Apresentação Institucional

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentação Institucional"

Transcrição

1 Apresentação Institucional

2 Visão Geral Administradora de Recursos Independente Fundada em 2001 por Luiz Carlos Mendonça de Barros. Diretor do BACEN, presidente do BNDES, Ministro das Telecomunicações e vasto currículo no setor privado 30 profissionais com longa experiência de gestão em grandes instituições do mercado Alinhamento de interesses: Todos os profissionais de investimentos são sócios da empresa Solidez Institucional Associação estratégica com o BTG Pactual Classificada com nota LFg2 pela LF Rating, representando Muito Boa qualidade de gestão, caracterizada por alto nível de gerenciamento e de controles Mais de R$ 2,1 bilhões de ativos sob gestão nas estratégias Ações, Long Short e Macro 2

3 Equipe Luiz Carlos Mendonça de Barros (1) (Sócio Fundador) (1) (2) Alexandre Silverio (CIO /Gestor Equities) (1) (2) Walter Maciel Neto (CEO) Equities Macro Relacionamento com Investidores Risco/Backoffice Adm/ Financeiro Marcelo Aranha Análise/Co-Gestor Welliam Wang Análise/Co-Gestor Sergio Silva (1) Gestor Wilson Barcelos (1) R.I. - Institucionais (1) (2) Gustavo Cardoso Risk Manager Lina Buares (2) Adm/ Financeiro Marcelo Gonçalves Análise/Co-Gestor Mariana Coelho Análise Ian Lima Co-Gestor Cassiano Ciampone R.I. - Distribuidores Equipe Equipe Rodrigo Mello Trader/Co-Gestor Estevão Souza Trader André Muller Economista Frederico Maluf R.I. - Distribuidores Victor Alcalay Análise (1) Comitê de Investimentos (2) Comitê de Compliance 3

4 Processo de Investimento: Macro CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Identificação de tendências globais e locais baseada em fundamentos macroeconômicos e políticos Cenários produzidos por nossa equipe econômica CENÁRIOS MACRO COMITÊ DE INVESTIMENTOS: Validação e definição dos temas de investimento Construção de cenários base e alternativos Identificação de oportunidades de investimento Análise de catalisadores de curto/médio prazos POSIÇÕES ESTRUTURAIS Gestor tem o mandato para definir portfólio; Buscam operar movimentos de longo prazo CONSTRUÇÃO DO PORTFÓLIO COMITÊ DE INVESTIMENTOS HEDGING POSIÇÕES TÁTICAS Ajustes para adequação ao cenário, buscando aproveitar movimentos de curto/ médio prazo Também baseadas em fatores técnicos como liquidez, valor do ativos e fluxo Avaliação de cenários base e alternativos 4

5 Processo de Investimento: Renda Variável Nosso processo de investimento combina profunda análise fundamentalista com nossa expertise em análise macroeconômica: Casos de investimentos são originados através pesquisa de campo nas empresas analisadas, análise setorial e utilização diferentes modelos de valuation O cenário macroeconômico funciona como pano de fundo, adicionando valor ao processo Fatores técnicos como liquidez, fluxo de investimentos e custo de aluguel são considerados durante a construção dos portfólio, especialmente nas estratégias de long short Análise Fundamentalista Modelos de Valuation Drivers de Performance Busca por Assimetrias Análise Macro Tendências de Longo Prazo Cenário Global Fundamentos setoriais Caso de Investimento 5

6 Controle de Risco Objetivos Garantir o cumprimento de normas, mandatos e limites pré estabelecidos Minimizar os riscos operacionais e assegurar a preservação de capital Equipe de controle de risco independente e subordinada ao comitê de Risco Risco de Mercado Controle de risco através de limites formais em diferentes métricas: 1) Stress: visa evitar alavancagem excessiva do portfólio (Cenário BM&F/Bovespa) 2) Drawdown: visa evitar eventos de perdas sucessivas Limite de 1/3 do objetivo de retorno anual do fundo Desde o pico, com janela de 3 meses (1º Mês - 40%; 2º Mês - 35 %; 3º Mês 25%) Não utilizada para os fundos de ações. Acompanhamento de Beta e Tracking Error, sem estabelecimento de limites formais Liquidez Crédito Operacional Limites para controle de Liquidez: visa evitar a concentração do portfólio Período máximo para zeragem: 30 dias para posições < 2% do PL 10 dias para posições > 2% do PL Utilizando 20% da média de negociação de 74 dias Conservadorismo na exposição a risco de crédito. Revisões periódicas de processos internos Segurança da Informação: back up externo 6

7 Fundos Prateleira de produtos de diferentes estratégias de investimento para clientes com diferentes perfis e demandas Equipes de gestão independentes Resultados individuais não correlacionados Quest Ações Long Only Ibovespa Ativo Adequados à 3792 /3922 Ações Equity Hedge Macro Quest Equity Hedge Long Short Direcional Perfil Moderado Quest Multi Multimercado Multiestratégia Perfil Arrojado Quest Small Caps Long Only Small Caps Adequados à 3792 /3922 Quest Top Long Biased Long Biased Melhores ideias Nordea 1 Brazilian Equity Equity Long Only Offshore Quest Total Return Long Short Direcional Perfil Arrojado Quest Quant Multimercado Trading Long Short Sistemático Quest Brazil Equity Fund Hedge Fund - Equity Long Biased Offshore Quest Yield Renda Fixa Ativa Adequados à 3792 /3922 7

8 Quest Ações FIC FIA Objetivo Superar o Ibovespa no longo prazo Estratégia Identificar ações com desconto significativo em relação ao seu valor intrínseco Seleção das melhores ações do mercado, independente de sua capitalização Busca por catalisadores de curto/médio prazos Gestão ativa da exposição líquida do fundo, visando a preservação de capital Portfólio Majoritariamente composto por ações com alta liquidez Composição entre papéis Baixo turn-over da carteira Risco Stress: 30% Alavancagem não permitida Day-trade não permitido Adequado às regras da Resolução 3792 e 3922 Guia Exame Melhor Fundo de Ações 2008/2009 Valor Investe 2009/2010 Investidor Institucional Fundos Excelentes 2010/2011/2013 8

9 Quest Small Caps FIC FIA Objetivo Estratégia Superar o Ibov. Small Caps no longo prazo Fundo de Ações Long Only Seleção das melhores ações de pequena e média capitalização Busca por catalisadores de curto/médio prazos Gestão ativa da exposição líquida do fundo, visando a preservação de capital Portfólio Gestão que privilegia ativos líquidos Composição entre papéis Baixo turn-over da carteira Risco Stress: 30% Alavancagem não permitida Day-trade não permitido Adequado às regras da Resolução 3792 e 3922 Guia Exame Melhor Fundo de Ações 2013 Valor Investe 2013/2014 Investidor Institucional Fundos Excelentes

10 Quest Top Long Biased FIC FIA Objetivo Estratégia Superar o IBrX no longo prazo Long Biased Melhores idéias da equipe de análise, tanto em posições compradas e vendidas em ações Gestão ativa da exposição líquida do fundo, visando a preservação de capital Gestão que privilegia ativos líquidos Portfólio Composição entre papéis na posição estrutural comprada Composição entre papéis na posição estrutural vendida Exposição Bruta típica: 160% do patrimônio Exposição Líquida típica: 70% - 90% do patrimônio Risco Stress: 30% Guia Exame

11 Quest Equity Hedge FIC FIM Objetivo Estratégia Portfólio Superar o CDI no longo prazo Arbitragem de valor relativo através de pares de ações e Carteira vs Índice Futuro Meta de retorno de CDI + 4% a.a Procura oferecer ao investidor retornos descorrelacionados dos benchmarks Gestão ativa da exposição líquida do fundo Composição entre pares de ações Gestão que privilegia ativos líquidos Exposição Bruta típica: em torno de 100% do patrimônio Exposição Líquida típica: entre 2% e 10% do patrimônio. O fundo pode manter posição líquida vendida Risco Stress: 15% Orçamentário: 0,75% Limite de Drawdown: 1,4%, em janela de 3 meses Investidor Institucional Fundos Excelentes 2010/2011 Gazeta Invest Melhor Fundo Long Short* 2009 Valor Investe 2009/2010/2014 Guia Exame 2013 * Premiação concedida ao fundo Quest Long Short, posteriormente absorvido pelo Quest Equity Hedge 11

12 Quest Total Return FIC FIA Objetivo Superar o CDI no longo prazo Estratégia Long & Short com tributação de FIA; não incide o come-cotas Arbitragem de valor relativo através de pares de ações e Carteira vs Índice Futuro Meta de retorno de CDI + 6% a.a Procura oferecer ao investidor retornos descorrelacionados dos benchmarks Gestão ativa da exposição líquida do fundo Portfólio Composição entre pares de ações Gestão que privilegia ativos líquidos Exposição Bruta típica: em torno de 200% do patrimônio Exposição Líquida típica: entre 2% e 10% do patrimônio. O fundo pode manter posição líquida vendida Risco Stress: 30% Orçamentário: 1,50% Limite de Drawdown: 2,0% em janela de 3 meses Mantém posição comprada superior a 67% 12

13 Quest Quant FIC FIM Objetivo Estratégia Portfólio Risco Superar o CDI no longo prazo Alia os modelos sistemáticos com a análise fundamentalista e cenário macroeconômico Estratégias de Alta, Média e Baixa frequências Behavior Finance Meta de retorno de CDI + 1% a.a Baixa volatilidade Procura oferecer ao investidor retornos descorrelacionados dos benchmarks Arbitragem de valor relativo através de pares de ações (entre 5 e 10 pares) Posições direcionais de curto prazo (momentum) através de ações e futuros Manutenção de cerca de 95% do patrimônio em títulos públicos pós fixados Manutenção de baixa exposição líquida direcional Stress: 10% Orçamentário: 0,30% Limite de Drawdown: 1%, em janela de 3 meses Valor Investe

14 Quest Multi FIC FIM Objetivo Superar o CDI no longo prazo Estratégia Apostas direcionais nos mercado de renda fixa, renda variável e câmbio, no Brasil e exterior Meta de retorno de CDI + 4% a.a Conservadorismo na exposição a risco de crédito. Busca por hedges e assimetrias Portfólio Diversificação de ativos e mercados e a fim de minimizar riscos e volatilidade O fundo se utiliza de instrumentos de derivativos para hedges O fundo não costuma manter exposição a ativos de crédito privado Risco Stress: 15% Orçamentário: 0,30% Limite de Drawdown: 1,3%, em janela de 3 meses 14

15 Quest Yield FIC FI RF LP Objetivo Superar o CDI no longo prazo Estratégia Apostas direcionais nos mercado de renda fixa Arbitragem de posições de curva de juros Meta de retorno de CDI + 3% a.a Conservadorismo na exposição a risco de crédito. Busca por hedges e assimetrias Portfólio Posições em títulos públicos federais, pré e pós fixados ou indexados a inflação O fundo se utiliza de derivativos para hedges O fundo não costuma manter exposição a ativos de crédito privado Não são permitidas posições em outros mercados que não o de Renda Fixa no Brasil Risco Stress: 15% Alavancagem não permitida Day-trade não permitido Limite de Drawdown: 1,5%, em janela de 3 meses Adequado às regras da Resolução 3792 e

16 Apêndice 1: Equipe 16

17 Comitê Executivo Luiz Carlos Mendonça de Barros Sócio-fundador e estrategista Exerceu o cargo de Ministro das Telecomunicações, Presidente do BNDES e Diretor do Banco Central do Brasil Foi sócio-fundador do Banco Matrix e Banco Planibanc PhD em Economia - Unicamp e Bacharel em Engenharia de Produção USP Walter Maciel Neto Sócio e C.E.O. Anteriormente C.E.O do Trend Bank Responsável por equity sales e Distribuição no Banco Garantia e Credit Suisse. Head trader da mesa de equities no Banco Safra Bacharel em Economia - Pontifícia Universidade Católica (RJ) Alexandre Silverio Sócio e Gestor da Estratégia de Renda Variável Chief Investment Officer do Santander Asset Management de 2007 a 2011 Head de Renda Variável do Santander Asset Management entre 2003 e 2007 Sócio / Gestor de fundos de Ações e Long-Short da Gap Asset Management de 1999 a Gestor dos fundos de ações da Fleming Graphus Asset Management de 1995 a 1999 MBA Executivo - IBMEC SP e Bacharel em engenharia de produção PUC-Rio 17

18 Comitê Executivo Sérgio Luiz da Silva Sócio e Responsável pelas estratégias de renda fixa local Diretor Estatutário e head da Mesa de Juros (posições proprietárias e de clientes) da Merrill Lynch Senior trader da posição proprietária de juros, swaps e títulos públicos no Banco Citibank Trader de juros, câmbio, futuros, opções e títulos públicos para fundos da GAP Asset Management Bacharel em Economia pela Faculdade Candido Mendes - RJ Gustavo de Alencar Cardoso Sócio e diretor da área de risco desde a fundação em 2001 Foi estagiário do Banco Llyods de 1999 a 2000 Estagiário do Banco Itaú de 1998 a 1999 Graduado em Economia pela PUC-SP com Especialização em Mercado de Capitais pela FEA-USP 18

19 Apêndice 2: Detalhes dos Fundos 19

20 Fundos de Ações Quest Ações Quest Small Caps Quest Top Long Biased Aplicação - cotização D+1 D+1 D+1 Resgate - cotização D+1 até ás 14h D+27 até ás 14h D+30 até ás 14h Resgate - pagamento D+3 da cotização D+3 da cotização D+3 da cotização Aplicação Inicial Mínima R$ R$ R$ Movimentação Mínima R$ R$ R$ Saldo Mínimo R$ R$ R$ Taxa de Administração 2,00% ao ano 1,92% ao ano 2,00% ao ano Taxa de Performance 20% sobre Ibovespa 20% sobre SmallBV 20% sobre IBX Categoria Anbima Ações Livre Ações Small Caps Ações Livre Gestor Quest Quest Quest Administrador BTG Pactual BTG Pactual Mellon Custodiante BTG Pactual BTG Pactual Bradesco Auditoria Ernst & Young Ernst & Young KPMG CNPJ / / / Banco Banco Pactual Banco Pactual 017 BNY Mellon Agência Agência: 0001 Agência: 0001 Agência: 001 Conta-Corrente C/C: C/C C/C

21 Fundos Equity Hedge Quest Quant Quest Equity Hedge Quest Total Return Aplicação - cotização D+0 D+1 D+1 Resgate - cotização D+1 até ás 14h D+29 até ás 14h D+27 até ás 14h Resgate - pagamento D+1 da cotização D+1 da cotização D+3 da cotização Aplicação Inicial Mínima R$ R$ R$ Movimentação Mínima R$ R$ R$ Saldo Mínimo R$ R$ R$ Taxa de Administração 1,5% ao ano 2,00% ao ano 2,00% ao ano Taxa de Performance 20% sobre CDI 20% sobre CDI 25% sobre CDI Categoria Anbima MM Trading LS Direcional Ações Livre Gestor Quest Quest Quest Administrador Mellon Mellon BTG Pactual Custodiante Bradesco Bradesco BTG Pactual Auditoria KPMG KPMG Ernst & Young CNPJ / / / Banco 017 BNY Mellon 017 BNY Mellon Banco Pactual Agência Agência: 001 Agência: 001 Agência: 0001 Conta-Corrente C/C C/C C/C

22 Fundos Macro Quest Multi Quest Yield Aplicação - cotização D+0 D+0 Resgate - cotização D+0 até ás 14h D+0 até ás 14h Resgate - pagamento D+1 da cotização D+1 da cotização Aplicação Inicial Mínima R$ R$ Movimentação Mínima R$ R$ Saldo Mínimo R$ R$ Taxa de Administração 1,5% ao ano 1,00% ao ano Taxa de Performance 20% sobre CDI 20% sobre CDI Categoria Anbima MM Multiestratégia Renda Fixa Gestor Quest Quest Administrador BTG Pactual BTG Pactual Custodiante BTG Pactual BTG Pactual Auditoria Ernst & Young Ernst & Young CNPJ / / Banco Banco Pactual Banco Pactual Agência Agência: 0001 Agência: 0001 Conta-Corrente C/C C/C

23 Para mais informações: Walter Maciel / Cassiano Ciampone/ Frederico Maluf Desenvolvimento de Negócios e Relações com Investidores Telefone: /

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Quem somos Fundadores Estrutura organizacional Filosofia de investimento Processo de investimento Anexo: currículos 3 4 5 7 9 16 QUEM SOMOS SOMOS Uma gestora independente com

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Visão Geral Administradora de Recursos Independente Fundada em 2001 por Luiz Carlos Mendonça de Barros. Diretor do BACEN, presidente do BNDES, Ministro das Telecomunicações e

Leia mais

VISÃO GERAL. Patrimônio administrado de R$ 4 bi. PL: Estratégia 10% 10% 15% 45% 45% 85% 90%

VISÃO GERAL. Patrimônio administrado de R$ 4 bi. PL: Estratégia 10% 10% 15% 45% 45% 85% 90% Julho - 2014 VISÃO GERAL Patrimônio administrado de R$ 4 bi PL: Estratégia 10% 90% PL: Local Vs Estrangeiro 15% 85% PL: Tipo de Cliente 10% 45% 45% Macro Renda variável Local Offshore Institucional Distribuidores

Leia mais

Constância NP. Em busca de valor AGOSTO 2015

Constância NP. Em busca de valor AGOSTO 2015 Constância NP Em busca de valor AGOSTO 2015 DISCLAIMER A CONSTÂNCIA NP não comercializa nem distribui cotas de fundos de investimentos ou qualquer outro ativo financeiro. As informações contidas neste

Leia mais

Constância NP. Em busca de valor JULHO 2015

Constância NP. Em busca de valor JULHO 2015 Constância NP Em busca de valor JULHO 2015 DISCLAIMER A CONSTÂNCIA NP não comercializa nem distribui cotas de fundos de investimentos ou qualquer outro ativo financeiro. As informações contidas neste material

Leia mais

Relatório Destaques da Plataforma XP Janeiro de 2013 XP Investimentos

Relatório Destaques da Plataforma XP Janeiro de 2013 XP Investimentos Relatório Destaques da Plataforma XP Janeiro de 2013 XP Investimentos Av. das Américas, 3434, Bl. 7, 2º andar, Rio de Janeiro RJ Tel.: 55 21 3265-3691 Prezados, É com muito prazer que enviamos o relatório

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Quem somos Partnership Estrutura organizacional Filosofia de investimento Processo de investimento Anexo 3 4 5 7 9 16 QUEM SOMOS SOMOS Uma gestora independente com estratégia

Leia mais

APRESENTAÇÃO XP UNIQUE QUANT

APRESENTAÇÃO XP UNIQUE QUANT APRESENTAÇÃO XP UNIQUE QUANT SUMÁRIO 1. Histórico XP 2. Apresentação XPG 3. Organograma XPG 4. Equipe de Gestão Quant 5. XP Unique Quant. Metodologia de Análise. Conceitos Quantitativos. Estratégia. Exemplos

Leia mais

Política e Alternativas de Investimentos. Alessandra Cardoso Towers Watson

Política e Alternativas de Investimentos. Alessandra Cardoso Towers Watson Política e Alternativas de Investimentos Alessandra Cardoso Towers Watson Processo de gestão de recursos Governança Definir Definição dos objetivos Alocação dos recursos Estrutura de investimento Executar

Leia mais

Processo de Seleção de Gestores e Fundos

Processo de Seleção de Gestores e Fundos Processo de Seleção de Gestores e Fundos Fórum ANCEP 2013 Mercado Brasileiro de Fundos de Investimentos Classificação ANBIMA Fundos Classificação Anbima Fundos Ações Dividendos 55 Investimentos no Exterior

Leia mais

BTG Pactual. Administração de Fundos Agosto 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação.

BTG Pactual. Administração de Fundos Agosto 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. BTG Pactual Administração de Fundos Agosto 2012 Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. Histórico do BTG Pactual 2012 Aquisição da Celfin Capital no Chile 1983-86

Leia mais

A estrutura de uma. de uma gestora de especialistas.

A estrutura de uma. de uma gestora de especialistas. A estrutura de uma grande asset e a agilidade de uma gestora de especialistas. Expertiseque faz a diferença Fundada em 2006, a Gestão de Recursos tem uma história de crescimento robusta e consistente.

Leia mais

BRASIL PLURAL PREV FIC FIM

BRASIL PLURAL PREV FIC FIM BRASIL PLURAL PREV FIC FIM Agosto / 2013 Todos os direitos reservados para Icatu Seguros S/A - 2013. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, arquivada ou transmitida de nenhuma forma ou por

Leia mais

VISÃO GERAL. Patrimônio administrado de R$ 4.4 bi. PL: Estratégia 18% 20% 20% 40% 80% 82% 40%

VISÃO GERAL. Patrimônio administrado de R$ 4.4 bi. PL: Estratégia 18% 20% 20% 40% 80% 82% 40% Julho - 2013 VISÃO GERAL Patrimônio administrado de R$ 4.4 bi PL: Estratégia PL: Local Vs Estrangeiro PL: Tipo de Cliente 18% 20% 20% 40% 82% 80% 40% Macro Renda variável Local Offshore Institucional Distribuidores

Leia mais

Apresentação Institucional. Gestão de Recursos

Apresentação Institucional. Gestão de Recursos Apresentação Institucional Gestão de Recursos 2012 Teórica Gestão de Recursos... construa seu banco como construiria seu barco: sólido para enfrentar com segurança qualquer tempestade. Jacob Safra Somos

Leia mais

A Empresa...3. Vantagens Competitivas...6. Histórico dos Principais Gestores..7. Organograma Institucional.8. Filosofia de Investimento.

A Empresa...3. Vantagens Competitivas...6. Histórico dos Principais Gestores..7. Organograma Institucional.8. Filosofia de Investimento. Agosto 2013 Este material foi elaborado pela JGP DTVM LTDA ( JGP ), tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado, distribuido ou copiado sem a prévia e expressa autorização da JGP. 1 Índice

Leia mais

Soluções em Investimentos RPPS

Soluções em Investimentos RPPS Soluções em Investimentos RPPS Março de 2012 Informação Restrita Política Corporativa de Segurança da Informação Agenda Por quê Itaú Asset Management? Cenário Econômico Produtos Informação Confidencial

Leia mais

Apresentação GAP Multiportfolio

Apresentação GAP Multiportfolio Apresentação GAP Multiportfolio Estrutura GAP ASSET MANAGEMENT Renda Fixa Renda Variável Pesquisa Macroeconômica Crédito Risco Portfolio Manager Leonardo Callou Oscar Camargo Renato Junqueira Portfolio

Leia mais

A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L

A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L 2 0 1 4 Í N D I C E VISÃO GLOBAL A EMPRESA EQUIPE FILOSOFIA DE INVESTIMENTO NOSSOS FUNDOS CONTATOS 2 V I S Ã O G L O B A L A E M P R E S A A Log Fund é uma

Leia mais

LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS

LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS LISTAGEM DE FUNDOS DISTRIBUÍDOS ÍNDICE Absolute Alpha FIC FIM... 4 Absolute Hedge FIC FIM... 6 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP... 8 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP II... 10 BNY Mellon Arx FI Ref DI LP III... 12

Leia mais

A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L

A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L A P R E S E N TAÇ ÃO I N S T I T U C I O N A L 2 0 1 5 Í N D I C E VISÃO GLOBAL A EMPRESA EQUIPE FILOSOFIA DE INVESTIMENTO NOSSOS FUNDOS CONTATOS 2 V I S Ã O G L O B A L A E M P R E S A A Log Fund é uma

Leia mais

Informe Mensal. Novembro 2013. XP Gestão de Recursos: Palavra dos Gestores. Índice. Palavra dos Gestores Renda Variável 1

Informe Mensal. Novembro 2013. XP Gestão de Recursos: Palavra dos Gestores. Índice. Palavra dos Gestores Renda Variável 1 Renda Variável No final do mês de Outubro, logo após o anuncio da Petrobras acerca da apresentação de uma possível fórmula para o reajuste automático dos combustíveis, em seu conselho de administração,

Leia mais

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional 3 A SULAMERICA VOCÊ JÁ CONHECE 116 anos no mercado 4.947 funcionários 6,7 milhões de clientes 54 filiais 35 C.A.S.A.s Maior grupo segurador independente

Leia mais

EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL

EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL EXCLUSIVO E CONFIDENCIAL Por que GTI? Alinhamento Partnership Modelo de negócio participativo, meritocrático e com total alinhamento de interesse entre sócios e investidores Equipe experiente oriunda de

Leia mais

BRASIL PLURAL GESTÃO DE RECURSOS Janeiro de 2015

BRASIL PLURAL GESTÃO DE RECURSOS Janeiro de 2015 BRASIL PLURAL GESTÃO DE RECURSOS Janeiro de 2015 GRUPO BRASIL PLURAL Brasil Plural Um banco múltiplo completo O Brasil Plural é um banco múltiplo com uma plataforma integrada de produtos e serviços financeiros.

Leia mais

VISÃO GERAL. Patrimônio administrado de R$ 2,9 bi. PL: Estratégia. PL: Local Vs Estrangeiro. PL: Tipo de Cliente 6% 4% 25% 5% 35% 60% 75% 90%

VISÃO GERAL. Patrimônio administrado de R$ 2,9 bi. PL: Estratégia. PL: Local Vs Estrangeiro. PL: Tipo de Cliente 6% 4% 25% 5% 35% 60% 75% 90% Dezembro- 2014 VISÃO GERAL Patrimônio administrado de R$ 2,9 bi PL: Estratégia PL: Local Vs Estrangeiro PL: Tipo de Cliente 6% 4% 25% 5% 35% 90% 75% 60% FIDC Macro Renda Variável Local Offshore Institucional

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Confidencial Maio 2015 Índice A Peninsula Empresa Diferenciais Equipe Sócios Apêndice I Monitoramento e Controle de Risco Governança Corporativa Análise de Risco Multimercado:

Leia mais

FCLCapital. Junho 2015. www.fclcapital.com

FCLCapital. Junho 2015. www.fclcapital.com Junho 2015 www.fclcapital.com FCL Equities FIA Filosofia de Investimentos - Pág. 4 Estratégia Long-Biased - Pág. 5 Processo de Investimentos - Pág. 6 Gestão de Riscos - Pág. 10 1 Plano de Crescimento Plano

Leia mais

Maximizando a rentabilidade e a segurança dos investimentos de nossos clientes

Maximizando a rentabilidade e a segurança dos investimentos de nossos clientes APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Maximizando a rentabilidade e a segurança dos investimentos de nossos clientes ÍNDICE Equipe, Posicionamento e Parceiros da Plurimax Filosofia de Investimentos e Controle de

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Pacifico Gestão de Recursos A Pacifico é uma gestora de recursos independente, formada por uma equipe com grande tradição em gestão de recursos de terceiros e que possui um longo

Leia mais

Apresentação Institucional Agosto 2011

Apresentação Institucional Agosto 2011 Apresentação Institucional Fundos dos investimentos não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos

Leia mais

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional AGENDA 3 SUL AMÉRICA INVESTIMENTOS Processos de investimento Produtos Informativos e boletins 4 A SULAMERICA VOCÊ JÁ CONHECE 116 anos no mercado 4.947

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Julho 2010 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL. Julho 2010 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Edge Investimentos Ltda. Av. Ayrton Senna 3000 Bloco 2 324 Rio de Janeiro RJ Tel: +55 (21) 2421-4262 www.edgeinvestimentos.com.br Administrador/ Distribuidor:

Leia mais

Relatório Mensal Dezembro de 2015

Relatório Mensal Dezembro de 2015 Relatório Mensal Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa teve um desfecho melancólico no ultimo mês de 2015, fechando com queda de 3,92% e acumulando uma retração de 13,31% no ano. O cenário econômico

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundo de Investimento é uma comunhão de recursos, constituída sob a forma de condomínio que reúne recursos de vários investidores para aplicar em uma carteira diversificada de ativos financeiros. Ao aplicarem

Leia mais

Fundos de Investimentos Multimercado

Fundos de Investimentos Multimercado Fundos de Investimentos Multimercado Fundos de Investimento Definição condomínio que reúne recursos de um conjunto de investidores destinado à aplicação em títulos e valores mobiliários, em como quaisquer

Leia mais

Perfin Institucional FIC FIA

Perfin Institucional FIC FIA Perfin Institucional FIC FIA Relatório Mensal- Junho 2013 O fundo Perfin Institucional FIC FIA utiliza-se de análise fundamentalista para compor o seu portfólio, baseado no diferencial existente entre

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Dezembro/2014 BOGARI CAPITAL Quem somos Estratégia Alinhamento Recursos sob gestão Fundos de Pensão Gestora independente focada em renda variável, fundada em 2007 Ações long-only,

Leia mais

BTG Pactual Asset Management

BTG Pactual Asset Management ESTRITAMENTE CONFIDENCIAL BTG Pactual Asset Management Janeiro, 2015 Abril, 2012 Para informações adicionais, leia atentamente os Avisos Adicionais no final da apresentação. Segmentos de Negócio Asset

Leia mais

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013

BNY Mellon ARX Extra FIM. Julho, 2013 BNY Mellon ARX Extra FIM Julho, 2013 Índice I. Filosofia de Investimento II. Modelo de Tomada de Decisão III. Processo de Investimento IV. Características do Fundo 2 I. Filosofia de Investimento Filosofia

Leia mais

OPPORTUNITY LONG BIASED FIC FIM

OPPORTUNITY LONG BIASED FIC FIM OPPORTUNITY LONG BIASED FIC FIM [ ÍNDICE ] Opportunity Histórico, Equipe e Filosofia de Investimentos Processo de Tomada de Decisão Opportunity Long Biased FIC FIM Resultado Portfólio de ações 3 [ OPPORTUNITY

Leia mais

BNY Mellon ARX Investimentos. Julho, 2013

BNY Mellon ARX Investimentos. Julho, 2013 BNY Mellon ARX Investimentos Julho, 2013 Agenda I. BNY Mellon II. BNY Mellon Investement Management III. BNY Mellon ARX Investimentos I. Overview II. Prêmios III. Estratégias IV. Biografias IV. Apêndice

Leia mais

Nova Classificação de Fundos. Perguntas & Respostas Data: 13/04/2015

Nova Classificação de Fundos. Perguntas & Respostas Data: 13/04/2015 1 Nova Classificação de Fundos Perguntas & Respostas Data: 13/04/2015 Sumário/Índice CLASSE DE ATIVOS: RENDA FIXA... 3 1. FUNDOS DE RENDA FIXA - DURAÇÃO ALTA PODEM POSSUIR ATIVOS CUJA DURATION É INFERIOR

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Fev/2015 Quem somos A GBX Asset Management é uma administradora de recursos composta por profissionais com larga experiência no mercado financeiro, que enfrentaram as mais diversas

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTO

POLÍTICA DE INVESTIMENTO QUEM SOMOS Somos uma gestora independente de investimentos, totalmente alinhada com os interesses de nossos clientes. Os sócios possuem larga experiência no mercado financeiro, em diversas áreas de atuação.

Leia mais

Capítulo 7 Fundos de Investimentos

Capítulo 7 Fundos de Investimentos Capítulo 7 Fundos de Investimentos 7.1 Apresentação do capítulo O objetivo deste capítulo é apresentar as principais características e classificações de um fundo de investimento. Ao final, você terá visto:

Leia mais

AGENDA. 1. Visão Geral. 2. Produtos Long-Short Retorno Absoluto. 3. Apêndice Estrutura de Comitês Equipe

AGENDA. 1. Visão Geral. 2. Produtos Long-Short Retorno Absoluto. 3. Apêndice Estrutura de Comitês Equipe AGENDA 1. Visão Geral 2. Produtos Long-Short Retorno Absoluto 3. Apêndice Estrutura de Comitês Equipe 2 1. Visão Geral Fundada em setembro de 2013, a Solana Capital é uma gestora independente de recursos

Leia mais

Índice. A Empresa. Fundos Multimercados. Fundos de Ações. Fundos de Crédito. CVs: Equipe de Gestão

Índice. A Empresa. Fundos Multimercados. Fundos de Ações. Fundos de Crédito. CVs: Equipe de Gestão Janeiro 2015 Este material foi elaborado pela JGP DTVM LTDA ( JGP ), tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado, distribuido ou copiado sem a prévia e expressa autorização da JGP. 1 Índice

Leia mais

Apresentação Institucional. Junho 2013

Apresentação Institucional. Junho 2013 Apresentação Institucional Junho 2013 Sumário 03 Visão Geral 10 Gestão dos Fundos Macro0 14 Gestão dos Fundos Ações 22 Fundos de Investimento 29 Biografias Visão Geral A Empresa Visão Geral 4 A SPX é uma

Leia mais

Perfin Long Short 15 FIC FIM

Perfin Long Short 15 FIC FIM Perfin Long Short 15 FIC FIM Relatório Mensal- Junho 2013 O Perfin LongShort 15 FICFIM tem como objetivo gerarretorno superior ao CDIno médio prazo. O fundo utiliza-se de análise fundamentalista eaestratégia

Leia mais

Relatório Mensal - Setembro de 2013

Relatório Mensal - Setembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa emplacou o terceiro mês de alta consecutiva e fechou setembro com valorização de 4,65%. Apesar dos indicadores econômicos domésticos ainda

Leia mais

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional. Novembro/2011

SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional. Novembro/2011 SULAMERICA INVESTIMENTOS Apresentação Institucional Novembro/2011 3 A SULAMERICA VOCÊ JÁ CONHECE 116 anos no mercado 4.925 funcionários 6,7 milhões de clientes 45 filiais 256 escritórios de venda Maior

Leia mais

DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS

DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS DEMONSTRATIVO DAS APLICAÇÕES E INVESTIMENTOS DOS RECURSOS 1. ENTE Nome: Endereço: Bairro: Telefone: Prefeitura Municipal de Recife / PE AV. CAIS DO APOLO, 925 RECIFE (081) 3355-8000 Fax: (081) 3355-8000

Leia mais

CSHG Verde AM Horizonte FIC FIM IE

CSHG Verde AM Horizonte FIC FIM IE CSHG Verde AM Horizonte FIC FIM IE MODELO DE GESTÃO Não está autorizada a distribuição deste material sob nenhuma hipótese. Este material foi preparado pela Verde Asset Management S.A., bem como suas sociedades

Leia mais

Relatório Mensal - Junho de 2013

Relatório Mensal - Junho de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Junho foi mais um mês bastante negativo para o Ibovespa. O índice fechou em queda pelo sexto mês consecutivo impactado pela forte saída de capital estrangeiro

Leia mais

Classificação de Fundos. Visão geral e nova estrutura Data: 13/04/2015

Classificação de Fundos. Visão geral e nova estrutura Data: 13/04/2015 1 Classificação de Fundos Visão geral e nova estrutura Data: 13/04/2015 Sumário/Índice APRESENTAÇÃO... 3 OS USOS DE UMA CLASSIFICAÇÃO DE FUNDOS... 4 A QUEM SE DESTINA A CLASSIFICAÇÃO: PÚBLICOS-ALVO...

Leia mais

Fundos & Gestores de Recursos

Fundos & Gestores de Recursos Gestor de Recursos Especialista Nacional / Brasil Relatório Analítico Rating de Gestor de Recursos O rating da Equitas Administração de Fundos de Investimentos Ltda. (Equitas) foi afirmado em Bom Padrão,

Leia mais

INFORMATIVO FUNDOS GALT FIA - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES GERAL DIVIDENDO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES. Química 12% Papel e Celulose 8%

INFORMATIVO FUNDOS GALT FIA - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES GERAL DIVIDENDO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES. Química 12% Papel e Celulose 8% Outubro de 2015 INFORMATIVO FUNDOS GALT FIA - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES O Geral Asset Long Term - GALT FIA é um fundo de investimento que investe em ações, selecionadas pela metodologia de análise

Leia mais

Relatório Mensal - Fevereiro de 2015

Relatório Mensal - Fevereiro de 2015 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor O Ibovespa encerrou o mês de fevereiro com alta de 9,97%, recuperando as perdas do início do ano. Mesmo com o cenário macroeconômico bastante nebuloso

Leia mais

Relatório Mensal - Novembro de 2013

Relatório Mensal - Novembro de 2013 Relatório Mensal - Relatório Mensal Carta do Gestor Depois de quatro meses consecutivos de alta, o Ibovespa terminou o mês de novembro com queda de 3,27%, aos 52.842 pontos. No cenário externo, os dados

Leia mais

Síntese de set/out/nov-2014

Síntese de set/out/nov-2014 Síntese de set/out/nov-2014 23 de dezembro de 2014 Análise de Cenário O que está ruim pode piorar um pouco mais... Embora a nomeação da equipe econômica e seus primeiros discursos tenham agradado aos mercados,

Leia mais

Relatório AWM Investimentos no atual cenário de juros

Relatório AWM Investimentos no atual cenário de juros Mudança nas características dos investimentos no Brasil A mudança estrutural que o Brasil está vivenciando diante da forte queda de juros, afetou diretamente os investimentos da população. Conforme abordado

Leia mais

G U I D E I N V E S T I M E N T O S

G U I D E I N V E S T I M E N T O S GUIDE INVESTIMENTOS NOSSA HISTÓRIA Em 1967 foi criada a Indusval Corretora. Em 2013, após a entrada de novos sócios, a corretora passou por uma reformulação de estratégia e se relançou como Guide Investimentos

Leia mais

Fundos de Investimento LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR

Fundos de Investimento LEIA O PROSPECTO E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR ANTES ESTRATÉGIA FUNDO FUNDO FIXA SIMPLES LIQUIZ S PERFIL RISCO CAIXA FI FIXA SIMPLES LP 50,00 1,50 D0 / D0 D0 / D0 Selic Até 100% Até 50% 0 CONSERVADOR CAIXA FIC FÁCIL FIXA SIMPLES 50,00 2,00 D0 / D0

Leia mais

CSHG Equity Hedge FIC FIM

CSHG Equity Hedge FIC FIM CSHG Asset Management Comentários do gestor CSHG Equity Hedge FIC FIM Setembro de 2013 O CSHG Equity Hedge FIC FIM teve rentabilidade de 1,96% em setembro ante uma variação de 0,70% do CDI. Ao longo do

Leia mais

BTG Pactual. Administração de Fundos Junho 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação.

BTG Pactual. Administração de Fundos Junho 2012. Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. BTG Pactual Administração de Fundos Junho 2012 Para informações adicionais, favor observar a página ao final desta apresentação. Visão Geral do BTG Pactual Investment Banking Corporate Lending Sales &

Leia mais

Informativo Wealth AAI. Dezembro 2014

Informativo Wealth AAI. Dezembro 2014 Informativo Wealth AAI Dezembro 2014 Sobre o Informativo Wealth AAI Visando ampliar o nível de informação e melhor atendimento aos nossos clientes e parceiros, a Wealth Management da Gradual envia um informativo

Leia mais

CSHG Crédito Privado Magis FIC FIM LP

CSHG Crédito Privado Magis FIC FIM LP CSHG Asset Management Comentários do gestor CSHG Crédito Privado Magis FIC FIM LP Setembro de 2014 1. Revisão do resultado do O obteve rentabilidade de (a) 1,01% (111,1% do ) no mês; (b) 8,44% (107,8%

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Dezembro/2008

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Dezembro/2008 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Dezembro/2008 1 Índice Sobre a Skopos Estratégia: Long & Short Long Biased Processo de Investimento Filosofia de Investimento Nosso Target Breakdown dos Ativos Performance Características

Leia mais

ÍNDICES DE FUNDOS MULTIMERCADOS Maio 2015

ÍNDICES DE FUNDOS MULTIMERCADOS Maio 2015 ÍNDICES DE FUNDOS MULTIMERCADOS Maio 2015 Índices de Fundo Multimercados - Maio 2015 Em 2003, o Risk Office, antevendo a necessidade de criação de índices que medissem a performance da indústria de fundos

Leia mais

CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 58

CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 58 CONSELHO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO DELIBERAÇÃO Nº 58 O Conselho de Regulação e Melhores Práticas de Fundos de Investimento, no exercício das atribuições a ele conferidas

Leia mais

A importância do asset allocation na otimização dos resultados

A importância do asset allocation na otimização dos resultados A importância do asset allocation na otimização dos resultados Joaquim Levy Diretor Superintendente da BRAM Cristiano Picollo Corrêa Portfolio Specialist da BRAM Agenda Introdução Estudo de Casos Caso

Leia mais

Fundos & Gestores de Recursos

Fundos & Gestores de Recursos Relatório Analítico Gestor de Recursos Tradicional / Brasil Rating de Gestor de Recursos O rating da Fides Asset Management Ltda. (Fides) foi afirmado em Bom Padrão, Perspectiva Estável, em 31 de outubro

Leia mais

Oportunidades de Investimento no Exterior

Oportunidades de Investimento no Exterior Oportunidades de Investimento no Exterior Junho 2015 Fund of Funds Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Disclaimer O fundo local discutido neste material se encontra

Leia mais

Apresentação Institucional. Setembro 2013

Apresentação Institucional. Setembro 2013 Apresentação Institucional Setembro 2013 Sumário 03 Visão Geral 11 Gestão dos Fundos Macro0 20 Gestão dos Fundos Ações 31 Biografias Visão Geral A Empresa Visão Geral 4 A SPX é uma sociedade fundada em

Leia mais

TREINAMENTOS PARA OS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL

TREINAMENTOS PARA OS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL TREINAMENTOS PARA OS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL Out/2014 OBJETIVO Estratégia de Investimento Política de Investimentos, Perfis de Investimentos, Agentes Envolvidos na Gestão e Classes de Ativos. POLÍTICA

Leia mais

SBC PREV APRESENTAÇÃO FINANCEIRA 1º CICLO DE PALESTRAS 26/11/2013

SBC PREV APRESENTAÇÃO FINANCEIRA 1º CICLO DE PALESTRAS 26/11/2013 SBC PREV APRESENTAÇÃO FINANCEIRA 1º CICLO DE PALESTRAS 26/11/2013 Competências e Responsabilidades da Diretoria Administrativa e Financeira Tesouraria Pagamentos / Recebimentos Aplicações / Resgates Controles

Leia mais

PROSPECTO DO CANEPA I FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ Nº 17.033.928/0001-75 ( FUNDO )

PROSPECTO DO CANEPA I FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ Nº 17.033.928/0001-75 ( FUNDO ) PROSPECTO DO CANEPA I FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ Nº 17.033.928/0001-75 ( FUNDO ) Classificação do FUNDO junto à Comissão de Valores Mobiliários ( CVM ) Ações

Leia mais

Votorantim Asset Management DTVM Ltda. (CNPJ n.º 03.384.738/0001-98)

Votorantim Asset Management DTVM Ltda. (CNPJ n.º 03.384.738/0001-98) FUNDO DE INVESTIMENTO VOTORANTIM EAGLE MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO CNPJ 00.836.263/0001-35 JUNHO/ 2013 Administração, Gestão, Distribuição e Serviços de Terceiros Administrador Votorantim Asset Management

Leia mais

Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto

Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto Investimentos para Investidores Institucionais Fernando Lovisotto Importante: Este documento não constitui uma opinião ou recomendação, legal ou de qualquer outra natureza, por parte da Vinci Partners,

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Quem Somos 2 CTM Investimentos Visão Geral A empresa A CTM Investimentos, fundada em 2012, é uma empresa independente, focada na busca por valor em empresas (Equity Research)

Leia mais

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II

MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II MUTUOPREV 2014 - RELATÓRIO ANUAL DO PLANO DE BENEFÍCIOS II A MUTUOPREV Entidade de Previdência Complementar - CNPJ nº 12.905.021/0001-35 e CNPB 2010.0045-74, aprovado pela portaria nº 763 de 27 de setembro

Leia mais

Demonstrações financeiras em 30 de junho de 2014 e de 2013 KPDS 94669

Demonstrações financeiras em 30 de junho de 2014 e de 2013 KPDS 94669 Ágora Bolsa Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento em Ações CNPJ nº 08.909.429/0001-08 (Administrado pela BEM Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.) Demonstrações financeiras

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundos de Investimento Ano IX N 97 maio/214 Melhora retorno dos Fundos de Investimento em abril Indústria de Fundos em Números abr/14 A continuidade na recuperação da performance dos principais indicadores

Leia mais

Verde AM Equity Hedge Master Fundo de Investimento Multimercado CNPJ: 11.195.209/0001-74

Verde AM Equity Hedge Master Fundo de Investimento Multimercado CNPJ: 11.195.209/0001-74 ATUALIZADO EM 02/01/2015 Verde AM Equity Hedge Master CNPJ: 11.195.209/0001-74 ESTE FUNDO UTILIZA ESTRATÉGIAS COM DERIVATIVOS COMO PARTE INTEGRANTE DE SUA POLÍTICA DE INVESTIMENTO. TAIS ESTRATÉGIAS, DA

Leia mais

Desafios Macroeconômicos de Longo Prazo no Brasil

Desafios Macroeconômicos de Longo Prazo no Brasil Desafios Macroeconômicos de Longo Prazo no Brasil Novembro, 2014 Rodrigo Noel Informação Confidencial Política Corporativa de Segurança da Informação Agenda Onde Estamos e Para Onde Vamos? Onde Investir?

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos 28 de setembro de 2007 078/2007-DG O F Í C I O C I R C U L A R Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos Ref.: Câmara de Ativos BM&F Credenciamento de Máster de Participante com

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PLANO DE BENEFÍCIO DE CONTRIBUIÇÃO VARIÁVEL Vigência: 01/01/2013 a 31/12/2017 1. OBJETIVOS A Política de Investimentos tem

Leia mais

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% )

DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% ) DADOS ECONÔMICOS - 30 DE ABRIL DE 2.013 META ATUARIAL ANO = 4,46% (MÊS = 1,04%) CARTEIRA ANO = -0,4775 % (MÊS = 0,8096% ) CÓDIGO ANBID SANTANDER SANTANDER FIC RENDA FIXA IMA-B TITULOS PÚBLICOS (1 - RF)

Leia mais

Votorantim Asset Management DTVM Ltda. (CNPJ n.º 03.384.738/0001-98) Votorantim Asset Management DTVM Ltda. e Banco Votorantim S/A

Votorantim Asset Management DTVM Ltda. (CNPJ n.º 03.384.738/0001-98) Votorantim Asset Management DTVM Ltda. e Banco Votorantim S/A VOTORANTIM FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO ABSOLUTE CREDIT MULTIMERCADO CNPJ: 09.260.385/0001-09 AGOSTO/2014 Administração, Gestão, Distribuição e Serviços de Terceiros Administrador

Leia mais

FATOR DEBENTURES INCENTIVADAS FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO

FATOR DEBENTURES INCENTIVADAS FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR DEBENTURES INCENTIVADAS FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO Data da Competência: Out/2015 1. CNPJ 20.584.638/0001-24 2. PERIODICIDADE MÍNIMA

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS EXERCÍCIO DE 2013 REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO VOLTA REDONDA/RJ

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS EXERCÍCIO DE 2013 REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO VOLTA REDONDA/RJ POLÍTICA DE INVESTIMENTOS EXERCÍCIO DE 2013 REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL MUNICÍPIO VOLTA REDONDA/RJ CONSELHO GESTOR FUNDO DE ASSISTÊNCIA E PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS

Leia mais

Política de Investimentos Plano de Gestão Administrativa - PGA

Política de Investimentos Plano de Gestão Administrativa - PGA Plano de Gestão Administrativa - PGA Ano de Vigência - 2015 1/13 Introdução Este documento formaliza os objetivos e restrições de investimento da gestão dos recursos do, através da designação dos segmentos

Leia mais

FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO

FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO I Curso de Férias do Grupo de Estudos de Direito Empresarial - Direito UFMG EM AÇÕES E FUNDOS MULTIMERCADO Fernanda Valle Versiani Mestranda em Direito Empresarial pela Universidade Federal de Minas Gerais,

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

Política de Investimentos Plano PBS Telemig

Política de Investimentos Plano PBS Telemig 1/16 Introdução Este documento formaliza os objetivos e restrições de investimento da gestão dos recursos do, através da designação dos segmentos de ativos a serem utilizados, dos ativos autorizados em

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2013

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2013 INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE ALMIRANTE TAMANDARÉ, pessoa jurídica de direito público interno, inscrito no CNPJ 05093137/000151 sediado à Rua Trav. Paulo Bini,27,

Leia mais

TRÓPICO LATIN AMERICA INVESTMENTS

TRÓPICO LATIN AMERICA INVESTMENTS TRÓPICO LATIN AMERICA INVESTMENTS Apresentação Institucional Value investing is simple to understand, but difficult to implement. The hard part is discipline, patience, and judgment Seth Klarman, Baupost

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundos de Investimento Ano IX N 99 julho/214 Fundos de Ações são destaque de rentabilidade em junho Impulsionados pela alta dos principais índices acionários, os fundos da categoria Ações apresentaram

Leia mais