Exercícios para a activação geral e o retorno à calma

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exercícios para a activação geral e o retorno à calma"

Transcrição

1 Anexo III Exercícios para a activação geral e o retorno à calma Mobilização da articulação do ombro 1 Objectivos: Aumentar a amplitude da mobilização dos ombros e parte superior Modo de execução: na posição de pé, pernas ligeiramente afastadas (pés à largura dos ombros) com os pés virados para a frente, braços caídos ao lado do tronco. Realize lentamente 6 círculos para trás com os ombros na maior amplitude possível. Repita o exercício efectuando 6 círculos para a frente. Este exercício pode ser realizado sentado numa cadeira. Variantes: (1) Pode realizar o exercício com um ombro de cada vez; (2) Pode segurar em pesos livres mas mãos durante a realização do exercício. Mobilização da articulação do ombro 2 Objectivos: Aumentar a amplitude da mobilização dos ombros e parte superior 9

2 Modo de execução: na posição de pé, pernas ligeiramente afastadas (pés à largura dos ombros) com os pés virados para a frente, rodar os braços alternadamente, descrevendo círculos lateralmente. Efectuar 6 repetições para cada braço para trás e depois 6 repetições para a frente. Este exercício pode ser realizado sentado numa cadeira. Opção Objectivo: Aumentar a amplitude da mobilização dos ombros e parte superior Modo de execução: Eleve os braços acima da cabeça, cruzando os antebraços. Deverá repetir este exercício 6 vezes num sentido e 6 vezes no sentido contrário. Este exercício também pode ser realizado sentado numa cadeira. Mobilização da articulação do tornozelo Objectivo: Mobilizar a articulação do tornozelo Modo de execução: iniciar com a ponta do pé para baixo, descreva lentamente círculos com a ponta do pé, com a maior amplitude que for possível. Deverá repetir este exercício 6 vezes num sentido e 6 vezes no sentido contrário. Repita o mesmo exercício com o outro pé. Pode realizar este exercício em pé, tendo de elevar ligeiramente para a sua frente o membro inferior do pé que está a ser mobilizado. Pode executar sentado numa cadeira ou no solo. Exercícios de Alongamento Depois de ter andado durante 3 a 5 minutos a uma velocidade lenta, faça os seus alongamentos antes de continuar o seu treino. Não se esqueça de repetir os exercícios de alongamento quando terminar o seu treino aeróbio e de força muscular. 10

3 Orientações para os exercícios de alongamento: 1. Quando realizar este tipo de exercícios sem orientação de um especialista de exercício físico, e de modo a evitar lesões, deve realizar os alongamentos com o método de treino estático, ou seja, adquira lentamente a posição inicial do exercício que quer realizar e mantenha a posição durante 20 a 30 segundos. Durante esse tempo mantenha um padrão respiratório normal, ou seja, não suster a respiração durante a execução do exercício. 2. Em cada exercício realize de forma alternada 2 a 3 repetições para cada lado do corpo, e seleccione exercícios para os diferentes grupos musculares, não se esquecendo que o trabalho muscular deve contribuir de forma harmoniosa para a manutenção e/ou aquisição de um equilíbrio muscular. 3. Deve executar o exercício na amplitude anatómica máxima, sem causar dor ou desconforto. 4. Não faça insistências nem movimentos bruscos, o alongamento deve fazêlo sentir-se bem, sem nunca provocar dor. 5. Não deve realizar este exercício durante períodos agudos de dor ou inflamação muscular e/ou articular. 6. Nota: Em caso de algum mal-estar físico, pare de realizar o exercício. Alongamento dos músculos da região posterior da perna Objectivo: Alongar os músculos gémeos e o solear Modo de execução: Pernas afastadas à largura dos ombros. Para alongar os músculos do lado direito, dobre a perna esquerda e recue a perna direita para trás, calcanhar apoiado no solo e perna completamente esticada. O pé da perna direita tem de estar virado para a frente. Pode realizar este exercício contra uma parede (apoiar as mãos à altura dos ombros) ou sem apoio, colocando as mãos sobre a perna da frente que se encontra em flexão. 11

4 Alongamento dos músculos da região anterior da coxa e bacia Objectivo: Alongar os músculos quadricípites e os flexores da anca. Modo de execução: Para alongar os músculos do lado direito, dobre o joelho da perna direita, agarre o tornozelo direito com a mão direita e puxe o pé. A perna esquerda pode estar semi-flectida para protecção da zona lombar. O tronco deve estar direito e sem inclinação. Pode realizar o exercício com apoio de um colega, de uma parede ou sem apoio. Alongamento dos músculos da região posterior do braço e zona superior das costas Objectivo: Alongar o tricípite braquial e o grande dorsal. Modo de execução: Em pé, com as pernas afastadas à largura dos ombros, joelhos semi-flectidos e com os pés virados para a frente. Para alongar os músculos do lado direito, levante o seu braço direito sobre o ombro e coloque a sua mão direita no meio das costas (entre as omoplatas). A mão esquerda ajuda ao alongamento, empurrando suavemente o cotovelo para trás da cabeça e para baixo. Este exercício também pode ser realizado sentado. 12

5 Alongamento da região posterior do braço, ombro e parte superior das costas Objectivo: Alongar o deltóide posterior Modo de execução: Em pé, com as pernas afastadas à largura dos ombros e joelhos semi-flectidos, e com os pés virados para a frente. Para alongar os músculos do lado direito. Agarre o seu cotovelo direito com a sua mão esquerda e puxe lentamente o seu braço direito ao longo do seu peito. Helena Santa-Clara & José Pedro Almeida Laboratório em Exercício e Saúde Faculdade de Motricidade Humana Universidade Técnica de Lisboa 13

Exercícios para a activação geral e o retorno à calma

Exercícios para a activação geral e o retorno à calma Exercícios para a activação geral e o retorno à calma Mobilização da articulação do ombro 1 Objectivos: Aumentar a amplitude dos ombros e parte superior das costas. Mobiliza os deltóides, rotadores da

Leia mais

Lombar - Sentar no calcanhar com os braços a frente - Alongamento

Lombar - Sentar no calcanhar com os braços a frente - Alongamento Lombar e Quadril E - Abraçar um joelho - Alongamento Deitado, segure embaixo de um joelho e puxe-o em direção ao peito até sentir o alongamento. Com 5 segundo(s) de descanso. Lombar e Quadril D - Abraçar

Leia mais

PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA

PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA PREVINA OU ELIMINE A BARRIGA OS EXERCÍCIOS ABDOMINAIS APRESENTADOS ABAIXO ESTÃO DIVIDIDOS DE ACORDOS COM SEU GRAU DE DIFICULDADE, ESTANDO CLASSIFICADOS COMO: EXERCÍCIOS LEVES EXERCÍCIOS INTERMEDIÁRIOS

Leia mais

O que é Defesa Pessoal?

O que é Defesa Pessoal? DEFESA PESSOAL O que é Defesa Pessoal? Habilitação de tácticas e técnicas sistematizadas e acessíveis a qualquer pessoa pelo treino, dotando-a de mecanismos necessários e suficientes a parar qualquer acção

Leia mais

Série criada para: Ciatalgia - piora extensão

Série criada para: Ciatalgia - piora extensão Mobilização da Coluna (fase 1) - ADM Ativa Deitado, pés no chão. Junte as palmas das mãos a frente com o braço esticado e mova para um lado, mantenha e mova para o outro. Alongamento da Coluna - Pernas

Leia mais

Treino para Prevenção de Quedas. O que é e como fazer

Treino para Prevenção de Quedas. O que é e como fazer Treino para Prevenção de Quedas O que é e como fazer Orientações Treino Prevenção de Quedas Com este treino você terá melhora no seu equilíbrio, força muscular e bem estar geral, reduzindo seu risco de

Leia mais

Escrito por Isabel Amaral Domingo, 12 Outubro :49 - Actualizado em Sábado, 29 Novembro :46

Escrito por Isabel Amaral Domingo, 12 Outubro :49 - Actualizado em Sábado, 29 Novembro :46 Após um AVC, a sensibilidade e o controlo dos movimentos do doente encontram-se muitas vezes diminuídos. Por isso, é muito importante ter cuidado com a posição em que se põem, pois podem não ser capazes

Leia mais

Exercícios para Perder Barriga em Casa. OS 10 Exercícios para Perder Barriga em Casa

Exercícios para Perder Barriga em Casa. OS 10 Exercícios para Perder Barriga em Casa Exercícios para Perder Barriga em Casa OS 10 Exercícios para Perder Barriga em Casa A construção de uma barriga tanquinho é um sonho para todos. Ele é um dos objetivos principais entre os homens e mulheres.

Leia mais

Prevenção de Lesões MUTUAL DE SEGURIDAD. na coluna vertebral. Seg. Trabalho

Prevenção de Lesões MUTUAL DE SEGURIDAD. na coluna vertebral.  Seg. Trabalho Prevenção de Lesões MUTUAL DE SEGURIDAD na coluna vertebral http://www.freewebs.com/douglaspbs Seg. Trabalho 1 I. INTRODUÇÃO Para poder prevenir as lesões na Coluna Vertebral temos que conhecer nosso corpo,

Leia mais

ALONGAMENTOS FLEXIBILIDADE. Rui Silva. Novembro 2009

ALONGAMENTOS FLEXIBILIDADE. Rui Silva. Novembro 2009 ALONGAMENTOS FLEXIBILIDADE Novembro 2009 Rui Silva ALONGAMENTOS NO BASQUETEBOL Na generalidade, os alongamentos devem ser feitos durante 20-30 segundos. De seguida, apresentam-se uma série de exercícios

Leia mais

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada Professor: Mário Santos Ano Lectivo: 2009/10 Ano: 8º Turma: A Nº Alunos: 20 Aula Nº: 1 e 2 Aula U.D. Nº: 1 e 2 de 3 Instalações: Pavilhão Data: 13-04-2010 Hora: 10h20min Duração: 75 minutos Unidade Didáctica:

Leia mais

LANÇAMENTO DO PESO Técnica Rectilínea Sequência Completa

LANÇAMENTO DO PESO Técnica Rectilínea Sequência Completa LANÇAMENTO DO PESO Técnica Rectilínea Sequência Completa PREPARATION GLIDE DELIVERY RECOVERY DESCRIÇÃO DAS VÁRIAS FASES A Técnica Rectilínea do Lançamento do Peso está dividida nas seguintes fases:,, e.

Leia mais

Clínica Deckers. Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para o Ombro

Clínica Deckers. Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para o Ombro Clínica Deckers Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para o Ombro O QUE É Estes são alguns dos exercícios recomendados com mais freqüência para a terapia do ombro. Eles foram compilados para dar a você,

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE. Campo Mourão

ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE. Campo Mourão ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE Campo Mourão 2 O processo de envelhecimento pode acarretar na dependência de outras pessoas para a realização de atividades de vida diária. Existem cada vez mais evidências

Leia mais

ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE. Paraná

ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE. Paraná ATIVIDADE FÍSICA NA TERCEIRA IDADE Paraná 2 O processo de envelhecimento pode acarretar na dependência de outras pessoas para a realização de atividades de vida diária. Existem cada vez mais evidências

Leia mais

MANUAL EXETEX SPORTS PRESCRIÇÕES E EXERCÍCIOS. Prescrições sobre os extensores. Dos cuidados com o produto. Ao iniciar o treino

MANUAL EXETEX SPORTS PRESCRIÇÕES E EXERCÍCIOS. Prescrições sobre os extensores. Dos cuidados com o produto. Ao iniciar o treino MANUAL EXETEX SPORTS PRESCRIÇÕES E EXERCÍCIOS Prescrições sobre os extensores Ao realizar um exercício não exceda a elasticidade prescrita na descrição do produto, o elástico atinge o dobro de seu tamanho

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DÚVIDAS? CUIDADO. Nº de Modelo WEMC1026.6

MANUAL DO UTILIZADOR DÚVIDAS? CUIDADO. Nº de Modelo WEMC1026.6 Nº de Modelo WEMC1026.6 DÚVIDAS? Se tiver dúvidas, se faltarem algumas peças ou se alguma peça estiver danificada, contacte o estabelecimento onde adquiriu este produto. website: www.iconsupport.eu MANUAL

Leia mais

Anexo 40. Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada

Anexo 40. Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada Professor: Carmelinda Vieira / Rui Morcela Ano Lectivo: 2009/10 Ano: 7º Turma: B Nº Alunos: 20 Aula Nº: 60 Aula U.D. Nº: 1 de 3 Instalações: Pavilhão Data: 12-04-2010 Hora: 12h00m Duração: 35 minutos Unidade

Leia mais

Clínica Deckers. Fisioterapía Exercícios Terapêuticos para o Tornozelo

Clínica Deckers. Fisioterapía Exercícios Terapêuticos para o Tornozelo Clínica Deckers Fisioterapía Exercícios Terapêuticos para o Tornozelo O QUE É. Estes são alguns exercícios recomendados com mais freqüência para a terapia do tornozelo. Eles foram compilados para dar a

Leia mais

Capítulo 10 Exercícios Resistidos

Capítulo 10 Exercícios Resistidos Capítulo 10 Exercícios Resistidos Objetivos de aprendizagem: 1. Descrever como os exercícios resistidos podem ajudá-lo 2. Saber como é feito o programa de exercício resistido 3. Descrever como avançar

Leia mais

MANUAL DE EXERCÍCIOS PARA PACIENTES EM TRATAMENTO COM TOXINA BOTULÍNICA

MANUAL DE EXERCÍCIOS PARA PACIENTES EM TRATAMENTO COM TOXINA BOTULÍNICA MANUAL DE EXERCÍCIOS PARA PACIENTES EM Por quê fazer exercícios? Porquê você recebeu um medicamento que age nos músculos, tornando-os mais relaxados, no entanto, se não houver a prática de exercícios físicos

Leia mais

ANEXO VII NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA AVALIAÇÃO FÍSICA - TAF

ANEXO VII NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA AVALIAÇÃO FÍSICA - TAF ANEXO VII NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA AVALIAÇÃO FÍSICA - TAF PROVA DE FLEXÃO DE BRAÇO NA BARRA FIXA BARRA (SOMENTE PARA O SEXO MASCULINO) Os procedimentos a serem adotados pelo

Leia mais

Série criada para: Ciatalgia - piora extensão. Lombar - Sentar no calcanhar com os braços a frente - Alongamento

Série criada para: Ciatalgia - piora extensão. Lombar - Sentar no calcanhar com os braços a frente - Alongamento Lombar - Ponte - Fortalecimento Deitado, vagarosamente eleve os quadris o mais alto possível e mantenha. Dica: Contraia os glúteos e tente diminuir a lordose lombar. Faça 3 série(s) de 25 segundo(s) Lombar

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO PARA UMA CONSCIÊNCIA CORPORAL. Distribuição Interna

CONTRIBUIÇÃO PARA UMA CONSCIÊNCIA CORPORAL. Distribuição Interna CONTRIBUIÇÃO PARA UMA CONSCIÊNCIA CORPORAL Distribuição Interna ÍNDICE Apresentação 3 O que é Lesão por esforço repetitivo (LER)? 4 Prevenção 5 Dicas para evitar lesões 6 Exercícios 8 Ginástica Laboral

Leia mais

CROSSCORE 180 MANUAL DO UTILIZADOR GUIA PRÁTICO

CROSSCORE 180 MANUAL DO UTILIZADOR GUIA PRÁTICO CROSSCORE 180 MANUAL DO UTILIZADOR GUIA PRÁTICO 154 CROSSCORE 180 MANUAL DO UTILIZADOR GUIA PRÁTICO Manual elaborado por: Fernando Jorge Ferreira da Costa Pedro Miguel da Costa Vidrago Janeiro, 2014 155

Leia mais

3. SENTADO SEM SUPORTE PARA AS COSTAS MAS COM OS PÉS APOIADOS SOBRE O CHÃO OU SOBRE UM BANCO

3. SENTADO SEM SUPORTE PARA AS COSTAS MAS COM OS PÉS APOIADOS SOBRE O CHÃO OU SOBRE UM BANCO Escala de Equilíbrio de Berg 1.SENTADO PARA EM PÉ INSTRUÇÕES: Por favor, fique de pé. Tente não usar suas mãos como suporte. ( ) 4 capaz de permanecer em pé sem o auxílio das mãos e estabilizar de maneira

Leia mais

Forma Perfeita Em Poucas Semanas

Forma Perfeita Em Poucas Semanas Forma Perfeita Em Poucas Semanas Quer desenvolver bíceps, tríceps e antebraços fortes como uma rocha? Para isso é só encarar nosso programa de treino de 1 mês. Serão 4 semanas intensas, mas o resultado

Leia mais

Plano de Exercícios Para Segunda-Feira

Plano de Exercícios Para Segunda-Feira Plano de Exercícios Para Segunda-Feira ALONGAMENTO DA MUSCULATURA LATERAL DO PESCOÇO - Inclinar a cabeça ao máximo para a esquerda, alongando a mão direita para o solo - Alongar 20 segundos, em seguida

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Amadora 3 ESCOLA SECUNDÁRIA FERNANDO NAMORA 2014/2015. Plano de aula

Agrupamento de Escolas da Amadora 3 ESCOLA SECUNDÁRIA FERNANDO NAMORA 2014/2015. Plano de aula Parte Introdutória Plano de aula Etapa: 4ª Etapa Unidade de Ensino: 12ª UE Aula nº: 53 e 54 Ana Lares Data: 11/05/2015 14/05/2015 Turma: 7ºano Duração da aula: 45 90 Nº previsto de alunos: 28 Material:

Leia mais

GUIA PARA OS UTENTES

GUIA PARA OS UTENTES PROGRAMA DE EDUCAÇÃO E EXERCÍCIO PARA INDIVÍDUOS COM DOR LOMBAR CRÓNICA DE ORIGEM NÃO ESPECÍFICA GUIA PARA OS UTENTES EXERCÍCIOS PARA CASA Cláudia Sofia Teixeira Marques 2013 GUIA PARA OS UTENTES - EXERCÍCIOS

Leia mais

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Professor: Rui Morcela Ano Lectivo: 2009/10 Ano: 8º Turma: A Nº Alunos: 20 Aula Nº: 11 e 12 Aula U.D. Nº: 7 e 8 de 10 Instalações: Pavilhão Data: 13-10-2009 Hora: 10h15min Duração: 75 minutos Unidade Didáctica:

Leia mais

Treinamento Esportivo.com

Treinamento Esportivo.com Treinamento Esportivo.com 2009 w w w. t r e i n a m e n t o e s p o r t i v o. c o m Página 0 APRESENTAÇÃO Este circuito de peso corporal surgiu anos atrás quando comecei a trabalhar com atletas de tênis

Leia mais

The Hundred. MANUAL PoCKet MOVIMENTO RESPIRAÇÃO NOTAS

The Hundred. MANUAL PoCKet MOVIMENTO RESPIRAÇÃO NOTAS MANUAL PoCKet 1 The Hundred básico intermediário avançado Subir e descer os braços em um movimento rápido e coordenado com a respiração; e Contar mentalmente 5 inspirações e 5 expirações fracionadas até

Leia mais

INSTRUMENTO DE COLHEITA DE DADOS

INSTRUMENTO DE COLHEITA DE DADOS INSTRUMENTO DE COLHEITA DE DADOS 1 Sexo: - Masculino. (1) - Feminino.. (2) 2 Idade: 3 Estado Civil: - Solteiro (1) - Casado.. (2) - União de Facto (3) - Divorciado..... (4) - Separado..... (5) - Viúvo...

Leia mais

Série criada para: Ciatalgia - piora flexão. Extensão do corpo de barriga para baixo - ADM Ativa / Mobilização

Série criada para: Ciatalgia - piora flexão. Extensão do corpo de barriga para baixo - ADM Ativa / Mobilização Lombar - Abdômen - Alongamento Em decúbito ventral coloque as mãos ao lado e empurre seu corpo para cima até sentir o alongamento. Extensão do corpo de barriga para baixo - ADM Ativa / Mobilização Deitado

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO

EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO Ao fazer exercícios de alongamento vai melhorar a amplitude das suas articulações, especialmente importante em doentes com dor crónica. Não precisa forçar excessivamente para sentir benefício com estes

Leia mais

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse plano de treinamento seja liberada. 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª

Leia mais

Série criada para: Ciatalgia - piora flexão

Série criada para: Ciatalgia - piora flexão Mobilização Neural - Nervo Ciático E deslizamento Deitado abraçe uma coxa próximo do joelho. Estique o joelho. Quando dobrar o joelho leve o queixo em direção ao peito. Retorne a cabeça e estique o joelho

Leia mais

Relaxar a musculatura dos braços. Entrelace os dedos de ambas as mãos com suas palmas para cima e levante os braços por 10 segundos.

Relaxar a musculatura dos braços. Entrelace os dedos de ambas as mãos com suas palmas para cima e levante os braços por 10 segundos. por Christian Haensell A flexibilidade do corpo e das juntas é controlada por vários fatores: estrutura óssea, massa muscular, tendões, ligamentos, e patologias (deformações, artroses, artrites, acidentes,

Leia mais

E-book COLUNA SAUDÁVEL. Dr Thiago Rodrigues

E-book COLUNA SAUDÁVEL. Dr Thiago Rodrigues IMAGINE A VIDA SEM DOR NA COLUNA. E-book COLUNA SAUDÁVEL Dr Thiago Rodrigues DESCUBRA OS EXERCÍCIOS PARA DEIXAR SUA COLUNA SAUDÁVEL COM O FISIOTERAPEUTA DR THIAGO RODRIGUES ESPECIALISTA EM PROBLEMAS DE

Leia mais

APÊNDICE II POSIÇÕES BÁSICAS

APÊNDICE II POSIÇÕES BÁSICAS Em todas as Posições Básicas: APÊNDICE II POSIÇÕES BÁSICAS Federação Portuguesa de Natação a) A posição dos membros superiores é opcional; b) Pés em flexão plantar; c) Membros inferiores, tronco e pescoço

Leia mais

escápula e clavícula. Peitoral maior Clavícula, úmero, Adução do úmero

escápula e clavícula. Peitoral maior Clavícula, úmero, Adução do úmero Músculo Ligações Movimentos Esternocleidomastóideo Esterno, clavícula, Flexão, flexão lateral e rotação da processo mastóide cabeça Trapézio Osso occipital, apófises Extensão e flexão lateral da espinhosas

Leia mais

25/05/2017 OBJETIVOS DA AULA AVALIAÇÃO DA FLEXIBILIDADE CONCEITO CONCEITO. O que é Flexibilidade? Flexibilidade x Alongamento

25/05/2017 OBJETIVOS DA AULA AVALIAÇÃO DA FLEXIBILIDADE CONCEITO CONCEITO. O que é Flexibilidade? Flexibilidade x Alongamento OBJETIVOS DA AULA AVALIAÇÃO DA FLEXIBILIDADE TEÓRICA: Conceitos importantes; Tipos de flexibilidade; Fatores que influenciam a flexibilidade; Importância da flexibilidade; Como avaliar a flexibilidade.

Leia mais

Parques Desportivos Saudáveis, acessíveis a toda a população. O conceito "Desporto para Todos" finalmente concretizado!

Parques Desportivos Saudáveis, acessíveis a toda a população. O conceito Desporto para Todos finalmente concretizado! Parques Desportivos Saudáveis, acessíveis a toda a população. O conceito "Desporto para Todos" finalmente concretizado! Pag. 1 de 9 Centro Empresarial Ral 2 - Pav. M 2709-503 Terrugem - Sintra Tel.: 21

Leia mais

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LECTIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA 8º ANO COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LECTIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA 8º ANO COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DISCIPLINA:EDUCAÇÃO FÍSICA 8º ANO COMPETÊNCIAS/CONTEÚDOS 2º PERÍODO Competências a desenvolver Conteúdos Aulas previstas Cooperar com os companheiros para o alcance do objectivo

Leia mais

Pode ser aplicada a partes do corpo ou continuamente a todo o corpo.

Pode ser aplicada a partes do corpo ou continuamente a todo o corpo. MASSAGEM RELAXANTE Universidade do Sul de Santa Catarina Curso de Cosmetologia e Estética Unidade de Aprendizagem: Técnicas de Massagem Terapêutica Prof.ª Daniella Koch de Carvalho MASSAGEM RELAXANTE A

Leia mais

Dica Clínica Clinical tip

Dica Clínica Clinical tip Erika Cristina Leite 1 Paula Andréia Pires Felipe 2 Proposta de sequência de alongamentos para o técnico em prótese dentária, visando melhoria de qualidade de vida profissional Proposal for a series of

Leia mais

Modalidade Individual: Ginástica

Modalidade Individual: Ginástica Escola Básica e Secundária Rodrigues de Freitas Modalidade Individual: Ginástica História da modalidade Elementos gímnicos de solo Professora: Andreia Veiga Canedo Professora Estagiária: Joana Filipa Pinto

Leia mais

Baterias de Fullerton

Baterias de Fullerton Fátima Baptista e Luís B. Sardinha universidade técnica de lisboa FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA Avaliação da Aptidão Física e do Equilíbrio de Pessoas Idosas Baterias de Fullerton FÁTIMA BAPTISTA LUÍS

Leia mais

CAMINHONEIRORESPONSÁVEL. Volume 3

CAMINHONEIRORESPONSÁVEL. Volume 3 CAMINHONEIRORESPONSÁVEL Volume 3 SET/2012 2 CAMINHONEIRORESPONSÁVEL l Volume 3 Í Índice Capítulo 1 Dicas de Trânsito...3 Capítulo 2 Dicas de Alongamento...5 Capítulo 3 Saúde e Bem-estar...7 Capítulo 4

Leia mais

A MAIOR EMPRESA DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS DA AMÉRICA LATINA

A MAIOR EMPRESA DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS DA AMÉRICA LATINA mais de 0 anos www.physicus.com.br/bolas www.physicus.com.br/shop www.physicus.com.br/locacao www.physicus.com.br/turismoecoesportivo A MAIOR EMPRESA DE EQUIPAMENTOS ESPORTIVOS DA AMÉRICA LATINA» imprensa@physicus.com.br»

Leia mais

Cartilha de Orientações Pós-Operatórias

Cartilha de Orientações Pós-Operatórias CENTRO DE ATENÇÃO ESPECIALIZADO DO OMBRO E COTOVELO Cartilha de Orientações Pós-Operatórias Divisão de Reabilitação Prezado Paciente. Essa cartilha foi elaborada especialmente para você, paciente do Into,

Leia mais

CINESIOLOGIA APLICADA À MUSCULAÇÃO: Músculos do Braço e Antebraço

CINESIOLOGIA APLICADA À MUSCULAÇÃO: Músculos do Braço e Antebraço CINESIOLOGIA APLICADA À MUSCULAÇÃO: Músculos do Braço e Antebraço Músculos do Cotovelo Bicípite braquial Braquial Braquiorradial Tricípite braquial Ancôneo Bicípite Braquial Bicípite Braquial Origem: Cabeça

Leia mais

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada

Fase Preparatória Objectivos Operacionais Estratégias / Organização Objectivos comportamentais / Componentes críticas Chamada Professor: Rui Morcela Ano Lectivo: 2009/10 Ano: 8º Turma: A Nº Alunos: 20 Aula Nº: 81 Aula U.D. Nº: 3 de 6 Instalações: Pavilhão Data: 14-05-2010 Hora: 9h20m Duração: 35 minutos Unidade Didáctica: Ginástica

Leia mais

A importância da postura

A importância da postura Postura A importância da postura Uma das recomendações mais ouvidas na infância é olha a postura!. A advertência serve para homens e mulheres e é muito mais séria do que apenas um cuidado com a boa aparência.

Leia mais

MELHORE SEU DESEMPENHO NA EXECUÇÃO EM SUA BATERIA Walter Torres Música finalidade da bateria/percussão

MELHORE SEU DESEMPENHO NA EXECUÇÃO EM SUA BATERIA Walter Torres Música finalidade da bateria/percussão MELHORE SEU DESEMPENHO NA EXECUÇÃO EM SUA BATERIA Walter Torres torres@waltertorres.com.br Música finalidade da bateria/percussão Resumo Este artigo tem como objetivo melhorar a absorção de exercícios,

Leia mais

PROVA DE APTIDÃO FÍSICA. 1. Os Candidatos ao IPE devem executar as provas físicas abaixo descriminadas de acordo com as instruções de realização.

PROVA DE APTIDÃO FÍSICA. 1. Os Candidatos ao IPE devem executar as provas físicas abaixo descriminadas de acordo com as instruções de realização. PROVA DE APTIDÃO FÍSICA 1. Os Candidatos ao IPE devem executar as provas físicas abaixo descriminadas de acordo com as instruções de realização. 2. As provas devem ser executadas corretamente e avaliadas

Leia mais

TÉCNICA DE MARIPOSA. Características técnicas Erros

TÉCNICA DE MARIPOSA. Características técnicas Erros TÉCNICA DE MARIPOSA Características técnicas Erros Equilíbrio dinâmico (I) corpo tão horizontal quanto possível durante as fases propulsivas da braçada; (ii) bacia para cima e frente durante a AD do 1º

Leia mais

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse plano de treinamento seja liberada. PLANO POLÍCIA CIVIL

Leia mais

TAl CHI CHUAN -SQN 104/105

TAl CHI CHUAN -SQN 104/105 1 -CRISTO REDENTOR (abraço universal) 2- SAUDAÇÃO ORIENTAL (respeito e humildade) 3 -MEDITAÇÃO TAl CHI CHUAN -SQN 104/105 PARTE I - ALONGAMENTO 4 -ROT AÇÃO DO TRONCO 1. Abrir mãos alternadas (acompanhar

Leia mais

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse plano de treinamento seja liberada. PLANO POLÍCIA MILITAR

Leia mais

CINEMÁTICA DO MOVIMENTO HUMANO

CINEMÁTICA DO MOVIMENTO HUMANO Formas Elementares de : O movimento humano énormalmente descrito como sendo um movimento genérico, i.e., uma combinação complexa de movimentos de translação e de movimentos de rotação. Translação (Rectilínea)

Leia mais

Ano 1 Treino II Execução: 21 Dias (2 Meses)

Ano 1 Treino II Execução: 21 Dias (2 Meses) Gin - Syne - 1 / II Por Synesio Saviani Júnior Ano 1 Treino II Execução: 21 Dias (2 Meses) PROGRAMA DE GINÁSTICA 1 / I Tempo do Programa: 21 dias ou 2 meses Objetivo: Ganho de massa muscular, melhora e

Leia mais

ESTE E-BOOK É UMA VERSÃO REDUZIDA DE MAT PILATES SOLO 400 EXERCÍCIOS DE SOLO

ESTE E-BOOK É UMA VERSÃO REDUZIDA DE MAT PILATES SOLO 400 EXERCÍCIOS DE SOLO ESTE E-BOOK É UMA VERSÃO REDUZIDA DE MAT PILATES SOLO 400 EXERCÍCIOS DE SOLO NESTE E-BOOK VOCÊ VAI ENCONTRAR: FOAM ROLLER GESTANTES FAIXA ELÁSTICA FITBALL TONNING BALLS BOSU DUPLA FUNCIONAL DUPLA ACROBATICA

Leia mais

http://saudenocorpo.com/

http://saudenocorpo.com/ Este material é gratuito e foi distribuído no site saudenocorpo.com, onde você encontra Dicas de saúde, nutrição, atividade física, esporte, bem estar, saúde emocional, alimentação. AVISO IMPORTANTE Este

Leia mais

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI. Sistema Muscular

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI. Sistema Muscular 1 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI EEFMT Professora Maria Theodora Pedreira de Freitas Av. Andrômeda, 500 Alphaville Barueri SP CEP 06473-000 Disciplina: Educação Física 6ª Série Ensino Fundamental

Leia mais

ALONGAMENTOS 1. Músculos que movimentam o braço para a frente A. Tensionar B. Alongar 2. Musculatura Peitoral A. Tensionar B.

ALONGAMENTOS 1. Músculos que movimentam o braço para a frente A. Tensionar B. Alongar 2. Musculatura Peitoral A. Tensionar B. ALONGAMENTOS 1. Músculos que movimentam o braço para a frente Músculo deltóide/porção ventral/m. peitoral maior. Função: Mover o braço levantado para a frente. Cruze as mãos atrás da nuca e segure-as contra

Leia mais

Exercícios para a coluna PROF. ALEXANDRE TANAKA

Exercícios para a coluna PROF. ALEXANDRE TANAKA Exercícios para a coluna PROF. ALEXANDRE TANAKA Exercícios para a coluna Orientações importantes: Modo de dormir Posição sentada (trabalho, carro, TV, etc) Modo de levantar e deitar da cama Em pé por tempo

Leia mais

INSIDE OUT. Volley. Análise Técnica da Base ao Topo

INSIDE OUT. Volley. Análise Técnica da Base ao Topo INSIDE OUT Análise Técnica da base ao topo 12 Volley INSIDE OUT Análise Técnica da Base ao Topo 1 O VOLLEY Aspectos abordados neste capítulo Volleys - Fase de Preparação 1. Pega Continental 2. Braço dominante

Leia mais

Estudos Avançados da Ginástica Artística

Estudos Avançados da Ginástica Artística Estudos Avançados da Ginástica Artística 1 Estudos das Ações Motoras - Abertura - Fechamento - Antepulsão - Retropulsão - Repulsão 2 Análise do Movimento Ginástico - Identificação dos músculos e articulações

Leia mais

Prof. Est.: Patrícia Sousa Ano / Turma: 9ºD Nº de alunos: 19 (15masc.+4fem.) Aula Nº: 46 e 47 Data: 14/01/2011 U. Didáctica: Ginástica solo/aparelhos

Prof. Est.: Patrícia Sousa Ano / Turma: 9ºD Nº de alunos: 19 (15masc.+4fem.) Aula Nº: 46 e 47 Data: 14/01/2011 U. Didáctica: Ginástica solo/aparelhos 1 Plano de Aula Prof. Est.: Patrícia Sousa Ano / Turma: 9ºD Nº de alunos: 19 (15masc.+4fem.) Hora: 10:20h 11h50 Duração: 90 (72 ) Espaço: Salão Aula Nº: 46 e 47 Data: 14/01/2011 U. Didáctica: Ginástica

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo. Sector de Meio-fundo. Desafio

Federação Portuguesa de Atletismo. Sector de Meio-fundo. Desafio Federação Portuguesa de Atletismo Sector de Meio-fundo Desafio MegaKm 2011 1. INTRODUÇÃO O sucesso do Desafio MegaKM 2011, implica a responsabilidade dos alunos que queiram aderir a este projecto, e depende

Leia mais

Formação treinadores AFA

Formação treinadores AFA Preparação específica para a atividade (física e mental) Equilíbrio entre treino e repouso Uso de equipamento adequado à modalidade (ex: equipamento, calçado, proteções) E LONGEVIDADE DO ATLETA Respeito

Leia mais

Massagem Shantala Método de massagem para o bebé

Massagem Shantala Método de massagem para o bebé Massagem Shantala Método de massagem para o bebé Preparativos Para a massagem você vai precisar de: - um produto emoliente (como óleo), de uso exclusivo infantil e dermatologicamente testado pode ser óleo

Leia mais

ASPECTOS TÉCNICOS DO NADO CRAWL

ASPECTOS TÉCNICOS DO NADO CRAWL ASPECTOS TÉCNICOS DO NADO CRAWL MÉTODOS DE ENSINO OBJETIVOS É indispensável que o professor apresente recursos didáticos, e contemplados nos métodos de ensino. Assim o professor conduz a aprendizagem com

Leia mais

GUIA NORMATIVO DE ACESSO A PROVAS NACIONAIS INICIAÇÃO NÍVEL 1

GUIA NORMATIVO DE ACESSO A PROVAS NACIONAIS INICIAÇÃO NÍVEL 1 GUIA NORMATIVO DE ACESSO A PROVAS NACIONAIS 1. TESTES DE INICIAÇÃO GERAL Os elementos impostos, que deverão ser acompanhados por um tema musical, poderão ser executados numa ordem aleatória. A música poderá

Leia mais

Oito dicas para melhorar a postura corporal em sala de aula

Oito dicas para melhorar a postura corporal em sala de aula Bem-estar do professor Oito dicas para melhorar a postura corporal em sala de aula A rotina de quem ensina exige cuidados com a coluna e com a musculatura corporal. Veja como implementar estes cuidados

Leia mais

Coluna lombar. Características gerais: 5 vértebras 1 curvatura lordose fisiológica

Coluna lombar. Características gerais: 5 vértebras 1 curvatura lordose fisiológica COLUNA LOMBAR Coluna lombar Características gerais: 5 vértebras 1 curvatura lordose fisiológica 2 tipos de Articulações: Intervertebral cartilaginosa Proc. Articulares - sinovial Coluna lombar Coluna lombar

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA

FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA Diagnóstico Cinético-Funcional e Imaginologia: Membros Superiores, Cabeça e Tórax Unidade II OMBRO 1 2 3 4 5 Luxação anterior 6 Fratura de cabeça

Leia mais

Clínica Deckers. Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para a Coluna Lombar O QUE É

Clínica Deckers. Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para a Coluna Lombar O QUE É Fisioterapia Exercícios Terapêuticos para a Coluna Lombar O QUE É Estes são alguns dos exercícios recomendados com maior freqüência para a terapia da coluna lombar, Eles foram compilados para dar a você,

Leia mais

GINÁSTICA DE APARELHOS

GINÁSTICA DE APARELHOS GINÁSTICA DE APARELHOS Plinto O plinto é um aparelho utilizado para a realização de saltos tanto na posição transversal como longitudinal. Segurança: Deve-se verificar se a distância do trampolim ao aparelho

Leia mais

AVALIAÇÃO DA COLUNA VERTEBRAL

AVALIAÇÃO DA COLUNA VERTEBRAL AVALIAÇÃO DA COLUNA VERTEBRAL COLUNA CERVICAL FUNÇÕES: Suporte e estabilidade à cabeça Dar mobilidade à cabeça Abrigar, conduzir e proteger a medula espinhal e a artéria vertebral INSPEÇÃO Postura Global

Leia mais

Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf

Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf Fonte: http://revistacontrarelogio.com.br/pdfs/tudoemcima_194.pdf ELÁSTICO OU BORRACHA Sugestão: 1 kit com 3 elásticos ou borrachas (com tensões diferentes: intensidade fraca, média e forte) Preço: de

Leia mais

Exercício da 1º Semana de Abril 2012 Professora: Execução: Tempo: Músculos envolvidos

Exercício da 1º Semana de Abril 2012 Professora: Execução: Tempo: Músculos envolvidos Exercício da 1º Semana de Abril 2012 Professora: PI - Em pé, MMII unidos, joelhos semiflexionados, MMSS ao longo do tronco. Execução: Flexionar o quadril e o tronco, entrelaçar os dedos na parte posterior

Leia mais

Anexo I Manual de intervenções de enfermagem que previnem o declínio do grau de (in)dependência do doente idoso hospitalizado na realização das suas

Anexo I Manual de intervenções de enfermagem que previnem o declínio do grau de (in)dependência do doente idoso hospitalizado na realização das suas ANEXOS Anexo I Manual de intervenções de enfermagem que previnem o declínio do grau de (in)dependência do doente idoso hospitalizado na realização das suas actividades básicas de vida diária Anexo II

Leia mais

Bola Suíça. Ao verem as bolas sendo usadas na Suíça, terapeutas norte americanos deram a ela o nome de bola Suíça.

Bola Suíça. Ao verem as bolas sendo usadas na Suíça, terapeutas norte americanos deram a ela o nome de bola Suíça. BOLA SUIÇA Bola Suíça A bola própria para exercícios terapêuticos foi criada a pedido da fisioterapeuta suíça Susanne Klein- Volgebach por volta de 1963, na Itália, por um fabricante de brinquedos, o Sr.

Leia mais

ALGUMAS ALTERAÇÕES. As mamas aumentam e podem causar dores a região escapular. cardíaco tem o pico nesse período. A respiração fica mais acelerada.

ALGUMAS ALTERAÇÕES. As mamas aumentam e podem causar dores a região escapular. cardíaco tem o pico nesse período. A respiração fica mais acelerada. PILATES NA GRAVIDEZ ALGUMAS ALTERAÇÕES 1º trimestre: as mulheres podem sentir os mesmos sintomas da TPM, mas de uma maneira mais forte. As mamas começam a crescer, a vontade de urinar fica mais constante

Leia mais

Horas Sessão Prática de Salto em Comprimento

Horas Sessão Prática de Salto em Comprimento 10.00 Horas Abordagem Técnica do Salto em Comprimento Principais Erros e Suas Correcções Progressão Técnica de Salto em Comprimento 11.00 13.00 Horas Sessão Prática de Salto em Comprimento 13.00 Horas

Leia mais

Unidade II. Unidade II. Técnica do Nado Crawl

Unidade II. Unidade II. Técnica do Nado Crawl Posicionamento do corpo Permanece na horizontal em decubito ventral, realizando movimentos de rolamentos laterais, em seu eixo longitudinal. Posicionamento da cabeça O rosto fica em contato com a água,

Leia mais

DISCIPLINA: ALTURA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

DISCIPLINA: ALTURA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ALTURA 207 DISCIPLINA: ALTURA DOMÍNIO DAS TÉCNICAS I FASE - ENSINO / APRENDIZAGEM FASES / NÍVEIS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS I- Ensino/Aprendizagem Aquisição da noção de saltar para cima, com chamada a um

Leia mais

EXERCÍCIO NO LOCAL DE TRABALHO

EXERCÍCIO NO LOCAL DE TRABALHO A oportunidade para realizar exercício deve ser encontrada por si, mas mesmo para os mais ocupados, é possível realizar alguns exercícios no local de trabalho, que são fáceis de aprender, não são cansativos,

Leia mais

Corpo Ideal em 8 Semanas

Corpo Ideal em 8 Semanas Pedro de Medeiros Corpo Ideal em 8 Semanas O melhor plano de exercício físico e regime alimentar para mulheres índice Agradecimentos. 11 Introdução 13 Semana 1 17 Semana 2 37 Semana 3 59 Semana 4 77 Semana

Leia mais

Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo 3/27/2014. Caraterização. A pista. Disciplinas. Velocidade

Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo 3/27/2014. Caraterização. A pista. Disciplinas. Velocidade Caraterização Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto Caraterização A pista O é uma modalidade individual, integrada por um conjunto de ações naturais, como são os casos

Leia mais

UNIDADE DIDÁCTICA DE ATLETISMO

UNIDADE DIDÁCTICA DE ATLETISMO ESCOLA BÁSICA DO 2º E 3º CICLOS MARQUÊS DE POMBAL EDUCAÇÃO FÍSICA UNIDADE DIDÁCTICA DE ATLETISMO DOCUMENTO DE APOIO 6º ANO Caracterização da Modalidade O atletismo pode ser dividido em cinco sectores:

Leia mais

Como identificar as LER/DORT

Como identificar as LER/DORT O que são as Lesões por Esforços Repetitivos (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT)? São doenças graves originadas do uso excessivo ou inadequado do sistema que agrupa nervos,

Leia mais

Treino das Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas

Treino das Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas Treino das Capacidades Motoras Condicionais e Coordenativas Orientador: Dr.ª Mariana Cunha Professora Cooperante: Dr.ª Júlia Gomes Professor Estagiário: Fernando Santos 1. Índice 2. Introdução... 3 3.

Leia mais

Existem três princípios básicos que devemos ter em mente quando pensamos sobre sentar:

Existem três princípios básicos que devemos ter em mente quando pensamos sobre sentar: Dicas Importantes: - Como sentar em boa forma? - Deitar-se e dormir - Levantar pesos - Não tenha mais dores em cima de sua motocicleta Como sentar em boa forma? Existem três princípios básicos que devemos

Leia mais

Roteiro de exercícios para pacientes com osteoporose

Roteiro de exercícios para pacientes com osteoporose AR Roteiro de exercícios para pacientes com osteoporose Neuza Sayuri Habu* Linamara Rizzo Battistella** Introdução o paciente com osteoporose deve passar por uma consulta médica para avaliação das condições

Leia mais

JOSÉ SOARES RUNNING MUITO MAIS DO QUE CORRER

JOSÉ SOARES RUNNING MUITO MAIS DO QUE CORRER JOSÉ SOARES RUNNING MUITO MAIS DO QUE CORRER Oo Índice PREFÁCIO 9 INTRODUÇÃO 11 1. DAR O PRIMEIRO PASSO E MUITOS OUTROS 15 As dificuldades em dar o primeiro passo 16 A motivação está no cérebro 22 Antes

Leia mais

Coelhinha da Playboy malha para ter corpo sequinho e bumbum grande

Coelhinha da Playboy malha para ter corpo sequinho e bumbum grande Uol - SP 08/11/2014-20:39 Coelhinha da Playboy malha para ter corpo sequinho e bumbum grande Da Redação Uma das regras da coelhinha da Playboy é comer de três em três horas, portanto ela não se incomoda

Leia mais