinto termo. O valor da soma que Carlos encontrou foi de: a) 105 b) 87 c) 94 d) (Oficial Administrativo PGE/SP 2011 IBFC) O sexto termo da sequência 2, 5, 17, 65,... é: a) 1025 b) 472 c) 716 d) 234 e) (DNOCS 2010 FCC) Os termos da sequência (12, 15, 9, 18, 21, 15, 30, 33, 27, 54, 57,...) são sucessivamente obtidos através de uma lei de formação. Se x e y são, respectivamente, o décimo terceiro e o décimo quarto termos dessa sequência, então: (A) x. y = 1530 (B) y = x + 3 (C) x = y + 3 (D) y = 2x (E) x / y = 33 / 34 20

21 30. (MP/SE 2010 FCC) Considere que os termos da sucessão seguinte são obtidos segundo determinado padrão. (112, 1 114, , , ,... ) A soma dos dígitos que compõem o décimo termo dessa sequência é um número (A) quadrado perfeito. (B) divisível por 4. (C) múltiplo de 6. (D) ímpar. (E) primo. 31. (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) Na sequência (533; 253; 525; 233; 523; 252; 533; 253; 525; 233; 523; 252;...) com a mesma regularidade, podemos dizer que na posição 93ª está o número: a) 525 b) 253 c) 533 d) (Oficial Administrativo PGE/SP 2011 IBFC) Ao se dividir 2 por 7 temos uma dízima periódica. O algarismo que ocupa a 231ª casa decimal nesta dízima é: a) 2 b) 8 c) 7 d) 5 e) (TRT 24ª 2011 FCC) A tabela abaixo apresenta os múltiplos positivos de 3 dispostos segundo determinado padrão: Caso esse padrão seja mantido indefinidamente, com certeza o número 462 pertencerá à (A) primeira coluna. (B) segunda coluna. (C) terceira coluna. (D) quarta coluna. (E) quinta coluna. 21

22 34. (Prefeitura Municipal de Petrópolis Técnico Administrativo - Nível Médio 2010) As palavras listadas a seguir estão seguindo uma determinada regra lógica: CÃO; DEDO; ESTER; FAROFA;... Seguindo essa mesma regra lógica, a única das palavras abaixo que pode continuar essa lista é: A) GUILHERME; D) GRAVIOLA; B) GRUA; E) GOSTO. C) GUARANÁ; 35. (TRF 4ª 2010 FCC) Uma propriedade comum caracteriza o conjunto de palavras seguinte: MARCA BARBUDO CRUCIAL ADIDO FRENTE? De acordo com tal propriedade, a palavra que, em sequência, substituiria corretamente o ponto de interrogação é (A) FOFURA. (D) HULHA. (B) DESDITA. (E) ILIBADO. (C) GIGANTE. 36. (TC/SP 2010 FCC) A seguinte sequência de palavras foi escrita obedecendo a um padrão lógico: PATA REALIDADE TUCUPI VOTO? Considerando que o alfabeto é o oficial, a palavra que, de acordo com o padrão estabelecido, poderia substituir o ponto de interrogação é (A) QUALIDADE. (D) XAMPU. (B) SADIA. (E) YESTERDAY. (C) WAFFLE. 37. (TRT-PE 2006 Analista Jud. FCC) Observe que no esquema seguinte a disposição das figuras segue um determinado padrão. De acordo com tal padrão, a figura que completa a série é (A) (B) (C) (D) (E) 22

23 38. (TRT-PE 2006 Téc. Jud. FCC) A seqüência de figuras abaixo foi construída obedecendo a determinado padrão. Segundo esse padrão, a figura que completa a sequência é 39. (Oficial Administrativo PGE/SP 2011 IBFC) Observando cada figura abaixo, verificase que há retângulos marcados com o símbolo (#) e os retângulos em branco Dando continuidade à sequência de figuras o número de retângulos em brancos na 8ª figura é de: a) 42 b) 56 c) 72 d) 90 e)

24 40. (Oficial Administrativo PGE/SP 2011 IBFC) Se considerarmos P.O.R.T.E.I.R.A = 48, P.O.R.T.A = 12 e F.E.I.R.A = 18, então o valor de A.F será: a) 5/2 d) 2/3 b) 9/2 e) 3 c) 3/2 41. (Oficial Administrativo PGE/SP 2011 IBFC) Ao multiplicarmos os números por #7 encontramos como resultado 611. A soma e # é igual a: a) 7 d) 9 b) 12 e) 8 c) (Ministério Público do Estado de São Paulo 2011 IBFC) Uma professora propôs um desafio aos alunos, utilizando os conceitos básicos de matemática. O desafio é: sabendo- se que operando com os números 2 e 4 obtemos resultado igual a 9; operando com os números 5 e 3 obtemos o resultado igual a 16, e operando com os números 0 e 0 obtemos o resultado igual a 1, podemos dizer que, operando com os números 1 e 8, obtemos o resultado igual a: a) 6 b) 7 c) 8 d) (SEFAZ-SP 2010 FCC) Considere que as seguintes sentenças são verdadeiras: 6 * 8 = 20 4 * 11 = * 5 = * 10 = * 27 = 235 De acordo com o padrão estabelecido para a operação *, é verdade que: (A) 6 * 15 = 28. (B) 15 * 15 = 47. (C) 43 * 66 = 152. (D) 66 * 37 = 180. (E) 76 * 108 = 250. GABARITO 01 e 02 e 03 b 04 a 05 c 06 d 07 c 08 a 09 b 10 d 11 d 12 d 13 b 14 d 15 c 16 a 17 d 18 a 19 a 20 c 21 b 22 e 23 d 24 d 25 d 26 d 27 b 28 a 29 b 30 c 31 a 32 d 33 d 34 c 35 a 36 d 37 b 38 d 39 c 40 b 41 a 42 d 43 c 24

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010.

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. Olá pessoal! Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. 01. (Fundação CASA 2010/VUNESP) Em um jogo de basquete, um dos times, muito mais forte, fez 62 pontos a mais que o seu

Leia mais

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco.

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco. 1) BANESE - FCC 2012 Considere que em uma indústria todos os seus operários trabalham com desempenhos iguais e constantes. Sabe-se que 24 desses operários, trabalhando 6 horas por dia, durante 10 dias,

Leia mais

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA PORCENTAGENS Razão centesimal Chamamos de razão centesimal a toda razão cujo conseqüente (denominador) seja igual a. 6 270 2, 5 ; e Outros nomes usamos para uma razão centesimal são razão porcentual e

Leia mais

MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA

MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA PORCENTAGEM MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA Quando é dito que 40% das pessoas entrevistadas votaram no candidato A, esta sendo afirmado que, em média, de cada pessoas, 40 votaram no candidato

Leia mais

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F.

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Lista de Exercícios (L10) a Colocarei aqui algumas explicações e exemplos de exercícios para que você possa fazer todos com segurança e tranquilidade, no entanto,

Leia mais

Fração como porcentagem. Sexto Ano do Ensino Fundamental. Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M.

Fração como porcentagem. Sexto Ano do Ensino Fundamental. Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M. Material Teórico - Módulo de FRAÇÕES COMO PORCENTAGEM E PROBABILIDADE Fração como porcentagem Sexto Ano do Ensino Fundamental Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M. Neto

Leia mais

Lista de Exercícios 1 - Estatística Descritiva

Lista de Exercícios 1 - Estatística Descritiva 1. O arquivo satisfaçãocomuniversidade.xlsx contém informações de uma amostra de 400 alunos de uma universidade. Deseja-se construir um histograma para a variável desempenho acadêmico, com intervalos de

Leia mais

Banco do Brasil + BaCen

Banco do Brasil + BaCen 1. TAXA Taxa [ i ] é um valor numérico de referência, informado por uma das notações: Forma percentual, p.ex. 1%. Forma unitária, p.ex. 0,01 Forma fracionária centesimal, p.ex. 1/100. Ambos representam

Leia mais

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br. Aula Gratuita PORCENTAGEM

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br. Aula Gratuita PORCENTAGEM MATEMÁTICA FINANCEIRA ON LINE Aula Gratuita PORCENTAGEM Introdução (Clique aqui para assistir à aula gravada) A porcentagem é o estudo da matemática financeira mais aplicado ao nosso dia-a-dia. É freqüente

Leia mais

QUESTÃO 16 Observe a figura

QUESTÃO 16 Observe a figura Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 16 Observe a figura O menor número de cubinhos

Leia mais

(A) é Alberto. (B) é Bruno. (C) é Carlos. (D) é Diego. (E) não pode ser determinado apenas com essa informação.

(A) é Alberto. (B) é Bruno. (C) é Carlos. (D) é Diego. (E) não pode ser determinado apenas com essa informação. 1. Alberto, Bruno, Carlos e Diego beberam muita limonada e agora estão apertados fazendo fila no banheiro. Eles são os únicos na fila, e sabe se que quem está imediatamente antes de Carlos bebeu menos

Leia mais

Prof. Weber Campos webercampos@gmail.com. 2012 Copyri'ght. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Prof. Weber Campos webercampos@gmail.com. 2012 Copyri'ght. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. BANCO DO BRASIL Matemática Básica Módulo 01: Números Inteiros e Racionais Módulo 02: Problemas com Conjuntos Módulo 03: Múltiplos e Divisores webercampos@gmail.com 2012 Copyri'ght. Curso Agora eu Passo

Leia mais

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/12/2011 pelo CEPERJ

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/12/2011 pelo CEPERJ Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/1/011 pelo CEPERJ 59. O cartão de crédito que João utiliza cobra 10% de juros ao mês,

Leia mais

ANDRÉ REIS RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICO. 2ª Edição DEZ 2014

ANDRÉ REIS RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICO. 2ª Edição DEZ 2014 ANDRÉ REIS RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICO TEORIA QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS DA EBSERH AOCP GABARITADAS 20 QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS DA EBSERH AOCP RESOLVIDAS 2 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Teoria e

Leia mais

Simulado OBM Nível 2

Simulado OBM Nível 2 Simulado OBM Nível 2 Gabarito Comentado Questão 1. Quantos são os números inteiros x que satisfazem à inequação? a) 13 b) 26 c) 38 d) 39 e) 40 Entre 9 e 49 temos 39 números inteiros. Questão 2. Hoje é

Leia mais

Prog A B C A e B A e C B e C A,B e C Nenhum Pref 100 150 200 20 30 40 10 130

Prog A B C A e B A e C B e C A,B e C Nenhum Pref 100 150 200 20 30 40 10 130 Polos Olímpicos de Treinamento Curso de Combinatória - Nível 2 Prof. Bruno Holanda Aula 2 Lógica II Quando lemos um problema de matemática imediatamente podemos ver que ele está dividido em duas partes:

Leia mais

Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF)

Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF) Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF) Questão 01) Um viajante, a caminho de determinada cidade, deparou-se com uma bifurcação onde estão três meninos e não sabe que caminho tomar. Admita

Leia mais

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1 1. REVISÃO 01 Matemática SSA REVISÃO GERAL 1. Um recipiente com a forma de um cone circular reto de eixo vertical recebe água na razão constante de 1 cm s. A altura do cone mede cm, e o raio de sua base

Leia mais

Raciocínio Lógico para o INSS Resolução de questões Prof. Adeilson de melo REVISÃO 01 - conjuntos e porcentagens

Raciocínio Lógico para o INSS Resolução de questões Prof. Adeilson de melo REVISÃO 01 - conjuntos e porcentagens APRESENTAÇÃO Olá, prezados concursandos! Sejam bem-vindos à resolução de questões de Raciocínio Lógico preparatório para o INSS. Mais uma vez, agradeço ao convite do prof. Francisco Júnior pela oportunidade

Leia mais

Atenção: o conjunto vazio é representado por { } 1.2 Pertinência e Inclusão

Atenção: o conjunto vazio é representado por { } 1.2 Pertinência e Inclusão Módulo 1 Conjuntos A Teoria dos Conjuntos foi estabelecida por Georg Ferdinand Ludwig Cantor (1845 1918). Em meados do século XX, a Teoria dos Conjuntos exerceu profundos efeitos sobre o ensino da Matemática.

Leia mais

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 M A T E M Á T I C A PROPORÇÕES Nome: Data Prof: Manoel Amaurício P O R C E N T A G E M p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 Após um aumento de p% sobre C passamos a ter 100 p C.

Leia mais

Os gráficos estão na vida

Os gráficos estão na vida Os gráficos estão na vida A UUL AL A Nas Aulas 8, 9 e 28 deste curso você já se familiarizou com o estudo de gráficos. A Aula 8 introduziu essa importante ferramenta da Matemática. A Aula 9 foi dedicada

Leia mais

Conteúdo. Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 2015

Conteúdo. Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 2015 Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 05 Conteúdo Matemática Financeira e Estatística: Razão; Proporção; Porcentagem; Juros simples e compostos; Descontos simples; Média Aritmética; Mediana; Moda.

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE BELO HORIZONTE MG 25 DE OUTUBRO DE 2003 DURAÇÃO: 120 MINUTOS CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nome: N.º: Turma: Professor: Ano: 6º Data: / 07 / 2014 EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA 1) Numa divisão, qual é o dividendo, se o divisor for 12,

Leia mais

André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO

André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Pág. 1 de 7 Aluno (: Disciplina Matemática Curso Professor Ensino Fundamental II André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Série 8º ANO Número: 1 - Conteúdo: Equações de 1º grau (Operações,

Leia mais

PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS

PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS 1 - CONCEITO PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS CONJUNTOS Conjunto proporciona a idéia de coleção, admitindo-se coleção de apenas um elemento (conjunto unitário) e coleção sem nenhum elemento (conjunto vazio).

Leia mais

Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas. André Luiz Brandão

Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas. André Luiz Brandão Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas André Luiz Brandão CopyMarket.com Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida sem a autorização da Editora. Título:

Leia mais

Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão.

Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão. Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão. A prova foi fácil, apenas uma questão exigiu um pouco mais do aluno: a

Leia mais

a) C D. b) C D. c) (A B) (C D). d) (A B) (C D).

a) C D. b) C D. c) (A B) (C D). d) (A B) (C D). Conjuntos e Conjuntos Numéricos Exercícios 1. Uma pesquisa de mercado foi realizada, para verificar a preferência sobre três produtos, A, B e C. 1.00 pessoas foram entrevistadas. Os resultados foram os

Leia mais

Raciocínio Lógico-Quantitativo Correção da Prova APO 2010 Gabarito 1 Prof. Moraes Junior RACIOCÍNIO LÓGICO-QUANTITATIVO

Raciocínio Lógico-Quantitativo Correção da Prova APO 2010 Gabarito 1 Prof. Moraes Junior RACIOCÍNIO LÓGICO-QUANTITATIVO RACIOCÍNIO LÓGICO-QUANTITATIVO 1 - Um viajante, a caminho de determinada cidade, deparou-se com uma bifurcação onde estão três meninos e não sabe que caminho tomar. Admita que estes três meninos, ao se

Leia mais

Lista de Exercícios MATEMÁTICA

Lista de Exercícios MATEMÁTICA Prefeitura de Juiz de Fora - PJF Seleção Competitiva Interna Lista de Exercícios MATEMÁTICA Regra de Três Simples Regra de Três Composta Porcentagem Tratamento da Informação Prof. Diego Gomes diegomedasilva@gmail.com

Leia mais

Lista de Exercícios 10 Matemática Financeira

Lista de Exercícios 10 Matemática Financeira Lista de Exercícios 10 Matemática Financeira Razão Chama-se de razão entre dois números racionais a e b, ao quociente entre eles. Indica-se a razão de a para b por a/b ou a:b. Exemplo: Na sala da 6ª B

Leia mais

Dois eventos são disjuntos ou mutuamente exclusivos quando não tem elementos em comum. Isto é, A B = Φ

Dois eventos são disjuntos ou mutuamente exclusivos quando não tem elementos em comum. Isto é, A B = Φ Probabilidade Vimos anteriormente como caracterizar uma massa de dados, como o objetivo de organizar e resumir informações. Agora, apresentamos a teoria matemática que dá base teórica para o desenvolvimento

Leia mais

Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Prof. Ricardo Soncim - Aula 00 Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento APRESENTAÇÃO Curso: Matemática Financeira p/ ICMS RJ Futuros Auditores Fiscais da Receita Estadual do

Leia mais

AV1 - MA 12-2012. (b) Se o comprador preferir efetuar o pagamento à vista, qual deverá ser o valor desse pagamento único? 1 1, 02 1 1 0, 788 1 0, 980

AV1 - MA 12-2012. (b) Se o comprador preferir efetuar o pagamento à vista, qual deverá ser o valor desse pagamento único? 1 1, 02 1 1 0, 788 1 0, 980 Questão 1. Uma venda imobiliária envolve o pagamento de 12 prestações mensais iguais a R$ 10.000,00, a primeira no ato da venda, acrescidas de uma parcela final de R$ 100.000,00, 12 meses após a venda.

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

www.pontodosconcursos.com.br

www.pontodosconcursos.com.br Olá pessoal! Resolverei neste artigo as primeiras questões da prova do Banco do Brasil realizado em 010 pela FCC. Estamos lançando no Ponto um curso de exercícios específico para este concurso de 011 (edital

Leia mais

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-2010 - APO

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-2010 - APO Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-010 - APO 11. O Dia do Trabalho, dia 1º de maio, é o 11º dia do ano quando o ano não é bissexto. No ano de 1958, ano em que o Brasil ganhou,

Leia mais

Faculdade Sagrada Família

Faculdade Sagrada Família AULA 12 - AJUSTAMENTO DE CURVAS E O MÉTODO DOS MÍNIMOS QUADRADOS Ajustamento de Curvas Sempre que desejamos estudar determinada variável em função de outra, fazemos uma análise de regressão. Podemos dizer

Leia mais

100 % valor correspondente a 100% outro % valor correspondente a outro %

100 % valor correspondente a 100% outro % valor correspondente a outro % PORCENTAGEM Porcentagem é a razão entre uma quantidade qualquer e 100. O símbolo % (por cento) indica a taxa percentual. 5 13 = 5%; = 13% 100 100 Observamos que a taxa pode ser escrita de forma percentual,

Leia mais

Módulo Frações, o Primeiro Contato. 6 o ano/e.f.

Módulo Frações, o Primeiro Contato. 6 o ano/e.f. Módulo Frações, o Primeiro Contato Frações e suas Operações. o ano/e.f. Frações, o Primeiro Contato Frações e suas Operações. Exercícios Introdutórios Exercício. Simplifique as frações abaixo até obter

Leia mais

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO.

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. Professor Joselias - http://professorjoselias.blogspot.com/. MATEMÁTICA 16. Segundo a Associação Brasileira de

Leia mais

CPV 82% de aprovação na ESPM

CPV 82% de aprovação na ESPM CPV 8% de aprovação na ESPM ESPM julho/010 Prova E Matemática 1. O valor da expressão y =,0 é: a) 1 b) c) d) e) 4 Sendo x =, e y =,0, temos: x 1 + y 1 x. y 1 y. x 1 1 1 y + x x 1 + y 1 + x y xy = = = xy

Leia mais

É aquela Matemática aplicada em operações comerciais, de compra e venda, envolvendo dois ou mais agentes econômicos.

É aquela Matemática aplicada em operações comerciais, de compra e venda, envolvendo dois ou mais agentes econômicos. Bertolo 1 1 Não é propaganda da Globo e não é usada em Genética... É aquela Matemática aplicada em operações comerciais, de compra e venda, envolvendo dois ou mais agentes econômicos. Suponhamos que o

Leia mais

Numa turma de 26 alunos, o número de raparigas excede em 4 o número de rapazes. Quantos rapazes há nesta turma?

Numa turma de 26 alunos, o número de raparigas excede em 4 o número de rapazes. Quantos rapazes há nesta turma? GUIÃO REVISÕES Equações e Inequações Equações Numa turma de 6 alunos, o número de raparigas ecede em 4 o número de rapazes. Quantos rapazes há nesta turma? O objectivo do problema é determinar o número

Leia mais

MATEMÁTICA PARA VENCER. Apostilas complementares APOSTILA 09: PROVA CMBH SIMULADA. Pré-Curso. www.laercio.com.br

MATEMÁTICA PARA VENCER. Apostilas complementares APOSTILA 09: PROVA CMBH SIMULADA. Pré-Curso. www.laercio.com.br MATEMÁTICA PARA VENCER Apostilas complementares APOSTILA 09: PROVA CMBH SIMULADA Pré-Curso www.laercio.com.br APOSTILA 09 Colégio Militar 6º ano PROVA CMBH SIMULADA PRÉ-CURSO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE,

Leia mais

Grandezas direta e inversamente proporcionais, regra de três, porcentagem e juros simples

Grandezas direta e inversamente proporcionais, regra de três, porcentagem e juros simples Disciplina: Matemática Ano / Série: 7 Professor (a): Rafael Machado Data: 11/2015 Nome: ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Material Teórico - Aplicações das Técnicas Desenvolvidas. Exercícios e Tópicos Relacionados a Combinatória. Segundo Ano do Ensino Médio

Material Teórico - Aplicações das Técnicas Desenvolvidas. Exercícios e Tópicos Relacionados a Combinatória. Segundo Ano do Ensino Médio Material Teórico - Aplicações das Técnicas Desenvolvidas Exercícios e Tópicos Relacionados a Combinatória Segundo Ano do Ensino Médio Prof Cícero Thiago Bernardino Magalhães Prof Antonio Caminha Muniz

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução das questões de Raciocínio Lógico- Matemático das provas para os cargos de Analista do TRT/4ª Região

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Neste artigo, faremos a análise das questões de cobradas na prova

Leia mais

Devemos escolher os números com os menores expoentes, cujas bases são comuns aos três desenvolvimentos em fatores primos.

Devemos escolher os números com os menores expoentes, cujas bases são comuns aos três desenvolvimentos em fatores primos. 1) O dono de um pequeno mercado comprou menos de 200 limões e, para vendê-los, poderá fazer pacotes contendo 12, ou 15, ou 18 limões em cada um deles, utilizando, dessa forma, todos os limões comprados.

Leia mais

( ) =. GABARITO: LETRA A + ( ) =

( ) =. GABARITO: LETRA A + ( ) = ) Há 0 anos, em º de julho de 994, entrava em vigor o real, moeda que pôs fim à hiperinflação que assolava a população brasileira. Nesse novo sistema monetário, cada real valia uma URV (Unidade Real de

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2007 / 200 PROVA DE MATEMÁTICA 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONCURSO DE ADMISSÃO À 6ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL CMBH 2007 PÁGINA: 2 RESPONDA AS

Leia mais

FUNÇÃO DE 1º GRAU. = mx + n, sendo m e n números reais. Questão 01 Dadas as funções f de IR em IR, identifique com um X, aquelas que são do 1º grau.

FUNÇÃO DE 1º GRAU. = mx + n, sendo m e n números reais. Questão 01 Dadas as funções f de IR em IR, identifique com um X, aquelas que são do 1º grau. FUNÇÃO DE 1º GRAU Veremos, a partir daqui algumas funções elementares, a primeira delas é a função de 1º grau, que estabelece uma relação de proporcionalidade. Podemos então, definir a função de 1º grau

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES Olá pessoal! Resolverei neste ponto a prova para Especialista em Administração, Orçamento e Finanças Públicas (Prefeitura de São Paulo/FCC/2010). São 5 questões de Matemática Financeira. Uma prova bem

Leia mais

Solução da prova da 1 a fase OBMEP 2008 Nível 1

Solução da prova da 1 a fase OBMEP 2008 Nível 1 OBMEP 00 Nível 1 1 QUESTÃO 1 Como Leonardo da Vinci nasceu 91 anos antes de Pedro Américo, ele nasceu no ano 14 91 = 145. Por outro lado, Portinari nasceu 451 anos depois de Leonardo da Vinci, ou seja,

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução das questões de Matemática e Raciocínio Lógico da prova para o cargo de Oficial de Promotoria do Ministério

Leia mais

Resolvendo problemas com logaritmos

Resolvendo problemas com logaritmos A UA UL LA Resolvendo problemas com logaritmos Introdução Na aula anterior descobrimos as propriedades dos logaritmos e tivemos um primeiro contato com a tábua de logarítmos. Agora você deverá aplicar

Leia mais

E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1. Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3.

E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1. Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3. E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1 Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3. 1 Trabalho de conclusão de curso de Administração da Unijuí 2 Aluno do Curso de Administração

Leia mais

Nível 1 IV FAPMAT 28/10/2007

Nível 1 IV FAPMAT 28/10/2007 1 Nível 1 IV FAPMAT 28/10/2007 1. Sabendo que o triângulo ABC é isósceles, calcule o perímetro do triângulo DEF. a ) 17,5 cm b ) 25 cm c ) 27,5 cm d ) 16,5 cm e ) 75 cm 2. Em viagem à Argentina, em julho

Leia mais

ingressos, sobrará troco? ( ) sim ( ) não Se sobrar troco, de quanto será?

ingressos, sobrará troco? ( ) sim ( ) não Se sobrar troco, de quanto será? SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 26 / 09 / 2014 UNIDADE: II ETAPA AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA 3.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

(BB 2010/FCC) Um capital é aplicado, durante 8 meses, a uma taxa de juros simples de 15% ao ano, apresentando um montante igual a R$ 13.200,00 no final do prazo. Se este mesmo capital tivesse sido aplicado,

Leia mais

Prof. Diogo Miranda. Matemática Financeira

Prof. Diogo Miranda. Matemática Financeira 1. Uma alternativa de investimento possui um fluxo de caixa com um desembolso de R$ 10.000,00, no início do primeiro mês, Outro desembolso, de R$ 5.000,00, ao final do primeiro mês, e duas entradas líquidas

Leia mais

FRAÇÕES DE UMA QUANTIDADE

FRAÇÕES DE UMA QUANTIDADE FRAÇÕES DE UMA QUANTIDADE FRAÇÕES DE UMA QUANTIDADE PREPARANDO O BOLO DICAS Helena comprou 4 ovos. Ela precisa de dessa quantidade para fazer o bolo de aniversário de Mariana. De quantos ovos Helena vai

Leia mais

Simulado OBM Nível 1. Gabarito Comentado

Simulado OBM Nível 1. Gabarito Comentado Simulado OBM Nível 1 Gabarito Comentado Questão 1. Renata digitou um número em sua calculadora, multiplicou-o por 3, somou 12, dividiu o resultado por 7 e obteve o número 15. O número digitado foi: a)

Leia mais

A 'BC' e, com uma régua, obteve estas medidas: = h = 3,6. Portanto a área do triângulo ABC vale = 7,56cm

A 'BC' e, com uma régua, obteve estas medidas: = h = 3,6. Portanto a área do triângulo ABC vale = 7,56cm 1 Um estudante tinha de calcular a área do triângulo C, mas um pedaço da folha do caderno rasgou-se. Ele, então, traçou o segmento 'C' paralelo a C, a altura C' H do triângulo 'C' e, com uma régua, obteve

Leia mais

A Torre de Hanói e o Princípio da Indução Matemática

A Torre de Hanói e o Princípio da Indução Matemática A Torre de Hanói e o Princípio da Indução Matemática I. O jogo A Torre de Hanói consiste de uma base com três pinos e um certo número n de discos de diâmetros diferentes, colocados um sobre o outro em

Leia mais

Operações com Conjuntos

Operações com Conjuntos Colégio Adventista Portão EIEFM MATEMÁTICA Operações com Conjuntos 1º Ano APROFUNDAMENTO/REFORÇO Professor: Hermes Jardim Disciplina: Matemática Lista 1 1º Bimestre 2013 Aluno(a): Número: Turma: Operações

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO

INSTITUTO TECNOLÓGICO PAC - PROGRAMA DE APRIMORAMENTO DE CONTEÚDOS. ATIVIDADES DE NIVELAMENTO BÁSICO. DISCIPLINAS: MATEMÁTICA & ESTATÍSTICA. PROFº.: PROF. DR. AUSTER RUZANTE 1ª SEMANA DE ATIVIDADES DOS CURSOS DE TECNOLOGIA

Leia mais

Aula 1: Conhecendo a Calculadora

Aula 1: Conhecendo a Calculadora Nome completo do(a) aluno(a): Nº Ano: Turma: Data: / / Aula 1: Conhecendo a Calculadora Nosso objetivo é que vocês consigam identificar os conteúdos matemáticos já aprendidos na sala de aula de uma forma

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: MaTeMÁTiCa

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: MaTeMÁTiCa Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 0 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 6 (ENEM) Para construir um contrapiso, é comum, na constituição do

Leia mais

TUTORIA DE RACIOCÍNIO LÓGICO PARA O CONCURSO DE AFRFB Professor: Almeida Jr Horário: 19:00 20:30 www.meubizu.com.br. Conjuntos

TUTORIA DE RACIOCÍNIO LÓGICO PARA O CONCURSO DE AFRFB Professor: Almeida Jr Horário: 19:00 20:30 www.meubizu.com.br. Conjuntos TUTORIA DE RACIOCÍNIO LÓGICO PARA O CONCURSO DE AFRFB Professor: Almeida Jr Horário: 19:00 20:30 www.meubizu.com.br Tópico do Edital Conjuntos Quantidade de Questões 9 01 (FGV/MRE/ 2016)Uma turma do curso

Leia mais

Cotagem de dimensões básicas

Cotagem de dimensões básicas Cotagem de dimensões básicas Introdução Observe as vistas ortográficas a seguir. Com toda certeza, você já sabe interpretar as formas da peça representada neste desenho. E, você já deve ser capaz de imaginar

Leia mais

A Matemática do ENEM em Bizus

A Matemática do ENEM em Bizus A Matemática do ENEM em Bizus Neste primeiro artigo sobre a Matemática do ENEM, eu quero abordar a estratégia do conteúdo, tendo por base as provas anteriores e as tendências de abordagem. Quando confrontamos

Leia mais

MATEMÁTICA LISTA 1 - CONJUNTOS PROBLEMAS

MATEMÁTICA LISTA 1 - CONJUNTOS PROBLEMAS MATEMÁTICA Prof. Sabará LISTA 1 - CONJUNTOS PROBLEMAS 1. Numa pesquisa sobre preferência de detergentes realiada numa população de 100 pessoas, constatou-se que 62 consomem o produto A; 47 consomem o produto

Leia mais

SIGNIFICADO DAS PORCENTAGENS Dizer que 10% (lê-se: dez por cento) dos brasileiros são analfabetos é igual a dizer

SIGNIFICADO DAS PORCENTAGENS Dizer que 10% (lê-se: dez por cento) dos brasileiros são analfabetos é igual a dizer Olá pessoal! Este é o nosso segundo encontro. Nele faremos uma revisão de porcentagem. Assunto muito querido pela banca FCC, Vamos começar. PORCENTAGEM TEORIA A expressão por cento significa por cada cem,

Leia mais

Considerando-se a expressão trigonométrica x = 1 + cos 30, um dos possíveis produtos que a representam é igual a

Considerando-se a expressão trigonométrica x = 1 + cos 30, um dos possíveis produtos que a representam é igual a Comentadas pelo professor: Vinicius Werneck Raciocínio Lógico 1- Prova: ESAF - 2012 - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal Sabendo-se que o conjunto X é dado por X = {x R x² 9 = 0 ou 2x

Leia mais

O que os clientes não sabem é que o preço de qualquer peça, após o desconto, ainda é maior do que o preço original

O que os clientes não sabem é que o preço de qualquer peça, após o desconto, ainda é maior do que o preço original Atividade extra Exercício 1 Em uma loja de roupas, os preços foram remarcados com um aumento de 40%. O gerente percebeu a queda nas vendas após a remarcação e decidiu anunciar um desconto de 20% em todas

Leia mais

36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase

36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase 36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase Soluções Nível 1 Segunda Fase Parte A CRITÉRIO DE CORREÇÃO: PARTE A Na parte A serão atribuídos 5 pontos para cada resposta correta e a pontuação

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo 1. (Uerj 015) Uma criança ganhou seis picolés de três sabores diferentes: baunilha, morango e chocolate, representados, respectivamente, pelas letras B, M e C. De segunda a sábado, a criança consome um

Leia mais

Deixo para ajudar nos seus estudos 15 testes resolvidos e comentados. Ótimos estudos e conte conosco sempre.

Deixo para ajudar nos seus estudos 15 testes resolvidos e comentados. Ótimos estudos e conte conosco sempre. TESTES DE MATEMÁTICA FINANCEIRA RESOLVIDOS Deixo para ajudar nos seus estudos 15 testes resolvidos e comentados. Ótimos estudos e conte conosco sempre. Prof Pacher Testes 1. (ESAF) Admita-se que uma duplicata

Leia mais

INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA

INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA SISTEMA MONETÁRIO É o conjunto de moedas que circulam num país e cuja aceitação no pagamento de mercadorias, débitos ou serviços é obrigatória por lei. Ele é constituído

Leia mais

Sistema de Numeração e Aritmética Básica

Sistema de Numeração e Aritmética Básica 1 Sistema de Numeração e Aritmética Básica O Sistema de Numeração Decimal possui duas características importantes: ele possui base 10 e é um sistema posicional. Na base 10, dispomos de 10 algarismos para

Leia mais

CONJUNTOS. PROBABILIDADES Professora Rosana Relva Números Inteiros e Racionais. Uma breve história. Alguns conceitos primitivos CONJUNTOS ELEMENTOS

CONJUNTOS. PROBABILIDADES Professora Rosana Relva Números Inteiros e Racionais. Uma breve história. Alguns conceitos primitivos CONJUNTOS ELEMENTOS PROBABILIDADES Professora Rosana Relva Números Inteiros e Racionais rrelva@globo.com 1 Uma breve história e administrar os seus bens de forma a não ser enganado. O homem sempre teve a necessidade de se

Leia mais

CAIXA ECONOMICA FEDERAL

CAIXA ECONOMICA FEDERAL JUROS SIMPLES Juros Simples comercial é uma modalidade de juro calculado em relação ao capital inicial, neste modelo de capitalização, os juros de todos os períodos serão sempre iguais, pois eles serão

Leia mais

Revisão ENEM. Conjuntos

Revisão ENEM. Conjuntos Revisão ENEM Conjuntos CONJUNTO DOS NÚMEROS NATURAIS N Números naturais são aqueles utilizados na contagem dos elementos de um conjunto. N = {0,1,2,3,...} N* = {1,2,3,4,...} CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS

Leia mais

22.5.1. Data de Equivalência no Futuro... 22.5.2. Data de Equivalência no Passado... 2. 22.5. Equivalência de Capitais Desconto Comercial...

22.5.1. Data de Equivalência no Futuro... 22.5.2. Data de Equivalência no Passado... 2. 22.5. Equivalência de Capitais Desconto Comercial... Aula 22 Juros Simples. Montante e juros. Descontos Simples. Equivalência Simples de Capital. Taxa real e taxa efetiva. Taxas equivalentes. Capitais equivalentes. Descontos: Desconto racional simples e

Leia mais

UFMS - PRÓ ENEM Matemática Estatística e Médias

UFMS - PRÓ ENEM Matemática Estatística e Médias 1. (Ufsm 01) O Brasil é o quarto produtor mundial de alimentos, produzindo mais do que o necessário para alimentar sua população. Entretanto, grande parte da produção é desperdiçada. O gráfico mostra o

Leia mais

PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática

PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática Piraquara Abril/214 1 JOGOS E PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS JOGO DOS 6 PALITOS

Leia mais

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC.

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. Olá pessoal! Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. 01. (SEFAZ-SP 2009/FCC) Considere o diagrama a seguir, em que U é o conjunto de todos

Leia mais

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções.

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções. 12 NOME DA AULA: Escrevendo músicas Duração da aula: 45 60 minutos de músicas durante vários dias) Preparação: 5 minutos (se possível com introduções Objetivo principal: aprender como definir e chamar

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA BÁSICA

MATEMÁTICA FINANCEIRA BÁSICA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS - UNICAMP INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS - IFCH DEPARTAMENTO DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO ECONÔMICO - DEPE CENTRO TÉCNICO ECONÔMICO DE ASSESSORIA EMPRESARIAL

Leia mais

Disponibilizo a íntegra das 8 questões elaboradas para o Simulado, no qual foram aproveitadas 4 questões, com as respectivas resoluções comentadas.

Disponibilizo a íntegra das 8 questões elaboradas para o Simulado, no qual foram aproveitadas 4 questões, com as respectivas resoluções comentadas. Disponibilizo a íntegra das 8 questões elaboradas para o Simulado, no qual foram aproveitadas questões, com as respectivas resoluções comentadas. Amigos, para responder às questões deste Simulado, vamos

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO. LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano

COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO. LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano Assunto: Conjuntos, números romanos, sistema de numeração decimal, conjunto dos números

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO 2013/2014 6º ANO/ENS. FUND. MATEMÁTICA PÁG. 1

CONCURSO DE ADMISSÃO 2013/2014 6º ANO/ENS. FUND. MATEMÁTICA PÁG. 1 CONCURSO DE ADMISSÃO 203/204 6º ANO/ENS FUND MATEMÁTICA PÁG PROVA DE MATEMÁTICA Marque no cartão-resposta anexo a única opção correta correspondente a cada questão A direção de um escritório decidiu promover,

Leia mais

Módulo de Juros e Porcentagem. Juros Simples e Compostos. Sétimo Ano

Módulo de Juros e Porcentagem. Juros Simples e Compostos. Sétimo Ano Módulo de Juros e Porcentagem Juros Simples e Compostos Sétimo Ano Juros Simples e Compostos 1 Eercícios Introdutórios Eercício 1. Um investidor quer aplicar a quantia de R$ 800, 00 por 3 meses, a uma

Leia mais

Prof. Bart. Matemática - Racicínio Lógico

Prof. Bart. Matemática - Racicínio Lógico Prof. Bart Matemática - Racicínio Lógico 01. De acordo com o relatório estatístico de 2006, um setor de certa empresa expediu em agosto um total de 1.347 documentos. Se a soma dos documentos expedidos

Leia mais

Contas. Osni Moura Ribeiro ; Contabilidade Fundamental 1, Editora Saraiva- ISBN 9788502065901

Contas. Osni Moura Ribeiro ; Contabilidade Fundamental 1, Editora Saraiva- ISBN 9788502065901 Contas 2.1. Conceito Na sua linguagem cotidiana, o que representa a palavra conta? Você poderá responder: Uma operação aritmética de soma, subtração, multiplicação ou divisão; A conta de água e esgoto,

Leia mais

Álgebra. SeM MiSTéRio

Álgebra. SeM MiSTéRio Álgebra SeM MiSTéRio Série SeM MiSTéRio Alemão Sem Mistério Álgebra Sem Mistério Cálculo Sem Mistério Conversação em Alemão Sem Mistério Conversação em Espanhol Sem Mistério Conversação em Francês Sem

Leia mais