Alinhamento entre Estratégia e Processos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Alinhamento entre Estratégia e Processos"

Transcrição

1 Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos

2 Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão Estratégica da Seguros Unimed Integração do Mapa Estratégico com Processos de Negócio Portal Estratégia & Governança Portal do Colaborador

3 Histórico A história começou em 1989 quando surgiu a Unimed Seguradora S/A, com o objetivo de oferecer planos de previdência aos médicos cooperados do Sistema Unimed. Como a Unimed Seguradora S/A operava vários ramos de seguros, em 2001, para atender a legislação, foi criada também a Unimed Seguros Saúde S/A que passou operar exclusivamente no segmento. Em 2004, foi criada a Unimed Seguros, marca que representava a Unimed Seguradora S/A e sua controlada, a Unimed Seguros Saúde S/A. Em um trabalho de reposicionamento, mudando a cor da marca para azul, em 2008, surge a Seguros Unimed. saúde.

4 Soluções em Seguros Previdência Assistências Vida Saúde Odonto

5 MISSÃO Oferecer produtos de qualidade em Seguros, atendendo às necessidades das Cooperativas e do mercado em geral. VISÃO Ser referência como empresa inovadora com excelência no cuidar das pessoas. VALORES Corporativos Compromisso com o Cliente Pessoas de Valor Inovação Sustentável Excelência em tudo o que fazemos

6 Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Conectando Estratégia e Operações Traduzir a Estratégia -Mapa e temas Estratégicos - Indicadores e Metas - Portfólio de Iniciativas - Fontes de Recursos/STRATEX Desenvolva a Estratégia -Missão, Valores, Visão - Análise Estratégica - Formulação da Estratégia Alinhe a Organização -Unidades de Negócio - Áreas de Suporte - Funcionários Plano Estratégico - Mapa Estratégico - Balanced Scorecard - STRATEX Indicadores de Performance Teste e Ajuste -Análise de Lucratividade/ROI - Correlações entre Estratégias - Novas Estratégias que surgem com o aprendizado Resultados Planeje a Operação -Melhoria de processos-chaves - Planejamento de Vendas - Planejamento de Recursos - Elaboração do Orçamento Plano Operacional -Painéis de Controle - Plano de Vendas - Planos de Recursos - Orçamento Indicadores de Performance Monitorar e Aprender -Revisões Estratégicas - Revisões Operacionais Resultados Execução Processo Iniciativa Fonte : A Execução Premium, 2008, Kaplan & Norton

7 Sistema de Gestão Estratégica da Seguros Unimed O Sistema de Gestão Estratégica é aderente aos cinco princípios da Organização Orientada à Estratégia. Para alcançarmos os objetivos traçados a Seguros Unimed estruturou o Sistema de Gestão Estratégica baseado na metodologia PDCA.

8 Ciclo PDCA do Sistema de Gestão Estratégica da Seguros Unimed 1 - Abertura do Ciclo de Revisão do Planejamento Estratégico - Reunir e envolver lideranças nas fases de formulação da estratégia. 2 - Elaboração do Diagnostico Estratégico - Informações a respeito dos ambientes externos e interno e stakeholders Acionistas Fornecedores Colaboradores Seguros Unimed Governo Clientes Concorrentes Sociedade Mapeamento das questões mais impactantes no presente Mapeamento das incertezas no futuro 5 ANOS Construção de 4 cenários para cada segmento de negócio 3 - Construção de Cenários Estratégicos - visão ampla e profunda do ambiente competitivo.

9 Ciclo PDCA do Sistema de Gestão Estratégica da Seguros Unimed 4 - Revisão da Matriz SWOT Para cada segmento de negócio, são identificados entre todos os itens relacionados (Oportunidade, Ameaças, Forças e Fraquezas) quais são os prioritários e relevantes. A classificação da relevância de cada item, definirá quais são os mais predominantes possibilitando avaliar o negócio entre os quadrantes: Crescer, Desenvolver, Manter e Sobreviver. 5 - Revisão do Modelo de Negócio - Utilizamos o Business Model Canvas que tem como objetivo otimizar a visualização e compreensão do moedelo de negócio de cada segmento que atuamos. 6 - Elaboração do Mapa Estratégico - Demonstra o caminho que escolhemos para o cumprimento dos objetivos que nos porpusemos a alcançar para entregar a Visão de Futuro.

10 Aprendizado e Crescimento Processos Internos Mercado e Clientes Financeira PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO CRESCIMENTO MAPA ESTRATÉGICO CONSOLIDADO SEGUROS UNIMED VISÃO DE FUTURO: SER REFERÊNCIA COMO EMPRESA INOVADORA COM EXCELÊNCIA NO CUIDAR DE PESSOAS SUSTENTABILIDADE Nesta perspectiva são definidas, Aumentar em sintonia Valor para os com Acionistas o Orçamento, as Metas Globais, traduzidas em indicadores financeiros que garantem o equilíbrio entre os temas Crescimento e Sustentabilidade e representam o alcance da Visão de Futuro. Controlar Despesas Controlar Otimizar Despesas Aumentar Receita Os indicadores financeiros Comerciais definidos se aplicam para Sinistralidade todos os segmentos de Administrativas negócio. (Exceto o indicador de Sinistralidade, pois não se aplica para o segmento de negócio Previdência Privada) Para o alcance das Metas Globais e com base na Análise SWOT são definidas as Diretrizes Estratégicas Ampliar o Portfólio que de são os direcionadores da estratégia Fidelizar de e Rentabilizar atuação da Seguros Unimed no Negócios Mercado. Clientes Estabelecer parcerias e relacionamentos sólidos para comercialização Buscar excelência em Qualidade de produtos e serviços Esta Desenvolver perspectiva e Gerir é composta pelos Processos de Negócio da Cadeia de Valor, que sustenta o Comercializar Produtos Gerir Contratos Operacionalizar Serviços alcance Produtos da Perspectiva de Mercado e Clientes, e são traduzidos em demandas estratégicas Gestão da carteira de contratos, Gestão de Sinistros, Rede Prestadores e de processos internos específicos para renegociação, cada retenção segmento e portabilidadede negócio Relacionamento com Clientes Desenvolvimento de novos produtos e gestão do Portfólio existente Gestão de canais de distribuição, força de vendas e implantação de novos contratos Na perspectiva de Aprendizado e Crescimento estão os Objetivos Corporativos para garantir a prontidão Cuidar, Desenvolver do Capital e Humano, Prover Sistemas do Capital de da Informação Gestão da Reputação e do Capital Organizacional Consolidar Gestão que e Administrar Pessoas sustentam Informação a Estratégia da companhia. Corporativa Governança Corporativa

11 Integração do Mapa Estratégico com Processos de Negócio Processos Internos Mapa Estratégico Consolidado 2013 Cadeia de Valor Seguros Unimed Demandas Estratégicas de Processos Prontidão dos Processos Os processos de Negócio da Cadeia de Valor devem estar prontos para atender as demandas estratégicas da Perspectiva de Processos Internos do Mapa Estratégico Consolidado e seus desdobramentos por Segmento de Negócio

12 Benefícios da integração da Cadeia de Valor com o Mapa Estratégico Os processos contribuem para o alcance da Estratégia; Cadeia de Valor e o Mapa Estratégico conectados; Permite que os objetivos estratégicos da Perspectiva de Processos sejam definidos a partir dos processos da Cadeia de Valor; De forma a contribuir para reforçar a visão da Cadeia de Valor como um instrumento de gestão estratégica. GANHOS ADICIONAIS: Eficiência nos processos; Confiabilidade nas informações; Melhor atendimento ao cliente; Atendimento às exigências dos orgãos reguladores; Participação ativa dos colaboradores.

13 ALTERAR FAROIS

14 Perspectiva Processos Internos Processos de Negócio Comercializar Produtos Expandir negócios e aumentar a base compradora, por meio da capacitação e estruturação da força de vendas e políticas comerciais para os canais de distribuição, conforme melhores práticas de mercado FOCO 2013: Saúde Odonto Vida Previdência Privada Foco Saúde 1 Foco Odonto 1 Foco Vida 1 Foco Previdência Privada 1 Foco Saúde 2 Foco Odonto 2 Foco Vida 2 Foco Previdência Privada 2 Foco Saúde 3 Foco Odonto 3 Foco Vida 3 Foco Previdência Privada 3 Foco Saúde 4 Foco Odonto 4 Mapear processos de venda Foco Previdência Privada 4 para melhorar os prazos de retorno ao cliente

15 Desdobramento Missão: Oferecer produtos de qualidade em seguros, atendendo às necessidades das cooperativas e do mercado em geral Macroprocessos Comercializar Produtos Processos Gerir Canais de Vendas Gerir Força de Vendas Negociar e Implantar Contratos Subprocessos Negociar novo contrato Implantar contratos Iniciativas Estratégicas Ações de Melhorias Projetos Estratégicos

16 Iniciativas Estratégicas - Ações de Melhorias Ciclo PDCA para Ações de Melhorias Ações de Melhorias P Plan Planejando a Melhoria Definição de Escopo Mapeamento As Is e To Be Identificação de ganhos Elaboração Plano de Implementação Priorização das melhorias (Comitê TI) D Do Executando a Melhoria Execução das melhorias Ação sob responsabilidade das áreas com suporte metodológico do Escritório de Processos. C- Check Verificando a melhoria Status Report do Plano de Implementação A Assess Avaliando a melhoria Operação Assistida Definição de Indicadores Operacionais Elaboração dos Documentos Normativos

17 Iniciativas Estratégicas - Projetos Estratégicos Ciclo PDCA para Projetos Estratégicos Projetos Estratégicos Gerenciamento de Portfólio P D C A Definição do Portfólio de Projeto Padronizar Métodos e Ferramentas Execução dos Projetos Verificando o Portfólio Garantindo a Causa e Efeito Formulários de Demandas de Projetos Elaboração da Matriz de Priorização Seleção de Projetos Gerenciamento do Portfólio do Projeto Monitorar Portfólio do Projeto Monitorar as Práticas Implementadas Garantir Causa e Efeito P D C A Iniciação Planejamento Execução Monitoramento / Controle Gerenciamento do Projeto Encerramento

18 Outros Desdobramentos A conexão da Cadeia de Valor com o Mapa Estratégico, nos permite ainda pensar nos seguintes desdobramentos: Estabelecimento de Indicadores e metas por processos; Construção de documentos normativos por processos; Gestão do Conhecimento por processo por meio do Portal da Estratégia e Governança e do Portal do Colaborador; Definição de competências e dimensionamento de equipes por processo.

19 AVALIAR (Act) PLANEJAR (Plan) VERIFICAR (Check) EXECUTAR (Do) Capacitação e Comunicação Portal Estratégia & Governança

20 Portal Estratégia & Governança

21 Mapa Estratégico Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

22 Relação de Causa e Efeito Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

23 Desempenho da Meta Global Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

24 Análise Crítica Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

25 Série Histórica Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

26 Portal Estratégia & Governança Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

27 Processos Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

28 Portal Estratégia & Governança Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

29 Processos Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

30 Cadeia de Valor Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

31 Desdobramento Cadeia de Valor Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

32 Diagrama de Escopo do Processo Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

33 Processos Sistema de Gestão Estratégica Projetos Processos

34 Processos e Qualidade PPQG ciclo 2011 Premiação: Medalha Bronze PPQG ciclo 2012 Premiação: Medalha Prata PPQG ciclo 2013 Premiação: Rumo a Medalha Ouro

35 AVALIAR (Act) PLANEJAR (Plan) VERIFICAR (Check) EXECUTAR (Do) Capacitação e Comunicação Cadeia de Valor Portal do Colaborador

36 Cadeia de Valor no Portal do Colaborador

37 Cadeia de Valor no Portal do Colaborador

38 Desdobramento Cadeia de Valor GESTÃO Desenvolver Visão Estratégica Gerir Relações Internas e Externas ao Sistema Unimed Processo 1 Processo 3 Processo 5 Processo 1 Processo 3 Processo 5 Processo 2 Processo 4 Processo 2 Processo 4 Processo 6 NEGÓCIOS Desenvolver e Gerir Produtos Comercializar Produtos Operacionalizar Serviço Processo 1 Processo 2 Processo 3 Processo 1 Processo 2 Processo 3 Processo 1 Processo 2 Processo 3 Gerir Contratos Processo 1 Processo 2 Processo 3 Precificar Processo 1 Processo 2 Processo 3 C L I E N T E APOIO Processo 1 Processo 1 Processo 1 Processo 1 Processo 2 Processo 3 Processo 4 Processo 2 Processo 3 Processo 2 Processo 3 Processo 4 Processo 1 Processo 2 Processo 2 Processo 3 Processo 1 Processo 2 Gerir Pessoas Gerir Finanças / Contabilidade Gerir Administrativo Gerir TI Gerir Jurídico Gerir Melhorias Organizacionais

39 Desdobramento Cadeia de Valor

40 Desdobramento Cadeia de Valor

41 AVALIAR (Act) PLANEJAR (Plan) VERIFICAR (Check) EXECUTAR (Do) Capacitação e Comunicação Outros canais

42 Capacitação de Comunicação

43 Uma estratégia sem táticas é o caminho mais lento para a vitória. Táticas sem estratégia representam o caos que antecede uma derrota! Robert Kaplan Fonte : A Execução Premium, 2008, Kaplan & Norton São Paulo, 05/06/13

44 Obrigada! Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13

Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo

Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo Gerenciamento Estratégico e EHS Uma parceria que dá certo INTRODUÇÃO O Balanced Scorecard (BSC) é uma metodologia desenvolvida para traduzir, em termos operacionais, a Visão e a Estratégia das organizações

Leia mais

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve.

Balanced Scorecard BSC. O que não é medido não é gerenciado. Medir é importante? Também não se pode medir o que não se descreve. Balanced Scorecard BSC 1 2 A metodologia (Mapas Estratégicos e Balanced Scorecard BSC) foi criada por professores de Harvard no início da década de 90, e é amplamente difundida e aplicada com sucesso em

Leia mais

Dinamizar e Implementar a Estratégia Gabriel Silva

Dinamizar e Implementar a Estratégia Gabriel Silva Dinamizar e Implementar a Estratégia Gabriel Silva Tempos de Mudança Mercados Tecnologia Pessoas Papel do Estado Escassez de Recursos Úteis no Longo Prazo Desdobramento dos Recursos 1 Missão Porque é que

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto

Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto BALANCED SCORECARD Qualider Consultoria e Treinamento Instrutor: José Roberto Por que a Implementação da Estratégia torna-se cada vez mais importante? Você conhece a Estratégia de sua Empresa? Muitos líderes

Leia mais

Observação: Aqui não esta sendo exposto a questão da estratégia competitiva e os fatores internos e externos à companhia.

Observação: Aqui não esta sendo exposto a questão da estratégia competitiva e os fatores internos e externos à companhia. Avaliação de Desempenho- Professor: Robson Soares Capítulo 2 Alinhamento do desempenho humano ao organizacional Veremos agora o alinhamento do desempenho humano ao organizacional. Segundo Souza (2005),

Leia mais

Execução da Estratégia e Alinhamento Organizacional. JOSÉ SILVA BARBOSA Secretário de Gestão Estratégica

Execução da Estratégia e Alinhamento Organizacional. JOSÉ SILVA BARBOSA Secretário de Gestão Estratégica Execução da Estratégia e Alinhamento Organizacional JOSÉ SILVA BARBOSA Secretário de Gestão Estratégica SET/2010 Quem Somos? Criação: Lei nº 8.430/92, 8 de junho de 1992 Varas do Trabalho: 26 Varas Itinerantes:

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico Agenda Apresentação Planejamento Estratégico Stratec Perguntas Agenda David Azevedo davidazevedo@hotmail.com (019) 99764-4664 Clientes dos Segmentos Eletrodomésticos Home Appliances

Leia mais

GESPÚBLICA. Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012

GESPÚBLICA. Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012 GESPÚBLICA Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012 Resultados Decisões Estratégicas Informações / Análises O PROCESSO DE GESTÃO ESTRATÉGICA Ideologia Organizacional Missão, Visão,Valores Análise do Ambiente

Leia mais

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning Curso e- Learning Planejamento Estratégico através do Balanced Scorecard Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais

Módulo 2. Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios

Módulo 2. Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios Módulo 2 Origem do BSC, desdobramento do BSC, estrutura e processo de criação do BSC, gestão estratégica e exercícios Origem do BSC Cenário Competitivos CONCORRENTE A CONCORRENTE C VISÃO DE FUTURO ESTRATÉGIA

Leia mais

GESPÚBLICA. Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012

GESPÚBLICA. Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012 GESPÚBLICA Brasília ǀ 25 de Setembro de 2012 Resultados Decisões Estratégicas Informações / Análises O PROCESSO DE GESTÃO ESTRATÉGICA Ideologia Organizacional Missão, Visão,Valores Análise do Ambiente

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria de desenvolvimento e implementação de estratégias, governança, melhoria

Leia mais

Miguel de Paula. Gente, Gestão e Serviços

Miguel de Paula. Gente, Gestão e Serviços Miguel de Paula Gente, Gestão e Serviços Provendo Serviços e Talentos 2 Estrutura GENTE, GESTÃO E SERVIÇOS SERVIÇOS COMPARTILHADOS TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GESTÃO GENTE Serviços Acadêmicos Serviços Financeiros

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 66, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2012. Institui o Programa de Fortalecimento Institucional da ANAC. A DIRETORIA DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício das competências

Leia mais

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br COBIT Governança de TI Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br Sobre mim Juvenal Santana Gerente de Projetos PMP; Cobit Certified; ITIL Certified; OOAD Certified; 9+ anos de experiência em TI; Especialista

Leia mais

Certificação ISO/IEC 27001. SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação. A Experiência da DATAPREV

Certificação ISO/IEC 27001. SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação. A Experiência da DATAPREV Certificação ISO/IEC 27001 SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação A Experiência da DATAPREV DATAPREV Quem somos? Empresa pública vinculada ao Ministério da Previdência Social, com personalidade

Leia mais

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia de Curitiba-PR. LOCAL: Curitiba-PR 24/04/2014

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia de Curitiba-PR. LOCAL: Curitiba-PR 24/04/2014 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia de Curitiba-PR LOCAL: Curitiba-PR 24/04/2014 TEMA DA PALESTRA: Ferramentas de Gestão Estratégica PALESTRANTE: Edison

Leia mais

PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES

PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES PROJETO UTILIZANDO QLIKVIEW PARA ESTUDO / SIMULAÇÃO DE INDICADORES Fábio S. de Oliveira 1 Daniel Murara Barcia 2 RESUMO Gerenciar informações tem um sido um grande desafio para as empresas diante da competitividade

Leia mais

I WORKSHOP FNCC. Governança da TI. Mário Sérgio Ribeiro Sócio-Diretor mario.ribeiro@enigmaconsultoria.com.br (11) 2338-1666 (11) 9-9845-7396

I WORKSHOP FNCC. Governança da TI. Mário Sérgio Ribeiro Sócio-Diretor mario.ribeiro@enigmaconsultoria.com.br (11) 2338-1666 (11) 9-9845-7396 I WORKSHOP FNCC Governança da TI Mário Sérgio Ribeiro Sócio-Diretor mario.ribeiro@enigmaconsultoria.com.br (11) 2338-1666 (11) 9-9845-7396 São Paulo, 22 de setembro de 2015 1 OBJETIVO Apresentar a Enigma

Leia mais

PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial

PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento Gestão Classe Mundial O principal vetor para alavancar a universalização dos serviços de saneamento ambiental com competitividade e sustentabilidade PNQS

Leia mais

ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) CENTROS DE PESQUISA (15)

ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) CENTROS DE PESQUISA (15) ESTRUTURA DO ICMBio 387 UNIDADES ORGANIZACIONAIS COORDENAÇÕES REGIONAIS (11) SEDE (1) UNIDADES DE CONSERVAÇÃO (312) CENTROS DE PESQUISA (15) ACADEBio (1) BASES AVANÇADAS DOS CENTROS (38) UNIDADES AVANÇADAS

Leia mais

Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager. Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence

Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager. Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence Interact Group Fundação: agosto / 1999 80 Colaboradores diretos 85 Colaboradores nas

Leia mais

1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública. Cadeia de valor. Quando? Como? Porque?

1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública. Cadeia de valor. Quando? Como? Porque? 1º Congresso Nacional de Gerenciamento de Processos na Gestão Pública Cadeia de valor Quando? Como? Porque? ABPMP Novembro-2012 1 QUANDO CONSTRUIR UMA CADEIA DE VALOR? - Gestão de processos - Gestão de

Leia mais

RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias

RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias RDPG - Programa de Desenvolvimento da Liderança com foco nas Estratégias A. A OPORTUNIDADE A.1 Qual foi a oportunidade de melhoria de gestão (problema, desafio, dificuldade), solucionada pela prática

Leia mais

Balanced Scorecard. Resumo Metodológico

Balanced Scorecard. Resumo Metodológico Balanced Scorecard Resumo Metodológico Estratégia nunca foi foi tão tão importante Business Week Week Entretanto... Menos de de 10% 10% das das estratégias efetivamente formuladas são são eficientemente

Leia mais

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão

ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM. Reflexões voltadas para a Gestão ANEC PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO UMA ABORDAGEM Reflexões voltadas para a Gestão MUDANÇAS EDUCAÇÃO NO BRASIL 1996 Lei 9.934 LDB 1772 Reforma Pombalina 1549 Ensino Educação público no dos Brasil Jesuítas Lei

Leia mais

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília

Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília Rio de Janeiro São Paulo Belo Horizonte Brasília INTEGRANDO UM DIAGNÓSTICO À GESTÃO POR PROCESSOS Pedro Barreto SUMÁRIO 1 Diagnóstico financeiro versus

Leia mais

Como tudo começou...

Como tudo começou... Gestão Estratégica 7 Implementação da Estratégica - BSC Prof. Dr. Marco Antonio Pereira pereira@marco.eng.br Como tudo começou... 1982 In Search of Excellence (Vencendo a Crise) vendeu 1.000.000 de livros

Leia mais

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira

GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS. Vanice Ferreira GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS Vanice Ferreira 12 de junho de 2012 GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais DE QUE PROCESSOS ESTAMOS FALANDO? GESTÃO E OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS: conceitos iniciais

Leia mais

Implantação do Gerenciamento de Projetos no Processo de Expansão de Alta Tensão da CEMIG-D: Os Desafios da Mudança Cultural

Implantação do Gerenciamento de Projetos no Processo de Expansão de Alta Tensão da CEMIG-D: Os Desafios da Mudança Cultural Implantação do Gerenciamento de Projetos no Processo de Expansão de Alta Tensão da CEMIG-D: Os Desafios da Mudança Cultural Júlio César Marques de Lima Agenda O Processo de Expansão AT da CEMIG-D. Cronograma

Leia mais

Agenda. Visão Geral Alinhamento Estratégico de TI Princípios de TI Plano de TI Portfolio de TI Operações de Serviços de TI Desempenho da área de TI

Agenda. Visão Geral Alinhamento Estratégico de TI Princípios de TI Plano de TI Portfolio de TI Operações de Serviços de TI Desempenho da área de TI Governança de TI Agenda Visão Geral Alinhamento Estratégico de TI Princípios de TI Plano de TI Portfolio de TI Operações de Serviços de TI Desempenho da área de TI Modelo de Governança de TI Uso do modelo

Leia mais

DA ESTRATÉGIA A EXECUÇÃO

DA ESTRATÉGIA A EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA A EXECUÇÃO LITZ Estratégia e Marketing As empresas buscam melhoria, a Litz apresenta a solução Estratégia e Marke-ng são assuntos dominantes e de interesse prioritário para grande parte das

Leia mais

Administração Judiciária

Administração Judiciária Administração Judiciária Planejamento e Gestão Estratégica Claudio Oliveira Assessor de Planejamento e Gestão Estratégica Conselho Superior da Justiça do Trabalho Gestão Estratégica Comunicação da Estratégia

Leia mais

ESTÁGIO DE NIVELAMENTO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS MACROPROCESSO DE GESTÃO DO PORTFÓLIO

ESTÁGIO DE NIVELAMENTO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS MACROPROCESSO DE GESTÃO DO PORTFÓLIO ESTÁGIO DE NIVELAMENTO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS MACROPROCESSO DE GESTÃO DO PORTFÓLIO 05.11.2015 SUMÁRIO INTRODUÇÃO DEFINIÇÃO DE PORTFÓLIO CENÁRIO NEGATIVO DOS PORTFÓLIOS NAS ORGANIZAÇÕES GOVERNANÇA

Leia mais

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO

PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO PLANO DE AÇÃO ESTRATÉGICO ANEXO Plano de Ação Estratégico Estratégias empresariais Anexo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas SEBRAE Unidade de Capacitação Empresarial Estratégias

Leia mais

Gestão estratégica em finanças

Gestão estratégica em finanças Gestão estratégica em finanças Resulta Consultoria Empresarial Gestão de custos e maximização de resultados A nova realidade do mercado tem feito com que as empresas contratem serviços especializados pelo

Leia mais

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ

Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Um jeito Diferente, Inovador e Prático de fazer Educação Corporativa Ementa do MBA Executivo em Gestão Empresarial com ênfase em Locação de Equipamento Turma: SINDILEQ Objetivo: Auxiliar o desenvolvimento

Leia mais

Organização por Processos Por Vitor Hugo De Castro Cunha

Organização por Processos Por Vitor Hugo De Castro Cunha Organização por Processos Por Vitor Hugo De Castro Cunha Com a ploriferação das técnicas de administração, estratégia e normas de qualidade, freqüentemente nos perguntamos se nossa organização oferece

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 3. Gestão empresarial 3.1 Gestão empresarial Objetivo: prover

Leia mais

Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia

Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia Ricardo Paulino Gerente de Processos e Estratégia Agenda Sobre a Ferrettigroup Brasil O Escritório de Processos Estratégia Adotada Operacionalização do Escritório de Processos Cenário Atual Próximos Desafios

Leia mais

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Evolução e Conceitos de Gestão da TI Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Conceitos de Governança de TI Fatores motivadores das mudanças Evolução da Gestão de TI Ciclo da Governança

Leia mais

METODOLOGIA HSM Centrada nos participantes com professores com experiência executiva, materiais especialmente desenvolvidos e infraestrutura tecnológica privilegiada. O conteúdo exclusivo dos especialistas

Leia mais

Pronta para se tornar uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo

Pronta para se tornar uma das 20 maiores produtoras de cimento do mundo 06 Governança TRANSPARÊNCIA 23 Corporativa e Gestão Conselho de Administração O Conselho de Administração da Camargo Corrêa Cimentos é composto de até seis membros, sendo um presidente, três vice-presidentes

Leia mais

Monitoramento e Avaliação Estratégica

Monitoramento e Avaliação Estratégica Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento PNQS Inovação da Gestão em Saneamento IGS Monitoramento e Avaliação Estratégica 2012 1 ORGANOGRAMA Diretoria da Presidência Diretoria Administrativa Diretoria

Leia mais

Módulo 3: O Metódo Balance Scorecard (BSC)

Módulo 3: O Metódo Balance Scorecard (BSC) ENAP Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gestão da Estratégia com uso do BSC Conteúdo para impressão Módulo 3: O Metódo Balance Scorecard (BSC) Brasília 2014

Leia mais

Portfólio de Serviços

Portfólio de Serviços Portfólio de Serviços Consultoria de resultados MOTIVAÇÃO EM GERAR Somos uma consultoria de resultados! Entregamos muito mais que relatórios. Entregamos melhorias na gestão, proporcionando aumento dos

Leia mais

Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho

Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) Plano de Trabalho Versão 1.0 Superintendência da Gestão Técnica da Informação SGI Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Índice INTRODUÇÃO... 3 FINALIDADE...

Leia mais

Governança de TI. Focos: Altas doses de Negociação Educação dos dirigentes das áreas de negócios

Governança de TI. Focos: Altas doses de Negociação Educação dos dirigentes das áreas de negócios Governança de TI Parte 3 Modelo de Governança v2 Prof. Luís Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR Modelo de Governança de TI Modelo adaptação para qualquer tipo de organização Componentes do modelo construídos/adaptados

Leia mais

Política de Logística de Suprimento

Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento 5 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas Eletrobras, através da integração

Leia mais

Pós-Graduação Governança dos Negócios: Direito, Economia e Gestão

Pós-Graduação Governança dos Negócios: Direito, Economia e Gestão Pós-Graduação Governança dos Negócios: Direito, Economia e Gestão Turmas de Agosto de 2014 Início das Aulas: 18/08/2014 Termino das Aulas: 31/08/2015 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às 22h30

Leia mais

Processo de Negociação. Quem somos. Nossos Serviços. Clientes e Parceiros

Processo de Negociação. Quem somos. Nossos Serviços. Clientes e Parceiros Quem somos Nossos Serviços Processo de Negociação Clientes e Parceiros O NOSSO NEGÓCIO É AJUDAR EMPRESAS A RESOLVEREM PROBLEMAS DE GESTÃO Consultoria empresarial a menor custo Aumento da qualidade e da

Leia mais

Balanced Scorecard - BSC Indicadores de. Prof. Douglas Rocha, M.Eng.

Balanced Scorecard - BSC Indicadores de. Prof. Douglas Rocha, M.Eng. Balanced Scorecard - BSC Indicadores de Desempenho Prof. Douglas Rocha, M.Eng. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Estratégica 2. Definições de Visão Estratégica 3. Vantagem competitiva 4. Posicionamento Estratégico

Leia mais

PAEX Parceiros para a Excelência

PAEX Parceiros para a Excelência PAEX Parceiros para a Excelência Estabelecer parcerias por melhores resultados: uma prática comum na natureza e nas empresas que querem se desenvolver. CONHECA A FDC Alianças Internacionais: Uma Escola

Leia mais

Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Fundação Municipal de Tecnologia da Informação e Comunicação de Canoas Diretoria Executiva PLANO DIRETOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 2012 2015 Controle de Revisão Ver. Natureza Data Elaborador Revisor

Leia mais

FERRAMENTAS DA QUALIDADE BALANCED SCORECARD

FERRAMENTAS DA QUALIDADE BALANCED SCORECARD FERRAMENTAS DA QUALIDADE BALANCED SCORECARD Histórico Desenvolvimento do Balanced Scorecard: 1987, o primeiro Balanced Scorecard desenvolvido por Arthur Schneiderman na Analog Devices, uma empresa de porte

Leia mais

Gestão Estratégica da Informação

Gestão Estratégica da Informação Valorizando o Rio de Janeiro Gestão Estratégica da Informação Visão e Aplicações Palestrante: Prof.: Marcelo Almeida Magalhães "Many of us underestimated just how fast business process modeling would become

Leia mais

Como facilitar sua Gestão Empresarial

Como facilitar sua Gestão Empresarial Divulgação Portal METROCAMP Como facilitar sua Gestão Empresarial Aplique o CANVAS - montando o seu(!) Modelo de Gestão Empresarial de Werner Kugelmeier WWW.wkprisma.com.br Por que empresas precisam de

Leia mais

Principais conceitos Etapas do planejamento Gestão Estratégica. Prof. Marcelo Marques. 5. Elaboração dos Planos Setoriais

Principais conceitos Etapas do planejamento Gestão Estratégica. Prof. Marcelo Marques. 5. Elaboração dos Planos Setoriais Principais conceitos Etapas do planejamento Gestão Estratégica Prof. Marcelo Marques 1. Priorização das iniciativas estratégicas 2. Criação do mapa estratégico 3. Definição de indicadores e metas institucionais

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

Metodologia de Planejamento Estratégico e Gerenciamento de Portfólio

Metodologia de Planejamento Estratégico e Gerenciamento de Portfólio Tribunal de Justiça do Estado do Ceará Departamento de Estratégia e Projetos Metodologia de Planejamento Estratégico e Gerenciamento de Portfólio Fortaleza Dezembro de 2011 Créditos Elaboração Tribunal

Leia mais

Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Módulo 4.1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EVOLUÇÃO DA COMPETIÇÃO NOS NEGÓCIOS 1. Revolução industrial: Surgimento das primeiras organizações e como consequência, a competição pelo mercado de commodities. 2.

Leia mais

ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL

ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL ANEXO X DIAGNÓSTICO GERAL 1 SUMÁRIO DIAGNÓSTICO GERAL...3 1. PREMISSAS...3 2. CHECKLIST...4 3. ITENS NÃO PREVISTOS NO MODELO DE REFERÊNCIA...11 4. GLOSSÁRIO...13 2 DIAGNÓSTICO GERAL Este diagnóstico é

Leia mais

GOVERNANÇA EM TI. Prof. Acrisio Tavares

GOVERNANÇA EM TI. Prof. Acrisio Tavares GESTÃO ESTRATÉGICA DO SUPRIMENTO E O IMPACTO NO DESEMPENHO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS SÉRIE ESPECIAL PCSS A GOVERNANÇA EM TI, SEU DIFERENCIAL E APOIO AO CRESCIMENTO Prof. Acrisio Tavares G GOVERNANÇA EM

Leia mais

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS Sistema Eletrobrás Política de Logística de Suprimento do Sistema Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO 4 POLÍTICA DE Logística de Suprimento

Leia mais

Clique para editar o estilo do título mestre BSC. Mais do que uma ferramenta, um atalho para se alcançar a Visão de Futuro.

Clique para editar o estilo do título mestre BSC. Mais do que uma ferramenta, um atalho para se alcançar a Visão de Futuro. Clique para editar o estilo do título mestre BSC Mais do que uma ferramenta, um atalho para se alcançar a Visão de Futuro Outubro 2009 Como garantir a sustentabilidade dos resultados no curto e no longo

Leia mais

Governança de TI. Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? Conhecimento em Tecnologia da Informação

Governança de TI. Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Governança de TI Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? 2010 Bridge Consulting Apresentação A Governança de Tecnologia

Leia mais

Unidade II PROCESSOS ORGANIZACIONAIS. Prof. Léo Noronha

Unidade II PROCESSOS ORGANIZACIONAIS. Prof. Léo Noronha Unidade II PROCESSOS ORGANIZACIONAIS Prof. Léo Noronha Macroprocesso Referência: sistema de gestão da qualidade pela NBR ISO 9011:2008. Macroprocesso Para a realização do produto, necessitase da integração

Leia mais

Ângela F. Brodbeck. Ana Maria Rizzo Silva

Ângela F. Brodbeck. Ana Maria Rizzo Silva Alinhamento Estratégico entre TI e Negócio Alinhamento entre Ações Estratégicas, Processos e iniciativas de Tecnologia de Informação Novembro, 2013 Ângela F. Brodbeck Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho.

Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. Gestão de Pessoas CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 5.Mapeamento e análise de processos organizacionais. Indicadores de Desempenho. AULA 07 - ATPS Prof. Leonardo Ferreira 1 A Estrutura Funcional X Horizontal Visão

Leia mais

Planejamento e Gerenciamento Estratégico. Balanced Scorecard

Planejamento e Gerenciamento Estratégico. Balanced Scorecard Planejamento e Gerenciamento Estratégico Balanced Scorecard 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria de desenvolvimento e implementação de estratégias,

Leia mais

MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS. 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc.

MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS. 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc. MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS 1 Prof. Martius v. Rodriguez y Rodriguez, pdsc. PRINCÍPIOS ANÁLISE ESTRATÉGICA (FOfA) BALANCED SCORECARD (BSC) EVOLUÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. ESCOLAS DE PENSAMENTO

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

O que é Balanced Scorecard?

O que é Balanced Scorecard? O que é Balanced Scorecard? A evolução do BSC de um sistema de indicadores para um modelo de gestão estratégica Fábio Fontanela Moreira Luiz Gustavo M. Sedrani Roberto de Campos Lima O que é Balanced Scorecard?

Leia mais

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com Conceito Com base nas definições podemos concluir que: Governança de de TI TI busca o compartilhamento de de decisões de de TI TI com os os demais dirigentes

Leia mais

#11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

#11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO #11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ÍNDICE 1. 2. 3. 4. 5. 6. Apresentação Níveis de planejamento Conceito geral Planejamento estratégico e o MEG Dicas para elaborar um planejamento estratégico eficaz Sobre a

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Somos uma empresa especializada em desenvolver e implementar soluções de alto impacto na gestão e competitividade empresarial. Nossa missão é agregar valor aos negócios de nossos

Leia mais

Trilhas Técnicas SBSI - 2014

Trilhas Técnicas SBSI - 2014 brunoronha@gmail.com, germanofenner@gmail.com, albertosampaio@ufc.br Brito (2012), os escritórios de gerenciamento de projetos são importantes para o fomento de mudanças, bem como para a melhoria da eficiência

Leia mais

Como vai a Governança de TI no Brasil? Resultados de pesquisa com 652 profissionais

Como vai a Governança de TI no Brasil? Resultados de pesquisa com 652 profissionais Fórum de Governança Tecnologia e Inovação LabGTI/UFLA Como vai a Governança de TI no Brasil? Resultados de pesquisa com 652 profissionais Pamela A. Santos pam.santos91@gmail.com Paulo H. S. Bermejo bermejo@dcc.ufla.br

Leia mais

Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2)

Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2) RIO DE JANEIRO SÃO PAULO BRASÍLIA BELO HORIZONTE Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2) Transformando as Operações Novos modelos de negócio Novos produtos, serviços e experiências

Leia mais

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Uma estrutura de apoio à Inovação Eliza Coral, Dr. Eng., PMP Outubro, 2010 Diretrizes Organizacionais Missão Contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Metodologia. Gestão de Projetos. Gestão do Conhecimento. Visão SAESP 2014-2015

Metodologia. Gestão de Projetos. Gestão do Conhecimento. Visão SAESP 2014-2015 Metodologia - Definição de valores, missão e visão - Definição e avaliação de cenários - Posicionamento estratégico e identificação e estabelecimento de metas - Definição e priorização de ações a partir

Leia mais

ALINHAMENTO DE PROCESSOS COM A ESTRATÉGIA DA ANTT. Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe aonde ir. Sêneca

ALINHAMENTO DE PROCESSOS COM A ESTRATÉGIA DA ANTT. Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe aonde ir. Sêneca ALINHAMENTO DE PROCESSOS COM A ESTRATÉGIA DA ANTT Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe aonde ir. Sêneca novembro 2012 Agenda Apresentação do escopo do projeto Metodologia Gestão de Processos Análise

Leia mais

Gestão de Processos. Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL

Gestão de Processos. Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL Conhecimento em Tecnologia da Informação Gestão de Processos Principais etapas, decisões e desafios da implantação de processos de TI com base no ITIL 2011 Bridge Consulting Apresentação É comum que as

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

Nossa Estrutura. 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008

Nossa Estrutura. 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008 Nossa Estrutura 43ª Reunião da Qualidade RS 02 de abril de 2008 Tecnologia da Informação para o Desempenho da Gestão Estratégica Com case Santa Casa de Porto Alegre por Fábio Frey Matthias Schneider Diretoria

Leia mais

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI

Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI Governança e Qualidade em Serviços de TI COBIT Governança de TI COBIT Processos de TI Aplicativos Informações Infraestrutura Pessoas O que é o CObIT? CObIT = Control Objectives for Information and Related

Leia mais

REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA

REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA VALIDAÇÃO DO MODELO CONCEITUAL DE GC DOS CORREIOS POR MEIO DO PROCESSO PILOTO CEP Alceu Roque Rech CORREIOS 17.06.13

Leia mais

VOLTAR AO ÍNDICE. Política de Sustentabilidade - Unimed SC

VOLTAR AO ÍNDICE. Política de Sustentabilidade - Unimed SC VOLTAR 1 POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE Unimed SC ÍNDICE IR PARA A PÁGINA Mensagem da Diretoria... Introdução à Política de Sustentabilidade... Metodologia... Públicos estratégicos... Política de Sustentabilidade...

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONSULTORIA EMPRESARIAL

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONSULTORIA EMPRESARIAL Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em CONSULTORIA EMPRESARIAL Inscrições Abertas: Início das aulas: 24/08/2015 Término das aulas: 14/08/2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Balanced Scorecard

BALANCED SCORECARD. Balanced Scorecard Olá, pessoal! Hoje trago para vocês uma aula sobre um dos tópicos que será cobrado na prova de Analista do TCU 2008: o Balanced Scorecard BSC. Trata-se de um assunto afeto à área da Contabilidade Gerencial,

Leia mais

Secretaria de Gestão Pública de São Paulo. Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI

Secretaria de Gestão Pública de São Paulo. Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI Secretaria de Gestão Pública de São Paulo Guia de Avaliação de Maturidade dos Processos de Gestão de TI Objetivos As empresas e seus executivos se esforçam para: Manter informações de qualidade para subsidiar

Leia mais

MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia. Palestrante: Roberto Libardi

MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia. Palestrante: Roberto Libardi MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia Palestrante: Roberto Libardi Nosso objetivo A construção de cenários futuros envolve o desenho de um caminho de ação que traça uma ponte entre o estágio

Leia mais

A medição do desempenho na cadeia de suprimentos JIT e compras

A medição do desempenho na cadeia de suprimentos JIT e compras A medição do desempenho na cadeia de suprimentos JIT e compras Medição do desempenho na cadeia de suprimentos Medição do desempenho Sob a perspectiva da gestão da produção, o desempenho pode ser definido

Leia mais

Lista de Exercícios - COBIT 5

Lista de Exercícios - COBIT 5 Lista de Exercícios - COBIT 5 1. O COBIT 5 possui: a) 3 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios b) 3 volumes, 5 habilitadores, 7 princípios c) 5 volumes, 7 habilitadores, 5 princípios d) 5 volumes, 5 habilitadores,

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM

MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM MELHORES PRÁTICAS DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES SOBRE SUSTENTABILIDADE Pronunciamento de Orientação CODIM COLETIVA DE IMPRENSA Participantes: Relatores: Geraldo Soares IBRI; Haroldo Reginaldo Levy Neto

Leia mais

Cartilha da Gestão Estratégica do Poder Judiciário

Cartilha da Gestão Estratégica do Poder Judiciário Cartilha da Gestão Estratégica do Poder Judiciário Conselho Nacional de Justiça Abril de 2010 1 Introdução Este documento, que se conforma em um roteiro, tem como objetivo subsidiar o Conselho Nacional

Leia mais

O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de

O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de Aula 02 1 2 O Gerenciamento Organizacional de Projetos (GOP) pode ser descrito como uma estrutura de execução da estratégia coorporativa, com objetivo de alcançar melhor desempenho, melhores resultados

Leia mais