EMPREENDEDORISMO CONCEITOS... 21/03/2014 EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? IMPORTANTE!!!!!

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EMPREENDEDORISMO CONCEITOS... 21/03/2014 EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? IMPORTANTE!!!!!"

Transcrição

1 EMPREENDEDORISMO CONCEITOS... Profa. MsC. Célia Regina Beiro da Silveira EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? É aquele que destrói a ordem econômica existente pela introdução de novos produtos e serviços, pela criação de novas formas de organização ou pela exploração de novos recursos e materiais. (Joseph Schumpeter:1949) É aquele que cria um equilíbrio, encontrando uma posição clara e positiva em um ambiente de caos e turbulência, ou seja, identifica oportunidades na ordem presente (Kirzner:1973) EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR É UMA PESSOA QUE IMAGINA, DESENVOLVE E REALIZA VISÕES. (FILION ) IMPORTANTE!!!!! Acreditava-se que o empreendedor era inato. Atualmente, acredita-se que o processo empreendedor pode ser ensinado e entendido por qualquer pessoa!!! (DORNELAS, 2001) 1

2 Primeiro uso do termo empreendedorismo: ANÁLISE HISTÓRICA Marco Polo, ao tentar estabelecer uma rota comercial para o Oriente, assumindo papel ativo, correndo riscos físicos e emocionais Idade Média: Século XVII: Aquele que gerenciava grandes projetos de produção, sem assumir grandes riscos, utilizando os recursos disponíveis, geralmente provenientes do governo do país. Richard Cantillon (escritor e economista) foi o primeiro a diferenciar o empreendedor aquele que assumia riscos do capitalista aquele que fornecia o capital. Século XVIII: Séculos XIX e XX: Finalmente diferenciados o capitalista e o empreendedor. Os empreendedores foram frequentemente confundidos com os gerentes ou administradores. Ex.: Pesquisas referentes aos campos elétricos, de Thomas Edison, que só foram possíveis com o auxílio de investidores que financiaram os experimentos 2

3 AÇÕES DE EMPREENDEDORISMO DESENVOLVIDAS NO BRASIL 1990 Sociedade Brasileira para Exportação de Software Ações voltadas à capacitação do empreendedor: EMPRETEC, Jovem Empreendedor, Brasil Empreendedor; Diversos cursos e programas sendo criados nas universidades para o ensino do empreendedorismo Surgimento do Instituto e-cobra, de apoio aos empreendedores das empresas baseadas em internet Enorme crescimento do movimento de incubadoras de empresas: 3

4 POR QUÊ AS EMPRESAS FECHAM?????? Causas de Fracasso das Empresas Falta de planejamento e memória de cálculo inadequado; Desconhecimento de tributação; Expansão além dos recursos; Análise financeira e de custo inadequada; Falta de informação acerca de seus clientes/mercado; Nepotismo; Centralização excessiva; Causas de Fracasso das Empresas Conflitos internos; Miopia em vendas; A empresa precisa Individualismo; Falta de liderança e gestão de pessoas; Cultura da qualidade incipiente; Produção e logística ineficiente; Ações estratégicas e de negociação com falhas. TER INTEGRAÇÃO Administração de Operações Administração de Marketing TER COMUNICAÇÃO E ESTRUTURA CLIENTES Administração de Recursos Humanos E M P R E E N D I M E N T O Modelo Adhocrático Modelo Servidor 4

5 ENTENDER O SER HUMANO O iceberg do ser SER Empreendedor Empreendedor Tecnológico Empreendedor Mercadológico O que mostramos Gerador de Idéias Foco no conhecimento cientifico Quebrar paradigmas Capacidade de venda Foco no mercado Assumir Risco Emoções Crenças Valores O que temos a mostrar Visão de futuro Capacidade de desenvolvimento Visão de Negócio Capacidade de execução Resultados tecnológico Resultados Financeiros Ter Visão de Mercado e Planejamento de Marketing A Visão do Processo de Decisão Dados Informações Conhecimento Decisões Ações Articular o Processo de Escolha Escolha Modelos O PROFISSIONAL PRECISA... Deve ser construída Experiências Expectativas Busca da Identidade Pessoal Conscientização de um Projeto de Vida 5

6 Fatores que Influenciam Aptidões Interesses Momento de vida atual Fazer com Segurança Sucessivas Escolhas Conclusão dos Estudos Secundários Escolha Profissional Opção e Competição por uma Carreira Contexto Familiar Personalidade Adolescência Transição Conhecimento de Si Mesmo Brincadeiras Responsabilidades Elaboração de um Novo Papel Gera Insegurança Ansiedade Como Buscar Opção Madura e Autônoma? Quando se tem Olhar para o futuro Viver intensamente o agora Decisão? Carga de Angústia Saídas? Compreender-se Acompanhar e entender o que está em sua volta. 112 anos 56 anos 35 anos Fotografia Telefone Rádio Radar 15 anos Televisão 12 anos Transistor 5 anos 3 anos Circuito Integrado 1 ano 1 mês AT Pentium.. O cenário atual exige profunda mudança comportamental no modus operandi das empresas. Crença Razão Emoção 6

7 RÁPIDOS AVANÇOS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO GLOBALIZAÇÃO DA ECONOMIA Clientes buscando respostas: Mais atualizadas Mais rápidas Mais competitivas Mais personalizadas Colaboradores Procurando: Trabalho mais significativo Reconhecimento Capacitação pessoal e profissional ACIRRAMENTO DA CONCORRÊNCIA Governos : sociedade exigindo mudanças para: Empresas a serviço da sociedade Empresas ágeis e eficientes Empresas equilibradas economicamente e financeiramente. NOVAS DIRETRIZES PARA ATUAÇÃO EMPRESARIAL PERFIL DO EXECUTIVO NO MERCADO GLOBALIZADO CRIAÇÃO DE VALOR APRENDIZAGEM CONTÍNUA FLEXIBILIDADE ENTENDIMENTO DAS DIFERENÇAS CULTURAIS MULTIFUNCIONALIDADE IDENTIFICAR, CONQUISTAR E DESENVOLVER TALENTOS Focar Resultados PERFIL PROFISSIONAL NO MERCADO GLOBALIZADO Pilares da Empregabilidade Formação Escolar Competência Profissional Clientes Liderança Cultura Idoneidade Saúde Física e Mental Relacionamentos Mercado Habilidades Relacionamentos Comportamento Novas Tecnologias 7

8 HABILIDADES E CONHECIMENTOS PARA OS PROFISSIONAIS Tolerância aos outros, aos princípios éticos e à cidadania; Habilidades Quantitativas = Capacidade para Leitura e Redação Computação e Comunicação Eletrônica Espírito Empreendedor Trabalho em Time Vírus da Curiosidade Capacidade para enfrentar problemas decorrentes da fragmentação social, como tráfico de drogas, violência, etc. TUDO ISSO REQUER Maior esforço e constante atualização, além de provocar um estresse exagerado. CIVILIZAÇÃO GLOBAL Está vivendo de fato uma mudança fundamental em sua concepção de tempo. É QUERER VER JÁ OS RESULTADOS É A VERDADEIRA ACELERAÇÃO GLOBAL SAÍDA EDUCAÇÃO DIVIDIR RESPONSABILIDADES O Progresso Tecnológico Eliminará cada vez mais trabalho humano, o esforço físico e parte do esforço intelectual poderão ser delegados à máquinas. Ao homem restará só o monopólio das atividades criativas. Individuo como uma máquina de ações X reações = Impressões Simpatia Atração Antipatia Aversão Colaboração Comunicação Aproximação Afastamento Conflitos Competição 8

9 DIFERENÇAS INDIVIDUAIS Quais os valores básicos para o Desenvolvimento de um Ser Humano melhor? É gostar de si mesmo É o ato de se colocar psicologicamente e em sentimento na posição do outro. Todo mundo se gosta? Exemplos: Ouvir com atenção Preocupar-se com o outro Entender suas aflições Fazê-lo pensar sobre suas atitudes É a aproximação entre pessoas quando demonstram o mesmo valor e natureza igualitária. O CAMINHO DO SUCESSO TEM TRÊS SEGREDOS O primeiro é ter método, disciplina e persistência. O segundo é não se comparar com ninguém. O terceiro é valorizar-se. 9

10 O processo de mudança é inevitável, mas o crescimento é opcional. M.F. 10

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências Gestão de Pessoas e Avaliação por competências quer a empresa que não existe! Funcionário quer o profissional que não existe! Empresa A visão evolutiva da área de Gestão de Pessoas... 1930 Surgem departamentos

Leia mais

EMPREENDEDORISMO E MERCADO DE TRABALHO

EMPREENDEDORISMO E MERCADO DE TRABALHO EMPREENDEDORISMO E MERCADO DE TRABALHO SOU EMPREGÁVEL? EMPREENDEDO...QUÊ? EMPREENDER Deliberar-se a praticar; Propor-se; Tentar; Pôr em execução. Fonte: Aurélio Empreendedor Uma das definições mais antigas

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Etec CENTRO PAULA SOUZA Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócio Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento T & D

Treinamento e Desenvolvimento T & D Treinamento e Desenvolvimento 1 RH Mecanicista Nível operacional burocrático. Centralizado e obscuro. Visão predominante interna a empresa Reativo/ lento e controlador. Visão de emprego a curto prazo.

Leia mais

Competências e Habilidades

Competências e Habilidades Competências e Habilidades Aula 11 Gestão da Carreira Autoconhecimento Personalidade Motivações Valores Habilidades Interesses Análise do Ambiente Definição de objetivos Ações / Estratégias 2 1 Gerenciamento

Leia mais

CURSO: MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS

CURSO: MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CURSO: MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS ANO 15/1 : UNIDADE BUENO - SÁBADOS QUINZENAIS DISCIPLINA CARGA HORÁRIA COORDENADOR: Profa Carmen Rizzotto

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental da PREVI

Política de Responsabilidade Socioambiental da PREVI 1.1. A PREVI, para o cumprimento adequado de sua missão administrar planos de benefícios, com gerenciamento eficaz dos recursos aportados, buscando melhores soluções para assegurar os benefícios previdenciários,

Leia mais

Pense... Vida. Projeto de. Pense OPEE. ... em uma educação conectada com a construção de projetos de vida.

Pense... Vida. Projeto de. Pense OPEE. ... em uma educação conectada com a construção de projetos de vida. Pense...... em uma educação conectada com a construção de projetos de vida. COLEÇÃO DIDÁTICA PROJETOS INOVADORES Autoconhecimento Empreendedorismo Educação Financeira Inteligência Emocional Métodos de

Leia mais

AFINAL, O QUE ROLOU NO CONARH 2016?

AFINAL, O QUE ROLOU NO CONARH 2016? AFINAL, O QUE ROLOU NO CONARH 2016? Bloco - Futuro e tendências - trabalho e RH Constelação Organizacional e a Evolução do Modelo de RH na GE - Ana Lúcia Caltabiano Trabalhabilidade e carreira: novas tendências

Leia mais

Ementário EMBA em Gestão de Projetos

Ementário EMBA em Gestão de Projetos Ementário EMBA em Gestão de Projetos Grade curricular Disciplina MATEMÁTICA FINANCEIRA - N FUNDAMENTOS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E GERENCIAMENTO DE ESCOPO - N GERENCIAMENTO DE RISCOS EM PROJETOS GESTÃO

Leia mais

Taller sobre remesas, educación financiera y microemprendimiento en Goíanía, Brasil, 26 y 27 de Noviembre 2014.

Taller sobre remesas, educación financiera y microemprendimiento en Goíanía, Brasil, 26 y 27 de Noviembre 2014. Fortalecimiento del diálogo y de la cooperación entre la Unión Europea (UE) y América Latina y el Caribe (ALC) para el establecimiento de modelos de gestión sobre migración y políticas de desarrollo www.migracion-ue-alc.eu

Leia mais

INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE SUSTENTÁVEL EMPREENDEDORISMO DE SUCESSO

INOVAÇÃO COMPETITIVIDADE SUSTENTÁVEL EMPREENDEDORISMO DE SUCESSO EMPREENDER PARA TRANSFORMAR INOVAR PARA COMPETIR Apresentação Nome: JOSÉ CARLOS CAVALCANTE Formação: Administrador de Empresas e Contador Pós-Graduação: Administração Financeira e Controladoria Cursos

Leia mais

Governança Corporativa de Empresas Familiares. Migrando do Conselho para os níveis operacionais

Governança Corporativa de Empresas Familiares. Migrando do Conselho para os níveis operacionais Governança Corporativa de Empresas Familiares Migrando do Conselho para os níveis operacionais O que é "empresa familiar"? A família detém o controle societário Empresas Familiares no Mundo Fonte: Consultoria

Leia mais

IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS

IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS Adm. Ramiro Vieira, Msc Coach Abril/2016 O Líder Nasce ou se Torna Líder? Nem todos os que se esforçam para ser líderes têm condições

Leia mais

1ª Série. 6NIC088 FOTOGRAFIA Conceitos de fotografia analógica e digital e sua aplicação nos meios de comunicação de massa e na comunicação dirigida.

1ª Série. 6NIC088 FOTOGRAFIA Conceitos de fotografia analógica e digital e sua aplicação nos meios de comunicação de massa e na comunicação dirigida. 1ª Série 6NIC091 ADMINISTRAÇÃO EM RELAÇÕES PÚBLICAS Conceitos básicos de administração geral. Organizações e grupos formais e informais. Estrutura organizacional. Funções organizacionais da administração.

Leia mais

Comitê Científico do Enangrad

Comitê Científico do Enangrad Comitê Científico do Enangrad Administração Pública Empreendedorismo e Governança Corporativa Ensino, Pesquisa e Formação Docente em Administração Finanças Gestão da Sustentabilidade Gestão de Informações

Leia mais

Lato Sensu da FGV Management Rio compreende uma análise curricular. Desta forma, solicitamos o

Lato Sensu da FGV Management Rio compreende uma análise curricular. Desta forma, solicitamos o Prezado (a) Sr.(a.), Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de

Leia mais

O PAPEL DOS COORDENADORES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FRENTE ÀS MUDANÇAS. SEMINÁRIO REGIONAL ANGRAD - AMPESC - CRA/SC

O PAPEL DOS COORDENADORES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FRENTE ÀS MUDANÇAS. SEMINÁRIO REGIONAL ANGRAD - AMPESC - CRA/SC O PAPEL DOS COORDENADORES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FRENTE ÀS MUDANÇAS. SEMINÁRIO REGIONAL ANGRAD - AMPESC - CRA/SC Prof. Dr. RUI OTÁVIO BERNARDES DE ANDRADE Presidente do CRA/RJ Coordenador do Conselho

Leia mais

O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL

O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL O PROCESSO DE AVALIAÇÃO PROFISSIONAL Carmen Leite Ribeiro Bueno* A Avaliação Profissional tem como objetivo geral auxiliar o indivíduo em seu desenvolvimento pessoal e profissional, utilizando sistematicamente

Leia mais

BEM VINDOS ALUNOS DA GRADUAÇÃ ÇÃO. GESTÃO INTEGRADA PESSOAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃ ÇÃO O QUE O MUNDO TEM A VER COM MARKETING?

BEM VINDOS ALUNOS DA GRADUAÇÃ ÇÃO. GESTÃO INTEGRADA PESSOAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃ ÇÃO O QUE O MUNDO TEM A VER COM MARKETING? BEM VINDOS ALUNOS DA TURMA DE PÓS-GRADUA P GRADUAÇÃ ÇÃO. GESTÃO INTEGRADA PESSOAS E SISTEMAS DE INFORMAÇÃ ÇÃO PROF. PAULO NETO FIB - 2011 O QUE O MUNDO TEM A VER COM MARKETING? O QUE EU TENHO A VER COM

Leia mais

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS Ana Paula Lima Coaching, Consultoria e Palestras é uma empresa especializada em Gestão de Pessoas, que visa identificar o potencial humano e desenvolvê-lo através

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre Pró-Reitoria de Extensão - PROEX

Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre Pró-Reitoria de Extensão - PROEX ANEXO 1 FORMULÁRIO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO DE PROJETO DE EXTENSÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DA PROPOSTA DO PROJETO 1.1 Área temática (ver Anexo 1.1) 1.2 Linha de extensão (informar em qual (is) linha(s) se enquadra

Leia mais

COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM ATIVIDADES Atividade Extra - Fórum SIEPE (Compensação da carga horária do dia 08/09/2012) A atividade foi postada no módulo X Atividade Módulo X - Fórum Agenda O cursista

Leia mais

[De]Codificando a Comunicação de uma Organização Criativa: Um Estudo de Caso no CESAR

[De]Codificando a Comunicação de uma Organização Criativa: Um Estudo de Caso no CESAR Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Sociais Aplicadas Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Profissional em Administração Ana Aragão da Cunha Lima e Nascimento Relatório

Leia mais

Benefício do Coaching para Escritórios de Advocacia

Benefício do Coaching para Escritórios de Advocacia Benefício do Coaching para Escritórios de Advocacia Por que Coaching para Escritórios de Advocacia? Os escritórios são, nos dias de hoje, uma empresa e isso não tem mais volta. Assim, não dá para o advogado

Leia mais

O processo empreendedor

O processo empreendedor Política de Negócios e Empreendedorismo Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Aula 02 O processo empreendedor O processo empreendedor Identificar

Leia mais

empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO:

empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO: empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO: "VIMOS A TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, E A NECESSIDADE DE MELHOR ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM, E ENTÃO SABÍAMOS QUE ERA PRECISO CRIAR O CASLEADER".

Leia mais

Competências socioemocionais e mundo do trabalho. Daniela Arai Avaliação e Desenvolvimento Instituto Ayrton Senna

Competências socioemocionais e mundo do trabalho. Daniela Arai Avaliação e Desenvolvimento Instituto Ayrton Senna Competências socioemocionais e mundo do trabalho Daniela Arai Avaliação e Desenvolvimento Instituto Ayrton Senna 0 As competências e o trabalho Fonte: Relatório McKinsey Educação para o trabalho: desenhando

Leia mais

Autoconfiança. Prof. Raul Franzolin Neto. Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos USP-Pirassununga rfranzol@usp.br

Autoconfiança. Prof. Raul Franzolin Neto. Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos USP-Pirassununga rfranzol@usp.br Autoconfiança Prof. Raul Franzolin Neto Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos USP-Pirassununga rfranzol@usp.br Nada aprenderam de mim, senão o que já sabiam e que são eles quem por si mesmos

Leia mais

NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA

NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA O que é engajamento? Engajamento no trabalho é uma forma de agir em que o indivíduo, motivado por uma causa, expressa sua vontade e predisposição de fazer

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Curso: Gastronomia Turma: 1 Semestre Disciplina: ADM Professor: Acácio Sacerdote

PLANO DE NEGÓCIOS. Curso: Gastronomia Turma: 1 Semestre Disciplina: ADM Professor: Acácio Sacerdote Curso: Gastronomia Turma: 1 Semestre Disciplina: ADM Professor: Acácio Sacerdote O que é um PLANO DE NEGÓCIOS? O QUE É UM PLANO DE NEGÓCIOS? É o resultado de uma metodologia de planejamento que permite

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO CUIABÁ 2015 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar

Leia mais

Relatório CRI Minas 16/05/13 Inovação e Comportamento Humano Hérica Righi,Raoni Pereira e Flávia Carvalho

Relatório CRI Minas 16/05/13 Inovação e Comportamento Humano Hérica Righi,Raoni Pereira e Flávia Carvalho Relatório CRI Minas 16/05/13 Inovação e Comportamento Humano Hérica Righi,Raoni Pereira e Flávia Carvalho Relatório CRI Minas 16/05/13 Inovação e Comportamento Humano Muitos são os desafios encontrados

Leia mais

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Foco da Palestra Orientar e esclarecer os conceitos de Lucratividade e a importância para existência e sucesso das empresas. Proporcionar aos participantes

Leia mais

A Educação Profissional e Tecnológica. Conceituação Princípios Objetivos Características

A Educação Profissional e Tecnológica. Conceituação Princípios Objetivos Características A Educação Profissional e Tecnológica Conceituação Princípios Objetivos Características Conceituação A educação profissional tecnológica, integrada às diferentes formas de educação, ao trabalho, a ciência

Leia mais

FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS:

FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS: FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS: Treinamento É o conjunto de métodos usados para transmitir aos funcionários novos e antigos as habilidades necessárias para o desempenho do trabalho. Treinamento Custo ou investimento?

Leia mais

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal

Desenvolvimento de Negócios. Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Desenvolvimento de Negócios Planejamento Estratégico Legal: da concepção à operacionalização Competências necessárias para o Gestor Legal Gestão Estratégica Para quê? Por Quê? Para fazer acontecer e trazer

Leia mais

11/5/2009 UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO SELMA ERICHSEN

11/5/2009 UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO SELMA ERICHSEN UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO SELMA ERICHSEN O PLANO DE NEGÓCIOS COMO FATOR FUNDAMENTAL PARA A VERIFICAÇÃO DA VIABILIDADE ECONÔMICA NA ABERTURA DE UM NOVO EMPREENDIMENTO Orientador:

Leia mais

POLÍTICA ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS ÍNDICE. 1. Objetivo...2. 2. Abrangência...2. 3. Definições...2. 4. Diretrizes...3. 5. Materialidade...

POLÍTICA ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS ÍNDICE. 1. Objetivo...2. 2. Abrangência...2. 3. Definições...2. 4. Diretrizes...3. 5. Materialidade... ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS Folha 1/8 ÍNDICE 1. Objetivo...2 2. Abrangência...2 3. Definições...2 4. Diretrizes...3 5. Materialidade...7 Folha 2/8 1. Objetivos 1. Estabelecer as diretrizes que devem orientar

Leia mais

Intra empreendedorismo Eva Vieira

Intra empreendedorismo Eva Vieira Intra empreendedorismo Eva Vieira contato@evavieira.com.br Um empreendedor é uma pessoa imaginativa,caracterizada por uma capacidade de fixar alvos e objetivos Filion (1986) O empreendedor não perde a

Leia mais

O POTENCIAL DE INOVAÇÃO E A QUESTÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL NAS INDÚSTRIAS DA REGIÃO NOROESTE DO RS 1

O POTENCIAL DE INOVAÇÃO E A QUESTÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL NAS INDÚSTRIAS DA REGIÃO NOROESTE DO RS 1 O POTENCIAL DE INOVAÇÃO E A QUESTÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL NAS INDÚSTRIAS DA REGIÃO NOROESTE DO RS 1 Valquíria Marchezan Colatto Martins 2, Dieter Rugard Siedenberg 3, Marcos Paulo Dhein Griebeler

Leia mais

Empreendedorismo o caminho para a sustentabilidade

Empreendedorismo o caminho para a sustentabilidade 4º Encontro com a Educação 21 de Abril 2012 Empreendedorismo o caminho para a sustentabilidade Carlos Borrego e Ana Margarida Costa Ser empreendedor empreendedor - termo utilizado para identificar o indivíduo

Leia mais

ABRADEP. Proposta de Plano de Negócio Baseado em Marketing Multinível - MMN

ABRADEP. Proposta de Plano de Negócio Baseado em Marketing Multinível - MMN ABRADEP APRESENTAÇÃO PLANO DE NEGÓCIO DA ACADEMIA BRASILEIRA DE DESENVILVIMENTO PESSOAL Proposta de Plano de Negócio Baseado em Marketing Multinível - MMN O que vamos apresentar nesta palestra online:

Leia mais

Perfil Caliper de Vendas. The Inner Seller Report

Perfil Caliper de Vendas. The Inner Seller Report Perfil Caliper de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Perfil Caliper de Vendas The Inner Seller Report Página 1

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça S.P. Área de conhecimento: Ciências Humanas e suas Tecnologias

Leia mais

CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO

CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO CRIATIVIDADE E ECONOMIA INOVAÇÂO E INTERNACIONALIZAÇÃO Criatividade e Economia Identificamos 4 pilares complementares que deveriam ter um papel dinamizador para a promoção do empreendedorismo e a articulação

Leia mais

O Desafio do gestor em desenvolver uma equipe

O Desafio do gestor em desenvolver uma equipe O Desafio do gestor em desenvolver uma equipe Guilherme Mendonça MENDONÇA 1 Jair Junior Pinheiro NATEL 2 Priscila silva DORNELAS Andrea Marcia Pennacchi MARCONDES 3 RESUMO: Este artigo analisa algumas

Leia mais

Inovação. Data: 12/04/2012. Inovação é a exploração com sucesso de novas idéias. United Kingdom Department of Trade & Industry

Inovação. Data: 12/04/2012. Inovação é a exploração com sucesso de novas idéias. United Kingdom Department of Trade & Industry Cursos: Administração / Ciências Contábeis Disciplina: Inovação Tecnológica Data: 12/04/2012 Inovação Inovação é a exploração com sucesso de novas idéias. United Kingdom Department of Trade & Industry

Leia mais

Aprendizagem em Comércio de Bens e Serviços. Senac Jundiaí

Aprendizagem em Comércio de Bens e Serviços. Senac Jundiaí Aprendizagem em Comércio de Bens e Serviços Senac Jundiaí Aprendizagem em Comércio de Bens e Serviços Senac Jundiaí 1997 Início do Programa de Aprendizagem em Jundiaí (1 turma) 2000 Parceria com Secretaria

Leia mais

TOTAL GERAL 1.000 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO (OPTATIVA)

TOTAL GERAL 1.000 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO (OPTATIVA) ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DC 4021 19/12/2013 Rev. 01 1. Dados Legais Autorizado pelo Parecer 469 de 24/11/2009. DECRETO No 2.929, de 21 de dezembro de

Leia mais

Desenvolvendo Habilidades Empreendedoras

Desenvolvendo Habilidades Empreendedoras Desenvolvendo Habilidades Empreendedoras Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br Bem-vindo à versão de demonstração do curso Desenvolvendo Habilidades Empreendedoras! Vocêpoderá conferir alguns

Leia mais

Auditoria de Sistemas de Informação. Prof. Eugênio Guimarães de Souza Esp. em Governança de TI

Auditoria de Sistemas de Informação. Prof. Eugênio Guimarães de Souza Esp. em Governança de TI Auditoria de Sistemas de Prof. Eugênio Guimarães de Souza Esp. em Governança de TI Globalização => disseminação da informação; É mais fácil interceptar a informação; Empresários deixam de tomar decisões

Leia mais

SEBRAE REGIONAL NOROESTE MARÇO E ABRIL - 2016. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebraego.com.br

SEBRAE REGIONAL NOROESTE MARÇO E ABRIL - 2016. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebraego.com.br AGENDA SEBRAE REGIONAL NOROESTE MARÇO E ABRIL - 2016 Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebraego.com.br VEJA QUAL SUA CATEGORIA EMPRESARIAL Microempreendedor Individual (MEI) O MEI é

Leia mais

I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL. Profª Drª Luciana Moas

I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL. Profª Drª Luciana Moas I CONGRESSO BRASILEIRO DE ENFERMAGEM NEONATAL Bioética e Biodireito na Atenção Neonatal FILIAÇÃO UNISSEXUAL O IMPACTO DAS INOVAÇÕES BIOTECNOLÓGICAS NO PARENTESCO: A DISTINÇÃO ENTRE PAI E GENITOR Meu Deus

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014

Plano de Trabalho Docente 2014 Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio ETEC Professora Nair Luccas Ribeiro Código: 156 Município: Teodoro Sampaio Área de conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia Série: 2ª

Leia mais

PLANO DE CARREIRA CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Tripé: Sustentação conceitual;

PLANO DE CARREIRA CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Tripé: Sustentação conceitual; CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) Consultoria Organizacional Prof. Ms. Carlos William de Carvalho CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR 2.2 FORMA DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL: EMPRESA

Leia mais

A Grow RH. êxito, qualidade e agilidade, garantindo a

A Grow RH. êxito, qualidade e agilidade, garantindo a A Grow RH Oriunda de um dos maiores grupos de RH do Brasil, a Grow RH atua há 13 anos na área de consultoria em Recursos Humanos. Temos como clientes empresas e profissionais de diversos segmentos e portes,

Leia mais

APAE ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS

APAE ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS RELATÓRIO MENSAL DAS ATIVIDADES 2012 MÊS DE FEVEREIRO ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS Técnicos Responsáveis: Diretora Administrativa: Marinalva de Souza Farias da Costa Secretaria: Terezinha

Leia mais

Liderando com Inteligência Emocional

Liderando com Inteligência Emocional Liderando com Inteligência Emocional Quem sou eu? 1998 2000 2003 2004 2006 2008 2015 Experiência multicultural Experiência como gestora de equipes Experiência com um projeto global RH DHO Projetos globais

Leia mais

ECOSSISTEMA DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO

ECOSSISTEMA DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO JULIANA SALDANHA ECOSSISTEMA DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO Empreendedores Inv. Anjos Inst. Ensino Incubadoras Fundos Inv. Empresas Pré-aceleradoras Apoiadores Mentores Aceleradoras Coworkings Governo

Leia mais

Empreendedorismo em sala de aula. Jane Carla Claudino Tosin Assessoria da Área Pedagógica

Empreendedorismo em sala de aula. Jane Carla Claudino Tosin Assessoria da Área Pedagógica Empreendedorismo em sala de aula Jane Carla Claudino Tosin Assessoria da Área Pedagógica Contato: Jane Carla Claudino Tosin Assessora da Área Pedagógica 0800 725 3536 Ramal 1171 jtosin@positivo.com.br

Leia mais

PROGRAMA DE COACHING & GERAÇÃO Z GESTÃO DE CARREIRA

PROGRAMA DE COACHING & GERAÇÃO Z GESTÃO DE CARREIRA Cer ficada LAIS SILVA Profissional coach &Leader Coach Analista comportamental & 360 graus Coach, Consultora, Palestrante. Especialista em Recursos Humanos e Gestão Auditoria em Serviços de Saúde. Atua

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: ETEC RODRIGUES DE ABREU Código: 135 Município: BAURU/SP Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Leia mais

CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS

CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS GET GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHADOR SESI/DRMG MINAS GERAIS 2015 www.fiemg.com.br SUMÁRIO 1. PALESTRAS 1.1 MAIS INFORMAÇÕES... 4 2. OFICINAS 2.1 ÉTICA

Leia mais

Prêmios Santander Universidades Edição 2010. Maio de 2010.

Prêmios Santander Universidades Edição 2010. Maio de 2010. Prêmios Santander Universidades Maio de 2010. O Santander acredita que o investimento no ensino superior é a forma mais direta e eficaz de apostar no desenvolvimento dos países em que está presente E,

Leia mais

Painel: Como as escolas e as universidades podem atender as expectativas dos jovens e a nova demanda do mercado com relação ao empreendedorismo?

Painel: Como as escolas e as universidades podem atender as expectativas dos jovens e a nova demanda do mercado com relação ao empreendedorismo? Painel: Como as escolas e as universidades podem atender as expectativas dos jovens e a nova demanda do mercado com relação ao empreendedorismo? Gustavo Marujo EMPREENDEDORISMO NAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS

Leia mais

Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP)

Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) ENSINO FUNDAMENTAL Fortalecer o potencial criativo e realizador de crianças e adolescentes com idade entre 06 e 14 anos, desenvolvendo comportamentos empreendedores,

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda

Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda CÂMPUS ARARANGUÁ MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 0h PROCESSOS CRIATIVOS DESENHO DA FIGURA HUMANA MODELAGEM TRIDIMENSIONAL SISTEMA

Leia mais

PROGRAMA DE COACHING & VOCÊ

PROGRAMA DE COACHING & VOCÊ LAIS SILVA Profissional coach &Leader Coach Analista comportamental & 360 graus Coach, Consultora, Palestrante. Especialista em Recursos Humanos e Gestão Auditoria em Serviços de Saúde. Atua há mais de

Leia mais

É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ

É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ 01 É HORA DE INVESTIR EM VOCÊ Como inovar na carreira e se dar bem no mercado. Lídice da Matta 02 03 Sumário Introdução... 4 Não tenha medo de errar... 7 Veja mudanças como oportunidades... 8 Busque referências...

Leia mais

mercado de cartões de crédito, envolvendo um histórico desde o surgimento do produto, os agentes envolvidos e a forma de operação do produto, a

mercado de cartões de crédito, envolvendo um histórico desde o surgimento do produto, os agentes envolvidos e a forma de operação do produto, a 16 1 Introdução Este trabalho visa apresentar o serviço oferecido pelas administradoras de cartões de crédito relacionado ao produto; propor um produto cartão de crédito calcado na definição, classificação

Leia mais

Relação de Disciplinas

Relação de Disciplinas Relação de Disciplinas Disciplinas Obrigatórias Nome: Metodologia da Pesquisa Científica Carga Horária: 30 h/a Ementa: Ciência, pesquisa e conhecimento científicos. Ciências básicas, ciência aplicada e

Leia mais

Empreendedorismo social e inovação: do problema à transformação social. Sílvia Ferreira Faculdade de Economia Universidade de Coimbra

Empreendedorismo social e inovação: do problema à transformação social. Sílvia Ferreira Faculdade de Economia Universidade de Coimbra Empreendedorismo social e inovação: do problema à transformação social Sílvia Ferreira Faculdade de Economia Universidade de Coimbra smdf@fe.uc.pt Empreendedorismo O empreendedor é o agente do processo

Leia mais

Gestão de Eventos AULA 1. Temas: Gestão de Eventos Conceito de Evento Perfil Profissional do Promotor de Eventos

Gestão de Eventos AULA 1. Temas: Gestão de Eventos Conceito de Evento Perfil Profissional do Promotor de Eventos Gestão de Eventos AULA 1 Temas: Gestão de Eventos Conceito de Evento Perfil Profissional do Promotor de Eventos Gestão de Eventos A Gestão de Eventosestá relacionada a diversas áreas de trabalho, como

Leia mais

TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE. Ative-se!

TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE. Ative-se! TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE Ative-se! Desenvolvimento Humano e Consultoria Empresarial Personalizada Atendimento com Técnicas de Coaching e Neurolinguística # COACHING PERSONAL & EXECUTIVE

Leia mais

1. O PAPEL DO ADMINISTRADOR

1. O PAPEL DO ADMINISTRADOR 4 INTRODUÇÃO Cada vez que o mundo dos negócios fica suficientemente complexo, e inexplicável concluímos que essa é a maneira de Deus dizer a simples mortais como nós que o mundo dos negócios indiscutivelmente

Leia mais

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL CONEXÃO VERDE REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL IASEA INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL 1. APRESENTAÇÃO Conexão Verde é uma rede de aprendizagem e colaboração que envolve jovens

Leia mais

Caderno de Anotações

Caderno de Anotações Caderno de Anotações Principais apontamentos do Programa Negócios & Soluções de 24/07/2004 Tema: CRIATIVIDADE EM VENDAS E COMUNICAÇÃO COM O MERCADO - O que faz com que duas empresas concorrentes do mesmo

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profª Carla Hammes

GESTÃO DO CONHECIMENTO. Profª Carla Hammes GESTÃO DO CONHECIMENTO Profª Carla Hammes O que foi visto na última aula Uma fábula do conhecimento Retenção do conhecimento Armazenamento e disseminação do conhecimento Compartilhamento do conhecimento

Leia mais

A SOCIEDADE SALARIAL EM CRISE: A NOVA QUESTÃO SOCIAL

A SOCIEDADE SALARIAL EM CRISE: A NOVA QUESTÃO SOCIAL A SOCIEDADE SALARIAL EM CRISE: A NOVA QUESTÃO SOCIAL Disciplina: Trabalho, Sociedade e Desigualdades Professor: Francisco E. B. Vargas Instituto de Filosofia, Sociologia e Política IFISP/UFPel - 2013/2

Leia mais

Há 4 anos, surgia a 1ª. edição da pesquisa Trainee do Futuro baseada em anseios e informações dos candidatos finalistas a Trainee.

Há 4 anos, surgia a 1ª. edição da pesquisa Trainee do Futuro baseada em anseios e informações dos candidatos finalistas a Trainee. Introdução Há 4 anos, surgia a 1ª. edição da pesquisa Trainee do Futuro baseada em anseios e informações dos candidatos finalistas a Trainee. De lá para cá, evoluímos a pesquisa e percebemos a importância

Leia mais

MARKETING DIGITAL. O briefing para campanhas de marketing digital

MARKETING DIGITAL. O briefing para campanhas de marketing digital MARKETING DIGITAL O briefing para campanhas de marketing digital Um pequeno passo para o homem, um gigantesco salto para a Humanidade Neil Armstrong, Mar da Tranquilidade, 20 de julho de 1969. O BRIEF

Leia mais

Veja os 11 profissionais especialistas mais procurados durante a crise

Veja os 11 profissionais especialistas mais procurados durante a crise Veja os 11 profissionais especialistas mais procurados durante a crise O executivo que tem perfil para gerenciar crise ainda segue cobiçado no mercado de trabalho, com aumento de 30% na demanda até agosto

Leia mais

Os 30 TIMES mais VALIOSOS do SUL

Os 30 TIMES mais VALIOSOS do SUL PLURI ESPECIAL Os 30 TIMES mais VALIOSOS do SUL Autor Fernando Pinto Ferreira Economista, Especialista em Gestão e Marketing do Esporte, e Pesquisa de Mercado. fernando@pluriconsultoria.com.br Twitter:

Leia mais

Sumário. Apresentação da sexta edição, xv. 1 Introdução, 1

Sumário. Apresentação da sexta edição, xv. 1 Introdução, 1 Sumário Apresentação da sexta edição, xv 1 Introdução, 1 2 O Processo Empreendedor, 7 A revolução do empreendedorismo, 8 O empreendedorismo no Brasil, 15 Análise histórica do surgimento do empreendedorismo,

Leia mais

Visita à Odebrecht 16 de Abril de 2015

Visita à Odebrecht 16 de Abril de 2015 Visita à Odebrecht 16 de Abril de 2015 Introdução Poucas empresas se consolidam no mercado por tanto tempo e com tamanha qualidade, tradição e compromisso na prestação de seus serviços. A 80 anos a Odebrecht

Leia mais

Curso de Especialização em DIREITO EMPRESARIAL

Curso de Especialização em DIREITO EMPRESARIAL Curso de Especialização em DIREITO EMPRESARIAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Direito. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Direito Empresarial. PERFIL PROFISSIONAL: Conhecer a doutrina,

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) LLM em Direito Empresarial Coordenação Acadêmica: Escola de Direito/FGV Direito Rio

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) LLM em Direito Empresarial Coordenação Acadêmica: Escola de Direito/FGV Direito Rio CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO) LLM em Direito Empresarial Coordenação Acadêmica: Escola de Direito/FGV Direito Rio APRESENTAÇÃO DA FGV A FGV é uma instituição privada sem fins lucrativos,

Leia mais

Proposta Wizard Nova Veneza

Proposta Wizard Nova Veneza Proposta Wizard Nova Veneza Sobre a Wizard Com uma metodologia totalmente diferenciada, a Wizard aposta em cursos que acompanham as características particulares de cada aluno, preparando-o para aproveitar

Leia mais

Respostas dos alunos sobre o curso

Respostas dos alunos sobre o curso Respostas dos alunos sobre o curso Aplicação INDICADOR: ENSINO QUESTÃO: EM TERMOS DE PRÁTICA PEDAGÓGICA, QUE ATIVIDADES VOCÊ CITARIA COMO UM DIFERENCIAL DO CURSO? (42) SERVIÇO SOCIAL A disciplina Estágio

Leia mais

Marli de Oliveira Macedo¹, Michele Rodrigues². Introdução

Marli de Oliveira Macedo¹, Michele Rodrigues². Introdução 99 BALANCED SCORECARD COMO FERRAMENTA DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Marli de Oliveira Macedo¹, Michele Rodrigues² Resumo: O planejamento estratégico é o processo administrativo que estabelece a melhor direção

Leia mais

DEFINIÇÕES DE RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS Interpersonal Relationship Definition

DEFINIÇÕES DE RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS Interpersonal Relationship Definition DEFINIÇÕES DE RELACIONAMENTOS INTERPESSOAIS Interpersonal Relationship Definition CARLOS, Joaquim Faculdade de Jaguariúna Resumo: Considerando o momento histórico atual, no qual o cenário se mostra cada

Leia mais

Curso de Especialização DIREITO AMBIENTAL

Curso de Especialização DIREITO AMBIENTAL Curso de Especialização DIREITO AMBIENTAL ÁREA DO CONHECIMENTO: Direito Meio ambiente. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Direito Ambiental. PERFIL PROFISSIONAL: Conhecer

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO BEM-SUCEDIDA DE SOFTWARE 6 PROBLEMAS COM ACIONISTAS QUE VOCÊ PODE FACILMENTE SUPERAR COM O ATLAS

DISTRIBUIÇÃO BEM-SUCEDIDA DE SOFTWARE 6 PROBLEMAS COM ACIONISTAS QUE VOCÊ PODE FACILMENTE SUPERAR COM O ATLAS DISTRIBUIÇÃO BEM-SUCEDIDA DE SOFTWARE 6 PROBLEMAS COM ACIONISTAS QUE VOCÊ PODE FACILMENTE SUPERAR COM O ATLAS DISTRIBUIÇÃO BEM-SUCEDIDA DE SOFTWARE INTRODUÇÃO: CONDUZIR UMA COLABORAÇÃO EFETIVA ENTRE TODOS

Leia mais

Análise Histórica. Análise Histórica

Análise Histórica. Análise Histórica Análise Histórica A palavra empreendedor (entrepreneur) tem origem francesa e quer dizer aquele que assume riscos e começa algo de novo. Século XVII: Os primeiros indícios de relação entre assumir riscos

Leia mais

Como Identificar Oportunidades de Negócios. 08 a 11 de outubro de a 12 de novembro de 2016

Como Identificar Oportunidades de Negócios. 08 a 11 de outubro de a 12 de novembro de 2016 Como Identificar Oportunidades de Negócios 08 a 11 de outubro de 2014 09 a 12 de novembro de 2016 O que Significar Oportunidade? Oportunidade empreendedora designa um potencial para se criar algo novo

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB. Presidente da FUNETEC-PB Cícero Nicácio do Nascimento Lopes. Superintendente Anselmo Guedes de Castilho

ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB. Presidente da FUNETEC-PB Cícero Nicácio do Nascimento Lopes. Superintendente Anselmo Guedes de Castilho ADMINISTRAÇÃO DA FUNETEC-PB Presidente da FUNETEC-PB Cícero Nicácio do Nascimento Lopes Superintendente Anselmo Guedes de Castilho Diretora Escolar Helena Mercedes Monteiro Gerente de Ensino Adeane Nunes

Leia mais

PROGRAMAS EXECUTIVOS ISAG

PROGRAMAS EXECUTIVOS ISAG PROGRAMAS EXECUTIVOS ISAG Executive Programs ISAG www.isag.pt VALORES DE FUTURO INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG.

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012 Pós-Graduação Lato Sensu a Distância 1º semestre 2012 FEVEREIRO/2012 Índice dos Cursos de Pós-Graduação a distância Oferta: primeiro semestre 2012 Curso Mensalidade Total Pagina ÁREA: ADMINISTRAÇÃO MBA

Leia mais

Comportamento empreendedor dos alunos em uma Instituição de Ensino Superior. Cristiane Bertolino

Comportamento empreendedor dos alunos em uma Instituição de Ensino Superior. Cristiane Bertolino Comportamento empreendedor dos alunos em uma Instituição de Ensino Superior Cristiane Bertolino Problema de pesquisa A partir da década de 1990 Visão renovada da empreendedorismo Promover o desenvolvimento

Leia mais