Gestão de Marketing. Valter Afonso Vieira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão de Marketing. Valter Afonso Vieira"

Transcrição

1 1

2 Gestão de Marketing Valter Afonso Vieira 2

3 2011 EQP 6 Sigma LTDA. É proibida a reprodução, mesmo que parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos autorais. Vieira, Valter Afonso, V658 Gestão de marketing / Valter Afonso Vieira. [ Curitiba, PR : EQP Gestão e Estratégia, c2011 ]. 213p. : Il. (algumas color.), gráfs. ; 18 x 24cm Inclui dados biográficos do autor Inclui referências e notas de rodapé 1. Marketing. 2. Marketing Administração. 3. Comunicação em marketing. 4. Administração de produto Marketing. I.Título. CDD 22.ed Samira do Rego Elias CRB-9/755 Capa: Frank Frey Imagem da capa: Frank Frey Diagramação: Ricardo Augusto Blauth, MSc. CREA-PR 55581/D Revisão: Ricardo Augusto Blauth, MSc. CREA-PR 55581/D Todos os direitos reservados. Rua Renato Xavier da Silva, 91. CEP: Santo Inácio Curitiba Paraná - Brasil (41)

4 Valter Afonso Vieira Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Norte do Paraná (UNOPAR), Pós-Graduado em Tutoria de Educação a Distância pelo Núcleo de Educação a Distância da Universidade Federal do Paraná (NEAD-UFPR), Mestre em Administração pelo Programa de Pós-Graduação em Administração da Escola de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGA/EA/UFRGS), e Doutor em Administração pelo Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade de Brasília, (PPGA/UnB), na área de concentração Marketing e Comportamento do Consumidor. Ministrou diversas disciplinas na graduação e nos programas de Pós-Graduação Lato-Sensu. Possui experiência como professor, pesquisador, coordenador de estágio supervisionado, orientador e examinador de monografias de graduação e especialização, e coordenador de curso de bacharelado. Tem publicado artigos científicos em congressos e periódicos, tanto nacionais como internacionais. Possui 3 prêmios de Melhor Artigo Científco (Best Paper) em competição nacional (XII PROVAR-FIA, II CLAV-FGV & II EMA-Anpad) e teve um trabalho indicado para premiação na área de marketing do XXX EnAnpad 2006 (Salvador- BA). Suas áreas de interesse são: administração, varejo, planejamento estratégico, desempenho empresarial, métodos de pesquisa e marketing. 4

5 1 INTRODUÇÃO AO MARKETING Conceitualizando marketing A Evolução dos Tipos de Marketing As Eras da Administração Organizacional em Marketing Valor para o Cliente O Estudo do Marketing: Afinal Porque estudar marketing? As disciplinas relacionadas ao marketing Funções do marketing Resumo dos objetivos do capítulo NECESSIDADES, MOTIVAÇÕES E DESEJOS DO CONSUMIDOR Necessidades e Motivações As Principais Teorias da Motivação Objetivos: Estabelecendo objetivos em comportamento do consumidor Passos que o consumidor leva na perseguição de um objetivo fixado Custos em comportamento do consumidor Personalidade Resumo dos Objetivos do capítulo (IN)SATISFAÇÃO DO CLIENTE Introdução e definição Dimensões da Satisfação Miopia de Marketing Resumo dos objetivos do capítulo PESQUISANDO O CONSUMIDOR EM ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING

6 Introdução...45 Definição dos Tipos de Pesquisa mais utilizados em Marketing: Exploratória, Descritiva e Causal...46 A Técnica de Pesquisa Qualitativa...53 Os Métodos da Pesquisa Qualitativa em Marketing: Entrevista Profundidade, Grupos de Foco e Técnicas Projetivas...54 Técnicas de construção de escalas...64 Apresentação das Técnicas de Escalonamento em Pesquisa...66 Técnicas de Escalonamento Comparativo...68 Confiabilidade e Validade das Escalas...75 Resumo dos Objetivos do Capítulo COMPORTAMENTO DE COMPRA...78 O Nascimento do Comportamento do Consumidor...78 Compreendendo o Comportamento de Consumo...80 Marketing e o Campo Comportamental do Consumidor...82 Áreas de Influência no Comportamento do Consumidor: uma mina de ouro para profissionais de marketing...83 Resumo dos objetivos do capítulo ENVOLVIMENTO E RISCO PERCEBIDO EM COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR...88 Introdução...88 Tipos de Envolvimento...90 Fontes de Influenciam do Envolvimento...92 Risco Percebido: Definições, Tipologias e Estratégias de Redução...95 Tipos de Risco Percebido...96 Estratégias Minimizadoras de Risco Percebido...98 Relação entre risco percebido e envolvimento

7 Resumo dos Objetivos do Capítulo ANÁLISE DOS AMBIENTES DO MARKETING Introdução Tipos de Ambientes Resumo dos objetivos do capítulo SEGMENTAÇÃO DE MERCADO Apresentação e definição dos conceitos Necessidades para segmentar um mercado: o que se precisa para dividir o mercado? Estratégias para a Segmentação de Mercado O valor da Segmentação de Mercado Resumo dos objetivos do capítulo GESTÃO DE PRODUTO Introdução Geral Classificação de produto Ciclo de vida do produto Produtos de Moda Categorias dos Adotantes do Produto O Processo de Adoção do Produto Resumo dos objetivos do capítulo ADMINISTRAÇÃO DE MARCA Conceitos e Introdução A Marca é Mais do que um Produto ou é um produto? O Poder do Nome Decisão de Extensão da Linha Notoridade de Marca

8 Resumo dos Objetivos do Capítulo DESENVOLVENDO NOVOS PRODUTOS Tipos de novos produtos Desenvolvimento de Novos Produtos Estratégias de marketing relacionadas a novos produtos Embalagem Resumo dos objetivos do capítulo PLANEJAMENTO DE MARKETING & PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Introdução Modelo da Administração Estratégica Metas & Objetivos Posicionamento Estratégico A matriz de crescimento e participação do Boston Consulting Group (BCG).168 Desenvolvimento de Estratégias funcionais Resumo dos objetivos do capítulo VAREJO Introdução e Conceitualização Tipos de varejistas Resumo dos objetivos do capítulo ESTRATÉGIAS DE MARKETING INTERNACIONAL Introdução ao conceito Conceitos da Internacionalização A Internacionalização Empresarial e seus Processos Características dos Métodos: Fazendo uma comparação Resumo dos Objetivos do capítulo

9 15 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

10 1 INTRODUÇÃO AO MARKETING Conceitualizando marketing O marketing 1 é mais do que um simples departamento da empresa: é um modo ordenado e profundo de refletir, pensar e analisar sobre mercados e planejar (de modo lucrativo) para eles. Esse processo não se aplica apenas a bens e serviços, qualquer coisa pode ser objeto de marketing ideias, eventos, organizações, lugares, personalidades, etc. (Kotler, 2000). Tempos atrás marketing era sinônimo de Vendas (sales). O que se conhecia por gestores e funcionário de marketing era simplesmente o foco na publicidade e propaganda. Neste novo século verificamos atualmente que tudo e todos estão sob a mira de profissionais de marketing, estes buscam por sua vez fazer o produto ou serviço vir a se tornar um sucesso (em diversos aspectos como: lucratividade, satisfação, praticidade, etc.) com maior rapidez de que seus concorrentes através do manuseio de várias ferramentas de marketing. No mundo da gestão empresarial cada vez mais competitiva se desejamos saber o que é um negócio, devemos começar pela sua finalidade. E a finalidade do negócio deve situar-se fora deste. Na verdade, devemos analisar a sociedade como um todo, visto que uma empresa de negócios é um órgão da sociedade. Só há uma definição válida para a finalidade de uma organização segundo Drucker (1954): criar um cliente. Em 1973 a American Marketing Association (AMA) principal associação responsável pela divulgação do marketing, e de suas áreas nos Estados Unidos, tentou padronizar a terminologia do marketing em nível internacional definindo como o desempenho de atividades comerciais que direcionam o fluxo de bens e serviços do produtor ao consumidor ou usuário. 1 Palavra Americana derivada de market traduzido para o português como mercado. 10

11 Em 1985 veio a substituição pela aprovação do conselho da organização, pelo simples motivo da primeira se apresentar um pouco inferior, tornando-se agora mais abrangente, e respeitada a nível mundial: marketing é o processo e planejamento e execução da concepção, preço, promoção e distribuição de ideias, bens e serviços, organizações e eventos para criar trocas 2 que venham a satisfazer objetivos individuais e organizacionais (Bennett 1995). As implicações dessa definição são muito amplas, explica Semenik & Bomossy (1995). Primeiro, a definição especifica que o marketing é um processo de planejamento e execução planejar, ou pensar para poder executar. Depois pressupõe uma ampla gama de responsabilidades associadas com o desenvolvimento de produtos, decisões de preço, decisões promocionais e decisões de distribuição (supply-chain), conhecidas também como o composto de marketing. Terceiro, a definição enfatiza que o marketing refere-se não apenas a produtos tangíveis como também ao marketing de ideias e serviços 3 intangível. Existem várias outras definições para o marketing. Como este é uma arte e não uma ciência (Cobra, 1997), cada profissional acaba lançando sua definição ao termo. Alguns até mesmo sem o conhecimento necessário para tal façanha. Para os pesquisadores do Baruch College de New York, Schiffman e Kanuk (2000, p.464) marketing são as atividades destinadas a realçar o fluxo de bens, serviços e ideias dos produtores para os consumidores no sentido de satisfazer às necessidades e aos gostos do consumidor. Para um dos fundadores dos conceitos de marketing, o americano e economista Philip Kotler (2000), marketing é o processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo que necessitam e o que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros. Peter Drucker (1973, p.64-65) salienta que se pode presumir que sempre haverá necessidade de algum esforço de vendas, mas o objetivo do marketing é tornar a venda supérflua, ou mais fácil. A meta é conhecer e compreender tão bem o 2 Negrito nosso. 3 Para uma revisão mais aprofundada de serviços ver Vieira (2003a) 11

12 cliente que o produto ou serviço se adapte a ele e se venda por si só. O ideal é que o marketing deixe o cliente pronto (consciente e apto) para comprar. A partir daí, basta tornar o produto ou o serviço disponível. Entende-se que o marketing não cria hábitos de consumo, mas estimula a compra de produtos ou serviços que satisfaçam a alguma necessidade latente (Cobra, 1997). O ideal é que esta satisfação sentida pelo consumidor seja maior do que a satisfação sentida pela compra do produto da concorrência. O rg a n iz a çõ es N ec e ssid a d es, d esejo s e d em a n d a P ro d u to s co n c eito s D ifer en cia çã o d e m e rca d o V a lo r, q u a lid a d e, e sa tisfa çã o P ro cesso d e tro c a Figura 1. Conceitos fundamentais de marketing Fonte: Kotler e Armstrong (2000) Em conceitos fundamentais podemos descrever como: as organizações (empresas em geral) buscam identificar as necessidades (objetos primários como água, luz, imóvel), desejos (como automóvel, relógio, uma boa entrega de pizzas) e desenvolver produtos competitivos para eliminar essas necessidades. Esses 12

13 O consumidor, ao adquirir determinado produto, possui uma série de expectativas. Ao utilizá-lo, podem ocorrer três situações: Insatisfação Emocional: o desempenho fica abaixo da expectativa; Confirmação das Expectativas: o desempenho fica igual ao esperado; Satisfação Emocional: o desempenho fica acima das expectativas esperadas, gerando um elevado grau de satisfação. Experiências anteriores com com a a Marca Marca e e o o Produto Produto Expectativas de de performance da da marca marca Avaliação da da performance da da marca marca Avaliação da da discrepância entre entre expectativa e e performance Performance abaixo abaixo das das expectativas = insatisfação emocional Performance conforme o o esperado = confirmação das das expectativas Performance supera supera as as expectativas = satisfação emocional Figura 11. A formação da Satisfação/Insatisfação do Consumidor Fonte: Mowen (1995). 43

14 5 COMPORTAMENTO DE COMPRA O Nascimento do Comportamento do Consumidor O campo do comportamento do consumidor surgiu logo em seus primórdios, como um campo de estudo, nas décadas de 60 mais precisamente há 26 anos, em 1968, através da influência de escritores como Newman, Katona, Ferbera, Howard e Engel 19 (apud Engel, Blackwell e Miniard, 2000) que visavam identificar as variáveis que rodeiam o consumidor, bem como outras variáveis como: suas atitudes inconstantes perante diferentes produtos, o comportamento de compra, as razões de causa e efeito que reagem à persuasão, dentre outras. O comportamento de consumo pode ser simplificado como o comportamento que os consumidores mostram quando estão procurando, comprando, usando, avaliando e determinando produtos, serviços e ideias. Assim, com o passar dos anos e de muitos estudos este campo foi tomando sustentação e robustez, ainda mais com a criação posteriormente de dois importantes veículos de divulgação como o Journal of Consumer Research e o Advances in Consumer Research da Associação para Pesquisa do Consumidor (Association for Consumer Research [www.ama.org]) nos Estados Unidos. Podemos até mesmo verificar na edição de 2002 do encontro anual do BALAS Business American Latin Association Studies (www.balas.org), Florida, USA, onde fora criado uma área exclusiva para receber os trabalhos sobre comportamento do consumidor. 19 NEWMAN, J. On Knowing the Consumer. Ronald Press, USA, 1963; Katona, G. The Powerful Consumer. New York: McGraw-Hill, 1960; Os escritores de Robert Ferber variaram de técnicas estatísticas avançadas a aplicações de princípios de psicologia e economia a várias fases do comportamento do consumidor. Foi co-editor, com Hugh G. Wales de um importante livro Motivation and Market Behavior. Honewood IL: Richard D. Irvin, 1958; Howard, J. A. Marketing Management Analysis and Planning. (ed. rev.) Homewood, Ill: Richard D. Irwin, 1963 e Engel, James F., Kollat, D.T., Blackwell, Roger D. Consumer Behavior, 1 st. New York: Holt, Rinehart and Winston,

15 9 GESTÃO DE PRODUTO Introdução Geral Um produto é algo que pode ser oferecido a um mercado para satisfazer uma necessidade ou desejo (Kotler, 2000). As empresas oferecem produtos e serviços, mas comumente estes são conhecidos como produtos, outras derivações são ideias, marketing pessoal.. O produto é um dos principais fatores dos 4 P s a ser administrado pela organização. Uma definição mais precisa sobre produto é, um conjunto de atributos tangíveis e intangíveis que proporciona benefícios reais ou percebidos com a finalidade de satisfazer as necessidades e os desejos do consumidor (Semenik e Bamossy, 1995). Poucas alterações em suas características podem significar um sucesso ou fracasso. As empresas que visam uma posição diferencial no mercado devem buscar que seus produtos não se transformem em uma commodity, ou seja, um produto que tem uma acomodação no mercado e não um diferencial dos seus competidores (eg. gasolina). O ideal é implantar o máximo possível de valor para diferenciá-lo da concorrência (eg. posto de gasolina com caixa 24 horas, autolavagem, calibração de pneus, e pagamento na bomba). Os produtos e seu desenvolvimento ficam correlacionados com a tecnologia da informação (TI). Produtos antigos como latinhas de sardinha, hoje veem com um procedimento de auto abertura. Outra inovação conhecida e de sucesso é vista nos sucos Del Valle, conquistando os corações das donas de lares. Seu processo de abertura fácil, que não precisa de tesoura e nem faca para cortar a caixinha, fortaleceu suas vendas e participação no mercado. Quanto a sua durabilidade e tangibilidade dos produtos, podem ser. 1. Bens não Duráveis. Os bens não duráveis são bens tangíveis normalmente consumidos ou usados uma ou poucas vezes, como cerveja e sabão. 2. Bens Duráveis. Os bens duráveis são bens tangíveis normalmente usados durante um período de tempo, como geladeiras, ferramentas e vestuário. 124

16 A elaboração deste quadro em síntese aos diversos métodos citados no decorrer deste estudo, serve de breve revisão, classificação e definição dos modelos existentes, sendo que suas indicações estão relacionadas conforme suas características. Outros pontos como: artigos que abordam cada um destes sistemas, exemplos práticos, dentre outros não foi possível citar por uma questão de espaço. Resumo dos Objetivos do capítulo Dentro do processo de internacionalização de uma empresa deve-se além das características descritas preocuparem-se com: Uma intensa pesquisa de mercado (pré & pós); Analisar os canais de distribuição, podendo fazer novas parceiras; Analisar os fatores sociais e culturais do país; e Principalmente, procurar um bom parceiro para adentrar a um mercado estranho e provavelmente com peculiaridades que a empresa investidora não conhece. Existem regiões em que determinadas investidas são melhores do que outras, fazendo com que um meio de ingresso seja mais apropriado do que outros. Algumas áreas podem possuir vantagens em curto prazo, ou seja, provavelmente os lucros serão maiores nas regiões como a da tríade (Ohmae, 1985). O que fica claro em um mundo globalizado e extremamente competitivo onde há uma pressão cada vez maior para as empresas se internacionalizarem e também buscarem novas possibilidades de alcançar vantagens competitivas (Bernardes & Fensterseifer, 1999) é que as empresas devem unir-se e aproveitar a expertise de cada uma, e um cuidado na preocupação com os detalhes: operacionais, contratuais e legais até a implantação da aliança são fundamentais, mas não único e uma fusão, ou união entre empresas envolve pessoas, tratamento de várias culturas (Beyer & Rice, 1986), além de batalhas políticas pelo poder interno, custo de agency 48 (Waack, 2000). 48 Custos de agency são todos os custos administrativos e de legalização do processo. 198

17 15 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Aaker, D.A.; Kumar, V.; Day, G.S. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, Aaker, David. Brand Equity: Gerenciando o Valor da Marca. 2ª.ed. São Paulo: Negócio, Aaker, David. Criando e Administrando Marcas de Sucesso. São Paulo: Editora Futura, ABRACOOP Associação Brasileira para o Desenvolvimento das Cooperativas de Trabalho e de Serviços. Manual Da Cooperativa Municipal Para Incubação, São Paulo, Revisão Nº 00 10/09/01. acesso em 17/09/04 Afonso, M.L. Administração da Empresa de Serviços. Goiânia: Kelps, 2004, 230p. Afonso, Marcos L. Estratégia de Marketing. Uberlândia: Editora FV, Ahlfeldt, R., Barbosa, S. L. Strategic Alliances: an Analysis About Internal Limitations and Essentially External Limitations Under Institutional Theory Point of View. In: BUSINESS AMERICAN LATIN ASSOCIATION STUDIES BALAS, 2000, Caracas. Proceedings Caracas, Venezuela: Balas, Albuquerque, L.G. Competitividade em recursos humanos. Revista de Administração RAUSP, v. 27, n. 4, p , Alexander, R. S. The Death and Burial of Sick Products. Journal of Marketing, April, Amorim, Tania N.G.F. Competitividade Organizacional: Caminhos Competitivos. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 21, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Anpad, Andrews, J.H. Countdown to the Census. Planning, v.62, nº.12, p.04-07, Dez Ansoff, Igor H. Corporate Strategy. New York: McGraw-Hill, Ansoff, Igor H. Strategic Management of Technology. Journal of Business Strategy, v. 7, n. 3, Winter, p.28-39, Antil, J.H., Conceptualization and Operationalization of Involvement, In: KINNEAR, Thomas (org) Advances in Consumer Research, p , Appio, J., Vieira, V.A., Tibola, F. Uma Aplicação Prática Da Matriz BCG e Análise SWOT: Um Estudo de Caso. In: I Encontro Científico Regional de Administração e II Seminário Regional de Atualização Empresarial do CEFET-PR. Anais... Pato Branco, Arruda, C. A., Goulart, L., Brasil, H. V. Estratégias de Internacionalização: Competitividade e Incrementalismo. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 18, 1994, Rio de Janeiro. Anais Rio de Janeiro: Anpad, Arruda, M. C. C., Arruda, C. L. Alianças Estratégicas Internacionais: formação e estruturação em industrias manufatureiras. Revista de Administração de Empresas RAE, v. 37, n. 4, p , Out./Dez Avolonitis, George J. Product Elimination Decision Making: Does Formality Matter. Journal of Marketing, p ,

18 Ayal, I. Industry Export Performance: Assessment and Prediction. Journal of Marketing, Summer, p.54-61, Ayal, I., Jechiel, Z. Market Expansion Strategies in Multinational Marketing. Journal of Marketing, Spring, p.84-94, Bacellar, A. A Análise de Dados na Pesquisa Qualitativa. Revista Episteme, v.7, nº.21, p.07-20, Jul./Out Bagozzi, Richard P., Dholakia, Utpal. Goal Setting and Goal Striving in Consumer Behavior. Journal of Marketing, v. 63, Special Issue, p , Basso, M. Joint-Venture: Manual Prático das Associações Empresariais. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, Basso, M. Joint-Venture: Manual Prático. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, Bauer, R. Consumer behavior as risk-taking. In: Dynamic Markeing for a Changing World, American Marketing Association (AMA), 43,. Proceedings p , Bearden, W.O., Etzel, M.J. Reference Group Influence on Product and Brand Purchase Decisions. Journal of Consumer Research, n. 9, Set Beber, S.J.N. Estado Atual dos Estudos sobre a Satisfação do Consumidor. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 23, Foz do Iguaçu, Anais... Foz do Iguaçu: Anpad, Beckman, Dale M., Boone, Louis E., KURTZ, David L. Foundations of Marketing. 5ª.ed. Toronto: Rhinehart and Winston of Canada, Belk, Russel W., What Should ACR Want to be When it Grows up? In: Advances in Consumer Research, v. 13, apud Holbrook, Morris B. What is Consumer Research? Journal of Consumer Research, v. 14, p , Jun Bennett, P.D. (ed.) Dictionary of Marketing Terms. Chicago: American Marketing Association, 1988, p.184. Bennett, Peter D. Dictionary of Marketing Terms 2.ed. Chicago, USA: American Marketing Association, Bernardes, E. S., Fensterseifer, J. E. A Configuração Internacional da Atividade Produtiva: na Perspectiva de Estratégia de Produção. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 23, 1999, Foz do Iguaçu. Anais... Foz do Iguaçu: Anpad, Bettman, J., Johnson, E., Payne, J. Consumer Decision Making. In: Thomas Robertson e Harold Kassarjian (eds.) Handbook of Consumer Behavior, New Jersey: Prentice-Hall, 1991, p Beyer, J., Rice, H. How on Organization s rite Revel it s Culture. Organizational Dynamics, Blecher, Nelson. O Maqueteiro do Ano. Revista Exame, a. 36, ed. 757, 9 Janeiro 2002, p. 94. Bloch, P.H. An exploration into the scaling of consumer s involvement with a product class. Advances in Consumer Research, v. 8, p , Blundi, M. D. S., Everardo, R. Franquia, Etnocentrismo e Alteridade: um Estudo sobre Diferença Cultural. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 25, 2001, Campinas. Anais... Campinas: Anpad,

19 Boone, Louis E., Kurtz, David L. Marketing Contemporâneo. 8ª.ed. Rio de Janeiro: Editora LTC, Borch, Fred J. The Marketing Philosophy as a way of Business Life. The Marketing Concept: it s Meaning to Management (Marketing Series, n. 99) New York: American Marketing Association, p. 3-5, Boris, B., Jemison, D. D. Hybrid Arrangements as Strategic Alliances: Theoretical issues in Organizational Combination. Academy of Management Review, Mississippi, v. 14, n. 2, p , Botelho, Delane., Macera Andrea. Análise Metateórica de Teses e Dissertações da Área de Marketing Apresentadas na EAESP-FGV ( ). In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 25, Campinas. Anais... Campinas: Anpad, Business Week. R&D Scoreboard: on a Clear Day you Can See Progress, 29 June, p , Cahill, D.J. When to use Qualitative Methods: How About at the Midpoint? Marketing News, v.32, nº.1, p.15-17, Jan Calder, B.J., Tybout, A.M. What Consumer Research is Journal of Consumer Research, v. 14, p , June Callebaut, Jan et. The Naked Consumer: the Secret of Motivational Research in Global Marketing. Antuérpia, Bélgica: Cenydiam Institute, apud Kotler, Philip. Administração de Marketing. A edição do novo milênio. 10. Ed. São Paulo: Prentice-Hall, 2000, p Carroll, Archie. The Pyramid of Corporate Social Responsability: Toward the Moral Management of Organizational Stakeholders. Business Horizonts, n. 34, p. 42, July/August apud Ferrel, O. C., Hartline, Michael D., Lucas Jr., George H., Luck, David. Estratégia de Marketing. São Paulo: Atlas, Casotti, Letícia. O que é a Pesquisa do Consumidor? Reflexões Geradas a partir de um Problema Prático. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 23, Foz do Iguaçu, Anais... Foz do Iguaçu: Anpad, Cassoti, Letícia. Comportamento do Consumidor de Alimentos: Adoção de Novos Produtos e Riscos Associados. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 25, Campinas. Anais... Campinas: Anpad, Chauvel, M.A. Insatisfação e queixa a empresa: investigando os relatos dos consumidores. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 24, Florianópolis, Anais... Florianópolis: Anpad, Cherto, M. R., Rizzo, M. Franchising: Como Comprar sua Franquia Passo a Passo. São Paulo: Makron, McGraw-Hill, Churchill, Gilbert A. Jr. Marketing Research: Methodological Foundations. The Dryden Press: Chicago, Churchill, Gilbert A. Jr., Peter, Paul J. Marketing: Criando Valor Para o Cliente. 2ª.ed. São Paulo: Saraiva,

20 Cleto, Marcelo G. Estratégia de Internacionalização: o caso da Metal Leve. (Tese) Doutorado, PPEG/UFSC - Departamento, Universidade Federal de Santa Catarina UFSC, Florianópolis, Santa Catarina, Cleto, Marcelo G. Estratégia Internacionalização da Produção. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 21, 1997, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Anpad, Cobra, Marcos H. N. Marketing Básico. 4ª.ed. São Paulo: Atlas, Coombs, C.H. Theory and Methods of Social Measurement. In: Festinger, L., Katz, D. (org.) Research Methods in the Behavioral Sciences. New York: Holt, Rinehart & Winston, Corfman, K.P. Comparability and Comparison Leves Used in Choices Among Consumer Products. Journal of Marketing Research, nº.28, p , Ago Correa, C. A Promessa Quebrada. Revista Exame, e. 752, a. 35, n. 22, 31/Outubro, p.42-53, Costley, C.L. Meta Analysis of Involvement Research. Advances in Consumer Research, v.15, p , Crego, Edwin T., Schiffrin, Peter D. Customer Centered Reengineering. Homewood, Illinois: Irwin, Cunha Jr., M.V.M. Análise Multidimensional de Dados Categóricos: aplicação das análises de correspondência em marketing sua integração com técnicas de análise de dados quantitativos. Revista de Administração RAUSP, v.35, nº 1, p.32-50, Jan./Mar Cunha Jr., M.V.M., Freitas, H.M.R., Slongo, L.A. A pesquisa de marketing como fator de interação universidade-empresa: estudo de caso aplicado utilizando uma ferramenta (Sphinx ) de estruturação e de análise quantitativa e qualitativa de dados. In: ENCONTRO ANUAL DA ANPAD (XIX: 1995: João Pessoa). Anais... João Pessoa, Cupershmid, Nair Regina., Tavares, Mauro Calixta. Atitudes em Relação ao Meio Ambiente e sua Influência no Processo de Compra de Alimentos. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 25, Campinas. Anais... Campinas: Anpad, Dahab, S. S., cardim, R. L., Cunha, M. P. Internacionalização de Franquias de Serviços: Processos de Aprendizado Local e Homogeneização de Rede. In: XXI SIMPÓSIO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, São Paulo. Anais... São Paulo, PGT-POLI- USP, Universidade de São Paulo, Day, E. Quantitative Research Course Emphasizes Understading Merits and Limitations. Marketing News, v.16, nº.31, Aug Delbès, R.; Gramont, E.T. Études de Marché, Outil de la Décision. Paris: Delmas, Derose, Rodger L. New Products Sifting Through the Haystack. Journal of Consumer Marketing, Summer, Dholakia, U.M. An Investigation of the Relationship between Perceived Risk and product involvement. Advances in Consumer Research, v.24, p , Dichter, Ernest. Handbook of Consumer Motivations. New York: McGraw-Hill,

21 Drucker, Peter F. Management: task, Responsibilities, Practices. New York: Harper & Row, Drucker, Peter F. The Practice of Management. New York: Harper & How, 1954, p. 37. Dubois, Bernard. Compreender o Consumidor. 2ª ed. Lisboa: Publicações Dom Quixote, Dutra, E. E. J. Joint-Ventures Internacionais e a Busca de Vantagem Competitiva. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 22, 1998, Foz do Iguaçu. Anais... Foz do Iguaçu: Anpad, Dwyer, P. Tearing up Today s Organization Chart. Business Week, Nov., p , Engel, J.F., Blackwell, R.D., Miniard, P.W. Comportamento do Consumidor. 8ª.ed. São Paulo: LTC Editora, Espartel, L.B., Slongo, L.A. Atributos de Produto e Motivações de Compra no mercado jornalístico do Rio Grande do Sul. In: ENANPAD (XXIII: 1999: Foz do Iguaçu). Anais... Foz do Iguaçu, Espartel, L.B., Slongo, L.A. Atributos de Produto e Motivações de Compra no mercado jornalístico do Rio Grande do Sul. In: ENANPAD (XXIII: 1999: Foz do Iguaçu). Anais... Foz do Iguaçu, Evrard, Y., Pras, B., Roux, E. Market: Étudos et Recherché en Marketing. Paris: Nathan, Evrard, Yves. La Satisfaction des Consommateurs: état des Recherches. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 17, Curitiba. Anais... Curitiba: Anpad, Evrard, Yves. La Satisfaction des Consommateurs: état des Recherces. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 17, Salvador, Anais... Salvador: Anpad, Fagan, M. L. A Guide to Global Sourcing. Journal of Business Strategy, March/April, p.21-25, Fahy, J. Competitive Advantages in International Services: a Resource-Based View. International Studies of Management & Organization, v. 26, n. 2, p , Farias, Salomão A., Dolan, John., Bohner, Chris., Dwyer, Lisa. Emoções e sentimentos na resposta de satisfação dos consumidores: ocaso de um programa de MBA. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 21, 1997, Rio de Janeiro. Anais Rio de Janeiro: Anpad, Feldwick, P. Para que serve o Valor Líquido. Revista HSM-Management, n. 7, p , Mar./Abril Ferdows, K. Mapping International Manufacturing Networks. In: FERDOWS K. (ed). Managing International Manufacturing. North-Holland: Nova York, Ferreira-de-Freitas, Ana A., Heineck, Luiz Fernando M. Metodologia de Segmentação de Mercado pela Associação Direta entre Produtos e Clientes. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, n. 25, Campinas. Anais... Campinas: Anpad, Ferrel, O. C., Hartline, Michael D., Lucas Jr., George H., Luck, David. Estratégia de Marketing. São Paulo: Atlas,

RESOLUÇÃO CADM 09/11, DE 22 DE JUNHO DE 2011

RESOLUÇÃO CADM 09/11, DE 22 DE JUNHO DE 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO CADM 09/11, DE 22 DE JUNHO DE 2011 Aprova planos de ensinos de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. SEMESTRE 2012 DISCIPLINA: PGA944 - COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR PROFESSOR: SALOMÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAS APLICADAS - GESTÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAS APLICADAS - GESTÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAS APLICADAS - GESTÃO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MICHELA APARECIDA SCHUTZ ESTUDO DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR NA TOMADA DE DECISÃO DE COMPRA DO CLIENTE

Leia mais

PLANO DE ENSINO. As atividades da disciplina estão orientadas no sentido de alcançar os seguintes objetivos abaixo relacionados:

PLANO DE ENSINO. As atividades da disciplina estão orientadas no sentido de alcançar os seguintes objetivos abaixo relacionados: I IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO Curso Bacharelado em Administração Disciplina GADM11 - Fundamentos de Marketing Pré-Requisitos: Não há Professor Marcos Severo II EMENTA Período 5º CH. Semanal 04h/a Ano/Sem

Leia mais

A PERCEPÇÃO. Cassio Sclovsky Grinberg. 1. Introdução:

A PERCEPÇÃO. Cassio Sclovsky Grinberg. 1. Introdução: A PERCEPÇÃO Cassio Sclovsky Grinberg 1. Introdução: A literatura da área de Comportamento do Consumidor sugere percepção como sendo um ponto fundamental no estudo e entendimento dos processos psicológicos

Leia mais

Valor da Marca* Ana Côrte-Real Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Valor da Marca* Ana Côrte-Real Faculdade de Economia da Universidade do Porto Valor da Marca* Ana Côrte-Real Faculdade de Economia da Universidade do Porto Resumo A autora apresenta neste artigo uma revisão crítica de algumas perspectivas sobre o valor da marca, sublinhando o contributo

Leia mais

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS

NEGÓCIOS INTERNACIONAIS NEGÓCIOS INTERNACIONAIS Programa Prof. João Pedro Couto Objectivos Esta disciplina tem como finalidade fornecer aos alunos um conjunto de elementos que permitam aos mesmos, utilizando uma lógica de raciocínio

Leia mais

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde*

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde* UniversidadeNovedeJulho1UNINOVE ProgramadeMestradoProfissionalemAdministração GestãoemSistemasdeSaúde Disciplina ProjetosComplexoseEstratégicosAplicadosàSaúde Códigodadisciplina GSEL04 Linhadepesquisa

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Vendas Integrado ao Ensino Médio na Modalidade Educação FORMA/GRAU:(X )integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( )

Leia mais

Estratégia de Orientação para o Mercado (OPM): breve revisão de conceitos e escalas de mensuração

Estratégia de Orientação para o Mercado (OPM): breve revisão de conceitos e escalas de mensuração Estratégia de para o Mercado (OPM): breve revisão de conceitos e escalas de mensuração Miguel Rivera PERES JÚNIOR 1 ; Jordan Assis REIS 2 1 Professor do IFMG Campus Formiga. Rua Padre Alberico, s/n. Formiga,MG

Leia mais

Marketing. - Fatos históricos.

Marketing. - Fatos históricos. Marketing - Fatos históricos. Escambo. Produção e consumo baixos. Crescimento do consumo. Crescimento da produção = paridade. Explosão da produção. Marketing é o desempenho das atividades de negócios que

Leia mais

Gestão de Marketing e Ética Empresarial

Gestão de Marketing e Ética Empresarial Escola de Economia e Gestão Gestão de Marketing e Ética Empresarial Reconhecer e explicar os conceitos pilares do marketing e seu ambiente; Reconhecer a estratégia de marketing e aplicar os principais

Leia mais

P L A N O D E E N S I N O

P L A N O D E E N S I N O Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Administração Departamento de Ciências Administrativas Semestre: 2007/1 P L A N O D E E N S I N O Disciplina: ADM 1141 - Introdução ao Marketing. Turma

Leia mais

PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE

PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO UNIVERSIDADE TECNICA DE LISBOA CURSO DE LICENCIATURA EM GESTÃO 2007/2008 (Regras de Bolonha) PROGRAMA DE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE L I S B O A SETEMBRO 2 0

Leia mais

Desempenho no trabalho: Revisão da literatura [I] Job performance: An overview of literature

Desempenho no trabalho: Revisão da literatura [I] Job performance: An overview of literature PSICOLOGIA ARGUMENTO doi: 10.7213/psicol.argum.5895 ARTIGOS [T] Desempenho no trabalho: Revisão da literatura [I] Job performance: An overview of literature [R] [A] Pedro Fernando Bendassolli Resumo Received

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas ALMEIDA, S. O.; LOPES, T. C.; PEREIRA, R. de C. F. A produção científica em marketing de relacionamento no Brasil entre 1990 e 2004. In: Anais do Encontro de Marketing, 2.

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO NAS EMPRESAS DA AMAZÔNIA: O CASO DE CRUZEIRO DO SUL/AC.

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO NAS EMPRESAS DA AMAZÔNIA: O CASO DE CRUZEIRO DO SUL/AC. PLANEJAMENTO ESTRATEGICO NAS EMPRESAS DA AMAZÔNIA: O CASO DE CRUZEIRO DO SUL/AC. César Gomes de Freitas, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre, Campus Cruzeiro do Sul/Acre, Brasil

Leia mais

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING PROGRAMA PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA PRIME GESTÃO MERCADOLÓGICA 2009 REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING Todo comprador poderá adquirir o seu automóvel da cor que desejar, desde que seja preto.

Leia mais

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDAD E FEDERAL DE L AVR AS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Código Denominação DISCIPLINA Crédito(s) (*) Carga Horária Teórica Prática

Leia mais

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Sistema de Informação de Marketing: ferramenta de construção da vantagem competitiva em organizações 03/09/2008

Núcleo de Pós Graduação Pitágoras. Sistema de Informação de Marketing: ferramenta de construção da vantagem competitiva em organizações 03/09/2008 Núcleo de Pós Graduação Pitágoras Professor: Fernando Zaidan Disciplina: Arquitetura da Informática e Automação MBA Gestão em Tecnologia da Informaçao Sistema de Informação de Marketing: ferramenta de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: FACIP

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADÊMICA: FACIP UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DO PONTAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FICHA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: Estratégia e Planejamento CÓDIGO: UNIDADE ACADÊMICA: FACIP PERÍODO/SÉRIE:

Leia mais

6 Referências bibliográficas

6 Referências bibliográficas 6 Referências bibliográficas AAKER, D. Pesquisa de Marketing. São Paulo: Atlas, 2001. ABBAS, K. Gestão de Custos em Organizações Hospitalares. 2001. In COUTO, Renato e PEDROSA, Tânia. Hospital: Acreditação

Leia mais

Processo de adoção de Moda

Processo de adoção de Moda ANHEMBI MORUMBI Processo de adoção de Moda ANA PAULA DE MIRANDA O uso proeminente da moda é desenvolver senso de identidade pessoal. Consumidores usam a moda para representar tipos sociais específicos

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas ACS, Z. J.; AUDRETSCH, D. B. Innovation in large and small firms: an empirical analysis. The American Economic Review, v. 78, n. 4, p. 678-690, 1988. ANTONCIC, B.; HISRICH,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO 2º. SEMESTRE 2015 DISCIPLINA: Pesquisa Quantitativa com Análise de Dados PROFESSOR:

Leia mais

O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG

O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG O uso da tecnologia CRM em uma empresa de pequeno porte no município de Bambuí-MG Caroline Passatore¹, Dayvid de Oliveira¹, Gustavo Nunes Bolina¹, Gabriela Ribeiro¹, Júlio César Benfenatti Ferreira² 1

Leia mais

6 Referência bibliográfica

6 Referência bibliográfica 6 Referência bibliográfica AAKER, D. A.; KUMAR, V.; DAY, G. S. Pesquisa de Marketing. São Paulo, Atlas, 2004. ABEVD - Associação Brasileira de Empresas de Venda Direta. Disponível em: .

Leia mais

Utilizando a Inteligência Competitiva para Tomar Decisões

Utilizando a Inteligência Competitiva para Tomar Decisões Utilizando a Inteligência Competitiva para Tomar Decisões São Paulo, 9 de outubro de 2006. 0 Apresentação da MKM Consulting 1 Mauro Martins Sócio Diretor da MKM Consulting MKM Consulting Mauro Martins

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE EMPRESAS CONSTRUTURAS DE PEQUENO PORTE

SISTEMA DE GESTÃO DE EMPRESAS CONSTRUTURAS DE PEQUENO PORTE SISTEMA DE GESTÃO DE EMPRESAS CONSTRUTURAS DE PEQUENO PORTE MOURA, Adilson Tadeu Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva BILESKY, Luciano Rossi Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE AS INTERFACES DO MARKETING E ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE AS INTERFACES DO MARKETING E ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE AS INTERFACES DO MARKETING E ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Carolina K. Souza Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC Departamento de Engenharia de Produção, Campus universitário

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 3º T 03 EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 3º T 03 EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Aula 2. Planejamento Estratégico de Marketing

Aula 2. Planejamento Estratégico de Marketing Aula 2 Planejamento Estratégico de Marketing Profa. Ms. Daniela Cartoni daniela.cartoni@veris.edu.br Ambiente de marketing Planejamento Estratégico de Marketing Processo de reflexão sobre informações e

Leia mais

Planejamento e Implementação de Ações de Marketing

Planejamento e Implementação de Ações de Marketing Planejamento e Implementação de Ações de Marketing Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso

Leia mais

Estrutura do Curso. Planejamento Estratégico

Estrutura do Curso. Planejamento Estratégico Estrutura do Curso (Prof. Mauricio Neves) INTRODUÇÃO À ESTRATÉGIA EMPRESARIAL (Unidade I) MODELO PORTER: TÉCNICAS ANALÍTICAS (Unidade II) ESTRATÉGIA BASEADA EM RECURSOS, (Unidade IV) Planejamento Estratégico

Leia mais

Prof: Carlos Alberto

Prof: Carlos Alberto AULA 1 Marketing Prof: Carlos Alberto Bacharel em Administração Bacharel em Comunicação Social Jornalismo Tecnólogo em Gestão Financeira MBA em Gestão de Negócios Mestrado em Administração de Empresas

Leia mais

Curso de Administração Informações da Disciplina: Administração Financeira I

Curso de Administração Informações da Disciplina: Administração Financeira I Administração Financeira I Timóteo Ramos Queiróz Conhecer, identificar e saber realizar as funções do administrador que dizem respeito às decisões financeiras de curto e às formas de mensuração da criação

Leia mais

Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008

Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008 Bibliografia referente ao artigo Gestão baseada no valor, Isabel Ribeiro de Carvalho, Revista TOC, Fevereiro 2008 Bibliografía BREALEY, Richard A.; MYERS, Stewart C. - Princípios de Finanças Empresariais.

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: FORMA/GRAU:( )integrado ( x )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE: ( ) Presencial

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. EMENTA (Síntese do Conteúdo)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. EMENTA (Síntese do Conteúdo) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Código: EASD023 Pág/Pág: 01/05 CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO MODALIDADE A DISTÂNCIA

Leia mais

6 Bibliografia. ALLADI, Venkatesh. Postmodernism, Consumer Culture and the Society of the Spectacle. Advances in Consumer Research, 1992.

6 Bibliografia. ALLADI, Venkatesh. Postmodernism, Consumer Culture and the Society of the Spectacle. Advances in Consumer Research, 1992. 6 Bibliografia ALLADI, Venkatesh. Postmodernism, Consumer Culture and the Society of the Spectacle. Advances in Consumer Research, 1992. ALLÉRÈS, Danielle. Luxo: Estratégia de Marketing. Rio de Janeiro:

Leia mais

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA

Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Programa de Mestrado e Doutorado em Administração - PMDA Mestrado em Administração Disciplina: Internacionalização e Globalização Carga horária: 45 horas-aula Créditos: 3 I. OBJETIVOS DA DISCIPLINA A presente

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 10/2013 PREENCHIMENTO DE VAGA PARA DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 10/2013 PREENCHIMENTO DE VAGA PARA DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO I - INSCRIÇÕES PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 10/2013 PREENCHIMENTO DE VAGA PARA DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR ADMINISTRAÇÃO Período: 05/03/2013 a 10/03/2013 Pelo

Leia mais

Na teoria e na vida, FDC

Na teoria e na vida, FDC C T E C E N T R O D E T E C N O L O G I A E M P R E S A R I A L C T E C o o p e r a ç ã o e n t r e e m p r e s a s d e g r a n d e p o r t e Na teoria e na vida, FDC AF - 05-006 - CTE02 R.indd 2 7/10/07

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis - PPGCC FICHA DE DISCIPLINA FICHA DE DISCIPLINA Disciplina Contabilidade e Análise de Custos Código Carga Horária 6 Créditos 4 Tipo: PPGCC09 Eletiva OBJETIVOS Apresentar e discutir os conhecimentos fundamentais voltados para a identificação,

Leia mais

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE ESPORTES

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE ESPORTES PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE ESPORTES SIGA ZMBAEESP11/00 Rua Almirante Protógenes, 290 Bairro Jardim Santo André SP - CEP 09090-760 - Fone: (11) 4433 3222 Av.

Leia mais

Gestão Democrática e Humanização do Cuidado

Gestão Democrática e Humanização do Cuidado Gestão Democrática e Humanização do Cuidado Cuiabá, agosto/2013 Selma Loch (SMS Florianópolis) selmaloch@gmail.com Gestão Democrática e Humanização do Cuidado Projeto de pesquisa sobre liderança e gerência

Leia mais

CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED

CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED DISCIPLINA: Comunicação Integrada CÓDIGO: COS 1034 CARGA HORÁRIA: 80 H/A, sendo 72h em sala de aula + 8h AED PERÍODO: 5º SEMESTRE: 2012/2 CURRÍCULO: 2010/1 DOCENTE: Ms. Marina Roriz EMENTA Conceito, relevância

Leia mais

" MARKETING INTERNACIONAL "

 MARKETING INTERNACIONAL INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Universidade Técnica de Lisboa " MARKETING INTERNACIONAL " 2007/2008 (2º Semestre) Introdução Objectivos Programa Bibliografia MESTRADO DE MARKETING Docente: Profª

Leia mais

Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas:

Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas: Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas: Missão, Visão & Valores Missão Prover os clientes com soluções e serviços que os levem ao alcance de suas metas

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GESTÃO DE PROJETOS: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A IMPLANTAÇÃO DE UM SOFTWARE PMIS Área de conhecimento

Leia mais

Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas:

Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas: Consultoria especializada no desenvolvimento de pessoas, com soluções e serviços em 3 áreas: Missão, Visão & Valores Missão Prover os clientes com soluções e serviços que os levem ao alcance de suas metas

Leia mais

TÉCNICA DE VENDAS: UMA ABORDAGEM DIRETA

TÉCNICA DE VENDAS: UMA ABORDAGEM DIRETA 1 TÉCNICA DE VENDAS: UMA ABORDAGEM DIRETA Alan Nogueira de Carvalho 1 Sônia Sousa Almeida Rodrigues 2 Resumo Diversas entidades possuem necessidades e interesses de negociações em vendas, e através desses

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MARKETING PROJETO INTEGRADOR PROJETO INTEGRADOR 1. INTRODUÇÃO Conforme as diretrizes do Projeto Pedagógico dos Cursos Superiores de Tecnologia da Faculdade Unida de Suzano

Leia mais

MARKETING VERDE: ANÁLISE DO CONHECIMENTO DOS ESTUDANTES DO CURSO EM GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA

MARKETING VERDE: ANÁLISE DO CONHECIMENTO DOS ESTUDANTES DO CURSO EM GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA IV Simpósio sobre Gestão Empresarial e Sustentabilidade: Negócios Sociais e seus Desafios 24 e 25 de novembro de 2015 Campo Grande-MS Universidade Federal do Mato Grosso do Sul MARKETING VERDE: ANÁLISE

Leia mais

Campanha Publicitária para Instituto InhotimF. Mateus Felipe Pinto COELHOF. Francis Alan França SILVAF

Campanha Publicitária para Instituto InhotimF. Mateus Felipe Pinto COELHOF. Francis Alan França SILVAF Campanha Publicitária para Instituto InhotimF Mateus Felipe Pinto COELHOF 3 Francis Alan França SILVAF 4 Daniel CAMPOSF Centro Universitário de Belo Horizonte, Belo Horizonte, MG 2 1 RESUMO Campanha publicitária

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: Administração Estratégica PROFESSOR: Dr. André

Leia mais

COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES

COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES t COMPETÊNCIAS PARA A EMPREGABILIDADE NAS ORGANIZAÇÕES Joaquim Domingos Maciel Faculdade Sumaré joaquim.mackim@gmail.com RESUMO: Este artigo pretende alertar estudantes e profissionais para a compreensão

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Atual Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo, nesse

Leia mais

O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor.

O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor. 1 São Paulo, 06 de junho do 2003 O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor. Peter Drucker (2001 p.67), fez a seguinte afirmação ao se referir ao terceiro

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING

GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING GESTÃO ESTRATÉGICA DE MARKETING PÓS-GRADUAÇÃO / FIB-2009 Prof. Paulo Neto O QUE É MARKETING? Marketing: palavra em inglês derivada de market que significa: mercado. Entende-se que a empresa que pratica

Leia mais

CGBA Certificate in Global Business Administration

CGBA Certificate in Global Business Administration CGBA Certificate in Global Business Administration Desafios Internacionais, Líderes Globais O CERTIFICATE IN GLOBAL BUSINESS ADMINISTRATION O Certificate in Global Business Administration (CGBA), criado

Leia mais

MBA em Marketing Estratégico

MBA em Marketing Estratégico MBA em Marketing Estratégico Público - alvo O MBA em Marketing Estratégico é indicado para profissionais com experiência profissional mínima de três anos, com formação universitária em qualquer área e

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS - SP Área de conhecimento: GESTÃO E NEGÓCIOS Componente Curricular: MARKETING INSTITUCIONAL Série:

Leia mais

Estratégia Competitiva 16/08/2015. Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor

Estratégia Competitiva 16/08/2015. Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica Danillo Tourinho S. da Silva, M.Sc. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor Estratégia Competitiva é o conjunto de planos, políticas,

Leia mais

MBA em Marketing Estratégico

MBA em Marketing Estratégico MBA em Marketing Estratégico Início em 28 de setembro de 2015 Aulas as segundas e quartas, das 19h às 22h Valor do curso: R$ 21.600,00 À vista com desconto: R$ 20.520,00 Consultar planos de parcelamento.

Leia mais

marketing mix, como preço (Kalra e Goodstein, 1998; Zeithaml, 1988) e

marketing mix, como preço (Kalra e Goodstein, 1998; Zeithaml, 1988) e RELAÇÕES E MEDIDAS DE PERCEPÇÃO Cassio Sclovsky Grinberg 1. Introdução: A literatura da área de Comportamento do Consumidor sugere percepção como sendo um ponto fundamental no estudo e entendimento dos

Leia mais

Somente com estratégia, varejo consegue reter clientes

Somente com estratégia, varejo consegue reter clientes Somente com estratégia, varejo consegue reter clientes Márcia Sola O mercado varejista no Brasil tem experimentado uma série de mudanças nos últimos anos. A estabilização da economia, o desenvolvimento

Leia mais

Aula 7: TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO

Aula 7: TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO Aula 7: TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO OBJETIVOS Definir com maior precisão o que é marketing; Demonstrar as diferenças existentes entre marketing externo, marketing interno e marketing de treinamento;

Leia mais

MÉTODO PARA IMPLANTAR O CRM APOIADO A GESTÃO DO CONHECIMENTO

MÉTODO PARA IMPLANTAR O CRM APOIADO A GESTÃO DO CONHECIMENTO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO HABILITAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS MÉTODO PARA IMPLANTAR O CRM APOIADO A GESTÃO DO CONHECIMENTO E A SERVIÇOS DIGITAIS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I Aluno: Fábio Schmidt

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO. webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA. Entidade de formação credenciada e homologada

CURSO DE FORMAÇÃO. webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA. Entidade de formação credenciada e homologada CURSO DE FORMAÇÃO webqda - SOFTWARE DE APOIO À ANÁLISE QUALITATIVA Entidade de formação credenciada e homologada 1. Fundamentação A investigação nas ciências humanas e sociais tem passado nas últimas décadas

Leia mais

MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management

MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX:

Leia mais

7 Referências bibliográficas

7 Referências bibliográficas 7 Referências bibliográficas ALMEIDA, F. C.; SIQUEIRA, J. O.; ONUSIC, L. M. Data Mining no contexto de Customer Relationship Management. Caderno de Pesquisas em Administração, São Paulo, v. 12, n. 2, p.

Leia mais

MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2

MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2 MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2 Análise de Tendências e Inovação Estratégica Levar o aluno a compreender os conceitos e as ferramentas de inteligência preditiva e inovação estratégica. Analisar dentro

Leia mais

Plano de Negócios PLANEJAMENTO DO PROJETO FINAL. Sumário

Plano de Negócios PLANEJAMENTO DO PROJETO FINAL. Sumário Plano de Negócios Plano de Negócios Sumário Introdução... 3 Plano de Negócios... 3 Etapas do Plano de Negócio... 3 Fase 1... 3 Fase 2... 8 Orientação para entrega da Atividade de Avaliação... 12 Referências

Leia mais

DISCIPLINA OPTATIVA: FUNDAMENTOS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE DEFESA. 45h/3 créditos

DISCIPLINA OPTATIVA: FUNDAMENTOS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE DEFESA. 45h/3 créditos DISCIPLINA OPTATIVA: FUNDAMENTOS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE DEFESA 45h/3 créditos Ementa: A disciplina envolve as seguintes aproximações: a tecnologia e as inovações tecnológicas como instrumentos de defesa

Leia mais

17º Congresso de Iniciação Científica MARCAS PRÓPRIAS: UMA ANÁLISE DO PANORAMA BRASILEIRO

17º Congresso de Iniciação Científica MARCAS PRÓPRIAS: UMA ANÁLISE DO PANORAMA BRASILEIRO 17º Congresso de Iniciação Científica MARCAS PRÓPRIAS: UMA ANÁLISE DO PANORAMA BRASILEIRO Autor(es) MARIANE BERTAGNA Orientador(es) ANTÔNIO CARLOS GIULIANI Apoio Financeiro PIBIC/CNPQ 1. Introdução O Brasil

Leia mais

e-mail: professor@luisguilherme.adm.br / www.luisguilherme.adm.br FONE: (62) 9607-2031

e-mail: professor@luisguilherme.adm.br / www.luisguilherme.adm.br FONE: (62) 9607-2031 INSTITUTO UNIFICADO DE ENSINO SUPERIOR OBJETIVO - IUESO PLANO DE ENSINO CURSO: Administração PROF. Luis Guilherme Magalhães SÉRIE: 7º e 8º Período TURNO: Matutino DISCIPLINA: Gestão Mercadológica CARGA

Leia mais

Negociação Comercial. Aula 1-02/02/09

Negociação Comercial. Aula 1-02/02/09 Negociação Comercial Aula 1-02/02/09 Apresentações; Metodologias; Plano de aula; Referências bibliográficas; Objetivos. Acordo de Convivência Celulares Horários Respeito as regras Participação em aula

Leia mais

A contabilidade gerencial e a gestão de valor nas empresas

A contabilidade gerencial e a gestão de valor nas empresas A contabilidade gerencial e a gestão de valor nas empresas Prof. Mestre Renato silva 1 Resumo: Este artigo tem o propósito de apresentar a importância da contabilidade gerencial no contexto da geração

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

Comportamento do Consumidor em Relação à Educação a Distância: Abordagem Funcional das Atitudes Aplicada ao Marketing

Comportamento do Consumidor em Relação à Educação a Distância: Abordagem Funcional das Atitudes Aplicada ao Marketing André Luis Canedo Lauria Comportamento do Consumidor em Relação à Educação a Distância: Abordagem Funcional das Atitudes Aplicada ao Marketing Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa

Leia mais

Monitoração Ambiental e Uso de Fontes de Informação no Setor de Saúde: Estudo de Caso de uma Cooperativa Médica 1

Monitoração Ambiental e Uso de Fontes de Informação no Setor de Saúde: Estudo de Caso de uma Cooperativa Médica 1 Monitoração Ambiental e Uso de Fontes de Informação no Setor de Saúde: Estudo de Caso de uma Cooperativa Médica 1 Cristiana Elisa Aguiar Ribeiro (UFMG) Jaime Sadao Yamassaki Bastos (IBMEC-MG) Resumo: Este

Leia mais

PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS

PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS INTEGRADAS ÀS ESTRATÉGIAS ORGANIZACIONAIS Marino, Reynaldo Discente do Curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde - FASU/ACEG GARÇA/SP-

Leia mais

MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL. com ênfase em MARKETING

MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL. com ênfase em MARKETING PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL com ênfase em MARKETING SIGA: TMBAGE Av. Conselheiro Nébias, 159 Bairro Paquetá Santos SP - CEP 11015-001 - Fone: (13) 3228 6000 Rua

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DO CONHECIMENTO Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (2º Ciclo) 2. Curso Mestrado em Gestão de Recursos Humanos e Análise Organizacional

Leia mais

MBA em Marketing Estratégico

MBA em Marketing Estratégico MBA em Marketing Estratégico Público - alvo O MBA em Marketing Estratégico é indicado para profissionais com experiência profissional mínima de três anos, com formação universitária em qualquer área e

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 PLANO DE CURSO

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 PLANO DE CURSO C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS Código: ENGP - 341 CH Total:

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONTROLADORIA DE MARKETING

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONTROLADORIA DE MARKETING Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONTROLADORIA DE MARKETING Inscrições Abertas: Início das aulas: 24/08/2015 Término das aulas: 14/08/2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30

Leia mais

Processo de Internacionalização na Indústria Calçadista Brasileira: Estudo de Caso da Calçados Azaléia S.A.

Processo de Internacionalização na Indústria Calçadista Brasileira: Estudo de Caso da Calçados Azaléia S.A. Ana Cecilia Martyn Milagres Processo de Internacionalização na Indústria Calçadista Brasileira: Estudo de Caso da Calçados Azaléia S.A. Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ADMINISTRAÇÃO LINHA DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM COMÉRCIO INTERNACIONAL ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Carga horária semanal Etapa 4 5 OBJETIVO Realizar escolhas sobre a adoção de tecnologias e sistema

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO PGT- Programa de Gestão da Inovação e Projetos Tecnológicos Educação Continuada em Gestão de Projetos: a Experiência da FIA/FEA/USP Prof. Roberto Sbragia rsbragia@usp.com.br

Leia mais

Business & Executive Coaching - BEC

Business & Executive Coaching - BEC IAC International Association of Coaching Empresas são Resultados de Pessoas José Roberto Marques - JRM O Novo Cenário no Mundo dos Negócios O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo e as empresas

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING

Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING Inscrições Abertas: Início das aulas: 28/03/2016 Término das aulas: 10/12/2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às 22h30 Semanal Quarta-Feira

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS. Departamento de Economia e Gestão (ce.deg@esce.ips.pt)

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS. Departamento de Economia e Gestão (ce.deg@esce.ips.pt) INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS Departamento de Economia e Gestão (ce.deg@esce.ips.pt) Curso de CONTABILIDADE E FINANÇAS 1º. Ciclo Curso de GESTÃO DE RECURSOS

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Ciências Empresariais U.C. MARKETING Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011 Horas presenciais

Leia mais

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS A INFLUÊNCIA DA SEGMENTAÇÃO DE MERCADO NO POSICIONAMENTO E NO BRAND EQUITY DE MARCAS E PRODUTOS Rubens Gomes Gonçalves (FAFE/USCS) * Resumo Muitos autores têm se dedicado a escrever artigos sobre uma das

Leia mais

1. Centros de Competência de BI

1. Centros de Competência de BI Pagina: 1 1. Centros de Competência de BI Originalmente, o termo Centro de competência de BI (conhecido também como BICC Business Intelligence Competence Center) foi utilizado pelo instituto de pesquisa

Leia mais

AS INFORMAÇÕES DISPONÍVEIS EM MÍDIAS SOCIAIS E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO DE DECISÃO DE COMPRA DE SMARTPHONES.

AS INFORMAÇÕES DISPONÍVEIS EM MÍDIAS SOCIAIS E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO DE DECISÃO DE COMPRA DE SMARTPHONES. FUNDAÇÃO ESCOLA DE COMÉRCIO ÁLVARES PENTEADO - FECAP AS INFORMAÇÕES DISPONÍVEIS EM MÍDIAS SOCIAIS E SUA INFLUÊNCIA NO PROCESSO DE DECISÃO DE COMPRA DE SMARTPHONES. Laís Novaes Santos. Graduanda em Administração

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Marketing Aplicado à Engenharia Código: ENGP - 587 Pré-requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social DISCIPLINA Controlo Informático da Gestão LICENCIATURA Informática

Leia mais