ANDRÉ REIS RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICO. 2ª Edição DEZ 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANDRÉ REIS RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICO. 2ª Edição DEZ 2014"

Transcrição

1 ANDRÉ REIS RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICO TEORIA QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS DA EBSERH AOCP GABARITADAS 20 QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS DA EBSERH AOCP RESOLVIDAS 2 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Teoria e Seleção das Questões: Prof. André Reis Organização e Diagramação: Mariane dos Reis 2ª Edição DEZ 20 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É vedada a reprodução total ou parcial deste material, por qualquer meio ou processo. A violação de direitos autorais é punível como crime, com pena de prisão e multa (art. 8 e parágrafos do Código Penal), conjuntamente com busca e apreensão e indenizações diversas (arts. 0 a 0 da Lei nº 9.60, de 9/02/98 Lei dos Direitos Autorais).

2

3 SUMÁRIO. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ENVOLVENDO FRAÇÕES, CONJUNTOS E PORCENTAGENS... 0 Questões de Provas da EBSERH AOCP RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ENVOLVENDO SEQUÊNCIA (com números, com figuras, de palavras)... 2 Questões de Provas da EBSERH AOCP RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO: proposições, conectivos, equivalência e implicação lógica, argumentos válidos... 0 Questões de Provas da EBSERH AOCP... GABARITOS... 9

4

5 RACIOCÍNIO LÓGICO E MATEMÁTICO RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ENVOLVENDO FRAÇÕES, CONJUNTOS E PORCENTAGENS. FRAÇÕES As frações são números representados na forma y x. 0 Exemplos: ; 2 ; O número x é o numerador da fração e y o denominador. Nota: Para que uma fração exista é necessário que o denominador seja diferente de zero ( y 0 ). LEITURA DE UMA FRAÇÃO Algumas frações recebem nomes especiais: / um quarto /6 um sexto /8 um oitavo 2/ dois quintos /0 um milésimo / sete centésimos / um onze avos /20 sete cento e vinte avos / quatro treze avos CLASSIFICAÇÃO DAS FRAÇÕES Quanto à classificação a fração pode ser: a) REDUTÍVEL: É quando a fração admite simplificação. Isso ocorre se o numerador e o denominador forem divisíveis por um mesmo número. Ex.: na fração tanto o numerador quanto o 8 denominador são números divisíveis por. Assim, podemos escrever que. 8 2 b) IRREDUTÍVEL: É quando a fração não admite simplificação. Ex.: A fração é uma fração que não admite 26 simplificação. c) APARENTE: É quando o numerador é múltiplo do denominador. 0 Ex.: 2. d) PRÓPRIA: É uma fração irredutível que possui numerador menor que o denominador. Ex.:. 26 e) IMPRÓPRIA: É uma fração irredutível que possui numerador maior ou igual ao denominador Exs.: ;. 26 f) EQUIVALENTE: Quando duas frações representam uma mesma parte do inteiro, são consideradas equivalentes. NÚMERO MISTO Ex.: 8 é uma fração equivalente à 2, pois ambas representam metade de um inteiro. Toda fração imprópria, que não seja aparente, pode ser representada por uma parte inteira seguida de uma parte fracionada. Ex.: 26 26, ou seja, representa partes inteiras mais a fração própria. Processo Repetimos o denominador da fração imprópria; Dividimos o número 26 por sete para obtermos a parte inteira ; Colocamos como numerador da fração própria o resto da divisão obtida entre 26 e. OPERAÇÕES ENTRE FRAÇÕES. Redução de Frações ao Menor Denominador Comum Para reduzirmos duas ou mais frações ao menor denominador comum, devemos determinar o m.m.c dos denominadores, dividir o m.m.c encontrado pelos denominadores e, o resultado dessa divisão, multiplicar pelos numeradores. Ex.: Reduzir as frações e 6 ao menor denominador. Processo: 9 0,,

6 2. Comparação entre Frações caso: Denominadores iguais Dadas duas ou mais frações com o mesmo denominador, a maior dessas frações será aquela que tiver maior numerador. Ex.: Comparando as frações ou. 2 caso: Denominadores diferentes ; ; teremos: Para compararmos duas ou mais frações que possuam denominadores diferentes, reduzimos as frações ao menor denominador comum e procedemos de acordo com o caso. Ex.: Compare as frações Processo: 0 2 ; ; ; ; Como 0 60 ; ; 6 2 temos que caso: Numeradores iguais. 6. Dadas duas ou mais frações com o mesmo numerador, a maior dessas frações será aquela que tiver menor denominador. Ex.: Comparando as frações ou. Adição e Subtração. ; ; teremos caso: Adição ou subtração com denominadores iguais Para adicionar ou subtrair frações com denominadores iguais, basta conservar o denominador comum e adicionar ou subtrair os numeradores. Ex.: caso: Adição ou subtração com denominadores diferentes Para adicionar ou subtrair frações com denominadores diferentes, basta reduzirmos as frações ao menor denominador comum e procedermos como no primeiro caso. Ex.: Multiplicação e Divisão caso: Multiplicação 6 Para multiplicar duas ou mais frações, basta dividirmos o produto dos numeradores pelo produto dos denominadores. Ex.: Observação: Sempre que possível, devemos fazer a simplificação dos numeradores com os denominadores, antes de efetuarmos o produto. Essa simplificação pode ser feita com numerador e denominador da mesma fração ou então com numerador de uma fração e denominador de outra. Então, na operação anterior, teríamos: caso: Divisão Para dividir uma fração por outra, basta multiplicar a primeira pelo inverso da segunda. 2 Exemplo: FRAÇÃO DECIMAL É toda fração cujo denominador é uma potência de 0 com expoente não nulo (0,, 0 ) Exemplos: a) 0 ; b) ; 2 c). 0 Questões de Provas de Concursos Resolvidas EBSERH AOCP. [Assist. Adm.-(Ár. Adm.)-(NM)-(T)-EBSERH-HUCAM-UFES/ 20-AOCP.(Q.) Dois amigos fizeram uma prova com 60 questões. Quando foram conferir o resultado, um deles verificou que tinha acertado da prova. Quantas questões o outro acertou, sabendo que totalizam acertos do amigo? a) b) c) 0 d) e) 20 Resoluç ão: Total = 60 questões ) º amigo Acertos =. 60 = 20 questões 2) 2º amigo Acertos =. 20 = questões Logo, a alternativa correta é a letra "b". dos 6

7 2. [Assist. Adm.-(Ár. Adm.)-(NM)-(T)-EBSERH-HUSM-UFSM- RS/20-AOCP].(Q.) Lucas estava fazendo sua tarefa, quando em uma das questões apareceu a expressão. Qual das alternativas a seguir apresenta a respos- Lucas deverá obter com essa 2 ta que expressão? a) Meia vez 2, que são. b) Meia vez, que são 6. 2 c) O dobro d e, que sã o. d) Mais a sua metade, que são 6. e) Nenhuma das alternativas anteriores. Resolução: a ) b) c) 2. 6 d) Logo, a alternativa correta é a letra "b".. [Téc. Farmácia-(Ár. Assist.)-(NM)-(M)-EBSERH-HU-UFGD- MS/20-AOCP].(Q.) Dentro de uma sala de aula, há mais de e menos de 0 alunos. Se esses alunos forem divididos em grupos, sobrará aluno. Sabendo disso, se esses alunos forem divididos em grupos, quantos alunos sobrarão? a). b). c). d) 2. e) 6. Resolu ção: Como, < X < 0, podemos concluir: ) º Passo: (. ) + = 6 PORCENTAGENS É frequente o uso de expressões que refletem acréscimos ou reduções em preços, números ou quantidades, sem- pre tomando por base unidades. Alguns exemplos: A gasolina teve um aumento de %. Significa que em cada R$ houve um acréscimo de R$,00 O cliente recebeu um desconto de 0% em todas as mercadorias. Significa que em cada R$ foi dado um desconto de R$0,00 Dos jogadores que jogam no Grêmio, 90% são craques. Significa que em cada jogadores que jogam no Grêmio, 90 são craques. RAZÃO CENTESIMAL Toda a razão que tem para consequente o número denomina-se razão centesimal. Alguns exemplos:, 6, 2, 20 Podemos representar uma razão centesimal de outras formas: 6 0,0 % (lê-se "sete por cento") 0,6 6% (lê-se "dezesseis por cento") 2,2 2% (lê-se "cento e vinte e cinco por cento") As expressões %, 6% e 2% são chamadas taxas centesimais ou taxas percentuais. Nota: 0,0, 0,6 e,2 são chamadas taxas unitárias. Considere o seguinte problema: João vendeu 0% dos seus 0 cavalos. Quantos cavalos ele vendeu? Para solucionar esse problema devemos aplicar a taxa percentual (0%) sobre o total de cavalos. 0% de 0 = = 2 cavalos.. 2) 2º Passo: Logo, ele vendeu 2 cavalos, que representa a porcentagem procurada. Portanto, chegamos a seguinte definição: Logo, a alternativa correta é a letra "a". Porcentagem é o valor obtido ao aplicarmos centual a um determinado valor. uma taxa per-

8 Exemplos:. Calcular 0% de 00. S olução: % de 00 =.00 = 0 2. Calcular 2% de 200kg. S olução: 2% de 200 = = 0. Um jogador de futebol, ao l ongo de um campeonato, cobrou faltas, transformando em gols 8% dessas faltas. Quantos gols de falta esse jogador fez? Solução: % de =. = 6 Portanto o jogador fez 6 gols de falta.. Se eu comprei uma ação de um clube por R$20,00 e a revendi por R$00,00, qual a taxa percentual de lucro obtida? Solução: Montamos uma equação, onde somando os R$20,00 iniciais com a porcentagem que aumentou em relação a esses R$20,00, resulte nos R$00,00. x x x x = x = 000 x 20 x = 20 Portanto, a taxa percentual de lucro foi de 20%. Uma dica importante: o FATOR DE MULTIPLICAÇÃO. S e, por exemplo, há um acréscimo de 0% a um deter- mulminado valor, podemos calcular o novo valor apenas tiplicando esse valor por,0, que é o fator de multiplica- ção. Se o acréscimo for de 20%, multiplicamos por,20, e assim por diante. Veja a tabela abaixo: Acréscimo ou Lucro Fator de Multiplicação 0%,0 %, 20%,20 %, 6%,6 Exemplo: Aumentando 0% no valor de R$0,00 temos: 0 *,0 = R$,00 No caso d e haver um decréscimo, o fator de multiplica- ção será: Fator de Multiplicação = taxa de desconto (na forma decimal) Veja a tabela abaixo: Desconto Fator de Multiplicação 0% 0,90 2% 0, % 0,66 60% 0,0 90% 0,0 Exemplo: Descontando 0% no valor de R$0,00 temos: 0 * 0,90 = R$ 9,00 PROBLEMAS QUE ENVOLVEM CÁLCULOS PERCENTUAIS. Considere um aumento de 20%. Solução: O fator é + 0,2 =,2. Qualquer valor que seja aumentado em 20% será multiplicado por,2. De forma análovalor que seja descontado 20% será multi- ga, qualquer plicado por 0,2 = 0,8. 2. Um aumento de 0% seguido de um desconto de 0% corresponde a lucro ou prejuízo? S olução: Suponha um valor inicial igual a. Um aumento segui- de um desconto será obtido por: do. ( + 0,). ( 0,) =. (,). (0,) = 98 Resposta: Como o valor final é menor que o inicial, temos um prejuízo, a saber, de 2%.. Os funcionários de uma empresa tiveram dois aumen- antes dos tos consecutivos de 20% cada, o que elevou a folha de pagamento para R$ ,00. Qual era o valor da folha de pagamento da empresa aumentos? Solução: Seja x o valor da folha antes dos aumentos. Então: x. (,2). (,2) = ,00 x., = ,00 x = ,00 Resposta: O valor da folha antes do aumento era de R$ ,00. 8

9 . Em um concurso público, 60% dos candidatos são ho- e 80% obtiveram média acima de 6. 2% dos ho- mens mens obtiveram média abaixo de 6. Entre os candidatos, homens e mulheres, que obtiveram média abaixo de 6, qual é o percentual de homens? Solução: Primeiro, vamos construir um quadro representando as possibilidades. H ABAIXO 20 ACIMA 80 M 60 0 ) TOTAL DE HO MENS: 60% TOTAL DE MULHERE S: 0% 2) MÉDIA A CIMA: 80% MÉDIA ABAIXO: 20% ) Calculando-se 2% dos homens com média abaixo de 6, podemos completar a ª linha e ª coluna da tabela = 0,2. 60 = ) Para obter como total as quantidades dadas, com- e pletamos as demais linha colunas. H ABAIXO 20 ACIMA 80 M 60 0 Entre os que possuem média aba ixo de 6, 20 candidatos ao todo, temos homens. En tão, em porcentagem %. 20 Resposta: O percentual é de %.. Temos 200 kg de uma mistura de prata e ouro a qual contém 2% de ouro. Que massa de prata devemos a- crescentar à mistura, para que a quantidade de ouro encerre 20% do total? Solução: Considere x a massa de prata a ser acrescentada. No início temos 0 kg de ouro. Essa quantidade não será alterada, pois devemos acrescentar apenas prata. Então, (200 + x). 0,2 = x = 0, x = x = 20 x = 0kg Resposta: Devemos acrescentar 0 kg de prata. Questões de Provas de Concursos Resolvidas EBSERH AOCP a) 2. b) 0. c) 2. d) 28. e) 2.. [Assist. Adm.-(Ár. Adm.)-(NM)-(T)-EBSERH-HU-UFGD-MS/ 20-AOCP].(Q.) Lúcia é dona de uma pequena loja de roupas e, para aumentar as vendas, ela deu um des- em todas as peças da loja. Se ela cos- conto excelente tumava vender em média 0 peças de roupas por dia, e com a promoção esse número subiu 0%, quantas pe- ças de roupa em média Lúcia passou a vender? Resoluç ão: Antes da promoção: média de 0 peças por dia. Com a promoção: média peças por dia aumentou 0%, ou seja: 0.0 0% de 0 = Assim: peças por dia. Lúcia passou a vender: = 2 Logo, a altern ativa correta é a letra "a".. [Assist. Adm.-(Ár. Adm.)-(NM)-(T)-EBSERH-HUCAM-UFES/ 20-AOCP.(Q.2) Pelo computador, João estava gravande hora e 20 minu- do um CD de músicas com duração tos. Quando faltavam 2 minutos para terminar a grava- do ção, o computador travou. Qual foi a porcentagem CD que foi gravado? a) 99% b) 99,% c) 9,% d) 96% e) 9,9% Resoluçã o: Duração ( min) % 80 8 (80 2) Assim, temos: 80 8 x : 2 8 : 2 x = x 9. 2 x = 9,% x = 80 : 20 8 x (porcentagem do cd que foi gravado) : 20 x 2 2. x = 9. 9 x x Logo, a alternativa correta é a letra "c". 9

10 6. [Enfermeiro-Assist.-(Ár. Assist.)-(NS)-(M)-EBSERH-HUCAM- UFES/20-AOCP.(Q.) Com a chegada do fim do ano, um patrão resolveu dar um bônus de % para seus estagiáo bônus, os estagiários receberam um salário rios. Com de R$ 20,90. De quanto era o salário antes do bônus? a) R$ 26,00 b) R$ 28,00 c) R$ 20,00 d) R$ 28,00 e) R$ 260,00 Resolução: x: representa o salário antes do aumento % bônus: aumento de % no salário antes do aumento. x. (% + %) = 20,90 0%. x = 20,90 0.x 20,90 0.x = 20, x = 0 x = R$ 28,00 Logo, a alternativa correta é a letra "d". INTRODUÇÃO TEORIA DOS CONJUNTOS No estudo que iniciaremos agora vamos abordar in- conjuntos tuitivamente as noções sobre teoria dos conjuntos, numéricos e reta real. Chamaremos conjuntos de toda coleção, lista, etc. de números, pessoas, objetos, que apresentem alguma característica em comum. Um elemento pertence a um conjunto se ele possui características a ser analisada. O conceito de pertencer é um conceito primitivo. x A: lê-se x pertence ao conjunto A x A: lê-se x não pertence ao conjunto A DIAGRAMA DE VENN É a representação de um conjunto através de uma linha p oligonal fechada. Os elementos que pertencem ao conjunto ficam dentro da região primitiva pela linha. Os elementos que não pertencem ao conjunto ficam fora dessa região. Exemplo: CONJUNTO VAZIO É um conjunto que não apresenta elementos. É representado por Ø ou { }. CONJUNTO UNIVERSO É o conjunto ao qual pertencem todos os elementos que podem ser utilizados em um determinado estudo. SUBCONJUNTO Dizemos que A é um subconjunto de B ou, A está contido em B, se todos os elementos de A forem elementos de B. x A x B A B lê-se A está contido em B. Todo A é B. Propriedades: Dado um conjunto A, temos: Ø A. A A A B e D, então A D. NÚMERO DE SUBCONJUNTO Para o conjunto A = {a, b, c} seus subconjuntos são: Com zero elemento: Ø Com elementos: {a}, {b}, {c} Com 2 elementos: {a, b}, {a, c}, {b, c} Com elementos: {a, b, c} Observe que ilustrado as possibilidades e efetuando a contagem, temos 8 subconjuntos. Para um conjunto com n elementos temos 2 n sub- conjuntos. n(p(a)) = 2 n n(p(a)) = 2 n = número das partes de A ou subconjuntos de A. UNIÃO DE CONJUNTOS número de A união dos conjuntos A e B é o conjunto formado por elementos que pertencem a A ou pertencem a B. x A B x A ou x B Pode mos representar a união por: x A y A. 0

11 INTERSECÇÃO DE CONJUNTOS A intersecção entre conjuntos A e B é o conjunto formado por elementos que pertencem a A e pertencem a B. x A B x A ou x B 2. Uma prova era construída de 2 problemas. Sabe-se que 00 alunos acertaram apenas o primeiro problema, 260 acertaram o segundo, alunos acertaram os dois e 20 erraram o primeiro. Quantos alunos fizeram a prova? Solução: Podemos representar a intersecção por: DIFERENÇA ENTRE CONJUNTOS A diferença entre os conjuntos A e B é o conjunto formado por elementos que pertencem a A mas não pertencem a B. X A - B x A ou x B NÚMERO DE ELEMENTOS DA UNIÃO Se A B representa a união entre conjuntos A e B e n (A B) representa o número de elementos da união, então: n(a B) = n(a) + n(b) n(a B) n(a): número de elementos de A. n(b): número de elementos de B. n(a B): número de elementos comuns a A e B. PROBLEMAS QUE ENVOLVEM TEORIA DOS CONJUNTOS. Numa classe de 0 alunos, 2 jogam vôlei e jogam basquete e não jogam vôlei. Quantos alunos não jogam vôlei nem basquete? Considere que existem alunos que jogam ambos. Solução: Os conjuntos abaixo representam: V: os alunos que jogam vôlei. B: os alunos que jogam basquete. Começamos marcando a intersecção dos 2 conjuntos para não contarmos duas vezes esses elementos. Em seguida, sabe-se que 00 acertaram apenas P. Como 260 alunos acertaram P2 e já contamos, concluímos que 60 alunos acertaram apenas P2. Os alunos que erraram P estão fora de P. Já contamos 60 fora de P, então 0 devem estar fora de P e P2. x = x = 60 Total de alunos: 60. Dados os conjuntos: A = {, x, 0, } e B = {9, x,, 2, y} e A B = {8, 0, }. Podemos concluir que y 2 x 2 vale: a) 6. b) 2. c) 6. d) 8. e ) 6. S olução: Os elementos em comum entre A e B são 8, 0 e. Portanto, x = 8 para que esteja em A e B. O elemento foi dado em evidencia em comum. Portanto, y = 0. y 2 x 2 = 6 = 6. Logo, a alternativa correta é a letra "a".. Em uma lista de número figuram 20 múltiplos de 2, múltiplos de e múltiplos de 0. A lista não contém mais número algum. Quantos números têm ao todo na lista? Solução: Os múltiplos de 0 são comuns aos múltiplos de 2 e. Total: x = 0 x = 2 Total = 29.

12 INTERVALOS NUMÉRICOS Um intervalo representa uma variação. Dados dois números a e b, a < b, não podemos enumerar todos os valores reais existentes entre a e b pois são infinitos. De uma maneira geral, podemos ter: {x IR/a x b} é o intervalo fechado de extremos a e b. Notação: [a; b] c) Determine A B São apenas os elementos em comum entre A e B. d) Determine A B São os elementos que pertencem a A e não pertencem a B. {x IR/a < x < b} é o intervalo aberto de extremos a e b. e) Determine B A Notação: ]a; b[ {x IR/a x < b} é o intervalo fechado em a e aberto em b. Notação: [a; b[ {x IR/a < x b} é o intervalo fechado em b e aberto em a. Notação: ]a; b] Obs: intervalos infinitos ]a; + ) Observe que dado um número a, um x qualquer real pode assumir valores maiores, menores ou iguais a a. Essas desigualdades representam intervalos infinitos.. Dado os intervalos A = [2, ] e B ], ] Exemplo São os elementos que pertencem a B e não pertencem a A. Note que e não são inclusos nas diferenças. Questões de Provas de Concursos Resolvidas EBSERH AOCP. [Enfermeiro-Assist.-(Ár. Assist.)-(NS)-(M)-EBSERH-HU-UFGD- MS/20-AOCP.(Q.) Um professor de matemática pas- para seus alunos. Os alunos sou dois trabalhos diferentes deveriam optar por fazer um dos dois trabalhos, mas os alunos que quisessem poderiam fazer os dois por uma questão de curiosidade que ele corrigiria. Sabendo que todos os alunos entregaram pelo menos um dos trabalhos, e que 80% fez o trabalho, e 60% fez o trabalho 2, quantos alunos fizeram os dois trabalhos? a) 0%. b) 20%. c) 0%. d) 0%. e) 0%. Resolução: U: % A: Trabalho = (80% x) B: Trabalho 2 = (60% x) x: A B =? a) Represente-os na reta real. b) Determine A B. 80% x + x + 60% x = % 0% x = % 0% % = x x = 0% Logo, a alternativa correta é a letra "d". 2

13 8. [Assist. Adm.-(Ár. Adm.)-(NM)-(T)-EBSERH-HU-UFGD-MS/ 20-AOCP].(Q.) Uma banda lançou 2 músicas para o público votar na que mais gostou. Do total de entrevistados, 0 votaram na música A, 20 votaram na música B e 90 gostaram e votaram nas duas músicas, A e B. Sendo assim, quantos votaram apenas na música B? ) 20 votaram na música B a) 260. b) 20. c) 0. d) 90. e) 80. R esolução: A: 0 B: 20 A B: 90 Daí temos: ) 90 gostaram e votaram nas duas músicas, A e B Assim, 20 entrevistados votaram, apenas, na música B. Logo, a alternativa correta é a letra "b". 9. [Téc. Enfermagem-(Ár. Assist.)-(NM)-(M)-EBSERH-HU-UFS/ 20-AOCP].(Q.) Dados os conjuntos A={0; 2; ; ; 9; } e B={2; 9; }, podemos escrever um conjunto formado pelos elementos que pertencem a A, mas que não per- a B. Que conjunto é tencem esse? a) {0; 2; } b) {0; 9; } c) {0; } d) {0; } e) {0; ; } Resolução: A = {0; 2; ; ; 9; } B = {2; 9; } A B =? 2) 0 votaram na música A A ~B = A B = {0,, } Logo, a alternativa correta é a letra "e". ' FRAÇÕES. [Assist. Adm.-(Ár. Adm.) -(NM)-(T)-EBSERH-MEAC-HUWC- UFC/20-AOCP].(Q.) Em um canal de televisão estava passando uma maratona da primeira temporada de uma série. Essa programação deverá durar exatamente 6 horas. Se já transcorreram desse tempo, quantas horas ainda faltam para terminar de transmitir todo o se- riado? a) 2 horas. b) horas. c) horas. d) 6 horas. e) 2 horas. QUESTÕES DE PROVAS DA EBSERH AOCP 2. [Anal. Adm.-(Administração)-(Ár. Adm.)-(NS)-(T)-EBSERH- MEAC-HUWC-UFC/20-AOCP].(Q.2) Um méd ico cirurgião vai fazer uma cirurgia com uma duração de 6 horas. Por complicações na cirurgia o tempo aumentou em da duração prevista. Sendo assim, por quanto tempo esse médico passou na sala de cirurgia? ras. a) 8 horas. b) 20 ho c) 22 horas. d) 2 horas. e) 26 horas.

14 . [Téc. Enfermagem-(Saúde Trab.)-(Ár. Assist.)-(NM)-(M)- EBSERH-MEAC-HUWC-UFC/20-AOCP.(Q.2) Lucas fez um empréstimo de R$ 0.000,00 no banco para mobiliar sua casa nova. Se ele já pagou do valor do total e de s - considerando o acréscimo de juros, quanto ainda falta para Lucas liquidar essa dívida? a) R$ 2.000,00. b) R$.000,00. c) R$.000,00. d) R$ 6.000,00. e) R$ 6.00,00.. [Enfermeiro-Assist.-(Ár. Assist.)-(NS)-(M)-EBSERH-MEAC- HUWC-UFC/20-AOCP].(Q.) Paulinho tinha uma coleção 2 com 20 figurinhas. Ele deu de suas figurinhas para um de seus irmãos, e depois deu para seu outro irmão. 6 Sendo assim, com quantas figurinhas Paulinho ficou? a) 2 b) 8 c) d) 60 e) 2. [Assist. Adm.-( Ár. Adm.)-(NM)-(T)-EBSERH-HC-UFMG/20- AOCP].(Q.) Para fazer um almoço na sua casa, Maria usou de um pacote de kg de arroz. Qual foi a quan- 6 tidade de arroz que Maria usou aproximadamente? a) 0,8 kg. b) 0,90 kg. c) 0,9 kg. d) 0,9 kg. e) 0,9 kg. 6. [Anal. Adm.-(Administração)-(Ár. Adm.)-(NS)-(T)-EBSERH- HC-UFMG/20-AOCP].(Q.) Um filme do seu início ao fim possui horas e meia de duração. Quanto tempo é destinado aos créditos deste filme, sabendo que os créitos totalizam do total? d a) minutos. b) minutos. c) minutos. d) minutos. e) 2 minutos.. [Téc. Enfermagem-(Saúde Trab.)-(Ár. Assist.)-(NM)-(M)- EBSERH-HC-UFMG/20-AOCP.(Q.) Lúcia abriu sua gela- um jarro para fazer um suco. Se ela utilizou deira e pegou do volume do jarro, e sabendo que o jarro possuía no total 2 litros de água, então, qual é o volume que Lúcia utilizou? a) 0, litros. b) 0, litros. c) 0,6 litros. d),2 litros. e), litros. 8. [Enfermeiro-Assist.-(Ár. Assist.)-(NS)-(M)-EBSERH-HC-UFMG/ 20-AOCP].(Q. ) Depois de uma cirurgia, João deverá ficar internado por 90 dias. Se ele já cumpriu um quinto de cinco terços do total de dias, então, quantos dias ainda João deverá ficar internado? a) 2. b) 0. c) 0. d) 0. e) [Assist. Adm.-(Ár. Adm.)-(NM)-(T)-EBSERH-HUSM-UFSM- RS/20-AOCP]. (Q.) Lucas estava fazendo sua tarefa, quando em uma das questões apareceu a expressão. Qual das alternativas a seguir apresenta a resposta que Lucas deverá obter com essa 2 expressão? a) Meia vez, que são 2. b) Meia vez, que são. 6 c) O dobro de, que são 2. d) Mais a sua metade, que são. 6 e) Nenhuma das alternativas anteriores. 0. [Anal. Adm.-(Administração)-(Ár. Adm.)-(NS)-(T)-EBSERH- HUSM-UFSM-RS/20-AOCP].(Q.) Se kg de um deter- tipo de carne custa R$,00, quanto custará minado desta mesma carne? a) R$ 90,00. b) R$,00. c) R$ 68,00. d) R$ 6,00. e) R$,00.. [Anal. Adm.-(Administração)-(Ár. Adm.) -(NS)-(T)-EBSERH- HUSM-UFSM-RS/20-AOCP].(Q.) Uma revista perdeu dos seus leitores. Quantos leitores essa revista perdeu? a) b) c).000. d) e).000.

15 GABARITOS ( QUESTÕES) RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ENVOLVENDO FRAÇÕES, CONJUNTOS E POR- CENTAGENS C B A D A C A E B D A C B A D E D E D E B E A B A B B B C A D C C E B E D B A A B D E D E D D E E D C A B C A B C D D B B C D A B D E B D C D A 2 RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS ENVOLVENDO SEQUÊNCIAS (com números, com figuras, de palavras) D C E B C C C B A B C C B D B D B C C D E A E C E A E C B E RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO: proposições, conectivos, equivalência e implicação lógica, argumentos válidos E A E D E A D A D E D C E E C C B A B E A C A E A A E A C D A D E 9

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br. Aula Gratuita PORCENTAGEM

Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET www.concursosecursos.com.br. Aula Gratuita PORCENTAGEM MATEMÁTICA FINANCEIRA ON LINE Aula Gratuita PORCENTAGEM Introdução (Clique aqui para assistir à aula gravada) A porcentagem é o estudo da matemática financeira mais aplicado ao nosso dia-a-dia. É freqüente

Leia mais

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F.

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Lista de Exercícios (L10) a Colocarei aqui algumas explicações e exemplos de exercícios para que você possa fazer todos com segurança e tranquilidade, no entanto,

Leia mais

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010.

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. Olá pessoal! Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. 01. (Fundação CASA 2010/VUNESP) Em um jogo de basquete, um dos times, muito mais forte, fez 62 pontos a mais que o seu

Leia mais

Fração como porcentagem. Sexto Ano do Ensino Fundamental. Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M.

Fração como porcentagem. Sexto Ano do Ensino Fundamental. Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M. Material Teórico - Módulo de FRAÇÕES COMO PORCENTAGEM E PROBABILIDADE Fração como porcentagem Sexto Ano do Ensino Fundamental Autor: Prof. Francisco Bruno Holanda Revisor: Prof. Antonio Caminha M. Neto

Leia mais

3 - CONJUNTO DOS NÚMEROS RACIONAIS

3 - CONJUNTO DOS NÚMEROS RACIONAIS 3 - CONJUNTO DOS NÚMEROS RACIONAIS Introdução É o conjunto de todos os números que estão ou podem ser colocados em forma de fração. Fração Quando dividimos um todo em partes iguais e queremos representar

Leia mais

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA PORCENTAGENS Razão centesimal Chamamos de razão centesimal a toda razão cujo conseqüente (denominador) seja igual a. 6 270 2, 5 ; e Outros nomes usamos para uma razão centesimal são razão porcentual e

Leia mais

DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 06

DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 06 DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 06 Este é o 6º artigo da série de dicas para facilitar / agilizar os cálculos matemáticos envolvidos em questões de Raciocínio Lógico, Matemática, Matemática Financeira

Leia mais

MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA

MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA PORCENTAGEM MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA Quando é dito que 40% das pessoas entrevistadas votaram no candidato A, esta sendo afirmado que, em média, de cada pessoas, 40 votaram no candidato

Leia mais

Conteúdo. Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 2015

Conteúdo. Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 2015 Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 05 Conteúdo Matemática Financeira e Estatística: Razão; Proporção; Porcentagem; Juros simples e compostos; Descontos simples; Média Aritmética; Mediana; Moda.

Leia mais

Resolvendo problemas com logaritmos

Resolvendo problemas com logaritmos A UA UL LA Resolvendo problemas com logaritmos Introdução Na aula anterior descobrimos as propriedades dos logaritmos e tivemos um primeiro contato com a tábua de logarítmos. Agora você deverá aplicar

Leia mais

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/12/2011 pelo CEPERJ

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/12/2011 pelo CEPERJ Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/1/011 pelo CEPERJ 59. O cartão de crédito que João utiliza cobra 10% de juros ao mês,

Leia mais

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO- MATEMÁTICA 6º ANO-PROFA. M.LUISA-2º BIMESTRE MÚLTIPLOS, DIVISORES, FATORAÇÃO, MDC.MMC,PROBLEMAS

EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO- MATEMÁTICA 6º ANO-PROFA. M.LUISA-2º BIMESTRE MÚLTIPLOS, DIVISORES, FATORAÇÃO, MDC.MMC,PROBLEMAS EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO- MATEMÁTICA 6º ANO-PROFA. M.LUISA-2º BIMESTRE ALUNO: Nº TURMA: MÚLTIPLOS, DIVISORES, FATORAÇÃO, MDC.MMC,PROBLEMAS 1. Considere os números 2 000; 2 001; 2 002; 2 003; 2 004; 2

Leia mais

CURSO FREE PMES PREPARATÓRIO JC

CURSO FREE PMES PREPARATÓRIO JC CURSO FREE PMES PREPARATÓRIO JC Geometria CÍRCULO Área A = π. r 2 π = 3,14 Perímetro P = 2. π. r RETANGULO Área A = b. h Perímetro P = 2b + 2h QUADRADO Área A = l. loua = l 2 Perímetro TRIÂNGULO P = 4l

Leia mais

Lista de Exercícios 10 Matemática Financeira

Lista de Exercícios 10 Matemática Financeira Lista de Exercícios 10 Matemática Financeira Razão Chama-se de razão entre dois números racionais a e b, ao quociente entre eles. Indica-se a razão de a para b por a/b ou a:b. Exemplo: Na sala da 6ª B

Leia mais

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 M A T E M Á T I C A PROPORÇÕES Nome: Data Prof: Manoel Amaurício P O R C E N T A G E M p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 Após um aumento de p% sobre C passamos a ter 100 p C.

Leia mais

Aula 4 Estatística Conceitos básicos

Aula 4 Estatística Conceitos básicos Aula 4 Estatística Conceitos básicos Plano de Aula Amostra e universo Média Variância / desvio-padrão / erro-padrão Intervalo de confiança Teste de hipótese Amostra e Universo A estatística nos ajuda a

Leia mais

QUESTÕES COMENTADAS DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO FCC LISTA 4

QUESTÕES COMENTADAS DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO FCC LISTA 4 QUESTÕES COMENTADAS DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO FCC LISTA 4 1. (Banco do Brasil 2011 Escriturário) Certa máquina gasta 20 segundos para cortar uma folha de papelão de formato retangular em 6 pedaços

Leia mais

Raciocínio Lógico para o INSS Resolução de questões Prof. Adeilson de melo REVISÃO 01 - conjuntos e porcentagens

Raciocínio Lógico para o INSS Resolução de questões Prof. Adeilson de melo REVISÃO 01 - conjuntos e porcentagens APRESENTAÇÃO Olá, prezados concursandos! Sejam bem-vindos à resolução de questões de Raciocínio Lógico preparatório para o INSS. Mais uma vez, agradeço ao convite do prof. Francisco Júnior pela oportunidade

Leia mais

Aula 1: Conhecendo a Calculadora

Aula 1: Conhecendo a Calculadora Nome completo do(a) aluno(a): Nº Ano: Turma: Data: / / Aula 1: Conhecendo a Calculadora Nosso objetivo é que vocês consigam identificar os conteúdos matemáticos já aprendidos na sala de aula de uma forma

Leia mais

Os gráficos estão na vida

Os gráficos estão na vida Os gráficos estão na vida A UUL AL A Nas Aulas 8, 9 e 28 deste curso você já se familiarizou com o estudo de gráficos. A Aula 8 introduziu essa importante ferramenta da Matemática. A Aula 9 foi dedicada

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE BELO HORIZONTE MG 25 DE OUTUBRO DE 2003 DURAÇÃO: 120 MINUTOS CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE

Leia mais

FGV-EAESP PROVA DE RACIOCÍNIO MATEMÁTICO CURSO DE GRADUAÇÃO AGOSTO/2004

FGV-EAESP PROVA DE RACIOCÍNIO MATEMÁTICO CURSO DE GRADUAÇÃO AGOSTO/2004 QUESTÃO 1. Numa cidade do interior do estado de São Paulo, uma prévia eleitoral entre 2.000 filiados revelou as seguintes informações a respeito de três candidatos A, B, e C, do Partido da Esperança (PE)

Leia mais

Lista de Exercícios - Potenciação

Lista de Exercícios - Potenciação Nota: Os exercícios desta aula são referentes ao seguinte vídeo Matemática Zero 2.0 - Aula 14 - Potenciação ou Exponenciação - (parte 1 de 2) Endereço: https://www.youtube.com/watch?v=20lm2lx6r0g Gabaritos

Leia mais

Exercícios Teóricos Resolvidos

Exercícios Teóricos Resolvidos Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Departamento de Matemática Exercícios Teóricos Resolvidos O propósito deste texto é tentar mostrar aos alunos várias maneiras de raciocinar

Leia mais

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO.

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. Professor Joselias - http://professorjoselias.blogspot.com/. MATEMÁTICA 16. Segundo a Associação Brasileira de

Leia mais

Frações. Números Racionais

Frações. Números Racionais Frações Números Racionais Consideremos a operação 4:5 =? onde o dividendo não é múltiplo do divisor. Vemos que não é possível determinar o quociente dessa divisão no conjunto dos números porque não há

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nome: N.º: Turma: Professor: Ano: 6º Data: / 07 / 2014 EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA 1) Numa divisão, qual é o dividendo, se o divisor for 12,

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

Oficina Porcentagem e Juros

Oficina Porcentagem e Juros Oficina Porcentagem e Juros Esta oficina está dividida em duas partes. A primeira consiste em uma revisão do conceito de porcentagem. Na segunda parte, os conceitos vistos na primeira parte serão aplicados

Leia mais

Grandezas direta e inversamente proporcionais, regra de três, porcentagem e juros simples

Grandezas direta e inversamente proporcionais, regra de três, porcentagem e juros simples Disciplina: Matemática Ano / Série: 7 Professor (a): Rafael Machado Data: 11/2015 Nome: ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

ingressos, sobrará troco? ( ) sim ( ) não Se sobrar troco, de quanto será?

ingressos, sobrará troco? ( ) sim ( ) não Se sobrar troco, de quanto será? SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 26 / 09 / 2014 UNIDADE: II ETAPA AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA 3.º ANO/EF ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

Revisão ENEM. Conjuntos

Revisão ENEM. Conjuntos Revisão ENEM Conjuntos CONJUNTO DOS NÚMEROS NATURAIS N Números naturais são aqueles utilizados na contagem dos elementos de um conjunto. N = {0,1,2,3,...} N* = {1,2,3,4,...} CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS

Leia mais

Prog A B C A e B A e C B e C A,B e C Nenhum Pref 100 150 200 20 30 40 10 130

Prog A B C A e B A e C B e C A,B e C Nenhum Pref 100 150 200 20 30 40 10 130 Polos Olímpicos de Treinamento Curso de Combinatória - Nível 2 Prof. Bruno Holanda Aula 2 Lógica II Quando lemos um problema de matemática imediatamente podemos ver que ele está dividido em duas partes:

Leia mais

Aula 4 Conceitos Básicos de Estatística. Aula 4 Conceitos básicos de estatística

Aula 4 Conceitos Básicos de Estatística. Aula 4 Conceitos básicos de estatística Aula 4 Conceitos Básicos de Estatística Aula 4 Conceitos básicos de estatística A Estatística é a ciência de aprendizagem a partir de dados. Trata-se de uma disciplina estratégica, que coleta, analisa

Leia mais

Sistemas Lineares. Módulo 3 Unidade 10. Para início de conversa... Matemática e suas Tecnologias Matemática

Sistemas Lineares. Módulo 3 Unidade 10. Para início de conversa... Matemática e suas Tecnologias Matemática Módulo 3 Unidade 10 Sistemas Lineares Para início de conversa... Diversos problemas interessantes em matemática são resolvidos utilizando sistemas lineares. A seguir, encontraremos exemplos de alguns desses

Leia mais

Estatística e probabilidade em situações do cotidiano. Aplicar corretamente em suas pesquisas os conceitos estudados previamente.

Estatística e probabilidade em situações do cotidiano. Aplicar corretamente em suas pesquisas os conceitos estudados previamente. As atividades propostas têm como objetivo fazer o aluno compreender de forma prática a aplicação da estatística e da probabilidade. le deverá ser capaz de efetuar pesquisas, organizando-as em tabelas de

Leia mais

FRAÇÕES DE UMA QUANTIDADE

FRAÇÕES DE UMA QUANTIDADE FRAÇÕES DE UMA QUANTIDADE FRAÇÕES DE UMA QUANTIDADE PREPARANDO O BOLO DICAS Helena comprou 4 ovos. Ela precisa de dessa quantidade para fazer o bolo de aniversário de Mariana. De quantos ovos Helena vai

Leia mais

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI MATEMÁTICA ENSINO MÉDIO APOSTILA 16 Parabéns!!! Você já é um vencedor! Voltar a estudar é uma vitória que poucos podem dizer que conseguiram. É para você, caro aluno, que desenvolvemos

Leia mais

A Matemática do ENEM em Bizus

A Matemática do ENEM em Bizus A Matemática do ENEM em Bizus Neste primeiro artigo sobre a Matemática do ENEM, eu quero abordar a estratégia do conteúdo, tendo por base as provas anteriores e as tendências de abordagem. Quando confrontamos

Leia mais

ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA PROF. CARLINHOS NOME: N O :

ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA PROF. CARLINHOS NOME: N O : ESCOLA DR. ALFREDO JOSÉ BALBI UNITAU APOSTILA Razão, Proporção,Regra de, Porcentagem e Juros PROF. CARLINHOS NOME: N O : 1 RAZÃO, PROPORÇÃO E GRANDEZAS Razão é o quociente entre dois números não nulos

Leia mais

Questão 1 Questão 2 Questão 3 Questão 4 Questão 5 Questão 6 Questão 7 Questão 8 Questão 9

Questão 1 Questão 2 Questão 3 Questão 4 Questão 5 Questão 6 Questão 7 Questão 8 Questão 9 Sumário Questão 1 (Assunto: Operações com números na forma de fração)... Questão (Assunto: Formas geométricas planas)... Questão (Assunto: Potências e raízes)...4 Questão 4 (Assunto: Expressões numéricas)...4

Leia mais

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco.

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco. 1) BANESE - FCC 2012 Considere que em uma indústria todos os seus operários trabalham com desempenhos iguais e constantes. Sabe-se que 24 desses operários, trabalhando 6 horas por dia, durante 10 dias,

Leia mais

Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas. André Luiz Brandão

Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas. André Luiz Brandão Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas André Luiz Brandão CopyMarket.com Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida sem a autorização da Editora. Título:

Leia mais

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº10 Prof. Daniel Szente

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº10 Prof. Daniel Szente Nome: Ano: º Ano do E.M. Escola: Data: / / 3º Ano do Ensino Médio Aula nº10 Prof. Daniel Szente Assunto: Função exponencial e logarítmica 1. Potenciação e suas propriedades Definição: Potenciação é a operação

Leia mais

SIGNIFICADO DAS PORCENTAGENS Dizer que 10% (lê-se: dez por cento) dos brasileiros são analfabetos é igual a dizer

SIGNIFICADO DAS PORCENTAGENS Dizer que 10% (lê-se: dez por cento) dos brasileiros são analfabetos é igual a dizer Olá pessoal! Este é o nosso segundo encontro. Nele faremos uma revisão de porcentagem. Assunto muito querido pela banca FCC, Vamos começar. PORCENTAGEM TEORIA A expressão por cento significa por cada cem,

Leia mais

A Torre de Hanói e o Princípio da Indução Matemática

A Torre de Hanói e o Princípio da Indução Matemática A Torre de Hanói e o Princípio da Indução Matemática I. O jogo A Torre de Hanói consiste de uma base com três pinos e um certo número n de discos de diâmetros diferentes, colocados um sobre o outro em

Leia mais

Lista de Exercícios 1 - Estatística Descritiva

Lista de Exercícios 1 - Estatística Descritiva 1. O arquivo satisfaçãocomuniversidade.xlsx contém informações de uma amostra de 400 alunos de uma universidade. Deseja-se construir um histograma para a variável desempenho acadêmico, com intervalos de

Leia mais

Álgebra. SeM MiSTéRio

Álgebra. SeM MiSTéRio Álgebra SeM MiSTéRio Série SeM MiSTéRio Alemão Sem Mistério Álgebra Sem Mistério Cálculo Sem Mistério Conversação em Alemão Sem Mistério Conversação em Espanhol Sem Mistério Conversação em Francês Sem

Leia mais

Prof. Bruno Holanda - Semana Oĺımpica 2011 - Nível 1. Teoria dos Grafos

Prof. Bruno Holanda - Semana Oĺımpica 2011 - Nível 1. Teoria dos Grafos Prof. Bruno Holanda - Semana Oĺımpica 0 - Nível Teoria dos Grafos O que é um grafo? Se você nunca ouviu falar nisso antes, esta é certamente uma pergunta que você deve estar se fazendo. Vamos tentar matar

Leia mais

1. Porcentagens 5 1.1 Porcentagens 6 2. Desconto e aumento 14 3. Operações comerciais 18 4. Juro simples 22

1. Porcentagens 5 1.1 Porcentagens 6 2. Desconto e aumento 14 3. Operações comerciais 18 4. Juro simples 22 SUMÁRIO DO VOLUME MATEMÁTICA INTRODUÇÃO À MATEMÁTICA FINANCEIRA 5 1. Porcentagens 5 1.1 Porcentagens 6 2. Desconto e aumento 14 3. Operações comerciais 18 4. Juro simples 22 NÚMEROS REAIS 28 5. Números

Leia mais

Capital = 100 Juros simples Juros compostos Nº de anos Montante simples Montante composto

Capital = 100 Juros simples Juros compostos Nº de anos Montante simples Montante composto Juros compostos Cada período, os juros são incorporados ao principal e passam, por sua vez, a render juros. Também conhecido como juros sobre juros. Vamos ilustrar a diferença entre os crescimentos de

Leia mais

O princípio multiplicativo

O princípio multiplicativo A UA UL L A O princípio multiplicativo Introdução A palavra Matemática, para um adulto ou uma criança, está diretamente relacionada com atividades e técnicas para contagem do número de elementos de algum

Leia mais

QUESTÃO 11 Nas expressões numéricas que seguem dois números estão escondidos sobre as letra A e B, veja: 3. A 4 = 11 B : 4 + 12 = 28

QUESTÃO 11 Nas expressões numéricas que seguem dois números estão escondidos sobre as letra A e B, veja: 3. A 4 = 11 B : 4 + 12 = 28 Nome: N.º: endereço: data: telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 201 Disciplina: MateMática Prova: desafio nota: QUESTÃO 11 Nas expressões numéricas que seguem dois números estão escondidos

Leia mais

Numa turma de 26 alunos, o número de raparigas excede em 4 o número de rapazes. Quantos rapazes há nesta turma?

Numa turma de 26 alunos, o número de raparigas excede em 4 o número de rapazes. Quantos rapazes há nesta turma? GUIÃO REVISÕES Equações e Inequações Equações Numa turma de 6 alunos, o número de raparigas ecede em 4 o número de rapazes. Quantos rapazes há nesta turma? O objectivo do problema é determinar o número

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Neste artigo, faremos a análise das questões de cobradas na prova

Leia mais

Como erguer um piano sem fazer força

Como erguer um piano sem fazer força A U A UL LA Como erguer um piano sem fazer força Como vimos na aula sobre as leis de Newton, podemos olhar o movimento das coisas sob o ponto de vista da Dinâmica, ou melhor, olhando os motivos que levam

Leia mais

Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão.

Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão. Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão. A prova foi fácil, apenas uma questão exigiu um pouco mais do aluno: a

Leia mais

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº 02. Assunto: JUROS E PORCENTAGENS

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº 02. Assunto: JUROS E PORCENTAGENS Nome: Ano: 3º Ano do E.M. Escola: Data: / / 3º Ano do Ensino Médio Aula nº 02 Assunto: JUROS E PORCENTAGENS 1) Porcentagem Definição: É uma fração que indica a participação de uma quantidade sobre um todo.

Leia mais

AULA 10 REGRA DE TRÊS. 1. Sabendo-se que x + y + z = 18 e que x/2 = y/3 = z/4, calcule x. x 2. y 3. x 2. z 4

AULA 10 REGRA DE TRÊS. 1. Sabendo-se que x + y + z = 18 e que x/2 = y/3 = z/4, calcule x. x 2. y 3. x 2. z 4 AULA 0 REGRA DE TRÊS. Sabendo-se que y z 8 e que / y/ z/, calcule. Se / y/ z/, temos: y z, como desejamos saber o valor de, vamos isolar: y em função de : y y y z em função de : z z z z Agora que conhecemos

Leia mais

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-2010 - APO

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-2010 - APO Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-010 - APO 11. O Dia do Trabalho, dia 1º de maio, é o 11º dia do ano quando o ano não é bissexto. No ano de 1958, ano em que o Brasil ganhou,

Leia mais

FUNÇÃO DE 1º GRAU. = mx + n, sendo m e n números reais. Questão 01 Dadas as funções f de IR em IR, identifique com um X, aquelas que são do 1º grau.

FUNÇÃO DE 1º GRAU. = mx + n, sendo m e n números reais. Questão 01 Dadas as funções f de IR em IR, identifique com um X, aquelas que são do 1º grau. FUNÇÃO DE 1º GRAU Veremos, a partir daqui algumas funções elementares, a primeira delas é a função de 1º grau, que estabelece uma relação de proporcionalidade. Podemos então, definir a função de 1º grau

Leia mais

INSTITUTO TECNOLÓGICO

INSTITUTO TECNOLÓGICO PAC - PROGRAMA DE APRIMORAMENTO DE CONTEÚDOS. ATIVIDADES DE NIVELAMENTO BÁSICO. DISCIPLINAS: MATEMÁTICA & ESTATÍSTICA. PROFº.: PROF. DR. AUSTER RUZANTE 1ª SEMANA DE ATIVIDADES DOS CURSOS DE TECNOLOGIA

Leia mais

O momento do gol. Parece muito fácil marcar um gol de pênalti, mas na verdade o espaço que a bola tem para entrar é pequeno. Observe na Figura 1:

O momento do gol. Parece muito fácil marcar um gol de pênalti, mas na verdade o espaço que a bola tem para entrar é pequeno. Observe na Figura 1: O momento do gol A UU L AL A Falta 1 minuto para terminar o jogo. Final de campeonato! O jogador entra na área adversária driblando, e fica de frente para o gol. A torcida entra em delírio gritando Chuta!

Leia mais

AV1 - MA 12-2012. (b) Se o comprador preferir efetuar o pagamento à vista, qual deverá ser o valor desse pagamento único? 1 1, 02 1 1 0, 788 1 0, 980

AV1 - MA 12-2012. (b) Se o comprador preferir efetuar o pagamento à vista, qual deverá ser o valor desse pagamento único? 1 1, 02 1 1 0, 788 1 0, 980 Questão 1. Uma venda imobiliária envolve o pagamento de 12 prestações mensais iguais a R$ 10.000,00, a primeira no ato da venda, acrescidas de uma parcela final de R$ 100.000,00, 12 meses após a venda.

Leia mais

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC.

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. Olá pessoal! Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. 01. (SEFAZ-SP 2009/FCC) Considere o diagrama a seguir, em que U é o conjunto de todos

Leia mais

É aquela Matemática aplicada em operações comerciais, de compra e venda, envolvendo dois ou mais agentes econômicos.

É aquela Matemática aplicada em operações comerciais, de compra e venda, envolvendo dois ou mais agentes econômicos. Bertolo 1 1 Não é propaganda da Globo e não é usada em Genética... É aquela Matemática aplicada em operações comerciais, de compra e venda, envolvendo dois ou mais agentes econômicos. Suponhamos que o

Leia mais

Considerando-se a expressão trigonométrica x = 1 + cos 30, um dos possíveis produtos que a representam é igual a

Considerando-se a expressão trigonométrica x = 1 + cos 30, um dos possíveis produtos que a representam é igual a Comentadas pelo professor: Vinicius Werneck Raciocínio Lógico 1- Prova: ESAF - 2012 - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal Sabendo-se que o conjunto X é dado por X = {x R x² 9 = 0 ou 2x

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA MATEMÁTICA 2 Aula 45 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA 3 Vídeo Arredondamento de números. 4 Arredondamento de números Muitas situações cotidianas envolvendo valores destinados à contagem, podem ser facilitadas utilizando o

Leia mais

Unidade 11 - Probabilidade. Probabilidade Empírica Probabilidade Teórica

Unidade 11 - Probabilidade. Probabilidade Empírica Probabilidade Teórica Unidade 11 - Probabilidade Probabilidade Empírica Probabilidade Teórica Probabilidade Empírica Existem probabilidade que são baseadas apenas uma experiência de fatos, sem necessariamente apresentar uma

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO CANASTRA Art. 1º. O torneio de Canastra do VII JOGOS FENACEF, será realizado de acordo com as regras estabelecidas pela FENACEF no Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, combinado

Leia mais

PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS

PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS 1 - CONCEITO PROF. LUIZ CARLOS MOREIRA SANTOS CONJUNTOS Conjunto proporciona a idéia de coleção, admitindo-se coleção de apenas um elemento (conjunto unitário) e coleção sem nenhum elemento (conjunto vazio).

Leia mais

Sérgio Carvalho Matemática Financeira

Sérgio Carvalho Matemática Financeira Sérgio Carvalho Matemática Financeira Resolução Matemática Financeira ICMS-RJ/2008 Parte 02 33. Uma rede de lojas, que atua na venda de eletrônicos, anuncia a venda de notebook da seguinte forma: - R$

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM PORTARIA 2.701 DE 29/07/5 DOU 02/08/2005

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM PORTARIA 2.701 DE 29/07/5 DOU 02/08/2005 CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM PORTARIA.701 DE 9/07/5 DOU 0/08/005 CURSO: Bacharelado em Química Disciplina: Matemática I Professor: Marcos José Ardenghi OBS: esta apostila é destinada

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2007 / 200 PROVA DE MATEMÁTICA 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONCURSO DE ADMISSÃO À 6ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL CMBH 2007 PÁGINA: 2 RESPONDA AS

Leia mais

FRAÇÕES TERMOS DE UMA FRAÇÃO NUMERADOR 2 TRAÇO DE FRAÇÃO DENOMINADOR. DENOMINADOR Indica em quantas partes o todo foi dividido.

FRAÇÕES TERMOS DE UMA FRAÇÃO NUMERADOR 2 TRAÇO DE FRAÇÃO DENOMINADOR. DENOMINADOR Indica em quantas partes o todo foi dividido. FRAÇÕES TERMOS DE UMA FRAÇÃO NUMERADOR TRAÇO DE FRAÇÃO DENOMINADOR DENOMINADOR Indica em quantas partes o todo foi dividido. NUMERADOR - Indica quantas partes foram consideradas. TRAÇO DE FRAÇÃO Indica

Leia mais

EBSERH PROVAS COMENTADAS

EBSERH PROVAS COMENTADAS Página 1 ACESSE NOSSAS REDES SOCIAIS! =D Página 2 PROVA COMENTADA 1 EBSERH/CEARÁ 01. (IAOCP) Assinale a alternativa que apresenta a negação da proposição: Júlia gosta de gatos ou Júnior gosta de cachorros.

Leia mais

www.pontodosconcursos.com.br

www.pontodosconcursos.com.br Olá pessoal! Resolverei neste artigo as primeiras questões da prova do Banco do Brasil realizado em 010 pela FCC. Estamos lançando no Ponto um curso de exercícios específico para este concurso de 011 (edital

Leia mais

Distribuição de probabilidades

Distribuição de probabilidades Luiz Carlos Terra Para que você possa compreender a parte da estatística que trata de estimação de valores, é necessário que tenha uma boa noção sobre o conceito de distribuição de probabilidades e curva

Leia mais

100 % valor correspondente a 100% outro % valor correspondente a outro %

100 % valor correspondente a 100% outro % valor correspondente a outro % PORCENTAGEM Porcentagem é a razão entre uma quantidade qualquer e 100. O símbolo % (por cento) indica a taxa percentual. 5 13 = 5%; = 13% 100 100 Observamos que a taxa pode ser escrita de forma percentual,

Leia mais

Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano

Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano Preparação para o teste intermédio de Matemática 8º ano Conteúdos do 7º ano Conteúdos do 8º ano Conteúdos do 8º Ano Teorema de Pitágoras Funções Semelhança de triângulos Ainda os números Lugares geométricos

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução das questões de Matemática e Raciocínio Lógico da prova para o cargo de Oficial de Promotoria do Ministério

Leia mais

Métodos Quantitativos Prof. Ms. Osmar Pastore e Prof. Ms. Francisco Merlo. Funções Exponenciais e Logarítmicas Progressões Matemáticas

Métodos Quantitativos Prof. Ms. Osmar Pastore e Prof. Ms. Francisco Merlo. Funções Exponenciais e Logarítmicas Progressões Matemáticas Métodos Quantitativos Prof. Ms. Osmar Pastore e Prof. Ms. Francisco Merlo Funções Exponenciais e Logarítmicas Progressões Matemáticas Funções Exponenciais e Logarítmicas. Progressões Matemáticas Objetivos

Leia mais

Disponibilizo a íntegra das 8 questões elaboradas para o Simulado, no qual foram aproveitadas 4 questões, com as respectivas resoluções comentadas.

Disponibilizo a íntegra das 8 questões elaboradas para o Simulado, no qual foram aproveitadas 4 questões, com as respectivas resoluções comentadas. Disponibilizo a íntegra das 8 questões elaboradas para o Simulado, no qual foram aproveitadas questões, com as respectivas resoluções comentadas. Amigos, para responder às questões deste Simulado, vamos

Leia mais

CURSO TÉCNICO MPU Disciplina: Matemática Tema: Matemática básica: potenciação Prof.: Valdeci Lima Data: Novembro/Dezembro de 2006 POTENCIAÇÃO.

CURSO TÉCNICO MPU Disciplina: Matemática Tema: Matemática básica: potenciação Prof.: Valdeci Lima Data: Novembro/Dezembro de 2006 POTENCIAÇÃO. Data: Novembro/Dezembro de 006 POTENCIAÇÃO A n A x A x A... x A n vezes A Base Ex.: 5.... n Expoente Observação: Em uma potência, a base será multiplicada por ela mesma quantas vezes o expoente determinar.

Leia mais

Atividade Proporcionalidade (vídeo)

Atividade Proporcionalidade (vídeo) Atividade Proporcionalidade (vídeo) Atividade CNI/EM Presencial 1. Introdução O objetivo dessa atividade é estudar as relações de proporcionalidade (direta e inversa) entre grandezas. O material-base será

Leia mais

a) C D. b) C D. c) (A B) (C D). d) (A B) (C D).

a) C D. b) C D. c) (A B) (C D). d) (A B) (C D). Conjuntos e Conjuntos Numéricos Exercícios 1. Uma pesquisa de mercado foi realizada, para verificar a preferência sobre três produtos, A, B e C. 1.00 pessoas foram entrevistadas. Os resultados foram os

Leia mais

Soluções Nível 1 5 a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental

Soluções Nível 1 5 a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental a e 6 a séries (6º e 7º anos) do Ensino Fundamental 1. (alternativa C) Os números 0,01 e 0,119 são menores que 0,12. Por outro lado, 0,1 e 0,7 são maiores que 0,. Finalmente, 0,29 é maior que 0,12 e menor

Leia mais

André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO

André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Pág. 1 de 7 Aluno (: Disciplina Matemática Curso Professor Ensino Fundamental II André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Série 8º ANO Número: 1 - Conteúdo: Equações de 1º grau (Operações,

Leia mais

(A) é Alberto. (B) é Bruno. (C) é Carlos. (D) é Diego. (E) não pode ser determinado apenas com essa informação.

(A) é Alberto. (B) é Bruno. (C) é Carlos. (D) é Diego. (E) não pode ser determinado apenas com essa informação. 1. Alberto, Bruno, Carlos e Diego beberam muita limonada e agora estão apertados fazendo fila no banheiro. Eles são os únicos na fila, e sabe se que quem está imediatamente antes de Carlos bebeu menos

Leia mais

PORCENTAGEM. PORCENTAGEM pode ser definida como a centésima parte de uma grandeza, ou o cálculo baseado em 100 unidades.

PORCENTAGEM. PORCENTAGEM pode ser definida como a centésima parte de uma grandeza, ou o cálculo baseado em 100 unidades. PORCENTAGEM * Definição PORCENTAGEM pode ser definida como a centésima parte de uma grandeza, ou o cálculo baseado em 100 unidades. É visto com freqüência as pessoas ou o próprio mercado usar expressões

Leia mais

N1Q1 Solução. a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas.

N1Q1 Solução. a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas. 1 N1Q1 Solução a) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro usando somente peças do tipo A; a figura mostra duas delas. b) Há várias formas de se cobrir o tabuleiro com peças dos tipos A e B, com pelo

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões de Raciocínio Lógico-Matemático da prova de Técnico de Atividade Judiciária do

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES Caríssimos amigos concurseiros. Seguem breves comentários à prova de RLQ do ATA- MF. Não encontramos nenhuma questão passível de recurso. Mas, se vocês tiverem visualizado alguma coisa e quiserem debater

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de ATE SEFAZ/PI

Leia mais

Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Prof. Ricardo Soncim - Aula 00 Aula 00 Curso: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento APRESENTAÇÃO Curso: Matemática Financeira p/ ICMS RJ Futuros Auditores Fiscais da Receita Estadual do

Leia mais

MATEMÁTICA PARA VENCER. Apostilas complementares APOSTILA 09: PROVA CMBH SIMULADA. Pré-Curso. www.laercio.com.br

MATEMÁTICA PARA VENCER. Apostilas complementares APOSTILA 09: PROVA CMBH SIMULADA. Pré-Curso. www.laercio.com.br MATEMÁTICA PARA VENCER Apostilas complementares APOSTILA 09: PROVA CMBH SIMULADA Pré-Curso www.laercio.com.br APOSTILA 09 Colégio Militar 6º ano PROVA CMBH SIMULADA PRÉ-CURSO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE,

Leia mais

QUESTÃO 16 Observe a figura

QUESTÃO 16 Observe a figura Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2015 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 16 Observe a figura O menor número de cubinhos

Leia mais

Prof. Diogo Miranda. Matemática Financeira

Prof. Diogo Miranda. Matemática Financeira 1. Uma alternativa de investimento possui um fluxo de caixa com um desembolso de R$ 10.000,00, no início do primeiro mês, Outro desembolso, de R$ 5.000,00, ao final do primeiro mês, e duas entradas líquidas

Leia mais

Exemplos de Problemas Aplicando o Princípio Fundamental da Contagem. Professor: Flávio dos Reis Moura Skype; mineironegrogalo75

Exemplos de Problemas Aplicando o Princípio Fundamental da Contagem. Professor: Flávio dos Reis Moura Skype; mineironegrogalo75 Exemplos de Problemas Aplicando o Princípio Fundamental da Contagem Professor: Flávio dos Reis Moura Skype; mineironegrogalo75 Este material tem por objetivo ajudar o aluno a aplicar o Princípio Fundamental

Leia mais

CAPÍTULO 2 FUNÇÕES 1. INTRODUÇÃO. y = 0,80.x. 2. DEFINIÇÃO DE FUNÇÃO DE A EM B ( f: A B) 4. GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO

CAPÍTULO 2 FUNÇÕES 1. INTRODUÇÃO. y = 0,80.x. 2. DEFINIÇÃO DE FUNÇÃO DE A EM B ( f: A B) 4. GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO CAPÍTULO 2 FUNÇÕES 1. INTRODUÇÃO Muitas grandezas com as quais lidamos no nosso cotidiano dependem uma da outra, isto é, a variação de uma delas tem como conseqüência a variação da outra. Exemplo 1: Tio

Leia mais