Inteligência Competitiva

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inteligência Competitiva"

Transcrição

1 Inteligência Competitiva Coleta, análise e divulgação de informações para uma melhor tomada de decisão Ivan Freitas da Costa Março de 2008

2 Agenda Diagnóstico Inteligência Competitiva Framework Leituras sugeridas Perguntas

3 Lançamento de um novo curso A idéia O programa A divulgação A entrega

4 Exemplos de necessidades endereças por Inteligência Competitiva Dificuldade em conhecer o nível de satisfação dos alunos Necessidade de informações para sustentar o crescimento do portfolio de programas e serviços Aumento da competitividade e mudanças constantes no mercado de IES Falta de informações padronizadas e consistentes e/ ou em tempo real, para apoio ao processo de tomada de decisão Falta de mapeamento das bases de dados e dos processos de input destes dados Deficiências na disseminação de informações Inexistência de processos regulares de inteligência análise dos dados e recomendações

5 Diagnóstico 80% das informações necessárias para uma boa gestão estão dentro da própria empresa, porém: As informações estão dispersas A coleta de dados não é sistematizada Não existe padronização de informações Há deficiências na divulgação de informações As análises de mercado não são regulares ou até mesmo não existem

6 Inteligência Competitiva Coletar, organizar, analisar, monitorar e compartilhar informações e recomendações que ofereçam suporte à gestão da Escola e de seus programas e serviços, trabalhando em parceria com os gestores da Escola para a melhor tomada de decisão e controle dos resultados obtidos. Dados Secundários Registros internos e externos Informações não Estruturadas Análise, divulgação e apoio à tomada de decisão Pesquisa de marketing

7 Dados Internos e Dados Secundários Bases internas de dados Administrativo-Financeiro Comercial / Marketing Operações Secretaria Biblioteca etc. Estudos realizados por terceiros (dados oficiais, análises setoriais etc.) Informações Não Estruturadas Comentários e avaliações que normalmente não podem ser coletados por meios estruturados de coleta e análise, mas que podem trazer inputs essenciais para a atividade da empresa

8 Pesquisas de Mercado Pesquisas e estudos ad hoc e medições realizados com propects, alunos, alumni e demais públicos de interesse da empresa Pesquisas de Satisfação Pesquisa de Imagem Testes de novos programas Estudos sobre a concorrência Levantamento de Preços Análise, Divulgação e Apoio à tomada de decisão Transformar todas as informações em conhecimento útil e aplicável Tornar esse conhecimento disponível Apoiar os gestores no entendimento e aplicação desse conhecimento

9 Inteligência Competitiva Objetivos e Benefícios Aumentar as chances de sucesso - antecipando mudanças de valores, hábitos, necessidades, tecnologia - identificando claramente ameaças e oportunidades - agilizando a tomada de decisão Acompanhar performance - por meio de indicadores internos e externos que ajudam a aumentar a eficiência operacional e financeira e a qualidade acadêmica Permitir visão do todo - subsídios para aprimorar e revisar continuamente o plano de longo e de curto prazo da empresa Manter históricos - por meio do tratamento de informações e preocupação com a qualidade dos dados

10 Esquema do Processo de Marketing Framework Análise de Marketing (5 C s) Clientes Companhia Concorrência Fornecedore s/ Parceiros Contexto Criando Valor Segmentação de Mercado Seleção de Público-alvo Marketing Mix (4 P s) Posicionamento de Produtos e Serviços Produtos & Serviços Ponto de venda Promoção Capturando Valor Preço Sustentando Valor Aquisição de Clientes Retenção de Clientes Superávit

11 Usando o Framework Adaptar o Framework considerando as características, necessidades, metas e posicionamento de marca da Escola Esse modelo, uma vez validado, servirá de base para: - Identificar quais informações, relatórios e pesquisas já produzidas contribuem para melhor compreender cada item do framework - Identificar quais informações ainda precisam ser levantadas (gaps) - Identificar eventuais sobreposições / redundâncias de informações

12 Lançamento de um novo curso com apoio de IC A idéia O programa A divulgação A entrega - Benchmarking (nacional e estrangeiro) - Análise de viabilidade financeira - Análise de portfolio etc. - Teste de conceito - Estudo de elasticidade de preço etc. - Teste de comunicação (pré e pós) - Identificação de mídias mais adequadas com base nos hábitos do público-alvo - Avaliação de sessões informativas e eventos - Perfil de prospects e candidatos etc. - Perfil dos alunos - Pesquisa de satisfação - Avaliação de atividades extracurriculares - Performance acadêmica x uso de serviços - Situação profissional após a conclusão do curso etc. Maior controle e maior probabilidade do curso ser bem-sucedido

13 Para mais informações sobre o tema Inteligência Competitiva na Prática John E. Prescott & Stephen H. Miller Campus Pesquisa de Marketing Fauze Najib Mattar Atlas Administração de Marketing Philip Kotler & Kevin Lane Keller Pearson Prentice Hall

14 Ivan Freitas da Costa cel. (11)

Prof. Jessé Rodrigues FORMAÇÃO PARA GERENTES DE MARKETING DIGITAL

Prof. Jessé Rodrigues FORMAÇÃO PARA GERENTES DE MARKETING DIGITAL Prof. Jessé Rodrigues FORMAÇÃO PARA GERENTES DE MARKETING DIGITAL Conteúdo Programático Módulo 3 Primeiros Passos do Planejamento Como identificar norteadores estratégicos Como definir seus objetivos quantitativos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Administração Qualificação:

Leia mais

A relevância do marketing de relacionamento como diferencial estratégico. Célia Dugaich. marketing de relacionamento

A relevância do marketing de relacionamento como diferencial estratégico. Célia Dugaich. marketing de relacionamento A relevância do como diferencial estratégico Célia Dugaich Definição "Marketing de Relacionamento é o processo contínuo de identificação e criação de novos valores com clientes e o compartilhamento de

Leia mais

Pesquisa de Marketing

Pesquisa de Marketing Pesquisa de Marketing A Evolução do seu Marketing Slide 1 Pesquisa de Marketing no SMG Obrigado por seu interesse na área de Pesquisa de Marketing do SMG! Este material detalha a abordagem que o SMG utiliza

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: São José do Rio Pardo Código: 150 Município: São José do Rio Pardo Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível

Leia mais

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Uma estrutura de apoio à Inovação Eliza Coral, Dr. Eng., PMP Outubro, 2010 Diretrizes Organizacionais Missão Contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista Plano de Ensino Disciplina: Marketing Aplicado aos Negócios Código: Série: 3ª Série Obrigatória ( x ) Optativa ( ) CH Teórica: CH Prática: CH Total: 80 horas Período Letivo: 2015 Obs: Objetivo Geral: Apresentar

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista Plano de Ensino Disciplina: INTRODUÇÃO AO MARKETING Código: Série: 1º Obrigatória (X) Optativa ( ) CH Teórica: CH Prática: CH Total: 80 horas Período Letivo: 2015 Obs: Objetivos O objetivo da disciplina

Leia mais

AULA 20. Atendimento

AULA 20. Atendimento AULA 20 Atendimento Marketing em Serviços Marketing em serviços pode ser definido com o conjunto de atividades que objetivam a análise, o planejamento, a implementação e o controle de programas destinados

Leia mais

INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA PRÁTICA PARA TELECOM: como vencer num ambiente co-opetivo. São Paulo

INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA PRÁTICA PARA TELECOM: como vencer num ambiente co-opetivo. São Paulo INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA PRÁTICA PARA TELECOM: como vencer num ambiente co-opetivo São Paulo 01/12/2011 A REVIE Inteligência A REVIE Inteligência Empresarial é uma empresa de consultoria, processos,

Leia mais

Teoria Básica da Administração. Introdução à pesquisa em Marketing. Professor: Roberto César

Teoria Básica da Administração. Introdução à pesquisa em Marketing. Professor: Roberto César Teoria Básica da Administração Introdução à pesquisa em Marketing Professor: Roberto César Pesquisa de marketing no Brasil e no mundo A pesquisa de marketing, apesar de ser um negócio crescente no Brasil,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014

Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Profª Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Eixo Tecnológico: Gestão e Negócio Habilitação Profissional: Técnico em Administração

Leia mais

Respostas Dinâmica CRI Minas 10/05/12. Monitoramento de concorrentes/ fornecedor/ cliente/ internizar tecnologia de outros setores;

Respostas Dinâmica CRI Minas 10/05/12. Monitoramento de concorrentes/ fornecedor/ cliente/ internizar tecnologia de outros setores; Respostas Dinâmica CRI Minas 10/05/12 Abaixo estão as respostas das perguntas postas aos participantes do CRI Minas no dia 10 de maio que tratou do tema Inteligência Tecnológica. Cada mesa possuía uma

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 3º T 03 EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 3º T 03 EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

Consultoria: Alta Performance em Vendas

Consultoria: Alta Performance em Vendas MPRADO COOPERATIVAS Consultoria: Alta Performance em Vendas Apresentação: MPrado Consultoria Empresarial Uma das maiores consultorias em Agronegócio do Brasil; 15 anos de mercado; 70 Consultores em Gestão

Leia mais

Plano de Negócios PLANEJAMENTO DO PROJETO FINAL. Sumário

Plano de Negócios PLANEJAMENTO DO PROJETO FINAL. Sumário Plano de Negócios Plano de Negócios Sumário Introdução... 3 Plano de Negócios... 3 Etapas do Plano de Negócio... 3 Fase 1... 3 Fase 2... 8 Orientação para entrega da Atividade de Avaliação... 12 Referências

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 1 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Administração

Leia mais

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques

Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Plano de Marketing e Vendas e a Análise Estratégica do Negócio Fabiano Marques Nada é mais perigoso do que uma idéia, quando ela é a única que temos. (Alain Emile Chartier) Neste módulo, faremos, a partir

Leia mais

Utilização de Novas Tecnologias de Redes de Colaboração para Geração de Inteligência nas Empresas

Utilização de Novas Tecnologias de Redes de Colaboração para Geração de Inteligência nas Empresas Utilização de Novas Tecnologias de Redes de Colaboração para Geração de Inteligência nas Empresas VI Congresso de Inteligência Competitiva e Gestão do Conhecimento Sucessu-RJ 11/11/08 Ética A ética permeia

Leia mais

IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE

IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE IMAGEM E REPUTAÇÃO NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO: A PESQUISA E RESULTADOS NO IMAGE E MARKET SHARE GEduc 2012 - Novos Rumos para a Gestão Educacional Pág 1 Temas Pressupostos teórico-metodológicos As necessidades

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico. Componente Curricular: ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÂ Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Qualificação:

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Levantamento da Base. Industrial de Defesa. Levantamento da Base. Industrial de Defesa (BID) Reunião Plenária do COMDEFESA

Levantamento da Base. Industrial de Defesa. Levantamento da Base. Industrial de Defesa (BID) Reunião Plenária do COMDEFESA Levantamento da Base Industrial de Defesa (BID) Levantamento da Base Reunião Plenária do COMDEFESA Industrial de Defesa São Paulo, 05 de março de 2012 (BID) Reunião Ordinária ABIMDE São Bernardo do Campo,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA Rua Uruguai, 1675Bairro Central CEP: 98900.000

Leia mais

Pesquisa de Marketing

Pesquisa de Marketing Pesquisa de Marketing CONCEITOS INICIAIS Prof. Daciane de Oliveira Silva Fonte: MALHORTA, Naresh K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 4 ed. Porto Alegre: Bookman, 2006. MATTAR, Fauze Najib.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO Controle de Versões Autor da Solicitação: Subseção de Governança de TIC Email:dtic.governanca@trt3.jus.br Ramal: 7966 Versão Data Notas da Revisão 1 03.02.2015 Versão atualizada de acordo com os novos

Leia mais

OS 5 P S DO MARKETING NO SETOR HOTELEIRO NA CIDADE DE BAMBUÍ-MG

OS 5 P S DO MARKETING NO SETOR HOTELEIRO NA CIDADE DE BAMBUÍ-MG 1 OS 5 P S DO MARKETING NO SETOR HOTELEIRO NA CIDADE DE BAMBUÍ-MG Camila Alves Teles 1 Maria Solange dos Santos 2 Rodrigo Honório Silva 3 Romenique José Avelar 4 Myriam Angélica Dornelas 5 RESUMO O presente

Leia mais

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais.

Unidade de Projetos. Grupo Temático de Comunicação e Imagem. Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais. Unidade de Projetos de Termo de Referência para desenvolvimento da gestão de Marcas Setoriais Branding Agosto de 2009 Elaborado em: 3/8/2009 Elaborado por: Apex-Brasil Versão: 09 Pág: 1 / 8 LÍDER DO GRUPO

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DE PRODUTO E MARCA Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

Capítulo 7. As Informações e o Processo de Tomada de Decisão do Gestor Público

Capítulo 7. As Informações e o Processo de Tomada de Decisão do Gestor Público Capítulo 7 As Informações e o Processo de Tomada de Decisão do Gestor Público Pós Graduação Gestão Pública Administração de Marketing Conteúdo - Capítulo 7 Imagem e conhecimento do mercado: A imagem da

Leia mais

A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS

A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS A COMUNICAÇÃO COMO FERRAMENTA CHAVE PARA CONSOLIDAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS Paula Soares Matias 1 Janaine Farrane Cardoso 2 RESUMO O artigo tem como objetivo evidenciar a comunicação como ferramenta

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO 42951 CÓD. DISC. 050.3230.1 UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA TEORIA E PESQUISA EM OPINIÃO PÚBLICA ETAPA 2ª CH 02 ANO 2011

Leia mais

Treinamento e Coaching

Treinamento e Coaching Treinamento e Coaching Treinamento O que é treinamento? - Entende-se por treinamento a finalidade de melhorar o desenvolvimento profissional do ser humano na sua organização, e no desempenho das suas funções.

Leia mais

Prof: Carlos Alberto

Prof: Carlos Alberto AULA 1 Marketing Prof: Carlos Alberto Bacharel em Administração Bacharel em Comunicação Social Jornalismo Tecnólogo em Gestão Financeira MBA em Gestão de Negócios Mestrado em Administração de Empresas

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 3ª Série Gestão em Marketing CST em Marketing A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto de atividades

Leia mais

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace.

Resumo. Palavras-chave: twitter; ferramenta; planejamento; Greenpeace. O Twitter Como Ferramenta de Divulgação Para As Empresas: Um Estudo De Caso do GREENPEACE 1 Jonathan Emerson SANTANA 2 Gustavo Guilherme da Matta Caetano LOPES 3 Faculdade Internacional de Curitiba - FACINTER

Leia mais

Marketing. - Fatos históricos.

Marketing. - Fatos históricos. Marketing - Fatos históricos. Escambo. Produção e consumo baixos. Crescimento do consumo. Crescimento da produção = paridade. Explosão da produção. Marketing é o desempenho das atividades de negócios que

Leia mais

Gestão do Conhecimento. Aplicada ao Marketing

Gestão do Conhecimento. Aplicada ao Marketing Edson Roberto Scharf Gestão do Conhecimento Aplicada ao Marketing Visual Books Sumário Apresentação... 13 1 Marketing: A Empresa Conectada ao Futuro através do Conhecimento... 15 1.1 Conceito Central...15

Leia mais

TÍTULO: PLANO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING (CIM): UM ESTUDO DE CASO DA EMPRESA PINTANDO 7 BRINDES

TÍTULO: PLANO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING (CIM): UM ESTUDO DE CASO DA EMPRESA PINTANDO 7 BRINDES Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: PLANO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA DE MARKETING (CIM): UM ESTUDO DE CASO DA EMPRESA PINTANDO 7 BRINDES

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM. Prof. Wilson Míccoli, MsC

IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM. Prof. Wilson Míccoli, MsC IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA CRM 1 Fase 1: Contextualização Fase 2: Revisão do Plano Estratégico da Organização Fase 3: Revisão do Portfólio de Produtos Fase 4: Definição da Visão e dos Objetivos do CRM Fase

Leia mais

INTELIGÊNCIA COMPETITIVA. Como agilizar a tomada de decisão na sua empresa com resultados

INTELIGÊNCIA COMPETITIVA. Como agilizar a tomada de decisão na sua empresa com resultados INTELIGÊNCIA COMPETITIVA Como agilizar a tomada de decisão na sua empresa com resultados 22/07/2014 Agenda A diferença entre as Inteligências Empresarial e Competitiva (de Mercado) O que não é Inteligência

Leia mais

ESTRATÉGIA DE FIDELIZAÇÃO

ESTRATÉGIA DE FIDELIZAÇÃO ESTRATÉGIA DE FIDELIZAÇÃO PLANEJAMENTO, SEGMENTAÇÃO E AÇÕES DE PROMOÇÃO CASO ABIHPEC EIXOS ESTRATÉGICOS DO PROJETO DE (Resultado do Workshop out 2008) Objetivos Relacionados: 11 - AUMENTAR A DECLARAÇÃO

Leia mais

Gestão de Negócios Internacionais. Aula-tema 07: Marketing Internacional

Gestão de Negócios Internacionais. Aula-tema 07: Marketing Internacional Gestão de Negócios Internacionais Aula-tema 07: Marketing Internacional O que é Marketing? Marketing se define como um processo administrativo e social pelo qual indivíduos e grupos obtêm o que necessitam

Leia mais

Projeto Corporativo Relacionamento Externo. Apresentação RIALIDE

Projeto Corporativo Relacionamento Externo. Apresentação RIALIDE Projeto Corporativo Relacionamento Externo // 1 Apresentação RIALIDE 25 de novembro de 2014 1 Agenda // 2 Contextualização e Objetivos do Projeto Abordagem Metodológica Etapas do Projeto Benchmarking Segmentação

Leia mais

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda

introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda introdução a publicidade & propaganda Aula 3- Funções e Conceitos de publicidade e propaganda professor Rafael Ho mann Setores envolvidos Anunciante também conhecido como cliente, é a empresa, pessoa ou

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência se necessário.

Leia mais

Rumo à transformação digital Agosto de 2014

Rumo à transformação digital Agosto de 2014 10Minutos - Tecnologia da Informação 6ª Pesquisa Anual sobre QI Digital Rumo à transformação digital Agosto de 2014 Destaques O QI Digital é uma variável para medir quanto valor você pode gerar em sua

Leia mais

QUEM SOMOS? Uma equipe orientada para gerar conhecimento aplicado as estratégias de negócios.

QUEM SOMOS? Uma equipe orientada para gerar conhecimento aplicado as estratégias de negócios. QUEM SOMOS? Uma equipe orientada para gerar conhecimento aplicado as estratégias de negócios. Atuação abrangente com foco no Consumidor, Marketing e Publicidade para clientes internos e externos. MISSÃO

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Referência: An Introductory Overview of ITIL v2 Livros ITIL v2 Cenário de TI nas organizações Aumento da dependência da TI para alcance

Leia mais

O comprometimento dos colaboradores é a chave para o sucesso das organizações

O comprometimento dos colaboradores é a chave para o sucesso das organizações O comprometimento dos colaboradores é a chave para o sucesso das organizações Jean C. de Lara (Faculdade SECAL) jean@smagon.com.br Maria Elisa Camargo (Faculdade SECAL) elisa@aguiaflorestal.com.br Enir

Leia mais

e-mail: professor@luisguilherme.adm.br / www.luisguilherme.adm.br FONE: (62) 9607-2031

e-mail: professor@luisguilherme.adm.br / www.luisguilherme.adm.br FONE: (62) 9607-2031 INSTITUTO UNIFICADO DE ENSINO SUPERIOR OBJETIVO - IUESO PLANO DE ENSINO CURSO: Administração PROF. Luis Guilherme Magalhães SÉRIE: 7º e 8º Período TURNO: Matutino DISCIPLINA: Gestão Mercadológica CARGA

Leia mais

Planejamento Estratégico INPE. São José dos Campos, 15 de março de 2007

Planejamento Estratégico INPE. São José dos Campos, 15 de março de 2007 Planejamento Estratégico INPE São José dos Campos, 15 de março de 2007 Fases e documentos FASE 1: Preparação e Lançamento do processo de Planejamento Estratégico Documento 1: Proposta de planejamento estratégico

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 PLANO DE CURSO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Marketing Aplicado à Engenharia Código: ENGP - 587 Pré-requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

ESTUDO DE CASO: A INTERNACIONALIZAÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA: Diagnóstico Empresarial, utilizando-se da ferramenta SWOT

ESTUDO DE CASO: A INTERNACIONALIZAÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA: Diagnóstico Empresarial, utilizando-se da ferramenta SWOT 1 ESTUDO DE CASO: A INTERNACIONALIZAÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA: Diagnóstico Empresarial, utilizando-se da ferramenta SWOT O objetivo deste Estudo de Caso é elaborar um Diagnóstico Político-Empresarial,

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria no 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: MARKETING APLICADO A ENGENHARIA Código: ENGP - 587 Pré-requisito: ----- Período Letivo:

Leia mais

Parte integrante da Metodologia Tear de Trabalho em Cadeia de Valor

Parte integrante da Metodologia Tear de Trabalho em Cadeia de Valor Parte integrante da Metodologia Tear de Trabalho em Cadeia de Valor 2 Apresentando as etapas da Metodologia Tear de forma simplificada, esta versão resumida foi preparada para permitir um acesso rápido

Leia mais

Processos de planejamento de campanha publicitária

Processos de planejamento de campanha publicitária Processos de planejamento de campanha publicitária O que é planejar? Processo administrativo e sistemático para se atingir um determinado objetivo, coordenando a atuação do assunto em questão, para se

Leia mais

Como Gerenciar seu Negócio no Mercado de Festas! Com Kika Duarte

Como Gerenciar seu Negócio no Mercado de Festas! Com Kika Duarte Como Gerenciar seu Negócio no Mercado de Festas! Com Kika Duarte Maio de 2015 Kika Duarte Há 14 anos no mercado de São Paulo e região. Áreas de atuação Festas Infantis Eventos Sociais Casamentos Eventos

Leia mais

Muito mais que um troféu

Muito mais que um troféu São Paulo, 08 de Julho de 2009. Circular ABISIPA Nº 28/2009 Muito mais que um troféu O Brazilian Beauty Club vai premiar o melhor planejamento estratégico de exportação com a participação em um Simpósio

Leia mais

Plano de Marketing: um diferencial competitivo

Plano de Marketing: um diferencial competitivo Plano de Marketing: um diferencial competitivo O Marketing é responsabilidade de TODA a Instituição. Processo criterioso para elaboração de um Plano de Marketing Missão, Objetivos e Metas Identidade e

Leia mais

Planejamento e Implementação de Ações de Marketing

Planejamento e Implementação de Ações de Marketing Planejamento e Implementação de Ações de Marketing Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso

Leia mais

Gestão do Atendimento e Relacionamento com o Cliente. UCB 2011 Unidade 04 Aula 01

Gestão do Atendimento e Relacionamento com o Cliente. UCB 2011 Unidade 04 Aula 01 UCB 2011 Unidade 04 Aula 01 O papel do Ombudsman/Ouvidor O que significa a palavra ombudsman? Ombudsman é uma palavra de origem sueca que surgiu em 1809, quando o Parlamento da Suécia decidiu ter um representante

Leia mais

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas

O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade. O Administrador na Gestão de Pessoas O Administrador e a Magnitude de sua Contribuição para a Sociedade Eficácia e Liderança de Performance O Administrador na Gestão de Pessoas Grupo de Estudos em Administração de Pessoas - GEAPE 27 de novembro

Leia mais

0806evandro@gmail.com 2 Acadêmico do Curso de Administração do Instituto Federal Farroupilha Campus Júlio de Castilhos. E-mail:

0806evandro@gmail.com 2 Acadêmico do Curso de Administração do Instituto Federal Farroupilha Campus Júlio de Castilhos. E-mail: ANÁLISE AMBIENTAL DE UMA EMPRESA DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Evandro Dallanora 1 Evandro Leão de Freitas 2 Luciana Perazzolo Cristofaria 3 Camila Coletto 4 1 INTRODUÇÃO O presente trabalho trata de uma análise

Leia mais

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação

Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação Manual Como elaborar uma estratégia de comunicação Índice Introdução Passo 1 - Faça um diagnóstico da comunicação. Passo 2 - Defina os alvos da comunicação Passo 3 - Estabeleça os objetivos da comunicação

Leia mais

Programa Tear. Objetivo: Propósito: Sustentabilidade. Competitividade

Programa Tear. Objetivo: Propósito: Sustentabilidade. Competitividade Programa Tear Objetivo: Competitividade & Sustentabilidade Propósito: Implementação da RSE em PMEs da cadeia de valor de empresas estratégicas em 07 setores da economia Parceiros Parceiros do projeto:

Leia mais

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA

MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA MARKETING E VENDAS NA FARMÁCIA Há muito se discute que o mercado de farmácias é ambiente competitivo e que a atividade vem exigindo profissionalismo para a administração de seus processos, recursos e pessoal.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Contrato por Produto - Nacional

TERMO DE REFERÊNCIA Contrato por Produto - Nacional TERMO DE REFERÊNCIA Contrato por Produto - Nacional 1 Antecedentes e Justificativa A partir da última década do século passado, a gestão de riscos tomou impulso e passou a fazer parte da agenda dos executivos

Leia mais

A operacionalização da gestão de condicionalidades no Programa Bolsa Família (PBF) ocorre de forma:

A operacionalização da gestão de condicionalidades no Programa Bolsa Família (PBF) ocorre de forma: CONDICIONALIDADES DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA ATORES RESPONSÁVEIS PELA GESTÃO A operacionalização da gestão de condicionalidades no Programa Bolsa Família (PBF) ocorre de forma:» Intersetorial: com os responsáveis

Leia mais

ANÁLISE ORGANIZACIONAL DE UMA EMPRESA DO SETOR DE MÓVEIS PLANEJADOS EM SANTA MARIA (RS) Lúcia dos Santos Albanio 1 Ezequiel Redin 2

ANÁLISE ORGANIZACIONAL DE UMA EMPRESA DO SETOR DE MÓVEIS PLANEJADOS EM SANTA MARIA (RS) Lúcia dos Santos Albanio 1 Ezequiel Redin 2 ANÁLISE ORGANIZACIONAL DE UMA EMPRESA DO SETOR DE MÓVEIS PLANEJADOS EM SANTA MARIA (RS) Lúcia dos Santos Albanio 1 Ezequiel Redin 2 1 INTRODUÇÃO As empresas do setor moveleiro foram impulsionadas, nos

Leia mais

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso

CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar. Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT: Visão Geral e domínio Monitorar e Avaliar Daniel Baptista Dias Ernando Eduardo da Silva Leandro Kaoru Sakamoto Paolo Victor Leite e Posso CobiT O que é? Um framework contendo boas práticas para

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Extensão Esterina Placco Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico

Leia mais

Governança de TI: O que é COBIT?

Governança de TI: O que é COBIT? Governança de TI: O que é COBIT? Agenda Governança de TI Metodologia COBIT Relacionamento do COBIT com os modelos de melhores práticas Governança de TI em 2006 Estudo de Caso Referências Governança de

Leia mais

EXECUTIVE GESTÃO ESTRATÉGICA. www.executivebc.com.br. 071 3341-4243 cursos@executivebc.com.br

EXECUTIVE GESTÃO ESTRATÉGICA. www.executivebc.com.br. 071 3341-4243 cursos@executivebc.com.br EXECUTIVE GESTÃO ESTRATÉGICA www.executivebc.com.br 071 3341-4243 cursos@executivebc.com.br GESTÃO ESTRATÉGICA O presente documento apresenta o modelo de implantação do sistema de gestão estratégica da

Leia mais

PLANO DE MARKETING: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO NA EMPRESA PAULA MODAS ESPERANÇA -PB.

PLANO DE MARKETING: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO NA EMPRESA PAULA MODAS ESPERANÇA -PB. PLANO DE MARKETING: PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO NA EMPRESA PAULA MODAS ESPERANÇA -PB. Monailza de Sousa Oliveira monailza@hotmail.com UEPB Nara Cristina da Silva Costa naracristina.sc@hotmail.com UEPB Suzane

Leia mais

Considerando que a pesquisa mercadológica é uma ferramenta de orientação para as decisões das empresas, assinale a opção correta.

Considerando que a pesquisa mercadológica é uma ferramenta de orientação para as decisões das empresas, assinale a opção correta. ESPE/Un SERE plicação: 2014 Nas questões a seguir, marque, para cada uma, a única opção correta, de acordo com o respectivo comando. Para as devidas marcações, use a Folha de Respostas, único documento

Leia mais

Nome da Instituição: SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC SÃO PAULO

Nome da Instituição: SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC SÃO PAULO Nome da Instituição: SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - SENAC SÃO PAULO CNPJ: 03.709.814/0001-98 Data: 21 de agosto de 2006 Número do Plano: 98 Área do Plano: Áreas Secundárias: Gestão Comércio,

Leia mais

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL

MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL MEDIÇÃO DE DESEMPENHO NA CONSTRUÇÃO CIVIL Eng. Dayana B. Costa MSc, Doutoranda e Pesquisadora do NORIE/UFRGS Conteúdo da Manhã Módulo 1 Medição de Desempenho Conceitos Básicos Experiência de Sistemas de

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

PLANO DE ENSINO DO 1º SEMESTRE LETIVO DE 2013

PLANO DE ENSINO DO 1º SEMESTRE LETIVO DE 2013 PLANO DE ENSINO DO 1º SEMESTRE LETIVO DE 2013 Curso: TECNOLOGIA EM MARKETING Habilitação: TECNOLÓGO Disciplina: FERRAMENTAS DE COMUNICAÇÃO EM MARKETING Período: M V N 3º semestre do Curso Carga Horária:

Leia mais

Manual de conduta em mídias sociais: o caso da Embrapa

Manual de conduta em mídias sociais: o caso da Embrapa 2º Seminário Nacional de REDES SOCIAIS e E-GOV para Administração Pública Manual de conduta em mídias sociais: o caso da Embrapa Daniel Medeiros daniel.medeiros@embrapa.br @dnmedeiros fb.com/dnmedeiros

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

PLANO DE CURSO. Código: MAR 33 Carga Horária: 40 Créditos: 02 Pré-requisito(s): - Período: IV Ano: 2015.2

PLANO DE CURSO. Código: MAR 33 Carga Horária: 40 Créditos: 02 Pré-requisito(s): - Período: IV Ano: 2015.2 PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Bacharelado em Administração Disciplina: Pesquisa de Marketing Professor: Daiany Macieira Varjão e-mail: daianymv@gmail.com Código: MAR 33 Carga Horária:

Leia mais

Curso Balanced Scorecard como ferramenta de Gestão por Indicadores

Curso Balanced Scorecard como ferramenta de Gestão por Indicadores Curso Balanced Scorecard como ferramenta de Gestão por Indicadores O Planejamento Estratégico deve ser visto como um meio empreendedor de gestão, onde são moldadas e inseridas decisões antecipadas no processo

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2010. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Técnico em transações imobiliárias

Plano de Trabalho Docente 2010. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Técnico em transações imobiliárias Plano de Trabalho Docente 2010 ETEC: RODRIGUES DE ABREU Ensino Técnico Código: 135 Município: BAURU/SP Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Técnico em

Leia mais

Análise do Ambiente Interno

Análise do Ambiente Interno Análise do Ambiente Interno Professor: Claudemir Duca Vasconcelos Disciplina: Estratégia e Planejamento Corporativo Alunas: Gleice Costa e Cintia Belo 16 Abril 2015 Ambiente Interno de uma Organização

Leia mais

A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E VANTAGEM COMPETITIVA:

A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E VANTAGEM COMPETITIVA: A PRODUÇÃO CIENTÍFICA SOBRE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA E VANTAGEM COMPETITIVA: UMA ANÁLISE DAS PUBLICAÇÕES NO ENANPAD ENTRE OS ANOS DE 010 014. Ronaldo Maciel Guimarães 1. RESUMO Como o mercado vem sofrendo

Leia mais

Sistema Gestão de Gente

Sistema Gestão de Gente Sistema Gestão de Gente Uma organização moderna requer ferramentas de gestão modernas, que incorpore as melhores práticas de mercado em gestão de recursos humanos, que seja fácil de usar e que permita

Leia mais

Planejamento Estratégico 2007 2008. Quatro Projetos da Equipe 1

Planejamento Estratégico 2007 2008. Quatro Projetos da Equipe 1 Planejamento Estratégico 2007 2008 Objetivo Estratégico: Estimular criação / desenvolvimento e fortalecimento de programas estaduais e setoriais. Quatro Projetos da Equipe 1 revisão em 26/09/2007 Missão:

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

Descrição dos Cargos, Atribuições e Responsabilidades

Descrição dos Cargos, Atribuições e Responsabilidades Descrição dos Cargos, Atribuições e Responsabilidades 1. DESCRIÇÕES DO CARGO - ESPECIALISTA EM DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIA NUCLEAR E DEFESA a) Descrição Sumária Geral Desenvolver, projetar, fabricar,

Leia mais

CONHEÇA NOSSA EMPRESA:

CONHEÇA NOSSA EMPRESA: CONHEÇA NOSSA EMPRESA: HISTÓRICO A RC Consultoria esta em atividade desde o ano de 2007 na área de consultoria em gestão empresarial, levando para os nossos clientes um otimo portfólio de serviços para

Leia mais

Controle ou Acompanhamento Estratégico

Controle ou Acompanhamento Estratégico 1 Universidade Paulista UNIP ICSC Instituto de Ciências Sociais e Comunicação Cursos de Administração Apostila 9 Controle ou Acompanhamento Estratégico A implementação bem sucedida da estratégia requer

Leia mais

A PERCEPÇÃO DAS EMPRESAS SOBRE OS SERVIÇOS PRESTADOS PELOS PROFISSIONAIS DA AREA DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO 1

A PERCEPÇÃO DAS EMPRESAS SOBRE OS SERVIÇOS PRESTADOS PELOS PROFISSIONAIS DA AREA DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO 1 A PERCEPÇÃO DAS EMPRESAS SOBRE OS SERVIÇOS PRESTADOS PELOS PROFISSIONAIS DA AREA DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO 1 Tatiana Pereira da Silveira 1 RESUMO O objetivo deste trabalho é apresentar os resultados da

Leia mais

O Plano de Negócios Fabiano Marques

O Plano de Negócios Fabiano Marques O Plano de Negócios Fabiano Marques Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições. (Dornelas, 2005) O termo empreendedorismo está naturalmente

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING

REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING PROGRAMA PRIMEIRA EMPRESA INOVADORA PRIME GESTÃO MERCADOLÓGICA 2009 REVISANDO O CONCEITO E A EVOLUÇÃO DO MARKETING Todo comprador poderá adquirir o seu automóvel da cor que desejar, desde que seja preto.

Leia mais

PERFIL AMÉRICA MARKETING

PERFIL AMÉRICA MARKETING PERFIL AMÉRICA MARKETING A América Marketing é uma consultoria com cinco anos de atuação, que conta com a experiência de 15 anos de sua sócia-diretora, Patricia Marra, sendo nove anos como executiva nas

Leia mais