ERONI BENTO AMÉRICO IMPLANTAÇÃO DE UM SOFTWARE DE ERP EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA: CONTRIBUIÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COMO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ERONI BENTO AMÉRICO IMPLANTAÇÃO DE UM SOFTWARE DE ERP EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA: CONTRIBUIÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COMO"

Transcrição

1 ERONI BENTO AMÉRICO IMPLANTAÇÃO DE UM SOFTWARE DE ERP EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA: CONTRIBUIÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COMO PRESTADORA DE SERVIÇOS AO NEGÓCIO CRICIÚMA, ABRIL DE 2006.

2 1 ERONI BENTO AMÉRICO IMPLANTAÇÃO DE UM SOFTWARE DE ERP EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA: CONTRIBUIÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO COMO PRESTADORA DE SERVIÇOS AO NEGÓCIO Monografia apresentada à Diretoria de Pósgraduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, para a obtenção do título de especialista em MBA Gerenciamento em Banco de Dados. Orientador: Professor (Doutor) Stanley Loh. CRICIÚMA, ABRIL DE 2006.

3 Dedico este trabalho a memória de meu pai, cuja breve passagem por esta vida muito me ensinou. 2

4 3 AGRADECIMENTOS Agradeço e Deus pelo dom da vida. A meus Pais pela educação e formação da minha personalidade. A todos os professores que contribuíram para mais esta vitória, especialmente ao meu orientador, professor (Doutor) Stanley Loh, que sempre estava disponível em orientar e sugerir e a professora (Doutora) Rose Duarte pela atuação marcante na sua disciplina. A todos os novos amigos que conquistei durante o curso por terem me dado a oportunidade de conviver com eles nestes últimos dois anos.

5 A única coisa que interfere com meu aprendizado é a minha educação. Educação é o que resta depois de ter esquecido tudo que se aprendeu na escola. Albert Einstein 4

6 5 RESUMO O advento da globalização vem pressionando as organizações em todo mundo para que melhorem cada vez mais a qualidade dos seus produtos e reduzam seus preços. Para sobreviver no mercado é necessário se manter em um nível elevado de competitividade. Isto significa mais do que nunca trabalho árduo e otimização constante nos processos e estratégias de negócio. Neste contexto as empresas devem dispor de ferramentas que realmente auxiliem os gestores a manter a liderança da sua organização frente aos concorrentes. Um sistema ERP é percebido com uma importante ferramenta prestadora de serviço ao negócio. Este trabalho tem como objetivo apresentar um estudo de caso de implantação de um sistema ERP em uma indústria metalúrgica localizada na cidade de Criciúma, região sul do estado de Santa Catarina. Palavras-chave: Sistemas ERP. Planejamento empresarial. Administração.

7 6 LISTA DE FIGURAS Figura 1 - Visualização do processo de geração de conhecimento 23 Figura 2 - Estrutura típica de um sistema de ERP 32 Figura 3 Redesenho baseado no sistema ERP 40 Figura 4 - Evolução das aplicações empresariais 47 Figura 5 - Arquitetura cliente servidor em um sistema integrado de gestão 51 Figura 6 - Esquema de um banco de dados 52 Figura 7 Uso da Tecnologia da Informação e a quantificação dos benefícios 60 Figura 8 Modelo de seleção proposto: múltiplos filtros 74

8 7 LISTA DE QUADROS ILUSTRATIVOS Quadro 1 Classificação dos módulos e funções dos sistemas ERP 34 Quadro 2 Itens de custo na implantação do ERP 63 Quadro 3 Benefícios tangíveis da implantação do ERP. 65 Quadro 4 Benefícios intangíveis da implantação do ERP 66 Quadro 5 Áreas de suporte pós-implantação 83 Quadro 6 Principais impactos do ERP sobre as variáveis estratégicas das empresas 85 Quadro 7 Itens de infra-estrutura adquiridos 97

9 8 LISTA DE TERMOS E SIGLAS Backup Expressão que significa cópia de segurança. Bug Expressão que significa erro, falha, problema. DBMS Database Management Systems, ou sistemas gerenciadores de bancos de dados, versão em português da sigla SGBD. CPD Centro de processamento de dados. Downtime Tempo de parada. ERP Enterprise Resource Planning Planejamento dos Recursos do Empreendimento. Internet - Rede mundial de comunicações interligada por computadores. MRP Materials Requeriment Planning Planejamento das Necessidades de Materiais. MRP II Manufacturing Resources Planning - Planejamento dos Recursos de Manufatura. Patche Correção de uma parte do sistema. PC Personal computer - Computador pessoal. SGDB Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados. ROI Return On Investiment - Retorno sobre o investimento. TCO -Total Cost of Ownership - Custo total da propriedade. TI Tecnologia da Informação.

10 9 SUMÁRIO LISTA DE FIGURAS 6 LISTA DE QUADROS ILUSTRATIVOS 7 LISTA DE TERMOS E SIGLAS 8 1. INTRODUÇÃO Tema Delimitação do Tema O problema Objetivos Objetivo Geral Objetivos Específicos Justificativa do Trabalho Metodologia Tipo de Pesquisa Abordagem SISTEMAS Informação Conhecimento Sistemas de Informação SISTEMAS ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANING Características de um Sistema ERP Estrutura de um Sistema ERP Abrangência e Funcionalidades Customização do ERP O ERP e a Gestão da Empresa História dos Sistemas ERP Evolução da Tecnologia de Sistemas de Informação 48

11 Modelo Cliente-Servidor Justificativa de Implantação de um Sistema ERP Análise do Retorno do Investimento Levantamento dos Custos Expectativas dos Benefícios Decisão de Aquisição do Sistema ERP Seleção do Sistema ERP Estratégias de Seleção Implantação do Sistema ERP Metodologia de Implantação Planejamento Pós-Implantação do Sistema ERP Aspectos Pós-Implantação Avaliação dos Resultados IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA ERP EM UMA INDÚSTRIA METALÚRGICA: UM ESTUDO DE CASO Caracterização da Empresa estudada Decisão da implantação: necessidade ou tendência Expectativas da gerência e dos usuários Seleção do sistema a ser implantado Processo de implantação do sistema escolhido Principais mudanças da implantação Aspectos positivos da implantação Aspectos negativos da implantação Conclusões e observações Recomendações e sugestões REFERÊNCIAS APENDICES 122

12 11 1 INTRODUÇÃO No cenário do mundo atual, observa-se cada vez mais que para sobreviver na arena dos negócios globais, profissionais e altamente competitivos, elementos como tecnologia, organização e visão estratégia são recursos indispensáveis para as organizações. Para orquestrar o conjunto destes elementos de forma afinada e automática as empresas estão se utilizando dos recursos da tecnologia mais atual que baseiam os sistemas de informação de gestão integrada. Segundo Schmidt et al (2002, p. 214), os sistemas de informação são o produto de quarenta anos de tentativas e erros, porém, como a cada dia novos conceitos e modelos de gestão vêm sendo criados e experimentados por empresas de sucesso, torna-se imperativo a realização de novos estudos sobre as transformações que estes vêm afetando os gestores das organizações e a maneira de como os softwares de ERP vem se desenvolvendo para se adaptar a elas. Este trabalho será mais uma contribuição ao estudo da implementação de um software de ERP em uma empresa, seguindo a linha de pensamento da utilização da tecnologia da informação como ferramenta prestadora de serviços para o negócio da empresa e foi dividido em duas grandes partes: a primeira parte dedicando-se a revisar a literatura existente, formando uma base teórica do tema pesquisado e a segunda parte dedicando-se a exploração da experiência da empresa estudada quando da implantação do sistema ERP. O trabalho foi realizado em uma empresa onde já existiam previamente alguns sistemas informatizados em algumas áreas, porém não existia integração entre eles, como conseqüência a informação que se dispunha não era integrada e única, apresentava-se fragmentada, com inúmeras redundâncias e não podia ser

13 12 obtida em tempo real. O resultado do estudo será apresentado com base em revisão bibliográfica sobre o assunto e a exploração das experiências relatadas pela empresa quando do processo de implantação do sistema ERP que hoje se encontra em utilização na mesma. 1.1 Tema Implantação de um sistema ERP. 1.2 Delimitação do Tema metalúrgica. Estudo de caso de implantação de um sistema ERP em uma indústria 1.3 Problema Muitos consultores, desenvolvedores e implantadores de software de gestão observam que muitos dirigentes de empresas acreditam que conhecem bem o seu negócio do ponto de vista do gerenciamento da informação porque sabem informações que acham relevantes para si, em um determinado momento. Sem se preocupar com a importância estratégica da mesma comparada no seu ambiente

14 13 externo. Atualmente é possível afirmar com segurança que praticamente não existem mais empresas que não se utilizam de alguma forma da tecnologia de informação no seu dia-a-dia. Por menor que seja a organização, algum recurso da tecnologia de informação é utilizado de alguma forma, auxiliando-a em alguma área ou processo interno. Existem as organizações que decidiram utilizar-se da tecnologia da informação para desenvolverem seus negócios ou produtos, outras para se tornarem mais competitivas, outras por imposição dos seus clientes, outras se sentiram pressionadas de alguma forma por alguma força externa. Mas ainda persistem dúvidas e perguntas a respeito da real mensuração dos resultados obtidos, se é que existiram depois desta fase de mudança, trazendo a tona questões que merecem ser discutidas, na tentativa de responder a perguntas como: O que mudou? O quanto mudou na empresa? Quais os processos? O processo valeu o esforço realizado? Os resultados foram os esperados? O quão bem (ou mal) está a maturidade da tecnologia da informação na empresa? A tecnologia da informação realmente tornou-se uma prestadora de serviços adequada aos negócios? Ela é tratada como um recurso estratégico essencial? O que a tecnologia da informação contribuiu para tornar a empresa

15 14 mais competitiva? As estratégias e o planejamento estão sendo bem apoiados pela tecnologia da informação? Certamente alguns destes questionamentos já foram temas de preocupação por parte aqueles que se encontram a frente dos seus negócios. 1.4 Objetivos Objetivo Geral Conhecer as mudanças ocorridas em uma empresa metalúrgica com a implantação de um software de ERP Objetivos Específicos Avaliar os benefícios operacionais obtidos com a implantação de um software ERP: a) Nos processos internos; b) Nos práticas gerenciais; c) Nas decisões estratégicas de negócio. Avaliar os processos operacionais afetados pela implantação de um software de ERP:

16 15 a) Novos processos que surgiram; b) Processos operacionais que foram extintos; c) Processos que sofreram mudanças. Avaliar os ganhos gerenciais e estratégicos com a utilização da tecnologia da Informação como ferramenta de apoio ao negócio. 1.5 Justificativa do trabalho Embora os conceitos e práticas conhecidas a respeito dos sistemas de informação já estão sendo difundidos e utilizados há algumas décadas, o tema ainda é relevante e atual, segundo Graeml (2000, p. 25) não existe uma recomendação definitiva, que possa satisfazer a todos [...] a ser adotada nas decisões de investimento, quando mais de investimento e TI, pois apesar de existir muita contribuição e estudo acadêmico ainda não se pode responder com uma fórmula de sucesso como modelo para a implantação de um software que contempla todas as áreas de uma empresa. Mesmo nos tempos atuais se observam problemas que já existiam desde os pioneiros na adoção das tecnologias da informação da sua época, concordando com Schmitt (2004, p. 4), quando descreve que em uma pesquisa do Standish Group, em empresas de grande porte nos Estados Unidos, mostrou que apenas 10% dos projetos de implantação de ERP foram bem sucedidos. Segundo este mesmo autor (2004, p. 5), uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas revelou que 71% das empresas que implantaram sistemas integrados de Gestão empresarial realizaram reengenharia nos seus processos.

17 16 Como a adoção de tecnologias de tamanho impacto, abrangência são geralmente atreladas a investimentos altos, justificam-se nas empresas inquietações redobradas em relação aos seus reais benefícios e resultados a serem atingidos. Uma pesquisa realizada pela IDC Brasil, publicada na revista Computerworld em janeiro de 2006, mostra que o mercado brasileiro de tecnologia de informação cresceu 15% em 2005, em comparação com o ano anterior, descontados os impactos da desvalorização do dólar. Segundo a pesquisa, o mercado brasileiro de tecnologia da informação movimentou 12,7 bilhões de dólares em 2005, revelaram resultados preliminares do levantamento da IDC Brasil. Em 2004, o volume de recursos registrado havia sido de 11,85 bilhões de dólares. Para 2006, as estimativas da IDC prevêem crescimento entre 8% e 12% nos investimentos, com base nas previsões dos analistas e também nas pesquisas com as próprias empresas. Um ponto que merece destaque na pesquisa é que foram analisadas 850 empresas de todos os portes e ficou constatado que segurança e ERP são as principais prioridades para o ano, respectivamente. Claramente observa-se que os elevados dispêndios em horas trabalhadas ou em capital investido são fatores de grande relevância para as empresas. Existiram e ainda vão existir muitos casos de sucessos e insucessos na implantação de sistemas de informação nas empresas, por isso justifica-se mais esta contribuição para o aperfeiçoamento contínuo deste tema. Acredita-se que este tema será sempre relevante e atual, uma vez que a cada dia se constituem novas empresas, abrem-se novos mercados e observam-se os crescentes investimentos nesta área.

18 Metodologia O primeiro passo para a realização do trabalho foi à pesquisa em material bibliográfico, procurando se estabelecer uma base conceitual sobre os sistemas ERP. Em uma etapa posterior, foi realizado o estudo de caso, comparando-se alguns aspectos os conceitos teóricos publicados pela literatura com a realidade da empresa estudada. A pesquisa consistiu das seguintes etapas: a) Estabelecimento de uma base conceitual reconhecida em sistemas ERP; b) Escolha da organização que seria realizado o estudo de caso; c) Coleta de evidências (dados); d) Análise do material coletado; e) Exploração dos resultados. O estudo de caso foi fundamentado em uma pesquisa exploratória e sem caráter científico. Isto porque as informações obtidas no estudo de caso foram obtidas através de entrevistas feitas com as pessoas ligadas as áreas de informática, operacional e da gerência da empresa. Foi utilizado um questionário simples para servir como roteiro e ao se fazer contato com os futuros entrevistados, todos se comprometeram a colaborar prontamente, no que fosse necessário Tipo de Pesquisa Para cumprir dos objetivos do trabalho, além das etapas que foram

19 18 trabalhadas, para realizar a pesquisa aplicada, foi escolhida uma abordagem, que será descrita a seguir Abordagem A abordagem de pesquisa utilizada foi qualitativa, pois se considerou neste caso, que existe uma relação dinâmica entre o mundo objetivo e o subjetivo, que não podia ser traduzido em números. Esta técnica não requer o uso de métodos e técnicas estatísticas, em que o ambiente natural foi a fonte direta onde se coletou os dados e o pesquisador foi o instrumento-chave. Do ponto de vista do seu objetivo, a pesquisa pode ser considerada exploratória, uma vez que se tentou estabelecer uma correlação das experiências práticas com o problema pesquisado e a literatura publicada. Para obtenção dos dados foi utilizado um roteiro de perguntas, deixando o entrevistado inteiramente a vontade para expressar sua opinião, mas também houve a possibilidade de se poder contar com dados de documentos da organização anteriores a implantação do ERP. As entrevistas foram feitas com os profissionais que atuam na empresa ligados as áreas operacionais e gerenciais. A escolha das pessoas foi feita conjuntamente com a administração, levando-se em consideração a estrutura organizacional e porte da empresa.

20 19 2 SISTEMAS Atualmente é muito comum ao se falar em sistema as pessoas imediatamente associarem este termo a área de computação. Na verdade, o termo sistema é muito mais antigo e amplo do que se imagina, sendo utilizado em todas as áreas do conhecimento já há muitas décadas. Na conceituação de Oliveira (2004, p.23), sistema é um conjunto de partes interagentes e interdependentes que, conjuntamente, forma um todo unitário com determinado objetivo e efetuam determinada função. Seguindo esta linha de pensamento, pode-se entender que todo sistema pode ser um conjunto de outros subsistemas, onde cada subsistema também pode possuir seus próprios subsistemas. Assim sendo, pode-se afirmar que um sistema só existirá quando houver algum relacionamento entre todas as suas partes, não podendo haver, então, parte alguma que não se relacione de alguma forma com outra. Desta forma, ficam desvinculados os conceitos de sistema, sistemas de informação e sistemas de informação informatizados, pois se pode afirmar que para que a organização exerça suas atividades, ela deve possuir um sistema, ou seja, um conjunto de partes, (processos internos, por exemplo) sendo que estas podem ser subdivididas em outras. Uma empresa de manufatura, por exemplo, deve ter um sistema de produção, onde se tem um conjunto de processos de produção de seus produtos. O controle deste sistema de produção pode-se afirmar que seria um sistema de informação para controle da produção, ainda assim não precisaria necessariamente ser um sistema de informações baseados em computadores.

21 20 Como afirmam Resende e Abreu (2000, p. 28) o conceito geral de sistema passou a exercer significativa influência na administração, sob a ótica da ciência, favorecendo a abordagem sistêmica, que representa a organização em sua totalidade com seus recursos e seu meio ambiente interno e externo. Com base na afirmação de que a administração sofre a influência dos sistemas, seria correto afirmar que o funcionamento da empresa estará intimamente ligado ao funcionamento dos seus sistemas, conforme a afirmação dos mesmos autores (2000, p. 29), de que a empresa é um sistema e dentro dela existem diversos sistemas, independentemente do uso ou não da tecnologia da informação e de seus recursos, pois também é de conhecimento geral de que as empresas já existiam constituídas muito antes mesmo dos computadores. 2.1 Informação O conceito de informação tem sido desenvolvido pelos seres humanos há muitos séculos, desde a antiguidade. Porém, para melhor se entender o seu significado, é necessário conceituar dado, a matéria-prima da informação. Segundo Schmidt et al (2002, p.80), dado pode ser conceituado como um elemento bruto, primário e isolado, que não tem um significado para gerar uma ação. Um conceito semelhante é compartilhado por Oliveira (2004, p. 36), quando afirma que dado é qualquer elemento identificado em sua forma bruta que, por si só, não conduz a uma compreensão de determinado fato ou situação. Segundo Laudon e Laudon (1999, p. 10), desde o filósofo Platão (c.328-

22 a.c.), [...] os dados puros eram uma reflexão em uma parede de todas as coisas acontecendo no mundo, portanto, para ele os dados podem considerados dados brutos, o fluxo infinito de coisas que estão acontecendo agora e que aconteceram no passado. Percebe-se que sob o ponto de vista decisório, os dados por si só não representam uma ferramenta de apoio em que se possa se basear para se tomar alguma decisão. Já a informação, segundo Schmidt et al (2002, p. 80), é a agregação de vários dados, trabalhados e processados dentro das especificações exigidas por quem a recebe. Possuem um significado próprio, tendo relativo grau de importância e são utilizadas para gera uma ou mais ações derivadas de um processo de decisão. Neste raciocínio, Laudon e Laudon (1999, p. 10) afirmam que informação é o conjunto de dados os quais seres humanos deram forma para torná-los significativos e úteis. Oliveira (2004, p. 36), em um contexto mais direcionado as organizações empresariais, afirma que informação é o dado trabalhado que permite ao executivo tomar decisões. A cada dia vão surgindo mais pessoas se dedicam a estudar o tema, com isso é natural o surgimento de novas e mais aperfeiçoadas visões sobre os mesmos conceitos, por isso afirmam Laudon e Laudon (1999, p. 9) que os resultados destes estudos poderiam facilmente preencher uma pequena biblioteca. Outros assuntos relacionados que são derivados e que completam o estudo da informação e deverão ser fazer parte de qualquer estudo bem realizado na área são: tecnologia da informação, componentes, qualidade, usabilidade, disponibilidade, grau de visibilidade, compartilhamento e confiabilidade.

23 Conhecimento Segundo Laudon e Laudon (1999, p. 10), conhecimento é o conjunto de ferramentas conceituais e categorias usadas pelos seres humanos para criar, colecionar, armazenar e compartilhar a informação. Pode-se supor, então que quando uma decisão é tomada com base em informação, e sendo que nesta ação um resultado positivo foi alcançado, se pode afirmar que a informação gerou conhecimento. Este resultado pode ser a geração de um novo cenário, uma simulação, a descoberta de uma nova oportunidade de negócios ou até mesmo a solução de problemas. Para Resende e Abreu (2000, p. 60) o conceito de conhecimento complementa o de informação com valor relevante e de propósito definido. Vale ressaltar, então que a qualidade da informação é de vital importância para a geração ou não de conhecimento. Neste sentido, Oliveira (2004, p. 37), afirma que uma informação produzida que não seja distribuída em tempo hábil para a tomada de decisão praticamente perde o seu sentido, portanto, não gerou conhecimento. Da descrição de Oliveira (2000, p.37) de que a informação é o produto da análise dos dados existentes na empresa, devidamente registrados, classificados, organizados, relacionados e interpretados em um determinado contexto, para transmitir conhecimento e permitir a tomada de decisão de forma otimizada se pode concluir que o conhecimento é o resultado de uma decisão tomada de forma otimizada (a qual se obteve um resultado positivo) que por sua vez só foi possível de ser tomada por ter em sua base de sustentação a informação que foi gerada pelos dados existentes na empresa. Abordagens mais modernas consideram fundamentais que se acrescente aos componentes de geração de conhecimento

24 23 dados e informações do ambiente externo a empresa. A figura a seguir mostra visualmente estas conclusões: Figura 1 Visualização do processo de geração de conhecimento. Fone: o autor. 2.3 Sistemas de Informação Segundo o conceito de Laudon e Laudon (1999, p. 4) os sistemas de informação podem ser definidos como um conjunto de componentes interdependentes que coletam, armazenam e distribuem informações para suporte e tomada de decisões e controle da organização. Para Resende e Abreu (2000, p.110), os sistemas de informação funcionam como esqueleto de sustentação da organização. Desta forma, é fácil relacionar a importância dos sistemas de informação com as organizações como sendo fator essencial para a administração ágil e

25 24 estratégica. Sendo assim, todo sistema de informações eficiente deve ter a integração entre as regras de negócio com os objetivos da empresa e é e sua responsabilidade o processo de transformação de dados em informações que permitam a tomada de decisões sem a mínima chance de erro. O estudo do tema sistemas de informação é de uma grande abrangência e relevância, por tal motivo este trabalho tentará se aprofundar, sobre a sua importância, histórico, evolução, tipos (operacionais, gerenciais, estratégicos), objetivos, responsabilidades e sua integração.

26 25 3 SISTEMAS DE ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING 3.1 Definição Embora Colangelo (2001, p. 18) admita que não há uma definição precisa e inquestionável do que seja um sistema de ERP, o próprio autor (2001, p.18) sugere que se pode considerá-lo um software aplicativo que permite às empresas : Automatizar e integrar [...] seus processos de negócios, abrangendo finanças, controles, logística [...] e recursos humanos; Compartilhar dados e uniformizar processos de negócios; Produzir e utilizar informações em tempo real. Para Resende e Abreu (2000, p. 206), A tecnologia Enterprise Resource Planning (ERP) ou Planejamento de Recursos Empresariais são pacotes (software) de gestão empresarial ou sistemas integrados, com recursos de automação e informatização, visando contribuir com o gerenciamento dos negócios empresarias. Desta forma, observa-se a afirmação de Colangelo (2001, p. 21), que o nome é um tanto quanto inadequado, uma vez que o escopo do sistema é muito mais amplo que apenas o planejamento, abrangendo também execução e controle, ou seja, o gerenciamento do negócio. Constantemente, muitos autores preferem utilizar-se de nomenclaturas diferentes para tratar o software de ERP, como Sistemas Integrados de Gestão, Sistemas de Gestão Empresariais ou Sistemas de Informações Empresariais.

27 26 De acordo com Schmitt (2004, p. 53) Um ERP, a primeira vista, pode ser confundido com um sistema de informação comum, já que sua interface e arquitetura de funcionamento são semelhantes a muitos sistemas existentes atualmente, onde, segundo o mesmo autor (2004, p. 53 ), a principal característica de diferenciação dos sistemas de ERP dos demais aplicativos empresariais, é Sem dúvida, [...] é a integração dos dados. Esta integração significa que a empresa terá um único dado referente às vendas, itens estocados, etc., num determinado momento. Para Colângelo (2001, p. 17), A noção-chave [...] integração, veio com uma forma de complementar os primeiros sistemas desenvolvidos anteriormente, que tinham como objetivo apoiar as tarefas desempenhadas em uma área na empresa, percebendo-se desta forma, que os dados são registrados no sistema a partir de uma única entrada, estando, a partir de então, disponíveis a todos os departamentos simultaneamente. Entretanto, é conveniente lembrar que o significado de ERP não pode ser obtido da simples tradução do termo em inglês para o português, pois deste modo teríamos o termo Planejamento dos Recursos do Empreendimento, não condizendo então com sua aplicação à realidade dos negócios principalmente no Brasil, onde são comumente chamados de Sistemas Integrados de Gestão Empresarial. Guscuma (2006, p. 4) ao afirmar que O surgimento do ERP no mercado não representou um novo conceito em produção ou gestão da informação, significa que seu conceito representa uma evolução de sistemas de informação que já existiam antes dele. O mesmo autor (2006, p. 4), assegura ainda que O ERP foi construído para funcionar em uma plataforma independente, oferecendo uma

28 27 arquitetura cliente/servidor..., isto equivale dizer que os sistemas de ERP são (ou pelo menos deveriam ser) independentes de sistema operacional, tanto em servidor como na estação cliente, podendo ser utilizados em empresas dos mais variados portes e segmentos de atividade. Embora ainda existam autores, como Schmidt et al (2002, p. 215), que preferem não utilizar a terminologia ERP, alegando que não é um termo científico e sim um termo comercial, considera-se de conhecimento público que a sigla ERP é cada vez mais utilizada e difundida. Na empresa estudada a terminologia foi bem aceita e assimilada, embora comumente no dia-a-dia prefere-se utilizar o termo Sistema Integrado ao referir-se ao sistema ERP implantado. Em artigo publicado por Mendes & Escrivão Filho (2002, p. 281), são listadas as premissas de definição de um sistema de ERP, ou seja, um sistema deste tipo promete: 1. Auxiliar a tomada de decisão; 2. Atender a todas as áreas da empresa; 3. Possuir base de dados única e centralizada; 4. Possibilitar maior controle sobre a empresa; 5. Disponibilizar a informação em tempo real; 6. Permitir a integração das áreas da empresa; 7. Possuir modelos de referência; 8. Ser um sistema genérico; 9. Oferecer suporte ao planejamento estratégico; 10. Suportar a necessidade de informações das áreas; 11. Apoiar as operações da empresa; 12. Ser uma ferramenta de mudança organizacional;

29 Ser orientado a processos. Os mesmos autores (2002, p. 280) concluem que apesar de o ERP seja apresentado com um software de planejamento, sabe-se que ele não se limita a isso, se expandido essa definição ao mencionar que ele integra as diferentes áreas da empresa, criando operações mais eficientes, permitindo a comunicação entre as áreas, fornecendo informações detalhadas de possibilitando, assim, o controle das funções por ele suportadas. 3.2 Características de um Sistema de ERP A principal característica se um ERP é a sua integração, mas conforme explica Colangelo (2001, p. 18),... essa integração também significa maior complexidade. Em um sistema integrado, o número de etapas consecutivas dos processos é maior e sua reversão ou cancelamento são mais intrincados, desta forma, como o sistema tem abrangência em nível do negócio, existe a obrigatoriedade de se manter o registro histórico do que aconteceu para cada evento. Sob o ponto de vista gerencial, para que um sistema possa ser realmente classificado como um sistema integrado de gestão, segundo Schmidt et al (2002, p. 217), deve apresentar as seguintes características: 1. Flexibilidade, para poder atuar sobre as possíveis mudanças que ocorrem em um ambiente empresarial. Entende-se aqui que o sistema deverá adaptar-se rapidamente ao foco do negócio, tanto quanto as

30 29 mudanças de processos que a empresa terá que fazer face às exigências que o ambiente externo lhe irá impor. Como exemplo desta característica pode-se citar o que ocorreu na empresa: A mesma fabricava bens de consumo para indústria de manufatura, de menor valor e porte por unidade, utilizando canais de distribuição através de grandes revendedores, por conseqüência atendia pedidos em maior quantidade e menor valor, sempre negociados por uma rede de representantes. Com a mudança de foco imposta pelo mercado em determinado ano, a empresa mudou significativamente sua linha de produtos, passando a atender a clientes de maior porte individualmente e de forma customizada, em quantidade menor, mas com valo agregado muito maior, o que gerou, de imediato, o fechamento de todos os canais de distribuição e quase todos os representantes. A quantidade de pedidos agora era mínima, o produto era projetado sob encomenda e customizado ao cliente. Uma conseqüência direta foi que a quantidade de itens na composição produto aumentou de dezenas para milhares. Mudanças também ocorreram nos setores de faturamento, contabilidade, fiscal e custos, para atender ao novo perfil fiscal do cliente, que antes era revenda e passou a ser comprador de ativos. O controle de qualidade que antes não existia, passou a ser inspecionado diretamente pelo cliente antes do produto ser embarcado. Em um cenário de mudança assim era consenso de todos os gerentes que um sistema flexível com escopo mais abrangente deveria ser implantado. 2. Arquitetura modular e aberta, ou seja, pode-se incluir ou excluir

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Sistemas de Informação Sistemas de Apoio às Operações Sistemas

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010

Objetivo da Aula. Enterprise Resource Planning - ERP. Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 23/4/2010 Enterprise Resource Planning - ERP Objetivo da Aula Descrever os sistemas ERP, seus módulos e possíveis aplicações e tendências 2 1 Sumário Informação & TI Sistemas Legados ERP Classificação Módulos Medidas

Leia mais

Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura

Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura Diferenciais do ERP TECNICON: Um caso da área de manufatura Juliano Hammes (FAHOR) jh000697@fahor.com.br Gustavo Gerlach (FAHOR) gg000675@fahor.com.br Édio Polacinski (FAHOR) edio.pk@gmail.com.br Resumo

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Evolução dos sistemas ERP nas empresas

Evolução dos sistemas ERP nas empresas Evolução dos sistemas ERP nas empresas Aloísio André dos Santos (ITA) aloisio@mec.ita.br João Murta Alves (ITA) murta@mec.ita.br Resumo Os sistemas ERP são considerados uma evolução dos sistemas de administração

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 INTRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 Há algum tempo, podemos observar diversas mudanças nas organizações,

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI 19/04 Recursos e Tecnologias dos Sistemas de Informação Turma: 01º semestre

Leia mais

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning

Engª de Produção Prof.: Jesiel Brito. Sistemas Integrados de Produção ERP. Enterprise Resources Planning ERP Enterprise Resources Planning A Era da Informação - TI GRI Information Resource Management -Informação Modo organizado do conhecimento para ser usado na gestão das empresas. - Sistemas de informação

Leia mais

ERP. Agenda ERP. Enterprise Resource Planning. Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números

ERP. Agenda ERP. Enterprise Resource Planning. Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números ERP Enterprise Resource Planning 1 Agenda Origem Funcionalidades Integração Projeto Caso de Sucesso Projeto ERP em Números ERP Com o avanço da TI as empresas passaram a utilizar sistemas computacionais

Leia mais

ERP é um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas.

ERP é um sistema de gestão empresarial que gerencia as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas. Introdução Sistemas de Informação é a expressão utilizada para descrever um Sistema seja ele automatizado (que pode ser denominado como Sistema Informacional Computadorizado), ou seja manual, que abrange

Leia mais

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial Prof. Pedro Luiz de O. Costa Bisneto 14/09/2003 Sumário Introdução... 2 Enterprise Resourse Planning... 2 Business Inteligence... 3 Vantagens

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning

ERP Enterprise Resource Planning ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de Recursos da Empresa Sistema Integrado de Gestão Corporativa Prof. Francisco José Lopes Rodovalho 1 Um breve histórico sobre o surgimento do software ERP

Leia mais

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Uma visão abrangente dos negócios Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Negócios sem barreiras O fenômeno da globalização tornou o mercado mais interconectado e rico em oportunidades.

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DE IMPLANTAÇÃO DO SOFTWARE MRP I EM UMA MICRO-EMPRESA MOVELEIRA LOCALIZADA NO VALE DO PARAIBA Tiago Augusto Cesarin 1, Vilma da Silva Santos 2, Edson Aparecida de Araújo

Leia mais

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO*

ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* ERP & BI ENTENTENDO A BUSCA CONSTANTE DAS EMPRESAS POR UM SISTEMA QUE FORNEÇA INFORMAÇÕES CONFIÁVEIS PARA TOMADA DE DECISÃO* RESUMO Marilia Costa Machado - UEMG - Unidade Carangola Graciano Leal dos Santos

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística Sistemas de Informação Sistemas de informação ERP - CRM O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para

Leia mais

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br

Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional. Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Governança de TI Funções Gerenciais e Estrutura Organizacional Raimir Holanda raimir@tce.ce.gov.br Agenda Componentes de uma empresa Objetivos Organizacionais X Processos de negócios Gerenciamento integrado

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAS Aula 3: Tipos de Sistemas informatizados.

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAS Aula 3: Tipos de Sistemas informatizados. MRP l SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAS Aula 3: Tipos de Sistemas informatizados. Material Requirement Planning Planejamento de requisição de materiais. Tecnológica e Organizacional décadas de 60 e 70

Leia mais

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização

27/10/2011. Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização Visão do Papel Integrado dos SI Dentro de uma Organização 1 Tipos de SI Depende do tipo de apoio a ser oferecido Deve-se levar em consideração: Usuários operações (entrada +processamento + saída) destino

Leia mais

MRP / MRP II / ERP (capítulos 11 e 12)

MRP / MRP II / ERP (capítulos 11 e 12) MRP / MRP II / ERP (capítulos 11 e 12) As siglas MRP, MRP II e ERP são bastante difundidas e significam: MRP Materials Requirements Planning Planejamento das Necessidades de Materiais; MRP II Resource

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA Capítulo 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito

Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito Sistemas Integrados de Gestão História e Evolução do Conceito Sistemas de Informação Prof. Gerson gerson.prando@fatec.sp.gov.br Evolução dos SI OPERACIONAL TÁTICO OPERACIONAL ESTRATÉGICO TÁTICO ESTRATÉGICO

Leia mais

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 15. Tópicos Especiais I Sistemas de Informação. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 15 Aula 15 Tópicos Especiais I Sistemas de Informação Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Conceitos básicos sobre Sistemas de Informação Conceitos sobre Sistemas

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

Conceitos de Sistemas de Informação

Conceitos de Sistemas de Informação Conceitos de Sistemas de Informação Prof. Miguel Damasco AEDB 1 Objetivos da Unidade 1 Explicar por que o conhecimento dos sistemas de informação é importante para os profissionais das empresas e identificar

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP)

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) Um sistema ERP Enterprise Resource Planning (Planejamento dos Recursos da Empresa) é um pacote de software que tem por finalidade organizar, padronizar e integrar as

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini. E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br

GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini. E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ERP 2 ERP Planejamento dos Recursos da Empresa 3 CONCEITO DE

Leia mais

Conversa Inicial. Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação.

Conversa Inicial. Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação. Conversa Inicial Olá! Seja bem-vindo à quarta aula de Fundamentos de Sistemas de Informação. Hoje iremos abordar os seguintes assuntos: a origem dos sistemas integrados (ERPs), os módulos e fornecedores

Leia mais

Estratégias em Tecnologia da Informação

Estratégias em Tecnologia da Informação Estratégias em Tecnologia da Informação Capítulo 6 Sistemas de Informações Estratégicas Sistemas integrados e sistemas legados Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados Material de apoio 2 Esclarecimentos

Leia mais

Modelagem de Sistemas de Informação

Modelagem de Sistemas de Informação Modelagem de Sistemas de Informação Professora conteudista: Gislaine Stachissini Sumário Modelagem de Sistemas de Informação Unidade I 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO...1 1.1 Conceitos...2 1.2 Objetivo...3 1.3

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br Maio -2013 Bibliografia básica LAUDON,

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS P o r f.. E d E uar a d r o Oli l v i e v i e r i a

SISTEMAS INTEGRADOS P o r f.. E d E uar a d r o Oli l v i e v i e r i a SISTEMAS INTEGRADOS Prof. Eduardo Oliveira Bibliografia adotada: COLANGELO FILHO, Lúcio. Implantação de Sistemas ERP. São Paulo: Atlas, 2001. ISBN: 8522429936 LAUDON, Kenneth C.; LAUDON, Jane Price. Sistemas

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 1 OBJETIVOS 1. Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? 2. Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

1. Introdução. 1.1. A história do ERP

1. Introdução. 1.1. A história do ERP 1. Introdução Podemos definir os sistemas ERP como sistemas de informação integrados na forma de um pacote de software que tem a finalidade de dar suporte à maioria das operações de uma organização. A

Leia mais

Prof. JUBRAN. Aula 1 - Conceitos Básicos de Sistemas de Informação

Prof. JUBRAN. Aula 1 - Conceitos Básicos de Sistemas de Informação Prof. JUBRAN Aula 1 - Conceitos Básicos de Sistemas de Informação Conhecimento em Sistemas de Informação Os filósofos tentam há séculos definir dados ou fatores, informação e conhecimento. Seus resultados

Leia mais

Integração entre sistemas MCAD e ERP Roberto Della Penna Skynet Com Rep Inf Ltda.

Integração entre sistemas MCAD e ERP Roberto Della Penna Skynet Com Rep Inf Ltda. Roberto Della Penna Skynet Com Rep Inf Ltda. Atualmente a tecnologia 3D já esta presente na grande maioria das engenharias do país. O que antes era uma tendência, agora é realidade. O próximo desafio é

Leia mais

Coleta de dados e monitoramento de chão de fábrica na manufatura discreta integração com as ferramentas de gestão

Coleta de dados e monitoramento de chão de fábrica na manufatura discreta integração com as ferramentas de gestão Coleta de dados e monitoramento de chão de fábrica na manufatura discreta integração com as ferramentas de gestão Neury Boaretto (CEFET-PR) neury@pb.cefetpr.br João Luiz Kovaleski (CEFET-PR) kovaleski@pg.cefetpr.br

Leia mais

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio

40% dos consumidores da Copa das Confederações da FIFA 2013 consideraram a agilidade no atendimento como fator mais importante no comércio 440mil pequenos negócios no Brasil, atualmente, não utilizam nenhuma ferramenta de gestão, segundo o Sebrae Varejo 2012 27% 67% de comerciantes que não possuíam computadores dos que possuíam utilizavam

Leia mais

FACILIDADE E SEGURANÇA NA GESTÃO DO AGRONEGÓCIO.

FACILIDADE E SEGURANÇA NA GESTÃO DO AGRONEGÓCIO. FACILIDADE E SEGURANÇA NA GESTÃO DO AGRONEGÓCIO. Um dos principais pilares da economia, o agronegócio é marcado pela competitividade. Com 15 anos de experiência, a SIAGRI é uma das mais completas empresas

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS Linha de pesquisa: Sistema de informação gerencial Pâmela Adrielle da Silva Reis Graduanda do Curso de Ciências

Leia mais

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina CTC Centro Tecnológico INE Departamento de Informática e Estatística INE5631 Projetos I Prof. Renato Cislaghi Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP

Leia mais

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual?

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? RESUMO DO PARCEIRO: CA VIRTUAL FOUNDATION SUITE Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? O CA Virtual Foundation Suite permite

Leia mais

Curso TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL

Curso TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL Curso TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL DISCIPLINA Aplicações de Sistemas de Prof. Wagner Däumichen Barrella Aplicações de Sistemas de Vínculo Administração-Tecnologia Administração e Tecnologia Revolução

Leia mais

Transformando seu investimento ERP em resultados para seu negócio

Transformando seu investimento ERP em resultados para seu negócio 1 SUMÁRIO 1 2 3 4 Introdução A história do ERP O que um ERP fará pelo seu negócio? 1.1 - Otimização dos processos 1.2 - Gerenciamento completo 1.3 - Informações relevantes 1.4 - Controle Tributário ERP

Leia mais

Marketing. Gestão de Produção. Gestão de Produção. Função Produção. Prof. Angelo Polizzi

Marketing. Gestão de Produção. Gestão de Produção. Função Produção. Prof. Angelo Polizzi Marketing Prof. Angelo Polizzi Gestão de Produção Gestão de Produção Objetivos: Mostrar que produtos (bens e serviços) consumidos, são produzidos em uma ordem lógica, evitando a perda ou falta de insumos

Leia mais

FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM

FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM FUND DE SI SISTEMAS INTEGRADOS ERP SCM CRM 5/5/2013 1 ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING 5/5/2013 2 1 Os SI nas organizações 5/5/2013 3 Histórico Os Softwares de SI surgiram nos anos 60 para controlar estoque

Leia mais

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA

CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA CEAG Curso de Especialização em Administração para Graduados EMENTAS DAS DISCIPLINAS E CARGA HORÁRIA Habilidades Computacionais 32 h/a Oferece ao administrador uma visão sobre as potencialidades da tecnologia

Leia mais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos Universidade Cruzeiro do Sul Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos 2010 0 O Processo pode ser entendido como a sequência de atividades que começa na percepção das necessidades explícitas

Leia mais

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING

ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS ERP ENTERPRISE RESOURCE PLANNING RENAN ROLIM WALENCZUK Canoas, Agosto de 2014 SUMÁRIO 1 INTODUÇÃO...03 2 ERP (ENTERPRISE

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

ERP Enterprise Resourse Planning

ERP Enterprise Resourse Planning Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas - FACITEC Bacharelado em Sistemas de Informação 2B Fundamentos de Sistemas de Informação Professor: Paulo de Tarso ERP Enterprise Resourse Planning Alexandre

Leia mais

Introdução sobre Implantação de Sistema ERP em Pequenas Empresas. Prof Valderi R. Q. Leithardt

Introdução sobre Implantação de Sistema ERP em Pequenas Empresas. Prof Valderi R. Q. Leithardt Introdução sobre Implantação de Sistema ERP em Pequenas Empresas Prof Valderi R. Q. Leithardt Objetivo Esta apresentação tem por objetivo mostrar tanto os benefícios como as dificuldades da implantação

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning História

ERP Enterprise Resource Planning História ERP (Enterprise Resource Planning, Planejamento (ou planeamento, em Portugal) de Recursos Empresariais) são sistemas de informações transacionais(oltp) cuja função é armazenar, processar e organizar as

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP

Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Solução Integrada para Gestão e Operação Empresarial - ERP Mastermaq Softwares Há quase 20 anos no mercado, a Mastermaq está entre as maiores software houses do país e é especialista em soluções para Gestão

Leia mais

Estruturação do sistema de informação contábil no ERP

Estruturação do sistema de informação contábil no ERP Estruturação do sistema de informação contábil no ERP Clóvis Luís Padoveze (UNIMEP) cpadoveze@romi.com.br Resumo A característica gerencial da informação contábil determina que o sistema de informação

Leia mais

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços

Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços da solução SAP SAP ERP SAP Data Maintenance for ERP by Vistex Objetivos Eficiência na manutenção de dados mestres referentes a clientes, fornecedores, materiais e preços Entregar a manutenção de dados

Leia mais

Transformando seu investimento ERP em resultados para seu negócio

Transformando seu investimento ERP em resultados para seu negócio 1 SUMÁRIO 1 2 3 4 2 Introdução A história do ERP O que um ERP fará pelo seu negócio? 1.1 - Otimização dos processos 1.2 - Gerenciamento completo 1.3 - Informações relevantes 1.4 - Controle Tributário ERP

Leia mais

O FUTURO DA SUA EMPRESA PASSA POR AQUI OMNES TECNOLOGIA

O FUTURO DA SUA EMPRESA PASSA POR AQUI OMNES TECNOLOGIA O FUTURO DA SUA EMPRESA PASSA POR AQUI OMNES TECNOLOGIA Como tudo começou GIDEONI SILVA CONSULTOR BI & CRM Analista de Sistemas e Green Belt Six Sigma Experiência de 15 anos em projetos executados de Business

Leia mais

Sistemas ERP. Conceitos Iniciais

Sistemas ERP. Conceitos Iniciais Sistemas ERP Prof. Breno Barros Telles do Carmo Conceitos Iniciais Sistema de Informação adquirido em forma de pacotes comerciais de software que permite a integração de dados de sistemas de informação

Leia mais

ERP (Enterprise Resource Planning) Planejamento dos Recursos da Empresa

ERP (Enterprise Resource Planning) Planejamento dos Recursos da Empresa Centro Universitário de Barra Mansa UBM Curso de Administração Tecnologia da Informação Aplicada à Administração ERP (Enterprise Resource Planning) Planejamento dos Recursos da Empresa Prof. M.Sc. Paulo

Leia mais

Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações. Um SIG gera

Leia mais

Sistemas ERP. Profa. Reane Franco Goulart

Sistemas ERP. Profa. Reane Franco Goulart Sistemas ERP Profa. Reane Franco Goulart Tópicos O que é um Sistema ERP? Como um sistema ERP pode ajudar nos meus negócios? Os benefícios de um Sistema ERP. Vantagens e desvantagens O que é um ERP? ERP

Leia mais

O Uso do Sistema de Informação Contábil como Ferramenta para a Tomada de Decisão nas Empresas da Região de Contagem - Minas Gerais.

O Uso do Sistema de Informação Contábil como Ferramenta para a Tomada de Decisão nas Empresas da Região de Contagem - Minas Gerais. O Uso do Sistema de Informação Contábil como Ferramenta para a Tomada de Decisão nas Empresas da Região de Contagem - Minas Gerais. Elaine Raquel Fernandes carlosadm@bol.com.br SENAC Flávia Cristina Pereira

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA 2 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO NA EMPRESA OBJETIVOS Quais são as principais aplicações de sistemas na empresa? Que papel eles desempenham? Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais:

Leia mais

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP)

Sistemas Integrados de Gestão Empresarial. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP) Sistemas Integrados de Gestão Empresarial Prof. Dr. Adilson de Oliveira Computer Engineering Ph.D Project Management Professional (PMP) Evolução da TI nas Organizações Estágios de Evolução da TI nas Organizações

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de aperfeiçoamento do setor Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de

Leia mais

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral

Programa do Módulo 2. Processo Unificado: Visão Geral 9.1 Programa do Módulo 2 Orientação a Objetos Conceitos Básicos Análise Orientada a Objetos (UML) O Processo Unificado (RUP) Processo Unificado: Visão Geral 9.2 Encaixa-se na definição geral de processo:

Leia mais

Evolução dos Sistemas de Informação nas Organizações

Evolução dos Sistemas de Informação nas Organizações Evolução dos Sistemas de Informação nas Organizações Cristiane Mello 1, Maria F. Marinho 1, Antônio Luiz S. Cardoso 1,2 1 Escola de Administração Universidade Federal da Bahia (UFBA) 41.100-903 Salvador

Leia mais

LOGÍSTICA GLOBAL. Sistemas de Logística EDI, MRP e ERP.

LOGÍSTICA GLOBAL. Sistemas de Logística EDI, MRP e ERP. LOGÍSTICA GLOBAL Sistemas de Logística EDI, MRP e ERP. EDI Intercâmbio Eletrônico de Dados Introdução O atual cenário econômico é marcado por: a) intensa competitividade, b) pela necessidade de rápida

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO. Prof. Esp. Lucas Cruz

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO. Prof. Esp. Lucas Cruz SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO Prof. Esp. Lucas Cruz SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO Os SIs têm o objetivo de automatizar os diversos processos empresariais, visando aumentar o controle e a produtividade, bem

Leia mais

Experiência: Sistema de Custos e Informações Gerenciais do Banco Central do Brasil

Experiência: Sistema de Custos e Informações Gerenciais do Banco Central do Brasil Experiência: Sistema de Custos e Informações Gerenciais do Banco Central do Brasil Ministério da Fazenda Banco Central do Brasil Responsável: José Clovis Batista Dattoli, Chefe do Departamento de Planejamento

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Conteúdo Gerenciais Direcionadores de Arquitetura de TI Tipologia dos sistemas da informação Prof. Ms. Maria C. Lage marialage.prof@gmail.com As preocupações corporativas Gerenciar Mudanças Crescimento

Leia mais

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Rodrigo Tito Nova CS Informática Cristiano Oliveira ConsultCAD É sabido por todos que hoje, o processo de desenvolvimento do produto

Leia mais

Universidade Federal de Goiás UFG Campus Catalão CAC Departamento de Engenharia de Produção. Sistemas ERP. PCP 3 - Professor Muris Lage Junior

Universidade Federal de Goiás UFG Campus Catalão CAC Departamento de Engenharia de Produção. Sistemas ERP. PCP 3 - Professor Muris Lage Junior Sistemas ERP Introdução Sucesso para algumas empresas: acessar informações de forma rápida e confiável responder eficientemente ao mercado consumidor Conseguir não é tarefa simples Isso se deve ao fato

Leia mais

Governança de TI. Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? Conhecimento em Tecnologia da Informação

Governança de TI. Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Governança de TI Por que a Governança de TI é vista como fator chave para criação de valor para o Negócio? 2010 Bridge Consulting Apresentação A Governança de Tecnologia

Leia mais

MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management

MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management ISCTE BUSINESS SCHOOL INDEG_GRADUATE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Logística e Supply Chain Management www.strong.com.br/alphaville - www.strong.com.br/osasco - PABX:

Leia mais

TÍTULO: CADEIA DE SUPRIMENTOS DA KEIPER DO BRASIL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: CADEIA DE SUPRIMENTOS DA KEIPER DO BRASIL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: CADEIA DE SUPRIMENTOS DA KEIPER DO BRASIL CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS

Leia mais

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Aula 03 CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Na prática, não existe uma classificação rígida, permitindo aos autores e principalmente as empresas classificar seus sistemas de diversas maneiras. A ênfase

Leia mais

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação

Módulo 15 Resumo. Módulo I Cultura da Informação Módulo 15 Resumo Neste módulo vamos dar uma explanação geral sobre os pontos que foram trabalhados ao longo desta disciplina. Os pontos abordados nesta disciplina foram: Fundamentos teóricos de sistemas

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

Prof. Lucas Santiago

Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Administração de Sistemas de Informação Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação são classificados por

Leia mais

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação INSTITUTO VIANNA JÚNIOR LTDA FACULDADES INTEGRADAS VIANNA JÚNIOR Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação Lúcia Helena de Magalhães 1 Teresinha Moreira de Magalhães 2 RESUMO Este artigo traz

Leia mais

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11 GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11 Índice 1. Importância do ERP para as organizações...3 2. ERP como fonte de vantagem competitiva...4 3. Desenvolvimento e implantação de sistema de informação...5

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning. (Planejamento de Recursos Empresariais)

ERP Enterprise Resource Planning. (Planejamento de Recursos Empresariais) ERP Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais) ERP Os ERPs, em termos gerais, são plataformas de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa;

Leia mais

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória

Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Uso dos computadores e a Tecnologia da informação nas empresas: uma visão geral e introdutória Não há mais dúvidas de que para as funções da administração - planejamento, organização, liderança e controle

Leia mais

01/12/2009 BUSINESS INTELLIGENCE. Agenda. Conceito. Segurança da Informação. Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento.

01/12/2009 BUSINESS INTELLIGENCE. Agenda. Conceito. Segurança da Informação. Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento. BUSINESS INTELLIGENCE Agenda BI Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento Segurança da Objetivo Áreas Conceito O conceito de Business Intelligencenão é recente: Fenícios, persas, egípcios

Leia mais

Auditoria de Sistemas. UNIPAC Ipatinga Segurança e Auditoria de Sistemas Prof. Thiago Lopes Lima

Auditoria de Sistemas. UNIPAC Ipatinga Segurança e Auditoria de Sistemas Prof. Thiago Lopes Lima Auditoria de Sistemas UNIPAC Ipatinga Segurança e Auditoria de Sistemas Prof. Thiago Lopes Lima Auditoria É uma atividade que engloba o exame das operações, processos, sistemas e responsabilidades gerenciais

Leia mais

METODOLOGIA DE IMPLANTAÇÃO INFOECIA. Introdução

METODOLOGIA DE IMPLANTAÇÃO INFOECIA. Introdução Introdução O objetivo deste documento é descrever de uma forma simplificada, o processo implantação de sistemas corporativos da Infoecia. Neste documento é apresentado o ciclo de vida padrão dos projetos

Leia mais

A utilização de um sistema ERP após implantação: estudo de caso em uma empresa do ramo ferroviário da região metropolitana de Belo Horizonte

A utilização de um sistema ERP após implantação: estudo de caso em uma empresa do ramo ferroviário da região metropolitana de Belo Horizonte 1 A utilização de um sistema ERP após implantação: estudo de caso em uma empresa do ramo ferroviário da região metropolitana de Belo Horizonte Michel Gonçalves da Silva Centro Universitário de Belo Horizonte

Leia mais