PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO. Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática"

Transcrição

1 PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS A PARTIR DE JOGOS 2º ANO Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática Piraquara Abril/214 1

2 JOGOS E PROPOSTAS DE TRABALHO PARA OS ALUNOS JOGO DOS 6 PALITOS Objetivos: - Reconhecer e comparar quantidades. Número de jogadores: 3 equipes Materiais: 3 dados e palitos de sorvete. Como jogar: - Cada equipe deverá ter o seu próprio dado. - Os jogadores, um de cada equipe por vez, ao mesmo tempo, lançam os dados e aquele que tirar a maior quantidade ganha 1 palito. - Se houver empate, aqueles que empataram lançam os dados novamente. - A equipe que primeiro conseguir 6 palitos vence o jogo. 1. REPRESENTE COM SÍMBOLOS NUMÉRICOS AS QUANTIDADES ABAIXO. 2. PINTE EM CADA TRIO DE FACES A QUE APRESENTA A MAIOR QUANTIDADE. JOGO DO VARAL Objetivos: - Contar quantidades associando-as aos seus respectivos nomes. - Comparar quantidades. Número de jogadores: 2 equipes. Materiais: camisas e meias, com papel colorido, TNT ou tecido qualquer (a quantidade de peças é determinada pelo número de crianças de cada equipe multiplicado por 3); prendedores de roupa; dois pedaços de barbante para fazer os varais e um dado (modelo anexo). Como jogar: - separar as crianças em duas equipes e fazer um varal para cada uma. A equipe das meias e a equipe das camisas. - Uma criança de cada equipe, por vez, joga o dado e pega a quantidade de roupas indicada e prende no varal. Todas devem jogar. - Ganha quem tiver mais peças no varal. 2

3 1. CONTE E REGISTRE A QUANTIDADE DE PEÇAS DE ROUPA EM CADA VARAL. 2. SE TIRARMOS 6 MEIAS DO VARAL QUANTAS AINDA RESTAM? 3. QUAL VARAL TEM MAIS PEÇAS DE ROUPA? 4. O QUE FAZER PARA QUE OS DOIS VARAIS FIQUEM COM A MESMA QUANTIDADE DE ROUPAS? 5. QUANTAS CAMISAS FALTAM PARA COMPLETAR UMA DEZENA? BATALHA Objetivos: - Reconhecer e comparar números. Número de jogadores: 2 equipes. Materiais: cartas de um baralho com números de 1 a 1, de 4 motivos diferentes, totalizando 4 cartas. 3

4 Como jogar: - embaralhar todas as cartas. Colocar o monte no centro da mesa, com os números voltados para baixo. Um jogador de cada equipe, por vez, joga. O 1º jogador vira a carta que está em cima do monte, e o próximo jogador vira a segunda. As duas são comparadas e a de número maior leva as duas, que serão colocadas em um monte ao lado da equipe. - Outras duas cartas são viradas e comparadas, e assim sucessivamente até que o monte no centro da mesa tenha terminado. - Caso as duas cartas tenham o mesmo número, outras duas são viradas, e a maior leva as quatro. - Ao final, as crianças decidem se comparam o tamanho dos montes ou contam as cartas. 1. EM CADA PAR DE CARTAS ASSINALE A QUE TEM O MAIOR NÚMERO ESCREVA OS NOMES DOS NÚMEROS DAS CARTAS ABAIXO DESENHE AS CARTAS ABAIXO EM ORDEM CRESCENTE

5 4. OBSERVE AS FILAS DE CARTAS. a) REGISTRE DENTRO DOS CÍRCULOS A QUANTIDADE DE CARTAS DE CADA FILA. b) QUANTAS CARTAS A 1ª FILA (DE CIMA PARA BAIXO) TEM A MAIS QUE A 2ª? c) QUANTAS CARTAS ESTÃO EXPOSTAS ACIMA? d) O QUE É PRECISO FAZER PARA QUE A FILA DE BAIXO FIQUE COM A MESMA QUANTIDADE QUE A FILA DE CIMA? e) O QUE É PRECISO FAZER PARA QUE A FILA DE CIMA FIQUE COM A MESMA QUANTIDADE QUE A FILA DE BAIXO? ENCONTRE 1 Objetivos: - Realizar operações de adição e/ou subtração. - Estimular o cálculo mental. - Compor o número 1 com duas parcelas. Número de jogadores: 2 ou 4. Materiais: 54 cartões com numerais de 1 a 9, seis de cada. Como jogar: - o objetivo do jogo é conseguir duas cartas que somem 1 (8+2, por exemplo). - Vence a equipe que conseguir o maior número de pares. - Todas as cartas são distribuídas entre as equipes, que devem mantê-las num monte à sua frente viradas para baixo. - Um jogador de cada equipe, na sua vez, deve virar a carta de cima do seu monte e tentar um par cujo total seja 1 com alguma das cartas da mesa (14 ou 24 cartas, colocadas lá antes de o primeiro jogar). Se conseguir o par, pega as cartas para sua equipe. - Se, ao contrário, nenhuma das cartas servirem deve descartar a sua também na mesa, virada para cima. Por exemplo, se o jogador vira um 6 e não há um 4 sobre a mesa, então o seu 6 passa a compor os descartes e é a vez do próximo jogador. 1. ASSINALE EM CADA LINHA DUAS CARTAS QUE FORMAM 1 E REGISTRE A SOMA. 5

6 COMPLETE COM A CARTA QUE FALTA PARA FORMAR INVERTA A ORDEM DAS CARTAS DA ATIVIDADE ANTERIOR E VERIFIQUE OS RESULTADOS. 6

7 4. O QUE É POSSIVEL PERCEBER OBSERVANDO AS CARTAS DESTA E DA ATIVIDADE ANTERIOR E OS RESULTADOS OBTIDOS? CUBRA E DESCUBRA Objetivos: - Associar uma quantidade ao símbolo que a representa. - Compreender a idéia da adição como ação de juntar uma quantidade à outra. - Fazer adições mentalmente. - Construir os fatos fundamentais da adição a partir de problemas. Número de jogadores: 2 equipes. Materiais: - 1 tabuleiro, 22 fichas (sendo 11 de cada cor) e 2 dados. Como jogar: - todos os jogadores observam o tabuleiro, depois um jogador cobre todos os números que nele aparecem. - Um jogador de cada equipe, na sua vez, lança os dois dados, adiciona os pontos que saírem e tira do tabuleiro a ficha que cobre a soma de seu lado do tabuleiro. - Quem erra a soma, ou ao tirar a ficha, perde a vez. - A equipe vencedora será aquela que primeiro tirar todas as fichas do seu lado do tabuleiro. 1. OBSERVE PARTE DE UM TABULEIRO DO JOGO CUBRA E DESCUBRA E FAÇA O QUE SE PEDE. 7

8 a) PINTE OS NÚMEROS: CINCO, NOVE E DOZE. b) REGISTRE O QUINTO NÚMERO QUE APARECE NO TABULEIRO. c) DESENHE A QUANTIDADE REPRESENTADA PELO 4º NÚMERO DO TABULEIRO. 2. UM JOGADOR PRECISA DESCOBRIR NO TABULEIRO DO JOGO CUBRA E DESCUBRA ALGUNS NÚMEROS PARA VENCER A PARTIDA. OBSERVE AS QUANTIDADES ABAIXO E REGISTRE NOS DIAGRAMAS EM QUAIS NÚMEROS ELE PENSOU. 3. VEJA PARTE DE UM TABULEIRO ABAIXO E REGISTRE OS NÚMEROS QUE ESTÃO COBERTOS. 8

9 4. MANUSEIE E OBSERVE DOIS DADOS E REGISTRE AS POSSIBILIDADES DE FORMAR AS QUANTIDADES ABAIXO COM OS MESMOS. QUANTIDADE 2 POSSIBILIDADES AGRUPANDO PALITOS Objetivos: - Contar e comparar quantidades. - Fazer trocas de 1 por 1 (unidades por dezenas). - Registrar números. - Realizar cálculo mental. Número de jogadores: 2 equipes e um monitor. Materiais: 1 palitos de sorvete, elásticos, um dado e uma tabela. Um quadro valor lugar para cada equipe. Como jogar: - os palitos são colocados sobre uma mesa e sorteia-se quem começa. - Na sua vez um jogador de cada equipe lança o dado, pega a quantidade de palitos que o dado apontar e coloca sobre o quadro valor-lugar. Sempre que tiver 1 palitos deve formar um macinho com um elástico e posicioná-lo no lugar adequado do quadro. - O monitor controla e registra na tabela os pontos obtidos pelos jogadores a cada jogada. - O jogo termina quando acabarem os palitos. Ganha quem tiver mais palitos. 9

10 JOGADAS 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª 9ª 1ª TOTAL QUANTIDADE DE PALITOS EQUIPE 1 EQUIPE 2 1. REGISTRE OS NÚMEROS REPRESENTADOS POR PALITOS. 1

11 2. DECOMPONHA OS NÚMEROS 19, 32, 46 E 71 USANDO AS FICHAS DE SOBREPOSIÇÃO. REGISTRE O QUE VOCÊ FEZ NAS FICHAS DESENHADAS ABAIXO, ESCREVA E LEIA O NOME DOS NÚMEROS. 9 1 = = = = + 3. AGORA COMPONHA OS NÚMEROS 11, 88, 9, 25 USANDO AS FICHAS DE SOBREPOSIÇÃO E REGISTRANDO. 1 + = = 9 + = = 4. REGISTRE OS NÚMEROS CONTIDOS ENTRE AS PONTUAÇÕES ABAIXO CALCULE TOTAL DE PONTOS DE CADA JOGADORA. 11

12 JOGADAS JOGADORES MARIA LUIZA 1ª 5 6 2ª 3 5 3ª 2 4 4ª TTAL 6. REPRESENTE O TOTAL DE PONTOS DE CADA JOGADORA PINTANDO A TABELA ABAIXO. JOGADORAS MARIA TOTAL DE PONTOS LUIZA 7. OBSERVE OS PONTOS DAS JOGADORAS E RESPONDA. a) QUANTAS DEZENAS DE PONTOS CADA JOGADORA FEZ? b) QUAL A DIFERENÇA DE PONTOS ENTRE AS JOGADORAS? c) O QUE É PRECISO FAZER NO TOTAL DE PONTOS DE MARIA PARA FICAR IGUAL AO DE LUIZA? d) O QUE É PRECISO FAZER NO TOTAL DE PONTOS DE LUIZA PARA FICAR IGUAL AO DE MARIA? 8. PEGUE AS QUANTIDADES DE PALITOS INDICADAS E FAÇA GRUPOS COM QUANTIDADES IGUAIS, DEPOIS DESENHE AS DIFERENTES POSSIBILIDADES. 6 PALITOS 12 PALITOS 15 PALITOS 18 PALITOS 12

13 9. COMO PODEMOS ESCREVER USANDO OS SÍMBOLOS DA MATEMÁTICA O QUE FOI FEITO COM OS PALITOS? REGISTRE NA 3ª LINHA DA TABELA. 1. PREENCHA A TABELA. AGRUPAMENTOS REGISTRO MATEMÁTICO FAÇA O MAIOR NÚMERO Objetivos: - Levantar hipóteses sobre a escrita numérica. - Comparar números (utilizando ou não uma tabela numérica até 1). - Ordenar números. - Reconhecer que o valor do algarismo depende do lugar que ele ocupa no número. Número de jogadores: 2 ou 3 equipes. Materiais: 3 conjuntos de fichas de a 9, 1 quadro valor-lugar para cada equipe. Como jogar: - juntar todas as fichas e misturá-las sobre a mesa, com os números para baixo. - Um jogador de cada equipe por vez pega duas fichas e organiza-as no quadro valor-lugar de modo a formar o maior número possível, depois lê em voz alta e registra na tabela, no quadro de giz o número formado. - A cada jogada os jogadores comparam seus registros, aquele que fizer o maior número ganha todas as fichas para sua equipe e deve guardá-las em um monte à parte. - As equipes repetem os procedimentos até que todos os jogadores participem. Depois comparam a quantidade de fichas que ganharam durante o jogo. - Vence a equipe que ganhar mais fichas. 13

14 1. FAÇA UM JOGO DE FICHAS DE A 9. MANIPULE AS FICHAS E RESPONDA. a) QUAL O MAIOR NÚMERO POSSÍVEL DE SE FORMAR COM AS FICHAS? b) E O MENOR? 2. COPIE 5 NÚMEROS FORMADOS DURANTE O JOGO E DECOMPONHA- OS COM AS FICHAS DE SOBREPOSIÇÃO ESCREVA O NOME DESTES NÚMEROS. 4. REGISTRE EM ORDEM CRESCENTE OS NÚMEROS OBTIDOS PELAS DUAS EQUIPES. 5. LEIA COM A TURMA OS NÚMEROS REGISTRADOS. ESCALANDO A MONTANHA Objetivos: - Reconhecer e ordenar números. - Utilizar a idéia de juntar e acrescentar da adição. Número de jogadores: 2 equipes. Materiais: 1 tabuleiro, 2 dados, 2 marcadores de cores diferentes. Como jogar: - as equipes decidem quem começa o jogo. - o jogador de uma equipe lança os dois dados e conta o número de pontos obtidos. Em seguida, avança no tabuleiro o número de casas que corresponde ao total de pontos. Depois é a vez do jogador da outra equipe e assim por diante. - É preciso observar e obedecer as setas do tabuleiro. - Ganha o jogo a equipe que chegar primeiro ao topo da montanha. 1. OBSERVE O TABULEIRO DO JOGO E RESPONDA: 14

15 a) SE O PEÃO DO JOGADOR PARAR NO NÚMERO 25, PARA QUAL NÚMERO ELE DEVE IR? b) SE PARAR NO 17, PARA ONDE VAI? c) E SE PARAR NO 8? d) QUANTOS NÚMEROS SÃO PULADOS DO NÚMERO 17 AO 22? e) E DO NÚMERO 8 AO 31? f) E DO NÚMERO 25 AO 5 É PRECISO VOLTAR QUANTOS NÚMEROS? g) SE O PEÃO PARAR NO NÚMERO 2, O QUE ACONTECE? h) E SE PARAR NO 3, QUANTAS CASAS DEVE VOLTAR PARA CHEGAR AO 12? PERCORRA COM O DEDO ESSES TRAJETO. i) E SE PARAR NO NÚMERO 45, QUANTAS CASAS DEVE VOLTAR PARA CHEGAR AO 29? 2. COMPLETE AS RETAS COM OS NÚMEROS QUE FALTAM. 15

16 3. REGISTRE OS NOMES DE ALGUNS NÚMEROS DO JOGO O MAIS PERTO POSSÍVEL Objetivos: - Compor números com 2 ou 3 ordens. - Identificar o valor dos algarismos de acordo com sua posição no número. - Realizar cálculos. Número de jogadores: 2 a 4 equipes. Materiais: - 6 fichas pequenas numeradas de a fichas numeradas de 1 a 1 (somente as dezenas exatas). Como jogar: - separar as fichas em dois montes: o primeiro com as fichas maiores (1 a 1) e o segundo com as fichas pequenas ( a 9). Ambos devem ter as faces numeradas voltadas para baixo. - Um jogador de cada equipe, por vez, tira uma ficha do primeiro monte e coloca-a no centro da mesa. - Cada jogador deve retirar 2 fichas pequenas do segundo monte e organizálas de forma que obtenha um número formado por dois algarismos que seja o mais próximo possível do número indicado pela ficha maior (no centro da mesa). - Os jogadores devem comparar os números formados para decidir quem ficou mais próximo daquele número. Este vence a rodada e repete-se, com os outros jogadores, o mesmo procedimento. Vence a equipe que chegar o maior número de vezes mais próximo do número alvo. - Variação: pode-se anotar, em cada rodada, quanto faltou ou quanto passou do número alvo. Ao final, cada jogador soma estas diferenças e vence aquele que tiver a menor soma (usando a tabela). O MAIS PERTO POSSÍVEL RODADA Nº ALVO Nº FORMADO DIFERENÇA 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª - Também pode-se fazer as fichas grandes com números de 1 a 1 (somente centenas exatas). Neste caso cada equipe recebe 3 fichas e deve formar o número que fique o mais perto possível do alvo. 16

17 1. PENSE SOBRE O JOGO A PARTIR DAS SITUAÇÕES ABAIXO. MANIPULE FICHAS COM SÍMBOLOS NUMÉRICOS ( A 9) PARA FAZER AS VERIFICAÇÕES. USE TAMBÉM A TABELA NUMÉRICA COMO AUXÍLIO. a) ANA, JOÃO E SARA ESTAVAM JOGANDO O JOGO O MAIS PERTO POSSÍVEL. NA PRIMEIRA RODADA O NÚMERO ALVO ERA 5. OBSERVE OS NÚMEROS FORMADOS PELOS JOGADORES E VERIFIQUE SE CADA UM DELES FORMOU REALMENTE O NÚMERO MAIS PERTO POSSÍVEL DE 5, USANDO SUAS FICHAS. ANA JOÃO SARA VOCÊ MUDARIA A DISPOSIÇÃO DAS FICHAS DE ALGUM JOGADOR? JUSTIFIQUE. b) NA SEGUNDA RODADA O NÚMERO ALVO ERA 9. OBSERVE OS NÚMEROS FORMADOS E VERIFIQUE NOVAMENTE SE CADA JOGADOR FORMOU O NÚMERO MAIS PRÓXIMO POSSÍVEL DO 1 USANDO SUAS FICHAS. O QUE VOCÊ MUDARIA? POR QUÊ? ANA JOÃO SARA ESCREVA AS DEZENAS EXATAS ENTRE AS QUAIS ESTÃO OS NÚMEROS ABAIXO. DEPOIS, CIRCULE AS QUE SÃO MAIS PRÓXIMAS DOS MESMOS COMPLETE A TABELA ABAIXO FORMANDO NÚMEROS COM DOIS ALGARISMOS, MAIS PRÓXIMOS DOS NÚMEROS ALVOS. ALGARISMOS NÚMERO ALVO NÚMERO FORMADO

18 FORME COM OS SÍMBOLOS ABAIXO TODOS OS NÚMEROS COM DOIS ALGARISMOS E REGISTRE-OS EM ORDEM CRESCENTE REFERÊNCIAS: - PIRAQUARA. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. Proposta Curricular da Rede Pública Municipal de Ensino Fundamental Regular de Piraquara, PIRAQUARA. Secretaria Municipal de Educação. Caderno de Subsídios- Jogos no Ensino de Matemática- 1º ano. Piraquara, SMOLE, Kátia Stocco; DINIZ, Maria Ignez; CÂNDIDO, Patrícia. Jogos de matemática de 1º a 5º ano. Porto Alegre: Artmed, REAME, Eliane; MONTENEGRO, Priscila. Linguagens da Matemática 2º ano. São Paulo: saraiva, 28. Adriana da Silva Santi Cood. Pedagógica de Matemática SMED-Abril/214 18

19 19

20 2

JOGOS QUE CONSTAM DO KIT DE REFORÇO ESCOLAR

JOGOS QUE CONSTAM DO KIT DE REFORÇO ESCOLAR JOGOS QUE CONSTAM DO KIT DE REFORÇO ESCOLAR DOMINÓ É um jogo onde se combinam a palavra e a figura. Cada jogador recebe 7 peças e segura-as de forma que o adversário não veja. O primeiro jogador coloca

Leia mais

Programa de Cursos 2011 / Matemática - Ensino Fundamental / 2º. ao 5º. ano

Programa de Cursos 2011 / Matemática - Ensino Fundamental / 2º. ao 5º. ano Sugestões de jogos Os jogos que apresentamos neste material envolvem diversos conceitos e procedimentos matemáticos, com variações nos níveis de complexidade e destinados a um ou mais grupos de ensino,

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO CANASTRA Art. 1º. O torneio de Canastra do VII JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, combinado

Leia mais

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR APRESENTAÇÃO Olá professor, Essa apostila apresenta jogos matemáticos que foram doados a uma escola de Blumenau como parte de uma ação do Movimento Nós Podemos Blumenau.

Leia mais

INTRODUÇÃO E OBJETIVO DO JOGO

INTRODUÇÃO E OBJETIVO DO JOGO Instruções O K2 é a segunda maior montanha do mundo (depois do Monte Evereste) com uma altura de 8.611 metros acima do nível do mar. Também é considerada uma das mais difíceis. O K2 nunca foi conquistado

Leia mais

- TORNEIO INTERNO DE BURACO IATE 2015 -

- TORNEIO INTERNO DE BURACO IATE 2015 - - TORNEIO INTERNO DE BURACO IATE 2015 - OBJETIVO DO TORNEIO Tem por objetivo promover a interação e confraternização entre os sócios e participantes mediante regras abaixo. 1 - DAS INSCRIÇÕES 1.1 - As

Leia mais

Classificar poliedros identificando-os pelos nomes.

Classificar poliedros identificando-os pelos nomes. ENSINO DE GEOMETRIA NO ENSINO MÉDIO POR MEIO DE JOGOS Leidian da Silva Moreira, FAJESU, keit_julie@hotmail.com Philipe Rocha Cardoso, FAJESU, philipexyx@hotmail.com Daniela Souza Lima, danielasouzza@hotmail.com

Leia mais

Não dá para jogar porque a casa 7 já está fechada!

Não dá para jogar porque a casa 7 já está fechada! ATVDADES 1 2 3 4 5 6 7 8 9 1 6 8 3 7 4 9 e Ou e Ou e Ou e Ou só o 2 5 CÉLLUS Feche a caixa 1 O E 2 O ANOS Diferentes possibilidades de adição para obter o mesmo resultado Agrupamentos para adicionar mais

Leia mais

OBJETIVO Baixar o maior número de pares (duas cartas com o mesmo personagem) e não terminar com o Mico nas mãos.

OBJETIVO Baixar o maior número de pares (duas cartas com o mesmo personagem) e não terminar com o Mico nas mãos. Jogo do Mico Número de jogadores: 3 + Baixar o maior número de pares (duas cartas com o mesmo personagem) e não terminar com o Mico nas mãos. Cartas de Vilão e Item Mágico não devem ser utilizadas. Deixe

Leia mais

JOGOS MATEMÁTICOS 2º ANO

JOGOS MATEMÁTICOS 2º ANO JOGOS MATEMÁTICOS 2º ANO ENCONTRE 1 Objetivos: - Realizar operações de adição e/ou subtração. - Estimular o cálculo mental. - Compor o número 1 com duas parcelas. Número de jogadores: 2 ou 4. Materiais:

Leia mais

C 1. 45 minutos. Prova de Aferição de Matemática. 1.º Ciclo do Ensino Básico 8 Páginas. Matemática/2012. PA Matemática/Cad.

C 1. 45 minutos. Prova de Aferição de Matemática. 1.º Ciclo do Ensino Básico 8 Páginas. Matemática/2012. PA Matemática/Cad. PROVA DE AFERIÇÃO DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Matemática/2012 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro A PREENCHER PELO ALUNO Rubrica do Professor Aplicador Nome completo A PREENCHER PELO AGRUPAMENTO

Leia mais

Jogo ProvocAção. ProvocAção 5.-

Jogo ProvocAção. ProvocAção 5.- Jogo ProvocAção Aprender brincando! Este foi o objetivo do desenvolvimento desse jogo. É um importante instrumento de aprendizagem, possuiu múltiplos usos e garante muita diversão e conhecimento para crianças,

Leia mais

ingressos, sobrará troco? ( ) sim ( ) não Se sobrar troco, de quanto será?

ingressos, sobrará troco? ( ) sim ( ) não Se sobrar troco, de quanto será? SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 26 / 09 / 2014 UNIDADE: II ETAPA AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA 3.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

Descrição. Como Preparar o Jogo ELFENLAND

Descrição. Como Preparar o Jogo ELFENLAND ELFENLAND Índice Descrição e Conteúdo... 2 Como Preparar o Jogo... 4 Tabuleiro... 5 Cartas de Viagem... 5 Como Jogar... 6 1. Distribua as Cartas de Viagem... 6 2. Compre uma Ficha de Transporte da Pilha

Leia mais

Tanto neste nosso jogo de ler e escrever, leitor amigo, como em qualquer outro jogo, o melhor é sempre obedecer às regras.

Tanto neste nosso jogo de ler e escrever, leitor amigo, como em qualquer outro jogo, o melhor é sempre obedecer às regras. Nível 1 5ª e 6ª séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental 2ª FASE 08 de novembro de 2008 Cole aqui a etiqueta com os dados do aluno. Parabéns pelo seu desempenho na 1ª Fase da OBMEP. É com grande satisfação

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO. Plano de aula 05 junho de 2015. Bolsistas: Guimara Bulegon, Maiara Ghiggi e Viviane Polachini

COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO. Plano de aula 05 junho de 2015. Bolsistas: Guimara Bulegon, Maiara Ghiggi e Viviane Polachini COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO Plano de aula 05 junho de 2015 Bolsistas: Guimara Bulegon, Maiara Ghiggi e Viviane Polachini Supervisora: Raquel Marchetto Série: 2º ano do Ensino Médio Politécnico

Leia mais

N1Q1 Solução. a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas.

N1Q1 Solução. a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas. 1 N1Q1 Solução a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas. b) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro com peças dos tipos A e B, com pelo

Leia mais

Cotagem de dimensões básicas

Cotagem de dimensões básicas Cotagem de dimensões básicas Introdução Observe as vistas ortográficas a seguir. Com toda certeza, você já sabe interpretar as formas da peça representada neste desenho. E, você já deve ser capaz de imaginar

Leia mais

Élida Tamara Prata de Oliveira Praça JOGOS MATEMÁTICOS COM CONTEÚDOS DE 7 ANO APLICADOS A UM ALUNO AUTISTA

Élida Tamara Prata de Oliveira Praça JOGOS MATEMÁTICOS COM CONTEÚDOS DE 7 ANO APLICADOS A UM ALUNO AUTISTA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS Pós-Graduação em Educação Matemática Mestrado Profissional em Educação Matemática Élida Tamara Prata de Oliveira Praça JOGOS MATEMÁTICOS

Leia mais

Projeto Mancala. Objetivo. Objetivo linguístico. Etapas e duração. Procedimentos. Aula 1

Projeto Mancala. Objetivo. Objetivo linguístico. Etapas e duração. Procedimentos. Aula 1 Projeto Mancala Objetivo Aprender sobre jogos de Mancala. Os Mancalas constituem uma família de jogos africanos em que o tabuleiro consiste de duas, três ou quatro fileiras de buracos, nos quais são distribuídas

Leia mais

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1 1. REVISÃO 01 Matemática SSA REVISÃO GERAL 1. Um recipiente com a forma de um cone circular reto de eixo vertical recebe água na razão constante de 1 cm s. A altura do cone mede cm, e o raio de sua base

Leia mais

A PROBLEMATIZAÇÃO DE JOGOS COMO ESTRATÉGIA DE APRENDIZAGEM PARA AS QUATRO OPERAÇÕES FUNDAMENTAIS

A PROBLEMATIZAÇÃO DE JOGOS COMO ESTRATÉGIA DE APRENDIZAGEM PARA AS QUATRO OPERAÇÕES FUNDAMENTAIS A PROBLEMATIZAÇÃO DE JOGOS COMO ESTRATÉGIA DE APRENDIZAGEM PARA AS QUATRO OPERAÇÕES FUNDAMENTAIS Cristiane Borges Angelo (Orientadora) Emmanuel De Sousa Fernandes Falcão (Orientador) Vilmara Luiza Almeida

Leia mais

Programa Olímpico de Treinamento. Aula 9. Curso de Combinatória - Nível 2. Tabuleiros. Prof. Bruno Holanda

Programa Olímpico de Treinamento. Aula 9. Curso de Combinatória - Nível 2. Tabuleiros. Prof. Bruno Holanda Programa Olímpico de Treinamento Curso de Combinatória - Nível Prof. Bruno Holanda Aula 9 Tabuleiros Quem nunca brincou de quebra-cabeça? Temos várias pecinhas e temos que encontrar uma maneira de unir

Leia mais

Setor de Educação de Jovens e Adultos FUNDAÇÃO BRADESCO

Setor de Educação de Jovens e Adultos FUNDAÇÃO BRADESCO Setor de Educação de Jovens e Adultos FUNDAÇÃO BRADESCO Coletânea de Jogos e Materiais Manipuláveis SUMÁRIO 1 Apresentação 3 2 Contribuição dos jogos para o ensino da Matemática 4 3 Coletânea 5 3.1 Eixo:

Leia mais

Memória 3D - figura e palavra

Memória 3D - figura e palavra DICAS DE JOGOS PARA ALFABETIZAR Silabário Para jogar: Se não houver a possibilidade de construir um silabário para cada criança, será necessário um para cada grupo de 3 ou 4 crianças. Formas de jogar:

Leia mais

um jogo de Steve Finn

um jogo de Steve Finn um jogo de Steve Finn arte por Rafaella Ryon - projeto gráfico de Filipe Cunha Em Gunrunners, os jogadores agem como uma agência internacional de polícia em perseguição ao Mercador da Morte, o infame traficante

Leia mais

Exposição Matemática Viva (piso 0)

Exposição Matemática Viva (piso 0) Exposição Matemática Viva (piso 0) Departamento Educativo PNE A Matemática está bem viva e presente em quase todas as actividades do nosso dia-a-dia, ainda que muitas vezes disso não nos dêmos conta. E

Leia mais

REGRAS E REGULAMENTOS OLIMPÍADAS DE RACIOCÍNIO PROGRAMA MENTEINOVADORA MIND LAB

REGRAS E REGULAMENTOS OLIMPÍADAS DE RACIOCÍNIO PROGRAMA MENTEINOVADORA MIND LAB REGRAS E REGULAMENTOS VIII OLIMPÍADA DE RACIOCINIO MENTEINOVADORA MIND LAB (alunos de 4º ao 7º ano) VII OLIMPÍADA DE RACIOCÍNIO MENTEINOVADORA DE JOVENS (alunos de 8º e 9º ano) A cada ano, o Grupo Mind

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES E JOGOS: MATERIAL DOURADO E OUTROS RECURSOS

CADERNO DE ATIVIDADES E JOGOS: MATERIAL DOURADO E OUTROS RECURSOS SECRETARIA DE EDUCAÇÃO / DIRETORIA PEDAGÓGICA GERÊNCIA DE ENSINO FUNDAMENTAL CADERNO DE ATIVIDADES E JOGOS: MATERIAL DOURADO E OUTROS RECURSOS Regina Aparecida de Oliveira Assessoria Pedagógica de Matemática

Leia mais

O princípio multiplicativo

O princípio multiplicativo A UA UL L A O princípio multiplicativo Introdução A palavra Matemática, para um adulto ou uma criança, está diretamente relacionada com atividades e técnicas para contagem do número de elementos de algum

Leia mais

Agora é só com você. Geografia - 131

Agora é só com você. Geografia - 131 Geografia - 131 3 Complete: O espaço da sala de aula é um domínio delimitado por um(a)..., que é sua fronteira. Ainda em grupo faça o seguinte: usando objetos como lápis, palitos, folhas e outros, delimite

Leia mais

JOGOS PARA O ENSINO MÉDIO1

JOGOS PARA O ENSINO MÉDIO1 JOGOS PARA O ENSINO MÉDIO1 Marli Teresinha Quartieri Márcia Rehfeldt Ieda Maria Giongo Algumas reflexões iniciais O jogo tem sido tema de estudos e investigações de pesquisadores, educadores e psicólogos,

Leia mais

Programação em papel quadriculado

Programação em papel quadriculado 4 NOME DA AULA: Programação em papel quadriculado Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 10 minutos Objetivo principal: ajudar os alunos a entender como a codificação funciona. RESUMO Ao "programar"

Leia mais

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC.

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. Olá pessoal! Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. 01. (SEFAZ-SP 2009/FCC) Considere o diagrama a seguir, em que U é o conjunto de todos

Leia mais

Vou colorir os círculos iguais da mesma cor. Vou dividir os círculos em grupos de 6. Completo e faço descobertas.

Vou colorir os círculos iguais da mesma cor. Vou dividir os círculos em grupos de 6. Completo e faço descobertas. Vou colorir os círculos iguais da mesma cor. Vou dividir os círculos em grupos de 6. Completo e faço descobertas. Quando observo a imagem vejo cores, porque existem círculos que têm diferentes. Existem

Leia mais

Programadores e Problemas: Instruções. Introdução. Seu Objetivo. Configuração. Instruções do jogo equipe evolução 5/5/2006 v2.0

Programadores e Problemas: Instruções. Introdução. Seu Objetivo. Configuração. Instruções do jogo equipe evolução 5/5/2006 v2.0 Programadores e Problemas: Instruções Introdução Problemas e Programadores é um jogo educacional na área de engenharia de software. Ele é dirigido a estudantes que já têm conhecimento entre o básico e

Leia mais

RACIOCÍNIO LÓGICO PROF PEDRÃO TABELA-VERDADE

RACIOCÍNIO LÓGICO PROF PEDRÃO TABELA-VERDADE TABELA-VERDADE 01) A negação da afirmação se o cachorro late então o gato mia é: A) se o gato não mia então o cachorro não late. B) o cachorro não late e o gato não mia. C) o cachorro late e o gato não

Leia mais

Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade

Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade Metamorfose Transformação de vidas Lição 1 Episódio 1: Transformando sua Atitude 1ª Parte: Atitude de Humildade Conceito Chave Versículo Bíblico Ninguém elogie a si mesmo; se houver elogios, que venham

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2015

Canguru Matemático sem Fronteiras 2015 http://www.mat.uc.pt/canguru/ Destinatários: alunos do 1. o ano de escolaridade Nome: Turma: Duração: 1h 30min Não podes usar calculadora. Em cada questão deves assinalar a resposta correta. As questões

Leia mais

Aplicações da Matemática

Aplicações da Matemática Aplicações da Matemática DOCENTE: Prof. Doutor Ricardo Teixeira DISCENTES: Filipa Araújo Rui Ferreira Sónia Neto Dezembro de 2011 Introdução... 3 Actividades Jogo SUPERTMATIK Quiz Astronomia... 4 Como

Leia mais

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Matemática Nome: Observe o gráfico a seguir e responda às questões propostas.

5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Matemática Nome: Observe o gráfico a seguir e responda às questões propostas. 5 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Matemática Nome: Observe o gráfico a seguir e responda às questões propostas. 50 litros por dia* é a quantidade ideal de água potável para o bem-estar e

Leia mais

Matemática Profª Valéria Lanna

Matemática Profª Valéria Lanna Matemática Profª Valéria Lanna Para responder a questão 01, utilize os dados da tabela abaixo, que apresenta as freqüências acumuladas das notas de 20 alunos entre 14 e 20 pontos. Notas (em pontos) Frequência

Leia mais

ISBN 5708-9594. Apresentação

ISBN 5708-9594. Apresentação Perfil Eletrônico Apresentação O Perfil Eletrônico é um jogo de tabuleiro cujo objetivo educacional é trabalhar a configuração eletrônica dos elementos químicos utilizando a Tabela Periódica. Para realizar

Leia mais

2º ano do Ensino Médio

2º ano do Ensino Médio 2º ano do Ensino Médio Instruções: 1. Você deve estar recebendo um caderno com dez questões na 1ª parte da prova, duas questões na 2ª parte e duas questões na 3ª parte. Verifique, portanto, se está completo

Leia mais

SKAT. Introdução. O Baralho

SKAT. Introdução. O Baralho Introdução SKAT O skat foi inventado por volta de 1810 na cidade de Altenburg, cerca de 40 km ao sul de Leipzig, Alemanha, pelos membros da Brommesche Tarok-Gesellschaft. Eles adaptaram um jogo local (Schafkopf)

Leia mais

Descrição e regras e dinâmica do jogo Unidos para produzir um lugar saudável - PDTSP TEIAS

Descrição e regras e dinâmica do jogo Unidos para produzir um lugar saudável - PDTSP TEIAS Descrição e regras e dinâmica do jogo Unidos para produzir um lugar saudável - PDTSP TEIAS Peças do jogo O jogo Unidos para produzir um lugar saudável PDTSP TEIAS Escola Manguinhos Versão inicial é composto

Leia mais

1-Será disputado pelo sistema de duplas, permitindo-se a inscrição de 02 atletas por equipe, de ambos os sexos.

1-Será disputado pelo sistema de duplas, permitindo-se a inscrição de 02 atletas por equipe, de ambos os sexos. REGULAMENTO DE BURACO 1-Será disputado pelo sistema de duplas, permitindo-se a inscrição de 02 atletas por equipe, de ambos os sexos. 2-No horário estabelecido pela Comissão Organizadora para início de

Leia mais

Caderno de Questões. Do 4º ao 6º ano do Ensino Fundamental

Caderno de Questões. Do 4º ao 6º ano do Ensino Fundamental www.redepoc.com Caderno de Questões Do 4º ao 6º ano do Ensino Fundamental Qualquer tentativa gera alguma pontuação A organização das resoluções será levada em conta Responda cada questão em um folha Q

Leia mais

Um jogo de preencher casas

Um jogo de preencher casas Um jogo de preencher casas 12 de Janeiro de 2015 Resumo Objetivos principais da aula de hoje: resolver um jogo com a ajuda de problemas de divisibilidade. Descrevemos nestas notas um jogo que estudamos

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nome: N.º: Turma: Professor: Ano: 6º Data: / 07 / 2014 EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA 1) Numa divisão, qual é o dividendo, se o divisor for 12,

Leia mais

Simulado OBM Nível 2

Simulado OBM Nível 2 Simulado OBM Nível 2 Gabarito Comentado Questão 1. Quantos são os números inteiros x que satisfazem à inequação? a) 13 b) 26 c) 38 d) 39 e) 40 Entre 9 e 49 temos 39 números inteiros. Questão 2. Hoje é

Leia mais

Sistemas Lineares. Módulo 3 Unidade 10. Para início de conversa... Matemática e suas Tecnologias Matemática

Sistemas Lineares. Módulo 3 Unidade 10. Para início de conversa... Matemática e suas Tecnologias Matemática Módulo 3 Unidade 10 Sistemas Lineares Para início de conversa... Diversos problemas interessantes em matemática são resolvidos utilizando sistemas lineares. A seguir, encontraremos exemplos de alguns desses

Leia mais

Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido neste volume:

Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido neste volume: Segredos dos Psicotécnicos para quem não quer ser surpreendido www.psicotecnicos.navig8.to www.psicotecnicos.prv.co.il www.psicotecnicos.ezdn.cc www.psicotecnicos.135.it www.psicotecnicos.has.it www.psicotecnicos.hit.to

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo 1. (Uerj 015) Uma criança ganhou seis picolés de três sabores diferentes: baunilha, morango e chocolate, representados, respectivamente, pelas letras B, M e C. De segunda a sábado, a criança consome um

Leia mais

Canguru sem fronteiras 2007

Canguru sem fronteiras 2007 Duração: 1h15mn Destinatários: alunos do 5 e 6 anos de Escolaridade Nome: Turma: Não podes usar calculadora. Há apenas uma resposta correcta em cada questão. Inicialmente tens 24 pontos. Por cada questão

Leia mais

Soluções Nível 1 5 a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental

Soluções Nível 1 5 a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental 1. (alternativa C) Os números 0,01 e 0,119 são menores que 0,12. Por outro lado, 0,1 e 0,7 são maiores que 0,. Finalmente, 0,29 é maior que 0,12 e menor

Leia mais

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 14 PRINCÍPIO MULTIPLICATIVO E PERMUTAÇÕES

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 14 PRINCÍPIO MULTIPLICATIVO E PERMUTAÇÕES MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 14 PRINCÍPIO MULTIPLICATIVO E PERMUTAÇÕES A D C B D B C A B D A C C B A D Como pode cair no enem (ENEM) A escrita Braile para cegos é um sistema de símbolos no qual cada caractere

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo. Critérios de Avaliação. Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo. Critérios de Avaliação. Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo Critérios de Avaliação Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano Números e Operações Números naturais Utilizar corretamente os numerais ordinais

Leia mais

Aprendendo, de uma forma lúdica, o sistema monetário - Jogo da caixa C.E.I.PROFª DULCE DE FARIA MARTINS MIGLIORINI

Aprendendo, de uma forma lúdica, o sistema monetário - Jogo da caixa C.E.I.PROFª DULCE DE FARIA MARTINS MIGLIORINI Aprendendo, de uma forma lúdica, o sistema monetário - Jogo da caixa C.E.I.PROFª DULCE DE FARIA MARTINS MIGLIORINI Sala 1 2ª Sessão Professor Apresentador: ROBERTA CRISTINA ROCHA Realização: Foco MATEMÁTICA-SISTEMA

Leia mais

Frações. Números Racionais

Frações. Números Racionais Frações Números Racionais Consideremos a operação 4:5 =? onde o dividendo não é múltiplo do divisor. Vemos que não é possível determinar o quociente dessa divisão no conjunto dos números porque não há

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES

PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES Números naturais Conhecer os numerais ordinais Utilizar corretamente os numerais ordinais até centésimo. Contar até um milhão Estender as regras

Leia mais

Escola Básica do 2º e 3º Ciclos S. Paio de Moreira de Cónegos

Escola Básica do 2º e 3º Ciclos S. Paio de Moreira de Cónegos Escola Básica do 2º e 3º Ciclos S. Paio de Moreira de Cónegos Ficha de Avaliação - Matemática 7. Ano A Nome: N.º: Turma: Classificação: Professor: Enc. Educ.: Esta ficha é constituída por duas partes,

Leia mais

PROJETO DE REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DO JOGO BLACKJACK/21

PROJETO DE REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DO JOGO BLACKJACK/21 PROJETO DE REGULAMENTO N.º ---/SRIJ/2015 REGRAS DO JOGO BLACKJACK/21 O Regime Jurídico dos Jogos e Apostas Online (RJO), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 66/2015, de 28 de abril, determina, no n.º 3 do seu

Leia mais

8º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos

8º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos 8º Campeonato Nacional de Jogos Matemáticos Distribuição dos jogos por ciclo 1º 2º 3º Sec Semáforo x Gatos & Cães x x Ouri x x x Hex x x x Rastros x x Avanço x Semáforo Autor: Alan Parr 8 peças verdes,

Leia mais

2 CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO

2 CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO 1 CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS E CONFIGURAÇÃO DOS JOGOS O número de praticantes desportivos por equipa que podem ser inscritos no boletim de jogo é os seguintes: 2º Ciclo: 4 jogadores (Jogos 2x2); 3º Ciclo

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. 2º Ano

LÍNGUA PORTUGUESA. 2º Ano LÍNGUA PORTUGUESA 2º Ano ELABORAÇÃO: JOSIANE DE LIMA PIRAQUARA 2015 SALADA DE FRUTA INGREDIENTES 2 MAMÕES PAPAIA PEQUENOS 1 LARANJA MÉDIA 5 BANANAS 2 MAÇÃS 5 MORANGOS MADUROS 1 PÊSSEGO 10 GRÃOS DE UVA

Leia mais

Seu pé direito nas melhores faculdades

Seu pé direito nas melhores faculdades Seu pé direito nas melhores faculdades IM - maio 006 MTMÁTI 0. a) atore a epressão 3 3 + 6. b) Resolva, em, a inequação 3 3 + 6 +. a) 3 3 + 6 = (3 ) 6(3 ) = ( 6)(3 ) = ( + 6 )( 6 )(3 ) é a forma fatorada

Leia mais

Aula 4 Estatística Conceitos básicos

Aula 4 Estatística Conceitos básicos Aula 4 Estatística Conceitos básicos Plano de Aula Amostra e universo Média Variância / desvio-padrão / erro-padrão Intervalo de confiança Teste de hipótese Amostra e Universo A estatística nos ajuda a

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE BELO HORIZONTE MG 25 DE OUTUBRO DE 2003 DURAÇÃO: 120 MINUTOS CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE

Leia mais

Canguru Matemático sem Fronteiras 2011

Canguru Matemático sem Fronteiras 2011 http://www.mat.uc.pt/canguru/ Destinatários: alunos dos 5. e 6. anos de escolaridade Nome: Turma: Duração: 1h30min Não podes usar calculadora. Há apenas uma resposta correcta em cada questão. As questões

Leia mais

Disciplina: Matemática Professor (a): Rosângela

Disciplina: Matemática Professor (a): Rosângela COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2012 Disciplina: Matemática Professor (a): Rosângela Ano: 2012 Turma: 6 ANO Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS

COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS I. Descrição do Material: COMO TRABALHAR COM BLOCOS LÓGICOS Material criado por Dienes. Constitui-se de 48 peças, que combinam quatro atributos em cada uma sendo: Tamanho (grande e pequeno) Cor (amarelo,

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 1ª Etapa 2014. Ano: 6º Turma: 6.1

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE. Programa de Recuperação Paralela. 1ª Etapa 2014. Ano: 6º Turma: 6.1 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: Matemática Professor (a): Flávia Lúcia Ano: 6º Turma: 6.1 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

6+3=2 8+2=4 12 + 4 = 3. Nesses exemplos, os resultados podem ser facilmente confirmados pela multiplicação, que é a operação inversa da divisão.

6+3=2 8+2=4 12 + 4 = 3. Nesses exemplos, os resultados podem ser facilmente confirmados pela multiplicação, que é a operação inversa da divisão. Três pequenas associações resolveram organizar uma festa para arrecadar fundos. "Somaremos nossos esforços e dividiremos os lucros", afirmou um dos presidentes. Pois bem, a festa aconteceu e foi um sucesso.

Leia mais

Avanço Autor: Dan Troyka, 2000. Rastros Autor: Bill Taylor, 1992. Material Um tabuleiro quadrado 7 por 7. 14 peças brancas e 14 peças negras.

Avanço Autor: Dan Troyka, 2000. Rastros Autor: Bill Taylor, 1992. Material Um tabuleiro quadrado 7 por 7. 14 peças brancas e 14 peças negras. Avanço Autor: Dan Troyka, 2000 Um tabuleiro quadrado 7 por 7. 14 peças brancas e 14 peças negras. posição inicial Um jogador ganha se chegar com uma das suas peças à primeira linha do adversário, ou seja,

Leia mais

JOGOS MATEMÁTICOS VOLUME II

JOGOS MATEMÁTICOS VOLUME II JOGOS MATEMÁTICOS VOLUME II 3 o ANO 4 o ANO 5 o ANO JOGOS MATEMÁTICOS 3 o BIMESTRE Governador Cid Ferreira Gomes Vice-Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho Secretária da Educação Maria Izolda Cela

Leia mais

Como fazer um jogo usando o editor de apresentação

Como fazer um jogo usando o editor de apresentação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sergipe IFS Campus Glória Curso Integrado em Agropecuária Professora: Jamille Silva Madureira Disciplina: Informática Como fazer um jogo usando o editor

Leia mais

Engenharia do Conhecimento

Engenharia do Conhecimento Engenharia do Conhecimento 1º Projecto 23 de Março de 2015 BattleShip Jess Prazo de Entrega: 19 de Abril Objectivo Geral: Pretende-se desenvolver em Jess uma das variantes do jogo clássico da Batalha Naval.

Leia mais

O sinal de menos ( ) colocado antes de um número indica o oposto desse número. Assim: 11 é o oposto de 11.

O sinal de menos ( ) colocado antes de um número indica o oposto desse número. Assim: 11 é o oposto de 11. EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO 7º ANO º BIMESTRE MATEMÁTICA PROFº PAULO 1. Dois números de sinais contrários são opostos? Justifique. O sinal de menos ( ) colocado antes de um número indica o oposto desse número.

Leia mais

PLANEJAMENTO IDENTIDADE

PLANEJAMENTO IDENTIDADE Professora: Clévis Appio PLANEJAMENTO IDENTIDADE Planejamento: Atividades envolvendo o nome Competências Leitura, escrita, oralidade e análise linguística. Objetivos Estratégias em Língua Portuguesa (contemplando

Leia mais

REGRAS E REGULAMENTOS

REGRAS E REGULAMENTOS REGRAS E REGULAMENTOS V OLIMPÍADA DE RACIOCINIO MENTEINOVADORA MIND LAB (alunos de 4º ao 7º ano) IV OLIMPÍADA DE RACIOCÍNIO MENTEINOVADORA DE JOVENS (alunos de 8º e 9º ano) I OLIMPÍADA DE RACIOCÍNIO MENTEINOVADORA

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO. LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano

COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO. LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO LISTA DE REVISÃO PARA PROVA DE RECUPERAÇÃO DO 1º BIM/14 (APR1) - MATEMÁTICA 6º ano Assunto: Conjuntos, números romanos, sistema de numeração decimal, conjunto dos números

Leia mais

Análise Combinatória. Prof. Thiago Figueiredo

Análise Combinatória. Prof. Thiago Figueiredo Análise Combinatória Prof. Thiago Figueiredo (Escola Naval) Um tapete de 8 faixas deve ser pintado com cores azul, preta e branca. A quantidade de maneiras que podemos pintar esse tapete de modo que as

Leia mais

O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL

O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL O LÚDICO: SUA IMPORTÂNCIA NO ENSINO APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL GT 01 Educação Matemática no Ensino Fundamental : Anos iniciais e anos finais Maria Christina Schettert Moraes UNICRUZ

Leia mais

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções.

Objetivo principal: aprender como definir e chamar funções. 12 NOME DA AULA: Escrevendo músicas Duração da aula: 45 60 minutos de músicas durante vários dias) Preparação: 5 minutos (se possível com introduções Objetivo principal: aprender como definir e chamar

Leia mais

13. Assinala com X o número que deves adicionar ao número 797,95 para obteres o número inteiro mais próximo.

13. Assinala com X o número que deves adicionar ao número 797,95 para obteres o número inteiro mais próximo. Prova Final de Matemática 1.º Ciclo do Ensino Básico Prova 42/Época Especial/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura do Aluno

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA REGULAMENTO 2011 As provas Semifinal e Final nacionais do Concurso Nacional de Leitura Ler+ obedecem este ano a um novo formato: Quem quer ser Milionário Especial Ler+, cujas provas serão realizadas em

Leia mais

4Distribuição de. freqüência

4Distribuição de. freqüência 4Distribuição de freqüência O objetivo desta Unidade é partir dos dados brutos, isto é, desorganizados, para uma apresentação formal. Nesse percurso, seção 1, destacaremos a diferença entre tabela primitiva

Leia mais

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010.

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. Olá pessoal! Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. 01. (Fundação CASA 2010/VUNESP) Em um jogo de basquete, um dos times, muito mais forte, fez 62 pontos a mais que o seu

Leia mais

Q-Acadêmico. Módulo CIEE - Estágio. Revisão 01

Q-Acadêmico. Módulo CIEE - Estágio. Revisão 01 Q-Acadêmico Módulo CIEE - Estágio Revisão 01 SUMÁRIO 1. VISÃO GERAL DO MÓDULO... 2 1.1 PRÉ-REQUISITOS... 2 2. ORDEM DE CADASTROS PARA UTILIZAÇÃO DO MÓDULO CIEE... 3 2.1 CADASTRANDO EMPRESAS... 3 2.1.1

Leia mais

Atividade 1: Para onde vão os alimentos que comemos?

Atividade 1: Para onde vão os alimentos que comemos? Oficina 4: Corpo Humano Nesta oficina serão trabalhadas duas atividades sobre alimentação, uma sobre as articulações e outra sobre a quantidade de ar que respiramos. Atividade 1: Para onde vão os alimentos

Leia mais

Prova Final de Matemática. Caderno 2: 45 minutos. Tolerância: 15 minutos. 1.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 42/2.ª Fase

Prova Final de Matemática. Caderno 2: 45 minutos. Tolerância: 15 minutos. 1.º Ciclo do Ensino Básico. Prova 42/2.ª Fase Prova Final de Matemática 1.º Ciclo do Ensino Básico Prova 42/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura do Aluno CC

Leia mais

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL ÍNDICE CAPITULO I - O JOGO DE MINIVOLEIBOL - REGRA 1 - Concepção do Jogo - REGRA 2 - A quem se dirige - REGRA 3 - Finalidade do Jogo CAPITULO II - INSTALAÇÕES E MATERIAL - REGRA

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA (Casa de Thomaz Coelho / 1889) CONCURSO DE ADMISSÃO AO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 2009/2010 18 de outubro de 2009 APROVO DIRETOR DE ENSINO COMISSÃO

Leia mais

1. A corrida de vetores numa folha de papel.

1. A corrida de vetores numa folha de papel. 1. A corrida de vetores numa folha de papel. desenhando a pista. o movimento dos carros. o início da corrida. as regras do jogo. 2. A corrida no computador. o número de jogadores. o teclado numérico. escolhendo

Leia mais

PLANOS DE TRABALHO MATEMÁTICA 2º ANO

PLANOS DE TRABALHO MATEMÁTICA 2º ANO PLANOS DE TRABALHO MATEMÁTICA 2º ANO Adriana da Silva Santi Coordenação Pedagógica de Matemática Piraquara Março/2014 PLANO DE TRABALHO - 2º ANO CONTEÚDOS OBJETIVOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Geometria: -

Leia mais

UNITAU APOSTILA PROBABILIDADES PROF. CARLINHOS

UNITAU APOSTILA PROBABILIDADES PROF. CARLINHOS ESCOLA DE APLICAÇÃO DR. ALFREDO JOSÉ ALI UNITAU APOSTILA PROAILIDADES ibliografia: Curso de Matemática Volume Único Autores: ianchini&paccola Ed. Moderna Matemática Fundamental - Volume Único Autores:

Leia mais

Os jogos nas aulas de matemática

Os jogos nas aulas de matemática UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO ENCONTRO REGIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA Oficina: Os jogos nas aulas de matemática Professora: Odenise Maria bezerra Natal, agosto de

Leia mais

Matemática. Prova a de Aferição de. 1.º Ciclo do Ensino Básico. A preencher pelo aluno (não escrevas o teu nome): idade sexo: F M.

Matemática. Prova a de Aferição de. 1.º Ciclo do Ensino Básico. A preencher pelo aluno (não escrevas o teu nome): idade sexo: F M. A preencher pelo aluno (não escrevas o teu nome): idade sexo: F M A preencher pelo GAVE: n.º convencional da escola 2003 Prova a de Aferição de Matemática 1.º Ciclo do Ensino Básico A B C D E F Observações

Leia mais