Excelência em Gestão. PETROBRAS - Abastecimento

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Excelência em Gestão. PETROBRAS - Abastecimento"

Transcrição

1 Excelência em Gestão PETROBRAS - Abastecimento

2 Programação Visão Geral da Companhia A construção de um novo Modelo de Gestão Práticas de Gestão para a Excelência Resultados

3 Visão Geral da Companhia

4 Panorama Geral Uma empresa integrada de energia com receita líquida de R$ 107,5 milhões em 2007 Exploração e Produção Refino, Transporte e Comercialização Distribuição Reservas Provadas: 11.7 Bilhões boe (2007) Produção de Óleo e Gás : mil boed (2008) 14 Refinarias Capacidade: mil bpd 2 Fábricas de Fertilizantes : mil t/a de Uréia Dutos: km Navios: (próprios): postos de serviço (38,5% do mercado brasileiro) Mais de 850 postos na América do Sul (Argentina, Uruguai, Paraguai e Colombia). Gás Natural Vendas de Gás: 52 milhões m³/dia Geração de Energia 13 Termoelétricas 4200 MW instaladas Petroquímica 25% da Braskem e 37,4% da Quator Produção de Etileno: mil ton/ano Produção de Polietileno: mil ton/ano Produção de Polipropileno: mil ton/ano

5 Estrutura Organizacional C.F. C.A. Diretoria Executiva Auditoria Interna Estratégia e Desempenho Empresarial Presidente Desenvolvimento de Sistemas de Gestão Novos Negócios Comitê de Negócios Jurídico Recursos Humanos Gabinete do Presidente Secretaria-Geral da Petrobras Comunicação Institucional Financeira Gás e Energia Exploração e Produção Abastecimento Internacional Serviços Contabilidade Corporativo Corporativo Corporativo Corporativo Segurança, Meio Ambiente e Saúde Finanças Corporativas e Tesouraria Financiamento de Projetos Marketing e Comercialização Operações e Participações Engenharia de Produção Serviços Logística Refino Suporte Técnico aos Negócios Desenvolvimento de Negócios Materiais Pesquisa e Desenvolvimento (Cenpes) Relacionamento com Investidores Administração Tributária Desenvolvimento Energético Exploração Norte-Nordeste Marketing e Comercialização Petroquímica e Fertilizantes Cone Sul Américas, África e Eurásia Engenharia Tecnologia da Informação Planej to Financ e Gestão de Riscos Sul-Sudeste Serviços Compartilhados

6 O Abastecimento - Operações Off-shore 167 mbpd Exportação de Petróleo 335 mbpd 1778 mbpd Processamento de Petróleo Nacional: 1388 mbpd Importado: 358 mbpd Importação de Petróleo 370 mbpd Exportação de Derivados 246 mbpd Venda de Derivados Brasil 1670 mbpd Importação de Derivados 118 mbpd Produção 1764 mbpd

7 Visão 2020 e Missão Petrobras Visão 2020 Seremos uma das cinco maiores empresas integradas de energia do mundo e a preferida pelos nossos públicos de interesse Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional e internacional, fornecendo produtos e serviços adequados às necessidades dos clientes e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e dos países onde atua. Política de Gestão do Abastecimento A atuação do Abastecimento, como agente central na cadeia produtiva da Petrobras, está ancorada na integração de seus processos e competências, expandindo e diversificando seu mercado, produtos e carteira de negócios, com responsabilidade social e ambiental, satisfazendo os clientes segundo critérios de qualidade, segurança e eficiência máxima

8 A construção do Modelo de Gestão

9 Expectativa de Aumento de Efetivo Cenário 2004 Incorporação efetiva dos novos empregados à força de trabalho requer: Capacitação alinhada às demandas do negócio; Redução do tempo de aprendizado em competências críticas para fazer frente ao volume de negócios e de investimentos; Processos e procedimentos para execução das atividades de forma segura e eficiente.

10 Expectativa de Aumento dos Investimentos Cenário 2004 x Visão Atual Alto volume de investimentos demanda fortalecimento da gestão: Planejamento Acompanhamento Previsibilidade

11 Projeto Novo Abastecimento O Projeto Novo Abastecimento teve como objetivo : Integrar o Abastecimento através da informação e do sistema de gestão

12 Projeto Novo Abastecimento Prazo total de 10 meses, sendo 7 meses até o primeiro ciclo de avaliação. Padrões Criados: 313 Migração dos padrões das UNs para o SINPEP: padrões Redução do número total de padrões: 40% Conhecimentos e habilidades mapeadas para mais de 400 atividades Mapeamento de processos 13 seminários 203 reuniões 636 participantes Mapas elaborados: 985 Mapas no modelo final: 505 Macro-processos : 5 Processos : 20 Subprocessos: 74 Atividades : 406

13 Modelo de Gestão

14 Práticas de Gestão

15 Modelo de Gestão alinhado ao MEG LIDERANÇA

16 Reuniões de Análise Crítica Reuniões periódicas de análise crítica (RACs) em todos os níveis gerenciais, suportadas por painéis de bordo que permitem o acompanhamento de indicadores e iniciativas estratégicas.

17 Avaliações Internas A avaliação é o momento de fortalecermos o Modelo de Gestão Integrada do Abastecimento. Escopo: Critérios de Excelência da FNQ; Guia Petrobras para Excelência em Gestão; ISO 9001 (Qualidade); ISO (Meio Ambiente); OHSAS (Segurança e Saúde); NR-10 e NR-13 (Requisitos Legais); Diretrizes Corporativas de SMS Sistema AB-Avalia

18 Plano de Melhoria de Gestão Diagnóstico Ações PMG 2007; NC/OBS 4º Ciclo Avaliação Interna; RA PNQ 2007 MAPA ESTRATÉGICO E INICIATIVAS ESTRATÉGICAS PMG Diagnóstico Etapas Correlação das OMs com FCS e IEs Validação da correlação Informar lacunas aos responsáveis pelas IEs Desdobrar IEs até o nível das Uns Diagnóstico do desdobramento Consolidação do desdobramento para as Uns Acompanhamento MAPEAMENTO DE PROCESSO PROCESSO DECISÓRIO E APRENDIZADO MODELO DE COMPETÊNCIAS GESTÃO DO CONHECIMENTO MODELO DE RELAC. C/ CLIENTES PLANEJ. INTEGRADO DO DOWNSTREAM GESTÃO DE RISCOS CARTEIRA DE INVESTIMENTOS DESENV. E IMPLEMENTAR PARCERIAS LOGÍSTICAS PEC ARQUITETURA INTEG. INFORMAÇÕES LSMS INVESTIMENTO PQ PORTE - FERTILIZANTES PRÊMIO IBERO-AMERICANO AÇÕES NÃO-ESTRUTURANTES

19 Modelo de Gestão alinhado ao MEG ESTRATÉGIA

20 Visão 2015 Estratégias de Negócio Estratégia Corporativa Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, nos Atuar nas áreas terrestres e em águas rasas com foco em oportunidades com rentabilidade Aportar práticas e novas tecnologias em áreas com alto grau de explotação com o objetivo de otimizar o fator de recuperação Desenvolver esforço exploratório em novas fronteiras para garantir uma relação reserva /produção estratégica - Expandir as atividades de refino e comercialização (no país e no exterior) em sintonia com o crescimento dos mercados. - Diversificar a carteira de negócios (com ênfase na Petroquímica, na logística e em operações comerciais de novos produtos energéticos) ancorada na sinergia dos ativos e competências do Downstream. - Ganhar eficiência em toda cadeia logística até o cliente com ênfase na Excelência Operacional (custo competitivo, qualidade e confiabilidade de entrega) e no gerenciamento de risco. - Agregar valor às matérias-primas do Sistema Petrobras (petróleo e gás) com foco em mix de produtos de maior valor e melhor qualidade. - Ser a bandeira preferida dos consumidores, com uma rede de varejo multinegócios, oferecendo excelência na qualidade de produtos e serviços, e ampliando a liderança, garantida a rentabilidade esperada. - Agregar valor ao Sistema Petrobras, a partir da liderança em todos os segmentos do mercado consumidor, com a oferta de novos produtos, serviços e soluções inovadoras, assegurando a preferência pela marca. - Desenvolver a Indústria de Gás Natural buscando assegurar a colocação do gás natural da Petrobras, atuando de forma integrada com as demais unidades da Companhia, em toda a cadeia produtiva no Brasil e demais países do Cone Sul. - Atuar no negócio de energia elétrica de forma a assegurar o mercado de gás natural e derivados comercializados pela Petrobras. - Desenvolver, coordenar e implementar as atividades relacionadas à eficiência energética e às energias renováveis, no Sistema Petrobras e nos consumidores finais, considerando os interesses da Companhia, as demandas da Sociedade e o desenvolvimento sustentável do País. - Buscar a liderança como empresa integrada de energia na América Latina - Expandir a atuação no setor americano do Golfo do México e Oeste da África. - Ampliar as Áreas Foco da Petrobras através de negócios que contribuam para o crescimento e diversificação do portfolio. - Agregar valor à produção de óleo pesado da Petrobras Acelerar a monetização das reservas de gás natural. - Internacionalizar e valorizar a marca Petrobras. Estratégia do Negócio Detalhamento dos Obj. Estratégicos Objetivos Estratégicos CRESCER DE FORMA SUSTENTÁVEL GARANTINDO RENTABILIDADE E VALOR Aprimorar os processos de relacionamento e soluções para o cliente, entendendo sua cadeia de valor e adequando o portfólio de produtos e serviços do Downstream. Expandir as atividades de processamento, transporte e comercialização, valorizando matérias-primas produzidas pelo sistema Petrobras e fontes bioenergéticas. Diversificar a carteira de negócios, ancorada na sinergia dos ativos e competências do Downstream. Ampliar a atuação em petroquímica e fertilizantes, exercendo poder de gestão, buscando parcerias estratégicas e promovendo competências e sinergias com as operações da Petrobras. Ganhar eficiência em toda a cadeia logística até o cliente com uso de sistemas multimodais e com ênfase na excelência operacional, em padrões de segurança e em elevados níveis de serviço. Aplicar tecnologias de ponta ao processamento de matérias-primas do sistema Petrobras e garantir a eficiência energética e ambiental 1. Aumentar a satisfação e o comprometimento de todos os empregados com a Empresa 2. Desenvolver e Fortalecer Competências técnicas e de Gestão 3. Promover a excelência da Gestão ancorada na Integração dos Sistemas e Pessoas 4. Educar a força de trabalho para a Responsabilidade Social e Ambiental sistema Petrobras 5. Aprimorar e difundir práticas de Gestão com foco em Resultados 6. Aumentar a integração e a segurança das informações 7. Consolidar a cultura mercadológica 8. Promover o desenvolvimento de tecnologias de ponta para produção de petroquímicos básicos, petroquímicos de 2ª geração e fertilizantes Desdobramento de Metas Plano Estratégico da Petrobras 2020 Plano de Negócios do Downstream BSC do Downstream 2008 Plano Estratégico da Petrobras 2015 mercados nacional e internacional, fornecendo produtos e serviços adequados às necessidades dos seus clientes e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e dos países onde atua A Petrobras será uma empresa integrada de energia com forte presença internacional e líder na América Latina, atuando com foco na rentabilidade e na responsabilidade social e ambiental Responsabilidade Crescimento Rentabilidade Social e Ambiental 1 Ser a melhor Ampliar as vantagens Crescer a comercialização Expandir a atuação Expandir atuação em opção para competitivas no mercado no mercado internacional nos segmentos de negócios gerados pelas os clientes 2 nacional de derivados e 3 de petróleo, derivados, 4 petroquímica e 5 sinergias das áreas do 6 renováveis demais energéticos e fertilizantes serviços logísticos Aumentar o valor social e ambiental junto as partes interessadas Consolidar e ampliar as vantagens competitivas no mercado brasileiro e sul- americano de petróleo e derivados Liderar o mercado de petróleo, gás natural e derivados na América Latina, atuando como empresa integrada de energia, com expansão seletiva da petroquímica e da atividade internacional Desenvolver e liderar o mercado brasileiro de gás natural e atuar de forma integrada nos mercados de gás e energia elétrica no Cone Sul Expandir seletivamente a atuação internacional de forma integrada com os negócios da companhia Excelência operacional, de gestão e domínio tecnológico Expandir seletivamente a atuação no mercado petroquímico brasileiro e do Cone Sul Atuar seletivamente no mercado de energias renováveis E&P Abastecimento Distribuição Gás & Energia Internacional 1.1. Conhecer a cadeia produtiva do cliente, buscando alternativas de 3.1. Consolidar a integração entre áreas de comercialização no mercado agregação de valor aos seus processos, produtos e serviços interno, externo e logística 1.2. Exercer o relacionamento com os clientes buscando sua satisfação e 3.2. Impulsionar as atividades de trading agregação de valor para a Petrobras 3.3. Impulsionar as atividades de comercialização de especiais, industriais 1.3. Desenvolver novos produtos e soluções para o cliente e renováveis Aprimorar os padrões e meios de comunicação com os clientes 4.1.Aumentar o valor do portfólio em Petroquímica e Fertilizantes 1.5. Aperfeiçoar o planejamento de marketing e comercialização no mercado 4.2. Expandir a atuação no segmento de fertilizantes, especialmente em interno e externo; nitrogenados 1.6. Buscar a excelência nas atividades de suporte a comercialização 4.3. Promover o desenvolvimento de novos usos e aplicações para 2.1. Expandir e adequar a infra-estrutura de refino valorizando o processamento produtos dos segmentos de petroquímica e fertilizantes, em crescente de óleo pesado e gás do sistema consonância com as tendências de mercado 2.2. Renovar e ampliar a frota e a rede de dutos e terminais 4.4. Capturar oportunidades e desenvolver negócios, nos mercados 2.3. Atender a evolução dos padrões de qualidade nos mercados de atuação globais de petroquímica e fertilizantes 2.4. Impulsionar as atividades de comercialização de especiais, industriais e 4.5. Ter gestão efetiva nas participações renováveis 5.1. Agregar valor as correntes do sistema Petrobras buscando sinergia 2.5. Impulsionar a produção de especiais entre as várias áreas e segmentos envolvidos 2.6. Aplicar tecnologias de ponta para o processamento de óleos pesados e gás 5.2. Adequar infra-estrutura logística de forma a valorizar os negócios do natural Sistema 2.7. Garantir confiabilidade de entrega 2.8. Aumentar a eficiência da cadeia logística 5.3. Otimizar ativos e recursos logísticos disponíveis 2.9. Desenvolver alternativas logística ampliando as vantagens competitivas 5.4. Aperfeiçoar os acordos internos de nível de serviço Avançar as entregas, aumentando integração com cliente 5.5. Desenvolver e apoiar novos negócios e parcerias Garantir padrões de excelência em confiabilidade e integridade das 5.6 Fortalecer o alinhamento estratégico da carteira de projetos. instalações 5.7 Dinamizar o processo de planejamento Otimizar o perfil de produção de derivados em sintonia com os mercados de atuação 6.1. Atingir padrões de excelência em responsabilidade social e ambiental Ter custos competitivos 6.2. Estreitar o relacionamento junto às entidades e organismos externos Garantir disciplina de capital 6.3. Maximizar a eco-eficiência nos processos do Downstream. Cópia da Intranet Excelência em Recursos Humanos, Gestão e Tecnologia Desdobramento de metas RESULTADOS ESPERADOS DO GERENTE EXECUTIVO METAS DO GERENTE GERAL - Crescer Produção e Reservas Fortalecer o posicionamento em águas profundas e ultraprofundas INDICADORES- ESTRATÉGICOS + INICIATIVAS ESTRATÉGICAS METAS DOS GERENTES METAS DOS GERENTES SETORIAIS METAS DOS SUPERVISORES METAS DOS EMPREGADOS

21 Modelo de Gestão alinhado ao MEG CLIENTES

22 Canais de Relacionamento com Clientes

23 Modelo de Gestão alinhado ao MEG SOCIEDADE

24 Projetos Socioambientais Ciclo de Vida

25 Modelo de Gestão alinhado ao MEG CONHECIMENTO

26 Gestão dos Ativos Intangíveis Rodízio Gerencial; Rodízio Técnico; Redes de Inteligência Tecnológica; Projeto de Pesquisa; Ações de Relacionamento. Capital Relacionamento Capital Ambiental Capital Humano Capital Domínio Tecnológico Práticas de Inteligência Competitiva. Comunidades Técnicas; Centros de Excelência; Bancos de Patentes; Programa Mestres & Doutores; Prêmio Inventor. Encontros Técnicos; Mapeamento de Processos; Boas Práticas; Revisão de Procedimentos; Integração dos Sistemas; Programa de Sugestões. Capital Organizacional Tutor e Aprendiz; PDRH e PDRHE; Disseminação do PDRHE; Função Especialista; Gestão por Competências; Desenvolvimento de Potenciais Líderes.

27 Modelo de Gestão alinhado ao MEG PESSOAS

28 Modelo de Competências Macro-Processo EMPREGADO Proficiência Requerida Personalizada dependendo do CHA Processo Sub-Processo Sub-Processo CHA Ações Atividade Atividade Atividade Tarefa Tarefa IMPORTÂNCIA RELEVÂNCIA Metodologia Escolha das ações de Competências; - Mapeamento de Competências por ação; - Associação dos empregados às ações; - Associação das competências e proficiências requeridas por empregados; - Identificação das lacunas de competências; - Diagnóstico do estágio individual/equipe de conhecimentos; Produto - PDI - Plano de Desenvolvimento Individual, negociado com empregado e seu gerente imediato, utilizando as competências priorizadas pela gerência e levando em consideração os seguintes parâmetros de benchmarking: - Nº de horas por empregado; - Custo total por empregado; - Custo T&D/hora. - Priorização das competências que devem ser tratadas em 2008 pelos gerentes.

29 Disseminação de Boas Práticas Reconhecimento eleito como fator crítico na pesquisa de ambiência; Necessidade de disseminação de boas práticas; Criação de prêmio nacional, com critérios únicos e realização simultânea em todas as UNs e Sede; 7 critérios comuns a todo o Abastecimento.

30 Modelo de Gestão alinhado ao MEG PROCESSOS

31 Programa Parceria Responsável Objetivos: Incentivar o compartilhamento de práticas de gestão e a disseminação de valores da Petrobras na cadeia de suprimento (fornecedores e clientes). Abastecimento Processos de contratação Valores: Aprimorar o processo de contratação de serviços no Abastecimento. Segurança no trabalho Responsabilidade social Responsabilidade ambiental Saúde das pessoas Qualidade nos serviços e produtos Fornecedores de serviços críticos Início em participantes em participantes em 2007 Clientes de combustível com contrato particular Início em participantes em % do público alvo

32 Modelo de Gestão alinhado ao MEG RESULTADOS

33 Práticas Benchmarking A busca pela melhoria contínua dos resultados do Abastecimento, é enriquecida com a participação deste seguimento em análises por entidades externas como o Instituto Solomon e também pelo Instituto Euvaldo Lodi para refinarias ,2 96,6 98,6 101,3 105,8 106,0 111,0 AL 115,6 116,7 118,0 Canadá EUA 1º EUA REPAR RECAP REVAP REPLAN RPBC BR REDUC REGAP RLAM REFAP

34 Práticas Integração da Informação

35 Reconhecimentos

36 Reconhecimentos PQGF Prêmio Nacional da Gestão Pública Governo Federal Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Prata Ouro

37 Reconhecimentos PNQ 2007 Prêmio Nacional da Qualidade Premiada Ciclo 2007 Categoria Grandes Empresas Fundação Nacional da Qualidade

38 Reconhecimentos ONG GENERA Julho/07 Prêmio Inteligência Social, Categoria Educação, com o case Programa de Criança Prêmio Inteligência Social, Categoria Meio Ambiente, com o case Centro de Integração do COMPERJ Prêmio Inteligência Social, Categoria Segurança e Direitos Humanos, com o case Carteira de Projetos Socioambientais do Abastecimento

39 Reconhecimentos ADVB RIO - Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil Agosto/2007 Top Social para o case Projeto Parceria Responsável Top Social para o case Carteira de Projetos Socioambientais do Abastecimento Top Social para o case Casa Petrobras Balsa Nova Top Social para o case Centro de Integração do COMPERJ Top Social para o case Cooperativa de Costureiras do Caípe Top Social para o case Programa de Qualificação Profissional Top Social para o case Programa REMAR Seleção de Projetos

40 Reconhecimentos EDITORA REFERÊNCIA Setembro/2007 MARKETING BEST Responsabilidade Social com o case Centro de Integração do COMPERJ MARKETING BEST Responsabilidade Social com o case Cooperativa de Costureiras do Caípe MARKETING BEST Responsabilidade Social com o case Cooperativa de Padeiros do Caípe MARKETING BEST Responsabilidade Social com o case Programa de Qualificação Profissional MARKETING BEST Responsabilidade Social com o case Programa Parceria Responsável MARKETING BEST Responsabilidade Social com o case Casa Petrobras Balsa Nova MARKETING BEST Responsabilidade Social com o case Projeto Escolas-CEAS

41 Prêmio Nacional da Qualidade

42 José Roberto Kaschel Vieira Gerente de Organização e Gestão Abastecimento Corporativo

A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais. Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras

A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais. Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras Visão e Missão da Petrobras Visão 2020 Ser uma das cinco maiores

Leia mais

FÓRUM REGIONAL ESPÍRITO SANTO

FÓRUM REGIONAL ESPÍRITO SANTO FÓRUM REGIONAL ESPÍRITO SANTO PLANO ESTRATÉGICO 2015 Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, nos mercados nacional

Leia mais

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 1 Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 O Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totais de US$ 224 bilhões, representando a média de US$ 44,8 bilhões

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade. Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança

Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade. Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança Destaques Petrobras --------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 MISSÃO Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, nos mercados

Leia mais

ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA

ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA PROMINP - 2o WORKSHOP NACIONAL ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA ÁREA DE NEGÓCIO INTERNACIONAL Cláudio Castejon Vitória, 28 de outubro de 2004 O portfolio

Leia mais

PRÓXIMO NÚMERO 2, 10, 12, 16, 17, 18, 19, {..?..}

PRÓXIMO NÚMERO 2, 10, 12, 16, 17, 18, 19, {..?..} SISTEMA DE GESTÃO REFLEXÃO INICIAL PRÓXIMO NÚMERO 2, 10, 12, 16, 17, 18, 19, {..?..} PARADIGMA É um quadro de referência mental através do qual as pessoas pensam e agem. - Karl Albrecht QUAL É O NOSSO

Leia mais

Top de Marketing 2005

Top de Marketing 2005 Top de Marketing 2005 :: Introdução :: Responsabilidade Social e Ambiental :: Imagem :: Investimentos Introdução Cadeia da Petrobras - Resumo Cliente (ex.: Posto) Organograma Missão e Visão MISSÃO Atuar

Leia mais

Responsabilidade Social e Ambiental na Petrobras

Responsabilidade Social e Ambiental na Petrobras Responsabilidade Social e Ambiental na Petrobras Carlos Alberto Ribeiro de Figueiredo Janice Dias PETROBRAS - Comunicação Nacional RESPONSABILIDADE SOCIAL SOCIAL CORPORATIVA Necessidade Assistencialismo

Leia mais

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Uma estrutura de apoio à Inovação Eliza Coral, Dr. Eng., PMP Outubro, 2010 Diretrizes Organizacionais Missão Contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras

Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras Sumário A Petrobras Os Desafios O Alinhamento Estratégico - Gestão por Competências - A Concepção da Universidade

Leia mais

Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras. Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos

Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras. Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos Sustentabilidade e Competitividade SUSTENTABILIDADE pode ser entendida como

Leia mais

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA

PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA Programas para consolidar e expandir a liderança PROGRAMAS PARA CONSOLIDAR E EXPANDIR A LIDERANÇA PETRÓLEO, GÁS NATURAL E PETROQUÍMICA 1 Petróleo, Gás Natural e Petroquímica Estratégias: liderança mundial

Leia mais

Seminário Em Busca da Excelência 2008

Seminário Em Busca da Excelência 2008 Seminário Em Busca da Excelência 2008 IEL/SC - Implementação de sistema de gestão com base nos fundamentos da excelência Natalino Uggioni Maio, 2008 1 IEL em Santa Catarina Integrante da FIESC Federação

Leia mais

Plano de Sustentabilidade da Unilever

Plano de Sustentabilidade da Unilever Unilever Plano de Sustentabilidade da Unilever Eixo temático Governança Principal objetivo da prática Para a Unilever, o crescimento sustentável e lucrativo requer os mais altos padrões de comportamento

Leia mais

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Sumário A Empresa - Petrobras A Exploração e Produção de Óleo e Gás Gestão Ambiental

Leia mais

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008

Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública. Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Desenvolvimento de Pessoas na Administração Pública Assembléia Legislativa do Estado de Säo Paulo 14 de outubro de 2008 Roteiro 1. Contexto 2. Por que é preciso desenvolvimento de capacidades no setor

Leia mais

Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação

Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação Recursos Humanos Universidade Petrobras Brasil 12 a 14 de novembro Hotel Transamérica São Paulo. 2 Petrobras A PETROBRAS Atua como

Leia mais

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 INTRODUÇÃO Sobre o Relatório O relatório anual é uma avaliação do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FDC sobre as práticas

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 3. Gestão empresarial 3.1 Gestão empresarial Objetivo: prover

Leia mais

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Oportunidades e desafios de qualificação profissional III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Petrobras Plano de Negócios 2014-2018 Inovação e Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM Reflexões voltadas para a Gestão MUDANÇAS EDUCAÇÃO NO BRASIL 1996 Lei 9.934 LDB 1772 Reforma Pombalina 1549 Ensino Educação público no dos Brasil Jesuítas Lei

Leia mais

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6.

Nani de Castro. Sumário. Resumo de Qualificações... 2. Atuação no Mercado... 3. Formação Profissional... 5. Contatos... 6. Sumário Resumo de Qualificações... 2 Atuação no Mercado... 3 Formação Profissional... 5 Contatos... 6 Página 1 de 6 Resumo de Qualificações Consultora responsável pela organização e gestão da RHITSolution,

Leia mais

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade

PGQP. Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade. Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade PGQP Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade Qualidade Gestão Inovação Competitividade Sustentabilidade visão das lideranças A Excelência de qualquer organização depende da sinergia entre três fatores:

Leia mais

Inteligência Tecnológica na Petrobras

Inteligência Tecnológica na Petrobras Inteligência Tecnológica na Petrobras Maio/2012 CENPES/GTEC/EST Informações Institucionais Sistema Tecnológico Petrobras Processos de Gestão da Tecnologia Monitoração e Prospecção Tecnológica Informações

Leia mais

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO Objetivo Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis, na implantação de projetos de óleo e gás no Brasil e no exterior. 1 Desafios Históricos:

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO

Pesquisa realizada com os participantes do 16º Seminário Nacional de Gestão de Projetos APRESENTAÇÃO Pesquisa realizada com os participantes do de APRESENTAÇÃO O perfil do profissional de projetos Pesquisa realizada durante o 16 Seminário Nacional de, ocorrido em Belo Horizonte em Junho de, apresenta

Leia mais

Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional

Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional Gestão do Conhecimento Corporativo: a experiência da Itaipu Binacional I Simpósio de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciência da Informação Universidade Estadual de Londrina - UEL Londrina 06 de março de 2010

Leia mais

Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento. 26 Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental

Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento. 26 Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento 26 Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental Da gestão da qualidade à excelência em gestão Gestão Operação Ao longo dos anos 90, as experiências

Leia mais

Apresentação Institucional IEL/SC

Apresentação Institucional IEL/SC Apresentação Institucional IEL/SC Natalino Uggioni Joaçaba, 12 de Maio de 2014 IEL NO BRASIL O Sistema Indústria Presente nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, o Sistema Indústria é composto

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS. Finanças

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS. Finanças COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS Finanças DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Plano Brasil Maior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer.

Plano Brasil Maior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer. Plano Brasil Maior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer. Foco e Prioridades Contexto Dimensões do Plano Brasil Maior Estrutura de Governança Principais Medidas Objetivos Estratégicos e

Leia mais

POLÍTICA DE PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA ELETROSUL

POLÍTICA DE PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA ELETROSUL POLÍTICA DE PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA ELETROSUL Departamento de Planejamento, Pesquisa e Desenvolvimento - DPD Diretoria de Engenharia 1 ÍNDICE 1 PÚBLICO ALVO... 3 2 FINALIDADE...3 3 FUNDAMENTOS...

Leia mais

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting Soluções personalizadas para acelerar o crescimento do seu negócio Estratégia Operacional Projeto e Otimização de Redes Processos de Integração Eficácia

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

O Atuação Responsável e o Modelo de Excelência do PNQ Eduardo Guaragna Braskem, coordenador da Comissão para a Excelência da Gestão - COPEG

O Atuação Responsável e o Modelo de Excelência do PNQ Eduardo Guaragna Braskem, coordenador da Comissão para a Excelência da Gestão - COPEG O Atuação Responsável e o Modelo de Ecelência do PNQ Eduardo Guaragna Braskem, coordenador da Comissão para a Ecelência da Gestão - COPEG Evolução do Atuação Responsável Visão no Ciclo de Vida Ênfase nas

Leia mais

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Em 2013, a Duratex lançou sua Plataforma 2016, marco zero do planejamento estratégico de sustentabilidade da Companhia. A estratégia baseia-se em três

Leia mais

Programa Mineiro da Qualidade e Produtividade. Instituto Qualidade Minas

Programa Mineiro da Qualidade e Produtividade. Instituto Qualidade Minas Programa Mineiro da Qualidade e Produtividade Instituto Qualidade Minas ROTEIRO Quem Somos Produtos e Serviços PGQE Quem Somos PMQP - Programa Mineiro da Qualidade e Produtividade 1998 MISSÃO: Contribuir

Leia mais

ASSET 55. Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa?

ASSET 55. Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa? Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa? Conselho de Administração / Alta Direção Nós estamos extraindo o maior valor possível dos nossos

Leia mais

Painel Inovação Aberta Colaborativa. Inovação na Petrobras

Painel Inovação Aberta Colaborativa. Inovação na Petrobras Painel Inovação Aberta Colaborativa Inovação na Petrobras São Paulo, 23 de agosto de 2012 Maria Cristina Espinheira Saba Gerente de Estratégia Tecnológica do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento (PETROBRAS/CENPES)

Leia mais

IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015

IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015 IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015 Quem disse que nada é impossível? Tem gente que faz isso todos os dias!. Alfred E. Newman O Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Valério da Silva Ramos (*) Administrador de Empresas, pós-graduado em Gestão Econômica e Financeira

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS

ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO DE EMPRESAS DE PETRÓLEO & GÁS O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS QUALIDADE DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ SABER Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Plano de Negócios 2011-2015

Plano de Negócios 2011-2015 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Plano de Negócios 2011-2015 Rio de Janeiro, 22 de julho de 2011 Petróleo Brasileiro S.A. Petrobras comunica que seu Conselho de Administração

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

Gestão estratégica em processos de mudanças

Gestão estratégica em processos de mudanças Gestão estratégica em processos de mudanças REVISÃO DOS MACRO PONTOS DO PROJETO 1a. ETAPA: BASE PARA IMPLANTAÇÃO DE UM MODELO DE GESTÃO DE PERFORMANCE PROFISSIONAL, que compreenderá o processo de Análise

Leia mais

Política de Gestão de Pessoas

Política de Gestão de Pessoas julho 2010 5 1. Política No Sistema Eletrobras, as pessoas são agentes e beneficiárias do fortalecimento organizacional, contribuindo para a competitividade, rentabilidade e sustentabilidade empresarial.

Leia mais

Gestão da Ética na BR

Gestão da Ética na BR Gestão da Ética na BR Por que precisamos de um Modelo de Gestão ISO 14000 Segurança das Informações Gestão da Ambiência Avaliação de Fornecedor ISO 14000 Código de Ética Pesq. Satisf.Client e Gestão de

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente

Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente 1 Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente O Corinthia Hotel Lisbon está implementado num edifício com mais de 30 anos em que a

Leia mais

R$ 281 milhões de ebitda 52

R$ 281 milhões de ebitda 52 R$ 281 milhões de ebitda 52 Líder e pioneira em seu mercado, a Ultragaz evoluiu em 2009 na implementação de programas de eficiência operacional destinados ao mercado domiciliar, o UltraLevel, e ao mercado

Leia mais

Este documento contém elementos que se encontram protegidos por direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual de titularidade da

Este documento contém elementos que se encontram protegidos por direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual de titularidade da Este documento contém elementos que se encontram protegidos por direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual de titularidade da PETROBRAS ou que lhe foram outorgados, sob licença ou

Leia mais

Parte integrante da Metodologia Tear de Trabalho em Cadeia de Valor

Parte integrante da Metodologia Tear de Trabalho em Cadeia de Valor Parte integrante da Metodologia Tear de Trabalho em Cadeia de Valor 2 Apresentando as etapas da Metodologia Tear de forma simplificada, esta versão resumida foi preparada para permitir um acesso rápido

Leia mais

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve.

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve. Balanced Scorecard BSC 1 2 A metodologia (Mapas Estratégicos e Balanced Scorecard BSC) foi criada por professores de Harvard no início da década de 90, e é amplamente difundida e aplicada com sucesso em

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020

ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 ANEXO I PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2014-2020 1 Missão 2 Exercer o controle externo da administração pública municipal, contribuindo para o seu aperfeiçoamento, em benefício da sociedade. Visão Ser reconhecida

Leia mais

Tem a missão de assessorar a Presidência em assuntos a ela delegados, agindo em apoio aos demais órgãos da empresa.

Tem a missão de assessorar a Presidência em assuntos a ela delegados, agindo em apoio aos demais órgãos da empresa. PRESIDÊNCIA (DIPRE) A missão da Presidência é assegurar a sobrevivência, o crescimento e a diversificação sinergética da Guimar, em consonância com as orientações estratégicas emanadas do Conselho de Administração,

Leia mais

Programa Excelência na Gestão das Organizações de Software

Programa Excelência na Gestão das Organizações de Software Programa Excelência na Gestão das Organizações de Software EQPS Recife PE - 26 SET 05 Carlos Mathias Mota Varga CBM Tecnologia POLÍTICA DE SOFTWARE - QUALIDADE META DA POLÍTICA AUMENTAR A COMPETITIVIDADE

Leia mais

Sustentabilidade no Grupo Boticário. Atuação com a Rede de Franquias

Sustentabilidade no Grupo Boticário. Atuação com a Rede de Franquias Sustentabilidade no Grupo Boticário Atuação com a Rede de Franquias Mais de 6.000 colaboradores. Sede (Fábrica e Escritórios) em São José dos Pinhais (PR) Escritórios em Curitiba (PR) e São Paulo (SP).

Leia mais

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão

Desenvolve Minas. Modelo de Excelência da Gestão Desenvolve Minas Modelo de Excelência da Gestão O que é o MEG? O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) possibilita a avaliação do grau de maturidade da gestão, pontuando processos gerenciais e resultados

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil 2º Workshop Platec E&P Onshore - Sondas de Perfuração e Workover - Equipamentos

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão 2013-2017

Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 Rio de Janeiro, 15 de março de 2013 Petróleo Brasileiro S.A. Petrobras comunica que seu Conselho

Leia mais

Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012

Ciclo de. Presidente Maria das Graças as Silva Foster. Coletiva de Imprensa. Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012 Lançamento amento do 6º 6 Ciclo de Qualificação do Prominp Coletiva de Imprensa Presidente Maria das Graças as Silva Foster Rio de Janeiro, 05 de Março de 2012 Política de Conteúdo Local da Petrobras Aprovada

Leia mais

ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) CENTROS DE PESQUISA (15)

ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) CENTROS DE PESQUISA (15) ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) CENTROS DE PESQUISA (15) ACADEBio (1) BASES AVANÇADAS DOS CENTROS (38) UNIDADES AVANÇADAS

Leia mais

Plano de Comunicação: e-tab Tecnologia e Gestão

Plano de Comunicação: e-tab Tecnologia e Gestão Plano de Comunicação: e-tab Tecnologia e Gestão RP em Ação 2009/2 Christian Mendes, Clarissa Daroit e Fernanda Carniel A empresa A e-tab Tecnologia e Gestão é uma empresa que desenvolve serviços integrados

Leia mais

Estrutura de Refino: até quando o Brasil importará derivados de petróleo?

Estrutura de Refino: até quando o Brasil importará derivados de petróleo? Estrutura de Refino: até quando o Brasil importará derivados de petróleo? 14º Encontro Internacional de Energia Carlos Alberto Lopes 06/08/2013 Gas Energy Quem Somos A GAS ENERGY S.A. é uma empresa brasileira

Leia mais

Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto

Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto BALANCED SCORECARD Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto Por que a Implementação da Estratégia torna-se cada vez mais importante? Você conhece a Estratégia de sua Empresa? Muitos líderes

Leia mais

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012

IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 IV Encontro Nacional de Escolas de Servidores e Gestores de Pessoas do Poder Judiciário Rio de Janeiro set/2012 Rosely Vieira Consultora Organizacional Mestranda em Adm. Pública Presidente do FECJUS Educação

Leia mais

1 - Introdução 1.1 Contextualização do Problema

1 - Introdução 1.1 Contextualização do Problema 1 - Introdução 1.1 Contextualização do Problema No ambiente de negócios atual, o potencial da Tecnologia da Informação (TI) está sendo utilizado para alavancar a vantagem competitiva de inúmeras industrias.

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

A Geração de Valor, através da Gestão

A Geração de Valor, através da Gestão A Geração de Valor, através da Gestão Gilberto Crosa Diretor Industrial e Tecnologia INSTITUCIONAL Caxias do Sul Número de funcionários: 2.500 Área Total = 310.000 m² Área Construída = 58.100 m² NEGÓCIO

Leia mais

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas.

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas. 1. OBJETIVOS Estabelecer diretrizes que norteiem as ações das Empresas Eletrobras quanto à promoção do desenvolvimento sustentável, buscando equilibrar oportunidades de negócio com responsabilidade social,

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008

INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008 INOVAR E INVESTIR PARA SUSTENTAR O CRESCIMENTO Fórum do Planalto 03/07/2008 O momento e as tendências Fundamentos macroeconômicos em ordem Mercados de crédito e de capitais em expansão Aumento do emprego

Leia mais

PAINEL III. Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas

PAINEL III. Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas PAINEL III Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas MAIO 2011 Atuação A atuação da Área de Negócio Internacional abrange as operações da indústria de petróleo e energia como exploração

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

ABDI A 2004 11.080) O

ABDI A 2004 11.080) O Atualizada em 28 de julho de 2010 Atualizado em 28 de julho de 2010 1 ABDI ABDI A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial foi instituída em dezembro de 2004 com a missão de promover a execução

Leia mais

Desenvolvimento Econômico e Inovação

Desenvolvimento Econômico e Inovação Desenvolvimento Econômico e Inovação Case Prático: Altus Sistemas de Informática S.A Rosana Casais 09/2008 Conceitos Inovação tecnológica: transformação de competências tecnológicas em resultados econômicos;

Leia mais

GRUPO OURO FINO DEPARTAMENTO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO MODELO DE GESTÃO INOVAÇÃO ABERTA

GRUPO OURO FINO DEPARTAMENTO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO MODELO DE GESTÃO INOVAÇÃO ABERTA GRUPO OURO FINO DEPARTAMENTO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO MODELO DE GESTÃO INOVAÇÃO ABERTA Ms.Lucimara C. Toso Bertolini. Gerente PD&I OURO FINO AGRONEGÓCIOS DIVISÃO SAÚDE ANIMAL 1987: Nasce a Ouro Fino

Leia mais

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA

A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA A EXPERIÊNCIA DO TRT DA 10ª REGIÃO NA IMPLANTAÇÃO DA GESTÃO ESTRATÉGICA Fabiana Alves de Souza dos Santos Diretora de Gestão Estratégica do TRT 10 1/29 O TRT da 10ª Região Criado em 1982 32 Varas do Trabalho

Leia mais

Estratégia Competitiva 16/08/2015. Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor

Estratégia Competitiva 16/08/2015. Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor Módulo II Cadeia de Valor e a Logistica Danillo Tourinho S. da Silva, M.Sc. CADEIA DE VALOR E A LOGISTICA A Logistica para as Empresas Cadeia de Valor Estratégia Competitiva é o conjunto de planos, políticas,

Leia mais

Plano BrasilMaior 2011/2014

Plano BrasilMaior 2011/2014 Plano BrasilMaior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer. Agenda de Ações para a Competitividade dos Pequenos Negócios Dimensões do Plano Brasil Maior -Quadro Síntese Dimensão Estruturante:

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO 2013-2017 COOPERATIVISMO: QUEM MOVIMENTA SÃO AS PESSOAS MENSAGEM DO PRESIDENTE O cooperativismo vive seu momento de maior evidência. O Ano Internacional das Cooperativas, instituído

Leia mais

Implantação da Refinaria Premium II: desafios e oportunidades

Implantação da Refinaria Premium II: desafios e oportunidades Implantação da Refinaria Premium II: desafios e oportunidades RAIMUNDO LUTIF Gerente Estruturação Negócio Fortaleza Ceará Fortaleza, 13 / setembro/ 2011. 1 AVISO Estas apresentações podem conter previsões

Leia mais

2 Seminário de Engenharia Química. Silvia Binda 1

2 Seminário de Engenharia Química. Silvia Binda 1 2 Seminário de Engenharia Química Silvia Binda 1 Inter-relação entre o conceito de qualidade, gestão da qualidade e elementos que a compõem QUALIDADE Gestão da Qualidade Habilidade de um conjunto de características

Leia mais

Gestão estratégica em finanças

Gestão estratégica em finanças Gestão estratégica em finanças Resulta Consultoria Empresarial Gestão de custos e maximização de resultados A nova realidade do mercado tem feito com que as empresas contratem serviços especializados pelo

Leia mais

PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP. Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011

PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP. Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011 PROJETO IND P&G 6.1 PROMINP Workshop Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores SP 25/outubro/2011 AGENDA 1 O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS 2 O CONVÊNIO PETROBRAS-SEBRAE 3 GESTÃO E RESULTADOS DOS PROJETOS CENÁRIO

Leia mais

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA

BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA BNDESPAR INGRESSA NO CAPITAL SOCIAL DA RENOVA ENERGIA Por meio de um investimento estratégico de até R$314,7 milhões, a BNDESPAR ingressa no capital social da Renova Energia. Parceria de Longo Prazo A

Leia mais

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Análise de Maturidade de Governança

Leia mais

PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial

PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial O principal vetor para alavancar a universalização dos serviços de saneamento ambiental com competitividade e sustentabilidade PNQS

Leia mais

Segurança e qualidade

Segurança e qualidade Mesmo pressionada pelos altos custos do petróleo e seus derivados e a fraca expansão da economia brasileira, a Ultragaz teve um desempenho positivo em 2005, ao manter a liderança no mercado de distribuição

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning Curso e- Learning Planejamento Estratégico através do Balanced Scorecard Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais