COMUNIDADE QUE APRENDE (*)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMUNIDADE QUE APRENDE (*)"

Transcrição

1 Vídeo: Os Ciclistas

2 COMUNIDADE QUE APRENDE (*) * Comunidade de aprendizagem na qual o processo de conhecimento pressupõe incessante intercâmbio de saber e de experiências entre os indivíduos, onde todos aprendem e ensinam juntos, em uma verdadeira comunhão intelectual.

3 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO VI Mostra de Qualidade do Poder Judiciário Justiça Federal de 1ª Instância/RJ 4ª Vara Federal de Niterói

4 PROBLEMAS Identificação - Quantificação Nº elevado de processos Nº insuficiente de equipamentos de informática Nº reduzido de servidores Instalações físicas inadequadas (prédio, mobiliário, aparelhos de ar condicionado etc.) Grupo de trabalho Enfraquecimento do papel de líder Baixa produtividade Falta de comprometimento Baixa motivação Processamento fragmentado Elevados índices de retrabalho

5 Causas Acervo oriundo de outro Juízo (vara desmembrada) Carência de treinamento gerencial Indefinição dos papéis de chefia na unidade (supervisores, oficial de gabinete e diretor) Falta de condições adequadas de trabalho Acúmulo de tarefas Concentração de conhecimento por determinados servidores Ausência de sentimento de equipe

6 Causas e Efeitos Ausência de gerência Ausência de confiança Falta de critério nas decisões Mau gerenciamento do tempo Antagonismo Descontrole emocional Competição Comportamentos inadequados dos participantes Falhas na liderança Falta de informação Despreparo Distância entre os integrantes da equipe Postura em desacordo com discurso Falta de clareza Desconhecimento dos papéis Falta de comunicação Falta de tempo do gerente para Sentir Ouvir Ausência do sentimento de equipe Não estabelecimento de metas de desempenho

7 Metas e Ações Estabelecidas Grupo de trabalho x Equipe de trabalho Definição dos papéis gerenciais Diminuição permanente do acervo Redução do tempo de processamento Combate ao retrabalho Qualificação constante dos servidores Ênfase na comunicação e melhoria do clima organizacional Foco no cliente: O que faço? Para quem faço? Como faço?

8 Resultados obtidos e benefícios Satisfação dos clientes internos: juízes, servidores e estagiários Satisfação dos clientes externos: advogados, procuradores e partes Diminuição substancial do acervo da vara Celeridade processual Qualidade dos serviços prestados Clima organizacional sinergia Adesão maciça às ações de capacitação (90% dos servidores estão atualmente em ações de capacitação)

9 O outro lado da moeda: Maior demanda do servidor por atenção / Justiça Necessidade de transparência nas decisões administrativas Aceleração da máquina (x Ponto crítico) Os erros ficam em evidência (x Proteção da inércia / estática)

10 Números Atuais Total de Processos Distribuídos: 1850 Cíveis: 1612 Criminais: 238 Premiações Individuais: Personalidade e Cidadania 2010 ABI Justiça & Cidadania 2011 Confraria Don Quixote Medalha Soldado da Paz Exército Brasileiro Medalha - Câmara dos Vereadores de Niterói Esse modelo de gestão foi selecionado, e consta: Do Banco de Soluções de Qualidade do Judiciário/JusQualita/CJF E do Banco de Boas Práticas de Gestão do Poder Judiciário do CNJ

11 Produtividade - TA SET/1997 JUL/2011 MAR/2013 CÍVEL CRIMINAL TOTAL

12 Classificação de Desempenho das Varas da Justiça Federal da 2ª Região SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO SUBSEÇÃO: NITERÓI VARAS FEDERAIS MISTAS 03/2013 1º Lugar: 04ª Vara Federal de Niterói

13 Set/05 Set/05 Set/05 Set/05 Gráfico comparativo Processos em curso na 4ª VF Niterói Vara X Vara Y Vara Z

14 Gráficos Produtividade % % 60 % % % % Motivação Sinergia Comprometimento 0 Set/03 Set/04 Set/05 4ª VF NIT Vara X Vara Y Vara Z

15 PRODUTIVIDADE VARAS CÍVEIS DE NITERÓI OUT/2014 TRAM A TRAM DESP. E DECIS. SENT 4ª MÉDIA DAS DEMAIS VF NI PRODUTIVIDADE VARAS CÍVEIS DE NITERÓI - OUT/ TRAM A TRAM DESP. E DECIS. SENT 4ª MÉDIA DAS DEMAIS VF NI

16 PRODUTIVIDADE DAS VARAS CÍVEIS DE NITERÓI JAN/OUT 2014 REMAN TRAM TRAM. A DESP. E DECIS. SENT 4ª MÉDIA DAS DEMAIS VF NI ,5 673, PRODUTIVIDADE DAS VARAS CÍVEIS DE NITERÓI REMAN TRAM TRAM. A DESP. E DECIS. SENT 4ª MÉDIA DAS DEMAIS VF NI

17 Conclusão Parafraseando Stephen Covey em O 8º Hábito (Ed. Campus): Não basta somente ser uma pessoa ou uma organização eficaz, mas são necessárias a realização, a execução apaixonada e a contribuição significativa, em uma ordem de grandeza e dimensão diferentes. Novos desafios exigem uma nova atitude mental e habilidade, um novo conjunto de ferramentas... É preciso encontrar nossa própria voz e inspirar outros a encontrar a deles. Existe um anseio profundo, inato, quase inexprimível dentro de cada um de nós para encontrar a própria voz na vida, o que irá gerar um aumento de nossa influência, qualquer que seja nossa posição - inspirando outros a quem prezamos, nossa equipe e nossa organização a encontrarem suas vozes e aumentarem várias vezes sua eficácia, crescimento e impacto. Essa influência e essa liderança nascem da escolha, não da posição ou do status.

18 Construindo a equipe - 1

19 Construindo a equipe - 2

20 Construindo a equipe - 3

21 Construindo a equipe - 4

22 Capacitação das Lideranças

23 Bem-vindo à 4ª Vara

24 Bem-vindo à 4ª Vara

25 Bem-vindo à 4ª Vara

26 Inauguração: Livro que Voa

27 Jantar Comemorativo

28 Trabalha e confia

29 Vídeo: A Natureza Humana da Qualidade

30 Dimensão Espiritual Efésios 6.5,9 Colossenses 3.23 (Debate sobre Razões Públicas - Habermas, John Rawls, Daniel Sarmento) (Ed Renè Kivitz, Espiritualidade nas empresas)

31 Não pergunte o que o seu país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer pelo seu país. John F. Kennedy

32 5 Compromissos 1. Ser um bom Servidor Público. Faça o que você espera que seja feito por um bom servidor 2. Tratar o público com educação e respeito. Seja gentil e educado com o público. Afinal, ele é o nosso patrão 3. Melhorar a operação. Aumente sua produtividade. Faça o que tem que ser feito de um jeito melhor, mais rápido e mais barato para a população e o país 4. Ser proativo. Não fique esperando soluções externas (leis, orçamentos, meios etc.) - Faça o que você pode com o que tem e onde você está. (Teddy Roosevelt) 5. Ser honesto. É fácil acabar com a corrupção no Serviço Público: basta não participar dela

33 Revolução O problema não é a ação dos maus, mas a omissão dos que deviam fazer alguma coisa pelo bem. Martin Luther King Jr. Lembra-te que defendes não interesses pessoais, mas os do teu país. Tuas virtudes e teus vícios, tuas qualidades e teus defeitos influem igualmente no ânimo daqueles que representas. Teus menores erros têm sempre nefastas consequências Sun Tzu "Seja você a mudança que quer ver no mundo Gandhi "O verdadeiro revolucionário é movido por grandes sentimentos de amor" Ernesto Che Guevara

34 10 Mandamentos Paradoxais Kent M. Keith 1. As pessoas são ilógicas, irracionais e egocêntricas. Ame-as, apesar de tudo 2. Se você fizer o bem, as pessoas o acusarão de ter motivos egoístas ocultos. Faça o bem, apesar de tudo 3. Se você tiver sucesso, ganhará falsos amigos e inimigos verdadeiros. Busque o sucesso, apesar de tudo 4. O bem que você faz hoje será esquecido amanhã. Faça o bem, apesar de tudo 5. A honestidade e a franqueza o tornarão vulnerável. Seja honesto e franco, apesar de tudo

35 10 Mandamentos Paradoxais Kent M. Keith 6. Os maiores homens e mulheres com as maiores ideias podem ser eliminados pelos menores homens e mulheres com as mentes mais estreitas. Pense grande, apesar de tudo. 7. As pessoas favorecem os oprimidos, mas seguem somente os bem-sucedidos. Lute por alguns oprimidos, apesar de tudo. 8. Aquilo que você passa anos construindo poderá ser destruído da noite para o dia. Construa, apesar de tudo. 9. As pessoas realmente precisam de ajuda, mas poderão atacálo se você as ajudar. Ajude as pessoas, apesar de tudo. 10. Dê ao mundo o melhor de você e levar um soco na cara. Dê ao mundo o melhor de você, apesar de tudo.

36 Seja servidor público, apesar de tudo...

37 Muito Obrigado!

COMUNIDADE QUE APRENDE (*)

COMUNIDADE QUE APRENDE (*) COMUNIDADE QUE APRENDE (*) * Comunidade de aprendizagem na qual o processo de conhecimento pressupõe incessante intercâmbio de saber e de experiências entre os indivíduos, onde todos aprendem e ensinam

Leia mais

PLANO DIRETOR DE TIRO COM ARCO OLÍMPICO EM 2016.... PENSAMENTOS e AMBIÇÕES SEM LIMITE... = logo BAF=

PLANO DIRETOR DE TIRO COM ARCO OLÍMPICO EM 2016.... PENSAMENTOS e AMBIÇÕES SEM LIMITE... = logo BAF= PLANO DIRETOR DE TIRO COM ARCO OLÍMPICO EM 2016... PENSAMENTOS e AMBIÇÕES SEM LIMITE... = logo BAF= =logos= COB FITA Tiro com Arco Mundial Ministério do Esporte Peter Nieuwenhuis, janeiro de 2011. Conteúdo;

Leia mais

Níveis de Administração

Níveis de Administração PAPEL DO ADMINISTRADOR Níveis de Administração DISCIPLINA: Introdução à Administração FONTE: BATEMAN, Thomas S. SNELL, Scott A. Administração Construindo Vantagem Competitiva. Atlas. São Paulo, 1998. IA_04_PAPEL

Leia mais

2.6 Conceito de controle de processo...47 2.6.1 Manutenção de equipamentos e processo gerencial...48 2.7 GQT e atividades de manutenção de

2.6 Conceito de controle de processo...47 2.6.1 Manutenção de equipamentos e processo gerencial...48 2.7 GQT e atividades de manutenção de Sumário Prefácio à 2ª edição...11 Prefácio...13 1 Visão geral da manutenção de equipamentos...17 1.1 Introdução...19 1.2 Conceito de manutenção...19 1.3 Abrangência das atividades de manutenção...21 1.4

Leia mais

Inteligência Emocional

Inteligência Emocional Inteligência Emocional Andréa Sales Diretora Executiva (Cedido por Deise Ferreira Diretora Nacional Sênior de Vendas) Emoção É visível que a crise que a humanidade atravessa nos dias de hoje com crimes

Leia mais

Inteligência Emocional

Inteligência Emocional Inteligência Emocional Andréa Sales Diretora Executiva (Cedido por Deise Ferreira Diretora Nacional Sênior de Vendas) * Video conflito entre razão e emoção Emoção É visível que a crise que a humanidade

Leia mais

Custos no Setor Público: Ferramenta da Melhoria da Qualidade do Gasto Público. Florianópolis 17 de Abril 2015

Custos no Setor Público: Ferramenta da Melhoria da Qualidade do Gasto Público. Florianópolis 17 de Abril 2015 Custos no Setor Público: Ferramenta da Melhoria da Qualidade do Gasto Público Florianópolis 17 de Abril 2015 1 Qualidade do Gasto Público Conceito visualiza duas Dimensões : (em construção *) Macro (Estratégico)

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DA ESCOLA DE GOVERNO REGULAMENTO DO CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA GESTÃO PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DA ESCOLA DE GOVERNO REGULAMENTO DO CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS REGULAMENTO DO CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS A Secretaria de Estado da Gestão Pública do Governo de Alagoas torna público o 3º CONCURSO DE AÇÕES INOVADORAS NA GESTÃO DO PODER EXECUTIVO DE ALAGOAS que será

Leia mais

Diferença? Qual é a. você 17/9/2012. O que aconteceria se homens e mulheres gastassem mais de 75% Como transformar talento desempenho

Diferença? Qual é a. você 17/9/2012. O que aconteceria se homens e mulheres gastassem mais de 75% Como transformar talento desempenho 17/9/2012 Como transformar talento desempenho em de gerente a gestor escolar Alessandra assad opet 2012 Qual é a Diferença? O que aconteceria se homens e mulheres gastassem mais de 75% você sabia? do seu

Leia mais

e-book 6 PASSOS PARA IMPLANTAR GESTÃO POR RESULTADOS E COMPROMETER SUA EQUIPE www.smartleader.com.br

e-book 6 PASSOS PARA IMPLANTAR GESTÃO POR RESULTADOS E COMPROMETER SUA EQUIPE www.smartleader.com.br e-book ÍNDICE SEU CONTEÚDO PRIMEIRO PASSO SENSIBILIZAR As principais técnicas para sensibilizar sua equipe 03 SEGUNDO PASSO CRIAR OBJETIVOS A importância de definir objetivos para a empresa 06 TERCEIRO

Leia mais

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências Gestão de Pessoas e Avaliação por competências quer a empresa que não existe! Funcionário quer o profissional que não existe! Empresa A visão evolutiva da área de Gestão de Pessoas... 1930 Surgem departamentos

Leia mais

B. DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA Este treinamento será desenvolvido em Módulos, uma vez por semana.

B. DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA Este treinamento será desenvolvido em Módulos, uma vez por semana. KO KAIZEN ZERO PREPARAÇÃO EDUCACIONAL DAS CHEFIAS PARA A MELHORIA DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E DA GESTÃO EMPRESARIAL NA BUSCA DO COMPROMETIMENTO DO COLABORADOR a. PREMISSA Acreditamos que o homem não consegue

Leia mais

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO

O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO O SEBRAE E O QUE ELE PODE FAZER PELO SEU NEGÓCIO Competitividade Perenidade Sobrevivência Evolução Orienta na implantação e no desenvolvimento de seu negócio de forma estratégica e inovadora. O que são

Leia mais

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS PARA CONSELHOS DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS PARA CONSELHOS DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIA CENTRO DE DEFESA DE DIREITOS HUMANOS DE BETIM FUNDAÇÃO BANCO DO BRASIL FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS PARA CONSELHOS DE PORTADORES DE DEFICIÊNCIA PALESTRANTE ANA RITA DE MACEDO MOURA Psicóloga

Leia mais

TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE. Ative-se!

TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE. Ative-se! TRANSFORMANDO SONHOS E IDEIAS EM REALIDADE Ative-se! Desenvolvimento Humano e Consultoria Empresarial Personalizada Atendimento com Técnicas de Coaching e Neurolinguística # COACHING PERSONAL & EXECUTIVE

Leia mais

Título do Slide Máximo de 2 linhas

Título do Slide Máximo de 2 linhas Título do Slide 13ª Seminário Internacional de Gerenciamento de Projetos Visibilidade ponta a ponta dos Projetos de Software da DATAPREV Denise Cascardo Luz Silva 17/09/13 AGENDA Título do Slide A DATAPREV

Leia mais

Experiência de Santa Catarina em EAD

Experiência de Santa Catarina em EAD 2 FORUM DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DO PODER JUDICIÁRIO 24 A 26 DE NOVEMBRO DE 2010 - BRASÍLIA DF Experiência de Santa Catarina em EAD A Justiça do Trabalho está presente em 30 cidades de Santa Catarina. 54

Leia mais

FAÇO SABER, que a CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO VELHO, aprovou e eu sanciono a seguinte:

FAÇO SABER, que a CÂMARA MUNICIPAL DE PORTO VELHO, aprovou e eu sanciono a seguinte: LEI COMPLEMENTAR Nº 271, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2006. Altera a estrutura organizacional básica do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Porto Velho IPAM e dá outras providências.

Leia mais

Planejamento e Gestão Estratégica: uso do BSC

Planejamento e Gestão Estratégica: uso do BSC Planejamento e Gestão Estratégica: uso do BSC Maurício Fernandes Pereira www.mauriciofpereira.com.br www.facebook.com/mauriciofernandespereira1 mfpcris@gmail.com Prof. Dr. Maurício Fernandes Pereira 4

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS. PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE

GESTÃO DE PESSOAS. PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE GESTÃO DE PESSOAS PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE BIBLIOGRAFIA BÁSICA CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 2006.

Leia mais

Perspectivas de atuação da Assemae para fomento do saneamento básico no Brasil. Aparecido Hojaij Presidente da Assemae

Perspectivas de atuação da Assemae para fomento do saneamento básico no Brasil. Aparecido Hojaij Presidente da Assemae Perspectivas de atuação da Assemae para fomento do saneamento básico no Brasil Aparecido Hojaij Presidente da Assemae XV Assembleia da Assemae Regional de Santa Catarina 25 de agosto de 2015 Sobre a Assemae

Leia mais

Relatório da Reunião de Acompanhamento da Estratégia 1º Trimestre 2012

Relatório da Reunião de Acompanhamento da Estratégia 1º Trimestre 2012 Relatório da Reunião de Acompanhamento da Estratégia 1º Trimestre Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região Sumário 1. Instruções 2. Situação da Implementação do BSC 3. Visão Geral do Mapa Estratégico

Leia mais

Questionário de Pesquisa. Prezado Participante,

Questionário de Pesquisa. Prezado Participante, Questionário de Pesquisa Prezado Participante, Meu nome é Renata Moreira, sou aluna de doutorado do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco e consultora da SWQuality. Gostaria da sua

Leia mais

JAILSOM LEANDRO DE SOUSA CURRICULUM VITAE. Natal - RN

JAILSOM LEANDRO DE SOUSA CURRICULUM VITAE. Natal - RN JAILSOM LEANDRO DE SOUSA CURRICULUM VITAE Natal - RN OUTUBRO DE 2010 Jailsom Leandro de Sousa Juiz Federal titular da 6ª Vara da Seção Judiciária do Rio Grande do Norte. Graduado em Direito pela Faculdade

Leia mais

CONTROLE DA QUALIDADE TOTAL (TQC)

CONTROLE DA QUALIDADE TOTAL (TQC) CONTROLE DA QUALIDADE TOTAL (TQC) Professor: Leandro Zvirtes UDESC/CCT 1 Objetivos de uma empresa Objetivo principal Pessoas Meios Satisfação das necessidades das pessoas CONSUMIDORES EMPREGADOS ACIONISTAS

Leia mais

Sete hábitos das pessoas muito eficazes

Sete hábitos das pessoas muito eficazes Sete hábitos das pessoas muito eficazes "Hábito é a intersecção entre o conhecimento, a capacidade e a vontade. O conhecimento é o que e o porquê fazer. A capacidade é o como fazer. E a vontade é a motivação,

Leia mais

EMPREENDEDORISMO CONCEITOS... 21/03/2014 EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? IMPORTANTE!!!!!

EMPREENDEDORISMO CONCEITOS... 21/03/2014 EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? IMPORTANTE!!!!! EMPREENDEDORISMO CONCEITOS... Profa. MsC. Célia Regina Beiro da Silveira celiabeiro@expresso.com.br EMPREENDEDOR? EMPREENDEDOR? É aquele que destrói a ordem econômica existente pela introdução de novos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 5.637, DE DE OUTUBRO DE 05. (republicado no DOE n.º 05, de 7 de outubro de 05) (vide abaixo publicação

Leia mais

IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS

IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS IPERON - ABRIL VERDE/2016 5 PASSOS PARA UMA LIDERANÇA DE RESULTADOS Adm. Ramiro Vieira, Msc Coach Abril/2016 O Líder Nasce ou se Torna Líder? Nem todos os que se esforçam para ser líderes têm condições

Leia mais

Os Recursos Humanos e o TQM

Os Recursos Humanos e o TQM Os Recursos Humanos e o TQM Considerações Iniciais> Círculos de Controle de Qualidade> Trabalhos em equipes> > PPGEP / UFRGS ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Os Recursos Humanos e o TQM TQM conjugação de métodos

Leia mais

Grupos e Equipes de Trabalho

Grupos e Equipes de Trabalho Aula 6 Grupos e Equipes de Trabalho Agenda Comportamento de grupos Caso Uma Equipe Desunida Trabalho em equipe 2 1 Fundamentos do comportamento de grupos Definição Um grupo é definido como dois ou mais

Leia mais

PROGRAMA DE COACHING & GERAÇÃO Z GESTÃO DE CARREIRA

PROGRAMA DE COACHING & GERAÇÃO Z GESTÃO DE CARREIRA Cer ficada LAIS SILVA Profissional coach &Leader Coach Analista comportamental & 360 graus Coach, Consultora, Palestrante. Especialista em Recursos Humanos e Gestão Auditoria em Serviços de Saúde. Atua

Leia mais

Veja a seguir, o que é Coaching, para quem é Coaching e quem pode trabalhar com Coaching formal ou informal:

Veja a seguir, o que é Coaching, para quem é Coaching e quem pode trabalhar com Coaching formal ou informal: FORMAÇÃO Laboratório prático e teórico de poder pessoal, liderança, auto desenvolvimento e desenvolvimento de equipes, foco em resultados acelerados e processos assertivos. A Instituição High Level Coaching

Leia mais

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS

PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS PORTFÓLIO DE SERVIÇOS Ana Paula Lima Coaching, Consultoria e Palestras é uma empresa especializada em Gestão de Pessoas, que visa identificar o potencial humano e desenvolvê-lo através

Leia mais

CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente?

CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente? CONFLITO? O que vem à mente quando escuto essa palavra: Na família? Em casa? No trabalho? Em Tecnologia da Informação? Individualmente? Conceitos: Quando as pessoas estão em desacordo e em oposição. (LUSSIER,

Leia mais

Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Experiências de Implantação e Operacionalização de Ouvidorias

Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Experiências de Implantação e Operacionalização de Ouvidorias Seminário de Atualização e Implantação de Ouvidoria do Sistema Unimed Experiências de Implantação e Operacionalização de Ouvidorias Ouvidoria - Seguros Unimed Histórico de Implantação da Ouvidoria Seguros

Leia mais

P-48 AVALIAR É GERENCIAR. Bernardo Leite

P-48 AVALIAR É GERENCIAR. Bernardo Leite P-48 AVALIAR É GERENCIAR Bernardo Leite Há 8 anos (+-)= FEEDBACK Por derivação = AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO (Gestão de Performance) Avaliar como função Gerencial, foi natural. Escolher (avaliar), portanto,

Leia mais

Gestão por Competência

Gestão por Competência Gestão por Competência Vera Gobetti 04/05/2017 GESTÃO POR COMPETÊNCIAS É UMA EVOLUÇÃO DA GESTÃO DE PESSOAS A Competência é sustentada em 3 pilares: 1- Conhecimento 2- Habilidades 3- Atitudes Aspectos Fundamentais

Leia mais

Sucessão em Empresa Familiar

Sucessão em Empresa Familiar Sucessão em Empresa Familiar Daqui a um Ano você vai desejar ter começado Hoje!!!! Daniel Corrêa julho/2016 Daqui a um Ano você vai desejar ter começado Hoje!!!! Daniel Corrêa Coach E-mail: daniel.correa@camposcampos.com.br

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

Gestão da Segurança Gestão por Times. Nova Visão

Gestão da Segurança Gestão por Times. Nova Visão Gestão da Segurança Gestão por Times Nova Visão Gestão da Segurança Nova Visão A qualidade do cuidado em saúde é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como: o grau em que os serviços de saúde

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012.

PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012. PROJETO DE LEI Nº., DE DE DE 2012. Estabelece preceitos para o aperfeiçoamento da política educacional estadual dos sistemas públicos de ensino, para a permanência e o sucesso escolar de alunos com distúrbios,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2012/1 EDITAL UFRGS Nº 1

PROCESSO SELETIVO 2012/1 EDITAL UFRGS Nº 1 PROCESSO SELETIVO 2012/1 EDITAL UFRGS Nº 1 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, em parceria com o Grupo Hospitalar Conceição - GHC, a Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul ESP/RS

Leia mais

SOBRE A EQUIPE. SOBRE A I9Gestão

SOBRE A EQUIPE. SOBRE A I9Gestão SOBRE A EQUIPE A equipe da I9Gestão é formada por consultores experientes, altamente qualificados e apaixonados pelo que fazem. SOBRE A I9Gestão A I9Gestão Consultoria & Treinamento é especializada na

Leia mais

Engenharia de Software. Gerenciamento de Pessoal. Professor Joerllys Sérgio

Engenharia de Software. Gerenciamento de Pessoal. Professor Joerllys Sérgio Engenharia de Software Gerenciamento de Pessoal Professor Joerllys Sérgio Pessoas no Processo Pessoas constituem o bem mais valioso de uma organização. Atividades de um gerente são fortemente orientadas

Leia mais

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Psicologia Objeto de Estudo Psique = alma + logos = estudo Grécia berço da Psicologia Desejo

Leia mais

PLANO DE CURSO. Ano / Semestre: 2014/01. Carga Horária Total: 60 h. CH Prática:

PLANO DE CURSO. Ano / Semestre: 2014/01. Carga Horária Total: 60 h. CH Prática: DISCIPLINA ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANO I Docente: GIOVANNA ROLIM DOS SANTOS Curso / Período: Ano / Semestre: 2014/01 Carga Horária Total: 60 h CH Teoria: CH Prática: 20 h 20 h Administração de Empresas

Leia mais

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre CENÁRIO Sistemas desenvolvidos para atender necessidades específicas da unidade de negócio,

Leia mais

PROJETO CONEXÃO EDUCAÇÃO NA REDE ESCOLAR ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO: DESAFIOS E RESULTADOS

PROJETO CONEXÃO EDUCAÇÃO NA REDE ESCOLAR ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO: DESAFIOS E RESULTADOS GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE GESTÃO DE ENSINO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DAS REGIONAIS PEDAGÓGICAS PROJETO CONEXÃO EDUCAÇÃO NA REDE ESCOLAR ESTADUAL

Leia mais

CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS

CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS CATÁLOGO REGIONAL PALESTRAS, OFICINAS E CURSOS GET GERÊNCIA DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHADOR SESI/DRMG MINAS GERAIS 2015 www.fiemg.com.br SUMÁRIO 1. PALESTRAS 1.1 MAIS INFORMAÇÕES... 4 2. OFICINAS 2.1 ÉTICA

Leia mais

Valéria Salgado Gerente de Projeto Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

Valéria Salgado Gerente de Projeto Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Reforma do Estado Principais Aspectos Valéria Salgado Gerente de Projeto Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Ideal de Estado que orienta as políticas de gestão do Governo

Leia mais

P36 Alto Desempenho em Momentos de Crise. com Paulo Alvarenga (P.A.)

P36 Alto Desempenho em Momentos de Crise. com Paulo Alvarenga (P.A.) P36 Alto Desempenho em Momentos de Crise com Paulo Alvarenga (P.A.) CRISE DE ENERGIA HUMANA Porque você chegou atrasado? Atrasado Trânsito Inocência Não ter culpa Saí muito tarde Poder Algo é possível

Leia mais

Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul

Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul Desdobrando o Mapa Estratégico da Justiça Federal do Rio Grande do Sul Marcelo De Nardi Porto Alegre, 04 de julho de 2011. CONTEXTUALIZAÇÃO Poder Judiciário no Contexto da Gestão Pública Nacional Processos

Leia mais

Lista de exercícios. Liderança. Prof. Carlos Xavier.

Lista de exercícios. Liderança. Prof. Carlos Xavier. INSTITUTO DE GESTÃO, ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS Lista de exercícios Liderança 1. (CESPE/STJ/Técnico/2008) O gestor de recursos humanos que utiliza a liderança centrada nas pessoas se preocupa em passar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº. 02/2014 CUn

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº. 02/2014 CUn ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº. 02/2014 CUn PLANO DE CAPACITAÇÃO DE SERVIDORES DESTA UNIVERSIDADE 1. APRESENTAÇÃO O Plano de Cargos e Carreiras do Pessoal Técnico-Administrativo em Educação (PCCTAE) foi implantado

Leia mais

Inovação substantiva na Administração Pública

Inovação substantiva na Administração Pública Inovação substantiva na Administração Pública XI Encontro Nacional de Escolas de Governo 10 e 11 de dezembro de 2015 Rosana Aparecida Martinez Kanufre Superintendência Instituto Municipal de Administração

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ GABINETE DA PRESIDÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ GABINETE DA PRESIDÊNCIA PORTARIA Nº 3101/2013-GP. A Excelentíssima Senhora Desembargadora LUZIA NADJA GUIMARÃES NASCIMENTO, Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, no uso de suas atribuições legais, etc. CONSIDERANDO

Leia mais

Data de Publicação Mês/Ano de Referência

Data de Publicação Mês/Ano de Referência 1- Remuneração do cargo efetivo - Vencimento, G.A.J., V.P.I, Adicionais de Qualificação, G.A.E e G.A.S, além de outras desta natureza. 2- V.P.N.I., Adicional por tempo de serviço, quintos, décimos e vantagens

Leia mais

Qualidade de Vida no Trabalho

Qualidade de Vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho Alunas: Mireli Basilio R.A: 198019 Pâmela Oliveira 204015 Jhuenner Guareis 203006 Profª: Gisele Sailler A qualidade de vida no trabalho proporciona uma maior participação

Leia mais

ALINHAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL

ALINHAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL ALINHAMENTO ESTRATÉGICO ORGANIZACIONAL Alinhamento Estratégico é um conceito da Administração que se fundamenta no princípio de que um determinado número de pessoas funciona melhor quando funciona como

Leia mais

RELAÇÕES RACIAIS NA PERSPECITIVA CURRICULAR E EDUCACIONAL

RELAÇÕES RACIAIS NA PERSPECITIVA CURRICULAR E EDUCACIONAL RELAÇÕES RACIAIS NA PERSPECITIVA CURRICULAR E EDUCACIONAL "Que a água seja refrescante. Que o caminho seja suave. Que a casa seja hospitaleira. Que o Mensageiro conduza em paz nossa Palavra." Benção Yoruba

Leia mais

Talentos Administrativos

Talentos Administrativos Programa de Desenvolvimento dos Administrativos Talentos Administrativos Turma 2015/16 Talentos Administrativos 1 Objetivo Geral Desenvolver os Assistentes e Auxiliares Administrativos de forma a prepará-los

Leia mais

INCLUSÃO DIGITAL. instrumento de INCLUSÃO SOCIAL

INCLUSÃO DIGITAL. instrumento de INCLUSÃO SOCIAL INCLUSÃO DIGITAL instrumento de INCLUSÃO SOCIAL Brasil Telecom Área territorial: 2,6 milhões de km² (33% do território nacional) 25% do PIB (R$ 276 bilhões em 2001) 23% da População (40 milhões) 10.548

Leia mais

MBA Gestão de Segurança da Informação

MBA Gestão de Segurança da Informação WEBINAR Curso: MBA Gestão e Tecnologia em Segurança da Informação Tema: Uma necessidade básica no Gerenciamento de Riscos. Profa. Silvana Ponce Gestão de Segurança da Informação O despreparo de muitas

Leia mais

GESTÃO SUSTENTÁVEL IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA NA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO GEP BRASIL 2015 RIBEIRÃO PRETO JUNHO 2015

GESTÃO SUSTENTÁVEL IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA NA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO GEP BRASIL 2015 RIBEIRÃO PRETO JUNHO 2015 GESTÃO SUSTENTÁVEL IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA NA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO GEP BRASIL 2015 RIBEIRÃO PRETO JUNHO 2015 SUMÁRIO PROBLEMAS LEGISLAÇÃO AMBIENTE SOLUÇÕES PROBLEMAS CULTURA HISTÓRIA

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS NA JUSTIÇA DO TRABALHO DE PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUS

IMPLANTAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS NA JUSTIÇA DO TRABALHO DE PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUS Anexo - Modelo de Gestão de Pessoas 936/2012 - Segunda-feira, 12 de Março de 2012 Conselho Superior da Justiça do Trabalho 1 Página 1 de 14 IMPLANTAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO DE PESSOAS POR COMPETÊNCIAS NA

Leia mais

Ergonomia e Organização do Trabalho CNROSSI ERGONOMIA E FISIOTERAPIA PREVENTIVA

Ergonomia e Organização do Trabalho CNROSSI ERGONOMIA E FISIOTERAPIA PREVENTIVA Ergonomia e Organização do Trabalho Ergonomia Modern Times Charles Chaplin EUA/1936 Conceito Ergonomia é o estudo do relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento, ambiente e, particularmente,

Leia mais

A Agenda de Desenvolvimento pós-2015 e os desafios para os Governos Locais. Belo Horizonte 26 de Agosto de 2015

A Agenda de Desenvolvimento pós-2015 e os desafios para os Governos Locais. Belo Horizonte 26 de Agosto de 2015 A Agenda de Desenvolvimento pós-2015 e os desafios para os Governos Locais Belo Horizonte 26 de Agosto de 2015 Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) Em 2000, durante a Cúpula do Milênio, líderes

Leia mais

PROGRAMA. Código: ADM 09927 Professor: Profª Doutoranda Inayara Gonzalez Período: 2012/1

PROGRAMA. Código: ADM 09927 Professor: Profª Doutoranda Inayara Gonzalez Período: 2012/1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas Departamento de Administração Curso de Administração Av. Fernando Ferrari, 514 Campus Universitário Goiabeiras CEP. 29075-910

Leia mais

- REPRODUÇÃO AUTORIZADA - Eu sou seu cliente sabia? Instrutora: Jane Costa de Paula Oliveira

- REPRODUÇÃO AUTORIZADA - Eu sou seu cliente sabia? Instrutora: Jane Costa de Paula Oliveira - REPRODUÇÃO AUTORIZADA - Eu sou seu cliente sabia? Instrutora: Jane Costa de Paula Oliveira CLIENTE INTERNO Instrutoria: Jane Costa de Paula Oliveira FOCO NO CLIENTE O que é CLIENTE? O QUE É CLIENTE INTERNO?

Leia mais

7 passos para um processo de Coaching pronto para você usar

7 passos para um processo de Coaching pronto para você usar 1 7 passos para um processo de Coaching pronto para você usar Introdução Coaching é um processo em que uma pessoa chamada um Coach suporta um Coachee na realização de um objetivo pessoal ou profissional

Leia mais

FORMAÇÃO ANALISTA DE PERFIL COMPORTAMENTAL

FORMAÇÃO ANALISTA DE PERFIL COMPORTAMENTAL FORMAÇÃO ANALISTA DE PERFIL COMPORTAMENTAL Permite descobrir os pontos chaves para o desenvolvimento de cada pessoa. Com ela você aprende a usar o potencial humano de forma mais eficaz e assertiva, trazendo

Leia mais

OBJETIVOS DESTE ENCONTRO

OBJETIVOS DESTE ENCONTRO OBJETIVOS DESTE ENCONTRO Apresentar e facilitar o entendimento dos Critérios da Modalidade Processo. Entender como demonstrar resultados requeridos nesta modalidade. 2 1 CRONOGRAMA 2010 ATIVIDADE MAR ABR

Leia mais

NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA

NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO DANIEL COSTA O que é engajamento? Engajamento no trabalho é uma forma de agir em que o indivíduo, motivado por uma causa, expressa sua vontade e predisposição de fazer

Leia mais

7 DICAS INSPIRADORAS PARA UM GESTOR DE DEPARTAMENTO PESSOAL

7 DICAS INSPIRADORAS PARA UM GESTOR DE DEPARTAMENTO PESSOAL 7 DICAS INSPIRADORAS PARA UM GESTOR DE DEPARTAMENTO PESSOAL ALCANÇAR UMA META DE EXPANSÃO #1 03 #01 ALCANÇAR UMA META DE EXPANSÃO Se você é um gestor de DEPARTAMENTO PESSOAL na sua empresa - seja realizando

Leia mais

Conhecimento Tecnológico. Base para crescimento da produtividade

Conhecimento Tecnológico. Base para crescimento da produtividade Base para crescimento da produtividade Contexto LIDERANÇA MÉTODO CONHECIMENTO O que fazer? Onde atuar? Conhecimentos e Habilidades Conhecer e Habilitar Transmitir conhecimento e prática Facilitar a aprendizagem

Leia mais

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Administração de Recursos Humanos É o processo de desenvolver qualidades nos RHs para habilitá-los a serem mais produtivos e contribuir melhor para o alcance dos

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO MANUAL DO AVALIADOR Avaliar é fazer análise e ter a oportunidade de rever, aperfeiçoar, fazer de forma diferente, sempre em busca de eficácia e resultados. Gartner & Sánchez As

Leia mais

VOCÊ QUER TER SUA EQUIPE MOTIVADA, MAIS PRODUTIVA, FOCADA, COMPROMETIDA E ENTREGANDO MAIS RESULTADOS, DE GRAÇA?

VOCÊ QUER TER SUA EQUIPE MOTIVADA, MAIS PRODUTIVA, FOCADA, COMPROMETIDA E ENTREGANDO MAIS RESULTADOS, DE GRAÇA? VOCÊ QUER TER SUA EQUIPE MOTIVADA, MAIS PRODUTIVA, FOCADA, COMPROMETIDA E ENTREGANDO MAIS RESULTADOS, DE GRAÇA? Uma pesquisa realizada com 6.000 empresas no Brasil, pela Revista Exame identificou que 65%

Leia mais

Envelhecimento + Ativo Sessões Informativas transfronteiriças sobre hábitos de vida saudável

Envelhecimento + Ativo Sessões Informativas transfronteiriças sobre hábitos de vida saudável Sessões Informativas transfronteiriças sobre hábitos de vida saudável Descrição do programa No âmbito do Programa Envelhecimento + Ativo, os Serviços de Acção Social da Universidade do Minho, vão levar

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES?

PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES? PÓS-VENDAS: POR QUE INVESTIR NA SATISFAÇÃO DE CLIENTES? Satisfação de Clientes Por que investir em satisfação de clientes? Satisfação de Clientes Satisfazer Clientes é... 1-8 Nota: 9-10 Processos Eficientes

Leia mais

Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica

Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica Refletir sobre o impacto da capacitação no aumento da produtividade. Identificar e discutir alternativas e soluções

Leia mais

06/06/

06/06/ www.juliofurtado.com.br www.juliofurtado.com.br 1 0 Para desenvolver pessoas não basta lhes dar informações. É necessário dar-lhes formação para que: - aprendam novas atitudes, soluções, ideias e conceitos;

Leia mais

AVALIAÇÃO DO FUNDO CLIMA. REUNIÃO DE PARES 29 de março de 2016

AVALIAÇÃO DO FUNDO CLIMA. REUNIÃO DE PARES 29 de março de 2016 AVALIAÇÃO DO FUNDO CLIMA REUNIÃO DE PARES 29 de março de 2016 Lei 12.114/2009 Lei 12.114/2009 Art. 5º Os recursos do FNMC serão aplicados: I - em apoio financeiro reembolsável mediante concessão de empréstimo,

Leia mais

Trabalho em Equipe. São unidades com duas ou mais pessoas que interagem e coordenam seu trabalho para conseguir atingir uma meta específica.

Trabalho em Equipe. São unidades com duas ou mais pessoas que interagem e coordenam seu trabalho para conseguir atingir uma meta específica. Equipe Trabalho em Equipe São unidades com duas ou mais pessoas que interagem e coordenam seu trabalho para conseguir atingir uma meta específica. Objetivo comum. Objetivos do grupo acima dos interesses

Leia mais

Desenvolvimento do Rotary. Clubes maiores - melhores e audazes. José Ubiracy Bira. Coordenador do Rotary International Zona 22 B 2010-11

Desenvolvimento do Rotary. Clubes maiores - melhores e audazes. José Ubiracy Bira. Coordenador do Rotary International Zona 22 B 2010-11 José Ubiracy Bira Coordenador do Rotary International Zona 22 B 2010-11 1 Ray Klinginsmith e Judie Um sonho sonhado sozinho é apenas um sonho. Quando sonhamos juntos, se torna uma realidade. Raul Seixas.

Leia mais

PAULO ROBERTO ANDREOTTI

PAULO ROBERTO ANDREOTTI PAULO ROBERTO ANDREOTTI COMO REAGIR POSITIVAMENTE AOS CONFLITOS EM 6 SEGUNDOS Como desenvolver o seu relacionamento familiar e torná-lo mais comunicativo e harmonioso Se pensássemos sempre antes de falar,

Leia mais

Oficina - Gestão por Processos

Oficina - Gestão por Processos Oficina - Gestão por Processos Isaac da Silva Torres João Francisco da Fontoura Vieira 02/09/2015 Escritório de Processos 1 Tópicos Nesta oficina, apresentaremos a Gestão por Processos e a sua relação

Leia mais

Espaço Histórico Cultural do Fórum de Ceilândia

Espaço Histórico Cultural do Fórum de Ceilândia Espaço Histórico Cultural do Fórum de Ceilândia O Espaço Histórico Cultural foi idealizado pelo Dr. Flavio Fernando Almeida da Fonseca, Juiz Diretor do Fórum que por sua vez foi inspirado pelo Projeto

Leia mais

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS. Painel: Gestão de Comunicação e Recursos Humanos. Realização: SINTERCON

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS. Painel: Gestão de Comunicação e Recursos Humanos. Realização: SINTERCON I ENCONTRO DAS ÁGUAS 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS Realização: SINTERCON Painel: Gestão de Comunicação e Recursos Humanos Práticas de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas Palestrante: José F.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 881/07-GSF, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 881/07-GSF, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 881/07-GSF, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007. Institui o Sistema de Exportação - SISEXP -. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA, no uso das atribuições, tendo em vista o disposto no art. 82

Leia mais

As cinco escolhas que você deve fazer para ter uma produtividade extraordinária

As cinco escolhas que você deve fazer para ter uma produtividade extraordinária As cinco escolhas que você deve fazer para ter uma produtividade extraordinária Reunião, trabalho, família, internet, saídas, e-mails, tecnologia, relatório, informação... Você já reparou quantas coisas

Leia mais

O L A. Questionário OLA. Avaliação de Liderança Organizacional. Versão Portuguesa. Instruções Gerais

O L A. Questionário OLA. Avaliação de Liderança Organizacional. Versão Portuguesa. Instruções Gerais O L A Questionário OLA Avaliação de Liderança Organizacional Versão Portuguesa Instruções Gerais O propósito deste instrumento é permitir que organizações descubram como suas práticas e crenças sobre liderança

Leia mais

M U L H E R E S D O B R A S I L. Setembro2015

M U L H E R E S D O B R A S I L. Setembro2015 M U L H E R E S D O B R A S I L Setembro2015 COMITÊ SOCIAL A Voz das Mulheres Palestra Andrea Chamma Cristina Schulman Maria Elisa Curcio Inegociáveis Não advogamos em causa própria; Todo o trabalho deve

Leia mais

LIDERANÇA DE PESSOAS

LIDERANÇA DE PESSOAS LIDERANÇA DE PESSOAS João Paulo Pinto OGE 2016/17 05 Dezembro de 2016 LIDERANÇA DE PESSOAS E EQUIPAS A liderança é um processo de influência exercida em determinada situação através da comunicação (verbal

Leia mais

Professor de Antropologia da Universidade Estadual de Campinas.

Professor de Antropologia da Universidade Estadual de Campinas. * Os socialistas devem posicionar-se politicamente a favor de medidas (Projetos de Lei com cotas para estudantes negros e oriundos da escola pública, bem como o Estatuto da Igualdade Racial), na medida

Leia mais

PROJETO HABITA SERVIDOR BH

PROJETO HABITA SERVIDOR BH PROJETO HABITA SERVIDOR BH BELO HORIZONTE 2013 PROJETO HABITA SERVIDOR BH Relatório técnico-científico apresentado para concorrer ao I Prêmio Inovar BH, conforme Edital SMARH nº 01/2013, na categoria de

Leia mais

RSO EM ÉPOCA DE VACAS MAGRAS, O CASE STUDY DO OUTPLACEMENT. O seu Parceiro em Serviços de Outplacement

RSO EM ÉPOCA DE VACAS MAGRAS, O CASE STUDY DO OUTPLACEMENT. O seu Parceiro em Serviços de Outplacement RSO EM ÉPOCA DE VACAS MAGRAS, O CASE STUDY DO OUTPLACEMENT O seu Parceiro em Serviços de OUTPLACEMENT Serviço contratado por uma empresa, que ajuda os colaboradores desvinculados a encontrar um novo projecto

Leia mais

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti As competências nas Problematizações das unidades d de aprendizagem UNID 2.1 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Como o treinamento atua no desenvolvimento

Leia mais