Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro"

Transcrição

1 Um retrato do empreendedor do varejo brasileiro Julho 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Comércio Varejista de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 605 casos, gerando um erro máximo de 3,6% com uma confiança de 95%. Alocação amostral: Pesquisa realizada em todas as capitais com alocação para cada capital proporcional ao tamanho do seu Comércio Varejista. Coleta realizada em cada capital aleatoriamente. A fonte para desenhar o plano amostral foi o total de comércio varejista por município disponibilizado pelo estudo IPC Maps 2011 preparado pela empresa IPC Marketing Editora (sucessora da Target Marketing Editora Ltda. desde janeiro de 2010). 1

2 O Empreendedor do varejo brasileiro PERFIL DO EMPRESÁRIO 2

3 PERFIL DA EMPRESA [quando abriu usou] [existe há] [participa] [fatura até] [forma de recebimento] COMO ADMINISTRA O NEGÓCIO 3

4 OS DESAFIOS DE SER EMPRESÁRIO NO BRASIL [altos] [altos] AS PERCEPÇÕES DO EMPRESÁRIO EM RELAÇÃO AO FUTURO [aumento do] [redução de juros] [vai] 4

5 AS PERCEPÇÕES DO EMPRESÁRIO EM RELAÇÃO AO FUTURO [considera-se] [qualificação vem da] [qualificação vem da] [e do] O Empreendedor do varejo brasileiro em números 5

6 SEXO 69% masculino 31% feminino IDADE 18 a 24 anos 1% 65 anos ou mais 6% sem resposta 20% 25 a 34 anos 33% 40% 50 a 64 anos 35 a 49 anos 6

7 ESCOLARIDADE sem escolaridade primário completo/ incompleto 3% 8% ens. fundamental 5a a 8a completo/ incompleto 39% 46% pós graduação completo/ incompleto 4% ens. médio 1o a 3o ano completo/ incompleto superior completo/ incompleto RENDA FAMILIAR mensal até R$ 600 de R$ 601 a R$ 905 1% de R$ 906 a R$ % 10% de R$ a % de R$ de a % 14% sem rendimentos 11% 30% de R$ a mais de R$ recusou a responder de a

8 Como, por que e quando o empreendedor do varejo brasileiro começou? HÁ QUANTO TEMPO trabalha no varejo? até 1 ano 2% de 1 a 2 anos 2% de 2 a 3 anos 3% de 3 a 5 anos 4% 18% de 5 a 10 anos 35% 36% de 10 a 20 anos acima de 20 anos 8

9 COMO INICIOU o negócio próprio 41% trabalhava em varejo 34% nunca tinha trabalhado no varejo 26% negócio da família JÁ TEVE UM NEGÓCIO ANTES? Ramo de atuação entre os 15% dos empresários que já tiveram um negócio anterior 14% 40% tecidos, vestuário, armarinho e calçado supermercados e produtos alimentícios 13% artigos diversos 10% ferragens, material elétrico e de construção 22% outros 9

10 MOTIVO DE FECHAMENTO DAS EMPRESAS ANTERIORES Apenas para os 15% que já tiveram um negócio anterior. 14% baixo faturamento 13% 12% optou por trocar de mercado falta de tempo para acompanhar o negócio 8% 8% conflito entre sócios baixa perspectiva de sucesso 45% outros falta de capital gestão deficiente do negócio inadimplência mão-de-obra insuficiente incapacidade para atrair clientes O negócio hoje 10

11 HÁ QUANTO TEMPO está no negócio atual? até 1 ano 2% de 1 a 2 anos 2% 5% 5% de 2 a 3 anos de 3 a 5 anos 22% 28% de 5 a 10 anos 35% de 10 a 20 anos acima de 20 anos RAMO DE ATUAÇÃO negócio atual 21% supermercados e produtos alimentícios 17% tecidos, vestuário, armarinho e calçado 13% artigos diversos 11% 11% produtos farmacêuticos, odontológicos e veterinários veículos novos e usados / peças / acessórios 11% 8% outros 6% ferragens, material elétrico e de construção máquinas, eletrodomésticos, móveis e louças 11

12 CAPITAL UTILIZADO para abertura do negócio atual 77% capital próprio 9% empréstimo com família 7% empréstimo com amigos/ terceiros 3% outro 3% empréstimo em banco empréstimo em financeiras NOS PRIMEIROS MESES... negócio atual 9% abriu o negócio e trabalhava em emprego deixou alguém responsável pelo negócio 4% outro 86% cuidou exclusivamente do negócio 12

13 FATURAMENTO BRUTO ANUAL aproximado [R$] 20% 17% 17% 12% 7% de a de a de a % de a % de a % de a % de a acima de % recusou a responder 15% até de a de a FORMA DE RECEBIMENTO DAS VENDAS boleto bancário 8% cartão de débito 5% cheque 4% outros 2% depósito em conta 1% ticket refeição/ alimentação cartão próprio da loja não sabe/ sem resposta 33% dinheiro 45% cartão de crédito 13

14 NÚMERO DE FUNCIONÁRIOS zero 4% 1 6% de 50 a 99 1% de 100 a % 11% de 10 a 19 de 20 a 49 8% de 250 ou mais 1% de 5 a 9 44% de 2 a 4 POSSUI FILIAIS ou FRANQUIAS? [Brasil] 14

15 Como o negócio é administrado? ALGUM PARENTE TRABALHA NO NEGÓCIO? 15

16 PRÁTICAS DE GESTÃO QUE UTILIZA NO NEGÓCIO [respostas múltiplas] 15% 14% 8% outros 51% 48% 31% 28% planejamento estratégico 25% balanço gerencial plano de negócios compatível 22% à realidade do mercado não adota nenhuma prática de gestão indicadores financeiros 5% marketing de relacionamento 45% fluxo de caixa apuração de resultados/ metas controle de caixa do movimento realizado controle de vendas realizadas Novas ferramentas e tecnologias 16

17 QUANTO AO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS como displays interativos, QR code, tablets, pagamento via celular, tecnologia de automação, entre outras? COMO CONHECEU A NOVA TECNOLOGIA? Apenas para os 18% que utilizam novas tecnologias. 22% 22% experiência de outro varejista internet 8% 8% 17% 15% indicação de fornecedores mídia/ propaganda/ publicidade revistas sobre varejo outro indicação de clientes 6% imposição do governo 3% 17

18 TEM LOJA VIRTUAL OU PARTICIPOU DE SITES de compras coletivas? 85% não 7% sim, apenas participei de sites de compras coletivas sim, apenas loja virtual 6% sim, ambos 2% QUAL O PERCENTUAL DO FATURAMENTO as vendas online representam? Apenas para os 8% que possuem. de 5 a 10% 4% de 20 a 30% 4% 9% 18% de 30 a 40% acima de 40% 2% de 10 a 20% 62% até 5% 18

19 USA A INTERNET PARA ESTRATÉGIAS DE MARKETING, comunicação, publicidade, propaganda ou relacionamento com clientes? SE SIM, QUAIS ESTRATÉGIAS USA NA INTERNET? Apenas para os 39% que utilizam a internet. [respostas múltiplas] 5% outros site 3% redes sociais 3% 31% 30% marketing redes sociais/ divulgação de promoções/ ofertas publicidade online 59% 19

20 USA AS REDES SOCIAIS para interagir com clientes? Apenas para os 31% que utilizam estratégia de redes sociais. 54% não 38% sim, empresa possui perfil ativo nas redes sociais 7% sim, empresa possui perfil nas redes sociais, porém inativo Dificuldades e obstáculos 20

21 AS PRINCIPAIS DIFICULDADES para manter o negócio atualmente [respostas múltiplas] 10% crédito/ capital de giro limitados 9% impostos sobre produtos burocracia excessiva 9% custo de mão de obra 5% entrada de importados com menor preço 5% 5% 9% segurança 29% 18% juros altos 16% outros 43% concorrência ser um pequeno empresário 5% falta de mão de obra qualificada 4% inadimplência/ falta de pagamento 4% nenhuma impostos de modo geral O PERCENTUAL DE INADIMPLÊNCIA nos últimos 3 meses 30% 0% 43% de 0,1 a 2,5% 5% 5% 12% de 5,1 a 7,5% de 7,6 a 10% de 10,1 a 12,5% de 12,6 a 15% mais de 15% 3% de 2,6 a 5% 21

22 25/07/2012 PRINCIPAL CAUSA DE INADIMPLÊNCIA 31% compra não planejada 18% crise econômica 13% uso excessivo do crédito 9% comprometimento/ redução de renda 5%desemprego 5% outros 5%desonestidade do consumidor 4% falta de tempo/ esquecimento atraso salário 4% compra para terceiros 3% empréstimos consignados c/ desconto em folha 1% empréstimos 1% doença/ falecimento 1% Planos para

23 PRETENDE INVESTIR NO NEGÓCIO ainda em 2012? 53% 18% SE SIM, QUAL SERÁ O CAPITAL UTILIZADO PARA INVESTIMENTO NO NEGÓCIO? Apenas para os 53% que pretendem investir. 53% capital próprio 25% bancos financeiras 3% outro 18% não sabe, em avaliação 23

24 ÁREAS QUE PRETENDE INVESTIR EM 2012 [respostas múltiplas] Apenas para os 53% que pretendem investir. 6% 33% 29% 26% 25% 22% 20% 18% 17% outro 2% abertura de filiais/ unidades 2% 53% ampliação/ melhoria de instalações aquisição de máquinas e equipamentos divulgação/ marketing formação e ampliação de estoques treinamento de mão de obra investimento no processo de vendas contratação de mão de obra investimento em varejo eletrônico formação de capital de giro desenvolvimento de produtos e processos 15% financiamento de produção PLANEJA UTILIZAR FERRAMENTAS TECNOLÓGICAS no negócio em 2012? Apenas para os 82% que não utilizam novas tecnologias. 24

25 PRETENDE EXPANDIR O NEGÓCIO COM LOJA VIRTUAL ainda em 2012? Apenas para os 92% que não possuem loja virtual. 10% PRETENDE USAR A INTERNET PARA ESTRATÉGIAS DE MARKETING, comunicação e relacionamento com clientes em 2012? Apenas para os 61% que não utilizam a internet como estratégia de marketing. 25

26 POR QUE NÃO PRETENDE USAR A INTERNET para estratégias de marketing, comunicação, publicidade, propaganda, relacionamento com clientes? [respostas múltiplas] 5% 9% outros 25% já utilizou e não gostou sem verba para investir rejeição a computadores/ internet 3% falta de informação 2% indefinição do futuro do negócio 2% restrição pelo produto/ cliente 2% não pensou ainda necessário contratar profissionais 57% não tem utilidade agora Receios, expectativas e futuro 26

27 DIFICULDADES DE SER EMPREENDEDOR DE VAREJO NO BRASIL [respostas múltiplas] outros 3% inadimplência nada crise econômica 24% 47% 40% juros altos 28% 14% desemprego falta de regulamentação 12% de cartões de crédito 8% 7% escassez de crédito mudanças no governo endividamento das famílias carga tributária falta de mão de obra qualificada EXPECTATIVA EM RELAÇÃO À INADIMPLÊNCIA NA SUA EMPRESA 57% permanecerá igual 34% diminuirá 10% aumentará 27

28 POR QUE ACREDITA QUE A INADIMPLÊNCIA VAI DIMINUIR? Apenas para os 34% que acreditam na queda da inadimplência. [respostas múltiplas] 11% diminuição compra não 19% planejada 18% redução da taxa de juros diminuição do desemprego aumento da renda 10% 10% outros diminuição da inflação 7% seleção dos consumidores 7% aumento da garantia de 30% recebimento preferência dos consumidores por cartões 2% POR QUE ACREDITA QUE A INADIMPLÊNCIA VAI AUMENTAR? Apenas para os 10% que acreditam no aumento da inadimplência. [respostas múltiplas] 27% outros 25% 25% aumento compra não planejada aumento da inflação 13% 12% redução da renda aumento do desemprego crise financeira 8% redução da taxa de juros 8% 28

29 NÍVEL DE CONHECIMENTO SOBRE A REDUÇÃO da taxa de juros 56% parcial, ouviu falar e acompanhou um pouco 32% conhecimento total 12% nenhum, não está sabendo de nada O IMPACTO DA REDUÇÃO DOS JUROS no mercado de varejo 15% outro 3% nada elevação de indicadores de endividamento e comprometimento de renda do 15% consumidor 13% aumento da inadimplência aumento de vendas, com aumento de concessão de crédito para o consumidor 55% 29

30 O EMPREENDEDOR SE CONSIDERA qualificado para o futuro do varejo? 37% mal qualificado 16% 48% não sabe avaliar se considera bem qualificado Obrigado! 30

RETRATO DO EMPREENDEDOR DO VAREJO

RETRATO DO EMPREENDEDOR DO VAREJO RETRATO DO EMPREENDEDOR DO VAREJO Estudo encomendado pelo SPC Brasil e realizado pela Universiade Federal de Minas Gerais (UFMG) O estudo levou em conta dados coletados em junho de 2012 junto a comerciantes

Leia mais

Expectativa de Vendas 2 Sem/2016

Expectativa de Vendas 2 Sem/2016 Observar e entender como foram as vendas no início do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento para o 2 semestre, que terá três datas comemorativas importantes, o Dia dos Pais, o Dia das Crianças

Leia mais

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016

Expectativa de Vendas 1 Sem/2016 Observar e entender como foram às vendas no segundo semestre do ano são fundamentais para auxiliar no planejamento o próximo semestre, que contempla uma das mais importantes datas comemorativas para o

Leia mais

METODOLOGIA Plano amostral

METODOLOGIA Plano amostral METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 646 casos, gerando um erro máximo de 3,9% com uma confiança de 95%. Alocação amostral:

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16

Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16 Indicador de Demanda por Crédito e Investimento do Micro e Pequeno Empresário Março/16 SPC Brasil e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) INDICADOR DE DEMANDA POR CRÉDITO O indicador de Demanda

Leia mais

Mercado Informal. (varejistas) Junho 2013

Mercado Informal. (varejistas) Junho 2013 Mercado Informal (varejistas) Junho 2013 Nos últimos 4 anos, 3 milhões de profissionais autônomos saíram da informalidade. Fonte: IBGE matéria veiculada dia 10/05/2013 no programa Bom Dia Brasil Contudo,

Leia mais

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO

GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 04/04/1963 - Distância da capital: 320 km - Área: 1.129 Km 2 - Localização Mesorregião: Oeste Potiguar Microrregião: Chapada do Apodi - População: 12.374 (IBGE/2007)

Leia mais

Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016

Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016 Expectativas do Comércio Varejista Dia das Crianças 2016 http://www.istockphoto.com/br/foto/m%c3%a3e-e-duas-filhas-het-embalagem-de-presente-gm506826628-84402067 Área de Estudos Econômicos Expectativa

Leia mais

Promoções para alavancar as vendas de Natal

Promoções para alavancar as vendas de Natal Promoções para alavancar as vendas de Natal OBJETIVOS DO ESTUDO Compreender a opinião dos micro e pequenos empresários no que diz respeito à intenção de oferecer promoções em seu negócio para alavancar

Leia mais

PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DE FORTALEZA (CE) - ABRIL

PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DE FORTALEZA (CE) - ABRIL PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DE FORTALEZA (CE) - ABRIL 2015 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico Roberto Guerra, Coordenador de campo SUMÁRIO 1. Resultados Sintéticos

Leia mais

Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae)

Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae) Marco Aurélio Bedê (Sebrae) Rafael de Farias Moreira (Sebrae) Fonte das informações desta apresentação: PESQUISAS Bancarização das MPE, (nov/15) 6.005 entrevistas Financiamento dos Pequenos Negócios no

Leia mais

PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL (NE) - SETEMBRO

PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL (NE) - SETEMBRO PERFIL DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR DA REGIÃO NORDESTE DO BRASIL (NE) - SETEMBRO 2012 - ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE - ETENE Superintendente: José Narciso Sobrinho Ambiente de

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista Natal 2016 Expectativa de vendas O Natal é a melhor data de vendas para o comércio varejista. É período de confraternizações, mundialmente

Leia mais

Datas Comemorativas Dia das Crianças (consumidores) Outubro 2012

Datas Comemorativas Dia das Crianças (consumidores) Outubro 2012 Datas Comemorativas Dia das Crianças (consumidores) Outubro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 919 casos, gerando um

Leia mais

SEBRAE CARTÕES DE PAGAMENTO. Como as vendas por cartão de crédito e de débito. podem melhorar os negócios de sua empresa

SEBRAE CARTÕES DE PAGAMENTO. Como as vendas por cartão de crédito e de débito. podem melhorar os negócios de sua empresa CARTÕES DE PAGAMENTO Como as vendas por cartão de crédito e de débito podem melhorar os negócios de sua empresa O mundo mudou Nos hábitos: de consumo tecnologias formas de pagar Do ponto de vista do consumidor:

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Vendas no 1º semestre e expectativa para o 2º

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Vendas no 1º semestre e expectativa para o 2º 76,1% das empresas de Belo Horizonte possuem até 9 pessoas em seu quadro de funcionários, o que caracteriza microempresas. Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Observar e entender como foram às vendas

Leia mais

COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017

COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017 Divisão Econômica COMÉRCIO REDUZ INTENÇÃO DE INVESTIMENTOS EM ESTOQUES EM JANEIRO DE 2017 Parcela significativa dos varejistas de produtos semiduráveis (25%) e pequenos comerciantes (29,8%) consideram

Leia mais

A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor

A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor A crise econômica sob a ótica do jovem empreendedor Otimismo e autoconfiança são marcas do jovem empreendedor no Brasil. Percepção da crise é menor quando empresários olham para o próprio negócio A pesquisa

Leia mais

Relatório Resultado de vendas Páscoa

Relatório Resultado de vendas Páscoa Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório Resultado de vendas Páscoa Panorama do movimento na economia durante a Páscoa 2010 Divisão de Planejamento Núcleo de Pesquisa FECOMÉRCIO SC PESQUISA

Leia mais

PESQUISA COM EMPRESÁRIOS

PESQUISA COM EMPRESÁRIOS PESQUISA COM EMPRESÁRIOS OBJETIVO DA PESQUISA AVALIAR A EXPECTATIVA DE VENDAS DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA DE BELO HORIZONTE PARA O NATAL DE 2015 INFORMAÇÕES METODOLÓGICAS Coleta de dados de 26/10

Leia mais

PESQUISA EXPECTATIVA DE VENDAS DIA DOS PAIS 2013

PESQUISA EXPECTATIVA DE VENDAS DIA DOS PAIS 2013 PESQUISA EXPECTATIVA DE VENDAS DIA DOS PAIS 2013 Pesquisa realizada junto às empresas associadas, do comércio varejista, com o objetivo de conhecer as expectativas dos empresários em relação ao Dia dos

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais Índice de Confiança do Consumidor de Belo Horizonte - ICC Outubro de 2016 Desenvolvido pela Fundação IPEAD, o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) de Belo Horizonte é o único indicador, calculado mensalmente,

Leia mais

SENSUS. Pesquisa & Consultoria

SENSUS. Pesquisa & Consultoria Perfil do Empresário, do Administrativo e do Trabalhador da Construção Civil 04 de Abril a 30 de Maio de 2011 Dados Técnicos Pesquisa Perfil do Empresário, do Administrativo e do Trabalhador da Construção

Leia mais

Perfil do Microempreendedor Individual Sebrae Goiás

Perfil do Microempreendedor Individual Sebrae Goiás Perfil do Microempreendedor Individual 2015 Sebrae Goiás Metodologia Entrevistas por telefone com 9.657 Microempreendedores Individuais no Brasil; 384 Microempreendedores Individuais em Goiás; Entrevistas

Leia mais

Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário

Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário Sondagem: Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário - 2012 ApresentAção A sondagem Expectativas Econômicas do Transportador Rodoviário 2012 apresenta a visão do empresário do transporte rodoviário

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Abril de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar abr/15 61,6% 19,7%

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO DO COMÉRCIO VAREJISTA: INOVAÇÃO

PESQUISA DE OPINIÃO DO COMÉRCIO VAREJISTA: INOVAÇÃO PESQUISA DE OPINIÃO DO COMÉRCIO VAREJISTA: INOVAÇÃO Inovação Em um ambiente altamente competitivo como o setor do comércio, o diferencial de um estabelecimento pode garantir aos negócios sobrevivência

Leia mais

OLHO D' AGUA DOS BORGES

OLHO D' AGUA DOS BORGES 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 31/10/1938 - Distância da capital: 321 km - Área: 141 Km 2 - Localização Mesorregião: Oeste Potiguar Microrregião: Umarizal - População: 4.442 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Resultados de 2016 e Perspectivas para Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 24 de Janeiro de 2017

Coletiva de Imprensa. Resultados de 2016 e Perspectivas para Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 24 de Janeiro de 2017 Coletiva de Imprensa Resultados de 2016 e Perspectivas para 2017 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo, 24 de Janeiro de 2017 Índice 1. Conjuntura Econômica 2. Construção Civil 3. Financiamento

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Setembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Setembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Setembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar set/15 63,5% 23,1%

Leia mais

pesquisa os pequenos negócios E o Black Friday Legal resultados

pesquisa os pequenos negócios E o Black Friday Legal resultados pesquisa os pequenos negócios E o Black Friday Legal Black Friday é uma importante data para o varejo online. qual a participação dos pequenos negócios na Black Friday 2015? Pesquisa Black Friday legal

Leia mais

Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos

Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos Pesquisa Expectativa dos Pequenos Negócios Gaúchos Planejamento e Orçamento 2º trimestre/2013 Julho 2013 Objetivo Aferir, por meio de um índice, as expectativas dos empresários das empresas de micro e

Leia mais

O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016

O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016 O perfil do endividamento das famílias brasileiras em 2016 A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor mostra que em 2016 houve redução de 3,9% no número médio de famílias com dívidas, com

Leia mais

PESQUISA SOBRE A COMPRA E VENDA NO DIA DOS PAIS JUNTO AO COMÉRCIO CURITIBANO Agosto/2016

PESQUISA SOBRE A COMPRA E VENDA NO DIA DOS PAIS JUNTO AO COMÉRCIO CURITIBANO Agosto/2016 PESQUISA SOBRE A COMPRA E VENDA NO DIA DOS PAIS JUNTO AO COMÉRCIO CURITIBANO 2016 Agosto/2016 Introdução Objetivo Geral O estudo tem como objetivo geral avaliar o desempenho das vendas e compras no Dia

Leia mais

APÊNDICE A CARO (A) EMPRESÁRIO (A):

APÊNDICE A CARO (A) EMPRESÁRIO (A): APÊNDICE A CARO (A) EMPRESÁRIO (A): ESTA ENTREVISTA FAZ PARTE DE UMA PESQUISA (DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL) ACADÊMICA DESENVOLVIDA NA DISCIPLINA DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MINISTRADA PELO PROFESSOR ROBERTO

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

Economia brasileira: situação atual e desafios ao crescimento da indústria

Economia brasileira: situação atual e desafios ao crescimento da indústria Rede Setorial da Indústria Os desafios setoriais à competitividade da indústria brasileira Economia brasileira: situação atual e desafios ao crescimento da indústria São Paulo, 10 de setembro de 2013 ROTEIRO

Leia mais

PESQUISA. Expectativa do comércio do varejo de Rio Branco/Ac, no natal Realização: 30/11 a 02/12/2011

PESQUISA. Expectativa do comércio do varejo de Rio Branco/Ac, no natal Realização: 30/11 a 02/12/2011 PESQUISA Expectativa do comércio do varejo de Rio Branco/Ac, no natal 2011 Realização: 30/11 a 02/12/2011 Rio Branco/AC, 09 de dezembro de 2011 APRESENTAÇÃO Como parte da programação operacional da Fecomercio/Ac,

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Contratação de Temporários

Área de Estudos Econômicos. Contratação de Temporários Área de Estudos Econômicos Contratação de Temporários - 2016 Contratação de temporários para o fim de ano O fim de ano aquece o comércio varejista. É período de confraternizações e ainda abrange a melhor

Leia mais

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Diretoria Adjunta de Análise e Disseminação de Informações Gerência de Indicadores Econômicos Em fevereiro de 2016, no acumulado de 12 meses,

Leia mais

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS A pesquisa foi realizada no período de 28 a 31 de março de, com uma amostra de 600 questionários. Utilizou-se o dimensionamento da pesquisa probabilística com p=0,50 e q=0,50, confiabilidade 95%, margem

Leia mais

INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES

INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE CAA NÚCLEO DE TECNOLOGIA ENGENHARIA CIVIL AULA 01 INTRODUÇÃO À ECONOMIA DOS TRANSPORTES Prof. Leonardo Herszon Meira, DSc DEFINIÇÕES

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS DIA DAS MÃES Maio 2016 INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES Pessoa presenteada: 71,6% A própria mãe 25,7% Esposa 17,8% Sogra 54,2% Pretendem comprar somente um presente

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Financiamento Imobiliário 1º Semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente

Coletiva de Imprensa. Financiamento Imobiliário 1º Semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente Coletiva de Imprensa Financiamento Imobiliário 1º Semestre de 2016 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo 26 de Julho de 2016 Índice 1 2 3 4 5 6 Conjuntura Construção Civil Financiamento Imobiliário

Leia mais

ESPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL

ESPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL ESPECTATIVAS PARA AS COMPRAS DE NATAL Andressa Malagutti Assis Com a proximidade do Natal, a economia é aquecida pelo aumento da produção para atender à demanda que nessa época do ano é sempre maior que

Leia mais

LUCRATIVIDADE : CRESCER, SOBREVIVER OU MORRER

LUCRATIVIDADE : CRESCER, SOBREVIVER OU MORRER LUCRATIVIDADE : CRESCER, SOBREVIVER OU MORRER SALVADOR SERRATO salvadors@sebraesp.com.br O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Orientar na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de

Leia mais

TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016

TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016 TERMÔMETRO DE VENDAS Março/2016 Elaborado: Economia - Pesquisa & Mercado Equipe Técnica: Economista Ana Pala Bastos Estatística - Sarah Ribeiro Analista André Fernandes Técnico em Pesquisa - Amanda Santos

Leia mais

Usos do nome de terceiros. Abril de 2016

Usos do nome de terceiros. Abril de 2016 Usos do nome de terceiros Abril de 2016 OBJETIVOS DO ESTUDO Mapear o perfil e investigar o comportamento relacionado ao pedido de empréstimo de nome de terceiros para fazer compras parceladas. METODOLOGIA

Leia mais

A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS

A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS A CRISE ECONÔMICA NA VISÃO DOS EMPRESÁRIOS Abril 2016 9 em cada 10 empresários acreditam que a crise tem afetado seus negócios O país vem enfrentando, desde o ano passado, uma crise econômica de grandes

Leia mais

Relatório de Resultado de vendas de Natal 2010

Relatório de Resultado de vendas de Natal 2010 Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório de Resultado de vendas de Natal 2010 Resultado das vendas referente ao Natal 2010 no município de Lages. Divisão de Planejamento Núcleo de Pesquisas

Leia mais

CAIÇARA DO RIO DO VENTO

CAIÇARA DO RIO DO VENTO 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 19/01/1963 - Distância da capital: 95 km - Área: 261 Km 2 - Localização Mesorregião: Central Potiguar Microrregião: Angicos - População: 3.064 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

3. CNAE E FATURAMENTO: 3.1. CNAE Principal (Código e Descrição da Atividade Econômica Principal, conforme CNPJ):

3. CNAE E FATURAMENTO: 3.1. CNAE Principal (Código e Descrição da Atividade Econômica Principal, conforme CNPJ): BNDES/GOIÁSFOMENTO CARTA-CONSULTA 1. RESUMO DA OPERAÇÃO PROPOSTA: 1.1. Sobre a Empresa 1.1.1. Empresa/Proponente: 1.1.2. Objetivo Social: 1.1.3. Localização do Empreendimento Proposto (município): 1.2.

Leia mais

O SETOR DE PRÉ-FABRICADOS

O SETOR DE PRÉ-FABRICADOS O SETOR DE PRÉ-FABRICADOS Sumário BALANÇO DE 2016 SONDAGEM DE EXPECTATIVAS DA INDÚSTRIA DE PRÉ-FABRICADOS DE CONCRETO PERSPECTIVAS 2 Como começamos 2016 BALANÇO 2016 Inflação de preços livres se manteve

Leia mais

Dia dos Pais Expectativa de Vendas do Comércio Varejista do Distrito Federal

Dia dos Pais Expectativa de Vendas do Comércio Varejista do Distrito Federal Dia dos Pais 2013 Expectativa de Vendas do Comércio Varejista do Distrito Federal Brasília Julho de 2013 SUMÁRIO Expediente... 3 1.Apresentação... 4 2. Expectativa de Vendas... 5 3. Variação nos Estoques...

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa de Intenção de Consumo no Dia dos Pais/2016

Relatório sobre a Pesquisa de Intenção de Consumo no Dia dos Pais/2016 FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE ALAGOAS INSTITUTO FECOMÉRCIO DE ESTUDOS, PESQUISAS E DESENVOLVIMENTO DE ALAGOAS Relatório sobre a Pesquisa de Intenção de Consumo no Dia dos Pais/2016 IFEPD/AL Maceió, agosto de

Leia mais

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Dezembro de 2016

CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro. Dezembro de 2016 CNC - Divisão Econômica Rio de Janeiro Dezembro de 2016 Peic Síntese dos Resultados Síntese dos Resultados Total de Endividados Dívidas ou Contas em Atraso Não Terão Condições de Pagar dez/15 61,1% 23,2%

Leia mais

Haroldo Rodrigues Diretor de Compras 03 de Julho de 2013

Haroldo Rodrigues Diretor de Compras 03 de Julho de 2013 Haroldo Rodrigues Diretor de Compras 03 de Julho de 2013 ÍNDICE 1 1.1 1.2 1.3 1.4 VAREJISTA DE MODA LOJA DE DEPARTAMENTOS FULL LINE 1987 a1999 2001 a 2005 2010 a 2012 2 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 MODELO ESPECIALIZADO

Leia mais

Análise do Comércio Varejista Materiais de Construção 2 Sem/2016

Análise do Comércio Varejista Materiais de Construção 2 Sem/2016 Análise do Comércio Varejista Materiais de Construção 2 Sem/2016 O Sindicato do Comércio Varejista de Materiais de Construção, Tintas, Ferragens e Maquinismos - Sindimaco, em parceria com a área de Estudos

Leia mais

Projeto Na Medida MICROEMPRESA. Palestra de sensibilização Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS. Competências Gerais. Modalidade. Formato.

Projeto Na Medida MICROEMPRESA. Palestra de sensibilização Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS. Competências Gerais. Modalidade. Formato. Projeto Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS Palestra de sensibilização Na Medida Compreender a relevância do papel dos micro e pequenos empresários na economia brasileira e a necessidade da adoção das melhores

Leia mais

Relatório sobre a Pesquisa de Intenção de Compra no Natal/2015

Relatório sobre a Pesquisa de Intenção de Compra no Natal/2015 FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DE ALAGOAS INSTITUTO FECOMÉRCIO DE ESTUDOS, PESQUISAS E DESENVOLVIMENTO DE ALAGOAS Relatório sobre a Pesquisa de Intenção de Compra no Natal/2015 IFEPD/AL Maceió, dezembro de 2015

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Maio de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE DO

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA SEJAM BEM VINDAS!

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA SEJAM BEM VINDAS! Treinamento on line ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA SEJAM BEM VINDAS! Janaina Lima DIRETORA F. Executiva Sucesso Gestão Gestão Financeira do Seu Negócio Mary Kay A parte mais importante do planejamento financeiro

Leia mais

Pessoa Jurídica - Tamanho

Pessoa Jurídica - Tamanho Pessoa Jurídica - Tamanho 0MEI Microempreendedor individual; 0Microempresa; 0Empresa de Pequeno Porte; MEI Microempreendedor individual 0Foi criado visando a legalização de atividades informais por partes

Leia mais

COMENTÁRIOS comércio varejista comércio varejista ampliado

COMENTÁRIOS comércio varejista comércio varejista ampliado COMENTÁRIOS Em junho de 2015, o comércio varejista nacional registrou variação de -0,4% no volume de vendas frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais, quinta taxa negativa

Leia mais

São Paulo, 2014 F R A N Q U I A S

São Paulo, 2014 F R A N Q U I A S São Paulo, 2014 F R A N Q U I A S A Empresa o A BUW é uma marca exclusiva para a mulher execu4va moderna, com proposta de elegância, moda e qualidade. o Tem como essência reunir o melhor da matéria- prima

Leia mais

Análise de Endividamento do Consumidor Junho

Análise de Endividamento do Consumidor Junho Análise de Endividamento do Consumidor A Análise de Endividamento do Consumidor traça o quadro de endividamento e inadimplência dos consumidores da capital. Essas informações são importantes, pois englobam

Leia mais

CONSUMO NA INTERNET Produtos Eróticos

CONSUMO NA INTERNET Produtos Eróticos CONSUMO NA INTERNET Produtos Eróticos Janeiro de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Traçar o perfil dos consumidores virtuais; Mapear os principais produtos e serviços comprados virtualmente considerando:

Leia mais

introdução ao marketing - gestão do design

introdução ao marketing - gestão do design introdução ao marketing - gestão do design Universidade Presbiteriana Mackenzie curso desenho industrial 3 pp e pv profa. dra. teresa riccetti Fevereiro 2009 A gestão de design, o management design, é

Leia mais

Perfil do Empreendedor

Perfil do Empreendedor 2015/2016 Perfil do Empreendedor de Caxias do Sul Descrição da pesquisa O empreendedorismo é um tema bastante presente no cotidiano político e econômico do país. Você pode ser um empreendedor corporativo

Leia mais

A Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) nas MPE Brasileiras

A Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) nas MPE Brasileiras 1 Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br A Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) nas MPE Brasileiras Novembro 2015 Objetivo: avaliar o nível de utilização de TIC nas

Leia mais

PEDRA PRETA 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS

PEDRA PRETA 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 19/01/1963 - Distância da capital: 149 km - Área: 295 Km 2 - Localização Mesorregião: Central Potiguar Microrregião: Angicos - População: 2.659 (IBGE/2007) - Número

Leia mais

INSTITUTO DE PESQUISA MAURÍCIO DE NASSAU

INSTITUTO DE PESQUISA MAURÍCIO DE NASSAU INSTITUTO DE PESQUISA MAURÍCIO DE NASSAU PESQUISA MENSAL DE EXPECTATIVA DE CONSUMO: ÍNDICE DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR RECIFENSE IEC- IPMN RECIFE JANEIRO DE 2011 ÍNDICE DE ENDIVIDAMENTO DO CONSUMIDOR

Leia mais

CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO

CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO (0-200) CHEGADA DO NATAL MARCA INTERRUPÇÃO DA SEQUÊNCIA DE ALTAS NA CONFIANÇA DO COMÉRCIO O de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) atingiu 99,1 pontos em dezembro, ante os 98,9 pontos observados

Leia mais

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Foco da Palestra Orientar e esclarecer os conceitos de Lucratividade e a importância para existência e sucesso das empresas. Proporcionar aos participantes

Leia mais

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE MÓVEIS TUBULARES EM IGUATU 1

ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE MÓVEIS TUBULARES EM IGUATU 1 ARRANJO PRODUTIVO LOCAL DE MÓVEIS TUBULARES EM IGUATU 1 1. Localização (discriminação): Município de Iguatu. 2. Natureza da Atividade: Móveis Tubulares. 3. Idade do Arranjo A empresa pioneira está no mercado

Leia mais

Contabilidade CRISE. Planejamento Financeiro 25/08/2016. Escreve, oficializa É a ciência que registra os

Contabilidade CRISE. Planejamento Financeiro 25/08/2016. Escreve, oficializa É a ciência que registra os CRISE Contabilidade Escreve, oficializa É a ciência que registra os Possuem denominador financeiro comum acontecimentos verificados no patrimônio de uma entidade Conjunto de bens direitos e obrigações

Leia mais

Antecipar o Problema

Antecipar o Problema INDICADORES Antecipar o Problema Mudar o Comportamento Informação Fidedigna Entendimento do Resultado Manter a Rotina de Controle Vendas da Farmácia Ticket Médio Lucro Despesas fixas Mercado Ticket Médio

Leia mais

Universidade Salgado de Oliveira Comissão Própria de Avaliação

Universidade Salgado de Oliveira Comissão Própria de Avaliação Maio de 2016 Universidade Salgado de Oliveira Comissão Própria de Avaliação 1. Introdução Através deste relatório a CPA apresenta os resultados da Pesquisa sobre os Aspectos Socioeconômicos e Culturais

Leia mais

Monitorando agentes na inclusão financeira Pesquisadora do Centro de Microfinanças FGV Professora USP - EACH

Monitorando agentes na inclusão financeira Pesquisadora do Centro de Microfinanças FGV Professora USP - EACH Monitorando agentes na inclusão financeira tchristo@usp.br Pesquisadora do Centro de Microfinanças FGV Professora USP - EACH Agenda Modelos de agentes que viabilizam a inclusão financeira e questões relativas

Leia mais

Relatório de Resultado de vendas do Natal 2012

Relatório de Resultado de vendas do Natal 2012 Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório de Resultado de vendas do Natal 2012 O perfil do empresário e resultado de vendas para o período de Natal em Santa Catarina. Conteúdo Introdução...

Leia mais

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) BLUMENAU FECOMÉRCIO SC SUMÁRIO Endividamento em Blumenau 7 Considerações

Leia mais

Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total Patrimônio Líquido Depósitos Totais Nº de Agências

Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total Patrimônio Líquido Depósitos Totais Nº de Agências Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total 10º 11º 11º 11º 11º Patrimônio Líquido 12º 11º 12º 11º 11º Depósitos Totais 8º 8º 8º 8º 7º Nº de Agências 7º 7º 7º 7º 7º Fonte: Banco

Leia mais

O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA

O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA O CONCEITO DO ENDIVIDAMENTO E AS CONSEQUÊNCIAS DA INADIMPLÊNCIA Fevereiro 2016 INTRODUÇÃO 79,0% dos brasileiros têm concepção equivocada sobre o que é estar endividado 20,2% Compreende o significado real

Leia mais

15.1.Os principais instrumentos de política monetária são:

15.1.Os principais instrumentos de política monetária são: Módulo 15 Política Monetária O conjunto de atos do BACEN para controlar a quantidade de dinheiro e a taxa de juros e, em geral, as condições de crédito constitui a política monetária de um determinado

Leia mais

20 anos publicidade propaganda design produção de imagem CRIATIVA RÁPIDA

20 anos publicidade propaganda design produção de imagem CRIATIVA RÁPIDA PUBLICIDADE CAMPINAS Atuando há mais de 20 anos no Mercado de Campinas e Região e oferecendo soluções em publicidade, propaganda, design (criação de sites) e produção de imagem (arte gráfica). Nossas soluções

Leia mais

Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia

Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia Brasil e SP fecharam postos de trabalho em todos os setores da economia Os dados de março de 2016 do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) reafirmam a desaceleração do mercado de trabalho.

Leia mais

CONSUMO DE COMIDA DELIVERY PELA INTERNET

CONSUMO DE COMIDA DELIVERY PELA INTERNET CONSUMO DE COMIDA DELIVERY PELA INTERNET Janeiro de 2015 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Traçar o perfil dos consumidores virtuais; Mapear os principais produtos e serviços comprados virtualmente considerando:

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE JANEIRO DE 2013 PONTA GROSSA Este relatório, referente ao mês de JANEIRO de 2013, da Pesquisa Conjuntural

Leia mais

Copyright Cielo Todos os direitos reservados

Copyright Cielo Todos os direitos reservados CIELO DAY EVOLUÇÃO DA INDÚSTRIA DE CARTÕES NO PAÍS E DESAFIOS CEO Rômulo de Mello Dias Crescimento (% yoy) 23,2% 25,2% 19,6% 23,8% 23,4% 18,1% 17,9% Volume capturado (R$ bilhões) MERCADO BRASILEIRO DE

Leia mais

PREVISÃO PESQUISA PONTUAL DIA DAS MÃES 2012 REALIZAÇÃO

PREVISÃO PESQUISA PONTUAL DIA DAS MÃES 2012 REALIZAÇÃO PESQUISA PONTUAL DIA DAS MÃES 2012 PREVISÃO REALIZAÇÃO Dúvidas ou informações complementares: 1 A DATA: o Historicamente, considerada pelos lojistas como a segunda data comemorativa que mais movimenta

Leia mais

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014

Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014 Audiência Pública Câmara dos Deputados Comissão de Fiscalização Financeira e Controle 20/05/2014 Sobre a Abecs e seu papel Criada em 1971 para representar o setor de meios eletrônicos de pagamento junto

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina PEIC. Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor Núcleo de Estudos Estratégicos Fecomércio SC Novembro de 2016 SUMÁRIO ANÁLISE

Leia mais

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC

Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC 21 de fevereiro de 2013 Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor - PEIC A PEIC é uma pesquisa realizada pela CNC e divulgada regionalmente pela Fecomércio-RS. Apesar de, muitas vezes, ser

Leia mais

E-commerce. Consumidores de Belo Horizonte. Área de Estudos Econômicos. Novembro

E-commerce. Consumidores de Belo Horizonte. Área de Estudos Econômicos. Novembro E-commerce Consumidores de Belo Horizonte Novembro - 2016 Área de Estudos Econômicos E-commerce O comércio eletrônico (e-commerce) é a compra e venda de mercadorias ou serviços por meio da Internet, onde

Leia mais

Santa Casa Fundada. Inaugurada em 1826

Santa Casa Fundada. Inaugurada em 1826 Santa Casa Fundada em 1803 Inaugurada em 1826 PERFIL Organização Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre Instituição de direito privado, filantrópica, de ensino e assistência social, reconhecida

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ O número de empregos formais no estado alcançou 1,552 milhão em dezembro de 2014, representando

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO ANO VI POPULAÇÃO E COMÉRCIO

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO ANO VI POPULAÇÃO E COMÉRCIO MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO ANO VI POPULAÇÃO E COMÉRCIO 2013 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO O objetivo principal deste estudo é investigar a utilização dos Meios Eletrônicos de pagamento e as percepções

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA O número de empregos formais no estado alcançou 2,274 milhões em dezembro de 2014, representando

Leia mais

Pesquisa de. Temporários ASSESSORIA ECONÔMICA

Pesquisa de. Temporários ASSESSORIA ECONÔMICA ASSESSORIA ECONÔMICA Pesquisa de Temporários 2013 Pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisa - IFEP Relatório elaborado pela Assessoria Econômica Fecomércio-RS PESQUISA TEMPORÁRIOS 2013

Leia mais