Treinamento e Desenvolvimento T & D

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Treinamento e Desenvolvimento T & D"

Transcrição

1 Treinamento e Desenvolvimento 1 RH Mecanicista Nível operacional burocrático. Centralizado e obscuro. Visão predominante interna a empresa Reativo/ lento e controlador. Visão de emprego a curto prazo. Carreiras especializadas/ alta mobilidade vertical. Condições de trabalho. Treinamento restrito às tarefas no cargo, ênfase no operacional, o mercado deve suprir as habilidades necessárias à empresa. Cargos estreitos, poucos mutáveis/ avaliação de conteúdo de cargos. RH Holístico Nível estratégico regido por diretrizes. Todo gerente é também gestor de RH. Visão ampla da empresa e seu meio ambiente (interno e externo). Proativo, rápido e apoiador. Visão de emprego a longo prazo. Carreira na empresa, opções em Y e rodízio. Qualidade de vida no trabalho. Desenvolvimento contínuo em habilidades técnicas, sociais. A empresa deve complementar as habilidades necessárias à sua operação. Cargos ampliados/ grandemente mutáveis /avaliação de maturidade do ocupante. Fonte: Adaptado de BOOG, Gustavo Manual de treinamento e desenvolvimento. Pessoas = principal patrimônio das organizações; Capital humano das organizações = diferencial competitivo para as organizações; Mudança de mentalidade dos gestores: Buscar pessoas ousadas, ágeis, empreendedoras e dispostas a assumir riscos. Assumir o papel de educadores organizacionais. Meio para alavancar o desempenho no cargo Ambos são processos de aprendizagem TREINAMENTO: Voltado para o conhecimento da pessoa, para a execução da tarefa (curto-prazo). DESENVOLVIMENTO: Voltado ao crescimento da pessoa em nível de conhecimento, habilidade e atitude. (longo-prazo / futuras responsabilidades). 3 4 TREINAMENTO DENSENVOLVIMENTO Orientado para o presente. Foca o cargo atual e busca melhorar aquelas habilidades e capacidades relacionadas com o desempenho imediato do cargo. Foca em geral os cargos a serem ocupados futuramente na organização e as novas habilidades que serão requeridas. Ambos, treinamento e desenvolvimento (P&D) constituem processos de aprendizagem

2 Treinamento Desenvolvimento Desenvolvimento das pessoas organizacional Capacitar Transmitir informações Desenvolver habilidades Desenvolver atitudes Aumentando o conhecimento das pessoas - Informações sobre a organização, seus produtos, serviços, cooperados, políticas, diretrizes, regras e regulamentos e seus clientes. Melhorando as habilidades e destrezas - Habilitar para a execução e operação de tarefas, manejo de equipamentos, máquinas e ferramentas. Desenvolvendo e modificando comportamentos - Mudança de atitudes, conscientização e sensibilidade dos colaboradores, clientes e fornecedores(público interno e externo) Introduzir conceitos Elevando o nível de abstração - Desenvolver conceitos para ajudar as pessoas a pensar em termos globais e amplos 7 8 Finalidades - Adequar a pessoa à cultura da empresa: os programas de T&D chegam para auxiliar as organizações, porque é comum que existam pessoas que não estão em sintonia com a cultura organizacional; Mudar atitudes: há uma forte tendência a alterar as atitudes antiquadas das pessoas para inovadoras, modernas. Atitudes retrogradas em nada ajudam a buscar a excelência organizacional. Finalidades - Desenvolver pessoas: seja por intermédio da atualização e/ou da reciclagem (via cursos) é fundamental que a empresa goze das vantagens deste processo (T&D). Pode dizer respeito a atividades técnicas ou comportamentais. Adaptação das pessoas para lidar com a modernização da empresa: nos referimos a uma alteração na própria pessoa, visamos à adequação desta para com a nova realidade organizacional Finalidades - Maximizar o desempenho profissional: além de ser bom para os resultados da empresa, servirá como fator de motivação para o colaborador. Preparar pessoas para serem remanejadas: fornecer oportunidades de aprendizagem não só em relação a sua atual posição, mas também visando a outras posições que poderão vir a ser ocupadas num futuro próximo. TREINAMENTO POR COMPETÊNCIAS Desenvolver certas competências desejadas pela organização; Treinamento por competência: Baseia-se em um prévio mapeamento das competências essenciais necessárias ao sucesso organizacional; As competências devem ser desenvolvidas e estendias para todos os níveis hierárquicos da organização;

3 INDICADORES DE NECESSIDADES DE TREINAMENTO Expansão Diversificação Alteração de estratégias Aquisição de tecnologia Manutenção onerosa Grande número de queixas Incidência de erros Baixa produtividade Acidentes no trabalho Falta de interesse Desempenho abaixo do desejado Ciclo do O treinamento é um processo cíclico composto de quatro etapas: Diagnóstico (levantamento das necessidades); Desenho; Implementação; Avaliação Ciclo do Levantamento Desenho das necessidades do programa (MPU/CESPE/2010) Na etapa de levantamento de necessidades de treinamento, identificam-se as necessidades de capacitação a serem satisfeitas passadas, presentes ou futuras. Avaliação dos resultados Aplicação do programa Fonte: Adaptação Chiavenato CORRETA 16 ENTRADA Ciclo do O processo de treinamento se assemelha a um modelo de sistema aberto: PROCESSA- MENTO SAÍDA (MPU/CESPE/2010) Durante a execução de programas de treinamento, deve-se considerar que a aprendizagem requer retroação e reforço, sendo maior o impacto do treinamento quando o instruendo recebe reforço e retroação positiva a cada nova aprendizagem. FEEDBACK CORRETA 18 3

4 MÉTODO DE LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES DE TREINAMENTO Análise organizacional Análise dos cargos Análise das pessoas Análise do treinamento Fonte: Chiavenato Diagnóstico organizacional Definição da missão, visão, valores e objetivos estratégicos Exame dos requisitos exigidos pelos cargos, especificações e mudanças nos cargos. Determinação dos comportamentos, atitudes e competências necessárias à viabilização dos objetivos organizacionais. -Que perfis eu tenho em casa? Objetivos a serem utilizados na avaliação do programa de treinamento. 19 PASSOS PARA LEVANTAMENTO DE NECESSIDADES DE TREINAMENTO 1. DEFINIÇÃO DE TÉCNICA 2. APRESENTAÇÃO A DIRETORIA 3. COMUNICAÇÃO AOS DIVERSOS SETORES 4. EXECUÇÃO 5. ANÁLISE E TABULAÇÃO DAS NECESSIDADES 6. APROVAÇÃO DA DIRETORIA 7. ELABORAÇÃO DO CONOGRAMA DE TREINAMENTO. 20 O responsável será... A função do gestor de pessoas é não só de identificar as necessidades do processo, mas também de fornecer os meios necessários para a aplicação dos programas Temas Relvantes em T&D Educação Corporativa; E-learning e T&D; Coaching e T&D; T&D e a Gestão da Qualidade (MPU/CESPE/2010) Na avaliação de um programa de treinamento no nível organizacional, deve-se verificar a elevação dos conhecimentos dos servidores. ERRADA

5 25 5

.:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento. Profª Daniela Cartoni

.:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento. Profª Daniela Cartoni .:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br T,D&D Antes: somente conceito de treinamento Hoje: ampliação para desenvolvimento e educação

Leia mais

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Administração de Recursos Humanos É o processo de desenvolver qualidades nos RHs para habilitá-los a serem mais produtivos e contribuir melhor para o alcance dos

Leia mais

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015 Agenda: 28/09/2015 8:30 as 9:00 h Recepção dos participantes 9:00 as 11:00 h Eixo: Capacitação e Desenvolvimento 11:00 as 11:30 h Análise de Indicadores

Leia mais

A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua;

A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua; QUEM SOMOS A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua; Especializada em Vida e Previdência, possui portfólio completo para assegurar nossos clientes e seus familiares dos

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

06/06/

06/06/ www.juliofurtado.com.br www.juliofurtado.com.br 1 0 Para desenvolver pessoas não basta lhes dar informações. É necessário dar-lhes formação para que: - aprendam novas atitudes, soluções, ideias e conceitos;

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 T&D e Estratégia de RH Treinamento & Desenvolvimento 3 4 Coaching & Mentoring Desenvolvimento de Lideranças 1 T&D e Estratégia de RH Relembrando... Os processos

Leia mais

Tema 05 Treinamento e Desenvolvimento Autoria: Irma Macário

Tema 05 Treinamento e Desenvolvimento Autoria: Irma Macário Administração de Recursos Humanos Autoria: Irma Macário 6 o semestre Tema 05 Treinamento e Desenvolvimento Tema 05 Treinamento e Desenvolvimento Autoria: Irma Macário Como citar esse documento: MACÁRIO,

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 Seminário 2 Treinamento e Desenvolvimento 3 Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.; Kram, K. E.; Ting, S. HBR,

Leia mais

Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas

Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas Transição: de Operacional para Estratégico Fischer (2002) 4 fases correntes teóricas: Departamento pessoal até 20s controle, eficiência, taylorismo, fordismo; Gestão

Leia mais

EFICIÊNCIA OPORTUNIDADES NO EAD. Roberto Valério

EFICIÊNCIA OPORTUNIDADES NO EAD. Roberto Valério EFICIÊNCIA OPORTUNIDADES NO EAD Roberto Valério Gestão da Eficiência Modelo de Gestão de Rede Etapas de Análise, Planejamento e Desenvolvimento da Rede de Polos 1 2 3 4 Análise e Identificação de Oportunidades:

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento (T&D)

Treinamento e Desenvolvimento (T&D) Gestão de Pessoas Treinamento e Desenvolvimento (T&D) o investimento em treinamento visando desenvolver profissionais especializados e valorizados ainda é a melhor solução neste processo de transformações

Leia mais

AULA 13 GESTÃO DE PESSOAS III PROF. PROCÓPIO

AULA 13 GESTÃO DE PESSOAS III PROF. PROCÓPIO AULA 13 GESTÃO DE PESSOAS III PROF. PROCÓPIO ETEC SÃO MATEUS - 13-05-2016 Não fique sem o conteúdo, acesse: www.professorprocopio.com OTreinamento É um processo que promove a aquisição de habilidades,

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento (T&D)

Treinamento e Desenvolvimento (T&D) Treinamento e Desenvolvimento (T&D) Treinamento e Desenvolvimento (T&D) Antes: existia apenas a idéia de treinar; Mudança de mentalidade dos gestores: -Buscar pessoas ousadas, ágeis, empreendedoras e dispostas

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA (RSC)

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA (RSC) RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA (RSC) Caroline Pinto Guedes Ferreira ANTECEDENTES Revolução industrial Processo rápido r e intenso de urbanização Uso intenso e indiscriminado dos recursos naturais

Leia mais

Ações de desenvolvimento: treinamento e desenvolvimento Dalia Derner

Ações de desenvolvimento: treinamento e desenvolvimento Dalia Derner Ações de desenvolvimento: treinamento e desenvolvimento Dalia Derner Objetivos: 1. Discutir a abordagem sistêmica de treinamento e desenvolvimento 2. Descrever os componentes do processo de treinamento

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS

UNIVERSIDADE PAULISTA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS UNIVERSIDADE PAULISTA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS Prof. Cassimiro Nogueira Junior PESSOAS CAPITAL HUMANO CAPITAL INTELECTUAL GRAU DE CONHECIMENTO: PRODUTIVOS E RECONHECIDOS

Leia mais

Plano de Cargos, Carreiras e Salários CONTROLE DE REVISÕES

Plano de Cargos, Carreiras e Salários CONTROLE DE REVISÕES Plano de Cargos, Carreiras e Salários Abril de 2013 CONTROLE DE REVISÕES Versão Data Responsável Descrição 0 15/04/2013 Tríade RH Desenvolvimento e Implantação do Plano 1 26/06/2013 Tríade RH Revisão do

Leia mais

LÍDER COACH. 08 a 11 de outubro de a 12 de novembro de 2016

LÍDER COACH. 08 a 11 de outubro de a 12 de novembro de 2016 LÍDER COACH 08 a 11 de outubro de 2014 09 a 12 de novembro de 2016 Informação importante Para atuar como COACH é necessário uma formação específica. 2 Alguns conceitos Coche (O que leva de um lugar ao

Leia mais

CICLO MCT. Mentoring, Coaching e Training. Coordenador Estratégico de IES

CICLO MCT. Mentoring, Coaching e Training. Coordenador Estratégico de IES CICLO MCT Mentoring, Coaching e Training Coordenador Estratégico de IES Ciclo MCT Mentoring, Coaching e Training Coordenador Estratégico de IES Mentoring Inspira o participante a melhorar seu desempenho

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 028

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 028 1/ 6 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão geral do documento 02 Revisão geral do documento 03 Revisão geral do documento Demais envolvidos na análise e aprovação

Leia mais

O gestor de Pessoas nas Entidades Filantrópicas de saúde: O futuro / tendências. Miriam Branco da Cunha

O gestor de Pessoas nas Entidades Filantrópicas de saúde: O futuro / tendências. Miriam Branco da Cunha O gestor de Pessoas nas Entidades Filantrópicas de saúde: O futuro / tendências Miriam Branco da Cunha Principais Desafios Um mundo autônomo Vários negócios dentro de um só: farmácia, suprimentos, alimentação,

Leia mais

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL 0461 61 IDENTIFICAÇÃO : Título: CAPACITAÇÃO DOS COLABORADORES. Atributo: COMPATIBILIDADE DE PERFIL. Processo: CAPACITAÇÃO DE PESSOAL. O QUE É: Instrumento que se presta a

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

Unidade III PLANEJAMENTO OPERACIONAL: Prof. Me. Livaldo dos Santos

Unidade III PLANEJAMENTO OPERACIONAL: Prof. Me. Livaldo dos Santos Unidade III PLANEJAMENTO OPERACIONAL: RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS Prof. Me. Livaldo dos Santos Objetivos Identificar tipos de educação. Entender treinamento: conceitos e processo. Perceber o ciclo do treinamento.

Leia mais

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS. Painel: Gestão de Comunicação e Recursos Humanos. Realização: SINTERCON

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS. Painel: Gestão de Comunicação e Recursos Humanos. Realização: SINTERCON I ENCONTRO DAS ÁGUAS 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS Realização: SINTERCON Painel: Gestão de Comunicação e Recursos Humanos Práticas de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas Palestrante: José F.

Leia mais

Reescrevendo as regras para a era digital

Reescrevendo as regras para a era digital Tendências Globais de Capital Humano 2017 Reescrevendo as regras para a era digital Abril 2017 Taxa de mudança O que parece estar acontecendo? Mobilidade, sensores, IA, computação cognitiva, dados. Globalmente,

Leia mais

Escola Brasileira de Coaching - Preparando Empresas e o Terceiro Setor para o sistema esocial da União.

Escola Brasileira de Coaching -  Preparando Empresas e o Terceiro Setor para o sistema esocial da União. Escola Brasileira de Coaching - Preparando Empresas e o Terceiro Setor para o sistema esocial da União. São Paulo, 10 de abril de 2017 1 S u m á r i o Ficha Técnica 03 Apresentação 04 Fases de adequação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO POR COMPETÊNCIAS

ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO POR COMPETÊNCIAS ADMINISTRAÇÃO GERAL GESTÃO POR COMPETÊNCIAS Atualizado em 22/10/2015 GESTÃO POR COMPETÊNCIAS As competências não são estáticas, tendo em vista a necessidade de adquirir agregar novas competências individuais

Leia mais

Ementas. Certificate in Business Administration CBA

Ementas. Certificate in Business Administration CBA Ementas Certificate in Business Administration CBA Agosto 2012 Módulo Fundamental Administração Financeira EMENTA: Disciplina desenvolve a capacidade de contribuição para as decisões gerenciais aplicando

Leia mais

19/07/2016. Aula 9. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B.

19/07/2016. Aula 9. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B. Aula 9 Gestão do Desempenho Agenda 1 Seminário 2 Gestão do Desempenho 1 Seminário 4 Getting 360-Degree Feedback Right Maury A. Peiperl Harvard Business Review, 2001. Gestão do Desempenho 2 Gestão Estratégica

Leia mais

TREINO. Transmissão de informações

TREINO. Transmissão de informações Treino nas Organizações Recrutamento e Selecção As quatro classes de mudança do comportamento Transmissão de informações Aumentar o conhecimento das pessoas Informação sobre a organização, seus produtos

Leia mais

Ementário EMBA em Gestão de Projetos

Ementário EMBA em Gestão de Projetos Ementário EMBA em Gestão de Projetos Grade curricular Disciplina MATEMÁTICA FINANCEIRA - N FUNDAMENTOS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS E GERENCIAMENTO DE ESCOPO - N GERENCIAMENTO DE RISCOS EM PROJETOS GESTÃO

Leia mais

desenvolva e utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratégicos da organização. Dentro da área de gestão de

desenvolva e utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratégicos da organização. Dentro da área de gestão de Gestão de Pessoas Hoje a sociedade busca desenvolver trabalhos para aprimorar o conhecimento das pessoas em um ambiente de trabalho. A capacitação e o preparo que uma organização deve ter para com os seus

Leia mais

Política Sucessão de Cargos da Alta Administração das Cooperativas Singulares

Política Sucessão de Cargos da Alta Administração das Cooperativas Singulares Administração das Cooperativas Singulares Responsável Adriane Maria Tesser Parissi Cargo Gerente de Desenvolvimento de Pessoas Substitui e revoga Área Desenvolvimento de Pessoas Abrangência Sistêmico Período

Leia mais

MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS OBJETIVOS DO CURSO O objetivo geral do Curso de Pós-graduação Lato Sensu MBA Executivo Internacional em Gestão de Negócios é de capacitar os profissionais

Leia mais

empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO:

empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO: empowering talents WWW.CASLEADER.COM.BR UM PRODUTO: "VIMOS A TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, E A NECESSIDADE DE MELHOR ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM, E ENTÃO SABÍAMOS QUE ERA PRECISO CRIAR O CASLEADER".

Leia mais

02/12/2014. Aula 10. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B.

02/12/2014. Aula 10. Gestão do Desempenho. Prof. Lucia B. Oliveira. Prof. Lucia B. Oliveira. Agenda. Seminário. Prof. Lucia B. Aula 10 Gestão do Desempenho Agenda 1 Seminário 2 Gestão do Desempenho 1 Seminário 4 Getting 360-Degree Feedback Right Maury A. Peiperl Harvard Business Review, 2001. Gestão do Desempenho 2 Gestão Estratégica

Leia mais

Desafios do Comitê Temático. Massa crítica de associadas para alavancar ações Pessoas com tempo dedicado ao tema (hands on) Perspectiva futura

Desafios do Comitê Temático. Massa crítica de associadas para alavancar ações Pessoas com tempo dedicado ao tema (hands on) Perspectiva futura Desafios do Comitê Temático Massa crítica de associadas para alavancar ações Pessoas com tempo dedicado ao tema (hands on) Perspectiva futura Continuidade dos trabalhos de 2007 Introdução Foram discutidas

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento - T&D. Capacitação e formação dos colaboradores do HSC

Treinamento e Desenvolvimento - T&D. Capacitação e formação dos colaboradores do HSC Treinamento e Desenvolvimento - T&D Capacitação e formação dos colaboradores do HSC Políticas de RH As práticas de Recursos Humanos do Hospital Santa Catarina estão de acordo com as diretrizes apresentadas

Leia mais

Gestão de pessoas e desempenho organizacional

Gestão de pessoas e desempenho organizacional Aula 12 Gestão de pessoas e desempenho organizacional Agenda 1 Seminário 2 Medindo a performance do RH 1 Seminário 5 Competing on talent analytics. Davenport, Harris & Shapiro. Harvard Business Review,

Leia mais

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências

Gestão de Pessoas e Avaliação por competências Gestão de Pessoas e Avaliação por competências quer a empresa que não existe! Funcionário quer o profissional que não existe! Empresa A visão evolutiva da área de Gestão de Pessoas... 1930 Surgem departamentos

Leia mais

MICHELE BÁRTOLO VIVES A EFICÁCIA DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E TREINAMENTO COMO DIFERENCIAL PARA A ORGANIZAÇÃO DO NOVO MILÊNIO

MICHELE BÁRTOLO VIVES A EFICÁCIA DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E TREINAMENTO COMO DIFERENCIAL PARA A ORGANIZAÇÃO DO NOVO MILÊNIO MICHELE BÁRTOLO VIVES A EFICÁCIA DO PROCESSO DE RECRUTAMENTO, SELEÇÃO E TREINAMENTO COMO DIFERENCIAL PARA A ORGANIZAÇÃO DO NOVO MILÊNIO Trabalho de conclusão apresentado ao Projeto A Vez do Mestre da Universidade

Leia mais

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Maio 2014 Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Missão Oferecer soluções educacionais para elevar a competitividade e a sustentabilidade do setor de

Leia mais

São referenciais que usamos continuamente para balizar nossas decisões.

São referenciais que usamos continuamente para balizar nossas decisões. 1 CURSO:ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE RH PROF a : NAZARÉ FERRÃO TURMA: 6-ADN-1 Referencial Bibliográfico: BOOG, G. G. Manual de treinamento e desenvolvimento.3 ed.. São Paulo:

Leia mais

CURSO: MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS

CURSO: MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CURSO: MBA EM DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM COMPETÊNCIAS ANO 15/1 : UNIDADE BUENO - SÁBADOS QUINZENAIS DISCIPLINA CARGA HORÁRIA COORDENADOR: Profa Carmen Rizzotto

Leia mais

Gestão da Qualidade Total para a Sustentabilidade 2013

Gestão da Qualidade Total para a Sustentabilidade 2013 Gestão da Qualidade Total para a Sustentabilidade 2013 Há três dimensões que apoiam a construção de conhecimento aplicável para empresas e seus gestores formando a base para o desenvolvimento de ferramentas

Leia mais

5 Passos Básicos Para Organizar seu DEPARTAMENTO PESSOAL

5 Passos Básicos Para Organizar seu DEPARTAMENTO PESSOAL 5 Passos Básicos Para Organizar seu DEPARTAMENTO PESSOAL 1 DEPARTAMENTO PESSOAL Algum tempo atrás, somente empresas de grande porte sabiam a importância de manter um departamento pessoal. Mas alguns anos

Leia mais

FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS:

FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS: FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS: Treinamento É o conjunto de métodos usados para transmitir aos funcionários novos e antigos as habilidades necessárias para o desempenho do trabalho. Treinamento Custo ou investimento?

Leia mais

Profª Valéria Castro V

Profª Valéria Castro V Profª Valéria Castro Críticas Sistemas tradicionais de mensuração de desempenho devido ao foco em medidas financeiras de curto prazo. Dificultam a criação de valor econômico para o futuro. BSC propõe o

Leia mais

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Objetivos do Curso O curso tem como objetivo geral capacitar profissionais na área de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas com capacidade de

Leia mais

Núcleo de Materiais Didáticos

Núcleo de Materiais Didáticos Gestão de Talentos e Mapeamento por Aula 4 Prof a Cláudia Patrícia Garcia Aula 4 - Gestão por claudiagarcia@grupouninter.com.br MBA em Gestão de Recursos Humanos Lembrando... A gestão por competências

Leia mais

FORMAÇÃO ANALISTA PERSONAL ASSESSMENT. módulo 1

FORMAÇÃO ANALISTA PERSONAL ASSESSMENT. módulo 1 FORMAÇÃO ANALISTA PERSONAL ASSESSMENT módulo 1 o que é o personal ASSESSMENT? O que é o personal ASSESSMENT? Personal Assessment é uma ferramenta brasileira de identifi cação de perfi l profi ssional e

Leia mais

PRECISA MELHORAR O SEU NEGÓCIO?

PRECISA MELHORAR O SEU NEGÓCIO? PRECISA MELHORAR O SEU NEGÓCIO? PROGRAMAÇÃO 1º Trimestre - e Região PARA MICROEMPREENDEDORES INDIVIDUAIS, MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE Importante! As vagas para cada evento são limitadas A

Leia mais

Pós-Graduação. Gestão Estratégica de Processos de Negócios

Pós-Graduação. Gestão Estratégica de Processos de Negócios Pós-Graduação Gestão Estratégica de Processos de Negócios - 2017 Disciplinas: 1) Introdução a BPM, Contexto Organizacional e Profissional 2) Estratégia e Modelagem do Negócio Aplicada com Foco em BPM 3)

Leia mais

COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS?

COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? COMO UM LÍDER PODE USAR A INOVAÇÃO PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? PARA MELHORAR SEUS RESULTADOS? 1 índice Introdução... 3 A importância da inovação para o RH... 5 Treinamentos: inovação com EAD... 11 O uso de novas tecnologias e metodologias...15 Conclusão... 20 2 Introdução

Leia mais

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing

Curso do Superior de Tecnologia em Marketing Curso do Superior de Tecnologia em Objetivos do curso 1.5.1 Objetivo Geral O Curso Superior de Tecnologia em na modalidade EaD da universidade Unigranrio, tem por objetivos gerais capacitar o profissional

Leia mais

Torne-se um Analista Comportamental com Certificação Internacional pela Sempre Avante Coaching Life & Executive

Torne-se um Analista Comportamental com Certificação Internacional pela Sempre Avante Coaching Life & Executive Torne-se um Analista Comportamental com Certificação Internacional pela Sempre Avante Coaching Life & Executive Você sabe qual é o seu Perfil Comportamental? Segundo a Teoria DISC existem 4 Perfis Comportamentais

Leia mais

A força de trabalho em 2020

A força de trabalho em 2020 A força de trabalho em 2020 A iminente crise de talentos Visão geral Preparar a força de trabalho para 2020 é uma ação decisiva quando o que está em jogo é a estratégia, o crescimento e o desempenho dos

Leia mais

Capítulo 3 Estratégia e análise de recursos humanos

Capítulo 3 Estratégia e análise de recursos humanos slide 1 Capítulo 3 Estratégia e análise de recursos humanos slide 2 Objetivos de aprendizagem 1. Explicar por que o planejamento estratégico é importante para todos os gestores. 2. Explicar com exemplos

Leia mais

IPL - Indicador Proativo do Líder Para o desenvolvimento de Líderes em Segurança. Gerdau. Junho/2016 Leonardo Prado

IPL - Indicador Proativo do Líder Para o desenvolvimento de Líderes em Segurança. Gerdau. Junho/2016 Leonardo Prado IPL - Indicador Proativo do Líder Para o desenvolvimento de Líderes em Segurança Gerdau Junho/2016 Leonardo Prado Prática do IPL para Desenvolvimento de Líderes Ferramenta para apoiar o desenvolvimento

Leia mais

Fórum NAGEH Pessoas. Eixo: CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Data: 14/12/2015 Horário: 13:30-14:30 Apresentação: Ma. Rita Aparecida Kietis Vivolo CQH

Fórum NAGEH Pessoas. Eixo: CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Data: 14/12/2015 Horário: 13:30-14:30 Apresentação: Ma. Rita Aparecida Kietis Vivolo CQH Fórum Pessoas Eixo: CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Data: 14/12/2015 Horário: 13:30-14:30 Apresentação: Ma. Rita Aparecida Kietis Vivolo Apresentação: Indicadores de Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal

Leia mais

DESENVOLVIMENTO & TREINAMENTO: PASSO A PASSO PARA TORNÁ-LO EFICIENTE

DESENVOLVIMENTO & TREINAMENTO: PASSO A PASSO PARA TORNÁ-LO EFICIENTE DESENVOLVIMENTO & TREINAMENTO: PASSO A PASSO PARA TORNÁ-LO EFICIENTE 1 Introdução 03 Por que sua empresa precisa investir em treinamentos 06 Capítulo 1 Quais devem ser as etapas de um treinamento 10 Capítulo

Leia mais

FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS:

FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS: FUNÇÃO DESENVOLVER PESSOAS: Treinamento É o conjunto de métodos usados para transmitir aos funcionários novos e antigos as habilidades necessárias para o desempenho do trabalho. Referências: CHIAVENATO

Leia mais

Gestão de pessoas e desempenho organizacional

Gestão de pessoas e desempenho organizacional Aula 12 Gestão de pessoas e desempenho organizacional Agenda 1 Seminário 2 Medindo a performance do RH 1 Seminário 5 Competing on talent analytics. Davenport, Harris & Shapiro. Harvard Business Review,

Leia mais

Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação

Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação Planejamento Estratégico de Uma Pequena Empresa do Ramo de Panificação Bruno da Costa Feitosa bcfeitosa@gmail.com Resumo Este documento apresenta o planejamento estratégico de uma pequena empresa do ramo

Leia mais

Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro Carlos Bertazzi

Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro Carlos Bertazzi Reunião do Grupo de RH Pesquisa de Clima Organizacional Setembro 2016 Carlos Bertazzi www.rh4youconsultoria.wordpress.com O que é? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, por meio do

Leia mais

Comitê Científico do Enangrad

Comitê Científico do Enangrad Comitê Científico do Enangrad Administração Pública Empreendedorismo e Governança Corporativa Ensino, Pesquisa e Formação Docente em Administração Finanças Gestão da Sustentabilidade Gestão de Informações

Leia mais

Gestão por Competências

Gestão por Competências Gestão por Competências 1 2 FUTUROS Capacitar Acompanhar Avaliar Investir Valorizar Reter ÁREA CRÍTICA Remanejar Traçar metas Disponibilizar MANTENEDORES Desenvolver Manter 3 4 Quem são os talentos de

Leia mais

Concurso: Recursos Humanos Aula 03 LEONARDO FERREIRA SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR

Concurso: Recursos Humanos Aula 03 LEONARDO FERREIRA SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR Concurso: SENADO FEDERAL ADMINISTRADOR Recursos Humanos Aula 03 LEONARDO FERREIRA Conteúdo Programático! Recursos Humanos Senado Federal! Recrutamento e Seleção. Avaliação Desempenho. Treinamento e Desenvolvimento.

Leia mais

POLÍTICAS INTERNAS POLÍTICA DE TREINAMENTO

POLÍTICAS INTERNAS POLÍTICA DE TREINAMENTO Código: PRH-07 POLÍTICAS INTERNAS Área Responsável: Recursos Humanos Data Elaboração: 21/08/2013 Revisão: 30/06/2016 R2 Elaborado por: Valéria Móvio (Gerente de Desenvolvimento Organizacional) Revisado

Leia mais

Tendências na área de Recursos Humanos

Tendências na área de Recursos Humanos Tendências na área de Recursos Humanos Confira a 6ª edição do maior censo de Recursos Humanos, realizado pelo RH Portal em 2016. Veja o que os profissionais estão falando sobre a realidade do RH no mercado

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Administração 6ª Série Administração de Recursos Humanos A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento Resolução sistemática de problemas; Experiências realizadas por outros. Circulação de conhecimento; Garvin (1993) Experimentação;

Leia mais

FORMAÇÃO ANALISTA DE PERFIL COMPORTAMENTAL

FORMAÇÃO ANALISTA DE PERFIL COMPORTAMENTAL FORMAÇÃO ANALISTA DE PERFIL COMPORTAMENTAL Permite descobrir os pontos chaves para o desenvolvimento de cada pessoa. Com ela você aprende a usar o potencial humano de forma mais eficaz e assertiva, trazendo

Leia mais

JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS

JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS JOGOS EM PROCESSOS DE TREINAMENTOS AULA 02 1 Professora Ms Karen Reis 2012 JOGOS DIGITAIS Atividade em sala de Aula Globalização e a Evolução Tecnológica Mitos e Verdades SWOT Tecnologias de Visualização

Leia mais

Técnicas de treinamento utilizadas pelas empresas do comércio varejista de móveis, do município de Santo Antônio/RN

Técnicas de treinamento utilizadas pelas empresas do comércio varejista de móveis, do município de Santo Antônio/RN Técnicas de treinamento utilizadas pelas empresas do comércio varejista de móveis, do município de Santo Antônio/RN Shirley da Silva Gomes 1, Thiago José de Azevêdo Loureiro 2 1 Aluna do curso Técnico

Leia mais

O Que Você Deve Fazer Como Gestor De Vendas Para Gerenciar Com Qualidade Suas Equipes Externas?

O Que Você Deve Fazer Como Gestor De Vendas Para Gerenciar Com Qualidade Suas Equipes Externas? O Que Você Deve Fazer Como Gestor De Vendas Para Gerenciar Com Qualidade Suas Equipes Externas? Assumir o cargo de gestão de uma empresa realmente não é uma tarefa fácil. É preciso que você tenha talento

Leia mais

O novo modelo de Gestão de Desempenho por Competências tem o objetivo de melhorar os resultados e propiciar o desenvolvimento de todos os servidores.

O novo modelo de Gestão de Desempenho por Competências tem o objetivo de melhorar os resultados e propiciar o desenvolvimento de todos os servidores. O novo modelo de Gestão de Desempenho por Competências tem o objetivo de melhorar os resultados e propiciar o desenvolvimento de todos os servidores. O que é o novo modelo de Gestão do Desempenho por Competências?

Leia mais

Proposta Coaching Executivo Líder Coach. Rafael Mendes

Proposta Coaching Executivo Líder Coach. Rafael Mendes Proposta Coaching Executivo Líder Coach Rafael Mendes Coach Rafael Mendes Graduado em Gestão de Recursos Humanos MBA Gestão de Pessoas por Competências e Coaching Formação Internacional em Coaching pelo

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS

POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS A Política de Gestão de Pessoas da Unimed define as estratégias relacionadas às ações destinadas aos seus colaboradores; baseia-se na Missão,

Leia mais

11/04/2017. Aula 9. Gestão de Recursos Humanos. Agenda. Seminário 7. Gestão de RH

11/04/2017. Aula 9. Gestão de Recursos Humanos. Agenda. Seminário 7. Gestão de RH Aula 9 Gestão de Recursos Humanos Agenda Seminário 7 Gestão de RH 2 1 Gestão de RH Gestão de Recursos Humanos O conjunto de políticas, práticas e programas que tem por objetivo atrair, selecionar, socializar,

Leia mais

Nesse artigo falaremos sobre: O que é um diagnóstico empresarial. O que é e como fazer um diagnóstico empresarial

Nesse artigo falaremos sobre: O que é um diagnóstico empresarial. O que é e como fazer um diagnóstico empresarial Este conteúdo faz parte da série: Diagnóstico Empresarial Ver 4 posts dessa série Nesse artigo falaremos sobre: O que é um diagnóstico empresarial Benefícios de se fazer um diagnóstico no seu negócio O

Leia mais

Master Executive Coach

Master Executive Coach Master Executive Coach S O B R E O I N S T I T U T O M E N T O R C O A C H Instituição de Coaching, Treinamento & Desenvolvimento Humano, com atuação em todo Brasil com a Missão de disseminar a cultura

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Organização do Trabalho na Produção

Curso de Engenharia de Produção. Organização do Trabalho na Produção Curso de Engenharia de Produção Organização do Trabalho na Produção Estrutura Organizacional Organização da Empresa: É a ordenação e agrupamento de atividades e recursos, visando ao alcance dos objetivos

Leia mais

DA COMISSÃO AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO EDITAL Nº 01, DE 09 DE ABRIL DE 2012

DA COMISSÃO AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO EDITAL Nº 01, DE 09 DE ABRIL DE 2012 DA COMISSÃO AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO EDITAL Nº 01, DE 09 DE ABRIL DE 2012 A COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO (CADAR), no uso de suas atribuições, torna público o Plano de Classificação

Leia mais

DICAS DE PLANEJAMENTO

DICAS DE PLANEJAMENTO DICAS DE PLANEJAMENTO 9/9/2014 www.sescoopsp.coop.br PROGRAMAS E PROJETOS SESCOOP/SP FORMATOS DE ATENDIMENTO Ações descentralizadas São ações solicitadas pelas Cooperativas em seu Planejamento e Replanejamento

Leia mais

Os desafios à gestão de pessoas no varejo no momento atual e próximos anos

Os desafios à gestão de pessoas no varejo no momento atual e próximos anos Os desafios à gestão de pessoas no varejo no momento atual e próximos anos Apresentação: 1. Nome; 2. Empresa; 3. Função na empresa; Atividade 1. Neste momento turbulento, em se tratando de Gestão de Pessoas,

Leia mais

Proposta de Treinamento Gestão Integrada de Negócios para Hotelaria

Proposta de Treinamento Gestão Integrada de Negócios para Hotelaria Proposta de Treinamento Gestão Integrada de Negócios para Hotelaria O Mercado & o Marketing O mercado atual está cada vez mais seletivo no que se refere a contratação de serviços e produtos, e os detalhes

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Eficiência Operacional e Qualidade de Serviços CASE: A Grande Jornada CAP - Club Athletico Paulistano Renato Maio EMPRESAS / ATUAÇÃO Lozinsky Consultoria de Negócios Consultoria

Leia mais

Como montar um programa estratégico de Desenvolvimento de Líderes ARTHUR DINIZ. Fundador e Sócio Diretor da Crescimentum

Como montar um programa estratégico de Desenvolvimento de Líderes ARTHUR DINIZ. Fundador e Sócio Diretor da Crescimentum Como montar um programa estratégico de Desenvolvimento de Líderes ARTHUR DINIZ Fundador e Sócio Diretor da Crescimentum Cenário e tendências do Desenvolvimento de Líderes Os 4 níveis de maturidade Desenvolvimento

Leia mais

Modelos Contemporâneos de Organização

Modelos Contemporâneos de Organização Modelos Contemporâneos de Organização Metáforas segundo Mintzberg e Handy 1 Prof.a Ms. Lilian A Pasquini Miguel Prof. Ms. José A. Ulhôa C. Ferreira Prof. Ms. Rogério S. Monteiro 1º Semestre de 2008 Reflexões

Leia mais

Seminário GVcev. Gestão de Pessoas no Varejo: Gestão e Atitude como Diferenciais. Sentir, Pensar e Agir: Em busca do gestor integral e integrado

Seminário GVcev. Gestão de Pessoas no Varejo: Gestão e Atitude como Diferenciais. Sentir, Pensar e Agir: Em busca do gestor integral e integrado Seminário GVcev Gestão de Pessoas no Varejo: Gestão e Atitude como Diferenciais Sentir, Pensar e Agir: Em busca do gestor integral e integrado Leopoldo Antonio de Oliveira Neto Sentir, pensar, agir...

Leia mais

Estatuto de Auditoria Interna ESTATUTO DE AUDITORIA INTERNA. Julho 2014

Estatuto de Auditoria Interna ESTATUTO DE AUDITORIA INTERNA. Julho 2014 ESTATUTO DE AUDITORIA INTERNA Julho 2014 Introdução... 3 1. Fundamentos do Estatuto de Auditoria interna do Grupo ISA 1... 3 1.1 Propósito... 3 1.2 Missão... 3 1.3. Marco Geral... 3 2. Alcance... 3 Alcance

Leia mais

Quais os resultados você e sua equipe acreditam que conquistarão? É a partir desse ponto que inicia o processo da conquista.

Quais os resultados você e sua equipe acreditam que conquistarão? É a partir desse ponto que inicia o processo da conquista. Sumário 1. Acreditar 2. Aprender a motivar 3. Criar um time inovador 4. Gerir o tempo 5. Criar e manter credibilidade no relacionamento 6. Facilitar o compartilhar com a sua equipe 7. Sobre nós 1. Acreditar

Leia mais

INFORMATIVO FORMAÇÃO LÍDER COACH. Liderança e Gestão com Pessoas

INFORMATIVO FORMAÇÃO LÍDER COACH. Liderança e Gestão com Pessoas INFORMATIVO FORMAÇÃO LÍDER COACH Liderança e Gestão com Pessoas VISÃO DO CURSO Este curso é voltado para qualquer pessoa que queira assumir um papel de liderança na vida, na carreira e nos negócios. Nele,

Leia mais

LIDERANÇA PARA NOVOS GESTORES DE MARKETING

LIDERANÇA PARA NOVOS GESTORES DE MARKETING LIDERANÇA PARA NOVOS GESTORES DE MARKETING Profa. Me Maria de Lurdes Zamora Damião Maria de Lurdes Zamora Damião é mestre em Administração - Gestão de Organizações e Pessoas pela Universidade Metodista

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS. PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE

GESTÃO DE PESSOAS. PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE GESTÃO DE PESSOAS PROJEÇÕES DAS AULAS Professora: SIMONE BIBLIOGRAFIA BÁSICA CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Campus, 2006.

Leia mais

REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac

REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac 2 TÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS Artigo 1º - Os Cursos da FELM mantém estágios curriculares supervisionados que se constituem

Leia mais