NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA"

Transcrição

1

2 NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA

3 O que é engajamento? Engajamento no trabalho é uma forma de agir em que o indivíduo, motivado por uma causa, expressa sua vontade e predisposição de fazer mais do que lhe é esperado, evidenciando um compromisso autêntico com os objetivos da organização e da equipe, bem como uma preocupação que transcende os limites de sua própria tarefa. A motivação te faz começar algo. O engajamento te faz terminar bem feito aquilo que começou.

4 O engajamento nas empresas Pessoas Amplamente Engajadas: Mundo 21% - Brasil 37% Pessoas Não Engajadas: Brasil 25% Em 12 meses as empresas com maior índice de engajamento ampliaram o Lucro Operacional em 19% e o Lucro por Ação em 28%, em 36 meses ampliaram sua Margem Operacional em 3,7% em média. FONTE: Towers Perrin (Towers Watson), consultoria com 70 anos de atuação, presente em 24 países atendendo 75% das 500 maiores empresas do Mundo, em pesquisa de 2008 com 90 mil pessoas de 1000 empresas em 18 países, dentre eles o Brasil

5 O engajamento nas empresas Aquelas com menor engajamento reduziram o Lucro Operacional em 33% e o Lucro por Ação em 11%, em 3 anos reduziram a Margem Operacional em 2%. Entre os extremos há cerca de 40% de pessoas Moderadamente Engajadas, isso significa que existe um alto potencial de melhoria. FONTE: Towers Perrin (Towers Watson), consultoria com 70 anos de atuação, presente em 24 países atendendo 75% das 500 maiores empresas do Mundo, em pesquisa de 2008 com 90 mil pessoas de 1000 empresas em 18 países, dentre eles o Brasil

6 O engajamento nas empresas Não Engajados: 43% tem planos de deixar a empresa ou está ativamente buscando outro emprego. Engajados: Apenas 2% está buscando outro emprego.

7 O engajamento nas empresas

8 A Comunicação Interna MAIOR INTERSECÇÃO: Maturidade e Efetividade SIGNOS SIGNIFICANTES CRITÉRIOS MOTIVOS COMPORTAMENTOS GESTÃO COMUNICAÇÃO INTERNA CULTURA SENSAÇÕES RECOMPENSAS A COMUNICAÇÃO QUE FAZ SENTIDO É AQUELA QUE FAZ SENTIR! DESEJOS MENOR INTERSECÇÃO: Deficiência e baixa capacidade de realização

9 Cenário atual das empresas Desengajamento com o Propósito. Desconhecimento da estratégia. Pressão (excessiva) por resultados. Ansiedade.

10 A temida ansiedade PRODUTIVIDADE PRESSÃO

11 Cenário atual das empresas Desengajamento com o Propósito. Desconhecimento da estratégia. Pressão (excessiva) por resultados. Ansiedade. Líderes ausentes

12 Cenário atual das empresas Como os gestores distribuem seu tempo 5% 5% Reuniões 20% 40% s Retrabalho Inovação & Futuro 30% Pessoas

13 Cenário atual das empresas Gestores gastam entre 40 e 50% do seu tempo em reuniões Deste tempo, acreditam que 40% é desperdiçado por baixa efetividade O que custa por gestor cerca de 72 mil anuais à empresa, fora oportunidades Com isso sobra apenas: 5 a 10% de tempo para fazerem gestão de pessoas

14 Cenário atual das empresas Desengajamento com o Propósito. Desconhecimento da estratégia. Pressão (excessiva) por resultados. Ansiedade. Líderes ausentes Excesso de retrabalho Falta de informação

15 Cenário atual das empresas Falta de visão sistêmica Sempre o pior indicador corporativo de efetividade da comunicação interna. As pessoas restringem sua atenção ao seu setor, e conhecem o seu trabalho, mas não o seu papel e contribuição para o todo. A principal consequência disso é o retrabalho, e a principal vítima o cliente.

16 Contexto atual das empresas 6,9 6,7 6,5 6,3 6,1 5,9 5,7 5,5 Credibilidade Simetria Retenção

17 Contexto atual das empresas CÁLCULO DO ECI COMPARADO O índice ECI (Efetividade da Comunicação Interna) é calculado a partir de um EFETIVIDADE DA COMUNICAÇÃO INTERNA olhar integrado sobre o 10,00 efeito de correlação dos indicadores de atributos mensuráveis (principais) em uma condição real, e é 9,00 8,00 7,00 6,00 5,00 8,66 5,42 4,84 5,15 5,37 dado pela fórmula: 4,00 3,00 2,86 ECI = f ( Sim, Cred ) 1 - Ret 2,00 1,00 0,00 EMPRESA A EMPRESA B EMPRESA C LIMITE INFERIOR CLIENTE Mercado

18 Engajamento e rentabilidade melhores empresas para se trabalhar melhores empresas para se trabalhar 26,21% 17,82% rentabilidade sobre patrimônio líquido rentabilidade sobre patrimônio líquido 500 melhores empresas para se trabalhar 11,31% rentabilidade sobre patrimônio líquido FONTE: Revista Você S/A, edição especial As Melhores Empresas para você trabalhar, revista Exame edição especial Maiores e Melhores 2009.

19 Motivação e desempenho Endomarketing atua potencializando as relações de trabalho para reduzir o gap entre desempenho esperado e desempenho real. 100

20 O composto do Endomarketing AMBIENTE ORGANIZAÇÃO TRABALHO COMUNICAÇÃO INTERNA CORRELATO AO COMPOSTO DE MARKETING DE KOTLER (4P S) PRODUTO = CARACTERÍSTICA + BENEFÍCIO + MARCA PREÇO PONTO ou PRAÇA PROMOÇÃO OU PROPAGANDA

21 O composto do Endomarketing ANALISTA FINANCEIRO CARACTERÍSTICAS BENEFÍCIOS SUBJETIVIDADE (MARCA) Tarefas & atribuições Carga horária Estrutura física Organograma Remuneração Exercício da profissão Status Empregabilidade Capacidade financeira: Subsistência Contas e investimentos Lazer, etc. Causa Desafio Crescimento Clima Aprendizado outros... TRABALHO: Desempenho + Atitude

22 Os princípios da Comunicação Interna 1º Do endomarketing ao marketing A qualidade da relação de uma empresa com seu mercado, clientes e consumidores, é um reflexo direto da qualidade do relacionamento com seus colaboradores.

23 Os princípios da Comunicação Interna 2º A decisão correta é a menor fração divisível da estratégia O ato é uma expressão do desejo. As pessoas estão nas empresas para tomarem decisões. Elas significam a estratégia empresarial colocada em prática, é dessa forma que o engajamento se revela.

24 Os princípios da Comunicação Interna 3º Finalidade pragmática Empresas melhores para as pessoas trabalharem se tornam mais rentáveis, sólidas e competitivas.

25 Os princípios da Comunicação Interna 4º Meios subjetivos O endomarketing efetivo precisa, antes, ser afetivo. A chave para o engajamento pouco reside em remuneração ou benefícios, ela está principalmente na forma como as pessoas percebem aquilo que a empresa oferece em troca de seu trabalho.

26 Os princípios da Comunicação Interna 5º Mutualidade As pessoas valorizarão seu trabalho e a empresa, tanto quanto a empresa valorizar as pessoas e seu trabalho. E o verbo dar não existe nessa relação, deve haver sempre uma contrapartida para um desempenho e vice-versa.

27 Os princípios da Comunicação Interna 6º Reciprocidade Tão importante quanto falar às pessoas é ouvi-las. O colaborador é o público mais crítico e complexo das organizações, porque ele se relaciona com a realidade da marca, não com a promessa.

28 Os princípios da Comunicação Interna 7º Do futuro Se o colaborador não vê a organização no futuro, ele não se vê nesta organização em seu futuro. É preciso antecipar o futuro para as pessoas, por meio da estratégia, para que exista engajamento e um vínculo claro com o propósito da organização.

29 Os princípios da Comunicação Interna 8º Coerência Mais importante que comunicar o que a empresa faz, é importante fazer aquilo que ela comunica. A prática é muito mais importante que o discurso, este alinhamento determina a credibilidade da organização.

30 Desafio para líderes comunicadores Garantir o trabalho colaborativo, em equipe Frequentemente nos iludimos ao acreditar que estamos trabalhando em equipe, quando na verdade apenas dividimos tarefas.

31 Desafio para líderes comunicadores Disseminar a estratégia. A estratégia é de todos, e sua execução acontece na base operacional. Não há diferentes interpretações para uma estratégia de negócios. A estratégia, simplesmente, é. Todos precisam estar envolvidos, pois são capazes de entender a estratégia e utilizá-la para guia para tomada de decisões.

32 Desafio para líderes comunicadores Trazer o futuro para o presente Se o colaborador não consegue ver a empresa no futuro, ele também não conseguirá se ver na empresa no futuro. Nesse sentido, disseminar claramente a estratégia de negócios da empresa é fundamental, não apenas com foco na conversão disso em práticas que produzam resultados, mas também como tática de retenção de pessoa.

33 Desafios para Líderes Comunicadores Construir a identidade organizacional Empresas fortes têm (são!) culturas fortes. Isso é essencial. O Endomarketing e a Comunicação Interna cumprem um papel importante no fortalecimento da identidade das pessoas. Sempre com foco naquilo que é comum a todos.

34 Desafios para Líderes Comunicadores Empreender mudanças Bom seria apertar um botão e pronto. Mas na verdade, mudar é bem mais difícil do que possa parecer. Hoje as pessoas são muito menos resistentes a mudar que no passado. Porém elas resistem quando não compreendem porque mudar. A primeira mudança cultural é a cultura da mudança.

35 Líderes: competência em Comunicação Direta Escuta Capacidade de valorizar as opiniões e sentimentos das pessoas, mantendo um relacionamento fluído por meio da escuta regular, atenta e efetiva. Foco: Relacionamento

36 Líderes: competência em Comunicação Direta Orientação Capacidade de manter as pessoas conhecedoras de seu papel e responsabilidades, sempre comprometidas com suas metas individuais e coletivas, alinhadas às estratégias da empresa. Foco: Estratégia

37 Líderes: competência em Comunicação Direta Formação Capacidade de preparar as equipes para o desempenho efetivo de suas tarefas ao promover um aprendizado constante, atuando como educador, compartilhando conhecimentos e demonstrando um exemplo inspirador para todos. Foco: Processos

38 Líderes: competência em Comunicação Direta Estímulo Capacidade de estimular constantemente as pessoas a obterem melhores resultados, seja pelo desempenho individual ou coletivo, sabendo reconhecer as pessoas, encorajar o grupo e manter um clima favorável ao trabalho. Foco: Motivação

39 Líderes: competência em Comunicação Direta Avaliação / Feedback Capacidade de avaliar o desempenho das pessoas (feedback), formal e informalmente, em um processo constante de comparação entre expectativas e realizações, fornecendo um retorno maduro, qualificado e indutor de melhorias ou mudanças comportamentais. Foco: Desenvolvimento

40 Líderes: competência em Comunicação Direta Confiabilidade Capacidade para deter a confiança de sua equipe, ao entregar sempre seu trabalho com excelência, sendo coerente em suas ações e cumprindo os compromissos firmados junto aos colaboradores, colegas, clientes e demais públicos de interesse, com ética e integridade. Foco: Credibilidade

41 facebook.com/danielcostaendomarketing

Endomarketing: o poder do engajamento

Endomarketing: o poder do engajamento Endomarketing: o poder do engajamento O que é Engajamento? Engajamento no trabalho é uma forma de agir em que o indivíduo, motivado por uma causa, expressa sua vontade e predisposição de fazer mais do

Leia mais

Workshop Comunicação Interpessoal e Comportamento

Workshop Comunicação Interpessoal e Comportamento Workshop Comunicação Interpessoal e Comportamento Profª Ms. Flávia Mendes Apresentação Possui 13 anos de atuação nas áreas de Comunicação Corporativa em empresas como Grupo Estado, Cinemateca Brasileira,

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015

PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 REVISÃO 4.0 DE 09/09/2015 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador,

Leia mais

Governança Corporativa de Empresas Familiares. Migrando do Conselho para os níveis operacionais

Governança Corporativa de Empresas Familiares. Migrando do Conselho para os níveis operacionais Governança Corporativa de Empresas Familiares Migrando do Conselho para os níveis operacionais O que é "empresa familiar"? A família detém o controle societário Empresas Familiares no Mundo Fonte: Consultoria

Leia mais

Clientes fidelizados e satisfeitos

Clientes fidelizados e satisfeitos GESTÃO DE PESSOAS NAS EMPRESAS CONTÁBEIS Uma abordagem prática O QUE TODO EMPRESÁRIO SONHA... Pessoas qualificadas, motivadas e produtivas Baixa rotatividade Clientes fidelizados e satisfeitos PLANEJAMENTO

Leia mais

TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE. Ative-se!

TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE. Ative-se! TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE Ative-se! Desenvolvimento Humano e Consultoria Empresarial Personalizada Atendimento com Técnicas de Coaching e Neurolinguística # COACHING PERSONAL & EXECUTIVE

Leia mais

Os desafios à gestão de pessoas no varejo no momento atual e próximos anos

Os desafios à gestão de pessoas no varejo no momento atual e próximos anos Os desafios à gestão de pessoas no varejo no momento atual e próximos anos Apresentação: 1. Nome; 2. Empresa; 3. Função na empresa; Atividade 1. Neste momento turbulento, em se tratando de Gestão de Pessoas,

Leia mais

e-book 6 PASSOS PARA IMPLANTAR GESTÃO POR RESULTADOS E COMPROMETER SUA EQUIPE www.smartleader.com.br

e-book 6 PASSOS PARA IMPLANTAR GESTÃO POR RESULTADOS E COMPROMETER SUA EQUIPE www.smartleader.com.br e-book ÍNDICE SEU CONTEÚDO PRIMEIRO PASSO SENSIBILIZAR As principais técnicas para sensibilizar sua equipe 03 SEGUNDO PASSO CRIAR OBJETIVOS A importância de definir objetivos para a empresa 06 TERCEIRO

Leia mais

BUSCA DE FIDELIZACÃO DOS CLIENTES ATRAVES DA QUALIDADE NO ATENDIMENTO

BUSCA DE FIDELIZACÃO DOS CLIENTES ATRAVES DA QUALIDADE NO ATENDIMENTO BUSCA DE FIDELIZACÃO DOS CLIENTES ATRAVES DA QUALIDADE NO ATENDIMENTO Taynná BECKER 1 Priscila GUIDINI 2 RESUMO: O artigo apresenta a importância da fidelização de clientes para as empresas, e como a qualidade

Leia mais

Quais os resultados você e sua equipe acreditam que conquistarão? É a partir desse ponto que inicia o processo da conquista.

Quais os resultados você e sua equipe acreditam que conquistarão? É a partir desse ponto que inicia o processo da conquista. Sumário 1. Acreditar 2. Aprender a motivar 3. Criar um time inovador 4. Gerir o tempo 5. Criar e manter credibilidade no relacionamento 6. Facilitar o compartilhar com a sua equipe 7. Sobre nós 1. Acreditar

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE APOIO. Gestão de Pessoas. Pós-Graduação em Finanças, Investimentos e Banking

APRESENTAÇÃO DE APOIO. Gestão de Pessoas. Pós-Graduação em Finanças, Investimentos e Banking APRESENTAÇÃO DE APOIO Gestão de Pessoas Pós-Graduação em Finanças, Investimentos e Banking Gestão estratégica de (?) ESTRATÉGICO CONTROLE ANOS 2000 Evolução de RH ANOS 1950 ü Carreiras sem fronteiras ü

Leia mais

Conhecimento Específico

Conhecimento Específico Conhecimento Específico Trabalho em Equipe Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Conhecimento Específico TRABALHO EM EQUIPE Grupo é um conjunto de pessoas que podem ou não ter objetivos

Leia mais

A g e n d a. Luis Assunção Gerente de Sistemas de Informação CASA&VIDEO. Projeto de Indicadores de Desempenho. Conceitos.

A g e n d a. Luis Assunção Gerente de Sistemas de Informação CASA&VIDEO. Projeto de Indicadores de Desempenho. Conceitos. V CONGRESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA 3 e 4 de Abril de 2007 Auditório da FIRJAN Av. Graça Aranha, nº 1-13º and Centro Rio de Janeiro V CONGRESSO DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA 3 e 4 de Abril de 2007 Auditório

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL)

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL) PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS ORGANIZAÇÕES (ASPECTO AMBIENTAL) EVOLUÇÃO DA ORGANIZAÇÃO ONTEM (MERCADO FECHADO E PROTEGIDO): CUSTOS + LUCRO = PREÇO DE VENDA A PROTEÇÃO AMBIENTAL é vista como um fator de

Leia mais

[De]Codificando a Comunicação de uma Organização Criativa: Um Estudo de Caso no CESAR

[De]Codificando a Comunicação de uma Organização Criativa: Um Estudo de Caso no CESAR Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências Sociais Aplicadas Programa de Pós-Graduação em Administração Mestrado Profissional em Administração Ana Aragão da Cunha Lima e Nascimento Relatório

Leia mais

A causa como atitude da marca Rodolfo Araújo

A causa como atitude da marca Rodolfo Araújo 23.09.2015 A causa como atitude da marca Rodolfo Araújo Que mundo é esse? É um mundo impresivel e complexo, com novas variáveis. E nesse contexto, quem cuida de uma marca? TODOS. Quais forças regem esse

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais

Um novo olhar sobre formação de equipes

Um novo olhar sobre formação de equipes Um novo olhar sobre a formação de equipes O novo desafio que marcará o século XXI é como inventar e difundir uma nova organização, capaz de elevar a qualidade de vida e do trabalho, fazendo alavanca sobre

Leia mais

Comunicação interna e seus desafios atuais Inspirações e casos práticos na VC

Comunicação interna e seus desafios atuais Inspirações e casos práticos na VC Comunicação interna e seus desafios atuais Inspirações e casos práticos na VC 2016 Contexto Mais conteúdo = mais dispersão / menos atenção Mais ansiedade no trabalho Mais transitoriedade do trabalho -

Leia mais

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing Curso do Superior de Tecnologia em Objetivos do curso 1.5.1 Objetivo Geral O Curso Superior de Tecnologia em na modalidade EaD da universidade Unigranrio, tem por objetivos gerais capacitar o profissional

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO ANÁLISE SWOT S - STRENGTHS - FORÇAS - INTERNO W - WEAKNESSES - FRAQUEZAS - INTERNO O - OPPORTUNITIES - OPORTUNIDADES - EXTERNO T - THREATS - AMEAÇAS - EXTERNO PORQUE FAZER SWOT?

Leia mais

COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA

COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA COMO O CLIMA ORGANIZACIONAL VAI ATRAIR OS MELHORES TALENTOS PARA A SUA EMPRESA Com a retração do mercado de trabalho e o aumento

Leia mais

Empregados conectados: endomarketing e comunicação interna em empresas sem fronteiras

Empregados conectados: endomarketing e comunicação interna em empresas sem fronteiras comunicação interna em Perguntas? 11 999.064.646 Pesquisa de Campo Quantos e-mails você recebe por dia? Mais de 70 mensagens? Pesquisa de Campo Quantas mensagens em aplicativos ou SMS você troca por dia?

Leia mais

Construindo a cultura da sustentabilidade

Construindo a cultura da sustentabilidade Construindo a cultura da sustentabilidade Fabio Pozza Superintendente de Desenvolvimento e Mercado Unimed Londrina Muito se discute a respeito do tema, mas em termos empresariais, o que é sustentabilidade?

Leia mais

DESENVOLVIMENTO & TREINAMENTO: PASSO A PASSO PARA TORNÁ-LO EFICIENTE

DESENVOLVIMENTO & TREINAMENTO: PASSO A PASSO PARA TORNÁ-LO EFICIENTE DESENVOLVIMENTO & TREINAMENTO: PASSO A PASSO PARA TORNÁ-LO EFICIENTE 1 Introdução 03 Por que sua empresa precisa investir em treinamentos 06 Capítulo 1 Quais devem ser as etapas de um treinamento 10 Capítulo

Leia mais

Gestão de Cultura e Clima Organizacional

Gestão de Cultura e Clima Organizacional Gestão de Cultura e Clima Organizacional Professor Douglas Pereira da Silva 1 Muitas pessoas confundem cultura e clima organizacional. Apesar de os dois conceitos influenciarem diretamente no desempenho

Leia mais

Política de Sustentabilidade SICOOB SANTA CATARINA / RIO GRANDE DO SUL

Política de Sustentabilidade SICOOB SANTA CATARINA / RIO GRANDE DO SUL Política de Sustentabilidade SICOOB SANTA CATARINA / RIO GRANDE DO SUL Expediente PUBLICAÇÃO Julho de 2013 PRESIDENTE Rui Schneider da Silva COORDENAÇÃO GERAL DA POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE Muriel Guitel

Leia mais

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Foco da Palestra Orientar e esclarecer os conceitos de Lucratividade e a importância para existência e sucesso das empresas. Proporcionar aos participantes

Leia mais

Endobranding Por dentro do branding interno

Endobranding Por dentro do branding interno Endobranding Por dentro do branding interno Por Paulo Ricardo dos Santos Meira, Doutor em Marketing pelo Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Analista

Leia mais

P-64 A Contribuição do Coaching Para o EVP (Employment Value Proposition)

P-64 A Contribuição do Coaching Para o EVP (Employment Value Proposition) P-64 A Contribuição do Coaching Para o EVP (Employment Value Proposition) ROSANA RODRIGUES Todas as organizações tem EVP, só precisam descobri-lo Reflexão Estamos confiando demais em salários e deixando

Leia mais

Código de Conduta ÉTICA

Código de Conduta ÉTICA Código de Conduta ÉTICA Janeiro/2018 PROPÓSITO, MISSÃO E VISÃO Nosso Propósito Ajudar as pessoas na construção de um futuro mais digno e sustentável. Nossa Missão Promover soluções previdenciárias fundamentadas

Leia mais

empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO:

empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO: empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO: "VIMOS A TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, E A NECESSIDADE DE MELHOR ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM, E ENTÃO SABÍAMOS QUE ERA PRECISO CRIAR O CASLEADER".

Leia mais

GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE RH

GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE RH INDICE INÍCIO DA ENTREVISTA... ROTEIRO DE ENTREVISTAS PARA TODOS OS TIPOS DE CARGO... ROTEIRO DE ENTREVISTAS PARA O NÍVEL DE GESTÃO... FINAL DA ENTREVISTA... 03 04 05 06 RECRUTAMENTO & SELEÇÃO Srs. Gestores,

Leia mais

Caderno de Anotações

Caderno de Anotações Caderno de Anotações Principais apontamentos do Programa Negócios & Soluções de 24/07/2004 Tema: CRIATIVIDADE EM VENDAS E COMUNICAÇÃO COM O MERCADO - O que faz com que duas empresas concorrentes do mesmo

Leia mais

Balanced Scorecard. Sistemas de Informação. Baseado em material do Prof. Dr. Adilson de Oliveira

Balanced Scorecard. Sistemas de Informação. Baseado em material do Prof. Dr. Adilson de Oliveira Balanced Scorecard Sistemas de Informação Baseado em material do Prof. Dr. Adilson de Oliveira 1 GESTÃO DA QUALIDADE GESTÃO DE PROCESSOS GESTÃO FINANCEIRA GESTÃO DA INOVAÇÃO GESTÃO DE PESSOAS GESTÃO DO

Leia mais

Apresentação / Introdução

Apresentação / Introdução Apresentação / Introdução Este documento apresenta as diretrizes que funcionam como base para a Gestão de Recursos Humanos do. Mais do que qualquer outro fator, a experiência, as potencialidades e as competências

Leia mais

Como recrutar a pessoa certa para a função certa? Como recrutar a pessoa certa para a função certa?

Como recrutar a pessoa certa para a função certa? Como recrutar a pessoa certa para a função certa? Como recrutar a pessoa certa para a função certa? Essa é uma pergunta que parece torturar departamentos de recursos humanos e líderes envolvidos no processo de decisão na contratação de colaboradores.

Leia mais

IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS

IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS Adm. Ramiro Vieira, Msc Coach Abril/2016 O Líder Nasce ou se Torna Líder? Nem todos os que se esforçam para ser líderes têm condições

Leia mais

Descrição Competências Organizacionais

Descrição Competências Organizacionais Descrição Competências Organizacionais Orientação para Resultados Sustentáveis Disciplina Operacional Competência Técnica Adaptabilidade e Flexibilidade Relacionamento e Colaboração Realiza tarefas dentro

Leia mais

TÓPICOS ESPECIAIS EM RECURSOS HUMANOS UNIDADE 01 O PROCESSO DE APRESENTAÇÃO

TÓPICOS ESPECIAIS EM RECURSOS HUMANOS UNIDADE 01 O PROCESSO DE APRESENTAÇÃO TÓPICOS ESPECIAIS EM RECURSOS HUMANOS UNIDADE 01 O PROCESSO DE APRESENTAÇÃO OBJETIVOS Identificar princípios básicos das apresentações. Preparar os Alunos para a exposição dos seus trabalhos de conclusão

Leia mais

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências Gestão de Pessoas e Avaliação por competências quer a empresa que não existe! Funcionário quer o profissional que não existe! Empresa A visão evolutiva da área de Gestão de Pessoas... 1930 Surgem departamentos

Leia mais

Gestão do clima organizacional - Prof. Ms. Marco A. Arbex

Gestão do clima organizacional - Prof. Ms. Marco A. Arbex Gestão do clima organizacional: Introdução Prof. Ms. ORGANIZAÇÃO A Organização pode ser definida como a união de pessoas com objetivos em comum. Exemplos de organizações: Escolas Hospitais Família Exército

Leia mais

HOME OFFICE MANAGEMENT CONTATO. Telefone: (11) A MELHOR FORMA DE TRABALHAR

HOME OFFICE MANAGEMENT CONTATO. Telefone: (11) A MELHOR FORMA DE TRABALHAR HOME OFFICE MANAGEMENT A MELHOR FORMA DE TRABALHAR www.homeoffice.com.br CONTATO Telefone: (11) 4321-2204 E-mail: contato@homeoffice.com.br /homeofficemanagement /homeofficemanagement /homeofficemanagement

Leia mais

5 Passos Básicos Para Organizar seu DEPARTAMENTO PESSOAL

5 Passos Básicos Para Organizar seu DEPARTAMENTO PESSOAL 5 Passos Básicos Para Organizar seu DEPARTAMENTO PESSOAL 1 DEPARTAMENTO PESSOAL Algum tempo atrás, somente empresas de grande porte sabiam a importância de manter um departamento pessoal. Mas alguns anos

Leia mais

PORQUE, HOJE, FOCO EM PESSOAS? Qual a razão?

PORQUE, HOJE, FOCO EM PESSOAS? Qual a razão? PORQUE, HOJE, FOCO EM PESSOAS? Qual a razão? A ERA DO CONHECIMENTO - O fenômeno da Participação / grupos / etc. - A técnica ainda não envolve a ação administrativa - SABER X SABER FAZER X FAZER FAZER -

Leia mais

GeCo.mpany CONSULTORIA & COACHING DE EXECUTIVOS EM GESTÃO EMPRESARIAL

GeCo.mpany CONSULTORIA & COACHING DE EXECUTIVOS EM GESTÃO EMPRESARIAL GeCo.mpany CONSULTORIA & COACHING DE EXECUTIVOS EM GESTÃO EMPRESARIAL CONSULTORIA & COACHING DE EXECUTIVOS EM GESTÃO EMPRESARIAL A GeCompany oferece consultoria empresarial e cursos de qualidade. Nossa

Leia mais

SOBRE A PROJECTS EVOLUTION

SOBRE A PROJECTS EVOLUTION PROJECTS EVOLUTION 2 SOBRE A PROJECTS EVOLUTION Empresa fundada em 2009 tem o compromisso de trazer solução através de serviços e produtos de qualidade, produzidos com tecnologia adequada, metodologia

Leia mais

05/03/2009. Comunicação Interna. Interna. Definição

05/03/2009. Comunicação Interna. Interna. Definição COMUNICAÇÃO INTERNA, INSTITUCIONAL E PARA O CONSUMIDOR Institucional Interna Endomarketing Interna Definição comunicação interna é um setor planejado, com objetivos bem definidos, para viabilizar toda

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

Competências socioemocionais e mundo do trabalho. Daniela Arai Avaliação e Desenvolvimento Instituto Ayrton Senna

Competências socioemocionais e mundo do trabalho. Daniela Arai Avaliação e Desenvolvimento Instituto Ayrton Senna Competências socioemocionais e mundo do trabalho Daniela Arai Avaliação e Desenvolvimento Instituto Ayrton Senna 0 As competências e o trabalho Fonte: Relatório McKinsey Educação para o trabalho: desenhando

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL

MANUAL DE CONDUTA ÉTICA E CONDUTA EMPRESARIAL E CONDUTA EMPRESARIAL R WEM EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS LTDA. Página 2 de 9 Ciente de sua responsabilidade como fabricante de produtos médicos, a WEM divulga seu manual de conduta ética e conduta empresarial.

Leia mais

INSTRUÇÕES: Crédito imagem: metasinergia desenvolvimento de pessoas

INSTRUÇÕES: Crédito imagem: metasinergia desenvolvimento de pessoas Crédito imagem: metasinergia desenvolvimento de pessoas INSTRUÇÕES: As 12 seções da roda da vida representam um panorama global de sua vida ; Você deve apontar o seu nível se satisfação em cada seção,

Leia mais

Gestão de Cultura e Clima Organizacional

Gestão de Cultura e Clima Organizacional Gestão de Cultura e Clima Organizacional Professor Douglas Pereira da Silva 1 Programa A1) Conceito de Cultura Organizacional A2) Características da cultura organizacional A3) Identificação da Cultura

Leia mais

Perfil Caliper de Vendas. The Inner Seller Report

Perfil Caliper de Vendas. The Inner Seller Report Perfil Caliper de Vendas The Inner Seller Report Avaliação de: Sr. João Vendedor Preparada por: Consultor Caliper exemplo@caliper.com.br Data: Perfil Caliper de Vendas The Inner Seller Report Página 1

Leia mais

Gestão Estratégica de Pessoas

Gestão Estratégica de Pessoas Gestão de Pessoas Gestão Estratégica de Pessoas Responsável pelo Conteúdo: Profa. Ms. Gisele de Lima Fernandes Revisão Textual: Profa. Esp. Alessandra Fabiana Cavalcante Unidade Gestão Estratégica de

Leia mais

COMO GERIR SEUS TALENTOS CRISE EM TEMPOS DE

COMO GERIR SEUS TALENTOS CRISE EM TEMPOS DE COMO GERIR SEUS TALENTOS CRISE EM TEMPOS DE? A força de trabalho é um dos principais ativos de uma empresa. Durante os períodos de crise, os colaboradores são atingidos por uma série de incertezas e preocupações

Leia mais

Capítulo 15 - A IMPORTANCIA DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA NAS EMPRESAS

Capítulo 15 - A IMPORTANCIA DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA NAS EMPRESAS Capítulo 15 - A IMPORTANCIA DA GESTÃO POR COMPETÊNCIA NAS EMPRESAS Depois do conhecimento da importância da gestão de competência, percebemos que novas necessidades vão surgindo dentro da empresa. As empresas

Leia mais

Realização. Apoio. Page 1

Realização. Apoio. Page 1 Realização Apoio Page 1 Palestrante Ana Pimenta Jornalista com mestrado em Comunicação e Cultura Contemporânea pela Universidade de Brasília, Trabalhou como assessora em órgãos do governo federal e distrital.

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE APOIO PORTUÁRIO

GESTÃO DA QUALIDADE: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE APOIO PORTUÁRIO ISSN 1984-9354 GESTÃO DA QUALIDADE: UM ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE APOIO PORTUÁRIO Luciana Costa da Silva Alves (LATEC/UFF) Resumo As organizações modernas precisam estar preparadas para lidar com

Leia mais

COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM ATIVIDADES Atividade Extra - Fórum SIEPE (Compensação da carga horária do dia 08/09/2012) A atividade foi postada no módulo X Atividade Módulo X - Fórum Agenda O cursista

Leia mais

Fernando Trigueiro QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE LOGISTICA NO MERCADO INTERNACIONAL

Fernando Trigueiro QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE LOGISTICA NO MERCADO INTERNACIONAL QUALIDADE NOS SERVIÇOS DE LOGÍSTICA NO MERCADO INTERNACIONAL Fernando Trigueiro LOGÍSTICA Criar Vantagens Competitivas e Maximizar Resultados com Satisfação dos Clientes MISSÃO DA LOGÍSTICA É dispor a

Leia mais

O novo modelo de Gestão de Desempenho por Competências tem o objetivo de melhorar os resultados e propiciar o desenvolvimento de todos os servidores.

O novo modelo de Gestão de Desempenho por Competências tem o objetivo de melhorar os resultados e propiciar o desenvolvimento de todos os servidores. O novo modelo de Gestão de Desempenho por Competências tem o objetivo de melhorar os resultados e propiciar o desenvolvimento de todos os servidores. O que é o novo modelo de Gestão do Desempenho por Competências?

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Cuidar de gente. Este é o nosso negócio. QUEM SOMOS? A Realize é uma consultoria de desenvolvimento e gestão de pessoas, especializada em liderança, estruturação deprocessos

Leia mais

COMO ATRAIR E RETER OS TALENTOS DA GERAÇÃO Y BRASILEIRA

COMO ATRAIR E RETER OS TALENTOS DA GERAÇÃO Y BRASILEIRA COMO ATRAIR E RETER OS TALENTOS DA Ana Maria Costa Miriam S. Korn Prof. Carlos Honorato COMO ATRAIR E RETER OS TALENTOS DA As empresas precisam conhecer, atrair e reter os novos talentos que serão os profissionais

Leia mais

ENDOMARKETING DE EXPERIÊNCIAS

ENDOMARKETING DE EXPERIÊNCIAS ENDOMARKETING DE EXPERIÊNCIAS Juliani Monçores sobre a autora Publicitária por formação, criativa por vocação e comunicadora por paixão. Publicitária e Especialista em Comunicação e Marketing, com MBA

Leia mais

Prof. Charles Pantoja Esteves. Administrador de Empresas Analista de Sistemas Msc. PNL e Inteligência Emocional

Prof. Charles Pantoja Esteves. Administrador de Empresas Analista de Sistemas Msc. PNL e Inteligência Emocional Prof. Charles Pantoja Esteves Administrador de Empresas Analista de Sistemas Msc. PNL e Inteligência Emocional Planejamento Estratégico Idalberto Chiaventao Arão Sapiro Editora Campus Manual do Planejamento

Leia mais

P-26 - Comunicação Interna - Como engajar e motivar lideranças para resultados

P-26 - Comunicação Interna - Como engajar e motivar lideranças para resultados 32º CONGRESSO BRASILEIRO DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO P-26 - Comunicação Interna - Como engajar e motivar lideranças para resultados REINALDO PASSADORI Se você pudesse, agora, fazer algo que fizesse

Leia mais

Formulação, Implementação e Gerenciamento das Estratégias da Organização. Ana Paula Penido

Formulação, Implementação e Gerenciamento das Estratégias da Organização. Ana Paula Penido Formulação, Implementação e Gerenciamento das Estratégias da Organização Ana Paula Penido Planejamento Pensar antes de agir. Planejamento é fundamentalmente um processo de decisão: escolher entre alternativas

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO

PLANO ESTRATÉGICO PLANO ESTRATÉGICO 2015 2018 Líderes : Autores do Futuro Ser líder de um movimento de transformação organizacional é um projeto pessoal. Cada um de nós pode escolher ser... Espectador, Ator, ou Autor. AGENDA

Leia mais

Diagnóstico Organizacional

Diagnóstico Organizacional Este conteúdo faz parte da série: Diagnóstico Empresarial Ver 4 posts dessa série Diagnóstico Organizacional O diagnóstico organizacional ou empresarial é uma ferramenta de gestão que serve para analisar

Leia mais

FORMULÁRIO SOCIAL ATA DE REUNIÃO DE ANÁLISE CRÍTICA

FORMULÁRIO SOCIAL ATA DE REUNIÃO DE ANÁLISE CRÍTICA 1 / 5 PAUTA FIA: 1. A identificação de oportunidades de melhoria e necessidades de mudanças no sistema, incluindo sugestões; 2. Anualmente analisar a adequação, aplicabilidade e a eficácia da política

Leia mais

Gestão da Qualidade Total para a Sustentabilidade 2013

Gestão da Qualidade Total para a Sustentabilidade 2013 Gestão da Qualidade Total para a Sustentabilidade 2013 Há três dimensões que apoiam a construção de conhecimento aplicável para empresas e seus gestores formando a base para o desenvolvimento de ferramentas

Leia mais

Mercado de Venture Capital aposta no crescimento do País

Mercado de Venture Capital aposta no crescimento do País Mercado de Venture Capital aposta no crescimento do País Edição 2011 da pesquisa Tendências Globais em Venture Capital, da Deloitte, mostra que o foco dos investimentos se concentra em duas áreas: infraestrutura

Leia mais

O poder do ENGAJAMENTO

O poder do ENGAJAMENTO O poder do ENGAJAMENTO QUEM SOU EU Trabalho Sério As vezes nem tanto O QUE É ENGAJAMENTO Estar empenhando. Desempenhar com desejo. Participar com vontade. Estar motivado com algo. Fazer com paixão. Buscar

Leia mais

Você sabe como está a sua estratégia? Então mensure!

Você sabe como está a sua estratégia? Então mensure! Você sabe como está a sua estratégia? Então mensure! A estratégia empresarial e a gestão eficaz de pessoas têm sido muito debatidas nos últimos anos. Um estudo da Bain mostrou que a estratégia é um dos

Leia mais

Veja a seguir, o que é Coaching, para quem é Coaching e quem pode trabalhar com Coaching formal ou informal:

Veja a seguir, o que é Coaching, para quem é Coaching e quem pode trabalhar com Coaching formal ou informal: FORMAÇÃO Laboratório prático e teórico de poder pessoal, liderança, auto desenvolvimento e desenvolvimento de equipes, foco em resultados acelerados e processos assertivos. A Instituição High Level Coaching

Leia mais

CREA MARKETING PARA SERVIÇOS PROFISSIONAIS -ÁREAS DE ENGENHARIA-

CREA MARKETING PARA SERVIÇOS PROFISSIONAIS -ÁREAS DE ENGENHARIA- IBRAIN REBRAIN 3 CREA MARKETING PARA SERVIÇOS PROFISSIONAIS -ÁREAS DE ENGENHARIA- 4 O DESAFIO DE VENDER SERVIÇOS: PORQUE É MAIS DIFÍCIL VENDER SERVIÇO DO QUE UM PRODUTO? 5 SERVIÇO É qualquer ato ou desempenho,

Leia mais

Manual de Políticas Internas RSC ENGENHARIA

Manual de Políticas Internas RSC ENGENHARIA Manual de Políticas Internas RSC ENGENHARIA Sumário 1 INTRODUÇÃO...3 2- DEFINIÇÃO...3 3- OBJETIVO...3 4 - PROVIMENTO DE PESSOAL...4 4.1 PRINCÍPIOS...4 5 REMUNERAÇÃO E BENEFICIOS...4 5.1 PRINCIPIOS...5

Leia mais

Administrando Organizações & Negócios através de Indicadores (KPIs)

Administrando Organizações & Negócios através de Indicadores (KPIs) KPIs? KPIs? KPIs? KPIs? Administrando Organizações & Negócios através de Indicadores (KPIs) Uma nova visão de gestão, controle e crescimento organizacional A nova dinâmica dos Negócios Em um cenário que

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA (RSC)

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA (RSC) RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA (RSC) Caroline Pinto Guedes Ferreira ANTECEDENTES Revolução industrial Processo rápido r e intenso de urbanização Uso intenso e indiscriminado dos recursos naturais

Leia mais

Reescrevendo as regras para a era digital

Reescrevendo as regras para a era digital Tendências Globais de Capital Humano 2017 Reescrevendo as regras para a era digital Abril 2017 Taxa de mudança O que parece estar acontecendo? Mobilidade, sensores, IA, computação cognitiva, dados. Globalmente,

Leia mais

O PAPEL E AS RESPONSABILIDADES DOS ÓRGÃOS ESTATUTÁRIOS NA GOVERNANÇA

O PAPEL E AS RESPONSABILIDADES DOS ÓRGÃOS ESTATUTÁRIOS NA GOVERNANÇA O PAPEL E AS RESPONSABILIDADES DOS ÓRGÃOS ESTATUTÁRIOS NA GOVERNANÇA O Papel e as Responsabilidades dos Órgãos Estatutários na Governança Compliance Auditoria Interna Controles Internos CGPC nº 13/2004

Leia mais

Apresentação Institucional. Março de 2015

Apresentação Institucional. Março de 2015 Apresentação Institucional Março de 2015 Apresentação Institucional Sobre a Par Corretora Mercado de Seguros em 2014 Diferenciais competitivos Programa Tem Mais Caixa Par Corretora é a corretora exclusiva

Leia mais

Sistemas de. Informações Gerenciais

Sistemas de. Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais 2 www.nbs.com.br Soluções eficazes em Gestão de Negócios. Nossa Visão Ser referência em consultoria de desenvolvimento e implementação de estratégias, governança, melhoria

Leia mais

MANUAL DE REGULAMENTAÇÃO BÁSICA DO SCI

MANUAL DE REGULAMENTAÇÃO BÁSICA DO SCI RECURSOS HUMANOS 27/07/15 NR-REH.110 1 / 15 1. Definição Esta política define as diretrizes, responsabilidades e recomendações adotadas pelo Sistema Unicred Central NNE nas atividades inerentes à Gestão

Leia mais

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@fatecourinhos.edu.br Introdução ARH (Administração de Recursos Humanos) é a função na organização que está relacionada

Leia mais

Ementas. Certificate in Business Administration CBA

Ementas. Certificate in Business Administration CBA Ementas Certificate in Business Administration CBA Agosto 2012 Módulo Fundamental Administração Financeira EMENTA: Disciplina desenvolve a capacidade de contribuição para as decisões gerenciais aplicando

Leia mais

Métricas e metas de treinamento: Guia para mensurar os resultados com treinamentos EAD

Métricas e metas de treinamento: Guia para mensurar os resultados com treinamentos EAD Métricas e metas de treinamento: Guia para mensurar os resultados com treinamentos EAD SUMÁRIO 1. Intodução 2. Gestão orientada a resultados 3. Acompanhamento e análise de resultados 4. Conclusão 2 3 Introdução

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS E CONTROLES INTERNOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS E CONTROLES INTERNOS POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS E CONTROLES INTERNOS ÍNDICE 1. Objetivo... 3 2. Metodologias Adotadas... 4 2.1. Metodologia para Estruturar o Processo... 4 2.2. Metodologia para Definir como Identificar os

Leia mais

Sucessão em Empresa Familiar

Sucessão em Empresa Familiar Sucessão em Empresa Familiar Daqui a um Ano você vai desejar ter começado Hoje!!!! Daniel Corrêa julho/2016 Daqui a um Ano você vai desejar ter começado Hoje!!!! Daniel Corrêa Coach E-mail: daniel.correa@camposcampos.com.br

Leia mais

Bom Dia! Gestão de Pessoas: engajamento e conexão com as pessoas. Elenice Franco 17 de agosto de 2016

Bom Dia! Gestão de Pessoas: engajamento e conexão com as pessoas. Elenice Franco 17 de agosto de 2016 Bom Dia! Gestão de Pessoas: engajamento e conexão com as pessoas. Elenice Franco 17 de agosto de 2016 Nossa agenda de hoje: Engajamento e Conexão e o impacto na performance do negócio; Como essa cultura

Leia mais

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS Ana Paula Lima Coaching, Consultoria e Palestras é uma empresa especializada em Gestão de Pessoas, que visa identificar o potencial humano e desenvolvê-lo através

Leia mais

COMPETÊNCIA PARA VENDEDORES COMPETÊNCIA PARA AUXILIARES DE VENDAS

COMPETÊNCIA PARA VENDEDORES COMPETÊNCIA PARA AUXILIARES DE VENDAS COMPETÊNCIAS Reconhece e valoriza a importância dos outros para a realização de seu trabalho. Colabora e se disponibiliza para ajudar os outros mesmo que não seja seu papel. Constrói relacionamentos construtivos

Leia mais

PLANO DE CARREIRA CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Tripé: Sustentação conceitual;

PLANO DE CARREIRA CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR. Tripé: Sustentação conceitual; CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR (CONT.) Consultoria Organizacional Prof. Ms. Carlos William de Carvalho CONSOLIDAÇÃO DO PROFISSIONAL COMO CONSULTOR 2.2 FORMA DE ATUAÇÃO PROFISSIONAL: EMPRESA

Leia mais

Conteúdo. 12. Promovendo saúde e segurança 13. Desenvolvimento de talentos

Conteúdo. 12. Promovendo saúde e segurança 13. Desenvolvimento de talentos Conteúdo 1. Em que acreditamos 2. A história da empresa 3. MCI em resumo 4. Valores financeiros 5. Como agregamos valor 6. Onde agregamos valor 7. Parceiro global 8. Escritórios MCI 9. A riqueza de nossa

Leia mais

Falta de. Engajamento. dos colaboradores. Qual o impacto para a empresa?

Falta de. Engajamento. dos colaboradores. Qual o impacto para a empresa? Falta de Engajamento dos colaboradores Qual o impacto para a empresa? 1 Índice Introdução Capítulo 1 Capítulo 2 Capítulo 3 Capítulo 4 Conclusão 3 4 9 11 12 13 2 Introdução Quando se fala em estratégias

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento - T&D. Capacitação e formação dos colaboradores do HSC

Treinamento e Desenvolvimento - T&D. Capacitação e formação dos colaboradores do HSC Treinamento e Desenvolvimento - T&D Capacitação e formação dos colaboradores do HSC Políticas de RH As práticas de Recursos Humanos do Hospital Santa Catarina estão de acordo com as diretrizes apresentadas

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Quem somos. O que fazemos

APRESENTAÇÃO. Quem somos. O que fazemos APRESENTAÇÃO Quem somos A Pombo s Coaching é uma empresa especializada na prestação de serviços de Consultoria e Treinamentos, que com sensibilidade e inteligência, prima por exceder as expectativas de

Leia mais