Papel da Quimioterapia Paliativa: até onde ir?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Papel da Quimioterapia Paliativa: até onde ir?"

Transcrição

1 Papel da Quimioterapia Paliativa: até onde ir? Rodrigo Ughini Villarroel CITO/HCPF

2 Sem conflito de interesse para essa apresentação

3 Tratamento sistêmico paliativo em câncer gástrico Existe vantagem na QT em 1a linha? Existe vantagem na QT em 2a linha? Existe papel para terapias-alvo na 1a linha? Existe papel para terapias-alvo na 2a linha? Guidelines Conclusões

4 OMS: o que são cuidados paliativos? J Pain Symptom Manage 24:91-96, 2002

5 Existe vantagem na QT em 1a linha?

6 Quimioterapia ou BSC? Sobrevida autor n p QT x BSC Murad (1993) 40 9m x 3m m x 3.1m m x 5m Pyrhonen (1995) Glimelius (1997)

7 Quimioterapia ou BSC? J Clin Oncol 2006; 24:

8 Ann Oncol 8: , 1997

9 Poliquimioterapia ou QT com agente único na 1a linha? J Clin Oncol 2006; 24:

10 J Clin Oncol 22: , 2004

11 3 drogas são melhores que 2? J Clin Oncol 2006; 24:

12

13 REAL-2 HR 0.8 ( , p=0.02) OS 11.2 X 9.9m, p=0.02 N Engl J Med 2008;358:36-46

14

15

16 TTF TTF PFS OS PFS J Clin Oncol 26: , 2008 OS

17 Quimioterapia em 1a linha no câncer gástrico avançado Condição incurável TR 30%, SLP 5-6 meses, SG mediana <9-10 meses (ganho de 6 meses em relação à BSC) Sobrevida em 5 anos <5% Sem regime standart, mas deve conter platina (cisplatina ou oxaliplatina) e fluoropirimidina (fluorouracil ou capecitabina) com ou sem uma 3a droga (epirrubicina ou docetaxel): ECF, EOX, DCF, CF, Xelox, Folfox

18 Existe vantagem na QT em 2a linha?

19 A multi-center, randomized phase III trial comparing second-line chemotherapy (SLC) plus best supportive care (BSC) with BSC alone for pretreated AGC Presented By Se Hoon Park at 2011 ASCO Annual Meeting

20 Study Treatments Presented By Se Hoon Park at 2011 ASCO Annual Meeting

21 Overall Survival HR 0.65 Presented By Se Hoon Park at 2011 ASCO Annual Meeting

22 OS According to Chemotherapy Presented By Se Hoon Park at 2011 ASCO Annual Meeting

23 Ann Oncol 24:2854, 2013

24 Randomized phase III study of <br />irinotecan (IRI) versus weekly paclitaxel (wptx) for advanced gastric cancer (AGC) refractory to combination chemotherapy (CT) of fluoropyrimidine plus platinum (FP): <br />WJOG4007 trial Presented By Shinya Ueda at 2012 Annual Meeting

25 Study Scheme Presented By Shinya Ueda at 2012 Annual Meeting

26 Overall Survival Presented By Shinya Ueda at 2012 Annual Meeting

27 Quimioterapia em 2a linha no câncer gástrico avançado TR 10%, DE 30%, SLP 3 meses, SG 5 meses Benefício em sobrevida significativo Sem regime padrão: Taxanos (docetaxel, paclitaxel), irinotecano

28 Existe papel para terapias-alvo na 1a linha?

29 Slide 7

30 HER2 and trastuzumab mechanism of action HER2 receptor trastuzumab Trastuzumab Inhibits HER2-mediated signalling in HER2-positive tumors Prevents HER2 activation by blocking extracellular domain cleavage Activates antibody-dependent cellular cytotoxicity

31 ToGA trial design Phase III, randomized, open-label, international, multicenter study 5-FU or capecitabinea + cisplatin (n=290) 3807 patients screened1 810 HER2-positive (22.1%) HER2-positive advanced GC (n=584) R 5-FU or capecitabinea + cisplatin + trastuzumab Stratification factors (n=294) advanced vs metastatic GC vs GEJ measurable vs non-measurable ECOG PS 0-1 vs 2 capecitabine vs 5-FU achosen at investigator s discretion GEJ, gastroesophageal junction 1Bang et al; Abstract 4556, ASCO 2009

32 Secondary end point: tumor response rate Intent to treat Patients (%) p= p= % 41.8% p= % 32.1% 34.5% 5.4% CR ORR= CR + PR CR, complete response; PR, partial response PR ORR F+C + trastuzumab F+C

33 Primary end point: OS Event Median Events HR OS FC + T FC % CI p value , Time (months) No. at risk T, trastuzumab

34 Efficacy: OS by HER2 status Subgroup N All Median OS (months) Hazard ratio 95% CI vs , , , , , , vs vs , , 0.83 Pre-planned analysis IHC0/FISH+ IHC1+/FISH+ IHC2+/FISH+ IHC3+/FISH+ IHC3+/FISH- vs vs vs vs vs Exploratory analysis IHC0 or 1+/FISH+ IHC2+/FISH+ or IHC Favors T Risk ratio Favors no T

35 Summary ToGA met the primary end point trastuzumab reduces the risk of death by 26% when combined with a reference chemotherapy (HR 0.74) prolongs the median survival by nearly 3 months (11.1 to 13.8 months; p=0.0046) in patients with HER2-positive advanced GC All secondary efficacy parameters (PFS, TTP, ORR, CBR, DoR) were also significantly improved Addition of trastuzumab to chemotherapy was well tolerated: there was no difference in overall safety profile, including cardiac AEs, between treatment arms

36 Existe papel para terapias-alvo em 2a linha?

37 Agents Targeting the VEGF Pathway Presented By Syma Iqbal at 2014 ASCO Annual Meeting

38 Phase III REGARD Trial: BSC ± Ramucirumab in Metastatic Gastric or GEJ Cancer

39 REGARD Trial: OS

40 REGARD Lancet 2014; 383:31-39

41 Slide ASCO Annual Meeting

42 Slide ASCO Annual Meeting

43 RAINBOW Lancet Oncol 2014;15:

44 Lancet Oncol 2014;15:

45

46

47

48 Guidelines ESMO

49 Conclusões Quimioterapia sistêmica é a principal opção no tratamento do câncer gástrico avançado, com aumento de sobrevida em 1a e 2a linha em comparação com BSC. Não existe um regime de QT considerado standart of care, mas deve-se preferencialmente incorporar uma fluorpirimidina e uma platina na 1a linha (poliqt) e um taxano ou irinotecano na 2a linha (monoqt). Sempre que possível, o status HER-2 deve ser avaliado, e caso positivo, considerar o uso de trastuzumabe na 1a linha. A incorporação das terapias-alvo proporcionou um ganho de sobrevida em 1a linha (trastuzumabe) e 2a linha (ramucirumabe)

50 Os cuidados paliativos são uma arte, mas devem ser baseados em ciência. Glimelius, 2000

51

Tratamento Sistêmico Câncer Gástrico

Tratamento Sistêmico Câncer Gástrico Tratamento Sistêmico Câncer Gástrico Hospital Israelita Albert Einstein Dr. Pedro Luiz S. Usón Jr Tópicos de discussão Câncer Gástrico operável - Quimioterapia perioperatória - Quimioterapia adjuvante

Leia mais

Tratamento do Câncer Gástrico Avançado. Rui Weschenfelder Oncologia Clínica

Tratamento do Câncer Gástrico Avançado. Rui Weschenfelder Oncologia Clínica Tratamento do Câncer Gástrico Avançado U d Update 2014 2014 Rui Weschenfelder Oncologia Clínica Declaração de conflitos de interesse De acordo com a resolução do Conselho Federal de Medicina n o 1595/2000

Leia mais

Terapia anti-her2 em pacientes com CA de mama

Terapia anti-her2 em pacientes com CA de mama Terapia anti-her2 em pacientes com CA de mama metastático HER2+ Ingrid A. Mayer, M.D., M.S.C.I. Professora Assistente Diretora, Pesquisa Clínica Programa de Câncer de Mama Vanderbilt-Ingram Cancer Center

Leia mais

Indicações de quimioterapia intra-peritoneal com catéter nas pacientes com câncer de ovário avançado. Aknar Calabrich

Indicações de quimioterapia intra-peritoneal com catéter nas pacientes com câncer de ovário avançado. Aknar Calabrich Indicações de quimioterapia intra-peritoneal com catéter nas pacientes com câncer de ovário avançado Aknar Calabrich A importância do peritôneo 70% das pacientes com câncer de ovário avançado tem metástase

Leia mais

Agentes Biológicos e Terapia Alvo em Câncer de Mama Metastático. Antonio C. Buzaid

Agentes Biológicos e Terapia Alvo em Câncer de Mama Metastático. Antonio C. Buzaid Agentes Biológicos e Terapia Alvo em Câncer de Mama Metastático Antonio C. Buzaid Índice TDM4450g: Trastuzumab Emtansine (T-DM1) Versus Trastuzumab + Docetaxel em Pacientes com CMM Her-2 + sem Tratamento:

Leia mais

Resposta patológica completa à poliquimioterapia com esquema Docetaxel, Cisplatina e Fluorouracil neoadjuvante em câncer gástrico localmente avançado

Resposta patológica completa à poliquimioterapia com esquema Docetaxel, Cisplatina e Fluorouracil neoadjuvante em câncer gástrico localmente avançado 42 Relato de Caso Resposta patológica completa à poliquimioterapia com esquema Docetaxel, Cisplatina e Fluorouracil neoadjuvante em câncer gástrico localmente avançado Pathologic complete response to polichemotherapy

Leia mais

Tratamento quimioterápico de primeira-linha na doença resistente à castração Fábio A. B. Schütz

Tratamento quimioterápico de primeira-linha na doença resistente à castração Fábio A. B. Schütz Tratamento quimioterápico de primeira-linha na doença resistente à castração Fábio A. B. Schütz Hospital São José; São Paulo, SP Introdução Câncer de próstata castração-resistente (CRPC) A maioria dos

Leia mais

Recentes Avanços no Tratamento do Câncer de Mama HER2 positivo. Ricardo Marques Centro de Oncologia/Hospital Sírio Libanês São Paulo - SP

Recentes Avanços no Tratamento do Câncer de Mama HER2 positivo. Ricardo Marques Centro de Oncologia/Hospital Sírio Libanês São Paulo - SP Recentes Avanços no Tratamento do Câncer de Mama HER2 positivo Ricardo Marques Centro de Oncologia/Hospital Sírio Libanês São Paulo - SP 1. Tratamento Adjuvante Duração da Adjuvância 2. Tratamento NeoAdjuvante

Leia mais

Os Mais Importantes Estudos de Quimioterapia Neo-adjuvante. O que ha de novo?

Os Mais Importantes Estudos de Quimioterapia Neo-adjuvante. O que ha de novo? Os Mais Importantes Estudos de Quimioterapia Neo-adjuvante O que ha de novo? Carlos H. Barrios Professor, PUCRS School of Medicine Director, Oncology Research Center, Hospital São Lucas Director, Instituto

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Câncer de Pâncreas (CP) Versão eletrônica atualizada em Maio 2009 O CP é uma doença relativamente infreqüente, mas associada a uma alta taxa de mortalidade. Costuma acometer pessoas

Leia mais

5-Fluorouracil + Radioterapia 5-Fluorouracil: 500 mg/m 2 /dia IV D1 a 3 e D29 a 31 seguido de 5-Fluorouracil semanal iniciando no D71 Ref.

5-Fluorouracil + Radioterapia 5-Fluorouracil: 500 mg/m 2 /dia IV D1 a 3 e D29 a 31 seguido de 5-Fluorouracil semanal iniciando no D71 Ref. Câncer de Pâncreas 5-Fluorouracil + Radioterapia 5-Fluorouracil: 500 mg/m 2 /dia IV D1 a 3 e D29 a 31 seguido de 5-Fluorouracil semanal iniciando no D71 Ref. (1) 5-Fluorouracil + Leucovorin 5-Fluorouracil:

Leia mais

Critérios de ressecabilidade

Critérios de ressecabilidade Rene Claudio Gansl Casos 1.37 Casos 1.77 Mortes 18.3 Mortes 18.3 Jemal,CA Cancer 1. Total de casos: 43.14 Total de mortes: 37.8 Critérios de ressecabilidade ESTADIO Diagn.. SV 5 An. Localizado 8% % Localmente

Leia mais

Câncer Gástrico e Junção Gastroesofágica

Câncer Gástrico e Junção Gastroesofágica Câncer Gástrico e Junção Gastroesofágica Quimioterapia concomitante a radioterapia (Esquema de MacDonald) 5-Fluorouracil: 425 mg/m 2 IV D1 a D5 Leucovorin: 20 mg/m 2 IV D1 a D5 Radioterapia iniciando no

Leia mais

Câncer gástrico localmente avançado: Anelisa K. Coutinho

Câncer gástrico localmente avançado: Anelisa K. Coutinho Câncer gástrico localmente avançado: Visão do oncologista Visão do oncologista Anelisa K. Coutinho DLA : visão do oncologista Como aumentar chance de cura cirúrgica? Terapia Neoadjuvante Terapia Neoadjuvante

Leia mais

Quimioterapia de Conversão no Câncer Colorretal: Qual a melhor estratégia?

Quimioterapia de Conversão no Câncer Colorretal: Qual a melhor estratégia? Quimioterapia de Conversão no Câncer Colorretal: Qual a melhor estratégia? Marcelo R. S. Cruz Oncologia Clínica Hospital São José Beneficência Protuguesa de São Paulo Invetigador Principal: Lilly, Roche

Leia mais

V Encontro Pós ASCO - 2011. Tratamento: mama metastático. Leandro Alves Gomes Ramos 02/07/2011

V Encontro Pós ASCO - 2011. Tratamento: mama metastático. Leandro Alves Gomes Ramos 02/07/2011 V Encontro Pós ASCO - 2011 Tratamento: mama metastático Leandro Alves Gomes Ramos 02/07/2011 Não tenho conflitos de interesse Câncer de mama metastático Triplo negativo Inibição PARP: Iniparibe Metastático:

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Câncer de Vias Biliares Versão eletrônica atualizada em Julho 2009 Os colangiocarcinomas e carcinomas de vesícula biliar são tumores originários do epitélio dos ductos biliares

Leia mais

TRATAMENTO SISÊMICO NEOADJUVANTE SEGUIDO DE CITORREDUÇÃO DE INTERVALO. Eduardo Vieira da Motta

TRATAMENTO SISÊMICO NEOADJUVANTE SEGUIDO DE CITORREDUÇÃO DE INTERVALO. Eduardo Vieira da Motta TRATAMENTO SISÊMICO NEOADJUVANTE SEGUIDO DE CITORREDUÇÃO DE INTERVALO Eduardo Vieira da Motta Sobrevida global por doença residual Fatos Citorredução é efetiva porque há quimioterapia Maior volume tumoral,

Leia mais

Introdução ao Tratamento Oncológico

Introdução ao Tratamento Oncológico Introdução ao Tratamento Oncológico Diogo Rodrigues Médico oncologista da COI - Clínicas Oncológicas Integradas Gerente Médico do Instituto COI de Pesquisa, Educação e Gestão TÓPICOS CONCEITOS BÁSICOS

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR DCI sunitinib N.º Registo Nome Comercial Apresentação/Forma Farmacêutica/Dosagem PVH PVH com IVA Titular de AIM 5072103 Sutent

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR DCI gefitinib N.º Registo Nome Comercial Apresentação/Forma Farmacêutica/Dosagem PVH PVH com IVA Titular de AIM 30 comprimidos

Leia mais

Sarcomas de Partes Moles

Sarcomas de Partes Moles Sarcomas de Partes Moles AIM- Doxorrubicina, Ifosfamida e Mesna Doxorrubicina: 75 mg/m 2 /ciclo IV em pulso divididos entre D1 a D3 Ifosfamida: IV 6 9g/m 2 /ciclo, divididos entre D1 a D3 Mesna a cada

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DE MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DE MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DE MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR DCI RALTITREXEDO Medicamento PVH PVH com IVA Titular de AIM TOMUDEX Embalagem contendo 1 frasco com pó para solução injectável

Leia mais

Incorporação, na tabela Unimed-BH de materiais e medicamentos: Gemcitabina (Gemzar ) para tratamento do câncer avançado de bexiga, mama e pâncreas.

Incorporação, na tabela Unimed-BH de materiais e medicamentos: Gemcitabina (Gemzar ) para tratamento do câncer avançado de bexiga, mama e pâncreas. Parecer do Grupo Técnico de Auditoria em Saúde 038/05 Tema: Gemcitabina I Data: 01/11/2005 II Grupo de Estudo: Dr. Lucas Barbosa da Silva Dra. Lélia Maria de Almeida Carvalho Dra. Silvana Márcia Bruschi

Leia mais

Jornadas ROR Sul. Workshop Tumores Urológicos. Cancro da BEXIGA. Gabriela Sousa IPO COIMBRA

Jornadas ROR Sul. Workshop Tumores Urológicos. Cancro da BEXIGA. Gabriela Sousa IPO COIMBRA Jornadas ROR Sul Workshop Tumores Urológicos Cancro da BEXIGA Gabriela Sousa IPO COIMBRA 22 Fev 2017 Carcinoma Urotelial Carcinoma Superficial da Bexiga Carcinoma urotelial Tratamento de eleição é a cirurgia:

Leia mais

30/05/2016. Resposta parcial após neoadjuvância: há espaço para quimioterapia adjuvante?

30/05/2016. Resposta parcial após neoadjuvância: há espaço para quimioterapia adjuvante? Resposta parcial após neoadjuvância: há espaço para quimioterapia adjuvante? Resposta parcial após neoadjuvância: há espaço para quimioterapia adjuvante? Estamos num momento de quebra de paradigmas? José

Leia mais

Processo número: 0040.14.000.969-3 TEMA: IRESSA (GEFITININIBE) OU TARCEVA (ERLOTINIBE) NO TRATAMENTO DO ADENOCARCINOMA DE PULMÃO

Processo número: 0040.14.000.969-3 TEMA: IRESSA (GEFITININIBE) OU TARCEVA (ERLOTINIBE) NO TRATAMENTO DO ADENOCARCINOMA DE PULMÃO NOTA TÉCNICA 18/2014 Solicitante Ilmo Dr. José Aparecido Fausto de Oliveira Juiz de Direito Data: 31/01/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Processo número: 0040.14.000.969-3 TEMA: IRESSA

Leia mais

TEMA: GEFITINIBE (IRESSA ) NO TRATAMENTO DE SEGUNDA LINHA PARA PACIENTE COM CÂNCER METASTÁTICO DE PULMÃO.

TEMA: GEFITINIBE (IRESSA ) NO TRATAMENTO DE SEGUNDA LINHA PARA PACIENTE COM CÂNCER METASTÁTICO DE PULMÃO. NT 213/2013 Data: 05/11/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Solicitante Dr. Jayme de Oliveira Maia Número do processo: 0058335-95.2013.8.13.0720 TEMA: GEFITINIBE (IRESSA ) NO TRATAMENTO

Leia mais

Câncer de Ovário (Epitelial)

Câncer de Ovário (Epitelial) Câncer de Ovário (Epitelial) Ciclofosfamida + Carboplatina Ciclofosfamida: 600mg/m 2 IV D1 Carboplatina: 300mg/m 2 IV D1 a cada 28 dias X 6 ciclos Ref. (1) Ciclofosfamida + Cisplatina Ciclofosfamida: 600mg/m

Leia mais

QUIMIOTERAPIA DE SEGUNDA LINHA NO CÂNCER DE PRÓSTATA REFRATÁRIO À CASTRAÇÃO (CPRC): QUANDO INDICAR? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc

QUIMIOTERAPIA DE SEGUNDA LINHA NO CÂNCER DE PRÓSTATA REFRATÁRIO À CASTRAÇÃO (CPRC): QUANDO INDICAR? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc QUIMIOTERAPIA DE SEGUNDA LINHA NO CÂNCER DE PRÓSTATA REFRATÁRIO À CASTRAÇÃO (CPRC): QUANDO INDICAR? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc Onco-Vida Brasília Prof. Depto. Medicina Interna da PUC - Brasília

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Xeloda capecitabina Roche Agente citostático IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome do produto: Xeloda Nome genérico: capecitabina Forma farmacêutica, via de administração e apresentações: Comprimidos revestidos

Leia mais

Triple Negative Breast Cancer Challenging Tumor Aggressiveness Beyond Chemotherapy

Triple Negative Breast Cancer Challenging Tumor Aggressiveness Beyond Chemotherapy Triple Negative Breast Cancer Challenging Tumor Aggressiveness Beyond Chemotherapy Antonio C. Buzaid, MD Chairman Centro Avançado de Oncologia Hospital São José São Paulo, Brazil Definição Câncer de mama

Leia mais

TEMA: Trastuzumabe (Herceptin ) para tratamento câncer de mama localmente avançado

TEMA: Trastuzumabe (Herceptin ) para tratamento câncer de mama localmente avançado NTRR 09/2013 Solicitante: Desembargador Alyrio Ramos Número do processo: 1.0134.12.010459-8/001 Impetrato: Secretaria de Caratinga Data: 02/02/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura TEMA: Trastuzumabe

Leia mais

Podemos eliminar os antracíclicos do tratamento adjuvante?

Podemos eliminar os antracíclicos do tratamento adjuvante? Podemos eliminar os antracíclicos do tratamento adjuvante? Dr Mário Alberto Costa Oncoclínica RJ e INCA Antracíclicos no Tratamento Adjuvante do Câncer de Mama: Metanálise The Lancet 2012; 379:432-444

Leia mais

TEMA: GEFITINIBE (IRESSA ) NO TRATAMENTO DE SEGUNDA LINHA PARA PACIENTE COM CÂNCER METASTÁTICO DE PULMÃO, COM MUTAÇÃO DE EGFR.

TEMA: GEFITINIBE (IRESSA ) NO TRATAMENTO DE SEGUNDA LINHA PARA PACIENTE COM CÂNCER METASTÁTICO DE PULMÃO, COM MUTAÇÃO DE EGFR. NT 24/2012 Solicitante: Juiz Geraldo Claret de Arantes Número do processo: Data: 26/11/2012 Medicamento X Material Procedimento Cobertura TEMA: GEFITINIBE (IRESSA ) NO TRATAMENTO DE SEGUNDA LINHA PARA

Leia mais

Qual é a sequência ideal da

Qual é a sequência ideal da Qual é a sequência ideal da terapia sistêmica i no mcrpc? Fábio A. B. Schütz Centro Oncológico Antônio Ermírio de Moraes São Paulo, SP Declaração sobre Conflito de Interesses De acordo com a Resolução

Leia mais

Update Imunoterapia no Câncer de Mama

Update Imunoterapia no Câncer de Mama Update Imunoterapia no Câncer de Mama Marcelo R. S. Cruz, M.D. Developmental Therapeutics Program Division of Hematology/Oncology Northwestern University Feinberg School of Medicine Declaração de Conflitos

Leia mais

Key Words: câncer de mama, quimioterapia neoadjuvante, quimioterapia, resposta patológica, carbopaltina.

Key Words: câncer de mama, quimioterapia neoadjuvante, quimioterapia, resposta patológica, carbopaltina. Alta taxa de resposta completa patológica (prc) em câncer de mama triplo negativo após quimioterapia neoadjuvante sequencial Augusto Ribeiro GABRIEL, MD* Ruffo de FREITAS JÚNIOR, MD, PhD* * Programa de

Leia mais

HighLights ASCO 2017 Câncer de Pulmão

HighLights ASCO 2017 Câncer de Pulmão PÓS HighLights ASCO 2017 Câncer de Pulmão Apresentação A Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO) foi fundada em 1964 e, desde então, tornou-se a principal organização voltada para profissionais

Leia mais

Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal. José Bines Instituto Nacional de Câncer

Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal. José Bines Instituto Nacional de Câncer Mecanismos de resistência ao tratamento hormonal José Bines Instituto Nacional de Câncer Declaração de conflito de interesses Sem conflito de interesses Opinião pessoal que pode não refletir necessariamente

Leia mais

Câncer de Pulmão Pequenas Células. Clarissa Mathias Núcleo de Oncologia da Bahia Hospital Português

Câncer de Pulmão Pequenas Células. Clarissa Mathias Núcleo de Oncologia da Bahia Hospital Português Câncer de Pulmão Pequenas Células Clarissa Mathias Núcleo de Oncologia da Bahia Hospital Português Categorias de Potencial Conflito de Interesse Patrocínio de transporte e/ou hospedagem em Congressos Indústria(s)

Leia mais

Declaro não haver nenhum conflito de interesse.

Declaro não haver nenhum conflito de interesse. Declaro não haver nenhum conflito de interesse. Faculdade de Medicina do ABC Disciplina de Ginecologia Serviço do Prof. Dr. César Eduardo Fernandes Setor de Mastologia IVO CARELLI FILHO Maior dilema da

Leia mais

Os 5 Trabalhos mais Importantes em Oncologia Clínica. Antonio C. Buzaid

Os 5 Trabalhos mais Importantes em Oncologia Clínica. Antonio C. Buzaid Os 5 Trabalhos mais Importantes em Oncologia Clínica Antonio C. Buzaid Índice TDM4450g: Trastuzumab Emtansine (T-DM1) Versus Trastuzumab + Docetaxel em Pacientes com CMM Her-2 + sem Tratamento: Resultados

Leia mais

Platinas no Tratamento da Doença Triplo Negativa. Mário Alberto Costa INCA, Oncoclínica RJ

Platinas no Tratamento da Doença Triplo Negativa. Mário Alberto Costa INCA, Oncoclínica RJ Platinas no Tratamento da Doença Triplo Negativa Mário Alberto Costa INCA, Oncoclínica RJ Câncer de Mama Triplo Negativo RE negativo, RPg negativo, HER2 negativo Dependendo dos limites usados na definição

Leia mais

Leuprorrelina: 7,5mg IM a cada 28 dias ou 22,5 mg IM a cada 12 semanas Ref. (01) Gosserrelina: 10,8 mg SC a cada 12 semanas Ref.

Leuprorrelina: 7,5mg IM a cada 28 dias ou 22,5 mg IM a cada 12 semanas Ref. (01) Gosserrelina: 10,8 mg SC a cada 12 semanas Ref. Câncer de Próstata Flutamida + Leuprorrelina Flutamida: 250mg VO TID Leuprorrelina: 7,5mg IM a cada 28 dias ou 22,5 mg IM a cada 12 semanas Ref. (01) Flutamida + Gosserrelina Flutamida: 250 mg VO TID Gosserrelina:

Leia mais

Tema: Tratamento da Doença Leptomeníngea

Tema: Tratamento da Doença Leptomeníngea Módulo: Doença Metastática para Sistema Nervoso central Bloco: Manejo das Lesões Múltiplas Tema: Tratamento da Doença Leptomeníngea Aknar Calabrich Oncologia Clínica Em 1 ano... Pubmed 67 artigos (nenhum

Leia mais

Elge Werneck Araújo Júnior Fevereiro 2014

Elge Werneck Araújo Júnior Fevereiro 2014 Elge Werneck Araújo Júnior Fevereiro 2014 Sumário Definir a abordagem a ser discutida. Fazer uma retrospectiva de como a neoplasia de mama era tratada e como isso vem sido mudado, incluindo aqui os novos

Leia mais

TEMA: Cabazitaxel (Jevtana ) para tratamento câncer de próstata metastático

TEMA: Cabazitaxel (Jevtana ) para tratamento câncer de próstata metastático NTRR 58/2014 Solicitante: Juiz Dr Fernando de Moraes Mourão Comarca de Arcos Número do processo: 0042.14.001267-7 Réu: Estado de Minas Data: 31/03/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura TEMA:

Leia mais

Diretrizes Assistenciais

Diretrizes Assistenciais Diretrizes Assistenciais Protocolo de tratamento adjuvante e neoadjuvante do câncer de mama Versão eletrônica atualizada em Fevereiro 2009 Tratamento sistêmico adjuvante A seleção de tratamento sistêmico

Leia mais

HER-2 e câncer de mama

HER-2 e câncer de mama HER-2 e câncer de mama Inter-relações biológicas, prognósticas e terapêuticas Coordenador: Alfredo Carlos S. D. Barros Fascículo 5 Trastuzumabe no tratamento do câncer de mama metastático Artur Katz Atualização

Leia mais

Xeloda (capecitabina) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 150 e 500 mg

Xeloda (capecitabina) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 150 e 500 mg Xeloda (capecitabina) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 150 e 500 mg Xeloda capecitabina Roche Agente citostático APRESENTAÇÕES Caixa contendo 60 comprimidos revestidos

Leia mais

AREUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE AMERICANA DE

AREUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE AMERICANA DE ASCO 2013 Highlights em câncer de pulmão Divulgação Mauro Zukin *ASCO Program Committee 2013, diretor técnico do grupo COI, médico do Instituto Nacional de Câncer - Inca, presidente do GBOT. Contato: maurozukin@coinet.com.br

Leia mais

adjuvante em câncer gástrico? Dr. Milton Barros Departamento de Oncologia Clínica A. C. Camargo Cancer Center

adjuvante em câncer gástrico? Dr. Milton Barros Departamento de Oncologia Clínica A. C. Camargo Cancer Center Afinal, quimioterapia perioperatória ou adjuvante em câncer gástrico? Dr. Milton Barros Departamento de Oncologia Clínica A. C. Camargo Cancer Center Conflitos de Interesse Milton José de Barros e Silva,

Leia mais

Processo número: 0013603-80.2014 TEMA: IRESSA (GEFITININIBE) NO TRATAMENTO DO CÂNCER DE PULMÃO NÃO PEQUENAS CÉLULAS METASTÁTICO

Processo número: 0013603-80.2014 TEMA: IRESSA (GEFITININIBE) NO TRATAMENTO DO CÂNCER DE PULMÃO NÃO PEQUENAS CÉLULAS METASTÁTICO NOTA TÉCNICA 81/2014 Solicitante Ilma Dra. Marcela Maria Amaral Novais Juíza de Direito Comarca de Caeté Minas Gerais Data: 03/05/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Processo número: 0013603-80.2014

Leia mais

Estado da arte: QT adjuvante para tumor Her-2 negativo

Estado da arte: QT adjuvante para tumor Her-2 negativo Estado da arte: QT adjuvante para tumor Her-2 negativo Ingrid A. Mayer, M.D., M.S.C.I. Professora Assistente Diretora, Pesquisa Clínica Programa de Câncer de Mama Vanderbilt-Ingram Cancer Center Nashville,

Leia mais

A pesquisa clínica no combate ao câncer de mama. Proporcionando o futuro do tratamento do câncer de mama para as pacientes de hoje

A pesquisa clínica no combate ao câncer de mama. Proporcionando o futuro do tratamento do câncer de mama para as pacientes de hoje A pesquisa clínica no combate ao câncer de mama Proporcionando o futuro do tratamento do câncer de mama para as pacientes de hoje Câncer de Mama no Brasil Antropofagia, de Tarsila do Amaral, 1929 2 DADOS

Leia mais

Linfoepitelioma Nasofaringe

Linfoepitelioma Nasofaringe Linfoepitelioma Nasofaringe Quimioterapia + Radioterapia Cisplatina: 100 mg/m 2 IV D1, 22 e 43 durante radioterapia Após o término da quimio e radioterapia a quimioterapia segue com o seguinte protocolo:

Leia mais

HIGHLIGHTS OF THE ASCO MEETING

HIGHLIGHTS OF THE ASCO MEETING 20/09/2012 09:00-10:30 h Palestra HIGHLIGHTS OF THE ASCO MEETING 2012 09:00-09:10 PRACTICE-CHANGING ABSTRACTS 09:10-09:20 Brain Cancer. Long-term follow-up results of EORTC 26951: A randomized phase III

Leia mais

Avaliação epidemiológica das pacientes com câncer de mama tratadas com trastuzumabe no Hospital de Base de Brasília

Avaliação epidemiológica das pacientes com câncer de mama tratadas com trastuzumabe no Hospital de Base de Brasília 55 55 Artigo Original Avaliação epidemiológica das pacientes com câncer de mama tratadas com trastuzumabe no Hospital de Base de Brasília Epidemiologic evaluation of patients with breast cancer treated

Leia mais

VINICIUS CARRERA, ONCOLOGISTA MAR-2014

VINICIUS CARRERA, ONCOLOGISTA MAR-2014 Quais são as melhores estratégias direcionadas i d aos ossos no câncer de próstata resistente à castração VINICIUS CARRERA, ONCOLOGISTA MAR-2014 Declaraçãodeconflito conflito deinteresse De acordo com

Leia mais

Cetuximabe para Carcinoma de Laringe recidivado

Cetuximabe para Carcinoma de Laringe recidivado NOTA TÉCNICA 152/2014 Solicitante: Juiz Fernando de Moraes Mourão Número do processo: 0042.14.002900-2 Réu: MUNICÍPIO DE ARCOS e ESTADO DE MINAS GERAIS Data: 23/07/2013 Medicamento x Material Procedimento

Leia mais

PROTOCOLOS DE PRÉ-MEDICAÇÃO EM QUIMIOTERAPIA

PROTOCOLOS DE PRÉ-MEDICAÇÃO EM QUIMIOTERAPIA PROTOCOLOS DE PRÉ-MEDICAÇÃO EM QUIMIOTERAPIA Marta Ferreira, Bebiana Conde, Ana Fernandes, António Araújo I. PROTOCOLO DE HIDRATAÇÃO: a) Cisplatina: - Se dose < 50 mg/m 2 : Pré-Hidratação: 250 ml, PO,

Leia mais

CÂNCER COLORRETAL METASTÁTICO: tratamento com medicamentos biológicos (anticorpos monoclonais) - Bevacizumabe

CÂNCER COLORRETAL METASTÁTICO: tratamento com medicamentos biológicos (anticorpos monoclonais) - Bevacizumabe CÂNCER COLORRETAL METASTÁTICO: tratamento com medicamentos biológicos (anticorpos monoclonais) - Bevacizumabe Silvinato Almeida [Digite o nome da empresa] [Escolha a data] 2 CÂNCER COLORRETAL METASTÁTICO:

Leia mais

Quimioterapia perioperatória em pacientes com metástases hepáticas de câncer colorretal

Quimioterapia perioperatória em pacientes com metástases hepáticas de câncer colorretal Quimioterapia perioperatória em pacientes com metástases hepáticas de câncer colorretal Daniela Nebuloni, Karla Souza, Rachel Riechelmann A quimioterapia tem papel bem estabelecido no câncer colorretal

Leia mais

Pemetrexede no tratamento inicial do adenocarcinoma de pulmão avançado - experiência da clínica privada

Pemetrexede no tratamento inicial do adenocarcinoma de pulmão avançado - experiência da clínica privada 18 Artigo Original Pemetrexede no tratamento inicial do adenocarcinoma de pulmão avançado - experiência da clínica privada Ana Maria Fantini Silva CRM: 5284520-5 Carlos Augusto V. de Andrade CRM: 5237620-0

Leia mais

Pesquisa Clínica: Estudos em Câncer de Pulmão, Brasil

Pesquisa Clínica: Estudos em Câncer de Pulmão, Brasil Porto Alegre, October 2014 Pesquisa Clínica: Estudos em Câncer de Pulmão, Brasil Carlos H. Barrios, M.D. PUCRS School of Medicine Porto Alegre, Brazil II Congresso Multidisciplinar ICMD Potential Conflicts

Leia mais

Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático. Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009

Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático. Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009 Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático Versão eletrônica atualizada em Dezembro 2009 Protocolo de Tratamento do Câncer de Mama Metastático O tratamento de pacientes com câncer de mama metastático

Leia mais

Câncer de Mama. AC-D Adriamicina: 60 mg/m 2 IV D1. Docetaxel: 35mg/m 2 IV D1 após 4 ciclos de AC. a cada 21 dias X 4 ciclos Ref.

Câncer de Mama. AC-D Adriamicina: 60 mg/m 2 IV D1. Docetaxel: 35mg/m 2 IV D1 após 4 ciclos de AC. a cada 21 dias X 4 ciclos Ref. Câncer de Mama AC-D Adriamicina: 60 mg/m 2 IV D1 Ciclofosfamida: 600 mg/m 2 IV D1 a cada 21 dias X 4 ciclos Docetaxel: 100mg/m 2 IV D1 após 4 ciclos de AC a cada 21 dias X 4 ciclos Ref. (1-3) Ou Doxorrubicina:

Leia mais

CÂNCER COLORRETAL METASTÁTICO: PAPEL ATUAL DOS ANTICORPOS MONOCLONAIS E A INDIVIDUALIZAÇÃO DE SEU USO

CÂNCER COLORRETAL METASTÁTICO: PAPEL ATUAL DOS ANTICORPOS MONOCLONAIS E A INDIVIDUALIZAÇÃO DE SEU USO 45 ABCD Arq Bras Cir Dig 2009;22(1):45-9 Artigo de Revisão CÂNCER COLORRETAL METASTÁTICO: PAPEL ATUAL DOS ANTICORPOS MONOCLONAIS E A INDIVIDUALIZAÇÃO DE SEU USO Monoclonal therapy in metastatic colorectal

Leia mais

II Congresso Internacional de Neuro-Oncologia. Tema: Tratamento da doença Leptomeníngea

II Congresso Internacional de Neuro-Oncologia. Tema: Tratamento da doença Leptomeníngea II Congresso Internacional de Neuro-Oncologia Módulo: Doença Metastática para Sistema Nervoso central Bloco: Manejo das Lesões Múltiplas Tema: Tratamento da doença Leptomeníngea Aknar Calabrich Oncologia

Leia mais

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal Nota Técnica 90/2013 Data: 18/05/2014 Solicitante: Dr. Daniel da Silva Ulhoa Juíz de Direito Comarca de Timóteo Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo: 0009774-08.2014.8.13.0667

Leia mais

Revisão da anatomia e definição dos volumes de tratamento: Câncer de estômago. Mariana Morsch Beier R2 Radioterapia - Hospital Santa Rita

Revisão da anatomia e definição dos volumes de tratamento: Câncer de estômago. Mariana Morsch Beier R2 Radioterapia - Hospital Santa Rita Revisão da anatomia e definição dos volumes de tratamento: Câncer de estômago. Mariana Morsch Beier R2 Radioterapia - Hospital Santa Rita EPIDEMIOLOGIA A estimativa do biênio 2012-2013 para o Brasil é

Leia mais

Protocolos de Tratamentos Anti- Neoplásicos da Unimed do Brasil PROTOCOLOS DE TRATAMENTOS ANTI-NEOPLÁSICOS DA UNIMED DO BRASIL

Protocolos de Tratamentos Anti- Neoplásicos da Unimed do Brasil PROTOCOLOS DE TRATAMENTOS ANTI-NEOPLÁSICOS DA UNIMED DO BRASIL Protocolos de Tratamentos Anti Neoplásicos da Unimed do Brasil PROTOCOLOS DE TRATAMENTOS ANTINEOPLÁSICOS DA UNIMED DO BRASIL Apresentação Em meados de 2003 a Unimed do Brasil, por meio do Colégio Nacional

Leia mais

Gencitabina em câncer de pulmão: avaliação retrospectiva de resposta clínica, sobrevida livre de progressão e sobrevida global

Gencitabina em câncer de pulmão: avaliação retrospectiva de resposta clínica, sobrevida livre de progressão e sobrevida global 12 Artigo Original Gencitabina em câncer de pulmão: avaliação retrospectiva de resposta clínica, sobrevida livre de progressão e sobrevida global Ana Lucia Coradazzi CRM SP 87.242 Gustavo Fernando Veraldi

Leia mais

- Papel da Quimioterapia Neo e

- Papel da Quimioterapia Neo e Carcinoma Urotelial de Bexiga: Tratamento Sistêmico na Doença Músculo-Invasiva - Papel da Quimioterapia Neo e Adjuvante Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc Prof. Medicina Interna Univ. Católica de Brasília

Leia mais

Terapia hormonal prévia e adjuvante à radioterapia externa no tratamento do câncer de próstata

Terapia hormonal prévia e adjuvante à radioterapia externa no tratamento do câncer de próstata Terapia hormonal prévia e adjuvante à radioterapia externa no tratamento do câncer de próstata N o 145 Março/2015 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que

Leia mais

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal Nota Técnica 49/2013 Data: 23/03/2014 Solicitante: Dr. José Hélio da Silva Juíz de Direito da 4a Vara Civel Comarca de Pouso Alegre em Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo:

Leia mais

de Segunda-linha do Câncer Renal Metastático Oncologista Clínico Onco-Vida / Brasília - DF

de Segunda-linha do Câncer Renal Metastático Oncologista Clínico Onco-Vida / Brasília - DF Recomendações do Tratamento de Segunda-linha do Câncer Renal Metastático Fernando Sabino M Monteiro Fernando Sabino M. Monteiro Oncologista Clínico Onco-Vida / Brasília - DF Declaração de Conflito de Interesses:

Leia mais

10. Congresso Unimed de AUDITORIA EM SAÚDE. Curso Pré-Congresso Oncologia e MBE Bevacizumab no câncer de pulmão NPC

10. Congresso Unimed de AUDITORIA EM SAÚDE. Curso Pré-Congresso Oncologia e MBE Bevacizumab no câncer de pulmão NPC 10. Congresso Unimed de AUDITORIA EM SAÚDE Curso Pré-Congresso Oncologia e MBE Bevacizumab no câncer de pulmão NPC Declaração de Conflitos de interesse Oncologista Clínico sócio de Serviço de Oncologia

Leia mais

Artigo Original. Palavra Chave

Artigo Original. Palavra Chave 108 Artigo Original Carcinoma pulmonar de células não-pequenas em pacientes com idade IGUAL OU superior a 65 anos tratados com quimioterapia: análise de segurança e eficácia Tiago Kenji Takahashi CRM-SP

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO PRÉVIA DO MEDICAMENTO PARA USO HUMANO EM MEIO HOSPITALAR DCI Abiraterona N.º Registo Nome Comercial Apresentação/Forma Farmacêutica/Dosagem PVH PVH com IVA Titular de AIM Frasco

Leia mais

Capecitabina: 900 1,000 mg/m 2 VO BID D1 5 de cada semana da radioterapia Ref. (2)

Capecitabina: 900 1,000 mg/m 2 VO BID D1 5 de cada semana da radioterapia Ref. (2) Câncer Colo-retal 5-Fluorouracil + Radioterapia 5-Fluorouracil: 1,000 mg/m 2 /dia IV infusão contínua D1 a 5 Repetir nas semanas 1 e 5 da radioterapia 5-Fluorouracil: 500 mg/m 2 IV contínuo durante 5 dias

Leia mais

ATUALIZAÇÃO NO TRATAMENTO DO CARCINOMA INFLAMATÓRIO

ATUALIZAÇÃO NO TRATAMENTO DO CARCINOMA INFLAMATÓRIO São Paulo, 27-29 Novembro 2008. IV JORNADA PAULISTA DE MASTOLOGIA ATUALIZAÇÃO NO TRATAMENTO DO CARCINOMA INFLAMATÓRIO EDUARDO MILLEN HSPE-SP- IAMSPE/ EPM UNIFESP HOSPITAL VITA VOLTA REDONDA- RJ ATUALIZAÇÃO

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA OXALIPLATINA NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CÂNCER DE COLON (FOLFOX, FLOX) 06/2008

UTILIZAÇÃO DA OXALIPLATINA NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CÂNCER DE COLON (FOLFOX, FLOX) 06/2008 UNIMED-BH COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA GRUPO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE - GATS UTILIZAÇÃO DA OXALIPLATINA NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CÂNCER DE COLON (FOLFOX, FLOX) 06/2008 Belo Horizonte

Leia mais

Resumo O trastuzumab, anticorpo monoclonal contra o sítio extracelular do receptor

Resumo O trastuzumab, anticorpo monoclonal contra o sítio extracelular do receptor REVISÃO SISTEMATIZADA Trastuzumab no câncer de mama Trastuzumab in breast cancer Palavras-chave Neoplasias da mama Fator de crescimento epidérmico Quimioterapia Key words Breast neoplasms Epidermal growth

Leia mais

Lapatinibe para câncer de mama

Lapatinibe para câncer de mama Data: 05/11/2013 NTRR 212/2013 Solicitante: Desembargador Geraldo Augusto de Almeida Mandado de Segurança: nº1.0000.13.083981-4/000 Impetrado: Secretário de Estado da Saúde de Minas Gerais. Medicamento

Leia mais

Journal of Thoracic Oncology Volume 3, Number 12, December 2008

Journal of Thoracic Oncology Volume 3, Number 12, December 2008 R1 CIT Vinícius Journal of Thoracic Oncology Volume 3, Number 12, December 2008 Prolongamento na sobrevida em pacientes com Câncer avançado não-pequenas células (CPNPC) Recentemente, 2 estudos randomizados,

Leia mais

Acetato de abiraterona. no tratamento do cancro da próstata

Acetato de abiraterona. no tratamento do cancro da próstata Acetato de abiraterona no tratamento do cancro da próstata Incidência e mortalidade Neoplasia mais frequente no homem, correspondendo a 32% de todas as neoplasias diagnosticadas 3ª causa de morte oncológica:responsável

Leia mais

TraTaTiva OncOlógica 2016 Brasil

TraTaTiva OncOlógica 2016 Brasil Tratativa Oncológica 2016 Brasil 2016 Confederação Nacional das Cooperativas Médicas - Unimed do Brasil É proibida a reprodução total ou parcial desta publicação, para qualquer finalidade, sem autorização

Leia mais

Nefrectomia citorredutora

Nefrectomia citorredutora Nefrectomia citorredutora no câncer de rim metastático Gustavo Lemos Junho 2012 Carcinoma de células renais 1/3 metastáticos no diagnóstico 20 a 30% dos Ptscom tumor localizado irão desenvolver metástases.

Leia mais

AVALIAÇÃO ECONÓMICA DA UTILIZAÇÃO DE CAPECITABINA Como Tratamento de Primeira Linha em Doentes com Carcinoma Gástrico Avançado em Portugal

AVALIAÇÃO ECONÓMICA DA UTILIZAÇÃO DE CAPECITABINA Como Tratamento de Primeira Linha em Doentes com Carcinoma Gástrico Avançado em Portugal EONOMIA E SAÚDE Acta Med Port 2009; 22: 827-832 AVALIAÇÃO EONÓMIA DA UTILIZAÇÃO DE APEITABINA omo Tratamento de Primeira Linha em Doentes com arcinoma Gástrico Avançado em Portugal Ana MAEDO, atarina PEREIRA,

Leia mais

QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DE ENDOMÉTRIO. QUANDO HÁ EVIDÊNCIAS E QUANDO COMBINÁ-LA COM A RADIOTERAPIA

QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DE ENDOMÉTRIO. QUANDO HÁ EVIDÊNCIAS E QUANDO COMBINÁ-LA COM A RADIOTERAPIA QUIMIOTERAPIA ADJUVANTE NO CÂNCER DE ENDOMÉTRIO. QUANDO HÁ EVIDÊNCIAS E QUANDO COMBINÁ-LA COM A RADIOTERAPIA Dr. Markus Gifoni Oncologista Clínico Instituto do Câncer do Ceará Fortaleza 01/06/2013 Informações

Leia mais

Incorporação na tabela Unimed-BH de medicamentos: Docetaxel (Taxotere ) para tratamento do Câncer Metastático de Mama e Pulmão.

Incorporação na tabela Unimed-BH de medicamentos: Docetaxel (Taxotere ) para tratamento do Câncer Metastático de Mama e Pulmão. Parecer do Grupo Técnico de Auditoria em Saúde 039/05 Tema: Docetaxel I Data: 01/11/2005 II Grupo de Estudo: Dr Lucas Barbosa da Silva Dra Lélia Maria de Almeida Carvalho Dra Silvana Márcia Bruschi Kelles

Leia mais

Objetivos desta apresentação...

Objetivos desta apresentação... Objetivos desta apresentação... Visões de diferentes especialidades Boas Praticas médicas Compartilhamento Visão de Especialistas... Medicina Baseada em Evidencia Cirurgia Oncologica Oncologia Clinica

Leia mais

Xeloda (capecitabina) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 150 e 500 mg

Xeloda (capecitabina) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 150 e 500 mg Xeloda (capecitabina) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Comprimidos revestidos 150 e 500 mg Xeloda capecitabina Roche Agente citostático APRESENTAÇÕES Caixa contendo 60 comprimidos revestidos

Leia mais

câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas?

câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas? Tratamento combinado em câncer de esôfago e estômago Quais os melhores esquemas? Dr. André Sasse Oncologista Clínico sasse@cevon.com.br Centro de Evidências em Oncologia HC UNICAMP Centro de Evidências

Leia mais

Novas drogas no CPRC com metástases: qual a melhor sequência de tratamento?

Novas drogas no CPRC com metástases: qual a melhor sequência de tratamento? ISSN: 1981-0903 COMITÊ BRASILEIRO DE ESTUDOS EM URO-ONCOLOGIA Novas drogas no CPRC com metástases: qual a melhor sequência de tratamento? Francisco Flávio Horta Bretas - CRM-MG: 14.260 Otávio Clark - CRM-SP:

Leia mais

Atualização de Angina Instável e IAM sem supra ST AHA/ACC Guideline - 2014

Atualização de Angina Instável e IAM sem supra ST AHA/ACC Guideline - 2014 Atualização de Angina Instável e IAM sem supra ST AHA/ACC Guideline - 2014 Dr Henrique Lane Staniak Doutor em ciencias médicas FMUSP Cardiologista do HMPB e do HU-USP Epidemiologia SCA 5 a 7 milhões de

Leia mais

Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do. Câncer de Cabeça e Pescoço. Contexto da Medicina Baseada em Evidências

Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do. Câncer de Cabeça e Pescoço. Contexto da Medicina Baseada em Evidências CONGRESSO DE AUDITORIA - NATAL - 2015 Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do Câncer de Cabeça e Pescoço Contexto da Medicina Baseada em Evidências Tratamento do Câncer de Cabeça e

Leia mais

Avastin (bevacizumabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução injetável 25 mg/ml 4 ml e 16 ml

Avastin (bevacizumabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução injetável 25 mg/ml 4 ml e 16 ml Avastin (bevacizumabe) Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A. Solução injetável 25 mg/ml 4 ml e 16 ml Avastin bevacizumabe Roche Antineoplásico APRESENTAÇÕES Solução para diluição para infusão. Caixa

Leia mais