DESEMPENHO PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESEMPENHO PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 2013"

Transcrição

1 DESEMPENHO PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 2013

2 Estrutura Empresarial Total: empresas atendidas em projetos 24 UF

3 Balanço Geral Faturamento 8,7% Tíquete Médio 9,5% Número de Funcionários 2,0% Fluxo de Clientes -1,0% Fonte: ITPC / ABIP 2014

4 Faturamento 2007 a ,3% 11% 12,6% 13,7% R$ 76,40 bi 11,9% 11,6% R$ 70,29 bi R$ 62,99 bi R$ 56,3 bi R$ 49,52 bi R$ 43,48 bi R$ 39,61 bi 8,7% Faturamento em bilhões R$ Crescimento em % Fonte: ITPC / ABIP 2014

5 Tíquete médio, clientes e funcionários 2007 a ,9% 10 9,1% 9,2% 9,6% 9,5% 8 9% 9,4% Número de funcionários 6 4,6% 4,6% Fluxo de clientes 4 4,1% 4,1% 3,4% 2,8% 2,9% Tíquete médio 2 1,7% 1,7% 2,8% 2,3% 1,8% 2% % Fonte: ITPC / ABIP 2014

6 Volume de faturamento por departamento 45 42, Vendas em bilhões R$ Compras em bilhões R$ ,98 7,41 6,34 5,04 4,43 3,29 5,04 4,74 2,14 2,06 1,68 3,44 1,15 1,52 1,3 0,993 2,44 2,37 1,38 Produção Própria Bebidas Mercearia Laticínios Frios Leite Congelados Bomboniere Cigarros Sorvetes Fonte: ITPC / ABIP 2014

7 Participação da produção própria no faturamento ,5% 55% R$ 42,02 bi 56% 54% R$ % 30 51% R$ 39,2 bi 52% % 47,99% 49% 49,02% R$ 32,12 bi R$ 24,26 bi R$ 27,60 bi 50% 48% 10 5 R$ 21,11 bi R$ 19,01 bi 46% % Fonte: ITPC / ABIP 2014

8 Panificação x Outros setores ,92% 8,7% 8,5% 8,1% 8% Supermercados Panificação e Confeitaria Varejo Grupo Pão de Açúcar Foodservice (estimado) Fontes: ABIP; Abras; IBGE; ITPC; GPA; Nutrinews

9 Resumo geral a Faturamento (%) 13,25% 11,04% 12,61% 13,7% 11,88% 11,6% 8,7% Faturamento (R$) R$ 39,61 bilhões R$ 43,98 bilhões R$ 49,52 bilhões R$ 56,3 bilhões R$ 62,99 bilhões R$ 70,29 bilhões R$ bilhões Tíquete médio 9,1% 9,17% 8,97% 10,9% 9,6% 9,4% 9,5% Fluxo de clientes 4,13% 1,71% 1,7% 2,80% 2,3% 1,8% -1% Nº de funcionários 4,13% 4,61% 4,6% 3,40% 2,8% 2,9% 2% Fonte: ITPC / ABIP 2014

10 Classificação das empresas De 24 a 34: 11,6% Acima de 35: 4,6% Até 7: 8% De 17 a 23: 24,6% De 8 a 12: 21,6% De 13 a 16: 28,6% Até 7 De 8 a 12 De 13 a 16 De 17 a 23 De 24 a 34 Acima de 35 Fonte: ITPC / ABIP 2014

11 Impacto dos Grandes Custos Na composição dos custos operacionais nas padarias e confeitarias, excetuando-se os custos variáveis, como farinha de trigo, por exemplo, os grandes custos que impactam são: Gastos com pessoal: 42% Impostos: 15% Energia: 11% Embalagens: 7% Outros: 25% O setor passa por um momento de formalização de várias empresas e isso trouxe maior impacto dos impostos sobre o faturamento.

12 Impacto dos Custos Entre 2010 e 2013: Faturamento das empresas de Panificação e Confeitaria cresceu 35% Custos aumentaram 37% Gastos com pessoal subiram 32% Desembolso com impostos aumentou mais de 50% Gastos com energia cresceram 3,7% Gastos com embalagem foram 3,5% maiores De 2012 a 2013, o custo total aumentou, em média, 8% no setor Farinha de trigo Custos com farinha tiveram aumento médio de 22% A farinha representa 40% do custo dos produtos panificados e impactou em 9% nos reajustes de preço realizados em 2013

13 Rentabilidade média das empresas de Panificação e Confeitaria A rentabilidade média das padarias e confeitarias caiu de 12%, em 2010 para 8% em 2013 queda de 33%.

14 Empregos gerados O setor representa cerca de 820 mil empregos diretos e 1,85 milhão de forma indireta. Houve aumento de 2% no número de postos de trabalhos gerados em 2013, o que representa 18 mil funcionários contratados pelas padarias. Produtividade A produtividade no setor caiu em O faturamento por funcionário aumentou apenas 9,4% entre 2010 e 2013 O salário médio cresceu em media 26% no mesmo período. Segundo pesquisa realizada pelo Dataconsumer em Belo Horizonte/MG, 52% dos clientes que frequentam padarias têm um grau de exigência muito elevado sobre os panificados. Isso torna a operação das padarias e confeitarias um desafio maior, já que precisam cotidianamente suprir a alta expectativa de seus clientes e isso também influi no desempenho dos profissionais.

15 Grandes desafios para o setor Fonte: Dataconsumer

16 Cluster 1 - Clientes que preferem comodidade atributos que interferem na decisão de compra Produtos com alta durabilidade (guardar vários dias sem estragar) Degustações no ponto de venda Localização do ponto de venda. Ser de grande porte Serviços de entrega dos produtos no local indicado pelo cliente Funcionar 24 horas por dia Serviço de encomenda via internet ou telefone, e entrega no local indicado pelo cliente Fonte: Dataconsumer

17 Cluster 2 - Clientes que preferem praticidade atributos que interferem na decisão de compra Produtos frescos (feitos diariamente) Produtos saborosos / gostosos Produtos de alta qualidade Produtos com alta aparência Excelente qualidade de atendimento Ser honesta com os clientes Grande variedade de produtos de panificação Ser bem localizada (e de fácil acesso) Identificar os produtos com placas e/ou cartazes no ambiente da padaria Fonte: Dataconsumer

18 Cluster 3 - Clientes bastante exigentes atributos que interferem na decisão de compra Excelente qualidade de atendimento Ser honesta com os clientes Produtos frescos (feitos diariamente) Produtos saborosos / gostosos Produtos em embalagens de tamanho variado, para atender as famílias e quem mora sozinho Produtos de alta qualidade Produtos com ótima aparência Grande variedade de produtos de panificação Excelente infraestrutura Lanchonete e/ou restaurante para consumo de produtos na própria padaria Fonte: Dataconsumer

19 Tendências da Alimentação Fonte: Oportunidades e Negócios SEBRAE (2013)

20 Desafios da Panificação e Confeitaria Consumidor bem informado sobre leis, produtos, etc Facilidade de comparação Consumidor moderno: Lidar com o comportamento do consumidor moderno Casais sem filhos Pessoas morando sozinhas Preferência pela comodidade Mulheres ocupam mais espaço no mercado de trabalho Aumento da expectativa de vida Refeições (cada vez mais) feitas fora de casa Não quer ter trabalho para preparar seus alimentos Padarias podem oferecer soluções para diferentes momentos de compra, transformando as questões do consumidor moderno em oportunidades de negócio Introdução de produtos diferenciados e para clientes específicos (sem glúten, menos açúcar, etc)

21 Desafios da Panificação e Confeitaria Consumidor com vários momentos diferentes de compra Ampliação do consumo fora de casa Administração da complexidade dos serviços oferecidos Maior presença do food service Fortalecimento da concorrência Diversificação de produtos e serviços Gestão de rupturas Necessidade de uma visão global por parte do empresário

22 Desafios da Panificação e Confeitaria Dar-lhes perspectiva de futuro Tornar as empresas interessantes para os jovens Oferecer condições para gerenciar a carreira Deixá-los entender e compartilhar da visão e dos valores da empresa Desenvolvimento desafiado por projetos e não por cargos Trabalhar a sucessão nas empresas

23 Desafios da Panificação e Confeitaria Treinamentos internos Incentivar a equipe a buscar treinamentos externos Formar mão de obra qualificada Empresário deve incentivar e participar das atividades organizadas pelas entidades de classe focadas na formação de mão de obra Anjo da guarda Organização das rotinas operacionais e definição da ficha técnica dos produtos Organizar a empresa

24 Desafios da Panificação e Confeitaria Organizar a produção Pré-pesagem Ampliar a produtividade através da melhoria de processos e tecnologia Produtos frescos Expedição Processo de congelamento Controles e padrões de processos Melhoria da exposição e atendimento Inovação em produtos e serviços

25 Desafios da Panificação e Confeitaria Controle estatístico dos processos Diminuição de desperdícios nos processos Redução de falhas operacionais Controle de faltas e sobras Implantação da pré-pesagem Controle de rupturas Divisão de tarefas Avaliação de desempenho

26 Desafios da Panificação e Confeitaria Entrada de grandes redes de varejo no setor Padarias ampliando o mix: Suportar o aumento da concorrência Padaria, confeitaria seca e fina, chocolateria, rotisseria, etc Restaurante: almoço e jantar, self service e a la carte Café da manhã Lanches Chá da tarde Delivery Food service Avaliar área de influência e presença dos concorrentes Segurar o cliente pelo coração, personalizando os serviços

27 Grandes desafios para o setor

28 O futuro que queremos depende da maturidade emocional e competência técnica das pessoas envolvidas, assim como visão clara de futuro é construído dia a dia. Márcio Rodrigues

29 DESEMPENHO PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 2013

PERFORMANCE DO SETOR DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA BRASILEIRO

PERFORMANCE DO SETOR DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA BRASILEIRO PERFORMANCE DO SETOR DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA BRASILEIRO EM 13 O índice de crescimento das empresas de Panificação e Confeitaria em 13 foi de 8,7%, o que representa um faturamento de R$ 76.5. Desde

Leia mais

Setor de Panificação 100 ANOS AIPAN

Setor de Panificação 100 ANOS AIPAN ÍNDICE Página 3 - SETOR DE PANIFICAÇÃO Páginas 4 a 8 - PERFORMANCE DO SETOR DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA BRASILEIRA EM 2014 Página 8 e 9 - REAJUSTE MÉDIO DE PREÇOS FOODSERVICE x PANIFICAÇÃO Página 10 -

Leia mais

Antonio Saú Rodriguez Tel

Antonio Saú Rodriguez   Tel Antonio Saú Rodriguez E-mail: assessoria@sindipan.org.br Tel 3291-3717 Assessor da Diretoria do e responsável pelas áreas de Marketing e Relações Institucionais Professor de Finanças e Planejamento Estratégico

Leia mais

INDICADORES ,95% -2,00% - 4,06% ABIP ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA

INDICADORES ,95% -2,00% - 4,06% ABIP ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA 1 INDICADORES 216 DESEMPENHO DE EMPRESAS DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA BRASILEIRAS EM 216 FONTE: Levantamento realizado pelo Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria (ITPC) em parceria com a Associação

Leia mais

Márcio Rodrigues DESAFIOS DE EMPREENDER EM 2017 NA PANIFICAÇÃO

Márcio Rodrigues DESAFIOS DE EMPREENDER EM 2017 NA PANIFICAÇÃO Márcio Rodrigues DESAFIOS DE EMPREENDER EM 2017 NA PANIFICAÇÃO 1 Sumário Capítulo 1 Resultados 2016... 03 Capítulo 2 Expectativas 2017... 17 Capítulo 3 Resumo Pontos que Merecem Atenção... 23 2 Capítulo

Leia mais

Padaria Conceito - Conceituação

Padaria Conceito - Conceituação Padaria Conceito - Conceituação Amplo mix de produtos, alia conveniência e produtos frescos, assados à frente do cliente Buffet de café da manhã Cafeteria Foodservice Chocolataria Legumes Pizzas Happy

Leia mais

Performance do setor de panificação e confeitaria brasileiro em 2010

Performance do setor de panificação e confeitaria brasileiro em 2010 Performance do setor de panificação e confeitaria brasileiro em 2010 As empresas de Panificação e Confeitaria brasileira confirmam o momento de evolução pelo qual passam nos últimos anos. Em 2010, o índice

Leia mais

11 - Controle de produção

11 - Controle de produção 11 - Controle de produção Atingir a excelência na gestão corporativa é fundamental para o sucesso de qualquer negócio de panificação e confeitaria na atualidade. As empresas que possuem mecanismos de controle

Leia mais

José Joffre Nascimento Diretor da ABIP. Fonte: ITPC Março 2016

José Joffre Nascimento Diretor da ABIP. Fonte: ITPC Março 2016 José Joffre Nascimento Diretor da ABIP Fonte: ITPC Março 2016 Números do setor Mais de 63.000 padarias em todo território nacional A única indústria presente em todos os municípios brasileiros Segundo

Leia mais

10 - Técnicas de Congelamento transformam panificação

10 - Técnicas de Congelamento transformam panificação 10 - Técnicas de Congelamento transformam panificação O desenvolvimento tecnológico moderno é intenso. Vivemos um período de inovações constantes e isso tem impactado toda a economia global. A cada feira

Leia mais

Padaria - elaboração de massas de pães salgados e doces, pães congelados atendendo à legislação vigente DANIELE LEAL

Padaria - elaboração de massas de pães salgados e doces, pães congelados atendendo à legislação vigente DANIELE LEAL Padaria - elaboração de massas de pães salgados e doces, pães congelados atendendo à legislação vigente DANIELE LEAL Nutricionista. Mestre em ciência dos alimentos e especialista em qualidade. Consultora

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Pesaquisa de marketing no Restaurante Paladar

Leia mais

Atacarejo se destaca na crise

Atacarejo se destaca na crise Atacarejo se destaca na crise Receitas do segmento atingiram cerca de R$ 90 bilhões em 2015, crescimento de 15% em termos nominais em relação ao ano anterior; para 2016 projeta-se uma alta entre 15% e

Leia mais

Estudo realizado em parceria: ABAD / LatinPanel

Estudo realizado em parceria: ABAD / LatinPanel Apresentação Estudo realizado em parceria: ABAD / LatinPanel NOSSA AGENDA Objetivo / Critérios / Metodologia MONITORAMENTO PEQUENO VAREJO Perfil das lojas Características de compras Relacionamento varejo

Leia mais

Um novo olhar sobre formação de equipes

Um novo olhar sobre formação de equipes Um novo olhar sobre a formação de equipes O novo desafio que marcará o século XXI é como inventar e difundir uma nova organização, capaz de elevar a qualidade de vida e do trabalho, fazendo alavanca sobre

Leia mais

PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS

PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS ATENDIMENTO NUTRICIONAL EM CASA Cuide de sua alimentação onde ela acontece. Uma nutricionista em sua casa realizará orientações nutricionais personalizadas, de acordo com suas necessidades,

Leia mais

CASO DE APLICAÇÃO CAPÍTULO

CASO DE APLICAÇÃO CAPÍTULO Kaminski, Paulo Carlos; Vizioli, Renato; "Casos de aplicação", p. 39-44. In: In Kaminski, Paulo Carlos; Vizioli, Renato. Uso de Portais de Informação Pública na Prospecção de Oportunidades de Negócio e

Leia mais

Tendências na alimentação do consumidor e o papel do arroz. Sergio Molinari

Tendências na alimentação do consumidor e o papel do arroz. Sergio Molinari Tendências na alimentação do consumidor e o papel do arroz Sergio Molinari Meu sincero muito obrigado pela oportunidade e honra! Dwight Robert - US Rice Producers Association Bianka Rodriguez-Linares -

Leia mais

Plano Financeiro. Projeto Empreendedor Redes de Computadores

Plano Financeiro. Projeto Empreendedor Redes de Computadores Plano Operacional e Plano Financeiro Projeto Empreendedor Redes de Computadores Plano Operacional 1.Layout Por meio do layout ou arranjo físico, você irá definir como será a distribuição dos diversos setores

Leia mais

CRIAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE UMA EMPRESA

CRIAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE UMA EMPRESA CRIAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE UMA EMPRESA PIZZARIA TUDO ACABA EM PIZZA 3º ADM Ana Paula Vilela Fabiana Cristina Hevelyn Freitas Raquel Gomes Rayza Gomes Thais Gonçalves Valdira Coutinho RESUMO Visando alcançar

Leia mais

Ranking ABAD/Nielsen de Maio 2012

Ranking ABAD/Nielsen de Maio 2012 Ranking ABAD/Nielsen 2012 21 de Maio 2012 Agenda Quais são as forças que estão transformando o consumo? Qual o desempenho do setor Atacadista-Distribuidor? Quais são os desafios e oportunidades? Reflexões

Leia mais

A Mulher e a Participação no Mercado de Trabalho de Mato Grosso do Sul

A Mulher e a Participação no Mercado de Trabalho de Mato Grosso do Sul A Mulher e a Participação no Mercado de Trabalho de Mato Grosso do Sul O Sebrae/MS realizou um estudo sobre a Mulher e o Mercado de trabalho no MS, utilizando as seguintes fontes: Ministério do Trabalho

Leia mais

Seja bem vindo a melhor. rede de franquias de sorvete do Brasil

Seja bem vindo a melhor. rede de franquias de sorvete do Brasil Seja bem vindo a melhor rede de franquias de sorvete do Brasil HISTÓRIA Em 8 de fevereiro de 2008 é inaugurada a primeira loja da marca na Av. Getúlio Vargas, no Centro de Colatina. EVOLUÇÃO Após o primeiro

Leia mais

O que é considerado pequeno negócio no Brasil? De acordo com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei 123/2006)

O que é considerado pequeno negócio no Brasil? De acordo com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei 123/2006) O que é considerado pequeno negócio no Brasil? De acordo com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei 123/2006) REALIZAÇÕES SEBRAE BAHIA - 2015 Onde essas empresas estão Os Pequenos Negócios representam

Leia mais

Palestrante: Sebastião Barroso Felix. Como aumentar as vendas da loja em 33%

Palestrante: Sebastião Barroso Felix. Como aumentar as vendas da loja em 33% Palestrante: Sebastião Barroso Felix Como aumentar as vendas da loja em 33% 03 Macro Estratégias Fluxo de Clientes em + 10% Aumentar a Conversão de Vendas em + 10% Tíquete Médio de Vendas em + 10% Aumentar

Leia mais

2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO :

2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO : 2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO : QUEM SOMOS HISTÓRIA DA FORNO DE MINAS Fundação da empresa em julho/1990, por D. Dalva e seus filhos Hélida e Helder Início da produção em uma pequena

Leia mais

Oportunidades de Negócios para a Copa Identificação de tendências e oportunidades. pequenos negócios nos bairros de Natal/RN TIROL

Oportunidades de Negócios para a Copa Identificação de tendências e oportunidades. pequenos negócios nos bairros de Natal/RN TIROL Oportunidades de Negócios para a Copa do Mundo: Identificação de tendências e oportunidades para os pequenos negócios nos bairros de Natal/RN TIROL Natal/RN Junho/2014 INTRODUÇÃO O presente trabalho pretende

Leia mais

Mercados e Tendências para Produtos Minimamente Processados

Mercados e Tendências para Produtos Minimamente Processados Mercados e Tendências para Produtos Minimamente Processados Histórico Nos últimos 4 anos temos observado uma evolução na área de produtos minimamente processados que cresce a cada ano. O crescente interesse

Leia mais

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Festa Junina 2017

Área de Estudos Econômicos. Expectativas do Comércio Varejista - Festa Junina 2017 Área de Estudos Econômicos Expectativas do Comércio Varejista - Festa Junina 2017 Expectativa de vendas Tradicionalmente as festas juninas representam potencial e se revelam como uma oportunidade para

Leia mais

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NOVEMBRO DE 2016

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos INDÚSTRIA DE ALIMENTOS NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

METODOLOGIA. 250 empresas avaliadas 2 formas de análise: Análise Comparativa de Performance Qualitativa Análise de Processos - quantitativa

METODOLOGIA. 250 empresas avaliadas 2 formas de análise: Análise Comparativa de Performance Qualitativa Análise de Processos - quantitativa METODOLOGIA 250 empresas avaliadas 2 formas de análise: Análise Comparativa de Performance Qualitativa Análise de Processos - quantitativa ANÁLISE COMPARATIVA DE PERFORMANCE - QUALITATIVA Faturamento mensal

Leia mais

Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade

Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade Faculdade Luciano Feijão Luís Gustavo de Andrade Frederico Relatório de Estágio Supervisionado II Diagnóstico organizacional da Empresa Criativa Publicidade Sobral/2015 Faculdade Luciano Feijão Luís Gustavo

Leia mais

Aqui você escolhe o curso que deseja fazer de acordo com o seu momento empreendedor e as necessidades de sua empresa.

Aqui você escolhe o curso que deseja fazer de acordo com o seu momento empreendedor e as necessidades de sua empresa. Aqui você escolhe o curso que deseja fazer de acordo com o seu momento empreendedor e as necessidades de sua empresa. Aprender a Empreender Objetivo: Desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes sobre

Leia mais

Logística Empresarial

Logística Empresarial Logística Empresarial Profª Esp. Mônica Suely Guimarães de Araujo Conceito Logística são os processos da cadeia de suprimentos (supply chain) que planejam, estruturam e controlam, de forma eficiente e

Leia mais

Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS

Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS Pesquisa Dia das Mães 2017 EXPECTATIVA DOS LOJISTAS Expectativa Dia das Mães 2017 A estimativa da CDL/BH é de crescimento de 1,25%nas vendas do Dia das Mães de 2017, em relação ao mesmo período do ano

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS 98,5% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta

Leia mais

Expediente: Ficha Técnica

Expediente: Ficha Técnica Expediente: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DO SETOR DE PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA COM ATU- AÇÃO NA QUALIDADE, PRODUTIVIDADE E SUSTENTABILIDADE Convênio ABIP / ITPC / SEBRAE Serviço Brasileiro de Apoio às Micro

Leia mais

Apresentação Comercial

Apresentação Comercial Apresentação Comercial Quem Somos A Firme & Forte Fitness Food foi criada a partir do sonho de mais de dois anos de seus fundadores em desenvolver uma marca que lembre qualidade e compromisso com a saúde

Leia mais

Momento Atual e Desafios da Panificação. 21º Congresso Internacional do Trigo

Momento Atual e Desafios da Panificação. 21º Congresso Internacional do Trigo Momento Atual e Desafios da Panificação 21º Congresso Internacional do Trigo Empresas atendidas pelo ITPC em 2013 Total: 1.219 empresas atendidas em 2013 426 projetos 24 UF Empresas no Brasil MEI 27.515

Leia mais

Todos os Cursos. Nome do curso Tipo de curso Carga horária Descrição

Todos os Cursos. Nome do curso Tipo de curso Carga horária Descrição Confeiteiro 240 horas Cozinheiro industrial 320 horas Profissional Confeiteiro você vai estudar sobre a fabricação de doces por meio do preparo de massas, coberturas e recheios. Também vai conhecer regras

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM

A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM A embalagem é o principal elemento de conexão entre consumidor, o produto e a marca. Ela é um grande diferencial competitivo e agrega valor ao produto e impulsiona sua venda.

Leia mais

PORTFÓLIO. Alimentos

PORTFÓLIO. Alimentos Alimentos QUEM SOMOS? Entidade privada que promove a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos empreendimentos de micro e pequeno porte aqueles com faturamento bruto anual de até R$ 3,6 milhões.

Leia mais

Fábrica de Ideias: Identificação de tendências e oportunidades para os. pequenos negócios nos bairros de Mossoró/RN ALTO DE SÃO MANOEL

Fábrica de Ideias: Identificação de tendências e oportunidades para os. pequenos negócios nos bairros de Mossoró/RN ALTO DE SÃO MANOEL Fábrica de Ideias: Identificação de tendências e oportunidades para os pequenos negócios nos bairros de Mossoró/RN ALTO DE SÃO MANOEL Mossoró/RN 2014 1 INTRODUÇÃO O presente trabalho pretende auxiliar

Leia mais

Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica. Antonio Cabral

Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica. Antonio Cabral Aumentando a Produtividade e Reduzindo os Custos da Fábrica Antonio Cabral acabral@maua.br Roteiro Desafio; Sistemas; O custo e o valor do controle de processo; Mapeamento; Principais indicadores usados

Leia mais

Restaurante. Sua loja pode ter um

Restaurante. Sua loja pode ter um 40 Estratégia Supermercado Moderno janeiro 2009 Restaurante Sua loja pode ter um O brasileiro se alimenta cada vez mais fora do lar. Entre 1997 e 2007, o mercado food service cresceu 262%, movimentando

Leia mais

Copa do Mundo 2014 PJ

Copa do Mundo 2014 PJ Copa do Mundo 2014 PJ Março de 2014 Slide 1 OBJETIVOS DO ESTUDO Mensurar as expectativa com a Copa do Mundo Investimento e adequações feitas nos pontos de venda Percepção sobre o perfil e necessidades

Leia mais

Tendências do voluntariado empresarial estratégico

Tendências do voluntariado empresarial estratégico Grupo de Estudos do Voluntariado Empresarial Tendências do voluntariado empresarial estratégico Reinaldo Bulgarelli Txai Consultoria e Educação CVSP, 05 de outubro de 2011 NOSSA AGENDA DE TRABALHO: 8h30

Leia mais

Eficiência e Eficácia

Eficiência e Eficácia Eficiência e Eficácia Desempenho das Organizações A eficiência é determinante da eficácia: caso haja recursos disponíveis, e estes forem utilizados corretamente, a probabilidade de atingir os objetivos

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS 98,5% do total de empresas no País MICRO E PEQUENAS NA ECONOMIA BRASILEIRA O QUE É CONSIDERADO PEQUENO NEGÓCIO NO BRASIL MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta

Leia mais

Companhia Brasileira de Distribuição

Companhia Brasileira de Distribuição Companhia Brasileira de Distribuição Grupo Pão de Açúcar ABAMEC São Paulo Novembro Visão do Mercado Mercado de Varejo Alimentício: R$67bi CBD 14,1% Carrefour 14,1% Bompreço 4,5% Sonae 4,5% Outros 59,2%

Leia mais

Tendências em Sistemas de Informação

Tendências em Sistemas de Informação Prof. Glauco Ruiz Tendências em Sistemas de Informação Os papéis atribuídos à função dos SI têm sido significativamente ampliados no curso dos anos. De 1950 a 1960 Processamento de Dados Sistemas de processamento

Leia mais

Pré-requisitos Para integrar o Programa MACAL de Estágio Supervisionado, o candidato precisa atender os seguintes requisitos:

Pré-requisitos Para integrar o Programa MACAL de Estágio Supervisionado, o candidato precisa atender os seguintes requisitos: Prezados Senhores: A MACAL - Soluções em Nutrição, desde 2003 desenvolve o programa de Estágio Supervisionado que consiste em um intensivo programa para a preparação de novos profissionais, tendo como

Leia mais

REVISTA CIÊNCIAS EXATAS UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ (UNITAU) BRASIL VOL. 2, N. 1, 2008

REVISTA CIÊNCIAS EXATAS UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ (UNITAU) BRASIL VOL. 2, N. 1, 2008 APLICAÇÃO DO QFD NA ÁREA DE VENDAS DE UMA PADARIA Tiago Fonseca Nascimento1 Carlos Alberto Chaves2 Álvaro Azevedo Cardoso2 Eliezer Elias Liphaus2 tiagao_fonseca@hotmail.com azevedo@unitau.br eliasliphaus@gmail.com

Leia mais

Metodologia Para Ações de Eficiência Energética, Operacional e Redução de Perdas

Metodologia Para Ações de Eficiência Energética, Operacional e Redução de Perdas Metodologia Para Ações de Eficiência Energética, Operacional e Redução de Perdas Marcos Danella 29/julho/2015 Agenda Quem somos Cenários/Diagnósticos de Campo Metodologia Etapa 1 Engajamento do Corpo Diretivo/Gerencial

Leia mais

ELTON ORRIS GESTÃO EMPRESARIAL ÊNFASE EM MARKETING FATEC PÓS GRADUAÇÃO GESTÃO DE CUSTOS FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA

ELTON ORRIS GESTÃO EMPRESARIAL ÊNFASE EM MARKETING FATEC PÓS GRADUAÇÃO GESTÃO DE CUSTOS FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA ELTON ORRIS GESTÃO EMPRESARIAL ÊNFASE EM MARKETING FATEC PÓS GRADUAÇÃO GESTÃO DE CUSTOS FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA GESTOR EMPRESARIAL SETOR DE SERVIÇOS GESTOR DE PROJETOS SETOR DE SERVIÇOS CURSO

Leia mais

BRASILATA S/A EMBALAGENS METÁLICAS RESULTADOS 2016

BRASILATA S/A EMBALAGENS METÁLICAS RESULTADOS 2016 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS EXERCÍCIO 2016 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, esta Diretoria vem submeter à apreciação

Leia mais

ARTIGOS TÉCNICOS. 2 - Controle de custo variável

ARTIGOS TÉCNICOS. 2 - Controle de custo variável 2 - Controle de custo variável No artigo anterior iniciamos o assunto Planejamento Operacional conceituando-o como a aplicação de uma série de rotinas administrativas para permitir ao empresário planejar

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

FORNO DE MINAS COMEMORA 25 ANOS E APRESENTA NOVIDADES NA FIPAN 2015

FORNO DE MINAS COMEMORA 25 ANOS E APRESENTA NOVIDADES NA FIPAN 2015 FORNO DE MINAS COMEMORA 25 ANOS E APRESENTA NOVIDADES NA FIPAN 2015 Enviado por LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 13-Jul-2015 PQN - O Portal da Comunicação LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - 13/07/2015 No ano em

Leia mais

Custo da Cesta Básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas

Custo da Cesta Básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas 1 São Paulo, 06 de outubro de 2016 NOTA À IMPRENSA Custo da Cesta Básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas Em setembro, o custo do conjunto de alimentos básicos apresentou comportamento

Leia mais

Cesta básica mais barata em 14 cidades

Cesta básica mais barata em 14 cidades 1 São Paulo, 03 de outubro de 2013 NOTA À IMPRENSA Cesta básica mais barata em 14 cidades Em setembro, 14 das 18 capitais onde o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos)

Leia mais

Gestão da Inovação. Os processos de Gestão da Inovação praticados pelas organizações não evoluíram com os ambientes dinâmicos de negócios.

Gestão da Inovação. Os processos de Gestão da Inovação praticados pelas organizações não evoluíram com os ambientes dinâmicos de negócios. Gestão da Inovação Gestão da Inovação Os processos de Gestão da Inovação praticados pelas organizações não evoluíram com os ambientes dinâmicos de negócios. Não existem evidências confirmando a melhor

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Hortaliças

Balanço 2016 Perspectivas Hortaliças Hortaliças 99 100 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 DESTAQUE PARA MAIS INVESTIMENTOS EM SISTEMAS DE CULTIVO DAS HORTALIÇAS Com área cultivada de aproximadamente 837 mil hectares e volume

Leia mais

Cesta básica mais barata em 13 capitais

Cesta básica mais barata em 13 capitais 1 São Paulo, 5 dezembro de 2012 Nota à imprensa Cesta básica mais barata em 13 capitais Em novembro, o preço dos gêneros alimentícios essenciais diminuiu em 13 das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento

Leia mais

Pães e Produtos Assados - Brasil - Agosto COMPRE ESTE Relatório agora

Pães e Produtos Assados - Brasil - Agosto COMPRE ESTE Relatório agora "O mercado de pão e produtos assados no Brasil ainda está em desenvolvimento. Os brasileiros estão consumindo mais pão embalado, mas isso não significa que estejam consumindo menos pão fresco feito em

Leia mais

AÇÕES SUGERIDAS APRESENTAÇÃO

AÇÕES SUGERIDAS APRESENTAÇÃO São Paulo, 20 Janeiro de 2014 AÇÕES SUGERIDAS APRESENTAÇÃO Atendimento: Dennis Almeida Cliente: Seu Mello Executivo: Sr. Mello PESQUISA MERCADOLÓGICA E COMPORTAMENTAL 00 CRESCIMENTO DO SETOR vs CRESCIMENTO

Leia mais

Parte 1: Oferta, demanda e equilíbrio de mercado. Parte 2: Elasticidades. O conceito de utilidade marginal. Microeconomia - Prof. Marco A.

Parte 1: Oferta, demanda e equilíbrio de mercado. Parte 2: Elasticidades. O conceito de utilidade marginal. Microeconomia - Prof. Marco A. A lei da oferta e Parte 1: Oferta, e equilíbrio de mercado Parte 2: Elasticidades Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@live.estacio.br BLOG: www.marcoarbex.wordpress.com Dois reais......e noventa centavos

Leia mais

BaTaTa PrÉ-FrItA CoNgElAdA. É BeM BrAsIl EsSa MaRcA NãO PoDe FaLtAr Na SuA LoJa

BaTaTa PrÉ-FrItA CoNgElAdA. É BeM BrAsIl EsSa MaRcA NãO PoDe FaLtAr Na SuA LoJa BaTaTa PrÉ-FrItA CoNgElAdA É BeM BrAsIl EsSa MaRcA NãO PoDe FaLtAr Na SuA LoJa SãO MaIs De 20 ItEnS PrA VoCê... VeNdEr MaIs, EnCaNtAr SeUs ClIeNtEs, LuCrAr CoM A BeM BrAsIl. LINHA DE PRODUTOS BEM BATATA

Leia mais

Setor de Panificação e Confeitaria

Setor de Panificação e Confeitaria Setor de Panificação e Confeitaria Em 2014 o setor de Panificação e Confeitaria brasileiro cresceu 8,02%e faturou R$ 82,5 bilhões. Desde 2010, o mercado vem registrando uma desaceleração. Setor de Panificação

Leia mais

I CURSO DE APERFEIÇOAMENTO PARA NUTRICIONISTAS NA ÁREA DE ALIMENTAÇÃO COLETIVA - UAN

I CURSO DE APERFEIÇOAMENTO PARA NUTRICIONISTAS NA ÁREA DE ALIMENTAÇÃO COLETIVA - UAN PROJETO INTEGRADO CRN-3, SINESP E APAN I CURSO DE APERFEIÇOAMENTO PARA NUTRICIONISTAS NA ÁREA DE ALIMENTAÇÃO COLETIVA - UAN R E G U L A M E N T O CAPÍTULO I - CONSIDERAÇÕES SOBRE O PROJETO E A INSTITUIÇÃO

Leia mais

Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas

Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas 1 São Paulo, 04 de novembro de 2015. NOTA à IMPRENSA Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas Em outubro, entre as 18 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical

Leia mais

Questionário Simplificado

Questionário Simplificado Contrato BNDES/FINEP/FUJB Arranjos e Sistemas Produtivos Locais e as Novas Políticas de Desenvolvimento Industrial e Tecnológico Questionário Simplificado A ser aplicado nas pequenas empresas Fevereiro/2000

Leia mais

GAZIT GROUP. Origem israelense; Presente em mais de 20 países: América do Norte, Ásia, Oriente Médio e América Latina.

GAZIT GROUP. Origem israelense; Presente em mais de 20 países: América do Norte, Ásia, Oriente Médio e América Latina. GAZIT GROUP Origem israelense; Presente em mais de 20 países: América do Norte, Ásia, Oriente Médio e América Latina. Fundada em 1982; 660 propriedades; Área bruta de 6,8 milhões de m²; Valor patrimonial

Leia mais

Custo da cesta básica diminui na maioria das capitais

Custo da cesta básica diminui na maioria das capitais 1 São Paulo, 7 de março de 2017 Custo da cesta básica diminui na maioria das capitais NOTA À IMPRENSA Em fevereiro, o custo do conjunto de alimentos essenciais diminuiu em 25 das 27 capitais do Brasil,

Leia mais

Custo de vida em São Paulo aumentou 0,36% em agosto

Custo de vida em São Paulo aumentou 0,36% em agosto 1 São Paulo, 12 de setembro de 2016. NOTA À IMPRENSA Custo de vida em São Paulo aumentou 0,36% em agosto Em agosto, o Índice do Custo de Vida do município de São Paulo aumentou 0,36% em relação a julho,

Leia mais

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área

Missão e objetivos da empresa X X X X X. Objetivos por área X X Qualidade das informações X X X X X Integração dos orçamentos por área Visão por meio das atividades de valor) Preço Prazo Assistência Técnica Modelo de gestão Análise de aspectos políticos governamentais, econômicos e legais Planejamento estratégico Orçamento empresarial

Leia mais

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO/EMPREGO

OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO/EMPREGO OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO/EMPREGO Vaga de emprego temporário para Analista de TI - Formação em Tecnologia da Informação/Análise de Sistemas/Ciência da Computação - Conhecimento em banco de dados - Suporte

Leia mais

PESQUISA COM EMPRESÁRIOS

PESQUISA COM EMPRESÁRIOS PESQUISA COM EMPRESÁRIOS OBJETIVO DA PESQUISA AVALIAR A EXPECTATIVA DE VENDAS DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA DE BELO HORIZONTE PARA O NATAL DE 2015 INFORMAÇÕES METODOLÓGICAS Coleta de dados de 26/10

Leia mais

Segmentação de mercado. Bases de segmentação de mercado

Segmentação de mercado. Bases de segmentação de mercado Segmentação de mercado Bases de segmentação de mercado Sistema econômico baseado na oferta e procura de bens e serviços Local onde bens de serviços são comercializados Conjunto de compradores e vendedores

Leia mais

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015

Resultados 1º Trimestre de de Maio de 2015 Resultados 1º Trimestre de 2015 8 de Maio de 2015 Receita líquida avança 14,8%, com sólido crescimento orgânico Cnova Receita líquida: +14,8% Vendas mesmas lojas: +4,0% EBITDA (1) : R$ 1,057 bilhão Margem

Leia mais

Valor da cesta básica aumenta em todas as capitais em 2013

Valor da cesta básica aumenta em todas as capitais em 2013 1 São Paulo, 09 de janeiro de 2014. NOTA À IMPRENSA Valor da cesta básica aumenta em todas as capitais em 2013 Em 2013, o valor da cesta básica aumentou nas 18 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical

Leia mais

SEBRAE CARTÕES DE PAGAMENTO. Como as vendas por cartão de crédito e de débito. podem melhorar os negócios de sua empresa

SEBRAE CARTÕES DE PAGAMENTO. Como as vendas por cartão de crédito e de débito. podem melhorar os negócios de sua empresa CARTÕES DE PAGAMENTO Como as vendas por cartão de crédito e de débito podem melhorar os negócios de sua empresa O mundo mudou Nos hábitos: de consumo tecnologias formas de pagar Do ponto de vista do consumidor:

Leia mais

MPE INDICADORES Pequenos Negócios

MPE INDICADORES Pequenos Negócios MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente

ENCADEAMENTO PRODUTIVO. Luiz Barretto - Presidente ENCADEAMENTO PRODUTIVO Luiz Barretto - Presidente MISSÃO DO SEBRAE Promover a competividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

Cesta básica mais barata em 10 capitais

Cesta básica mais barata em 10 capitais 1 São Paulo, 04 de julho 2013. NOTA À IMPRENSA Cesta básica mais barata em 10 capitais Pelo segundo mês consecutivo, houve predomínio de retração nos preços dos produtos alimentícios essenciais nas capitais

Leia mais

PRO GESTÃO DE OPERAÇÕES E LOGÍSTICA. Professor Regina Meyer Branski

PRO GESTÃO DE OPERAÇÕES E LOGÍSTICA. Professor Regina Meyer Branski PRO 2304 - GESTÃO DE OPERAÇÕES E LOGÍSTICA Professor Regina Meyer Branski Objetivos O que é administração da produção Quais são as similaridades entre todas as operações produtivas Como as operações produtivas

Leia mais

Fernanda Cardo. Gastronomia Serviços de Alimentação

Fernanda Cardo. Gastronomia Serviços de Alimentação Fernanda Cardo Gastronomia Serviços de Alimentação Março/2010 Principais serviços oferecidos Personal Chef Para Grupos: Em um ambiente leve e informal, ensino pratos práticos e saborosos para pequenos

Leia mais

Ações do convênio. Focos Estratégicos

Ações do convênio. Focos Estratégicos Ações do convênio Focos Estratégicos 1 Desenvolvimento tecnológico de pequenos negócios 2 Apoio técnico aos gestores e coordenadores do Sistema Sebrae 3 Serviço de Inteligência Competitiva para o Setor

Leia mais

Sindipan Joinville - Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de Joinville SACOLA ECOLÓGICA PERMANENTE

Sindipan Joinville - Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de Joinville SACOLA ECOLÓGICA PERMANENTE Sindipan Joinville - Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de Joinville SACOLA ECOLÓGICA PERMANENTE a) Iniciativas de Responsabilidade Social da Entidade O Sindicato da Indústria de Panificação

Leia mais

Cesta básica: preços aumentam em 16 capitais

Cesta básica: preços aumentam em 16 capitais 1 São Paulo, 04 de abril de 2014. NOTA À IMPRENSA Cesta básica: preços aumentam em 16 capitais Em março, os preços dos gêneros alimentícios essenciais subiram em 16 das 18 capitais onde o DIEESE - Departamento

Leia mais

Carlos Lineu de Faria e Alves. Eng. Mec. (ITA/77) M. Eng, (ITA/79) Dr. (ITA/83) (12)

Carlos Lineu de Faria e Alves. Eng. Mec. (ITA/77) M. Eng, (ITA/79) Dr. (ITA/83) (12) OS DESAFIOS DAS EMPRESAS Ampliar o mercado de atuação Organizada para o cliente Gerenciada para maximizar valores e resultados Processos, pessoas e tecnologias atualizadas Carlos Lineu de Faria e Alves

Leia mais

2016 Guia Franquias de Sucesso - Todos os direitos reservados GUIA PRÁTICO FRANQUIA DE TRANSPORTADORA

2016 Guia Franquias de Sucesso - Todos os direitos reservados GUIA PRÁTICO FRANQUIA DE TRANSPORTADORA 2016 Guia Franquias de Sucesso - Todos os direitos reservados GUIA PRÁTICO FRANQUIA DE TRANSPORTADORA ÍNDICE MERCADO 03 VANTAGENS E DESAFIOS 07 DIA A DIA DO NEGÓCIO 03 PERFIL DO INVESTIDOR 11 FRANQUIA

Leia mais

Ano começa com alta no preço da cesta básica

Ano começa com alta no preço da cesta básica 1 São Paulo, 05 de fevereiro de 2007 NOTA À IMPRENSA Ano começa com alta no preço da cesta básica O preço do conjunto de gêneros alimentícios essenciais começou o ano em alta em 14 das 16 capitais onde

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são palestras

Leia mais

Pelo segundo mês consecutivo, feijão, manteiga e leite elevam o custo da cesta básica

Pelo segundo mês consecutivo, feijão, manteiga e leite elevam o custo da cesta básica 1 São Paulo, 04 de agosto de 2016 NOTA À IMPRENSA Pelo segundo mês consecutivo, feijão, manteiga e leite elevam o custo da cesta básica O custo do conjunto de alimentos básicos aumentou em 22 das 27 capitais

Leia mais

Cesta básica aumenta em todas capitais em 2012

Cesta básica aumenta em todas capitais em 2012 1 São Paulo, 07 de janeiro de 2013. NOTA À IMPRENSA Cesta básica aumenta em todas capitais em 2012 Em 2012 os preços da cesta básica apresentaram alta em todas 17 capitais onde o DIEESE - Departamento

Leia mais

CESTA BÁSICA DE CAMPINAS: dezembro de 2007

CESTA BÁSICA DE CAMPINAS: dezembro de 2007 CESTA BÁSICA DE CAMPINAS: dezembro de 2007 Cândido Ferreira da Silva Filho 1 Introdução A pesquisa da cesta básica de Campinas, atividade de extensão realizada pela PUC Campinas, acompanha a evolução dos

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE FRANQUIA DE TRANSPORTADORA

SAIBA TUDO SOBRE FRANQUIA DE TRANSPORTADORA SAIBA TUDO SOBRE FRANQUIA DE TRANSPORTADORA ÍNDICE MERCADO 03 VANTAGENS E DESAFIOS 08 DIA A DIA DO NEGÓCIO 10 PERFIL DO INVESTIDOR 12 FRANQUIA KWIKASAIR 14 História e números...15 Diferenciais e suporte...16

Leia mais

Vaga de estágio na área administrativa

Vaga de estágio na área administrativa OPORTUNIDADES DE ESTÁGIO/EMPREGO Vaga de estágio na área administrativa Número de vagas: 3 vagas para ESTAGIO na área administrativa, Sexo: feminino Requisito: Aluna do curso de administração ou ciências

Leia mais

Pesquisa Dia das Mães Expectativa consumidores de Belo Horizonte

Pesquisa Dia das Mães Expectativa consumidores de Belo Horizonte Pesquisa Dia das Mães 2017 Expectativa consumidores de Belo Horizonte Dia das Mães 2017 Consumidores que irão presentear no Dia das Mães 2017 80,4% 19,6% Sim Não ODia das Mães é uma data comemorativa comforte

Leia mais