Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras"

Transcrição

1 Desenvolvimento de Competências Alinhadas com as Estratégias Empresariais: O caso Petrobras

2 Sumário A Petrobras Os Desafios O Alinhamento Estratégico - Gestão por Competências - A Concepção da Universidade Petrobras Soluções Educacionais Corporativas Principais Resultados

3 A Petrobras

4 A Petrobras A Companhia atua em 26 países, além do Brasil Angola, Argentina, Bolívia, Chile, China, Cingapura, Colômbia, Equador, Guiné Equatorial, Estados Unidos, Irã, Japão, Líbia, México, Moçambique, Nigéria, Paquistão, Paraguai, Peru, Portugal, Reino Unido, Senegal, Tanzânia, Turquia, Uruguai, Venezuela.

5 A Petrobras Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional e internacional, fornecendo produtos e serviços adequados às necessidades dos clientes e contribuindo para o desenvolvimento do Brasil e dos países onde atua. Visão 2020 Seremos uma das cinco maiores empresas integradas de energia do mundo e a preferida pelos nossos públicos de interesse.

6 A Petrobras em números Valor de Mercado US$ 310 bilhões ( ) Investimento até 2012 US$ 112 bilhões Refinarias 16 Plataformas de produção 110 (77 fixas e 33 flutuantes) Dutos km (apenas em território nacional) Frota de navios 153 (55 de propriedade da Petrobras) Postos postos no Brasil e 990 no exterior Efetivo (em abril de 2008) 51 mil 041 empregados (Brasil)

7 Os Desafios

8 Os Desafios Retomada acelerada das admissões Evolução do efetivo

9 Os Desafios Transformação em empresa de energia e novos desafios tecnológicos A internacionalização Entrada em novos negócios Estar entre as cinco maiores empresas integradas de energia do mundo até 2020 Universidade Petrobras

10 O Alinhamento Estratégico O Modelo de Gestão por Competências Petrobras

11 O Alinhamento Estratégico Competências organizacionais Gestão de competências Competências individuais Conjunto de habilidades e comportamentos estruturados diferenciados que suportam uma vantagem estratégica, competitiva e sustentável a longo prazo. Saber agir responsável, que implica a capacidade de mobilizar os conhecimentos, habilidades e atitudes e que suportam as competências organizacionais, de maneira a gerar o melhor resultado diante dos desafios estratégicos estabelecidos pela Petrobras. Competências Organizacionais Devem estar presentes em toda a organização Competências Individuais Levam em consideração as necessidades dos processos de cada negócio Metodologia corporativa Corporativas Específicas

12 O Alinhamento Estratégico ORIENTAÇÃO PARA O MERCADO Modelo de gestão de competências RESPONSABI- LIDADE SOCIAL E AMBIENTAL CAPACIDADE DE DECISÃO TRABALHO EM EQUIPE INICIATIVA GESTÃO EMPRESARIAL GESTÃO DE PORTFÓLIOS, PROGRAMAS E PROJETOS GESTÃO DE PROCESSOS FOCO NO CLIENTE APRENDIZAGEM E COMPARTI- LHAMENTO DO CONHECIMENTO CRIATIVIDADE E INOVACAO Missão Visão Valores Petrobras ORIENTAÇÃO PARA PROCESSOS E RESULTADOS GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS LIDERANÇA DE PESSOAS ATUAÇÃO ESTRATÉGICA GESTÃO DE PESSOAS INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA OS NEGÓCIOS

13 O Alinhamento Estratégico RESPONSABI- LIDADE SOCIAL E AMBIENTAL Capacidade de conduzir os negócios e relações com as partes interessadas da Companhia com ética e transparência, contribuindo para o desenvolvimento sustentável dos países, regiões e comunidades onde atua, e para a promoção e valorização da marca e da identidade da Petrobras Componentes Respeito ao Meio Ambiente Visão do Ciclo de Vida Gestão das Condições de Trabalho Gestão da Diversidade Transparência nas Relações Definição Capacidade de identificar e avaliar as interações das atividades da Companhia com o meio ambiente e de implementar ações que, ao promover melhoria na ecoeficiência dessas atividades, permitam maximizar os benefícios atuais e futuros e minimizar os impactos negativos de tais interações, adotando medidas preventivas e de contingência.

14 A Concepção da Universidade Petrobras Transformando Competências em Soluções Educacionais

15 A Concepção da Universidade Petrobras Objetivo estratégico

16 A Concepção da Universidade Petrobras Tecnologia Ciência Gestão

17 A Concepção da Universidade Petrobras Universidade Petrobras Recursos Humanos Presidência PROGRAMA DE FORMAÇÃO ÁREA INTERNACIONAL ESCOLA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS E&P ESCOLA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS ABAST ESCOLA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS GÁS E ENERGIA ESCOLA DE GESTÃO E NEGÓCIOS ESCOLA DE ENGENHARIA E TECNOLOGIAS ESCOLA TÉCNICA EXPLORAÇÃO PRODUÇÃO PERFURAÇÃO ECONÔMICO - FINANCEIRA GESTÃO DE PESSOAS RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL SUPORTE À GESTÃO SUPORTE À EDUCAÇÃO CAMPUS RIO SÃO PAULO CAMPUS SALVADOR- TAQUIPE

18 O Alinhamento Estratégico Criação de comitês corporativos técnicos educacionais Construção do portfólio de soluções educacionais Sistema de Gestão Tecnológica e Educacional Petrobras

19 FOCO NO CLIENTE APRENDIZAGEM E COMPARTI- LHAMENTO DO CONHECIMENTO CAPACIDADE DE DECISÃO CRIATIVIDADE E INOVACAO TRABALHO EM EQUIPE INICIATIVA LIDERANÇA DE PESSOAS ATUAÇÃO ESTRATÉGICA ORIENTAÇÃO PARA PROCESSOS E RESULTADOS Sistema de Gestão Tecnológica e Educacional Petrobras GESTÃO DE PORTFÓLIOS, PROGRAMAS E PROJETOS RESPONSABI- LIDADE SOCIAL E AMBIENTAL ORIENTAÇÃO PARA O MERCADO GESTÃO EMPRESARIAL Missão Visão Valores Petrobras GESTÃO GESTÃO DE DE PROCESSOS PESSOAS GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS INOVAÇÃO E TECNOLOGIA PARA OS NEGÓCIOS PLANO ESTRATÉGICO DIRETRIZES CORPORATIVAS DE RH E TECNOLOGIAS COMITÊ CORPORATIVO TECNOLÓGICO EDUCACIONAL PETROBRAS COMITÊS TECNOLÓGICOS EDUCACIONAIS COMITÊS CORPORATIVOS EDUCACIONAIS PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA E EDUCACIONAL PLANO DE NEGÓCIOS RECURSOS HUMANOS COMITÊS OPERACIONAIS DOS PROGRAMAS TECNOLÓGICOS E EDUCACIONAIS CARTEIRA DE P&D CARTEIRA DE PROJETOS EDUCACIONAIS INCORPORAÇÃO DAS TECNOLOGIAS AOS PROCESSOS PRODUTIVOS INCORPORAÇÃO DAS SOLUÇÕES EDUCACIONAIS AOS PROCESSOS PRODUTIVOS BENEFÍCIOS ECONÔMICOS SOCIAIS E AMBIENTAIS

20 Sumário Soluções Educacionais Corporativas

21 Soluções Educacionais Corporativas Programas de Formação (novos empregados) Eleito um dos melhores programas educacionais para jovens do mundo (Petroleum Economist Awards). Programas de Educação Continuada Cursos de atualização (curta duração). Cursos de especialização. Mestrados, Doutorados e cursos de MBA com a participação de universidades e escolas de negócios brasileiras e estrangeiras.

22 Soluções Educacionais Corporativas Exemplos de programas de formação ESCOLA DE E&P Geologia de Petróleo Geofísica de Petróleo Química de Petróleo EngenhariadePetróleo ESCOLA DE GÁS E ENERGIA Engenharia Elétrica Análise de Comércio e Suprimento ESCOLA DE ABASTECIMIENTO Engenharia de Processamento Análise de Comércio e Suprimento ESCOLA DE ENGENHARIA Engenharia de Dutos Tecnologia da Informação ESCOLA DE GESTÃO E NEGÓCIOS SMS Segurança, Meio Ambiente e Saúde Engenharia de Produção

23 Soluções Educacionais Corporativas Exemplos de programas de educação continuada ESCOLA DE E&P Recuperação Secundária Geologia de Campo Elevação e Escoamento Processamento Sísmico Perfuração em Águas Profundas ESCOLA DE GÁS E ENERGIA Planejamento Energético Centrais Termelétricas Biocombustíveis Fontes Renováveis ESCOLA DE GESTÃO E NEGÓCIOS Desenvolvimento Gerencial Gerenciamento de Projetos SMS Segurança, Meio Ambiente e Saúde Economia e Finanças ESCOLA DE ABASTECIMIENTO Processos de Refino Planejamento e Controle de Manutenção Processos Petroquímicos Comercialização e Logística de Petróleo ESCOLA DE ENGENHARIA Dutos Submarinos Tecnologia da Informação Fiscalização de Construção e Montagem ESCOLA TÉCNICA Química de Petróleo Técnicas de Planejamento, Construção e Montagem

24 Soluções Educacionais Corporativas Escola de Ciências e Tecnologias E&P ECTEP Exploração Engenharia de poços (perfuração) Produção Aquisição, processamento e tecnologia científica Geologia de superfície e operações exploratórias Interpretação exploratória, avaliação de bacias e tecnologia geológica Acompanhamento e controle de projetos, análise econômica de parcerias Perfuração Completação Fluidos de perfuração Caracterizacão e engenharia de reservatório Elevação e escoamento Química, processamento primário, instalação manutenção Engenharía submarina

25 Soluções Educacionais Corporativas Escola de Ciências e Tecnologias ABAST ECTAB Processamentos Equipamentos Petróleo e produtos Processos industriais Petroquímica Engenharia de processos Marketing e logística Automação industrial Equipamentos estáticos Materiais e inspeção Engenharia naval e transporte marítimo Suprimentos Equipamentos dinâmicos Equipamentos de produção de óleo e gás

26 Soluções Educacionais Corporativas Escola de Ciências e Tecnologias Gás e Energia G&E Corporativo Marketing e comercializacão Logística e participacões em gás natural Operações e participacões em energía Desenvolvimento energético Sistemas elétricos Desenvolvimento sustentável

27 Soluções Educacionais Corporativas Escola de Engenharia e Tecnologias ET Engenharia TI TCOM Segurança da informação SMS

28 Soluções Educacionais Corporativas Escola de Gestão e Negócios EGN Gestão econômico-financeira Gestão de pessoas Responsabilidade social Desenvolvimento gerencial

29 Principais Resultados

30 Certificações

31 Certificações em Segurança de Poço Nível Introdutório Fundamental Supervisão Total Superfície Combinado Total (até 2007)

32 Year Number of Certified/Trained People Number of Blowouts Trained/Certified People Blowouts

33 Certificações

34 Principais Resultados Participação total de empregados em cursos da Universidade Petrobras

35 Principais Resultados Participação total de empregados em cursos da Universidade Petrobras

36 Principais Resultados

37 Principais Resultados Dimensão Social CRITERIA Company Score (%) 2005 Company Score (%) 2006 Company Score (%) 2007 Average Score (%) Best Score (%) Lowest Score DJSI World (%) Labor Practice Indicators Human Capital Development Talent Attraction & Retention CorporateCitizenship/Philanthropy Social Reporting Standards for Suppliers (IS) Occupational Health & Safety (IS) Social Impacts on Communities (IS) Stakeholder engagement (IS)

38 RH/Universidade Petrobras Walter Brito Gerente Geral

Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação

Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação Ciência sem Fronteiras: construindo redes internacionais para inovação Recursos Humanos Universidade Petrobras Brasil 12 a 14 de novembro Hotel Transamérica São Paulo. 2 Petrobras A PETROBRAS Atua como

Leia mais

PAINEL III. Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas

PAINEL III. Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas PAINEL III Mobilidade Internacional: uma área estratégica das empresas MAIO 2011 Atuação A atuação da Área de Negócio Internacional abrange as operações da indústria de petróleo e energia como exploração

Leia mais

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder

Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás. Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Iniciativas de Produção Mais Limpa na Indústria de Petróleo e Gás Daniela Machado Zampollo Lucia de Toledo Camara Neder Sumário A Empresa - Petrobras A Exploração e Produção de Óleo e Gás Gestão Ambiental

Leia mais

Capacitação de RH para Inovação

Capacitação de RH para Inovação Seminário Plano de Cargos e Salários Capacitação de RH para Inovação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais Visão Geral - Petrobras

Leia mais

Inteligência Tecnológica na Petrobras

Inteligência Tecnológica na Petrobras Inteligência Tecnológica na Petrobras Maio/2012 CENPES/GTEC/EST Informações Institucionais Sistema Tecnológico Petrobras Processos de Gestão da Tecnologia Monitoração e Prospecção Tecnológica Informações

Leia mais

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014

Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 1 Petrobras aprova Plano de Negócios 2010-2014 O Conselho de Administração aprovou o Plano de Negócios 2010-2014, com investimentos totais de US$ 224 bilhões, representando a média de US$ 44,8 bilhões

Leia mais

ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA

ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA PROMINP - 2o WORKSHOP NACIONAL ATUAÇÃO INTERNACIONAL DA PETROBRAS E AS OPORTUNIDADES PARA A INDÚSTRIA BRASILEIRA ÁREA DE NEGÓCIO INTERNACIONAL Cláudio Castejon Vitória, 28 de outubro de 2004 O portfolio

Leia mais

PROJETOS AMBIENTAIS PETROBRAS. Agenda ambiental positiva da indústria com a comunidade XII Semana Fiesp-Ciesp de Meio Ambiente 2010

PROJETOS AMBIENTAIS PETROBRAS. Agenda ambiental positiva da indústria com a comunidade XII Semana Fiesp-Ciesp de Meio Ambiente 2010 PROJETOS AMBIENTAIS PETROBRAS Agenda ambiental positiva da indústria com a comunidade XII Semana Fiesp-Ciesp de Meio Ambiente 2010 PETROBRAS EM GRANDES NÚMEROS 2008 112 Receita Operacional Líquida: R$

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

Willis Latin American Energy Conference

Willis Latin American Energy Conference Willis Latin American Energy Conference Planejamento Financeiro e Gestão de Riscos outubro 2012 Cátia Diniz Gerente Setorial de Seguros Internacionais Estas apresentações podem conter previsões acerca

Leia mais

Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade. Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança

Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade. Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança Desenvolvimento da Cadeia de Fornecedores e Sustentabilidade Augusto Riccio Coordenador de Organização Gestão &Governança Destaques Petrobras --------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010

PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 PLANO ESTRATÉGICO PETROBRAS 2015 PLANO DE NEGÓCIOS 2006-2010 MISSÃO Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nas atividades da indústria de óleo, gás e energia, nos mercados

Leia mais

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018

Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 Plano Estratégico Petrobras 2030 e Plano de Negócios e Gestão 2014 2018 A Petrobras comunica que seu Conselho de Administração aprovou o Plano Estratégico Petrobras 2030 (PE 2030) e o Plano de Negócios

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

AÇÕES DA PETROBRAS PARA FORTALECIMENTO DO SISTEMA BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO

AÇÕES DA PETROBRAS PARA FORTALECIMENTO DO SISTEMA BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO SEMINÁRIO IAAC AÇÕES DA PETROBRAS PARA FORTALECIMENTO DO SISTEMA BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO ERNANI TURAZZI Gerente do Cadastro de Fornecedores e FABIANO GONÇALVES MARTINS Gerente de Avaliação Técnica de

Leia mais

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br

Isaias Quaresma Masetti. Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br Inovação Tecnológica Frente aos Desafios da Indústria Naval Brasileira Isaias Quaresma Masetti Gerente Geral de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica masetti@petrobras.com.br ... O maior obstáculo à indústria

Leia mais

cadernos Desenvolvimento sustentável petrobras Em nome do futuro Ano 9 N o 10 dezembro 2009

cadernos Desenvolvimento sustentável petrobras Em nome do futuro Ano 9 N o 10 dezembro 2009 cadernos petrobras Ano 9 N o 10 dezembro 2009 Desenvolvimento Em nome do futuro Cuidando do presente para garantir o futuro Desenvolvimento é um dos dez valores com que a Petrobras trabalha para transformar

Leia mais

A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais. Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras

A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais. Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras A gestão das empresas estatais: contribuições para agências governamentais Augusto José Mendes Riccio Gerente de Práticas de Gestão Petrobras Visão e Missão da Petrobras Visão 2020 Ser uma das cinco maiores

Leia mais

Comprometidos com o Futuro da Educação

Comprometidos com o Futuro da Educação Comprometidos com o Futuro da Educação Comprometidos com o Futuro da Educação Educação Assim se Constroem as Grandes Nações A educação é vital para criar uma cultura baseada na excelência. A demanda por

Leia mais

Unidades de negócio 55 Postos de serviços 7132 Exploração de petróleo 59 sondas, sendo 49 marítimas 9,8 bilhões de barris de óleo e gás equivalentes

Unidades de negócio 55 Postos de serviços 7132 Exploração de petróleo 59 sondas, sendo 49 marítimas 9,8 bilhões de barris de óleo e gás equivalentes UNIVERSIDADES CORPORATIVAS: UM ESTUDO DE CASO Murillo César de Mello Brandão PETROBRAS/UC Jorge Luiz Pereira Borges PETROBRAS/UC Martius V. Rodriguez y Rodriguez PETROBRAS/UC RESUMO Dentro de um ambiente

Leia mais

PUCRS -REGINP -ANPROTEC. Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia

PUCRS -REGINP -ANPROTEC. Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia PUCRS -REGINP -ANPROTEC Experiência da Braskem Antônio L. Bragança Diretor de Tecnologia XXI Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas Porto Alegre, 26 Out 2011 AGENDA A BRASKEM

Leia mais

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas.

Conjunto de pessoas que formam a força de trabalho das empresas. 1. OBJETIVOS Estabelecer diretrizes que norteiem as ações das Empresas Eletrobras quanto à promoção do desenvolvimento sustentável, buscando equilibrar oportunidades de negócio com responsabilidade social,

Leia mais

Top de Marketing 2005

Top de Marketing 2005 Top de Marketing 2005 :: Introdução :: Responsabilidade Social e Ambiental :: Imagem :: Investimentos Introdução Cadeia da Petrobras - Resumo Cliente (ex.: Posto) Organograma Missão e Visão MISSÃO Atuar

Leia mais

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014

Oportunidades e desafios de qualificação profissional. III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Oportunidades e desafios de qualificação profissional III Balanço do Setor Naval e Offshore do Rio de Janeiro FIRJAN - 06/06/2014 Petrobras Plano de Negócios 2014-2018 Inovação e Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

EXCELÊNCIA EM SMS NA PETROBRAS UMA BUSCA PERMANENTE MARCOS VINÍCIUS DE MELLO

EXCELÊNCIA EM SMS NA PETROBRAS UMA BUSCA PERMANENTE MARCOS VINÍCIUS DE MELLO EXCELÊNCIA EM SMS NA PETROBRAS UMA BUSCA PERMANENTE MARCOS VINÍCIUS DE MELLO PETROBRAS EM GRANDES NÚMEROS 2006 Produção de Óleo e LGN: 1.920.000 boe/dia Produção de Gás Natural: 378.000 boe/dia Capacidade

Leia mais

O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades

O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades O Marco Regulatório do Pré-Sal e a Cadeia Produtiva da Industria: Desafios e Oportunidades Construção de uma Política Industrial Setorial Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral ONIP Brasilia, 3 de outubro

Leia mais

Comunicação Institucional Visão de Futuro

Comunicação Institucional Visão de Futuro Comunicação Institucional Visão de Futuro Organograma Presidente Comunicação Institucional Assistente Imagem Corporativa e Marcas Comitê Estratégico Imprensa Planejamento e Gestão Atendimento e Articulação

Leia mais

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO

EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO Objetivo Maximizar a participação da indústria nacional de bens e serviços, em bases competitivas e sustentáveis, na implantação de projetos de óleo e gás no Brasil e no exterior. 1 Desafios Históricos:

Leia mais

Automação, Controle e Otimização em Sistemas de Produção de Petróleo

Automação, Controle e Otimização em Sistemas de Produção de Petróleo Automação, Controle e Otimização em Sistemas de Produção de Petróleo Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina Apresentação da Rede Temática GeDIg, Março de 2008 Sumário

Leia mais

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior Alessandro Golombiewski Teixeira Secretário-Executivo São Paulo, agosto de 2012 Introdução 1 Contexto Econômico Internacional;

Leia mais

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT

K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT K & M KNOWLEDGE & MANAGEMENT Conhecimento para a ação em organizações vivas CONHECIMENTO O ativo intangível que fundamenta a realização dos seus sonhos e aspirações empresariais. NOSSO NEGÓCIO EDUCAÇÃO

Leia mais

Painel Inovação Aberta Colaborativa. Inovação na Petrobras

Painel Inovação Aberta Colaborativa. Inovação na Petrobras Painel Inovação Aberta Colaborativa Inovação na Petrobras São Paulo, 23 de agosto de 2012 Maria Cristina Espinheira Saba Gerente de Estratégia Tecnológica do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento (PETROBRAS/CENPES)

Leia mais

Tendências do Petróleo e Gás na América Latina: Desafios. Waldyr Martins Barroso Diretor

Tendências do Petróleo e Gás na América Latina: Desafios. Waldyr Martins Barroso Diretor Tendências do Petróleo e Gás na América Latina: Desafios Waldyr Martins Barroso Diretor Rio de Janeiro, 12 de novembro de 2015 Sumário Alterações nas Variáveis da Indústria de Petróleo e Gás América Latina

Leia mais

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050

INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 INOVAR com SUSTENTABILIDADE ENERGIA IBERO-AMERICANA 2050 Lisboa, 26 de Novembro 2009 1. EFICIÊNCIA ENERGÉTICA 2. MOBILIDADE SUSTENTÁVEL 3. EXPLORAÇÃO & PRODUÇÃO 4. DOUTORAMENTO EM MEIO EMPRESARIAL 5. OPEN

Leia mais

VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE

VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE VIII JORNADA DE SEGURANÇA EMPRESARIAL DO SISTEMA PETROBRAS 2009 PETROBRAS/GAPRE/SE VISÃO ESTRATÉGICA PARA PROTEÇÃO EMPRESARIAL DOS ATIVOS CRÍTICOS DO PRÉ-SAL Mauro Yuji Hayashi PETROBRAS/E&P-PRESAL/PLAN

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil 2º Workshop Platec E&P Onshore - Sondas de Perfuração e Workover - Equipamentos

Leia mais

Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP

Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP Coordenadoria de Conteúdo Local Marintec South America / 12ª Navalshore, 12/08/15 A Política de Conteúdo Local Definição: Política

Leia mais

Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE. Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012

Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE. Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012 Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012 PLATEC - CONCEITUAL Plataformas Tecnológicas É uma base de conhecimentos

Leia mais

Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás

Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás Desenvolvimento de Fornecedores para o Setor Petróleo e Gás Santos Offshore Alfredo Renault Santos, 10 de abril de 2014. Sumário I PERSPECTIVAS E INVESTIMENTOS DO SETOR II A CADEIA DE FORNECEDORES III

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Coordenadoria Geral de Pós-Graduação Lato Sensu PORTFÓLIO ESPECIALIZAÇÃO / MBA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Sumário ÁREA: CIÊNCIAS DA SAÚDE... 2 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL E DO TRABALHO... 2 ÁREA: COMUNICAÇÃO E LETRAS...

Leia mais

1. Informações Institucionais

1. Informações Institucionais 1. Informações Institucionais Nossa Empresa Líder mundial em eventos de negócios e consumo, a Reed Exhibitions atua na criação de contatos, conteúdo e comunidades com o poder de transformar negócios Números

Leia mais

ção o de Serviços Mariângela Santos Mundim Gerente de Planejamento e Avaliação Recursos Humanos Agosto/11

ção o de Serviços Mariângela Santos Mundim Gerente de Planejamento e Avaliação Recursos Humanos Agosto/11 Gestão o da Prestaçã ção o de Serviços Mariângela Santos Mundim Gerente de Planejamento e Avaliação Recursos Humanos Agosto/11 ROTEIRO A Petrobras Prestação de serviços na Petrobras Situação atual Diretrizes

Leia mais

Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras. Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos

Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras. Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos Reflexões sobre a Ética em Empresas de Tecnologia O Caso Petrobras Heitor Chagas de Oliveira Gerente Executivo Recursos Humanos Sustentabilidade e Competitividade SUSTENTABILIDADE pode ser entendida como

Leia mais

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014.

Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. Portaria Inep nº 249, de 02 de junho de 2014. Publicada no Diário Oficial da União em 04 de junho de 2014. O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

ÇÕES SOBRE MODELOS CONTRATUAIS PARA EXPLORAÇÃ ÇÃO O E PRODUÇÃ

ÇÕES SOBRE MODELOS CONTRATUAIS PARA EXPLORAÇÃ ÇÃO O E PRODUÇÃ CONSIDERAÇÕ ÇÕES SOBRE MODELOS CONTRATUAIS PARA EXPLORAÇÃ ÇÃO O E PRODUÇÃ ÇÃO O DE PETRÓLEO E GÁS G S NATURAL Ivan Simões Filho Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás G s e Biocombustíveis - IBP Seminário

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 336/2014

RESOLUÇÃO N.º 336/2014 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 336/2014 EMENTA: Estabelece o currículo do Curso de Pós-graduação, nível Especialização, MBA em Desenvolvimento Gerencial

Leia mais

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público nº 345 novembro 2014 Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público Odebrecht 70 anos: histórico e perspectivas em Óleo e Gás Foz Saneatins passa a se chamar Odebrecht Ambiental Saneatins

Leia mais

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados

Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Workshop Sistema Indústria Núcleos de Petróleo e Gás nos Estados Maurício Reis Santos AIB/DECAPEG Área de Insumos Básicos Departamento da Cadeia Produtiva de Petróleo e Gás DEMANDA POR PETRÓLEO: aumento

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE TECNOLOGIA Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico para a Inovação www.int.gov.br

INSTITUTO NACIONAL DE TECNOLOGIA Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico para a Inovação www.int.gov.br Empresas Empresas Empresas Grupo de Trabalho EMBRAPII Projeto Piloto de Aliança Estratégica Pública e Privada Agosto 2011 Embrapii: P&D Pré-competitivo Fase intermediária do processo inovativo Essencial

Leia mais

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica Ementários Disciplina: Gestão Estratégica Ementa: Os níveis e tipos de estratégias e sua formulação. O planejamento estratégico e a competitividade empresarial. Métodos de análise estratégica do ambiente

Leia mais

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios

CBA. Gestão de Negócios PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Gestão de Negócios CBA Gestão de Negócios Gestão de Negócios O curso desenvolve a capacidade de compreender, de forma ampla e sistêmica, a interação entre as diversas áreas funcionais de uma empresa, além dos aspectos externos

Leia mais

Perspectivas e Potencialidades do Setor da Soldagem

Perspectivas e Potencialidades do Setor da Soldagem Perspectivas e Potencialidades do Setor da Soldagem II Seminário Nacional de Tecnologia e Mercado da Soldagem 28 de agosto de 2012 Luiz Cesar de Almeida PETROBRAS/CENPES/PDEP/TMEC Aviso As apresentações

Leia mais

Integração produtiva e cooperação industrial: LEONARDO SANTANA

Integração produtiva e cooperação industrial: LEONARDO SANTANA Integração produtiva e cooperação industrial: a experiência da ABDI LEONARDO SANTANA Montevidéu, 15 de julho de 2009 Roteiro da Apresentação 1. Política de Desenvolvimento Produtivo PDP 2. Integração Produtiva

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores!

Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Empreendedores Apostamos em quem acredita, confiamos em quem arrisca, e somos muito apaixonados por quem empreende. Por isso, criamos o B.I. Empreendedores! Por meio de um método de aprendizagem único,

Leia mais

Plano Brasil Maior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer.

Plano Brasil Maior 2011/2014. Inovar para competir. Competir para crescer. Plano Brasil Maior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer. Foco e Prioridades Contexto Dimensões do Plano Brasil Maior Estrutura de Governança Principais Medidas Objetivos Estratégicos e

Leia mais

ENGENHARIA DA PRODUÇÃO 2.0

ENGENHARIA DA PRODUÇÃO 2.0 ENGENHARIA DA PRODUÇÃO 2.0 SOBRE O CURSO Mercados dinâmicos demandam profissionais com formação completa e abrangente, aptos a liderarem equipes multidisciplinares em empresas de todos os setores econômicos

Leia mais

Excelência em Gestão. PETROBRAS - Abastecimento

Excelência em Gestão. PETROBRAS - Abastecimento Excelência em Gestão PETROBRAS - Abastecimento Programação Visão Geral da Companhia A construção de um novo Modelo de Gestão Práticas de Gestão para a Excelência Resultados Visão Geral da Companhia Panorama

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO Matriz curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Produção da UFERSA a partir de 2011.2. (Adequada à Matriz curricular do Curso de Bacharelado em Ciência e Tecnologia) Período Disciplinas Obrigatórias

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO EM PETRÓLEO E GÁS

Curso de Especialização em GESTÃO EM PETRÓLEO E GÁS Curso de Especialização em GESTÃO EM PETRÓLEO E GÁS ÁREA DO CONHECIMENTO: Educação Gestão Educacional NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão em Petróleo e Gás. OBJETIVO

Leia mais

Introdução. Objetivos do Curso

Introdução. Objetivos do Curso Introdução A nova dinâmica dos negócios, principalmente relacionada ao meio industrial, impele uma realidade de novos desafios para a indústria nacional. O posicionamento do Brasil como liderança global

Leia mais

A PETROBRAS E SUA ATUAÇÃO NA REGIÃO DE PAULÍNIA. Claudio Pimentel Gerente Geral da Refinaria de Paulínia

A PETROBRAS E SUA ATUAÇÃO NA REGIÃO DE PAULÍNIA. Claudio Pimentel Gerente Geral da Refinaria de Paulínia A PETROBRAS E SUA ATUAÇÃO NA REGIÃO DE PAULÍNIA Claudio Pimentel Gerente Geral da Refinaria de Paulínia VISÃO E MISSÃO Seremos uma das cinco maiores empresas integradas de energia do mundo e a preferida

Leia mais

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia

Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia Pós-Graduação Stricto Sensu Pós-Graduação Lato Sensu Extensão Graduação Diagnósticos Tecnológicos Soluções de Problemas Empresariais

Leia mais

crescimento nos últimos cinco anos. Desde 1995, as vendas cresceram num total de 85%. A maior parte das vendas da GE no ano 2000 ocorreram em seu

crescimento nos últimos cinco anos. Desde 1995, as vendas cresceram num total de 85%. A maior parte das vendas da GE no ano 2000 ocorreram em seu GENERAL ELECTRIC A General Electric Company é uma empresa diversificada, atuando em vários segmentos, sempre com o compromisso declarado de alcançar liderança mundial em cada um de seus negócios. Atualmente,

Leia mais

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro.

Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. Alta performance: a base para os nossos clientes, a base para o seu futuro. www.accenture.com.br/carreiras www.facebook.com/accenturecarreiras www.twitter.com/accenture_vagas Quem somos A Accenture é uma

Leia mais

Hidrocarbonetos nos mares da lusofonia

Hidrocarbonetos nos mares da lusofonia Hidrocarbonetos nos mares da lusofonia José Eduardo Sequeira Nunes Chefe do Gabinete da Presidência Lisboa, 29 de outubro de 2013 Operador integrado de energia focado na exploração e produção Subida do

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: SISTEMAS DA INFORMAÇÃO MISSÃO DO CURSO Os avanços da ciência, a melhoria dos processos produtivos e a abertura de mercado, são exemplos de fatores que contribuíram

Leia mais

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A ESTRATÉGIA DO SENAI PARA APOIAR A COMPETITIVIDADE DA INDÚSTRIA BRASILEIRA Inovação é o que distingue um líder de um seguidor. Steven Paul Jobs Grandes ideias mudam o mundo. Missão

Leia mais

Francisco Cardoso SCBC08

Francisco Cardoso SCBC08 Formando profissionais para a sustentabilidade Prof. Francisco CARDOSO Escola Politécnica da USP Francisco Cardoso SCBC08 1 Estrutura da apresentação Objetivo Metodologia Resultados investigação Conclusão:

Leia mais

Especialização em Gestão de Negócios

Especialização em Gestão de Negócios Especialização em Gestão de Negócios e Projetos Rio de Janeiro Presença nacional, reconhecimento mundial. Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das melhores escolas de negócios do mundo, pelo ranking de educação

Leia mais

Workshop sobre Produtividade de Capital no Brasil: Diagnóstico e Proposições

Workshop sobre Produtividade de Capital no Brasil: Diagnóstico e Proposições 13/12/2010 Workshop sobre Produtividade de Capital no Brasil: Diagnóstico e Proposições Presentes no evento: Diretor Presidente: Solon Guimarães Filho Diretor Vice Presidente: Laerte Galhardo Superintendes

Leia mais

Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo

Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo Ubirajara Sampaio de Campos Subsecretário de Petróleo e Gás Secretaria de Energia do Estado de São Paulo Santos Offshore 09 Abril 2014 Indústria

Leia mais

Fórum Regional da Bacia de Santos 1º WORKSHOP DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS. 30 de Outubro de 2006. Santos 30 de Outubro de 2006.

Fórum Regional da Bacia de Santos 1º WORKSHOP DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS. 30 de Outubro de 2006. Santos 30 de Outubro de 2006. Fórum Regional da Bacia de Santos 1º WORKSHOP DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS Santos 30 de Outubro de 2006 30 de Outubro de 2006 Balanço das PPPs Balanço das PPPs Tipo de PPP Quantidade Para avaliação neste WS

Leia mais

3. O Sistema Petrobras

3. O Sistema Petrobras 3. O Sistema Petrobras O Sistema Petrobras possui 56 bases de distribuição por todo o país, que são responsáveis por fornecer produtos para as distribuidoras, para que estas possam entregá-los no mercado.

Leia mais

SEMINÁRIO PRÁTICAS E GOVERNANÇA EM GESTÃO DE PESSOAS DAS EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE PESSOAS

SEMINÁRIO PRÁTICAS E GOVERNANÇA EM GESTÃO DE PESSOAS DAS EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE PESSOAS SEMINÁRIO PRÁTICAS E GOVERNANÇA EM GESTÃO DE PESSOAS DAS EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS PRÁTICAS DE GOVERNANÇA DE PESSOAS Empresa coordenadora: Simone EMPRESAS PARTICIPANTES Empresas participantes: Tatyana

Leia mais

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE

VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE VI FIPEN CONVÊNIO PETROBRAS SEBRAE PETROBRAS - REGAP Contagem 19 de outubro de 2011 Iniciativas de Qualificação - PROMINP PROMINP O PROMINP (Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo e

Leia mais

Prova de Informática Petróleo e Gás PROVA DE INFORMÁTICA BÁSICA PETRÓLEO & GÁS

Prova de Informática Petróleo e Gás PROVA DE INFORMÁTICA BÁSICA PETRÓLEO & GÁS PROVA DE INFORMÁTICA BÁSICA PETRÓLEO & GÁS 1 Sumário 1.0 - Curso de Petróleo e Gás...3 1.1 O Profissional...3 1.2 Mercado De Trabalho...3 1.3 O Curso...4 2.0 Informações sobre Petróleo e Gás...5 2.1 Dados

Leia mais

UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO

UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO UNIDADE OFFSHORE TECHINT - UOT TECNOLOGIA COM CONTEÚDO LOCAL COMPETITIVO 1 2 _ 22.000 COLABORADORES _ 70.000 KM DE DUTOS (18 DOS QUAIS CRUZAM A CORDILHEIRA DOS ANDES) _ 450 PLANTAS DE PROCESSAMENTO DE

Leia mais

Plano de Negócios e Gestão 2013-2017

Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Companhia Aberta FATO RELEVANTE Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 Rio de Janeiro, 15 de março de 2013 Petróleo Brasileiro S.A. Petrobras comunica que seu Conselho

Leia mais

Bacharelado e Licenciatura Campus Paralela

Bacharelado e Licenciatura Campus Paralela Bacharelado e Licenciatura Campus Paralela Desconto 10% Desconto 15% Administração - Bacharelado R$ 992,71 R$ 893,44 R$ 843,80 Arquitetura e Urbanismo - Bacharelado R$ 1.218,94 R$ 1.097,05 R$ 1.036,10

Leia mais

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio

CBA. Comércio Internacional PÚBLICO-ALVO COMPLEMENTAÇÃO ACADÊMICA MATERIAL DIDÁTICO. Internacional. Comércio CBA Comércio Internacional Comércio Internacional A intensidade das relações comerciais e produtivas das empresas no atual contexto econômico tem exigido das empresas um melhor entendimento da complexidade

Leia mais

Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional

Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional Valorização e Globalização da Marca Brasil Plano Aquarela, Megaeventos e Marketing Turístico Internacional Tribunal de Contas da União, 17 de agosto de 2011 Plano Aquarela Desde 2005 é a base metodológica

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

Sistema tecnológico da PETROBRAS - do poço ao posto

Sistema tecnológico da PETROBRAS - do poço ao posto IV Conferencia Panamericana de END Buenos Aires Octubre 2007 Sistema tecnológico da PETROBRAS - do poço ao posto Fábio J Sartori y Sérgio D Soares PETROBRAS - CENPES Rio de Janeiro RJ Brasil +5521-38656520

Leia mais

MITIGAÇÃO DAS EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA NA PETROBRAS E NO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO DO POLO PRÉ-SAL

MITIGAÇÃO DAS EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA NA PETROBRAS E NO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO DO POLO PRÉ-SAL COMISSÃO MISTA PERMANENTE SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS SENADO FEDERAL MITIGAÇÃO DAS EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA NA PETROBRAS E NO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO DO POLO PRÉ-SAL Beatriz Nassur Espinosa

Leia mais

Inovação Aberta na Petrobras

Inovação Aberta na Petrobras Inovação Aberta na Petrobras Open Innovation Seminar São Paulo, 12 de Novembro de 2012 Maria Cristina Espinheira Saba Gerente de Estratégia Tecnológica Centro de Pesquisas e Desenvolvimento (CENPES) Motivadores

Leia mais

Programa de capacitação em planejamento de negócios para empresas de energia. Geração de energia elétrica

Programa de capacitação em planejamento de negócios para empresas de energia. Geração de energia elétrica Programa de capacitação em planejamento de negócios para empresas de energia Geração de energia elétrica Rio de Janeiro, 22 de fevereiro de 2010. Programa de Capacitação em Planejamento de Negócios de

Leia mais

ANEXO XII ATIVIDADES NÃO REALIZADAS POR RESTRIÇÃO DE PESSOAL E DE ORÇAMENTO

ANEXO XII ATIVIDADES NÃO REALIZADAS POR RESTRIÇÃO DE PESSOAL E DE ORÇAMENTO ANEXO XII ATIVIDADES NÃO REALIZADAS POR RESTRIÇÃO DE PESSOAL E DE ORÇAMENTO ANEXO XII ATIVIDADES NÃO REALIZADAS POR RESTRIÇÃO DE PESSOAL E DE ORÇAMENTO QUADRO 1 Atividades a não serem realizadas por restrição

Leia mais

Marketing do Petróleo: construindo vantagens

Marketing do Petróleo: construindo vantagens Marketing do Petróleo: construindo vantagens Competitivas objetivos O setor de petróleo e gás brasileiro é considerado um dos mais promissores do mercado mundial, principalmente após as descobertas do

Leia mais

Assunto: 13ª Rodada de Licitações de Blocos e de Campos Marginais - Alterações no Conteúdo Local para sondas.

Assunto: 13ª Rodada de Licitações de Blocos e de Campos Marginais - Alterações no Conteúdo Local para sondas. 48380.001019/2015-00 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Política de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural NOTA TÉCNICA

Leia mais

INOVAÇÃO A Era da Mobilidade. Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos

INOVAÇÃO A Era da Mobilidade. Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos INOVAÇÃO A Era da Mobilidade Março/2013 A Era da Mobilidade Responsável E. Pugliesi / O. Santos Sociedade de Tratores e Equipamentos S/A - Sotreq Segmento de atuação: O Grupo, que possui capital 100% nacional,

Leia mais

Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente

Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente 1 Corinthia Hotel Lisbon - Hotel Energeticamente Eficiente O Corinthia Hotel Lisbon está implementado num edifício com mais de 30 anos em que a

Leia mais

Seminário O papel do combustíveis fósseis na. Ações de mitigação das mudanças climáticas na PETROBRAS. Beatriz Nassur Espinosa

Seminário O papel do combustíveis fósseis na. Ações de mitigação das mudanças climáticas na PETROBRAS. Beatriz Nassur Espinosa Seminário O papel do combustíveis fósseis na sustentabilidade e segurança energética Ações de mitigação das mudanças climáticas na PETROBRAS Beatriz Nassur Espinosa Gerente Geral Segurança, Meio Ambiente

Leia mais

PAEX Parceiros para a Excelência

PAEX Parceiros para a Excelência PAEX Parceiros para a Excelência Estabelecer parcerias por melhores resultados: uma prática comum na natureza e nas empresas que querem se desenvolver. CONHECA A FDC Alianças Internacionais: Uma Escola

Leia mais

Classificações dos SIs

Classificações dos SIs Classificações dos SIs Sandro da Silva dos Santos sandro.silva@sociesc.com.br Classificações dos SIs Classificações dos sistemas de informação Diversos tipo de classificações Por amplitude de suporte Por

Leia mais

Tem a missão de assessorar a Presidência em assuntos a ela delegados, agindo em apoio aos demais órgãos da empresa.

Tem a missão de assessorar a Presidência em assuntos a ela delegados, agindo em apoio aos demais órgãos da empresa. PRESIDÊNCIA (DIPRE) A missão da Presidência é assegurar a sobrevivência, o crescimento e a diversificação sinergética da Guimar, em consonância com as orientações estratégicas emanadas do Conselho de Administração,

Leia mais

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe Iniciativa PE2020 A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos António Manzoni/Vilar Filipe Novembro 2013 Projeto Engenharia 2020 Preocupações macroeconómicas Papel da engenharia na

Leia mais

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás O que é? Conteúdo Local é a relação entre o valor dos bens produzidos e serviços prestados no país para executar o contrato e o valor total dos

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Esta Política tem como objetivos: Apresentar de forma transparente os princípios e as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e direcionam

Leia mais