Supermercados: Desafios e Perspectivas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Supermercados: Desafios e Perspectivas"

Transcrição

1 Seminário GVcev Supermercados: Desafios e Perspectivas Para onde caminham as Centrais de Negócios Fatima Merlin Diretora de Retail & Shopper Insigths O que é o Painel de Consumidores? Pesquisa contínua semanal que tem por principal objetivo entender nos mesmos domicílios o comportamento de compra espontâneo do consumidor. Regiões Reportadas: Cidades com habitantes e + Exceção para a Região Norte: cobertura em cidades acima de hab.* Representando 81% da população domiciliar e 90% do potencial de consumo * Rio Branco, Manaus, Macapa, RM Belém, Porto Velho Porque no NORTE é diferente? As cidades abaixo de 200 mil habitantes da região Norte têm menorpotencial de consumo do que as de mesmo tamanho em outras regiões, além da dificuldade de acesso a muitas delas.

2 Agenda Tendências que se consolidaram e que contribuíram positivamente para o crescimento das Redes / Centrais O consumo em Evolução das Centrais Panorama geral As 30 maiores Critérios e Metodologia Ranking Nacional Redes de Negócios Questionários autopreenchíveis Empresas respondentes Faturamento mínimo: R$36 milhões / ano (30 MAIORES) Deflator: média anual do IPCA 2006 = 1,04184 (4,1834%) Semanal Painel Nacional de Consumidores 44 milhões de domicílios 70 categorias de produtos Consumo domiciliar Levantamento em cidades de mais de habitantes ( para o Nordeste) Índice de respostas: 36 Redes 81% da População Nacional 90% do Potencial de Consumo (Alpha)

3 Mulheres no mercado de * Trabalho: Grandes Mudanças Aumento da renda domiciliar; Busca por praticidade, agilidade, rapidez, conveniência Ampliação da cesta de beleza. Na década de 90 as mulheres demoravam mais de 1 hora na cozinha. E agora, demoram 15 minutos em média. Palavras de ordem para o Shopper: Rapidez, Agilidade Praticidade e Conveniência! Apressadas Decidida / Prática Suscetível a Observadora / Analítica Experimentadora Preço e Promoção Pop. 25% 16% 19% 20% 20% Importância dos Perfis

4 Proximidade: torna-se fator decisivo na escolha do canal! Como os consumidores decidem que canal comprar? Preço (Relação Custo/Benefício) Sortimento / Conveniência (Ter tudo no mesmo lugar) Localização (proximidade) Fortalecimento Consumo Popular 71% do Consumo Total Diversificação da Cesta de Compras Maior Acesso

5 A era dos sem nada! 5 p.p entraram para a Classe C 2,15 milhões de famílias ascenderam na pirâmide do consumo. Para onde caminham as redes / centrais de negócios???? 8º. Ranking Abras / SuperHiper Parceria: LatinPanel

6 As redes Vendas brutas: R$ 17,7 bilhões Var. Nominal + 11,02% Número de lojas: 3,4 mil +6% Var. Real + 7,12% Número de check-outs: 16,2 mil +13,4% Área de Venda: 2,1 milhões de m² +8,2% Base estimativa setor Produtividade... e Eficiência Fat/ m² Fat/ ck Fat/ loja x ,8% -2,3% 4,4% m²/ck 130 m²/loja 645 CK/loja 5 x ,1% 6,5% 18,4% Total geral setor de redes

7 As respondentes com atacadistas Vendas brutas: R$ 12,9 bilhões 73% do total redes Número médio de itens 30% Até % Até % Até % Acima de

8 Quais áreas as Centrais apoiam 43% Financeira 53% Contábil 51% Análise de Resultados 62% Tributária 55% Administrativa Objetivos das Centrais/ Redes Fortalecer a união e integração dos associados Ordemde importância Sobrevivência/Crescimento Comprar produtos mais baratos Negociar diretamente com as indústrias Obter melhores prazos para pagamento

9 Motivos pelos quais os Supermercados formam ou associam-se a uma Rede Ordemde importância Melhor poder de barganha com fornecedores Sobrevivência frente à concorrência Melhorar o relacionamento com o cliente Acesso a um maior número de fornecedores Operar com um mix mais qualificado Ganhos já obtidos Aumento das vendas Ordemde importância Melhores condições de negociação Aumento da rentabilidade Acesso a um número maior de fornecedores Padronização Marketing e Promoções Redução de Custos Profissionalização

10 Percentual de compras realizados através das Redes % de compras por faixa % de Redes Até 10% De 10% e 19% De 20% e 49% 12% 8% 51% 6% 18% 49% Mais que 50% 24% 27% Participação de cada tipo de pagamento sobre as vendas totais da Rede? Dinheiro 37,1 Cheque à vista 7,8 Cheque pré-datado 11,9 Cartão de crédito próprio 10,2 Cartão de crédito de terceiros 18,8 Cartão de débito 7,0 Tíquete alimentação 5,0 Convênio desconto na folha 0,7 Outros. Especificar: 1,5

11 Finalidade da compra 96% Promoções/ Tablóides Datas especiais 88% 86% checou a rentabilidade 29% considera regular 56% considera boa 15% considera ótima Abastecimento regular 86% Pagamento aos fornecedores 16% Centralizado totalmente 31% Centralizado parcialmente 61% Não é centralizado

12 Padronização das lojas Totalmente Parcialmente Não Padronizou Fachada 43% 43% 14% Comu. Visual 27% 47% 26% Material Promo. 80% 16% 4% Layout 6% 47% 47% Principais Problemas Questões culturais Falta de cooperação e comprometimento entre os associados Burocracias legais (sistema tributário bitributação) Unificação/padronização do mix Integração dos processos de compras 67% 63% 57% 55% 41% Múltipla escolha Dificuldade de relacionamento com grandes fornecedores Unificação/padronização das promoções 41% 22%

13 Ações tomadas em relação a Segurança Alimentar 54% Programas de treinamento 52% Boas práticas de operação 44% Trabalhos voltados para qualidade 42% Readequação das lojas 16% Nenhuma ação Múltipla escolha Marcas Próprias % Sim 63% Pretende 18% Não 20% Não perecíveis Higiene e Limpeza 90% 53% O número médio de marcas próprias que a redes trabalham cresceu 50% Bebidas 32% Perfumaria 18%

14 Pretende fazer investimentos Quase 88% pretendem investir nos próximos meses Novas lojas 67% Aquisição de equipamentos Ampliação de lojas 57% 33% Principais aquisições Balcão refrigerados Softwares Frente de caixa/ retaguarda Com qual formato a Rede mais concorre 1Supermercado Tradicional Ordemde importância 2Hipermercado 3 Mercearia/Padaria e Mercado Informal

15 Obrigada Fatima Merlin Diretora de Retail & Shopper Insigths (11)

Estudo realizado em parceria: ABAD / LatinPanel

Estudo realizado em parceria: ABAD / LatinPanel Apresentação Estudo realizado em parceria: ABAD / LatinPanel NOSSA AGENDA Objetivo / Critérios / Metodologia MONITORAMENTO PEQUENO VAREJO Perfil das lojas Características de compras Relacionamento varejo

Leia mais

Ranking ABAD/Nielsen de Maio 2012

Ranking ABAD/Nielsen de Maio 2012 Ranking ABAD/Nielsen 2012 21 de Maio 2012 Agenda Quais são as forças que estão transformando o consumo? Qual o desempenho do setor Atacadista-Distribuidor? Quais são os desafios e oportunidades? Reflexões

Leia mais

Responsabilidade Técnica Coordenação

Responsabilidade Técnica Coordenação TENDÊNCIAS DO CONSUMIDOR TENDÊNCIAS DO CONSUMIDOR Responsabilidade Técnica Coordenação Faturamento Nominal: R$ 201,6 Bilhões 2010 Variação Número de lojas: 81.128 +3,6% Número de check outs: 199.376 +4,1%

Leia mais

Panorama do Setor de Beleza no Brasil

Panorama do Setor de Beleza no Brasil SEMINÁRIO GVCEV: Trade e Shopper Marketing no Setor de Beleza: estratégias da indústria e do varejo na conquista do consumidor em um mercado cada vez mais competitivo Panorama do Setor de Beleza no Brasil

Leia mais

Supermercados: segurança alimentar é prioridade!

Supermercados: segurança alimentar é prioridade! 2012 Supermercados: segurança alimentar é prioridade! Vamos falar sobre... A Abras. O Setor de Autosserviço Segurança Alimentar Boas práticas Refrigeração ABRAS Entidade civil sem fins lucrativos, criada

Leia mais

60 categorias de produto

60 categorias de produto 1 O que é a Plataforma Shopper? Base Única! +400 mil visitas anuais a8200lares a8.200 13milhões 1,3 de Viagens de Compra 5,4 milhões transações em mais 60 categorias de produto 3 Está mais do que na hora,

Leia mais

Companhia Brasileira de Distribuição

Companhia Brasileira de Distribuição Companhia Brasileira de Distribuição Grupo Pão de Açúcar ABAMEC São Paulo Novembro Visão do Mercado Mercado de Varejo Alimentício: R$67bi CBD 14,1% Carrefour 14,1% Bompreço 4,5% Sonae 4,5% Outros 59,2%

Leia mais

Conheça a. rede de franquia em faturamento

Conheça a. rede de franquia em faturamento Conheça a 1 rede de franquia em faturamento 2 Sumário O setor supermercadista e o mercado de franquia 5 A Rede DIA no mundo 7 DIA no Brasil 9 Marca própria fidelizando clientes 10 Líder em marca própria

Leia mais

RANKING ABAD NIELSEN 2014 BASE 2013

RANKING ABAD NIELSEN 2014 BASE 2013 RANKING ABAD NIELSEN 2014 BASE 2013 Março, 2014 AGENDA O RANKING 2014 EM NÚMEROS ANÁLISE DO SETOR RESULTADOS DO ESTUDO ANÁLISE DE EXPECTATIVAS DO SETOR INVESTIMENTOS RANKING ABAD NIELSEN 2013 2 O RANKING

Leia mais

Farmácias : Oportunidaes e Desafios

Farmácias : Oportunidaes e Desafios Seminário GVcev Farmácias : Oportunidaes e Desafios Ingredientes de Sucesso no Varejo de Farmacosméticos Lucien J. Geargeoura lucienjgeargeoura@gvmail.br Pesquisa do GVcev Ingredientes de Sucesso no Varejo

Leia mais

TENDÊNCIAS DO MERCADO E OPORTUNIDADES PARA CONGELADOS

TENDÊNCIAS DO MERCADO E OPORTUNIDADES PARA CONGELADOS TENDÊNCIAS DO MERCADO E OPORTUNIDADES PARA CONGELADOS Alexandre Pereira Miquelino 26/11/2014 AGENDA Oportunidades para a Categoria Cenário Macroeconômico e Tendências de Consumo Oportunidades para Congelados

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Namorados 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Namorados 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Namorados 2017 Expectativa de vendas O Dia dos Namorados destaca-se no calendário de negócios do comércio varejista pelo apelo emocional

Leia mais

Atacarejo se destaca na crise

Atacarejo se destaca na crise Atacarejo se destaca na crise Receitas do segmento atingiram cerca de R$ 90 bilhões em 2015, crescimento de 15% em termos nominais em relação ao ano anterior; para 2016 projeta-se uma alta entre 15% e

Leia mais

No Brasil, DIA é a 1 a e única franquia de supermercados.

No Brasil, DIA é a 1 a e única franquia de supermercados. No Brasil, DIA é a 1 a e única franquia de supermercados. O setor supermercadista não para de crescer O surgimento da nova classe média influencia diretamente o setor supermercadista. O aumento do poder

Leia mais

Desmistificando o Trade Marketing. Palestrante: Fatima Merlin Diretora Executiva Connect Shopper

Desmistificando o Trade Marketing. Palestrante: Fatima Merlin Diretora Executiva Connect Shopper Desmistificando o Trade Marketing Palestrante: Fatima Merlin Diretora Executiva Connect Shopper BOAS VINDAS APRESENTAÇÕES Agenda Introdução: Por que Trade Marketing De Trade Marketing ao Shopper Marketing:

Leia mais

DESEMPENHO PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 2013

DESEMPENHO PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 2013 DESEMPENHO PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 2013 Estrutura Empresarial Total: 1.219 empresas atendidas em 2013 426 projetos 24 UF Balanço 2013 - Geral Faturamento 8,7% Tíquete Médio 9,5% Número de Funcionários

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SUPERMERCADOS NOVEMBRO DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SUPERMERCADOS NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SUPERMERCADOS NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

INDICADORES ,95% -2,00% - 4,06% ABIP ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA

INDICADORES ,95% -2,00% - 4,06% ABIP ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 1 INDICADORES 216 DESEMPENHO DE EMPRESAS DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA BRASILEIRAS EM 216 FONTE: Levantamento realizado pelo Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC) em parceria com a Associação

Leia mais

Seminário GVcev Pólos Comerciais de Rua: Sua importância para o varejo e para a sociedade

Seminário GVcev Pólos Comerciais de Rua: Sua importância para o varejo e para a sociedade Seminário GVcev Pólos Comerciais de Rua: Sua importância para o varejo e para a sociedade Pólos de Rua como uma Opção Estratégica: O Caso da Hering Marcelo Tavares D Amaral Tópicos Cia. Hering apresentação

Leia mais

Palestrante: Sebastião Barroso Felix. Como aumentar as vendas da loja em 33%

Palestrante: Sebastião Barroso Felix. Como aumentar as vendas da loja em 33% Palestrante: Sebastião Barroso Felix Como aumentar as vendas da loja em 33% 03 Macro Estratégias Fluxo de Clientes em + 10% Aumentar a Conversão de Vendas em + 10% Tíquete Médio de Vendas em + 10% Aumentar

Leia mais

Seminário GVcev Varejo Virtual e Multicanal. Caso de sucesso em varejo multicanal: Magazine Luiza Flavio Dias Fonseca da Silva

Seminário GVcev Varejo Virtual e Multicanal. Caso de sucesso em varejo multicanal: Magazine Luiza Flavio Dias Fonseca da Silva Seminário GVcev Varejo Virtual e Multicanal Caso de sucesso em varejo multicanal: Magazine Luiza Flavio Dias Fonseca da Silva SOBRE A EMPRESA Foco em bens de consumo: Eletrônicos, eletrodomésticos, móveis,

Leia mais

15 à 17 AGO São Paulo Expo

15 à 17 AGO São Paulo Expo 15 à 17 AGO São Paulo Expo EXPOSTOS & CONVENIÊNCIA O evento oficial dos setores de distribuição e revenda de derivados de petróleo, equipamentos, lojas de conveniência e food service do Brasil. É o grande

Leia mais

MPE INDICADORES Pequenos Negócios

MPE INDICADORES Pequenos Negócios MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia das Mães 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia das Mães 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista - Dia das Mães 2017 Expectativa de vendas O Dia das Mães, comemorado no segundo domingo de maio, consiste na segunda melhor data comemorativa

Leia mais

Coletiva de Imprensa. 29 de junho de 2017

Coletiva de Imprensa. 29 de junho de 2017 Coletiva de Imprensa 29 de junho de 2017 Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Estudo Consumidores e Empresas 5ª Edição: Tendências e comportamento no mercado nacional Junho 2017 GS1 Brasil 2017

Leia mais

Reunião Pública Anual com Investidores, Analistas e Profissionais de Mercado

Reunião Pública Anual com Investidores, Analistas e Profissionais de Mercado Reunião Pública Anual com Investidores, Analistas e Profissionais de Mercado Dezembro 2011 Nota de Ressalva E s t a a p r e s e n t a ç ã o pode i n c l u i r d e c l a r a ç õ e s que p o d e m r e p

Leia mais

RELEMBRANDO O QUE CONCLUÍMOS EM NOSSO 7º ENCONTRO RESERVADO - 27/04/10

RELEMBRANDO O QUE CONCLUÍMOS EM NOSSO 7º ENCONTRO RESERVADO - 27/04/10 RELEMBRANDO O QUE CONCLUÍMOS EM NOSSO 7º ENCONTRO RESERVADO - 27/04/10 Canal vigoroso e crescendo independente do cenário econômico Impulsionadores do crescimento continuarão favorecendo o canal, proporcionando

Leia mais

Tendências no Varejo 2010

Tendências no Varejo 2010 Tendências no Varejo 2010 NRF 2010 Maurício Morgado 4/2/2010 1 Ambiente de Marketing Economia Legislação Tecnologia Ecologia Demografia Cultura 2 2 Maurício Morgado 1 Programação de hoje Economia Final

Leia mais

Cooperativismo na Amazônia: O case Sicoob Credisul. Vilhena - Rondônia. Ivan Capra

Cooperativismo na Amazônia: O case Sicoob Credisul. Vilhena - Rondônia. Ivan Capra Cooperativismo na Amazônia: O case Sicoob Credisul Vilhena - Rondônia Ivan Capra CONHECENDO A SICOOB CREDISUL Fundada em 07/11/1999 por 35 empresários do agronegócio Com unidades de atendimento em 03 Estados:

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO DO COMÉRCIO VAREJISTA: INOVAÇÃO

PESQUISA DE OPINIÃO DO COMÉRCIO VAREJISTA: INOVAÇÃO PESQUISA DE OPINIÃO DO COMÉRCIO VAREJISTA: INOVAÇÃO Inovação Em um ambiente altamente competitivo como o setor do comércio, o diferencial de um estabelecimento pode garantir aos negócios sobrevivência

Leia mais

Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS

Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS Expectativa Dia das Mães 2017 A estimativa da CDL/BH é de crescimento de 1,25%nas vendas do Dia das Mães de 2017, em relação ao mesmo período do ano

Leia mais

Panorama do Mercado Pet. Eduardo Yamashita

Panorama do Mercado Pet. Eduardo Yamashita Panorama do Mercado Pet Eduardo Yamashita A GS&MD Gouvêa de Souza concede ao cliente a utilização de materiais para seu uso interno e individual, não podendo ser modificado, copiado, distribuído e publicado

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T16. 6 de maio de Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 6 de maio de 2016 Magazine Luiza Destaques Vendas E-commerce Margem Bruta EBITDA e Lucro Líquido Capital de Giro Endividamento Luizacred Aumento da receita bruta de 3% totalizando

Leia mais

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente ENCADEAMENTO PRODUTIVO Luiz Barretto - Presidente MISSÃO DO SEBRAE Promover a competividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro

Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro Julho 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Comércio Varejista de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 605 casos, gerando um

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE DISTRIBUIÇÃO PARA A BAIXA RENDA

ESTRATÉGIAS DE DISTRIBUIÇÃO PARA A BAIXA RENDA ESTRATÉGIAS DE DISTRIBUIÇÃO PARA A BAIXA RENDA 2009 edgard.barki@fgv.br CURSOS PESQUISAS PROGRAMA BAIXA RENDA FÓRUM DISCUSSÃO SEMINÁRIOS PESQUISA SOBRE DISTRIBUIÇÃO PARA BAIXA RENDA - GVcev PERGUNTA CENTRAL

Leia mais

J.P. Morgan - 7th Annual Brazil Retail Check Up

J.P. Morgan - 7th Annual Brazil Retail Check Up J.P. Morgan - 7th Annual Brazil Retail Check Up 21 de agosto de 2013 Magazine Luiza - Overview Destaques 2T13 E-commerce Aquisição Época Cosméticos Loja Virtual Comunidade de Heliópolis Expectativas para

Leia mais

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área Visão por meio das atividades de valor) Preço Prazo Assistência Técnica Modelo de gestão Análise de aspectos políticos governamentais, econômicos e legais Planejamento estratégico Orçamento empresarial

Leia mais

PORTFÓLIO. Alimentos

PORTFÓLIO. Alimentos Alimentos QUEM SOMOS? Entidade privada que promove a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos de micro e pequeno porte aqueles com faturamento bruto anual de até R$ 3,6 milhões.

Leia mais

Seminário GVcev. Relacionamento Varejo e Indústria: desenvolvendo parcerias ganha-ganha

Seminário GVcev. Relacionamento Varejo e Indústria: desenvolvendo parcerias ganha-ganha Seminário GVcev Relacionamento Varejo e Indústria: desenvolvendo parcerias ganha-ganha Indústria e Agentes de Distribuição a parceria é possível Cynthia Durand Agentes de distribuição são importantíssimos

Leia mais

CRÉDITO PARA SER FELIZ.

CRÉDITO PARA SER FELIZ. CRÉDITO PARA SER FELIZ. QUEM SOMOS A Finnance atua no mercado financeiro desde 2004 como Correspondente Bancário trabalhando com transparência, credibilidade e profissionais qualificados. Com 12 anos de

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são palestras

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS 98,5% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta

Leia mais

Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae)

Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae) Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae) Fonte das informações desta apresentação: PESQUISAS Bancarização das MPE, (nov/15) 6.005 entrevistas Financiamento dos Pequenos Negócios no

Leia mais

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016 Observar e entender como foram às vendas no segundo semestre do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento o próximo semestre, que contempla uma das mais importantes datas comemorativas para o

Leia mais

Mercado Informal. (varejistas) Junho 2013

Mercado Informal. (varejistas) Junho 2013 Mercado Informal (varejistas) Junho 2013 Nos últimos 4 anos, 3 milhões de profissionais autônomos saíram da informalidade. Fonte: IBGE matéria veiculada dia 10/05/2013 no programa Bom Dia Brasil Contudo,

Leia mais

Sua marca no maior evento do setor supermercadista em um espaço exclusivo.

Sua marca no maior evento do setor supermercadista em um espaço exclusivo. Sua marca no maior evento do setor supermercadista em um espaço exclusivo. A FEIRA APAS 2016 É A OPORTUNIDADE IDEAL PARA AMPLIAR AS PERSPECTIVAS DA SUA MARCA Reconhecida mundialmente como a maior Feira

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Novembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Novembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Novembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar nov/15 61,0% 22,7%

Leia mais

SOBRE A DECNEWS exemplares

SOBRE A DECNEWS exemplares MÍDIA KIT 2017 SOBRE A DECNEWS A revista Decnews nasceu para ajudar o pequeno e médio varejista a fidelizar clientes e aumentar vendas. A publicação oferece conteúdo prático e de credibilidade, estudos

Leia mais

* Sujeito à aprovação dos Órgãos Reguladores. Aquisição do HSBC Brasil * 03 de Agosto de 2015

* Sujeito à aprovação dos Órgãos Reguladores. Aquisição do HSBC Brasil * 03 de Agosto de 2015 * Sujeito à aprovação dos Órgãos Reguladores Aquisição do HSBC Brasil * 03 de Agosto de 2015 Destaques da transação Ativo único 5,0 milhões de correntistas e mais de R$61 bilhões em depósitos Presença

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Dezembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Dezembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar dez/15 61,1% 23,2%

Leia mais

Banco do Brasil Revisão Véspera

Banco do Brasil Revisão Véspera Banco do Brasil Revisão Véspera Estratégias Genéricas de Marketing Marketing de resposta: Ocorre quando se identifica uma necessidade e prepara-se uma solução para atender a essa necessidade. Marketing

Leia mais

Você espera o melhor. A gente faz. Junho / 2015

Você espera o melhor. A gente faz. Junho / 2015 Você espera o melhor. A gente faz. Junho / 2015 SEÇÃO 1 Visão Geral da Companhia História de Empreendedorismo e Crescimento 2014 1993 Fundação com 16 carros 2008 PRIVATE EQUITY maior disciplina financeira

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017 SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS PÁSCOA ABRIL 2017 INTENÇÃO DE COMPRAS PÁSCOA 2017 57% Pretendem presentear Produtos mais procurados: OVOS DE CHOCOLATE, BOMBONS e OVOS INFANTIS Principais presenteados: 58%

Leia mais

ZERO1 A PARTIR DE 22 DE OUTUBRO/16, NAS MADRUGADAS DE SÁBADO PARA DOMINGO PLANO COMERCIAL

ZERO1 A PARTIR DE 22 DE OUTUBRO/16, NAS MADRUGADAS DE SÁBADO PARA DOMINGO PLANO COMERCIAL ZERO1 A PARTIR DE 22 DE OUTUBRO/16, NAS MADRUGADAS DE SÁBADO PARA DOMINGO PLANO COMERCIAL UM PROGRAMA COOL NAS MADRUGADAS DE SÁBADO PARA DOMINGO A partir de 22 de outubro/16, após o Altas Horas, exibiremos

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativa de vendas 1 semestre de 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativa de vendas 1 semestre de 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativa de vendas 1 semestre de 2017 Expectativa de vendas - 1 semestre de 2017 Observar e entender como foram as vendas no segundo semestre de 2016 é fundamental para auxiliar

Leia mais

Questionário Simplificado

Questionário Simplificado Contrato BNDES/FINEP/FUJB Arranjos e Sistemas Produtivos Locais e as Novas Políticas de Desenvolvimento Industrial e Tecnológico Questionário Simplificado A ser aplicado nas pequenas empresas Fevereiro/2000

Leia mais

PRICING NO VAREJO: Estratégias e Desafios

PRICING NO VAREJO: Estratégias e Desafios Seminário GVcev PRICING NO VAREJO: Estratégias e Desafios Varejo de Confecções Marco Muraro Agenda Apresentação Guararapes/ Riachuelo Contexto Mercado Comportamento de Compra de Moda Estratégia de preços

Leia mais

TENDÊNCIAS DE. MERCADO Encontro ABRACEN Rio Branco 2010 Eng. Agrônomo Msc Gustavo Costa de Almeida Departamento de Operações da CeasaMinas

TENDÊNCIAS DE. MERCADO Encontro ABRACEN Rio Branco 2010 Eng. Agrônomo Msc Gustavo Costa de Almeida Departamento de Operações da CeasaMinas TENDÊNCIAS DE inistério da Agricultura, ecuária e Abastecimento. MERCADO Encontro ABRACEN Rio Branco 2010 Eng. Agrônomo Msc Gustavo Costa de Almeida Departamento de Operações da CeasaMinas Fotos: Thiago

Leia mais

RANKING ABAD NIELSEN 2016 BASE 2015

RANKING ABAD NIELSEN 2016 BASE 2015 RANKING ABAD NIELSEN 2016 BASE 2015 Abril, 2016 CENÁRIO MACROECONÔMICO MUDANÇAS NO MERCADO BRASILEIRO 2016 ECONOMIA É A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO Var% PIB Brasil -3,8% 2015 vs 2014 AGROPECUÁRIA: +1,8% INDÚSTRIA:

Leia mais

RB Distribuidora Distribuição Total

RB Distribuidora Distribuição Total RB Distribuidora Distribuição Total Breve Histórico Fundação Teresina-PI Abertura filial em Fortaleza Transferência da sede para Fortaleza Fim da atividade Atacadista e foco na distribuição especializada

Leia mais

EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA

EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA EXPOPOSTOS & CONVENIÊNCIA O evento oficial dos setores de distribuição e revenda de derivados de petróleo, equipamentos, lojas de conveniência e food service do Brasil. É o grande momento de atualização

Leia mais

Terceirização de ATMs: uma realidade

Terceirização de ATMs: uma realidade Terceirização de ATMs: uma realidade Laerte H Fagundes Jr 2002 IBM Corporation Redes de Auto-Atendimento nos Estados Unidos 1969-1996 I Pré Tarifas 1996-1998 II Tarifas 1998-2000 III Transição 2001 IV

Leia mais

PESQUISA DIA DOS PAIS 2017 CONSUMIDORES

PESQUISA DIA DOS PAIS 2017 CONSUMIDORES CONSUMIDORES DO 400 CONSUMIDORES responderam à pesquisa GÊNERO FAIXA ETÁRIA Masculino 37% 31,9% 21,9% 19,9% 19,6% Feminino 63% 6,0% 0,7% De 18 a 24 anos De 25 a 34 anos De 35 a 44 anos De 45 a 54 anos

Leia mais

ECONOMIA É A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO

ECONOMIA É A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO ECONOMIA É A PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO Var% PIB Brasil -3,8% 2015 vs 2014 AGROPECUÁRIA: +1,8% INDÚSTRIA: -6,2% SERVIÇOS: -2,7% CONSUMO DAS FAMÍLIAS: -4,0% 93% dos brasileiros acredita que o país se encontra

Leia mais

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014 Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014 Sobre a Abecs e seu papel Criada em 1971 para representar o setor de meios eletrônicos de pagamento junto

Leia mais

1 Introdução. Figura 1 - Faturamento anual do comércio eletrônico no Brasil (em R$ bilhões) (E-Commerce, Set/2009) 10,0 8,2 6,3 4,4

1 Introdução. Figura 1 - Faturamento anual do comércio eletrônico no Brasil (em R$ bilhões) (E-Commerce, Set/2009) 10,0 8,2 6,3 4,4 1 Introdução A Internet nos últimos anos vem apresentando crescimento inquestionável, transformando a sociedade como um todo, influenciando comportamentos e transformando a economia. Para diversos setores

Leia mais

Fiber SISTEMA DE FRANQUIAS

Fiber SISTEMA DE FRANQUIAS Fiber SISTEMA DE FRANQUIAS Apresentação Primeiramente, agradecemos seu interesse em se tornar um franqueado Fiber, uma rede em franca expansão com conceito inovador no ramo de piscinas. Tenha certeza que

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista - Dia dos Pais 2017 Expectativa de vendas O Dia dos Pais é mais uma data comemorativa que movimenta positivamente o comércio varejista de todas

Leia mais

Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013

Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013 Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013 Operacionais & Financeiros Receita bruta de R$845,4 milhões, um crescimento de 13,2% ante o 2T12 Margem bruta de 31,5%, 1,4p.p acima do 2T12 SSS de 9,8%

Leia mais

UM PAÍS CHAMADO CLASSE MÉDIA A NOVA CLASSE MÉDIA E O MERCADO DE SEGUROS RENATO MEIRELLES

UM PAÍS CHAMADO CLASSE MÉDIA A NOVA CLASSE MÉDIA E O MERCADO DE SEGUROS RENATO MEIRELLES UM PAÍS CHAMADO CLASSE MÉDIA A NOVA CLASSE MÉDIA E O MERCADO DE SEGUROS RENATO MEIRELLES r e n a t o @ d a t a p o p u l a r. c o m. b r MAS ANTES DE TUDO, NÃO CUSTA LEMBRAR... 2 O QUE TODOS JÁ SABEM (OU

Leia mais

Vigor Alimentos S.A. Apresentação de Resultados 4º Trimestre e ano de 2015

Vigor Alimentos S.A. Apresentação de Resultados 4º Trimestre e ano de 2015 Vigor Alimentos S.A. Apresentação de Resultados 4º Trimestre e ano de 2015 Teleconferência de Resultados (Tradução Simultânea) 16 de março de 2016 15:30 (horário de Brasília) 14:30 (horário de Nova York)

Leia mais

RANKING ABAD NIELSEN 2016 BASE 2015

RANKING ABAD NIELSEN 2016 BASE 2015 RANKING ABAD NIELSEN 2016 BASE 2015 Abril, 2016 O RANKING EM NÚMEROS RANKING ABAD NIELSEN 2016 DADOS GERAIS DO ESTUDO O NÚMERO DE RESPONDENTES SEGUE EM CRESCIMENTO 2002 2003 2004 2005 2006 2007

Leia mais

VAREJO MODA J U L H O

VAREJO MODA J U L H O VAREJO MODA J U L H O - 2 0 1 5 A REALIDADE A SER VIVIDA PELO VAREJO COMO ERA NOSSA JORNADA DE COMPRA A NOSSA NOVA JORNADA DE COMPRA CENÁRIO FONTE RELATÓRIO e-bit 2015 O comércio eletrônico brasileiro

Leia mais

Centro Pós-graduação Ortodontia Ribeirão Preto, SP

Centro Pós-graduação Ortodontia Ribeirão Preto, SP Centro Pós-graduação Ortodontia Ribeirão Preto, SP Gestão estratégica de consultórios odontológicos Ricardo Nakama ricnakama@gmail.com Planejar é alinhar as ações 1 Conteúdo do treinamento 1- Missão, visão,

Leia mais

Seminário GVcev. Supermercados: Estratégia de Pricing. Estratégia e Precificação para o Supermercadista Prof. Luiz Artur Ledur Brito

Seminário GVcev. Supermercados: Estratégia de Pricing. Estratégia e Precificação para o Supermercadista Prof. Luiz Artur Ledur Brito Seminário GVcev Supermercados: Estratégia de Pricing Estratégia e Precificação para o Supermercadista Prof. Luiz Artur Ledur Brito Preço e o supermercadista A importância estratégica do preço O preço e

Leia mais

BAIXA RENDA. Como a indústria e o varejo acessam este mercado? Ana Fioratti

BAIXA RENDA. Como a indústria e o varejo acessam este mercado? Ana Fioratti BAIXA RENDA Como a indústria e o varejo acessam este mercado? Ana Fioratti Experiência Global 50 anos de experiência em painéis de consumidores; Em 54 países de todo o mundo; A KantarWorldpanelempresa

Leia mais

4796 2006 Accenture - All rights reserved. Accenture, its logo, and Accenture High Performance Delivered are trademarks of Accenture.

4796 2006 Accenture - All rights reserved. Accenture, its logo, and Accenture High Performance Delivered are trademarks of Accenture. 4796 2006 Accenture - All rights reserved. Accenture, its logo, and Accenture High Performance Delivered are trademarks of Accenture. Extra Perto Modelo de Proximidade do Grupo Pão de Açúcar Wagner Donegatti

Leia mais

Marketing Estratégico no Varejo de Alimentos

Marketing Estratégico no Varejo de Alimentos Marketing Estratégico no Varejo de Alimentos Prof. Hermes Moretti Ribeiro da Silva Facebook: Hermes Moretti E-mail: hermes.silva@usp.br 14/06/2016 O que é Varejo? Varejo consiste em todas as atividades

Leia mais

DECISÃO INAUGURA SETOR ATACAREJO NO E-COMMERCE NO BRASIL

DECISÃO INAUGURA SETOR ATACAREJO NO E-COMMERCE NO BRASIL DECISÃO INAUGURA SETOR ATACAREJO NO E-COMMERCE NO BRASIL Enviado por OUTRA VISÃO COMUNICAÇÃO 01-Out-2015 PQN - O Portal da Comunicação OUTRA VISÃO COMUNICAÇÃO - 01/10/2015 A rede de supermercado e atacado

Leia mais

Como fazer Gestão de Categorias Colaborativa Funcionar

Como fazer Gestão de Categorias Colaborativa Funcionar Como fazer Gestão de Categorias Colaborativa Funcionar Maio de 2014 CONFIDENCIAL E DE PROPRIEDADE EXCLUSIVA A utilização deste material sem a permissão expressa da McKinsey & Company é estritamente proibida

Leia mais

Ambiente de Negócios: percepções da indústria e varejo de materiais de construção

Ambiente de Negócios: percepções da indústria e varejo de materiais de construção Ambiente de Negócios: percepções da indústria e varejo de materiais de construção Objetivos do estudo Radiografar as percepções da indústria e do varejo de material de construção em diversos aspectos que

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS 98,5% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta

Leia mais

25/05/2010 ADMINISTRAÇÃO DE VAREJO. O que é VAREJO?

25/05/2010 ADMINISTRAÇÃO DE VAREJO. O que é VAREJO? ADMINISTRAÇÃO DE VAREJO Profa. Adriana O mundo dos negócios está se organizando cada vez mais. Portanto, quem PLANEJA, tem RESULTADO; quem ESPERA, tem DESTINO! Anos 60: Anos 70: Anos 80: Anos 00: Xi, o

Leia mais

APIMEC COPASA Divulgação 1T08

APIMEC COPASA Divulgação 1T08 APIMEC COPASA 2008 Highlights 1T08 A Receita Líquida no 1T08 foi de R$ 467 milhões um crescimento de 8,4% em relação ao 1T07. O EBITDA no trimestre atingiu R$ 191 milhões ante R$ 174 milhões no 1T07. Reajuste

Leia mais

Visão Sistêmica em Redes Organizacionais: Um estudo sobre as alianças horizontais entre pequenos e médios supermercadistas

Visão Sistêmica em Redes Organizacionais: Um estudo sobre as alianças horizontais entre pequenos e médios supermercadistas Visão Sistêmica em Redes Organizacionais: Um estudo sobre as alianças horizontais entre pequenos e médios supermercadistas Profa. Dra. Flávia Angeli Ghisi Nielsen FIA Fundação Instituto de Administração

Leia mais

SEBRAE CARTÕES DE PAGAMENTO. Como as vendas por cartão de crédito e de débito. podem melhorar os negócios de sua empresa

SEBRAE CARTÕES DE PAGAMENTO. Como as vendas por cartão de crédito e de débito. podem melhorar os negócios de sua empresa CARTÕES DE PAGAMENTO Como as vendas por cartão de crédito e de débito podem melhorar os negócios de sua empresa O mundo mudou Nos hábitos: de consumo tecnologias formas de pagar Do ponto de vista do consumidor:

Leia mais

Cenário Cesta de Limpeza. Nielsen

Cenário Cesta de Limpeza. Nielsen Cenário Cesta de Limpeza Nielsen INCERTEZAS DA ECONOMIA ABALAM A CONFIANÇA Aumento na taxa de desemprego, redução da renda e inflação impactam o consumo PIB 2015-3,8% PIB 2016E IPCA 2016E -3,3% IPCA 2015

Leia mais

Exceeding expectations Estudo de Natal Consumer Products & Retail

Exceeding expectations Estudo de Natal Consumer Products & Retail Exceeding expectations Estudo de Natal 2016 Consumer Products & Retail Onde obter ideias e conselhos Onde encontra ideias e conselhos sobre as seguintes categorias de presentes? Em, a fonte mais utilizada

Leia mais

Resultados do 1T17 27 de Abril de 2017

Resultados do 1T17 27 de Abril de 2017 Resultados do 27 de Abril de 2017 Transformação Negócio Online Evolução Estratégica do Marketplace 4 mil parceiros, 2 milhões de SKUs selecionados pelo nível de serviço e alinhamento com a nossa visão

Leia mais

Apresentação dos Resultados de de Março de 2011

Apresentação dos Resultados de de Março de 2011 Apresentação dos Resultados de 2010 30 de Março de 2011 Destaques do Período Completamos o IPO em 16/12/2010 com exercício integral do green shoe em 10/01/2011. A oferta totalizou R$ 654 milhões, e a primária

Leia mais

O Desafio Comercial de Gerenciar Sortimento em um Ambiente Competitivo. O Sortimento na Gestão de Compras

O Desafio Comercial de Gerenciar Sortimento em um Ambiente Competitivo. O Sortimento na Gestão de Compras O Desafio Comercial de Gerenciar Sortimento em um Ambiente Competitivo Objetivos Correlacionar as práticas de compras à decisão de sortimento Conhecer ferramentas que auxiliam a área comercial na gestão

Leia mais

produção no Brasil 3. Panorama da formalização nas MPE s 4. Políticas públicas de formalização para o segmento dos micro e pequenos empreendimentos

produção no Brasil 3. Panorama da formalização nas MPE s 4. Políticas públicas de formalização para o segmento dos micro e pequenos empreendimentos Formalização recente em pequenas unidades de 1. Contexto geral 2. Ciclos da formalização produção no Brasil 3. Panorama da formalização nas MPE s 4. Políticas públicas de formalização para o segmento dos

Leia mais

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015 Resultados 1º Trimestre de 2015 8 de Maio de 2015 Receita líquida avança 14,8%, com sólido crescimento orgânico Cnova Receita líquida: +14,8% Vendas mesmas lojas: +4,0% EBITDA (1) : R$ 1,057 bilhão Margem

Leia mais

Cielo Day 2011 RÔMULO DE MELLO DIAS CEO

Cielo Day 2011 RÔMULO DE MELLO DIAS CEO Cielo Day 2011 RÔMULO DE MELLO DIAS CEO CIELO EM RESUMO PRESENÇA EM MAIS DE UMAS DAS A MAIOR ADQUIRENTE E PROCESSADORA DE MEIOS DE PAGAMENTO DO BRASIL E DA AMÉRICA LATINA 98,8% DO TERRITÓRIO BRASILEIRO

Leia mais

Sondagem Comportamento do Consumidor Dia dos Pais Julho de 2017

Sondagem Comportamento do Consumidor Dia dos Pais Julho de 2017 Sondagem Comportamento do Consumidor Dia dos Pais 2017 Julho de 2017 Objetivo, metodologia e amostra o Objetivo: a sondagem tem por objetivo identificar os hábitos de compras dos consumidores para o Dia

Leia mais

Plano de franquia WebMais. Mais rapido, Mais seguro, Mais completo.

Plano de franquia WebMais. Mais rapido, Mais seguro, Mais completo. Plano de franquia WebMais Mais rapido, Mais seguro, Mais completo. Quem somos? A Webmais Sistemas é uma empresa de base nacional, no mercado desde de Novembro de 2005, especializada no desenvolvimento

Leia mais

COMPRAS POR GRUPO DE PRODUTOS

COMPRAS POR GRUPO DE PRODUTOS COMPRAS POR GRUPO DE PRODUTOS Compras Por Grupo de Produtos Escopo do projeto Realizar a divisão de compra de grupo de produtos entre os compradores Alinhamento estratégico Tema: Suprimentos. Objetivo

Leia mais

Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016

Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016 Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016 http://www.istockphoto.com/br/foto/m%c3%a3e-e-duas-filhas-het-embalagem-de-presente-gm506826628-84402067 Área de Estudos Econômicos Expectativa

Leia mais

CONSTRUTORA ESPECIALIZADA NO PLANEJAMENTO E NA REALIZAÇÃO

CONSTRUTORA ESPECIALIZADA NO PLANEJAMENTO E NA REALIZAÇÃO O NEGÓCIO CONSTRUTORA ESPECIALIZADA NO PLANEJAMENTO E NA REALIZAÇÃO DE EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS Fundada em 2010 Base operacional em Caruaru (Agreste de PE) Base de negócios no Recife (Capital) Imóveis

Leia mais