UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EMPRESA VIRTUAL DE TURISMO: PROPOSTA DE ESCOPO DO PROJETO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EMPRESA VIRTUAL DE TURISMO: PROPOSTA DE ESCOPO DO PROJETO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES INSTITUTO A VEZ DO MESTRE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EMPRESA VIRTUAL DE TURISMO: PROPOSTA DE ESCOPO DO PROJETO Prof. Luiz Claudio Lopes Alves Rio de Janeiro 2010

2 2 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU INSTITUTO A VEZ DO MESTRE EMPRESA VIRTUAL DE TURISMO: PROPOSTA DE ESCOPO DO PROJETO OBJETIVOS: Esta publicação atende a elaboração de Um escopo de projeto visando às etapas do gerenciamento de Projetos necessária para a implantação deste. Por: JULIANA CAMPOS LOPES

3 3 AGRADECIMENTOS A todos aqueles que contribuíram para realização deste trabalho, principalmente meu namorado Rodrigo Rocha e meu irmão João Paulo Campos, que colaboraram bastante para conclusão desse projeto.

4 4 DEDICATÓRIA Dedico essa monografia a minha mãe Márcia, que tanto colaborou para o término do meu trabalho. Também a Rodrigo Rocha meu namorado, pela força que me trouxe.

5 5 RESUMO Nos dias atuais o mercado se encontra cada vez mais competitivo e dinâmico. Isso é decorrente de um mundo globalizado, sendo a internet uma das maiores influências, contribuindo de forma notável na economia da grande maioria dos países. Para conseguir suprir às novas demandas observando o contexto de globalização, no qual está imersa, a criação de uma empresa virtual de turismo, buscando capacitar uma maior clientela, aumentando-se a receita e diminuindo os custos. Através do compartilhamento de recursos, tecnologia, informação e mercado, a empresa virtual conseguirá obter a rapidez e flexibilidade requerida pelo mercado, viabilizando competir nas novas oportunidades a partir desses novos arranjos.

6 6 METODOLOGIA A metodologia de pesquisa adotada para a elaboração do presente trabalho será um levantamento bibliográfico, seguido de artigos pesquisados na internet. Com isso foram utilizados os seguintes procedimentos no processo de pesquisa desse trabalho. Levantamento bibliográfico realizado através de pesquisa de autores e especialistas no tema abordado. E o uso da internet para pesquisa, com artigos variados e de bom conteúdo para evolução do trabalho. Podemos dizer que esse trabalho sobre Empresa Virtual de Turismo equaciona um tema de grande importância. Rapidamente pude perceber que as empresas virtuais é um campo muito mais vasto e atraente do que inicialmente imaginava. Talvez pelo simples motivo da minha vida profissional se passar numa empresa real tornando mais aliciante o estudo em torno das empresas virtuais. Porque a empresa virtual é exatamente o que as empresas reais têm de melhor para oferecer e funcionar, tentando subalternizar os seus vícios de funcionamento. A proposta dessa monografia é tornar a empresa virtual de turismo uma empresa independente, com diferentes funções e atribuições, ligadas por uma rede de comunicações, e que partilham competências técnicas para atender a novos mercados. A empresa virtual de turismo apenas existirá para satisfazer o objetivo a que se propõe.

7 7 SUMÁRIO Introdução 8 Capitulo I Origem de uma Empresa Virtual 10 Capitulo II Gerenciamento de Projetos 18 Capitulo III Proposta de Empresa Virtual de Turismo 27 Conclusão 43 Índice 46 Índice de Figuras 47

8 8 INTRODUÇÃO Ao falarmos sobre empresa virtual, deve-se, primeiramente, saber o conceito do que é virtual, bem como saber a origem de uma empresa virtual, que ocorre no século XXI, mudando assim o conceito de empresa que tínhamos. Além faremos uma breve análise sobre o surgimento desse tipo de empresa no Brasil, verificando o seu real funcionamento no país. Abordaremos ainda, os efeitos benéficos existentes, a confiabilidade deste meio de comunicação na visão do cliente internauta, e a importância das áreas de gerenciamento que teremos para poder manter a empresa virtual sadia, suas principais vantagens a capacidade de trabalhar sem possuir um local físico de trabalho, diminuindo a mão- de obra, aumentando-se assim os ganhos, e diminuindo custo. Destacaremos também as desvantagens deste tipo de empresa, onde podemos destacar a segurança do site, como uma das principais. Como este tipo de empresa atua nas áreas de informação, negócios e entretenimentos de seus clientes, mas possui déficit de conhecimento especializado em relação a gestão de empresa virtual de turismo, por essa razão abordaremos alguns destes pontos. No segundo capitulo dessa monografia abordaremos sobre o Gerenciamento de Projetos, demonstrando o seu conceito, bem como a metodologia PMI aplicada, suas áreas conhecimentos, enfim o processo de um gerenciamento de projetos, baseado no PMBOK. Neste capitulo, descreveremos sobre o gerenciamento de escopo, considerado como um subconjunto do gerenciamento de projetos e abrange os processos requeridos para assegurar que o projeto inclua todo o trabalho necessário para que o projeto seja bem sucedido.

9 9 Iremos falar ainda, a respeito da gestão comunicativa em projetos que é um subconjunto do gerenciamento de projetos que inclui os processos necessários apropriado das informações do projeto. Concluiremos a monografia com o terceiro capitulo, mostrando os passos de uma proposta de escopo do projeto voltada para a Empresa Virtual de Turismo. Buscando com essas informações, mostrar que realmente é possível desenvolver uma empresa virtual de turismo, sem precisar disponibilizar de muito capital, conquistando a confiabilidade do publico alvo.

10 10 CAPITULO I ORIGEM DE UMA EMPRESA VIRTUAL 1.1 Conceito Primeiramente deve-se saber que o conceito de algo virtual surgiu em no início da década de 70, e que tratava de dar uma nova visão à memória de computadores, até então restrita às suas limitações físicas. Com o surgimento da memória virtual, os engenheiros de software passaram a ter em seus dados uma liberdade maior e individualizada, isso porque, criava-se uma visão lógica dos espaços disponíveis, sem que as limitações físicas e reais formassem um empecilho a formulações mais complexas. Em virtude disto, a empresa virtual aparece como o modelo da corporação do século XXI, uma radical mudança dos conceitos clássicos de organização e divisão do trabalho, diminuindo os custos e aumentando a rentabilidade dos empresários. As empresas virtuais parecem ser o modelo do século XXI, e vão exigir pessoas virtuais, sem dúvida alguma, com responsabilidades e salários reais, e cada vez mais competentes. 1.2 Empresa virtual no Brasil É também chamada de ILTDA ou i-ltda, ou seja, é um tipo de entidade econômica que realiza suas principais funções via internet. Essa realidade recente resulta da propensão das empresas em atuarem cada vez mais através de formas que independem de estabelecimento fixo,e a melhor forma de conseguir isso, é através da Internet, de máquinas automáticas, correios, telemensagens, porta-a-porta e outros meios virtuais previstos em lei.

11 11 Existem inumeras normas hoje que regulamentam, em nível municipal, estadual ou federal, as formas de cumprimento das obrigações acessórias para unidades produtivas de empresas atuando em forma virtual, dentre elas: Medida Provisória nº , Lei Complementar nº 116. Apenas o futuro mostrará até onde essa tendência levará a sociedade em termos de ganhos de produtividade e modernidade, em um país que tanto precisa desses fatores impulsionadores do crescimento. 1.3 Vantagens e Desvantagens de uma empresa virtual de turismo Assim como em uma empresa tradicional, a virtual apresenta os seus produtos aos usuários para que eles façam a escolha daquilo que lhes interessa. É aqui onde, geralmente, se realiza o primeiro contato entre o cliente e empresário. Nos sites de varejo, tradicionalmente, a primeira pagina, chamada de Home-page é reservada para as promoções e para os produtos aos quais se queira dar destaque. A principal das vantagens é a capacidade de trabalhar sem possuir um local físico de trabalho, reduzindo a mão- de obra, aumentando-se assim os ganhos, e diminuindo custo. Uma empresa virtual de turismo permite que milhões de pessoas de todo o mundo possam buscar a viagem ideal, por um custo menor e com a facilidade de não ter que sair de casa para isso. A empresa virtual poderá, também, contar com outra fonte de receita com a publicidade, para que isto ocorra, deverá utilizar um espaço de sua pagina na web para a exibição de banners.

12 12 Apesar das Receitas de banner não serem expressivas principalmente na empresas de pequeno porte e da dificuldade em conquistar anunciantes, acaba sendo interessante avaliar a conveniência da colocaçao de banners, sendo esta mais uma forma de receita. Prestar melhor consultoria em viagens de lazer ou negócios. Disponibilizando para os seus clientes atendimento personalizado 24 horas por dia, 07 dias na semana dias na semana, oferecendo serviços de alta qualidade, seja qual for o seu destino ou necessidade, para qualquer lugar do mundo. Possuir uma web site criativa, onde sejam recebidas milhares de visitas mensais. Utilizada como referência por milhares de visitantes do mundo inteiro. Apresentando informações atualizadas sobre cidades, suas atrações, hotéis, restaurantes, com centenas de fotos originais. Ser parte integrante de todos os principias motores de busca como: Google, Yahoo, Alta Vista, MSN e diretórios na Internet. Estando com as informações e principias seções disponíveis em português e inglês. Sem dúvida alguma, a necessidade de possuir um número menor de funcionários, diminui os gastos com salários e impostos. Não há a necessidade de grandes investimentos em ativos fixos, como por exemplo, nos escritórios centrais. Além das vantagens acima mencionadas devemos ressaltar aqui quais são as desvantagens existentes. Dentre os principais problemas, podemos destacar é a segurança do site, pois é muito fácil copiá-lo, ocorrendo muitas vezes a clonagem, que causa danos não só ao empresário, mas também aos seus clientes, fazendo com que os mesmos deixem de utilizar a internet. A falta de comunicação cara a cara com clientes, sem dúvida alguma aumenta as chances de erros de interpretação ou mal entendidos, fazendo com que seu cliente não seja compreendido naquilo em que deseja.

13 13 Algumas empresas costumam ignorar a estratégia de longo prazo, visando como prioridade resultados de curto prazo, lucro e capitalização do mercado. Entretanto, percebe-se que só produzirão resultados em longo prazo e, muitas vezes, com certa defasagem. E com essa ausência faz com que algumas empresas mudem a sua estratégia antes mesmo dos resultados aparecem, pura falta de paciência. 1.4 Confiabilidade do cliente e a importância do texto O usuário de internet tem perfis diferenciados, precisamos perceber os clientes em potencial de acordo com as necessidades típicas. Sempre transmitindo confiança ao cliente, mas o fato do seu visitante ter gostado do produto e achar o preço compatível com o beneficio que ele esta esperando, é necessário para a compra, mas não é garantia de que ela irá ocorrer. Pode-se dizer que a novidade da internet, passa a ser uma inibidora, tendo em vista que nós levamos certo tempo para se habituar às coisas novas. Passando a ser um novo habito a compra on-line na vida das pessoas. Podemos ouvir rumores de fraudes nas transações on-line causando desconfiança, havendo dificuldade de saber se a loja existe de fato ou é apenas uma montagem. Temos como objetivo então, criar um ambiente que transmita confiabilidade, podemos dizer que algumas medidas poderão ajudar bastante: Seja claro e honesto em suas afirmações; Ressalte os cuidados tomados com a segurança no site; Esclareça todas as dúvidas com relação ao produto, procedimentos e pagamentos, entre outras; Forneça garantias do tipo satisfação garantida ou seu dinheiro de volta ;

14 14 Apresente depoimentos de compradores, pois as pessoas precisam de referencias antes de tomar decisões; Enfim, vencendo resistências será o impulso final, muitas vezes o cliente fica indeciso para realizar a transação mesmo que esteja confiante com todos os aspectos citados nos tópicos anteriores. A indecisão é característica das pessoas, causando certa postergação a compra para outro momento. Portanto, deve-se agir oferecendo uma recompensa ao cliente para que ele quebre a inércia e realize a ação desejada naquele momento. Se cliente não aproveitar o momento para fechar o negócio, só Deus e você sabem quando haverá outra oportunidade. O texto deve ser objetivo, a leitura no computador é cerca de 25% menos produtiva, o leitor se cansa rapidamente, por isso o texto deve ser claro e ir direto ao ponto. Apresentando os benefícios de se realizar o negócio de forma objetiva. Temos que ter algumas importâncias com o texto, por exemplo: Cuidado com a correção, os erros passam uma impressão de desleixo e incompetência; Usam-se sempre palavras positivas e impactantes; Utilize títulos de chamariz; Use muito mais a palavra você do que a palavra eu ; Capriche no visual, sem exageros. 1.5 Gestão da empresa virtual de turismo Empresa desse tipo atua nas áreas de informação, negócios e entretenimentos de seus clientes, mas possui déficit de conhecimento especializado em dois aspectos fundamentais, tecnologia da informação e

15 15 gestão empresarial. Esses aspectos devem ser desenvolvidos para empresa conquistar mercado com suas atividades, e poder enfrentar a concorrência e também obtendo rentabilidade Atualização da Informação Como site de informação, tem que estar sempre atento as novidades para estar atualizando as informações disponíveis, inclusive acompanhando os assuntos do momento relacionados ao turismo focando como principal atividade turística o Rio de Janeiro e as suas maravilhosas belezas naturais. Para procurar atender a todas as necessidades dos clientes, em vários níveis de idade. Atualizando informações sobre cultura, passeios, hotéis, restaurantes, casas de show, bares, boates, enfim estando sempre por dentro dos acontecimentos para estar transmitindo pros seus clientes uma melhor opção de turismo, com preço bom, flexibilidade de pagamento e com atendimento da melhor qualidade. A empresa está sendo atualizada por apenas um colaborador que fica encarregado de colocar a disposição dos clientes as novidades no site. Outro atrativo do site da empresa de turismo são os passeios turísticos as ilhas tropicais, o city tour ao corcovado e ao pão de açúcar, as aventuras com caminhadas em mata fechada seguido de um banho de cachoeira, o maracanã, passeio de helicóptero e outras coisas mais que encantam os visitantes e tornam realidade o sonho da viagem ao Rio de Janeiro Gestão de Colaboradores Para um usuário que esta procurando respostas para alguma dúvida ou noticias turísticas não basta somente que a resposta seja de qualidade, mas

16 16 que não demore em ser recebida ou atualizada. A parte executiva da empresa tem o controle das atividades do colaborador do site, garantindo que o tempo de resposta e atualização não seja um problema. Por conter apenas três colaboradores, que na verdade tem por finalidade o desenvolvimento e o crescimento da empresa, torna mais fácil o controle da gestão. Fazendo parte do corpo da empresa teremos um especialista em web design, um contador e um administrador Gestão Financeira Os recursos financeiros da empresa são provenientes de anúncios de hotéis, bares e restaurantes, boates e do lucro obtido com a venda dos serviços prestados. Existe ainda uma ferramenta para gerar renda com anúncios de eventos ocorridos no Rio de Janeiro. Através dos resultados de visitação nas diferentes paginas do site, podemos identificar os lugares mais procurados. Com esse indicador podemos determinar os valores a serem cobrados por esses anúncios. Estes resultados podem ser acessados pelo administrador da empresa, de qualquer computador ligado a internet, facilitando a gestão empresarial e eliminando as dificuldades de deslocamento ao local especifico Gestão Executiva A gestão executiva do site é importante para o sucesso operacional e de atuação da empresa. As prioridades nas atividades para gestão executiva dos resultados do site serão estabelecidas a partir do planejamento estratégico da empresa.

17 17 Para notar-se o sucesso na gestão empresarial tem que se verificar se os resultados estão positivos, com o lucro financeiro. Devido ao fato de ser uma empresa nova no mercado, a visita no site é considerada como mais importante indicador do sucesso de gestão. O uso da tecnologia permite que a entrada dos dados usados na gestão empresarial sejam coletados diretamente pela visitação ao site. O acesso aos resultados é de restrição do administrador da empresa, o qual pode exercer suas atividades eliminando restrições de horário e local para exercer suas funções. Pelo exposto neste capítulo podemos observar como surgiu o conceito e também a criação de uma empresa virtual, com foco na área de turismo, demonstrando as vantagens e desvantagens em sua criação,bem como a importância que a gestão tem para criação de uma empresa, seja ela qual for.

18 18 CAPITULO II - GERENCIAMENTO DE PROJETOS 2.1 Processo de um gerenciamento de projeto Entraremos agora na demonstração de como pode ser gerido um projeto de empresa virtual de turismo. Basicamente o gerenciamento de projetos trabalha ligado a 3 etapas fundamentais de todo o processo, a saber: Figura 1: 3 etapas do processo Teríamos dentro da necessidade em questão, os seguintes passos básicos para a implantação da Empresa Virtual de Turismo, que é o modelo básico de gerenciamento de uma Empresa Virtual.

19 19 Figura 2: Modelo básico de gerenciamento de projetos Dentro dessas etapas fluem todos os processos fragmentados em vários micro-processos que serão aqui demonstrados através da metodologia de Gerenciamento de Projetos desenvolvida pelo Project Managment Institute em Boston, Massachussets, EUA. Utilizando sua já consagrada base de conhecimento (PMBOK) na implantação de um projeto que pode ser usado em médias e grandes corporações que desejarem obter as funcionalidades de uma Empresa Virtual. 2.2 Conceito de Gerenciamento de Projetos Antes de definirmos o que vem a ser o Gerenciamento de Projetos, seria interessante verificarmos o conceito de Projetos. De acordo com a norma ISO (Diretrizes para qualidade de gerenciamento de projetos), projeto é um processo único, consistindo de um grupo de atividades

20 20 coordenadas e controladas com datas para início e termino,empreendido para o alcance de um objetivo conforme requisitos específicos incluindo limitações de tempo,custo e recursos. Para o PMBOK, projeto é um empreendimento temporário, planejado, executado e controlado,com o objetivo de criar um produto ou serviço único. Os projetos por definição têm, portanto uma data de início e de término definidas (ciclo de vida), sendo a última a chave para determinar se um trabalho é um projeto. Por fim, podemos definir que gerenciamento de projetos é um ramo da Ciência da Administração que trata do planejamento, execução e controle de projetos. É o ato ou ação de saber gerir, executar, gerenciar os projetos de maneira mais eficiente, fazendo com que os processos neles incluídos sejam executados nas áreas de escopo, tempo, custo, recursos humanos, comunicação, risco, aquisição e qualidade. Conforme sugere o PMBOK(2000) o qual propõe também um conjunto de processos para a integração dessas áreas. 2.3 Metodologia PMI A metodologia PMI foi criada pelo Project Management Institute, líder em gerenciamento de projetos em todo o mundo e continua sendo a mais utilizada, visto a experiência de 30 anos nesta área, desde os seminários organizados na década de 60 pelo Departamento de Defesa (DoD), Nasa e outras organizações governamentais norte americanas. O PMI é uma instituição sem fins lucrativos, dedicada ao avanço do estudo da arte em gerenciamento de projetos e seu principal compromisso é promover o profissionalismo e a ética em gestão de projetos. Em agosto de 1987, o PMI publicou um documento denominado The Project Management Body of Knowledge Esse documento foi revisado e reeditadoem 1996 com o nome de A guide to the Project Manegment Body of Knowlwdge (PMBOK),tendo sido atualizado em O PMBOK sugere quais processos devem ser executados, durante o

21 gerenciamento de projetos nas áreas de escopo, tempo, custo, recursos humanos, comunicações, risco e aquisições. 21 O PMI tem se preocupado em expandir os conceitos divulgados no PMBOK publicando documentos complementares. Desde que a edição 2000 foi publicada, o PMI publicou seis padrões adicionais: Padrão prático para a elaboração de WBS (Pratice Standard for Work BreakdownStructures): Extensão do PMBOK para a área governamental ( GovernmentExtension to the PMBOK Guide ); Guia para o desenvolvimento de competências para o gerente de projetos ( Project Manager Competency Development ) Framwork ; Extensão do PMBOK para a área de Construção(Construction Extension to the PMBOK Guide); Modelo de Maturidade de Gerenciamento de Projetos (Project Managment Maturity ModelOPM3); Extensão do PMBOK para o Departamento de Defesa Americano (US DoD Extension to the PMBOK Guide ). Segundo XAVIER (2006), Quando se vai gerenciar um projeto, um grande desafio é definir claramente os produtos e/ou serviços relacionados aos seus objetivos que, por sua vez,serão entregues ao patrocinador/cliente,estabelecendo o escopo de trabalho que deverá ser realizado pela equipe. O PMBOK sugere quais processos devem ser executados durante o gerenciamento de projetos indicando o que deve ser feito, mas não como programar esses processos. No que tange aos processos do gerenciamento de projetos, o PMBOK faz uma divisão em cinco grupos principais, a saber: Processos de Iniciação: processos de autorização para que se dê início a um projeto ou a uma de suas fases. Processos de Planejamento: processos de criação e manutenção do plano do projeto, selecionando o melhor caminho para que sejam alcançados os objetivos propostos.

22 22 Processos de Execução: processos de coordenação de recursos físicos (pessoas, materiais e equipamentos) de forma a executar o que foi planejado. Processos de Controle: processos que buscam garantir que os objetivos do projeto sejam atingidos. Realizam o acompanhamento e a medição regular do progresso, visando à identificação de desvios do plano, de maneira a implementar ações corretivas quando necessárias. Processos de encerramento: processos de formalização do fim do projeto ou de uma fase, comunicação de tais eventos para as partes interessadas, arquivamento e aceitação da fase final do projeto. Os processos de gerenciamento trocam informações entre si, ou seja, os resultados de um processo normalmente são entradas necessárias para a execução de outros processos. Esse fluxo entre os grupos está representado na figura a seguir: Figura 3: Processo de Gerenciamento de Projetos PMI

23 23 Como podemos observar, os grupos de processos estão ligados por meios dos resultados que produzem. As saídas de um processo são, geralmente, entradas para outro processo de gerenciamento. Focando nessas ligações, podemos descrever cada processo conforme três características: Dados necessários (entradas): informações ou documentos que sofrerão/gerarão algum tipo de ação no processo. Técnicas e ferramentas: mecanismos aplicados às entradas responsáveis pela geração dos resultados. Resultados (saídas): documentos ou itens documentáveis que são os resultados do processo.

24 Área de Conhecimento do PMI O PMI está baseado nas seguintes áreas de conhecimento: Gerenciamento de Projeto - Áreas de Conhecimento Figura 4: Áreas de Conhecimento

25 Gerenciamento de Escopo É considerado como um subconjunto do gerenciamento de projetos e abrange os processos requeridos para assegurar que o projeto inclua todo o trabalho necessário e tão somente o trabalho necessário para completar de forma bem sucedida o projeto. A preocupação fundamental compreende definir e controlar o que está, ou não, incluído no projeto. Os processos de gerência de escopo do projeto são: Iniciação: é o processo de autorização formal de um novo projeto ou da continuação de um projeto já existente para uma nova fase. Planejamento do escopo: é o processo de elaborar e documentar a estratégia para desenvolvimento do trabalho (escopo) que irá gerar o produto do projeto. Definição do escopo: subdivisão dos deliverables (resultados principais) que se espera alcançar com o projeto em componentes menores e mais facilmente gerenciáveis. Verificação do escopo: é o processo de obtenção da aprovação formal do escopo do projeto por parte de seus interessados (stakeholders). Controle de alterações de escopo: controle das alterações feitas no escopo do projeto. O Trabalho em questão irá enforcar exatamente essa parte vital do gerenciamento de projetos. A Proposta de escopo de uma Empresa Virtual será mostrada em todas as suas fases no capítulo 3, onde apreciaremos os detalhes desse processo com todas as tarefas essenciais para a perfeita implantação do produto em um ambiente empresarial.

26 Gestão Comunicativa em Projetos É um subconjunto do gerenciamento de projetos que inclui os processos necessários para garantir geração, coleta, divulgação, armazenagem e disposição final apropriada das informações do projeto. Para o sucesso do projeto é necessária uma significativa demanda de comunicação entre vários membros da equipe e a transparência das informações coletadas e processadas entre a equipe e os Stakeholders (os clientes). O gerenciamento da comunicação é útil para ajudar a equipe ver qual tipo de mecanismo será necessário para que o empreendimento flua entre todas as partes interessadas. Alinhando assim toda a expectativa de comunicação proativa (acesso) entre os membros da equipe, e todo o material informativo (documentação) dentro dos critérios usualmente adotados. Qual status de informação será utilizado, quais reuniões e encontros de equipe serão feitos, como as decisões serão documentadas e quais membros se encarregarão das revisões periódicas. Esse gerenciamento, conforme o PMBOK consiste nos seguintes processos: Planejamento das Comunicações identificação das informações e das comunicações requeridas pelos interessados (stakeholders): quem requer a informação, quando será necessária e como será fornecida. Distribuição das Informações fazer com que as informações necessárias estejam disponíveis para os interessados do projeto no momento oportuno. Relatório de Desempenho coleta e divulgação de informações sobre o desempenho. Isso inclui: relatório de andamento do projeto, medição do progresso e previsões. Encerramento Administrativo geração, coleta e distribuição das informações para que se formalize a conclusão da fase ou do projeto.

27 CAPITULO III PROPOSTA DE EMPRESA VIRTUAL DE TURISMO Escopo da Proposta A defesa dessa monografia incide exatamente no aspecto do escopo da proposta do projeto, voltado para implantação da empresa virtual de turismo, como um modo de empresa econômica. Onde estão detalhadas todas as tarefas que são segmentadas em suas respectivas sub-tarefas ou deliverables, mostrando os pré-requisitos para cada passo e o desenvolvimento linear do projeto. Será adotada a metodologia de gerenciamento do Project Managment Institute-PMI, sendo usado como ferramentas de organização e acompanhamento o WBS(Work Breakdown Structure) integrado com o MS Project. Prazos Como se trata de uma proposta de escopo foi atribuído uma data fictícia para o início e término do projeto, fazendo com que assim possamos analisar a evolução desse projeto, dentro de um espaço de tempo definido hipoteticamente. Tarefas As tarefas deste escopo constituem a visão macro do projeto expostas nas suas 3 entregas mencionadas acima, conforme dispostas na seguinte forma pelo WBS:

28 28 Figura 5: Escopo da Empresa Virtual Cada uma dessas tarefas (chamadas de nível 1 ), são decompostas num grupo de sub-tarefas (chamadas de nível 2, 3, etc...), as quais são essenciais para a seqüência lógica do projeto. Muitas dessas sub-tarefas mantém entre si um grau de dependência, ou seja, o início de uma implica necessariamente no término de outra. Seguiremos então abaixo com a divisão de algumas sub-tarefas demonstrada no formato MS Project. Figura 6: Sub-tarefas no MS Project

29 29 Podemos assim descrever as tarefas em seus detalhes dentro da finalidade do projeto em questão. Proposta de Escopo Produto: Empresa Virtual de Turismo Início: 28/01/2010 Término: 11/02/2010 Esta será a forma definitiva do escopo da Empresa Virtual de Turismo completo, desmembrado em todas as suas tarefas principais: Figura 7: Escopo da Empresa Virtual de Turismo no formato do MS Project

30 30 Serão descritas a seguir cada uma destas tarefas principais, decompostas em todas as suas sub-tarefas ou deliverables com os seus respectivos prazos. As ilustrações mostrarão os passos tanto pelo WBS Chart como pelo MS Project, dando assim uma boa dimensão do trabalho que foi desenvolvido. Planejamento Prazo: 240 mins É definida 1 sub-tarefa principal: Plano do Projeto Conforme mostra abaixo o WBS: Figura 8: Sub-tarefa de Planejamento

31 31 Plano do Projeto Dentro do Plano do Projeto encontraremos novas sub-tarefas chamadas de nível 2, 3. Sendo assim, são necessários os seguintes procedimentos: TAP - Termo de Abertura do Projeto Redigir a TAP Aprovar a TAP 1. Justificativa do Projeto Empresa Virtual de Turismo, voltada para os turistas que desejam conhecer única e exclusivamente o Rio de Janeiro, com a facilidade de não precisar sair de casa, tendo esse contado direto via internet, com uma empresa de credibilidade e criatividade com os melhores lugares e passeios turísticos do Rio de Janeiro. Deixando o cliente completamente realizado com os seus objetivos cumpridos. 2. Descrição Sumária do Projeto

32 32 O projeto destina-se ao planejamento do site de turismo voltado somente para o Rio de Janeiro: Corcovado, Petrópolis, Maracanã, Pão de Açúcar, Aventuras, Angra dos Reis, Ilhas Tropicais, Um dia no Rio de Janeiro, Facilitando escolhas, Favelas, Búzios, Praias, Hotéis, Central de Reservas, Restaurantes, Vôo de Helicóptero, Passeios no Rio, Sobre o Rio, Bares, To Dance, Academias, Motéis no Rio, Entretenimento, Cultura, Carnaval, Ano Novo, Pacotes de Viagem. 3. Restrições do Projeto O site terá que ficar pronto até o dia 4 de junho de Premissas (suposições) do Projeto Direcionado ao turismo no Rio de Janeiro. Abranger o maior número de clientes internauta com destino ao Rio de Janeiro. Declaração de escopo do Projeto Redigir declaração de Escopo Aprovar declaração de Escopo 1. Descrição Detalhada do escopo do Produto Empresa Virtual de Turismo, voltada para os turistas que querem visitar o Rio de Janeiro, onde serão mostrados todos os lugares turísticos do Rio, suas melhores praias, bares e restaurantes, hotéis... Um site voltado para o turismo, podendo ser considerado um guia do Rio de Janeiro. Destacando os melhores lugares para visita no ano.

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO DE PROJETOS Atualizado em 31/12/2015 GESTÃO DE PROJETOS PROJETO Para o PMBOK, projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

Leia mais

fagury.com.br. PMBoK 2004

fagury.com.br. PMBoK 2004 Este material é distribuído por Thiago Fagury através de uma licença Creative Commons 2.5. É permitido o uso e atribuição para fim nãocomercial. É vedada a criação de obras derivadas sem comunicação prévia

Leia mais

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A.

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. Estudo de Caso Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. A Presidência dos Correios vislumbrou a possibilidade da Empresa apresentar aos seus clientes um novo serviço, que foi denominado de

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Atividade 1 Que modelos em gestão de projetos estão sendo adotados como referência nas organizações? Como

Leia mais

Elaboração dos documentos

Elaboração dos documentos Estudo de Caso Área de conhecimento Gerência de Escopo Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. A Presidência dos Correios vislumbrou a possibilidade da Empresa apresentar aos seus clientes

Leia mais

Gestão de Projetos Logísticos

Gestão de Projetos Logísticos Gestão de Projetos Logísticos Professor: Fábio Estevam Machado CONTEÚDO DA AULA ANTERIOR Teoria Gestão de Projetos Projetos Atualidades Tipos de Projetos Conceitos e Instituições Certificação Importância

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1.

04/02/2009. Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores. Disciplina: Gestão de Projetos de TI. Prof.: Fernando Hadad Zaidan. Unidade 1. Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Redes de Computadores Disciplina: Gestão de Projetos de TI Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 1.1 2 Introdução ao Gerenciamento de Projetos 3 1 Leitura

Leia mais

Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003

Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 29 3.1 GERENCIAMENTO DO ESCOPO O Gerenciamento do Escopo do Projeto engloba os processos necessários para assegurar que o projeto inclua todas

Leia mais

Como concluir um projeto com sucesso?

Como concluir um projeto com sucesso? Como concluir um projeto com sucesso? Luiz Eduardo Cunha, Eng. Professor da FAAP e do IMT 1 Luiz Eduardo Cunha Graduado em Engenharia de Produção EPUSP Pós-Graduado em Gestão do Conhecimento e Inteligência

Leia mais

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos

Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combinando a norma ISO 10006 e o guia PMBOK para garantir sucesso em projetos Combining the ISO 10006 and PMBOK to ensure successful projects 1 Por Michael Stanleigh Tradução e adaptação para fins didáticos

Leia mais

Aula Nº 10 Planejamento da Comunicação

Aula Nº 10 Planejamento da Comunicação Aula Nº 10 Planejamento da Comunicação Objetivos da Aula: Os objetivos desta aula visam analisar as necessidades de informação para se manter os stakeholders internos e externos bem como a equipe de projetos

Leia mais

Projetos na área de TI. Prof. Hélio Engholm Jr

Projetos na área de TI. Prof. Hélio Engholm Jr Projetos na área de TI Prof. Hélio Engholm Jr Projetos de Software Ciclo de Vida do Projeto Concepção Iniciação Encerramento Planejamento Execução e Controle Revisão Ciclo de Vida do Produto Processos

Leia mais

- Project Management Institute. Disciplina de Engenharia de Software. PMP- Project Management Professional PMBOK

- Project Management Institute. Disciplina de Engenharia de Software. PMP- Project Management Professional PMBOK Disciplina de Engenharia de Software Material elaborado por Windson Viana de Carvalho e Rute Nogueira Pinto em 19/07/2004 Material alterado por Rossana Andrade em 22/04/2009 - Project Management Institute

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos (ref. capítulos 1 a 3 PMBOK) TC045 Gerenciamento de Projetos Sergio Scheer - scheer@ufpr.br O que é Gerenciamento de Projetos? Aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK

Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Gerência de Projetos CMMI & PMBOK Uma abordagem voltada para a qualidade de processos e produtos Prof. Paulo Ricardo B. Betencourt pbetencourt@urisan.tche.br Adaptação do Original de: José Ignácio Jaeger

Leia mais

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico Apostila Comércio Eletrônico e-commerce Professor: Edson Almeida Junior Material compilado por Edson Almeida Junior Disponível em http://www.edsonalmeidajunior.com.br MSN: eajr@hotmail.com E-Mail: eajr@hotmail.com

Leia mais

PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS

PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS PMBOK - Project Management Body of Knowledge - PORTUGUÊS Sr(as) Gerentes de Projeto, O PMBOK, compilado pela expertise do PMI Project Management Institute, é a linha mestra que nos conduz ao conhecimento

Leia mais

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI FINANÇAS EM PROJETOS DE TI 2012 Material 1 Prof. Luiz Carlos Valeretto Jr. 1 E-mail valeretto@yahoo.com.br Objetivo Objetivos desta disciplina são: reconhecer as bases da administração financeira das empresas,

Leia mais

MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas

MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas MINI-CURSO Gerenciamento de Projetos para Economistas ECONOMISTA - RIVAS ARGOLO 2426/D 62 9905-6112 RIVAS_ARGOLO@YAHOO.COM.BR Objetivo deste mini curso : Mostrar os benefícios do gerenciamento de projetos

Leia mais

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora

Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Uma nova fase de sucesso em seu negócio pode começar agora Afinal, tudo começa em sua maneira de pensar. E marketing é isto, uma questão de posicionamento. PROPOSTA DE SERVIÇOS Logotipos Web Sites Lojas

Leia mais

Gerenciamento de Projetos (PMI) e sua aplicação em projetos de transporte público.

Gerenciamento de Projetos (PMI) e sua aplicação em projetos de transporte público. Gerenciamento de Projetos (PMI) e sua aplicação em projetos de transporte público. Sérgio Ricardo Fortes 1 ; Ana Cristina Dalborgo 2 1 EMTU Rua Joaquim Casemiro, 290, Bairro Planalto São Bernardo do Campo-SP

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos PMI, PMP e PMBOK PMI (Project Management Institute) Estabelecido em 1969 e sediado na Filadélfia, Pensilvânia EUA, o PMI é a principal associação mundial, sem fins lucrativos,

Leia mais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita Federal. O incentivo

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais

Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Gerenciamento de Projetos Modulo I Conceitos Iniciais Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PARA A GESTÃO DE PROJETOS

IDENTIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PARA A GESTÃO DE PROJETOS IDENTIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PARA A GESTÃO DE PROJETOS Claudio Oliveira Aplicações de CRM Claudio Oliveira Apresentação Claudio Oliveira (cloliveira@usp.br) Professor da Fundação Vanzolini

Leia mais

Fatores Críticos de Sucesso em GP

Fatores Críticos de Sucesso em GP Fatores Críticos de Sucesso em GP Paulo Ferrucio, PMP pferrucio@hotmail.com A necessidade das organizações de maior eficiência e velocidade para atender as necessidades do mercado faz com que os projetos

Leia mais

Gerência de Projetos. O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação

Gerência de Projetos. O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação Gerência de Projetos O segredo para ter sucesso na implantação de Tecnologia da informação Introdução e Conceitos Conceitos importantes para o entendimento da disciplina O que é um projeto? Um projeto

Leia mais

BENEFÍCIOS DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Por Maria Luiza Panchihak

BENEFÍCIOS DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Por Maria Luiza Panchihak BENEFÍCIOS DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS Por Maria Luiza Panchihak Este artigo apresenta os benefícios do gerenciamento de projetos e mostra a importância desse processo, dentro de uma organização, para

Leia mais

Simulações em Aplicativos

Simulações em Aplicativos Simulações em Aplicativos Uso Avançado de Aplicativos Prof. Marco Pozam mpozam@gmail.com A U L A 0 4 Programação da Disciplina 20/Agosto: Conceito de Project Office. 27/Agosto: Tipos de Project Office.

Leia mais

Cartilha. Gestão de Projetos. Superintendência de Planejamento e Gestão SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás

Cartilha. Gestão de Projetos. Superintendência de Planejamento e Gestão SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás Cartilha Gestão de Projetos SUPLAN Ministério Público do Estado de Goiás Esta cartilha tem como objetivo transmitir os conceitos básicos relacionados ao Gerenciamento de Projetos e compartilhar da metodologia

Leia mais

A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E A GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES. Evolução do TI e Gestão das Organizações Gestão de Projetos Métodos Ágeis

A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E A GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES. Evolução do TI e Gestão das Organizações Gestão de Projetos Métodos Ágeis A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E A GESTÃO DAS ORGANIZAÇÕES Evolução do TI e Gestão das Organizações Gestão de Projetos Métodos Ágeis Vamos nos conhecer e definir as diretrizes de nosso curso??? www.eadistancia.com.br

Leia mais

PMI - PMBoK PMI PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. PMBoK PROJECT MANAGEMENT BODY OF KNOWLEDGE

PMI - PMBoK PMI PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. PMBoK PROJECT MANAGEMENT BODY OF KNOWLEDGE PMI - PMBoK PMI PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE PMBoK PROJECT MANAGEMENT BODY OF KNOWLEDGE 1 PMI- Project Management Institute Fundado nos Estudos Unidos em 1969; Instituto sem fins lucrativos, dedicado ao

Leia mais

GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge)

GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge) GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge) Governança de TI AULA 08 2011-1sem Governança de TI 1 Introdução ao Gerenciamento de Projetos HISTÓRIA PMI Project Management Institute: Associação

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Grupo de Consultores em Governança de TI do SISP 20/02/2013 1 Agenda 1. PMI e MGP/SISP 2. Conceitos Básicos - Operações e Projetos - Gerenciamento de Projetos - Escritório de

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE

GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE GERENCIAMENTO DE PROJETOS PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE O PMI e a Certificação PMP Visão Geral sobre o Modelo PMI APRESENTAÇÃO DO PMI O PMI - Project Management Institute é uma instituição sem fins lucrativos,

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge

4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge 58 4. PMBOK - Project Management Body Of Knowledge No Brasil, as metodologias mais difundidas são, além do QL, o método Zopp, o Marco Lógico do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Mapp da

Leia mais

08/09/2011 GERÊNCIA DA INTEGRAÇÃO PMBOK GESTÃO DE PROJETOS

08/09/2011 GERÊNCIA DA INTEGRAÇÃO PMBOK GESTÃO DE PROJETOS GESTÃO DE PROJETOS Prof. Me. Luís Felipe Schilling "Escolha batalhas suficientemente grandes para importar, suficientemente pequenas para VENCER." Jonathan Kozol GERÊNCIA DA INTEGRAÇÃO PMBOK 1 GERÊNCIA

Leia mais

ÁREAS DE CONHECIMENTO DO PMBOK. Faculdade PITÁGORAS Unidade Raja Prof. Valéria E-mail: valeriapitagoras@gmail.com

ÁREAS DE CONHECIMENTO DO PMBOK. Faculdade PITÁGORAS Unidade Raja Prof. Valéria E-mail: valeriapitagoras@gmail.com ÁREAS DE CONHECIMENTO DO PMBOK Faculdade PITÁGORAS Unidade Raja Prof. Valéria E-mail: valeriapitagoras@gmail.com 1 As 10 áreas de Conhecimento 2 INTEGRAÇÃO 3 Gerência da Integração Processos necessários

Leia mais

Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo

Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo Quais são as Balas de Prata no Gerenciamento de Projetos? (Autores: Carlos Magno da Silva Xavier e Alberto Sulaiman Sade Júnior) Resumo A metáfora bala de prata se aplica a qualquer ação que terá uma extrema

Leia mais

Palavras-Chave: Aquisições; Planejamento de Aquisições; Controle de Aquisições; Projeto; Lead time; Processo; Meta.

Palavras-Chave: Aquisições; Planejamento de Aquisições; Controle de Aquisições; Projeto; Lead time; Processo; Meta. 1 A INFLUÊNCIA DO PLANEJAMENTO E CONTROLE DA AQUISIÇÃO NO PRAZO FINAL DO PROJETO Euza Neves Ribeiro Cunha RESUMO Um dos grandes desafios na gerência de projetos é planejar e administrar as restrições de

Leia mais

5.1 Introdução. 5.2 Project Management Institute (PMI)

5.1 Introdução. 5.2 Project Management Institute (PMI) 5 NORMALIZAÇÃO DA GESTÃO DE PROJETOS 5.1 Introdução Embora tradicionalmente o esforço de normalização pertença à International Standards Organization (ISO), no caso da gestão de projetos a iniciativa tem

Leia mais

Aula 7 Elaboração do Plano de Gerenciamento da Qualidade

Aula 7 Elaboração do Plano de Gerenciamento da Qualidade Aula 7 Elaboração do Plano de Gerenciamento da Qualidade Objetivos da Aula: Os objetivos desta aula visam definir termos e conceitos da qualidade. Para tal, pretende-se discutir a relação que se estabelece

Leia mais

DESAFIO ETAPA 1 Passo 1

DESAFIO ETAPA 1 Passo 1 DESAFIO Um dos maiores avanços percebidos pela área de qualidade de software foi comprovar que a qualidade de um produto final (software) é uma consequência do processo pelo qual esse software foi desenvolvido.

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM Gerência de Integração de Projetos Por: Leandro Nogueira de Medeiros Orientador Prof. Luiz Cláudio Lopes Alves Rio de Janeiro

Leia mais

8/3/2009. Empreendimento temporário que tem por finalidade criar um produto, serviço ou resultado exclusivo.

8/3/2009. Empreendimento temporário que tem por finalidade criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. FAE S.J. dos Pinhais Projeto e Desenvolvimento de Software Conceitos Básicos Prof. Anderson D. Moura O que é um projeto? Conjunto de atividades que: 1. Objetivo específico que pode ser concluído 2. Tem

Leia mais

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISSN 1984-9354 GUIA PMBOK PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS Emerson Augusto Priamo Moraes (UFF) Resumo Os projetos fazem parte do cotidiano de diversas organizações, públicas e privadas, dos mais diversos

Leia mais

Organização da Aula Gestão de Projetos

Organização da Aula Gestão de Projetos Organização da Aula Gestão de Projetos Aula 6 Profa. Me. Carla Patricia S. Souza Gestão de processos do projeto Integração, comunicações, recursos humanos, escopo, tempo, custos, aquisições, qualidade

Leia mais

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos.

2015 Manual de Parceiro de Educação. Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. 2015 Manual de Parceiro de Educação Suas soluções. Nossa tecnologia. Mais inteligentes juntos. Prêmios Reais, a Partir de Agora Bem-vindo ao Intel Technology Provider O Intel Technology Provider é um programa

Leia mais

CONSULTORIA E PROJETOS ELÉTRICOS JÚNIOR

CONSULTORIA E PROJETOS ELÉTRICOS JÚNIOR Título do Case: Impulsionando a Captação de Projetos Através do Marketing Digital Categoria: Projeto Interno Temática: Mercado Resumo: Sabe-se que grande parte dos projetos realizados pelas empresas juniores

Leia mais

Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos. Secretaria das Cidades. Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos

Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos. Secretaria das Cidades. Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Metodologia de Gerenciamento de Projetos e Captação de Recursos Secretaria das Cidades Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos Evolução da Administração no Setor Público Melhores práticas de gestão

Leia mais

Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos

Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos Implementação utilizando as melhores práticas em Gestão de Projetos Objetivo dessa aula é mostrar a importância em utilizar uma metodologia de implantação de sistemas baseada nas melhores práticas de mercado

Leia mais

Gestão da Produção ESTRATÉGIA. Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br. O que são Indicadores? Ferramentas, Instrumentos de Medida

Gestão da Produção ESTRATÉGIA. Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br. O que são Indicadores? Ferramentas, Instrumentos de Medida Gestão da Produção ESTRATÉGIA Revisão Conceitos Fundamentais Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br Indicadores, Metas O que são Indicadores? Ferramentas, Instrumentos de Medida O que são

Leia mais

Gerenciamento de Integração do Projeto Planejamento e Execução do Projeto

Gerenciamento de Integração do Projeto Planejamento e Execução do Projeto Gerenciamento de Integração do Projeto Planejamento e Execução do Projeto 4. Gerenciamento de integração do projeto PMBOK 2000 PMBOK 2004 4.1 Desenvolver o termo de abertura do projeto 4.2 Desenvolver

Leia mais

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2

Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Visão Geral sobre Gestão de Projetos e Iniciação de Projetos Aula 2 Miriam Regina Xavier de Barros, PMP mxbarros@uol.com.br Agenda Bibliografia e Avaliação 1. Visão Geral sobre o PMI e o PMBOK 2. Introdução

Leia mais

Módulo 2: Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custos do Projeto

Módulo 2: Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custos do Projeto ENAP Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gerência de Projetos - Teoria e Prática Conteúdo para impressão Módulo 2: Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custos do

Leia mais

PMBOK 4ª Edição I. Introdução

PMBOK 4ª Edição I. Introdução PMBOK 4ª Edição I Introdução 1 PMBOK 4ª Edição Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos Seção I A estrutura do gerenciamento de projetos 2 O que é o PMBOK? ( Project Management Body of Knowledge

Leia mais

Conceituar projetos e a gerência de projetos. Conhecer a importância e os benefícios do gerenciamento de projetos Conhecer o PMI, o PMBOK, os grupos

Conceituar projetos e a gerência de projetos. Conhecer a importância e os benefícios do gerenciamento de projetos Conhecer o PMI, o PMBOK, os grupos Gestão de Projetos Empresariais Objetivos: Conceituar projetos e a gerência de projetos. Conhecer a importância e os benefícios do gerenciamento de projetos Conhecer o PMI, o PMBOK, os grupos de processos

Leia mais

TEMPLATES DE REFERÊNCIA PARA PLANEJAMENTO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO

TEMPLATES DE REFERÊNCIA PARA PLANEJAMENTO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO TEMPLATES DE REFERÊNCIA PARA PLANEJAMENTO DE PROJETOS DE INVESTIMENTO Estratégia & Desempenho Empresarial Gerência de Análise e Acompanhamento de Projetos de Investimento Março 2010 SUMÁRIO 1. Introdução...

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Assegure melhores resultados em seus projetos com uma estrutura de comunicação simples, efetiva,

Leia mais

ASPECTOS GERAIS DE PROJETOS

ASPECTOS GERAIS DE PROJETOS ASPECTOS GERAIS DE PROJETOS O que é PROJETO Um empreendimento com começo e fim definidos, dirigido por pessoas, para cumprir objetivos estabelecidos dentro de parâmetros de custo, tempo e especificações.

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Versão

Leia mais

Objetivos da aula. Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. O que é um plano de projeto? O que é um projeto?

Objetivos da aula. Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. O que é um plano de projeto? O que é um projeto? Planejamento, Execução e Controle de Projetos de Software. Objetivos da aula 1) Dizer o que é gerenciamento de projetos e a sua importância; 2) Identificar os grupos de processos do gerenciamento de projetos

Leia mais

Gerenciamento de Projetos: Conceitos.

Gerenciamento de Projetos: Conceitos. ELABORAÇÃO E ANÁLISE DE PROJETOS Aula 10: 1 1 O que é Projeto 2 Caracterização de um projeto 3 Processos e áreas do gerenciamento de projeto 4 Análise de viabilidade do projeto 5 O papel do gerente de

Leia mais

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3.

Conteúdo. Apresentação do PMBOK. Projeto 29/07/2015. Padrões de Gerenciamento de Projetos. Fase 01 1.PMBOK e PMI. 2. Conceitos 3. 02m Conteúdo Apresentação do PMBOK Brasília, 25 de Junho de 2015 Fase 01 1.PMBOK e PMI 2. Conceitos 3.Processos Fase 02 4. Áreas de Conhecimento 10m Gerenciamento de Projetos Projeto A manifestação da

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Manual Básico do Usuário GP-Web Gestão de projetos

Manual Básico do Usuário GP-Web Gestão de projetos Manual Básico do Usuário GP-Web Gestão de projetos Departamento de Planejamento Pró-reitoria de Planejamento e Finanças Universidade Federal de Santa Catarina 1 Sumário O que é um projeto?... 4 O que é

Leia mais

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK http://www.sei.cmu.edu/ Prefácio do CMM Após várias décadas de promessas não cumpridas sobre ganhos de produtividade e qualidade na aplicação de novas metodologias

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM PROJETO MUDANÇA DE GERADORES DA SALA DE MÁQUINAS DA CENTRAL LEOPOLDINA

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM PROJETO MUDANÇA DE GERADORES DA SALA DE MÁQUINAS DA CENTRAL LEOPOLDINA 1 UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE INTEGRADA AVM PROJETO MUDANÇA DE GERADORES DA SALA DE MÁQUINAS DA CENTRAL LEOPOLDINA Por: Elton Borges Cavalcante Orientador Prof.

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS O que é um Projeto? Regra Início e fim definidos Destinado a atingir um produto ou serviço único Escopo definido Características Sequência clara e lógica de eventos Elaboração

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Em conformidade com a metodologia PMI 1 Apresentações Paulo César Mei, MBA, PMP Especialista em planejamento, gestão e controle de projetos e portfólios, sempre aplicando as melhores

Leia mais

Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares

Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares Universidade de Brasília Faculdade de Ciência da Informação Curso de Arquivologia Profa. Lillian Alvares O Project Management Institute é uma entidade sem fins lucrativos voltada ao Gerenciamento de Projetos.

Leia mais

Desafio Profissional PÓS-GRADUAÇÃO 2012. Gestão de Projetos - Módulo C Prof. Me. Valter Castelhano de Oliveira

Desafio Profissional PÓS-GRADUAÇÃO 2012. Gestão de Projetos - Módulo C Prof. Me. Valter Castelhano de Oliveira Desafio Profissional PÓS-GRADUAÇÃO 12 Gestão de Projetos - Módulo C Prof. Me. Valter Castelhano de Oliveira 1 DESAFIO PROFISSIONAL Disciplinas: Ferramentas de Software para Gestão de Projetos. Gestão de

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Modulo IV Integração

Gerenciamento de Projetos Modulo IV Integração Gerenciamento de Projetos Modulo IV Integração Prof. Walter Cunha falecomigo@waltercunha.com http://waltercunha.com Bibliografia* Project Management Institute. Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento

Leia mais

Gerenciamento do escopo

Gerenciamento do escopo Gerenciamento do escopo Gerenciamento do escopo Escopo pode ser definido como a soma dos produtos de um projeto, bem como a descrição de seus requisitos. O momento de definir o escopo é a hora em que o

Leia mais

Quem é Ana Luiza Cunha?

Quem é Ana Luiza Cunha? Apresentação WSI Quem é a WSI? Fundada em 1995 Nascimento da Internet 1.100 Consultores de Marketing Digital 81 países 12 grandes Centros de Produção Receita estimada da rede: acima de US$160 milhões Parceiros:

Leia mais

Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades

Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades Aula 2 Governança do projeto Papéis e Responsabilidades Objetivos da Aula: Nesta aula, iremos conhecer os diversos papéis e responsabilidades das pessoas ou grupos de pessoas envolvidas na realização de

Leia mais

Gerenciamento de Projetos na Pequena e Média Empresa. Rodrigo Giraldelli, PMP rodrigo@giraldelli.com.br

Gerenciamento de Projetos na Pequena e Média Empresa. Rodrigo Giraldelli, PMP rodrigo@giraldelli.com.br Gerenciamento de Projetos na Pequena e Média Empresa Rodrigo Giraldelli, PMP rodrigo@giraldelli.com.br O que é um Projeto? 2 Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço

Leia mais

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional

O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O primeiro guia online de anúncios de Guarulhos a se tornar franquia nacional O guia online Vitrine de Guarulhos é um dos produtos do Grupo Vitrine X3, lançado no dia 11/11/11 com o objetivo de promover

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS EM UM ESCRITÓRIO DE ARQUITETURA: VISÃO TRADICIONAL X NEGÓCIOS BASEADOS EM PROJETOS Ana Carolina Freitas Teixeira¹ RESUMO O gerenciamento de projetos continua crescendo e cada

Leia mais

Projetos na área de TI. Prof. Hélio Engholm Jr

Projetos na área de TI. Prof. Hélio Engholm Jr Projetos na área de TI Prof. Hélio Engholm Jr Projetos de Software Ciclo de Vida do Projeto Concepção Iniciação Encerramento Planejamento Execução e Controle Revisão Ciclo de Vida do Produto Processos

Leia mais

Prezado Futuro Cliente

Prezado Futuro Cliente Prezado Futuro Cliente É com grade satisfação que encaminhamos nossa apresentação institucional e certos de estabelecermos uma parceria de sucesso e duradoura. Ela foi desenvolvida com objetivo de mostrar

Leia mais

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro:

Teoria e Prática. Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009. Rosaldo de Jesus Nocêra, PMP, PMI-SP, MCTS. do PMBOK do PMI. Acompanha o livro: Gerenciamento de Projetos Teoria e Prática Totalmente de acordo com a 4 a Edição/2009 do PMBOK do PMI Acompanha o livro: l CD com mais de 70 formulários exemplos indicados pelo PMI e outros desenvolvidos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO

A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO Autora: LUCIANA DE BARROS ARAÚJO 1 Professor Orientador: LUIZ CLAUDIO DE F. PIMENTA 2 RESUMO O mercado atual está cada vez mais exigente com

Leia mais

Introdução. AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos. Tema relevante em diversas áreas

Introdução. AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos. Tema relevante em diversas áreas Universidade do Sagrado Coração Introdução a Gestão de Projetos Paulo Cesar Chagas Rodrigues AULA 2 A Organização empresarial e a gestão de projetos Iniciação 30/set/2008 Engenharia de Produto 2 2 Introdução

Leia mais

A estrutura do gerenciamento de projetos

A estrutura do gerenciamento de projetos A estrutura do gerenciamento de projetos Introdução O Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK ) é uma norma reconhecida para a profissão de gerenciamento de projetos. Um padrão é

Leia mais

A ZONA DE CONFORTO DOS ADVOGADOS: PORQUE OS ESCRITÓRIOS ABANDONAM O SUCESSO.

A ZONA DE CONFORTO DOS ADVOGADOS: PORQUE OS ESCRITÓRIOS ABANDONAM O SUCESSO. A ZONA DE CONFORTO DOS ADVOGADOS: PORQUE OS ESCRITÓRIOS ABANDONAM O SUCESSO. Caro Advogado, Gostaria de começar este artigo com a pergunta mais misteriosa do mundo jurídico: por que alguns escritórios

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA

PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS CASTELO BRANCO CONSULTORIA E ASSESSORIA CONTÁBIL LTDA Belo Horizonte 2011 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins PLANO DE NEGÓCIOS

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS PROJETO NOVAS FRONTEIRAS DECLARAÇÃO DE TRABALHO TREINAMENTO STATEMENT OF WORK Preparado por Nelson Azevedo Membro do Time Versão 1 Aprovado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto 28/11/2010 Propósito

Leia mais

MASTER HOUSE FRANCHISING Apresentação e Estratégia

MASTER HOUSE FRANCHISING Apresentação e Estratégia MASTER HOUSE FRANCHISING Apresentação e Estratégia Master House Franquia de Sucesso ocumento protegido pelos termos da lei. ualquer replicação deste material não é autorizada. Especial 10.A/2015 Parabéns

Leia mais

Front End Loading Estudo de caso: Transporte

Front End Loading Estudo de caso: Transporte 1 Front End Loading Estudo de caso: Transporte Rafael Luís de Oliveira ¹ Orientador: Ítalo Coutinho ² Resumo Este artigo apresenta a aplicação da ferramenta Front-End Loading (FEL) em projeto de logística.

Leia mais

3 Gerenciamento de Projetos

3 Gerenciamento de Projetos 34 3 Gerenciamento de Projetos Neste capítulo, será abordado o tema de gerenciamento de projetos, iniciando na seção 3.1 um estudo de bibliografia sobre a definição do tema e a origem deste estudo. Na

Leia mais

MBA EM GESTÃO DE PROJETOS PÓS-GRADUAÇÃO 2013. DESAFIO PROFISSIONAL Módulo C

MBA EM GESTÃO DE PROJETOS PÓS-GRADUAÇÃO 2013. DESAFIO PROFISSIONAL Módulo C MBA EM GESTÃO DE PROJETOS PÓS-GRADUAÇÃO 13 DESAFIO PROFISSIONAL Módulo C Ferramentas de Software para Gestão de Projetos Gestão de Custos Gestão de Aquisições e Contratações Autor: Prof. Dr. Valter Castelhano

Leia mais

Gerenciamento de Projetos. Prof. Dr. Rodolfo Miranda de Barros rodolfomdebarros@gmail.com

Gerenciamento de Projetos. Prof. Dr. Rodolfo Miranda de Barros rodolfomdebarros@gmail.com Gerenciamento de Projetos Prof. Dr. Rodolfo Miranda de Barros rodolfomdebarros@gmail.com MODELO DE GERENCIAMENTO PMI PMI (Project Management Institute); O modelo PMI é divido em áreas de conhecimento da

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. II - Nome do gerente do projeto, suas responsabilidades e sua autoridade

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. II - Nome do gerente do projeto, suas responsabilidades e sua autoridade PROJETO NOVAS FRONTEIRAS DECLARAÇÃO DE ESCOPO SCOPE STATEMENT Preparado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto Versão 3 Aprovado por Ricardo Viana Vargas Patrocinador 01/11/2010 I - Patrocinador Ricardo

Leia mais