Recife 14 de setembro de 2015 segunda-feira

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Recife 14 de setembro de 2015 segunda-feira"

Transcrição

1 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira

2

3 I Matemática e suas Tecnologias Com este fascículo, encerramos o estudo da área de Matemática e suas Tecnologias por meio de questões das competências 6 e 7. A competência da área 6 espera que o candidato interprete informações de natureza científica e social obtidas da leitura de gráficos e tabelas, realizando previsão de tendência, extrapolação, interpolação e interpretação. Os objetivos dessa competência, distribuídos nas habilidades de 4 a 6, são: utilizar informações expressas em gráficos ou tabelas para fazer inferências; resolver problema com dados apresentados em tabelas ou gráficos; e analisar informações expressas em gráficos ou tabelas como recurso para a construção de argumentos. A competência da área 7, que visa compreender o caráter aleatório e não determinístico dos fenômenos naturais e sociais e utilizar instrumentos adequados para medidas, determinação de amostras e cálculos de probabilidade para interpretar informações de variáveis apresentadas em uma distribuição estatística, engloba as habilidades de 7 a 0, assim discriminadas: calcular medidas de tendência central ou de dispersão de um conjunto de dados expressos em uma tabela de frequências de dados agrupados (não em classes) ou em gráficos; resolver situação-problema que envolva conhecimentos de estatística e probabilidade; utilizar conhecimentos de estatística e probabilidade como recurso para a construção de argumentação; e avaliar propostas de intervenção na realidade utilizando conhecimentos de estatística e probabilidade. Esse fascículo encerra a exposição de todas as áreas do conhecimento, elencadas e analisadas a partir de diversos exercícios, com o objetivo de ampliar sua visão diante do desafio proposto pelo ENEM. Será tratado ainda, nesta reta final, o fascículo 17, que funcionará como uma revisão de todo o conteúdo apresentado até agora, trazendo mais questões das diversas áreas do conhecimento. Bons estudos!

4 4 COMPETÊNCIA DA ÁREA 6: Interpretar informações de natureza científica e social obtidas da leitura de gráficos e tabelas, realizando previsão de tendência, extrapolação, interpolação e interpretação. HABILIDADE 4: Utilizar informações expressas em gráficos ou tabelas para fazer inferências. C 6 H 4 1. Considere que, em Geometrix, a população economicamente ativa acima de 0 anos apresenta o comportamento percentual da tabela a seguir em relação à população total da cidade % 9% 1% 17% % Admita que, a partir de 00, o comportamento de crescimento da população economicamente ativa seja linear. Desse modo, em 090, essa porcentagem será de a) %. b) 0%. c) 8%. d) 6%. e) 4%.. O gráfico a seguir mostra o crescimento na população do número de baleias desde 1987, ano em que foi introduzida a lei de proibição da caça às baleias e golfinhos. SALVAS PELA LEI Crescimento do número de jubartes no litoral brasileiro SITUAÇÃO Nesse anofoi proibidaacaça às baleias e aos golfinhos no país Em risco de extinção Vulnerável Pouco preocupante c) d) e) HABILIDADE : Resolver problema com dados apresentados em tabelas ou gráficos.. O trabalho infantil é um grave problema no Brasil. Suponha que, no mapa a seguir, tem-se, nas diversas regiões do país, a indicação da porcentagem da população trabalhadora infantil em relação ao total de crianças da região. 18,1 1, 6,1 1,1 7,8 Se a população infantil do Centro-Oeste é de 4, milhões de crianças, o total de crianças trabalhadoras nessa região é de, aproximadamente, a) b) c) d) e) Considere que candidatos compareceram à 1 a etapa de um vestibular da Universidade Federal do Ceará (UFC). Nessa etapa, foram propostas oito questões de múltipla escolha de Matemática. Um levantamento estatístico sobre essa prova foi transcrito no gráfico a seguir, no qual cada coluna registra o percentual do número de candidatos que acertaram a questão correspondente. % de acerto por questão 60% 70% C 6 H Veja, 4 out. 01. Considerando o gráfico linear a partir de 008, em 00, a população de baleias será de % de acerto 4% 40% % 6% 4% 41% a) b) a a a 4 a a 6 a 7 a 8 a Questão

5 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira Calcule o número de alunos que acertaram a a questão. a) b) 4 00 c) 1 10 d) e) O gráfico da figura a seguir apresenta dados referentes às faltas diárias dos alunos na classe de uma escola, em determinado tempo. N o de dias N o de faltas por dia Analisando-se os dados anteriores, ocorreram a) faltas por dia. b) 6 faltas por dia. c) 1 faltas em 7 dias. d) 19 faltas em 1 dias. e) faltas em 7 dias. HABILIDADE 6: Analisar informações expressas em gráficos ou tabelas como recurso para a construção de argumentos. C 6 H 6 N o de pares vendidos outubro do ano J F M A M J J A S O Meses do ano Loja Pise Bem Loja Só Conforto A partir das informações mostradas nesse gráfico, a) o número de vendas da loja Pise Bem ultrapassou o da loja Só Conforto em metade dos meses considerados. b) o número de vendas da loja Só Conforto ultrapassou o da loja Pise Bem em 0% dos meses considerados. c) a loja Pise Bem vendeu mais do que 700 pares de sapatos no primeiro trimestre de 000. d) a loja Só Conforto vendeu menos do que 00 pares de sapatos no segundo trimestre de 000. e) a loja Pise Bem vendeu 00 pares de sapatos a mais do que a loja Só Conforto nos últimos quatro meses considerados. COMPETÊNCIA DA ÁREA 7: Compreender o caráter aleatório e não determinístico dos fenômenos naturais e sociais e utilizar instrumentos adequados para medidas, determinação de amostras e cálculos de probabilidade para interpretar informações de variáveis apresentadas em uma distribuição estatística. 6. O gráfico a seguir mostra a prevalência de obesidade da população dos EUA, na faixa etária de 0 a 74 anos para mulheres e homens, e de 1 a 19 anos para meninas e meninos. 40 Pocentagem Mulheres Homens Meninas Meninos Scientific American Brasil. São Paulo, jun. 00, n. 8, p. 46. De acordo com os dados apresentados nesse gráfico, a) de 1960 a 00, em média, 0% dos homens estavam obesos. b) a porcentagem de meninas obesas, no período , era o dobro da porcentagem de meninas obesas no período c) no período , mais de 0% dos meninos estavam obesos. d) no período , mais de 0% da população pesquisada estava obesa. e) a porcentagem de mulheres obesas no período era superior à porcentagem de mulheres obesas no período O gráfico de barras seguinte apresenta as quantidades de pares de sapatos vendidos pelas lojas Pise Bem e Só Conforto durante os meses de janeiro a HABILIDADE 7: Calcular medidas de tendência central ou de dispersão de um conjunto de dados expressos em uma tabela de frequências de dados agrupados (não em classes) ou em gráficos. 8. Observe o gráfico a seguir. Suécia Portugal EUA Japão Finlândia Eslovênia Israel França Luxemburgo Canadá Folha de S. Paulo, 1 nov ,7 6,0,0 0,84 0, 0,00 0,00 49,00 4,60 4,16 Os dados mostram as alíquotas de imposto de renda aplicadas em dez países do mundo. A mediana e a moda são, respectivamente, C 7 H 7

6 6 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira a) 0,00 e 0,. b) 6,7 e 4,16. c) 0,1 e 0,84. d) 0,1 e 0,00. e) 0, e 0,. 9. Na rede de padarias Estrela Dalva, a distribuição de frequências de salários de um grupo de 0 funcionários, no mês de dezembro de 008, é apresentada na tabela a seguir. Número da classe Salário do mês (em reais) Ponto médio Número de empregados A média e a mediana do salário pago, nesse mesmo mês, são, respectivamente, a) R$ 7,00 e R$ 7,00. b) R$ 711,67 e R$ 6,0. c) R$ 86,00 e R$,00. d) R$ 711,67 e R$ 660,00. e) R$ 7,00 e R$ 6, Após serem medidas as alturas dos alunos de uma turma, elaborou-se o seguinte histograma: 11. Número de alunos 9 6 X 1,60 1,70 1,80 1,90,00 altura (m ) Med Sabe-se que, em um histograma, se uma reta vertical de equação x = x 0 divide ao meio a área do polígono formado pelas barras retangulares, o valor de x 0 corresponde à mediana da distribuição dos dados representados. Calcule a mediana das alturas dos alunos representadas no histograma. a) 1,71 b) 1,7 c) 1,7 d) 1,77 e) 1,79, OS 10 MAIORES PIBS EM 00 Projeção das nações mais ricas, em trilhões de US$, 10 o CANADÁ o EUA 9 o FRANÇA 6 o REINO UNIDO o ALEMANHA 1 o CHINA 4 o JAPÃO O gráfico mostra, em trilhões, a projeção dos 10 países com os maiores PIBs (Produto Interno Bruto) no ano de 00. A média, a moda e a mediana desses países são, respectivamente, a) 8,04,,8 e,6. b) 8,04,, e,. c) 8,04,,8 e,6. d) 8,04,,6 e,8. e) 8,04,,8 e,. 1. José, professor de Matemática do Ensino Médio, mantém um banco de dados com as notas dos seus alunos. Após a avaliação do 1 o bimestre, construiu as tabelas a seguir, referentes à distribuição das notas obtidas pelas turmas A e B do 1 o ano. Nota por n o de alunos Turma A Nota Número de alunos Nota Nota por n o de alunos Turma B Número de alunos Ao calcular a média das notas de cada turma, para motivá-las, José decidiu sortear um livro entre os alunos da turma que obteve a maior média. A média da turma que teve o aluno sorteado foi a) 64,. b) 6,0. c) 9,. d) 8,0. e) 7,7. 1. Robério precisou sacar dinheiro de sua conta para efetuar o pagamento da cantina da escola e do transporte escolar de sua filha no valor total de R$ HABILIDADE 8: Resolver situação-problema que envolva conhecimentos de estatística e probabilidade. 400,00. Ao chegar ao caixa eletrônico, percebeu que ele só possuía cédulas de 0 e 0 reais. C 7 H 8 8 o MÉXICO 7 o BRASIL o ÍNDIA 8, 6,4,7,6,8,8, China Índia Japão Alemanha Reino Unido BRASIL México França Canadá Folha de S. Paulo, out. 01.

7 7 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira Qual a probabilidade do número de cédulas entregues pela máquina ser ímpar? a) b) c) 16. Gamão é um jogo de tabuleiro para dois contendores, realizado num caminho unidimensional, no qual os adversários movem suas peças em sentidos contrários à medida em que jogam dados, e estes determinam quantas casas serão avançadas, sendo vitorioso aquele que conseguir retirar todas as peças primeiro (de onde pode ter sido também um jogo de corrida ou de percurso). d) e) 14. O gráfico a seguir mostra o comportamento do número de atendimentos em um posto de saúde, por faixa etária, em um determinado dia. Há, também, a apresentação da frequência acumulada por meio de linhas verticais em vermelho. Quantidade de pessoas 8 mm até 4 Anos de idade maior maior maior maior que que que que 4, até 8 8, até 1 1, até 16 16, até 0 Um pequeno acidente rasgou a folha na qual o gráfico estava desenhado, e as informações referentes à última barra, e apenas elas, foram perdidas. A média de idade do total de pessoas de 0 a 0 anos, que frequentou o pronto-socorro nesse dia, foi 1,4 anos. Nessas condições, na folha original antes do acidente, o comprimento da linha vertical posicionada na última barra, que indica a frequência acumulada até 0 anos de idade, em centímetros, era igual a a) 8,0. b) 9,6. c) 10,0. d) 11,. e) 1,0. 1.Suyanne e Ruth têm, cada, uma urna contendo cinco bolas nas cores azul, verde, preta, branca e roxa. As bolas só são distinguíveis pela cor que possuem. Suyanne transfere, ao acaso, uma bola de sua urna para a urna de Ruth. Em seguida, Ruth transfere uma bola de sua urna para a urna de Suyanne. Ao final das duas transferências, a probabilidade de que as duas urnas tenham a configuração inicial é a). b). c). d). Segundo as regras adotadas, o número total de casas que as peças de um jogador podem avançar, numa dada jogada, é determinado pelo resultado do lançamento de dois dados. Esse número é igual à soma dos valores obtidos nos dois dados, se esses valores forem diferentes entre si, e é igual ao dobro da soma, se os valores obtidos nos dois dados forem iguais. Supondo que os dados não sejam viciados, a probabilidade de um jogador poder fazer suas peças andarem pelo menos oito casas em uma jogada é a). b). c). d). e). 17. Observe o gráfico a seguir. 16% 14% 1% 10% 8% 6% 4% % 0% 1% 1% 9% 9% 8% 7% 6% % % 4% % % % % % % % % 1% 1% 1% 1% Menos que 16 anos 16 anos 17 anos 18 anos 19 anos 0 anos 1 anos anos anos 4 anos anos 6 anos 7 anos 8 anos 9 anos 0 anos 1 anos anos anos 4 anos anos Menos de anos Disponível em: < O gráfico mostra o percentual por faixa etária dos participantes do ENEM, em 01. Em relação às medidas de tendência central, a) a mediana é 1,% da moda. b) a mediana é 1% da moda. c) a mediana é 10% da moda. d) a moda é 1% da mediana. e) a moda é 10% da mediana. e).

8 8 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira 18. Chama-se custo médio de fabricação por unidade o custo total de fabricação dividido pela quantidade produzida. Uma empresa fabrica bicicletas a um custo fixo mensal de R$ 90000,00 entre peças e mão de obra; cada bicicleta custa R$ 10,00 para ser produzida. A capacidade máxima de produção mensal é de 1 00 unidades. O custo médio mensal mínimo por unidade vale a) R$ 10,00. b) R$ 187,0. c) R$,00. d) R$ 6,0. e) R$ 00, A média aritmética dos elementos do conjunto {17, 8, 0, 1, 7, x} supera em uma unidade a mediana dos elementos desse conjunto. Se x é um número real tal que 8 < x < 1 e x 17, então a média aritmética dos elementos desse conjunto é igual a a) 16. b) 17. c) 18. d) 19. e) Um escola de Ensino Médio fez uma pesquisa para conhecer as carreiras que os alunos escolheram para prestar o vestibular. A tabela a seguir apresenta as carreiras escolhidas pelos 160 estudantes entrevistados. Carreira Masculino Feminino Medicina 1 0 Direito Publicidade 1 4 Letras 6 16 Outras 0 4 Um desses estudantes é escolhido ao acaso, e sabe-se que ele é do sexo masculino. A probabilidade de esse estudante ter escolhido Medicina é de a) 6%. b) 7,%. c) 1%. d) 18,%. e) 0%. 1. O Professor Robério escreveu os seguintes 4 números naturais no quadro de sua sala de aula: HABILIDADE 9: Utilizar conhecimentos de estatística e probabilidade como recurso para a construção de argumentação. C 7 H 9. Uma escola possui cinco turmas de terceiro ano: A, B, C, D, E. Seis alunos de cada turma foram submetidos a uma mesma prova de conhecimentos gerais e as notas obtidas por eles foram: Turma A:,, 7, 8, 9, 10; Turma B: 4,, 6, 7, 8, 8; Turma C: 4,, 6, 7, 8, 9; Turma D:,,, 7, 7, 9; Turma E:,, 10, 10, 10, 10. Em relação à média e à mediana das notas dos alunos de cada turma, a) as turmas A e B possuem média maior que a mediana. b) apenas nas turmas A, B e C, a mediana é maior que a média. c) duas das cinco turmas possuem média igual à mediana. d) apenas na turma D a média é maior que a mediana. e) apenas na turma E a mediana é maior que a média.. Em um concurso público, as vagas dispostas para concorrência são para os cargos de coordenador, supervisor e diretor. Uma pesquisa foi realizada com 100 candidatos, e foram obtidas as seguintes informações: I. 0 pessoas concorrem para o cargo de coordenador, e, destes, 0 são do sexo masculino; II. o total de pessoas do sexo masculino é 0, dos quais 10 concorrem para o cargo de supervisor; III. existem 10 candidatas ao cargo de diretor. Sorteando-se uma pessoa ao acaso, verificou-se que ela é do sexo feminino. A probabilidade de que essa pessoa concorra ao cargo de supervisora a) é o dobro da probabilidade dela concorrer ao cargo de diretora. b) é o dobro da probabilidade dela concorrer ao cargo de coordenadora. c) é o triplo da probabilidade dela concorrer ao cargo de diretora. d) é o quádruplo da probabilidade dela concorrer ao cargo de diretora. e) é o quádruplo da probabilidade dela concorrer ao cargo de coordenadora. 4. Suyanne e Ruth jogam, sobre o tabuleiro ilustrado a seguir, uma pedra de forma que ele caia sobre uma das quatro casas. xy x + y 1 + xy + x + y Logo em seguida, incluiu um quinto número natural ao qual chamou n e informou a seus alunos que a média aritmética dos cinco números é igual à mediana deles. Deste modo, a) o valor de n é obrigatoriamente 8. b) o valor de n é obrigatoriamente menor que 18. c) o valor de n é obrigatoriamente maior que 8. d) a soma dos possíveis valores de n é 6. e) o produto dos possíveis valores de n é ímpar. Elas estabelecem que A jogada só é válida se a pedra cair dentro do espaço delimitado por um quadradinho; x e y sejam inteiros consecutivos positivos; Suyanne ganha se o resultado da expressão correspondente ao quadradinho for par;

9 9 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira Ruth ganha se o resultado da expressão correspondente ao quadradinho for ímpar. Deste modo, quando a pedra cair dentro do espaço delimitado por um quadradinho, a) nenhuma será a vencedora porque ambas terão a mesma probabilidade de ganhar. b) Suyanne sempre vence, uma vez que onde quer que a pedrinha caia, o resultado da expressão sempre é par. c) Ruth sempre vence, uma vez que onde quer que a pedrinha caia, o resultado da expressão sempre é ímpar. d) Suyanne tem maior probabilidade de vencer que Ruth. e) Ruth tem maior probabilidade de vencer que Suyanne.. No quadro a seguir, estão listadas algumas revoltas que aconteceram no Brasil e o período em que elas ocorreram. Revoltas Período Tempo médio de duração Guerra dos Mascates anos Guerra dos Farrapos anos Sabinada ano Balaiada anos Guerra de Canudos ano De acordo com esses dados, considerando-se o tempo de duração dessas revoltas, a mediana desses valores expressa uma temporalidade em que se destaca a) o interesse emancipacionista do movimento. b) a ajuda estrangeira recebida pelo movimento. c) o aspecto religioso do movimento. d) a ênfase xenófoba do movimento. e) o caráter republicano do movimento. HABILIDADE 0: Avaliar propostas de intervenção na realidade utilizando conhecimentos de estatística e probabilidade. 4. Uma escola só pode mandar um aluno para representá--la em uma olimpíada científica em outro país. As duas melhores alunas dessa escola, e que estão aptas a participar dessa olimpíada, são Laís e Amanda. O professor delas resolveu fazer uma bateria de testes para selecionar qual das duas seria escolhida. As notas das alunas nas provas estão mostradas no quadro a seguir. Nota 1 Nota Nota Nota 4 Laís 10,0 9,0 8,0 8,0 Amanda 9,0 10,0 9, 6, A aluna escolhida deverá ser a que apresentou mais regularidade ao longo dos testes. Portanto, a representante da escola será a) Laís, uma vez que seu desvio foi e, portanto, menor que o de Amanda, que foi. H 0 b) Laís, uma vez que seu desvio foi e, portanto, menor que o de Amanda, C 7 que foi. c) Laís, uma vez que seu desvio foi e, portanto, menor que o de Amanda, 8. Em um treinamento de arremesso de peso para escolha do representante em uma competição, os representantes de uma turma, Arnaldo, Beto e Carlos, realizaram arremessos cada um e seus alcances estão mostrados abaixo. Arnaldo: 48 cm, 670 cm, 87 cm; Beto: 41 cm, 60 cm, 7 cm; Carlos: 76 cm, 67 cm, 64 cm. que foi. d) Amanda, uma vez que seu desvio foi e, portanto, menor que o de Laís, que foi. e) Amanda, uma vez que seu desvio foi e, portanto, menor que o de Laís, que foi.. Um time de basquete possui cinco principais jogadores que, quando entram em quadra, disputam entre si o título de cestinha do time: Sávio, Guilherme, Paulo, Lucas e Gabriel. A tabela mostra o desempenho desses jogadores nas cinco últimas partidas que eles disputaram. Jogador Jogo 1 Jogo Jogo Jogo 4 Jogo Sávio Guilherme Paulo Lucas 18 1 Gabriel Em uma partida decisiva, o técnico só pode escalar quatro dos cinco jogadores citados e para isso decide analisar o desempenho médio de cada jogador. Após análises, a comissão se reúne e levanta as seguintes alternativas a serem tomadas. Alternativa 1: deixar Paulo de fora; Alternativa : deixar Sávio ou Lucas de fora; Alternativa : deixar Gabriel de fora; Alternativa 4: deixar Guilherme ou Paulo de fora. Sabendo que Paulo é um dos titulares desse time, e que o treinador não quer deixá-lo de fora, então a) ele não precisará tirar Paulo, mas precisa optar pela alternativa. b) será melhor ele optar pela alternativa. c) será melhor ele optar pela alternativa 4. d) apesar de não querer, ele precisará tirar Paulo. e) ele não precisará tirar Paulo, mas precisa optar pela alternativa 4. O técnico deve escolher o atleta com melhor média de alcance. Na competição anterior a essa, Carlos foi o escolhido como representante. Dessa forma, para esse novo certame a) o técnico deverá escolher Arnaldo para representar a turma nessa competição.

10 10 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira b) o técnico deverá escolher Beto para representar a turma nessa competição. c) Carlos deverá ser escolhido pelo técnico para ser o representante da turma, pois teve a melhor média nos arremessos. d) os atletas Carlos ou Arnaldo poderão ser escalados pelo técnico, uma vez que ambos tiveram mesma média nos arremessos. e) os atletas Beto ou Arnaldo poderão ser escalados pelo técnico, uma vez que ambos tiveram mesma média nos arremessos. 9. A seleção de futebol de um país possui cinco excelentes atacantes, dos quais seus desempenhos ao longo dos jogos preparatórios para a Copa do Mundo está descrito na tabela. Atacante 1 o jogo teste o jogo teste A B C 4 D 0 E o jogo teste 4 o jogo teste o jogo teste Jogo Cesta de Jogo Cesta de 1 Ponto Pontos Pontos 1 Ponto Pontos Pontos Ele deverá escalar para a próxima partida apenas três dos cinco jogadores e tomará como base para sua escolha as melhores médias de pontos por jogo de cada atleta. Sabe-se ainda que todos os jogadores em questão estão aptos a jogar em qualquer posição na quadra. Desse modo, a) Eduardo e Gabriel deverão substituir Miguel e Marcos, pois as médias dos dois primeiros são superiores às médias dos dois últimos. b) a única alteração será Eduardo no lugar de Miguel e os outros dois jogadores deverão permanecer os mesmos. c) a única alteração será Gabriel no lugar de Marcos e os outros dois jogadores deverão permanecer os mesmos. d) apenas Eduardo entra no time no lugar de qualquer um dos três que já são titulares. e) não deverá ser feita nenhuma alteração, pois os três titulares iniciais têm média de pontos por jogo superior a Eduardo e Gabriel. Três desses jogadores serão selecionados para compor o time que representará esse país na competição. Os três atletas que mais fizeram gols são os preferidos pela equipe que coordena a seleção. Todos estão em ótimas condições físicas, mas o técnico deverá convocar os três que apresentam menor desvio médio absoluto em relação às suas médias. Desse modo, a) ele deverá convocar os três jogadores que fizeram mais gols. b) ele deverá convocar os jogadores A, B e C, pois tiveram menor desvio médio absoluto e ainda foram os que mais gols fizeram. c) ele deverá convocar os jogadores A, B e E, pois se adequam ao critério estabelecido pelo técnico, muito embora não sejam os três maiores goleadores. d) ele deverá convocar os jogadores C, D e E, pois apesar de não serem os maiores goleadores, tiveram menor desvio médio absoluto. e) os convocados devem ser B, D e E, pois se adequam ao critério de menor desvio médio absoluto. 10. Os três principais jogadores titulares de basquete de uma equipe são Miguel, Marcos e Tales. Porém, outros dois jogadores têm se destacado bastante nos últimos jogos do campeonato, Eduardo e Gabriel. O treinador resolveu fazer um levantamento da quantidade de pontos marcados por esses cinco jogadores ao longo dos três últimos jogos e obteve a tabela a seguir. Jogador Jogo 1 Cesta de 1 Ponto Pontos Pontos Miguel 1 4 Marcos Tales 6 Eduardo 4 Gabriel 4 1

11 11 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira Gabarito 1. A. B. B 4. A. E 6. E 7. B 8. D 9. B 10. D 11. A 1. B 1. B 14. E 1. B 16. C 17. C 18. C 19. A 0. E 1. D. D. C 4. E. D 6. B 7. A 8. C 9. C 0. A Resoluções 01 A Observe a figura que representa o comportamento linear descrito na situação-problema. X 17 II Da semelhança dos triângulos I e II, vem x - = 40 x = % B Seja x a projeção para B 04 A A partir do gráfico mostrado, tem-se: x 1100 = x 1100 = x = ,. 4, milhões = 140, = = E Observando a tabela de frequências dos resultados, tem-se: 06 E N o de faltas/dia (x i ) N o de dias (frequência) Total de faltas (f.x i ) = = = = = 8 = 1 Total 7 dias = faltas I x Analisando cada afirmativa, tem-se: a) (F) nenhum percentual de homens obesos superou ou atingiu 0% no período. Logo, a média aritmética não pode ter esse valor. b) (F) no período , o percentual de meninas obesas está em 10% e, em , esse percentual é inferior a 0%. c) (F) o gráfico, no período, registra um percentual em torno de 1%. d) (F) não foi informado o quantitativo de pesquisados em cada faixa. Logo, não se pode concluir essa afirmação. e) (V) no período , o percentual de mulheres obesas está na faixa de %, superior ao do período de que está na faixa de %. 07 B A tabela a seguir mostra todos os dados do gráfico. J F M A M J J A S O PB SC a) (F) A loja Pise Bem ultrapassou a loja Só Conforto em mais da metade dos meses considerados. b) (V) A loja Só Conforto ultrapassou a loja Pise Bem em apenas dos 10 meses considerados. c) (F) A loja Pise Bem vendeu apenas 60 pares de sapatos a mais no primeiro trimestre de 000. d) (F) Nada se pode afirmar acerca do segundo trimestre de 000 sobre a loja Só Conforto, uma vez que só temos informações até outubro desse ano. e) (F) A loja Pise Bem vendeu 86 pares de sapatos, enquanto a loja Só Conforto vendeu 90 pares, o que dá uma diferença de pares. 08 D Como há 10 termos na sequência, a mediana será representada pela média aritmética dos termos centrais, assim: 0, + 0 = 0,1. A moda é representada pelo termo que mais aparece na sequência, neste caso, 0, B Completando a tabela com os pontos médios dos intervalos de classe, temse: x = 16(6) + 8(76) + 4(96) + (116) = = 10 = 711,67 0 = Há 0 dados, portanto a mediana estará entre o 1 o e 16 o dado. Esse valor se encontra na primeira classe. Considerando x a base do retângulo de altura 16, e sabendo que essa área vale a metade da área total, tem-se: i) 16x = (00) 0 16x = 000 x = 000 = 187, 16

12 1 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira 10 D ii) Mediana: , = 6, Há ( ) = 0 dados, logo a mediana estará entre o 10 o e 11 o dado. Esse valor se encontra na primeira classe. Considerando x a base do retângulo de altura 9, e sabendo que essa área vale a metade da área total, tem-se: i) (0,1) + 9x = (0,1) 0 9x = 10 x = 6 = 0, ,7 9 ii) Mediana: 1,70 + 0,7 = A Cálculo da média:,6 +, + 8, + 6,4 +,7 +,6 + +,8 +,8 +, = 10 80,4 = 8,04 10 Moda: é o termo que mais aparece na sequência; nesse caso,,8. Mediana: Em uma sequência com número par de termos, a mediana é a média aritmética dos termos centrais, nesse caso,,7 +,6 =,6. 1 B Calculando a média em dados agrupados para cada turma, tem-se: i) x(a) = 4(0) + (0) + 9(60) + (70) + (80) + (90) + (100) = x(a) = = 0 x(a) = 1890 = 6 0 ii) x(b) = (0) + (40) + 4(0) + 6(60) + (90) + (100) = x(b) = = 0 x(b) = 1190 = 9, 0 1 B Considere x o número de cédulas de R$ 0,00 e y o número de cédulas de R$ 0,00. Como o saque deve ser de R$ 400,00, tem-se 0x + 0y = 400. As soluções dessa equação estão mostradas na tabela a seguir, bem como o número total de cédulas para cada caso. 14 E x y Número de cédulas Desse modo, a probabilidade do número de cédulas entregues pela máquina ser ímpar é As quantidades de pessoas correspondentes às barras, cujos pontos médios são, 6, 10, 14 e 18 são 1,,, 4 e n, respectivamente. Logo, 1,4 = n n (10 + n) 1,4 = n ,4n = n n = Finalmente, a frequência acumulada é de 10 + = 1 pessoas, e a barra deve ter 1. 8 mm = 10 mm ou 1 cm de comprimento. 1 B Quando Suyanne transfere uma bola para a urna de Ruth, ela fica com 6 bolas, sendo duas delas de uma mesma cor. Para que as urnas tenham sua configuração inicial, Ruth deve transferir uma dessas duas bolas de mesma cor para a urna de Suyanne. Deste modo, a probabilidade de isso ocorrer é = C De acordo com as regras descritas no texto-base, todas as possibilidades que podem ocorrer para que as peças andem pelo menos oito casas, em uma jogada, estão mostradas em destaque na figura a seguir. Dados Desse modo, a probabilidade pedida é Dados 17 C A moda é o termo que mais aparece em uma sequência, nesse caso o termo que mais se repete é o de %, com repetições. Antes de determinar a mediana, deve-se colocar a sequência em ordem crescente ou decrescente. Colocando em ordem crescente, tem-se 1%, 1%, 1%, 1%, %, %, %, %, %, %, %, %, %, 4%, %, 6%, 7%, 8%, 9%, 9%, 1%, 1%. A mediana de uma sequência com quantidade par de termos é a média aritmética dos dois termos centrais quando a mesma está em ordem crescente ou decrescente. Nesse caso, a mediana é dada por % + % = % Assim, a mediana é % e a moda é %. A mediana é % = 1, = 10% da moda. % 18 C Para produzir as 1 00 unidades, são gastos (1 00). (10) = R$ ,00. Com o custo fixo mensal, o custo total será ( ) = R$70 000,00. O custo médio será:

13 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira 19 A Ordenando o conjunto, tem-se duas possibilidades: {7, 8, x, 17, 1, 0} ou {7, 8, 17, x, 1, 0}. Como o número de dados é par, a mediana será a média aritmética dos dados centrais, 17 e x, em ambos os casos. Relacionando a média e a mediana, tem-se: i) x = x = 8 + x 6 6 Med = x x x + 17 = x x 1 = 6 x + = 6 x = + 6 x = 6 x + 6 = 1 ii) x = 8 + x = = 96 = E Número de alunos do sexo masculino: = 60. Número de alunos do sexo masculino que escolheram medicina: 1. Probabilidade (desejada): #evento = 1 = 0%. #amostra 60 1 D Seja M a a média aritmética dos cinco números. Deste modo, M a = n = n + O número n pode estar em qualquer uma das seguintes posições: (n,, 6, 10, 11) e, nesse caso, a mediana é 6; Então, n + = 6 n =, o que é impossível já 6 que n é natural. (, n, 6, 10, 11) e, nesse caso, a mediana é 6; Turma Notas dos alunos Média Mediana A,, 7, 8, 9, 10 7, 7, B 4,, 6, 7, 8, 8 6, 6, C 4,, 6, 7, 8, 9 6, 6, D,,, 7, 7, 9 6, 6 E,, 10, 10, 10, 10 8, 10 Fica claro, então, que apenas na turma D a média é maior que a mediana. C A partir das informações do texto-base, pode-se construir a tabela a seguir. 4 E Coordenador Supervisor Diretor Número de homens Número de mulheres Como a pessoa sorteada é do sexo feminino, o espaço amostral do experimento é 0 e, portanto, a probabilidade dessa mulher concorrer ao cargo de supervisora é + 0 =, enquanto a probabilidade dela 0 concorrerao cargo de diretora é 10 = 1. Logo, a probabilidade de 0 concorrer ao cargo de supervisora é o triplo da probabilidade de concorrer ao cargo de diretora. Como x e y são inteiros consecutivos, xy é par, 1 + xy é ímpar, x + y é ímpar e + x + y é ímpar também. Portanto, é mais provável que Ruth ganhe o jogo, pois a probabilidade de se obter um resultado ímpar é o triplo da probabilidade do resultado ser par. Análogo ao caso anterior. (, 6, n, 10, 11) e, nesse caso, a mediana é n; Então, n + = n n = 8. (, 6, 10, n, 11) e, nesse caso, a mediana é 10; Então, n + = 10 n = 18. (, 6, 10, 11, n) e, nesse caso, a mediana é 10. Análogo ao caso anterior. Portanto, n pode assumir os valores 8 ou 18. D A tabela a seguir mostra a média e a mediana das notas dos alunos de cada turma. D 6 B Escrevendo o rol do tempo médio de duração das revoltas, tem-se: 1, 1,,, 10. A mediana é, portanto referente à Guerra dos Mascates na qual se destaca a ênfase xenófoba (aversão ao estrangeiro) daquele movimento. Cálculo das médias das duas alunas: x Laís = = 8,74 e 4 x Amanda = , + 6, = 8,7 4 Agora, calcula-se o desvio padrão de cada uma delas:

14 Recife 14 de setembro de 01 segunda-feira σ Laís = (10 8,7) + (9 8,7) + (8 8,7) + (8 8,7) = 4 =,7 = 11 e 4 σ Amanda = (9 8,7) + (10 8,7) + (9, 8,7) + (6,7 8,7) = 4 = 7, = 7, = Portanto, o professor deve escolher Laís. DM AA () - 18, , =, , + -18, = 07, -, + -, + -, + 1-, + -, DM AB () = = 064, - () = 4, + -, + -, + 1-, + 1-, DM AC = 104, () DM AD = = 16, () -, + -, + = -, + DM AE - 4, + 1-4, = 07, Os três jogadores com mais gols foram B com 11 gols, C com 11 gols e E com 1 gols. Porém, os três que apresentam menor desvio médio absoluto em relação à sua média são A, B e E. De acordo com o exposto no enunciado, esses devem ser os convocados para o Mundial. 7 A As médias de cada jogador estão mostradas na tabela. Jogador Jogo 1 Jogo Jogo Jogo 4 Jogo Média 0 A A tabela do problema permite obter a quantidade total de pontos de cada jogador e, consequentemente, a média de pontos por jogo de cada um. Observe a seguir. Sávio Guilherme Paulo ,4 Jogador 1 Ponto Jogo 1 Cesta de Pontos Pontos 1 Ponto Jogo Cesta de Pontos Pontos Lucas Gabriel Assim, ele não precisará tirar Paulo, porque sua média não é a menor, mas precisa optar pela alternativa tirando ou Sávio ou Lucas, que possuem ambos média 0. Miguel 1 4 Marcos 4 Tales 6 8 C As médias dos saltos de cada atleta são: x x x Deste modo, Carlos ainda deverá continuar representando a turma, pois teve a melhor média nos arremessos. 9 C A média de gols por jogo de cada jogador é mostrada na tabela. 14 Arnaldo Beto Carlos = = 601, 7 cm = = 617, 7 cm = = 689 cm Atacante 1 o Jogo Teste o Jogo Teste o Jogo Teste 4 o Jogo Teste o Jogo Teste Médias de Gol/Jogo A 0 1,8 B 1, C 4 1 1, D E 1,4 O desvio médio absoluto de cada jogador é DM AA () - 18, , =, , + -18, = 07, -, + -, + -, + 1-, + -, DM AB () = = 064, - () = 4, + -, + -, + 1-, + 1-, DM AC = 104, Eduardo Gabriel Ponto Jogo 1 Cesta de Pontos Pontos Analisando os dados dessa tabela, conclui-se que os três jogadores que serão escalados para o jogo serão Eduardo, Gabriel e Tales, onde Miguel e Marcos serão substituídos por Eduardo e Gabriel. Total Média , 7 9 7, , , ,7

15

16

Revisão ENEM. Conjuntos

Revisão ENEM. Conjuntos Revisão ENEM Conjuntos CONJUNTO DOS NÚMEROS NATURAIS N Números naturais são aqueles utilizados na contagem dos elementos de um conjunto. N = {0,1,2,3,...} N* = {1,2,3,4,...} CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS

Leia mais

Eventos independentes

Eventos independentes Eventos independentes Adaptado do artigo de Flávio Wagner Rodrigues Neste artigo são discutidos alguns aspectos ligados à noção de independência de dois eventos na Teoria das Probabilidades. Os objetivos

Leia mais

(A) é Alberto. (B) é Bruno. (C) é Carlos. (D) é Diego. (E) não pode ser determinado apenas com essa informação.

(A) é Alberto. (B) é Bruno. (C) é Carlos. (D) é Diego. (E) não pode ser determinado apenas com essa informação. 1. Alberto, Bruno, Carlos e Diego beberam muita limonada e agora estão apertados fazendo fila no banheiro. Eles são os únicos na fila, e sabe se que quem está imediatamente antes de Carlos bebeu menos

Leia mais

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010.

Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. Olá pessoal! Resolverei neste artigo uma prova da fundação VUNESP realizada em 2010. 01. (Fundação CASA 2010/VUNESP) Em um jogo de basquete, um dos times, muito mais forte, fez 62 pontos a mais que o seu

Leia mais

FCHS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PRIAD PROGRAMA DE REVISÃO INTENSIVA EM ADMINISTRAÇÃO

FCHS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PRIAD PROGRAMA DE REVISÃO INTENSIVA EM ADMINISTRAÇÃO FCHS - FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PRIAD PROGRAMA DE REVISÃO INTENSIVA EM ADMINISTRAÇÃO TEMA PRIAD PROBABILIDADES E APLICAÇÕES PRÁTICAS DATA / / ALUNO RA TURMA 1) Num levantamento realizado

Leia mais

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO.

PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. PROVA RESOLVIDA E COMENTADA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - FCC MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO. Professor Joselias - http://professorjoselias.blogspot.com/. MATEMÁTICA 16. Segundo a Associação Brasileira de

Leia mais

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-2010 - APO

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-2010 - APO Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística - SEPLAG-010 - APO 11. O Dia do Trabalho, dia 1º de maio, é o 11º dia do ano quando o ano não é bissexto. No ano de 1958, ano em que o Brasil ganhou,

Leia mais

MÉDIA ARITMÉTICA MÉDIA PONDERADA MODA MEDIANA

MÉDIA ARITMÉTICA MÉDIA PONDERADA MODA MEDIANA MÉDIA ARITMÉTICA MÉDIA PONDERADA MODA MEDIANA Em um amostra, quando se têm os valores de uma certa característica, é fácil constatar que os dados normalmente não se distribuem uniformemente, havendo uma

Leia mais

RACIOCÍNIO LÓGICO PROF PEDRÃO TABELA-VERDADE

RACIOCÍNIO LÓGICO PROF PEDRÃO TABELA-VERDADE TABELA-VERDADE 01) A negação da afirmação se o cachorro late então o gato mia é: A) se o gato não mia então o cachorro não late. B) o cachorro não late e o gato não mia. C) o cachorro late e o gato não

Leia mais

RESUMO TEÓRICO. n(a) P(A) = n(u) 0 P(A) 1

RESUMO TEÓRICO. n(a) P(A) = n(u) 0 P(A) 1 RESUMO TEÓRICO Experimentos aleatórios: são aqueles que, mesmo repetidos várias vezes sob condições semelhantes, apresentam resultados imprevisíveis. Exemplo: Lançar um dado e verificar qual é a face voltada

Leia mais

Apresentação de Dados em Tabelas e Gráficos

Apresentação de Dados em Tabelas e Gráficos Apresentação de Dados em Tabelas e Gráficos Os dados devem ser apresentados em tabelas construídas de acordo com as normas técnicas ditadas pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Leia mais

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1

Matemática SSA 2 REVISÃO GERAL 1 1. REVISÃO 01 Matemática SSA REVISÃO GERAL 1. Um recipiente com a forma de um cone circular reto de eixo vertical recebe água na razão constante de 1 cm s. A altura do cone mede cm, e o raio de sua base

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE 3 a SÉRIE ENSINO MÉDIO EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA CONTEÚDO: PROBABILIDADE a SÉRIE ENSINO MÉDIO ======================================================================= ) (UF SC) Em uma caixa há 8 bombons, todos com forma,

Leia mais

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC.

Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. Olá pessoal! Resolverei neste artigo a prova de Raciocínio Lógico do concurso para a SEFAZ-SP 2009 organizada pela FCC. 01. (SEFAZ-SP 2009/FCC) Considere o diagrama a seguir, em que U é o conjunto de todos

Leia mais

Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas. André Luiz Brandão

Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas. André Luiz Brandão Matemática para Concursos - Provas Gabaritadas André Luiz Brandão CopyMarket.com Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida sem a autorização da Editora. Título:

Leia mais

Raciocínio Lógico-Quantitativo Correção da Prova APO 2010 Gabarito 1 Prof. Moraes Junior RACIOCÍNIO LÓGICO-QUANTITATIVO

Raciocínio Lógico-Quantitativo Correção da Prova APO 2010 Gabarito 1 Prof. Moraes Junior RACIOCÍNIO LÓGICO-QUANTITATIVO RACIOCÍNIO LÓGICO-QUANTITATIVO 1 - Um viajante, a caminho de determinada cidade, deparou-se com uma bifurcação onde estão três meninos e não sabe que caminho tomar. Admita que estes três meninos, ao se

Leia mais

Instruções para a Prova de MATEMÁTICA APLICADA:

Instruções para a Prova de MATEMÁTICA APLICADA: Instruções para a Prova de : Confira se seu nome e RG estão corretos. Não se esqueça de assinar a capa deste caderno, no local indicado, com caneta azul ou preta. A duração total do Módulo Discursivo é

Leia mais

Aula 4 Conceitos Básicos de Estatística. Aula 4 Conceitos básicos de estatística

Aula 4 Conceitos Básicos de Estatística. Aula 4 Conceitos básicos de estatística Aula 4 Conceitos Básicos de Estatística Aula 4 Conceitos básicos de estatística A Estatística é a ciência de aprendizagem a partir de dados. Trata-se de uma disciplina estratégica, que coleta, analisa

Leia mais

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR APRESENTAÇÃO Olá professor, Essa apostila apresenta jogos matemáticos que foram doados a uma escola de Blumenau como parte de uma ação do Movimento Nós Podemos Blumenau.

Leia mais

RQ Edição Fevereiro 2014

RQ Edição Fevereiro 2014 RQ Edição Fevereiro 2014 18. Um noivo foi postar os convites de casamento nos Correios. Durante a pesagem das cartas, percebeu que todas tinham 0,045 kg, exceto uma, de 0,105 kg. Em um primeiro instante,

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo

Exercícios de Aprofundamento 2015 Mat Permutação e Arranjo 1. (Uerj 015) Uma criança ganhou seis picolés de três sabores diferentes: baunilha, morango e chocolate, representados, respectivamente, pelas letras B, M e C. De segunda a sábado, a criança consome um

Leia mais

CAPÍTULO 04 NOÇÕES DE PROBABILIDADE

CAPÍTULO 04 NOÇÕES DE PROBABILIDADE CAPÍTULO 0 NOÇÕES DE PROBABILIDADE. ESPAÇO AMOSTRAL É o conjunto de todos os possíveis resultados de um experimento aleatório. No lançamento de uma moeda perfeita (não viciada) o espaço amostral é S =

Leia mais

AULA INAUGURAL QUESTÕES DO ENEM ESTATÍSTICA. ETAPA SÉRIE ENSINO TURNO PROFESSORES 2ª 3ª Médio M/T

AULA INAUGURAL QUESTÕES DO ENEM ESTATÍSTICA. ETAPA SÉRIE ENSINO TURNO PROFESSORES 2ª 3ª Médio M/T MATEMÁTICA 2014 UNIDADE BH SÉRIES FINAIS AULA INAUGURAL QUESTÕES DO ENEM ESTATÍSTICA ETAPA SÉRIE ENSINO TURNO PROFESSORES 2ª 3ª Médio M/T Aluno(a): Nº: Turma: QUESTÃO 01 ENEM 2009 (prova cancelada) Cinco

Leia mais

elementos. Caso teremos: elementos. Também pode ocorrer o seguinte fato:. Falsa. Justificativa: Caso, elementos.

elementos. Caso teremos: elementos. Também pode ocorrer o seguinte fato:. Falsa. Justificativa: Caso, elementos. Soluções dos Exercícios de Vestibular referentes ao Capítulo 1: 1) (UERJ, 2011) Uma máquina contém pequenas bolas de borracha de 10 cores diferentes, sendo 10 bolas de cada cor. Ao inserir uma moeda na

Leia mais

2º ano do Ensino Médio

2º ano do Ensino Médio 2º ano do Ensino Médio Instruções: 1. Você deve estar recebendo um caderno com dez questões na 1ª parte da prova, duas questões na 2ª parte e duas questões na 3ª parte. Verifique, portanto, se está completo

Leia mais

André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO

André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Pág. 1 de 7 Aluno (: Disciplina Matemática Curso Professor Ensino Fundamental II André Ito ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Série 8º ANO Número: 1 - Conteúdo: Equações de 1º grau (Operações,

Leia mais

Simulado OBM Nível 2

Simulado OBM Nível 2 Simulado OBM Nível 2 Gabarito Comentado Questão 1. Quantos são os números inteiros x que satisfazem à inequação? a) 13 b) 26 c) 38 d) 39 e) 40 Entre 9 e 49 temos 39 números inteiros. Questão 2. Hoje é

Leia mais

4Distribuição de. freqüência

4Distribuição de. freqüência 4Distribuição de freqüência O objetivo desta Unidade é partir dos dados brutos, isto é, desorganizados, para uma apresentação formal. Nesse percurso, seção 1, destacaremos a diferença entre tabela primitiva

Leia mais

FGV-EAESP PROVA DE RACIOCÍNIO MATEMÁTICO CURSO DE GRADUAÇÃO AGOSTO/2004

FGV-EAESP PROVA DE RACIOCÍNIO MATEMÁTICO CURSO DE GRADUAÇÃO AGOSTO/2004 QUESTÃO 1. Numa cidade do interior do estado de São Paulo, uma prévia eleitoral entre 2.000 filiados revelou as seguintes informações a respeito de três candidatos A, B, e C, do Partido da Esperança (PE)

Leia mais

Estatística e probabilidade em situações do cotidiano. Aplicar corretamente em suas pesquisas os conceitos estudados previamente.

Estatística e probabilidade em situações do cotidiano. Aplicar corretamente em suas pesquisas os conceitos estudados previamente. As atividades propostas têm como objetivo fazer o aluno compreender de forma prática a aplicação da estatística e da probabilidade. le deverá ser capaz de efetuar pesquisas, organizando-as em tabelas de

Leia mais

Unidade de Ensino Descentralizada de Colatina Coordenadoria de Informática Disciplina: Probabilidade e Estatística Prof. Leandro Melo de Sá

Unidade de Ensino Descentralizada de Colatina Coordenadoria de Informática Disciplina: Probabilidade e Estatística Prof. Leandro Melo de Sá Unidade de Ensino Descentralizada de Colatina Coordenadoria de Informática Disciplina: Probabilidade e Estatística Prof. Leandro Melo de Sá 2006/2 Unidade 2 - PROBABILIDADE Conceitos básicos * Probabilidade:

Leia mais

FUNÇÃO DE 1º GRAU. = mx + n, sendo m e n números reais. Questão 01 Dadas as funções f de IR em IR, identifique com um X, aquelas que são do 1º grau.

FUNÇÃO DE 1º GRAU. = mx + n, sendo m e n números reais. Questão 01 Dadas as funções f de IR em IR, identifique com um X, aquelas que são do 1º grau. FUNÇÃO DE 1º GRAU Veremos, a partir daqui algumas funções elementares, a primeira delas é a função de 1º grau, que estabelece uma relação de proporcionalidade. Podemos então, definir a função de 1º grau

Leia mais

MATEMÁTICA IV PROBABILIDADE DISCURSIVAS SÉRIE AULA AULA 03

MATEMÁTICA IV PROBABILIDADE DISCURSIVAS SÉRIE AULA AULA 03 MATEMÁTICA IV PROBABILIDADE DISCURSIVAS SÉRIE AULA AULA 03 1 1) (FGV-SP 2008) Há apenas dois modos de Cláudia ir para o trabalho: de ônibus ou de moto. A probabilidade de ela ir de ônibus é 30% e, de moto,

Leia mais

Estatística II Antonio Roque Aula 9. Testes de Hipóteses

Estatística II Antonio Roque Aula 9. Testes de Hipóteses Testes de Hipóteses Os problemas de inferência estatística tratados nas aulas anteriores podem ser enfocados de um ponto de vista um pouco diferente: ao invés de se construir intervalos de confiança para

Leia mais

Solução da prova da 1 a fase OBMEP 2008 Nível 1

Solução da prova da 1 a fase OBMEP 2008 Nível 1 OBMEP 00 Nível 1 1 QUESTÃO 1 Como Leonardo da Vinci nasceu 91 anos antes de Pedro Américo, ele nasceu no ano 14 91 = 145. Por outro lado, Portinari nasceu 451 anos depois de Leonardo da Vinci, ou seja,

Leia mais

ESTATÍSTICA ORGANIZAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DE DADOS. Tabelas. Frequência absoluta. Frequência relativa

ESTATÍSTICA ORGANIZAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DE DADOS. Tabelas. Frequência absoluta. Frequência relativa Tabelas. Frequência absoluta. Frequência relativa Com a análise de uma turma, elaborou as seguintes Tabelas: Tabelas. Frequência absoluta. Frequência relativa Perguntou-se a cada aluno a altura e obteve-se

Leia mais

Os gráficos estão na vida

Os gráficos estão na vida Os gráficos estão na vida A UUL AL A Nas Aulas 8, 9 e 28 deste curso você já se familiarizou com o estudo de gráficos. A Aula 8 introduziu essa importante ferramenta da Matemática. A Aula 9 foi dedicada

Leia mais

Seu pé direito nas melhores faculdades

Seu pé direito nas melhores faculdades Seu pé direito nas melhores faculdades IM - maio 006 MTMÁTI 0. a) atore a epressão 3 3 + 6. b) Resolva, em, a inequação 3 3 + 6 +. a) 3 3 + 6 = (3 ) 6(3 ) = ( 6)(3 ) = ( + 6 )( 6 )(3 ) é a forma fatorada

Leia mais

UFMS - PRÓ ENEM Matemática Estatística e Médias

UFMS - PRÓ ENEM Matemática Estatística e Médias 1. (Ufsm 01) O Brasil é o quarto produtor mundial de alimentos, produzindo mais do que o necessário para alimentar sua população. Entretanto, grande parte da produção é desperdiçada. O gráfico mostra o

Leia mais

Conteúdo. Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 2015

Conteúdo. Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 2015 Apostilas OBJETIVA - Ano X - Concurso Público 05 Conteúdo Matemática Financeira e Estatística: Razão; Proporção; Porcentagem; Juros simples e compostos; Descontos simples; Média Aritmética; Mediana; Moda.

Leia mais

Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão.

Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão. Vamos ao que interessa. A questão número 36 deve ter seu gabarito trocado da letra A para a LETRA D. Veja a resolução da questão. A prova foi fácil, apenas uma questão exigiu um pouco mais do aluno: a

Leia mais

Lista de Exercícios 1 - Estatística Descritiva

Lista de Exercícios 1 - Estatística Descritiva 1. O arquivo satisfaçãocomuniversidade.xlsx contém informações de uma amostra de 400 alunos de uma universidade. Deseja-se construir um histograma para a variável desempenho acadêmico, com intervalos de

Leia mais

PROJETO E REGULAMENTO GERAL

PROJETO E REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADAS DO INSTITUTO EDUCACIONAL NOVOS TEMPOS PROJETO E REGULAMENTO GERAL Ensino Fundamental II e Médio OUTUBRO DE 2015 APRESENTAÇÃO: As Olimpíadas do Instituto Educacional Novos Tempos (OLIENT), visam

Leia mais

Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF)

Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF) Resolução da prova de Raciocínio Lógico APO 2010 (ESAF) Questão 01) Um viajante, a caminho de determinada cidade, deparou-se com uma bifurcação onde estão três meninos e não sabe que caminho tomar. Admita

Leia mais

Estatística. x = 1, o ano 2011, e assim por diante, e y representa o índice de perdas expresso em porcentagem. Determine as duas funções.

Estatística. x = 1, o ano 2011, e assim por diante, e y representa o índice de perdas expresso em porcentagem. Determine as duas funções. Estatística 1. (Uem 2012) Em uma área de preservação ambiental, pesquisadores estudaram uma população de macacos-prego. A área em questão é de 84 ha (1 ha = 10000 m 2 ). Considerando o tamanho inicial

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nome: N.º: Turma: Professor: Ano: 6º Data: / 07 / 2014 EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE MATEMÁTICA 1) Numa divisão, qual é o dividendo, se o divisor for 12,

Leia mais

b) a 0 e 0 d) a 0 e 0

b) a 0 e 0 d) a 0 e 0 IFRN - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN PROFESSOR: MARCELO SILVA MATEMÁTICA FUNÇÃO DO º GRAU 1. Um grupo de pessoas gastou R$ 10,00 em uma lanchonete. Quando foram pagar a conta,

Leia mais

Material Teórico - Módulo de Métodos sofisticados de contagem. Princípio das Casas dos Pombos. Segundo Ano do Ensino Médio

Material Teórico - Módulo de Métodos sofisticados de contagem. Princípio das Casas dos Pombos. Segundo Ano do Ensino Médio Material Teórico - Módulo de Métodos sofisticados de contagem Princípio das Casas dos Pombos Segundo Ano do Ensino Médio Prof. Cícero Thiago Bernardino Magalhães Prof. Antonio Caminha Muniz Neto Em Combinatória,

Leia mais

Um carro do modelo B foi comprado nessa concessionária. Dado que esse carro é de cor prata, qual a probabilidade que seu motor seja 1.0?

Um carro do modelo B foi comprado nessa concessionária. Dado que esse carro é de cor prata, qual a probabilidade que seu motor seja 1.0? PROVA DE MATEMÁTICA - TURMAS DO o ANO DO ENSINO MÉDIO COLÉGIO ANCHIETA-BA - ABRIL DE 0. ELABORAÇÃO: PROFESSORES ADRIANO CARIBÉ E WALTER PORTO. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA QUESTÃO 0) - (UEMS) Uma

Leia mais

Processo Seletivo 2009-2

Processo Seletivo 2009-2 Processo Seletivo 2009-2 GRUPO 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO UFG CADERNO DE QUESTÕES 14/06/2009 Matemática SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

Leia mais

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA

PORCENTAGENS www.aplicms.com.br PROF. PEDRO A. SILVA PORCENTAGENS Razão centesimal Chamamos de razão centesimal a toda razão cujo conseqüente (denominador) seja igual a. 6 270 2, 5 ; e Outros nomes usamos para uma razão centesimal são razão porcentual e

Leia mais

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco.

O quadro abaixo apresenta a distribuição dos salários dos funcionários em um banco. 1) BANESE - FCC 2012 Considere que em uma indústria todos os seus operários trabalham com desempenhos iguais e constantes. Sabe-se que 24 desses operários, trabalhando 6 horas por dia, durante 10 dias,

Leia mais

Distribuição de probabilidades

Distribuição de probabilidades Luiz Carlos Terra Para que você possa compreender a parte da estatística que trata de estimação de valores, é necessário que tenha uma boa noção sobre o conceito de distribuição de probabilidades e curva

Leia mais

Lista 2 - Probabilidade. Probabilidade. 1. Uma letra é escolhida entre as letras da palavra PROBABILIDADE

Lista 2 - Probabilidade. Probabilidade. 1. Uma letra é escolhida entre as letras da palavra PROBABILIDADE Estatística 2 a LISTA DE EXERCÍCIOS Prof. Ânderson Vieira Probabilidade Espaço Amostral Em cada um dos exercícios a 0. Determine o espaço amostral.. Uma letra é escolhida entre as letras da palavra PROBABILIDADE

Leia mais

PROVA DO VESTIBULAR ESAMC-2003-1 RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA M A T E M Á T I C A

PROVA DO VESTIBULAR ESAMC-2003-1 RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA M A T E M Á T I C A PROVA DO VESTIBULAR ESAMC-- RESOLUÇÃO E COMENTÁRIO DA PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA M A T E M Á T I C A Q. O valor da epressão para = é : A, B, C, D, E, ( (,..., ( ( RESPOSTA: Alternativa A. Q. Sejam A

Leia mais

36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase

36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase 36ª Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase Soluções Nível 1 Segunda Fase Parte A CRITÉRIO DE CORREÇÃO: PARTE A Na parte A serão atribuídos 5 pontos para cada resposta correta e a pontuação

Leia mais

PROVA BRASIL E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS

PROVA BRASIL E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS PROVA BRASIL E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS Josiane Bernz Siqueira (FURB) 1 professoramat_josiane@hotmail.com Ana Paula Poffo (FURB) 2 annapaulapoffo@hotmail.com Jéssica Sabel (FURB) 2 jessicasabel@terra.com.br

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE MATEMÁTICA Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução das questões de MATEMÁTICA da prova para o cargo de Técnico Judiciário do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ/RO) 2015.

Leia mais

Lista 05. Devemos calcular a probabilidade de ser homem dado que é loiro, sendo:

Lista 05. Devemos calcular a probabilidade de ser homem dado que é loiro, sendo: Lista 05 Questão 1: Em uma turma escolar 60% dos alunos são homens e 40% são mulheres. Dentre os homens, 25% são loiros, enquanto que 45% das mulheres são loiras. Um aluno desta turma foi sorteado de maneira

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA REABILITAÇÃO PROCESSO SELETIVO 2013 Nome: PARTE 1 BIOESTATÍSTICA, BIOÉTICA E METODOLOGIA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA REABILITAÇÃO PROCESSO SELETIVO 2013 Nome: PARTE 1 BIOESTATÍSTICA, BIOÉTICA E METODOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA REABILITAÇÃO PROCESSO SELETIVO 2013 Nome: PARTE 1 BIOESTATÍSTICA, BIOÉTICA E METODOLOGIA 1) Um histograma construído a partir de informações amostrais de uma variável

Leia mais

Resolvendo problemas com logaritmos

Resolvendo problemas com logaritmos A UA UL LA Resolvendo problemas com logaritmos Introdução Na aula anterior descobrimos as propriedades dos logaritmos e tivemos um primeiro contato com a tábua de logarítmos. Agora você deverá aplicar

Leia mais

Faculdade Sagrada Família

Faculdade Sagrada Família AULA 12 - AJUSTAMENTO DE CURVAS E O MÉTODO DOS MÍNIMOS QUADRADOS Ajustamento de Curvas Sempre que desejamos estudar determinada variável em função de outra, fazemos uma análise de regressão. Podemos dizer

Leia mais

17- EXERCÍCIOS PROPORÇÕES E REGRA DE TRÊS

17- EXERCÍCIOS PROPORÇÕES E REGRA DE TRÊS 1 17- EXERCÍCIOS PROPORÇÕES E REGRA DE TRÊS 1 - (PUCSP) Um mapa está na escala de 1 para 20.000.Qual o valor real de uma distância representada no mapa por um segmento de 5cm? a) 100m b) 250m c) 1Km d)

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: MaTeMÁTiCa

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: MaTeMÁTiCa Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 0 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 6 (ENEM) Para construir um contrapiso, é comum, na constituição do

Leia mais

Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005

Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005 Teste Anpad Raciocínio Lógico Edição: JUNHO de 2005 01. Cinco pessoas, Flávio, Méricles, Armênio, Clodoaldo e Igor, utilizam um mesmo programa de computador, o qual facilita a comunicação online pela Internet,

Leia mais

Programas C com Repetição

Programas C com Repetição Programas C com Repetição 1. Escrever um programa C que lê 5 valores para a, um de cada vez, e conta quantos destes valores são negativos, escrevendo esta informação. 2. Escrever um programa C que lê um

Leia mais

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02

Nome: Data. Prof: Manoel Amaurício. p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 M A T E M Á T I C A PROPORÇÕES Nome: Data Prof: Manoel Amaurício P O R C E N T A G E M p p% de C é C. 100 exemplo 1: 14% = 0,14 20% = 0,2 2% = 0,02 Após um aumento de p% sobre C passamos a ter 100 p C.

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões de Raciocínio Lógico-Matemático da prova de Técnico de Atividade Judiciária do

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES Cursos de Sociologia e de Serviço Social Estatística I 1º Semestre 2006/2007

UNIVERSIDADE DOS AÇORES Cursos de Sociologia e de Serviço Social Estatística I 1º Semestre 2006/2007 UNIVERSIDADE DOS AÇORES Cursos de Sociologia e de Serviço Social Estatística I 1º Semestre 2006/2007 Ficha de Exercícios nº 5 Distribuições Importantes 1. A probabilidade de os doentes de uma determinada

Leia mais

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/12/2011 pelo CEPERJ

Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/12/2011 pelo CEPERJ Resoluções comentadas de Raciocínio Lógico e Estatística SEFAZ - Analista em Finanças Públicas Prova realizada em 04/1/011 pelo CEPERJ 59. O cartão de crédito que João utiliza cobra 10% de juros ao mês,

Leia mais

A Matemática do ENEM em Bizus

A Matemática do ENEM em Bizus A Matemática do ENEM em Bizus Neste primeiro artigo sobre a Matemática do ENEM, eu quero abordar a estratégia do conteúdo, tendo por base as provas anteriores e as tendências de abordagem. Quando confrontamos

Leia mais

CAPÍTULO 5 - Exercícios

CAPÍTULO 5 - Exercícios CAPÍTULO 5 - Exercícios Distibuições de variáveis aleatórias discretas: Binomial 1. Se 20% dos parafusos produzidos por uma máquina são defeituosos, determinar a probabilidade de, entre 4 parafusos escolhidos

Leia mais

Calculando probabilidades

Calculando probabilidades A UA UL LA Calculando probabilidades Introdução evento E é: P(E) = Você já aprendeu que a probabilidade de um nº deresultadosfavoráveis nº total de resultados possíveis Nesta aula você aprenderá a calcular

Leia mais

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B

QUESTÃO 1 ALTERNATIVA B 1 QUESTÃO 1 Marcos tem 10 0,25 = 2,50 reais em moedas de 25 centavos. Logo ele tem 4,30 2,50 = 1,80 reais em moedas de 10 centavos, ou seja, ele tem 1,80 0,10 = 18 moedas de 10 centavos. Outra maneira

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DA UNESP 2016 - FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEICÃO GOUVEIA.

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DA UNESP 2016 - FASE 1. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEICÃO GOUVEIA. RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DA UNESP 06 - FASE. POR PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEICÃO GOUVEIA. Questão 84 A taxa de analfabetismo representa a porcentagem da população com idade de anos ou mais que é

Leia mais

MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA

MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA PORCENTAGEM MINICURSO DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NO DIA A DIA Quando é dito que 40% das pessoas entrevistadas votaram no candidato A, esta sendo afirmado que, em média, de cada pessoas, 40 votaram no candidato

Leia mais

CPV 82% de aprovação na ESPM

CPV 82% de aprovação na ESPM CPV 8% de aprovação na ESPM ESPM julho/010 Prova E Matemática 1. O valor da expressão y =,0 é: a) 1 b) c) d) e) 4 Sendo x =, e y =,0, temos: x 1 + y 1 x. y 1 y. x 1 1 1 y + x x 1 + y 1 + x y xy = = = xy

Leia mais

Nível 1 IV FAPMAT 28/10/2007

Nível 1 IV FAPMAT 28/10/2007 1 Nível 1 IV FAPMAT 28/10/2007 1. Sabendo que o triângulo ABC é isósceles, calcule o perímetro do triângulo DEF. a ) 17,5 cm b ) 25 cm c ) 27,5 cm d ) 16,5 cm e ) 75 cm 2. Em viagem à Argentina, em julho

Leia mais

Exercícios Teóricos Resolvidos

Exercícios Teóricos Resolvidos Universidade Federal de Minas Gerais Instituto de Ciências Exatas Departamento de Matemática Exercícios Teóricos Resolvidos O propósito deste texto é tentar mostrar aos alunos várias maneiras de raciocinar

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE BELO HORIZONTE MG 25 DE OUTUBRO DE 2003 DURAÇÃO: 120 MINUTOS CONCURSO DE ADMISSÃO 2003 / 2004 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL IDENTIFICAÇÃO NÚMERO DE

Leia mais

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO

Coordenadoria de Educação CADERNO DE REVISÃO-2011. Matemática Aluno (a) 5º ANO CADERNO DE REVISÃO-2011 Matemática Aluno (a) 5º ANO Caderno de revisão FICHA 1 COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO examesqueiros Os Números gloriabrindes.com.br noticias.terra.com.br cidadesaopaulo.olx... displaypaineis.com.br

Leia mais

Probabilidade - Conceitos Básicos. Anderson Castro Soares de Oliveira

Probabilidade - Conceitos Básicos. Anderson Castro Soares de Oliveira - Conceitos Básicos Castro Soares de Oliveira é o ramo da matemática que estuda fenômenos aleatórios. está associada a estatística, porque sua teoria constitui a base de estatística inferencial. Conceito

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: MaTeMÁTiCa

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: MaTeMÁTiCa Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO EM 04 Disciplina: MaTeMÁTiCa Prova: desafio nota: QUESTÃO 6 A soma das medidas dos catetos de um triângulo retângulo é 8cm

Leia mais

II Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil

II Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil II Jogos Estudantis do Colégio Vital Brazil Antes da pretensão de promover um campeonato, deve-se promover o homem em sua infinita potencialidade e complexidade, REVERDITO, SCAGLIA E MONTAGNER 2013....

Leia mais

UNITAU APOSTILA PROBABILIDADES PROF. CARLINHOS

UNITAU APOSTILA PROBABILIDADES PROF. CARLINHOS ESCOLA DE APLICAÇÃO DR. ALFREDO JOSÉ ALI UNITAU APOSTILA PROAILIDADES ibliografia: Curso de Matemática Volume Único Autores: ianchini&paccola Ed. Moderna Matemática Fundamental - Volume Único Autores:

Leia mais

Programadores e Problemas: Instruções. Introdução. Seu Objetivo. Configuração. Instruções do jogo equipe evolução 5/5/2006 v2.0

Programadores e Problemas: Instruções. Introdução. Seu Objetivo. Configuração. Instruções do jogo equipe evolução 5/5/2006 v2.0 Programadores e Problemas: Instruções Introdução Problemas e Programadores é um jogo educacional na área de engenharia de software. Ele é dirigido a estudantes que já têm conhecimento entre o básico e

Leia mais

Dois eventos são disjuntos ou mutuamente exclusivos quando não tem elementos em comum. Isto é, A B = Φ

Dois eventos são disjuntos ou mutuamente exclusivos quando não tem elementos em comum. Isto é, A B = Φ Probabilidade Vimos anteriormente como caracterizar uma massa de dados, como o objetivo de organizar e resumir informações. Agora, apresentamos a teoria matemática que dá base teórica para o desenvolvimento

Leia mais

Oitava Lista de Exercícios Assuntos: Estatística Descritiva

Oitava Lista de Exercícios Assuntos: Estatística Descritiva Oitava Lista de Exercícios Assuntos: Estatística Descritiva 1. (Apostila 4 - ex.2.7) Na Tabela abaixo tem-se as médias dos alunos de 2 turmas de Introdução à Estatística Econômica da Faculdade de Economia

Leia mais

NOME: Nº. ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios VALOR: 13,0 NOTA:

NOME: Nº. ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios VALOR: 13,0 NOTA: NOME: Nº 1 o ano do Ensino Médio TURMA: Data: 11/ 12/ 12 DISCIPLINA: Física PROF. : Petrônio L. de Freitas ASSUNTO: Recuperação Final - 1a.lista de exercícios VALOR: 13,0 NOTA: INSTRUÇÕES (Leia com atenção!)

Leia mais

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Universidade Estadual de Campinas UNICAMP Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Aluna: Juliana Mayumi Aoki Orientador: Laércio Luis Vendite Identificação do trabalho Título Abordagens Matemáticas

Leia mais

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F.

Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Gabarito de Matemática do 7º ano do E.F. Lista de Exercícios (L10) a Colocarei aqui algumas explicações e exemplos de exercícios para que você possa fazer todos com segurança e tranquilidade, no entanto,

Leia mais

sendo as componentes dadas em unidades arbitrárias. Determine: a) o vetor vetores, b) o produto escalar e c) o produto vetorial.

sendo as componentes dadas em unidades arbitrárias. Determine: a) o vetor vetores, b) o produto escalar e c) o produto vetorial. INSTITUTO DE FÍSICA DA UFRGS 1 a Lista de FIS01038 Prof. Thomas Braun Vetores 1. Três vetores coplanares são expressos, em relação a um sistema de referência ortogonal, como: sendo as componentes dadas

Leia mais

MATEMÁTICA - PARTE 1. Questão 02. Questão 01. Questão 03. Biologia. Questão 04. Simulado on line CDF

MATEMÁTICA - PARTE 1. Questão 02. Questão 01. Questão 03. Biologia. Questão 04. Simulado on line CDF Questão 02 (Pucrj 2015) Em uma urna existem bolinhas de cores diferentes, das quais sete têm massa de gramas cada e as outras três têm massa de gramas cada. Serão retiradas bolinhas, sem reposição. A probabilidade

Leia mais

Módulo de Probabilidade Miscelânea de Exercícios. Cálculo de Probabilidades. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis

Módulo de Probabilidade Miscelânea de Exercícios. Cálculo de Probabilidades. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis Módulo de Probabilidade Miscelânea de Exercícios Cálculo de Probabilidades a série E.M. Professores Tiago Miranda e Cleber Assis Probabilidade Miscelânea de Exercícios Cálculo de Probabilidades 1 Exercícios

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO.

AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO. AS CONTRIBUIÇÕES DAS VÍDEO AULAS NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO. Autor: José Marcos da Silva Instituição: UFF/CMIDS E-mail: mzosilva@yahoo.com.br RESUMO A presente pesquisa tem como proposta investigar a visão

Leia mais

Exercícios de Matemática para o ENEM (Habilidades 2 e 4)

Exercícios de Matemática para o ENEM (Habilidades 2 e 4) Exercícios de para o ENEM (Habilidades 2 e 4) H2 Identificar padrões numéricos ou princípios de contagem 1. Doze times se inscreveram em um torneio de futebol amador. O jogo de abertura do torneio foi

Leia mais

Módulo VIII. Probabilidade: Espaço Amostral e Evento

Módulo VIII. Probabilidade: Espaço Amostral e Evento 1 Módulo VIII Probabilidade: Espaço Amostral e Evento Suponha que em uma urna existam cinco bolas vermelhas e uma branca. Extraindo-se, ao acaso, uma das bolas, é mais provável que esta seja vermelha.

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS

INSTRUÇÕES AOS CANDIDATOS MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA (Casa de Thomaz Coelho / 1889) CONCURSO DE ADMISSÃO AO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 2009/2010 18 de outubro de 2009 APROVO DIRETOR DE ENSINO COMISSÃO

Leia mais

Centro Universitário Franciscano Material elaborado por: Professora Leandra Anversa Fioreze e Professor Clandio Timm Marques.

Centro Universitário Franciscano Material elaborado por: Professora Leandra Anversa Fioreze e Professor Clandio Timm Marques. Conceitos Introdutórios 1. Definindo Estatística: Ciência que fornece métodos para a coleta, organização, descrição, análise e interpretação de dados, utilizando-os na tomada de decisões. 2. Divisão da

Leia mais