Prefácio. Seja persistente!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prefácio. Seja persistente!"

Transcrição

1

2 Prefácio Após instalar o programa Empresário EI é necessário configurá-lo para operar conforme as necessidades de sua empresa. É evidente que o processo de implantação varia de empresa para empresa, conforme as peculiaridades de cada uma. Em algumas o financeiro é prioritário, e, em outras, a prioridade é dada ao estoque. O que se quer aqui é orientar quanto aos passos básicos a seguir para otimizar o processo de implantação. É necessário garantir que o fluxo de informações para digitação seja mantido. É importante estabelecer uma rotina de trabalho diário envolvendo todas as pessoas responsáveis por fornecer dados para o sistema. Isto significa organizar toda a documentação necessária de modo a evitar perdas de tempo, lançamentos incompletos ou incorretos que possam comprometer todo o processo de implantação. Quando se implanta um sistema como o programa Empresário EI, é comum ocorrer um aumento temporário na carga de trabalho diário, pois além da rotina existente que deverá ser mantida em paralelo por algum tempo, adiciona-se a rotina de implantação do sistema. Como foi dito, isto é temporário e após a implantação o programa deve assumir grande parte desta rotina diária. É muito importante manter o cadastro diário das informações sob pena de que o acúmulo de trabalho acabe desestimulando e comprometendo a implantação. Seja persistente! 1

3 Instalação processo de instalação do EMPRESÁRIO EI 1- Insira o CD ou abra o arquivo de instalação do Empresário EI. 2- Clique em avançar nos próximos passos da instalação: 2

4 3- Leia os termos do contrato, e caso esteja de acordo selecione a opção Eu aceito os termos do contrato. 3

5 4

6 4- Ao final da instalação recomendamos que reinicie o computador: 5- Após reiniciar o computador você já pode abrir o Empresário EI. Dê um duplo clique no ícone do Empresário EI na área de trabalho e clique em avançar nos próximos passos da instalação: 5

7 6- Cadastro de usuário do Empresário EI. Insira as informações de usuário. Esses dados serão utilizados para controle de acesso do software: 7- Dados do Empreendedor individual. Insira seu CPF e data de nascimento e clique em avançar. Será feita uma consulta no cadastro de Empreendedores Individuais, caso não seja encontrada o número de CPF você será automaticamente redirecionado para o site onde poderá cadastrar-se como EI. 6

8 8- Complemento dos dados do EI. Em seguida preencha a tela abaixo com as demais informações solicitadas. Algumas delas são de preenchimento obrigatório, clique em avançar. 9- Parabéns! Você concluiu a instalação e cadastro do Empresário EI. Clique em concluir. 7

9 10- Para iniciar a utilização do Empresário EI basta um duplo clique no ícone novamente. É importantíssimo que sejam memorizados o nome de usuário e senha cadastrados, pois somente com esses dados será possível ter acesso ao software, e as informações cadastradas nele. 11- Tela inicial do Empresário EI. Insira seus dados de acesso e clique no ícone Efetuar logon. 12- Pronto! O Empresário EI já está em funcionamento. 8

10 Empresário EI 1. Cadastros 2. Custos & Preços 3. Movimentação 4. Financeiro 5. Relatórios 6. Meu menu 9

11 EMPRESÁRIO EI É neste módulo que iremos fazer os cadastros e toda a movimentação da empresa. Este é o módulo principal. O Empresário EI conta com uma série de recursos que facilitarão a administração e organização de seu negócio, como: Cadastro de clientes, fornecedores, prestadores e vendedores. Controla estoque com telas de compra, venda, ordem de produção. Controla estoque de matérias-primas, e composição de produto final. Controle de contas a pagar, contas a receber, cheques e fluxo de caixa. Administra a contratação de serviços cadastrados. Controle financeiro de movimentação bancária e caixa pequeno. Relatórios de compra, vendas, estoque, entre outros. Faturamento. Aproveite todos os recursos oferecidos pelo Empresário EI! 10

12 Acessando o Empresário3 1- O primeiro bloco trás as informações de temperatura e previsão do tempo do site Climatempo. 2- O segundo mostra os sites da Intelecta, Loja do Empresário, Empresário EI e Academia Empresário. 3- O terceiro mostra as notícias do site Empresário EI. Cadastro 11

13 1.1. Clientes 1.2. Fornecedores 1.3. Prestadores 1.4. Vendedores e comissões 1.5. Tabelas Feriados e Índices Financeiros Faturamento EI Produtos & Serviços Formas de Parcelamento Formas de Recebimento 12

14 1.1 Clientes 1 Menu Cadastros - Clientes Nesta tela poderá ser cadastrado pessoas físicas e jurídicas, basta assinalar o campo Pessoa Física ou deixá-lo em branco quando se tratar de pessoa jurídica. Informe o Nome, o Código e o Nome Fantasia ou Apelido. O campo código poderá ser preenchido automaticamente caso seja determinado em Parâmetros no módulo Administrador. Os próximos campos podem variar conforme o cliente tenha natureza jurídica ou física. Informe o CNPJ (CPF), a Inscrição Estadual (RG), a Inscrição Municipal (data de nascimento). Os campos Suframa e Isento de ICMS somente é preenchido quando for pessoa jurídica. Os campos CNPJ ou CPF e Inscrição Estadual possuem o recurso de verificação do número informado. Ao verificar um número incorreto, o cadastro não será bloqueado, mas a cor do texto será alterada para vermelho, indicando a irregularidade. Em se tratando de pessoa Física ainda será possível informar o sexo do cliente. Deve-se adicionar o Código Suframa caso a empresa se enquadre no mesmo. Ao clicar ao lado do campo CNPJ: Verifica se os dados do cliente são iguais aos dados que foram informados ao SEFAZ. Através desta consulta, é possível também cadastrar o cliente importando estes dados informados pela Sefaz. Dica: O botão Clonar permite que durante o cadastramento de um cliente seja possível abrir uma segunda tela. Ela será útil para uma consulta rápida ou cadastro de outro cliente, sem precisar fechar a primeira tela. Perfil do cliente 13

15 Os campos Tipo e Atividade (Ocupação) podem ser preenchidos conforme sua necessidade. Eles servirão para classificação do cliente e filtragem na emissão de relatórios. Para incluir uma nova descrição em qualquer destes campos, utilize sempre a pasta amarela ao lado do campo. Ao clicá-la será aberta uma tela para cadastrar a nova descrição. Para incluir uma linha clique no botão novo e digite a nova classificação. Se quiser usar uma abreviação (sigla), digite o texto que deseja usar como forma abreviada e marque a opção apelido para que a sigla seja exibida ao invés da descrição normal. Insira quantas linhas desejar e grave. Você poderá voltar posteriormente a esta tela para acrescentar novas entradas ou alterar as existentes. Campo Cadastro: a data em que o cliente foi cadastrado no sistema Campo Inativo: Para tornar um cliente Inativo basta informar neste campo a data em que o cliente passou a Inativo. Podemos informar o motivo da inativação (clique no campo olho mágico para ter acesso à tela onde será possível selecionar um dos motivos cadastrados ou inserir novos). Para inserir um novo motivo, clique no botão novo, digite o motivo no campo Edite sua mensagem e grave, depois marque a opção desejada grave e feche a tela. Observação: Não é possível excluir cadastros para os quais foram efetuadas movimentações, por este motivo utilizamos a inativação. Campo Bloqueio: Podemos bloquear um cliente para futura transação comercial. Também será possível inserirmos mensagens sobre o motivo do bloqueio do cliente da mesma forma que as mensagens inseridas para clientes inativos. Ao tentar efetuar movimentações para este cliente, o mesmo será apresentado em VERMELHO e será exibido um aviso. 14

16 Endereços Nestes campos deve ser cadastrado o endereço do cliente, incluindo os telefones e tipos de internet para a empresa. No campo Contato é possível indicar qual o contato desta empresa. Ao clicar no cliente. será aberta a página do Google Maps, mostrando o mapa com o endereço do Follow-up Nessa tela podemos informar ocorrências do cliente. É possível criar tipos para classificar cada ocorrência relatada (visitas, solicitações, envios, reclamações, etc.). Selecione a data na qual ocorreu o fato a ser descrito, selecione um tipo já existente ou cadastre um novo tipo através da pastinha amarela ao lado do campo. Descreva o fato ocorrido. Você tem muito espaço para texto nesta tela. É possível abrir um arquivo em Word, por exemplo, copiar o texto e colá-lo aqui, ou simplesmente anexar o documento original através do campo anexo. Você poderá anexar documentos do Word, planilhas do Excel, arquivos de imagem (fotos, documentos escaneados, etc.). 15

17 Por exemplo, quando recebemos um fax de um cliente, com o tempo esta imagem vai desaparecendo. Se tivermos um scanner à mão poderemos escanear este fax, transformando-o num arquivo de imagem e gravá-lo. Depois é só abrir a tela Follow-up e através da pastinha amarela ao lado do campo Anexo, indicar onde está o arquivo de imagem desejado. Atenção! Este recurso adiciona a imagem à base de dados do Empresário EI. O lado bom disto é que quando você fizer um backup da base de dados, você sempre terá toda a informação (inclusive as imagens). Por outro lado, estas imagens anexadas à sua base de dados farão com que a base cresça muito, o que exigirá mais velocidade na rede e mais memória no computador que executar o Empresário3. Dica Anexando mais de um documento ao Follow-up Não é possível anexar mais de um documento por lançamento, mas é possível fazer vários lançamentos para uma mesma data. Assim poderíamos anexar vários documentos numa mesma data. Escolha a data, o tipo de lançamento, digite um breve texto (pode ser um breve explicativo sobre o documento anexado), anexe o documento e grave. Lembrando que não poderá ser cadastrado com um mesmo tipo na mesma data, sendo assim para se gravar outros follow-ups uma mesma data, altere o tipo. 16

18 Super-Procura (localizar) Utilizamos esta tela para localizar rapidamente um determinado cliente, buscando-o por qualquer informação em seu cadastro. Na região de respostas obtidas basta darem um duplo clique na resposta desejada para abrir a tela original do cadastro. Modo de Procura O texto exato Procura exatamente o texto que foi escrito. Começado por Procura de acordo com as letras iniciais que foram escritas. Em qualquer parte Procura em qualquer parte do texto a palavra escrita. 17

19 1.2 Fornecedores 2 Menu Cadastros - Fornecedores Aqui serão cadastrados os fornecedores dos seus itens de estoque. Seus controles são idênticos aos já descritos para Clientes. Neste caso, está tela é reservado para realização dos cadastros de todas as empresas que será emitido pedido de Compras dentro do sistema Empresário EI. 18

20 1.3 Prestadores 3 Menu Cadastros - Prestadores Aqui serão cadastradas as pessoas ou empresas que prestam algum tipo de serviço para a sua empresa, ou com quem sua empresa mantém algum tipo de relacionamento comercial, tais como transportadoras, bancos, administradoras de cartão de crédito, seus próprios funcionários, empresas fornecedoras de energia elétrica, água, receita federal, estadual, Prefeitura Municipal, etc. Não cadastre aqui os seus vendedores. No Empresário 3 há um cadastro específico para tal. Atenção Ao cadastrar Transportadoras e Administradoras de Cartões, deve-se informar o TIPO, pois é esse campo que irá distingui-los pelo tipo de prestação de serviço. 19

21 1.4 Vendedores e Comissões 4 Menu Cadastros - Vendedores e Comissões Os dados cadastrais seguem o mesmo procedimento anteriormente descrito em Clientes, porém existem diferenças em Preferências e Comissões. Preferências Informe aqui as preferências para cada vendedor conforme abaixo: Comissão: Indique o percentual fixo de comissão a ser pago ao vendedor. Desconto: Percentual de desconto que pode ser concedido por esse vendedor. Calcular comissão sobre venda bruta: Ao clicar nesta opção, a base de cálculo da comissão será dada pela soma do valor dos produtos mais o valor do IPI e Substituição Tributária, caso contrário será considerado somente o valor dos produtos. Aplicar desconto sobre a comissão final: Sobre o valor final da comissão será aplicado o mesmo desconto aplicado na venda. Se esta opção estiver habilitada, a comissão do vendedor sofrerá uma redução na mesma proporção que o desconto dado na venda. Permite dar desconto: Habilita dois campos: Desconto (%) Utilizado para fixar o máximo do desconto permitido Permite alterar lista de preço: permite ao vendedor alterar a lista de preços utilizada no pedido de Vendas ou Orçamento e Reserva. Permite alterar o valor unitário: permite ao vendedor alterar o valor unitário do item na tela de Vendas ou Orçamento e Reserva. 20

22 4.1.1 Comissões Nesta tela serão relacionadas às comissões geradas para cada vendedor. Na caixa visualizar pode-se selecionar se serão exibidas todas as comissões, somente os lançamentos pagos ou somente os pendentes, também é possível filtrar as comissões a partir da data da emissão. Portanto além de selecionar as opções acima, podemos também filtrá-las pela data. No Campo Visualizar é possível determinar uma data, assim apenas será exibido comissões geradas a partir desta data. Se optarmos pelos lançamentos pendentes, serão exibidas as comissões a que o vendedor tem direito, mas que ainda não foram lançadas em Contas a Pagar. Pode-se efetuar o lançamento no financeiro a partir desta tela, proceda da seguinte forma: - Indique as comissões (podem ser alteradas) que já poderão ser pagas ao vendedor, clicando na coluna Paga. - À medida que a coluna Paga vai sendo marcado, o valor total vai sendo exibido no campo Valor Total a pagar (soma dos valores das comissões). - Ao clicarmos na pastinha amarela ao lado deste campo, teremos acesso às Contas a Pagar (parcialmente preenchido). Basta completá-lo, gravar e sair. - Saindo de Contas a Pagar, voltaremos para a tela de Comissões. - Uma vez nesta tela, devemos gravar para atualizar as informações deste vendedor, ou seja, ao gravar, as comissões pagas passarão para a tela de lançamentos pagos. 21

23 Questões Cadastros 1- Quando cadastramos um cliente, fornecedor, prestador ou vendedor com CNPJ ou CPF e o mesmo fica de cor vermelha, o que significa? a) Cliente inadimplente b) CNPJ/CPF inválido c) Cliente inativo d) Erro no Empresário 2- Qual a parte de cadastro que é destinada apenas à filtragem de relatórios? a) Atividade/Ocupação/Avaliação. b) Comissões. c) Configurações. d) Limite de crédito. 3- Qual procedimento deve ser feito no Cadastro de prestadores para que a transportadora apareça na tela de vendas: a) Não deixar de preencher o campo de Mala Direta b) Deixar selecionado o campo de Pessoa Física c) Tem que estar selecionada Transportadora no campo-tipo. d) N.D.A. 4- Qual a funcionalidade do botão clonar na tela de cadastros? a) Abrir uma nova tela com todos os campos em branco. b) Abrir uma nova tela com as mesmas informações que estava na tela anterior. c) Copiar cadastros. d) Clonar o cadastro com novo código 5- Como diferenciar pessoa física e Jurídica? a) Quando cadastramos pessoa física, temos que selecionar o checkbox Pessoa Física. b) O Empresário3 diferencia automaticamente todos os tipos de cadastro. c) O Empresário3 não diferencia cadastro. d) N.D.A 22

24 1.5 Tabelas Feriados e Índices Financeiros 5 Menu Cadastros Tabelas - Feriados e Índices Financeiros Também pode ser acessar clicando duas vezes na data que aparece no canto inferior direito no Empresário EI. Esta tela é composta por três guias: Feriados, Moedas e Anotações (agenda de compromissos). Feriados Para inserir informações na guia FERIADOS, localize no calendário à esquerda da tela ou no campo DATA DO FERIADO, a data desejada e selecione o tipo de feriado (Municipal, Estadual ou Federal). Não se esqueça de informar se o feriado é anual (ocorre todo ano). Para cadastrar outros feriados, clique no botão NOVO e repita o processo. Somando dias a uma data: - Informe a data inicial no campo Data do feriado. - Informe o número de dias a ser somado no campo N.º de dias. - A data resultante será exibida no campo Data. - No campo N.º de dias também poderemos informar números negativos. 23

25 Moedas Cadastrando as cotações Nesta tela podemos informar diariamente a cotação de diversas moedas, além de utilizá-la como uma ferramenta para conversões monetárias. Selecione uma das moedas disponíveis no campo Sigla. Para cadastrar novas moedas clique na pasta amarela ao lado do campo. Selecionada a moeda desejada, selecione a data e no campo Cotação informe sua cotação em Reais (neste caso, a moeda padrão). Grave. Para cadastrar cotações de datas anteriores basta repetirem o processo acima selecionando as datas desejadas. Conversão de Moedas Selecione a moeda desejada (campo Sigla). Selecione a data cuja cotação será considerada na conversão (campo Data). Você já deverá ter cadastrado a cotação da moeda selecionada na data indicada (veja Cadastrando as cotações ). Basta digitar o valor a ser convertido no campo Moeda Selecionada para que o resultado seja apresentado no campo Moeda Padrão Anotações Esta tela é utilizada para armazenar lembretes e anotações do usuário. No campo Data, digite a data da anotação desejada. No campo Hora, informe o horário sugerido para a anotação desejada. No campo Observações, digite o assunto do lembrete. Após essa operação, clique em Gravar. Se desejar incluir um novo compromisso clique no botão NOVO e repita o processo Faturamento EI 24

26 6 Menu Cadastros Tabelas - Faturamento EI Nesta tela é possivel visualizar o faturamento do Empreendedor Individual. Ao lado direito da tabela na coluna Faturamento Acumulado devem ser preenchidos os valores correspondentes ao faturamento de cada mês. Os campos Faturamento do Mês e Faturamento do Ano serão preenchidos automaticamente conforme o faturamento do Empreendedor Individual Produtos & Serviços 25

27 7 Menu - Cadastros - Tabelas - Produtos & Serviços. Cadastre aqui todos os serviços comercializados e produtos que deseja controlar no estoque. O controle de estoque pode ser realizado manualmente através da tela Estoque (Movimentação Estoque) ou automaticamente através de Operações de Compra, Venda, Consignações, Devoluções e Ordens de Produção. Informe o Nome do produto ou serviço. O Código do produto pode ser informado pelo usuário (alfanumérico) ou gerado pelo sistema (só numérico). O uso do campo Apelido é opcional. Este campo serve para informar outro nome pelo qual este produto é conhecido. Selecione uma das unidades de medida cadastradas ou cadastre uma nova clicando na pastinha amarela ao lado do campo Unidade de medida. Essa informação será utilizada para controlar o estoque. Se um item do estoque vier a ser descontinuado, ou seja, deixarmos de trabalhar com o mesmo, poderemos inativá-lo. Basta clicar na caixa Inativo. Através do botão Olho Mágico ao lado do campo Inativo podemos selecionar ou cadastrar o motivo pelo qual o item foi inativado. Tipo do Item: - Matéria-Prima: Itens utilizados na produção de outros. - Produto acabado: Itens adquiridos ou produzidos. - Serviço: Serviços. Classificação do Item: Informe se é um item Composto, Produzido ou nenhum destes: - Composto: O item composto é similar ao produzido, entretanto ele é somente o conjunto de seus componentes. Um computador, por exemplo, é composto por monitor, 26

28 placas, memória e gabinete. Ao efetuarmos uma venda deste tipo de produto, além dele próprio, também serão relacionados todos os seus componentes (eles também constarão na nota fiscal). O preço final do item composto será o somatório dos preços dos componentes. Não há um custo de produção nem será liberada a ordem de produção, ou seja, os itens sairão do estoque após a efetivação da venda. - Produzido: Este tipo de item é produzido a partir de outros itens do estoque. Sua produção é feita segundo uma Ficha de Composição cadastrada previamente (também conhecida como ficha técnica ou receita). Ao comercializarmos este produto, somente ele será discriminado na venda ou na nota fiscal, seus componentes não serão relacionados. Também poderemos montar seu custo de produção e controlar sua produção a partir de ordens de produção. Mínimo e Máximo: Estas informações são opcionais. Elas referem-se aos estoques mínimo e máximo do item e são importantes para a emissão do Relatório de Necessidades de Compra e para verificação em entradas e saídas desde que seja habilitado em parâmetros. Estocado: É o estoque disponível para vendas. Valor Monetário: É o valor monetário deste item de estoque. É resultado da multiplicação do campo Estocado pelo Custo de Aquisição / Produção. Custo de Aquisição/Produção: É o valor do custo de aquisição ou custo de produção do item. A partir deste valor será possível realizar a formação do preço de venda do item em Configurações - Formação de preços. Preço de Venda: Pode ser informado diretamente neste campo o preço de venda do item caso seja revenda por exemplo ou pode ser realizada a formação do preço de venda do item em Configurações - Formação de preços. 8 Menu Movimentação - Estoque 27

29 Nesta tela é feito o registro da movimentação dos itens no estoque. Visualizaremos os lançamentos feitos em Operações de Venda, Operações de Compra, Ordens de Produção, Consignações, além de lançamentos manuais. Campos da tela: Item: Nome do item Código: código do item Unidade de medida: unidade de medida do item Data: data em que foram realizadas as operações Tipo de movimentação: identifica se foi uma entrada ou saída do estoque Qtd: Quantidade movimentada Valor: valor unitário movimentado Custo médio: conforme a quantidade movimentada e valor, o Empresário já calcula automaticamente. Documento: número do documento digitado na movimentação manual, ou se o lançamento foi originado de uma Venda, por exemplo, o campo será preenchido com o número do pedido de venda. A mesma regra se aplica para lançamentos originados de outro tipo de movimentação. Origem: tipo de movimentação que originou o lançamento (Venda, Reserva, Compra, Ordem de Produção, Consignação etc.). Disponível: quantidade disponível para movimentação. Reservado: os lançamentos originados de reservas. De terceiros: quantidade pertencente a um terceiro, ou seja, Consignações de Entrada. Físico: soma dos campos disponível + reservado + de terceiros. 28

30 Consignado: quantidade de itens consignados, ou seja, Consignações de Saída. Em poder de terceiros: quantidade de matéria-prima enviada a algum prestador para produção de um item, ou seja, produção terceirizada (alimentada pela tela Ordem de Produção). Estoque total: soma de todos os campos. Movimentação: No botão Movimentação estão as opções para as movimentações manuais, ou seja, entradas, saídas e estornos. Entrada Manual: Podemos efetuar entradas direto na tela de estoque, as chamadas entradas manuais. Descrição: será apresentado no campo o nome do item. Código: o código cadastrado do item. Data: data em que será efetuada a entrada no estoque Atenção! Evite lançamentos com datas retroativas. Estocado: Quantidade disponível em estoque atualmente, este campo é atualizado automaticamente. Qtd. Movimentada: Informe neste campo à quantidade que entrará no estoque. Quantidade: será apresentada a quantidade que entrará no estoque, onde a quantidade apresentada neste campo pode ser diferente da quantidade movimentada (isso ocorrerá apenas quando existir fator de conversão para o item. Maiores informações sobre o fator de conversão serão apresentadas na tela de Detalhes no Item). Unidade de medida: Selecione a unidade de medida do produto. Custo unitário: informe o custo unitário do item que esta entrando no estoque. 29

31 Responsável: Este campo será preenchido automaticamente com o nome do usuário que está logado no sistema. Documento: digite um código para identificação da movimentação. Origem: Campo preenchido automaticamente. Mostra de onde originou a movimentação. Informações: caso seja necessário acrescentar alguma observação referente a esta movimentação, insira neste campo. Saída Manual: Podemos efetuar saídas direto na tela de estoque, as chamadas saídas manuais. O procedimento para se efetuar uma saída manual é semelhante ao de entrada manual. Estorno: A tela de estorno é parecida com as anteriores, porém, para se efetuar um estorno é necessário selecionar qual lançamento será estornado. Após selecionar o lançamento da movimentação, selecione a opção Estorno no botão Movimentação e preencha a QTD a ser estornada na próxima tela. Composição do Item Esta tela só estará habilitada para itens produzidos ou compostos. Aqui será cadastrada a ficha técnica (receita) de um item ou a composição de Kit (composto). Caso queira criar uma nova composição a partir desta, clique no botão Copia Composição. 30

32 Para incluir os componentes deste produto clique no botão Novo e digite o código do componente a ser incluído ou localize-o através da Super-Procura. Após a inclusão informe a quantidade utilizada para produzir uma unidade do produto principal. Normalmente os componentes são consumidos de modo proporcional á receita dada. Por exemplo, se precisamos de 1 Kg do componente A para produzir 1 Kg do produto B, naturalmente para produzirmos 10 vezes mais produto B precisaremos de 10 vezes mais componente A. Entretanto, existem processos produtivos nos quais alguns componentes são consumidos de modo fixo, não importando o quanto se produza do item principal. Por exemplo, imaginemos uma gráfica que precisa limpar a impressora antes de iniciar a produção. Para efetuar esta limpeza ela gasta 1 litro de detergente independente da quantidade a ser produzida. Utilize o campo fixo para realizar a operação descrita acima. Utilize o campo Informações para descrever particularidades ou cuidados a serem observados durante a produção. Formação do Preço de Venda Antes de qualquer coisa, verifique se o método de cálculo da margem de lucro para o item de estoque indicado está selecionado conforme sua necessidade. O padrão de trabalho para o Empresário EI é calcular a margem sobre o Custo do Produto (Aquisição ou Produção). Também está disponível o cálculo da margem sobre o Preço de Venda do produto. 31

33 Se o cálculo da margem estiver sendo realizado pelo custo, o Empresário EI permite Margem Maior que 100%. A seguir informe o valor da comissão paga na venda, o valor da margem desejada e o valor total dos impostos incidentes na venda (por exemplo: ICMS + COFINS + PIS + etc.) para a composição do preço de venda. O campo Preço Proposto apresentará o preço sugerido pelo sistema, considerando as condições informadas anteriormente. No campo Preço de Venda informe o valor do preço de venda que será praticado de fato e será disponibilizado na lista de preços Padrão. Após ser informado o Preço de Venda, o sistema poderá retornar a Margem Real para comparação com a Margem Desejada. 32

34 Questões Produtos & Serviços 1- Qual a diferença de item composto e item Produzido? a) O Produto composto é o conjunto de itens que formam um produto e que na nota fiscal são descritos cada item contido, já o produto produzido é produzido através de outros itens do estoque. b) O Produto Produzido é o conjunto de itens e na nota fiscal são descritos cada item, já o produto composto é produzido através de outros itens do estoque. c) Produto composto e produto produzido é a mesma coisa. d) N.D.A 2- O que é produto acabado? a) Produto adquirido no exterior. b) Produto final. c) Produto consumido dentro da empresa d) Produto é utilizado na composição de outros itens. 3- Pra que serve o campo mínimo e máximo na tela de produtos e serviços? a) Estes campos são importantes para a emissão do relatório de necessidade de compra e para verificação em compras e vendas desde que seja habilitado em parâmetros. b) Estes campos servem para bloquear a venda quando o estoque do produto ultrapassar o mínimo no estoque. c) Estes campos servem para bloquear a compra quando o estoque do produto ultrapassar o Máximo no estoque. d) N.D.A 4- Em que caso selecionou Matéria prima como tipo do produto no Empresário EI? a) É um item que será produzido por itens do Estoque. b) É um produto que é composto por demais produtos. c) É um item que vem da terra. d) É um item que compõem um produto composto ou produzido ou até mesmo um produto que pode ser vendido. 5- Porque quando vamos excluir um cadastro aparece à seguinte mensagem: Este registro não pode ser excluído porque está sendo usado por outra tabela.? a) Quando o cadastro já foi utilizado em outro registro, não é possível realizar exclusão do mesmo, para que as informações permaneçam consistentes para geração de relatórios. b) Aparece essa mensagem quando o cadastro esta incorreto. c) Quando o cadastro é recente, pois o cadastro só pode ser excluído após dois meses. d) Quando o cadastro é recente, pois o cadastro só pode ser excluído após seis meses. 33

35 1.5.4 Formas de Parcelamento 9 Menu - Cadastros - Tabelas - Formas de Parcelamento Aqui serão cadastradas as formas de parcelamento utilizadas em Contas a Receber ou em Contas a Pagar, ou seja, a Forma de Parcelamento cadastrada aqui estará disponível tanto em recebimentos como em pagamentos. Dando um nome para a Forma de Parcelamento: Informe no campo DESCRIÇÃO um nome para o parcelamento a ser cadastrado. Ao batizar o parcelamento, procure utilizar um nome que forneça alguma idéia sobre este parcelamento. Por exemplo, o nome nos diz muito mais do que o nome 03 vezes que é um nome mais genérico. Como cadastrar uma forma parcelada: Marque a opção UTILIZAR FORMA PARCELADA. A seguir você deverá optar por um parcelamento com dias fixos ou um parcelamento com dias alternados. 34

36 Parcelamento com dias fixos Esta opção é utilizada quando precisamos cadastrar planos com um intervalo constante entre as parcelas. Veja os exemplos: a) 30/60/90-03 parcelas, 30 dias de intervalo entre as parcelas e 30 dias de carência na primeira parcela. b) 21/28/35/42 04 parcelas, 7 dias de intervalo entre as parcelas e 21 dias de carência na primeira parcela. c) 0/15/30 03 parcelas, 15 dias de intervalo entre as parcelas e 0 dia de carência na primeira parcela. d) 0/21/42 03 parcelas, 21 dias de intervalo entre as parcelas e 0 dias de carência na primeira parcela. Dia fixo da primeira parcela Caso a primeira parcela sempre seja em uma determinada data do mês, preencha este campo, colocando o dia. Este campo só ficará habilitado caso a opção parcelada esteja desabilitada e o campo Carência da primeira parcela esteja zerado. Informe o número de parcelas e o número de dias entre as parcelas. Se houver alguma carência na primeira parcela, como nos exemplos a e b, informe o número de dias no campo CARÊNCIA DA PRIMEIRA PARCELA. Parcelamento com dias alternados Esta opção é utilizada quando precisamos cadastrar planos com intervalos variáveis entre as parcelas. Veja os exemplos: a) 21/28/42 - parcela 1 em 21 dias, parcela 2 em 28 dias, parcela 3 em 42 dias. b) 07/21/42 - parcela 1 em 7 dias, parcela 2 em 21 dias, parcela 3 em 42 dias. Para cadastrar o plano a, selecione a opção PARCELAMENTO COM DIAS ALTERNADOS e neste campo digite: 21, 28, 42. Digita-se o número de dias considerado para cada parcela separando apenas por uma VÍRGULA. Para o segundo exemplo digitaríamos: 07,21,42 sempre tomando o cuidado de separar por vírgula. Os intervalos deverão sempre ser digitados em ordem crescente. Nota: se nesta forma de parcelamento for informado um número de dias em Carência da Primeira Parcela, este número será somado ao número de dias da primeira parcela. Assim um plano 07,21,42 com 10 dias de carência na primeira parcela teria o mesmo resultado que um plano 17,21,42 com zero dia de carência na primeira parcela. Parcelamento com desconto Cadastre a forma de parcelamento desejada e informe no campo DESCONTO % o valor do desconto considerado. 35

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?...

Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... Sumário INTRODUÇÃO... 3 O QUE É CNAB?... 3 QUAL O OBJETIVO DO CNAB?... 3 QUAIS BANCOS E CARTEIRAS O EMPRESÁRIO ERP NOS FORNECE?... 4 COMO CONFIGURAR O CNAB... 5 CADASTRO DE BANCOS... 5 PARAMETROS DO CNAB...

Leia mais

Guia Prático do Usuário

Guia Prático do Usuário Guia Prático do Usuário 3. O que esse Manual aborda Esse manual é um guia prático de utilização do sistema, ele aborda noções gerais sobre gerenciamento de sua empresa além de ter informações detalhando

Leia mais

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 jfinanças Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFINANÇAS PESSOAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfinanças Pessoal...

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software NeXT ERP Manual do usuário Resumo das principais funcionalidades Dezembro/2009 NeXT Software Página 1 de 33 Índice Iniciando NeXT ERP...3 Tela inicial...3 Interface padrão do NeXT ERP...3 Interface - Cadastro

Leia mais

CADASTROS 2013 AOB SOFTWARE

CADASTROS 2013 AOB SOFTWARE CADASTROS 2 CADASTROS Tabela de Conteúdo Cadastro de Clientes 4 Cadastro de Produtos 5 1 Cadastro... de Produtos Básico 5 2 Cadastro... de Produtos Básico + Grade de Produtos 7 3 Cadastro... de Produtos

Leia mais

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP COMO PROCEDER PARA FAZER BACKUP S

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP COMO PROCEDER PARA FAZER BACKUP S CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP Atualmente, a DpComp, visando ampliar a capacidade corporativa de seus clientes, acompanha a evolução tecnológica e trabalha hoje com o banco de dados MySQL, um dos bancos

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital

Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Passo a Passo do Orçamentos de Entrada no SIGLA Digital Página 1 de 9 Este é um dos principais módulos do SIGLA Digital. Utilizado para dar entrada de produtos no estoque, essa ferramenta segue a seguinte

Leia mais

Instalação - Primeiros Passos

Instalação - Primeiros Passos Instalação - Primeiros Passos 1 O download da ultima versão do sistema é disponibilizado em nosso site do no link http://www.tvsistemas.com.br/downloads.html 2 Após realizar o download execute o instalador,

Leia mais

1. Informações sobre Inventário 2

1. Informações sobre Inventário 2 INVENTÁRIO 1. Informações sobre Inventário 2 2. Etapas do Inventário 3 2.1 Etapa 1: Premisas para o Inventário 3 2.1.1 Criando um Novo Inventário 7 2.2 Etapa 2: Contagem 20 2.2.1 Inserindo Contagem/Contagens

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital Página 1 de 15 Passo a Passo do Cadastro Produtos no SIGLA Digital O cadastro de produtos permite organizar as informações relativas a produtos e serviços, como grupo, marca, peso, unidades e outros, que

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Movimentações... 4 Movimentações de Caixa... 4 Entradas... 6 Recebimento em Dinheiro... 8 Recebimento em Cheque... 8 Troco... 15 Saídas... 17 Movimentações de Banco... 22

Leia mais

PEDIDO Manual OPERACIONAL

PEDIDO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br PEDIDO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 34 ÍNDICE Pedido... 4 Como Acessar... 4 Como Localizar Pedido...

Leia mais

Instalação - Primeiros Passos

Instalação - Primeiros Passos Instalação - Primeiros Passos 1- O download da ultima versão do sistema é disponibilizado em nosso site do no link http://www.tvsistemas.com.br/downloads.html 2- Após realizar o download execute o instalador,

Leia mais

Recomendado para quem esta iniciando a utilização do sistema Gestor New

Recomendado para quem esta iniciando a utilização do sistema Gestor New Recomendado para quem esta iniciando a utilização do sistema Gestor New INDICE 1 1. CADASTRO DE USUÁRIOS...1 2. MODULO EMPRESA...4 2.1. Cadastro da Empresa...4 2.2. Parâmetros da Empresa...4 3. MÓDULO

Leia mais

Ajuda do Sistema Aquarius.

Ajuda do Sistema Aquarius. Ajuda do Sistema Aquarius. Esta ajuda é diferenciada da maioria encontrada nos sistemas de computador do mercado. O objetivo desta ajuda é literalmente ajudar o usuário a entender e conduzir de forma clara

Leia mais

Módulo Faturamento. Sistema Gestor New. Instruções para cadastros e configurações do módulo Faturamento

Módulo Faturamento. Sistema Gestor New. Instruções para cadastros e configurações do módulo Faturamento Roteiro passo a passo Módulo Faturamento Sistema Gestor New Instruções para cadastros e configurações do módulo Faturamento Recomendado para quem esta iniciando a utilização do sistema Gestor New 1 INDICE

Leia mais

Roteiro de Cadastros - GESTOR

Roteiro de Cadastros - GESTOR Página1 INDICE 1. MODULO EMPRESA 1.1. CADASTRO DE USUARIO --------------------------------------------------------------------- 4 1.2. CADASTRO DA EMPRESA --------------------------------------------------------------------

Leia mais

MBM Entrega Expressa www.terti.com.br. Índice

MBM Entrega Expressa www.terti.com.br. Índice Índice Instalação do programa 03 Cadastrar Usuário(s) 04 Iniciar Operações 06 Atalhos da Área de Trabalho do Sistema 08 Ícones da Área de Tarefas do Sistema 09 Cadastrar Grupos 10 Cadastrar Clientes/ Fornecedores/

Leia mais

Manual do Usuário. Vixen PDV

Manual do Usuário. Vixen PDV 1 Manual do Usuário Vixen PDV 2 Índice 1. INTRODUÇÃO 3 2. ENTRANDO NO SISTEMA 4 2.1 TELA LOGIN 4 2.2 CARGA DE TABELAS LOCAIS 4 3. MENU INICIAL 5 4. BARRA DE STATUS 6 5. ABRINDO O CAIXA 6 6. VENDA 7 6.1

Leia mais

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

Prefeitura de Rio Verde GO. SEFAZ - Secretaria da Fazenda. DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas Prefeitura de Rio Verde GO SEFAZ - Secretaria da Fazenda DMS e Emissão de Notas Fiscais Eletrônicas DMS e Notas Fiscais Eletrônicas Rio Verde, GO, setembro 2009 1 Sumário INTRODUÇÃO... 03 LEGISLAÇÃO...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA

MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA NOÇÕES GERAIS MANUAL DO USUÁRIO GONDOLA Para melhor compreender o ambiente de trabalho do sistema GONDOLA, é necessário que sejam apresentadas algumas noções gerais, antes de se aprofundar em cada módulo

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Cadastros. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Cadastros Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Cadastro de Grupos de Usuário... 3 Cadastro de Usuários... 4 Cadastro de Clientes... 7 Cadastro de Empresas...

Leia mais

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Financeira...4 2.1.2.Formas de Registro do Pagamento e Recebimento

Leia mais

Manual do usuário. AeroSoft Emissor de Nota Fiscal

Manual do usuário. AeroSoft Emissor de Nota Fiscal Manual do usuário AeroSoft Emissor de Nota Fiscal Para manter-se atualizado visite sempre nosso web site em http://www.aerosoft.com.br A Internet tornou-se a ferramenta mais eficiente e barata, aproveite

Leia mais

Manual Girassol Food Cadastro

Manual Girassol Food Cadastro Cadastro INTRODUÇÃO Seja bem vindo ao Guia de Utilização do Sistema Girassol Food. Este guia trará todos os módulos detalhadamente, permitindo o esclarecimento de dúvidas sobre o funcionamento e os recursos

Leia mais

Circulação de Materiais

Circulação de Materiais Circulação de Materiais Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-3 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-0 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE CIRCULAÇÃO DE MATERIAIS... 3-1 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Sistema Gestor. Cordialmente, Cláudio Gomes Programador

Sistema Gestor. Cordialmente, Cláudio Gomes Programador Sistema Gestor Parabéns por estar utilizando o sistema gestor da Star With Informática, abaixo indicamos por tópicos como realizar operações diversas, para que você possa obter de forma prática e rápida

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário Guia Rápido do Usuário 1 Apresentação Auxiliar o cliente Mesa01 de forma rápida e eficaz é o objetivo deste Manual Através dele, você conseguirá esclarecer dúvidas do dia-a-dia na utilização do sistema

Leia mais

Manual NOV - PDV. Versão 1.0

Manual NOV - PDV. Versão 1.0 Manual NOV - PDV Versão 1.0 Sumário 01 Captura de Nota Fiscal...3 02 Remessa de Entrada...6 03 Remessa de Saída......9 04 Pedido Normal...12 05 Pedido Especial...16 06 Nota Fiscal Avulsa...18 07 Controle

Leia mais

Resumo das funcionalidades

Resumo das funcionalidades Resumo das funcionalidades Menu MENU Dados Cadastrais Atualizar Cadastro Troca Senha Grupo Usuários Incluir Atualizar Funcionários Incluir Atualizar Atualizar Uso Diário Importar Instruções Processar Status

Leia mais

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4

MÓDULO CLIENTE 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 MÓDULO CLIENTE Conteúdo 1. O QUE PODE SER FEITO PELO SITE: 3 2. APRESENTAÇÃO DO SITE 4 2.2 HOME 4 2.3 A VALECARD 5 2.4 PRODUTOS 6 2.5 REDE CREDENCIADA 7 2.6 ROTA 9 2.7 CONTATO 9 3. EMPRESAS 11 3.1. ACESSO

Leia mais

Módulo SAC Atendimento ao Cliente

Módulo SAC Atendimento ao Cliente Módulo SAC Atendimento ao Cliente Objetivo O Módulo SAC ou Serviço de Atendimento ao Cliente é uma ferramenta que gerencia, cria e administra informações num canal de comunicação informatizado entre a

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS 1. CONCEITO Master Vendas não é somente um sistema, e sim, um novo conceito de gestão para sua empresa. Foi desenvolvido por profissionais de informática juntamente com

Leia mais

Instalação - Primeiros Passos

Instalação - Primeiros Passos O CIAF Hotelaria, é um sistema que permite ao administrador, gerenciar completamente sua empresa que presta serviço de hospedagem como hotéis e pousadas por exemplo. Facilmente você poderá cadastrar suas

Leia mais

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New

Módulo Vendas Balcão. Roteiro passo a passo. Sistema Gestor New 1 Roteiro passo a passo Módulo Vendas Balcão Sistema Gestor New Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão com uso de Impressora fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa......3

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

SuperStore Sistema para Automação de Óticas

SuperStore Sistema para Automação de Óticas SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Administrador) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACESSANDO O SISTEMA PELA

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo II

Treinamento Sistema Condominium Módulo II CONDOMINIUM - Módulo II GERAÇÃO DE EMISSÕES RATEIO Neste módulo o aprendizado será a emissão dos boletos bancários. O sistema disponibiliza algumas maneiras para facilitar o seu dia-a-dia: Sequencia para

Leia mais

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF)

Instruções para configuração e utilização do. fiscal (ECF) 1 Instruções para configuração e utilização do módulo Vendas balcão SEM Impressora de cupom fiscal (ECF) 2 ÍNDICE 1. Cadastro da empresa...3 2. Configurações dos Parâmetros......3 3. Cadastro de cliente...4

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACERTO DE ESTOQUE...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Notas Fiscais Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 3 3 CONFIGURAÇÕES... 3 3.1 Permissões... 3 3.2 Configurar NF-e... 4 3.2.1 Aba Geral... 5 3.2.2 Opções... 6 3.3 Processador

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

AVISO. Treinamento GVcollege Módulo Contas a Pagar 2

AVISO. Treinamento GVcollege Módulo Contas a Pagar 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6

ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 1 ÍNDICE 1. CADASTRO ITENS...1 2. EMISSAO DE PEDIDOS E NOTAS...5 3. PEDIDO DE COMPRA...6 4. CONTRA-NOTA PRODUTOR RURAL...6 5. CADASTRO OPERAÇÕES FISCAIS (CFOP)...7 6. GERAR SINTEGRA...8 7. CONTROLE DE

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Financeiro) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 LANÇAMENTO DE CONTAS

Leia mais

Duvidas XDental 2015

Duvidas XDental 2015 Duvidas XDental 2015 Criação da requisição 1.Após aprovar um orçamento com alguma especialidade de prótese, clique em relató rios clínicos para criar uma requisição. Secione a especialidade de prótese

Leia mais

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk

Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP. PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk Emissão: 16/09/2010 Revisão: 23/04/2015 Revisado por: Juliana PEDIDO DE VENDAS SHP PPV0102 v. 3.2.7.39 Help Desk 1 Conteúdo Introdução:... 3 CAMINHO:... 4 Inclusão e inicio do PEDIDO DE VENDAS... 5 DETALHES

Leia mais

ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO ORDEM DE SERVIÇO 16 GARANTIA 16 PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 ESTOQUE 17

ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO ORDEM DE SERVIÇO 16 GARANTIA 16 PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 ESTOQUE 17 1 ÍNDICE GERAL ÍCONES COMUNS A VÁRIAS TELAS. 03 ATALHO PESQUISA PRODUTO. 05 NOVO CLIENTE 05 NOVO PRODUTO 07 NOVA VENDA VENDA IDENTIFICADA 07 NOVA ORDEM DE SERVIÇO 08 NOVO ORÇAMENTO 09 BALANÇO DIÁRIO DE

Leia mais

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin

Modulo 05 ESTOQUE CGAINFOMÁTICA. Retwin Modulo 05 0 CGAINFOMÁTICA Retwin ESTOQUE 2 Estoque Sumário 5.1 Configuração Geral... 3 5.2 Entradas... 4 5.2.1 Manutenção... 4 5.2.2 Consulta... 6 5.2.3 Produção... 6 5.2.4 Relatórios... 8 5.3 Saídas...

Leia mais

Manual do Módulo. MerchNotas

Manual do Módulo. MerchNotas Manual do Módulo MerchNotas Bento Gonçalves (RS), Agosto de 2010 Índice 1. Introdução... 4 2. Menu Entrada de Notas... 5 2.1. Entrada de Notas (F11)... 5 2.2. Entrada de Notas NFe (F12)... 8 2.3. Apuração

Leia mais

Acesso do sistema. Para acessar o sistema, basta dar dois cliques neste ícone ou ir pelo menu Iniciar, como mostra na figura abaixo.

Acesso do sistema. Para acessar o sistema, basta dar dois cliques neste ícone ou ir pelo menu Iniciar, como mostra na figura abaixo. Manual do usuário Acesso do sistema Página 1 Veja que em sua área de trabalho irá aparecer o ícone do Sistema. Para acessar o sistema, basta dar dois cliques neste ícone ou ir pelo menu Iniciar, como mostra

Leia mais

1. Passos iniciais. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção.

1. Passos iniciais. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção. Índice 1. Passos iniciais... 2. Gerenciando tarefas... 3. Cadastro de pessoas... 4.

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.04 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.04 Estoque...2 Controlando a Garantia - Honda Motocicletas...2 Controlando a Boutique...6 Entrada de Peças no Estoque...7 Entrada de Mercadorias...7 Importação do Faturamento

Leia mais

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1

Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Manual do usuário SIACC CAIXA Programado 1 Índice ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO PELA PRIMEIRA VEZ... 6 CONFIGURAÇÕES NECESSÁRIAS PARA ACESSAR O SISTEMA... 6 TELA DE ACESSO AO SISTEMA CAIXA PROGRAMADO...

Leia mais

e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica

e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica Página1 e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica Manual do Usuário Produzido por Informática Educativa Página2 Índice Nota Fiscal eletrônica... 03 Safeweb e-nota C... 04 Documentos eletrônicos... 08

Leia mais

CONTROLE DE CONTRATOS

CONTROLE DE CONTRATOS CONTROLE DE CONTRATOS RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo.

Leia mais

Manual de Versionamento

Manual de Versionamento Manual de Versionamento Versão de Site Sumário 1. Group Reports... 3 2. Pesquisa de Relatórios... 8 3. Notificações de atualização de versão... 9 4. Templates de Relatórios... 11 Criação de Templates...

Leia mais

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou

MÓDULO COMERCIAL. OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou MÓDULO COMERCIAL OBJETIVO: Feito para gerenciar entrada e saída de notas, caixa, estoque. SAÍDAS clique na aba que deseja cadastrar ou consultar. Em Devolução de Compras, usado para realizar uma devolução

Leia mais

Treinamento de. Linx Pos

Treinamento de. Linx Pos Treinamento de caixa Linx Pos Será instalados no terminal da loja, o ícone, conforme imagem abaixo: Linx POS ÍNDICE Abertura de caixa e leitura X Lançamentos Cancelamento de itens Consulta preços no ato

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI

MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI MANUAL DO SISTEMA MEUSOFT MEI www.meusoft.com.br Indice Item Descrição Pg 1. Objetivo e Principais Funcionalidades 3 2. Para acessar e instalar a aplicação 4 3. Conhecendo o MeuSoft MEI 6 3.0 Tela inicial

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL

PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL PREFEITURA MUNICIPAL DO NATAL SECRETARIA MUNICIPAL DE TRIBUTAÇÃO M A N U A L D A NFS-e NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NOTA NATALENSE ÍNDICE INFORMAÇÕES GERAIS...4 1. Acesso ao Portal do Sistema...7

Leia mais

Circulação de Materiais

Circulação de Materiais Manual Pergamum Manual PER-MAN-001 Empréstimo Sumário 1 APRESENTAÇÃO...2 2 UTILIZANDO O MÓDULO DE CIRCULAÇÃO DE MATERIAIS...4 1.1 1.2 1.3 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR...4 ACESSANDO O SISTEMA...6

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. NF-e

MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA. NF-e MANUAL DE INSTRUÇÃO SISTEMA EMISSOR DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA NF-e SELECIONE A EMPRESA EMISSORA DA NFE CLIQUE EM INICIAR TELA DE AVISOS FAÇA A LEITURA DOS AVISOS E CLIQUE EM FECHAR EMISSÃO DA NOTA FISCAL

Leia mais

para outro) 23 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04

para outro) 23 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04 1 2 ÍNDICE ERP 1- Cadastro de Produtos (Implantação no Almoxarifado) 04 2- Notas de Compra (Incluindo Quantidades no Almoxarifado) 07 2.1 - Notas complementares 12 2.2 - Desmembramento de bens 13 3- Requisições

Leia mais

Gerenciador de Imóveis

Gerenciador de Imóveis Gerenciador de Imóveis O Corretor Top é o mais completo sistema de gestão de imóveis do mercado, onde corretores terão acesso à agenda, cadastro de imóveis, carteira de clientes, atendimento, dentre muitas

Leia mais

ÍNDICE. 3 FATURAMENTO v5681 - RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. Todos Direitos Reservados.

ÍNDICE. 3 FATURAMENTO v5681 - RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. Todos Direitos Reservados. FATURAMENTO RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo. Este

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br

RMS Software S.A. - Uma empresa TOTVS. 11 2699-0008 www.rms.com.br Tesouraria RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de comércio e varejo. Este

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Í n d i c e Julho, 2010 Introdução... 2 1. Acerto dos cadastros de Clientes e de Produtos... 4 1.1. Cadastros Básicos - Cadastro de Clientes... 4 1.2. Cadastros Básicos Cadastro

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS V PORTAL WEB Revisão: 07 Versão: 7.9.109 JM Soft Informática Março, 2015 SUMÁRIO 1 AVALIAÇÕES... 9 2 PLANO DE DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL...

Leia mais

ADMINISTRADOR 1. ADMINISTRADOR 1.1. EMPRESAS 1.2. CONTROLE DE USUÁRIOS 1.3. PERMISSÕES 1.4. PARÂMETROS 1.5. CONFIGURAÇÕES 1.5.1.

ADMINISTRADOR 1. ADMINISTRADOR 1.1. EMPRESAS 1.2. CONTROLE DE USUÁRIOS 1.3. PERMISSÕES 1.4. PARÂMETROS 1.5. CONFIGURAÇÕES 1.5.1. PREFÁCIO 1 Após instalar o programa Empresário3 é necessário configurá-lo para operar conforme as necessidades de sua empresa. É evidente que o processo de implantação varia de empresa para empresa, conforme

Leia mais

SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO

SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO

Leia mais

Os itens adicionados nesta lista serão retirados do estoque até que você os devolva.

Os itens adicionados nesta lista serão retirados do estoque até que você os devolva. Funções do Rackine. Será abordado aqui de forma simples e abreviada, as principais funções de cada tela do Rackine. Focando apenas em descrever o que cada parte do software faz. Para informações relativas

Leia mais

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E-

COMERCIAL) 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. E- 2014 ÍNDICE 1. Cadastros básicos 2. Módulos básicos (Incluso em todas as versões) CMC BASE 3. Agenda 4. Arquivos 5. Empresas ou Cadastros de empresas 6. Pessoas ou cadastro de pessoas 7. Módulos que compõem

Leia mais

Configuração Empresa/Filial

Configuração Empresa/Filial Configuração Empresa/Filial Para definir as configurações (Parâmetros) de cada empresa ou filial cadastrada no sistema, proceda da seguinte forma: Acesse o módulo Administrativo. Clique no menu Cadastros

Leia mais

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR

Manual de utilização do. sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Manual de utilização do sistema integrado de controle médico WWW.ISA.NET.BR Sistema integrado de controle médico Acesso... 3 Menu principal... 4 Cadastrar... 6 Cadastro de pacientes... 6 Convênios... 10

Leia mais

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA E.R.P. BUSINESS MILLENNIUM SOFTWARE DE CONTROLE GERENCIAL E FINANCEIRO

MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA E.R.P. BUSINESS MILLENNIUM SOFTWARE DE CONTROLE GERENCIAL E FINANCEIRO 1 MANUAL DE IMPLANTAÇÃO SISTEMA E.R.P. BUSINESS MILLENNIUM SOFTWARE DE CONTROLE GERENCIAL E FINANCEIRO Versão Janeiro /2009 Nossa Missão: Inovar e Criar para superar as expectativas do nosso cliente, com

Leia mais

Guia do Sistema de ISS - Contribuintes Nota Avulsa

Guia do Sistema de ISS - Contribuintes Nota Avulsa Manual do Sistema de ISS 1 Guia do Sistema de ISS - Contribuintes Nota Avulsa Na página inicial do sistema de ISSWEB são apresentados quatro menus: Início, Acesso ao Sistema, Credenciamento e Consultas.

Leia mais

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 Manual Ciaf NFC-e Gratuito Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 1 Cadastro de Clientes Nesta opção iremos armazenar no sistema

Leia mais

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade

Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade Manual do Sistema TBZ OnLine - Entidade DM003.0 Página 1 / 42 Índice 1 APRESENTAÇÃO... 4 DETALHAMENTO DOS LINKS DO TECBIZ ONLINE... 5 2 INICIAL... 5 3 ASSOCIADO... 5 3.1 SELECIONA ASSOCIADO... 5 3.2 ALTERAR

Leia mais

Quando as pessoas trabalham em equipe concretizam tarefas inteiras num menor espaço de tempo e com menor esforço.

Quando as pessoas trabalham em equipe concretizam tarefas inteiras num menor espaço de tempo e com menor esforço. Quando as pessoas trabalham em equipe concretizam tarefas inteiras num menor espaço de tempo e com menor esforço. O sistema Megga Fransys trabalha em equipe com o revendedor permitindo a execução das rotinas

Leia mais

A primeira parte do cadastro de clientes é formado pela Identificação, com as principais informações do cliente.

A primeira parte do cadastro de clientes é formado pela Identificação, com as principais informações do cliente. 1 CADASTROS 1.1 CLIENTES 1.1.1 IDENTIFICAÇÃO A primeira parte do cadastro de clientes é formado pela Identificação, com as principais informações do cliente. A identificação é composta pelos campos: Código:

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Inscrição 1

2013 GVDASA Sistemas Inscrição 1 2013 GVDASA Sistemas Inscrição 1 2013 GVDASA Sistemas Inscrição 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Manual de Utilização de Software NEFRODATA-ACD T E C N O L O G I A É A S S I M CONTROLE DE ESTOQUE

Manual de Utilização de Software NEFRODATA-ACD T E C N O L O G I A É A S S I M CONTROLE DE ESTOQUE GUIA Manual de Utilização de Software NEFRODATA-ACD T E C N O L O G I A É A S S I M CONTROLE DE ESTOQUE Informações sobre este manual de utilização de software Documento produzido com conceitos básicos

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: Apresentação: 02 Método de Acesso ao Sistema Sig Iss: 02 Tela de Abertura: 03 Modo de Acesso: 04 Botões e Telas

Leia mais