ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA"

Transcrição

1 MANUAL DE VISITA DE ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA Material exclusivo para uso interno.

2 O QUE LEVA UMA EMPRESA OU GERENTE A INVESTIR EM UM ERP? Implantar um ERP exige tempo, dinheiro e envolve diversos riscos durante o seu processo. Portanto, se o gestor de uma empresa toma essa decisão, ele espera em troca que aquele sistema garanta mais simplicidade e organização nos processos de sua empresa, promovendo ganhos de eficiência e produtividade. Ele também conta com a integridade do ERP, para que sua operação esteja mais segura contra furos e erros. Além das melhorias processuais, o gestor espera que o ERP lhe ofereça dados para a tomada de decisões. Ele deve ter acesso a informações com diferentes níveis de detalhamento que lhe permita visualizar resultados para gerenciar sua empresa. Por melhor que seja um ERP, devemos sempre nos lembrar que ele sozinho não é capaz de fazer a gestão de uma empresa. Ele fornece os subsídios para a realização deste papel, e pode até mesmo indicar o melhor caminho a ser seguido. Mas quem de fato deve interpretar resultados e tomar as decisões é o gerente. Na Sankhya, entendemos que nem todo cliente que adquire nossa solução está preparado para utilizar todos os recursos e benefícios que ela oferece.

3 Reconhecer a necessidade de um software para melhoria de controles e processos é o primeiro passo para a evolução gerencial de uma empresa, mas pode ser que alguns gestores não saibam como prosseguir. Se a empresa tem um foco maior no controle operacional, de curto prazo, isto pode indicar que sua gestão ainda está em um nível inicial. O que não significa que o gerenciamento da empresa dos parceiros não seja eficiente ou não corresponda as suas necessidades atuais, mas sim que podem melhorar ainda mais os seus processos. Pode ser, porém, que encontrem dificuldades em lidar com o volume de indicadores que estarão disponíveis para eles. Como formar cada um da maneira mais precisa? Qual o custo de gerar determinada informação? Como aquele indicador reflete e pode ajudar na condução de seu negócio? Sem a utilização efetiva da informação, o valor percebido por seguir corretamente o processo como um todo fica comprometido. Por exemplo: se o administrador financeiro não entender a importância da projeção de receitas e despesas, será que ele se dará o trabalho de registrar as provisões de pagamento e recebimento? Se os registros não se tornarem informações úteis para tomada de decisão, até mesmo o uso adequado da solução é afetado.

4 A Sankhya acredita que deve ser mais do que fornecedora de uma solução, deve ser parceira de seus clientes. Pensando em mecanismos para apoiar no uso da ferramenta, temos, por exemplo, a Universidade Corporativa Sankhya, que conta com mais de 230 cursos disponíveis e novos são criados diariamente, tanto da linha Web, quanto da linha Gráfica. Os colaboradores Sankhya podem contar com a sua estrutura para se qualificarem para melhor atender nossos clientes. Com base na Proposta Exclusiva de Valor da Sankhya que se resume em Prover uma solução que conduz o cliente à plenitude da aplicação dos conceitos da administração de forma progressiva e única. Podemos perceber que o ERP Sankhya não se resume apenas no sistema, e sim, como nossa solução completa que irá atender as necessidades e garantir evolução de gerencial de nossos clientes. Para conduzir o parceiro na evolução de seu negócio, a Sankhya tem como uma de suas premissas a Visita de Acompanhamento Gerencial. Road Map O QUE É A VISITA DE ACOMPANHAMENTO GERENCIAL? Periodicamente, o cliente da base, deve receber uma visita de um Consultor Técnico para que seja avaliado o estágio em que a gestão de sua organização se encontra. Com base nesse diagnóstico, é desenvolvido um plano de ação para a melhoria e evolução dessa empresa. Com o plano de ação em mãos, o cliente definirá qual o melhor momento para colocá-lo em prática, bem como se ele será feito com a atuação de sua equipe interna, ou se ele deseja contratar a equipe da Sankhya para essa execução.

5 COMO SABER SE O CLIENTE TEM DIREITO A VISITA? A Visita de Acompanhamento Gerencial é um direito previsto em contrato, portanto, é nele que você encontrará esta informação. Caso o parceiro tenha contrato de manutenção tipo A, contando que ele queira, ele deverá receber a visita. Atenção! Alguns clientes com contrato de locação também podem adquirir as Visitas de Acompanhamento, portanto sempre confira a Proposta Comercial. Lembrando que a existência de bonificações não gera nenhum impacto sobre elas. Para as Unidades mais antigas, vale lembrar que, caso o cliente possua apenas produtos da linha SGE, a Unidade não precisará realizar as visitas.lembre-se: Nestes casos, entre em contato com o cliente para realizar o upgrade do seu produto. A UNIDADE DEVE FAZER ALGUMA COISA ANTES DE REALIZAR A VISITA? No fechamento de alguns contratos antigos, a periodicidade e duração da visita acordados não foram apropriadas para que as atividades do plano de ação fossem desenvolvidas de forma eficaz. A visita deve durar pelo menos 3 ou 4 horas, para que o diagnóstico possa ser feito com calma e discutido com o cliente. O cliente também precisa de um prazo para colocar o plano de ação em prática, portanto, o intervalo entre as visitas deve ser de 180 a 360 dias. Por isso, orientamos que a Unidade faça um levantamento de quais clientes da base possuem direito a visita, e qual a sua periodicidade e duração. Com esta informação em mãos, é necessário realizar o seguinte trabalho: 1 Divulgação da Visita de Acompanhamento Gerencial: Entre em contato com o Gestor do seu parceiro e explique o que é a Visita, qual a sua finalidade e como vocês pretendem ajudar a empresa dele a evoluir.

6 Possibilidades de evolucao da sua empresa Como apoio nesta atividade, solicite à Central de Projetos o material de divulgação preparado para contato com o cliente. 2 Aditivo 3 Novos contratual: Apresente ao cliente um aditivo contratual para alterar a periodicidade da visita de forma que ela seja mais efetiva, mas sem que nenhuma das partes seja prejudicada. Este aditivo contratual é fornecido pela Central de Projetos. Por exemplo: Se o cliente recebia a visita a cada 2 meses, com 2 horas de duração, a partir de agora a visita será realizada a cada 6 meses, com 6 horas de duração. Se ela fosse a cada 3 meses, com 2 horas de duração, ela será realizada a cada 6 meses com 4 horas de duração. Sempre respeitando o prazo de 6 meses. contratos: Os novos contratos devem ser assinados sempre com o prazo de 6 meses ou 1 ano, com duração de 4 a 8 horas.

7 COMO EU DEVO ME PREPARAR PARA REALIZAR A VISITA? Quando você faz uma visita ao cliente para discutir sobre os processos que ele utiliza em sua empresa, é importante se interar sobre o seu negócio e ramo de atuação. Pesquise o histórico do cliente, sua atuação e seus principais produtos e serviços. Essas informações são facilmente encontradas nos sites das empresas. Caso não tenha experiência com clientes de determinado perfil, busque informações sobre o setor. É possível encontrar materiais de qualidade em uma rápida pesquisa no Google. Procure colegas que já tenham atuado neste cliente para saber qual é o clima da empresa. Consulte na pasta do cliente quais módulos foram adquiridos e quais processos foram implantados. Verifique também se ele possui alguma customização e processo específico. Consulte a tela de CRM, informações administrativas, financeiras e histórico do parceiro. Verifique se existem OS s pendentes na Sankhya, e esteja preparado para responder aos questionamentos relativos a essas pendências. O QUE EU DEVO FAZER NA VISITA? Em primeiro lugar, tenha sempre em mente que o seu objetivo é apoiar o cliente na evolução gerencial de seu negócio. Para isso, é preciso que ele também entenda a importância deste trabalho. Em seguida considere as seguintes as orientações. Apresente claramente a proposta da Visita. Explique qual será o trabalho realizado na Visita e os benefícios que ela oferece a empresa.

8 Se o cliente possuir outras demandas como, erro de sistema, relatórios, etc, escute quais são, em seguida explique o procedimento para solucioná-las (abrir chamado no HDE, pedir atendimento para a Unidade). Se houver OS s abertas para essas demandas, registre o número de cada uma para verificar seus status quando voltar a Unidade. Dessa forma, o cliente terá a confiança de que seus problemas estão sendo tratados e poderá se dedicar mais a Visita. Ao receber a devida atenção do cliente, o verdadeiro trabalho da visita poderá ser iniciado: Faça o diagnóstico da situação atual da empresa Neste diagnóstico, avalie o nível de controle e acompanhamento dos processos da empresa. O diagnóstico será aplicado por meio do Sankhya-W. Para aprender a utilizá-lo corretamente, solicite a liberação do EAD Visita de Acompanhamento Gerencial Sankhya a Universidade Corporativa Sankhya. Durante os questionamentos, tenha atenção e deixe claro para o cliente qual é o conceito que está sendo discutido, pois devido as diferentes formações e experiências, pode ser que haja divergências na interpretação de alguns pontos levantados. Por exemplo, ao perguntar para o cliente se ele faz a análise da disponibilidade dos seus recursos financeiros, deve ficar claro o que pretende saber. Pode ser que ele não tenha conhecimento específico dos conceitos abordados, ou porque cada um dos envolvidos no processo tenham responsabilidade e conhecimentos diferentes. Isso deve ser bem explicado durante a aplicação do diagnóstico.

9 Apresentação do plano de ação Ao finalizar o diagnóstico, prepare o relatório com o plano de ação a ser desenvolvido no cliente. Com este plano em mãos, apresente ao cliente quais processos ele pode melhorar e quais controles devem ser implementados, esclarecendo suas dúvidas e questionamentos. Defina quem será o responsável por cada atividade, tanto no cliente, quanto na Unidade (caso ele queira contratar horas para a realização de alguns serviços e prazos). Atenção: Ao contratar essas horas, um gerente de contas deverá visitar o cliente com uma proposta comercial. Vale lembrar que o objetivo da Visita não é vender horas, por isso tenha cuidado no momento da apresentação para que o cliente não tenha essa impressão. Acompanhamento do plano de ação Na próxima visita, com o plano de ação em mãos, verifique todo o processo que foi realizado. A verificação deve ser detalhada e ir além da entrevista, para que realmente possa observar as melhorias e identificar se foram implantadas corretamente. Se ainda houverem pontos a serem trabalhados ou processos que não foram adequadamente implementados, utilize esta visita para finalizá-los até que o plano de ação esteja concluído.

10 Novas Etapas para Evolução Continua Para dar continuidade nas melhorias, ao finalizar o plano de ação, o cliente pode optar por realizar um novo diagnóstico ou gerar um novo plano de ação com base nas informações preenchidas anteriormente. E APÓS A VISITA? Se o cliente tiver apresentado alguma demanda ou pendência, verifique seus status e entre com contato e retorne com suas posições. Dessa forma, o cliente se sentirá seguro e poderá dedicar a Visita para o diagnóstico do plano de ação, pois suas outras demandas serão atendidas no tempo correto. Atualize a pasta do cliente com os resultados dos diagnósticos e dos planos de ação para possibilitar o acompanhamento da evolução da empresa. EXISTEM PLANOS PARA MUDANÇAS FUTURAS NO PROCESSO DA VISITA? Existem planos para mudanças, mas eles não são imediatos. Temos a intenção de que a Visita de Acompanhamento Gerencial venha a ser feita através do portal Maha Gestão, de forma a aproveitar todas as análises e indicadores que o programa oferece.

11 CONCLUSÃO ESTE MANUAL FOI DESENVOLVIDO PELA CENTRAL DE PROJETOS PARA APOIAR OS CONSULTORES DE SERVIÇOS ANTES E DURANTE O ACOMPANHAMENTO DA EVOLUÇÃO GERENCIAL DE NOSSOS CLIENTES. O objetivo da Central de Projetos da Sankhya é manter todos os processos em plena sintonia, respeitando criteriosamente a metodologia de implantação da Sankhya, oferecendo suporte aos nossos profissionais da área de serviços, e conduzi-los a realizarem cada vez mais um serviço de excelência que garanta a satisfação e evolução gerencial dos nossos clientes. Fique sempre atualizado. Consulte os canais Sankhya de informação online. sankhya.com.br wiki.sankhya.com.br canalsankhya.wordpress.com

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

22 DICAS para REDUZIR O TMA DO CALL CENTER. em Clínicas de Imagem

22 DICAS para REDUZIR O TMA DO CALL CENTER. em Clínicas de Imagem para REDUZIR O TMA DO CALL CENTER em Clínicas de Imagem Objetivo Um atendimento eficiente e personalizado é um dos principais fatores que o cliente leva em consideração ao iniciar um processo de fidelização

Leia mais

Manual Operacional SIGA

Manual Operacional SIGA SMS - ATTI Julho -2012 Conteúdo Sumário... 2... 3 Consultar Registros... 4 Realizar Atendimento... 9 Adicionar Procedimento... 11 Não Atendimento... 15 Novo Atendimento... 16 Relatórios Dados Estatísticos...

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Versão 1.0 18/01/2013 Sempre consulte por atualizações deste manual em nossa página. O Cotação Web está em constante desenvolvimento, podendo ter novas funcionalidades adicionadas

Leia mais

OBJETIVO MATERIAIS NECESSÁRIOS DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES

OBJETIVO MATERIAIS NECESSÁRIOS DESCRIÇÃO DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO Padrão N : 7.3 Estabelecido em: 28/06/2011 Revisado em: 28/06/2011 N da Revisão: 00 Setor: NCP (Núcleo de Controle de Produtos) Tarefa: Padronização de procedimentos internos

Leia mais

Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior

Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior parte dos nossos clientes são da área de serviços.

Leia mais

http://www.wikiconsultoria.com.br/100-motivos-implantar-crm/

http://www.wikiconsultoria.com.br/100-motivos-implantar-crm/ Continuando a série 100 motivo para implantar um CRM, veremos agora motivos referentes a BackOffice de CRM. Se você não tem a primeira parte da nossa apresentação, com os primeiros 15 motivos para implantar

Leia mais

Universidade Federal de Goiás UFG Campus Catalão CAC Departamento de Engenharia de Produção. Sistemas ERP. PCP 3 - Professor Muris Lage Junior

Universidade Federal de Goiás UFG Campus Catalão CAC Departamento de Engenharia de Produção. Sistemas ERP. PCP 3 - Professor Muris Lage Junior Sistemas ERP Introdução Sucesso para algumas empresas: acessar informações de forma rápida e confiável responder eficientemente ao mercado consumidor Conseguir não é tarefa simples Isso se deve ao fato

Leia mais

Manual de configuração do sistema

Manual de configuração do sistema Manual de configuração do sistema (v.1.5.x Beta) Rua México, 119 Sala 2004 Centro Rio de Janeiro, RJ www.doctors-solution.com.br www.simdoctor.com.br contato@simdoctor.com.br Sumário 1. Fazendo seu primeiro

Leia mais

Acompanhamento do Novo Empregado Manual do Gestor

Acompanhamento do Novo Empregado Manual do Gestor Acompanhamento do Novo Empregado Manual do Gestor Prezado Gestor, Estamos iniciando um momento muito importante na história da EBC, é a primeira vez que recebemos, desde a criação da Empresa, empregados

Leia mais

Melhores práticas no planejamento de recursos humanos

Melhores práticas no planejamento de recursos humanos Melhores práticas no planejamento de recursos humanos Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores Preparando a força de trabalho para o futuro Planejamento de recursos humanos

Leia mais

A importância da comunicação em projetos de

A importância da comunicação em projetos de A importância da comunicação em projetos de Tecnologia da Informação (TI) Autor: Ivan Luizio R. G. Magalhães Um perigo previsto está metade evitado. Thomas Fuller Introdução Há muitos anos atrás, um bom

Leia mais

CRM estratégico criamos uma série de 05 artigos 100

CRM estratégico criamos uma série de 05 artigos 100 Sabemos que muitas empresas enfrentam sérios problemas na administração de suas carteiras e no relacionamento com seus clientes e que apesar de conhecerem os problemas e até saberem que uma iniciativa

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

endereço eletrônico) OPCIONAL: http://www.coacavo.com.br/gestao_pdf/avaliacao_desempenho_360grau s.pdf

endereço eletrônico) OPCIONAL: http://www.coacavo.com.br/gestao_pdf/avaliacao_desempenho_360grau s.pdf AV1 Estudo Dirigido da Disciplina CURSO: Gestão de Recursos Humanos DISCIPLINA: Ferramentas de Gestão de Recursos Humanos ALUNO(A):Aline de Souza MATRÍCULA:51811 Ribeiro da Rocha NÚCLEO REGIONAL: DATA:

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3

1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3 2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3 2.1. OBJETIVO DOS SERVIÇOS DE CUSTOMIZAÇÕES 3 2.2. NÃO SE COMPREENDE COMO SERVIÇOS DE CUSTOMIZAÇÕES 3 2.3. RESPONSABILIDADE SOBRE ARTEFATOS

Leia mais

PORTAL DE EMPREGOS ANHANGUERA CATHO-ON LINE

PORTAL DE EMPREGOS ANHANGUERA CATHO-ON LINE Principais dúvidas e benefícios Conteúdo O que é?... 3 Quem administra o Portal?... 3 Qual é o produto que estamos oferecendo aos alunos?... 3 O aluno terá que pagar alguma coisa?... 3 Mas o que são os

Leia mais

PARA QUE SERVE O CRM?

PARA QUE SERVE O CRM? Neste mês, nós aqui da Wiki fomos convidados para dar uma entrevista para uma publicação de grande referência no setor de varejo, então resolvemos transcrever parte da entrevista e apresentar as 09 coisas

Leia mais

GUIA DO SGD. Transformação SISTEMA ELETROBRÁS. Conheça mais sobre o novo Sistema de Gestão do Desempenho (SGD) que entrará

GUIA DO SGD. Transformação SISTEMA ELETROBRÁS. Conheça mais sobre o novo Sistema de Gestão do Desempenho (SGD) que entrará GUIA DO SGD Conheça mais sobre o novo Sistema de Gestão do Desempenho (SGD) que entrará em vigor em todas as empresas do Sistema Eletrobrás ainda este ano. Transformação SISTEMA ELETROBRÁS A T R A N S

Leia mais

OCOMON PRIMEIROS PASSOS

OCOMON PRIMEIROS PASSOS OCOMON PRIMEIROS PASSOS O OCOMON ainda não possui um arquivo de Help para atender a todas questões relacionadas ao sistema. Esse arquivo serve apenas para dar as principais instruções para que você tenha

Leia mais

Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM

Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM Fábio Pires 1, Wyllian Fressatti 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil pires_fabin@hotmail.com wyllian@unipar.br RESUMO. O projeto destaca-se

Leia mais

MÓDULO 5 Movimentações

MÓDULO 5 Movimentações MÓDULO 5 Movimentações Bem-vindo(a) ao quinto módulo do curso. Agora que você já conhece as entradas no HÓRUS, aprenderá como são feitas as movimentações. As movimentações do HÓRUS são: Requisição ao Almoxarifado:

Leia mais

Processo de Controle das Reposições da loja

Processo de Controle das Reposições da loja Processo de Controle das Reposições da loja Getway 2015 Processo de Reposição de Mercadorias Manual Processo de Reposição de Mercadorias. O processo de reposição de mercadorias para o Profit foi definido

Leia mais

PR 2 PROCEDIMENTO. Auditoria Interna. Revisão - 2 Página: 1 de 9

PR 2 PROCEDIMENTO. Auditoria Interna. Revisão - 2 Página: 1 de 9 Página: 1 de 9 1. OBJETIVO Estabelecer sistemática de funcionamento e aplicação das Auditorias Internas da Qualidade, fornecendo diretrizes para instruir, planejar, executar e documentar as mesmas. Este

Leia mais

Manual Portal Ambipar

Manual Portal Ambipar Manual Portal Ambipar Acesso Para acessar o Portal Ambipar, visite http://ambipar.educaquiz.com.br. Login Para efetuar o login no Portal será necessário o e-mail do Colaborador e a senha padrão, caso a

Leia mais

COMO FAZER A TRANSIÇÃO

COMO FAZER A TRANSIÇÃO ISO 9001:2015 COMO FAZER A TRANSIÇÃO Um guia para empresas certificadas Antes de começar A ISO 9001 mudou! A versão brasileira da norma foi publicada no dia 30/09/2015 e a partir desse dia, as empresas

Leia mais

PLANO DE EXPANSÃO COMERCIAL DA ÁREA COMERCIAL EMPRESA XYZS

PLANO DE EXPANSÃO COMERCIAL DA ÁREA COMERCIAL EMPRESA XYZS PLANO DE EXPANSÃO COMERCIAL DA ÁREA COMERCIAL EMPRESA XYZS 1. APRESENTAÇÃO: O objetivo deste documento é apresentar o Plano de Expansão Comercial, promovido pela Área Comercial da XYZS, deixando claro

Leia mais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais Os desafios do Bradesco nas redes sociais Atual gerente de redes sociais do Bradesco, Marcelo Salgado, de 31 anos, começou sua carreira no banco como operador de telemarketing em 2000. Ele foi um dos responsáveis

Leia mais

Gerenciamento de Incidentes

Gerenciamento de Incidentes Gerenciamento de Incidentes Os usuários do negócio ou os usuários finais solicitam os serviços de Tecnologia da Informação para melhorar a eficiência dos seus próprios processos de negócio, de forma que

Leia mais

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Mastermaq Softwares Há quase 20 anos no mercado, a Mastermaq está entre as maiores software houses do país e é especialista em soluções para Gestão

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 ÍNDICE Introdução...3 A Necessidade do Gerenciamento e Controle das Informações...3 Benefícios de um Sistema de Gestão da Albi Informática...4 A Ferramenta...5

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

Nova Central de Atendimento Logicorp

Nova Central de Atendimento Logicorp 1. INICIAR O NAVEGADOR DE INTERNET Acessar a página da Logicorp no link: http://www.logicorp.net.br/index.html 2. ACESSANDO A ÁREA DE ATENDIMENTO DO NOSSO SITE Na parte superior clique em Atendimento.

Leia mais

O que é Gestão de Projetos? Alcides Pietro, PMP

O que é Gestão de Projetos? Alcides Pietro, PMP O que é de Projetos? Alcides Pietro, PMP Resumo Nas próximas páginas é apresentado o tema gestão de projetos, inicialmente fazendo uma definição de projeto, destancando a diferença entre desenvolvimento

Leia mais

Resultado da Pesquisa

Resultado da Pesquisa Pesquisa de Satisfação do Cliente Resultado da Pesquisa Primeiro e Segundo Semestre de 2012 Nos meses de Junho e Novembro/2012 a Datamace realizou pesquisas para avaliar o grau de satisfação dos serviços

Leia mais

Implantação de ERP com sucesso

Implantação de ERP com sucesso Implantação de ERP com sucesso Implantação de ERP com sucesso, atualmente ainda é como um jogo de xadrez, você pode estar pensando que está ganhando na implantação, mas de repente: Check Mate. Algumas

Leia mais

Qual a diferença entre certificação e acreditação? O que precisamos fazer para obter e manter a certificação ou acreditação?

Qual a diferença entre certificação e acreditação? O que precisamos fazer para obter e manter a certificação ou acreditação? O que é a norma ISO? Em linhas gerais, a norma ISO é o conjunto de cinco normas internacionais que traz para a empresa orientação no desenvolvimento e implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade

Leia mais

COMO COMEÇAR 2016 se organizando?

COMO COMEÇAR 2016 se organizando? COMO COMEÇAR 2016 se organizando? Como começar 2016 se organizando? Conheça estratégias simples para iniciar o novo ano com o pé direito Você sabia que, de acordo com o Sebrae, os principais motivos que

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

O papel do CRM no sucesso comercial

O papel do CRM no sucesso comercial O papel do CRM no sucesso comercial Escrito por Gustavo Paulillo Você sabia que o relacionamento com clientes pode ajudar sua empresa a ter mais sucesso nas vendas? Ter uma equipe de vendas eficaz é o

Leia mais

TUTORIAL EXPERIÊNCIA INTERATIVA FAEL

TUTORIAL EXPERIÊNCIA INTERATIVA FAEL TUTORIAL EXPERIÊNCIA INTERATIVA FAEL Bem-vindo à Experiência Interativa FAEL, um curso de extensão totalmente gratuito, desenvolvido para o candidato conhecer a faculdade e a metodologia de ensino a distância

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MANUAL DE UTILIZAÇÃO Módulo de operação Ativo Bem vindo à Vorage CRM! Nas próximas paginas apresentaremos o funcionamento da plataforma e ensinaremos como iniciar uma operação básica através do nosso sistema,

Leia mais

O ConnectCont é um novo método de acesso aos produtos, serviços e demais ferramentas, destinado a unificar os usuários Contmatic.

O ConnectCont é um novo método de acesso aos produtos, serviços e demais ferramentas, destinado a unificar os usuários Contmatic. O que é o ConnectCont? O ConnectCont é um novo método de acesso aos produtos, serviços e demais ferramentas, destinado a unificar os usuários Contmatic. Os objetivos e metas para o ConnectCont são: Controle

Leia mais

4 Metodologia da Pesquisa

4 Metodologia da Pesquisa 79 4 Metodologia da Pesquisa Este capítulo se preocupa em retratar como se enquadra a pesquisa de campo e como foram desenvolvidas as entrevistas incluindo o universo pesquisado e a forma de analisá-las

Leia mais

II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP.

II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP. II. FASE DE PLANEJAMENTO define a maturidade do entendimento do escopo e, o desenvolvimento do Plano do Projeto PP. Nesta fase busca-se o refinamento dos objetivos do projeto e detalhamento do melhor caminho

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

Sumário. Tutorial: Editor de Exercícios Online para o professor

Sumário. Tutorial: Editor de Exercícios Online para o professor 1 Sumário Inserir Exercícios... 4 Minhas Avaliações... 5 Cadastrar perguntas... 7 Inserindo imagens... 10 Inserindo arquivos... 13 Inserindo vídeos... 15 Gerenciador de fórmulas e equações matemáticas...

Leia mais

OEE à Vista. Apresentando Informações da Produção em Tempo Real. Primeira Edição 2013 Caique Cardoso. Todos os direitos reservados.

OEE à Vista. Apresentando Informações da Produção em Tempo Real. Primeira Edição 2013 Caique Cardoso. Todos os direitos reservados. Apresentando Informações da Produção em Tempo Real Primeira Edição 2013 Caique Cardoso. Todos os direitos reservados. 2/20 Tópicos 1Introdução...3 2O que é Gestão à Vista?...3 3Como é a Gestão à Vista

Leia mais

4UNIVERSIDADE DO CORRETOR

4UNIVERSIDADE DO CORRETOR 1 Conteúdo exclusivo 2 Cases e exemplos do mercado imobiliário 3 Ferramentas para melhorar os resultados 4 Técnicas e Atitudes em vendas para o CORRETOR DE IMÓVEIS VENDER MAIS! ESTUDE DE QUALQUER LUGAR

Leia mais

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-Graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) PLANEJAMENTO 2 PLANEJAMENTO Sem 1 Sem 2 Sem 3 Sem 4 Sem 5 ABRIL

Leia mais

Relatório Gerencial. Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013

Relatório Gerencial. Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013 2013 Relatório Gerencial Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013 Sumário 1. Objetivo... 4 2. Seleção dos registros... 4 2.1 Seleção dos executores... 4 2.2 Parâmetros...

Leia mais

4/5/2009 CONTROLSOFT CONTROLGAS CONTROLE DE VALE GÁS. Manual de Operação www.controlgas.com.br

4/5/2009 CONTROLSOFT CONTROLGAS CONTROLE DE VALE GÁS. Manual de Operação www.controlgas.com.br 4/5/2009 CONTROLSOFT CONTROLGAS CONTROLE DE VALE GÁS Manual de Operação www.controlgas.com.br Sumário Impressão do Vale Gás... 3 Cadastro do Vale Gás... 4 Venda do Vale Gás para os Pontos de Revenda...

Leia mais

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 1. O fornecedor é totalmente focado no desenvolvimento de soluções móveis? Por que devo perguntar isso? Buscando diversificar

Leia mais

Gestão do Conhecimento A Chave para o Sucesso Empresarial. José Renato Sátiro Santiago Jr.

Gestão do Conhecimento A Chave para o Sucesso Empresarial. José Renato Sátiro Santiago Jr. A Chave para o Sucesso Empresarial José Renato Sátiro Santiago Jr. Capítulo 1 O Novo Cenário Corporativo O cenário organizacional, sem dúvida alguma, sofreu muitas alterações nos últimos anos. Estas mudanças

Leia mais

A maioria das pessoas sabe das vantagens que uma intranet pode trazer para a

A maioria das pessoas sabe das vantagens que uma intranet pode trazer para a Atualizado em: 23 de set./2014. www.intranetexpress.com.br A maioria das pessoas sabe das vantagens que uma intranet pode trazer para a organização: Possuir um ambiente único, onde todos os colaboradores

Leia mais

Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento

Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento Sistema de Controle de Solicitação de Desenvolvimento Introdução O presente documento descreverá de forma objetiva as principais operações para abertura e consulta de uma solicitação ao Setor de Desenvolvimento

Leia mais

COMPRE DO PEQUENO NEGÓCIO

COMPRE DO PEQUENO NEGÓCIO COMPRE DO PEQUENO NEGÓCIO ALAVANQUE SUA EMPRESA EM TEMPOS DE INCERTEZA 2015 tem se mostrado um ano de grandes desafios. Sua empresa está passando por este período com resultados inferiores aos planejados?

Leia mais

Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS. Business-to-Business

Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS. Business-to-Business Por Eliseu Barreira Junior MÍDIAS SOCIAIS PARA EMPRESAS Business-to-Business À primeira vista, a conexão entre mídias sociais e empresas que fazem negócios com outras empresas (Business-to-Business) não

Leia mais

Por que ouvir a sua voz é tão importante?

Por que ouvir a sua voz é tão importante? RESULTADOS Por que ouvir a sua voz é tão importante? Visão Tokio Marine Ser escolhida pelos Corretores e Assessorias como a melhor Seguradora pela transparência, simplicidade e excelência em oferecer soluções,

Leia mais

Sistema de Pedido de Registro e Inspeção online. Manual do Usuário

Sistema de Pedido de Registro e Inspeção online. Manual do Usuário Sistema de Pedido de Registro e Inspeção online Manual do Usuário Introdução O Sistema de Pedido de Registro e Inspeção online permite ao Criador e ao Inspetor proceder a todas providencias para que um

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. MEUS PEDIDOS Consigo rastrear o minha Compra? Sim. As informações mais atualizadas sobre sua Compra e a situação de entrega de sua Compra estão disponíveis em Meus pedidos.

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line Sistema on-line O Instituto Ethos Organização sem fins lucrativos fundada em 1998 por um grupo de empresários, que tem a missão de mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de

Leia mais

Entenda o diário de obra

Entenda o diário de obra Entenda o diário de obra Diário de obra pode ir além de mero cumprimento contratual e se tornar ferramenta de apoio na gestão da produção Por Rodnei Corsini O diário de obra é um documento que deve ser

Leia mais

Membros da AESC devem usar seus melhores esforços para proteger as informações confidenciais de seus clientes. Especificamente, um membro deverá:

Membros da AESC devem usar seus melhores esforços para proteger as informações confidenciais de seus clientes. Especificamente, um membro deverá: INTRODUÇÃO A Association of Executive Search Consultants (AESC), como uma associação global de Retained Executive Search e Consultoria em Liderança, esforça-se em elevar o profissionalismo dos seus parceiros.

Leia mais

Desenvolvimento de Empresas de TI pela ISO 29.110

Desenvolvimento de Empresas de TI pela ISO 29.110 Desenvolvimento de Empresas de TI pela ISO 29.110 O QUE É ISO 29.110? O que é a ISO 29.110? É um programa para a melhoria dos processos das empresas de TI, levando em consideração; Análise dos requisitos

Leia mais

CONSULTORIA ONLINE Guia sobre o novo serviço

CONSULTORIA ONLINE Guia sobre o novo serviço CONSULTORIA ONLINE Guia sobre o novo serviço Setembro de 2013 Índice APRESENTAÇÃO... 3 O QUE É A CONSULTORIA ONLINE?... 4 QUAL A ÁREA RESPONSÁVEL?... 4 ABRANGÊNCIA... 4 COMO FUNCIONA... 5 FERRAMENTAS...

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16

PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16 PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS MÓDULO 16 Índice 1. Orçamento Empresarial...3 2. Conceitos gerais e elementos...3 3. Sistema de orçamentos...4 4. Horizonte de planejamento e frequência

Leia mais

CONCEITOS E MÉTODOS PARA GESTÃO DE SAÚDE POPULACIONAL

CONCEITOS E MÉTODOS PARA GESTÃO DE SAÚDE POPULACIONAL CONCEITOS E MÉTODOS PARA GESTÃO DE SAÚDE POPULACIONAL ÍNDICE 1. Introdução... 2. Definição do programa de gestão de saúde populacional... 3. Princípios do programa... 4. Recursos do programa... 5. Estrutura

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça Superior Tribunal de Justiça INFORMAÇÕES SOBRE A GESTÃO DE DESEMPENHO SERVIDORES CEDIDOS OU EM EXERCÍCIO PROVISÓRIO SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS SEÇÃO DE

Leia mais

1.1. Usuários com e sem vínculos de representação. 1.3. Como consultar os dados do gestor de segurança e saber quem ele é

1.1. Usuários com e sem vínculos de representação. 1.3. Como consultar os dados do gestor de segurança e saber quem ele é Atualizado: 22 / 04 / 2013 - FAQ - AI 1. Gestor de segurança da empresa 1.1. Usuários com e sem vínculos de representação 1.2. O que significa ser gestor de segurança 1.3. Como consultar os dados do gestor

Leia mais

Dito isso, vamos ao que interessa para se abrir um escritório contábil:

Dito isso, vamos ao que interessa para se abrir um escritório contábil: Introdução Como faço para abrir o meu escritório? Administrativamente falando, um escritório de contabilidade é um negócio como outro qualquer. Logo, abrir um escritório contábil vai requerer de você,

Leia mais

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - ALUNO

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - ALUNO MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - ALUNO 0800 703 3180 SUMÁRIO Apresentação Ambiente Virtual de Aprendizagem 1. Primeiro Acesso 1.1 Navegar em cursos 1.2 Enquete 1.3 Dados Cadastrais 2. Cursos

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning

ERP Enterprise Resource Planning ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Evolução dos SI s CRM OPERACIONAL TÁTICO OPERACIONAL ESTRATÉGICO TÁTICO ESTRATÉGICO OPERACIONAL TÁTICO ESTRATÉGICO SIT SIG SAE SAD ES EIS

Leia mais

5 Considerações finais

5 Considerações finais 5 Considerações finais 5.1. Conclusões A presente dissertação teve o objetivo principal de investigar a visão dos alunos que se formam em Administração sobre RSC e o seu ensino. Para alcançar esse objetivo,

Leia mais

Manual do Candidato 2013

Manual do Candidato 2013 Manual do Candidato 2013 Bio Jr. USP O QUE É EMPRESA JÚNIOR? Empresa júnior é uma associação civil formada por alunos matriculados em pelo menos um curso de graduação em institutos de ensino superior.

Leia mais

Este é um projeto comercial criado pela empresa FelipeZCelulares.com.br

Este é um projeto comercial criado pela empresa FelipeZCelulares.com.br Este é um projeto comercial criado pela empresa FelipeZCelulares.com.br As informações aqui disponíveis são apenas um breve resumo. Caso tenha qualquer dúvida ou necessite de maiores informações, entre

Leia mais

FAQ REGISTRO DE INTERAÇÕES

FAQ REGISTRO DE INTERAÇÕES Sumário 1. O que são interações?... 3 2. Posso registrar uma interação com um parceiro?... 3 3. Posso registrar interações para empresas?... 3 4. Quando converso informalmente com um cliente, parceiro

Leia mais

Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD

Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD Capacitação - HÓRUS Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO... 3 2.1 Objetivos do curso... 3 2.2 Recursos de Aprendizagem...

Leia mais

GUIA DE BOAS PRÁTICAS

GUIA DE BOAS PRÁTICAS GUIA DE BOAS PRÁTICAS A RODADA DE NEGÓCIOS A RODADA DE NEGÓCIOS É UM EVENTO EMPRESARIAL ORGANIZADO PARA PROMOVER NEGÓCIOS E PARCERIAS. Em um mesmo local estão empresas convidadas com interesse em comprar,

Leia mais

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade.

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. 1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. Todos nós da AGI Soluções trabalhamos durante anos

Leia mais

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM Manual do Almoxarifado SIGA-ADM DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO(DGTI) MARÇO/2012 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema retornará a tela do menu de Administração. Nela selecione

Leia mais

P4-MPS.BR - Prova de Conhecimento do Processo de Aquisição do MPS.BR

P4-MPS.BR - Prova de Conhecimento do Processo de Aquisição do MPS.BR Data: 12 de Dezembro de 2008 Horário: 13:00 às 17:00 horas (hora de Brasília) Nome: e-mail: Nota: INSTRUÇÕES Você deve responder a todas as questões. O total máximo de pontos da prova é de 100 pontos (100%),

Leia mais

Gerenciamento de Contatos

Gerenciamento de Contatos Gerenciamento de Contatos O objetivo deste módulo é ajudar a gerenciar todos os contatos da empresa. Além dos dados mais importantes, o módulo permite cadastrar anotações e relacionar as tarefas e eventos

Leia mais

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line

INDICADORES ETHOS PARA NEGÓCIOS SUSTENTÁVEIS E RESPONSÁVEIS. Sistema on-line Sistema on-line O Instituto Ethos Organização sem fins lucrativos fundada em 1998 por um grupo de empresários, que tem a missão de mobilizar, sensibilizar e ajudar as empresas a gerir seus negócios de

Leia mais

TAM: o espírito de servir no SAC 2.0

TAM: o espírito de servir no SAC 2.0 TAM: o espírito de servir no SAC 2.0 Os primeiros passos do SAC 2.0 da TAM A trajetória da TAM sempre foi guiada pela disponibilidade de servir seus clientes; nas redes sociais, essa filosofia não poderia

Leia mais

Manual Geral do OASIS

Manual Geral do OASIS Manual Geral do OASIS SISTEMA DE GESTÃO DE DEMANDA, PROJETO E SERVIÇO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO OASIS Introdução Esse manual tem como objetivo auxiliar aos usuários nos procedimentos de execução do sistema

Leia mais

Artigo Lean Seis Sigma e Benchmarking

Artigo Lean Seis Sigma e Benchmarking Artigo Lean Seis Sigma e Benchmarking David Vicentin e José Goldfreind Benchmarking pode ser definido como o processo de medição e comparação de nossa empresa com as organizações mundiais best-in-class.

Leia mais

Registro e Acompanhamento de Chamados

Registro e Acompanhamento de Chamados Registro e Acompanhamento de Chamados Contatos da Central de Serviços de TI do TJPE Por telefone: (81) 2123-9500 Pela intranet: no link Central de Serviços de TI Web (www.tjpe.jus.br/intranet) APRESENTAÇÃO

Leia mais

Channel. Visão Geral e Navegação. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9

Channel. Visão Geral e Navegação. Tutorial. Atualizado com a versão 3.9 Channel Visão Geral e Navegação Tutorial Atualizado com a versão 3.9 Copyright 2009 por JExperts Tecnologia Ltda. todos direitos reservados. É proibida a reprodução deste manual sem autorização prévia

Leia mais

SAD SISTEMA DE ATENDIMENTO DATAMACE

SAD SISTEMA DE ATENDIMENTO DATAMACE SAD SISTEMA DE ATENDIMENTO DATAMACE OBJETIVO O SAD foi desenvolvido para aprimorar e permitir o rastreamento dos registros de contatos realizados entre a Datamace e seus clientes. Permite administrar a

Leia mais

Fala, CMO! Com Marina Xavier da UnYLeYa

Fala, CMO! Com Marina Xavier da UnYLeYa Fala, CMO! Com Marina Xavier da UnYLeYa Fala, CMO! De volta à série Fala, CMO! conversamos dessa vez com a Marina Xavier, Gerente de Marketing na UnYLeYa, uma empresa que nasceu com a missão de universalizar

Leia mais

Apresentação do UniSAC

Apresentação do UniSAC Apresentação do UniSAC Serviço de Atendimento ao Cliente Software: Softdesk Última atualização deste manual: 16/02/2015 A ferramenta O Softdesk é o software escolhido pelo Unimestre para a gestão de todos

Leia mais

Projeto Você pede, eu registro.

Projeto Você pede, eu registro. Projeto Você pede, eu registro. 1) IDENTIFICAÇÃO 1.1) Título do Projeto: Você pede eu registro. 1.2) Equipe responsável pela coordenação do projeto: Pedro Paulo Braga Bolzani Subsecretario de TI Antonio

Leia mais

P4-MPS.BR - Prova de Conhecimento do Processo de Aquisição do MPS.BR

P4-MPS.BR - Prova de Conhecimento do Processo de Aquisição do MPS.BR Data: 9 de Dezembro de 2005 Horário: 13:00 às 17:00 horas (hora de Brasília) e-mail: Nota: INSTRUÇÕES Você deve responder a todas as questões. O total máximo de pontos da prova é de 100 pontos (100%),

Leia mais

PLANO DE MARKETING MULTI NÍVEL LSCODER

PLANO DE MARKETING MULTI NÍVEL LSCODER PLANO DE MARKETING MULTI NÍVEL LSCODER Desenvolvimento de Sistemas de Gerenciamento Online LSCODER Desenvolvimento de Sistema de Gerenciamento Online Plano de Marketing Multi Nível Porque ser um franqueado

Leia mais

Perguntas e Respostas NOVO SITE PEDIDOSONLINE HERBALIFE NO MYHERBALIFE.COM.BR BRASIL, 2013.

Perguntas e Respostas NOVO SITE PEDIDOSONLINE HERBALIFE NO MYHERBALIFE.COM.BR BRASIL, 2013. Geral Como posso pedir produtos em outros países? Como eu coloco Pedidos através do myherbalife.com.br? Como eu pago a Taxa de Processamento Anual? Esse mês tem fechamento duplo. Eu terei a possibilidade

Leia mais

Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M

Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M 1. Introdução a política 2. Quem está elegível para solicitar suporte? 3. Horário de atendimento 4. Que tempo de resposta

Leia mais

Diversas pessoas com o objetivo de ir em frente e inovar. Esse é o valor do i9.

Diversas pessoas com o objetivo de ir em frente e inovar. Esse é o valor do i9. Diversas pessoas com o objetivo de ir em frente e inovar. Esse é o valor do i9. Fazer a diferença é ser empreendedor de suas próprias ideias O conceito do i9 Quando pessoas de diversos lugares se conectam

Leia mais

PPG - Programa de Profissionalização da Gestão. Pequenas e Médias Empresas

PPG - Programa de Profissionalização da Gestão. Pequenas e Médias Empresas PPG - Programa de Profissionalização da Gestão Pequenas e Médias Empresas 2010 Comunidade de interesse em Gestão Empresarial + Convidados Discutir novas idéias e estimular o uso de conceitos e práticas

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução.

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. CÓDIGO DE ÉTICA Introdução. Os princípios Éticos que formam a consciência e fundamentam nossa imagem no segmento de recuperação de crédito e Call Center na conduta de nossa imagem sólida e confiável. Este

Leia mais